TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007"

Transcrição

1 André Machado Mastrobuono Diretor Presidente, Financeiro e de Relações com Investidores Ricardo Antunes Agostini Diretor Executivo de Finanças Renata Pantoja Gerente de Relações com Investidores Fone: TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE EBITDA de R$144,6 milhões ou 31,3% sobre a receita líquida de serviços no ano, o melhor resultado desde Base de clientes atingiu em 2007, 17% acima de Empresa voltou a ter lucro líquido, o que não acontecia desde Dívida líquida/ebitda, com melhora significativa caindo para 1,11 Belo Horizonte, 26 de fevereiro de 2008 Tele Norte Celular Participações S.A. (BOVESPA: TNCP3 (ON) / TNCP4 (PN); NYSE: TCN), Companhia holding da prestadora de telefonia móvel nos Estados do Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e Roraima, divulgou hoje os resultados referentes ao quarto trimestre e ao ano de A Companhia adicionou e novos clientes no trimestre e ano respectivamente, elevando a base de clientes para O EBITDA atingiu R$61,0 milhões no 4T07, representando 48,1% da receita líquida de serviços. No ano, o EBITDA atingiu R$144,6 milhões, representando 31,3% da receita líquida de serviços. Análise das Operações: Base de clientes atingiu A base total de clientes da Companhia alcançou clientes durante o quarto trimestre de 2007, representando um crescimento de 8,0% e 17,0% quando comparado ao 3T07 e 4T06, respectivamente. No trimestre, a base de clientes do serviço pré-pago registrou um acréscimo de usuários, atingindo clientes ou 85% da base total. Já a base de clientes do serviço pós-pago registrou um acréscimo de usuários, encerrando o trimestre com clientes ou 15% da base total. BASE DE CLIENTES (mil) Pré-pago Pós-pago 4T06 1T07 2T07 3T07 4T /13

2 27% 101% 27% 38% 27% 46% 23% 52% 22% 38% 25% 62% 25% 44% Taxa de cancelamento No 4T07, a taxa de cancelamentos anualizada do segmento pré-pago foi reduzida para 37,7% contra os 52,5% registrados no 3T07. Esta redução é resultado das melhores ações de retenção e da qualidade da base de clientes. No ano, a taxa de cancelamentos do segmento pré-pago foi inferior em 18,8 pontos percentuais quando comparada à registrada em 2006, atingindo 43,6%. Essa queda é resultado do sucesso nas campanhas para atração e retenção de clientes. A taxa de cancelamentos anualizada do segmento pós-pago, que é responsável pela maior parte da receita gerada, foi reduzida em 1,4 p.p. quando comparada ao 3T07, alcançando 21,7% no 4T07. Esta queda é resultado da melhoria da qualidade da base de clientes e do sucesso das campanhas de retenção. Em 2007, a taxa de cancelamentos do segmento póspago atingiu 24,7%, abaixo dos 25,1% registrados em Como resultado, no quarto trimestre do ano, a taxa de cancelamentos consolidada anualizada caiu para 35,2% contra os 47,7% registrados no trimestre anterior. No ano, a taxa de cancelamentos consolidada atingiu 40,4%, uma redução de 14,5 pontos percentuais em relação aos 54,9% registrados no ano anterior. 86% TAXA DE CANCELAMENTO (anualizada) 36% 43% 48% 35% 55% 40% Pós-pago Pré-pago Consolidado Receita Operacional A receita líquida de serviços totalizou R$126,9 milhões no trimestre, correspondendo a um aumento de R$12,1 milhões ou 10,6% em relação ao trimestre anterior, principalmente em função do aumento de 10,5% no tráfego total (5,3% de aumento no tráfego entrante e 15,1% de aumento no tráfego sainte) e da reversão da provisão no valor de R$5,5 milhões de ICMS de assinatura. Em 2007, a receita líquida de serviços atingiu R$462,6 milhões, a maior já registrada pela companhia e acima dos R$385,0 milhões registrados no ano anterior como conseqüência da expansão de R$58,6 milhões, ou 36,5%, nas receitas de interconexão. Essa variação decorre principalmente (i) da melhora do perfil de uso dos clientes e do crescimento da base, tanto no segmento pré-pago como no pós-pago, e (ii), da adoção da regra de full billing. A receita de dados totalizou R$8,8 milhões no 4T07, um acréscimo de 65,6% quando comparada aos R$5,3 milhões registrados no 3T07. Este aumento ocorreu em razão do lançamento de novos produtos e serviços e da sazonalidade do período. Em 2007, a receita de dados atingiu R$27,1 milhões registrando um aumento de 3,8% quando comparada aos R$26,1 milhões registrados em /13

