Princípios Básicos ENTRE OS CÔJUGES. Princípios Básicos. Princípios Básicos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Princípios Básicos ENTRE OS CÔJUGES. Princípios Básicos. Princípios Básicos"

Transcrição

1 DO REGIME DE BENS ENTRE OS CÔJUGES 1. Irrevogabilidade ATENÇÃO -> A imutabilidade do regime de bens não é, porém, absoluta no novo Código Civil. O art. 1639, 2º., admite a sua alteração. 1. Irrevogabilidade Art. 1639, 2º: (...) É admissível alteração do regime de bens, mediante autorização judicial em pedido motivado de ambos os cônjuges, apurada a procedência das razões invocadas e ressalvados os direitos de terceiros. 2. Variedade de Regimes A lei coloca à disposição dos nubentes não apenas um modelo de regime de bens, mas quatro. 2. Variedade de Regimes a) Comunhão Universal b) Comunhão Parcial c) Separação Convencional ou Legal d) Participação Final nos Aquestos 3. Livre Estipulação É lícito aos nubentes, antes de celebrado o casamento, estipular, quanto aos seus bens, o que lhes aprouver. 1

2 3. Livre Estipulação Poderão os nubentes, no processo de habilitação, optar por qualquer dos regimes que este código regula. Quanto à forma, reduzir-se-á a termo a opção pela comunhão parcial, fazendo-se o pacto antenupcial por escritura pública, nas demais escolhas. 3. Livre Estipulação Não havendo convenção, ou sendo ela nula ou ineficaz, vigorará, quanto aos bens entre os cônjuges, o regime da comunhão parcial. Art Qualquer que seja o regime de bens, tanto o marido quanto a mulher podem livremente: (...) II - administrar os bens próprios; I - alienar ou gravar de ônus real os bens imóveis; II - pleitear, como autor ou réu, acerca desses bens ou direitos; III - prestar fiança ou aval; 2

3 IV - fazer doação, não sendo remuneratória, de bens comuns, ou dos que possam integrar futura meação. Pacto Antenupcial A escolha do regime de bens é feita no Pacto Antenupcial. Se este não foi feito, ou for nulo ou ineficaz, vigorará, quanto aos bens entre os cônjuges, o regime da Comunhão Parcial. Regime Legal ou Supletivo Pacto Antenupcial Contrato Solene e Condicional por meio do qual os nubentes dispõem sobre o regime de bens que vigorará entre ambos, após o casamento. Solene -> Só por escritura pública Condicional -> Só tem eficácia se houver casamento. Art É obrigatório o regime da separação ação de bens no casamento: I - das pessoas que o contraírem com inobservância das causas suspensivas* da celebração do casamento; Ver art do CC. Art É obrigatório o regime da separação ação de bens no casamento: II - da pessoa maior de sessenta anos; Art É obrigatório o regime da separação ação de bens no casamento: III - de todos os que dependerem, para casar, de suprimento judicial. 3

4 Por estar previsto em lei, não há necessidade de ser feito um Pacto Antenupcial É o que prevalece, se os consortes não fizerem em pacto antenupcial, ou o fizerem em mas for nulo ou ineficaz. Caracteriza-se por estabelecer a separação quanto ao passado bens que cada cônjuge possuía antes do casamento e comunhão quanto ao futuro. -> Bens do Marido -> Bens da Mulher -> Bens Comuns ATENÇÃO -> Os bens incomunicáveis, próprios ou particulares de cada cônjuge, não são, porém, somente os que cada um possuía por ocasião do casamento, mas também os havido posteriormente, a título gratuito (por doação ou sucessão) e os subrogados em seu lugar. I - os bens que cada cônjuge possuir ao casar, e os que lhe sobrevierem, na constância do casamento, por doação ou sucessão, e os sub-rogados em seu lugar; II - os bens adquiridos com valores exclusivamente pertencentes a um dos cônjuges em sub-rogação dos bens particulares;. 4

5 III - as obrigações anteriores ao casamento; IV - as obrigações provenientes de atos ilícitos, salvo reversão em proveito do casal; V - os bens de uso pessoal, os livros e instrumentos de profissão; VI - os proventos do trabalho pessoal de cada cônjuge; VII - as pensões, meios-soldos, montepios e outras rendas semelhantes Meio-soldo é a metade do soldo que, em regra, é pago pelo Estado a militares reformados. 5

6 Montepio é a pensão que o Estado paga aos herdeiros de funcionário falecido É o regime em que se comunicam todos os bens, atuais ais e futuros, dos cônjuges, ainda que adquiridos em nome de um só deles, bem como as dívidas posteriores ao casamento, salvo os expressamente excluídos pela lei ou pela vontade das partes, expressa no pacto antenupcial. I - os bens doados ou herdados com a cláusula de incomunicabilidade e os subrogados em seu lugar; II - os bens gravados de fideicomisso e o direito do herdeiro fideicomissário, antes de realizada a condição suspensiva; FIDEICOMISSO é uma estipulação de última vontade (testamentária), em virtude da qual o testador, constituído uma pessoa como herdeiro ou legatário, impõe-lhe a obrigação de, por sua morte ou sob certa condição, transmitir a outra pessoa, por ele indicada, a herança ou legado. III - as dívidas anteriores ao casamento, salvo se provierem de despesas com seus aprestos, ou reverterem em proveito comum; 6

7 IV - as doações antenupciais feitas por um dos cônjuges ao outro com a cláusula de incomunicabilidade; V - Os bens referidos nos incisos V a VII do art Regime da Participação Final nos Aquestos Regime Misto: - Durante o casamento -> Separação Total - Após a dissolução -> Comunhão Parcial Regime da Separação Convencional (Absoluta) Neste regime, cada cônjuge conserva a plena propriedade, a integral administração e a fruição de seus próprios bens,podendo aliená-los e gravá-los com ônus real livremente. Regime da Separação Convencional (Absoluta) Ambos os cônjuges são obrigados a contribuir para as despesas do casal na proporção dos rendimentos de seu trabalho e de seus bens, salvo estipulação em contrário no pacto antenupcial. 7

Direito Civil. Do Regime de Bens. Professora Alessandra Vieira.

