3T16 DESTAQUES DO 3T16. Crescimento de 43% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada;

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3T16 DESTAQUES DO 3T16. Crescimento de 43% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada;"

Transcrição

1 DESTAQUES DO 3T16 Crescimento de 43% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; EBITDA do negócio Telecom aumenta 10,5% e margem atinge 36%. Uberlândia MG, Novembro de 2016 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2016 (3T16). As informações contábeis intermediárias e operacionais consolidadas foram elaboradas de acordo com os Padrões Internacionais de Demonstrações Financeiras IAS 34 - Informações Intermediárias emitida pelo International Accouting Standards Board ( IASB ) e CPC 21 (R1) - Demonstrações Intermediárias emitida pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis ( CPC ), Práticas Contábeis adotadas no Brasil ( BRGAAP ) e normas da Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ), em moeda local (Reais - R$). As comparações, exceto quando indicado o contrário, são feitas em relação ao 3º trimestre de 2015 (3T15). Contatos de Relações com Investidores (+55 34) Rua José Alves Garcia, Uberlândia - MG

2 PERFIL CORPORATIVO A Algar Telecom, Companhia Aberta desde 2007, não listada em bolsa, é uma empresa completa e integrada de telecomunicações e TI, que se diferencia pelo atendimento eficaz e relacionamento próximo ao cliente. Seu portfólio completo de produtos e serviços está distribuído em dois negócios: TELECOMUNICAÇÕES E TI TELECOM SOLUÇÕES INTEGRADAS DE TIC E BPO Banda larga Comunicação de dados Telefonia fixa Telefonia móvel TV por assinatura Mídias de consulta Infraestrutura de TI Serviços gerenciados de TIC Relacionamento com o cliente Aplicações de negócios 73% 27% Contribuição do negócio para a receita bruta consolidada do 3T16. TELECOM Soluções de telecomunicações são prestadas aos segmentos varejo, MPE (Micro e Pequenas Empresas), corporativo e atacado. Para o segmento Algar Telecom: áreas de atuação varejo, a Algar Telecom oferta serviços de telefonia fixa e móvel, internet banda larga, TV por assinatura e mídia de atualização impressa e online. Esses serviços são prestados, há mais de 62 anos, na área de concessão da Companhia, que é formada por 87 municípios distribuídos nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. Em novembro de 2011, a Algar Telecom adquiriu a licença da Banda H, que complementou a área de atuação nos DDD 34, 35 e 37 no estado de Minas Concessão Gerais. Autorização em expansão

3 No segmento corporativo - importante eixo de crescimento da Companhia, a Algar Telecom oferta soluções de voz, dados, TI e mídias de consulta a micro, pequenas, médias e grandes empresas, com um diferencial de atendimento e relacionamento com os clientes. Esses serviços são prestados, tanto na área de concessão quanto nas principais cidades dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. SOLUÇÕES INTEGRADAS DE TIC E BPO A Algar Tech atua no mercado corporativo de grandes empresas há mais de 15 anos, oferecendo soluções integradas de TIC e BPO por meio de infraestrutura de TI, serviços gerenciados de TIC, aplicações de negócios, mobilidade como serviço e relacionamento com o cliente. Em seu portfólio de oferta de Infraestrutura de TI, a Algar Tech possui 3 data centers estrategicamente localizados, com padrões e certificações internacionais de qualidade e segurança. Já em Serviços Gerenciados de TIC, a empresa oferece soluções de service desk, serviços profissionais, field services Telecom, field services TI, entre outros. Completam ainda o portfólio de TI as soluções de aplicações de negócios com licenciamento, sustentação e fábrica de software. Em Relacionamento com o Cliente, realiza atendimento Algar Tech: áreas de atuação multicanal, backoffice especializado, cobrança, televendas e gestão da experiência do cliente. Em janeiro de 2014 a Algar Tech adquiriu a Asyst com o objetivo de reforçar a família de Serviços Gerenciados de TIC. Atualmente a empresa está presente em todo o Brasil, Colômbia, Argentina e Chile, atendendo remotamente a mais de 100 países. Tudo isso com o apoio de um time de mais de 13 mil profissionais que trabalham para entregar soluções confiáveis e inovadoras que simplifiquem a vida do cliente. Presença física: escritórios e regionais Presença no Brasil Presença na LATAM Hoje, conforme relatório de Market Share do Gartner de 2015, a empresa é uma das 20 maiores do setor no Brasil.

4 DESEMPENHO OPERACIONAL TELECOM Ao final do 3T16, a Algar Telecom apresentava 3,5 milhões de unidades geradoras de receita UGRs em seu negócio TELECOM, uma adição líquida de 304 mil em relação ao mesmo período do ano anterior. O crescimento de 9,5% foi impulsionado principalmente pelos serviços de telefonia fixa e banda larga fixa, que cresceram 15,3% e 9,3%, respectivamente. Unidades Geradoras de Receitas UGR Em mil Em % ,5% % % % 37% T15 3T16 Telefonia fixa Telefonia móvel Banda larga fixa TV Dados operacionais 3T15 2T16 3T16 Ano Trim. UNIDADES GERADORAS DE RECEITAS (MIL) ,5% 3,4% Banda larga fixa ,3% 2,5% Até 10MB ,8% -0,7% Acima de 10MB ,7% 7,9% Telefonia fixa (por área de atuação) ,3% 6,0% Autorização ,5% 12,3% Concessão ,3% 0,9% Telefonia móvel ,5% 1,0% Pré-paga ,7% 0,1% Pós-paga* ,4% 3,5% TV ,3% -2,0% * Não considera a base de mini-modens

5 Banda Larga Fixa Os acessos banda larga fixa evoluíram 9,3% no comparativo anual, atingindo 457 mil acessos no 3T16. Essa evolução é resultado dos contínuos investimentos da Companhia na expansão e modernização da rede. Ao final do trimestre, cerca de 177 mil clientes já usufruíam de planos de ultra banda larga (velocidade acima de 10Mbps), o que representa 39% da base total de banda larga fixa. Telefonia Fixa A Companhia apresentou mil linhas fixas no final do 3T16, uma evolução de 15,3% em relação ao 3T15, impulsionada, sobretudo, pelo aumento das vendas ao segmento corporativo na região de expansão. Telefonia Móvel A base de clientes móveis somou mil, um acréscimo de 4,5% frente ao 3T15. O número de clientes pós-pagos cresceu 21,4% no período e alcançou 357 mil, reflexo da estratégia da Companhia de estimular, através de campanhas e planos mais competitivos, a migração dos clientes pré-pagos, os quais reduziram 0,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. A receita média por usuário (ARPU) do 3T16 foi de R$ 21,63. TV por Assinatura A Companhia registrou queda de 8,3% no total de usuários do serviço TV por assinatura se comparado ao 3T15, em razão do crescente foco nas ofertas com maior ticket médio.

