Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons;

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons;"

Transcrição

1 DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA Educação Musical _ º ANO _ A Ano Letivo: 0/0. Introdução / Finalidades O processo de ensino e aprendizagem da educação musical consiste na interação de um conjunto de atividades relacionadas com a audição, interpretação e composição. Esta interação caracteriza-se por três aspetos essenciais: o primeiro é que todas estas atividades são atividades criativas; o segundo, diz respeito ao facto de que as práticas musicais podem envolver mais do que uma atividade em simultâneo. O terceiro e último aspeto diz respeito ao facto de ouvir, interpretar e compôr estar interligado com os contextos de criação e ação artística, sociais, culturais, históricos e estéticos através de abordagens sensoriais. Estes contextos ligam-se a áreas de saber diferenciadas nomeadamente a outras artes e áreas científicas, humanísticas e tecnológicas. Finalidades São finalidades do ensino da Música no º ciclo do Ensino Básico: Desenvolver competências de discriminação auditiva abrangendo diferentes códigos convenções e terminologias existentes nos mundos da música; Desenvolver competências vocais e instrumentais diversificadas, tendo em conta as diferentes épocas, estilos e culturas musicais do passado e do presente; Desenvolver competências criativas e de experimentação; Desenvolver competências transversais no âmbito da interligação da música com outras artes e áreas do saber; Desenvolver o pensamento musical.. Competências a Desenvolver Ao longo da educação básica todos as crianças e jovens devem ter oportunidade de experienciar aprendizagens diversificadas, em contextos formais e não formais, que visem contribuir para o desenvolvimento da literacia musical e para o pleno desenvolvimento das suas identidades pessoais e sociais. Competências a desenvolver no º ciclo do Ensino Básico: Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons; Domínio de práticas vocais e instrumentais diferenciadas; Composição, orquestração e improvisação em diferentes estilos e géneros musicais; Compreensão e apropriação de diferentes códigos e convenções que constituem as especificidades dos diferentes universos musicais e da poética musical em geral; Apreciação, discriminação e sensibilidade sonora e musical crítica, fundamentada e contextualizada em diferentes estilos e géneros musicais; Compreensão e criação de diferentes tipos de espetáculos musicais em interação com outras formas artísticas;

2 Conhecimento e valorização do património artístico-musical nacional e internacional; Valorização de diferentes tipos de ideias e de produção musical de acordo com a ética do direito autoral e o respeito pelas identidades socioculturais; Reconhecimento do papel dos artistas como pensadores e criadores que, com os seus olhares, contribuíram e contribuem para a compreensão de diferentes aspetos da vida quotidiana e da história social e cultural.. Avaliação. Domínios e Instrumentos de Avaliação Domínios Peso Instrumentos Conhecimentos e Capacidades 0% Testes/ fichas Exercícios práticos Observação direta Produtos de expressão Atitudes e Comportamento 0% Observação direta Produtos de expressão. Avaliação sumativa de final de período Fórmula de cálculo das classificações a atribuir (C) conforme o peso relativo atribuído às componentes (a) Conhecimentos e Capacidades e (b) Atitudes e Comportamento: C = ax % ( %+ %) +bx % ( %+ %) C = a x X% + b x Y% A componente Conhecimentos e Capacidades será organizada da seguinte forma: Testes: 0% A componente Atitudes e Comportamento será organizada da seguinte forma: Participação e Empenho : 0% (inclui Trabalho de aula: %) Sentido de Responsabilidade: 0% (inclui Trabalho extra-aula: %) Respeito e Tolerância para com os Outros: 0% Nota: Sendo a avaliação contínua, todos os elementos de avaliação produzidos desde o início do ano, serão considerados em cada momento da avaliação.. Nomenclatura da Avaliação Sumativa e Formativa e suas correspondências: Muito Suficiente Suficiente Bom Muito Fraco Suficiente Bom Bom mais Fraco menos mais menos Bom 0-9% 0-9% 0-% -6% 6-69% 70-7% 7-8% 8-89% 90-00%

