EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DAS DISCIPLINAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DAS DISCIPLINAS"

Transcrição

1 Conteúdo Curricular e EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DAS DISCIPLINAS 1º TERMO Comunicação e Cultura I Análise da cultura brasileira em suas diversas manifestações; especialmente as populares. Cultura de massa e suas ação homogeinizadora sobre a sociedade. Cultura brasileira na Literatura, Arquitetura, Pintura, Música e Escultura. ALAMBERT, Francisco. A Semana de 22: a aventura modernista no Brasil. SP: Scipione, BOSI, E. Cultura de Massa e Cultura Popular: leituras operárias. Petrópolis/RJ: Vozes, GASPARI,H. A Ditadura Envergonhada. SP: Cia das Letras, GASPARI, H. A Ditadura Escancarada. SP: Cia das Letras, HABERT. N. A Década de 70. Apogeu e crise da ditadura militar brasileira. SP: Ática, HOLLANDA, H. B. de e GONÇALVES, M. A. Cultura e participação nos anos 60. SP: Brasiliense, HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Impressões de Viagem: C.P.C., vanguarda e desbunde, 1960/1970. SP: Brasiliense, HOLLANDA, S. B. de. Raízes do Brasil. RJ: José Olympio Ed, MATTA, Roberto da. Carnavais, Malandros e Heróis: para uma Sociologia do dilema brasileiro. Rj, Zahar, PAES, M. H. S. A Década de 60. Rebeldia, contestação e repressão política. SP, Ática, PEREIRA, Carlos A. M. O que é Contracultura. SP: Brasiliense, RODRIGUES, M. A Década de 50. Populismo e metas desenvolvimentistas no Brasil. SP: Ática, VICENTINO, C. História do Brasil. SP: Ática, WEFFORT, Francisco. O Populismo na Política Brasileira. RJ: Paz e Terra, 1978.

2 Conteúdo Curricular e Filosofia da Comunicação Contextualizar a filosofia no universo contemporâneo da Comunicação, assim estimulando uma visão crítica no que se refere aos produtos dos meios. A análise da retórica dentro do processo de Comunicação embasada no contexto filosófico. ARANHA, M. Lúcia de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. 2 ed. São Paulo: Moderna, ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Mestre Jou, ALVES, Rubem. Filosofia da Ciência: Introdução ao jogo e suas regras. São Paulo: Brasiliense, CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, CUNHA, José Auri. Filosofia: iniciação à investigação filosófica. São Paulo: Atual, FERRY, Luc. Aprender a Viver: Filosofia para os novos tempos. Rio de Janeiro: Objetiva, PERELMAN, Chain. Retóricas. Trad. Maria Ermantina G. G. Pereira. São Paulo: Martins fontes, REALE. Giovanni e ANTISERI, Dario. História da filosofia: Filosofia Pagã Antiga. São Paulo: Paulus, SOUZA, Sonia Maria Ribeiro de. Um outro olhar: filosofia. São Paulo: FTD, História da Mídia A História da mídia, através da evolução dos meios de comunicação e da publicidade e propaganda, aspectos históricos, sociais, criativos e tecnológicos. Panorama desta história no conceito de global e regional. FEDERICO, Maria Elvira Bonavita. História da comunicação: rádio e TV no Brasil. Petrópolis, ed. Vozes, MATTOS, Sérgio. Pioneiros do rádio e da TV no Brasil, São Paulo. Códex, 2004.

3 Conteúdo Curricular e PETERSON, Theodore. Meios de Comunicação e a Sociedade Moderna. Rio de Janeiro, Grd. SAMPAIO, Mario Ferraz. História do rádio e da televisão no Brasil e no Mundo: memórias de um pioneiro. STEINBER, Charles. Meios de comunicação de Massa, São Paulo. Cultrix, PETERSON, Theodore. Meios de Comunicação e a Sociedade Moderna. Rio de Janeiro, Grd. Leitura e Redação Introduzir os alunos a elementos básicos da lingüística textual, apoiada nas teorias francesas da Análise do Discurso e da Semiótica greimasiana. principal CHAUÍ, Marilena. O Que é Ideologia. Coleção Primeiros Passos. São Paulo, Abril/Cultural, Brasiliense, FIORIN, José Luis & SAVIOLI, Francisco Platão. Para Entender o Texto: Leitura e Redação. 3ª ed. São Paulo: Ática, FIORIN, José Luis. Elementos de Análise do Discurso. Coleção Repensando a Língua Portuguesa. São Paulo: Contexto, complementar MAINGUENEAU, Dominique. Novas Tendências em Análise do Discurso. Trad.: Freda Indursky. Campinas; Pontes: Ed. UNICAMP, MAINGUENEAU, Dominique. Termos-Chave da Análise do Discurso. Trad.: Márcio Venício Barbosa e Maria Emília A. T. Lima. Belo Horizonte; Ed. UFMG, 1998 MANHÃES, Manuela Chagas, ARRUDA, Sérgio. (2007) A Análise de Discurso e a Apreensão de Universos Simbólicos. Uma Referência para o Entendimento da Linguagem Subjetiva do Poeta e Letrista Vinícius de Moraes. ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de Discurso. Col. Princípios e Procedimentos. Campinas; Pontes, 2000.

4 Conteúdo Curricular e ROCHA, Décio, DEUSDARA, Bruno. Análise de Conteúdo e Análise do Discurso: aproximações e afastamentos na (re)construção de uma trajetória. (2005) Alea., Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, SILVA, Denize Elena Garcia da. Motivações cognitivas e interacionais em competição: a força das palavras em contexto. (2007) DELTA., São Paulo, v. 21, n. spe, Lingua Portuguesa I Correlacionamento do enfoque lingüístico - mensagens verbais - e semiológico - mensagens não-verbais em variados textos, principalmente nos textos publicitários. Análise e produção do verbal e não-verbal para a construção do texto coerente, coeso e criativo, usando a estrutura textual e os recursos expressivos da Língua Portuguesa. CARRASCOZA, João Anzanello. A evolução do texto publicitário. São Paulo: Editora Futura, CARVALHO, Nelly de. Publicidade: a linguagem da sedução. 2. ed. São Paulo: Ática, CITELLI, Adilson. Linguagem e persuasão. 6. ed. São Paulo: Ática, GONZALES, Lucilene. Linguagem publicitária: análise e produção. São Paulo: Arte & Ciência, GUIMARÃES, Elisa. A articulação do texto. São Paulo: Ática, MARTINS, Jorge S. Redação publicitária: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, SANDMANN, A. A linguagem da propaganda. 2. ed. São Paulo: Contexto, VESTERGAARD, Torben & SCHRODER, Kim. A linguagem da propaganda. São Paulo: Martins Fontes, Tópicos Especiais em Comunicação I A publicidade, o marketing e a era do consumo em massa: fluxograma operacional e departamento de agência de publicidade. Campanhas publicitárias. O profissional e o

5 Conteúdo Curricular e mercado de trabalho. Os meios de comunicação e sua influência no consumidor. O processo de criação e produção de anúncios publicitários. Merchandising e promoção de vendas. Responsabilidade Social da Propaganda. SANT ANNA, Armando. Propaganda. Teoria, Técnica e Prática.. São Paulo 1973 CALAZANS, Flavio. Propaganda Subliminar Multimídia. São Paulo, Summers BARRETO MENNA, Roberto. Criatividade em Propaganda.São Paulo, Summus BENETTI, Edson e outros. Tudo o que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar. São Paulo, Atlas SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z. Rio de Janeiro: Campus, RIBEIRO, Julio. Fazer Acontecer. São Paulo: Cultura, 1997 KOTLER, Philip. Administração em Marketing. São Paulo, Editora Atlas BORDENAVE, Juan Diaz, CARVALHO, Horacio Martins de. Comunicação e planejamento. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, º Termo Comunicação e Cultura II Os movimentos sociais no Brasil atual, o papel da informação na evolução da cultura; manipulação e formas de resistência da sociedade; a cultura brasileira como conteúdo dos meios de comunicação de massa; a importância de conteúdos internacionais em nossa cultura - colonização cultural. REZENDE, Neide. A Semana de Arte Moderna SP: Editora Ática, Série Princípios, ALVES, Júlia Falivene. A invasão cultural norte americana. 24ed. São Paulo : Moderna, 1988

6 Conteúdo Curricular e ANDREATTO, Elifas et all. Retrato do Brasil: depoimentos. São Paulo : Política, BOSI, Alfredo. Cultura Brasileira: temas e situações. 2ed. São Paulo : Atica, BOSI, Alfredo, BORHEIM, Gerd; PESSANHA, José. Cultura Brasileira Tradição e Contradição. São Paulo : Zahar, 1987 RODRIGUES, Marly. A Década de 80: Brasil: quando a multidão voltou às praças SP: Ed. Ática, 1996 PEREIRA, Carlos Alberto Messeder. O que é Contracultura. SP: Ed. Brasiliense,1988 VESENTINI, José William. A nova Ordem Mundial. 4ed. São Paulo : Ática, PINTO, Vírgílio Noya. Comunicação E Cultura Brasileira, São Paulo : Ática, SOUZA, Eliana Maria de Melo. Cultura Brasileira: figuras e autoridades. São Paulo : HUCITEC, REZENDE, Neide. A Semana de Arte Moderna SP: Editora Ática, Série Princípios,1992. ALVES, Júlia Falivene. A invasão cultural norte americana. 24ed. São Paulo : Moderna, 1988 ANDREATTO, Elifas et all. Retrato do Brasil: depoimentos. São Paulo : Política, BOSI, Alfredo. Cultura Brasileira: temas e situações. 2ed. São Paulo : Atica, BOSI, Alfredo, BORHEIM, Gerd; PESSANHA, José. Cultura Brasileira Tradição e Contradição. São Paulo : Zahar, 1987 RODRIGUES, Marly. A Década de 80: Brasil: quando a multidão voltou às praças SP: Ed. Ática, 1996 PEREIRA, Carlos Alberto Messeder. O que é Contracultura. SP: Ed. Brasiliense,1988 VESENTINI, José William. A nova Ordem Mundial. 4ed. São Paulo : Ática, PINTO, Virgílio Noya. Comunicação E Cultura Brasileira, São Paulo : Ática, SOUZA, Eliana Maria de Melo. Cultura Brasileira: figuras e autoridades. São Paulo : HUCITEC, 1996.

7 Conteúdo Curricular e Língua Portuguesa II Formas de desenvolver a idéia principal do parágrafo, fundamentando de maneira clara e convincente as idéias expostas ou defendidas, sejam pela narração, descrição e dissertação. A linguagem figurada e outros mecanismos expressivos que se viabilizam pelo uso de figuras, da linguagem conotativa, variação lingüística, fórmulas fixas. GARCIA, Othon M. Comunicação em prosa moderna. 13ª ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, GONZALES, L. Linguagem publicitária: análise e produção. Arte e Ciência: São Paulo: INGEDORE V. A coesão textual. 10ª ed. São Paulo: Contexto, KOCH, Ingedore & TRAVAGLIA, Luiz Carlos. A coerência textual. 8ª ed. São Paulo: Contexto, PLATÃO, Francisco & FIORIN, José Luiz. Para entender o texto. São Paulo: Ática, SOARES, M. B. & CAMPOS, E. N. Técnica de redação: as articulações lingüísticas como técnica de pensamento. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, Linguagem Fotográfica Desenvolvimento do uso de técnicas fotográficas e dos equipamentos de subsídio. Teoria e prática da linguagem de imagens fotográficas. Manuseio dos controles do equipamento fotográfico, desenvolvimento dos processos de impressão de imagens, ampliações e cópias em diversos suportes fotográficos. Aplicação dos equipamentos específicos e programas básicos para o registro e documentação fotográfica.

8 Conteúdo Curricular e A CÂMARA CLARA - Roland Barthes - ed. Nova Fronteira RJ EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO TEORIA E PRATICA Thales Trigo Ed. SENAC FOTOGRAFIA PENSANTE Luiz Guimarães Monforte Ed. SENAC O ATO FOTOGRÁFICO Philippe Dubois Ed. Papirus. FOTOGRAFIA E HISTORIA Boris Kossoy Ed. Ática. Revistas: IRIS - FOTOGRAFE MELHOR PAPARAZZI - PHOTO PICTURE O QUE É FOTOGRAFIA Claudio Kubrusli Ed. Brasiliense. A PRÁTICA DA REPORTAGEM Ricardo Kotscho Ed. Ática. SAUDADES DO BRASIL Levi-Strauss Cia das Letras. A FOTOGRAFIA NO BRASIL Gilbert Ferrez Ed. Funarte. JARDIM DA LUZ Bob Wolfenson Cia das Letras. A IMAGEM PRECÁRIA Jean-Marie Schaeffe Ed. Papirus. UM INCERTO ESTADO DE GRAÇA Sebastião Salgado Ed. Caminho. FOTOGRAFIA DIGITAL Carla Rose Ed. Campus. REVELAÇÃO EM PRETO E BRANCO Millard W. L. Aschiler Ed. Senac. FOTOGRAFIA APLICADA Arnold Stewart - Ed. Omega. GRANDE MANUAL DE FOTOGRAFIA Michael Freeman Ed. Dinalivro. GUIA COMPLETO DE FOTOGRAFIA John Hedgecor Ed. Martins Fontes. TUDO SOBRE FOTOGRAFIA Michael Busselle Ed. Pioneira. EXODOS Sebastião Salgado Ed. Cia das Letras. FOTOGRAFIA - MANUAL COMPLETO DE ARTE E TÉCNICA Life/Time Ed. Abril. FOTOGRAFIA COM BOM SENSO Leonard Gaunt Ed. Ediouro. ENTRE-IMAGENS Raymond Bellour Ed. Papirus. FOTOGRAFIA BÁSICA Lang Fond - Ed. Dinalivro. Recomendada 50 ANOS DE LUZ CAMERA E ACAO Edgar Moura Ed. SENAC

9 Conteúdo Curricular e REFLEXÕES SOBRE O PENSAMENTO FOTOGRÁFICO Isaac Camargo Ed. UEL SINTAXE DA LINGUAGEM VISUAL Donis A. Dondis Ed. Martins Fontes HISTORIA DA FOTOGRAFIA Thales Trigo Ed. SENAC A COPIA Ansel Adams Ed. SENAC O NEGATIVO Ansel Adams Ed. SENAC FOTOGRAFIA E SOCIEDADE Boris Kossoy Ed. Melhoramentos REALIDADES E FICÇÕES NA TRAMA FOTOGRAFICA Boris Kossoy Ateliê Editorial. O QUE É IDEOLOGIA Marilena Chaui Ed. Brasiliense. FOTOGRAFIA E ANTROPOLOGIA Rosane de Andrade Ed. Estação Liberdade. PARA LER E FAZER O JORNAL NA SALA DE AULA Maria Alice Faria e Juvenal Zanchetta Jr. Ed. Contexto. INTRODUÇÃO À ANÁLISE DA IMAGEM Martine Joly Ed. Papirus. 100 FOTOS DO SÉCULO Marie-Monique Robin Ed. Evergreen. A FOTOGRAFIA E SOCIEDADE Gisele Freund Ed. Veja. IMAGENS DA FOTOGRAFIA BRASILEIRA I Simonetta Persichetti. Ed. Senac. IMAGENS DA FOTOGRAFIA BRASILEIRA II Simonetta Persichetti. Ed. Senac Narrativas Audiovisuais s A evolução das linguagens audiovisuais (cinema, rádio e televisão) em seus contextos tecnológicos, históricos e sociais. Processos de significação das linguagens audiovisuais. Processos de recepção dos meios de comunicação audiovisuais. Básica CAMPEDELLI, Samira Youssef. A telenovela. São Paulo: Ática, CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

10 Conteúdo Curricular e DANIEL FILHO. O circo eletrônico: fazendo TV no Brasil. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, DE FLEUR, Melvin e BALL- ROKEACH, Sandra. Teorias da comunicação de massa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993, trad. 5 a. ed. norte-americana. FERNANDES, Ismail. Memória da telenovela brasileira. São Paulo: Brasiliense, MARCONDES FILHO, Ciro. Televisão a vida pelo vídeo. São Paulo: Moderna, MARTIN, Marcel. A linguagem cinematográfica. São Paulo: Brasiliense, MERTEN, Luis Carlos. Cinema um zapping de Lumiére a Tarantino. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1995 MORAN, José Manuel. Como ver televisão. São Paulo: Edições Paulinas, REIMÃO, Sandra (org). Em instantes: notas sobre a programação da TV brasileira. São Paulo: Cabral/Faculdades Salesianas, TILBURG, João Luis van. Para uma leitura crítica da televisão. 5 a. ed. São Paulo: Edições Paulinas,1990 Complementar BUCCI, Eugênio (org). A TV aos 50. São Paulo: Ed. Fund. Perseu Abramo, 2000). BALOGH, Anna Maria. O discurso ficcional na TV. São Paulo: EDUSP, 2002 BAPTISTA, Maria Luiza Cardinale. Comunicação: trama de desejos e espelhos. Canoas: Ed. ULBRA, COSTA, Cristina. Ficção, comunicação e mídias. São Paulo: Editora Senac, ESQUENAZI, Rose. No túnel do tempo - uma história da TV no Brasil. Porto Alegre: Artes e Ofícios, GILDER, George. A vida após a televisão. Rio de Janeiro: Ediouro, MATTOS, Sérgio. História da televisão brasileira. Petrópolis: Vozes, 2002 TURNER, Graeme. Cinema como prática social. São Paulo: Summus, XAVIER, Ricardo e SACCHI, Rogério. Almanaque da TV 50 anos de memória e informação. Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

11 Conteúdo Curricular e Sociedade, Economia e Política Brasileira Subsidiar a reflexão sobre a sociedade civil contemporânea e o direito numa sociedade marcada por profundas contradições sociais. Como refletir democracia nos recortes econômicos, políticos e sociais numa sociedade complexa. Estabelecer os paralelos atuais em sociedade globalizada. BAIROCH, P. - Victoires et déboires, 3 vols. Paris: Gallimard, BEAUD, Michel - História do capitalismo. Lisboa: Teorema, CAMERON, Rondo - História Econômica do Mundo. Lisboa: Pub. Europa- América, DAMATTA, R. O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco, DROZ, Bernard; ROWLEY, Anthony - História do Século XX, 4 vols., Lisboa: Pubs. Dom Quixote, HOBSBAWM, E.J. - A Era das Revoluções, Lisboa, Presença, HOBSBAWM, E.J. - A Era dos Extremos ( ), Lisboa, Presença, LÉON, Pierre (dir.)-historia Econômica e Social do Mundo, Lisboa, Sá da Costa, ORTIZ, R. mundialização e cultura. 2. Ed., São Paulo: Brasiliense, RÉMOND, René, Introdução à História do Nosso Tempo, Lisboa, Gradiva, RIBEIRO, B. O índio na cultura brasileira. 2.ed.,Rio de Janeiro: REvan, complementar RIBEIRO, D. O povo brasileiro a formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, DAUMARD, Adeline - Les Bourgeois et la Bourgeoisie en France, Paris, Aubier, DUROSELLE, J. B., - A Europa de 1815 aos nossos dias. São Paulo: Pioneira, HOBSBAWM, E.J. - A Era do Império, , Lisboa, Presença, MATHIAS, Peter; DAVIS, John - As primeiras revoluções industriais. Lisboa: D. Quixote, NOUSCHI, Marc - Breve Atlas Histórico do Século XX. Lisboa: Instituto Piaget, 1999.

12 Conteúdo Curricular e RENOUVIN, Pierre; DUROSELLE, Jean-Baptiste - Introduction à l'histoire des relations internationales. Tópicos Especiais em Comunicação II s Apresentar case que fizeram historia na propaganda brasileira, as novidades em relação a cursos de extensão e especialização dentro da área, novos mercados a serem explorados pelo publicitário, tendências De comportamento e estilo no Brasil e no mundo, além de uma volta ao mundo pelo: cinema, música, moda. Técnicas para falar em público e expressão corporal. Anuários de Criação, Brasil anos da Propaganda. Nelson Cadena. Ed. Referencia. A casa da mãe Joana: curiosidades nas origens das palavras, frases e marcas. Reinaldo Pimenta.Campus. A casa da mãe Joana 2. Reinaldo Pimenta. Campus. Propaganda é isso aí!. Zeca Martins. Um toc na cuca. Almanaque Abril 3º Termo Ética e Legislação Publicitária Apreciação das mensagens de publicidade e propaganda, ante seus reflexos positivos ou negativos em relação a pessoas, grupos sociais e ao público em geral. Estudo da legislação vigente e aplicável em matéria de Publicidade e Propaganda.

13 Conteúdo Curricular e VALLS, Álvaro L. M. O que é ética. São Paulo: Brasiliense, LAGNEAU, Gérard. A sociologia da publicidade. São Paulo: Cultrix, FONSECA, Eduardo G. Vícios privados, benefícios públicos? São Paulo: Companhia das Letras, JOLIVET, Regis. Curso de filosofia. São Paulo: Agir, FILHO, Gino Giacomini. Consumidor & Propaganda. São Paulo: Summus, LIMA, Luiz Costa. Teoria da cultura de massa. São Paulo:Saga, TOFFLER, Barbara Ley. Ética no trabalho. São Paulo: Makron Books, CONSELHO NACIONAL DE AUTO REGULAMENTAÇÃO PUBLICITÁRIA. São Paulo: PERIÓDICOS: REVISTAS MARKETING; PROPAGANDA; MEIO E MENSAGEM; Materiais e Processos Gráficos s Tipologia, medidas gráficas, técnicas de composição e impressão e suas implicações. Estética aplicada ao material gráfico VILAS-BOAS, André. Produção gráfica para designers. SP, 2ab. Produção Publicitária em Fotografia s Desenvolvimento e utilização das técnicas da linguagem fotográfica. Teoria e prática da linguagem de construção de imagens fotográficas de cunho publicitário, orientadas a ilustrar todas as formas de comunicação impressa, proporcionando ao discente capacidade de identificar as intencionalidades da composição fotográfica.

14 Conteúdo Curricular e A CÂMARA CLARA - Roland Barthes - ed. Nova Fronteira RJ -EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO TEORIA E PRATICA Thales Trigo Ed. SENAC -FOTOGRAFIA PENSANTE Luiz Guimarães Monforte Ed. SENAC -O ATO FOTOGRÁFICO Philippe Dubois Ed. Papirus. -FOTOGRAFIA E HISTORIA Boris Kossoy Ed. Ática. -Revistas : ÍRIS - FOTOGRAFE MELHOR PAPARAZZI - PHOTO PICTURE -O QUE É FOTOGRAFIA Claudio Kubrusli Ed. Brasiliense. -SAUDADES DO BRASIL Levi-Strauss Cia das Letras. -A FOTOGRAFIA NO BRASIL Gilbert Ferrez Ed. Funarte. -JARDIM DA LUZ Bob Wolfenson Cia das Letras. -A IMAGEM PRECÁRIA Jean-Marie Schaeffe Ed. Papirus. -UM INCERTO ESTADO DE GRAÇA Sebastião Salgado Ed. Caminho. -FOTOGRAFIA DIGITAL Carla Rose Ed. Campus. -REVELAÇÃO EM PRETO E BRANCO Millard W. L. Aschiler Ed. Senac. -FOTOGRAFIA APLICADA Arnold Stewart - Ed. Omega. -GRANDE MANUAL DE FOTOGRAFIA Michael Freeman Ed. Dinalivro. -GUIA COMPLETO DE FOTOGRAFIA John Hedgecor Ed. Martins Fontes. -TUDO SOBRE FOTOGRAFIA Michael Busselle Ed. Pioneira. -FOTOGRAFIA - MANUAL COMPLETO DE ARTE E TÉCNICA Life/Time Ed. Abril. -FOTOGRAFIA COM BOM SENSO Leonard Gaunt Ed. Ediouro. -ENTRE-IMAGENS Raymond Bellour Ed. Papirus. -FOTOGRAFIA BÁSICA Lang Fond - Ed. Dinalivro. Recomendada -50 ANOS DE LUZ CAMERA E ACAO Edgar Moura Ed. SENAC

15 Conteúdo Curricular e -REFLEXÕES SOBRE O PENSAMENTO FOTOGRÁFICO Isaac Camargo Ed. UEL -SINTAXE DA LINGUAGEM VISUAL Donis A. Dondis Ed. Martins Fontes -HISTORIA DA FOTOGRAFIA Thales Trigo Ed. SENAC -O NEGATIVO Ansel Adams Ed. SENAC -FOTOGRAFIA E SOCIEDADE Boris Kossoy Ed. Melhoramentos -REALIDADES E FICÇÕES NA TRAMA FOTOGRAFICA Boris Kossoy Ateliê Editorial. -O QUE É IDEOLOGIA Marilena Chaui Ed. Brasiliense. -FOTOGRAFIA E ANTROPOLOGIA Rosane de Andrade Ed. Estação Liberdade. -INTRODUÇÃO À ANÁLISE DA IMAGEM Martine Joly Ed. Papirus FOTOS DO SÉCULO Marie-Monique Robin Ed. Evergreen. -A FOTOGRAFIA E SOCIEDADE Gisele Freund Ed. Veja. -IMAGENS DA FOTOGRAFIA BRASILEIRA I Simonetta Persichetti. Ed. Senac. -IMAGENS DA FOTOGRAFIA BRASILEIRA II Simonetta Persichetti. Ed. Senac Redação Publicitária I Relação entre Publicidade e Produção Cultural. Como encontrar a essência de um texto. A palavra e suas diversas possibilidades de aplicação, seus sinônimos e suas adequações ao texto publicitário. Os processos que precedem a construção do texto publicitário e suas leituras para a criação. (briefing, brainstorming, pesquisa). Perfil de target e adequação de linguagem. BRANCO, Renato Castelo, - MARTENSEN, Rodolfo Lima,- REIS, Fernando. História Da Propaganda no Brasil. São Paulo: T.A. Queiroz, GONÇALVES, José Milton. Tira Teimas de Português. 2ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 1995.

16 Conteúdo Curricular e MEDEIROS, João Bosco. Comunicação Escrita: a moderna prática da redação. 2ª ed. São Paulo: Atlas, SANTÁNNA, Armando. Propaganda: teoria, técnica e prática. São Paulo: Pioneira, PIRATININGA, Luiz Celso de. Publicidade: arte ou artifício. São Paulo: T.A. Queiroz, CARVALHO, Nelly de. Publicidade: a linguagem da sedução. São Paulo: Ática, SANDMANN, Antônio. A Linguagem da Propaganda. São Paulo: Contexto, 1993.HOFF, Tânia. GABRIELLI, Lourdes. Redação publicitária. Rio de Janeiro: Elsevier, GONZALES, Lucilene. Linguagem Publicitária: análise e produção. São Paulo: Arte & Ciência, 2003.CARRASCOZA, João A. A evolução do texto publicitário: a associação de palavras como elemento de sedução na publicidade. São Paulo: Futura, Sociologia Geral e da Comunicação O ofício sociológico. Método, objeto e correntes teóricas. Conceitos fundamentais. Comunicação e sociologia. Criação cultural nas sociedades modernas. Cultura e comunicação de massa. ADORNO, Theodor W. & HORKHEIMER, Max. Dialética do Esclarecimento. Rio de Janeiro: Zahar, BARBERO, Jesus Martin. Comunicación Massiva: discurso y poder. Quito: Ciespal, BAUDRILLARD, Jean. A Sociedade de Consumo. Rio de Janeiro: Edições 70, BULIK, Linda. Doutrinas da Informação no Mundo de Hoje. São Paulo: Loyola, CASTELLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura a sociedade em rede. V ed. São Paulo: Paz e Terra, COHN, Gabriel. Sociologia da Comunicação - Teoria e Ideologia. São Paulo: Pioneira, 1973.

17 Conteúdo Curricular e ECO, Umberto. Apocalípticos e Integrados. 5ª ed. São Paulo: Perspectiva, MARTINS, Carlos Benedito. O que é Sociologia. São Paulo: Brasiliense, s/d. MORIN, Edgard. Cultura de Massas no Século XX: O Espírito do Tempo (Necrose). Rio de Janeiro: Forense Universitária, Cultura de Massas no Século XX - O Espírito do Tempo (Neurose). Rio de Janeiro: Forense Universitária, NOVAIS, A. (org) Rede Imaginária - Televisão e Democracia. São Paulo: Companhia das Letras, SFEZ, Lucien. Crítica da Comunicação. São Paulo: Loyola, THOMPSON, John B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. 6ed. Petrópolis: Vozes, WOLF, Mauro (org). Teorias da Comunicação. Lisboa: Presença, Teoria da Comunicação I O objeto da Comunicação Social Contribuições interdisciplinares para a constituição de uma Teoria da Comunicação. As diversas correntes teóricas. Teorias voltadas para a análise de mensagens, inclusive Semiologia. Transformações históricas, processos de comunicação e seu inter-relacionamento, com ênfase no período contemporâneo. Universo conceitual: informação, comunicação, significação. Sinal, signo e símbolo. Classificações do signo. Modelos do processo comunicacional e seus limites. Elementos do processo de significação. Funções da Comunicação. BARTHES, Rolland. Elementos de Semiologia. São Paulo: Cultrix. BERLO, David K. O Processo de Comunicação. São Paulo: Martins Fontes, BORDENAVE, Jean. O que é Comunicação. São Paulo: Brasiliense. COELHO, Teixeira. O que é Indústria Cultural. São Paulo: Brasiliense. ECO, Umberto. Apocalípticos e Integrados. 5ª ed. São Paulo: Perspectiva, HOHLFELDT, A.; MARTINO, L. C.; FRANÇA, V. V. Teorias da Comunicação: conceitos, escolas e

18 Conteúdo Curricular e tendências. 3.ed. Petrópolis: Vozes, MATTELART, Armand e Michèle. História das Teorias da Comunicação. São Paulo: Loyola, WOLF, Mauro (org.). Teorias da Comunicação. Lisboa: Editorial Presença, º Termo Estudos do Consumidor Aplicar o embasamento teórico na pratica publicitária com o intuito de compreender o comportamento na decisão de compra, analisar campanhas publicitárias detectando estes fatores. SANT ANNA, Armando. PROPAGANDA, Teoria Técnica Prática. 7ª ed. rev. São Paulo : Pioneira, FARINA, Modesto. Psicodinâmica das Cores em Comunicação. 4ª ed. São Paulo: Edgard Blucher, GADE, Christiane. Psicologia do Consumidor. São Paulo: E. P. U., Linguagens de TV e Cinema Levar o aluno a dominar aspectos de significação da linguagem audiovisual e sua aplicação na publicidade. O curso procura levar o aluno a desenvolver e aperfeiçoar redação e edição de mensagens de publicidade e propaganda para o cinema e a televisão. BARBOSA, Ivan S. e PEREZ, Clotilde. Hiperpublicidade fundamentos e interfaces. São Paulo: Futura,2007. BAUDRILLARD, Jean. Da sedução. 2ª ed. Campinas: Papirus: CARVALHO, Nelly de. A linguagem da sedução. 2 ª ed. São Paulo: Ática, 1998.

19 Conteúdo Curricular e COMPARATTO, Doc. Da criação ao roteiro. Rio de Janeiro: Rocco,1996. DANIEL FILHO. O circo eletrônico: fazendo TV no Brasil. Rio de janeiro: Jorge Zahar Ed., LEONE, Eduardo e MOURÃO, Maria Dora. Cinema e montagem. São Paulo: Ática, NOVAES, Adauto e outros. Rede Imaginária. São Paulo: Sec.Mun.Cultura/ Cia. das Letras, MACHADO, Arlindo. A Tv levada a sério. São Paulo: SENAC, MACHADO FILHO, Francisco. TV digital: uma nova mídia e um novo modo de recepção em uma sociedade de rede. Marília: UNIMAR, Dissertação de mestrado. MARTIN, Marcel. A linguagem cinematográfica. São Paulo: Brasiliense, MERTEN, Luis Carlos. Cinema um zapping de Lumiére a Tarantino. Porto Alegre: Artes e Ofícios, RAMOS, José M. Ortiz. Televisão, publicidade e cultura de massa. Petrópolis: Vozes, SABOYA, Jackson. Manual do autor roteirista. Rio de Janeiro: Record, SERRA, Floriano. A arte e a técnica do vídeo. São Paulo: Summus, WATTS, Harris. On camera. São Paulo: Summus, COMPLEMENTAR BETTON, Gerard. Estética do cinema. São Paulo: Martins Fontes, ELIN, Larry e LAPIDES, Alan. O comercial de televisão. RJ: Bossa Nova, FIELD, Syd. Manual do Roteiro. Objetiva, Rio de Janeiro, HOWARD, David e MABLEY, Edward. Teoria e Prática do Roteiro. Globo, SP, 1996 JAFFE, Joseph. O declínio da mídia de massa. São Paulo: Makron Books, LEÃO, Lúcia. O labirinto da hipermídia. São Paulo: Iluminuras, MARNER, Terence St. John. A direção cinematográfica. São Paulo: Martins Fontes, MORIN, Edgar. O cinema ou o homem imaginário. Lisboa: Moraes Editores, NEGROPONTE, Nicholas. A vida digital. São Paulo: Cia. Das Letras, TAPSCOTT, Don. Geração digital: a crescente e irreversível ascensão da geração NET. São

20 Conteúdo Curricular e Paulo: MAKRON Books, XAVIER, Ismail. O discurso cinematográfico a opacidade e a transparência. 2 a. ed. Rio de Janeiro: Paz Terra, Planejamento Gráfico I s Estética aplicada ao desenvolvimento de trabalhos gráficos, diagramação, planejamento gráfico, design gráfico e arte final. Biblioteca ADAMS, Anne Debra. Dialogue of forms: letters and digital font design. Dissertação de mestrado, Departament af Architecture, MIT, Cambridge AZEVEDO, Wilton. O que é design. São Paulo: Brasiliense, p.. Os signos do Design. São Paulo: Global, p. CAMPOS, de Augusto, PIGNATARI, Décio e CAMPOS, de Haroldo. Teoria da poesia concreta. São Paulo: Editora Brasiliense, 1987 DONDIS, Donis A. Sintaxe da linguagem visual. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, p. (Coleção A) FARIAS, Priscila L. Tipografia digital: O impacto das novas tecnologias. Rio de Janeiro: 2AB, CAUDURO, Flávio Vinícius. O design na era digital, in Francisco Menezes martins e Juremir Machado da Silva (orgs.) Para navegar no século XXI: tecnologias do imaginário e cibercultura, pp GIBSON, J. La percepción del mundo visual.buenos Aires:Ed. Infinito, 1979, pp.29 a 112. GOMBRICH, E. H. Arte e Ilusão: um estudo da psicologia da representação pictórica. São Paulo: Martins Fontes, p. HURLBURT, Allen. Layout:o design da página impressa. 2.ed. São Paulo:Nobel, p. JACQUES, João Pedro. Tipografia pós-moderna. Rio de Janeiro: 2AB, 1998.

21 Conteúdo Curricular e KANDINSK, Wassily. Ponto linha plano. Rio de Janeiro: Edições 70, KEPES, G. El pensamiento visual. Buenos Aires: Ed. Infinito,1979. LE BOT, Marc. "Arte/Design". Malasartes. Rio de Janeiro: nº 3 abril/maio de 1976, MEGGS, Philip B. A History of Grafic Design. New York: Van Nostrand Reinhold, 1992 (2ª ed.). PIGNATARI, Décio. Semiótica da arte e da arquitetura. São Paulo: Cultrix, 1974 PEDROSA, Israel. Da cor à cor inexistente. 3.ed. Rio de Janeiro: Léo Christiano/Universidade de Brasília, p. RADAFAHER, Luli. design/web/design. São Paulo:Market Press, 1999 RIBEIRO, Milton. Planejamento visual gráfico. 3.ed. rev. Brasília: Linha, p SATUÉ, Enric. El Diseño gráfico. Desde los origens hasta nuestros dias. Madrid: Aqlianza Editorial, 1988 VILLAS-BOAS, André. Utopia e Disciplina. Rio de Janeiro: 2AB, O que é [ e o que nunca foi] design gráfico. Rio de Janeiro: 2AB, WONG, Wucius. Princípios de forma e desenho. São Paulo: Martins Fontes, WOZENCROFT, Jon. The grafic language of Neville Brody. London: Thames & Hudson, The grafic language of Neville Brody2. London: Thames & Hudson, Promoção de Vendas e Merchandising s Legislação para promoções de Vendas. Estratégias promocionais. Estudos e medidas que possam determinar o desenvolvimento de campanhas de promoção de vendas no lançamento de novos produtos, no combate a estratégias dos concorrentes, na manutenção ou ampliação do share de mercado. Rotatividade de estoque através de promoções. Básica: FERRACCIÙ, J. Promoção de Vendas. São Paulo, Makron Books, 1997 KINCAID JR., W. Promoção: produtos, serviços, idéias. Rio de Janeiro, Zahar, 1985.

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL 2. Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado X Licenciatura Profissional

Leia mais

HOBSBAWN, Eric. A Era dos Extremos: O breve século XX 1914-1991. São Paulo: Cia das Letras, 2004.

HOBSBAWN, Eric. A Era dos Extremos: O breve século XX 1914-1991. São Paulo: Cia das Letras, 2004. REALIDADE SOCIOECONÔMICA E POLÍTICA BRASILEIRA O movimento de 30. O estado Novo: autoritarismo e nacionalismo. O desenvolvimento do nacionalismo, o nacional-popular e o reformismo. Intensificação do capitalismo

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Curso de Jornalismo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Área 1 Jornalismo Especializado (1 vaga) Graduação Exigida: Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo Titulação mínima exigida:

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Disciplina: CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA I Código: HT/OC 261 Curso: Comunicação Social Publicidade e Propaganda Pré-requisito: não tem Natureza: Semestral Carga horária: Aulas teóricas: 30 horas-aula Aulas práticas:

Leia mais

Vestibular ICEC 2014! 1

Vestibular ICEC 2014! 1 Vestibular ICEC 2014! 1 Franck H. Oliveira Durgo GOMES 2 Elizângela Luiza Barbosa LUIZ 3 Weslene de Sousa MOTA 4 Mateus Pereira da SILVA 5 Steffany Verônica de Sousa DIAS 6 Thiago Sérgio PEDROSO 7 Cláudio

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 17/2006 SELEÇÃO DE PESSOAL DOCENTE COORDENAÇÃO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 17/2006 SELEÇÃO DE PESSOAL DOCENTE COORDENAÇÃO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 17/2006 SELEÇÃO DE PESSOAL DOCENTE COORDENAÇÃO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Área de concentração: Comunicação Publicitária Conteúdo Programático: Docência no

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 090.3630.1 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA REDAÇÃO E EXPRESSÃO ORAL VI ETAPA 6ª CH 02 ANO 2011 OBJETIVO

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 090.3630.1 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA Redação e Expressão Oral VI ETAPA 6ª Período

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas. Ênfase Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas Ênfase Identificação Disciplina 0003245A - Publicidade e Propaganda Docente(s) Vinicius Martins Carrasco de Oliveria Unidade Faculdade de Arquitetura,

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA Redação e Expressão Oral VI ETAPA 6 Período CH 2 ANO

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno)

Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Ementa das disciplinas optativas 2011.1 (em ordem alfabética independente do curso e do turno) Disciplina Ementa Pré- requisito C.H. Curso Assessoria de Comunicação Conhecimento geral, reflexão e prática

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA. NÍVEL VII e VIII-MANHÃ; NÍVEL IX e X-NOITE

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA. NÍVEL VII e VIII-MANHÃ; NÍVEL IX e X-NOITE CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA NÍVEL VII e VIII-MANHÃ; NÍVEL IX e X-NOITE PROFESSORES - ORIENTADORES PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO Adriana S. Kurtz Mídia e cultura de massa Cinema

Leia mais

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Disciplinas Optativas Publicidade Carga horária total

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54 Curso: DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Centro de Ciências Humanas e da Comunicação Comunicação Social (Noturno) Ano/Semestre: 011/1 09/05/011 1:5 COM.0000.0.000- COM.0001.0.001-0 COM.0019.01.001-7 FIL.0051.00.00-3

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

PLANO DE ENSINO I EMENTA

PLANO DE ENSINO I EMENTA PLANO DE ENSINO CURSO: Comunicação Social Publicidade e Propaganda Série: 4º semestre TURNO: Diurno e Noturno DISCIPLINA: Oficina De Criação E Redação CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4h/aula I EMENTA O curso instruirá

Leia mais

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Ensino de Graduação PROEG Home Page: http://www.uern.br

Leia mais

QUADRO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUADRO ANTERIOR A 2001 ATÉ O CURRICULO VIGENTE NO PRÓPRIO CURSO - 3 primeiros períodos

QUADRO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUADRO ANTERIOR A 2001 ATÉ O CURRICULO VIGENTE NO PRÓPRIO CURSO - 3 primeiros períodos QUADRO CURSO D PUBLICIDAD PROPAGANDA QUADRO ANTRIOR A 2001 ATÉ O CURRICULO VIGNT NO PRÓPRIO CURSO - 3 primeiros períodos DISCIPLINA A DISCIPLINA B CÓDIGO DISCIPLINA - 2008 C/H CUR -SO DISCIPLINA C/H CÓDIGO

Leia mais

Disciplina: Metodologia da Pesquisa Prof.Dr. Genilda D Arc Bernardes e Prof.Dra. Mirley Luciene dos Santos Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 2008

Disciplina: Metodologia da Pesquisa Prof.Dr. Genilda D Arc Bernardes e Prof.Dra. Mirley Luciene dos Santos Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 2008 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS UniEVANGÉLICA PROGRAMA DE MESTRADO MULTIDISCIPLINAR EM SOCIEDADE TECNOLOGIA E MEIO AMBIENTE Disciplina: Metodologia da Pesquisa Prof.Dr. Genilda D Arc Bernardes e Prof.Dra.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Comunicação Social 2.

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Comunicação Social 2. Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: Comunicação Social 2. Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado X Licenciatura Profissional

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003029A - História da Comunicação

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina 0003029A - História da Comunicação Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina 0003029A - História da Comunicação Docente(s) Vinicius Martins Carrasco de Oliveria Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Objetivos

PLANO DE ENSINO. Objetivos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Campus: São Borja Curso: Relações Públicas ênfase em produção cultural Componente

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA I OBJETIVOS: DESCRIÇÃO DA EMENTA: BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

INTRODUÇÃO À ECONOMIA I OBJETIVOS: DESCRIÇÃO DA EMENTA: BIBLIOGRAFIA BÁSICA: INTRODUÇÃO À ECONOMIA I I. O Sistema Econômico II. A circulação no Sistema Econômico III. Relações com o Exterior IV. O Setor Público IV. A Unidade Produtora no Sistema Econômico V. O Sistema Monetário

Leia mais

Etapas para a elaboração de um Pré-Projeto A conclusão de um Curso de Comunicação Social com responsabilidade e seriedade. Antoniella Devanier

Etapas para a elaboração de um Pré-Projeto A conclusão de um Curso de Comunicação Social com responsabilidade e seriedade. Antoniella Devanier Etapas para a elaboração de um Pré-Projeto A conclusão de um Curso de Comunicação Social com responsabilidade e seriedade. Antoniella Devanier O Pré-projeto é uma visão antecipada da pesquisa e representa

Leia mais

Um Diferente Olhar 1. Bruno Barros de SOUZA 2 Gabriel de Angeli PAZETO 3 Felipe Maciel TESSAROLO 4 Faculdades Integradas São Pedro, Faesa

Um Diferente Olhar 1. Bruno Barros de SOUZA 2 Gabriel de Angeli PAZETO 3 Felipe Maciel TESSAROLO 4 Faculdades Integradas São Pedro, Faesa Um Diferente Olhar 1 Bruno Barros de SOUZA 2 Gabriel de Angeli PAZETO 3 Felipe Maciel TESSAROLO 4 Faculdades Integradas São Pedro, Faesa RESUMO O presente artigo visa apresentar a execução, planejamento

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: CINEMA E PUBLICIDADE: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS E MERCADOLÓGICAS. CURSO: Programa de Mestrado em Comunicação

PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: CINEMA E PUBLICIDADE: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS E MERCADOLÓGICAS. CURSO: Programa de Mestrado em Comunicação PROJETO DE PESQUISA TÍTULO: CINEMA E PUBLICIDADE: RELAÇÕES INTERTEXTUAIS E MERCADOLÓGICAS CURSO: Programa de Mestrado em Comunicação LINHA DE PESQUISA: Inovações na Linguagem e na Cultura Midiática PROFESSOR

Leia mais

Interatividade UniNorte 1

Interatividade UniNorte 1 Interatividade UniNorte 1 Anne Caroline BARROS 2 Francisco BARBOZA 3 Heverton PAULA 4 Igor SANTOS 5 Eudóxia Pereira da SILVA 6 Márcio Alexandre dos Santos SILVA 7 Centro Universitário do Norte (UniNorte),

Leia mais

Arte e Entretenimento Midiático

Arte e Entretenimento Midiático PLANO DE ENSINO CURSO: Publicidade e Propaganda DISCIPLINA: Arte e Entretenimento Midiático PERÍODO: Noturno CARGA HORÁRIA: 80 SEMESTRE / ANO: 2º Semestre / 2015 PROFESSOR: Israel Antonio Manoel Pereira

Leia mais

CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED

CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED DISCIPLINA: Comunicação Integrada CÓDIGO: COS 1034 CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED PERÍODO: 5º SEMESTRE: 2012/2 CURRÍCULO: 2010/1 DOCENTE: Ms. Marina Roriz EMENTA Conceito, relevância

Leia mais

OBJETIVOS ESPECÍFICOS Fornecer ao aluno conhecimentos da área que possibilitem a geração de repertório próprio

OBJETIVOS ESPECÍFICOS Fornecer ao aluno conhecimentos da área que possibilitem a geração de repertório próprio Unidade Universitária Centro de Comunicação e Letras Curso Publicidade e Propaganda 9 Eixo Disciplinar Introdução à Publicidade e Propaganda Semestre / Ano Liguagens _0 Disciplina Ementa Caracterização

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO

EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO EMENTÁRIO DO CURO DE JORNALISMO LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de massa. Os tipos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: 4001 Publicidade e Propaganda MISSÃO DO CURSO O curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo tem como missão formar

Leia mais

HISTÓRIA DA TV E O ENSINO SOBRE A TV

HISTÓRIA DA TV E O ENSINO SOBRE A TV HISTÓRIA DA TV E O ENSINO SOBRE A TV 1 Heber Ricardo da Silva & Paulo Gustavo da Encarnação UNESP/Assis Orientador: Dr. Áureo Busetto INTRODUÇÃO Este painel é o resultado de reflexões sobre conteúdos comuns

Leia mais

Programa e Bibliografia Edital 100/12

Programa e Bibliografia Edital 100/12 Programa e Bibliografia Edital 100/12 Campus Área Pontos Bibliografia Jaguarão Administração, Cultura e Turismo 1. Administração e Gerência Cultural 2. Gestão de agência de viagens 3. Gestão de recursos

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO UNIDADE UNIVERSITÁRIA Faculdade de Ciências e Tecnologia/UNESP CURSO DE Geografia HABILITAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL Departamento de Geografia -

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15

Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 C U R S O D E E N G E N H A R I A C I V I L Autorizado pela Portaria nº 276, de 30/05/15 DOU de 31/03/15 Componente Curricular: PORTUGUÊS INSTRUMENTAL Código: ENG. 000 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

ARANTES, Priscila. Arte e mídia: perspectivas da estética. São Paulo: Senac São Paulo, 2008. 190 p. : il.

ARANTES, Priscila. Arte e mídia: perspectivas da estética. São Paulo: Senac São Paulo, 2008. 190 p. : il. ARANTES, Priscila. Arte e mídia: perspectivas da estética. São Paulo: Senac São Paulo, 2008. 190 p. : il. QUANTIDADE: 25 NÚMERO DE CHAMADA: 700.105 A684a TILLEY, Alvin R.; SALVATERRA, Alexandre (Tradução

Leia mais

Projetos Acadêmicos de Pesquisa-Ação em Educação

Projetos Acadêmicos de Pesquisa-Ação em Educação BIBLIOGRAFIA AURAUX, Sylvain. (1992). A revolução tecnológica da gramatização. Tradução para Língua Portuguesa. Campinas: UNICAMP. BAUER, Martin; GASKELL, George. (2002). Pesquisa qualitativa com texto,

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 18

COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 18 COMUNICAÇÃO APLICADA MÓDULO 18 Índice 1. Imagem - Continuação...3 1.1. Posicionamento... 3 2. Referências Bibliográficas...3 2 1. IMAGEM - CONTINUAÇÃO 1.1. POSICIONAMENTO Al Ries (1993) 1 apresenta: lei

Leia mais

ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES Portaria Externa ECA - 01, de 27-03-2015

ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES Portaria Externa ECA - 01, de 27-03-2015 ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES Portaria Externa ECA - 01, de 27-03-2015 * Dispondo sobre normas da segunda etapa das provas de transferência de curso para curso, podendo ser aceito da mesma área de conhecimento,

Leia mais

Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje. São Bernardo do Campo, Instituto Metodista de Ensino Superior, 1985. 42 p. MONOGRAFIA/LIVRO - NACIONAL

Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje. São Bernardo do Campo, Instituto Metodista de Ensino Superior, 1985. 42 p. MONOGRAFIA/LIVRO - NACIONAL Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje. São Bernardo do Campo, Instituto Metodista de Ensino Superior, 1985. 42 p. Giacomini Filho, Gino. Rudge ramos hoje estudo e pesquisa sobre o bairro de rudge ramos

Leia mais

O conceito de Inovação. nas Teorias da Comunicação

O conceito de Inovação. nas Teorias da Comunicação USCS UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA COMISSÃO DE PESQUISAS ACADÊMICAS O conceito de Inovação nas Teorias da Comunicação Docente Responsável: Profª

Leia mais

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Coordenador do Curso: Prof. Dirceu Tavares de Carvalho Lima Filho IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Ementas das disciplinas do Curso de Comunicação Social Resolução 58/04, de 15/06/2004

Ementas das disciplinas do Curso de Comunicação Social Resolução 58/04, de 15/06/2004 Ementas das disciplinas do Curso de Comunicação Social Resolução 58/04, de 15/06/2004 HT011 Teoria da Comunicação I 2 02 Não tem Introdução á teoria da Comunicação. O surgimento da sociedade de massa e

Leia mais

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM

Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM Anexo I Ementário das Modalidades conforme Categorias DA EXPOCOM JORNALISMO JO 01 Agência Jr. de Jornalismo (conjunto/ série) Modalidade voltada a agências de jornalismo experimentais, criadas, desenvolvidas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: COMUNICAÇÃO SOCIAL BACHARELADO MATRIZ CURRICULAR PUBLICIDADE E PROPAGANDA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO EMENTA: Novas tendências na produção, distribuição e consumo da comunicação com vertentes no jornalismo diante nova reconfiguração capitalista em um cenário neoliberal. AVALIAÇÃO: A avalição será feita

Leia mais

EMENTAS E OBJETIVOS HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1º PERÍODO

EMENTAS E OBJETIVOS HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1º PERÍODO S E S HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1º PERÍODO Nome da Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA: INTRODUÇÃO À PRODUÇÃO DE TEXTO E LEITURA Linguagem, língua e texto. As diversas normas e a adequação discursiva.

Leia mais

Campanha ONG Animais 1

Campanha ONG Animais 1 Campanha ONG Animais 1 Bruna CARVALHO 2 Carlos VALÉRIO 3 Mayara BARBOSA 4 Rafaela ALVES 5 Renan MADEIRA 6 Romulo SOUZA 7 Marcelo PRADA 8 Paulo César D ELBOUX 9 Faculdade Anhanguera Santa Bárbara, Santa

Leia mais

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos Nome Curso s Amarelos Vermelhos Carlos Júnior Mestrado 4 Jogo 15 Rui Nascimento Mestrado Jerónimo Mestrado 1 Jogo 15 Pedro Francês Mestrado 1 Andre Figueiredo Mestrado 3 Jogo6 Artur Daniel Mestrado 2 João

Leia mais

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Epistemologia Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes 1º semestre 2015 3ªs feiras

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de São Paulo. Curso null - null. Ênfase. Disciplina LAC1532T1 - Linguagem Visual I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de São Paulo. Curso null - null. Ênfase. Disciplina LAC1532T1 - Linguagem Visual I Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina LAC1532T1 - Linguagem Visual I Docente(s) Rita Luciana Berti Bredariolli Unidade Instituto de Artes Departamento Departamento de Artes Cênicas, Educação

Leia mais

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Ricardo Bruscagin Morelatto. 2 Universidade Mackenzie. Resumo: Registro da produção criativa

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL: Publicidade e Propaganda Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado x Licenciatura

Leia mais

Campanha para os cursos sequenciais da Faculdade Boa Viagem 1 Marianna Alves Angelos 2 Janaina de Holanda Costa Calazans 3 Faculdade Boa Viagem, PE

Campanha para os cursos sequenciais da Faculdade Boa Viagem 1 Marianna Alves Angelos 2 Janaina de Holanda Costa Calazans 3 Faculdade Boa Viagem, PE RESUMO Campanha para os cursos sequenciais da Faculdade Boa Viagem 1 Marianna Alves Angelos 2 Janaina de Holanda Costa Calazans 3 Faculdade Boa Viagem, PE Em 2011, A OPA Agência Experimental da Faculdade

Leia mais

SEMINÁRIOS DE PROJETOS DE FINAL DE CURSO

SEMINÁRIOS DE PROJETOS DE FINAL DE CURSO SEMINÁRIOS DE PROJETOS DE FINAL DE CURSO Ementa: Planejamento das etapas de construção do projeto de qualificação. Discussão detalhada de cada uma das partes do projeto com ênfase em aspectos formais e

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL Nº 067/2011 CAMPUS SAPUCAIA DO SUL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL Nº 067/2011 CAMPUS SAPUCAIA DO SUL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL Nº 067/2011 CAMPUS SAPUCAIA DO SUL ANEXO 2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÁREA: 25 EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 1. EMENTA Visão epistemológica do conhecimento científico. Ciência e método: positivismo, fenomenologia, dialética. Limites da ciência. Ciência e ética. Tipos de pesquisa e sua relação com os objetos de

Leia mais

Somos Únicos, Porém Iguais 1

Somos Únicos, Porém Iguais 1 Somos Únicos, Porém Iguais 1 Juliana ZACARIAS 2 Cris Ávila DIAS Daniel de MELO Edson SOARES Fábio SIMÕES Guilherme PANGNOTTA Lorena FERREIRA Mariana MARTINO Nayni CORALINE 3 Paula GUEDES Lamounier LUCAS

Leia mais

Disciplinas Optativas Jornalismo

Disciplinas Optativas Jornalismo Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Jornalismo Disciplinas Optativas Jornalismo Carga horária total de optativas: 930

Leia mais

TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA AUTOR / AUTOR: Ruy Alkmim Rocha Filho INSTITUIÇÃO / INSTITUCIÓN: Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Agencia Experimental Unideias 1. Guilherme Pereira da ROSA 2 Andreia Chiara PRIETO 3 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP, MS

Agencia Experimental Unideias 1. Guilherme Pereira da ROSA 2 Andreia Chiara PRIETO 3 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP, MS Agencia Experimental Unideias 1 Guilherme Pereira da ROSA 2 Andreia Chiara PRIETO 3 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP, MS RESUMO Agências experimentais ou pedagógicas dos cursos de Publicidade e Propaganda

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 65, DE 11 DE MAIO DE 2012 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 257ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de maio de 2012, e considerando

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: SOCIOLOGIA DO DIREITO E ANTROPOLOGIA PROFESSOR: ANDRÉ FILIPE PEREIRA REID DOS SANTOS TURMA: º AM /

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 60/00-CEPE RESOLVE:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 60/00-CEPE RESOLVE: RESOLUÇÃO Nº /00-CEPE 1 Fixa o Currículo Pleno do Curso de Comunicação Social, Habilitações em Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda, do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes. O,

Leia mais

Curso de Pós Graduação em Energia SEMINÁRIOS DE ENERGIA (ENE-105)

Curso de Pós Graduação em Energia SEMINÁRIOS DE ENERGIA (ENE-105) Curso de Pós Graduação em Energia SEMINÁRIOS DE ENERGIA (ENE-105) Prof. Dr. Federico Bernardino Morante Trigoso Prof. Dr. Luis Alberto Martinez Riascos Santo André, SP Setembro de 2012 federico.trigoso@ufabc.edu.br

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

CORRIDA DO NATAL DE CAMPOS DO JORDÃO

CORRIDA DO NATAL DE CAMPOS DO JORDÃO CORRIDA DO NATAL DE CAMPOS Descrição Faixa Coloc. Num. Nome Idd. Equipe Tempo Masculino de 0 até 15 anos idade inválida 1 488 TROCA DE NÚMERO. DE: 488 PARA: 628 0 00:47:33 Masculino de 16 até 19 anos 1

Leia mais

Prof. Ms. Julio Cesar Fernandes II CICLO ESPM - BRASIL MÚLTIPLAS IDENTIDADES agosto de 2014

Prof. Ms. Julio Cesar Fernandes II CICLO ESPM - BRASIL MÚLTIPLAS IDENTIDADES agosto de 2014 Prof. Ms. Julio Cesar Fernandes II CICLO ESPM - BRASIL MÚLTIPLAS IDENTIDADES agosto de 2014 Indústria Cultural Teoria Crítica; Estudos Culturais; Produção cultural: obras ou serviços. Criados; Elaborados;

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 Componente Curricular: Sociologia Código: ENG - 000 Pré-requisito: ---- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE PROPAGANDA. Prof. Ms. Alexandre Augusto Giorgio alexandre.giorgio@usp.br

DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE PROPAGANDA. Prof. Ms. Alexandre Augusto Giorgio alexandre.giorgio@usp.br 2013 Prof. Ms. Alexandre Augusto Giorgio alexandre.giorgio@usp.br Este é o conteúdo geral. As aulas podem sofrer alterações segundo o andamento do curso. OBJETIVOS: Identificar e analisar as características

Leia mais

Curso CINEMA, VÍDEO E FOTOGRAFIA

Curso CINEMA, VÍDEO E FOTOGRAFIA AUMONT, Jacques; ABREU, Estela dos Santos (Tradução de); SANTORO, Cláudio Cesar (Tradução de). A imagem=l'image. 13.ed.. Campinas: Papirus, 2008. 317p. : il. 701 A942i KRAJEWSKI, Lee J.; RITZMAN, Larry

Leia mais

Vídeo institucional para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá: apoio e solidariedade 1

Vídeo institucional para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá: apoio e solidariedade 1 Vídeo institucional para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá: apoio e solidariedade 1 Welytton Cesar Cabral Mazzer HERRERA 2 Ailton Pereira BARBOSA 3 Gilson Moraes da COSTA 4 Antonio Carlos do AMARAL

Leia mais

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL EXAMES ÉPOCA ESPECIAL ANO LETIVO 2014/2015 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EXAMES ÉPOCA ESPECIAL 2014/2015 LICENCIATURA // AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA 4º Semestre 1º Semestre Teorias da Comunicação

Leia mais

fotografia fotografia GLOBAL ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção

fotografia fotografia GLOBAL ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção fotografia fotografia GLOBAL ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção Por que tenho saudade de você, no retrato ainda que o

Leia mais

fotografia ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção

fotografia ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção fotografia ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção Por que tenho saudade de você, no retrato ainda que o mais recente? E por que um simples retrato, mais que você, me comove, se

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

U n i v e r s i d a d e d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o. C e n t r o d e C i ê n c i a s S o c i a i s

U n i v e r s i d a d e d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o. C e n t r o d e C i ê n c i a s S o c i a i s GRADE HORÁRIA MANHÃ/TARDE 2014/2 2º SEMESTRE 1º PERÍODO SALA 7002 F História do do Pensamento Político I História do Política I Política I I I História do Política I Política I Introdução à Introdução

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA INICIAÇÃO CIENTÍFICA FONTES DO JORNALISMO IMPRESSO EM CAMPO GRANDE

PROJETO DE PESQUISA INICIAÇÃO CIENTÍFICA FONTES DO JORNALISMO IMPRESSO EM CAMPO GRANDE Gerson Luiz Martins PROJETO DE PESQUISA INICIAÇÃO CIENTÍFICA FONTES DO JORNALISMO IMPRESSO EM CAMPO GRANDE A contribuição da Reportagem, Assessorias e Agências para a formação do jornal diário. Equipe

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ARTES VISUAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA VISUAL MESTRADO PLANO DE ENSINO DISCIPLINA:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ARTES VISUAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA VISUAL MESTRADO PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ARTES VISUAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA VISUAL MESTRADO ANO: PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Disciplina: Tópicos Especiais em Arte e Visualidades - Imagem

Leia mais

CARGA HORÁRIA: 80 h/a PERÍODO: 5

CARGA HORÁRIA: 80 h/a PERÍODO: 5 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA DISCIPLINA: CRIAÇÃO E PRODUÇÃO EM TV CÓDIGO: COS 1049 A02 CARGA HORÁRIA: 80 h/a PERÍODO: 5 CURRÍCULO: 2015/1 DOCENTE: Me. Alvaro de Melo Filho 1. EMENTA Redação, produção

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.2 Professor: Ana Paula

Leia mais

DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12

DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12 DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12 12.1. Pessoa jurídica: atribuição de personalidade a um ente que se torna sujeito de direitos e obrigações. 12.2. Principais pessoas jurídicas: associações

Leia mais

Atualidade e crítica dos processos comunicacionais Natureza: Obrigatória CH: 60 Horas Créditos: 4 Turno: Matutino

Atualidade e crítica dos processos comunicacionais Natureza: Obrigatória CH: 60 Horas Créditos: 4 Turno: Matutino Programa de Disciplina Nome: Atualidade e Crítica dos processos comunicacionais Profa. Marta R. Maia 2015.1 Atualidade e crítica dos processos comunicacionais Natureza: Obrigatória CH: 60 Horas Créditos:

Leia mais

ANCHIETA. JOSÉ DE. AULEUM - A QUARTA PAREDE. SÃO PAULO: ABOOKS, 2002. ARAÚJO, JOSÉ SÁVIO OLIVEIRA DE. TEATRO E EDUCAÇÃO A VISÃO DE ÁREA A PARTIR DE

ANCHIETA. JOSÉ DE. AULEUM - A QUARTA PAREDE. SÃO PAULO: ABOOKS, 2002. ARAÚJO, JOSÉ SÁVIO OLIVEIRA DE. TEATRO E EDUCAÇÃO A VISÃO DE ÁREA A PARTIR DE 5 Referências Bibliográficas 85 ANCHIETA. JOSÉ DE. AULEUM - A QUARTA PAREDE. SÃO PAULO: ABOOKS, 2002. ARAÚJO, JOSÉ SÁVIO OLIVEIRA DE. TEATRO E EDUCAÇÃO A VISÃO DE ÁREA A PARTIR DE PRÁTICAS DE ENSINO. DISSERTAÇÃO

Leia mais

REFERENCIAS. ALVES, Rubem Azevedo. A alegria de ensinar. 5 ed. São Paulo: Ars Poética, 1994.

REFERENCIAS. ALVES, Rubem Azevedo. A alegria de ensinar. 5 ed. São Paulo: Ars Poética, 1994. REFERENCIAS ALVES, Rubem Azevedo. A alegria de ensinar. 5 ed. São Paulo: Ars Poética, 1994.. Conversas com quem gosta de ensinar. (Mais Qualidade Total na Educação). 2 ed. São Paulo: Ars Poética, 1995.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Arte e Educação - JP0029 PROFESSOR: Ms. Clóvis Da Rolt I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h Carga Horária Prática: 15h II EMENTA A disciplina de Arte e

Leia mais

A CONFERÊNCIA de Taubaté. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1693, ano VI, mar.1906

A CONFERÊNCIA de Taubaté. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1693, ano VI, mar.1906 137 REFERÊNCIAS A CONFERÊNCIA de Taubaté. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1693, ano VI, mar.1906 A ELEIÇÃO de hoje Correio da Manhã. Rio de Janeiro, n. 1694, ano VI, mar. 1906. A ELEIÇÃO Presidencial.

Leia mais

FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CURSO DE BACHARELADO EM CINEMA E VÍDEO Ano Acadêmico de 2008 MATRIZ CURRICULAR

FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CURSO DE BACHARELADO EM CINEMA E VÍDEO Ano Acadêmico de 2008 MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR Carga Horária Semestral por Disciplina Disciplinas 1º semestre 2º semestre 3º semestre 4º semestre 5º semestre 6º semestre 7º semestre 8º semestre Total Obrigatórias Optativas Fundamentos

Leia mais

FEUFF Programa de Pós-Graduação em Educação 1971-2015 Mestrado e Doutorado

FEUFF Programa de Pós-Graduação em Educação 1971-2015 Mestrado e Doutorado LINHA CIÊNCIA, CULTURA E EDUCAÇÃO INSC. CANDIDATO(A) RESULTADO M-059 MARIANA MIZAEL PINHEIRO SILVA Habilitado M-094 JANDIRA DA SILVA DE JESUS Habilitado M-112 BRUNA GIOVANELLI DIAS Habilitado M-127 LÍVA

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA CH TOTAL TEÓRICA: OBJETIVOS EMENTA

FICHA DE DISCIPLINA CH TOTAL TEÓRICA: OBJETIVOS EMENTA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Gestão Social CÓDIGO: GAP038 UNIDADE ACADÊMICA: FACIP PERÍODO/SÉRIE:

Leia mais