RESUMO DA PLANIFICAÇÃO ANO LETIVO 2014/2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESUMO DA PLANIFICAÇÃO ANO LETIVO 2014/2015"

Transcrição

1 História - 7ºAno RESUMO DA PLANIFICAÇÃO Professores: EAV Mª Alice Gomes; Joaquim Jorge Oliveira ESB Nuno Abrantes; Nuno Pinto Período DOMÍNIOS/SUBDOMÍNIOS Total de tempos previstos por Período Apresentação do professor, do manual e do programa. Definição de regras de funcionamento da aula. 26 Ficha diagnóstica/diagnóstico da turma. Domín.1 Das sociedades recoletoras às primeiras sociedades produtoras. Domín.2 A herança do mediterrâneo Antigo Atividades de sistematização das aprendizagens; avaliação formativa e sumativa. Auto e coavaliação de final de período. Domín.2 A herança do mediterrâneo antigo (conclusão) Domín.3 - A formação da cristandade ocidental e a expansão islâmica. 20 Atividades de sistematização das aprendizagens; avaliação formativa e sumativa. Auto e coavaliação de final de período. Domín.4 O contexto europeu dos séculos XII ao XIV Atividades de sistematização das aprendizagens; avaliação formativa e sumativa. Auto e coavaliação do final do ano letivo. 20 Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar. Caderno diário. Material de escrita. 75% 25% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: - Fichas de avaliação: No mínimo 2 ( e períodos) e 1 no período 65% (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa) - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Cooperação nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula

2 História - 8ºAno Período RESUMO DA PLANIFICAÇÃO Professores: EAV Mª Alice Gomes; José Alves ESB Ana Paula Andrade; Luciana Gomes; Mª Jesus Carneiro Total de tempos DOMÍNIOS/SUBDOMÍNIOS previstos por Período Apresentação do professor, do manual e do programa. Definição de regras de funcionamento da aula. Ficha diagnóstica/diagnóstico da turma. Domín.5- Expansão e mudança nos séculos XV e XVI 39 Domín.6 O contexto europeu dos séculos XVII e XVIII Atividades de sistematização das aprendizagens; avaliação formativa e sumativa. Auto e coavaliação de final de período. Domín.6 O contexto europeu dos séculos XVII e XVIII (conclusão) Domín.7 O arranque da Revolução Industrial e o triunfo dos regimes conservadores. Atividades de sistematização das aprendizagens; avaliação formativa e 30 sumativa. Auto e coavaliação de final de período. Domín.8 A civilização industrial no século XIX Atividades de sistematização das aprendizagens; avaliação formativa e sumativa. Auto e coavaliação do final do ano letivo. 30 Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar. Caderno de atividades, Caderno diário. Material de escrita. Saber Fazer 80% 20% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: - Fichas de avaliação: No mínimo 2 ( e períodos) e 1 no período; 70% (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa) - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Sentido de responsabilidade/atenção/concentração nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula

3 História - 9ºAno Período Temas I - A Europa e o Mundo no limiar do século XX Professores: EAV José Alves ESB Nuno Pinto Atividades de sistematização das aprendizagens e realização/correção de fichas de avaliação /auto-avaliação. J - Da Grande Depressão à Guerra mundial K (3) Portugal: do autoritarismo à democracia (*) Total de tempos previstos por Período Atividades de sistematização das aprendizagens e realização/correcção de fichas de avaliação /auto-avaliação. (*) - O grupo disciplinar considerou mais pertinente a abordagem da Unidade 3 do Tema K juntamente com os conteúdos referentes a Portugal: a ditadura salazarista (Tema J / Unidade 2). J - Da Grande Depressão à Guerra mundial (conclusão) K - Do segundo após-guerra aos desafios do nosso tempo Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar. Caderno diário. Material de escrita % 15% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: - Fichas de avaliação: No mínimo 2 ( e períodos) e 1 no período;- 75% (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa) - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Sentido de responsabilidade/atenção/concentração nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula

4 História A - 10ºAno Professores: ESB Ana Paula Andrade; Abel Carvalho Período Temas /Módulos Total de tempos por Período 90 min. Módulo 0 Estudar/Aprender História A História: Tempos e Espaços 39 Módulo 1 Raízes mediterrânicas da civilização europeia cidade, cidadania e império na Antiguidade Clássica 1. O Modelo Ateniense 2. O Modelo Romano 3. O Espaço Civilizacional Greco-Latino à beira da mudança Módulo 2 Dinamismo civilizacional na Europa Ocidental dos séculos XIII e XIV espaços, poderes e vivências A Identidade Civilizacional da Europa Ocidental 2. Espaço Português - A Consolidação de um Reino Cristão Ibérico 3. Valores, Vivências e Quotidiano Módulo 3 A abertura europeia ao Mundo mutações nos conhecimentos, sensibilidades e valores nos séculos XV e XVI A Geografia Cultural Europeia de Quatrocentos e Quinhentos 2. O Alargamento do Conhecimento do Mundo 3. A Produção Cultural; A Renovação da Espiritualidade e da Religiosidade 4. As Novas Representações da Humanidade Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar. Caderno diário. Material de escrita. 90% 10% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: - Fichas de avaliação: 80% No mínimo 2 por períodos; (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Sentido de responsabilidade/atenção/concentração nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula

5

6 História A - 1Ano Professores: Ana Paula Andrade; Mª de Jesus Carneiro Período Conteúdos Aulas de 90 min. por Período Apresentação Módulo 4 1. A população da Europa nos séculos XVII e XVIII: crises e crescimento 2. A Europa dos estados absolutos e a Europa dos parlamentos 3. Triunfo dos estados e dinâmicas económicas nos séculos XVII e XVIII 4. Construção da modernidade europeia AVALIAÇÃO 4 Módulo 5 1. A Revolução Americana, uma revolução fundadora 2. A Revolução Francesa paradigma das revoluções liberais e burguesas 3. A geografia dos movimentos revolucionários na primeira metade do século XIX: as vagas revolucionárias liberais e nacionais 4. A implementação do Liberalismo em Portugal 5. O legado do Liberalismo na primeira metade do século XIX AVALIAÇÃO Visita de estudo Outras atividades do PAA Módulo 6 1. As transformações económicas na Europa e no Mundo 2. A sociedade industrial e urbana 3. Evolução democrática, nacionalismo e imperialismo 4. Portugal, uma sociedade capitalista dependente 5. Os caminhos da cultura AVALIAÇÃO c. 39 c. 31 c. 25 Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar., Caderno de atividades, Caderno diário. Material de escrita. 90% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina -Fichas de avaliação: 80% No mínimo 2 por períodos; (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação 10% A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa) - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Sentido de responsabilidade/atenção/concentração nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula A classificação interna final da disciplina corresponde à média aritmética simples da classificação obtida em cada um dos três períodos.

7 ANO LETIVO 20114/2015 História e Cultura das Artes - 1Ano - Artes Visuais Professores: ESB Nuno Abrantes Período Temas /Módulos Total de tempos por Período 90 min. Módulo 6 A cultura do palco Módulo 7 A cultura do salão 40 Módulo 8 A cultura da gare Módulo 9 A cultura do cinema 31 Módulo 10 A cultura do espaço virtual 27 Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar, caderno de atividades. Caderno diário. Material de escrita. 90% 10% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: -Fichas de avaliação: 80% No mínimo 2 por períodos; (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa) - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Sentido de responsabilidade/atenção/concentração nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula

8 História - 1Ano Professores: ESB Mª de Jesus Carneiro; Abel Carvalho Período Temas /Módulos Total de tempos por Período Módulo 7 - Crises, embates ideológicos e mutações culturais na 1ª metade do século XX 1 AS TRANSFORMAÇÕES DAS PRIMEIRAS DÉCADAS DO SÉCULO XX 2 O AGUDIZAR DAS TENSÕES POLÍTICAS E SOCIAIS A PARTIR DOS ANOS 30 3 A DEGRADAÇÃO DO AMBIENTE TRADICIONAL Testes/Correção testes/autoavaliação Módulo 8 Portugal e o Mundo da 2ª Guerra Mundial ao inicio da década de 80 opções internas e contexto internacional 4 NASCIMENTO E AFIRMAÇÃO DE UM NOVO QUADRO GEOPOLÍTICO 5 PORTUGAL DO AUTORITARISMO À DEMOCRACIA 6 TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS E CULTURAIS DO TERCEIRO QUARTEL DO SÉCULO XX Testes/Correção testes/autoavaliação Módulo 9 Portugal alterações geoestratégicas, tensões políticas e transformações socioculturais no mundo atual 7 O FIM DO SISTEMA INTERNACIONAL DA GUERRA FRIA E A PERSISTÊNCIA DA DICOTOMIA NORTE-SUL 8 A VIRAGEM PARA UMA OUTRA ERA 9 PORTUGAL NO NOVO QUADRO INTERNACIONAL Testes/Correção testes/autoavaliação Material a apresentar pelo aluno nesta disciplina: Manual escolar. Caderno diário. Material de escrita. 90% Capacidade Comunicativa e domínio da terminologia especifica da disciplina -Fichas de avaliação: 80% No mínimo 2 por períodos; (Trabalhos individuais /grupo escritos ou plásticos; análise documental; trabalho autónomo (realizados em casa ou na aula). Quando não houver lugar à realização destes trabalhos a percentagem transita para as fichas de avaliação 10% A classificação a considerar é a que resulta da média aritmética das classificações atribuídas desde o início do ano letivo, nos seguintes parâmetros: Obs: O Empenho demonstrado pelos alunos inscritos no projeto Hist12 será igualmente alvo de avaliação no final do período. Observação Direta / Grelha de observação e registo do professor com os indicadores: - Interesse pela disciplina/ Empenho nas atividades propostas e participação na aula - Cumprimento dos trabalhos solicitados (na aula ou para casa) - Apresentação de material didático/ caderno diário organizado - Sentido de responsabilidade/atenção/concentração nas atividades contribuindo para um bom ambiente de aprendizagem na sala de aula

Planificação do trabalho a desenvolver no 10ºC Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 10ºC Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas Ano Letivo 2014/2015 Planificação do trabalho a desenvolver no 10ºC Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas Diagnose. Português Período Aulas Previstas -contrato (Contrato de Leitura). -regulamento 1. Textos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º ano Turma 1 1. Aulas previstas (Tempos letivos) 2. Conteúdos a leccionar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DA ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA História e Geografia de Portugal Informação aos Pais / Encarregados de Educação, turma 3 Programação do 5º ano 1. Aulas previstas (tempos letivos) 5º1 5º2 1º período

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva

Prova Prática de Geometria Descritiva Prova Prática de Geometria Descritiva Matérias sobre as quais incidirá a prova: 1. Representação Diédrica: - Intersecção de planos - Distância entre planos paralelos - Secções de sólidos 4. Representação

Leia mais

Total aulas previstas

Total aulas previstas ESCOLA BÁSICA 2/3 DE MARTIM DE FREITAS Planificação Anual de História do 7º Ano Ano Lectivo 2011/2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS TURMA Tema 1.º Período Unidade Aulas Previas -tas INTRODUÇÃO À HISTÓRIA: DA ORIGEM

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO (sujeita a reajustamentos)

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO (sujeita a reajustamentos) PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO (sujeita a reajustamentos) História A 12º Ano Ano Lectivo - 2012/2013 Prof. Armando Sousa Pereira Prof.ª Maria Amélia de Andrade e Pinto de Almeida Vasconcelos 1º PERÍODO MÓDULO

Leia mais

Escola Secundária Latino Coelho, Lamego HISTÓRIA A

Escola Secundária Latino Coelho, Lamego HISTÓRIA A Escola Secundária Latino Coelho, Lamego Planificação a Médio Prazo HISTÓRIA A 1.º Ano de Escolaridade Ano Letivo 015/16 Carga Horária Semanal 4,5 tempos Letivos (60 minutos) 1.º Período Módulo 7 - Crises,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA 9º Ano História Planficação a Médio e Longo Prazo Ano Letivo 2014/2015 I - AVALIAÇÃO: 1. Domínios de avaliação, parâmetros e ponderações I Domínio dos Conhecimentos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO HISTÓRIA A. (sujeita a reajustamentos) 1º PERÍODO

PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO HISTÓRIA A. (sujeita a reajustamentos) 1º PERÍODO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO HISTÓRIA A 10º Ano Ano Lectivo - 2012/2013 (sujeita a reajustamentos) Prof. ª Irene Lopes 1º PERÍODO MÓDULO 0 ESTUDAR E APRENDER HISTÓRIA MÓDULO 1 RAÍZES MEDITERRÂNICADA CIVILIZAÇÃO

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano Ano Letivo 017-018 TEMAS/ CONTEÚDOS Aulas Previstas (* ) TEMA A- A Península

Leia mais

Curso: Estudos Sociais Habilitação em História. Ementas das disciplinas: 1º Semestre

Curso: Estudos Sociais Habilitação em História. Ementas das disciplinas: 1º Semestre Curso: Estudos Sociais Habilitação em História Ementas das disciplinas: 1º Semestre Disciplina: Introdução aos estudos históricos Carga horária semestral: 80 h Ementa: O conceito de História, seus objetivos

Leia mais

Informação n.º 13.12. Data: 2011.11.10. Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com ensino secundário CIREP FERLAP

Informação n.º 13.12. Data: 2011.11.10. Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com ensino secundário CIREP FERLAP Prova de Exame Nacional de História A Prova 623 2012 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Para: Direção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspeção-Geral de Educação

Leia mais

HISTÓRIA A ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA. Planificação a Médio e Longo Prazo. Ano Letivo 2014-2015. 12º Ano de Escolaridade

HISTÓRIA A ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA. Planificação a Médio e Longo Prazo. Ano Letivo 2014-2015. 12º Ano de Escolaridade HISTÓRIA A ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA Planificação a Médio e Longo Prazo Ano Letivo 2014-2015 12º Ano de Escolaridade I - AVALIAÇÃO: Planificação de História A - 12º ano /1 1. Domínios de avaliação, parâmetros,

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I

CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I 15201-04 Introdução ao Estudo da História Introdução ao estudo da constituição da História como campo de conhecimento, ao longo dos séculos XIX e XX,

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO- 3º CEB

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO- 3º CEB 1. INTRODUÇÃO HISTÓRIA Prova 19 O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

Data: 2010.11.08. Para: Inspecção-Geral de Educação. Direcções Regionais de Educação. Escolas com Ensino Secundário CIREP FERLAP CONFAP

Data: 2010.11.08. Para: Inspecção-Geral de Educação. Direcções Regionais de Educação. Escolas com Ensino Secundário CIREP FERLAP CONFAP Prova de Exame Nacional de História A Prova 623 2011 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Para: Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspecção-Geral de

Leia mais

12º K. Gestão de unidades curriculares, Articulações e Critérios de Avaliação 2014/2015. Curso: Científico-Humanístico de Línguas e Humanidades

12º K. Gestão de unidades curriculares, Articulações e Critérios de Avaliação 2014/2015. Curso: Científico-Humanístico de Línguas e Humanidades Gestão de unidades curriculares, Articulações e Critérios de Avaliação 2014/2015 Curso: Científico-Humanístico de Línguas e Humanidades º K Diretora de Turma: Luísa Sousa Disciplina: Português Docente:

Leia mais

Planificação do trabalho a desenvolver no 12ºB Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 12ºB Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas Ano Letivo 2014/2015 Planificação do trabalho a desenvolver no 12ºB Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas Português Período Aulas Previstas Diagnose. Textos líricos: Fernando Pessoa ortónimo e heterónimos

Leia mais

MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial) Ano Letivo 2015/2016 Disciplina: História B Módulo(s): 1, 2 e 3

MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial) Ano Letivo 2015/2016 Disciplina: História B Módulo(s): 1, 2 e 3 Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3 Escola Secundária de Rio Tinto ENSINO SECUNDÁRIO RECORRENTE POR MÓDULOS MATRIZ DE EXAME (Avaliação em regime não presencial) Ano Letivo 2015/2016 Disciplina: História

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA Direção Regional da Educação. X Ciências Humanas Ciências Exatas

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA Direção Regional da Educação. X Ciências Humanas Ciências Exatas Informação -Exame de Equivalência à Frequência (Ao abrigo da alínea b) do n.º 20 do anexo 2 da Portaria n.º 18/2010 de 17 de Fevereiro) Curso(s)/Componente de Formação: Ano Letivo 2014/2015 X Ciências

Leia mais

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de:

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: A herança do Mediterrâneo Antigo Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: Ensino Básico

Leia mais

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo de Referência da Rede Estadual de Educação de GOIÁs. História Oficina de História

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo de Referência da Rede Estadual de Educação de GOIÁs. História Oficina de História Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo de Referência da Rede Estadual de Educação de GOIÁs História Oficina de História 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser uma ferramenta

Leia mais

Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons;

Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons; DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA Educação Musical _ º ANO _ A Ano Letivo: 0/0. Introdução / Finalidades O processo de ensino e aprendizagem da educação musical consiste na interação de um conjunto

Leia mais

HISTÓRIA - 6º AO 9º ANO

HISTÓRIA - 6º AO 9º ANO A FORMAÇÃO DO CURRÍCULO DA REDE O solicitou-nos uma base para colocar em discussão com os professores de história da rede de São Roque. O ponto de partida foi a grade curricular formulada em 2008 pelos

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 DISCIPLINA / ANO: História - 9º MANUAL ADOTADO: Missão História! - 9.º Ano, Porto Editora, Cláudia Amaral, Bárbara Alves, Tiago Tadeu GESTÃO DO TEMPO 1º

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

Informação - Prova de Exame a Nível de Escola Equivalente a Exame Nacional HISTÓRIA A - NE Prova 226 2012 12.º Ano de Escolaridade

Informação - Prova de Exame a Nível de Escola Equivalente a Exame Nacional HISTÓRIA A - NE Prova 226 2012 12.º Ano de Escolaridade Disciplina HISTÓRIA A - NE Código - 226 2011/2012 Informação - Prova de Exame a Nível de Escola Equivalente a Exame Nacional HISTÓRIA A - NE Prova 226 2012 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004,

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7 ºANO

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7 ºANO 7 ºANO No final do 7º ano, o aluno deverá ser capaz de: DISCIPLINA DOMÍNIO DESCRITOR Das Sociedades Recoletoras às Primeiras Civilizações A Herança do Mediterrâneo Antigo 1. Conhecer o processo de hominização;

Leia mais

DISCIPLINA: História CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º

DISCIPLINA: História CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º DISCIPLINA: História CÓDIGO DA PROVA: 9 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

2014/2015. História da Cultura e das Artes ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA. Curso Profissional de Técnico de Turismo 3º Ano

2014/2015. História da Cultura e das Artes ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA. Curso Profissional de Técnico de Turismo 3º Ano . ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA História da Cultura e das Artes Curso Profissional de Técnico de Turismo 3º Ano Planificação a Médio e Longo Prazo 2014/2015 1 -FINALIDADES DA DISCIPLINA: Preservar e cultural;

Leia mais

PROGRAMA APRENDIZ COOPERATIVO

PROGRAMA APRENDIZ COOPERATIVO PROGRAMA APRENDIZ COOPERATIVO Às Cooperativas Assunto: III Turma/ Programa Aprendiz Cooperativo. Prezados, O Sescoop/MG por meio da Gerência de Capacitação e Formação Profissional GECAP, informa que estão

Leia mais

PROVA ESCRITA DE HISTÓRIA

PROVA ESCRITA DE HISTÓRIA AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO Ano Letivo 2011/2012 PROVA ESCRITA DE

Leia mais

A disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica propõe que o aluno seja capaz de:

A disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica propõe que o aluno seja capaz de: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Educação Moral e Religiosa Católica _ 6º Ano _ A Ano Letivo: 2011/2012 1. Introdução e Finalidades A disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica visa a

Leia mais

Horário de Aulas Fundamental II

Horário de Aulas Fundamental II Infantil - Fundamental - Médio Horário de Aulas Fundamental II 1ª AULA 7H10 ÀS 8H 2ª AULA 8H ÀS 8H50 3ª AULA 8H50 ÀS 9H40 INTERVALO 9H40 ÀS 10H 4ª AULA 10H ÀS 10H50 5ª AULA 10H50 ÀS 11H40 6ª AULA 11H40

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 2º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE PINHEIRO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE PINHEIRO

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE PINHEIRO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE PINHEIRO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE PINHEIRO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE PINHEIRO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS - HISTÓRIA 8º Ano Turma A ANO LECTIVO 2011/2012 Disciplina 1º Período Nº de aulas previstas 38

Leia mais

9º Ano. Súmula dos conteúdos. [2015-2 0 1 6 S u b d e p a r t a m e n t o d e H i s t ó r i a] História. Escola Básica das Taipas

9º Ano. Súmula dos conteúdos. [2015-2 0 1 6 S u b d e p a r t a m e n t o d e H i s t ó r i a] História. Escola Básica das Taipas História º Ano Escola Básica das Taipas Súmula dos conteúdos [015-0 1 S u b d e p a r t a m e n t o d e H i s t ó r i a] 3.º Período (aulas).º Período (5 aulas) 1.º Período (3 aulas) (Súmula/Plano Geral)

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO DO AGRUPAMENTO

AUTO-AVALIAÇÃO DO AGRUPAMENTO AUTO-AVALIAÇÃO DO AGRUPAMENTO Os processos e as tecnologias podem unir aspectos importantes para melhores desempenhos organizacionais, mas são as pessoas, através dos seus desempenhos e comportamentos,

Leia mais

Anexo 1 Apresentação do programa / planificação anual de História A - 12º ano...102. Anexo 2- Planificação do Módulo 9...107

Anexo 1 Apresentação do programa / planificação anual de História A - 12º ano...102. Anexo 2- Planificação do Módulo 9...107 ANEXOS 99 Anexo 1 Apresentação do programa / planificação anual de História A - 12º ano....102 Anexo 2- Planificação do Módulo 9......107 Anexo 3 Matriz da ficha de avaliação sumativa.112 Anexo 4 Ficha

Leia mais

INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO

INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO 1. INTRODUÇÃO INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO Ano Letivo 2014-2015 O presente documento visa divulgar as caraterísticas da prova final do 3.º ciclo do ensino básico da disciplina de História,

Leia mais

Manual de Avaliação dos alunos do pré-escolar ao 9º ano de escolaridade

Manual de Avaliação dos alunos do pré-escolar ao 9º ano de escolaridade Manual de Avaliação dos alunos do pré-escolar ao 9º ano de escolaridade Índice Nota Introdutória Legislação Conceitos/Glossário de termos Princípios Orientadores e finalidades Documentos Nota Introdutória:

Leia mais

- Elaborar sínteses escritas a partir da informação recolhida, com correção linguística e aplicando o vocabulário específico da disciplina.

- Elaborar sínteses escritas a partir da informação recolhida, com correção linguística e aplicando o vocabulário específico da disciplina. ESCOLA EB 2,3 DE MARCO DE CANAVESES Informação Prova de Equivalência à Frequência História - 3º Ciclo 19 Prova Escrita Ano Letivo 2014/2015 abril 2015 1.Objeto de avaliação As provas de equivalência à

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPEC Nº 727

RESOLUÇÃO CEPEC Nº 727 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO CEPEC Nº 727 Fixa o currículo pleno do curso de graduação em História - modalidade Licenciatura, para os alunos do Câmpus de Goiânia, ingressos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO PROFISSIONAL DE ANIMADOR SOCIOCULTURAL 2015/2016 Aprovados em Conselho Pedagógico de 14 de outubro de 2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO PROFISSIONAL DE ANIMADOR SOCIOCULTURAL

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 2º CEB. Introdução

PLANO DE ESTUDOS 2º CEB. Introdução Introdução Entre os 10 e 12 anos, as crianças necessitam que lhes seja despertado e estimulado o seu desejo de aprender. No Colégio Pedro Arrupe pretendemos estimular e promover esse desejo, desenvolvendo

Leia mais

EDITAL Nº 009/CCEI, DE 14 DE OUTRUBRO DE 2015 Processo Eleitoral para Coordenação de Curso Técnico Subsequente em Eletrônica

EDITAL Nº 009/CCEI, DE 14 DE OUTRUBRO DE 2015 Processo Eleitoral para Coordenação de Curso Técnico Subsequente em Eletrônica EDITAL Nº 009/CCEI, DE 14 DE OUTRUBRO DE 2015 Processo Eleitoral para Coordenação de Curso Técnico Subsequente em Eletrônica O DIRETOR GERAL DO CAMPUS CEILÂNDIA, nomeado pela Portaria IFB nº 48 de 16 de

Leia mais

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História. 1. Introdução. 3º Ciclo do Ensino Básico. Ano letivo de 2011/12

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História. 1. Introdução. 3º Ciclo do Ensino Básico. Ano letivo de 2011/12 Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História 3º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2011/12 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO DOMÍNIOS DE CONTEÚDO DOMÍNIO / TEMA A Das Sociedades Recolectoras às Primeiras

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação Área de Formação Pessoal e social Revelar autonomia na higiene e alimentação. Demonstrar controlo de emoções, reações e atitudes.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B. Ano Letivo: 2013/2014. 1. Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B. Ano Letivo: 2013/2014. 1. Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B Ano Letivo: 203/204. Introdução / Finalidades A disciplina de Matemática tem como finalidade desenvolver: A estruturação do pensamento A apreensão e

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 4 DE ÉVORA. Critérios específicos de avaliação História

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 4 DE ÉVORA. Critérios específicos de avaliação História Critérios específicos de avaliação História Ponto 1 : Informações gerais Os elementos de avaliação serão classificados de forma qualitativa, de acordo com a terminologia que a seguir se indica. A classificação

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA. 7ºANO (Ano Letivo 2015/2016)

ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA. 7ºANO (Ano Letivo 2015/2016) ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA 7ºANO (Ano Letivo 2015/2016) Objetivos gerais a privilegiar Domínio das atitus e valores Manifestar interesse pela intervenç

Leia mais

Planificação Anual ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS TEMA(S) / CONTEÚDOS AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO

Planificação Anual ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS TEMA(S) / CONTEÚDOS AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO ANO LECTIVO - 010/ 011 ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA 7º ANO COMPETÊNCIAS GERAIS 1. Tratamento de informação; utilização de fontes;. Compreensão histórica:.1. Temporalidade.. Espacialidade.3. Contextualização

Leia mais

Escola Secundária com 2.º e 3.º ciclos Anselmo de Andrade. Critérios de Avaliação / Planificação 6.º Ano - HGP Grupo 400 História Ano Letivo 2014/15

Escola Secundária com 2.º e 3.º ciclos Anselmo de Andrade. Critérios de Avaliação / Planificação 6.º Ano - HGP Grupo 400 História Ano Letivo 2014/15 Domínio/ Tema/unidade História de Portugal Subdomínio/ conteúdos Compreensão da espacialidade Temporalidade Metas de aprendizagem intermédias Meta 1 O aluno traça, em diferentes representações cartográficas,

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada nível e de cada ciclo de ensino têm como referência os programas

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 2015/16. (Pré-escolar ao 12º ano de escolaridade)

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 2015/16. (Pré-escolar ao 12º ano de escolaridade) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 2015/16 (Pré-escolar ao 12º ano de escolaridade) Os alunos com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente, a beneficiar de Medidas

Leia mais

Critérios de Avaliação da Disciplina de Inglês 3º ciclo L.E.I 2015/2016

Critérios de Avaliação da Disciplina de Inglês 3º ciclo L.E.I 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CICLO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO EB 2, 3 INFANTE D. FERNANDO EB1/JI MANUEL CABANAS Critérios de Avaliação da Disciplina de

Leia mais

DIPLOMACIA E CHANCELARIA CONCURSOS DA. 2 a EDIÇÃO COMENTADAS. 1 a FASE 1.200 QUESTÕES NOS. Renan Flumian Coordenador da obra

DIPLOMACIA E CHANCELARIA CONCURSOS DA. 2 a EDIÇÃO COMENTADAS. 1 a FASE 1.200 QUESTÕES NOS. Renan Flumian Coordenador da obra 2 a EDIÇÃO Renan Flumian Coordenador da obra NOS CONCURSOS DA DIPLOMACIA E CHANCELARIA 1 a FASE 1.200 QUESTÕES COMENTADAS Wander Garcia coordenador da coleção SUMÁRIO SUMÁRIO COMO USAR O LIVRO? 15 01.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC nº 680 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DISCIPLINAS DA ÁREA DE PORTUGUÊS: Introdução aos estudos da Linguagem Panorama geral dos fenômenos da linguagem e suas abordagens científicas.

Leia mais

CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Currículo nº 01

CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Currículo nº 01 CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Turno: INTEGRAL Currículo nº 01 Autorizado pela Resolução CEPE n.º 226, DE 16.12.08. Para completar o currículo pleno do curso superior de graduação à distância

Leia mais

Cronograma de Estudos de História - Projeto Medicina - www.projetomedicina.com.br

Cronograma de Estudos de História - Projeto Medicina - www.projetomedicina.com.br Cronograma de Estudos de História - Projeto Medicina - www.projetomedicina.com.br Área Assunto Início Fim Teoria Exercícios História da América A Conquista da América e os Povos Pré-Colombianos História

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ANO LETIVO 2014 / 2015 1 1. EXPLICITAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Conhecimentos e Capacidades O peso dos Conhecimentos e Capacidades na avaliação do aluno é de 80% que,

Leia mais

Planificação Anual. Professor: José Pinheiro Disciplina: História e Geografia de Portugal Ano: 5.º Turmas: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professor: José Pinheiro Disciplina: História e Geografia de Portugal Ano: 5.º Turmas: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professor: José Pinheiro Disciplina: História e Geografia de Portugal Ano: 5.º Turmas: B Ano letivo: 2014-2015 UNIDADE DIDÁTICA: TEMA A: DOS PRIMEIROS POVOS À FORMAÇÃO DO REINO DE PORTUGAL.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015 Página 2 1.º Ciclo.. 05 2.º Ciclo. 09 Língua Portuguesa. Língua Inglesa.. História e Geografia de Portugal 23 Matemática... 24 Ciências da Natureza.. 25 Educação Musical...

Leia mais

Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas

Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas Escola EB 2,3 Poeta Bernardo Passos Ano letivo 2015/2016 Professora: Élia Gonçalves Compreensão oral Expressão oral Expressão escrita Leitura Gramática Domínios

Leia mais

(Perry Anderson, Linhagens do Estado absolutista. p. 18 e 39. Adaptado)

(Perry Anderson, Linhagens do Estado absolutista. p. 18 e 39. Adaptado) 1. (Fgv 2014) O paradoxo aparente do absolutismo na Europa ocidental era que ele representava fundamentalmente um aparelho de proteção da propriedade dos privilégios aristocráticos, embora, ao mesmo tempo,

Leia mais

ANUALIZAÇÃO 2015/2016

ANUALIZAÇÃO 2015/2016 ESCOLA EB 3,3/S DE VILA FLOR HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL 6º ANO ANUALIZAÇÃO 2015/2016 OBJETIVOS CONTEÚDOS AVALIAÇÃO GESTÃO LETIVA (POR PERÍODO) - Conhecer a sociedade portuguesa no século XVIII -

Leia mais

2.2.1. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS TURMA: 8º B

2.2.1. CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS TURMA: 8º B Português 1º PERÍODO Unidade 0: Partida largada fugida ( atividades de diagnóstico); Unidade 1: Comunicadores do Século XXI; Leitura do Conto " Natal", de Miguel Torga, in "Novos. Ao longo das unidades

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. Análise de informação do manual. Filmes educativos

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. Análise de informação do manual. Filmes educativos ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES 3º C.E.B. DISCIPLINA: História ANO: 8º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS INSTRUMENTOS DE

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor Curso: Direito Período: 1º Ano: 2011/02 Disciplina: História e Institutos Jurídicos Carga Horária Semestral:

Leia mais

Módulo 10- Localização e Urbanismo Comercial

Módulo 10- Localização e Urbanismo Comercial MÓDULOS/Conteúdos Objectivos da aprendizagem Situações de Aprendizagem Tempos Lectivos Módulo 10- Localização e Urbanismo Comercial A cidade Análise e classificação dos centros urbanos e centros de cidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA Departamento do 1ºCiclo PLANO DE TURMA Ano Turma Plano de Turma 1º Ciclo Ano Letivo 20 /20 Índice Introdução 1. Caracterização da turma 1.1. Caracterização dos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE MATRÍCULA COMO ALUNO ESPECIAL NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PARLAMENTO E DIREITO. Cronograma

ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE MATRÍCULA COMO ALUNO ESPECIAL NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PARLAMENTO E DIREITO. Cronograma ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE MATRÍCULA COMO ALUNO ESPECIAL NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PARLAMENTO E DIREITO Cronograma Data Etapas 16/12/13 Divulgação das vagas e instruções para solicitação. 16/12/13

Leia mais

PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 5º ANO DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS UNIDADES TEMÁTICAS/ TEMPOS LETIVOS (AULAS DE 45 )

PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 5º ANO DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS UNIDADES TEMÁTICAS/ TEMPOS LETIVOS (AULAS DE 45 ) Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 5º ANO DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS UNIDADES TEMÁTICAS/ TEMPOS LETIVOS

Leia mais

A partir desse texto e de seus conhecimentos, responda às questões propostas.

A partir desse texto e de seus conhecimentos, responda às questões propostas. História 0 Na manhã de 12 de agosto de 1798, um panfleto revolucionário afixado em vários lugares da cidade de Salvador dizia: Povo, o tempo é chegado para vós defendêreis a vossa Liberdade; o dia da nossa

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO DE AMORA Ano Letivo 2014/2015 I - AVALIAÇÃO: Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico de Amora 1. Domínios de avaliação, parâmetros e ponderações I Domínio dos Conhecimentos

Leia mais

AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR

AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR AERT CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR (De acordo com a Circular nº. 4 /DGIDC/DSDC/2011) Disposições Gerais As principais orientações normativas relativas à avaliação na Educação Pré-Escolar

Leia mais

INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina de Inglês. Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016. Objetivos

INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina de Inglês. Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016. Objetivos INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina de Inglês Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016 Introdução O presente documento divulga informação relativa à prova de Equivalência à

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS 2015-2016 1 INTRODUÇÃO No início do ano letivo, compete ao conselho pedagógico do agrupamento definir os critérios de avaliação para cada ciclo e

Leia mais

ATENÇÃO: Serão desconsideradas as inscrições dos alunos cujo segmento/série não seja integrado à Rede Pitágoras.

ATENÇÃO: Serão desconsideradas as inscrições dos alunos cujo segmento/série não seja integrado à Rede Pitágoras. Belo Horizonte, 23 de abril de 2013. INFORMAÇÕES GERAIS Podem participar do Simulado ENEMVest 2013 todas as escolas parceiras da Rede Pitágoras, devidamente inscritas, cujos alunos estejam regularmente

Leia mais

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO ANEXO II NORMAS ESPECÍFICAS DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - MODALIDADE BACHARELADO DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO Art.

Leia mais

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2016/2017 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas

Leia mais

Composição dos PCN 1ª a 4ª

Composição dos PCN 1ª a 4ª Composição dos PCN 1ª a 4ª Compõem os Parâmetros os seguintes módulos: Volume 1 - Introdução - A elaboração dos Parâmetros curriculares Nacionais constituem o primeiro nível de concretização curricular.

Leia mais

Fundamentação da necessidade e oportunidade do Curso

Fundamentação da necessidade e oportunidade do Curso APE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO EDUCATIVA Formação para Diretores e Professores de Escolas Católicas 2ª edição (2013-14) Fundamentação da necessidade e oportunidade do Curso A Escola Católica,

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: HISTÓRIA DO DIREITO Código: DIR 162 CH Total: 30 h Pré-Requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

Critérios de Avaliação Departamento de Línguas. 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores

Critérios de Avaliação Departamento de Línguas. 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores Critérios de Avaliação Departamento de Línguas 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores Aprovado em reunião de Conselho Pedagógico a 10 de Setembro de 2015 Cálculo da classificação interna a atribuir

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação Ano letivo 2013/2014 Critérios de Avaliação 2013/2014 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

Licenciaturas ENSINO PÚBLICO. 1. ISCTE Instituto Universitário de Lisboa. Análise de Dados em Ciências Sociais: Inferencial 2º S 6.

Licenciaturas ENSINO PÚBLICO. 1. ISCTE Instituto Universitário de Lisboa. Análise de Dados em Ciências Sociais: Inferencial 2º S 6. Licenciaturas ENSINO PÚBLICO 1. ISCTE Instituto Universitário de Lisboa A licenciatura em Ciência Política, com ramos em Ciência Política e em Políticas Públicas, tem a duração de três anos, correspondentes

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação da Área Disciplinar de Informática Ano Lectivo 2014/2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação da Área Disciplinar de Informática Ano Lectivo 2014/2015 Escola EB1/JI Quinta da Alegria Critérios de Avaliação da Área Disciplinar de Informática Ano Lectivo 2014/2015 Programação e Multimédia Curso Vocacional 3.º Ciclo Avaliação A metodologia a adoptar na

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante INTRODUÇÃO II - DO OBJETO E DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS III - DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA IV - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII - DA DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PROENÇA-A-NOVA - 160799. Plano de Melhoria

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PROENÇA-A-NOVA - 160799. Plano de Melhoria Índice Objetivo... 2 1 Introdução... 2 2... 3 2.1 Identificação do Agrupamento... 3 2.2 Áreas de Melhoria... 3 2.3 Identificação das Ações de Melhoria... 4 2.4 Visão global do Plano de melhoria.... 5 3

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Línguas Grupos: 220; 300; 320; 330; 350 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Língua Portuguesa- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente Cognitiva

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES DO CURSO

CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES DO CURSO RESOLUÇÃO CAS Nº 07 / 2007 De 05 de agosto de 2007 Reformula o Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura em Pedagogia, a ser implantado a partir do 2º semestre do ano letivo de 2007. CONSIDERANDO

Leia mais

1. DA SELEÇÃO: 2. DAS INSCRIÇÕES E ENTREVISTA:

1. DA SELEÇÃO: 2. DAS INSCRIÇÕES E ENTREVISTA: EDITAL Nº 17/2015 SELEÇÃO PÚBLICA PARA A CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DE TÉCNICOS DE NÍVEL SUPERIOR, EM CARÁTER TEMPORÁRIO, PARA ATENDIMENTO IMEDIATO DE CARÊNCIAS NOS CENTROS DE REFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO MARIA PACHECO FIGUEIREDO Área: CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Dissertação: Práticas de produção de conhecimento no âmbito da formação e da profissão: o papel da investigação

Leia mais

Licenciaturas ENSINO PÚBLICO. 1-ISCTE Instituto Universitário de Lisboa

Licenciaturas ENSINO PÚBLICO. 1-ISCTE Instituto Universitário de Lisboa 1 Licenciaturas ENSINO PÚBLICO 1-ISCTE Instituto Universitário de Lisboa A licenciatura em Ciência Política, com ramos em Ciência Política e em Políticas Públicas, tem a duração de três anos, correspondentes

Leia mais

FACULDADE GUILHERME GUIMBALA CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPPE

FACULDADE GUILHERME GUIMBALA CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPPE FACULDADE GUILHERME GUIMBALA CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO - CEPPE EDITAL Nº 5 CEPPE, 01 DE MARÇO DE 2016 Oferta de curso de pós-graduação (lato sensu), em nível de Especialização em Especialização

Leia mais