TIM Participações S.A. Resultado do 1T08

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TIM Participações S.A. Resultado do 1T08"

Transcrição

1 TIM Participações S.A. Resultado do 1T08 6 de Maio de

2 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2

3 Indicadores Base de Clientes Resultados Principais Destaques do 1T08 Causas Crescimento a.a.: 23,7% Manutenção da nossa abordagem vs. 23,0% da concorrência; competitiva; Mix pós-pago: 20,8% vs. Abordagem segmentada: 18,6% da concorrência. Direcionar os consumidores certos para os planos adequados. Perspectivas Manutenção da participação no mercado com foco em valor tanto no pré-pago quanto no pós-pago; Benefícios da presença nacional consolidada da Companhia. VAS Receita Inadimplência EBITDA Aumento de 29,0% a.a. Participação de 8,4% da receita bruta de serviços. Crescimento de 6,6% a.a. na receita líquida de serviços. 9,6% da receita líquida de serviços. Transmissão de dados e acesso à internet: TIM Web e Nosso link ; Ofertas de pacote de dados; Ofertas de conteúdo de mídia. Agressividade nas promoções de tráfego e descontos; Receita entrantes estáveis (queda no tráfego F-M e estratégia on-net das operadoras de celular); Penetração nas classes de baixa-renda. Campanha agressiva no canal de televendas. TIM Web Banda Larga : solução de banda larga móvel com aumento da velocidade devido à tecnologia 3G; Parcerias com provedores de conteúdo 3G. Abordagem seletiva nas promoções; Migração de tráfego entrante para tráfego on-net; Receitas adicionais por meio de ofertas cruzadas: TIM Casa Flex e 3G+; Revisão de estimativa: crescimento da receita líquida total em 2008 para aproximadamente 9%. Processo no canal de televendas foi remodelado; Nível normalizado em torno de 6% da receita líquida de serviços para o ano. Aumento da inadimplência; Margem de 17,9% Modesto aumento de receita. EBITDA de 2008 > 23%. 3

4 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 4

5 Cenário do mercado brasileiro no 1T08 Adições líquidas trimestrais do mercado Penetração de celulares por classe social (2007) Milhões de linhas (comparativo ano-a-ano) 3,2 (+6%) 4,1 4,0 (-8%) (-35%) 6,1 (+48%) 4,5 (+92%) 8,2 (+103%) 4,8 (+116%) 63,5% 83% 77% 53% 28% 2,4 (-66%) 2,2 (-30%) 1T06 2T06 3T06 4T06 1T07 2T07 3T07 4T07 1T08 Fonte: Anatel Brasil Classe A Classe B Classe C Fonte: IBGE (PNAD 2006) e estimativas da Companhia Classes D/E Desempenho do Mercado Reversão da tendência de adições líquidas do 2T07; Adições líquidas pré-pagas cresceram 159% a.a. no 1T08, principalmente devido a: Crescimento concentrado nas classes sociais C e D/E ; Vendas de cartões SIM-card avulso; Promoções de chamadas on-net; Adições brutas do mercado aumentaram cerca de 35% a.a.; Celulares usados corresponderam a 26% das vendas em Obs: 1) De acordo com pesquisa do Latin Panel e a estratégia da TIM Manter sua participação no mercado; Liderança em adições brutas (~26% no 1T08) estimulada por: Forte marca nacional; Grande rede de distribuição; Estimular promoções de tráfego; Explorar o mercado de venda de celulares usados por meio do TIM Chip avulso. Captar o crescimento do segmento de baixa-renda; 5

6 Presença forte em um mercado competitivo Total de Linhas (Mi) e Taxa de Penetração 63,5% 65,8% 59,4% 56,4% 54,2% 112,8 121,0 125,8 102,2 106,7 26,3 27,5 29,2 31,3 32,5 1T07 2T07 3T07 4T07 1T08 Anual +11,6 p.p. +23,2% +23,0% +23,7% TIM Concorrência Índice de Penetração Evolução da Participação de Mercado Diferença: -2,7 p.p. Primeiro -2,8 Mi de linhas concorrente 28,4% 25,8% Terceiro 24,1% concorrente Diferença : +1,7 p.p. +1,7 Mi de linhas 1T07 2T07 3T07 4T07 Diferença: -1,4 p.p. -1,8 Mi de linhas 27,3% 25,9% 24,8% Diferença:+1,1 p.p. +1,3 Mi de linhas 1T08 Crescimento do mercado de celulares continua forte em 2008; Expansão do crédito e melhora do poder aquisitivo; SIM-Card avulso aumenta ainda mais as adições líquidas; Nova tecnologia/serviços; Fonte: ANATEL e dados da Companhia. Sucesso na manutenção da participação da TIM no mercado em expansão; Mesmo com a queda em relação ao trimestre anterior, o mix pós-pago da TIM em 20,8% acima da média dos competidores de 18,6%; 6

7 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 7

8 Uma companhia consolidada nacionalmente Marca Inovadora, Confiável e Atrativa: Vivendo Além da Tecnologia Primeira operadora nacionamente consolidada (desde 2002): Maior presença no Brasil através de nossa rede de cobertura (voz e dados) e grande canal de distribuição (vendas e recarga); Top of mind 1 e preferida do consumidor 1 : Marca nacionalmente reconhecida como inovadora; Prêmio da Revista Info-Exame (março/2008): A melhor companhia móvel do Brasil; Relação transparente com o Cliente: Aparelho SIM-lock dando aos clientes liberdade de escolha. RANKING º 1º 2º Presença Nacional Marca (Top of Mind) 1 Cobertura (voz e dados) Market share Nota: 1) Instituto Synovate - Outubro-Novembro/2007 8