3 A receita líquida de aparelhos no trimestre totalizou R$4,6 milhões, uma queda de 13,4% quando comparada aos R$5,3 milhões registrados no 3T07. Essa queda é resultado do menor preço médio dos aparelhos vendidos. No ano, a receita líquida de aparelhos totalizou R$24,1 milhões, 53,0% abaixo dos R$51,2 milhões registrados em 2006, como conseqüência da menor participação de aparelhos nas novas ativações. No quarto trimestre do ano, os subsídios de aparelhos para aquisições de novos clientes foram de R$3,4 milhões ou R$15,3 por adição bruta, acima os R$2,6 milhões ou R$14,6 por adição bruta registrados no 3T07. Esta diferença é conseqüência da campanha de Natal. Em 2007, o subsídio de aparelhos atingiu R$8,3 milhões em linha com o ano anterior. Como resultado, a receita líquida total atingiu R$131,5 milhões no 4T07, 9,5% superior quando comparada ao trimestre anterior. No ano, a receita líquida total atingiu R$486,7 milhões, um crescimento de 11,6% quando comparada aos R$436,3 registrados em RECEITA LÍQUIDA TOTAL (R$ milhões) Receita Líquida de Serviços Receita Líquida de Equipamentos Custos e despesas operacionais O custo dos serviços no quarto trimestre de 2007 totalizou R$50,6 milhões, praticamente em linha com os R$49,8 registrados no trimestre anterior. Em 2007, o custo dos serviços atingiu R$194,5 milhões, 31,6% superior quando comparada ao ano anterior. Este aumento deve-se (i) às maiores despesas com Fistel em função de um maior crescimento da base quando comparado a 2006, (ii) ao crescimento do tráfego sainte, e (iii) à expansão de R$42,8 milhões nos custos de interconexão em função da adoção da regra de full billing. As despesas com vendas e marketing no 4T07 atingiram R$20,2 milhões, 18,3% abaixo dos R$24,7 milhões registrados no trimestre anterior, como conseqüência das menores despesas com subsídio de retenção e menores despesas de pessoal. No ano, as despesas com vendas e marketing totalizaram R$92,8 milhões, uma queda de 9,7% quando comparada aos R$102,8 milhões registrados em Esta queda é resultado das menores despesas com subsídios de retenção, com promoção e propaganda e com a transferência do call center de Belém para Belo Horizonte com melhoria na qualidade do serviço. O custo de aquisição por cliente no quarto trimestre de 2007 caiu para R$130 contra os R$142 registrados no 3T07. Em 2007, o custo de aquisição por cliente atingiu R$138, um aumento de R$16 quando comparado aos R$122 registrados em 2006 em função dos maiores gastos com - 3/13

4 taxa Fistel como conseqüência do aumento da carteira de clientes e do maior volume de descontos. CUSTO DE AQUISIÇÃO POR CLIENTE (R$) O custo de retenção alcançou R$12,3 milhões no trimestre, 21,6% abaixo dos R$15,7 milhões registrados no 3T07. Esta redução foi conseqüência da queda do subsídio de retenção e do menor volume de descontos promocionais. No ano, o custo de retenção atingiu R$56,0 milhões, 12,1% abaixo dos R$63,7 milhões registrados em Esta queda é resultado das despesas mais eficientes com pessoal e programa de relacionamento, sem prejuízo da redução na taxa de cancelamento dos clientes. As despesas gerais e administrativas atingiram R$9,0 milhões no 4T07, representando uma queda de 21,7% quando comparado aos R$11,5 milhões registrados no trimestre anterior, como resultado da redução das despesas com consultorias e contingências. No ano de 2007, as despesas gerais e administrativas atingiram R$38,9 milhões, abaixo dos R$39,5 milhões registrados no ano anterior. A provisão de inadimplência atingiu R$4,2 milhões no 4T07, R$1,4 milhão acima dos R$2,8 milhões registrados no trimestre anterior. Como percentual da receita líquida de serviços, a provisão de inadimplência atingiu 3,3% contra os 2,4% registrados no 3T07. Em 2007, a provisão de inadimplência foi reduzida em 20,3%, de R$16,3 milhões em 2006 para R$13,0 milhões em 2007, o que reflete o crescimento de vendas com qualidade. Esta redução é conseqüência do estabelecimento de regras para a aquisição de clientes focadas em análise de crédito, de incentivos adequados aos canais de distribuição e da aplicação de novas ações de cobrança. Como percentual da receita líquida de serviços, a provisão de inadimplência atingiu 2,8% em 2007 comparado aos 4,2% registrados em Quando calculada sobre a receita líquida total, a provisão de inadimplência totalizou 2,7% no ano. 5,1% INADIMPLÊNCIA (R$ milhões) 4,2% 3,1% 2,3% 2,4% 3,3% 16,3 2,8% 13,0 5,5 3,3 2,6 2,8 4,2 Provisão de Inadimplência % receita líq. de serviços - 4/13

5 Receita média por cliente (ARPU) Os minutos de uso por cliente do segmento pós-pago no 4T07 totalizaram 253, representando um aumento de 2,6% quando comparado aos 246 registrados no trimestre anterior, devido a uma maior oferta de minutos promocionais e à sazonalidade do período. Em 2007, os minutos de uso por cliente do segmento pós-pago atingiram 243 minutos, acima dos 221 minutos registrados em 2006 devido à eficiência das campanhas de incentivo ao uso e à maior qualidade no processo de aquisição de clientes. A receita média por usuário (ARPU) do segmento pós-pago atingiu R$98,7 no trimestre, representando um aumento de R$12,0 quando comparada aos R$86,7 registrados no 3T07. Esse aumento é consequência melhora da qualidade da base e da reversão da provisão de R$5,5 milhões de ICMS. Em 2007, o ARPU pós-pago foi de R$89,3, acima dos R$76,9 registrados no ano anterior, em virtude da melhora do perfil da base, da reversão da provisão de ICMS e da adoção, em julho de 2006, da regra de full billing. No quarto trimestre de 2007, os minutos de uso do segmento pré-pago alcançaram 48, representando um aumento de 12,3% quando comparado aos 43 registrados no trimestre anterior, devido ao sucesso da campanha de Natal e da campanha de 15 vezes o valor ativado que foi lançada em novembro. Em 2007, os minutos de uso por cliente do segmento pré-pago atingiram 44 minutos, acima dos 36 minutos registrados em 2006, em função da eficiência das campanhas de incentivo ao uso. A receita média por usuário (ARPU) do segmento pré-pago atingiu R$17,4 no 4T07, uma redução de R$0,2 quando comparado aos R$17,6 registrados no trimestre anterior. No ano, o ARPU pré-pago foi de R$ 17,1, acima dos R$12,3 registrados em 2006, Este aumento é conseqüência do sucesso obtido com as campanhas de incentivo ao uso que provocou maior volume de tráfego sainte e entrante e da adoção da regra de full billing. Como resultado, no 4T07, os minutos totais de uso consolidado alcançaram 80 e a receita média por usuário (ARPU) consolidada atingiu R$30,4, apresentando um acréscimo de 5,8% quando comparado aos R$28,7 registrados no 3T07. No ano, os minutos totais de uso atingiram 77 e a receita média por usuário (ARPU) consolidada atingiu R$29,1, superior aos R$25,2 registrados no ano anterior. ARPU (R$) Pós-pago Pré-pago Consolidado - 5/13