6 DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Sumário da Demonstração do Resultado Consolidado (Em R$ milhões) 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano RECEITA BRUTA 784,6 813,4 853,6 8,8% 4,9% 2.281, ,1 7,6% Telecom 566,5 590,1 620,5 9,5% 5,2% 1.638, ,8 9,0% Soluções integradas de TIC e BPO 218,1 223,3 233,1 6,9% 4,4% 643,1 668,3 3,9% Impostos e deduções (167,6) (189,0) (197,6) 17,9% 4,6% (498,1) (567,0) 13,8% RECEITA LÍQUIDA 617,0 624,4 656,0 6,3% 5,1% 1.783, ,1 5,8% Telecom 418,8 426,0 450,1 7,5% 5,7% 1.209, ,0 7,1% Soluções integradas de TIC e BPO 198,2 198,4 205,9 3,9% 3,8% 573,9 592,1 3,2% EBITDA 177,5 177,1 181,3 2,1% 2,4% 479,3 523,7 9,3% Margem % 29% 28% 28% % 28% - EBIT 106,0 97,2 102,6-3,2% 5,6% 272,1 288,6 6,1% Margem % 17% 16% 16% % 15% - Financeiras, líquidas (43,8) (41,2) (43,3) -1,1% 5,1% (118,9) (128,5) 8,1% LUCRO LÍQUIDO 42,0 41,3 40,0-4,8% -3,1% 105,6 111,2 5,3% Margem % 7% 7% 6% - - 6% 6% - RECEITA BRUTA CONSOLIDADA A receita bruta consolidada da Algar Telecom cresceu 8,8% no comparativo anual, alcançando R$ 853,6 milhões. Desse total, 73% é oriundo do negócio Telecom e 27% do negócio Soluções integradas de TIC e BPO. Os destaques do período foram: em Telecom, aumento de 21,9% (R$ 38,4 milhões) nas receitas de serviços de dados para o mercado corporativo e de 19,8% (R$ 15,5 milhões) nas de banda larga fixa e, no negócio Soluções integradas de TIC e BPO, o aumento de 13,3% (R$ 12,7 milhões) nas receitas de serviços gerenciados de TIC. No período acumulado de janeiro a setembro de 2016, a Companhia registrou receita bruta de R$ 2.454,1 milhões, 7,6% superior aos R$ 2.281,7 milhões auferidos nos 9M15. TELECOM NEGÓCIO FIXO A receita bruta consolidada do negócio fixo somou R$ 501,4 milhões no 3T16 e R$ 1.434,1 milhões nos 9M16, 10,5% e 9,6% maior do que a receita registrada no 3T15 e 9M15, respectivamente. A evolução reflete a performance positiva, sobretudo, dos serviços de dados.

7 R$ milhões Receita Negócio Fixo 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano TOTAL 453,7 474,9 501,4 10,5% 5,6% 1.307, ,1 9,6% Serviços de voz fixa 109,6 106,0 114,3 4,3% 7,8% 321,9 327,3 1,7% Uso de rede 17,1 8,3 8,7-49,1% 4,8% 51,0 30,1-41,0% Dados 271,8 314,1 326,9 20,3% 4,1% 788,0 935,3 18,7% TV por assinatura 30,5 31,6 33,6 10,2% 6,3% 96,8 97,4 0,6% Outros serviços 24,7 14,9 17,9-27,5% 20,1% 50,2 44,0-12,4% Serviços de voz fixa A receita dos serviços de voz fixa totalizou R$ 114,3 milhões no trimestre, acréscimo de 4,3% em relação ao 3T15. Mesmo com a queda nas receitas tradicionais de tráfego local, chamadas fixo-móvel e de longa distância, a Companhia registrou crescimento nas receitas de franquias, resultado do aumento da base de clientes com planos alternativos ofertados conjuntamente com outros produtos (pacotes). Nos 9M16, a receita totalizou R$ 327,3 milhões, 1,7% superior ao apurado nos 9M15. Uso de rede As receitas de uso de rede encerraram o 3T16 em R$ 8,7 milhões. A queda de 49,1% quando comparado com o mesmo trimestre do ano anterior foi ocasionada pela redução das tarifas e pela alteração na metodologia de cobrança no relacionamento com determinadas operadoras, que passou a ser contabilizada como terminação de tráfego. No acumulado dos nove meses, a receita foi de R$ 30,1 milhões, 41,0% menor ao montante contabilizado nos 9M15. Dados A receita de serviços de dados superou em 20,3% a registrada no 3T15, atingindo R$ 326,9 milhões. No mercado corporativo, o aumento de 21,9% é decorrente do crescimento dos serviços prestados e também da incorporação da receita da Optitel (empresa adquirida em novembro/15). A receita dos serviços de banda larga, por sua vez, cresceu 19,8%, impulsionada pelo aumento da base de clientes e, principalmente, pela migração de clientes para planos com maiores velocidades, os quais apresentam maior ticket médio. No acumulado do ano os serviços de dados corporativos cresceram 21,4%, enquanto os de banda larga evoluíram 16,1% e a receita consolidada de dados somou R$ 935,3 milhões. TV por assinatura As receitas de TV por assinatura da Companhia foram de R$ 33,6 milhões no trimestre e R$ 97,4 milhões nos 9M16, incremento de 10,2% e 0,6% quando comparadas ao 3T15 e

8 9M15, respectivamente. Apesar da redução no número de assinantes, decorrente do reposicionamento do produto como complemento de oferta, o desempenho positivo é resultado da migração de clientes para planos de maior ticket médio. Outros serviços A receita de outros serviços somou R$ 17,9 milhões no trimestre, 27,5% inferior à auferida no 3T15 em razão da menor receita com infraestrutura devido a cessão do direito de uso de 125 torres no final do ano passado. Nos 9M16, a receita atingiu R$ 44,0 milhões, queda de 12,4% se comparada aos 9M15. Desde o 1T16, a contabilização dos valores correspondentes aos planos alternativos de telefonia fixa que têm em sua estrutura tarifária a cobrança do acesso foram reclassificados para a linha acima Serviços de voz fixa. NEGÓCIO MÓVEL O negócio móvel da Algar Telecom apresentou receita bruta de R$ 119,1 milhões no trimestre, 5,6% superior ao 3T15, impulsionado pelos serviços de dados móveis e venda de aparelhos. No acumulado dos 9M16, a evolução da receita foi de 6,4%, totalizando R$ 351,7 milhões. R$ milhões Receita Negócio Móvel 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano TOTAL 112,8 115,2 119,1 5,6% 3,4% 330,7 351,7 6,4% Serviços de voz móvel 80,1 75,4 72,3-9,7% -4,1% 230,9 225,3-2,4% Dados móveis 24,3 30,2 35,9 47,7% 18,9% 72,4 95,1 31,4% Interconexão 4,3 1,9 3,5-18,6% 84,2% 14,2 9,0-36,6% Serviços de valor agregado 0,9 0,8 0,6-33,3% -25,0% 3,0 2,2-26,7% Aparelhos e acessórios 3,2 6,9 6,8 112,5% -1,4% 10,2 20,1 97,1% Serviços de voz móvel A receita bruta dos serviços de voz móvel totalizou R$ 72,3 milhões no trimestre. A queda de 9,7% é reflexo da mudança contínua do perfil de utilização dos clientes de voz para dados. No acumulado do ano os serviços reduziram 2,4% e somaram R$ 225,3 milhões. Dados móveis No 3T16, as receitas com dados móveis alcançaram R$ 35,9 milhões, frente aos R$ 24,3 milhões apurados no 3T15, uma elevação de 47,7%, resultado do crescimento da base de clientes e do aumento da demanda por pacotes de dados. Nos 9M16, a receita foi de R$ 95,1 milhões, 31,4% superior aos R$ 72,4 milhões contabilizados no mesmo período do ano anterior.