9 Aquisição Panorama da estratégia comercial Promoção do tráfego on-net Adições líquidas fortes ano-a-ano (+42,7%); Estratégia nas promoções: foco nos incentivos ao tráfego; Aumento do MOU para 94 min (vs 89 min. no 1T07). Fidelidade Retenção Ofertas Convergentes VAS Vendas / Recargas Foco nos clientes de alto valor Oferta de soluções para todas as necessidades de comunicação Liderando a inovação Otimização de canais *mais de um ano em nossa base de assinantes Redução da taxa de cancelamentos mensal total para 2,6% (vs. 2,9% no 1T07); 20% de nossa base pré-paga aderiu à nossa promoção de fidelidade Bônus em minutos. Oportunidades de vendas cruzadas: mais de 50% dos clientes TIM Web são novos na base; 3G+: Maior velocidade para o TIM Web ; Ofertas com valor de entrada mais baixo em relação aos operadores fixos. Pacote de dados: planos e promoções; Estímulo ao conteúdo (parcerias estratégicas); Lançamento 3G+: melhor qualidade e velocidade. Grande capilaridade dos pontos de venda e recarga; Aumento da recarga virtual; Comissões de acordo com o valor do cliente. 9

10 2005 Evolução de ofertas convergentes TIM Base de clientes TIM (MM) 20,2 25,4 31,3 32,5 TIM Web Banda Larga: solução de banda larga móvel TIM Casa Flex: plano de voz convergente que combina um número fixo e móvel em um mesmo TIM Chip TIM Web: pacote de dados e acesso à internet sem fio através de modem UBS TIM Casa: pacote de minutos com tarifa especial em ligações para números fixos no conceito Home Zone Nosso Link: plano de dados para mercado corporativo Base de clientes convergentes TIM (MM) ~1,2 ~1,5 ~0,2 ~0, Q08 Base de clientes convergentes atingiu 1,5 milhão no final do 1T08 10

11 TIM: Focando no futuro 3G+: uma nova experiência para os serviços VAS mais inovadores Posicionamento / Estratégia Um passo à frente nas ofertas convergentes TIM com a bandalarga móvel; Reforço da marca por meio da inovação; Incentivo à ofertas cruzadas; Proteção da base de clientes TIM; Oferta de conteúdo para aumentar o uso e a receita; Estímulo do uso do VAS: mais qualidade e velocidade. Vantagens VELOCIDADE: Upgrade para 1Mbps e 7Mbps; SIMPLICIDADE: Todo TIM Chip está preparado para o 3G; conceito Buy & Play ; MOBILIDADE: Internet móvel em qualquer lugar; ACESSIBILIDADE: Qualquer aparelho 3G e computadores; OPORTUNIDADE: Limitações da cobertura e da instalação das companhias de telefonia fixa. Desenvolvimento / Lançamento Lançamento Comercial: 850 Mhz - 16 de Abril 2,1 Ghz - 1º de Maio Cobertura inicial 3G nas principais áreas metropolitanas; Desenvolvimento 3G facilitado pela nossa atual cobertura nacional consolidada; Licença 3G nacional de R$1,3bi; Maior capacidade de espectro; Alternativa à universalização digital. 11

12 Ofertas 3G TIM Web Banda Larga: A solução de banda larga móvel da TIM TIM Web Banda larga: Buy & Play; Banda larga Planos Competitivos: 1Mbps ou 7Mbps ilimitados; TIM Web Promoção automática para 1Mbps (pacotes 40MB, 250MB e 1GB); Primeiro notebook do mercado com acesso à banda larga TIM. VAS Parceria Estratégica Nova e Maior Oferta de Conteúdos Portfólio de Aparelhos TIM TV TIM VIDEO CALL YOUTUBE GOOGLE MAPS TIM WAP UOL MOBILE TIM GAMES TIM STUDIO TIM MUSIC STORE 12

13 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 13

14 R$ Mi Receitas Líquidas Totais % 6% 1T Receita Líquida de Serviços 95% 5% 1T08 Performance da Receita Líquida Anual +5,3% +6,6% -14,5% Receita Líquida de Aparelhos Receita sainte de voz:. Bom desempenho no tráfego sainte, devido ao grande incentivo de ligações on-net e M-F; MOU (combinado) ficou em 94 minutos por usuário (5,2% acima do 1Q07), mantendo os maiores usuários em nossa base de clientes; Receita entrante:. Performance relacionada à agressividade de promoções on-net pelo mercado e mudanças no padrão F-M;. Estratégia orientada à convergência de serviços (ex.: TIM-Casa), reduzindo nossa dependência de receita entrante. Os serviços de valor agregado (VAS):. Representaram 8,4% da receita bruta de serviços (29% de crescimento anual). Serviços inovadores (MMS, download etc) representaram 54% dessas receitas; Receita de aparelhos:. Vendas líquidas de aparelhos caíram 14,5% no comparativo anual, como resultado de menor preço de aparelhos. Revisão de Estimativa para Receita Líquida Total em 2008 A Companhia revisou suas estimativas para a receita líquida total de 2008, principalmente devido à redução do crescimento das receitas de aparelhos. Nossa nova estimativa para o crescimento da receita líquida total está em torno de 9%, comparada a um crescimento maior que 12% da estimativa previamente anunciada. Mantivemos demais projeções inalteradas. 14

15 Performance da Receita Média por Usuário (ARPU) R$ -14% Principais razões para o desempenho do ARPU: 34,4 29,5 Maior penetração na classe de baixa-renda e forte crescimento do pré-pago (25% a.a.); Agressividade na promoção de tráfego e desconto; Promoção em VAS, como forma de manter posição e para educação de usuários diante dos novos serviços de 3G+; 1T07 1T08 Migração de chamadas entrantes para chamadas on-net. R$ Indireto - Comodatn - Propaganda -Outros Direto - Comissão -Subsídio -FISTEL Custo de Aquisição de Assinante (SAC) -5% % 62% % 62% % 58% Estratégia de subsídios orientada para a manutenção da competitividade em segmentos de alto valor; Foco em promoção de tráfego no lugar de altos subsídios; Custo de aquisição largamente afetado por menor despesas em comissão e publicidade; Adições brutas subiram 22,0% a.a. enquanto as despesas com vendas aumentaram 4,6% a.a.. 1T07 4T07 1T08 SAC/ARPU: 3,8x 3,2x 4,1x 15