6 Participação no mercado estimada em 20,3% no 4T07 A participação no mercado foi estimada em 20,3% no 4T07 comparada aos 21,1% registrados no trimestre anterior. Com isso, a perda de participação de mercado, que em 2006 chegou a 3,5 pontos percentuais, foi reduzida para 1,9 ponto percentual. A participação nas vendas brutas no 4T07 foi estimada em 22,7%, em linha com o trimestre anterior. Em 2007, a participação nas vendas brutas foi estimada em 24,0% abaixo dos 27,3% registrados em Mesmo assim, o desempenho comercial alcançou 799 mil vendas, um crescimento de 20% em relação ao ano anterior. EBITDA de R$144,6 milhões no ano O EBITDA e a margem EBITDA (excluindo a receita de aparelhos) no quarto trimestre de 2007 foram R$61,0 milhões e 48,1% da receita líquida de serviços, respectivamente. No ano, o EBITDA foi positivo em R$144,6 milhões, representando 31,3% da receita líquida de serviços ou 29,7% sobre a receita líquida total. O EBITDA foi positivamente impactado pela reversão de provisão de ICMS no estado do Pará no valor de R$26,6 milhões (líquido da provisão de honorários de advogados). EBITDA (R$ milhões) 48,1% 26,2% 25,6% 23,0% 31,3% 144,6 9,5% 28,4 28,9 26,3 61,0 36,7-23,4-21,9% EBITDA Margem EBITDA Depreciação e amortização No 4T07, as despesas com depreciação e amortização totalizaram R$27,6 milhões, em linha com os R$27,0 milhões registrados no 3T07. No ano, as despesas de depreciação e amortização atingiram R$ 109,9 milhões, resultado 0,9% abaixo dos R$111,0 milhões registrados em Esta redução é explicada pelo menor volume de investimentos realizados em /13

7 Despesa financeira líquida de R$2,9 milhões no trimestre Despesas Financeiras (a) R$ milhões (31,3) (18,9) (24,3) (19,1) (12,2) (88,6) (74,5) Receita Financeira (b) 3,2 2,8 2,2 1,5 3,5 12,0 10,0 Ganho (Perda) com 4,2 8,5 13,6 8,1 5,8 21,3 36,1 variação cambial (c) Receita (Despesa) Financeira Líquida (23,9) (7,6) (8,5) (9,5) (2,9) (55,3) (28,4) Nota: a) Despesa Financeira: inclui despesas financeiras relacionadas com a dívida, perda com operações de hedge (se houver), e impostos sobre operações financeiras; b) Receita Financeira: inclui resultados de aplicações de caixa e ganhos com operações de hedge (se houver); e, c) Ganho (perda) com variação cambial: reflete quase que exclusivamente a desvalorização/valorização cambial e nos juros da dívida denominada em moeda estrangeira. Lucro líquido de R$21,6 milhões no trimestre O resultado líquido no 4T07 foi positivo em R$21,6 milhões, ou R$3,225 por ação ou ADS. No acumulado do ano, o lucro líquido atingiu R$3,2 milhões. Dívida total de R$ 151,8 milhões Ao final do ano, a dívida total somava R$151,8 milhões, sendo 100% denominada em dólares norte-americanos. Em 31 de dezembro de 2007, 100% dessa dívida estavam protegidos por operações de hedge. Dívida líquida de R$ 160,2 milhões Em 31 de dezembro de 2007, o endividamento da Companhia foi parcialmente compensado pelos recursos disponíveis em caixa (disponibilidades e investimentos de curto prazo) no valor de R$44,8 milhões, mas foi impactado por contas a pagar de operações de hedge no valor de R$53,3 milhões, resultando em uma dívida líquida de R$160,2 milhões. DÍVIDA LÍQUIDA (R$ milhões) T06 1T07 2T07 3T07 4T /13