9 Interconexão A receita de interconexão foi 18,6% menor que a do 3T15, totalizando R$ 3,5 milhões no trimestre. Esse efeito é explicado pela queda da VU-M. Seguindo a mesma linha, no acumulado do ano esse serviço gerou receita de R$ 9,0 milhões, 36,6% inferior ao montante obtido nos 9M15. Serviços de valor agregado A receita com serviços de valor agregado somou R$ 0,6 milhão, frente ao R$ 0,9 milhão registrados no 3T15. O decréscimo é resultado da oferta de pacotes com SMS ilimitados, combinado com o comportamento dos clientes de menor utilização destes serviços. No acumulado dos nove meses, a receita encerrou em R$ 2,2 milhões, ante R$ 3,0 milhões no 9M15. Aparelhos e acessórios O crescimento de 112,5% na receita com a venda de aparelhos e acessórios é resultado do crescimento da base de clientes e da inclusão de novos produtos no portfólio da Companhia. Nos 9M16, o incremento da receita foi de 97,1%, totalizando R$ 20,1 milhões no período. SOLUÇÕES INTEGRADAS DE TIC E BPO A receita bruta consolidada do negócio Soluções integradas de TIC e BPO atingiu R$ 233,1 milhões, acréscimo de 6,9% em relação ao 3T15. Esse desempenho é justificado pelo aumento de escopo dos contratos vigentes e pela conquista de novos clientes em Serviços Gerenciados de TIC e Aplicações de Negócios. Ao final do 3T16 as receitas de TI já representavam 57% da receita bruta total desse negócio. No acumulado dos nove meses, as receitas de TIC e BPO cresceram 3,9% quando comparadas com os 9M15, totalizando R$ 668,3 milhões. RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA A receita líquida consolidada da Algar Telecom totalizou R$ 656,0 milhões no trimestre e R$ 1.887,1 milhões nos 9M16, uma evolução de 6,3% e 5,8% quando comparadas ao 3T15 e 9M15, respectivamente.

10 CUSTOS E DESPESAS CONSOLIDADOS Os custos e despesas operacionais consolidados, excluindo amortização e depreciação, somaram R$ 474,7 milhões no 3T16, um crescimento de 8,0% em relação ao 3T15. Os aumentos ocorreram, sobretudo, nas contas de pessoal e aluguéis e seguros. Nos 9M16, os custos e despesas aumentaram 4,5%, passando de R$ 1.304,3 milhões nos 9M15 para os atuais R$ 1.363,5 milhões. R$ milhões 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (439,5) (447,3) (474,7) 8,0% 6,1% (1.304,3) (1.363,5) 4,5% Pessoal (215,9) (231,2) (243,1) 12,6% 5,1% (634,2) (692,6) 9,2% Materiais (12,8) (14,9) (17,0) 32,8% 14,1% (35,2) (45,2) 28,4% Serviços de terceiros (112,2) (110,0) (114,9) 2,4% 4,5% (338,6) (343,8) 1,5% Interconexão e meios de conexão (43,5) (30,5) (34,0) -21,8% 11,5% (123,4) (97,1) -21,3% Propaganda e Marketing (11,1) (10,3) (8,8) -20,7% -14,6% (25,3) (27,7) 9,5% PCLD (6,6) (8,8) (9,8) 48,5% 11,4% (22,7) (27,3) 20,3% Aluguéis e seguros (24,0) (26,9) (32,3) 34,6% 20,1% (71,9) (84,9) 18,1% Outros* (13,4) (14,7) (14,8) 10,4% 0,7% (53,0) (44,9) -15,3% Pessoal Os custos e despesas com pessoal encerraram o trimestre em R$ 243,1 milhões, um crescimento de 12,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse resultado é decorrente de movimentos nos dois negócios: (i) aumento de R$ 21 milhões no negócio Telecom em virtude de reajustes advindos de acordo coletivo de 2016 e crescimento no quadro de pessoal da área de expansão com a aquisição da empresa Optitel e (ii) elevação de R$ 6 milhões no negócio TIC e BPO com a mobilização de novos contratos com clientes. Materiais Com um acréscimo de R$ 4,2 milhões em relação ao 3T15, a Companhia registrou R$ 17,0 milhões de custos e despesas com materiais no 3T16 em razão das maiores vendas de aparelhos e acessórios móveis. Serviços de terceiros Os custos com serviços de terceiros foram 2,4% maiores que os apurados no mesmo período do ano anterior, somando R$ 114,9 milhões no 3T16, ante os R$ 112,2 milhões no 3T15. Esse acréscimo ocorreu principalmente no negócio Telecom e é reflexo dos maiores gastos com consultoria (incorporação da empresa Optitel e outras), reajuste de tarifas de correios e aumento do comissionamento, apesar dos menores custos com programação de TV - em virtude da queda da base de clientes.

11 Interconexão e meios de conexão Os custos de interconexão e meios de conexão apresentaram queda de 21,8% em comparação ao 3T15, somando R$ 34,0 milhões. Essa redução é consequência, principalmente, da queda da tarifa da VU-M e das contínuas ações de eficiência adotadas pela Companhia, como substituição de redes de terceiros por redes próprias. Propaganda e marketing As despesas com propaganda e marketing foram 20,7% menores que as registradas no mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 8,8 milhões no 3T16, ante os R$ 11,1 milhões no 3T15. A redução é explicada por menores gastos mercadológicos no segmento varejo com a utilização de meios de comunicação de massa, mais abrangentes, em substituição a outros materiais mais dispendiosos, como folheteria. Provisão para créditos de liquidação duvidosa As despesas com PCLD encerraram o trimestre em R$ 9,8 milhões, acréscimo de R$ 3,2 milhões em relação ao 3T15. O índice de inadimplência foi de 1,1% em relação à receita bruta. A Companhia tem sido cautelosa na concessão de crédito, combinando ações que trazem uma visão mais detalhada do perfil dos clientes e procedimentos mais efetivos na cobrança. Aluguéis e seguros Os custos e despesas com aluguéis e seguros foram de R$ 32,3 milhões no 3T16, ante R$ 24,0 milhões no 3T15. A variação, de 34,6%, é resultado dos reajustes anuais tanto dos contratos de aluguéis de imóveis quanto dos de locação de fibras. Outros Com um aumento de R$ 1,4 milhão, os outros custos e despesas encerraram o 3T16 em R$ 14,8 milhões. Esse acréscimo é explicado, principalmente, pela constituição de novas provisões operacionais e fiscais contabilizadas no grupo de outras receitas/despesas operacionais, compensadas em parte pela receita de negociações efetuadas com outra operadora e reversão de provisões fiscais. EBITDA O EBITDA consolidado da Algar Telecom alcançou R$ 181,3 milhões no 3T16, 2,1% superior aos R$ 177,5 milhões apurados no 3T15. A margem EBITDA atingiu 28%, ante 29% no mesmo período do ano anterior.

12 No comparativo dos nove meses, o acréscimo foi de 9,3%, somando R$ 523,7 milhões nos 9M15. A margem EBITDA evoluiu 1 p.p., saindo de 27% nos 9M15 para 28% nos 9M16. R$ milhões EBITDA e margem 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano Telecom EBITDA 146,5 154,5 161,9 10,5% 4,8% 408,2 466,9 14,4% margem 35% 36% 36% % 36% - Soluções integradas de TIC e BPO EBITDA 31,0 22,6 19,4-37,4% -14,2% 71,1 56,8-20,1% margem 15% 11% 9% % 9% - CONSOLIDADO EBITDA 177,5 177,1 181,3 2,1% 2,4% 479,3 523,7 9,3% margem 29% 28% 28% % 28% - Telecom O EBITDA do negócio Telecom alcançou R$ 161,9 milhões no 3T16, evolução positiva de 10,5% se comparado ao 3T15. A margem cresceu 1 p.p e fechou o trimestre em 36%. Essa evolução foi propiciada pelo crescimento da receita, acompanhado de ações da Companhia na busca por maior eficiência operacional. No acumulado dos nove meses do ano, o EBITDA atingiu R$ 466,9 milhões, incremento de 14,4% em relação ao mesmo período de A margem cresceu 2 p.p. e alcançou 36%. Soluções integradas de TIC e BPO O negócio Soluções integradas de TIC e BPO registrou R$ 19,4 milhões de EBITDA no 3T16, 37,4% inferior ao apurado no 3T15. A margem foi de 9%, ante 15% no 3T15. Esse resultado é reflexo do custo de desmobilização de alguns contratos que, embora recompostos com a venda de novos contratos, apresentaram margens menores no período. Nos 9M16, o EBITDA totalizou R$ 56,8 milhões e margem de 9%, frente aos R$ 71,1 milhões e margem de 12% no mesmo período do ano anterior. DEPRECIAÇÃO E AMORTIZAÇÃO A Companhia contabilizou R$ 78,7 milhões de depreciação e amortização no trimestre e R$ 235,1 milhões nos 9M16, um aumento de 10,1% e 13,5% quando comparado ao 3T15 e 9M15, respectivamente. Esse aumento é resultado do maior nível de investimentos em projetos que já entraram em operação visando a modernização e crescimento das redes e a qualidade dos serviços.