Direito Civil. Do Regime de Bens. Professora Alessandra Vieira. Direito Civil Do Regime de Bens Professora Alessandra Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Civil CÓDIGO CIVIL DE 2002 Do Regime de Bens entre os Cônjuges Art. 1.639. É lícito aos nubentes, antes

Leia mais

O casamento é a união plena entre duas pessoas, na qual ambos têm os MESMOS direitos e deveres.

O casamento é a união plena entre duas pessoas, na qual ambos têm os MESMOS direitos e deveres. Casamento O casamento é a união plena entre duas pessoas, na qual ambos têm os MESMOS direitos e deveres. PRAZO PARA DAR ENTRADA No mínimo 40 (quarenta) dias antes da data prevista para celebração do casamento.

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Regime de bens entre os cônjuges José Carlos Vicente 1. INTRODUÇÃO O regime de bens no casamento faz parte do Título II do livro IV do Código Civil, destinando o direito patrimonial

Leia mais

REGIME DE BENS. 1 Conceito: 2 Princípios aplicados aos regimes de bens: 31/08/2014. Conjutno de regras patrimoniais. Normas de cogentes

REGIME DE BENS. 1 Conceito: 2 Princípios aplicados aos regimes de bens: 31/08/2014. Conjutno de regras patrimoniais. Normas de cogentes REGIME DE BENS Prof.a Dra Cíntia Rosa Pereira de Lima 1 Conceito: Conjutno de regras patrimoniais Normas de cogentes X Normas dispositivas 2 Princípios aplicados aos regimes de bens: 2.1 Princípio da autonomia

Leia mais

PROF. DRA. ISABELLA PARANAGUÁ

PROF. DRA. ISABELLA PARANAGUÁ PROF. DRA. ISABELLA PARANAGUÁ EMAIL: isabellaparanagua@uni9.pro.br MARIA HELENA DINIZ: O CONJUNTO DE NORMAS APLICÁVEIS ÀS RELAÇÕES E INTERESSES ECONÔMICOS RESULTANTES DO CASAMENTO, ENVOLVENDO QUESTÕES

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Do Regime de Bens entre os Cônjuges e na União Estável *Alessandra Elias Conversando com pessoas leigas ao direito, em relação aos meus artigos, muitas delas sugeriram como tema,

Leia mais

Regime de comunhão universal, cláusula de incomunicabilidade, fideicomisso

Regime de comunhão universal, cláusula de incomunicabilidade, fideicomisso Curso de Direito - Parte Especial - Livro IV - Do Direito de Família - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André 1 / 5 DO REGIME DE COMUNHÃO UNIVERSAL P A R T E E S P E C I A L LIVRO IV DO DIREITO DE

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 4.121, DE 27 DE AGOSTO DE 1962. Dispõe sôbre a situação jurídica da mulher casada. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que

Leia mais

REGIME DE BENS NO NOVO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO

REGIME DE BENS NO NOVO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO 1 REGIME DE BENS NO NOVO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO Cleiton Graciano dos Santos 1 RESUMO: Este artigo trata sobre o Regime de Bens no novo Código Civil brasileiro, apresentando os principais aspectos do assunto,

Leia mais

Planejamento Patrimonial. Questionamento para mulheres de executivos

Planejamento Patrimonial. Questionamento para mulheres de executivos Planejamento Patrimonial Questionamento para mulheres de executivos Bueno, Mesquita e Advogados O Bueno, Mesquita e Advogados é um escritório de advocacia empresarial com foco em empresas familiares e

Leia mais

Regime de bens no casamento. 14/dez/2010

Regime de bens no casamento. 14/dez/2010 1 Registro Civil Registro de Pessoas Jurídicas Registro de Títulos e Documentos Regime de bens no casamento 14/dez/2010 Noções gerais, administração e disponibilidade de bens, pacto antenupcial, regime

Leia mais

RESUMO DE DIREITO CIVIL

RESUMO DE DIREITO CIVIL RESUMO DE DIREITO CIVIL Descrição: Direito Civil 7 Período de Direito Direito de família Por Bianca Lilian da Silva Resumo de Direito Civil Oi pessoal! Segue abaixo um resuminho bem simples da matéria,

Leia mais

9/26/17. Contratos. ! Conceito: Contrato. Fontes obrigacionais no direito civil brasileiro. - Direito obrigacional

9/26/17. Contratos. ! Conceito: Contrato. Fontes obrigacionais no direito civil brasileiro. - Direito obrigacional Fontes obrigacionais no direito civil brasileiro! Lei! *! Atos ilícitos e o abuso de direito! Atos unilaterais! Títulos de crédito! Conceito: Contrato - Direito obrigacional - Relação jurídica transitória:

Leia mais

CASAMENTO. Vitor F. Kümpel PALESTRA CASAMENTO

CASAMENTO. Vitor F. Kümpel PALESTRA CASAMENTO PALESTRA CASAMENTO 1 1. VISÃO CONSTITUCIONAL - A Constituição Federal de 1988 inovou ao estabelecer novas formas constitutivas de família, além do casamento; - A família só era constituída pelo casamento;

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA E PROCURADORIAS NOTURNO Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO. SUMÁRIO (continuação)

DEFENSORIA PÚBLICA E PROCURADORIAS NOTURNO Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO. SUMÁRIO (continuação) Direito Civil Professor Murilo Sechieri Data: 02/10/2012 Aula 07 RESUMO SUMÁRIO (continuação) I. DIREITO DE FAMÍLIA 5. FILIAÇÃO 5.2. Tipos de reconhecimento 5.3. Ação investigatória de paternidade 5.3.1.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Nelson Sussumu Shikicima Aula 07/08/2017 Regime de bens. Regime de bens. Pactos antenupciais: contrato realizado antes do casamento,

Leia mais

Curso de Direito - Parte Especial - Livro IV - Do Direito de Família - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André 1 / 5 DO PACTO ANTENUPCIAL

Curso de Direito - Parte Especial - Livro IV - Do Direito de Família - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André 1 / 5 DO PACTO ANTENUPCIAL Curso de Direito - Parte Especial - Livro IV - Do Direito de Família - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André 1 / 5 DO PACTO ANTENUPCIAL P A R T E E S P E C I A L LIVRO IV DO DIREITO DE FAMÍLIA TÍTULO