8 Cronograma de vencimento da dívida Ano R$ milhões % denominado em dólares americanos ,9 100,0% ,9 100,0% Indicadores financeiros Indicadores 4T06 1T07 2T07 3T07 4T07 Dívida Líquida / EBITDA (1) 6,25 4,31 3,50 2,89 1,11 Dívida Líquida / Ativo Total 36% 32% 35% 33% 30% Índice de cobertura de juros (1) 1,6 1,8 2,4 2,6 7,7 Índice de liquidez corrente 0,5 0,6 0,7 0,7 0,7 (1) Últimos doze meses. A melhoria do desempenho da Companhia pode ser evidenciada pelo indicador dívida líquida / EBITDA que foi reduzido para 1,11 em 2007 e pelo índice de cobertura de juros (EBITDA / juros pagos) que evoluiu para 7,7 em Investimentos totalizaram R$21,9 milhões no trimestre Durante o quarto trimestre de 2007, a Amazônia Celular realizou investimentos no valor de R$21,9 milhões. No ano, os investimentos atingiram R$28,0 milhões. No quadro abaixo, a Companhia apresenta a abertura desses investimentos: ABERTURA DOS INVESTIMENTOS CAPEX (R$ milhões) 4T06 1T07 2T07 3T07 4T Rede 19,5 2,5 (3,2) 4,3 19,6 23,2 Tecnologia/Sist. Informação 4,9 0,1 0,1 0,0 0,5 0,7 Outros 3,4 0,7 0,6 1,0 1,8 4,1 T O T A L 27,8 3,3 (2,5) 5,3 21,9 28,0 Fluxo de caixa livre O fluxo de caixa livre atingiu R$30,5 milhões no trimestre, acima dos R$13,0 milhões registrados no trimestre anterior. Esta diferença está relacionada principalmente ao aumento do EBITDA. No acumulado do ano, o fluxo de caixa livre atingiu R$56,7 milhões, acima dos R$2,4 milhões negativos registrados em Essa diferença é conseqüência, principalmente, do aumento do LAJIDA. ***************** - 8/13

9 Para informações adicionais favor contatar: Telemig Celular Participações S.A. Departamento de Relações com Investidores André Mastrobuono / Ricardo Agostini / Renata Pantoja Telefone: (31) O presente comunicado de imprensa contém previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões não constituem fatos ocorridos no passado e refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia. Os termos antecipa, acredita, estima, espera, prevê, pretende, planeja, projeta, objetiva, bem como outros termos similares, visam identificar tais previsões as quais evidentemente envolvem riscos ou incertezas previstas ou não pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da Companhia podem diferir das atuais expectativas e o leitor não deve se basear exclusivamente nas posições aqui realizadas. Estas previsões emitem a opinião unicamente na data em que são feitas e a Companhia não se obriga a atualizá-las à luz de novas informações ou de seus desdobramentos futuros /13

10 INDICADORES OPERACIONAIS Var. % 4ºTrimestre Acumulado 1ºTrimestre 2ºTrimestre 3ºTrimestre 4ºTrimestre Acumulado (4T07/3T07) População (Concessão) - milhões 17,6 17,6 17,6 17,6 17,6 17,6 17,6 0,0% Clientes ,0% Pós-pago ,0% Pré-pago ,1% MOU Entrante Pós-pago ,0% Pré-pago ,3% MOU Sainte Pós-pago ,5 2,9% Pré-pago ,7 30,5% Tráf. Sainte Tot. (Milhões de Min.) 158,9 544,0 156,5 153,3 155,0 178,4 643,2 15,1% Tráf. Entrante Tot. (Milhões de Min.) 142,9 534,3 133,1 139,7 140,3 147,7 560,8 5,3% Rec. de Serv. Média p/ Assinante (R$) 28,6 25,2 28,4 28,9 28,7 30,4 29,1 5,8% Pós-pago 75,2 76,9 85,4 86,9 86,7 98,7 89,3 13,9% Pré-pago 17,3 12,3 15,8 17,1 17,6 17,4 17,1-1,1% Receita de Serviços (R$ milhões) Assinatura Mensal ,0% Tráfego Sainte ,1% Interconexão ,1% Outras ,0% TOTAL ,6% Receita de Dados (% s/ rec. líq. de serv.) 5,8% 6,8% 6,4% 5,3% 4,6% 6,9% 5,9% 2.6 p.p. Custo dos Serviços (R$ milhões) Meios de conexão ,3% Interconexão ,5% Aluguéis e manutenção da rede ,6% FISTEL, outras taxas e contribuições ,6% Outras ,4% TOTAL ,6% Cancelamentos Anualizados 86,4% 54,9% 35,9% 42,7% 47,7% 35,2% 40,4% -12,5 p.p. Pós-pago 27,4% 25,1% 27,0% 26,7% 23,1% 21,7% 24,7% -1,4 p.p. Pré-pago 100,5% 62,3% 37,9% 46,0% 52,5% 37,7% 43,6% -14,7 p.p Custo de Aquisição (R$) ,5% Custo de Retenção (% s/ rec. líq. de serv.) 13,3% 16,5% 13,8% 11,6% 13,7% 10,1% 12,2% -3,5 p.p CAPEX (R$ milhões) 27,8 51,3 3,3 (2,5) 5,3 21,9 28,0 316,4% Número de localidades atendidas ,0% Número de ERBs / BTS ,3% Número de CCCs ,6% Número de Empregados ,2% Participação no Mercado 22,2% 22,2% 22,3% 21,9% 21,1% 20,3% 20,3% 0,8 p.p /13

