9/26/17. Contratos. ! Conceito: Contrato. Fontes obrigacionais no direito civil brasileiro. - Direito obrigacional

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "9/26/17. Contratos. ! Conceito: Contrato. Fontes obrigacionais no direito civil brasileiro. - Direito obrigacional"

Transcrição

1 Fontes obrigacionais no direito civil brasileiro! Lei! *! Atos ilícitos e o abuso de direito! Atos unilaterais! Títulos de crédito! Conceito: Contrato - Direito obrigacional - Relação jurídica transitória: vínculo - Sujeito ativo (credor) e sujeito passivo (devedor) - Sujeitos de direito: pessoa física e pessoa jurídica - Objeto: prestação positiva ou negativa. - Se houver descumprimento: credor pode se satisfazer do patrimônio do devedor 1

2 ! Conceito: Contrato - Declaração de vontade destinada a produzir efeitos jurídicos - Acordo de vontades - Bilateral ou plurilateral - Fim: criar, regular, modificar ou extinguir vínculo jurídico patrimonial! Objetivo primordial: produzir efeitos jurídicos, a partir da manifestação de vontade das partes! Correta formalização do contrato! Observância dos requisitos de validade do contrato " Proteção: Poder Judiciário! Requisitos de validade art. 104 CC - Capacidade do agente [aula: Prof. Mafei] [vontade ou consentimento livre] - Objeto lícito, possível, determinado ou determinável - Forma prescrita ou não defesa em lei (regra geral: art. 107 CC, liberdade das formas) 2

3 ! Quem participa dos contratos - Partes: credor (direito) e devedor (obrigado principal obrigação) - Intervenientes: anuente ou garantidor - Testemunha instrumentária: subscreve o documento; meio de prova! Partes! Assumem obrigações apenas para si e instituem direitos em benefício da outra parte ou de terceiros! Centros de interesse do contrato " bilaterais: dois centros de interesse, ainda que com várias pessoas em cada um deles " plurilaterais: mais do que dois centros de interesse! A parte, para celebrar um contrato, tem que ter capacidade para exercer direitos, ou ser devidamente representada! Partes! Sucessores nos contratos: " Causa mortis: os herdeiros sucedem o falecido em seus direitos e obrigações, sendo que em relação às obrigações somente nos limites da herança; " Ato inter vivos: uma pessoa pode assumir a posição de outra em um contrato por meio de um acordo de vontade. " Credor: necessidade de notificação à parte contrária " Devedor: necessidade de consentimento expresso da parte contrária 3

4 ! Interveniente! Anuente: terceiro que comparece no contrato para declarar sua ciência em relação a ele. " Ex.: outorga do cônjuge (fiança)! Garantidor: responde pelo cumprimento da obrigação de uma das partes " Fiador! Forma dos negócios jurídicos! Regra geral: instrumento particular! Regra específica: instrumento público, quando assim for exigido por lei " Ex.: alienação ou oneração de bens imóveis " Atos formais que não observem a forma prescrita em lei são nulos! Objeto do contrato! Direito privado: princípio da autonomia da vontade " Pode-se fazer algo, desde que não esteja proibido em lei! Alguns subsistemas - direito bancário: limitação do princípio da autonomia da vontade " Necessidade de se observar as normas do BCB. Ex: contrato de câmbio. 4

5 ! Testemunhas! Não contraem obrigações ou instituem direitos! São apenas meio de prova dos contratos " Instrumento particular assinado por duas testemunhas: título executivo extrajudicial (art. 784, III, CPC/2015) Espécies de! Contrato de compra e venda! Obrigação: promessa de transferir propriedade " Bem móvel: tradição " Bem imóvel " Contrato preliminar: compromisso de compra e venda " Contrato de gaveta vs. Registro em Cartório efeitos Espécies de! Sociedade! Comunhão de interesses dos sócios, fim econômico comum " Sociedade limitada (Ltda.)! Contrato social " Aula Prof. Mafei 5

6 Espécies de! Fiança! Aula dia 10/10 Material Extra! Regime de comunhão parcial (artigos 1658 a 1666 CC) Patrimônio comum: bens adquiridos durante o casamento (ainda que em nome de apenas um dos cônjuges). - Administração do patrimônio comum: qualquer um dos cônjuges - Alienação de bens imóveis, fiança e aval: autorização do outro Patrimônio particular dos cônjuges: bens adquiridos antes do casamento, doação ou sucessão; obrigações anteriores 6

7 ! Regime de comunhão universal (artigos 1667 a 1671 CC) Patrimônio comum: todos os bens do casal, presentes e futuros, assim como as dívidas - Administração do patrimônio comum: qualquer um dos cônjuges - Alienação de bens imóveis, fiança e aval: autorização do outro! Regime de participação final dos aqüestos (artigos 1672 a 1686 CC) - Não há patrimônio comum até a dissolução da sociedade: apuração dos bens adquiridos a título oneroso e partilha meio a meio - Administração dos bens é exclusiva de cada cônjuge e a alienação é livre, se se tratar de bens móveis! Regime de separação de bens (artigos 1687 a 1688 CC) - Não há patrimônio comum - Livre administração dos bens móveis e imóveis (alienar e gravar de ônus real) 7

8 - Atos que necessitam da outorga do outro cônjuge - Atos de prática livre qualquer que seja o regime de bens! Atos que necessitam da outorga do outro cônjuge (exceto no regime de separação total de bens): (artigo 1647 CC) (i) alienar ou gravar de ônus real os bens imóveis; (ii) pleitear, como autor ou réu, acerca desses bens e direitos; (iii) prestar fiança ou aval; (iv) fazer doação, não sendo remuneratória de bens comuns, ou dos que possam integrar futura meação! Atos de prática livre, qualquer que seja o regime de bens: (artigo 1642 CC) (i) atos relativos à profissão; (ii) administração de bens próprios; (iii) reivindicar imóveis alienados ou gravados sem seu consentimento ou suprimento judicial; (iv) rescisão de contrato de fiança e doação e invalidação de aval, sem consentimento; (v) reivindicar os bens comuns, doados ou transferidos pelo outro cônjuge ao concubino, se o casal estiver separado de fato por mais de cinco anos; (vi) - praticar todos os atos que não lhes forem vedados expressamente. 8

Princípios Básicos ENTRE OS CÔJUGES. Princípios Básicos. Princípios Básicos

Princípios Básicos ENTRE OS CÔJUGES. Princípios Básicos. Princípios Básicos DO REGIME DE BENS ENTRE OS CÔJUGES 1. Irrevogabilidade ATENÇÃO -> A imutabilidade do regime de bens não é, porém, absoluta no novo Código Civil. O art. 1639, 2º., admite a sua alteração. 1. Irrevogabilidade

Leia mais

CASAMENTO. Vitor F. Kümpel PALESTRA CASAMENTO

CASAMENTO. Vitor F. Kümpel PALESTRA CASAMENTO PALESTRA CASAMENTO 1 1. VISÃO CONSTITUCIONAL - A Constituição Federal de 1988 inovou ao estabelecer novas formas constitutivas de família, além do casamento; - A família só era constituída pelo casamento;

Leia mais

Direito Civil. Do Regime de Bens. Professora Alessandra Vieira.

Direito Civil. Do Regime de Bens. Professora Alessandra Vieira. Direito Civil Do Regime de Bens Professora Alessandra Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Civil CÓDIGO CIVIL DE 2002 Do Regime de Bens entre os Cônjuges Art. 1.639. É lícito aos nubentes, antes

Leia mais

SEPARAÇÃO E SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL. Aspectos Relevantes

SEPARAÇÃO E SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL. Aspectos Relevantes SEPARAÇÃO E SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL Aspectos Relevantes 1 2 Introdução O presente trabalho não tem o intuito de exaurir o tema, haja vista sua extensão e as particularidades de cada caso,

Leia mais

Obrigações e contratos

Obrigações e contratos Obrigações e contratos Prof. Rafael Mafei Deveres e obrigações O O Direito subjetivo deveres de terceiros Obrigações: deveres de natureza patrimonial O Dois sujeitos: credor e devedor O Objeto: prestação

Leia mais

Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara

Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara Aula 13 Da invalidade dos negócios jurídicos. Por Marcelo Câmara Introdução: Sumário: Sumário: 1 Invalidade dos negócios jurídicos; 1.1 A teoria da inexistência jurídica. 1.2 Ineficácia e invalidade. 1.3

Leia mais

Quando um contrato é necessário?

Quando um contrato é necessário? Quando um contrato é necessário? Milhares de pessoas realizam acordos diariamente sem se preocuparem com as formalidades e exigências legais. É certo que, para ser válido, nem todo acordo precisa ser formalizado

Leia mais

Institutos de Direito Aula - Garantias

Institutos de Direito Aula - Garantias Institutos de Direito Aula - Garantias CAMILA VILLARD DURAN CAMILADURAN@USP.BR Garantias! Conceito e classificação! Garantias reais e pessoais 1% Garantias! Conceito! Direitos e obrigações acessórios (em

Leia mais

DIREITO CIVIL REGIME DE BENS

DIREITO CIVIL REGIME DE BENS DIREITO CIVIL REGIME DE BENS 1 1. Princípios a) P. da autonomia da vontade (1.639); b) P. da garantia da ordem pública (1.640); c) P. da definitividade do regime (1.639); d) P. da vedação ao enriquecimento.

Leia mais

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos

Direito e legislação. Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito e legislação Tópico III Direito das obrigações Contratos Direito das Obrigações Credor Devedor Espécies das Obrigações Obrigação de dar (certa e incerta) Coisa Certa é aquela em que o devedor se

Leia mais

A SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL

A SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL A SUCESSÃO NO CASAMENTO E NA UNIÃO ESTÁVEL Prof. Dr. Francisco José Cahali CASAMENTO: Convocação p/a Concorrência CC, art. 1829, I: CÔNJUGE HERDA concorrendo CÔNJUGE NÃO HERDA Comunhão parcial com bens

Leia mais

Direito Civil Prof. Conrado Paulino Rosa

Direito Civil Prof. Conrado Paulino Rosa DIREITO DE REPRESENTAÇÃO 1. Direito de representação: Por direito próprio: o Herdeiros descendentes recebem de forma direta, sucedendo por cabeça ou por direito próprio, sem nenhuma representação entre

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 4.121, DE 27 DE AGOSTO DE 1962. Dispõe sôbre a situação jurídica da mulher casada. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC.

ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC. ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO. SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO DO NOVO CPC. Flávio Tartuce Doutor em Direito Civil e graduado pela Faculdade de Direito da USP. Mestre em Direito Civil Comparado pela PUC/SP.

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 1 CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA I PARTES: a) Sócia 2, doravante denominada simplesmente PROMITENTE VENDEDOR CEDENTE;

Leia mais

PACTO ANTENUPCIAL REGIMES DE BENS

PACTO ANTENUPCIAL REGIMES DE BENS PACTO ANTENUPCIAL O Código Civil dita, em seu art. 1.639, que é lícito aos nubentes, antes de celebrado o casamento, estipular, quanto aos seus bens, o que lhes aprouver. Por oportuno, anote-se que segundo

Leia mais

DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS

DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS CLASSIFICAÇÃO DOS NEGÓCIOS JURÍDICOS: (a) unilaterais bilaterais e plurilaterais; (b) gratuitos e onerosos neutros e bifrontes; (c) inter vivos e mortis causa ; (d) principais e

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA CONTRATO DE FIANÇA

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA CONTRATO DE FIANÇA CONTRATO DE FIANÇA Disposições gerais: artigos 818 a 826 do CC Efeitos da fiança: artigos 827 a 836 do CC Extinção da fiança: artigos 837 a 839 do CC 1. Conceito Fiança ou caução fidejussória é a promessa

Leia mais

Direito das Obrigações

Direito das Obrigações Direito das Obrigações Kauísa Carneiro ZANFOLIN RESUMO: Trata-se de obrigações das quais acarretam consequências jurídicas, são tratadas pela parte especial do Código Civil. Corresponde a uma relação de

Leia mais

Regime de bens no casamento. 14/dez/2010

Regime de bens no casamento. 14/dez/2010 1 Registro Civil Registro de Pessoas Jurídicas Registro de Títulos e Documentos Regime de bens no casamento 14/dez/2010 Noções gerais, administração e disponibilidade de bens, pacto antenupcial, regime

Leia mais

Gratuito Só poderá ser chamado de gratuito quando uma pessoa entrega para outra e aquele que recebeu não terá ônus. Ex.

Gratuito Só poderá ser chamado de gratuito quando uma pessoa entrega para outra e aquele que recebeu não terá ônus. Ex. O que são negócios jurídicos unilaterais? Quais as modalidades de negócios jurídicos unilaterais? Unilateral - Quando as clausulas contratuais forem estabelecidas por apenas uma das partes. Ex. promessa

Leia mais

I. SUCESSÃO POR CAUSA DA MORTE E PLANEAMENTO SUCESSÓRIO

I. SUCESSÃO POR CAUSA DA MORTE E PLANEAMENTO SUCESSÓRIO Índice 167 Abreviaturas e siglas 9 Introdução 11 I. SUCESSÃO POR CAUSA DA MORTE E PLANEAMENTO SUCESSÓRIO 17 1. O património e a sua transmissão por causa da morte 18 1.1. O problema sucessório 18 1.2 O

Leia mais

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis AULA 5 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 5.1. Desconsideração da personalidade jurídica da empresa Em algumas situações, o patrimônio

Leia mais

Direito Civil. Da Transmissão e Extinção das Obrigações I. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Da Transmissão e Extinção das Obrigações I. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Da Transmissão e Extinção das Obrigações I Prof. Marcio Pereira Da Transmissão das Obrigações A transmissão das obrigações é o género que comporta duas espécies: cessão de crédito e assunção

Leia mais

TRE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREAS ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA FCC 2017 = PROFESSOR: LAURO ESCOBAR =

TRE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREAS ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA FCC 2017 = PROFESSOR: LAURO ESCOBAR = TRE SÃO PAULO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREAS ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA FCC 2017 DAS PROVAS DE DIREITO CIVIL = PROFESSOR: LAURO ESCOBAR = www.pontodosconcursos.com.br 1 ANALISTA JUDICIÁRIO = ÁREA ADMINISTRATIVA

Leia mais

MATERIAL DE APOIO 06. Efeitos do contrato relativamente a terceiros. Estipulação em favor de terceiro (arts )

MATERIAL DE APOIO 06. Efeitos do contrato relativamente a terceiros. Estipulação em favor de terceiro (arts ) 1 MATERIAL DE APOIO 06 RELATIVIDADE E EFEITOS DOS CONTRATOS Principal efeito: criar obrigações, estabelecendo um vínculo jurídico entre as partes contratantes contrato = fonte de obrigações. Como REGRA

Leia mais

Curso Direito Empresarial Administração

Curso Direito Empresarial Administração AULA 4 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 4.1. As sociedades empresárias A pessoa jurídica Sociedade empresária é um agrupamento

Leia mais

Direito Civil. Da Extinção do Contrato. Professora Tatiana Marcello.

Direito Civil. Da Extinção do Contrato. Professora Tatiana Marcello. Direito Civil Da Extinção do Contrato Professora Tatiana Marcello www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX LEI Nº 10.406, DE 10 DE JANEIRO DE 2002 Institui o Código Civil. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais

Certificados de Crédito Cooperativo (CCC)

Certificados de Crédito Cooperativo (CCC) Certificados de Crédito Cooperativo (CCC) Conceito: título de crédito nominativo, transferível e de livre negociação, que representa promessa de pagamento em dinheiro e constitui título executivo extrajudicial.