16 Inadimplência R$ Mi % de receitas líq. de serviços 271,7 95,0* 9,6% 3,4% Maiores causas para o aumento da inadimplência: Campanha agressiva no canal de televendas; Forte adição bruta (a partir do 2º semestre de 2007), especialmente no pós-pago; Ações implementadas: 173,0 6,5% 176,7 6,2% Processo no canal de televendas foi completamente remodelado; Implementação de novas regras; Análise de crédito aprimorada; 1T07 * Provisão adicional para devedores duvidosos proveniente do canal de Televendas 1T08 Espera-se que a Inadimplência retorne aos seus níveis históricos: Cerca de 6% da receita líquida de serviços, em termos anuais. 16

17 Performance do EBITDA e da Margem EBITDA R$ Mi (26,3) 176,1 Forte volume do tráfego sainte (chamadas off-net e M-F) e lançamento 3G (135,8) (26,4) Despesa de vendas foram 4,6% acima do 1T07, enquanto as adições brutas cresceram 22,0%. (98,7) 0,4 (17,9) Inadimplência Adicional 630,4 95,0 664,1 535,4 535,4 Variação % ano-a-ano Margem EBITDA EBITDA 1T07 23,4% Receita de Aparelhos -14,5% Receita de Serviços Despesas de rede Despesas com vendas Inadimplência CPV Outras Despesas* +6,6% +14,9% +4,6% +57,1% -0,1% +6,8% EBITDA 1T08 17,9% EBITDA Normalizado 21,1% Outras despesas incluem: Gerais e Administrativas, Pessoal e Outras Despesas/Receitas Operacionais Líquidas 17

18 Do EBITDA ao Resultado R$ Mi 535,4 (572,0) (36,7) (56,1) (107,9) EBITDA 1T08 Depreciação Amortização EBIT Despesa Financeira Líquida (15,2) Impostos e Outros* Prejuízo Líquido Variação ano-a-ano R$ Mi (129) (10) (118) 7 23 (88) * Outras despesas/receitas não-operacionais 18

19 Dívida Líquida Posição Financeira Líquida Fluxo de Caixa Líquido R$ Mn 4T07 FCL Operac. FCL Não-oper. 1T08 R$ Mn (1.122) (694) (556) (973) EBITDA +535,4 Investimentos (272,6) Δ Oper. Cap. Giro. (1.349,1) (1.086) (36) (2.095) 1T08 Divulgado 428 Fistel Anual T08 Pro-forma 1T07 Divulgado Cap. Giro negativo devido ao desembolso de Capex do 4T07 e FISTEL. Impacto sazonal do FISTEL em R$428 Milhões. Dívida Bruta: R$2,8 bilhões (48% de longo-prazo ) Custo Médio Anual: 10,96% no 1T08 versus 11,92% no 1T07 19

20 Considerações Futuras As declarações contidas nessa apresentação, assim como observações feitas pela administração da TIM Participações S.A. (a Companhia ou TIM ) que não constituam fatos consumados, são previsões e/ou estimativas futuras envolvendo fatores que podem fazer com que os resultados reais da Companhia sejam materialmente diferentes dos resultados históricos ou de quaisquer resultados expressos ou implícitos por essas previsões e estimativas. A Companhia alerta que os usuários desta apresentação não devem fundamentar suas decisões de investimento nessas previsões e estimativas futuras, pois elas estão baseadas em suposições que podem não se realizar. Relações com Investidores Avenida das Américas, Bloco 01 6 andar Barra da Tijuca Rio de Janeiro, RJ Telefone: (21) / / Fax: (21) Visite nosso Website: 20

Resultados 08 2T 07 de Agosto de 2008

Resultados 08 2T 07 de Agosto de 2008 Resultados 2T08 07 de Agosto de 2008 Comentários iniciais Marca inovadora e confiável: Viver além da tecnologia Primeiro lugar no Top of mind¹ Primeiro lugar em Awareness¹ da marca Escolhido o melhor website

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006 06 de Março de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 4T06: Forte crescimento e sólida performance financeira

Leia mais

Resultados do Terceiro Trimestre de 2005

Resultados do Terceiro Trimestre de 2005 Resultados do Terceiro Trimestre de 2005 28 de outubro de 2005 Mensagem do Panorama do Mercado Resultados Financeiros Ambiente Regulatório Conclusão Mensagem do A TIM Participações está crescendo em um

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de 2006 1 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura

Leia mais

Telefônica Brasil S.A. 10.05.2012. Resultados 1T12

Telefônica Brasil S.A. 10.05.2012. Resultados 1T12 10.05.2012 Resultados 1T12 Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 1T11 foram elaborados de forma combinada. Desta forma, as variações anuais aqui apresentadas podem diferir i daquelas informadas

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money Porto Alegre

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money Porto Alegre Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Expo Money Porto Alegre Conhecendo a TIM 15 anos de Listagem na Bolsa TIM: Uma Gigante Brasileira Crescimento Receita Bruta (R$ Bi) 27,8 Base de Clientes

Leia mais

Audiência Pública Comissão Especial Projeto de Lei 6.789, de 2013. Agosto de 2015

Audiência Pública Comissão Especial Projeto de Lei 6.789, de 2013. Agosto de 2015 Audiência Pública Comissão Especial Projeto de Lei 6.789, de 2013 Agosto de 2015 PRESENÇA A América Móvil (AMX) tem atuação em 28 países Operações Fixa e Móvel Operação Móvel Operação MVNO ACESSOS POR

Leia mais

NDICE GERAL SUM RIO EXECUTIVO... 15 1. APRESENTAÇ O... 24 PARTE 1 RESULTADOS DO SETOR... 25

NDICE GERAL SUM RIO EXECUTIVO... 15 1. APRESENTAÇ O... 24 PARTE 1 RESULTADOS DO SETOR... 25 NDICE GERAL SUM RIO EXECUTIVO... 15 1. APRESENTAÇ O... 24 PARTE 1 RESULTADOS DO SETOR... 25 2. ORGANIZAÇ O... 26 2.1 Formação das Operadoras de Celular do Brasil... 26 2.2 Bandas de Frequências... 30 3.

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi 1 Agenda Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu Temas do 2º Trimestre : Destaque - Rodrigo Abreu Operações - Lorenzo Lindner Marketing - Roger Solé Live TIM - Rogério Takayanagi Financeiro - Claudio Zezza

Leia mais

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes 1 Pilares Estratégicos 1 Forte cultura corporativa, cujo principal foco é a valorização das pessoas 2 Plataforma de vendas integrada, com múltiplos canais de venda 3 Grande base de clientes, com CRM visando

Leia mais

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013.

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013. Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor Novembro de 2013. Continuamos evoluindo em nosso esforço de integração... Espaço TI Atenção ao Cliente Contratos Unificação e renegociação

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016 Divulgação de Resultados 06 de Maio de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

Resultados 3T12. 8 de novembro de 2012

Resultados 3T12. 8 de novembro de 2012 Resultados 3T12 8 de novembro de 2012 Resumo do trimestre Melhoria nas margens de rentabilidade do 3T12 ano-a-ano: margem líquida de 6,0% (+1,9 p.p.) e margem EBITDA de 17,8% (+1,8 p.p.); Consistente expansão

Leia mais

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES Dezembro de 2015 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

Especialização por Verticais

Especialização por Verticais Especialização por Verticais Varejo - Ofertas Varejo Varejo (Forma de atuação) Grande Varejo Pequeno PDV Frente de Loja Retaguarda Loja Financeiro Inicial Suporte Fiscal GDI Médio PDV FL RL FIN GDI Promoções

Leia mais

RESULTADOS: DESTAQUES

RESULTADOS: DESTAQUES RESULTADOS: DESTAQUES Performance Financeira Receita Líquida (R$ bi) 19,9 18,8 +6% EBITDA (Δ% A/A) 4,1% 1,8% +4% em 2013 4,2% 5,2% 1T 2T 3T 4T Lucro Líquido (R$ bi) 1,4 +4% 1,5 Receita de Dados +21,5%

Leia mais

Telecom Italia TIM Brasil Plano 2012 2014 Plano 2012 14

Telecom Italia TIM Brasil Plano 2012 2014 Plano 2012 14 Telecom Italia TIM Brasil Plano 2012 14 14 LUCA LUCIANI Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2T13 Receita Bruta R$ 1.369,8 MILHÕES +24% Receita Líquida R$ 1.210,5 MILHÕES +22% Lucro Bruto

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO As Oportunidades do Mercado de Telecom no Brasil Universalização dos Serviços Através do Móvel Crescimento

Leia mais

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014.

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014. Resultados _ Julho de 2014. Destaques do DESTAQUES OPERACIONAL FINANCEIRO Crescente market share de pós-pago contribuindo para uma maior adoção de dados e crescimento do ARPU. Crescimento de Acessos Pós-Pagos

Leia mais

Investor Day Via Varejo. 09 de Dezembro de 2014

Investor Day Via Varejo. 09 de Dezembro de 2014 Investor Day Via Varejo 09 de Dezembro de 2014 Investor Day Via Varejo Agenda 14:30 A Via Varejo Líbano Barroso, CEO 14:50 Apresentação dos Executivos Infraestrutura Marcelo Lopes Operações Jorge Herzog

Leia mais

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003 Brasil Telecom Café da Manhã com Investidores Unibanco Fevereiro 2003 1 Estratégia 2 Mercado Metas Metas Garantir a liderança na Região II, focando nos clientes de alto valor. Garantir a liderança na Região

Leia mais

Obs.: O plano de 20 Mega está suspenso temporariamente em todo o Estado do Paraná.

Obs.: O plano de 20 Mega está suspenso temporariamente em todo o Estado do Paraná. REGULAMENTO PROMOÇÃO 01/2015 PROMOÇÃO BEL FIBRA 01/2015 Período de 01/01/2015 a 30/06/2015 Banda Extra Larga: Internet + Telefonia Fixa 1. - OBJETO: O objeto desta promoção é a oferta em parceria, por

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014.

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014. Resultados 4T13_ Fevereiro, 2014. Destaques do 4T13 e ano de 2013 DESTAQUES Móvel Fixo Operacional Sustentando o crescimento superior em adições de pós-pago resultando em uma maior adoção de dados e crescimento

Leia mais

Resultados do ano de 2015

Resultados do ano de 2015 Resultados do ano de 2015 2 de março de 2016 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda

Barômetro Cisco de Banda Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho/2007 ajustado em Julho/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director

Leia mais

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem crenças

Leia mais

Investimentos em Infraestrutura e Crescimento Econômico Brasileiro

Investimentos em Infraestrutura e Crescimento Econômico Brasileiro Investimentos em Infraestrutura e Crescimento Econômico Brasileiro Márcio Holland Secretário de Política Econômica Comissão de Infraestrutura do Senado Federal Brasília, 19 de maio de 2014 2 Por que investimentos

Leia mais

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A.

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Resultados _ Novembro, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

Brasil Telecom Celular

Brasil Telecom Celular Brasil Telecom Celular 1 Estratégia Como agregar telefonia móvel ao portfolio da Brasil Telecom? Serviço Local Dados & Corporativo Longa Distância Telefonia Móvel Evolução tecnológica através da telefonia

Leia mais

Reunião APIMEC - 3T13. dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111

Reunião APIMEC - 3T13. dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111 Reunião APIMEC - 3T13 dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111 Ressalvas sobre considerações futuras As afirmações contidas neste documento quanto a perspectivas de negócios para a Santos Brasil Participações

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Área de Insumos Básicos Seminário sobre Petróleo e Gás APIMEC RIO Agosto/2012 BNDES Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral

Leia mais

TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados para o Terceiro Trimestre de 2008

TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados para o Terceiro Trimestre de 2008 TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados para o Terceiro Trimestre de 2008 BOVESPA 1 (lote = 1 ação) TCSL3: R$5,76 TCSL4: R$3,15 NYSE 1 (1 ADR = 10 ações preferenciais) TSU: US$14,94

Leia mais

Infraestrutura logística: condições de financiamento e incentivos à participação do mercado de capitais

Infraestrutura logística: condições de financiamento e incentivos à participação do mercado de capitais Infraestrutura logística: condições de financiamento e incentivos à participação do mercado de capitais Cleverson Aroeira Chefe de Departamento de Transportes e Logística (DELOG) Área de Infraestrutura

Leia mais

Experiência: Gestão Estratégica de compras: otimização do Pregão Presencial

Experiência: Gestão Estratégica de compras: otimização do Pregão Presencial Experiência: Gestão Estratégica de compras: otimização do Pregão Presencial Hospital de Clínicas de Porto Alegre Responsável: Sérgio Carlos Eduardo Pinto Machado, Presidente Endereço: Ramiro Barcelos,

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA - SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY Brasília, 20 de maio de 2014 números do setor de telecomunicações R$ 29,3 bilhões de investimentos em 2013 segundo ano consecutivo

Leia mais

Belo Horizonte, 06 de Novembro de 2013. A/C Eliezer. Ref. Prestação de Serviços de Internet. Prezado Eliezer,

Belo Horizonte, 06 de Novembro de 2013. A/C Eliezer. Ref. Prestação de Serviços de Internet. Prezado Eliezer, Belo Horizonte, 06 de Novembro de 2013. A/C Eliezer Ref. Prestação de Serviços de Internet Prezado Eliezer, O Objeto desta proposta técnico-comercial é o fornecimento de serviços de hospedagem de sites,

Leia mais

Estrutura Acionária. Grupo Espírito Santo 18,3% Fundo Asas G&G. Grupo AIG. 99,9% 99,9% Providência Transportes. Providência Participações 0,1% 100,0%

Estrutura Acionária. Grupo Espírito Santo 18,3% Fundo Asas G&G. Grupo AIG. 99,9% 99,9% Providência Transportes. Providência Participações 0,1% 100,0% Reunião APIMEC SP 21/12/2007 Estrutura Acionária Grupo AIG Fundo Asas G&G Grupo Espírito Santo 18,4% 17,7% 18,3% 9,1% 36,5% 99,9% 99,9% Providência Transportes 0,1% Providência Participações Isofilme 100,0%

Leia mais

Fatores de Sucesso. Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio. Telefônica Vivo 27.09.

Fatores de Sucesso. Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio. Telefônica Vivo 27.09. Fatores de Sucesso Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio Telefônica Vivo 27.09.2012 Conteúdo 01 Vivo: uma história de sucesso 02 Desempenho da

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL. instrumento de INCLUSÃO SOCIAL

INCLUSÃO DIGITAL. instrumento de INCLUSÃO SOCIAL INCLUSÃO DIGITAL instrumento de INCLUSÃO SOCIAL Brasil Telecom Área territorial: 2,6 milhões de km² (33% do território nacional) 25% do PIB (R$ 276 bilhões em 2001) 23% da População (40 milhões) 10.548

Leia mais

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010 I Fórum Lusófono de Comunicações Abril. 2010 Evolução do Setor de Telecomunicações no Brasil Pré-Privatização Monopólio estatal Poucos investimentos Baixa qualidade dos serviços 98 Grande demanda reprimida

Leia mais

Ministério das Comunicações Secretaria de Telecomunicações

Ministério das Comunicações Secretaria de Telecomunicações Ministério das Comunicações Secretaria de Telecomunicações Marco Civil da Internet Debates sobre neutralidade de rede, privacidade e conservação dos dados pessoais e outras questões controversas Brasília,

Leia mais

Resultados 4º Trimestre de 2015

Resultados 4º Trimestre de 2015 Resultados 4º Trimestre de 2015 24 de Fevereiro de 2016 Principais Destaques do Resultado do 1 2 Ganho de market share no mercado total no, com Receita Líquida totalizando R$ 5,461 bilhões - regressão

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS PREGÃO ELETRÔNICO DAC N 26/2010

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS PREGÃO ELETRÔNICO DAC N 26/2010 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS PREGÃO ELETRÔNICO DAC N 26/2010 RELATÓRIO SOBRE A IMPUGNAÇÃO APRESENTADA PELA VIVO S/A. I - EXPOSIÇÃO A VIVO S/A, sociedade

Leia mais

Telefonia Móvel: do Analógico ao 3G+

Telefonia Móvel: do Analógico ao 3G+ Telefonia Móvel: do Analógico ao 3G+ Guilherme Pimentel Diretor TIM Regional Sul 10 de Setembro de 2008 Tecnologia de celular, capaz de trafegar dados em alta velocidade É a banda larga móvel Videochamada,

Leia mais

Teleconferência de resultados

Teleconferência de resultados Teleconferência de resultados 2 Aviso importante Este material foi preparado pela Linx S.A. ( Linx ou Companhia ) e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros.

Leia mais

Resultados Janeiro Março / 2014. Resultados 4T13 Telefônica Brasil S.A.

Resultados Janeiro Março / 2014. Resultados 4T13 Telefônica Brasil S.A. Resultados Janeiro Março / 2014 Resultados 4T13 0+ TELEFÔNICA BRASIL ATINGE MARGEM DE 29,8% COM FORTE CONTROLE EM CUSTOS MESMO EM FACE À MAIOR ATIVIDADE COMERCIAL NO PERÍODO DESTAQUES Aceleração no crescimento

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Relevância Tecnológica, Econômica e Estratégica da Computação em Nuvem para a Competitividade Nacional

Relevância Tecnológica, Econômica e Estratégica da Computação em Nuvem para a Competitividade Nacional Relevância Tecnológica, Econômica e Estratégica da Computação em Nuvem para a Competitividade Nacional Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática 24 de Abril de 2012 Câmara dos Deputados

Leia mais

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Estrutura da Apresentação 1. Contexto 1.1. Situação atual da Mobilidade Urbana; 1.2. Manifestações:

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANÁLISE DOS ESTUDOS... 3 3. CONCLUSÕES... 7. 2010 Teleco. 2 de 7

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANÁLISE DOS ESTUDOS... 3 3. CONCLUSÕES... 7. 2010 Teleco. 2 de 7 27 de outubro de 2010 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANÁLISE DOS ESTUDOS... 3 3. CONCLUSÕES... 7 2010 Teleco. 2 de 7 1. INTRODUÇÃO Vários estudos internacionais têm colocado o Brasil entre os países com

Leia mais

VALE RIO DOCE S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão:

VALE RIO DOCE S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: VALE RIO DOCE S/A Empresa: A companhia é uma das maiores mineradoras do mundo, sendo a maior das Américas, baseada na capitalização de mercado. É a maior produtora mundial de minério de ferro e pelotas

Leia mais

Apresentação de Resultados. TIM Participações S.A. 1 o TRI

Apresentação de Resultados. TIM Participações S.A. 1 o TRI Apresentação de Resultados TI Participações S.A. 1 o TRI 2013 Agenda Prioridades Estratégicas - Rodrigo Abreu Temas do 1º Trimestre: Destaques - Rodrigo Abreu Rede e Infraestrutura - Rodrigo Abreu Operações

Leia mais

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO MARIO CESAR ARAUJO Agenda Destaques dos resultados de 2007 O contexto do mercado brasileiro Visão geral do plano 2008-10 Metas para 2008-10 1 Destaques 2007 TIM Brasil está posicionada como líder em valor

Leia mais

REGULAMENTO. Promoção Nextel 3G Smart Blackberry 300P

REGULAMENTO. Promoção Nextel 3G Smart Blackberry 300P REGULAMENTO Promoção Nextel 3G Smart Blackberry 300P Esta promoção é comercializada pela NEXTEL TELECOMUNICAÇÕES Ltda., prestadora do Serviço Móvel Pessoal SMP, doravante denominada simplesmente NEXTEL,

Leia mais

Banco inovador, parceiro do cliente em soluções financeiras, para. empresas comprometidas com a geração de oportunidades e o

Banco inovador, parceiro do cliente em soluções financeiras, para. empresas comprometidas com a geração de oportunidades e o ABIMAQ Maio de 2014 BDMG Missão: Banco inovador, parceiro do cliente em soluções financeiras, para empresas comprometidas com a geração de oportunidades e o desenvolvimento sustentável de Minas Gerais.

Leia mais

AGENDA: Destaques Desempenho Operacional Mercado de Capitais Estratégias e Perspectivas

AGENDA: Destaques Desempenho Operacional Mercado de Capitais Estratégias e Perspectivas 0 Disclaimer Nossas estimativas e declarações futuras têm por embasamento, em grande parte, expectativas atuais e projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam ou podem afetar o nosso

Leia mais

DESTAQUES. R$ milhões 3 T 05 2 T 05 Δ% 3 T 04 Δ%

DESTAQUES. R$ milhões 3 T 05 2 T 05 Δ% 3 T 04 Δ% VIVO, O MAIOR GRUPO EMPRESARIAL DE TELEFONIA MÓVEL DO HEMISFÉRIO SUL, DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2005 DA TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. São Paulo - Brasil, 27 de outubro

Leia mais

TIM PARTICIPAÇÕES SA Anuncia seus Resultados Consolidados do Terceiro Trimestre de 2011

TIM PARTICIPAÇÕES SA Anuncia seus Resultados Consolidados do Terceiro Trimestre de 2011 BOVESPA 1 (Lote = 1 ação) TIMP3: R$8,88 TIM PARTICIPAÇÕES SA Anuncia seus Resultados Consolidados do Terceiro Trimestre de 2011 NYSE 1 (1 ADR = 5 ações ON) TSU: US$26,04 (1) preços de fechamento de 31

Leia mais

Reduza seus custos e amplie a sua competitividade

Reduza seus custos e amplie a sua competitividade Reduza seus custos e amplie a sua competitividade Nesse exato momento, na sua empresa, existem recursos sendo gastos ALÉM DA necessidade. Se você pudesse identificá-los, poderia realocar esses valores

Leia mais

TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S/A DESTAQUES

TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S/A DESTAQUES VIVO, O MAIOR GRUPO EMPRESARIAL DE TELEFONIA MÓVEL DO HEMISFÉRIO SUL, DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2004 DA TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. São Paulo - Brasil, 26 de abril