11 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO (BR GAAP) ºTrimestre Acumulado 1ºTrimestre 2ºTrimestre 3ºTrimestre 4ºTrimestre Acumulado (R$ mil) Var. % (4T07/3T07) Receita de Serviços ,1% Receita de Aparelhos ,2% Receita Total - Bruta ,7% Deduções da Receita (91.138) ( ) (86.135) (76.969) (77.121) (92.780) ( ) 20,3% Receita de Serviços ,6% Receita de Aparelhos ,4% Receita Total - Líquida ,5% Custo dos Serviços ,6% Custo dos Aparelhos ,8% Despesas de Vendas e Marketing ,3% Provisão p/ Devedores Duvidosos ,7% Despesas Gerais e Administrativas ,7% Outras despesas (receitas) operacionais (3.012) (1.765) (3.066) (21.722) (29.565) 608,5% EBITDA (23.371) ,7% % -21,9% 9,5% 26,2% 25,6% 23,0% 48,1% 31,3% 25,2 p.p. Depreciação e Amortização ,2% Despesas Financeiras ,0% Receita Financeira (3.177) (11.965) (2.808) (2.192) (1.528) (3.461) (9.989) 126,5% Perda (ganho) com Variação Cambial (4.257) (21.341) (8.559) (13.616) (8.067) (5.839) (36.081) -27,6% Outros (627) ,8% Impostos (12.426) (28.603) Participações Minoritárias (17.263) (25.611) (1.763) (1.388) (2.527) ,9% Lucro (prejuízo) Líquido (49.196) (76.081) (5.593) (4.675) (8.150) ,2% Quantidade de ações (mil)* ,0% Lucro (prejuízo) por lote de mil ações (R$)** (0,147) (0,227) (0,017) (0,014) (1,216) 3,225 0, ,2% Lucro (prejuízo) por ADS (R$) (7,341) (11,353) (0,835) (0,698) (1,216) 3,225 0, ,2% (1) Juros pagos: 4T06 - R$4.806 mil; 1T07- R$7.820 mil; 2T07 - R$3.904 mil; 3T07 - R$6.961 mil; e, 4T07 - R$0. * No 3T07, 4T07 e acumulado de 2007: número de ações. ** No 3T07, 4T07 e acumulado de 2007: lucro por ação (R$) /13

12 BALANÇO PATRIMONIAL (BR GAAP) (R$ mil) 4T07 3T07 4T07 3T07 Ativo Circulante Passivo Circulante Disponibilidades Empréstimos/Financ Investimentos de Curto Prazo Juros s/ Empréstimos Contas a Receber Fornecedores Impostos a Recuperar Impostos e Contribuições Outros Ativos Dividendos Outras Obrigações Realizável a Longo Prazo Empréstimos/Financ. LP Ativo Diferido Outras Obrig. Longo Prazo Permanente Participações Minoritárias Imobilizado Bruto Depreciação ( ) ( ) Patrimônio Líquido FLUXO DE CAIXA (BR GAAP) 4T07 (R$ mil) Acumulado 2007 Atividades operacionais Lucro líquido do período Ajustes para conciliar o resultado ao caixa gerado pelas atividades operacionais Depreciação e amortização Variação cambial e monetária ( principal ) (28.226) Perda (ganho) não realizado nas operações de hedge Participações minoritárias Reversão de provisões de longo prazo e outros (33.963) (27.805) Variações nos ativos e passivos operacionais (18.509) (33.317) Fluxo gerado pelas atividades operacionais Atividades de investimento Recursos provenientes da alienação de ativo imobilizado Aquisição de ativo imobilizado e intangível (9.321) (15.365) Fluxo aplicado nas atividades de investimetno (9.296) (15.222) Atividades de financiamento Captação de empréstimos e financiamentos Pagamento de empréstimos e financiamentos - ( ) Pagamento de dividendos - (3) Fluxo utilizado nas atividades de financiamento - (53.787) - Aumento (redução) das disponibilidades (12.790) Saldo de disponibilidades no início do período Saldo de disponibilidades no final do período /13

13 I) Média de clientes GLOSSÁRIO DOS PRINCIPAIS INDICADORES a) Média de clientes mensal dos clientes no começo e no final do mês 2 b) Média de clientes trimestral e no ano da média de clientes de cada mês do período Número de meses no período II) Taxa de cancelamento (anual) a) % de cancelamento trimestral de desativações / da média mensal do saldo inicial de clientes dos 3 meses x 12 3 b) % de cancelamento acumulado no ano Desativações no ano / da média mensal do saldo inicial de clientes desde o começo do ano x 12 Número de meses no período III) Minutos de uso mensal Número total de minutos faturados no período / média de clientes no período Número de meses no período IV) Receita média por usuário Receita líquida de serviços no período (excluindo receita de roaming-in) Média de clientes no período V) Custo de aquisição por cliente VI) ( dos salários de marketing, vendas, consultoria (marketing e vendas), comissões, subsídios de aparelhos, propagandas e promoções, e taxa Fistel, menos taxa de habilitação no período) Número de ativações brutas no período Fluxo de caixa livre Fluxo de caixa livre = (EBITDA investimentos impostos desp. financeira líquida* participação minoritária variação do capital de giro) * Considera-se os juros pagos. VII) Variação do capital de giro Variação do capital de giro = ( ativo circulante caixa e bancos) ( passivo circulante emprést./financ. de curto prazo juros s/ empréstimos dividendos) VIII) Índice de Cobertura de Juros Índice de Cobertura de Juros = EBITDA / Juros Pagos IX) Índice de Liquidez Corrente Índice de Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante X) EBITDA EBITDA = Receita Operacional Custo Operacional Despesa Operacional* - Inadimplência * Não inclui participação nos resultados /13

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox VP de Finanças e Diretor de Relações com Investidores Jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores Ldias@telepart.com.br

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Mario Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muinz 0xx81.216.2593 TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS

Leia mais

1T06 1T05 Var % 491,7 422,4 16,4% 37,7 27,2 38,5%

1T06 1T05 Var % 491,7 422,4 16,4% 37,7 27,2 38,5% RESULTADOS DO 1T06 São Paulo, 26 de abril 2006 A Natura Cosméticos S.A. (Bovespa: NATU3) anuncia hoje os resultados do primeiro trimestre de 2006 (1T06). As informações financeiras e operacionais a seguir,