3 . Material indispensável Os alunos deverão ser portadores de um caderno de música, do manual, da flauta e de uma capa de elásticos para guardar todo o material, incluindo fichas e testes.. Sequência de conteúdos e aulas previstas Período Temas/ Conteúdos Nº de Aulas Previstas Apresentação Avaliação (diagnóstica, formativa, sumativa) TEMA O SOM. O som. A propagação do som. O processo de audição. O aparelho fonador. Fontes sonoras. Sons vocais. Sons instrumentais, sons do nosso corpo. Conceito de timbre. Instrumentos da sala de aula 8 º P. Pulsação / Ritmo. Som e silêncio na pulsação. Sons curtos e sons longos. Semínima, Colcheias, Mínima/Pausas. Padrão rítmico. Ostinato. Intensidades: ff, f, mf, p, pp. Altura definida ou indefinida. Registo agudo, médio e grave. Movimento sonoro. Notas musicais. Pauta. Clave de sol. Elementos repetitivos. Sinal de repetição. Barras finais TEMA A MÚSICA NA HISTÓRIA. Visão panorâmica das origens e evolução da música. Instrumentos musicais da Pré-história e Antiguidade 8 TOTAL

4 Avaliação (diagnóstica, formativa, sumativa) TEMA TIMBRE. Instrumentos tradicionais de Portugal. Contraste e semelhança de timbres 7 º P. Mínima, Mínima Pontuada, Semibreve/Pausas. Ponto de aumentação. Ligadura de prolongação. Compassos simples: /, /, /. Repetição e contraste de frases musicais. Organização dos elementos dinâmicos. Crescendo e diminuendo. Escala pentatónica TEMA A MÚSICA NA HISTÓRIA. Visão panorâmica da música na Idade Média e Renascimento. Desenvolvimento da notação musical. Música vocal monódica e polifónica. Música instrumental TOTAL º P Avaliação (diagnóstica, formativa, sumativa) TEMA TIMBRE. Classificação dos instrumentos: cordofones, aerofones, membranofones, idiofones e eletrofones. Instrumentos da orquestra. Organização dos elementos dinâmicos. Andamentos: rápido, moderado e lento. Accelerando e ritardando. Contratempo. Compassos simples: /, /, /. Melodia e harmonia. Bordão. Textura fina e densa. Escala de 7 sons. Imitação e cânone. Motivo e frase. Forma binária e ternária

5 TEMA A MÚSICA NA HISTÓRIA. Visão panorâmica da música na Idade Média e Renascimento. Música vocal. Música instrumental Total 8 Professor(a): Dra. Cristina Delgado Teixeira

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Perfil do aluno no final do 5.º Ano O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2013/2014

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012 ) No caso específico da disciplina de E. Musical, do 5ºano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

Departamento de Expressões. Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016. 5º Ano

Departamento de Expressões. Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016. 5º Ano Departamento de Expressões Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016 5º Ano 1º PERÍODO Conceitos Conteúdos Objetivos Meio ambiente, vocal, corporal e Instrumentos de percussão: família das peles,

Leia mais

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical 1º Ano Sons do meio ambiente e da natureza / silêncio Sons do corpo (níveis corporais) Sons naturais e artificiais Sons fortes e fracos Sons pianos (p), médios (mf)

Leia mais

Educação Musical Prova 12 2015

Educação Musical Prova 12 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Educação Musical Prova 12 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação Educação Musical º ANO C Ano Letivo: 0/0. Introdução / Finalidades A música enquanto disciplina tem como um dos objetivos fundamentais o desenvolvimento do pensamento musical dos alunos, através da compreensão

Leia mais

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova:

O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos relativos à prova: INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO MUSICAL Prova Escrita Abril de 2015 Prova nº 12 2015 ---------------------------------------------------------------------------------------- 2º Ciclo

Leia mais

Departamento de Expressões. Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016. 6º Ano

Departamento de Expressões. Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016. 6º Ano Departamento de Expressões Planificação Anual de Educação Musical 201/2016 6º Ano 1 1. PERÍODO ( ) REVISÃO DOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DO. ANO Harmonia Tímbrica Realce Tímbrico Cordofones Identificar e

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO-PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INFORMAÇÃO-PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Final de Ciclo de Prova Escrita e prática Educação Musical 2º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

de conteúdos Timbre Alteração tímbrica Realce tímbrico Expressividade Dinâmica Legato e staccato Densidade sonora Altura Intervalos Melódicos e

de conteúdos Timbre Alteração tímbrica Realce tímbrico Expressividade Dinâmica Legato e staccato Densidade sonora Altura Intervalos Melódicos e Planificação 2014/2015 6º ano Educação Musical Núcleos organizadores Interpretação e Comunicação Metas de aprendizagem O aluno decide sobre a aplicação de elementos de dinâmica e agógica na interpretação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL Domínios e Subdomínios Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação: Interpretação e Comunicação INDICADORES O aluno canta controlando a emissão vocal em termos de afinação e respiração. O