Leia mais

Instituições de Direito Público e Privado. Parte VII Casamento

Instituições de Direito Público e Privado. Parte VII Casamento Instituições de Direito Público e Privado Parte VII Casamento 1. Casamento Conceito Casamento é Instituição Antiquíssima, Já Registrado no Antigo Egito e Babilônia Casamento é o vínculo jurídico entre

Leia mais

PACTO ANTENUPCIAL REGIMES DE BENS

PACTO ANTENUPCIAL REGIMES DE BENS PACTO ANTENUPCIAL O Código Civil dita, em seu art. 1.639, que é lícito aos nubentes, antes de celebrado o casamento, estipular, quanto aos seus bens, o que lhes aprouver. Por oportuno, anote-se que segundo

Leia mais

A evolucao historica da uniao estavel e do casamento com reflexo na sucessao

A evolucao historica da uniao estavel e do casamento com reflexo na sucessao ISSN 1127-8579 Pubblicato dal 20/07/2016 All'indirizzo http://www.diritto.it/docs/38482-a-evolucao-historica-da-uniao-estavel-e-docasamento-com-reflexo-na-sucessao Autore: Lorrayne Cristhine Carrijo A

Leia mais

DIREITO CIVIL REGIME DE BENS

DIREITO CIVIL REGIME DE BENS DIREITO CIVIL REGIME DE BENS 1 1. Princípios a) P. da autonomia da vontade (1.639); b) P. da garantia da ordem pública (1.640); c) P. da definitividade do regime (1.639); d) P. da vedação ao enriquecimento.

Leia mais

EXERCÍCIO DIREITO DE FAMÍLIA

EXERCÍCIO DIREITO DE FAMÍLIA EXERCÍCIO DIREITO DE FAMÍLIA 1. São impedidos de casar a) os parentes colaterais até o quarto grau. b) os afins em linha reta e em linha colateral. c) o adotante com quem foi cônjuge do adotado e o adotado

Leia mais

SEPARAÇÃO E SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL. Aspectos Relevantes

SEPARAÇÃO E SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL. Aspectos Relevantes SEPARAÇÃO E SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL Aspectos Relevantes 1 2 Introdução O presente trabalho não tem o intuito de exaurir o tema, haja vista sua extensão e as particularidades de cada caso,

Leia mais

Modalidades do Regime de Bens

Modalidades do Regime de Bens BuscaLegis.ccj.ufsc.br Modalidades do Regime de Bens Raul Lennon Matos Nogueira Escritor, poeta, cronista, contista e cordelista, além de lecionar em Informática cursando o 6º semestre de Direito pela

Leia mais

REGIME DE BENS. Resumo. 1 Regime de Bens. Jus Societas ISSN Nizangela Hetkowski 1 Jenaldo Alves de Araújo 2

REGIME DE BENS. Resumo. 1 Regime de Bens. Jus Societas ISSN Nizangela Hetkowski 1 Jenaldo Alves de Araújo 2 REGIME DE BENS Nizangela Hetkowski 1 Jenaldo Alves de Araújo 2 Resumo Regime de bens é um conjunto de regras aplicáveis à sociedade conjugal que tem como objetivo regularizar o patrimônio dos cônjuges.

Leia mais

1. ALIMENTOS. Arts a CC, Lei de Alimentos (5.478/68), CPC 852 ss. OAB 2ª FASE Professor Ms. Conrado Paulino da Rosa

1. ALIMENTOS. Arts a CC, Lei de Alimentos (5.478/68), CPC 852 ss. OAB 2ª FASE Professor Ms. Conrado Paulino da Rosa 1. ALIMENTOS Arts. 1.694 a 1.710 CC, Lei de Alimentos (5.478/68), CPC 852 ss. 1.1 Conceito O dever de prestar alimentos é obrigação imposta àqueles a quem a lei determina que prestem o necessário para

Leia mais

A VIABILIDADE JURÍDICADA ALTERAÇÃO EXTRAJUDICIAL DO REGIME DE BENS

A VIABILIDADE JURÍDICADA ALTERAÇÃO EXTRAJUDICIAL DO REGIME DE BENS 1 A VIABILIDADE JURÍDICADA ALTERAÇÃO EXTRAJUDICIAL DO REGIME DE BENS Nalu Caetano Da Silva.1. Altair Gomes Caixeta.2. RESUMO A alteração do regime de bens, na constância do casamento, por via judicial,

Leia mais

DIREITO DE FAMILIA. Casamento, regime de bens, dissolução. Relações de parentesco. Multiparentalidade.

DIREITO DE FAMILIA. Casamento, regime de bens, dissolução. Relações de parentesco. Multiparentalidade. DIREITO DE FAMILIA Casamento, regime de bens, dissolução. Relações de parentesco. Multiparentalidade. NATUREZA JURIDICA DO CASAMENTO 1C- DOUTRINA INDIVIDUALISTA 2C- CORRENTE INSTITUCIONAL 3C- CORRENTE

Leia mais

I-Análise crítica e breves considerações

I-Análise crítica e breves considerações REFLEXÕES ACERCA DO REGIME DE SEPARAÇÃO DE BENS Luiz Felipe Cordeiro Cozzi Sumário: I-Análise crítica e breves considerações - II- As peculiaridades do regime - III- Considerações finais I-Análise crítica

Leia mais

Sucessão que segue as regras da lei quando: DIREITO DAS SUCESSÕES

Sucessão que segue as regras da lei quando: DIREITO DAS SUCESSÕES DIREITO DAS SUCESSÕES I. SUCESSÃO EM GERAL II. SUCESSÃO LEGÍTIMA III. SUCESSÃO TESTAMENTÁRIA IV. INVENTÁRIO E PARTILHA SUCESSÃO LEGÍTIMA 1. Conceito 2. Parentesco 3. Sucessão por direito próprio e por

Leia mais

Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período

Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período Professora: Vera Linda Lemos Disciplina: Direito das Sucessões 7º Período Toda a sucessão legítima observará uma ordem de vocação hereditária que, no Código Civil, está prevista no artigo 1.829. Art. 1.829.

Leia mais

Como citar este material:

Como citar este material: Como citar este material: MARTINS, Alan. Direito e Legislação: Direito de Família e das Sucessões. Caderno de Atividades. Valinhos: Anhanguera Educacional, 2015. Olá! Após vigorar por mais de oitenta anos

Leia mais

REGIMES MATRIMONIAIS DE BENS NO DIREITO BRASILEIRO: VISÃO LEGAL E DOUTRINÁRIA

REGIMES MATRIMONIAIS DE BENS NO DIREITO BRASILEIRO: VISÃO LEGAL E DOUTRINÁRIA UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, POLÍTICAS E SOCIAIS - CEJURPS CURSO DE DIREITO REGIMES MATRIMONIAIS DE BENS NO DIREITO BRASILEIRO: VISÃO LEGAL E DOUTRINÁRIA MILENA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE DIREITO A POSSIBILIDADE DE ENRIQUECIMENTO PATRIMONIAL DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NA PERSPECTIVA DO CÓDIGO CIVIL DE 2002.

DEPARTAMENTO DE DIREITO A POSSIBILIDADE DE ENRIQUECIMENTO PATRIMONIAL DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NA PERSPECTIVA DO CÓDIGO CIVIL DE 2002. PUC DEPARTAMENTO DE DIREITO A POSSIBILIDADE DE ENRIQUECIMENTO PATRIMONIAL DO CÔNJUGE E DO COMPANHEIRO NA PERSPECTIVA DO CÓDIGO CIVIL DE 2002 por ANA CAROLINA VELMOVITSKY Orientador: LUCIANO VIANNA ARAÚJO

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: /14/2ª Rito: Sumário PTA/AI:

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: /14/2ª Rito: Sumário PTA/AI: Acórdão: 20.523/14/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 15.000018960-81 Impugnação: Impugnante: Origem: EMENTA 40.010135928-15, 40.010135929-98 (Coob.) Aparecida Maria Barcelos Salgado CPF: 326.176.076-15 Vinicius

Leia mais

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :28 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :05

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :28 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :05 INFORMAÇÕES PARA HABILITAÇÃO DE CASAMENTO SOLTEIRO 1. DOCUMENTOS: 1.1. Certidão de Nascimento, original e cópia simples, essas não poderão conter rasuras nem emendas; 1.2. Cópia simples da identidade e

Leia mais

Direito Civil. Do Regime de Bens. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Do Regime de Bens. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Do Regime de Bens Prof. Marcio Pereira Regime de Bens É o estatuto patrimonial que vigora entre os cônjuges durante o casamento. São aplicáveis os seguintes princípios: Princípio da variedade

Leia mais

A SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL

A SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL A SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL Prof. Dr. Francisco José Cahali CASAMENTO: Convocação p/a Concorrência CC, art. 1829, I: CÔNJUGE HERDA concorrendo CÔNJUGE NÃO HERDA Comunhão parcial com bens

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos

DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos Direito Matrimonial o Conceito: o Natureza jurídica do casamento: o Finalidades do casamento: o Princípios do casamento: o Esponsais

Leia mais

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :29 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :11

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :29 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :11 INFORMAÇÕES PARA HABILITAÇÃO DE CASAMENTO DIVORCIADO 1. DOCUMENTOS: 1.1. Certidão de Casamento com averbação de divórcio, original e cópia simples; 1.2. Cópia simples da petição inicial, sentença e certidão

Leia mais

DIREITOS PATRIMONIAIS: CASO DE MORTE X CASO DE DIVÓRCIO

DIREITOS PATRIMONIAIS: CASO DE MORTE X CASO DE DIVÓRCIO DIREITOS PATRIMONIAIS: CASO DE MORTE X CASO DE DIVÓRCIO (O Estado de S.Paulo 21/12/2016) Regina Beatriz Tavares da Silva Neste artigo explicarei como o patrimônio é partilhado em caso de divórcio e em

Leia mais

Legislação: Art , do Código Civil; Lei nº 6.515/77; entre outras.

Legislação: Art , do Código Civil; Lei nº 6.515/77; entre outras. Dados Básicos Fonte: 9000001-75.2012.8.26.0464 Tipo: Acórdão CSM/SP Data de Julgamento: 18/04/2013 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:24/05/2013 Estado: São Paulo Cidade: Pompéia

Leia mais

A SUCESSÃO DO CÔNJUGE CASADO EM SEPARAÇÃO CONVENCIONAL DE BENS

A SUCESSÃO DO CÔNJUGE CASADO EM SEPARAÇÃO CONVENCIONAL DE BENS 1 A SUCESSÃO DO CÔNJUGE CASADO EM SEPARAÇÃO CONVENCIONAL DE BENS SIQUEIRA. Thalita Lorrane Alves(UNITRI, thalita_lorrane@yahoo.com.br). OLIVEIRA, Samuel Menezes Resumo: A sucessão é um ramo do Direito

Leia mais

FACULDADE BAIANA DE DIREITO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO A INFLUÊNCIA DO REGIME DE BENS DO CASAMENTO NO MOMENTO DA SUCESSÃO DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE

FACULDADE BAIANA DE DIREITO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO A INFLUÊNCIA DO REGIME DE BENS DO CASAMENTO NO MOMENTO DA SUCESSÃO DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE FACULDADE BAIANA DE DIREITO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO GABRIELA EIRADO PEREIRA A INFLUÊNCIA DO REGIME DE BENS DO CASAMENTO NO MOMENTO DA SUCESSÃO DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE Salvador 2012 GABRIELA EIRADO

Leia mais

Na comunhão parcial, cônjuge só tem direito aos bens adquiridos antes do casamento

Na comunhão parcial, cônjuge só tem direito aos bens adquiridos antes do casamento Curso de Direito - Parte Especial - Livro IV - Do Direito de Família - Prof. Ovídio Mendes - Fundação Santo André 1 / 8 DO REGIME DE COMUNHÃO PARCIAL P A R T E E S P E C I A L LIVRO IV DO DIREITO DE FAMÍLIA