13 RESULTADO FINANCEIRO A Companhia apresentou resultado financeiro líquido de R$ 43,3 milhões no trimestre, uma queda de 1,1% em relação ao 3T15, proporcionada pela manutenção da taxa do CDI versus a redução do saldo da dívida atrelada a esse indexador e pela redução da taxa média de IPCA do período. Considerando o período acumulado de janeiro a setembro de 2016, a Companhia registrou despesa financeira de R$ 128,5 milhões, frente aos R$ 118,9 milhões auferidos no mesmo período de LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO O lucro líquido consolidado da Algar Telecom encerrou o trimestre em R$ 40,0 milhões, frente aos R$ 42,0 milhões registrados no 3T15. A margem sobre a receita operacional líquida foi de 6,1%, ante 6,8% no 3T15. O menor lucro líquido é decorrente dos impactos no EBITDA do negócio Soluções integradas de TIC e BPO e do aumento da depreciação. Nos 9M16, foram contabilizados R$ 111,2 milhões, frente aos R$ 105,6 milhões registrados nos 9M15, incremento de 5,3%. A margem se manteve estável em 5,9%. INVESTIMENTOS A Algar Telecom investiu R$ 110,4 milhões no trimestre, ante R$ 106,2 milhões no mesmo período do ano anterior. Nos 9M16 os investimentos totalizaram R$ 332,0 milhões frente aos R$ 289,8 milhões nos 9M15. Dentre os destinos dos recursos no trimestre: (i) 55% foi direcionado à expansão das redes - com destaque à infraestrutura necessária à oferta de serviços de dados ao mercado corporativo e à modernização e ampliação das redes de banda larga, levando fibra óptica até as residências em substituição à rede metálica; (ii) 6% para o crescimento dos serviços de TIC e BPO e (iii) 39% para garantir a manutenção e a qualidade das operações.

14 Capex 39% Expansão de Redes R$ 110 mi 55% Expansão das Soluções integradas de TIC e BPO Manutenção da Operação 6% ENDIVIDAMENTO Ao final de setembro de 2016, a Companhia apresentava dívida bruta consolidada de R$ 1.494,3 milhões, 9,5% superior à registrada em 31 de dezembro de A dívida líquida, por sua vez, encerrou o período em R$ 1.289,2 milhões, 9,7% maior que a de dezembro de Esse comportamento é resultado do consumo de caixa para fazer frente aos investimentos realizados pela Companhia e pela emissão de debênture efetuada em jun/16, no valor de R$ 210 milhões, que está sendo utilizada para fontear os investimentos do 2º semestre de A relação dívida líquida/ebitda foi de 1,88 no período de 12 meses encerrados no 3T16. O perfil da dívida é de longo prazo, com 23% vencendo nos próximos doze meses. Dívida (R$ milhões) dez/15 Bruta set/16 Líquida

15 Anexo I - Demonstração do Resultado Consolidado (Em R$ milhões) 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano RECEITA BRUTA 784,6 813,4 853,6 8,8% 4,9% 2.281, ,1 7,6% Telecom 566,5 590,1 620,5 9,5% 5,2% 1.638, ,8 9,0% Negócio Fixo 453,7 474,9 501,4 10,5% 5,6% 1.307, ,1 9,6% Negócio Móvel 112,8 115,2 119,1 5,6% 3,4% 330,7 351,7 6,4% Soluções integradas de TIC e BPO 218,1 223,3 233,1 6,9% 4,4% 643,1 668,3 3,9% Impostos e deduções (167,6) (189,0) (197,6) 17,9% 4,6% (498,1) (567,0) 13,8% RECEITA LÍQUIDA 617,0 624,4 656,0 6,3% 5,1% 1.783, ,1 5,8% Telecom 418,8 426,0 450,1 7,5% 5,7% 1.209, ,0 7,1% Soluções integradas de TIC e BPO 198,2 198,4 205,9 3,9% 3,8% 573,9 592,1 3,2% CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (448,5) (455,0) (486,1) 8,4% 6,8% (1.303,5) (1.391,3) 6,7% Pessoal (215,9) (231,2) (243,1) 12,6% 5,1% (634,2) (692,6) 9,2% Materiais (9,2) (8,5) (9,5) 3,3% 11,8% (24,7) (25,0) 1,2% Serviços de terceiros (112,2) (110,0) (114,9) 2,4% 4,5% (338,6) (343,8) 1,5% Interconexão e meios de conexão (43,5) (30,5) (34,0) -21,8% 11,5% (123,4) (97,1) -21,3% Propaganda e Marketing (11,1) (10,3) (8,8) -20,7% -14,6% (25,3) (27,7) 9,5% PCLD (6,6) (8,8) (9,8) 48,5% 11,4% (22,7) (27,3) 20,3% Aluguéis e seguros (24,0) (26,9) (32,3) 34,6% 20,1% (71,9) (84,9) 18,1% Outros (22,4) (22,4) (26,2) 17,0% 17,0% (52,2) (72,7) 39,3% Custo das Mercadorias Vendidas (3,6) (6,4) (7,5) 108,3% 17,2% (10,5) (20,2) 92,4% OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS 9,0 7,7 11,4 26,7% 48,1% (0,8) 27,9 3587,5% EBITDA 177,5 177,1 181,3 2,1% 2,4% 479,3 523,7 9,3% Margem % 29% 28% 28% % 28% - Depreciações e amortizações (71,5) (79,9) (78,7) 10,1% -1,5% (207,2) (235,1) 13,5% EBIT 106,0 97,2 102,6-3,2% 5,6% 272,1 288,6 6,1% Margem % 17% 16% 16% % 15% - Financeiras, líquidas (43,8) (41,2) (43,3) -1,1% 5,1% (118,9) (128,5) 8,1% Equiv. Patrimonial 0,0 0,0 0, ,0 0,0 - LUCRO ANTES DOS IMPOSTOS 62,2 56,0 59,5-4,3% 6,3% 153,3 160,1 4,4% Imposto de renda e contribuição social (20,2) (14,7) (19,5) -3,5% 32,7% (47,7) (48,9) 2,5% LUCRO LÍQUIDO 42,0 41,3 40,0-4,8% -3,1% 105,6 111,2 5,3% Margem % 6,8% 6,6% 6,1% - - 5,9% 5,9% -

16 Anexo II Receita Operacional Bruta Consolidada (Em R$ milhões) 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano RECEITA BRUTA 784,6 813,4 853,6 8,8% 4,9% 2.281, ,1 7,6% TELECOM 566,5 590,1 620,5 9,5% 5,2% 1.638, ,8 9,0% NEGÓCIO FIXO 453,7 474,9 501,4 10,5% 5,6% 1.307, ,1 9,6% SERVIÇOS DE VOZ FIXA 109,6 106,0 114,3 4,3% 7,8% 321,9 327,3 1,7% USO DE REDE 17,1 8,3 8,7-49,1% 4,8% 51,0 30,1-41,0% DADOS 271,8 314,1 326,9 20,3% 4,1% 788,0 935,3 18,7% TV POR ASSINATURA 30,5 31,6 33,6 10,2% 6,3% 96,8 97,4 0,6% OUTROS SERVIÇOS 24,7 14,9 17,9-27,5% 20,1% 50,2 44,0-12,4% NEGÓCIO MÓVEL 112,8 115,2 119,1 5,6% 3,4% 330,7 351,7 6,4% SERVIÇOS DE VOZ MÓVEL 80,1 75,4 72,3-9,7% -4,1% 230,9 225,3-2,4% DADOS MÓVEIS 24,3 30,2 35,9 47,7% 18,9% 72,4 95,1 31,4% INTERCONEXÃO 4,3 1,9 3,5-18,6% 84,2% 14,2 9,0-36,6% SERVIÇOS DE VALOR AGREGADO 0,9 0,8 0,6-33,3% -25,0% 3,0 2,2-26,7% APARELHOS E ACESSÓRIOS 3,2 6,9 6,8 112,5% -1,4% 10,2 20,1 97,1% SOLUÇÕES INTEGRADAS DE TIC E BPO 218,1 223,3 233,1 6,9% 4,4% 643,1 668,3 3,9% Impostos e Deduções (167,6) (189,0) (197,6) 17,9% 4,6% (498,1) (567,0) 13,8% RECEITA LÍQUIDA 617,0 624,4 656,0 6,3% 5,1% 1.783, ,1 5,8%

17 Anexo III Custos e Despesas Consolidados (Em R$ milhões) 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano RECEITA LÍQUIDA 617,0 624,4 656,0 6,3% 5,1% 1.783, ,1 5,8% CUSTOS DOS SERVIÇOS E MERCADORIAS (382,1) (389,3) (407,4) 6,6% 4,6% (1.111,5) (1.176,6) 5,9% Custo dos serviços (378,5) (382,9) (399,9) 5,7% 4,4% (1.101,0) (1.156,4) 5,0% Pessoal (155,6) (167,7) (173,2) 11,3% 3,3% (464,6) (501,1) 7,9% Materiais (8,3) (7,7) (8,3) 0,0% 7,8% (22,6) (22,3) -1,3% Serviços de terceiros (73,4) (72,0) (71,8) -2,2% -0,3% (217,2) (215,8) -0,6% Interconexão e meios de conexão (43,5) (30,5) (34,0) -21,8% 11,5% (123,4) (97,1) -21,3% Aluguéis e seguros (17,7) (20,0) (25,4) 43,5% 27,0% (53,1) (64,7) 21,8% Depreciação e amortização (59,4) (66,3) (65,4) 10,1% -1,4% (171,5) (195,7) 14,1% Outros (20,6) (18,7) (21,8) 5,8% 16,6% (48,6) (59,7) 22,8% Custo das mercadorias (3,6) (6,4) (7,5) 108,3% 17,2% (10,5) (20,2) 92,4% LUCRO BRUTO 234,9 235,1 248,6 5,8% 5,7% 672,1 710,5 5,7% DESPESAS COMERCIAIS (79,7) (84,5) (89,6) 12,4% 6,0% (228,4) (255,2) 11,7% Pessoal (35,7) (36,4) (42,0) 17,6% 15,4% (99,1) (111,3) 12,3% Materiais (0,5) (0,4) (0,5) 0,0% 25,0% (1,3) (1,2) -7,7% Serviços de terceiros (16,3) (16,3) (15,8) -3,1% -3,1% (52,9) (50,4) -4,7% Propaganda e Marketing (11,1) (10,3) (8,8) -20,7% -14,6% (25,3) (27,7) 9,5% PCLD (6,6) (8,8) (9,8) 48,5% 11,4% (22,7) (27,3) 20,3% Aluguéis e seguros (3,8) (4,1) (4,4) 15,8% 7,3% (10,9) (12,6) 15,6% Depreciação e amortização (4,5) (4,9) (5,1) 13,3% 4,1% (13,0) (14,8) 13,8% Outros (1,2) (3,3) (3,2) 166,7% -3,0% (3,2) (9,9) 209,4% DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS (58,2) (61,1) (67,8) 16,5% 11,0% (170,8) (194,6) 13,9% Pessoal (24,6) (27,1) (27,9) 13,4% 3,0% (70,5) (80,2) 13,8% Materiais (0,4) (0,4) (0,7) 75,0% 75,0% (0,8) (1,5) 87,5% Serviços de terceiros (22,5) (21,7) (27,3) 21,3% 25,8% (68,5) (77,6) 13,3% Aluguéis e seguros (2,5) (2,8) (2,5) 0,0% -10,7% (7,9) (7,6) -3,8% Depreciação e amortização (6,7) (7,8) (7,2) 7,5% -7,7% (19,9) (21,7) 9,0% Outros (1,5) (1,3) (2,2) 46,7% 69,2% (3,2) (6,0) 87,5% OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACI 9,0 7,7 11,4 26,7% 48,1% (0,8) 27,9 3587,5% Equiv. Patrimonial 0,0 0,0 0,0 0,0% 0,0% 0,0 0,0 0,0% Depreciação e amortização (0,9) (0,9) (1,0) 11,1% 11,1% (2,8) (2,8) 0,0% Outras 9,9 8,6 12,4 25,3% 44,2% 2,0 30,7 1435,0% EBIT 106,0 97,2 102,6-3,2% 5,6% 272,1 288,6 6,1% 3T15 2T16 3T16 Δ Ano Δ Trim. 9M15 9M16 Δ Ano CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (511,0) (527,2) (553,4) 8,3% 5,0% (1.511,5) (1.598,5) 5,8% Pessoal (215,9) (231,2) (243,1) 12,6% 5,1% (634,2) (692,6) 9,2% Materiais (12,8) (14,9) (17,0) 32,8% 14,1% (35,2) (45,2) 28,4% Serviços de terceiros (112,2) (110,0) (114,9) 2,4% 4,5% (338,6) (343,8) 1,5% Interconexão e meios de conexão (43,5) (30,5) (34,0) -21,8% 11,5% (123,4) (97,1) -21,3% Propaganda e Marketing (11,1) (10,3) (8,8) -20,7% -14,6% (25,3) (27,7) 9,5% PCLD (6,6) (8,8) (9,8) 48,5% 11,4% (22,7) (27,3) 20,3% Aluguéis e seguros (24,0) (26,9) (32,3) 34,6% 20,1% (71,9) (84,9) 18,1% Depreciação e amortização (71,5) (79,9) (78,7) 10,1% -1,5% (207,2) (235,0) 13,4% Outros* (13,4) (14,7) (14,8) 10,4% 0,7% (53,0) (44,9) -15,3%

1T17 DESTAQUES DO 1T17. Crescimento de 36% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada;

1T17 DESTAQUES DO 1T17. Crescimento de 36% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; DESTAQUES DO 1T17 Crescimento de 36% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; EBITDA do negócio Telecom aumenta 9,3%; Conclusão da 6ª emissão pública

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2014 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2014 (1T14). As informações

Leia mais

2T17 DESTAQUES DO 2T17. Crescimento de 34,1% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB);

2T17 DESTAQUES DO 2T17. Crescimento de 34,1% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); DESTAQUES DO 2T17 Crescimento de 34,1% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 16,8% no EBITDA consolidado, impulsionada pelo EBITDA do negócio Telecom, com margem de 38%; Lucro líquido

Leia mais

EBITDA da Algar Telecom registra crescimento de 15,8% no 3T12, com margem de 26,1%

EBITDA da Algar Telecom registra crescimento de 15,8% no 3T12, com margem de 26,1% EBITDA da Algar Telecom registra crescimento de 15,8% no 3T12, com margem de 26,1% DESTAQUES DO 3T12 Adição de 316 mil UGRs, totalizando mais de 2,2 milhões de unidades, crescimento de 16,5% em relação

Leia mais

Release de Resultados 1T19

Release de Resultados 1T19 Release de Resultados 1T19 1 +8,5% +20% Número de clientes corporativos cresce 20% 41% Margem EBITDA de Telecom atinge 41% +9% Receita de dados dos clientes B2B cresce 9% Uberlândia MG, Maio de 2019 A

Leia mais

Release de Resultados 4T18

Release de Resultados 4T18 Release de Resultados 4T18 1 +8,5% +24% Número de clientes corporativos cresce 24% 39% Margem EBITDA recorrente de Telecom atinge 39% +11% Lucratividade recorrente é de 11% Uberlândia MG, Março de 2019

Leia mais

Release de Resultados 3T18

Release de Resultados 3T18 Release de Resultados 3T18 1 +8,5% +8,5% Receita bruta de Telecom com clientes B2B cresce 8,5%. +7,7% Receita de banda larga fixa, principal oferta do B2C, aumenta 7,7% com planos de alta velocidade. +17,9%

Leia mais

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.105,6 5.260,4 (2,9) 4.671,1 9,3 Receita de serviço móvel 4.924,2 5.097,4 (3,4) 4.367,2 12,8 Franquia e utilização 2.599,8 2.660,5 (2,3) 2.322,6 11,9

Leia mais

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M.

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.340,9 5.128,2 4,1 4.923,2 8,5 15.574,6 14.326,7 8,7 Receita de serviço móvel 5.078,2 4.959,7 2,4 4.697,9 8,1 14.962,1 13.535,4 10,5 Franquia e utilização

Leia mais

Release de Resultados 2T18

Release de Resultados 2T18 Release de Resultados 2T18 +8,8% Receita bruta de Telecom com clientes B2B cresce 8,8%. 43,1% Margem EBITDA Normalizado atinge 43,1% em Telecom e 34,2% no consolidado. +22,5% Lucro líquido consolidado

Leia mais

Release de Resultados 3T17

Release de Resultados 3T17 Release de Resultados 3T17 +7,0% Crescimento de 7,0% nas receitas de Telecom. +17,5% Evolução de 17,5% no EBITDA do segmento Telecom, com margem de 40% no 3T17 +28,1% Lucro líquido aumenta 28,1% e atinge

Leia mais

1T11 RESULTADOS. Relações com Investidores. Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações

1T11 RESULTADOS. Relações com Investidores. Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações RESULTADOS 1T11 Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações Algar Telecom com Comentário um portfólio de completo Desempenho de serviços, Consolidado divulga seus

Leia mais

NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.758,7 6.086,3 (5,4) 5.636,3 2,2 Receita de serviço móvel 5.446,1 5.762,7 (5,5) 5.270,5 3,3 Franquia e utilização 2.833,7 2.891,4 (2,0)

Leia mais

Receita Líquida Móvel 5.636, ,6 (3,2) 5.105,7 10,4

Receita Líquida Móvel 5.636, ,6 (3,2) 5.105,7 10,4 NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.636,3 5.822,6 (3,2) 5.105,7 10,4 Receita de serviço móvel 5.270,5 5.474,3 (3,7) 4.924,4 7,0 Franquia e utilização 2.784,4 2.908,1 (4,3)

Leia mais

Receita Líquida Móvel 5.540, ,3 (1,7) 5.128,3 8, , ,0 9,2

Receita Líquida Móvel 5.540, ,3 (1,7) 5.128,3 8, , ,0 9,2 NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.540,4 5.636,3 (1,7) 5.128,3 8,0 11.176,7 10.234,0 9,2 Receita de serviço móvel 5.219,2 5.270,5 (1,0) 4.959,8 5,2 10.489,7 9.884,2 6,1 Franquia

Leia mais

3T11 RESULTADOS. Inovadoras em TI

3T11 RESULTADOS. Inovadoras em TI RESULTADOS 3T11 Uberlândia MG, Novembro de 2011 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2011 (3T11).

Leia mais

Release de Resultados 4T17

Release de Resultados 4T17 Release de Resultados 4T17 +8,0% Crescimento de 8,0% nas receitas de Telecom. 38,0% EBITDA de Telecom atinge 38,0%. +10,8% Lucro líquido cresce 10,8%. Uberlândia MG, Fevereiro de 2018 A Algar Telecom,

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 01 de fevereiro de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

1. Destaques. Índice:

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A.

Leia mais

Release de Resultados 1T18

Release de Resultados 1T18 Release de Resultados 1T18 +8,2% Receita bruta de Telecom com clientes B2B cresce 8,2%. 39,1% Margem EBITDA atinge 39,1% em Telecom e 29,8% no consolidado. +68,5% Lucro líquido consolidado cresce 68,5%.

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de abril de 2007 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11 AGOSTO 2011 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 2 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 3 Ofertas por Segmento DESTAQUES

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

1. Destaques financeiros

1. Destaques financeiros 1. Destaques financeiros Reconciliação do EBITDA Ajustado (Medições não contábeis) * O EBIT Ajustado corresponde ao lucro antes: (i) das outras receitas/despesas operacionais, líquidas; (ii) do resultado

Leia mais

Resultados 3T11. Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de Relações com Investidores Telefónica do Brasil

Resultados 3T11. Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de Relações com Investidores Telefónica do Brasil Resultados 3T11 Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de 2011. Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 3T10, acumulado 2011 e 2010 foram elaborados de forma combinada. Desta forma,

Leia mais

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004 Press Release Resultados do 1º Trimestre de 2004 2003 - página 2 de 2 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

EcoRodovias Concessões anuncia resultado do 1T16: Lucro líquido atinge R$ 122,1 milhões, crescimento de 38,0%

EcoRodovias Concessões anuncia resultado do 1T16: Lucro líquido atinge R$ 122,1 milhões, crescimento de 38,0% EcoRodovias Concessões anuncia resultado do 1T16: Lucro líquido atinge R$ 122,1 milhões, crescimento de 38,0% São Bernardo do Campo, 12 de maio de 2016 EcoRodovias Concessões e Serviços S.A. anuncia seus

Leia mais

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 04.089.570/0001-50 NIRE: 54.300.003.638 Código CVM 02344-2 Receita Líquida* no 1T15 atinge R$87,0 milhões, alta de 19,0% em comparação com o mesmo período

Leia mais

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Destaques

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Destaques Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 04.089.570/0001-50 NIRE: 54.300.003.638 Código CVM 02344-2 Receita Líquida* no 3T15 atinge R$103,2 milhões, alta de 15,7% em comparação ao mesmo período do

Leia mais

Relações com Investidores 4T ÁUDIO CONFERÊNCIA. Fevereiro 2013

Relações com Investidores 4T ÁUDIO CONFERÊNCIA. Fevereiro 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Fevereiro 2013 4T12 2012 EstratégiA RESIDENCIAL MOBILIDADE PESSOAL EMPRESARIAL CORPORATIVO Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 24 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO Maior empresa de telecomunicações no segmento de telefonia móvel pré-paga no Brasil, e segundo lugar no mercado

Leia mais

RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 97,9 MILHÕES (+10,2%) NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013 Tráfego, em eixos equivalentes, cresceu 5,2% no período

RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 97,9 MILHÕES (+10,2%) NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013 Tráfego, em eixos equivalentes, cresceu 5,2% no período RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 97,9 MILHÕES (+10,2%) NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013 Tráfego, em eixos equivalentes, cresceu 5,2% no período Itu (SP), 15 de maio de 2013 A Rodovias das Colinas S.A. ( Companhia

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11 MARÇO 2012 Resultado 2011 da Oi S.A. Com a aprovação da reestruturação societária, em 27/02/2012, tanto TNL, quanto Coari e os acionistas de TMAR foram incorporados pela Oi S.A.,

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14

Teleconferência de Resultados 4T14 Teleconferência de Resultados DESTAQUES A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 3.452,2 MM em. Forte crescimento das operações Contact Center na América Latina (ex-brasil), que totalizaram uma receita

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira )

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira ) Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Companhia ou Embratel ) detém 98,8% da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Leia mais

FORJAS TAURUS S.A. 3T11

FORJAS TAURUS S.A. 3T11 FORJAS TAURUS S.A. 3T11 Cotações (30-09-11): FJTA3 R$ 1,91 FJTA4 R$ 1,79 Porto Alegre, 11 de novembro de 2011 - A Forjas Taurus S.A. (Bovespa: FJTA3, FJTA4), maior produtora de armas curtas da América

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de 2004 1 Rio de Janeiro, Brasil 18 de outubro de 2004 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Empresa ou

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano 3T06 2T07 3T07

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano 3T06 2T07 3T07 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 22 de outubro de 2007 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Comentário de Desempenho 3T16

Comentário de Desempenho 3T16 Comentário de Desempenho 3T16 f Fortaleza, Ceará, 9 de novembro de 2016. Empreendimentos Pague Menos S.A. ( Companhia ou Pague Menos ), única rede do varejo farmacêutico brasileiro presente em todos os

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA3T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA3T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA3T11 OUTUBRO 2011 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 2 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 3 Ofertas por Segmento DESTAQUES

Leia mais

Comentário de Desempenho 1T18

Comentário de Desempenho 1T18 Comentário de Desempenho 1T18 Fortaleza, Ceará, 14 de maio de 2018. Empreendimentos Pague Menos S.A. ( companhia, empresa ou Pague Menos ), única rede do varejo farmacêutico brasileiro presente em todos

Leia mais

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13.

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13. São Paulo, 02 de Maio de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2014 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008 RECEITA DE PUBLICIDADE E OUTRAS CRESCEU 28% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 23% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados consolidados do 4T07 e de 2007. As Informações Trimestrais

Leia mais

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 80% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 31% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 2T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas de

Leia mais

Divulgação dos Resultados. 3 Trimestre de 2018

Divulgação dos Resultados. 3 Trimestre de 2018 Divulgação dos Resultados 3 Trimestre de 2018 Agenda Destaques do Trimestre Cenário de Venda de Veículos Novos e Usados Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda Destaques

Leia mais

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 320,3 milhões em 2017, 17,6% maior que em 2016.

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 320,3 milhões em 2017, 17,6% maior que em 2016. O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 320,3 milhões em 2017, 17,6% maior que em 2016. Paranaguá, 20 de fevereiro de 2018 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas

Leia mais

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 82,0 milhões em 2019, 12,6% menor que 2018.

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 82,0 milhões em 2019, 12,6% menor que 2018. O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 82,0 milhões em 2019, 12,6% menor que 2018. Paranaguá, 15 de maio de 2019 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP)

Leia mais

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 105,2 milhões no 3T18, 18,8% maior que no 3T17.

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 105,2 milhões no 3T18, 18,8% maior que no 3T17. O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 105,2 milhões no 3T18, 18,8% maior que no 3T17. Paranaguá, 14 de novembro de 2018 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas

Leia mais

Destaques Operacionais 2T15 2T16 T / T

Destaques Operacionais 2T15 2T16 T / T Comentário f de Desempenho 2T16 Fortaleza, Ceará, 10 de agosto de 2016. Empreendimentos Pague Menos S.A. ( Companhia ou Pague Menos ), única rede do varejo farmacêutico brasileiro presente em todos os

Leia mais

A Frota da Companhia registrou aumento de 15,4%, passando de veículos no 4T12 para veículos no 4T13.

A Frota da Companhia registrou aumento de 15,4%, passando de veículos no 4T12 para veículos no 4T13. São Paulo, 27 de fevereiro de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do quarto trimestre de 2013 () e do ano de 2013. As informações financeiras são apresentadas em milhões

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Mario Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muinz 0xx81.216.2593 TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS

Leia mais

AlgarTelecom. Gente Servindo Gente. Assessoria de Comunicação, Marca e Sustentabilidade maio 2013

AlgarTelecom. Gente Servindo Gente. Assessoria de Comunicação, Marca e Sustentabilidade maio 2013 AlgarTelecom Gente Servindo Gente 2013 Grupo Algar (desde 1929) Negócios Algar Setor TI/Telecom Setor Agro Setor Serviços Turismo Solidez e presença Presença geográfica Destaques 2012 Algar Telecom Algar

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16 Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16 São Bernardo do Campo, 12 de maio de 2016 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

Resultados. Telefônica Brasil S.A

Resultados. Telefônica Brasil S.A Resultados 4T11 e 2011 16.02.2012 Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 4T10, acumulado 2011 e 2010 foram elaborados de forma combinada. Desta forma, as variações trimestrais e anuais

Leia mais

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 402,1 milhões em 2018, 25,5% maior que 2017.

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 402,1 milhões em 2018, 25,5% maior que 2017. O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 402,1 milhões em 2018, 25,5% maior que 2017. Paranaguá, 12 de março de 2019 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas

Leia mais

2º TRIMESTRE E 1º SEMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2º TRIMESTRE E 1º SEMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Lucro Líquido atingiu R$ 187 milhões no 2T14, crescimento de 98%1 São Caetano do Sul, SP, Brasil, 22 de julho de 2014. A Via Varejo S.A. [BM&FBOVESPA: VVAR11 e VVAR3] divulga os resultados do 2º trimestre

Leia mais

Comentário de Desempenho 1T17

Comentário de Desempenho 1T17 Comentário de Desempenho 1T17 Fortaleza, Ceará, 12 de maio de 2017. Empreendimentos Pague Menos S.A. ( Companhia ou Pague Menos ), única rede do varejo farmacêutico brasileiro presente em todos os estados

Leia mais

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 252,6 milhões com margem de 61,6% no 1T17.

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 252,6 milhões com margem de 61,6% no 1T17. A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 252,6 milhões com margem de 61,6% no 1T17. São Paulo, 10 de maio de 2017 As informações trimestrais (1TR) e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP) são

Leia mais

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 04.089.570/0001-50 NIRE: 54.300.003.638 Código CVM 02344-2 Receita Líquida* no 4T14 atinge R$85,8 milhões, alta de 21,2% em comparação ao mesmo período do

Leia mais

1. Destaques financeiros

1. Destaques financeiros 1. Destaques financeiros Variação 1T12 1T13 R$ % (+) Receita operacional antes da receita de construção 2.189,4 2.318,8 129,4 5,9 (+) Receita de construção 550,9 495,6 (55,3) (10,0) (=) Receita operacional

Leia mais

RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS

RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS Vitória, 15 de agosto de 2012 - As informações operacionais e financeiras da Empresa, exceto quando de outra forma indicadas, são apresentadas com base em números

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultado do 1T08

TIM Participações S.A. Resultado do 1T08 TIM Participações S.A. Resultado do 1T08 6 de Maio de 2008 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 Indicadores Base de Clientes Resultados Principais Destaques do

Leia mais

2 º TRIMESTRE 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2 º TRIMESTRE 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Julho de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99.0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os números

Leia mais

Destaques Financeiros do 1T19 (R$ mil)

Destaques Financeiros do 1T19 (R$ mil) Resultado do 1º Trimestre de 2019 Destaques do 1T19 R$ 29,6 milhões Receita Líquida +4,5%* R$ 23,7 milhões Receita de ITO +11,3%* *% de crescimento comparado com o mesmo período de 2018(1T18) Rio de Janeiro,

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2001 E RESULTADO ANUAL

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE 2001 E RESULTADO ANUAL Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores (41) 312-6862 jserafim@timsul.com.br Rafael J. Caron Bósio Relações

Leia mais

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia.

No segundo trimestre de 2015, ocorreu a transferência do controle societário da DEB Pequenas Centrais Hidrelétricas Ltda para a Companhia. COMENTÁRIO DO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO PERÍODOS DE 1º DE ABRIL A 30 DE JUNHO DE 2015 E 2014 (Em milhares de reais, exceto quando indicado de outra forma) No segundo trimestre de 2015, ocorreu a

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15

Teleconferência de Resultados 2T15 Teleconferência de Resultados DESTAQUES - RECEITA A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 821,8 MM no, uma redução de 5% em relação ao e de 1% sobre. Conforme divulgado anteriormente, houve uma

Leia mais

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9 Receita líquida¹ 4T14 atinge R$47,9 milhões, alta de 29,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior

Leia mais

Lucro líquido da AES Brasil fecha em R$ 681 milhões no segundo trimestre do ano

Lucro líquido da AES Brasil fecha em R$ 681 milhões no segundo trimestre do ano São Paulo, 6 de agosto de 2010. Lucro líquido da AES Brasil fecha em R$ 681 milhões no segundo trimestre do ano Os investimentos da empresa totalizaram R$ 201 milhões entre abril e junho A AES Brasil encerrou

Leia mais

1. Destaques financeiros

1. Destaques financeiros 1. Destaques financeiros 3T17 3T16 R$ % 9M17 9M16 R$ % Receita operacional bruta 2.999,7 2.854,1 145,6 5,1 8.930,6 8.148,2 782,4 9,6 Receita de construção 712,9 1.097,8 (384,9) (35,1) 2.215,2 2.620,2 (405,0)

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

1. DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Os principais indicadores financeiros se apresentaram conforme a seguir:

1. DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Os principais indicadores financeiros se apresentaram conforme a seguir: COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15

Teleconferência de Resultados 3T15 Teleconferência de Resultados PRIORIDADES 1 Transformação Operacional 2 Venda de Ativo 3 Reequilíbrio da Estrutura de Capital 4 Turnaround Operacional 5 Crescimento Sustentável 2 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

Leia mais

Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta (Categoria B) CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta (Categoria B) CNPJ nº / NIRE: Código CVM Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta (Categoria B) CNPJ nº 08.827.501/0001-58 NIRE: 35.300.435.613 Código CVM 2339-6 Receita líquida¹ da Aegea atinge no 4T16 R$252,7 milhões, alta de

Leia mais

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 112,2 milhões no 2T18, 39,7% maior que no 2T17.

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 112,2 milhões no 2T18, 39,7% maior que no 2T17. O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 112,2 milhões no 2T18, 39,7% maior que no 2T17. Paranaguá, 13 de agosto de 2018 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas

Leia mais

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 93,8 milhões no 1T18, 38,8% maior que no 1T17.

O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 93,8 milhões no 1T18, 38,8% maior que no 1T17. O EBITDA Ajustado da TCP Terminal 1 totalizou R$ 93,8 milhões no 1T18, 38,8% maior que no 1T17. Paranaguá, 15 de maio de 2018 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas

Leia mais

Divulgação de Resultados

Divulgação de Resultados 25 Maio de 2011 Relações com Investidores Luiz Carlos Bettencourt Diretor de Relações com Investidores David Abreu Gerente de Relações com Investidores Hugo Nascimento 55 21 2613-7773 Mariana Alvarenga

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T18 BK Brasil 09 de agosto de 2018

Apresentação de Resultados 2T18 BK Brasil 09 de agosto de 2018 Apresentação de Resultados 2T18 BK Brasil 09 de agosto de 2018 1 Aviso legal Esta apresentação contém informações gerais sobre os negócios e as estratégias do BK Brasil Operações e Assessoria a Restaurantes

Leia mais

PRINCIPAIS DESTAQUES

PRINCIPAIS DESTAQUES RESULTADOS DO 3T18 e 9M18 Divulgação Imediata Melhor resultado trimestral no indicador de alavancagem desde 2010 e recorde na Receita Líquida são destaques no resultado do terceiro trimestre de 2018 PRINCIPAIS

Leia mais

Relatório de Desempenho 2T18

Relatório de Desempenho 2T18 Relatório de Desempenho 2T18 O GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 348,8 milhões com margem de 68,9% no 2T18. São Paulo, 06 de agosto de 2018 As informações trimestrais (2TR) e as demonstrações financeiras

Leia mais

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

CIA SANEAMENTO BÁSICO ESTADO SÃO PAULO / COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 1. Aumento de 5,2% na receita líquida, crescimento de 7,3% no LAJIDA com margem LAJIDA de 50,3%. (*) Lucro antes dos juros e imposto de renda; (**) Lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização;

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7%

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% São Bernardo do Campo, 06 de maio de 2013 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

1. ANÁLISE DE DESEMPENHO OPERACIONAL DA AUTOBAN. Janeiro a Março/2013

1. ANÁLISE DE DESEMPENHO OPERACIONAL DA AUTOBAN. Janeiro a Março/2013 1. ANÁLISE DE DESEMPENHO OPERACIONAL DA AUTOBAN Janeiro a Março/2013 As informações financeiras e operacionais abaixo são apresentadas de acordo com a Legislação Societária e as comparações são referentes

Leia mais

SANTOS BRASIL ANUNCIA 3,5% DE CRESCIMENTO NO NÚMERO DE CONTÊINERES MOVIMENTADOS.

SANTOS BRASIL ANUNCIA 3,5% DE CRESCIMENTO NO NÚMERO DE CONTÊINERES MOVIMENTADOS. SANTOS BRASIL ANUNCIA 3,5% DE CRESCIMENTO NO NÚMERO DE CONTÊINERES MOVIMENTADOS. São Paulo, 28 de outubro de 2015 As informações trimestrais (ITR) e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP) são

Leia mais

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Destaques

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Destaques Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 04.089.570/0001-50 NIRE: 54.300.003.638 Código CVM 02344-2 Receita Líquida¹ no 1T16 atinge R$110,7 milhões, alta de 27,1% em comparação ao mesmo período do

Leia mais

Relações com Investidores. Áudio Conferência 1T12. Maio 2012

Relações com Investidores. Áudio Conferência 1T12. Maio 2012 Relações com Investidores Áudio Conferência Maio 2012 1T12 Performance EBITDA Pro-forma 1T11 1T12 4T11 1T12 2.012 29,6% 2.012 29,6% 1.985 28,6% 1.838 26,4% EBITDA e Margem EBITDA apresentam crescimento

Leia mais

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A.

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. MD&A - ANÁLISE DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS Primeiro Trimestre 2012 (1) Informações financeiras selecionadas: (R$ milhões) 1º Tri 12 1º Tri 11 4º Tri 11 Variação 1T12 X 1T11 Variação 1T12 X 4T11 Receita

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) (*) São Paulo, 27 de Outubro de 2011 - A EDP Bandeirante apresenta hoje seus resultados financeiros do terceiro trimestre

Leia mais

# de Lojas fim do período

# de Lojas fim do período Comentário f de Desempenho 1T16 Fortaleza, Ceará, 24 de março de 2017. Empreendimentos Pague Menos S.A. ( Companhia ou Pague Menos ), única rede do varejo farmacêutico brasileiro presente em todos os estados

Leia mais

1 Perfil do negócio e destaques econômico-financeiros

1 Perfil do negócio e destaques econômico-financeiros Energisa Nova Friburgo Resultados do 1º trimestre de 2014 Nova Friburgo, 15 de maio de 2014 A Administração da Energisa Nova Friburgo Distribuidora de Energia S/A ( Companhia ) apresenta os resultados

Leia mais