Uruguai O país da parrilada é também o país das praias. Luis Fernando Verissimo. Surf, Windsurf e Kitesurf

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uruguai O país da parrilada é também o país das praias. Luis Fernando Verissimo. Surf, Windsurf e Kitesurf"

Transcrição

1 Revista Trimestral - Ano IX - Nº 26 - Janeiro/Fevereiro/Março 2012 Chegou o Volare 4x4, o miniônibus que faltava para trafegar no interior mais selvagem do Brasil Perfil Luis Fernando Verissimo Esporte Surf, Windsurf e Kitesurf Uruguai O país da parrilada é também o país das praias

2 Expediente A revista VolareClub é uma publicação trimestral da Volare. Proibida a reprodução sem autorização prévia e expressa. Todos os direitos reservados. Coordenação Geral: Marketing Volare Edição de Textos: Heloísa Mezzalira - Mtb Colaboradores: Fabiano Finco José Carlos Secco Criação e Projeto Gráfico: Planet House Propaganda & Marketing Fotos: Fotos do Uruguai: Paquito Masia, Fernando Ponzio Fraschini Fotos L. F. Verissimo: Andrew Sykes Foto Festa da Uva: Luiz Chaves Fotos: Júlio Soares, Sérgio Dal Alba, Banco de Imagens Planet House Propaganda e Arquivos do Marketing Volare Ilustrações: Manoel Vargas Neto Tiragem: exemplares Impressão: Editora São Miguel Para falar com VolareClub, remeta sua carta para: VolareClub Cx. Postal Caxias do Sul - RS ou envie Não esqueça: VolareClub vai para onde você estiver! Informe-nos sobre alterações em seu endereço. Todas as fotos de veículos desta edição são para efeito ilustrativo, e as informações referentes podem ser alteradas sem aviso prévio. Janeiro Fevereiro Março 2012 Participe! Se você tem alguma sugestão de pauta para a revista VolareClub, envie para SAC Inovação Volare 4x4, feito para avançar em trechos de máxima dificuldade. 10 Luis Fernando Verissimo Confira a entrevista do autor da série Comédias da Vida Privada, Aventuras da Família Brasil, das Cobras e da Velhinha de Taubaté. Alerta O colunista José Carlos Secco escreve sobre a péssima e mortal combinação Direção x Drogas. Uruguai Conheça atrativos de Montevidéu, Punta del Este, Piriápolis e Colonia del Sacramento. Gastronomia Aprenda a preparar o Chivito, o sanduba dos uruguaios. Radical Surf, Windsurf ou Katesurf? Veja três maneiras diferentes de deslizar sobre a água. Dicas Conheça melhor o Proconve 7 e o sistema de pós-tratamento dos gases de escape. Turismo O Festival de Turismo de Gramado reuniu cerca de 2 mil marcas de mais de 30 países, em 360 estandes. A Volare esteve lá e fez sucesso com sua Limousine. Surpresa Miniônibus da marca recebe adesivagem especial para transportar noivos em festa de casamento. Top de marketing Volare conquistou o prêmio da ADVB na categoria indústria. Saiba mais em Notícias. Festa da Uva 2012 Celebração revela as origens, o modo de ser e fazer das pessoas que produzem, entre outras coisas, o seu Volare Ampliando horizontes Se funciona, está obsoleto. Este foi o tema da palestra que reuniu gestores, colaboradores e representantes da rede Volare durante sua Convenção Anual. 50 Via Exclusiva A seção dedicada aos clientes Volare traz cases do estado de São Paulo, com a Autoviação Ourinhos Assis, do Uruguai, com a Bardesio, de Santa Catarina, com APAE Tubarão, e da Serra Gaúcha, com o Fátima Saúde, de Caxias do Sul. Editorial Nestes 13 anos de existência, a Volare demonstrou que as seis letras podem significar muitas possibilidades. Além de se transformar em uma nova modalidade no transporte de passageiros, através de um trabalho ético, de valorização das pessoas, oferecendo respostas rápidas aos clientes, vislumbrando oportunidades e agindo de forma estratégica, a Volare conquistou a liderança no seu segmento com humildade e muito esforço. O Volare é o resultado do trabalho de pessoas motivadas, comprometidas e principalmente capacitadas para desenvolver, produzir e colocar no mercado um produto de qualidade que procura atender as expectativas de seus clientes. O Volare simboliza o trabalho de quem teve e tem no seu DNA a capacidade de aprender, a competência e coragem para inovar, disposição para mudar, e principalmente a humildade para ouvir. A história do Volare é uma história de sucesso, que nasceu de uma ideia cristalizada em um novo produto que por sua vez, se transformou em uma nova fábrica, em um novo negócio, gerando emprego, renda, novas opções para o transporte de pessoas. Um verdadeiro Case de Inovação! Hoje, o Volare está nas ruas, estradas, nas minas, no campo e nas cidades, com toda a sua força. O nosso compromisso é de continuar escrevendo esta história, que teve como alicerce a visão de oferecer ao mercado um produto robusto, ágil e de qualidade. Para isso, contamos com você, operador de transporte, que, como nós, procura atender as necessidade de seus clientes, muitas vezes, superando suas próprias expectativas. A todos vocês, que são parte fundamental da nossa rede de sucesso, um excelente ano de 2012! Milton Susin Diretor da Volare 03

3 Vencendo desafios: marca inova com Volare 4x4 Ele avança em terrenos íngremes, inclusive aqueles de solo pedregoso, atravessa lamaçais, supera trechos de baixa aderência, obstáculos e valetas. É o Volare 4x4, feito para levar estudantes à escola das regiões brasileiras de mais difícil acesso e para dar segurança àqueles que se aventuram pelos interiores ainda pouco explorados do Brasil

4 Depois do Escolarbus Rural, desenvolvido para atender o governo federal no programa Caminho da Escola, em vias de difícil acesso do interior do Brasil, a Volare sai na frente de novo com um veículo 4x4, capaz de trafegar em vias normais, mas apto a vencer também aqueles trechos de máxima dificuldade, onde, muitas vezes, não há sequer uma via aberta, mas um simples traçado improvisado. O primeiro lote, de 350 unidades, saiu ainda no final de 2011, para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Neste ano, eles serão produzidos não só para o uso escolar, como também para outras aplicações como o turismo, exploração mineral e obras civis distantes da estrutura urbana. Primeiro lote do Volare 4x4 envolveu 350 unidades e foi produzido no final de 2011 para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação No asfalto ou em estradas de terra em boas condições, ele pode trafegar como um veículo normal, podendo estar com o sistema de roda livre acionado, opção mais econômica e ideal para condições de tráfego amenas. Sob condições mais severas, como pistas escorregadias por excesso de chuva ou lama, entra em ação a tração 4x4. E para situações de extrema dificuldade, como atoleiros, por exemplo, o Volare 4x4 ainda oferece a opção 4x4 reduzida, a qual reduz a velocidade, porém duplica o torque e dá a força complementar para o veículo vencer as condições do trecho em que se encontra. Para alcançar tal desempenho, além da tração nas quatro rodas, o Volare 4x4 tem outras características especiais: carroceria mais alta que o Escolarbus Rural, maiores ângulos de entrada e saída, passa-balsa na traseira e para-choque de proteção basculante, em acordo com as normas do Denatran, proteção especial para radiador, cárter, motor e tanque de combustível, estepe protegido no bagageiro traseiro, com dispositivo que auxilia o manuseio do pneu, além de ganchos na dianteira e traseira, que facilitam o reboque e servem de auxílio para todo o veículo que opera em condições extremas

5 Um dos primeiros 4x4 do mundo na categoria ônibus, o mais recente lançamento Volare tem a particularidade de ter sido especialmente projetado para ser um 4x4 destinado a transportar pessoas. Não se trata de veículo adaptado, mas sim de um veículo que teve seu conjunto carroceria/ chassi pensado e desenhado de dentro para fora, ou seja, primeiro o layout, com vistas a atender às necessidades dos passageiros, depois a carroceria para configurar este layout e, após, a mecânica que dá suporte ao conjunto, ressalta Roberto Poloni, gerente de Engenharia da Volare. Diferente de uma adaptação, este processo de concepção resulta em um veículo com melhor desempenho e funcionalidade para os operadores, garantia de acesso, conforto e segurança para os clientes finais. Ficou curioso? Veja o vídeo do Volare 4x4 na internet, no endereço volare/pt/multimidia/videos Porta-pacotes em aço Poltronas estofadas com encosto alto e cinto de segurança de 2 pontos Dispositivo auxilia o manuseio do pneu estepe Veículos produzidos para o Caminho da Escola seguem padrão de acessibilidade com cadeira de rodas retrátil Design e ergonomia proporcionam conforto ao motorista Ganchos de engate para corda, cabo ou corrente, auxiliam em condições extremas Farol traseiro auxiliar de longo alcance ajuda a enxergar em pistas lamacentas Passa-balsa e para-choque traseiro escamoteável Novo modelo da família Volare foi criado para atender uma demanda do governo federal no transporte escolar 08 09