Leia mais

DIREITOS SUCESSÓRIOS NA UNIÃO ESTÁVEL

DIREITOS SUCESSÓRIOS NA UNIÃO ESTÁVEL UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, POLÍTICAS E SOCIAIS - CEJURPS CURSO DE DIREITO DIREITOS SUCESSÓRIOS NA UNIÃO ESTÁVEL MARIANA BUTORI JULIATTO Itajaí/SC, 15 de outubro

Leia mais

Documento assinado digitalmente, conforme MP n /2001, Lei n /2006 e Resolução n. 09/2008, do TJPR/OE. Página 1 de 8

Documento assinado digitalmente, conforme MP n /2001, Lei n /2006 e Resolução n. 09/2008, do TJPR/OE. Página 1 de 8 Certificado digitalmente por: LENICE BODSTEIN APELAÇÃO CÍVEL Nº 1563850-1, DE FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - VARA DE REGISTROS PÚBLICOS E CORREGEDORIA DO FORO EXTRAJUDICIAL

Leia mais

Conteúdo: Deveres Conjugais. Regime de Bens: Mutabilidade, Pacto Antenupcial, Comunhão Parcial, Comunhão Universal.

Conteúdo: Deveres Conjugais. Regime de Bens: Mutabilidade, Pacto Antenupcial, Comunhão Parcial, Comunhão Universal. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Família e Sucessões / Aula 06 Professor: Andreia Amim Conteúdo: Deveres Conjugais. Regime de Bens: Mutabilidade, Pacto Antenupcial, Comunhão Parcial, Comunhão

Leia mais

O casamento não significa simples convivência conjugal, mas uma plena comunhão de vida ou uma união de índole física e espiritual.

O casamento não significa simples convivência conjugal, mas uma plena comunhão de vida ou uma união de índole física e espiritual. DIREITO CIVIL IV 2 BIMESTRE Professora: Débora Vanessa Cáus Brandão Efeitos jurídicos do matrimônio O casamento não significa simples convivência conjugal, mas uma plena comunhão de vida ou uma união de

Leia mais

DO REGIME DE BENS Conceito de regime de bens: Conjunto de regras de ordem privada relacionada com interesses patrimoniais e econômicos resultantes da

DO REGIME DE BENS Conceito de regime de bens: Conjunto de regras de ordem privada relacionada com interesses patrimoniais e econômicos resultantes da DO REGIME DE BENS Conceito de regime de bens: Conjunto de regras de ordem privada relacionada com interesses patrimoniais e econômicos resultantes da entidade familiar. O Divórcio põe fim ao casamento

Leia mais

Aula de Hoje: Filiação Regime de Bens Bem de Família

Aula de Hoje: Filiação Regime de Bens Bem de Família Aula de Hoje: Filiação Regime de Bens Bem de Família 1 Da Filiação. Arts. 1.596 a 1.606, CC. Art. 227, 6º, CF. ECA (Lei nº 8.069/90). 2 FILIAÇÃO Filiação: é o vínculo que liga pais e filhos. É relação

Leia mais

1. DIREITO PATRIMONIAL DISPOSIÇÕES GERAIS.

1. DIREITO PATRIMONIAL DISPOSIÇÕES GERAIS. 1. DIREITO PATRIMONIAL DISPOSIÇÕES GERAIS. O direito patrimonial trata da relação de bens (interesse monetário) no direito de família. Essa é a conseqüência jurídica do casamento em relação ao patrimônio.

Leia mais

DOS REGIMES DE BENS (ARTS. 1.639 A 1.688, CC/02)

DOS REGIMES DE BENS (ARTS. 1.639 A 1.688, CC/02) 1 DOS REGIMES DE BENS (ARTS. 1.639 A 1.688, CC/02) PRINCÍPIOS REGIMES DISCIPLINADOS PELO CC/02 CONTEÚDO PROIBIÇÕES REQUISITOS DE VALIDADE PRAZO DE VALIDADE EXCLUEM-SE DA COMUNHÃO Conjunto de regras que

Leia mais

Direito Civil. Direito das Sucessões. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Direito das Sucessões. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Direito das Sucessões Prof. Marcio Pereira Sucessões (art. 1.784 do CC) É a transmissão de bens, direitos e obrigações de uma pessoa para outra que se dá em razão de sua morte. Aberta a successão,

Leia mais

Direito Civil Prof. Conrado Paulino Rosa

Direito Civil Prof. Conrado Paulino Rosa DIREITO DE REPRESENTAÇÃO 1. Direito de representação: Por direito próprio: o Herdeiros descendentes recebem de forma direta, sucedendo por cabeça ou por direito próprio, sem nenhuma representação entre

Leia mais

Direito Civil. Doação. Professora Tatiana Marcello.

Direito Civil. Doação. Professora Tatiana Marcello. Direito Civil Doação Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Civil LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002. Institui o Código Civil. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que

Leia mais

DIREITO CIVIL E FAMÍLIA. RECURSO ESPECIAL. AÇÃO DE DIVÓRCIO. PARTILHA DOS DIREITOS TRABALHISTAS. REGIME DE COMUNHÃO PARCIAL DE BENS. POSSIBILIDADE.

DIREITO CIVIL E FAMÍLIA. RECURSO ESPECIAL. AÇÃO DE DIVÓRCIO. PARTILHA DOS DIREITOS TRABALHISTAS. REGIME DE COMUNHÃO PARCIAL DE BENS. POSSIBILIDADE. DIREITO CIVIL E FAMÍLIA. RECURSO ESPECIAL. AÇÃO DE DIVÓRCIO. PARTILHA DOS DIREITOS TRABALHISTAS. REGIME DE COMUNHÃO PARCIAL DE BENS. POSSIBILIDADE. Ao cônjuge casado pelo regime de comunhão parcial de

Leia mais

I. SUCESSÃO POR CAUSA DA MORTE E PLANEAMENTO SUCESSÓRIO

I. SUCESSÃO POR CAUSA DA MORTE E PLANEAMENTO SUCESSÓRIO Índice 167 Abreviaturas e siglas 9 Introdução 11 I. SUCESSÃO POR CAUSA DA MORTE E PLANEAMENTO SUCESSÓRIO 17 1. O património e a sua transmissão por causa da morte 18 1.1. O problema sucessório 18 1.2 O

