MINIARTIGO ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL E A CAPILARIDADE PROFISSIONAL/SOCIAL DE CONTADORES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINIARTIGO ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL E A CAPILARIDADE PROFISSIONAL/SOCIAL DE CONTADORES"

Transcrição

1 MINIARTIGO ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS A PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL E A CAPILARIDADE PROFISSIONAL/SOCIAL DE CONTADORES (RESPONSABILIDADE, CONTINUIDADE E CRESCIMENTO PROFISSIONAL / SOCIAL) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL ---- PRIMEIRO DOUTOR FORMADO PELO DOUTORADO DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE DA USP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ---- O PRIMEIRO DOUTORADO DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE DO BRASIL PROFESSOR TITULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) PROFESSOR DE DOUTORADO E DE MESTRADO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP). DOUTOR E MESTRE PELA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP) COM TESE E DISSERTAÇÃO NA ÁREA DE AUDITORIA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI). OFICIAL DA MARINHA DE GUERRA DO BRASIL, FORMADO PELA ESCOLA NAVAL DO RIO DE JANEIRO (BRASIL) ---- SERVIU NO CONTRATORPEDEIRO PERNAMBUCO (4) ANOS E NA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) (4) ANOS DA MARINHA DE GUERRA DO BRASIL. EXECUTIVO E CONSULTOR DE EMPRESAS PRIVADAS OU GOVERNAMENTAIS NO BRASIL AUTOR DE VINTE LIVROS NO BRASIL E DE UM LIVRO EM PORTUGAL -- EDITORA SARAIVA; EDITORA ATLAS; EDITORA SENAC - SP (SÃO PAULO BRASIL); EDITORA ÁGORA (RIO DE JANEIRO -- BRASIL); PUBLICAÇÕES EUROPA - AMÉRICA (LISBOA PORTUGAL) ---- OITENTA MIL EXEMPLARES VENDIDOS. CONSULTOR, PALESTRANTE E COM ARTIGOS NOS ESTADOS UNIDOS, FRANÇA, ESPANHA, PORTUGAL, ISRAEL, MÉXICO, ARGENTINA, URUGUAI, PANAMÁ. QUESTÃO ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE SÃO RESPONSÁVEIS POR: 1-CAPILARIDADE PROFISSIONAL / SOCIAL DE CONTADORES (AS)?

2 2-DISSEMINAR PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL POR PROCESSOS DECISÓRIOS ORGANIZACIONAIS? 1 INTRODUÇÃO. A CAPILARIDADE DOS ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS NO MERCADO / NA SOCIEDADE BRASILEIRA ASSEGURA O EXERCÍCIO DAS PRÁTICAS CONTÁBEIS DE MANEIRA UNIFORME POR TODO TERRITÓRIO BRASILEIRO. AS ÁREAS DE FISCALIZAÇÃO DOS CONSELHOS REGIONAIS DE CONTABILIDADE CONTRIBUEM PARA A HOMOGENEIDADE DOS PADRÕES CONTÁBEIS NO NOSSO PAÍS. ENTRETANTO, A CAPILARIDADE VISTA COMO ASCENÇÃO TECNOLÓGICA, PROFISSIONAL E SOCIAL DE CONTADORES (AS) PARECE NÃO TER O MESMO NÍVEL DE PRIORIDADE DADA Á PADRONIZAÇÃO CONTÁBIL. A CAPILARIDADE SOCIAL É VISTA COMO FORMA DE MOBILIDADE PRODUZIDA POR IDÉIAS, PROCESSOS, RESULTADOS OS QUAIS SÃO INDUTORES DA ASCENÇÃO GRUPAL OU INDIVIDUAL NO UNIVERSO NO QUAL PESSOAS / PROFISSIONAIS ESTÃO INSERIDOS. A MOBILIDADE SOCIAL É VARIÁVEL DEPENDENTE DA MOBILIDADE PROFISSIONAL. A CAPILARIDADE PROFISSIONAL É ALCANÇADA COM A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA E POR ANALOGIA Á CAPILARIDADE SOCIAL É UMA FORMA DE MOBILIDADE ONDE A ASCENÇÃO GRUPAL / INDIVIDUAL ESTÁ ATRELADA AO MAIOR CONHECIMENTO FOCADO NA MAIOR PRODUTIVIDADE NO POSTO DE TRABALHO ---- PRODUZIR RESULTADOS COM MAIS UTILIDADE É A CHAVE DA CAPILARIDADE PROFISSIONAL / SOCIAL DE SUCESSO. A PARTICIPAÇÃO DA TECNOLOGIA DE PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL NAS METODOLOGIAS PARA GESTÃO DO RISCO DE PROJETOS DE MUDANÇA VIABILIZA CAPILARIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL A CONTADORES (AS) NESTE SÉCULO XXI ---- O SÉCULO DA ANTECIPAÇÃO, PREVENÇÃO, PREVISÃO EM AÇÃO. OS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE POR SUA CAPILARIDADE E REPRESENTATIVIDADE NO MERCADO / SOCIEDADE BRASILEIRA TÊM ALTO GRAU DE RESPONSABILIDADE NA CAPILARIDADE PROFISSIONAL / SOCIAL DE CONTADORES (AS). O SUCESSO DA PESSOA JURÍDICA É DIRETAMENTE PROPORCIONAL AO SUCESSO DA PESSOA FÍSICA ---- A VARIÁVEL GANHA / GANHA DA GESTÃO DE PESSOAS NO FOCO. A VARIÁVEL GANHA / GANHA É VIABILIZADA QUANDO DO ATENDIMENTO AO FUNDAMENTO A QUALIDADE DA SUSTENTABILIDADE DE UM PRODUTO OU SERVIÇO NO MERCADO / NA SOCIEDADE VIGE / TEM EFICÁCIA :

3 1 O PRODUTO OU SERVIÇO TEM ALTO GRAU DE UTILIDADE / PROCURA AOS / POR SEUS DESTINATÁRIOS / CONSUMIDORES. 2 OS PROFISSIONAIS INTEGRADOS AO PROCESSO / PRODUTO ORGANIZACIONAL SÃO ALTAMENTE COMPETENTES / TÊM PROFUNDO GRAU DE CONHECIMENTO DAS PRÁTICAS DA LINHA DE NEGÓCIOS / DE SERVIÇOS E DAS EXIGÊNCIAS DOS USUÁRIOS FINAIS. A QUALIDADE DA SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL IMPLICA NA GARANTIA DO ALCANCE DAS EXPECTATIVAS DAS ENTIDADES PRIVADAS OU GOVERNAMENTAIS E DE SEUS PROFISSIONAIS INTEGRANTES NO HORIZONTE PRESENTE / FUTURO ---- ESTRATÉGIAS; OBJETIVOS; METAS; EXPECTATIVAS; DESEJOS; ANSEIOS EM AÇÃO ---- A RESPONSABILIDADE DOS ESCRITÓRIOS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS NO FOCO. A VARIÁVEL PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL TEM UTILIDADE UNIVERSAL Á MEDIDA QUE ATENDE ÁS NECESSIDADES, PRIORITARIAMENTE, DE STAKEHOLDERS PRIVILEGIADOS ---- ACIONISTAS; CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO; ALTA ADMINISTRAÇÃO; GESTOR E PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS DE PROJETO; GESTOR DE RISCO; GESTOR CONTÁBIL ---- QUANDO DO PROCESSO / PRODUTO DECISÓRIO. A RESPONSABILIDADE DE ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE COM A ASCENÇÃO / CRESCIMENTO (CAPILARIDADE) DE PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE É UM DEVER ( MUST ). A IDÉIA / TECNOLOGIA DA PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL INSERIDA NA METODOLOGIA DA GESTÃO DE RISCO DE PROJETOS DE MUDANÇA É UM CAMINHO / VETOR PARA O ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE EXERCER SEU PROTAGONISMO NA COMUNIDADE CONTÁBIL E NO MERCADO / SOCIEDADE BRASILEIRA. OS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE ATRAVÉS DE SUAS ASSOCIAÇÕES E SINDICATOS REPRESENTATIVOS TÊM A OBRIGAÇÃO DE COMANDAR O PROCESSO DE ALINHAMENTO DA CULTURA E DA ABORDAGEM CONTÁBIL AOS PROJETOS DE MUDANÇA ORGANIZACIONAL ---- OS STAKEHOLDERS AGRADECEM. O CONTADOR TEM ATUAÇÃO ALÉM DA OBRIGAÇÃO LEGAL. 2.0 A LÓGICA E A PROVA DO ARGUMENTO. O DIRECIONAMENTO DOS ESCRITÓRIOS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS Á APURAÇÃO DO PATRIMÔNIO ORGANIZACIONAL NO HORIZONTE PRESENTE / FUTURO É CONTRIBUIÇÃO INESTIMÁVEL AO CRESCIMENTO DO MERCADO E A MELHOR POSICIONAMENTO DA ECONOMIA BRASILEIRA DIANTE DA ECONOMIA FORTEMENTE GLOBALIZADA DO SÉCULO XXI. A IMPORTÂNCIA DA POLIVALÊNCIA DO PROFISSIONAL CONTÁBIL ---- A QUAL É VIGENTE COM A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) --- É EXTENDIDA PARA A DISSEMINAÇÃO DOS CONHECIMENTOS ACERCA DOS PROCESSOS PARA A TOMADA DE DECISÃO BASEADA NA GESTÃO DE PROJETOS SUSTENTADA PELA VARIÁVEL CONTINGÊNCIA / INCERTEZA / RISCO.

4 O DIFERENCIAL COMPETITIVO ---- GARANTIA DA CONTINUIDADE OPERACIONAL DOS ESCRITÓRIOS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS E DA SOBREVIVÊNCIA FUNCIONAL DOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE ---- TECNOLOGIA DA PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL ATENDE, APROXIMA E VIABILIZA A INCLUSÃO, SOB A ÓTICA TÉCNICO OPERACIONAL, DOS CONTADORES (AS) AOS DEMAIS GESTORES E PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS DE ÁREAS ORGANIZACIONAIS DISTINTAS COMO ADMINISTRADORES, ENGENHEIROS, PROFISSIONAIS DE TI, ECONOMISTAS, ADVOGADOS, MÉDICOS E TODOS AQUELES INTEGRANTES DE EQUIPES DE GESTÃO DO RISCO DOS PROJETOS DE MUDANÇA. ALGUMAS ABORDAGENS TÉCNICO-OPERACIONAIS DISPONIBILIZADAS Á VARIÁVEL PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL, COMO APOSTA QUE É UMA PROPOSTA OU PROPOSTA QUE É UMA APOSTA, SÃO DE NATUREZA. 1 ESTABELECER O ANTEPROJETO (COMPROMISSO ENTRE A EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E USUÁRIOS / BENEFICIÁRIOS DOS RESULTADOS DO PROJETO) COMO FATO GERADOR CONTÁBIL ---- A EQUIPE DE PROJETOS INTEGRADA POR CONTADORES EM AÇÃO. 2 TRANSFORMAR OS EVENTOS / REGISTROS OPERACIONAIS DO CICLO DE VIDA EXPANDIDO DO PROJETO (APOSTADOS E MONITORADOS POR PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS DAS DIVERSAS ÁREAS ORGANIZACIONAIS ONDE / PARA A QUAL TRANSCORRE O PROJETO) EM EVENTOS / REGISTROS DE RECEITA OU DESPESA CONTÁBIL AS TRANSAÇÕES CONTÁBEIS OBJETO DE CONTABILIZAÇÃO COM SUA ESTRUTURAÇÃO NA FORMA DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E RESPECTIVOS ÍNDICES / INDICADORES CONTÁBEIS. 3 APRESENTAR AS PROJEÇÕES (NÃO RECORRÊNCIA) E SIMULAÇÕES (ACASO) CONTÁBEIS DE FORMA INTERATIVA E EM REAL TIME COM O APOIO DE SISTEMAS APLICATIVOS REALMENTE GESTIONAIS ---- A TECNOLOGIA ERP LEVADA A NOVOS PATAMARES OPERACIONAIS E TECNOLÓGICOS. 4 COMUNICAR A PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL VIA RELATÓRIO INTEGRADO ---- AS VISÕES MAIS RELEVANTES DA ORGANIZAÇÃO CORRELACIONANDO OS RESULTADOS, AS ATIVIDADES OPERACIONAIS, AS ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIO E OS DIFERENTES TIPOS DE CAPITAIS (HUMANO; MATERIAL; TECNOLÓGICO; FINANCEIRO) ---- COMO OBJETIVO DO PENSAMENTO DO IIRC ( PENSAR NO FUTURO ) ---- A VISÃO DO COMITÊ INTERNACIONAL PARA RELATOS INTEGRADOS IIRC INTERNATIONAL INTEGRATED REPORTING COUNCIL DIÁLOGO TRANSPARENTE E INOVAÇÃO CONSTANTE EM AÇÃO. O VALOR AGREGADO AOS PROCESSOS DECISÓRIOS E A UTILIDADE DO CONHECIMENTO ANTECIPATÓRIO / PREVENTIVO / PREDITIVO CONTÁBIL TÃO NECESSÁRIO AOS PROCESSOS DECISÓRIOS SÃO A GARANTIA DE MAIOR REPRESENTATIVIDADE E RECEITA PARA OS ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS E CERTAMENTE DE MAIOR REMUNERAÇÃO, SATISFAÇÃO FUNCIONAL E PREMIAÇÃO AOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE. A PLATAFORMA TECNOLÓGICA ---- HARDWARE; SOFTWARE; COMUNICAÇÃO ---- GARANTE A BASE TECNOLÓGICA PARA O EXERCÍCIO DE PROJEÇÃO E SIMULAÇÃO DE DEMONSTRAÇÕES E DE ÍNDICES CONTÁBEIS Á MEDIDA QUE NOVAS ALTERNATIVAS OPERACIONAIS FOREM CONSIDERADAS OU QUANDO DA OCORRÊNCIA DA VARIÁVEL CONTINGÊNCIA / INCERTEZA / RISCO.

5 OBSERVAÇÃO PARA MAIOR CONHECIMENTO DO PENSAMENTO DO IIRC CONSULTAR VIVER O PASSADO É ESTAR MORTO ; VIVER O PRESENTE É ESTAR MORIBUNDO ; VIVER O FUTURO É ESTAR VIVO. 3 CONCLUSÃO. OS ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS SÃO RESPONSÁVEIS PELO AMANHÃ DOS PROFISSIONAIS DA CONTABILIDADE NA PERSPECTIVA DA CAPILARIDADE PESSOAL E PROFISSIONAL. O PROFESSOR GIL E EQUIPE POSSUEM A COMPETÊNCIA, A QUALIDADE PROFISSIONAL E A ABORDAGEM TECNOLÓGICA PARA APLICAR AS IDÉIAS DISCUTIDAS JUNTO Á COMUNIDADE CONTÁBIL, PRINCIPALMENTE, VIA OS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE ---- ÊNFASE Á ATUAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE CLASSE E SINDICATOS PATRONAIS DE PROFISSIONAIS CONTÁBEIS. PESQUISAS, CONSULTORIA, TRABALHOS ACADÊMICOS, PALESTRAS, SEMINÁRIOS, DISCIPLINAS DE POSGRADUAÇÃO (ESPECIALIZAÇÃO; MBA; MESTRADO ACADÊMICO; DOUTORADO) SÃO DE IMPORTÂNCIA DEFINITIVA PARA TRABALHAR O MARCADOR PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL ORGANIZACIONAL COMO FUNDAMENTO DOS CENÁRIOS GESTIONAIS / CONTINGENCIAIS DO AMANHÃ. A PARTICIPAÇÃO DOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS COM INTEGRAÇÃO AOS PROFISSIONAIS DAS MAIS DIFERENTES FORMAÇÕES E ESPECIALIZAÇÕES É MANDATÓRIA NA SOLUÇÃO PROPOSTA ---- AS EQUIPES E OS PROJETOS PARA PENSAR O FUTURO COM PROJETOS DE MUDANÇA ORGANIZACIONAL COM FOCO NOS CENÁRIOS DO AMANHÃ DO BRASIL EM MARCHA. ESTRUTURE NO SEU CURSO DE PÓSGRADUAÇÃO OU DE MBA PROFISSIONALIZANTE DISCIPLINAS COM AS ABORDAGENS EXPRESSAS E DEFENDIDAS NO PRESENTE MINIARTIGO OU ASSISTA A PALESTRAS SOBRE O TEMA COM O PROFESSOR GIL E EQUIPE. O DIFERENCIAL COMPETITIVO DA SOCIEDADE BRASILEIRA (VARIÁVEL GOVERNO / EMPRESA ) DIANTE DAS DEMAIS NAÇÕES PASSA PELO FUNDAMENTO ---- PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL É AGENTE DO PENSAR O FUTURO ---- A CONCEPÇÃO DO IIRC NO FOCO?

6 4 BIBLIOGRAFIA. 1 PALESTRA CONTABILIDADE E A TOMADA DE DECISÃO PARA A SEDE E AS DELEGACIAS DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE GOIÁS (CRC-GO) ---- AGOSTO; SETEMBRO; OUTUBRO DE I ENCONTRO ESTADUAL DE COORDENADORES E PROFESSORES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS IX ENCONTRO DE ESTUDANTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DE GOIÁS VIDEO GRAVADO PARA O CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC-SP OUTUBRO 2014 CURSOS DE EAD PARA O GRADUAÇÃO DE CONTABILIDADE. 3 CURSO DE PÓSGRADUAÇÃO (ESPECIALIZAÇÃO) CONTROLADORIA E FINANÇAS CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC-SP (CONSOLAÇÃO; SANTO AMARO) ANO DE LIVRO DESAFIO AOS DEUSES A FASCINANTE HISTÓRIA DO RISCO AUTOR: PETER BERNSTEIN (EDITORA CAMPUS) DO RIO DE JANEIRO PRIMEIRA EDIÇÃO LIVRO GESTÃO: CONTROLE INTERNO, RISCO E AUDITORIA AUTORES: ANTONIO DE LOUREIRO GIL; CARLOS HIDEO ARIMA; WILSON TOSHIRO NAKAMURA EDITORA SARAIVA DE SÀO PAULO PRIMEIRA EDIÇÃO MARÇO DE LIVRO: CONTINGÊNCIAS EM NEGÓCIOS AUTOR: ANTONIO DE LOUREIRO GIL EDITORA SARAIVA DE SÃO PAULO PRIMEIRA EDIÇÃO DIGITAL LIVRO BALANÇO INTELECTUAL AUTORES: ANTONIO DE LOUREIRO GIL; JOSÉ CARLOS ARNOSTI EDITORA SARAIVA DE SÀO PAULO PRIMEIRA EDIÇÀO 2010 E EDIÇÃO DIGITAL LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS AUTORES: ANTONIO DE LOUREIRO GIL; CESAR AUGUSTO BIANCOLINO; TIAGO NASCIMENTO BORGES EDITORA SARAIVA SÃO PAULO PRIMEIRA EDIÇÃO LIVRO GESTÃO DA QUALIDADE EMPRESARIAL AUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL PUBLICAÇÕES EUROPA AMÉRICA DE LISBOA PORTUGAL PRIMEIRA EDIÇÃO 2010 Á VENDA NA LIVRARIA CULTURA ESQUINA DE AVENIDA PAULISTA COM A RUA AUGUSTA (SÃO PAULO BRASIL). 10 LIVRO GESTÃO DE TRIBUTOS NA EMPRESA MODERNA AUTORES: ANTONIO DE LOUREIRO GIL; PAULO ROBERTO GALVÃO; FLÁVIO FERNANDES PACETTA; JOÃO ANTONIO PIZZO; JOSÉ EDUARDO MOGE; ROGÉRIO LEITE EDITORA SENAC SP PRIMEIRA EDIÇÃO LIVRO GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL DE ALTO DESEMPENHO AUTORES: ANTONIO DE LOUREIRO GIL; PAULO ROBERTO GALVÃO; ROBERTO DE OLIVEIRA JUNIOR; EDITORA SENAC SP PRIMEIRA EDIÇÃO LIVRO MICRO EMPRESA: GESTÃO INOVADORA E DIREITO ARTIGO / CAPÍTULO INOVAÇÃO E RISCO: O AMBIENTE DA GESTÃO DA MICRO E DA PEQUENA EMPRESA NO SÉCULO XXI AUTOR: ANTONIO DE LOUREIRO GIL EDITORA ÁGORA- RJ -- PRIMEIRA EDIÇÃO 2015.

DEZ QUESTÕES ORGANIZACIONAIS QUE NÃO QUEREM CALAR. (SINTONIA PROJETOS DE MUDANÇA / PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL).

DEZ QUESTÕES ORGANIZACIONAIS QUE NÃO QUEREM CALAR. (SINTONIA PROJETOS DE MUDANÇA / PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL). MINIARTIGO CONTABILIDADE GERENCIAL E A PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL (A CONVERGÊNCIA DA CIÊNCIA CONTÁBIL COM A CIÊNCIA DA GESTÃO) -- ESTIMATIVAS CONTÁBEIS RELACIONADAS Á GESTÃO DO RISCO DE PROJETOS ORGANIZACIONAIS--

Leia mais

PROFESSOR TITULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) PROFESSOR DE DOUTORADO E DE MESTRADO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP).

PROFESSOR TITULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) PROFESSOR DE DOUTORADO E DE MESTRADO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP). MINIARTIGO A PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL E A RECEITA TRIBUTÁRIA GOVERNAMENTAL (A GESTÃO TRIBUTÁRIA NO AMANHÃ ORGANIZACIONAL COMO CATALIZADOR DA INTEGRAÇÃO SOCIEDADE / GOVERNO / SOCIEDADE ) -- A VARIÁVEL

Leia mais

1 PESQUISAS ACADÊMICAS PRIVILEGIAM O PROCESSO PARA PESQUISAR EM DETRIMENTO DO PRODUTO OU RESULTADO DA PESQUISA A ALCANÇAR?

1 PESQUISAS ACADÊMICAS PRIVILEGIAM O PROCESSO PARA PESQUISAR EM DETRIMENTO DO PRODUTO OU RESULTADO DA PESQUISA A ALCANÇAR? MINIARTIGO TÍTULO GESTÃO DE PROJETOS DE PESQUISA (ACADÊMICA OU ORGANIZACIONAL) ----FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS PARA GESTÃO ----LÓGICA DE PROJETOS ----METODOLOGIA DE PESQUISA MENSAGEM PRINCIPAL INTEGRAÇÃO

Leia mais

O COMPORTAMENTO PROFISSIONAL VERSUS A CULTURA ORGANIZACIONAL

O COMPORTAMENTO PROFISSIONAL VERSUS A CULTURA ORGANIZACIONAL MINIARTIGO TEORIA DA AGÊNCIA O COMPORTAMENTO PROFISSIONAL VERSUS A CULTURA ORGANIZACIONAL -- A PROVA E A LÓGICA DO ARGUMENTO (FERRAMENTAS E INSTRUMENTOS) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL

Leia mais

MINIARTIGO GESTÃO E AUDITORIA DA GESTÃO -- TOMAR DECISÃO / DAR RECOMENDAÇÃO ---- PROBLEMA / FRAQUEZA---- PROCESSO / PRODUTO (CONTROLE INTERNO)

MINIARTIGO GESTÃO E AUDITORIA DA GESTÃO -- TOMAR DECISÃO / DAR RECOMENDAÇÃO ---- PROBLEMA / FRAQUEZA---- PROCESSO / PRODUTO (CONTROLE INTERNO) MINIARTIGO GESTÃO E AUDITORIA DA GESTÃO -- TOMAR DECISÃO / DAR RECOMENDAÇÃO ---- PROBLEMA / FRAQUEZA---- PROCESSO / PRODUTO (CONTROLE INTERNO) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL PROFESSOR

Leia mais

MINI ARTIGO: A CONTABILIDADE NO MUNDO DOS NEGÓCIOS DO SÉCULO XXI

MINI ARTIGO: A CONTABILIDADE NO MUNDO DOS NEGÓCIOS DO SÉCULO XXI MINI ARTIGO: A CONTABILIDADE NO MUNDO DOS NEGÓCIOS DO SÉCULO XXI (O Contador; o Acionista; o Governo) ---- A TEORIA DA AGÊNCIA MERCADO / GOVERNO ---- AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL QUESTÃO.

Leia mais

MINIARTIGO GESTÃO DE RISCO DE PROJETOS COM PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL -- OS STAKEHOLDERS E O RECONHECIMENTO DOS PADRÕES DE

MINIARTIGO GESTÃO DE RISCO DE PROJETOS COM PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL -- OS STAKEHOLDERS E O RECONHECIMENTO DOS PADRÕES DE MINIARTIGO GESTÃO DE RISCO DE PROJETOS COM PREVISIBILIDADE PATRIMONIAL (A QUALIDADE E A SUSTENTABILIDADE CONTÁBIL DO PROCESSO / PRODUTO DA ENGENHARIA DO PRODUTO) -- OS STAKEHOLDERS E O RECONHECIMENTO DOS

Leia mais

PROFESSOR DE DOUTORADO E DE MESTRADO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP).

PROFESSOR DE DOUTORADO E DE MESTRADO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP). MINIARTIGO GESTÃO E AUDITORIA DA GESTÃO NO SÉCULO XXI ---- QUALIDADE / RISCO / SUSTENTABILIDADE ---- (REDESENHO DO PROCESSO / PRODUTO) --A PARTICIPAÇÃO ECUMÊNICA ORGANIZACIONAL-- AUTOR: PROFESSOR DOUTOR

Leia mais

MINIARTIGO. GESTÃO. ---- VOCÊ APRENDEU A GERENCIAR NA PRÁTICA OU ENSINARAM A VOCÊ NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, PÓSGRADUAÇÃO; MBA; MESTRADO; DOUTORADO?

MINIARTIGO. GESTÃO. ---- VOCÊ APRENDEU A GERENCIAR NA PRÁTICA OU ENSINARAM A VOCÊ NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, PÓSGRADUAÇÃO; MBA; MESTRADO; DOUTORADO? MINIARTIGO. GESTÃO. ---- VOCÊ É GESTOR? ---- VOCÊ SABE O QUE É GERENCIAR? ---- VOCÊ APRENDEU A GERENCIAR NA PRÁTICA OU ENSINARAM A VOCÊ NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, PÓSGRADUAÇÃO; MBA; MESTRADO; DOUTORADO?

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE CAPITAL HUMANO E TECNOLÓGICO; A VARIÁVEL RISCO E O CICLO DE VIDA PROFISSIONAL. A TEORIA DA AGÊNCIA COMO PRIORIDADE PARA AÇÃO.

DESENVOLVIMENTO DE CAPITAL HUMANO E TECNOLÓGICO; A VARIÁVEL RISCO E O CICLO DE VIDA PROFISSIONAL. A TEORIA DA AGÊNCIA COMO PRIORIDADE PARA AÇÃO. Antonio de Loureiro Gil DESENVOLVIMENTO DE CAPITAL HUMANO E TECNOLÓGICO; A VARIÁVEL RISCO E O CICLO DE VIDA PROFISSIONAL. A TEORIA DA AGÊNCIA COMO PRIORIDADE PARA AÇÃO. AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO

Leia mais

Professor Doutor Antonio de Loureiro Gil

Professor Doutor Antonio de Loureiro Gil MINIARTIGO PROCESSOS DECISÓRIOS (SÉRIE TOMADA DE DECISÃO ) ---- CONTROLADORIA ORGANIZACIONAL---- Professor Doutor Antonio de Loureiro Gil PROFESSOR TITULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) PROFESSOR

Leia mais

MINI ARTIGO. ---- A evolução da tecnologia da qualidade, do século XX ao século XXI, impõe a gestão do risco da qualidade?

MINI ARTIGO. ---- A evolução da tecnologia da qualidade, do século XX ao século XXI, impõe a gestão do risco da qualidade? MINI ARTIGO A GESTÃO DO RISCO DA QUALIDADE. (DE DEMING; JURAN; ISHIKAWA A PETER BERNSTEIN) -- ESTATÍSTICA; QUALIDADE TOTAL; CAUSA / EFEITO; RISCO (DA ISO 9000 -- 1987 A ISO 31000 2009) AUTOR: PROFESSOR

Leia mais

A CONTABILIDADE E A GESTÃO A TECNOLOGIA DO RISCO E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÀO (TI)

A CONTABILIDADE E A GESTÃO A TECNOLOGIA DO RISCO E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÀO (TI) MINI ARTIGO A CONTABILIDADE E A GESTÃO A TECNOLOGIA DO RISCO E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÀO (TI) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL PROFESSOR TITULAR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR)

Leia mais

MINI -- ARTIGO PLANO DE PREVENÇÃO DE RISCOS DE GESTÃO (RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRAÇÕES CONEXAS) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL

MINI -- ARTIGO PLANO DE PREVENÇÃO DE RISCOS DE GESTÃO (RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRAÇÕES CONEXAS) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL MINI -- ARTIGO PLANO DE PREVENÇÃO DE RISCOS DE GESTÃO (RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRAÇÕES CONEXAS) AUTOR: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO DE LOUREIRO GIL SÓCIO DIRETOR DE VINDEX CORRETORA DE CÂMBIO PROFESSOR TITULAR

Leia mais

-- O MITO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEGURA --

-- O MITO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEGURA -- MINI ARTIGO TITULO "FRAUDES EM TI". -- O MITO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEGURA -- (A REALIDADE DA SEGURANÇA ORGANIZACIONAL) AUTOR. ANTONIO DE LOUREIRO GIL EMPRESARIO E EXECUTIVO DE EMPRESAS NACIONAIS,

Leia mais

O CONTEÚDO DESTA PALESTRA É PARTE INTEGRANTE DOS LIVROS EDITADOS PELA EDITORA SARAIVA COM DIREITOS AUTORAIS CONFORME LEI 9. DR. MSC. DR.

O CONTEÚDO DESTA PALESTRA É PARTE INTEGRANTE DOS LIVROS EDITADOS PELA EDITORA SARAIVA COM DIREITOS AUTORAIS CONFORME LEI 9. DR. MSC. DR. O CONTEÚDO DESTA PALESTRA É PARTE INTEGRANTE DOS LIVROS EDITADOS PELA EDITORA SARAIVA COM DIREITOS AUTORAIS CONFORME LEI 9.610 / 98 E ARTIGO 184 DO CÓDIGO PENAL. 1- BALANÇO INTELECTUAL PRIMEIRA EDIÇÃO

Leia mais

A GESTÃO TRIBUTÁRIA NA EMPRESA MODERNA

A GESTÃO TRIBUTÁRIA NA EMPRESA MODERNA Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu Coordenação Acadêmica: Prof. José Carlos Abreu, Dr. 1 OBJETIVO: Objetivos Gerais: Atualizar e aprofundar

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

MBA EXECUTIVO EM GESTÃO CONTÁBIL COM ÊNFASE EM AUDITORIA E PERÍCIA

MBA EXECUTIVO EM GESTÃO CONTÁBIL COM ÊNFASE EM AUDITORIA E PERÍCIA MBA EXECUTIVO EM GESTÃO CONTÁBIL COM ÊNFASE EM AUDITORIA E PERÍCIA O programa através de conhecimentos teóricos e práticos irá prepara-lo para a compreensão dos processos de contabilidade nas organizações,

Leia mais

CONSIST GRP. O canal certo para simplificar e organizar a atividade governamental.

CONSIST GRP. O canal certo para simplificar e organizar a atividade governamental. CONSIST GRP. O canal certo para simplificar e organizar a atividade governamental. Organização Simplificação Informação CONSIST GRP Bem-vindo à Era da Excelência em Gestão Governamental. Acesso em tempo

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS PLANEJAMENTO PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA 1º SEMESTRE DE 2016 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944 com o objetivo de preparar profissionais bem

Leia mais

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Estratégia de TI Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio 2011 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Curso Novas Regras de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas

Curso Novas Regras de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas Curso Novas Regras de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas Conhecimento essencial em Gestão de Controladoria Depois de sucessivas crises econômicas, os investidores pressionam cada vez mais pela

Leia mais

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA Constata-se que o novo arranjo da economia mundial provocado pelo processo de globalização tem afetado as empresas a fim de disponibilizar

Leia mais

OS NOVOS PARADIGMAS E DESAFIOS DA FUNÇÃO CONTROLADORIA

OS NOVOS PARADIGMAS E DESAFIOS DA FUNÇÃO CONTROLADORIA Ribeirão Preto -SP OS NOVOS PARADIGMAS E DESAFIOS DA FUNÇÃO CONTROLADORIA Palestrante Luís Valíni Neto Técnico Contábil - Administrador de Empresas pela Universidade de Ribeirão Preto - Pós - graduado

Leia mais

Introdução A GOVERNANÇA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Introdução A GOVERNANÇA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Introdução A GOVERNANÇA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Referências Gerenciamento Estratégico da Informação. Aumente a Competitividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como ferramenta

Leia mais

A profissão contábil e o mercado de trabalho para os Contadores. Contabilidade: uma carreira apaixonante

A profissão contábil e o mercado de trabalho para os Contadores. Contabilidade: uma carreira apaixonante CIÊNCIAS A profissão contábil e o mercado de trabalho para os Contadores Contabilidade: uma carreira apaixonante Prof. João Matias Loch E-mail: jmperito@gmail.com CIÊNCIAS O que é a Contabilidade? CIÊNCIAS

Leia mais

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo Subsecretaria de Estado da Receita Subsecretária do Tesouro Estadual Subsecretário de Estado para Assuntos Administrativos

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

ORÇAMENTO EMPRESARIAL

ORÇAMENTO EMPRESARIAL ORÇAMENTO EMPRESARIAL PROCESSO ORÇAMENTÁRIO 2 PROCESSO ORÇAMENTÁRIO Em linhas gerais o processo orçamentário consta de três grandes fases: Previsão (Planejamento); Execução; Controle. PROCESSO ORÇAMENTÁRIO

Leia mais

Secretaria de Estado da Administração e da Previdência Departamento de Recursos Humanos Escola de Governo do Paraná SÍNTESE DAS EMENTAS PROPOSTAS

Secretaria de Estado da Administração e da Previdência Departamento de Recursos Humanos Escola de Governo do Paraná SÍNTESE DAS EMENTAS PROPOSTAS 1º MÓDULO: SÍNTESE DAS EMENTAS PROPOSTAS Economia e Sociedade do Conhecimento: Conceitos básicos: economia da informação e conhecimento. Investimentos tangíveis e intangíveis. Gestão do Conhecimento e

Leia mais

Processo de Negociação. Quem somos. Nossos Serviços. Clientes e Parceiros

Processo de Negociação. Quem somos. Nossos Serviços. Clientes e Parceiros Quem somos Nossos Serviços Processo de Negociação Clientes e Parceiros O NOSSO NEGÓCIO É AJUDAR EMPRESAS A RESOLVEREM PROBLEMAS DE GESTÃO Consultoria empresarial a menor custo Aumento da qualidade e da

Leia mais

A Controladoria no Processo de Gestão. Clóvis Luís Padoveze

A Controladoria no Processo de Gestão. Clóvis Luís Padoveze 1 A Controladoria no Processo de Gestão Clóvis Luís Padoveze Cascavel - 21.10.2003 2 1. Controladoria 2. Processo de Gestão 3. A Controladoria no Processo de Gestão 3 Visão da Ciência da Controladoria

Leia mais

GR SOLUÇÕES EMPRESARIAIS IMPULSIONANDO A COMPETITIVIDADE DE SUA EMPRESA

GR SOLUÇÕES EMPRESARIAIS IMPULSIONANDO A COMPETITIVIDADE DE SUA EMPRESA Quem Somos: A GR Soluções Empresarias é uma empresa provedora de soluções corporativas e serviços personalizados em Advocacia, Contabilidade e Tecnologia da Informação, orientada pelos interesses das empresas

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Gestão Financeira. Diretrizes e Práticas da Gestão Financeira. Aula 1. Organização da Aula. Contextualização. Objetivos

Gestão Financeira. Diretrizes e Práticas da Gestão Financeira. Aula 1. Organização da Aula. Contextualização. Objetivos Gestão Financeira Aula 1 Diretrizes e Práticas da Gestão Financeira Prof. Esp. Roger Luciano Francisco Organização da Aula Contextualização Abrangência da área financeira O profissional de finanças O mercado

Leia mais

Soluções em Tecnologia e Sistemas para Gestão de Negócios

Soluções em Tecnologia e Sistemas para Gestão de Negócios Soluções em Tecnologia e Sistemas para Gestão de Negócios Criamos informação e conhecimento, através de nossa suíte de soluções em Tecnologia e Sistemas para Gestão de Negócios, ajudando as pessoas a tomarem

Leia mais

CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO: A ADOÇÃO DE UM NOVO MODELO NO BRASIL.

CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO: A ADOÇÃO DE UM NOVO MODELO NO BRASIL. CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO: A ADOÇÃO DE UM NOVO MODELO NO BRASIL. Autores: Marcus Vinicius Passos de Oliveira Elisangela Fernandes dos Santos Esaú Fagundes Simões Resumo Esta pesquisa tem

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 6 ANEXO II METODOLOGIAS (A) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 7 A) Metodologias utilizadas no Curso de Administração, bacharelado: a) Aulas Expositivas, Fórum de Debates, Dinâmica de Grupo, Seminários, Estudos de

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA Descrição da(s) atividade(s): Indicar qual software integrado de gestão e/ou ferramenta

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE CONSELHEIROS IBGC - CCI

CERTIFICAÇÃO DE CONSELHEIROS IBGC - CCI CERTIFICAÇÃO DE CONSELHEIROS IBGC - CCI SINÔNIMO DE EXCELÊNCIA EM GOVERNANÇA CORPORATIVA O PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO DE CONSELHEIROS IBGC IRÁ APRIMORAR E CONFERIR MAIOR EFICÁCIA À ATIVIDADE PROFISSIONAL

Leia mais

Bússola Governança Consultoria & Treinamento. EAC0558 Relato Integrado e Sustentabilidade (Turma 2015114) Ciências Contábeis FEA/NECMA/USP

Bússola Governança Consultoria & Treinamento. EAC0558 Relato Integrado e Sustentabilidade (Turma 2015114) Ciências Contábeis FEA/NECMA/USP Bússola Governança Consultoria & Treinamento EAC0558 Relato Integrado e Sustentabilidade (Turma 2015114) Ciências Contábeis FEA/NECMA/USP Consultoria de Relato Integrado/Cases Roberto S Gonzalez roberto@bussolagovernanca.com.br

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

1. INTRODUÇÃO SISTEMA INTEGRADO DE CONTABILIDADE

1. INTRODUÇÃO SISTEMA INTEGRADO DE CONTABILIDADE 1. INTRODUÇÃO A contabilidade foi aos poucos se transformando em um importante instrumento para se manter um controle sobre o patrimônio da empresa e prestar contas e informações sobre gastos e lucros

Leia mais

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES Fábio S. de Oliveira 1 Daniel Murara Barcia 2 RESUMO Gerenciar informações tem um sido um grande desafio para as empresas diante da competitividade

Leia mais

Governança Tributária é tema de palestra na FIPECAFI

Governança Tributária é tema de palestra na FIPECAFI Governança Tributária é tema de palestra na FIPECAFI O Prof. Dr. Jorge de Souza Bispo realizou palestra de abertura do MBA Gestão Tributária da FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais

Leia mais

FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE INSTITUTO UNIVERSITÁRIO ATLÂNTICO

FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE INSTITUTO UNIVERSITÁRIO ATLÂNTICO FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE INSTITUTO UNIVERSITÁRIO ATLÂNTICO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO CONDUCENTE AO MESTRADO EM GESTÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE A REALIZAR NO BRASIL E A REALIZAR EM PORTUGAL UNIVERSIDADE ATLÂ NTICA

Leia mais

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição.

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. TURMA 3 Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu GESTÃO ESTRATÉGICA DA PRODUÇÃO E QUALIDADE GESTÃO FARMACEUTICA EMPRESARIAL

Leia mais

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares GESTÃO ESTRATÉGICA DO SUPRIMENTO E O IMPACTO NO DESEMPENHO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS SÉRIE ESPECIAL PCSS A GOVERNANÇA EM TI, SEU DIFERENCIAL E APOIO AO CRESCIMENTO Prof. Acrisio Tavares G GOVERNANÇA EM

Leia mais

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS APRESENTAÇÃO FGV Criado em 1999, o FGV Management é o Programa de Educação Executiva Presencial da Fundação Getulio Vargas, desenvolvido para atender a demanda do mercado por cursos de qualidade, com tradição

Leia mais

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia de Curitiba-PR. LOCAL: Curitiba-PR 24/04/2014

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia de Curitiba-PR. LOCAL: Curitiba-PR 24/04/2014 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia de Curitiba-PR LOCAL: Curitiba-PR 24/04/2014 TEMA DA PALESTRA: Ferramentas de Gestão Estratégica PALESTRANTE: Edison

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Fundamentos

Gerenciamento de Projetos Fundamentos Gerenciamento de Fundamentos MBA EM GESTÃO DE PROJETOS - EMENTAS Definição de Projeto. Contexto e Evolução do Gerenciamento de. Areas de conhecimento e os processos de gerenciamento do PMI - PMBoK. Ciclo

Leia mais

MBA EM GESTÃO DO MARKETING ESTRATÉGICO - EMENTAS

MBA EM GESTÃO DO MARKETING ESTRATÉGICO - EMENTAS MBA EM GESTÃO DO MARKETING ESTRATÉGICO - EMENTAS Branding Corporativo O que é Branding. O que é uma marca. História da Marcas. Naming. Arquitetura de Marcas. Tipos de Marcas. Brand Equity. Gestão de Marcas/Branding.

Leia mais

Tecnólogo. Portfólio Easy to Learn. em gestão FINANCEIRA

Tecnólogo. Portfólio Easy to Learn. em gestão FINANCEIRA Tecnólogo Portfólio Easy to Learn em gestão FINANCEIRA ÍNDICE Introdução à Gestão Empresarial...2 Fundamentos de Sistemas de Informação...2 Gerenciamento de Projetos...2 Empreendedorismo...2 Fundamentos

Leia mais

MBA EXECUTIVO EM CONTROLADORIA COM ÊNFASE EM IFRS E GESTÃO DE CUSTOS

MBA EXECUTIVO EM CONTROLADORIA COM ÊNFASE EM IFRS E GESTÃO DE CUSTOS MBA EXECUTIVO EM CONTROLADORIA COM ÊNFASE EM IFRS E GESTÃO DE CUSTOS O programa através das mais avançadas técnicas em controladoria e gestão de custos, prepara você para assumir posições de destaque na

Leia mais

MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS

MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS Ribeirão Preto, Franca, Araraquara e São Carlos MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS COORDENAÇÃO: Profº Edmarson Bacelar Mota, M.Sc APOIO: SOBRE O CURSO Com a abertura dos mercados e o enorme aumento da competitividade,

Leia mais

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO CONTEÚDO 1 APRESENTAÇÃO 2 PÁGINA 4 3 4 PÁGINA 9 PÁGINA 5 PÁGINA 3 APRESENTAÇÃO 1 O cenário de inovação e incertezas do século 21 posiciona o trabalho

Leia mais

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição.

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. TURMA 3 Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu GESTÃO ESTRATÉGICA DA PRODUÇÃO E QUALIDADE GESTÃO FARMACEUTICA EMPRESARIAL

Leia mais

Projeto de Curso de Pós-Graduação MULTI MBA FAGV TURMA 02. MBA Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu E AUDITORIA.

Projeto de Curso de Pós-Graduação MULTI MBA FAGV TURMA 02. MBA Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu E AUDITORIA. Projeto de Curso de Pós-Graduação MULTI MBA FAGV TURMA 02. MBA Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PROJETOS - GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS E LIDERANÇA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA SUMÁRIO DE PROJETOS WORKFLOW... 03 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO... 04 IDENTIDADE CORPORATIVA... 04 GESTÃO DE COMPETÊNCIAS... 05 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO... 05 REMUNERAÇÃO...

Leia mais

CIÊNCIAS CONTÁBEIS. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

CIÊNCIAS CONTÁBEIS. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1. TURNOS: Matutino ou Noturno Campus de Maringá Noturno Campus de Cianorte HABILITAÇÃO: Bacharelado em Ciências Contábeis GRAU ACADÊMICO: Bacharel em Ciências Contábeis PRAZO PARA CONCLUSÃO:

Leia mais

Constituído em 1990, no início das grandes discussões tributárias no país, sob a

Constituído em 1990, no início das grandes discussões tributárias no país, sob a 02 Perfil: Colângelo e Corrêa Advogados e Consultores tornou-se referência de vanguarda, seriedade e eficiência no ramo do direito tributário, prestando relevantes serviços para empresas nacionais e estrangeiras.

Leia mais

CONTROLADORIA COMO FERRAMENTA PARA TOMADAS DE DECISÕES

CONTROLADORIA COMO FERRAMENTA PARA TOMADAS DE DECISÕES CONTROLADORIA COMO FERRAMENTA PARA TOMADAS DE DECISÕES Samira da Silva Scodeler* Acadêmico do Curso Ciências Contábeis Univás - Pouso Alegre/MG Fabio Luiz Carvalho** Univás - Pouso Alegre/MG e-mail: fabio@ipecont.com.br

Leia mais

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS APRESENTAÇÃO FGV Criado em 1999, o FGV Management é o Programa de Educação Executiva Presencial da Fundação Getulio Vargas, desenvolvido para atender a demanda do mercado por cursos de qualidade, com tradição

Leia mais

MBA em Planejamento, Orçamento e Gestão Pública ZMBAPOG*09/01

MBA em Planejamento, Orçamento e Gestão Pública ZMBAPOG*09/01 MBA em Planejamento, Orçamento e Gestão Pública ZMBAPOG*09/01 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Planejamento, Orçamento e Gestão Pública Coordenação Acadêmica: Prof. Luiz Antonio

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS E CRIAÇÃO DE VALOR NA EMPRESA MODERNA

ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS E CRIAÇÃO DE VALOR NA EMPRESA MODERNA ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS E CRIAÇÃO DE VALOR NA EMPRESA MODERNA Natália Igreja da Silva Ferreira 1, Vilma da Silva Santos 2, Paulo Cesar Ribeiro Quintairos 3, Edson Aparecida de Araújo Querido Oliveira 4

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Título: Gestão dos custos em Micro e Pequenas empresas

Título: Gestão dos custos em Micro e Pequenas empresas Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão de Projetos - Turma nº150 31/08/2015 Título: Gestão dos custos em Micro e Pequenas empresas Geanderson Geraldo Silva Oliveira geandersongg@yahoo.com.br

Leia mais

MBA em Gestão Empresarial com Ênfase na Transformação Organizacional

MBA em Gestão Empresarial com Ênfase na Transformação Organizacional MBA em Gestão Empresarial com Ênfase na Transformação Organizacional Coordenação Acadêmica: Wankes da Silva Ribeiro Coordenação da Ênfase: Wankes Leandro Ribeiro JUSTIFICATIVA O MBA em Gestão Empresarial

Leia mais

Como os sistemas de informação afetarão as carreiras relacionadas a negócios. Administração de Sistema de Informação I

Como os sistemas de informação afetarão as carreiras relacionadas a negócios. Administração de Sistema de Informação I Como os sistemas de informação afetarão as carreiras relacionadas a negócios Administração de Sistema de Informação I Contabilidade Os contadores contam cada vez mais com os sistemas de informação para

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

Seminário O controle interno governamental no Brasil Velhos Desafios, Novas Perspectivas. 14 a 16 de Maio Iguassu Resort Foz do Iguaçu - Paraná

Seminário O controle interno governamental no Brasil Velhos Desafios, Novas Perspectivas. 14 a 16 de Maio Iguassu Resort Foz do Iguaçu - Paraná Seminário O controle interno governamental no Brasil Velhos Desafios, Novas Perspectivas 14 a 16 de Maio Iguassu Resort Foz do Iguaçu - Paraná Controle Interno na visão dos Auditores Externos Situação

Leia mais

FUNDAMENTOS DE RECURSOS HUMANOS

FUNDAMENTOS DE RECURSOS HUMANOS FUNDAMENTOS DE RECURSOS HUMANOS Pessoas em Primeiro Lugar!!! DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A REVOLUÇÃO DIGITAL Prof. Flavio A. Pavan O velho conceito das organizações: Uma organização é um conjunto integrado

Leia mais

Fundação de Apoio a Pesquisa - FUNAPE. Plano de Gestão. Plano de Trabalho e Proposta Orçamentária. Aprovado pelo CD em 29/10/2015

Fundação de Apoio a Pesquisa - FUNAPE. Plano de Gestão. Plano de Trabalho e Proposta Orçamentária. Aprovado pelo CD em 29/10/2015 Fundação de Apoio a Pesquisa - FUNAPE Plano de Gestão 2016 Plano de Trabalho e Proposta Orçamentária Aprovado pelo CD em 29/10/2015 Sumário 1 Apresentação 3 2 Metodologia 4 3 Plano de Trabalho_2016 5 3.1

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Enterprise Resouce Planning ERP O ERP, Sistema de Planejamento de Recursos

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO * César Raeder Este artigo é uma revisão de literatura que aborda questões relativas ao papel do administrador frente à tecnologia da informação (TI) e sua

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 5 05

Leia mais

9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Inovação na gestão e possibilidade de novas oportunidades para o desenvolvimento regional

9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Inovação na gestão e possibilidade de novas oportunidades para o desenvolvimento regional 9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Inovação na gestão e possibilidade de novas oportunidades para o desenvolvimento regional Natal, 14/08/2015 ROTEIRO Duvidas de partida? Tempos de estratégia

Leia mais

POR QUE FAZER O CURSO?

POR QUE FAZER O CURSO? POR QUE FAZER O CURSO? Os sistemas digitais tornaram-se onipresentes, há cerca de um bilhão de computadores conectados à internet, e essenciais às atividades humanas. A Contabilidade e o Tributário estão

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

17 de setembro de 2007. SYSPHERA NO ANGELONI Análise do Projeto, Benefícios e Particularidades

17 de setembro de 2007. SYSPHERA NO ANGELONI Análise do Projeto, Benefícios e Particularidades BUSINESS CASE VAREJO 17 de setembro de 2007 A SYSPHERA é uma empresa brasileira de tecnologia que se dedica ao desenvolvimento de soluções estratégicas para clientes que buscam a melhoria contínua de sua

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Gestão de Pessoas Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Percepção x trabalho em equipe GESTÃO DE PESSOAS A Gestão de Pessoas é responsável

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS

ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico

Leia mais

A CONTABILIDADE E O AVANÇO DA TECNOLOGIA. http://www.portaldecontabilidade.com.br/tematicas/contabilidadeetecnologia.htm

A CONTABILIDADE E O AVANÇO DA TECNOLOGIA. http://www.portaldecontabilidade.com.br/tematicas/contabilidadeetecnologia.htm A CONTABILIDADE E O AVANÇO DA TECNOLOGIA Reinaldo Luiz Lunelli Texto do site: http://www.portaldecontabilidade.com.br/tematicas/contabilidadeetecnologia.htm Com o passar dos anos, a contabilidade tem sofrido

Leia mais

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador

i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador i2s THINKS CREATES AND PROVIDES Especialização absoluta no mercado segurador SABIA QUE SOMOS ÚNICOS? SOMOS ÚNICOS PORQUE O NOSSO DNA ASSIM NOS DEFINE. SOMOS ÚNICOS PORQUE CRIÁMOS UMA SOLUÇÃO SEM PRECEDENTES

Leia mais

Solução Accenture RiskControl

Solução Accenture RiskControl Solução Accenture RiskControl As rápidas transformações econômicas e sociais que marcaram a primeira década do século XXI trouxeram novos paradigmas para a gestão empresarial. As organizações ficaram frente

Leia mais

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL REPORTING

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL REPORTING Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL REPORTING Belo Horizonte 2012 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Custos e de Resultado. Coordenação Acadêmica: Professor Fabiano Simões Coelho

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Custos e de Resultado. Coordenação Acadêmica: Professor Fabiano Simões Coelho CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Custos e de Resultado Coordenação Acadêmica: Professor Fabiano Simões Coelho 1 APRESENTAÇÃO: Atualmente o mercado está hipercompetitivo.

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE FINANÇAS 1 JUSTIFICATIVA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE FINANÇAS 1 JUSTIFICATIVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE FINANÇAS 1 JUSTIFICATIVA A atividade empresarial requer a utilização de recursos financeiros, os quais são obtidos na forma de crédito e de

Leia mais