Leia mais

Noções Introdutórias Abertura da Sucessão. Transmissão da Herança. Aceitação e Renúncia da Herança. Cessão da Herança

Noções Introdutórias Abertura da Sucessão. Transmissão da Herança. Aceitação e Renúncia da Herança. Cessão da Herança Sumário 1. Noções Introdutórias 1.1 Sucessão. Compreensão do Vocábulo. O Direito das Sucessões 1.2 Direito das Sucessões no Direito Romano 1.3 Ideia Central do Direito das Sucessões 1.4 Noção de Herança

Leia mais

19/04/17. 1) Obrigações de fazer:

19/04/17. 1) Obrigações de fazer: 1) Obrigações Classificação: obrigação positiva Conceito: cujo objeto mediato consiste em uma atividade humana lícita, possível e determinada. Distinção entre obrigação de fazer e obrigação de dar (ad

Leia mais

Direito Civil. Dos Contratos II. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Dos Contratos II. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Dos Contratos II Prof. Marcio Pereira Efeitos O contrato como típico instituto de direito pessoal gera efeitos interpartes, em regra, o que é consagração da máxima res interalios (coisa entre

Leia mais

CARTILHA INFORMATIVA SOBRE:

CARTILHA INFORMATIVA SOBRE: CARTILHA INFORMATIVA SOBRE: As consequências patrimoniais dos principais regimes de bens quando da morte de um dos cônjuges. Material produzido por Felipe Pereira Maciel, advogado inscrito na OAB/RJ sob

Leia mais

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO

XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO XXII EXAME DE ORDEM DIREITO CIVIL: FAMÍLIA E SUCESSÕES PROF.ª CARLA CARVALHO XXII EXAME DE ORDEM DIREITO DE FAMÍLIA Temas recorrentes FAMÍLIA casamento; regime de bens partilha Alteração SUCESSÕES vocação

Leia mais

Direito Civil. Direito de Família. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Direito de Família. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Direito de Família Prof. Marcio Pereira Direito de Família O Direito de Família divide-se em quatro espécies: direito pessoal, direito patrimonial, união estável, tutela e curatela. Casamento

Leia mais

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento

Introdução ao Direito de Família Casamento e União Estável Formalidades Preliminares. Habilitação para o Casamento Sumário 1 Introdução ao Direito de Família 1.1 Compreensão 1.2 Lineamentos Históricos 1.3 Família Moderna. Novos Fenômenos Sociais 1.4 Natureza Jurídica da Família 1.5 Direito de família 1.5.1 Características

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos

DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos DIREITO DE FAMÍLIA ROTEIRO DE AULA Profa. Dra. Maitê Damé Teixeira Lemos Direito Matrimonial o Conceito: o Natureza jurídica do casamento: o Finalidades do casamento: o Princípios do casamento: o Esponsais

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Do Regime de Bens entre os Cônjuges e na União Estável *Alessandra Elias Conversando com pessoas leigas ao direito, em relação aos meus artigos, muitas delas sugeriram como tema,

Leia mais

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :29 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :11

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :29 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :11 INFORMAÇÕES PARA HABILITAÇÃO DE CASAMENTO DIVORCIADO 1. DOCUMENTOS: 1.1. Certidão de Casamento com averbação de divórcio, original e cópia simples; 1.2. Cópia simples da petição inicial, sentença e certidão

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES. (9) ACEITAÇÃO e REPÚDIO DA HERANÇA. Profa. Dra. Zamira de Assis. CHAMAMENTO (vocação) ABERTURA ACEITAÇÃO SOBREVIVÊNCIA REPÚDIO

DIREITO DAS SUCESSÕES. (9) ACEITAÇÃO e REPÚDIO DA HERANÇA. Profa. Dra. Zamira de Assis. CHAMAMENTO (vocação) ABERTURA ACEITAÇÃO SOBREVIVÊNCIA REPÚDIO DIREITO DAS SUCESSÕES (9) ACEITAÇÃO e REPÚDIO DA HERANÇA Profa. Dra. Zamira de Assis herança jacente ABERTURA DELAÇÃO DEVOLUÇÃO CHAMAMENTO (vocação) SOBREVIVÊNCIA REPÚDIO ACEITAÇÃO CAPACIDADE REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Direito Civil. Sucessão em Geral. Professora Alessandra Vieira.

Direito Civil. Sucessão em Geral. Professora Alessandra Vieira. Direito Civil Sucessão em Geral Professora Alessandra Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Aula Civil XX DO DIREITO SUCESSÓRIO Considerações Gerais: A abertura da sucessão se dá no exato instante

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Os direitos dos companheiros na união estável. Sandra Ressel * A União estável é um instituto que consiste na união respeitável, a convivência contínua, duradoura e pública, entre

Leia mais

Prof. Anderson Nogueira

Prof. Anderson Nogueira OUTRAS FORMAS DE PAGAMENTO PREVISTAS NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 REGRAS SOBRE ESPÉCIE PREVISÃO OBSERVAÇÕES AS PARTES Unilateral Pagamento em Consignação LEGAL Art. 334, 335 do C.C., e 890 do C.P.C. Depósito

Leia mais

Memorial da Habilitação de Casamento ILMO. SR. REGISTRADOR DO CARTÓRIO DE OFÍCIO ÚNICO DE CASIMIRO DE ABRREU ESTADO DO DO RIO DE JANEIRO

Memorial da Habilitação de Casamento ILMO. SR. REGISTRADOR DO CARTÓRIO DE OFÍCIO ÚNICO DE CASIMIRO DE ABRREU ESTADO DO DO RIO DE JANEIRO Memorial da Habilitação de Casamento ILMO. SR. REGISTRADOR DO CARTÓRIO DE OFÍCIO ÚNICO DE CASIMIRO DE ABRREU ESTADO DO DO RIO DE JANEIRO Dizem e, que, tendo ajustado o seu casamento, apresentam os documentos

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL I. Foed Saliba Smaka Jr. 06/03/2015.

DIREITO EMPRESARIAL I. Foed Saliba Smaka Jr. 06/03/2015. DIREITO EMPRESARIAL I Foed Saliba Smaka Jr. 06/03/2015. Empresário Empresário é a pessoa que toma a iniciativa de organizar uma atividade econômica de produção ou circulação de bens ou serviços. Pode Ser

Leia mais

EXTINCÃO DA OBRIGAÇÃO CREDOR PUTATIVO

EXTINCÃO DA OBRIGAÇÃO CREDOR PUTATIVO EXTINCÃO DA OBRIGAÇÃO CREDOR PUTATIVO Luiz Henrique SILVA DE MATTOS RESUMO: Este presente artigo tratará brevemente sobre a evolução histórica dos direitos e obrigações. Alguns casos de extinção da obrigação

Leia mais

Direito Civil. Dos Contratos I. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Dos Contratos I. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Dos Contratos I Prof. Marcio Pereira Conceito É o acordo de duas ou mais vontades, na conformidade da ordem jurídica, destinado a estabelecer uma regulamentação de interesses entre as partes,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO REALIZA IMÓVEIS

DOCUMENTAÇÃO REALIZA IMÓVEIS DOCUMENTAÇÃO REALIZA IMÓVEIS LOCAÇÃO: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA LOCAÇÃO DE UM IMÓVEL - PESSOA FÍSICA INQUILINO. Cópia dos documentos de Identidade e CPF (Se casado, do marido e esposa). Cópia da Certidão

Leia mais

Prof. MARCELO JESUS PARTE GERAL DOS CONTRATOS CONTRATOS EM ESPÉCIE

Prof. MARCELO JESUS PARTE GERAL DOS CONTRATOS CONTRATOS EM ESPÉCIE Prof. MARCELO JESUS PARTE GERAL DOS CONTRATOS CONTRATOS EM ESPÉCIE PARTE GERAL DOS CONTRATOS CONCEITO: acordo de duas ou mais vontades, na conformidade da ordem jurídica, com o escopo de adquirir, modificar

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 10 DE AGOSTO DE 2016

ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 10 DE AGOSTO DE 2016 EQUATORIAL ENERGIA S/A CNPJ/MF nº 03.220.438/0001-73 NIRE 2130000938-8 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 10 DE AGOSTO DE 2016 1. DATA, LOCAL E HORA: Em 10 de agosto

Leia mais

Recuperação Judicial de Créditos vs Recuperação da Empresa

Recuperação Judicial de Créditos vs Recuperação da Empresa RODOLFO VERMELHO Agente de Execução Cédula n.º 5357 Recuperação Judicial de Créditos vs Recuperação da Empresa A Tramitação da Acção Executiva e a Probabilidade da Recuperação do Crédito 02 de Abril de

Leia mais

Regime de Bens no Casamento. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Regime de Bens no Casamento. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Regime de Bens no Casamento Regime de Bens no Casamento Regime de bens é o conjunto de determinações legais ou convencionais, obrigatórios e alteráveis, que regem as relações patrimoniais entre o casal,

Leia mais

ANEXO II. DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei nº /92 e Decreto nº /2005) ( ) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9, 11 e 12

ANEXO II. DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei nº /92 e Decreto nº /2005) ( ) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9, 11 e 12 DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL DE IMPOSTO DE RENDA DA PESSOA FÍSICA PORTARIA INTERMINISTERIAL MP/CGU Nº 298, DE 6 DE SETEMBRO DE 2007, D.O.U. DE 11 DE SETEMBRO DE 2007 ANEXO II DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES

Leia mais

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85

5 Celebração e Prova do Casamento, Ritos matrimoniais, Cerimônia do casamento, Suspensão da cerimônia, 85 Sumário Nota do Autor à lfi edição, xiii 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 2 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da

Leia mais

Instituições de Direito FEA

Instituições de Direito FEA Instituições de Direito FEA MÓDULO II INTRODUÇÃO AO DIREITO EMPRESARIAL! Pessoa jurídica vs. Pessoa física! Personalidade jurídica! Registro dos atos constitutivos! Empresa e empresário! EIRELI e sociedade

Leia mais

Escrito por Pr Ronaldo Franco Sex, 27 de Abril de :09 - Última atualização Sex, 27 de Abril de :25

Escrito por Pr Ronaldo Franco Sex, 27 de Abril de :09 - Última atualização Sex, 27 de Abril de :25 CONTRATO PARTICULAR DE UNIÃO ESTÁVEL [Nome completo dele], brasileiro, nascido em / /, filho de [Nome completo do pai dele] e de [Nome completo da mãe dele], [profissão], [estado civil - se desquitando

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE MEDICINA BACHARELADO - FAMINAS - MURIAÉ I-2014/2

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE MEDICINA BACHARELADO - FAMINAS - MURIAÉ I-2014/2 TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE MEDICINA BACHARELADO - FAMINAS - MURIAÉ I-2014/2 De um lado: 1. LAEL VARELLA EDUCAÇÃO E CULTURA LTDA., entidade mantenedora

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE MEDICINA BACHARELADO - FAMINAS-BH I-2015/1

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE MEDICINA BACHARELADO - FAMINAS-BH I-2015/1 TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE MEDICINA BACHARELADO - FAMINAS-BH I-2015/1 De um lado: 1. LAEL VARELLA EDUCAÇÃO E CULTURA LTDA., entidade mantenedora da FACULDADE

Leia mais

Evolução do Direito das Obrigações

Evolução do Direito das Obrigações Evolução do Direito das Obrigações Até o apare i e to de Ro a como potência: Não havia entre os grupos tribais entendimento de direitos obrigacionais e individuais. Co o passar do te po, tor ou-se necessária

Leia mais

DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL E DA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL CAPÍTULO I DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL

DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL E DA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL CAPÍTULO I DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL Em virtude do novo Código de Processo Civil (Lei 13.105, de 16.3.15, que entrará em vigor em 17.3.16, passará a vigorar as novas disposições sobre a Competência Internacional, conforme os artigos abaixo

Leia mais

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2016 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2016 1- ATOS DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS VALORES EM R$ ATO VALORES TOTAL BUSCA (POR PERÍODO

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Novo Código Civil - Efeitos da Outorga Uxória no Aval e na Fiança Adelgício de Barros Correia Sobrinho* 1 INTRODUÇÃO O instituto da outorga uxória está presente em nosso ordenamento

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL QUESTÃO 1 - Sobre a disciplina do direito empresarial no Brasil: 1. O adquirente de um estabelecimento comercial jamais responderá pelo

Leia mais

Aula de 16/03/15. a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio).

Aula de 16/03/15. a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio). Aula de 16/03/15 14. DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADE CONTRATUAL - Espécies: a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio). Todas as duas hipóteses podem ocorrer de forma judicial ou extrajudicial.

Leia mais

- NOVOS ASSOCIADOS: COM GRANDE ALEGRIA PASSARAM A SER ASSOCIADOS DO RKL ADVOCACIA O DR. NEWTON APARECIDO ALVES E O DR. LUCAS DE PAIVA SASSAKI

- NOVOS ASSOCIADOS: COM GRANDE ALEGRIA PASSARAM A SER ASSOCIADOS DO RKL ADVOCACIA O DR. NEWTON APARECIDO ALVES E O DR. LUCAS DE PAIVA SASSAKI EDIÇÃO DE 09 A 16 DE SETEMBRO DE 2009 NESTA EDIÇÃO: - NOVOS ASSOCIADOS: COM GRANDE ALEGRIA PASSARAM A SER ASSOCIADOS DO RKL ADVOCACIA O DR. NEWTON APARECIDO ALVES E O DR. LUCAS DE PAIVA SASSAKI - OUTORGA

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n 8.429/1992, Decreto n 5.483/2005 e Portaria Interministerial MP/CGU n 298/2007)

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n 8.429/1992, Decreto n 5.483/2005 e Portaria Interministerial MP/CGU n 298/2007) DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n 8.429/1992, Decreto n 5.483/2005 e Portaria Interministerial MP/CGU n 298/2007) DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES ( ) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9,

Leia mais

É a primeira classe a herdar. Não há limitação de grau para herdar. Regra do grau mais próximo exclui o mais remoto (art. 1833, CC) Filho 1 Filho 2

É a primeira classe a herdar. Não há limitação de grau para herdar. Regra do grau mais próximo exclui o mais remoto (art. 1833, CC) Filho 1 Filho 2 Sucessão dos Descendentes (art. 1833, CC) É a primeira classe a herdar. Não há limitação de grau para herdar. Regra do grau mais próximo exclui o mais remoto (art. 1833, CC) Filho 1 Filho 2 Neto 1 Neto

Leia mais

Conteúdo: Negócio Jurídico: Elementos; Planos; Teoria das Nulidades.

Conteúdo: Negócio Jurídico: Elementos; Planos; Teoria das Nulidades. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Civil (Parte Geral) / Aula 12 Professor: Rafael da Motta Mendonça Conteúdo: Negócio Jurídico: Elementos; Planos; Teoria das Nulidades. 3. NEGÓCIO JURÍDICO: 3.4

Leia mais

Direito Civil. Do Regime de Bens. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Do Regime de Bens. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Do Regime de Bens Prof. Marcio Pereira Regime de Bens É o estatuto patrimonial que vigora entre os cônjuges durante o casamento. São aplicáveis os seguintes princípios: Princípio da variedade

Leia mais

I DIR. PATRIMONIAIS E DIR. NÃO PATRIMONIAIS

I DIR. PATRIMONIAIS E DIR. NÃO PATRIMONIAIS I DIR. PATRIMONIAIS E DIR. NÃO PATRIMONIAIS NÃO PATRIMONIAIS DIREITO CIVI PATRIMONIAIS I DIR. PATRIMONIAIS E DIR. NÃO PATRIMONIAIS NÃO PATRIMONIAIS DIREITO CIVI OBRIGAÇÕES PATRIMONIAIS REAIS O conteúdo

Leia mais

DIREITO CIVIL IV TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS. Foed Saliba Smaka Jr. Aula 29 17/11/2015.

DIREITO CIVIL IV TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS. Foed Saliba Smaka Jr. Aula 29 17/11/2015. DIREITO CIVIL IV TEORIA GERAL DAS OBRIGAÇÕES CONTRATUAIS. Foed Saliba Smaka Jr. Aula 29 17/11/2015. Espécies: Doação Pura: é aquela simples, de plena liberalidade / generosidade, sem nenhuma exigência,

Leia mais

INVENTÁRIO E PARTILHA

INVENTÁRIO E PARTILHA INVENTÁRIO E PARTILHA O que é? É o procedimento através do qual são apurados todos os bens, direitos e dívidas da pessoa falecida, a fim de ser partilhado entre os seus herdeiros legítimos e testamentários;

Leia mais

Documentos do vendedor Pessoa Física. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

Documentos do vendedor Pessoa Física. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Documentos do vendedor Pessoa Física Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

DIREITO DAS SUCESSÕES (7) HERANÇA JACENTE. Artigo 2048.º - (Curador da herança jacente)

DIREITO DAS SUCESSÕES (7) HERANÇA JACENTE. Artigo 2048.º - (Curador da herança jacente) DIREITO DAS SUCESSÕES (7) HERANÇA JACENTE Profa. Dra. Zamira de Assis CAPÍTULO III - Herança jacente Artigo 2046.º - (Noção) Diz-se jacente a herança aberta, mas ainda não aceita nem declarada vaga para

Leia mais

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :28 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :05

Escrito por Administrator Dom, 15 de Novembro de :28 - Última atualização Qua, 04 de Janeiro de :05 INFORMAÇÕES PARA HABILITAÇÃO DE CASAMENTO SOLTEIRO 1. DOCUMENTOS: 1.1. Certidão de Nascimento, original e cópia simples, essas não poderão conter rasuras nem emendas; 1.2. Cópia simples da identidade e

Leia mais

Teoria Geral das Coisas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Teoria Geral das Coisas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Teoria Geral das Coisas Objetivos O objetivo desta aula será apresentar a teoria geral das coisas iniciando-se com um breve relato sobre o Direito das Coisas, seguindo-se para a diferença entre o direito

Leia mais

Direito Civil. Direito das Sucessões. Prof. Marcio Pereira

Direito Civil. Direito das Sucessões. Prof. Marcio Pereira Direito Civil Direito das Sucessões Prof. Marcio Pereira Sucessões (art. 1.784 do CC) É a transmissão de bens, direitos e obrigações de uma pessoa para outra que se dá em razão de sua morte. Aberta a successão,

Leia mais

Tribunais Direito Civil Contratos Nilmar de Aquino Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Tribunais Direito Civil Contratos Nilmar de Aquino Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Direito Civil Contratos Nilmar de Aquino 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1. Definição Contrato é o acordo de duas ou mais vontades que visa à aquisição,

Leia mais

DIREITO CIVIL E DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO CIVIL E DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO CIVIL E DIREITO PROCESSUAL CIVIL PEÇA PROFISSIONAL Mário emitiu um cheque do Banco Popular, da conta-corrente n.º.-, agência, no valor de R$ 0,00, para pagamento de despesas de prestação de serviço,

Leia mais

DECRETO Nº 4.248, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014.

DECRETO Nº 4.248, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014. DECRETO Nº 4.248, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014. Estabelece procedimentos e prazos para a entrega da declaração dos bens e rendas que compõem o patrimônio privado dos agentes públicos municipais, de que trata

Leia mais

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack Direito Empresarial Aula 7 Empresário e estabelecimento empresarial Prof. Dr. Érico Hack PUCPR Evolução - Empresa Teoria subjetiva Corporações de ofício Teoria objetiva atos de comércio lista taxativa

Leia mais

CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN

CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN CONVIVENTE: A PERSPECTIVA DE UM NOVO ESTADO CIVIL E SEUS REFLEXOS PARA O RCPN RODRIGO TOSCANO DE BRITO Doutor e Mestre em Direito Civil pela PUC-SP. Professor de Direito Civil da UFPB e da Escola da Magistratura.

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação 2007/1 ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL CIVIL III Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

Nulidade relativa: apenas as partes podem requerer, pois viola interesses privados.

Nulidade relativa: apenas as partes podem requerer, pois viola interesses privados. Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 11 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva DIFERENÇAS ENTRE NULIDADE ABSOLUTA E NULIDADE RELATIVA

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução I. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Execução I. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Execução I Prof. Luiz Dellore Inadimplemento + título executivo extrajudicial: Processo de execução. PARTE ESPECIAL LIVRO II DO PROCESSO DE EXECUÇÃO Sempre? Art. 785. A existência

Leia mais

REFORMA OU CONSTRUÇÃO

REFORMA OU CONSTRUÇÃO Ficha Cadastral Cópia simples do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal REFORMA OU CONSTRUÇÃO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto

Leia mais

CONTRATO DE MANDATO CONCEITO:

CONTRATO DE MANDATO CONCEITO: CONCEITO: CONTRATO DE MANDATO Art. 653 Opera-se o mandato quando alguém recebe de outrem poderes para, em seu nome, praticar atos ou administrar interesses. A procuração é o instrumento do mandato. Assim,

Leia mais

78 DIREITOS NEGADOS A CASAIS HOMOAFETIVOS *

78 DIREITOS NEGADOS A CASAIS HOMOAFETIVOS * 78 DIREITOS NEGADOS A CASAIS HOMOAFETIVOS * 1. Não podem casar 2. Não têm reconhecida a união estável 3. Não adotam sobrenome do parceiro 4. Não podem somar renda para aprovar financiamentos 5. Não somam

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE SLIM CAPÍTULO I DA NATUREZA, DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE SLIM CAPÍTULO I DA NATUREZA, DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE SLIM CAPÍTULO I DA NATUREZA, DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS 1. O Clube SLIM é pessoa jurídica de direito privado constituída sob a forma de associação sem fins lucrativos ou econômicos,

Leia mais

Inventário e Partilha Extrajudicial

Inventário e Partilha Extrajudicial Universidade Federal de Pernambuco CCJ - Faculdade de Direito do Recife 3º Departamento de Teoria Geral do Direito e Direito Privado Direito Notarial e Registral Inventário e Partilha Extrajudicial 2016

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO AGENTE PÚBLICO CPF: TÍTULO ELEITORAL: DATA DE NASCIMENTO: NÚMERO: COMPLEMENTO: (apto, sala, bloco) BAIRRO/DISTRITO: CEP:

1. IDENTIFICAÇÃO DO AGENTE PÚBLICO CPF: TÍTULO ELEITORAL: DATA DE NASCIMENTO: NÚMERO: COMPLEMENTO: (apto, sala, bloco) BAIRRO/DISTRITO: CEP: DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES (Lei n.º. 8.429/92 e Decreto n.º. 5.483/2005) ( ) Declaração de Ingresso Preencher os itens 1, 2, 8, 9, 11 e 12 ( ) Declaração de desligamento Preencher todos os itens ( )

Leia mais

*Eu comprometo a comprar um carro, no meio do pagamento eu me mudo para Florianópolis. Pelo acréscimo, responde o credor.

*Eu comprometo a comprar um carro, no meio do pagamento eu me mudo para Florianópolis. Pelo acréscimo, responde o credor. Direito das obrigações Aula II 17/08/17 Despesas processuais Quem responde? O devedor. Exceções 1) Pacto contrário contrato 2) Exceção parcial pelo acréscimo responde o credor *Eu comprometo a comprar

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto de Constituição Comprovante de renda

Leia mais

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade;

5. A cessação da menoridade pelo casamento ocorre: a) em qualquer idade; SIMULADO DIREITO CIVIL DOMICÍLIO CIVIL CAPACIDADE DIREITOS DA PERSONALIDADE 1. Felipe, que no próximo mês irá completar 16 anos de idade, embora tenha nascido surdo-mudo, aprendeu a exprimir sua vontade.

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Caso de usufruto que não se extingue por morte no direito brasileiro Sandro Alexander Ferreira* INTRODUÇÃO É assente, na doutrina e jurisprudência brasileira, que o usufruto é direito

Leia mais

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Pessoas Jurídicas Pessoas Jurídicas Pessoas jurídicas são entidades criadas para a realização de um fim e reconhecidas pela ordem jurídica como sujeitos de direitos e deveres. Pessoas Jurídicas Características:

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL DE IMPOSTO DE RENDA DA PESSOA FÍSICA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL DE IMPOSTO DE RENDA DA PESSOA FÍSICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL DE IMPOSTO DE RENDA DA PESSOA FÍSICA Portaria Interministerial MP/CGU nº. 298, de 6 de setembro de

Leia mais

DOS SONEGADOS DA GARANTIA DOS QUINHÕES HEREDITÁRIOS. Da garantia dos quinhões hereditários. Dos sonegados 27/10/2016

DOS SONEGADOS DA GARANTIA DOS QUINHÕES HEREDITÁRIOS. Da garantia dos quinhões hereditários. Dos sonegados 27/10/2016 DA GARANTIA DOS QUINHÕES HEREDITÁRIOS Da garantia dos quinhões hereditários Antes da partilha os herdeiros terão a indivisibilidade de seu direito sendo que, após a partilha, cada herdeiro será senhor

Leia mais

SOCIEDADE LIMITADA HISTÓRICO

SOCIEDADE LIMITADA HISTÓRICO SOCIEDADE LIMITADA HISTÓRICO Decreto-lei nº 3.078/19: em princípio, era regulada por este decreto, mas foi revogada. Código Civil, arts. 1.052 e 1087: atual regulamentação Antes possuía o nome de sociedade

Leia mais

ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES

ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VII-1 DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE FATOS IMPEDITIVOS Comissão Especial de Licitação do Município de Navegantes Prezado Senhores,, [inserir qualificação completa],

Leia mais