Leia mais

FACULDADE DE PARÁ DE MINAS Curso de Direito. Nara Olímpia Mendes Pereira

FACULDADE DE PARÁ DE MINAS Curso de Direito. Nara Olímpia Mendes Pereira FACULDADE DE PARÁ DE MINAS Curso de Direito Nara Olímpia Mendes Pereira O CÔNJUGE SOBREVIVENTE E O DIREITO SUCESSÓRIO FACE AO ARTIGO 1830 DO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Pará de Minas 2016 Nara Olímpia Mendes

Leia mais

Considerações sobre a administração e o regime de bens entre os cônjuges RÉNAN KFURI LOPES

Considerações sobre a administração e o regime de bens entre os cônjuges RÉNAN KFURI LOPES Considerações sobre a administração e o regime de bens entre os cônjuges RÉNAN KFURI LOPES Sumário: I-O Pacto Antenupcial - II-A Administração dos Bens do Casal - III- Os Regimes de Bens - III.1-Comunhão

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC.

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC. ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC. Flávio Tartuce Doutor em Direito Civil e graduado pela Faculdade de Direito da USP. Mestre em Direito Civil Comparado pela PUC/SP.

Leia mais

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO XXII EXAME DE ORDEM DIREITO DE FAMÍLIA Temas recorrentes FAMÍLIA casamento; regime de bens partilha Alteração SUCESSÕES vocação

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA NAS QUESTÕES EMPRESARIAIS: PARTILHA & SUCESÃO DAS COTAS SOCIAIS

DIREITO DE FAMÍLIA NAS QUESTÕES EMPRESARIAIS: PARTILHA & SUCESÃO DAS COTAS SOCIAIS DIREITO DE FAMÍLIA NAS QUESTÕES EMPRESARIAIS: PARTILHA & SUCESÃO DAS COTAS SOCIAIS Prof. Douglas Phillips Freitas www.douglasfreitas.adv.br DOUGLAS PHILLIPS FREITAS Advogado; Ex-presidente do Instituto

Leia mais

Editais - DPU - Civil. 5. Modalidades contemporâneas de família

Editais - DPU - Civil. 5. Modalidades contemporâneas de família 5. Modalidades contemporâneas de família Código Civil Livro IV Do Direito de Família Título I Do Direito Pessoal Subtítulo I Do Casamento Capítulo I Disposições Gerais Art. 1.511. O casamento estabelece

Leia mais

09/06/2017. O regime de bens entre os cônjuges começa a vigorar desde a data do casamento ( 1º do art. 1639, CC)

09/06/2017. O regime de bens entre os cônjuges começa a vigorar desde a data do casamento ( 1º do art. 1639, CC) Segundo, Flávio Tartuce e José Fernando Simão (2016): Regimes de bens se caracteriza como sendo o conjunto de regras relacionadas com interesses patrimoniais ou econômicos resultantes da entidade familiar,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO DIREITO PATRIMONIAL DA FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DISCIPLINA DO 4 ANO DA LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA PLANO DE CURSO ANO LECTIVO DE 2017/2018 Professor:

Leia mais

GABARITO. PROVÃO 1º semestre/2017 CURSO: DIREITO

GABARITO. PROVÃO 1º semestre/2017 CURSO: DIREITO GABARITO PROVÃO 1º semestre/2017 CURSO: DIREITO 1º PERÍODO 1 E 9 E 17 C 2 A 10 E 18 A 3 D 11 D 19 B 4 C 12 B 20 D 5 B 13 C 21 C 6 C 14 A 22 C 7 A 15 A 23 E 8 C 16 D 24 E 25 - PADRÃO DE RESPOSTA DA QUESTÃO

Leia mais

A MEDIDA CAUTELAR DE SEPARAÇÃO DE CORPOS E SEUS EFEITOS PESSOAIS E PATRIMONIAIS NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL

A MEDIDA CAUTELAR DE SEPARAÇÃO DE CORPOS E SEUS EFEITOS PESSOAIS E PATRIMONIAIS NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ UNIVALI CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, POLÍTICAS E SOCIAIS - CEJURPS CURSO DE DIREITO A MEDIDA CAUTELAR DE SEPARAÇÃO DE CORPOS E SEUS EFEITOS PESSOAIS E PATRIMONIAIS NO CASAMENTO

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Os direitos dos companheiros na união estável. Sandra Ressel * A União estável é um instituto que consiste na união respeitável, a convivência contínua, duradoura e pública, entre

Leia mais

Dados Básicos. Ementa

Dados Básicos. Ementa Dados Básicos Fonte: 1.0024.10.112265-3/001 Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 04/08/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:29/08/2011 Estado: Minas Gerais Cidade: Belo Horizonte

Leia mais

Regime de Bens no Casamento. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Regime de Bens no Casamento. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Regime de Bens no Casamento Regime de Bens no Casamento Regime de bens é o conjunto de determinações legais ou convencionais, obrigatórios e alteráveis, que regem as relações patrimoniais entre o casal,

Leia mais

Noções Introdutórias Abertura da Sucessão. Transmissão da Herança. Aceitação e Renúncia da Herança. Cessão da Herança

Noções Introdutórias Abertura da Sucessão. Transmissão da Herança. Aceitação e Renúncia da Herança. Cessão da Herança Sumário 1. Noções Introdutórias 1.1 Sucessão. Compreensão do Vocábulo. O Direito das Sucessões 1.2 Direito das Sucessões no Direito Romano 1.3 Ideia Central do Direito das Sucessões 1.4 Noção de Herança

Leia mais

Sexta da Família: planejamento sucessório

Sexta da Família: planejamento sucessório Sexta da Família: planejamento sucessório LUIZ KIGNEL Advogado militante; Especialista em Direito Privado pela USP; Membro do IBDFam e do IBGC. Planejamento Sucessório Luiz Kignel kignel@plkc.com.br www.plkc.com.br