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 6º ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo. Cursos de Formação de Professores

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo. Cursos de Formação de Professores FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo Cursos de Formação de Professores António José Ferreira 08/03/2008 Com a acção Formação Musical e Música no 1º Ciclo

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 2º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO/PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. 1.º Ciclo do Ensino Básico

DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO/PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. 1.º Ciclo do Ensino Básico DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO/PRÉ-ESCOLAR Ano letivo 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º Ciclo do Ensino Básico CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º Ciclo do Ensino Básico ANO LETIVO 2015/2016 Constituem objeto de

Leia mais

Índice 2.1. 2.2. 2.3. 2.4.

Índice 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. Índice 1. Introdução... p.2 2. Orientações programáticas do 1º Ciclo do Ensino Básico... p.4 2.1. Finalidades... p.4 2.2. Princípios Orientadores... p.4 2.3. Propostas de operacionalização curricular...

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS 1 NOTA INTRODUTÓRIA Programa Música - AEC (1º e 2º Ano - 1º CEB) (Adaptação do Programa do 1º Ciclo Plano da Meloteca) No âmbito da Expressão e Educação Musical, ao abrigo do Despacho n.º 9265-B/2013,

Leia mais

Colégio de Lamego. Educação Musical. Critérios de Avaliação - 2º e 3º Ciclos. Rui S. Ribeiro

Colégio de Lamego. Educação Musical. Critérios de Avaliação - 2º e 3º Ciclos. Rui S. Ribeiro Colégio de Lamego Critérios de Avaliação - 2º e 3º Ciclos Rui S. Ribeiro 2014-2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A música «enriquece o ser humano pelo poder do som e do ritmo, pelas virtudes próprias da melodia

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Formação Musical - 2º Ciclo Contínua COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Leitura - Ler frases rítmicas em diferentes unidades de tempo e compassos; - Entoar afinadamente, melodias nos modos

Leia mais

AE Lousada. aelousada.net CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIO GERAIS DE AVALIAÇÃO

AE Lousada. aelousada.net CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIO GERAIS DE AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE LOUSADA CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Escola Básica de Boavista Escola Secundária de Lousada Escola Básica Lousada Centro -Silvares Escola Básica de Boim Escola Básica de Cristelos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação Área de Formação Pessoal e social Revelar autonomia na higiene e alimentação. Demonstrar controlo de emoções, reações e atitudes.

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio. Critérios de Avaliação Educação Musical 2º ciclo Ano letivo 20015 2016

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio. Critérios de Avaliação Educação Musical 2º ciclo Ano letivo 20015 2016 Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Critérios de Avaliação Educação Musical 2º ciclo Ano letivo 20015 2016 -Saber/saber fazer- Ponderação: 85% 5º Ano de escolaridade - Interpretação: Cantar,

Leia mais

Princípios do programa de Expressão Musical

Princípios do programa de Expressão Musical Princípios do programa de Expressão Musical Voz: Dizer, entoar e cantar rimas e lengalengas; cantar canções; experimentar sons vocais. Corpo: Experimentar percussão corporal; acompanhar canções e gravações

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

PLANEJAMENTO EM EDUCAÇÃO MUSICAL

PLANEJAMENTO EM EDUCAÇÃO MUSICAL UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA Metodologia da Educação Musical Profª Viviane Beineke PLANEJAMENTO EM EDUCAÇÃO MUSICAL - exemplo de planejamento para a 2ª

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes R E S O L U Ç Ã O N.º 090/2009 CI / CCH CERTIDÃO Certifico que a presente resolução foi afixada em local de costume, neste Centro, no dia 10/12/2009. João Carlos Zanin, Secretário Aprova o projeto pedagógico

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código EDUCAÇÃO MUSICAL:

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código EDUCAÇÃO MUSICAL: EDUCAÇÃO MUSICAL: A Música é uma forma do conhecimento cuja linguagem é o som. A experiência musical viva e criativa é a base de todas as aprendizagens. As vivências e os pensamentos musicais dos alunos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I BEJA ANO LETIVO DE 2011-2012 DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS Disciplina de Português Critérios de Avaliação A avaliação é uma componente essencial do processo de ensino-aprendizagem