6 Perfil Não é exagero imaginar que se o escritor Luis Fernando Verissimo pudesse optar por ficar invisível em determinados momentos, assim o faria. Evita entrevistas, fotografias, palestras. É um tímido assumido e avesso a badalações. Porém, seu discurso é limitado em aparições públicas, e não em conteúdo. Verissimo é um dos mais celebrados escritores nacionais e tornou-se mestre em ironizar o cotidiano nacional, seja retratando-o em minúcias políticas, sociais ou, principalmente, comportamentais. Em meados dos anos 90, já depois de ter consolidado sua carreira como jornalista e cronista em jornais como Zero Hora, Folha da Manhã e Jornal do Brasil, Verissimo popularizou-se de vez ao emprestar suas crônicas para o especial da Rede Globo Comédias da Vida Privada, que renderam ainda 21 programas com roteiros de Jorge Furtado e direção de Guel Arraes. Antes disso, assinou os quadrinhos do Analista de Bagé na revista Playboy e criou outros personagens que se tornaram muito populares a partir da década de 80, como As Cobras, Ed Mort e As Aventuras da Família Brasil, essa última publicada até hoje. Luis Fernando Verissimo: introvertido e divertido Andrew Sykes A originalidade e o bom humor de seus textos vêm geralmente acompanhados ou de seu viés político ou de sua verve intelectual. Verissimo, um libriano nascido em Porto Alegre em 26 de setembro de 1936, é filho de Erico Verissimo ( ), o autor de obras consagradas como O Tempo e o Vento e Olhai os Lírios do Campo, até hoje considerado por muitos o maior escritor gaúcho. É inegável que Verissimo herdou do pai o dom da palavra, e deu a ela uma característica bastante particular, o que lhe rendeu o reconhecimento de vários críticos literários e prêmios como o Homem de Ideias do Ano, do Jornal do Brasil, e o Juca Pato, da União Brasileira de Escritores, como Intelectual do Ano, entre outros tantos. Na sua timidez, o marido de Lúcia, pai de Fernanda, Mariana e Pedro e avô de Lucinda assinou dezenas de títulos consagrados entre crônicas, contos, novelas, romances e quadrinhos. Mas poderia assinar também, com orgulho (e a sinceridade que lhe é característica), o título de escritor mais introvertido e divertido do Brasil. Confira, a seguir, trechos da entrevista concedida à revista VolareClub, na qual o escritor fala de política, novas tecnologias e humor, é claro

7 Volare: O senhor é uma unanimidade quando o assunto é bom humor, e muito da sua obra expõe isso. Tanto a política quanto o jeitinho brasileiro são fontes de inspiração para os seus textos no que se refere à ironia e ao bom humor? Luis Fernando Verissimo: O Brasil é sempre uma inspiração para o humor, mesmo quando ele (o humor) acaba sendo um pouco amargo. A política, principalmente, serve de mote tanto para o humor quanto para a amargura. Volare: O Brasil continua sendo o país da piada pronta? Verissimo: É, mas não muito mais do que o resto do mundo. É um pouco de faceirice nossa isto de achar que ninguém é mais absurdo do que a gente... Volare: A economia brasileira tem resistido diante das crises econômicas europeia e norte-americana. O senhor acredita que o Brasil tenha encontrado o caminho para o desenvolvimento econômico e social? Verissimo: Ainda resta muito a fazer, mas pelo menos se começou, lentamente, a distribuir renda e a tirar gente da miséria absoluta. O caminho é esse. Volare: Como o senhor avalia o primeiro ano do governo Dilma? Verissimo: Acho que vai melhorar quando ela puder escolher um ministério só dela, melhorzinho do que esse. Volare: Se a Velhinha de Taubaté (um dos personagens mais famosos do autor, que ele mesmo se encarregou de matar em 2005) estivesse viva, qual o conselho que ela daria para a presidente? Verissimo: A Velhinha de Taubaté era um fenômeno porque acreditava em tudo o que o governo dizia. Acho que seu conselho seria: continue acertando, Dilminha. Volare: Qual a sua relação com e-books, tablets e redes sociais? O senhor se sente na obrigação de acompanhar a tecnologia? Verissimo: Uso o computador como máquina de escrever, recorro muito ao google e não saberia mais viver sem o . Mas meu envolvimento com a nova tecnologia termina aí. Volare: O senhor costuma visitar escolas pelo país? Como o senhor avalia a educação do brasileiro? Verissimo: Geralmente aceito convites de escolas, apesar do meu pânico de falar em público. Acho que em matéria de motivar a garotada a ler e a criar o interesse pelo livro, a coisa está melhorando bastante, graças ao trabalho criativo das professoras. Volare: Como o senhor vê essa nova geração de estudantes e de leitores? Verissimo: Está-se lendo, não importa se livros ou tablets ou o que seja. O importante é que estão lendo. Volare: As Aventuras da Família Brasil mostram outro talento do senhor, que é o de retratar minuciosidades do cotidiano de uma família de classe média através dos quadrinhos. Atualmente, o senhor acredita que a família brasileira está mais estruturada? Verissimo: Minha ideia, com a Família Brasil, era fazer um retrato da classe média brasileira, com suas aflições, etc. Como outras famílias, eles também se ocupam e se preocupam com a economia, a ética, etc. Volare: O senhor é uma pessoa que viaja muito e frequenta ambientes intelectuais fora do Brasil. No seu ponto de vista, como os estrangeiros avaliam a atual produção cultural brasileira? Verissimo: A música brasileira continua tendo a presença internacional que, infelizmente, o livro não tem. Nossas artes plásticas parecem ser bem consideradas, mas por um público restrito. Volare: Na internet, tornou-se uma praga textos assinados por autores como o senhor, mas que na verdade nunca escreveram aquilo. Como o senhor lida com isso? Verissimo: Não há muito o que fazer contra essa praga, a não ser resignar-se. E alguns dos textos atribuídos a mim não são ruins. Já ouvi muitos elogios imerecidos. Só espero que um desses falsos Verissimos não acabe difamando alguém com o meu nome. Volare: O senhor já admitiu que preferiria ser músico profissional do que ser escritor (Verissimo toca sax alto no grupo Jazz 6). Quais os seus projetos futuros tanto na música quanto na escrita? Verissimo: O meu futuro na música depende do fôlego, que está começando a faltar. Vou ter que me contentar com a escrita. Mas não tenho nada planejado, no momento. Por Fabiano Finco Mas eu desconfio que a única pessoa livre, realmente livre, é a que não tem medo do ridículo. A verdade é que a gente não faz filhos. Só faz o layout. Eles mesmos fazem a arte-final. A crescente mistura no Brasil de direção com farra e drogas Nas festas e épocas comemorativas, como o carnaval, precisamos fazer a diferença e dar o exemplo para os demais motoristas As festas de final de ano mal acabaram e já nos preparamos para as comemorações e celebrações do carnaval. Por outro lado, a mistura de drogas e direção é, lamentavelmente, crescente em todo o Brasil. Apesar de todos os novos casos, quase diários, que tomamos conhecimento atônitos e inconformados, parece que a sociedade e já não há quase diferença entre jovens e velhos ou homens e mulheres prefere acreditar que isso não passa de uma grande bobagem e que esses produtos não alteram o reflexo, o raciocínio ou a capacidade de operar máquinas, como um veículo automotor. Nós que trabalhamos e vivemos o setor automotivo e, principalmente, o segmento de transporte de passageiros, precisamos ser exemplos e agentes multiplicadores de boas práticas na direção, para que o trânsito seja mais seguro, mais pacífico e com menos acidentes e mortes. Desde a simples condução, respeitando a legislação e as normas, como a faixa de pedestre e o ciclista, até não misturando ou permitindo que alguém próximo a nós misture direção com álcool ou qualquer outra droga. Entre o Natal e o Ano-Novo, presenciei uma verdadeira sucessão de atrocidades, resultado da mistura de álcool, direção e outras drogas, como a maconha. Nesta época, aproveito as férias, onde quer que esteja, para praticar esportes e pedalar ou correr pelas estradas, avenidas e ruas. Durante todos esses dias, sem exceção, encontrei ou fui abordado por jovens bêbados, fumando maconha e conduzindo seus veículos. Podia ser antes das 6h, ao meio-dia ou no final da tarde. A qualquer horário sempre havia mais de uma situação como essa. Em pleno dia primeiro de janeiro, às 16h, em um posto de gasolina, um motorista (homem aparentando 30 anos) desceu do seu carro, com a lata de cerveja na mão e foi acompanhar o abastecimento. Creio que ele queria abastecer a si próprio com combustível de maior teor alcoólico que os 5% da cerveja. Nada aconteceu. Nenhum controle no local, nenhum guarda próximo, nada. Ele pagou, entrou no carro, saiu e continuou a beber. Se eu, simples cidadão que circula informalmente, deparo com um número grande de casos, quer seja em São Paulo capital ou na praia, quer seja no centro de Caxias do Sul, tenho certeza que as autoridades e órgãos fiscalizadores poderiam acompanhar mais de perto e coibir essa prática que está se tornando cada dia mais frequente e normal. Assim, logo haverá quem ache aceitável como o absurdo da película escurecida no para-brisa (quantos não as têm em seus carros achando que é permitido porque algum vendedor disse que era). Para entender o caso, fui me informar e soube que as turmas fumam maconha com o carro em movimento para dispersar o cheiro e se livrar do produto em uma eventual blitz. Com isso, a cada dia circulam mais e mais carros perfumados pelas nossas cidades, e sempre com a adição do álcool ou de outras drogas. Precisamos ser rígidos, pois no Brasil todo mês existe uma festa popular ou comemoração. O Carnaval está aí e, com ele, os motivos para celebrar e farrear ainda mais. Nós, atuantes no setor automotivo, precisamos dar e ser exemplos de cidadania e responsabilidade ao volante. A fiscalização das autoridades deve ser cada vez mais frequente, cada vez mais rigorosa, implacável, sem atenuantes, diuturna e, acima de tudo, exemplar e educativa/corretiva. O número de infrações por conduzir embriagado aumentou em todo o Brasil nas festas de final de ano. As mortes em acidentes diminuíram, mas não existe motivo para comemoração, pois mortes decorrentes deste tipo de infração/conduta não podem ser vistas como fatalidade e sim como pré-concebidas, para não dizer premeditadas. Elas poderiam simplesmente não existir, são irreparáveis, mesmo como simples dados estatísticos. O erro é reparável, a infração é, em muitos casos, reparável, a má conduta é reparável. A morte decorrente deste comportamento permissivo é inaceitável porque poderia ter sido evitada. Somente com a certeza de que se for pego a punição será dura, rigorosa e sem escapatória, o infrator em potencial mudará de atitude. Somente sem essa permissividade que há, inclusive nas próprias famílias, é que reduziremos este tipo de infração, cada vez mais corriqueiro e banalizado. Luis Fernando Verissimo José Carlos Secco 12 Andrew Sykes 13 Assessor de imprensa da Volare e Marcopolo 14