Leia mais

DOCUMENTO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITO AUTORAL

DOCUMENTO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITO AUTORAL UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES AVM FACULDADE INTEGRADA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU OUTORGA CONJUGAL PARA A ALIENAÇÃO DE IMÓVEL EXCLUSIVO DE UM DOS CÔNJUGES QUANDO OBRIGATÓRIO O REGIME DE SEPARAÇÃO DE BENS Alessandro

Leia mais

PALESTRA DO DIA CASAMENTO, UNIÃO ESTÁVEL E PENSÃO JUDICIÁRIA ALIMENTÍCIA

PALESTRA DO DIA CASAMENTO, UNIÃO ESTÁVEL E PENSÃO JUDICIÁRIA ALIMENTÍCIA PALESTRA DO DIA 09.03.2006 CASAMENTO, UNIÃO ESTÁVEL E PENSÃO JUDICIÁRIA ALIMENTÍCIA 1º SEMINÁRIO JURÍDICO DA CIA DE POLÍCIA DE GUARDAS DOS PALÁCIOS DA LIBERDADE,MANGABEIRAS COMEMORAÇÃO 35º ANIVERSÁRIO

Leia mais

PONTO 1: Direito de família introdução PONTO 2: Casamento PONTO 3: Regime de bens PONTO 4: Dissolução do casamento. 1. Direito de família introdução:

PONTO 1: Direito de família introdução PONTO 2: Casamento PONTO 3: Regime de bens PONTO 4: Dissolução do casamento. 1. Direito de família introdução: 1 PONTO 1: Direito de família introdução PONTO 2: Casamento PONTO 3: Regime de bens PONTO 4: Dissolução do casamento 1. Direito de família introdução: O direito de família é relacionado com o casamento

Leia mais

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento Sumário 1 Introdução ao Direito de Família 1.1 Compreensão 1.2 Lineamentos Históricos 1.3 Família Moderna. Novos Fenômenos Sociais 1.4 Natureza Jurídica da Família 1.5 Direito de família 1.5.1 Características

Leia mais

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito e legislação Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito das Obrigações Credor Devedor Espécies das Obrigações Obrigação de dar (certa e incerta) Coisa Certa é aquela em que o devedor se

Leia mais

Marcos Puglisi de Assumpção 4. A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO

Marcos Puglisi de Assumpção 4. A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO Marcos Puglisi de Assumpção 4. A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO 2010 A SUCESSÃO NO CASAMENTO, NA UNIÃO ESTÁVEL E NO CONCUBINATO Para se obter um bom entendimento como se processa

Leia mais

CONCURSO DE PROVAS PÚBLICAS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE NOTÁRIO 01/07/2017. «Grelha» de correção da prova de Direito Privado e Direito Registal

CONCURSO DE PROVAS PÚBLICAS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE NOTÁRIO 01/07/2017. «Grelha» de correção da prova de Direito Privado e Direito Registal CONCURSO DE PROVAS PÚBLICAS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE NOTÁRIO 01/07/2017 «Grelha» de correção da prova de Direito Privado e Direito Registal A) Direito Privado I (6 v.) a) (1 valor) A cláusula é válida,

Leia mais

Horário para entrada do processo de habilitação no cartório: das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Horário para entrada do processo de habilitação no cartório: das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira. REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO E COMARCA DE JOINVILLE Rua Blumenau 953, 5º Andar, fone: (47) 3026-3760 REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS, INTERDIÇÕES E TUTELAS, TÍTULOS

Leia mais

[77] O ALCANCE DA FACULDADE DA ALTERAÇÃO DO REGIME MATRIMONIAL DE BENS PREVISTO NO CÓDIGO CIVIL DE 2002:

[77] O ALCANCE DA FACULDADE DA ALTERAÇÃO DO REGIME MATRIMONIAL DE BENS PREVISTO NO CÓDIGO CIVIL DE 2002: [77] O ALCANCE DA FACULDADE DA ALTERAÇÃO DO REGIME MATRIMONIAL DE BENS PREVISTO NO CÓDIGO CIVIL DE 2002: UMA ANÁLISE À LUZ DOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ISONOMIA E DA LIBERDADE Reach college of regime

Leia mais

C O N S U L T A. Rio de Janeiro, setembro de I A questão

C O N S U L T A. Rio de Janeiro, setembro de I A questão C O N S U L T A Rio de Janeiro, setembro de 2011. Ementa: Direito Civil Sucessão - Regime de Bens Comunhão Universal - Indenização Trabalhista Incomunicabilidade Bem reservado Casamento celebrado na vigência

Leia mais

Comentários ao título ii do novo cc - arts a JULIANA GONTIJO Considerações genéricas: O Título II do novo CC passou a tratar do Direito

Comentários ao título ii do novo cc - arts a JULIANA GONTIJO Considerações genéricas: O Título II do novo CC passou a tratar do Direito Comentários ao título ii do novo cc - arts. 1.639 a 1.722 JULIANA GONTIJO Considerações genéricas: O Título II do novo CC passou a tratar do Direito Patrimonial relativamente ao Livro IV que foi destinado

Leia mais

Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara

Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara Introdução: Sumário: Sumário: 1 Invalidade dos negócios jurídicos; 1.1 A teoria da inexistência jurídica. 1.2 Ineficácia e invalidade. 1.3

Leia mais

CONCORRÊNCIA DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE COM OS DESCENDENTES (ARTIGO 1829, INCISO I DO CÓDIGO CIVIL)

CONCORRÊNCIA DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE COM OS DESCENDENTES (ARTIGO 1829, INCISO I DO CÓDIGO CIVIL) CONCORRÊNCIA DO CÔNJUGE SOBREVIVENTE COM OS DESCENDENTES (ARTIGO 1829, INCISO I DO CÓDIGO CIVIL) Edemir de FRANÇA 1 Rômulo Salles LIPKA 2 Waldir aparecido de MORAIS 3 Christina Gouvêa Pereira MENDINA 4

Leia mais

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85 Sumário Nota do Autor à lfi edição, xiii 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 2 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da

Leia mais

Modular Direito de Família Invalidade do Casamento Fernando Viana Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Modular Direito de Família Invalidade do Casamento Fernando Viana Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Modular Direito de Família Invalidade do Casamento Fernando Viana 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Invalidade do Casamento Casamento Nulo Art. 1.548. É nulo

Leia mais

DAS NOÇÕES GERAIS DOS REGIMES MATRIMONIAIS DE BENS GENERAL CONCEPTS OF MATRIMONIAL PROPERTY REGIMES

DAS NOÇÕES GERAIS DOS REGIMES MATRIMONIAIS DE BENS GENERAL CONCEPTS OF MATRIMONIAL PROPERTY REGIMES DAS NOÇÕES GERAIS DOS REGIMES MATRIMONIAIS DE BENS GENERAL CONCEPTS OF MATRIMONIAL PROPERTY REGIMES Mariana Souza Delazari 1 Orientador: Prof.º Teófilo Marcelo de Arêa Leão Júnior 2 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA DAR INÍCIO AO PROCESSO DE HABILITAÇÃO PARA CASAMENTO CIVIL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

INFORMAÇÕES PARA DAR INÍCIO AO PROCESSO DE HABILITAÇÃO PARA CASAMENTO CIVIL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS OFICIAL DE REGISTRO CIVILDAS PESSOAS NATURAIS DO 27º SUBDISTRITO TATUAPÉ Rua Coronel Luiz Americano, 228, Tatuapé São Paulo SP 100 metros da Estação Metrô Tatuapé e-mail: casamento@cartoriotatuape.com.br

Leia mais

INVENTÁRIO E PARTILHA

INVENTÁRIO E PARTILHA INVENTÁRIO E PARTILHA O que é? É o procedimento através do qual são apurados todos os bens, direitos e dívidas da pessoa falecida, a fim de ser partilhado entre os seus herdeiros legítimos e testamentários;

Leia mais

TODAS AS INFORMAÇÕES SÃO EXTREMAMENTE IMPORTANTES!!! CASAMENTO CIVIL (Brasileiros)

TODAS AS INFORMAÇÕES SÃO EXTREMAMENTE IMPORTANTES!!! CASAMENTO CIVIL (Brasileiros) TODAS AS INFORMAÇÕES SÃO EXTREMAMENTE IMPORTANTES!!! CASAMENTO CIVIL (Brasileiros) PREENCHER O FORMULÁRIO - MEMORIAL - DE CASAMENTO (MODELOS NAS FL 4, 5 E 6), ASSINAR E RECONHECER FIRMA DAS ASSINATURAS

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 Disciplina: Direito Civil V Departamento II: Direito Privado Docente Responsável: Daniele Cristina Pavin Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 5º Ano Objetivos:

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES. (Colação Arts /2118 ) SECÇÃO III Colação Artigo 2104.º (Noção)

DIREITO DAS SUCESSÕES. (Colação Arts /2118 ) SECÇÃO III Colação Artigo 2104.º (Noção) DIREITO DAS SUCESSÕES (Colação Arts. 2104 /2118 ) Profa. Dra. Zamira de Assis SECÇÃO III Colação Artigo 2104.º (Noção) 1. Os descendentes que pretendam entrar na sucessão do ascendente devem restituir

Leia mais

CURSO Delegado de Polícia Civil Nº13

CURSO Delegado de Polícia Civil Nº13 CURSO Delegado de Polícia Civil Nº13 DATA 18/08/2016 DISCIPLINA Direito Civil Família e Sucessões PROFESSORA Reyvani Jabour MONITORA Cleide Tibúrcio AULA 01/05 EMENTA CASAMENTO A Constituição de 1988 trouxe

Leia mais

Horário para entrada do processo de habilitação no cartório: das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Horário para entrada do processo de habilitação no cartório: das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira. REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO E COMARCA DE JOINVILLE Rua Blumenau 953, 5º Andar, fone: (47) 3026-3760 REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS, INTERDIÇÕES E TUTELAS, TÍTULOS

Leia mais

2. (TJSP 2013) Com relação ao regime de bens do casamento, é correto afirmar que:

2. (TJSP 2013) Com relação ao regime de bens do casamento, é correto afirmar que: DIREITO CIVIL V - CCJ0111 Título SEMANA 16 Descrição O aluno deverá trazer todas as questões respondidas e, quando possível, indicar o artigo que fundamenta a sua resposta. As alternativas consideradas

Leia mais

A mulher casada antes e depois do 25 de Abril:

A mulher casada antes e depois do 25 de Abril: A mulher casada antes e depois do 25 de Abril: A evolução da sua situação jurídica em Alexandra Teixeira de Sousa Maio de 2011. A mulher casada antes e depois do 25 de Abril: evolução da situação jurídica

Leia mais

Causas suspensivas. 1 Causas Suspensivas: CASAMENTO PARTE III: CAUSAS SUSPENSIVAS. INEXISTÊNCIA, INVALIDADE E INEFICÁCIA. EFEITOS DO CASAMENTO.

Causas suspensivas. 1 Causas Suspensivas: CASAMENTO PARTE III: CAUSAS SUSPENSIVAS. INEXISTÊNCIA, INVALIDADE E INEFICÁCIA. EFEITOS DO CASAMENTO. CASAMENTO PARTE III: CAUSAS SUSPENSIVAS. INEXISTÊNCIA, INVALIDADE E INEFICÁCIA. EFEITOS DO CASAMENTO. Prof.a Dra Cíntia Rosa Pereira de Lima Não geram a nulidade ou anulabilidade do casamento; Norma inibitória:

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ MARCIO JOSÉ DA COSTA A SEPARAÇÃO OBRIGATÓRIA DE BENS NO CASAMENTO DE PESSOA MAIOR DE SETENTA ANOS

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ MARCIO JOSÉ DA COSTA A SEPARAÇÃO OBRIGATÓRIA DE BENS NO CASAMENTO DE PESSOA MAIOR DE SETENTA ANOS UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ MARCIO JOSÉ DA COSTA A SEPARAÇÃO OBRIGATÓRIA DE BENS NO CASAMENTO DE PESSOA MAIOR DE SETENTA ANOS CURITIBA 2015 A SEPARAÇÃO OBRIGATÓRIA DE BENS NO CASAMENTO DE PESSOA MAIOR

Leia mais