Leia mais

Resultados Financeiros e Operacionais. 1º Trimestre de 2003

Resultados Financeiros e Operacionais. 1º Trimestre de 2003 Resultados Financeiros e Operacionais 1º Trimestre de 2003 Abril - 2003 Agenda Tendências Desafios Consórcio Brasil Celular Programa de Relacionamento Resultados Financeiros e Operacionais Amazônia Celular

Leia mais

(61) (1 212) (11) R. 23

(61) (1 212) (11) R. 23 S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Informações Relevantes ao Mercado 1º Trimestre de 2000 Não Auditadas Brasília, 11 de maio de 2000 CONTATOS BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A. Eliana Rodrigues (Gerente)

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 01 de fevereiro de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2003

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2003 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3302.2813 Fabíola Almeida fabiola.almeida@timnordeste.com.br Leonardo Wanderley 55.81.3302.2594 leonardo.wanderley@timnordeste.com.br

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Dados de Mercado em 09 de Maio de 2000: TCSL3: R$ 5,00 /1000 ações TCSL4: R$ 6,21 / 1000ações TSU: US$ 35,00 (ADR = 10.000 ações PN) Valor de Mercado: R$ 1.926 milhões

Leia mais

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 80% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 31% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 2T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas de

Leia mais

Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO

Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 Jserafim@timsul.com.br

Leia mais

Resultados do 1º Trimestre 2003

Resultados do 1º Trimestre 2003 Resultados do 1º Trimestre 2003 Abril 2003 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 9968-3685 / 312-6862

Leia mais

Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar

Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar Informações Relevantes ao Mercado 2 o Trimestre de 2000 Não Auditadas Brasília, 02 de agosto de 2000 CONTATOS BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2004

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2004 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3302.2813 Leonardo Wanderley 55.81.3302.2594 leonardo.wanderley@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3302.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

Anuncio dos resultados do segundo trimestre de 2003

Anuncio dos resultados do segundo trimestre de 2003 Anuncio dos resultados do segundo trimestre de 2003 Tele Nordeste Celular Participações S.A. Contatos: Walmir Urbano Kesseli 55.81.3216.2813 Fabíola Almeida fabiola.almeida@timnordeste.com.br Leonardo

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999. Contatos: Walmir Urbano Kesseli Joana Dark Fonseca Serafim Telefone: (041)305-5447 Fax: (041)305-3074 E-mail: joana.serafim@telecelularsul.com.br Homepage: www.telecelularsul.com.br TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004 Press Release Resultados do 1º Trimestre de 2004 2003 - página 2 de 2 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

Earnings Release 1T14

Earnings Release 1T14 Belo Horizonte, 20 de maio de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro nos segmentos de empréstimos

Leia mais

Português English (61)

Português  English  (61) TEPR3: R$17,00/1.000 ações TEPR4: R$17,80/1.000 ações Preço de fechamento (09 de fevereiro de 2001) Brasil Telecom S.A. Divulgação de Resultado 4 o Trimestre de 2000 Não Auditado Brasília, 12 de fevereiro

Leia mais

1. Destaques. Índice:

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A.

Leia mais

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira )

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira ) Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Companhia ou Embratel ) detém 98,8% da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Leia mais

Press Release. Resultados do 3º Trimestre de 2003

Press Release. Resultados do 3º Trimestre de 2003 Press Release Resultados do 3º Trimestre de 2003 3T03 - página 2 de 12 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Resultado Consolidado para o primeiro semestre de 2004 Publicação, 26 de julho de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A., SP, Brasil.

Leia mais

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008 RECEITA DE PUBLICIDADE E OUTRAS CRESCEU 28% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 23% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados consolidados do 4T07 e de 2007. As Informações Trimestrais

Leia mais

Energisa Nova Friburgo Resultados 1º trimestre de 2012

Energisa Nova Friburgo Resultados 1º trimestre de 2012 Energisa Nova Friburgo Rio de Janeiro, 7 de maio de 2012 - A Administração da Energisa Nova Friburgo Distribuidora de Energia S/A ( Energisa Nova Friburgo ou Companhia ), responsável pela distribuição

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2001 E RESULTADO ANUAL

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2001 E RESULTADO ANUAL Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br Rafael J. Caron Bósio Relações

Leia mais

Resultados do 3º Trimestre/2002

Resultados do 3º Trimestre/2002 Resultados do 3º Trimestre/2002 1 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2002

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2002 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br Rafael J. Caron Bósio Relações

Leia mais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.431 27.730 Fornecedores

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 1999.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 1999. Contatos: Walmir Urbano Kesseli Joana Dark Fonseca Serafim Telefone: (041)309-6862 Fax: (041)309-6774 E-mail: joana.serafim@telecelularsul.com.br Homepage: www.telecelularsul.com.br TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2001

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2001 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3216.2591 Fabíola Almeida 55.81.3216.2594 fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T11 e 1S11

Divulgação de Resultados do 2T11 e 1S11 Divulgação de Resultados do 2T11 e 1S11 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, no 2T11 e 1S11, têm como base os números preliminares preparados

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de abril de 2007 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2003

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2003 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 9968-3685 / 312-6862 jserafim@timsul.com.br Website http://tsu.infoinvest.com.br/

Leia mais

1 Perfil do negócio e destaques econômico-financeiros

1 Perfil do negócio e destaques econômico-financeiros Energisa Nova Friburgo Resultados do 1º trimestre de 2014 Nova Friburgo, 15 de maio de 2014 A Administração da Energisa Nova Friburgo Distribuidora de Energia S/A ( Companhia ) apresenta os resultados

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3216.2591 Fabíola Almeida 55.81.3216.2594 fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

Resultados das Operações no 2T05

Resultados das Operações no 2T05 Resultados das Operações no 2T05 Declarações sobre Eventos Futuros Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas à riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T18 BK Brasil 09 de agosto de 2018

Apresentação de Resultados 2T18 BK Brasil 09 de agosto de 2018 Apresentação de Resultados 2T18 BK Brasil 09 de agosto de 2018 1 Aviso legal Esta apresentação contém informações gerais sobre os negócios e as estratégias do BK Brasil Operações e Assessoria a Restaurantes

Leia mais

TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004

TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004 TELEFONICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o primeiro trimestre de 2004 Publicação, 07 de maio de 2004 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Charles E. Allen TELEFONICA DATA

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E RESULTADO ANUAL

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E RESULTADO ANUAL Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 1º Trimestre de 2005

LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 1º Trimestre de 2005 LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 1º Trimestre de 25 Rio de Janeiro, 13 de Maio de 25 Lojas Americanas S.A. (BOVESPA: LAME3-ON;LAME4-PN), apresenta os resultados consolidados do 1 trimestre de

Leia mais

Resultados do 2º Trimestre/2002

Resultados do 2º Trimestre/2002 Resultados do 2º Trimestre/2002 1 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br

Leia mais

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Elekeiroz S.. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Balanço patrimonial tivo Circulante Nota 31 de dezembro de 2013 31 de

Leia mais

Resultados das Operações no 1T05

Resultados das Operações no 1T05 Resultados das Operações no 1T05 Destaques Crescimento do EBITDA de 113% O faturamento atingiu R$ 99,0 milhões (US$ 37,1 milhões), o que corresponde a um crescimento de 65,2%, comparado ao 1T04 O lucro

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2000 (NÃO AUDITADOS)

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2000 (NÃO AUDITADOS) Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Paulo Narcélio Simões Amaral 55.81.3216.2591 Fabíola Almeida 55.81.3216.2594 fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO

Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 Jserafim@timsul.com.br

Leia mais

DESEMPENHO 9M18x9M17: Receita Operacional Líquida de R$1.630 milhões nos 9M18, representando um crescimento de 29,3% em relação aos 9M17;

DESEMPENHO 9M18x9M17: Receita Operacional Líquida de R$1.630 milhões nos 9M18, representando um crescimento de 29,3% em relação aos 9M17; Esta apresentação contém informações gerais sobre os negócios e as estratégias do BK Brasil Operações e Assessoria a Restaurantes S.A. e suas controladas ( BK ). Essas informações não se propõem a serem

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUATRO TRIMESTRE E DO ANO 2000

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUATRO TRIMESTRE E DO ANO 2000 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Paulo Narcélio Simões Amaral 55.81.3216.2591 Fabíola Almeida 55.81.3216.2594 fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 78.050 132.536 Fornecedores 23.096 19.064 Contas

Leia mais

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M.

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.340,9 5.128,2 4,1 4.923,2 8,5 15.574,6 14.326,7 8,7 Receita de serviço móvel 5.078,2 4.959,7 2,4 4.697,9 8,1 14.962,1 13.535,4 10,5 Franquia e utilização

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A. Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO 2001

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO 2001 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3216.2591 Fabíola Almeida 55.81.3216.2594 fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2002 E RESULTADO ANUAL

RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2002 E RESULTADO ANUAL RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2002 E RESULTADO ANUAL 1 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MARÇO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MARÇO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MARÇO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 363 Fornecedores 39.863 Aplicações Financeiras 2.346 Provisão Férias

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Terceiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de outubro de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao

Leia mais

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto

A Companhia. Destaques. da Controladora. do Consolidado RESULTADOS DO 4T14 1/9. Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto A Companhia Passo Fundo, 05 de março de 2014 Fundada em 1950, a Companhia Grazziotin teve seu capital aberto Dados em 31/12/2014 em 1979. Desde 1950 Grazziotin PN (CGRA4) R$ 17,28 Sua sede fica em Passo

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 281 Fornecedores 32.561 Aplicações Financeiras 1.819 Provisão Férias

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 314 Fornecedores 36.047 Aplicações Financeiras 2.323 Provisão Férias

Leia mais

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de 2004 1 Rio de Janeiro, Brasil 18 de outubro de 2004 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Empresa ou

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2002

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2002 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Walmir Urbano Kesseli 55.81.3216.2813 Fabíola Almeida fabiola.almeida@timnordeste.com.br Polyana Maciel 55.81.3216.2593 polyana.maciel@timnordeste.com.br

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S. A. Contatos TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Ruggero Caterini Diretor de Finanças e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 30 de setembro (não auditado) BALANÇO Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 108.025 104.403 Fornecedores 31.434

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.888 67.330 Fornecedores 4.797 8.340 Aplicações financeiras 3.341

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2012 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2012 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2012 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 922 Fornecedores 31.124 Aplicações Financeiras 13.013 Provisão

Leia mais

Contatos. Telefones: Site: Realizável de Longo Prazo Página 1 de 11

Contatos. Telefones: Site:   Realizável de Longo Prazo Página 1 de 11 CESP Divulga Resultados do Terceiro Trimestre de 2006 Com capitalização o Endividamento Líquido da Companhia foi reduzido em 30,4% - Receita Bruta cresce 18,6% São Paulo, 16 de novembro de 2006 CESP: Companhia