Leia mais

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 Tele Celular Sul Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 8 de Maio, 2002 Agenda Estratégia Operacional Realizações no 1º Trimestre/2002 Estratégia Operacional Ações para 2002 Capacidade do CRM

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI Nº, DE 2016 (Da Sra. GEOVANIA DE SÁ) Altera a Lei n o 12.965, de 23 de abril de 2014, que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil, para garantir

Leia mais

Profa. Cleide de Freitas. Unidade II PLANO DE NEGÓCIOS

Profa. Cleide de Freitas. Unidade II PLANO DE NEGÓCIOS Profa. Cleide de Freitas Unidade II PLANO DE NEGÓCIOS O que vimos na aula anterior Ideias e Oportunidades Oportunidades x Experiência de mercado O que é um plano de negócios? Identificação e análise de

Leia mais

PROMOÇÃO VIVO SMARTPHONE ILIMITADO 45 REGULAMENTO

PROMOÇÃO VIVO SMARTPHONE ILIMITADO 45 REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO SMARTPHONE ILIMITADO 45 REGULAMENTO Vivo PR, SC, RJ, ES, MG, BA, SE, GO, MT, RO, AC, MS, RR, TO, AM, MA, AP, PA, RS e DF. I. DISPOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO I.I. Descrição Geral: A Promoção

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS Disciplina: Matemática Financeira 10 h/a Ementa: O valor do dinheiro no tempo. Conceitos de juros, taxas de juros, principal,

Leia mais

Release TIM 16/04/2008 - www.garotasemfio.com.br TIM avança na convergência e traz serviços 3G com conteúdos inovadores e parcerias estratégicas

Release TIM 16/04/2008 - www.garotasemfio.com.br TIM avança na convergência e traz serviços 3G com conteúdos inovadores e parcerias estratégicas Release TIM 16/04/2008 - www.garotasemfio.com.br TIM avança na convergência e traz serviços 3G com conteúdos inovadores e parcerias estratégicas Primeiro notebook 100% conectado com modem e TIMChip embarcados

Leia mais

Cemig 60 anos e o Novo Planejamento Estratégico

Cemig 60 anos e o Novo Planejamento Estratégico Cemig 60 anos e o Novo Planejamento Estratégico Belo Horizonte, 28 de Maio de 2012. Frederico Pacheco de Medeiros Principais atribuições da DGE Definir, orientar e promover a aplicação de políticas corporativas

Leia mais

TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados para o Segundo Trimestre de 2013

TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados para o Segundo Trimestre de 2013 TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados para o Segundo Trimestre de 2013 BM&FBOVESPA 1 (Lote = 1 ação) TIMP3: R$8,40 NYSE 1 (1 ADR = 5 ações ON) TSU: US$18,71 (1) preços de fechamento

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

Nova Estrutura de Tarifação. Julho/2011

Nova Estrutura de Tarifação. Julho/2011 Nova Estrutura de Tarifação Julho/2011 1 Nova estrutura de Tarifação da BM&FBOVESPA Segmento Bovespa Alinhamento com mercado internacional, evidenciando que os preços da BVMF já são bastante competitivos

Leia mais

PROCEDIMENTO CORPORATIVO

PROCEDIMENTO CORPORATIVO 1/19 Nº Revisão Descrição da Revisão Data 01 Emissão Inicial 08/09/2013 Revisão 2 10/09/2013 Elaboração: Patrícia Eto Aprovação: Divulgação: 2/19 1. Objetivo O objetivo deste material é apresentar as regras

Leia mais

REF: Questionamentos do edital de EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 002/2015 PROCESSO SECOM Nº. 371/2014

REF: Questionamentos do edital de EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 002/2015 PROCESSO SECOM Nº. 371/2014 TIM CELULAR S/A CNPJ: 04.206.050/0001-80 - Insc.Estadual: 116.049.102.113 AV. GIOVANNI GRONCHI, NO. 7143, VILA ANDRADE SÃO PAULO (SP) - CEP: 05.724-006 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

B2W DIGITAL Reunião Pública 2013

B2W DIGITAL Reunião Pública 2013 Estar Mais Próximo do Cliente B2W DIGITAL Reunião Pública 2013 B2W DIGITAL Venda¹ R$ 6,4 Bi Região América Latina Margem Bruta Posição 26,2% (RL) #1 LatAm Categorias Diversas Crescimento¹ 31% +24% Setor

Leia mais

Ferramentas de Gestão

Ferramentas de Gestão Ferramentas de Gestão Cenário Encontrado Sistemas Criados com objetivo de solucionar problemas isolados Adaptados conforme a necessidade da informação Foco na operacionalização Muitos controles paralelos

Leia mais

Ofertas e abordagem. Serviços & Produtos. Soluções Consumer. ofertas e abordagem comercial

Ofertas e abordagem. Serviços & Produtos. Soluções Consumer. ofertas e abordagem comercial 28 Ofertas e abordagem comercial A abordagem mercadológica da TIM se baseia em três pilares fundamentais: oferta inovadora, canais de vendas otimizados e atendimento de qualidade. Esses pilares sustentam

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD VIP REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 01.615.744/0001-83 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD VIP REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 01.615.744/0001-83 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER YIELD VIP REFERENCIADO DI CRÉDITO PRIVADO 01.615.744/0001-83 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Argumentário frente à concorrência. Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial

Argumentário frente à concorrência. Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial Argumentário frente à concorrência Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial Como descobrir quem é a Concorrência: sondando o cliente... Faça as perguntas abaixo para conhecer melhor o cliente e

Leia mais

Guia de Ofertas. Mobilidade Empresarial

Guia de Ofertas. Mobilidade Empresarial + Guia de Ofertas Mobilidade Empresarial Região 2 Agosto/2013 Índice Novidades do Mês... 03 Aparelhos em Destaque... 04 Combos do Mês... 06 Planos de Voz... 07 Oi Empresa Especial Como vender? Oi Empresa

Leia mais

4. Perfil Abordagem pure mobile com infraestrutura fixa, para gerar inovação e qualidade com objetivo de criar ofertas que revolucionam.

4. Perfil Abordagem pure mobile com infraestrutura fixa, para gerar inovação e qualidade com objetivo de criar ofertas que revolucionam. 4. Abordagem pure mobile com infraestrutura fixa, para gerar inovação e qualidade com objetivo de criar ofertas que revolucionam. istockphoto.com/yuri_arcurs A TIM Participações S.A. é uma companhia holding

Leia mais

Agenda. 03 de Dezembro de 2015. Hotel Green Place Flat São Paulo, SP. Realização: www.corpbusiness.com.br 2ª EDIÇÃO

Agenda. 03 de Dezembro de 2015. Hotel Green Place Flat São Paulo, SP. Realização: www.corpbusiness.com.br 2ª EDIÇÃO Agenda 2ª EDIÇÃO 03 de Dezembro de 2015 Hotel Green Place Flat São Paulo, SP Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Gold Patrocínio Bronze Expo Brand Apoio Realização: APRESENTAÇÃO PORTAIS CORPORATIVOS:

Leia mais

Estar Mais Próximo do Cliente. Divulgação dos Resultados 4T14

Estar Mais Próximo do Cliente. Divulgação dos Resultados 4T14 Estar Mais Próximo do Cliente Divulgação dos Resultados 4T14 CONQUISTAS DO ANO DE 2014 Anúncio Aumento de Capital R$ 2,38 Bi Divulgação 1T14 +30% RB Lançamento Marketplace Americanas.com Conclusão Aumento

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC RENDA FIXA SIMPLES 22.918.245/0001-35 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC RENDA FIXA SIMPLES 22.918.245/0001-35 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FIC RENDA FIXA SIMPLES 22.918.245/0001-35 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

2º Expertise Day. SulAmérica Investimentos

2º Expertise Day. SulAmérica Investimentos 2º Expertise Day SulAmérica Investimentos O que fazemos? Equipamentos Sistemas de Gestão Serviços e Meios de Pagamento Soluções em Tecnologia para Varejo e Hotelaria 2 Onde Estamos EUA (Bathpage):. Fábrica

Leia mais

A empresa quantifica aspectos socioambientais nas projeções financeiras de:

A empresa quantifica aspectos socioambientais nas projeções financeiras de: Os trechos em destaque encontram-se no Glossário. Dimensão Econômica Critério I - Estratégia Indicador 1 - Planejamento Estratégico 1. Assinale os objetivos que estão formalmente contemplados no planejamento

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL 4T14 2014. Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Oi S.A. www.oi.com.br/ri. Relações com Investidores

RELATÓRIO TRIMESTRAL 4T14 2014. Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Oi S.A. www.oi.com.br/ri. Relações com Investidores 4T14 2014 Relações com Investidores RELATÓRIO TRIMESTRAL Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Este relatório contempla o desempenho operacional e financeiro da Oi S.A. e de suas controladas

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta Vivo Internet Fixa"

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta Vivo Internet Fixa REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta Vivo Internet Fixa" 1. Esta Promoção é realizada pela Telefônica Brasil S.A, doravante denominada Vivo, nas seguintes condições: Das Definições Para esta Promoção, aplicam-se

Leia mais

MAPFRE ESPAÑA escolhe solução da Altitude Software para administrar seu Contact Center SI24

MAPFRE ESPAÑA escolhe solução da Altitude Software para administrar seu Contact Center SI24 MAPFRE ESPAÑA escolhe solução da Altitude Software para administrar seu Contact Center SI24 MAPFRE ESPAÑA escolhe a Altitude Software para administrar seu Contact Center SI24 A MAPFRE, fundada em 1933,

Leia mais

1 Produto: Podcast Formato: Áudio Canal: Minicast Tema: Os Inovadores., o livro. ebookcast (este ebook)

1 Produto: Podcast Formato: Áudio Canal: Minicast Tema: Os Inovadores., o livro. ebookcast (este ebook) 1 Produto: Podcast Formato: Áudio Canal: Minicast Tema: Os Inovadores., o livro Nossos conteúdos nos três formatos Minicast (ouça) ebookcast (este ebook) WebPage (leia) 2 Pagar ligações telefônicas e navegação

Leia mais

3 Apresentação do caso

3 Apresentação do caso 3 Apresentação do caso Neste capítulo será contextualizado o mercado de telefonia móvel no Brasil, com a descrição dos principais concorrentes e a participação de mercado de cada um deles, a apresentação

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO FIXO ILIMITADO COMPLETO

REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO FIXO ILIMITADO COMPLETO REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO FIXO ILIMITADO COMPLETO Válido para os Estados de RS, ES,MG, GO, PR, SC, BA, PE, CE, RN, PI, AP, MA, PA, DF, MS, RR e AM, AC, MT, RJ, RO e TO Antes de participar da Promoção,

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money São Paulo

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Expo Money São Paulo Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Expo Money São Paulo Conhecendo a TIM 15 anos de Listagem na Bolsa TIM: Uma Gigante Brasileira Crescimento Receita Bruta (R$ Bi) 27,8 Base de Clientes

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Comércio eletrônico - seções 3.3 Planejamento de marketing e de negócios na internet 3.4: Web e redes sociais plataformas digitais 1 Seção 3.1 PLANEJAMENTO DE MARKETING E DE NEGÓCIOS

Leia mais

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA?

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? Tecnologia 40 Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? DSL Cabo Fibra Móvel Móvel WiFi em movimento Convergência TERMINAL é poder MULTI- se comunicar ÓTIMO MÍDIA independente de local, dispositivo de acesso

Leia mais