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Critérios de Avaliação, 1º Ciclo - Ano Letivo 2014-15 Página 1 de 10 1. Domínios de avaliação: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação Ano letivo 2013/2014 Critérios de Avaliação 2013/2014 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Línguas Grupos: 220; 300; 320; 330; 350 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Língua Portuguesa- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente Cognitiva

Leia mais

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL]

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] 2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] Plano Anual de Expressão Musical Ano Letivo 2012/2013 Introdução: Esta atividade pretende que os alunos fortaleçam o gosto natural pela expressão musical

Leia mais

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação

Desenvolvimento da capacidade de expressão e comunicação - Interpretação e comunicação DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E Educação Musical 6º ANO B Ano Letivo: 06/07. Introdução / Finalidades A música enquanto disciplina tem como um dos objetivos fundamentais o desenvolvimento do pensamento

Leia mais

Prova Escrita da Disciplina de Educação Musical - Critérios de Correção

Prova Escrita da Disciplina de Educação Musical - Critérios de Correção Prova de Equivalência à Frequência Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita da Disciplina de Educação Musical - Critérios de Correção 2.º Ciclo do Ensino Básico Prova 12 / 2ª fase 7 Páginas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO. Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO. Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens Ana Estevens, nº 120138001 Trabalho realizado na Unidade Curricular de Processos de Experimentação

Leia mais

TEMAS e QUANTIDADE DE AULAS. 1. Conceitos de Música - 6 aulas. 2. Criação de Canção - 6 aulas. 3. Pedal e Ostinato - 6 aulas

TEMAS e QUANTIDADE DE AULAS. 1. Conceitos de Música - 6 aulas. 2. Criação de Canção - 6 aulas. 3. Pedal e Ostinato - 6 aulas RELAÇÃO DE AULAS PUBLICADAS NO PORTAL DO PROFESSOR - MEC http://portaldoprofessor.mec.gov.br/index.html Colégio de Aplicação da UFRJ Equipe de Música Período: outubro, novembro e dezembro de 2009; maio,

Leia mais

Grupo de Educação Especial

Grupo de Educação Especial Grupo de Educação Especial Critérios Gerais de Avaliação 2015/2016 De acordo com o Despacho normativo n.º 24-A/2012, artigo 8.º (ponto 10): 10 A informação resultante da avaliação sumativa dos alunos do

Leia mais

Projeto Educ arte 1.º PERÍODO. Planificação Conteúdo Objetivo Semana anual. Jogos de Apresentação Descobrir o teatro 1

Projeto Educ arte 1.º PERÍODO. Planificação Conteúdo Objetivo Semana anual. Jogos de Apresentação Descobrir o teatro 1 Projeto Educ arte Planificação Conteúdo Objetivo Semana anual 1.º PERÍODO Jogos de Apresentação Descobrir o teatro 1 Introdução à música: Saber distinguir ritmo de - Ritmo, melodia; melodia, perceber a

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular. Cursos de Formação Contínua de Professores

CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular. Cursos de Formação Contínua de Professores CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular Cursos de Formação Contínua de Professores Meloteca 02/07/2008 1º ANO DE ESCOLARIDADE VOZ Desenvolver os aspectos essenciais

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Critérios Gerais de Avaliação Agrupamento de Escolas de Sátão 2015-2016 Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos

Leia mais

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Portaria Nº 37/2003 de 22 de Maio

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Portaria Nº 37/2003 de 22 de Maio S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA Portaria Nº 37/2003 de 22 de Maio O Decreto Legislativo Regional n.º 13/2002/A, de 12 de Abril, cria o novo regime jurídico para a educação extra-escolar e ensino recorrente.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B. Ano Letivo: 2013/2014. 1. Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B. Ano Letivo: 2013/2014. 1. Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B Ano Letivo: 203/204. Introdução / Finalidades A disciplina de Matemática tem como finalidade desenvolver: A estruturação do pensamento A apreensão e

Leia mais

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 7º ano / Ensino Fundamental Área: Linguagem códigos e suas tecnologias Disciplina: Arte carga horária: 80 horas

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 7º ano / Ensino Fundamental Área: Linguagem códigos e suas tecnologias Disciplina: Arte carga horária: 80 horas MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 7º ano / Ensino Fundamental Área: Linguagem códigos e

Leia mais

Projeto de Música Pop e Rock

Projeto de Música Pop e Rock Projeto de Música Pop e Rock Docentes: Ângelo Cunha Paulo Bispo Teresa Laranjeira Externato Marista de Lisboa Introdução A Música é única para os seres humanos e como as outras artes, é tão básico como

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Agrupamento de Escolas Serra da Gardunha - Fundão Ano Lectivo 2010/2011 Ensino Básico A avaliação escolar tem como finalidade essencial informar o aluno, o encarregado de educação e o próprio professor,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares OFERTA COMPLEMENTAR 1º e 2º anos de escolaridade Ano letivo 2015/2016 l -Introdução No presente ano letivo a Oferta Complementar

Leia mais

A disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica propõe que o aluno seja capaz de:

A disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica propõe que o aluno seja capaz de: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Educação Moral e Religiosa Católica _ 6º Ano _ A Ano Letivo: 2011/2012 1. Introdução e Finalidades A disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica visa a

Leia mais

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS Sessão n.º 1 1- Apresentação do projeto: objectivos e finalidades; 2- Apresentação dos objetivos e finalidades; 3- Música Timorense (He-le-le);

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL - 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL - 6.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO PERFIL DO ALUNO ATINGIR NO FINAL DE CICLO O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO Critérios de Avaliação Educação Pré Escolar Departamento Educação Pré Escolar Ano letivo 2013/2014 A avaliação do processo permite reconhecer a pertinência e sentido

Leia mais

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Unidades Conteúdos Competências Actividades Recursos/Materiais Unidade 1 Unidade 2 Primeira Abordagem lúdica de Sensibilização e exploração do

Leia mais

Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior Cód. 152900 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO

Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior Cód. 152900 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2015/2016 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada nível e de cada ciclo de ensino têm como referência os programas

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 Critérios de Avaliação da Educação Pré-Escolar Página 1 Introdução O princípio consensualmente partilhado de que a avaliação é um elemento integrante e regulador

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL 2011/2012 5º ANO Timbre: a qualidade do som que permite identificar a sua fonte. Figuras rítmicas: sinais musicais que indicam a duração

Leia mais

Critérios de Avaliação Departamento de Línguas. 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores

Critérios de Avaliação Departamento de Línguas. 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores Critérios de Avaliação Departamento de Línguas 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores Aprovado em reunião de Conselho Pedagógico a 10 de Setembro de 2015 Cálculo da classificação interna a atribuir

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 6.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO PERFIL DO ALUNO ATINGIR NO FINAL DE CICLO O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 2º CEB. Introdução

PLANO DE ESTUDOS 2º CEB. Introdução Introdução Entre os 10 e 12 anos, as crianças necessitam que lhes seja despertado e estimulado o seu desejo de aprender. No Colégio Pedro Arrupe pretendemos estimular e promover esse desejo, desenvolvendo

Leia mais

Escola Secundária António Damásio

Escola Secundária António Damásio Escola Secundária António Damásio Critérios de Avaliação 3º Ciclo e Secundário Ano Letivo 2011-2012 Grupo de Recrutamento 620 Educação Física INTRODUÇÃO A avaliação é um processo contínuo e sistemático

Leia mais

Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento

Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento INTRODUÇÃO Educadores musicais têm manifestado sua preocupação com a observância da Lei nº 11769, que é a lei de inclusão da música no currículo das

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência de Educação Física (Prova Escrita) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 28 2014

Prova de Equivalência à Frequência de Educação Física (Prova Escrita) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 28 2014 Informação Prova de Equivalência à Frequência Data: 2014.04.02 Prova de Equivalência à Frequência de Educação Física (Prova Escrita) Prova 28 2014 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE Escola Secundária da Portela Escola EB,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Critérios de Avaliação

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com outros; Interpretar músicas

Leia mais

CRITÉRIOS e INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Departamento das expressões - 3º ciclo - ano lectivo 2015-16. Domínios Parâmetros Instrumentos % Peso

CRITÉRIOS e INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Departamento das expressões - 3º ciclo - ano lectivo 2015-16. Domínios Parâmetros Instrumentos % Peso CRITÉRIOS e INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Departamento das expressões - 3º ciclo - ano lectivo 2015-16 Domínios Parâmetros Instrumentos % Peso Conhecimentos AQUISIÇÃO DE CONHECIMENTOS Percepção e Compreensão

Leia mais

Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano

Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Anual EDUCAÇÃO MUSICAL Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano Unidade Didática/Tema* Conceitos/Conteúdos Organizadores/Competências Específicas

Leia mais

LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL

LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DAS VELAS LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1 DO ENSINO BÁSICO CE 1 CE 5 CE 8 CE 12 CE 14 Interpretação e comunicação

Leia mais

Música é linguagem que organiza, intencionalmente, os sons e o silêncio, no continuum espaço-tempo.

Música é linguagem que organiza, intencionalmente, os sons e o silêncio, no continuum espaço-tempo. CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO MUSICAL SESC/SEDU MÓDULO 1: ELEMENTOS DA MÚSICA PROF. DARCY ALCANTARA (UFES) CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO MUSICAL SESC/SEDU DOMINGO - MANHÃ REVISÃO DOS CONCEITOS DE MÚSICA, RITMO E MELODIA

Leia mais

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR INFORMÁTICA - 1º ANO (pontos básicos de aprendizagem) Operações / constituição das janelas. Escrever as primeiras palavras (funções do teclado) Pintar / desenhar / jogar para treino dos movimentos com

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Critérios de Avaliação Avaliação na Educação Pré-Escolar Princípios Orientadores De acordo com as recomendações da DGIDC, a avaliação é um elemento integrante e regulador

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015. Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015. Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos Escola Básica dos 2º e s do Estreito de Câmara de Lobos N.º do Código do Estabelecimento de Ensino 3102-202 N.º de Telefone: 291945614/15 Fax: 291947271 Grupos Disciplinares Áreas Curriculares Disciplinares

Leia mais

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Rede Salesiana de Escolas. Entusiasmo diante da vida. PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Escola: Nossa Senhora Auxiliadora Níveis de Ensino: Fundamental II Coordenação Pedagógica: Maria das Graças L. N. Ferreira

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS Cód. 161007 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA MEALHADA DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO Ano lectivo 2010-2011 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS A avaliação das crianças e dos alunos (de diagnóstico,

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Domínio Cognitivo - 60% Domínio Sócio afectivo- 40% Oralidade (Compreensão do Oral e Expressão Oral) - 5%

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Domínio Cognitivo - 60% Domínio Sócio afectivo- 40% Oralidade (Compreensão do Oral e Expressão Oral) - 5% Domínio Cognitivo - Domínio Sócio afectivo- Componente geral Português Oralidade (Compreensão do Oral e Expressão Oral) - 5% Testes de (30%) Gramática - 5% Leitura e Escrita - 20% Organização do material

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Madalena. Projeto do Clube de Música. Ano Lectivo 2012-2013 1

Agrupamento de Escolas da Madalena. Projeto do Clube de Música. Ano Lectivo 2012-2013 1 Agrupamento de Escolas da Madalena Projeto do Clube de Música Ano Lectivo 2012-2013 1 Projectos a desenvolver/participar: Projetos Dinamizado por: 1º Concurso de Flauta Prof. Teresa Santos - Participação

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO. Critérios de Avaliação da Disciplina de Educação Física

Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO. Critérios de Avaliação da Disciplina de Educação Física Escola Secundária Dr. João Manuel da Costa Delgado CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Critérios de Avaliação da Disciplina de Educação Física Os alunos são avaliados em todas as atividades desenvolvidas

Leia mais

Ano letivo 2014/15. Clube de Música

Ano letivo 2014/15. Clube de Música Ano letivo 2014/15 Clube de Música O Clube de Música 1 - Introdução A música tem uma importância relevante no desenvolvimento das capacidades e das competências ligadas à compreensão e manipulação dos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2016/2017

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Departamento de Expressões Educação Especial

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Departamento de Expressões Educação Especial CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Expressões Educação Especial INTRODUÇÃO A Educação Especial, através dos Docentes de Educação Especial (DEE), intervêm na realidade escolar, realizando ações diversificadas

Leia mais

COLÉGIO SANTA MARCELINA INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE ENSINO FUNDAMENTAL I 5º ANO - 2016

COLÉGIO SANTA MARCELINA INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE ENSINO FUNDAMENTAL I 5º ANO - 2016 COLÉGIO SANTA MARCELINA INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE ENSINO FUNDAMENTAL I 5º ANO - 2016 LÍNGUA PORTUGUESA Reconhecer o gênero de um texto a partir de seu contexto; Analisar textos de diferentes gêneros;

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL MARINHA

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL MARINHA MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL MARINHA CONCURSO PARA ADMISSÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO NOS QUADROS PERMANENTES NA CATEGORIA DE PRAÇAS DA CLASSE DE MÚSICOS NORMAS DO CONCURSO Marinha Sistema

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO) Ano Lectivo 201 / 2016 1 INTRODUÇÃO A prática do canto constitui a base da expressão e educação musical no 1º ciclo. É uma atividade de síntese na

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular, ALE (atividades lúdico-expressivas)

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 2015/16. (Pré-escolar ao 12º ano de escolaridade)

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 2015/16. (Pré-escolar ao 12º ano de escolaridade) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 2015/16 (Pré-escolar ao 12º ano de escolaridade) Os alunos com Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanente, a beneficiar de Medidas

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO CRITÉRIOS DE AVALIACÃO Educação Visual 5º Ano Educação Visual 6º Ano Educação Tecnológica 5º Ano Educação Tecnológica 6º Ano ANO ESCOLAR 2015 / 2016 Ano letivo de 2015 / 2016 INTRODUÇÃO Sendo a avaliação

Leia mais

O Bosque - Jardim-Escola PROJETO EDUCATIVO 2013-2016. Projeto Educativo 2013/2016 Despertar para a Arte 0

O Bosque - Jardim-Escola PROJETO EDUCATIVO 2013-2016. Projeto Educativo 2013/2016 Despertar para a Arte 0 PROJETO EDUCATIVO 2013-2016 Despertar para a Arte Projeto Educativo 2013/2016 Despertar para a Arte 0 Índice Índice... 1 Introdução... 2 I - Definição do Contexto Educativo... 4 1.1- Caracterização do

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico AGRUPAMENTO de ESCOLAS JOSÉ CARDOSO PIRES CÓDIGO 170719 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico PARÂMETROS GERAIS 1. MODALIDADES DA AVALIAÇÃO 1.1 Avaliação diagnóstica 1.2 Avaliação formativa 1.3 Avaliação

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO PROVA DE MÚSICA - 3º CICLO 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2013 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música

Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música Conteúdos Específicos Professor Ensino Superior - Licenciatura Plena ou Bacharelado - Habilidades Artístico Culturais - Música 31) Em sua primeira fase, a música religiosa era essencialmente vocal, não

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA

CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA DESCRIÇÃO Número de Fases: 08 Número de disciplinas obrigatórias: 38 Número de créditos obrigatórios: 152 Carga horária total das disciplinas obrigatórias: 2.280 horas Mínimo

Leia mais

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO: ELEMENTOS DA MÚSICA. I. Leia a partitura musical Ciranda da Lia e faça os itens a seguir (ver no portal):

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO: ELEMENTOS DA MÚSICA. I. Leia a partitura musical Ciranda da Lia e faça os itens a seguir (ver no portal): ELEMENTOS DA MÚSICA I. Leia a partitura musical Ciranda da Lia e faça os itens a seguir (ver no portal): 1. O tipo de compasso é... 2. A figura de ritmo de maior duração nesta música chama se... 3. Discrimine

Leia mais

AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR PRINCÍPIOS Caráter holístico e contextualizado do processo de desenvolvimento e aprendizagem da criança; Coerência entre os processos de avaliação e os princípios subjacentes

Leia mais

A PRÁTICA DA CRIAÇÃO E A APRECIAÇÃO MUSICAL COM ADULTOS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA. Bernadete Zagonel

A PRÁTICA DA CRIAÇÃO E A APRECIAÇÃO MUSICAL COM ADULTOS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA. Bernadete Zagonel Artigo publicado em: Anais do VI Encontro da ABEM, Recife, 1998. A PRÁTICA DA CRIAÇÃO E A APRECIAÇÃO MUSICAL COM ADULTOS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA. Bernadete Zagonel Durante alguns anos ministrei as disciplinas

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência

Prova de Equivalência à Frequência Rubricas dos Professores Vigilantes Prova de Equivalência à Frequência Educação Musical /Prova 12/2ª Fase/2014 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRANDELA DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR A N O L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRANDELA DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR A N O L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRANDELA DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR A N O L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5 Introdução A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa em

Leia mais