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 ATIVO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro semestre: Descrição 6M14 6M13 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro semestre: Descrição 6M14 6M13 Variação % Energisa Nova Friburgo Resultados do 1º semestre de 2014 Nova Friburgo, 14 de agosto de 2014 A Administração da Energisa Nova Friburgo Distribuidora de Energia S/A ( Companhia ) apresenta os resultados

Leia mais

Confab anuncia resultados do segundo trimestre de 2011

Confab anuncia resultados do segundo trimestre de 2011 Confab anuncia resultados do segundo trimestre de São Paulo, 03 de agosto de. Confab Industrial S.A. (BOVESPA - ON: CNFB3 e PN: CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados do segundo trimestre

Leia mais

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.105,6 5.260,4 (2,9) 4.671,1 9,3 Receita de serviço móvel 4.924,2 5.097,4 (3,4) 4.367,2 12,8 Franquia e utilização 2.599,8 2.660,5 (2,3) 2.322,6 11,9

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T17 e BK Brasil 09 de Março de 2018

Apresentação de Resultados 4T17 e BK Brasil 09 de Março de 2018 Apresentação de Resultados 4T17 e 2017- BK Brasil 09 de Março de 2018 1 Aviso legal Esta apresentação contém informações gerais sobre os negócios e as estratégias do BK Brasil Operações e Assessoria a

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 3. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 3. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

Divulgação de resultados 2T11

Divulgação de resultados 2T11 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2011 Rio de Janeiro, 15 de agosto de 2011. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2013 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 299 Fornecedores 39.642 Aplicações Financeiras 3.705 Provisão

Leia mais

2 º TRIMESTRE 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2 º TRIMESTRE 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Julho de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99.0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os números

Leia mais

A Companhia. Destaques. do Consolidado: da Controladora:

A Companhia. Destaques. do Consolidado: da Controladora: Dados em 31/03/2014 Grazziotin PN (CGRA4) R$ 17,12 Valor de Mercado R$ 371,3 milhões Contatos: Renata Grazziotin Diretora de Relação com Investidores (54) 3316 7401 investidor@grazziotin.com.br www.grazziotin.com.br

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T18 - BK Brasil 11 de Maio de 2018

Apresentação de Resultados 1T18 - BK Brasil 11 de Maio de 2018 Apresentação de Resultados 1T18 - BK Brasil 11 de Maio de 2018 1 Aviso legal Esta apresentação contém informações gerais sobre os negócios e as estratégias do BK Brasil Operações e Assessoria a Restaurantes

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

SOMOS Educação DR 2T17

SOMOS Educação DR 2T17 SOMOS Educação DR 2T17 São Paulo, 14 de agosto de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2017 ( 2T17 ) e do primeiro semestre de 2017 ( 1S17 ). Os comentários

Leia mais

SOMOS Educação DR 3T17

SOMOS Educação DR 3T17 SOMOS Educação DR 3T17 São Paulo, 10 de novembro de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 3º trimestre de 2017 ( 3T17 ) e dos nove meses de 2017 ( 9M17 ). Os comentários

Leia mais

Divulgação de resultados 1T13

Divulgação de resultados 1T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 1º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 9 de maio de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2012 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2012 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2012 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 7.332 Fornecedores 39.187 Aplicações Financeiras 18.178 Provisão

Leia mais

BALANÇO. Ativo Passivo e patrimônio líquido

BALANÇO. Ativo Passivo e patrimônio líquido Balanço patrimonial em 30 de junho (não auditado) BALANÇO Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Caixa e equivalentes de caixa 55.353 90.675 Fornecedores 29.618 26.350 Contas

Leia mais

milhões, 3,3% superior ao 1T14

milhões, 3,3% superior ao 1T14 Companhia alcançou no 1T15 Receita Líquida de R$ 218,8 milhões, 3,3% superior ao 1T14 São José dos Pinhais, 14 de maio de 2015 A Companhia Providência Indústria e Comércio Providência [Bovespa: PRVI3],

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 30 de setembro (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 75.546 108.025 Fornecedores 29.040 31.434

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 50.383 78.050 Fornecedores 22.725 23.096 Contas

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 ATIVO NE 31/12/2013 31/12/2012 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 85.142.911 86.881.544

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ EMBRAER S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ EMBRAER S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE OUTUBRO DE 2012 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE OUTUBRO DE 2012 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE OUTUBRO DE 2012 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 638 Fornecedores 27.562 Aplicações Financeiras 20.918 Provisão

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2013 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 1.254 Fornecedores 43.631 Aplicações Financeiras 2.000 Provisão

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2012 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2012 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2012 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 434 Fornecedores 30.848 Aplicações Financeiras 27.829 Provisão Férias

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE AGOSTO DE 2012 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE AGOSTO DE 2012 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE AGOSTO DE 2012 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 855 Fornecedores 29.290 Aplicações Financeiras 32.139 Provisão

Leia mais

Release de Resultados

Release de Resultados São Paulo, 23 de fevereiro de 2017 O Banco Sofisa S.A., banco múltiplo, especializado na concessão de crédito para empresas de pequeno e médio porte, divulga hoje seu resultado do 4º trimestre de 2016

Leia mais

Press Release. Resultados do 2º Trimestre de 2004

Press Release. Resultados do 2º Trimestre de 2004 Press Release Resultados do 2º Trimestre de 2004 2003 - página 2 de 14 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

Divulgação de resultados 3T11

Divulgação de resultados 3T11 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2011 Rio de Janeiro, 14 de novembro de 2011. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2014 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2014 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2014 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 7.781 Fornecedores 39.445 Contas a Receber 184.893

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 7 Demonstração

Leia mais