8 W Fly Limousine Design, inovação, tecnologia, sofisticação. Ele tem tudo isso e muito mais. O top de linha da família Volare tem detalhes de acabamentos e soluções exclusivas, que aliam a beleza ao desempenho e à funcionalidade. Os vidros laterais colados e curvos conferem maior elegância ao veículo, além de proporcionar maior conforto térmico e acústico. As lanternas traseiras com iluminação Full Led iluminam melhor, com mais segurança e durabilidade. O sistema de saia modular torna a manutenção mais fácil e rápida. Os espelhos retrovisores foram projetados para dar mais visibilidade. Por dentro, o W Fly Limousine continua dando show, tanto para os motoristas como para os passageiros. Ambos ganham conforto e privacidade com a parede de separação com porta deslizante. Quem conduz um W Fly Limousine, tem também mais espaço e recursos para dirigir com tranquilidade: o painel é ergonômico e a direção tem regulagem de posição. Ergonomia, aliás, é a tônica deste veículo que oferece poltronas revestidas com visco elástico. E tudo isso é apenas o básico, pois para os passageiros mais exigentes, a personalização com itens opcionais e a customização com detalhes exclusivos não tem limites. Um luxo feito para clientes especiais, como você

9 Turismo Paquito Masia Uruguai: o pequeno notável Com 3,3 milhões de habitantes e uma extensão de pouco mais de 176 mil Km², menor que o estado brasileiro do Paraná, o Uruguai tem em belezas naturais e atrativos turísticos o que lhe falta em tamanho. O segundo menor país da América do Sul é também o país das estâncias e dos pampas, das reservas ecológicas, das vinícolas, dos cassinos e da parrilada, das ruelas e praças arborizadas, dos cafés cheios de charme e das praias, que somam mais de mil quilômetros de orla, entre águas doces, dos rios Uruguai e da Prata, e salgadas, do Oceano Atlântico. E o melhor de tudo é que para explorar toda essa riqueza natural e cultural não é preciso percorrer grandes distâncias. Se você ainda tem férias para tirar neste verão, aproveite para conhecer este pequeno e notável país. Nossa sugestão inclui a capital Montevidéu (Montevideo, em castelhano), Punta del Este, a praia dos chiques e famosos, Piriápolis, para quem prefere ambientes mais relaxados, e Colonia del Sacramento, a cidade mais antiga do Uruguai, que é Patrimônio da Humanidade! 18 Palácio Legislativo, onde se concentra a câmara de deputados e senadores 19

10 Paquito Masia Paquito Masia A capital, Montevidéu Montevidéu concentra mais da metade da população do Uruguai e, como quase toda capital, também a movimentação do comércio e dos serviços, das artes e da cultura. A cidade, principal rota de exportação de cargas e sede administrativa do Mercosul, oferece paisagens únicas. De um lado está o centro histórico e a Cidade Velha, bairro vizinho ao porto, onde estão as principais atrações culturais e artísticas da cidade. De outro, a cidade moderna, dos shoppings, dos edifícios arrojados e das ramblas, avenidas largas que costeiam a orla, onde os uruguaios caminham, correm, pedalam e apreciam o pôr-do-sol, enquanto tomam seu mate. O centro histórico é sempre um bom começo para uma visita. A Sarandí é a principal rua do centro, só para pedestres. Por ali, você vai encontrar muitas livrarias, cafés, bares, restaurantes e casas noturnas. Da Plaza Independencia, você avista o majestoso Palácio Salvo, que já foi sede do governo, de um lado, e a Puerta della Ciudadela, que dava acesso à cidade na época colonial, quando Montevidéu era cercada por uma muralha, do outro. Paquito Masia Contraste entre o velho e o novo: Palácio Salvo, antigo Palácio do Governo, e atual sede da Presidência da República. Plaza Independencia, tendo ao fundo o mais famoso prédio de Montevidéu, o Palácio Salvo, construído em 1928 e, por décadas, o ponto mais alto da América do Sul. À frente, o monumento ao herói nacional general José Gervasio Artigas. Prédio da Antel, companhia telefônica uruguaia situada na zona do porto, junto a teatro, praça, museu, mirante panorâmico e outros espaços culturais

11 Do outro lado da Puerta, fica a Cidade Velha, que ocupa uma área Fernando Ponzio Fraschini de aproximadamente 1 Km² e pode ser facilmente percorrida a pé. Aos sábados, o bairro é palco de uma feira de antiguidades na Plaza Constitución, uma das principais praças da cidade. Depois de curtir a feira, onde também é possível encontrar malhas de lã e artesanato regional, apreciar apresentações livres de música e dança, aproveite para conhecer a Igreja Matriz, construída em 1799, e outros atrativos da Cidade Velha. O bairro abriga vários museus, que, além de guardar documentos, fotos e obras históricas, são eles mesmos parte importante do patrimônio nacional. 22 Entre estes estão o Museu Histórico Nacional, um conjunto de cinco casas seculares, o Cabildo, uma construção colonial onde aconteciam reuniões políticas decisivas e que hoje é sede do Museu e Arquivo Histórico Municipal. Merece destaque ainda o Teatro Solis, inaugurado em 1856, com seu café e suas exposições de arte no subsolo, e o Mercado Del Puerto, construído em Neste antigo mercado, hoje, convivem lojas, restaurantes, ambulantes, artistas, artesões e um público bastante eclético, que vai ali para fazer compras, passear, encontrar amigos e, principalmente, comer. O local é famoso pela oferta de comida típica, e ali se encontra desde uma autêntica empanada até a tradicional parrilada, o churrasco da região do Prata, feito de carnes nobres e víceras do boi, na grelha e bem perto do fogo, via de regra, servido com chimichurre, um molho feito com ervas, pimenta e azeite. Para acompanhar, nada melhor do que cervejas e vinhos uruguaios, que são excelentes e muito apreciados também no Brasil. Paquito Masia Paquito Masia 1: Teatro Solis, inaugurado em 1856, colocou Montevidéu no circuito das óperas 2: Volare contracena com o monumento La Carreta, no Parque Battle, em Montevidéu 3: A fronteira Brasil e Uruguai ao sul do estado do Rio Grande do Sul se estende por 985 km 4: A orla de Montevidéu tem mais de 30 Km, com pequenas praias e uma larga avenida, conhecida como La Rambla Fernando Ponzio Fraschini

12 Paquito Masia Estas e outras delícias da gastronomia uruguaia também podem ser apreciadas nas praias, que se estendem por 30 km de orla, da praia Ramirez, vizinha à área central, a Carrasco, no extremo leste. Carrasco é um dos bairros residenciais mais belos de Montevidéu, com grande oferta gastronômica e importante vida noturna. Entre elas, está Pocitos, a praia preferida dos jovens, tanto para o dia, pelos seus campeonatos de futebol, voleibol e esportes náuticos, como para a noite, pois Pocitos, como Carrasco, oferece ótimos cafés e restaurantes. Pocitos, uma das praias mais procuradas de Montevidéu. Além da praia, o bairro, que está a 15 minutos do centro, concentra cafés e restaurantes da moda

13 Fernando Ponzio Fraschini Punta del Este está entre os balneários preferidos dos ricos e famosos Paquito Masia Volare é protagonista nos roteiros de Punta del Leste Punta del Este Piriápolis Distante cerca de 200 Km da fronteira com o Brasil e a 130 Km de Montevidéu, está Punta del Este, o balneário mais famoso do Uruguai, conhecido internacionalmente como uma praia de gente bonita, que gosta de agito e badalação. A península tem várias praias, de rio e de mar, sendo que os veranistas costumam frequentá-las seguindo a posição do sol, ou seja, as de mar pela manhã e as de rio à tarde. Entre as primeiras, de águas mais profundas e agitadas tão ao agrado dos surfistas, se destacam O Emir, Ingleses e a Brava, famosa pelo monumento La Mano, do chileno Mario Irarrazabald. É a mais lotada delas, sendo muito frequentada por brasileiros. Já, as praias de água doce, como a Praia Mansa e La Pastora, são mais calmas e propícias ao banho. Em Imarangatu, na Mansa, jet-ski, snorkeling, iatismo e pescaria em família são práticas comuns. Ainda na costa da Mansa, em Punta Ballenas, fica Solanas, outra preferida dos brasileiros. Mas as praias não são a única atração de Punta. O balneário é mais conhecido pelas suas casas luxuosas, a intensidade da sua vida noturna, a badalação nos cassinos, no comércio, nas largas avenidas. Um dos pontos mais movimentados da cidade é a avenida Gorlero, repleta de lojas chiques e caras, restaurantes, cinemas e inúmeras opções de entretenimento. A Rambla Artigas, avenida com calçadão que circunda toda península, também reúne bares e restaurantes de luxo, em especial, na região do porto, e uma feira de artesanato, na praça de mesmo nome, que também é bastante frequentada. Adiante 30 km de Punta del Este, está Piriápolis, tão bela quanto, mas bem mais descontraída e tranquila. Suas praias marítimas se estendem por 25 Km. São de águas calmas e transparentes, de areias brancas e resguardadas dos ventos oceânicos pelos morros que as cercam. A mais frequentada é a Beira-Mar, na área central, mas vale visitar também San Francisco, Praia Hermosa, porto natural para os barcos de pesca artesanal, e Praia Grande, de águas um pouco mais agitadas

14 Paquito Masia Paquito Masia Colonia del Sacramento Ruas estreitas de pedra iluminadas por antigos lampiões, casas de pedra cobertas com telhas de barro e decoradas com azulejos portugueses, casas de tijolos mais ao estilo espanhol, ruínas e antigos prédios públicos atualmente transformados em museus e cafés. Esse é o ambiente que você vai encontrar em Colonia del Sacramento, a cidade uruguaia que é mais antiga que o próprio país, tem pouco mais de 20 mil habitantes e, desde 1995, é tombada pela Unesco como patrimônio histórico da humanidade. A cidade foi fundada em 1680, por portugueses. Área estratégica para a expansão dos negócios da região do Rio da Prata, foi alvo de disputas entre Espanha e Portugal por mais de um século, fato que influenciou sua arquitetura, hábitos, costumes e tradições. Após muitas indas e vindas, Colonia del Sacramento voltou à posse de Portugal em 1817, quando D. João VI incorporou toda a região do atual Uruguai aos domínios de Portugal, que já controlava a área que hoje se constitui no território brasileiro. Com a independência do Brasil, em 1822, Colonia del Sacramento e toda a Província Cisplatina, como ficou conhecida a região quando anexada ao Brasil, passou a lutar por sua independência, conquistada, finalmente, em 1828, com a constituição da República Oriental do Uruguai. Na Calle de los Suspiros estão as casas mais antigas da cidade. Na Plaza Mayor, a poucas quadras, o Farol de Colonia, as ruínas de San Francisco, a Iglesia Matriz, que começou a ser erguida em 1680, e os principais museus locais. Ao longo das margens do rio, há mais referências sobre o período colonial: antigas fortificações que fizeram parte da muralha defensiva da cidade. Já, o Puerto de Yates, na margem oposta ao bairro histórico, é uma construção atual, que também merece uma visita, pois oferece uma excelente vista do rio e dos barcos que ali atracam. Colonia del Sacramento fica a 177 km de Montevidéu. Colonia del Sacramento: o visual e o clima das ruas centrais ainda guardam muito do século XVIII 28 29

15 Gastronomia Chivito: experimente o sanduba mais popular do Uruguai No país da parrilada e do churrasco, o fast food ganha o toque particular de fatias de carne grelhada. Ele lembra o velho, bom e reforçado X-tudo: leva carne, ovos, presunto, bacon, queijo, alface, tomate, maionese, além de alguns outros ingredientes opcionais, tudo acomodado em um pão cortado ao meio. O detalhe, que faz toda a diferença e confere ao chivito o status de uma especialidade da gastronomia uruguaia, é que, no lugar do bife de carne moída, ele leva fatias de carne grelhada e, nas versões mais sofisticadas, o presunto cozido é substituído pelo famoso Jamón, presunto cru espanhol obtido a partir das patas traseiras do porco, muito apreciado na alta gastronomia. No Uruguai, o chivito está em todas as esquinas, do buteco mais simples às casas mais sofisticadas, na versão mais básica ou com variações, servido como lanche ou no prato, sozinho ou acompanhado por salada mista, salada russa ou batatas fritas. Mas, se você está longe dos pampas uruguaios e quiser experimentar este sanduíche típico, pode prepará-lo em casa, seguindo a receita abaixo. Na hora de saboreá-lo, abra uma boa cerveja uruguaia, bem gelada, e sinta-se como se estivesse lá! Modo de fazer Tempere as fatias de carne com sal e cozinhe-as em uma grelha bem quente, previamente untada com azeite de oliva. Na mesma grelha, frite o bacon e as lascas de presunto. Quando a carne estiver cozida, empilhe os recheios. Com o auxílio de uma espátula, monte a base com as lâminas de carne. Sobre esta base, acrescente fatias do ovo cozido, do bacon e do presunto fritos, e, por último, as fatias de queijo mussarela. Se você usar ingredientes adicionais, acrescente-os ao recheio antes do queijo mussarela. À parte, corte o pão de hambúrguer ao meio, e unte as metades com maionese. Cubra uma delas com folhas de alface e rodelas de tomate. Com o auxilio da espátula, transfira o recheio empilhado na grelha para o pão que já recebeu a alface e o tomate, e feche o sanduíche com a outra metade do pão. Ingredientes 2 bifes de filé mignon cortados em lâminas bem fininhas 2 pães de hambúrguer Folhas de alface Rodelas de tomate Fatias de presunto cru ou cozido Fatias de queijo mussarela 8 fatias de bacon 2 ovos cozidos Maionese Sal Azeite de oliva Ingredientes opcionais Se você quiser, pode personalizar o seu chivito, acrescentando ao recheio: azeitonas verdes, champignons, milho, ervilha, rodelas de cebola frita ou pimentões assados. Custo da Receita Valor: R$ 19,00 Rendimento: 2 porções 30 31

16 Esporte Surf, Windsurf e Kitesurf: voando nas águas Acompanhar o movimento da onda, dar piruetas no ar ou simplesmente deslizar sobre a água: seja qual for a modalidade, a motivação dos praticantes do surf e suas variantes é a mesma: emoção e liberdade. Windsurf O windsurf combina surf e vela, e pode ser praticado até mesmo em lagoas, e com pouco vento. O grande desafio do esporte é conciliar o movimento da vela, que é impulsionada pelo vento, com a direção da prancha, dada pela movimentação do corpo. O esporte se subdivide em diversas categorias, que incluem velejo com e sem ondas, com obstáculos, com manobras, entre outras. Na Freestyle, a categoria das manobras ousadas, o movimento mais arriscado é o looping, onde o praticante usa as ondas como trampolim para se lançar, junto com a vela e a prancha, dar uma cambalhota de 360 graus sobre si mesmo, e voltar à água na mesma posição da qual partiu. Há quem diga que o surf começou a ser praticado há mais de 450 anos, por pescadores peruanos da ilha de Uros, que deslizavam sobre as ondas em uma espécie de canoa de junco. Outros atribuem sua origem aos povos polinésios. Polêmicas à parte, o fato é que a popularização do surf se deu a partir do atleta havaiano Duke Paoa Kahanamoku, considerado o pai do surf moderno. Ele conquistou uma medalha de ouro na prova de natação das Olimpíadas de 1912, realizadas em Estocolmo, e aproveitou este momento de glória para divulgar o surf, esporte que aprendera em sua terra Natal, onde várias gerações de seus antepassados já o praticavam. Na década de 50, o esporte difundiu-se também na costa oeste dos Estados Unidos e, durante os anos 70 e 80, espalhou-se pelo resto do mundo, enquadrando-se na categoria dos esportes profissionais. No Brasil, os primeiros registros são da década de 30, quando os paulistas da praia de Santos Osmar Gonçalves, João Roberto e Júlio Putz confeccionaram uma prancha, seguindo instruções de uma revista americana. Os primeiros campeonatos oficiais aconteceram na década de 60, no Rio de Janeiro, e, em 1988, o esporte foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Desportos. Atualmente, os maiores surfistas do Brasil e do mundo disputam, anualmente, o Circuito Mundial de Surf, organizado pela Associação dos Surfistas Profissionais, que regulamenta e traça as diretrizes do esporte. Amantes do surf, profissionais e amadores estão por toda a parte, onde houver mar e os ventos forem favoráveis. O esporte se tornou tão popular que, associado a outros, inspirou novas modalidades, como o Windsurf e o Kitesurf, uma mistura de surf com vela e voo livre, praticados com a força do vento em águas onde onda não é fundamental. Kitesurf Se o Windsurf combina surf e vela, o Kitesurf tem uma pitada de surf e outra de voo livre. O atleta desliza sobre a água em uma prancha, puxado pelo kite, que, bem controlado, impulsiona o atleta sobre a água como se fosse um motor. A prancha pode ser a de surf ou a de wakeboard, pouco menor, mas com alças que a prendem nos pés do praticante. O kite, também chamado de pipa ou parapente, tem um formato de asa em arco, é feito com o mesmo tecido usado em paraquedas, e tem uma estrutura inflável, que lhe dá rigidez e permite que flutue. Praticantes mais experientes, além de velejar planando sobre a água, dão saltos no ar, sem precisar de ondas ou lancha, como se tivessem um motor que torna tudo mais radical. Mas tentar essas manobras sem a orientação de um instrutor experiente, pode ser arriscado, dada a potência da pipa. Trata-se de um esporte novíssimo, que pode ser praticado em lagos, represas e no mar, com ventos fracos e fortes, e que vem ganhando terreno no Brasil e no mundo

17 Dicas Proconve 7: Volare 2012 incorpora sistema para pós-tratamento dos gases de escape O SCR (Seletive Catalitic Reduction), ou Redução Catalítica Seletiva, neutraliza gases provenientes da queima do diesel antes que estes sejam lançados à atmosfera, atendendo, dessa forma, aos novos limites impostos pelo Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, o Proconve 7, para os veículos a diesel fabricados a partir do dia 1 de janeiro. O novo sistema funciona em conjunto com uma nova motorização (veja ilustração ao Sistema para neutralização e reciclagem de emissão de partículas dos gases poluentes do escape está instalado junto ao chassi. lado), que dispõe de maior potência e torque, o qual, por sua vez, necessita de um novo diesel, com menor teor de enxofre, além do Arla 32, um reagente a base de ureia, para alimentar o SCR na conversão dos gases de escapamento. O SCR está instalado embaixo do chassi, e consiste em um sistema onde atuam vários componentes. A neutralização e a reciclagem de emissão de partículas dos gases poluentes do escape ocorre no conversor catalítico/filtro de partículas (Unidade Combinada), a parte do sistema que recebe o Arla 32, convertendo o Óxido de Nitrogênio em vapor d água e nitrogênio. O Arla 32, por sua vez, chega ao conversor por meio do controlador de fluido de escape, Volare 2012: motor e painel também mudam com Proconve 7 Novos motores Modelo V5 Motor até 2011 Euro 3 MWM Sprint 4.08 Motor a partir de 2012 Euro 5 Cummins ISF 3-8 que aspira o fluido disponível em reservatório próprio, situado ao lado do tanque de combustível, conduzindo-o à unidade dosadora e, dali, em porção adequada ao teor dos gases, ao conversor. Já, o controlador de fluido de escape é um módulo inteligente, que comanda a unidade dosadora de fluido e monitora as condições ambientes, a partir de informações recebidas por sensores. Este módulo tem uma função no SCR semelhante àquela do módulo do motor, comunicando-se com este em caso de eventuais falhas no sistema. Além do sensor de Óxido de Nitrogênio, o SCR também tem sensores que detectam a temperatura das emissões na entrada e na saída do catalisador. A incorporação de um sistema para tratar as emissões lançadas à atmosfera veio junto com novos motores e mudanças significativas no painel, que, agora, conta com indicadores do SCR (Sistema de V6 V8 W8 W9 DW9 MWM Sprint 4.08 MWM 4.10 MWM 4.12 TCE MWM 4.12 TCE OM 904 LA Cummins ISF 3-8 Cummins ISF 3-8 MWM MaxxForce 4.8 MWM MaxxForce 4.8 MBB BlueTec Redução Catalítica Seletiva). Confira! 34 35

18 Entenda melhor o Proconve e as razões do SCR O Proconve - Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores, que acaba de entrar na fase 7, foi criado em 1986, pela resolução nº 18 do Conselho Nacional do Meio Ambiente, Conama, a fim de conter a contaminação do ar atmosférico. As emissões veiculares contêm substâncias nocivas que, lançadas à atmosfera sem qualquer controle, podem causar sérios danos à saúde humana. O programa, criado com base na experiência de países europeus, estabeleceu um cronograma de redução gradual da emissão dessas substâncias poluentes, para veículos leves e pesados. Foram definidos limites e prazos, para que a indústria pudesse desenvolver veículos com tecnologias e sistemas que otimizassem o funcionamento dos motores, aperfeiçoando a queima do combustível, bem como combustíveis mais limpos. No quadro a seguir, você confere os marcos da evolução do Proconve referentes aos veículos a diesel, sua equivalência com as fases do programa europeu, bem como os limites que cada fase impôs à emissão das substâncias poluentes mais significativas. Painel Volare 2012 O OBDII, do inglês On-Board Diagnostic, ou computador de bordo, como também é conhecido, tem diversas telas com diferentes indicadores, e monitora mais de 200 possibilidades de falhas O painel dos veículos Volare 2012 ganharam um novo cluster, onde indicadores tradicionais, como o relógio de velocidade e outros, ganharam a companhia de novos indicadores, referentes ao sistema de pós-tratamento do gás de escapamento. Estes indicadores refletem a realidade monitorada pelo computador de bordo, uma novidade dos veículos P7, que registra e acompanha permanentemente mais de 200 possibilidades de falhas. O computador de bordo atua quando algo está errado, alertando o motorista por meio de luzes indicadoras no painel. Ocorrendo uma falha grave, devido ao uso de um produto inadequado no tanque do ARLA 32 ou da contaminação pelo uso de diesel diferente do S50, o computador de bordo pode cortar o torque do motor. P-1 P-2 P-3 P-4 P-5 P-6** P-7 EURO - - I II III IV V LIMITES DO PROCONVE PARA VEÍCULOS DIESEL (g/kw.h) ANO TECNOLOGIA - Combustão Turbo Intercooler Injeção Eletrônica - Pós-tratamento CO 14,00* 11,20 4,90 4,00 2,1 1,5 1,5 HC 3,50* 2,45 1,23 1,10 0,66 0,46 0,46 * Emissão Gasosa (fase I) e MP (fase II) não foram exigidos legalmente. ** Adiado conforme acordo judicial. NOx 18,00* 14,40 9,00 7,00 5,00 3,5 2,0 MP -* 0,60* 0,40 0,15 0,10 0,02 0,02 Falha Sistema Emissões: Quando a chave de partida é ligada na posição 1, a lâmpada permanece acesa aproximadamente 03 CO Monóxido de carbono (resultante da queima parcial do combustível) HC Hidrocarbonetos (resultante de combustível não queimado ou inadequado) NOx Óxidos de nitrogênio (resultante da temperatura elevada de combustão) MP Material particulado (resultante do teor de enxofre, outras características do combustível e processo de combustão) segundos, devendo apagar-se logo em seguida. Quando aparecer acesa fora destes segundos iniciais, Nox Nox esta luz indica a existência de falhas no veículo; mostra que está elevando o índice de poluentes emitidos pelo motor. Reserva de Ureia: Quando a chave de partida é ligada na posição 1, a lâmpada permanece acesa aproximadamente 03 segundos, devendo apagar-se logo em seguida. Quando aparecer acesa fora destes segundos iniciais, esta luz indica que o nível de ureia no reservatório está abaixo de 12% do volume total. Falha Sistema de Emissões e Reserva de Ureia tem indicadores exclusivos, que aparecem respectativamente no lado esquerdo e direito do painel Tecnologia dos Motores Diesel Ganhos em emissões com o Proconve P7 Emissões (%) NOx MP PROCONVE P2 (EURO 0) PROCONVE P5 (EURO 1) PROCONVE P3 (EURO 2) PROCONVE P5 (EURO 3) PROCONVE P7 (EURO 5) 36 37

19 A evolução dos motores: do Proconve 1 ao Proconve 7 A tecnologia aplicada aos veículos e combustíveis evoluiu bastante do início do Proconve aos dias de hoje. O primeiro passo para a redução do lançamento de gases poluentes à atmosfera foi a introdução de um sistema de injeção direta do diesel na câmara de combustão. Posteriormente, foi a vez do sistema de turboalimentação, ou turbo como é conhecido, que trouxe consigo uma substancial melhoria no rendimento do motor, com elevação da potência e, principalmente, do torque, e menor consumo de combustível. Por volta do ano 2000, quase simultaneamente ao turbo, chegaram os motores equipados com intercooler, melhorando ainda mais a performance do motor, mediante o resfriamento do ar de admissão, que proporcionou uma mistura mais rica em oxigênio e, por consequência, uma queima mais completa do diesel. Em 2005, os motores passaram a ser gerenciados eletronicamente, tecnologia que cortou as emissões, praticamente, pela metade, exigindo, em contrapartida, uma limitação no torque e potência final do motor. O Proconve 7 e a tecnologia de pós-tratamento SCR sinalizam um novo salto na qualidade do ar. Para se ter uma ideia, um veículo com Euro 5 emite 1,8 a 3% dos poluentes comparado com outros veículos produzidos antes de Equivalência de Emissões ATÉ VEÍCULO PROCONVE 2 EURO ,1 VEÍCULOS PROCONVE 3 EURO ,5 VEÍCULOS PROCONVE 4 EURO 2 55 VEÍCULOS - EURO ,3 VEÍCULOS PROCONVE 5 EURO 3 De 1989 a 1994: Proconve 1, Proconve 2 e Proconve 3 Em 2000: Proconve 4 Em 2005: Proconve 5 Em 2009: Proconve 6 Em 2012: Proconve

20 O que você precisa saber sobre a nova tecnologia O sistema SCR só funciona em conjunto, ou seja, com o fluido a base de ureia, também conhecido como Arla 32, mas que também pode ganhar outros nomes no mercado, e o diesel S50, de baixo teor de enxofre, ambos disponíveis nos principais postos de combustíveis. O uso de diesel com alto teor de enxofre - o S500 ou o 1800, que ainda estão disponíveis no mercado, danifica tanto o catalisador quanto o sistema de injeção eletrônica do veículo, com risco de total comprometimento dos mesmos. Além do diesel S-50, a Petrobras se comprometeu a garantir a oferta do Arla 32 em todos os seus postos. Use somente diesel e solução de ureia homologados. Passada a fase do S-50, a Petrobras se dedicará ao diesel S-10, que terá de ser oferecido a partir de Já o S-1800 deixará de ser vendido a partir de Restarão o S-500, o S-50 e o S-10. O consumo de Arla 32 varia conforme o teor de enxofre do diesel utilizado e a tecnologia da motorização do veículo. Na média, a proporção de consumo do Arla fica entre 4 e 8% da quantidade do diesel. Mais potentes e com maior torque, os novos motores Volare consomem menos combustível considerando o consumo específico, ou seja a quantidade em diesel por cada cavalo de força a cada hora de funcionamento do motor. O diesel S-50 também pode ser usado por veículos com tecnologias mais antigas, pois testes realizados no transporte urbano mostraram que não há qualquer problema técnico. Ao contrário: comprovou-se redução média de 11% nas emissões de particulados. O ARLA 32 é o nome comercial mais difundido da solução a 32,5% de água e ureia. É uma solução incolor, não tóxica, inflamável e corrosiva, portanto deve-se tomar cuidado durante o manuseio. A solução de ureia também pode ter outros nomes comerciais como por exemplo, AdBlue e AUS 32. Para viagens mais longas, em rodovias desconhecidas, é recomendado levar ARLA 32 em recipiente adequado como reserva. A validade do fluido varia em função da temperatura de armazenamento. Exposições prolongadas a temperaturas acima de 55 C prejudicarão a solução de ARLA 32 e provocarão sua evaporação, de modo que é recomendável evitar sua exposição direta ao sol. A 35 C, o fluido tem uma vida média de 12 meses. Sob temperaturas negativas, mas especificamente a partir de -11 C, começa a congelar. Se tiver de armazená-lo, portanto, faça-o a temperatura inferior aos 30ºC, mas nunca abaixo dos 11ºC negativos. Atente para não encher demasiadamente o tanque de ARLA 32. Respeite a marca indicativa ou encha somente até o gargalo. O ARLA 32 só é injetado quando a temperatura no escape atingir os 200ºC. O enxofre do combustível é oxidado durante a combustão, produzindo dióxido de enxofre e trióxido de enxofre, os quais, na presença de água, se convertem em ácido sulfúrico, um dos processos químicos que resultam em chuva ácida. O desenvolvimento de combustíveis com baixo teor de enxofre facilita o controle das emissões poluentes, mas estes combustíveis também reduzem a lubrificação do combustível, o que implica na adição de aditivos no combustível, para ajudar na lubrificação dos motores. Todo o sistema de escapamento dos veículos Volare 2012 são feitos em aço inox, para evitar a corrosão pela passagem da ureia. O SCR tem componentes inteligentes de autodiagnóstico - sensores e módulo da bomba, que não são reprogramáveis e não têm reparo. Tenha cuidado com sua manutenção, e nunca use água sob pressão para lavá-lo. Não remova a unidade sensora do tanque

Os ganhos ambientais para a sociedade

Os ganhos ambientais para a sociedade Proconve P7 Diesel e emissões A nova legislação 2012 Tudo o que você deve saber sobre o proconve P7 A nova etapa Proconve P7 estabelece limites de emissões mais rígidos para veículos pesados a diesel.

Leia mais

O nascer do sol é um espetáculo que se repete todos os dias, mas sempre é diferente. Assistir a isso no melhor lugar do mundo é um privilégio de quem

O nascer do sol é um espetáculo que se repete todos os dias, mas sempre é diferente. Assistir a isso no melhor lugar do mundo é um privilégio de quem O nascer do sol é um espetáculo que se repete todos os dias, mas sempre é diferente. Assistir a isso no melhor lugar do mundo é um privilégio de quem escolheu o Solar Tambaú. Localizado à beira-mar de

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus VOLVO BUS latin america ônibus volvo. qualidade de vida no transporte www.volvo.com/onibus EURO 5 ou PROCONVE FASE 7 é uma legislação ambiental, aplicada a caminhões e ônibus, com o objetivo de reduzir

Leia mais

Informativo de Assistência Técnica Brasil

Informativo de Assistência Técnica Brasil Informativo de Assistência Técnica Brasil 010/12 29 Agosto 2012 AA/SBZ1-TSS Emitente: Mauricio Pimenta Destinatário Assunto Rede Bosch Diesel Center e Bosch Truck Service Lançamento do Sistema Bosch de

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

Entrevista Jornal Zero Hora (RS)

Entrevista Jornal Zero Hora (RS) Entrevista Jornal Zero Hora (RS) ZH: Grifes europeias estariam voltando seus olhos para emergentes como o Brasil em razão da crise em seus países de origem. Vamos ver abrir mais lojas de produtos de luxo

Leia mais

Ver e ser visto no trânsito

Ver e ser visto no trânsito matéria de capa Ver e ser visto no trânsito CESVI realizou estudo para apontar as condições em que pedestres, motos e carros são mais bem visualizados à noite Por José Antonio Oka Segurança Viária Ver

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis.

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. GNV Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. REUNIÃO DE ESPECIALISTAS SOBRE TRANSPORTE URBANO SUSTENTÁVEL MODERNIZAR E TORNAR ECOLÓGICA A FROTA DE TÁXIS NAS CIDADES LATINO AMERICANAS

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

FOTO-AVENTURA.!Fuji X-T1. XF 18-55mm. 22,3mm. f/8. 1/1000. ISO 400. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA

FOTO-AVENTURA.!Fuji X-T1. XF 18-55mm. 22,3mm. f/8. 1/1000. ISO 400. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA!Fuji X-T1. XF 18-55mm. 22,3mm. f/8. 1/1000. ISO 400 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA Sudoeste americano UMA AMÉRICA FEITA DE MONTANHAS E DESFILADEIROS MAURÍCIO MATOS DECIDIU EXPLORAR O LADO SELVAGEM

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Módulo 12 Segmentando mercados

Módulo 12 Segmentando mercados Módulo 12 Segmentando mercados Há alguns anos que os profissionais de marketing perceberam que não se pode atender todo o mercado com um único composto de produto. Nem todos os consumidores querem um carro

Leia mais

QUEM SOMOS intercâmbio

QUEM SOMOS intercâmbio Inglaterra Mini Programa HIGH SCHOOL QUEM SOMOS intercâmbio O Number One Intercâmbio possui mais de 15 anos de mercado oferecendo as melhores opções de viagem para você e sua família, seja a lazer, trabalho

Leia mais

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011 CENTRO HISTÓRICO EMBRAER Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira São José dos Campos SP Abril de 2011 Apresentação e Formação Acadêmica Meu nome é Eustáquio, estou com sessenta anos, nasci em Minas Gerais,

Leia mais

COLÔNIA DO SACRAMENTO

COLÔNIA DO SACRAMENTO COLÔNIA DO SACRAMENTO Esta é uma viagem para: Voltar aos anos 20, Comer queijo colonial, Caminhar bastante pelas ruas de pedra, sentir vontade de fotografar cada esquina. Há várias formas de incluir Colônia

Leia mais

COMO CRIAR UMA ESTRATÉGIA DE E-MAIL MARKETING

COMO CRIAR UMA ESTRATÉGIA DE E-MAIL MARKETING COMO CRIAR UMA ESTRATÉGIA DE E-MAIL MARKETING A palavra estratégia, segundo o dicionário Informal 1, é a ação ou caminho mais adequado a ser executado para alcançar um objetivo ou meta. Para se traçar

Leia mais

Perguntas mais Frequentes

Perguntas mais Frequentes Perguntas mais Frequentes 1. O que significa PROCONVE fases P7 e L6? PROCONVE é o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, criado pelo conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA.

Leia mais

Novos caminhões Atego da Mercedes-Benz asseguram robustez, eficiência e produtividade na estrada e na cidade

Novos caminhões Atego da Mercedes-Benz asseguram robustez, eficiência e produtividade na estrada e na cidade Atego Informação à Imprensa Novos caminhões Atego da Mercedes-Benz asseguram robustez, eficiência e produtividade na estrada e na cidade Data: 23 de outubro de 2011 Design moderno e arrojado da nova cabina

Leia mais

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência A Marcopolo lança o seu mais novo e moderno ônibus urbano,

Leia mais

MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade.

MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade. MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade. É o mais importante e confiável guia de lazer e cultura

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

FOTO-AVENTURA. Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA

FOTO-AVENTURA. Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA Nova Zelândia CADA QUILÓMETRO É UMA POTENCIAL FOTOGRAFIA IR AO OUTRO LADO DO MUNDO APENAS PARA FOTOGRAFAR NÃO É PARA QUALQUER

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

6. Considerações finais

6. Considerações finais 84 6. Considerações finais Nesta dissertação, encontram-se registros de mudanças sociais que influenciaram as vidas de homens e mulheres a partir da chegada das novas tecnologias. Partiu-se da Revolução

Leia mais

Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel

Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel Brasília, 28 de Outubro de 2015 O que é a APROVE DIESEL Associados: Apoio Institucional: Contexto econômico e tecnológico brasileiro atual difere muito

Leia mais

FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO

FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO É claro que o Brasil não brotou do chão como uma planta. O Solo que o Brasil hoje ocupa já existia, o que não existia era o seu território, a porção do espaço sob domínio,

Leia mais

Jairo Martins da Silva. FOTOs: divulgação

Jairo Martins da Silva. FOTOs: divulgação Jairo Martins da Silva FOTOs: divulgação E N T R E V I S T A Disseminando qualidade e cultura Superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade, Jairo Martins da Silva fala sobre o desafio da qualidade

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

nova geração de motores a gasolina Guia de produtos

nova geração de motores a gasolina Guia de produtos nova geração de motores a gasolina Guia de produtos VOLVO PENTA MOTORES MARÍTIMOS A GASOLINA O futuro está aqui. A Volvo Penta, líder absoluta em inovações náuticas, estabelece o novo padrão em tecnologia

Leia mais

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL O patrimônio cultural de uma comunidade é o conjunto de referências que compõem o seu dia-a-dia e fazem com que ela tenha uma memória e uma história

Leia mais

João Pessoa Tão grandiosa, tão rica, tão diversa, que é até difícil descrever uma capital de tantos sinônimos. Uma cidade que transmite sossego ao atravessar longos caminhos de verdes abundantes, inspira

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CONDUTORES

AVALIAÇÃO DE CONDUTORES AVALIAÇÃO DE CONDUTORES Autores FÁBIO MARIO DE OLIVEIRA FÁBIO ROBERTO RAMALHO PEREIRA JOÃO PEDRO CANTARIO DE OLIVEIRA ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇO SA RESUMO O projeto Avaliação de Condutores surgiu diante

Leia mais

Esterofoto Geoengenharia SA. Álvaro Pombo. Administrtador. (www.estereofoto.pt)

Esterofoto Geoengenharia SA. Álvaro Pombo. Administrtador. (www.estereofoto.pt) Esterofoto Geoengenharia SA Álvaro Pombo Administrtador (www.estereofoto.pt) Q. Conte-nos um pouco da historia da empresa, que já tem mais de 30 anos. R. A Esterofoto é uma empresa de raiz, a base da empresa

Leia mais

Posturas Necessárias para implantação da Filosofia Inamori

Posturas Necessárias para implantação da Filosofia Inamori Posturas Necessárias para implantação da Filosofia Inamori Uma observação participante! Palestra VI Encontro Seiwajiuku Brasil. São Paulo, 14/08/2010. ETAPAS DESTA PALESTRA: CONHECIMENTO DA FILOSOFIA INAMORI

Leia mais

INTRODUÇÃO. Fui o organizador desse livro, que contém 9 capítulos além de uma introdução que foi escrita por mim.

INTRODUÇÃO. Fui o organizador desse livro, que contém 9 capítulos além de uma introdução que foi escrita por mim. INTRODUÇÃO LIVRO: ECONOMIA E SOCIEDADE DIEGO FIGUEIREDO DIAS Olá, meu caro acadêmico! Bem- vindo ao livro de Economia e Sociedade. Esse livro foi organizado especialmente para você e é por isso que eu

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

A EMPRESA. Fundada em 1997 15 anos de atividade. Empresa 100% Catarinense. 40 Empreendimentos construídos e entregues

A EMPRESA. Fundada em 1997 15 anos de atividade. Empresa 100% Catarinense. 40 Empreendimentos construídos e entregues A EMPRESA Fundada em 1997 15 anos de atividade Empresa 100% Catarinense 40 Empreendimentos construídos e entregues Credibilidade Fornecedores, Parceiros e Clientes Apoio a ações sociais MISSÃO DA HANTEI

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

Artigo 16 Como montar uma Cafeteira

Artigo 16 Como montar uma Cafeteira Artigo 16 Como montar uma Cafeteira O consumo de café é um hábito entre os brasileiros, seja em casa, no trabalho ou na rua. Esse hábito vem crescendo e se modificando também. O interesse pelos cafés finos

Leia mais

LINHA V. Versatilidade por fora, conforto por dentro.

LINHA V. Versatilidade por fora, conforto por dentro. Acesso ao posto do motorista facilitado pelo rebaixamento do capô do motor. Embarque e desembarque facilitados: corredor para circulação e maior espaço interno. Segurança: saídas de emergência no teto,

Leia mais

MANUAL DOS PAIS UM PROJETO DESTINADO ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MANUAL DOS PAIS UM PROJETO DESTINADO ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 UM PROJETO DESTINADO ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL É hora de promover a segurança e a harmonia no trânsito. E os pais podem dar o exemplo. No Brasil, o índice

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Empreender na Aposentadoria

Empreender na Aposentadoria Empreender na Aposentadoria A Terceira Idade Produtiva Profª Carla Rufo Instituto Federal de São Paulo campus São Carlos profcarla_r@hotmail.com Parece filme de terror... O Brasil possui atualmente 17,9

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Veja todo o material ou clique no índice abaixo para ir direto para o que precisa.

Veja todo o material ou clique no índice abaixo para ir direto para o que precisa. 1 Carta às Noivas Olá, em primeiro lugar, parabéns por estar se casando! Esperamos que este material à ajude a saber mais sobre casamentos e também no planejamento correto da sua festa. Veja todo o material

Leia mais

** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança e não pode ser copiado ou reproduzido sem a autorização prévia.

** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança e não pode ser copiado ou reproduzido sem a autorização prévia. * Este texto corresponde à visão da autora Marcia Dib e todas as informações aqui contidas são de inteira responsabilidade da autora. ** O texto aqui reproduzido é de propriedade do MUD - Museu da Dança

Leia mais

EXPEDIENTE RELIZAÇÃO: PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ PREFEITO: JOÃO AVAMILENO VICE-PREFEITA: IVETE GARCIA

EXPEDIENTE RELIZAÇÃO: PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ PREFEITO: JOÃO AVAMILENO VICE-PREFEITA: IVETE GARCIA EXPEDIENTE RELIZAÇÃO: PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ PREFEITO: JOÃO AVAMILENO VICE-PREFEITA: IVETE GARCIA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL: CLEUZA REPULHO APOIO: Instituto Castanheira de Ação

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais

Novo Sprinter da Mercedes-Benz destaca-se pela segurança exemplar no transporte de passageiros

Novo Sprinter da Mercedes-Benz destaca-se pela segurança exemplar no transporte de passageiros Sprinter Informação à Imprensa Novo Sprinter da Mercedes-Benz destaca-se pela segurança exemplar no transporte de passageiros Data: 10 de abril de 2012 Novidades do Sprinter incluem inovador ESP Adaptativo

Leia mais

http://www.comoorganizarcasamento.com

http://www.comoorganizarcasamento.com Como Planejar seu Casamento Sem Stress Copyright 2014 Este e- book é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei 9.610/98), é proibida a reprodução do livro por meio eletrônico ou impresso. O e- book

Leia mais

guia multicultural da mata atlântica para crianças o dia em que o curupira jantou com o saci... PAPELERACULTURAL

guia multicultural da mata atlântica para crianças o dia em que o curupira jantou com o saci... PAPELERACULTURAL guia multicultural da mata atlântica para crianças o dia em que o curupira jantou com o saci... PAPELERACULTURAL Apresentação Guia multicultural da Mata Atlântica e de sua diversidade para as crianças.

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É Descobrindo-se... Fácil é olhar à sua volta e descobrir o que há de

Leia mais

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing.

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. 10 coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. Quem é o seu público? Para quem você quer vender? Parece óbvio, não? Mas muitos empreendedores engasgam para responder esta pergunta. Na

Leia mais

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis)

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (Este

Leia mais

1. Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim não 4 19

1. Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim não 4 19 1. Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim não 4 19 Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim 17% não 83% 2. O que achou da transformação do Largo de Pinheiros? Diferente, muito

Leia mais

A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO

A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO Universidade Estadual de Campinas Fernanda Resende Serradourada A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO INTRODUÇÃO: O Projeto de Desenvolvimento realizado por mim visava à confecção

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

Como fazer seu blog se destacar dos outros

Como fazer seu blog se destacar dos outros Como fazer seu blog se destacar dos outros Fama. Tráfego. Reconhecimento. Muito dinheiro no bolso. Esses itens certamente estão presentes na lista de desejos de quase todos os blogueiros. Afinal, ninguém

Leia mais

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo.

O PROGRAMA. Colunistas fixos irão falar sobre moda, gastronomia, tecnologia, cinema e estilo. O PROGRAMA Claquete, sua revista eletrônica de entretenimento. Claquete: Sua revista eletrônica de entretenimento. Com seu bom humor e curiosidade característicos, Otávio Mesquita apresenta os bastidores

Leia mais

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto 1 de 7 04/06/2013 12:52 globo.com notícias esportes entretenimento vídeos ASSINE JÁ CENTRAL E-MAIL criar e-mail globomail free globomail pro ENTRAR Paraná 04/06/2013 09h20 - Atualizado em 04/06/2013 12h15

Leia mais

Menu. Comidas típicas. Contribuições para o Brasil e Ijuí. Significado da bandeira Árabe. Costumes

Menu. Comidas típicas. Contribuições para o Brasil e Ijuí. Significado da bandeira Árabe. Costumes Árabes Componentes: Sabrina, Lucille,Giovana, M, Lucas C, João Vitor Z, Samuel. Disciplina: Estudos Sociais, Informática Educativa, Língua Portuguesa. Professores: Uiliam Michael, Cristiane Keller, Daniele

Leia mais

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital 8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital Empreender em negócios de marketing digital seguramente foi uma das melhores decisões que tomei em minha vida. Além de eu hoje poder ter minha

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre Sumário I. Apresentação do Manual II. A Prevenção de Acidentes com Crianças III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre IV. Como a Educação pode contribuir para a Prevenção de Acidentes no Trânsito V. Dados

Leia mais

ATIVIDADES PARACURRICULARES DE ATRIBUIÇÕES PROFISSONAIS (APAP)

ATIVIDADES PARACURRICULARES DE ATRIBUIÇÕES PROFISSONAIS (APAP) ATIVIDADES PARACURRICULARES DE ATRIBUIÇÕES PROFISSONAIS (APAP) DAYUMA CRUZ 308.2095 2 Este relatório visa à inclusão do Relatório de Viagem nas Atividades Paracurriculares de Atribuições Profissionais

Leia mais

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de 1 Nesta aula você aprenderá a diferenciar um desenhista de um ilustrador e ainda iniciará com os primeiros exercícios de desenho. (Mateus Machado) O DESENHISTA E O ILUSTRADOR Ainda que não sejam profissionais

Leia mais

Gerenciamento da produção

Gerenciamento da produção 74 Corte & Conformação de Metais Junho 2013 Gerenciamento da produção Como o correto balanceamento da carga de dobradeiras leva ao aumento da produtividade e redução dos custos (I) Pedro Paulo Lanetzki

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros

Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros Lançamento de ônibus Mercedes-Benz lança novas opções para o transporte rodoviário de passageiros Informação à imprensa 26 de agosto de 2014 Chassis O 500 RSD 6x2 e RSDD 8x2, com 2º eixo direcional de

Leia mais

www.detran.pr.gov.br

www.detran.pr.gov.br www.detran.pr.gov.br INFELIZMENTE, A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES COM MORTES NO TRÂNSITO BRASILEIRO ENVOLVEM MOTOCICLISTAS. POR ISSO, O DETRAN PREPAROU ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA VOCÊ RODAR SEGURO POR

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL REVISTA UTILITÀ DELIVERY DE MARCAS CINTA

PROPOSTA COMERCIAL REVISTA UTILITÀ DELIVERY DE MARCAS CINTA av. das américas 16.579, sala 201 recreio, 22790-701, rio de janeiro-rj tel: 21 2437 4222 21 2437 2669 www.utilitaonline.com.br PROPOSTA COMERCIAL REVISTA UTILITÀ DELIVERY DE MARCAS CINTA QUEM SOMOS Tudo

Leia mais

Entrevista Radio Tucujú II. (Prof. Marcos Albuquerque) Macapá-AP, 11/02/2004.

Entrevista Radio Tucujú II. (Prof. Marcos Albuquerque) Macapá-AP, 11/02/2004. Repórter: Reginaldo Borges Arqueólogo: Marcos Albuquerque Entrevista Radio Tucujú II. (Prof. Marcos Albuquerque) Macapá-AP, 11/02/2004. Prof.- e que não se sabia ao certo, se elas eram... digamos ligados

Leia mais

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Corporativo Informação à Imprensa Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Data: 23 de outubro de 2011 De forma inédita na indústria automobilística nacional, a Mercedes- Benz

Leia mais

paraíso Novo rumo no Inspiração one experience Relatos de quem tem história

paraíso Novo rumo no Inspiração one experience Relatos de quem tem história Novo rumo no paraíso Como uma viagem para a ilha de Saint Barths fez a mercadóloga Jordana Gheler trocar a carreira que tinha no Brasil por outra muito mais ensolarada [ depoimento concedido a Ana Luiza

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Por: Marco Lassen. Diesel

Por: Marco Lassen. Diesel Por: Marco Lassen Diesel Óleo Diesel e a Evolução do Teor de Enxofre Evolução do Teor de Enxofre 3 Legislação e Teor de Enxofre 2000 ppm 350 ppm 500 ppm 10 ppm 50 ppm 10 ppm EUROPA EURO III EURO IV EURO

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

DESCRITIVO DE PASSEIOS

DESCRITIVO DE PASSEIOS DESCRITIVO DE PASSEIOS BEACH PARK Localizada 25 km de Fortaleza, está a praia de Porto das Dunas, onde fica o Complexo Turístico do Beach park, composto do maior parque aquático da América Latina, com

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL LINKS PATROCINADOS

PROPOSTA COMERCIAL LINKS PATROCINADOS PROPOSTA COMERCIAL LINKS PATROCINADOS O que você vai encontrar nesta proposta: Problemas comuns em empresas que usam Google Adwords A solução está mais perto do que imagina Por que a Dynamo é a empresa

Leia mais

3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores**

3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores** 16 revistas 3,3 milhões de exemplares* por mês e 8,7 milhões de leitores** Fonte: *IV (Out/09 a Set/10) E **Ipsos-Estudos Marplan/EGM- Out/09 a Set/10 Leitores Ambos, 10/+ anos Audiência Líquida das Revistas

Leia mais

Case - Soluções Integrais

Case - Soluções Integrais PÁ CARREGADEIRA Case - Soluções Integrais Equipamentos Financiamento Peças e Serviços PÁ CARREGADEIRA Nova versão, com maior versatilidade e menor custo operacional. A pá carregadeira Case W20E Turbo é

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 21 Discurso na cerimónia de instalação

Leia mais

Não utiliza ARLA 32. Programa Caminho da Escola 2013 Modelo ORE 2 Ônibus Rural Escolar Reforçado Médio

Não utiliza ARLA 32. Programa Caminho da Escola 2013 Modelo ORE 2 Ônibus Rural Escolar Reforçado Médio Não utiliza ARLA 32 Programa Caminho da Escola 2013 Modelo ORE 2 Ônibus Rural Escolar Reforçado Médio Volksbus 15.190 ODR com encarroçamento Marcopolo Uma marca da MAN Latin America. www.man-la.com Programa

Leia mais

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR *

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * PSICODRAMA DA ÉTICA Local no. 107 - Adm. Regional do Ipiranga Diretora: Débora Oliveira Diogo Público: Servidor Coordenadora: Marisa Greeb São Paulo 21/03/2001 I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * Local...:

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais