14º LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA PROVENIENTE DE EMPREENDIMENTOS DE GERAÇÃO EXISTENTES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "14º LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA PROVENIENTE DE EMPREENDIMENTOS DE GERAÇÃO EXISTENTES"

Transcrição

1 EDITAL nº 10/ ANEEL 14º LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA PROVENIENTE DE EMPREENDIMENTOS DE GERAÇÃO EXISTENTES Os Valores numéricos, bem como datas e horários apresentados são apenas fictícios, não podendo ser utilizados como referência. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 1

2 Sumário Capítulo 1. Introdução... 3 Capítulo 2. Acesso ao Sistema Configuração mínima Identificação do usuário Usuário conectado Página Inicial Alteração de senha pelo próprio usuário Retornar à Página Inicial Desconectar-se do Sistema Acesso ao leilão Situação do Leilão Acesso ao leilão na Situação Em Configuração Acesso ao leilão na situação Pré-Agendado Acesso ao leilão na situação Agendado Modo de Negociação Modo de Acompanhamento Tela de Detalhes do Leilão (Proponentes Vendedores) Acesso ao leilão na situação Em andamento Capítulo 3. Andamento do Leilão Etapa Uniforme Inserção de Lotes Primeira Rodada Uniforme Cancelamento de Lances Validação de Lance pelo Sistema Confirmação do Lance Fim da Primeira Rodada e Agendamento de Nova Rodada Uniforme Próxima(s) Rodada(s) Uniforme(s) Etapa Discriminatória Inserção de Lance a) Cancelamento de Lances b) Validação de Lance pelo Sistema c) Lances Validados pelo Sistema Capítulo 4. Resultados CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 2

3 Capítulo 1. Introdução Este manual foi preparado com o objetivo de orientar o usuário com perfil proponente vendedor na utilização do sistema Leilões de Energia Elétrica da CCEE, durante o 14º Leilão de Compra de Energia Elétrica Proveniente de Empreendimentos de Geração Existentes. As funcionalidades do sistema apresentadas nesse manual são válidas exclusivamente para o Leilão de Compra de Energia Elétrica Proveniente de Empreendimentos de Geração Existentes (Edital de Leilão nº 10/2014). Este manual é complemento do Edital e do Detalhamento da Sistemática, que se encontram disponíveis no site na seção O QUE FAZEMOS» Leilões» 14º Leilão de Energia Existente. Recomenda-se a completa leitura deste manual antes do leilão, assim como a sua consulta durante o mesmo. As definições estabelecidas no Edital e no Detalhamento da Sistemática prevalecem sobre qualquer interpretação distinta que este manual possa apresentar em relação aos referidos documentos. Em caso de dúvida, o participante deve entrar em contato com o Suporte ao Leilão pelo telefone informado no TERMO DE ENTREGA DE USUÁRIOS E SENHAS. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 3

4 Capítulo 2. Acesso ao Sistema O acesso ao sistema poderá ser realizado através de navegador (browser), no endereço de internet disponível no termo, com usuários e senhas entregue ao Representante Operacional. a) 2015-QTD (suprimento de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2017): leilão.ccee.org.br/a1-12m; b) 2015-QTD (suprimento de 1º de janeiro de 2015 a 30 de junho de 2019): leilão.ccee.org.br/a1-18m; c) 2015-DIS (suprimento de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2017): 2.1 Configuração mínima É recomendável que os usuários adotem a configuração mínima dos equipamentos e infraestrutura definido no ANEXO X do Edital de Leilão nº 10/2014. Hardware: Processador: Pentium IV 1.5 Ghz ou superior; Memória: 1 GB de memória ou superior; Software: Sistemas Operacionais: Windows XP Service Pack 3, Windows Vista ou Windows 7 com todas as atualizações disponíveis nas versões 32 ou 64 bits; Browsers: Exclusivamente Internet Explorer 7.0, 8.0 ou 9.0, nas versões 32 ou 64 bits; Configurações no Internet Explorer: Habilitar "Print Background Colors and Images" (imprimir cores e imagens do plano de fundo). Desabilitar qualquer tipo de PopUpBlocker, incluindo os de Barras de Ferramentas do Yahoo, Google e mecanismos similares; Configurações de impressão: Papel A4 configurado; Desabilitar "Header e Footer" (cabeçalho e rodapé); Habilitar print color images and background (imprimir cores e imagens do plano de fundo); Tipo de impressão: paisagem; Conexão e Comunicação: Infraestrutura de comunicação com a Internet com acesso dedicado e permanente ao LEILÃO de alta velocidade (mínima de 200 kbps). Cada usuário deverá verificar com o seu provedor de acesso a necessidade de Hardware e Software complementares; e Disponibilidade de estações alternativas à Internet para condições de operação em modo de contingência. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 4

5 Antes de acessar o Sistema, o usuário deverá desabilitar o bloqueador de pop-up do seu browser, conforme demonstrado na figura a seguir. Figura 1 Desativar Bloqueador de Pop-ups Ao acessar o sistema através do Internet Explorer 7.0 ou 8.0, o navegador exibe a mensagem ilustrada pela Figura 2. Selecione a opção Sim (a) para acessar o sistema. a Figura 2 Mensagem de alerta do Navegador 2.2 Identificação do usuário Acesse o endereço de internet do Sistema do Leilão e conecte-se ao sistema por meio do nome de usuário (login), senha do usuário, e chave de acesso, enviadas aos Representantes Operacionais após a pré-qualificação do Proponente Vendedor. Para conectar-se ao sistema, siga as instruções abaixo, na tela inicial representada pela Figura 3. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 5

6 b c d g f e h Figura 3 Identificação do usuário b insira o login; c insira a senha do usuário; d informe os dados relacionados à posição indicada pela Chave de Acesso; e insira os caracteres apresentados na imagem (f). Caso a imagem seja ilegível, clique no botão gerar outra imagem (g) para criar novos caracteres; h clique no botão acessar. O acesso ao sistema só ocorrerá após a validação das informações inseridas para assegurar a identidade e autenticidade do usuário e permitir a entrada no ambiente privado. Caso o usuário permaneça mais de 2 (dois) minutos na página de identificação, o sistema não aceitará mais os caracteres exibidos na imagem (f), da Figura 3, e no momento da tentativa de acesso, ele receberá a seguinte mensagem de erro indicada pela Figura 4. Figura 4 Tempo para login expirado Para efetuar o login, clique no botão gerar outra imagem (item (g) da Figura 3). CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 6

7 Caso um usuário tente se conectar em duas máquinas com o mesmo login, o sistema permitirá seu acesso no segundo equipamento, porém desconectará, automaticamente, o usuário na primeira máquina. No primeiro acesso, o usuário deverá alterar a senha previamente cadastrada por uma senha de sua preferência, como mostrado na Figura 5. Além disso, ele deve informar um telefone de fácil contato no momento do leilão, para que a equipe de Suporte possa lhe manter informado sobre situações relevantes. i j k Figura 5 Primeiro acesso l i insira nova senha, diferente da atual, com no mínimo seis caracteres; j digite novamente a nova senha para validação; k informe um telefone de fácil contato no momento do Leilão; l clique em gravar. Por questões de segurança, caso o usuário erre a senha por 3 vezes consecutivas, o sistema bloqueará o acesso deste usuário. Para solicitar o desbloqueio, o usuário deverá entrar em contato com o Suporte ao Leilão. Utilização e Responsabilidades A senha de acesso ao sistema é pessoal e intransferível. Não deve ser compartilhada ou divulgada a terceiros. A perda da senha ou a quebra de sigilo deverão ser comunicadas imediatamente ao Suporte ao Leilão. A senha escolhida não deve ser de fácil descoberta por terceiros, como por exemplo, datas de nascimento, números de telefone ou documentos, sequências de números ou letras. O uso da senha de acesso pelos usuários é de sua responsabilidade exclusiva, não cabendo à CCEE responsabilidade por eventuais danos decorrentes de uso indevido da senha, ainda que por terceiros. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 7

8 2.3 Usuário conectado Página Inicial Após a identificação, o usuário acessará a página inicial do sistema (Figura 6), onde estão disponíveis as seguintes informações: (m) Usuário: identidade do usuário; (n) Descrição: nome do leilão (link para acessar a página principal do leilão); (o) Botão Acessar o Ambiente de Negociação : acessa a página principal do leilão (disponível nas situações Agendado e Em Andamento ); (p) Data/hora de Início: apresenta o horário marcado para o início do leilão; (q) Situação: apresenta a situação atual do leilão (mais detalhes no item 2.4 Situação do Leilão); (r) Mensagem do Coordenador: apresenta as mensagens enviadas pelo coordenador do leilão. (s) Modo Acompanhamento: ao clicar neste ícone, o usuário será direcionado para o modo acompanhamento e não poderá dar lances. m n r p t o Figura 6 Página Inicial (Leilões) q s Alteração de senha pelo próprio usuário A funcionalidade Meus Dados, indicada por (t) na Erro! Fonte de referência não encontrada., possibilita ao usuário visualizar seus dados cadastrais e alterar sua senha de acesso. Ao selecionar essa função, o sistema apresentará a mensagem de alerta (Figura 7). Clique em confirmar (u), para ter acesso aos seus dados cadastrais (Figura 8). u Figura 7 Mudança de seção CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 8

9 Para alterar a senha de acesso: v insira a nova senha (com no mínimo seis caracteres); w repita a nova senha; x selecione gravar ; v x Figura 8 Meus Dados w Retornar à Página Inicial Para retornar à Página Inicial (Figura 6), clique no link Leilão (y) do Menu Principal, na Figura 9. y z Figura 9 Retorno à página inicial O sistema exibirá uma mensagem de alerta (Figura 10). Selecione a opção confirmar (µ). µ Figura 10 Mensagem de confirmação Voltar ao menu principal CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 9

10 2.3.4 Desconectar-se do Sistema Utilize o botão Sair (z) (Figura 9) ou o botão Fechar do Navegador ( ). O sistema exibirá uma mensagem solicitando a confirmação da operação, clique em Confirmar, de acordo com a Figura 11 (α) e Figura 12 (β). Figura 11 Mensagem de confirmação Saída do leilão (Opção Sair) α β Figura 12 Mensagem de confirmação Saída do leilão ( ) Ao confirmar sua saída do leilão, o usuário será desconectado. Para voltar a ter acesso, para consulta ou inserção de lance, é necessário conectar-se novamente. Acesso ao leilão Para o usuário autenticado acessar o leilão, ele deverá clicar sobre a descrição do leilão (a) ou sobre o botão Acessar o Ambiente de Negociação (b) (somente nas situações Agendado e Em Andamento ) da Figura 13. As informações disponibilizadas ao usuário dependerão da situação (c) em que o leilão se encontra. a b c Figura 13 Página Inicial (Leilões) CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 10

11 2.4 Situação do Leilão As situações que o leilão poderá assumir são: o Em configuração: Neste status nenhum usuário com perfil Proponente vendedor terá acesso ao sistema. o Pré-agendado: o usuário com perfil Proponente Vendedor poderá acessar o sistema para validar os dados de garantia de participação, energia habilitada, garantias físicas e lastro para venda. o Agendado: A partir desse momento os usuários poderão acessar o sistema e verificar as informações disponíveis na tela de detalhes do leilão. A partir dessa situação nenhum parâmetro cadastrado anteriormente poderá ser alterado. o Em andamento: o leilão está aberto para inserção de lances. o Suspenso: leilão estará interrompido pelo coordenador por tempo indeterminado, podendo ser reaberto a qualquer momento. Nesta situação os usuários ficam impossibilitados de submeter lances. Os lances que já foram submetidos não serão alterados. Após o período suspenso, o leilão retornará para inserção de novos lances, com a contagem de tempo a partir do instante no qual foi suspenso. O encerramento ocorrerá a contar do retorno do sistema. o Encerrado: Nesta situação os usuários não podem mais inserir lances e o leilão encontra-se finalizado. Os resultados do leilão poderão ser consultados pelos proponentes vendedores. A cada mudança de situação do leilão, o usuário receberá uma mensagem de alerta, conforme Figura 14: Figura 14 Mensagem de alteração de Status 2.5 Acesso ao leilão na Situação Em Configuração Nessa situação, os usuários não poderão acessar o sistema. A seguinte mensagem de erro será disponibilizada (Figura 15), caso o usuário tente acessar. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 11

12 Figura 15 Tentativa de acesso na situação em Configuração 2.6 Acesso ao leilão na situação Pré-Agendado Na situação de Pré-agendado os usuários poderão acessar o sistema, clicando em (d), para confirmar suas informações de garantia de participação, garantia de proposta, energia habilitada, garantias físicas e lastro para venda. d Figura 16 Status Pré-Agendado Somente o primeiro usuário do proponente vendedor ao se conectar (usuário em modo negociação) poderá realizar a confirmação (Figura 17). Os demais usuários (usuários em modo acompanhamento) somente poderão visualizar a aprovação ou não das informações (Figura 20). CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 12

13 Modo Negociação Para validar os valores do proponente vendedor, clique em confirmar informações (e). Figura 17 - Lastro e Garantia Confirmar e Caso seja verificada alguma inconsistência nos valores de lastro ou garantia, o usuário deverá entrar em contato com o Suporte ao Leilão, enquanto o leilão estiver na situação Préagendado. Encerrado o período pré-agendado, os dados cadastrais não mais poderão ser alterados. Caso o usuário não confirme as informações enquanto o leilão estiver na situação préagendado, todas as informações serão consideradas válidas pelo sistema, no momento em que o coordenador alterar a situação do leilão para Agendado. O sistema apresentará uma mensagem de alerta. Selecione a opção confirmar (f) para validar os dados cadastrados. f Figura 18 Confirmação de validação dos valores A tela ilustrada pela Figura 19 indica que os dados foram validados pelo participante. Para retornar à Página Principal, basta clicar no botão página principal (g), ou no link Leilão (h). CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 13

14 h g Figura 19 Lastro e Garantias Retorno a Pagina Principal Modo Acompanhamento O usuário em modo acompanhamento visualizará a tela ilustrada pela Figura 20, enquanto a garantia financeira e lastro para venda não forem confirmados. Para esse usuário, não aparecerá à opção Confirmar. Para retornar à Página Principal, utilize a opção página principal (g) ou Leilão (h). h g Figura 20 - Lastro e Garantia - Visualização A janela ilustrada pela Figura 19 indica, também em modo de acompanhamento, que a informação foi confirmada pelo participante. 2.7 Acesso ao leilão na situação Agendado Para acessar a página de Detalhes do Leilão em modo negociação (primeiro usuário) ou modo acompanhamento (demais usuários), selecione Acessar o Ambiente de Negociação (i) ou clique sobre a descrição do leilão (j), conforme Figura 21. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 14

15 j i Figura 21 Status Agendado Modo de Negociação Apenas o usuário conectado em modo de negociação poderá inserir lances por sua empresa quando o leilão estiver em andamento. Antes de acessar a tela de detalhes do leilão, o sistema exibirá uma mensagem (Figura 22) e autenticará o usuário no modo negociação. Figura 22 Alerta de entrada no modo negociação Modo de Acompanhamento Apenas um usuário de cada empresa poderá acessar o sistema no modo de negociação e enviar lances no leilão. Os demais usuários da mesma empresa que acessarem o leilão serão informados da existência de um usuário em ambiente de negociação (Figura 23) e serão autenticados em modo de acompanhamento (sem possibilidade de inserir lance). Figura 23 Alerta de entrada no modo de acompanhamento CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 15

16 Situação do lance: o acompanhante pode visualizar a situação do lance de cada empreendimento, conforme ilustrado na Figura 24, (cor cinza empreendimento sem lance ou lance retirado, amarelo lance gravado e verde empreendimento com lance submetido). w Figura 24 Tela do acompanhante Para a substituição do usuário em modo de negociação, os dois usuários devem retornar à página principal, por meio do link Leilão (w) da Figura 24. O primeiro usuário que clicar sobre a descrição do leilão (j) (Figura 21) ou sobre o botão Acessar o Ambiente de Negociação (i) (Figura 21) entrará em modo de negociação. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 16

17 2.7.3 Tela de Detalhes do Leilão (Proponentes Vendedores) w r s u v x Figura 25- Tela de Detalhes do leilão - Situação Agendada Na Tela de Detalhes do leilão (Figura 25), destacam-se: r Cabeçalho: apresenta a descrição do leilão, etapa (discriminatória ou uniforme), modo do usuário (negociação ou acompanhamento), a data e a hora de início, a situação do leilão, a rodada e o tempo restante para início e o preço marginal. s lastro e garantias: o usuário terá acesso a informações sobre tipo de garantia, garantia em lotes e em reais, energia habilitada, garantia física e lastro para venda (Figura 26). u histórico das rodadas: apresenta o histórico de todos os lances já finalizados em cada Etapa e seus respectivos preços (Figura 27). v histórico das mensagens: apresenta o histórico das mensagens enviadas pelo sistema e pelo coordenador durante o leilão (Figura 28). x Empreendimentos: apresenta os empreendimentos, lotes habilitados e lotes excluídos. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 17

18 Figura 26 Lastros e Garantias Figura 27 Histórico de Lances CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 18

19 Figura 28 Histórico de Mensagens 2.8 Acesso ao leilão na situação Em andamento y z Figura 29 Status Em andamento Na situação de Em andamento, os usuários poderão acessar o andamento do leilão clicando em Nome do Leilão (y) ou em Acessar o Ambiente de Negociação (z), conforme Figura 29. Será exibida a Tela de Detalhes do Leilão, semelhante à Figura 25, com informações referentes à Rodada em andamento e o Tempo restante para o término da mesma. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 19

20 Capítulo 3. Andamento do Leilão 3.1 Etapa Uniforme Na Etapa Uniforme, os proponentes vendedores poderão submeter, a cada rodada, lances nas modalidades Quantidade e Disponibilidade para seus empreendimentos. A Etapa Uniforme pode ter diversas Rodadas e, para cada rodada, o sistema disponibilizará o preço de lance e o tempo para a inserção de lance. Cada rodada será encerrada por decurso do tempo ou em um minuto, no caso de todos os proponentes vendedores inserirem seus lances antes do término do tempo. A Primeira Rodada Uniforme é diferenciada das demais (caso essas ocorram). Nessa rodada, o Preço Corrente será igual ao Preço Inicial do respectivo Produto, pré-definido no Edital do Leilão, e o lance deverá ser dado em Lotes. A partir da Segunda Rodada da Etapa Uniforme, o Preço Corrente será o Preço de Lance da Rodada Anterior e o Lance corresponderá à confirmação ou exclusão total ou parcial dos Lotes ofertados na Rodada anterior. IMPORTANTE O Lance em Lotes, ofertado na 1ª Rodada Uniforme, deverá ser menor ou igual ao Lastro para Venda daquele Empreendimento Inserção de Lotes Primeira Rodada Uniforme A tela do Leilão será atualizada e os campos para inserção de lotes estarão disponíveis de acordo com a Figura 30. (a) Insira a quantidade de lotes a serem ofertados em Quantidade (Lotes) ; (b) Clique no botão gravar. g a b Figura 30 Inserção de Lances: 1ª Rodada Uniforme (Produto Quantidade) CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 20

21 Para submeter os lances: (c) Clique no botão submeter, ilustrado na Figura 31. c d Figura 31 Submeter Lances 1ª Rodada Uniforme (Produto Quantidade) Na primeira rodada da Etapa Uniforme, para o Produto Disponibilidade, o usuário deve se atentar para o preenchimento do campo Consumo Interno e Perdas na Rede Básica ( ), de acordo com a Figura abaixo. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 21

22 O sistema solicitará a confirmação do valor do lance. Verifique as informações, selecione o campo em destaque e clique na opção confirmar (e) (Figura 32): f e f e Figura 32 Confirmação de lance: Tela Produtos Quantidade e Disponibilidade respectivamente Os procedimentos acima descritos devem ser repetidos para todos os empreendimentos que aparecem na Tela de Detalhes do Leilão, Figura Cancelamento de Lances Caso o usuário identifique um erro no lance informado na tela de confirmação de lance, selecionar a opção cancelar (f) (Figura 32). O sistema disponibilizará uma mensagem de alerta (Figura 33): Figura 33 Cancelamento do lance Para submeter um novo lance é necessário primeiramente selecionar a opção alterar (d) da Figura Validação de Lance pelo Sistema No momento de confirmar as informações de um lance, o sistema fará algumas verificações sobre a consistência dos dados. De acordo com a Sistemática, algumas condições são necessárias para que o Lance seja considerado válido. Quantidade Máxima de Lotes - caso a quantidade de lotes do lance seja maior do que a quantidade de lotes livres (g) (Figura 30), o sistema não gravará o lance e enviará a seguinte mensagem (Figura 34): CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 22

23 Figura 34 Alerta de Quantidade Máxima de Lotes Quantidade Mínima de Lotes - caso a quantidade de lotes informada seja inferior a zero, o sistema enviará a mensagem (Figura 35): Figura 35 Oferta inferior a zero Dados faltantes - caso o usuário não informe a quantidade de lotes, o sistema não gravará o lance e enviará a seguinte mensagem (Figura 36): Figura 36 Alerta de Dados Incompletos Devido ao tempo necessário para a inserção, confirmação e eventual correção dos valores digitados, recomenda-se que os lances sejam efetuados nos primeiros minutos do período de inserção de lance Confirmação do Lance Após a validação do lance pelo Sistema, a quantidade de lotes do lance aparecerá no campo Quantidade (Lotes) (h) e não mais poderá ser alterada. A quantidade de Lotes Livres e Lotes Excluídos (i) serão atualizados automaticamente pelo sistema, conforme Figura 37. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 23

24 i h Figura 37 - Confirmação do Lance Fim da Primeira Rodada e Agendamento de Nova Rodada Uniforme Caso sejam necessárias mais rodadas uniformes, o sistema apresentará a seguinte mensagem de alerta (Figura 38): Figura 38 - Nova Rodada Agendada Caso o proponente vendedor não insira lotes na primeira rodada uniforme, ele estará automaticamente fora do Leilão Próxima(s) Rodada(s) Uniforme(s) A partir da 2ª Rodada Uniforme, o Preço Corrente corresponderá ao Preço de Lance da Rodada Anterior e o Preço de Lance corresponderá ao Preço Corrente subtraído de um decremento prédefinido pelo MME no momento da configuração do Leilão (k) (Figura 39). Os lotes excluídos em uma rodada anterior não mais poderão retornar ao leilão em rodadas uniformes (j). O Negociador poderá apenas reduzir o montante de lotes inseridos (l) (Figura 39). CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 24

25 k k k j l Figura 39 - Próximas Rodadas Uniformes Para retornar à tela principal do Leilão, clique em cancelar (o) ou (p) para confirmar (Figura 40). p o Figura 40 Próximas Rodadas Uniformes Obs. Os LOTES NÃO OFERTADOS serão considerados como LOTES EXCLUÍDOS e não poderão ser submetidos em LANCES nas rodadas e etapas seguintes. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 25

26 Caso o usuário visualize mais de um empreendimento em sua tela e tenha dado lance para um e não dado para outro, o empreendimento que não recebeu lance estará fora do leilão e não mais poderá receber lances (s). A tela do Leilão será atualizada, de acordo com o ilustrado na (Figura 41). O usuário continuará participando com o empreendimento que ainda estiver classificado para a rodada (t). t s Figura 41 Empreendimento desclassificado 3.2 Etapa Discriminatória Ao término das Etapas Uniformes, será iniciada a Etapa Discriminatória. Um alerta será emitido, conforme a Figura 42: Figura 42 Etapa Discriminatória Agendada O início da Etapa Discriminatória será informado com um alerta, conforme Figura 43, e as informações serão atualizadas. Figura 43 Etapa Discriminatória Iniciada Inserção de Lance Os campos para inserção do Preço de Lance para o Produto Quantidade estarão disponíveis de acordo com a Figura 44. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 26

27 Insira o valor do lance em Preço de Lance (R$/MWh). Neste campo deve ser informado o valor do lance a ser dado, por empreendimento (a); Selecione o botão gravar (b). a b Figura 44 Gravar lance Rodada Discriminatória Produto Quantidade O sistema apresentará os empreendimentos com a quantidade de lotes da penúltima rodada, porém o valor máximo de lance será determinado pela retirada integral / parcial ou confirmação dos lotes na última rodada. Para a inserção do lance referente ao Produto por Disponibilidade, insira o valor da Receita Fixa Anual (R$/Ano) (Ω) e Clique em Gravar (β), conforme Figura 45. Atenção! O ICB do Lance calculado que aparece na parte superior da Receita Fixa ( ) deverá ser igual ou inferior ao último ICB de lance válido ( ), conforme Figura 45. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 27

28 β Ω Figura 45 Gravar lance Rodada Discriminatória Produto por Disponibilidade Em ambos os casos (Quantidade ou Disponibilidade), a tela será atualizada. Para submeter o lance, selecione o botão submeter (c), conforme Figura 46. d c Figura 46 Submeter lance Rodada Discriminatória O sistema solicitará a confirmação do valor do lance através da mensagem abaixo. Verifique as informações e selecione a opção confirmar (e), ilustrado na Figura 47, caso estejam corretas: CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 28

29 f e a) Cancelamento de Lances Figura 47 Confirmação do Lance Caso o usuário identifique um erro no lance informado na tela de confirmação de lance (Figura 47), deve-se selecionar a opção cancelar (f). O sistema disponibilizará uma mensagem de alerta conforme (Figura 48). Figura 48 Lance Cancelado Para submeter um novo lance, é necessário primeiramente selecionar a opção alterar (d) da Figura 46. Dessa forma, o usuário poderá redigitar o valor do lance no campo (a) indicado pela Figura 44, para o caso do Produto Quantidade e (Ω) para o Produto Disponibilidade (Figura 45). b) Validação de Lance pelo Sistema No momento de confirmar as informações de um lance, o sistema fará algumas verificações sobre a consistência dos dados. De acordo com a Sistemática, algumas condições são necessárias para que o Lance seja considerado válido. Preço Máximo: caso o Preço de Lance seja maior que o Preço corrente, o sistema não gravará o lance e enviará a mensagem (Figura 49): Figura 49 Alerta preço máximo Preço Mínimo: caso o Preço de Lance inserido pelo usuário seja menor do que zero, o Sistema não gravará o lance e enviará a mensagem (Figura 50): CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 29

30 Figura 50 Alerta preço mínimo Validação adicional: caso o lance dado pelo usuário na Etapa Discriminatória seja inferior ao Preço de Lance menos o Percentual para Validação de Lance, o sistema solicitará a confirmação do empreendedor. Essa mensagem é informativa e não impede a submissão do lance ao preço inicialmente definido, desde que confirmado pelo usuário. i g h i h g Figura 51 Alerta de lance baixo para Produto Quantidade e Disponibilidade respectivamente Para confirmar este Preço de Lance, o usuário deve inseri-lo novamente (g) e clicar no botão confirmar (h). Caso não seja inserido um valor, ou caso o valor seja diferente do preço informado anteriormente, o sistema enviará a mensagem abaixo e rejeitará o lance (Figura 52). Para descartar o lance e voltar à tela de inserção de Lance, basta clicar em cancelar (i). Figura 52 Alerta de valor de confirmação incorreto Devido ao tempo necessário para a inserção, confirmação e eventual correção dos valores digitados, é recomendado que lances sejam efetuados nos primeiros minutos do período de inserção de lance. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 30

31 c) Lances Validados pelo Sistema Após a validação do lance pelo Sistema, será exibida uma tela com os Detalhes do leilão, contendo o Preço definido no lance. Em todas as rodadas aparecerá um cronômetro com o tempo para o final da rodada (k), como indicado na Figura 53. k Figura 53 Tempo restante para o final da rodada Capítulo 4. Resultados Após o processamento dos resultados, o leilão será concluído e o sistema enviará uma mensagem informativa a todos os usuários conectados, conforme Figura 54. Figura 54 Mensagem de encerramento do leilão Nesse instante, a tela de detalhes do leilão será atualizada e passará a exibir os resultados finais do leilão, conforme demonstra a Figura 55. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 31

32 b a c Figura 55 Resultados do leilão Por meio dessa tela, o vendedor poderá também acessar os seguintes relatórios: (a) lastros e garantias : apresenta o tipo de garantia, energia habilitada, garantia física, lastro para venda, entre outros; (b) histórico de lances : apresenta os lances submetidos em cada rodada das Etapas Uniforme e Discriminatória; (c) histórico de mensagens : registro de todas as mensagens enviadas pelo sistema e/ou pelo coordenador durante o leilão. CCEE Sistema de Leilões de Energia Elétrica - Powered by Paradigma WBC Página 32

Manual do Sistema do 21º Leilão de Energia Nova (A-5 de 2015)

Manual do Sistema do 21º Leilão de Energia Nova (A-5 de 2015) Edital Nº 03/2015 A-5 ANEEL Manual do Sistema do 21º Leilão de Energia Nova (A-5 de 2015) PROPONENTE VENDEDOR Os Valores e Datas apresentados neste manual são apenas para efeito de exemplificação CCEE

Leia mais

Os Valores numéricos apresentados são apenas fictícios, não podendo ser utilizados como referência.

Os Valores numéricos apresentados são apenas fictícios, não podendo ser utilizados como referência. EDITAL nº 006/2012 - A-5 - ANEEL EMPREENDEDOR E PROPONENTE VENDEDOR Os Valores numéricos apresentados são apenas fictícios, não podendo ser utilizados como referência. CCEE Sistema de Leilões de Energia

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO 1. INTRODUÇÃO...3 CAPÍTULO 2. ACESSO AO LEILÃO...3. 2. 1. Identificação do Usuário... 3. 2. 2. Primeiro acesso...

ÍNDICE CAPÍTULO 1. INTRODUÇÃO...3 CAPÍTULO 2. ACESSO AO LEILÃO...3. 2. 1. Identificação do Usuário... 3. 2. 2. Primeiro acesso... ÍNDICE CAPÍTULO 1. INTRODUÇÃO...3 CAPÍTULO 2. ACESSO AO LEILÃO...3 2. 1. Identificação do Usuário... 3 2. 2. Primeiro acesso... 3 2. 3. Servidor Iniciado... 3 2. 4. LEILÃO Agendado... 3 2. 5. LEILÃO Suspenso...

Leia mais

Funcionalidades do Sistema de Negociação de Créditos de Carbono. Anexo VIII

Funcionalidades do Sistema de Negociação de Créditos de Carbono. Anexo VIII Anexo VIII Este Manual do Usuário possui caráter informativo e complementar ao Edital do Leilão de Venda de Reduções Certificadas de Emissão nº 001/2012, promovido pela Prefeitura da Cidade de São Paulo

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Cadastramento de Usuário (a partir da versão 12.08.01 ) Conteúdo Introdução... 2 Cadastramento... 2 Desvendando a tela inicial... 4 Completando seus dados cadastrais... 5 Não lembro

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

Sumário. Capítulo 2 Iniciando o TR4... 8 2.1 Como efetuar o login... 8

Sumário. Capítulo 2 Iniciando o TR4... 8 2.1 Como efetuar o login... 8 1 Sumário Capítulo 1 Introdução ao TR4... 4 1.1 Requisitos Mínimos... 4 1.2 Layout do Sistema... 5 1.3 Legenda... 5 1.4 Visão geral das funcionalidades... 6 1.4.1 O Menu Administração... 6 1.4.2 O Menu

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 Conteúdo 1 - O que é o Conectividade Social? 03 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 3 - O que é necessário para instalar o Conectividade Social?.... 05 4 - Como faço para executar

Leia mais

Manual de utilização sistema Comtele SMS

Manual de utilização sistema Comtele SMS Manual de utilização sistema Comtele SMS Login... 3 Dashboard... 4 Envio instantâneo de mensagens SMS... 5 Requisições de envio instantâneo para contatos ou grupos.... 5 Agendamento de envio d e SMS...7

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Estadual de Informações Ambientais e de Recursos Hídricos VERSÃO 2.0

Manual do Usuário. Sistema Estadual de Informações Ambientais e de Recursos Hídricos VERSÃO 2.0 Manual do Usuário Sistema Estadual de Informações Ambientais e de Recursos Hídricos VERSÃO 2.0 1 Apresentação O SEIA Sistema Estadual de Informações Ambientais e de Recursos Hídricos é uma ferramenta fundamentada

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL SMART Versão 1.1

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL SMART Versão 1.1 MANUAL DO USUÁRIO PORTAL SMART Versão 1.1 1- OBJETIVO Apresentar ao cliente o procedimento de como utilizar o Portal SMART e realizar gestão de ocorrências apresentadas durante o monitoramento. 2- ACESSANDO

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA Manual Operacional para uso exclusivo do módulo do Sistema Estadual de

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Agendamento Regulado Unidades Solicitantes Manual de Operação

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express)

Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express) Script de Configuração dos E-mails @SEE (Webmail /Outlook Express) A Secretaria de Estado da Educação está disponibilizando uma nova ferramenta para acesso ao e-mail @see. Essa nova ferramenta permitirá

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL Versão 1.3 Sumário 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. Primeiro acesso ao sistema... 3 1.2. Como alterar a senha no primeiro acesso... 4

Leia mais

Manual do Monitor Telecentro. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual do Monitor Telecentro. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual do Monitor Telecentro Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 0.1 Como acessar a interface de Gerenciamento?........................ 2 0.2 Ativação............................................

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

PAG CONTAS CARNÊ Agora ficou mais fácil pagar suas contas. PAG CONTAS CARNÊ. Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO

PAG CONTAS CARNÊ Agora ficou mais fácil pagar suas contas. PAG CONTAS CARNÊ. Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO PAG CONTAS CARNÊ Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DE GERAÇÃO DE BOLETOS EMPRESAS CONVENIADAS 1) REQUISITOS DO SISTEMA: Primeiramente devemos possuir seguintes itens abaixo: - Microcomputador

Leia mais

Extrato Financeiro Manual de Usuário 02/05/2012 FAPESP

Extrato Financeiro Manual de Usuário 02/05/2012 FAPESP Extrato Financeiro Manual de Usuário FAPESP Conteúdo Introdução... 3 Acesso ao formulário para geração do extrato... 3 Como gerar o extrato financeiro... 5 Conteúdo do extrato... 9 Anexo I Dúvidas / problemas

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

Manual Telemetria - RPM

Manual Telemetria - RPM Sumário Apresentação... 2 Home... 2 Definição do Idioma... 3 Telemetria RPM... 4 Pré-requisitos necessários para utilizar o menu Telemetria RPM... 5 Faixas RPM... 11 Configura Faixa do Veículo... 15 Acumulado

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Sumep Julho/2006 PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Objetivo

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos.

Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1 - PRIMEIRO ACESSO AO AUTORIZADOR Tutorial Autorizador WEB Roteiro de acesso ao Autorizador do Plan-Assiste para autorização de procedimentos. 1.1. Acessar o endereço http://assiste.mpu.gov.br/autorizadorweb;

Leia mais

1- Requisitos mínimos. 2- Instalando o Acesso Full. 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez

1- Requisitos mínimos. 2- Instalando o Acesso Full. 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez Manual Conteúdo 1- Requisitos mínimos... 2 2- Instalando o Acesso Full... 2 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez... 2 4- Conhecendo a barra de navegação padrão do Acesso Full... 3 5- Cadastrando

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

SIGA Saúde. Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde. Manual operacional. Módulo Agenda Agendamento Local

SIGA Saúde. Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde. Manual operacional. Módulo Agenda Agendamento Local SIGA Saúde Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde Manual operacional Módulo Agenda Agendamento Local Sumário Introdução... 3 Agendamento... 4 Pesquisa de vagas... 5 Perfil de Agenda... 6 Dados

Leia mais

Acesse o endereço: http://www.colegiobernoulli.com.br. Digite seu código de usuário e senha conforme a Figura 1.

Acesse o endereço: http://www.colegiobernoulli.com.br. Digite seu código de usuário e senha conforme a Figura 1. Manual de acesso ao portal do aluno/professor 1 Navegadores homologados O portal pode não funcionar corretamente caso seja acessado de um navegador não especificado. 1 Acesso ao portal do aluno / professor

Leia mais

BEM VINDO (A) À ACTVS SOFTWARE E APOIO A GESTÃO

BEM VINDO (A) À ACTVS SOFTWARE E APOIO A GESTÃO 1 BEM VINDO (A) À ACTVS SOFTWARE E APOIO A GESTÃO Este guia foi desenvolvido com a finalidade de explicar de forma simples e dinâmica os procedimentos básicos de utilização de nossa rede e seus recursos.

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM Manual SRM 1 Índice 1. Requerimentos Técnicos para Utilização do Sistema... 4 1.1 Hardware... 4 1.2 Software... 5 1.3 Conexão à Internet... 9 2. Desabilitação do Bloqueio Automático de Pop-ups...10 3.

Leia mais

Manual de Instalação Flex

Manual de Instalação Flex Manual de Instalação Flex Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5 4.1.1. Instalação do sistema...

Leia mais

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado e click com o botão esquerdo do mouse para confirmar. Introdução

Leia mais

Instruções de Acesso. Portal de Cliente. Próximo

Instruções de Acesso. Portal de Cliente. Próximo Instruções de Acesso Portal de Cliente Primeiramente, confira a configuração de pop-up e versão do seu navegador, conforme instruções abaixo: Os navegadores e versões homologadas, são: Internet Explorer

Leia mais

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL N / Rev.: Manual 751.1/02 Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

F.A.Q. PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

F.A.Q. PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO F.A.Q. PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página 1 Sumário DÚVIDAS GERAIS... 3 PREGÃO ELETRÔNICO... 6 Página 2 DÚVIDAS GERAIS 1. O que é o Fluxograma das Etapas? Resposta: O fluxograma representa

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Portal de Compras. São José do Rio Preto

Portal de Compras. São José do Rio Preto Portal de Compras São José do Rio Preto Sumário DÚVIDAS GERAIS...2 PREGÃO ELETRÔNICO... 4 EMPRO Empresa Municipal de Processamento de Dados 1 DÚVIDAS GERAIS 1.O que é o Fluxograma das Etapas? Resposta:

Leia mais

Manual de Instalação Certificado Digital. do tipo A1 (Sistema Operacional Windows Vista)

Manual de Instalação Certificado Digital. do tipo A1 (Sistema Operacional Windows Vista) Manual de Instalação Certificado Digital do tipo A1 (Sistema Operacional Windows Vista) Instalação do certificado digital tipo A1 no Windows Vista Para a confecção deste manual, foi utilizado o Sistema

Leia mais

produção MANUAL APRESENTAÇÃO

produção MANUAL APRESENTAÇÃO MANUALWEB 1 APRESENTAÇÃO MANUAL da produção online Conheça as funções, características e as facilidades para autorizar e faturar os atendimentos realizados aos beneficiários Unimed. Rio MANUALWEB 2 SUMÁRIO

Leia mais

Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15. Pregão Eletrônico

Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15. Pregão Eletrônico Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15 19/07/2012 ÍNDICE DA REVISÃO Data Versão Descrição Páginas 14/09/2009 3.0.1 18/10/2009 3.0.2 15/03/2010 3.0.6 08/06/2010 3.0.9 08/06/2010 3.0.9 Alterada

Leia mais

CARTILHA PARA FORNECEDORES DA COPASA

CARTILHA PARA FORNECEDORES DA COPASA CARTILHA PARA FORNECEDORES DA COPASA Índice Conteúdo 1. Introdução:... 4 2. Cadastro de fornecedores... 4 3. Certificado de Registro Cadastral... 4 4. Operacionalização do Sistema de Compras da COPASA...

Leia mais

Versão: 08/04/2013 Atualizado em: 10/07/2013

Versão: 08/04/2013 Atualizado em: 10/07/2013 Versão: 08/04/2013 Atualizado em: 10/07/2013 NoMe - Novo Mercado CETIP Conteúdo Introdução ao NoMe... 1 Conhecendo o Produto... 2 Acesso ao NoMe... 3 Como acessar o NoMe... 4 Atualização de Senha e Código

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Manual de Instalação da VPN

Manual de Instalação da VPN Manual de Instalação da VPN Windows Vista e Windows 7 Sumário: Manual de instalação da VPN 1. OBJETIVO... 3 2. EFETUANDO O DOWNLOAD DO INSTALADOR DA VPN... 3 3. INSTALANDO A VPN... 6 4. CONFIGURANDO A

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.1

Manual SAGe Versão 1.1 Manual SAGe Versão 1.1 Submissão de Proposta de Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior (a partir da versão 12.08.01 ) Conteúdo Introdução... 2 Instruções iniciais... 3 Entrando no SAGe... 4 Criando nova

Leia mais

Sistema de Compras TV Globo

Sistema de Compras TV Globo Sistema de Compras TV Globo Guia de Uso R Guia de Uso do Portal do Fornecedor da TV Globo R PÁGINA Índice Índice O que é o Sistema de Compras TV Globo 4 Criar a sua cotação (Cota) Anexar documento 4 Cadastro

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Corregedoria-Geral de Justiça. Serviço Notarial e de Registro. Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO

Corregedoria-Geral de Justiça. Serviço Notarial e de Registro. Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO Corregedoria-Geral de Justiça Serviço Notarial e de Registro Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO Atualizado em 29/04/2015 CONTEÚDO APRESENTAÇÃO... 4 CAPÍTULO 1 DOWNLOAD DO SISNOR CARTÓRIO... 5 CAPÍTULO 2

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Certificado Digital do tipo A1 Sistema Operacional Microsoft Windows Vista Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 Para a confecção desta instrução,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Versão 1.0. Visão Transportador

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Versão 1.0. Visão Transportador MANUAL DE INSTRUÇÕES Versão 1.0 Visão Transportador 2 Sumário Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Acesso... 3 Primeiro acesso... 5 Navegando pelo sistema... 6 Menu Perfil... 7 Dados do Fornecedor...

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Manual do Usuário - Processo Certificado de Registro Pessoa Física Manual Operacional Certificado de Registro Pessoa Física CRPF

Manual do Usuário - Processo Certificado de Registro Pessoa Física Manual Operacional Certificado de Registro Pessoa Física CRPF Manual Operacional Certificado CRPF Abril Curitiba - PR 1 Sumário 1 OBJETIVO 6 2 ACESSO INICIAL PARA TODOS OS USUÁRIOS (CAC S) 7 2.1 REALIZANDO O PRIMEIRO CADASTRO. 8 2.1.1 CPF 8 2.1.2 TAPE 8 2.1.3 CÓDIGO

Leia mais

www.aluminiocba.com.br Manual do Usuário Certificação

www.aluminiocba.com.br Manual do Usuário Certificação Manual do Usuário Certificação Manual do Usuário - Certificação Versão 1.0 Página 2 CBA Online Manual do Usuário Certificação Versão 1.1 19 de maio de 2004 Companhia Brasileira de Alumínio Departamento

Leia mais

FAQ S Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) Registar Recursos Humanos

FAQ S Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) Registar Recursos Humanos FAQ S Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) Registar Recursos Humanos Técnicas Junho de 2012 (data da última atualização 30/06/2012) ÍNDICE 1. Quais os pré-requisitos do posto de trabalho

Leia mais

Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda.

Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Elaborado: Qualidade de Software Versão: 3.00 Data: 11/06/2012 Apresentação O software Ativador REP é um software desenvolvido pela MADIS, para efetuar o controle das ativações do MD REP, MD REP NF, MD

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

SIPED - Sistema de Investimento em Pesquisa e Desenvolvimento. Reservado ao Ambiente Interno da ANP

SIPED - Sistema de Investimento em Pesquisa e Desenvolvimento. Reservado ao Ambiente Interno da ANP Versão 2.0 SIPED - Sistema de Investimento em Pesquisa e Aviso de Sigilo Este documento contém informações reservadas à ANP, sendo o documento como um todo classificado no nível reservado, conforme art.

Leia mais

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 28 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

TCEnet. Manual Técnico. Responsável Operacional das Entidades

TCEnet. Manual Técnico. Responsável Operacional das Entidades TCEnet Manual Técnico Responsável Operacional das Entidades 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Características... 3 3. Papéis dos Envolvidos... 3 4. Utilização do TCEnet... 4 4.1. Geração do e-tcenet... 4

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 - AIDF 4 CAPÍTULO 2 - LOGIN 8 CAPÍTULO 3 SOLICITAÇÃO DA AIDF 9 CAPÍTULO 4 - ACOMPANHAMENTO 16. O Que é AIDF?... 4. O Sistema...

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 - AIDF 4 CAPÍTULO 2 - LOGIN 8 CAPÍTULO 3 SOLICITAÇÃO DA AIDF 9 CAPÍTULO 4 - ACOMPANHAMENTO 16. O Que é AIDF?... 4. O Sistema... 1 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 - AIDF 4 O Que é AIDF?... 4 O Sistema... 4 Acesso ao Sistema... 5 Suporte Técnico... 5 Configurações Necessárias... 5 Bloqueador de Pop-ups... 5 Bloqueio de Scripts... 6 CAPÍTULO 2

Leia mais

Manual do Usuário Instituição

Manual do Usuário Instituição 1 Manual do Usuário Instituição Área Restrita Site de Certificação Controle: D.04.36.00 Data da Elaboração: 13/08/2014 Data da Revisão: - Elaborado por: TIVIT / Certificação ANBIMA Aprovado por: Gerência

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB

MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB Sumário PRÉ- REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB... 4 PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA... 4 INSTALANDO O SIGEP WEB... 6 INICIANDO O SISTEMA... 6 INICIANDO O SISTEMA...

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais