PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 5º ANO DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS UNIDADES TEMÁTICAS/ TEMPOS LETIVOS (AULAS DE 45 )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 5º ANO DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS UNIDADES TEMÁTICAS/ TEMPOS LETIVOS (AULAS DE 45 )"

Transcrição

1 Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 5º ANO DISTRIBUIÇÃO ANUAL DAS UNIDADES TEMÁTICAS/ TEMPOS LETIVOS (AULAS DE 45 ) 04/05 Previstas Blocos de 90 minutos Matemática - 5.º ano Estimativa.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª Senanas Blocos %.º Período , 39,6 40%.º Período ,4 3, 3% 3.º Período ,4 8, 8% Blocos (90') PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO ANUAL Blocos previstos: Programa Tópicos 04-5 Unidades didáticas N.º % N.º : Números naturais 4% 4 : Ângulos. Amplitude de ângulos. Paralelismo e Perpendicularidade 6 % 3: Números racionais não negativos 3 5% 5 4: Triângulos e Paralelogramos 6 % 5: Áreas de Figuras Planas 5 0% 0 6: Organização e tratamento de dados 9 8% 7 Totais 5 99

2 Período letivo Unidades didáticas Blocos (90') Apresentação e avaliação diagnóstica : Números naturais 9 Avaliação.º : Ângulos. Amplitude de ângulos. Paralelismo e Perpendicularidade 3: Números racionais não negativos 4.º 3.º Avaliação 40 3: Números racionais não negativos 7 Avaliação 4: Triângulos e Paralelogramos 0 Avaliação 3 5: Áreas de Figuras Planas Avaliação 6: Organização e tratamento de dados Avaliação 8 Totais - Blocos (90') 99 PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página

3 Domínio Temático : NÚMEROS E OPERAÇÕES. Tópicos Aulas (90 ) : Números naturais. Adição Propriedades 3. Subtração. Propriedade Efetuar operações com Fundamental da números naturais. Subtração Resolver problemas 4. Multiplicação. Propriedades 5. Divisão 6. Expressões Algébricas e problemas 7. Múltiplos e Divisores de um número 8.Propriedades dos divisores. Expressões Algébricas e problemas 9. Critérios de divisibilidade. 0. M.d.c. e M.m.c. de dois números naturais.. Propriedades do m.d.c. e do m.m.c.. Expressões Algébricas e problemas Conhecer e aplicar propriedades dos divisores Resolver problemas DOMÍNIO: Números e Operações NO5 SUB-DOMÍNIO: Números racionais não negativos Números naturais Identificar problemas de aprendizagem. Rever conteúdos essenciais às novas aprendizagens. Aferir o domínio de pré-requisitos essenciais à aprendizagem de conteúdos a lecionar no capítulo. Promover intervenções pedagógicas de modo a auxiliar o aluno a superar as dificuldades diagnosticadas. Usar os termos: números naturais e elemento de um conjunto. Representar um subconjunto do conjunto de números naturais de diversas formas. Usar os símbolos: e. Interpretar diagramas de Venn. Raciocinar e comunicar em contextos numéricos. Reconhecer as propriedades da adição. Aplicar as propriedades da adição. Desenvolver estratégias de cálculo mental e escrito. Desenvolver estratégias de resolução de problemas. Reconhecer a propriedade fundamental da subtração. Desenvolver a destreza de cálculo mental e escrito. Reconhecer as propriedades da multiplicação. Aplicar as propriedades da multiplicação. Desenvolver estratégias de cálculo mental e escrito. Reconhecer quando uma divisão inteira é exata. Resolver problemas usando a divisão. Resolver problemas que envolvam propriedades da adição, subtração, multiplicação e divisão. Apresentar informação e ideias matemáticas de formas diversas. Conhecer as prioridades convencionadas das operações de adição, subtração, multiplicação e divisão e utilizar corretamente os parênteses. - Manual - Caderno diário - Calculadora; - Jogos numéricos; - Caderno de atividades - - Moodle; PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 3

4 Tópicos Aulas (90 ) Escrever múltiplos naturais de um número natural. Relacionar os conceitos de múltiplo e divisor de um número. Escrever os divisores de um número. Resolver problemas, raciocinar e comunicar em contextos numéricos. Domínio Temático : Ângulos. Amplitude de ângulos. Tópicos. Posição Reconhecer propriedades relativa de envolvendo ângulos, retas, paralelismo e semirretas e perpendicularidade segmentos de reta Medir amplitudes de ângulos Resolver problemas Resolver problemas Aulas (90 ). Ângulos 3. Bissetriz de um ângulo. 4. Pares de ângulos 5. Ângulos corresponde ntes DOMÍNIO: Geometria e Medida GM5 SUB-DOMÍNIO: Propriedades geométricas Medida Identificar problemas de aprendizagem. Rever conteúdos essenciais às novas aprendizagens. Aferir o domínio de pré-requisitos essenciais à aprendizagem de conteúdos a lecionar no capítulo. Promover intervenções pedagógicas de modo a auxiliar o aluno a superar as dificuldades diagnosticadas. Identificar a posição relativa de duas retas, duas semirretas e de dois segmentos de reta no plano. Desenhar retas paralelas e perpendiculares. Identificar o vértice e os lados de um ângulo. Identificar um ângulo convexo e um ângulo côncavo. Identificar ângulos geometricamente iguais. Identificar e classificar ângulos particulares. Utilizar o transferidor para medir a amplitude de um ângulo e para desenhar um ângulo dada a amplitude. PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 4 - Manual - Caderno diário - Calculadora; - Moodle;

5 Adicionar e subtrair medidas de amplitude de ângulos. Resolver problemas envolvendo pares de ângulos. Utilizar as expressões semirretas diretamente paralelas e semirretas inversamente paralelas. Identificar, dadas duas retas r e s intersetadas por uma secante, ângulos alternos internos, ângulos alternos externos e ângulos correspondentes. Relacionar amplitudes de ângulos de lados paralelos e de ângulos de lados perpendiculares. PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 5

6 6. Ângulos de lados paralelos e ângulos de lados perpendiculares Tema 3: Números racionais não negativos Tópicos. A fração como. Conhecer e aplicar as parte de um propriedades das operações todo.. A fração como representaç ão do quociente de dois números naturais. Números racionais 3. A fração como representação do quociente de dois números naturais. 4. Comparação e ordenação de números Aulas (90 ) 3 DOMÍNIO: ÁLGEBRA (ALG5) SUB-DOMÍNIO: Álgebra ALG5 SUB-DOMÍNIO: Expressões algébricas Identificar problemas de aprendizagem. Rever conteúdos essenciais às novas aprendizagens. Aferir o domínio de pré-requisitos essenciais à aprendizagem de conteúdos a lecionar no capítulo. Promover intervenções pedagógicas de modo a auxiliar o aluno a superar as dificuldades diagnosticadas. Compreender o significado de de um todo e de de um todo. 4 Utilizar as expressões: Traço de fração, Numerador, Denominador e Termos de uma fração. Identificar o significado de uma fração como parte de um todo. Ler e representar graficamente uma fração. Identificar uma fração como quociente entre o numerador e o denominador, com este diferente de zero. Determinar uma fração decimal equivalente a - Manual - Caderno diário - Calculadora; - Moodle; PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 6

7 Tópicos Aulas (90 ) racionais uma dada fração de denominador, 4, 5, 0 5. Frações, 5 ou 50, multiplicando o numerador e o impróprias. denominador pelo mesmo número natural e Numeral representá-la na forma de dízima. misto Representar por dízimas números racionais 6. Frações dados por frações equivalentes a frações equivalentes decimais com denominador até 000, 7. Simplificação recorrendo ao algoritmo da divisão inteira e de uma posicionando corretamente a vírgula decimal no fração. Fração resultado. irredutível Representar uma fração imprópria sob a forma de um numeral misto e vice-versa. 8. Adição e subtração de números racionais I 3 Identificar e dar exemplos de frações equivalentes. Utilizar estratégias de cálculo mental e escrito para obter frações equivalentes. 9. Adição e subtração de números racionais II 3 Escrever uma fração irredutível equivalente a uma fração dada. Usar processos diferentes na resolução de exercícios ou problemas. Adicionar e subtrair dois números racionais representados por frações com o mesmo denominador. Resolver problemas utilizando números racionais. Conhecer as propriedades convencionadas das operações e utilizar parênteses. Formular e testar conjeturas. Reconhecer que o inverso do produto (quociente) de dois números racionais positivos é igual ao produto (respetivamente quociente) PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 7

8 Tópicos Aulas (90 ) dos inversos. Utilizar percentagens. Representar uma percentagem usando o símbolo %. Relacionar diferentes formas de representar uma percentagem. Resolver problemas usando percentagens. Tema 4: Triângulos e Paralelogramos Tópicos. Lugares geométricos no plano e no espaço. Lugares geométricos definidos por reunião e interseção. Circunferência inscrita e circunscrita 3. Retas e circunferências 4. Ângulos ao centro e ângulos inscritos numa circunferência Aulas (90 ) Reconhecer propriedades de triângulos e paralelogramos Resolver problemas 5. Outros ângulos DOMÍNIO: GEOMETRIA E MEDIDA (GM5) Medida Identificar problemas de aprendizagem. Rever conteúdos essenciais às novas aprendizagens. Aferir o domínio de pré-requisitos essenciais à aprendizagem de conteúdos a lecionar no capítulo. Promover intervenções pedagógicas de modo a auxiliar o aluno a superar as dificuldades diagnosticadas. Utilizar corretamente os termos ângulo interno, ângulo externo e ângulos adjacentes a um lado de um polígono convexo. Utilizar corretamente os termos triângulo retângulo, triângulo acutângulo e triângulo obtusângulo. Reconhecer que num triângulo a soma de três - Manual - Caderno diário - Calculadora; - Caderno de atividades - Moodle; PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 8

9 Tópicos excêntricos Aulas (90 ) ângulos externos com vértices distintos é igual a um ângulo giro. Construir um triângulo geometricamente igual a outro. Discutir a possibilidade de construção de um triângulo a partir de elementos dados. Conhecer e aplicar os critérios de igualdade de triângulos. 6. Ângulos internos e externos em polígonos Relacionar as amplitudes dos ângulos de um triângulo com os comprimentos dos lados opostos. Relacionar os comprimentos dos lados de um triângulo com as amplitudes dos ângulos opostos. Reconhecer que num triângulo a lados iguais opõem-se ângulos iguais e reciprocamente. Reconhecer que em triângulos iguais, a lados iguais opõem-se ângulos iguais e reciprocamente. Saber que num triângulo, ao maior lado opõe-se o maior ângulo e ao menor lado opõe-se o menor ângulo e vice-versa. Classificar os triângulos quanto aos lados utilizando as amplitudes dos respetivos ângulos internos. Saber que num triângulo a medida do comprimento de qualquer lado é menor do que a soma das medidas dos comprimentos dos outros dois e maior do que a respetiva diferença e designar a primeira destas propriedades por desigualdade triangular. Identificar paralelogramos como quadriláteros de lados paralelos dois a dois. PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 9

10 Tópicos Aulas (90 ) Reconhecer que, num paralelogramo, dois ângulos opostos são iguais e dois ângulos adjacentes ao mesmo lado são suplementares. Reconhecer que num paralelogramo lados opostos são iguais. Tema 5 Áreas de Figuras Planas Tópicos Aulas (90 ). Superfície s e áreas. Medidas de áreas. Área de um quadrado e área de um retângulo 3. Área de um paralelogr amo 4. Área de um. Medir áreas de figuras planas. Resolver problemas DOMÍNIO: GEOMETRIA E MEDIDA (GM5) SUB-DOMÍNIO: Propriedades geométricas Medida Identificar problemas de aprendizagem. Rever conteúdos essenciais às novas aprendizagens. Aferir o domínio de pré-requisitos essenciais à aprendizagem de conteúdos a lecionar no capítulo. Promover intervenções pedagógicas de modo a auxiliar o aluno a superar as dificuldades diagnosticadas. Reconhecer figuras planas equivalentes. Distinguir figuras equivalentes de figuras geometricamente iguais (ou congruentes). Determinar a área de uma figura plana, conhecida a unidade de área. Distinguir área de perímetro de uma figura plana. Determinar a área de um quadrado e de um retângulo cujas medidas dos comprimentos dos lados são números racionais. Resolver problemas envolvendo o cálculo de áreas e perímetros de retângulos e quadrados. Reconhecer que são iguais os segmentos de reta que unem duas retas paralelas e lhes são perpendiculares e - Manual - Caderno diário - Calculadora; - Quadro interativo; - Internet - Moodle; PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página 0

11 triângulo 5. Valores aproximad os designar o comprimento desses segmentos por distância entre retas paralelas. Identificar a altura de um paralelogramo relativa a uma dada base. Relacionar a fórmula da área de um paralelogramo com a área de um retângulo. Resolver problemas que envolvam a área de um paralelogramo e outras figuras geométricas. Relacionar a fórmula da área do triângulo com a do paralelogramo. Desenhar o segmento de reta cujo comprimento é a distância de um ponto a uma reta. Identificar a altura de um triângulo relativa a uma dada base. Resolver problemas que envolvam a área do triângulo e resolução de problemas que envolvam a área de outras figuras planas. Conceber e pôr em prática estratégias de resolução de problemas verificando resultados e processos utilizados. Determinar o valor aproximado de um número atendendo às regras dos arredondamentos. Determinar aproximações à décima por excesso e por defeito. Resolver problemas em contexto real e apresentar os resultados arredondados de acordo com a situação real. Tema 6: Organização e tratamento de dados. Tópicos Aulas (90 ). Tabelas Construir gráficos de cartesianos frequênci Organizar e as representar dados absolutas DOMÍNIO: Organização e tratamento de dados OTD5 Identificar problemas de aprendizagem. Rever conteúdos essenciais às novas aprendizagens. Aferir o domínio de pré-requisitos essenciais à aprendizagem de conteúdos a lecionar no capítulo. Promover intervenções pedagógicas de modo a auxiliar o PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página

12 Tópicos e relativas. Gráficos de barras 3. Pictogram as 4. Diagrama de caulee-folhas 5. Referenci al cartesian o. Gráficos de linhas Tratar conjuntos de dados Resolver problemas Aulas (90 ) 4 SUB-DOMÍNIO: Gráficos cartesianos Representação e tratamento de dados aluno a superar as dificuldades diagnosticadas. Construir e interpretar tabelas de frequências absolutas e relativas. Expressar ideias oralmente ou por escrito. Interpretar informação e ideias representadas de diversas formas. Construir e interpretar gráficos de barras. Explicitar e justificar ideias. Formular questões. Formular conjeturas. Construir e interpretar pictogramas. Explicitar e justificar ideias. Criticar informação transmitida de diversas formas. Construir e interpretar diagramas de caule-e-folhas. Reconhecer as vantagens da organização dos dados usando um diagrama de caule-e-folhas. 6. Gráficos de pontos. Diferente s tipos de gráficos Identificar gráficos cartesianos. Distinguir diferentes tipos de gráficos e indicar vantagens e desvantagens para cada tipo de gráfico. Determinar a média aritmética de um conjunto de dados. Resolver problemas, raciocinar e comunicar usando o conceito de média. Identificar a moda de um conjunto de dados. Resolver problemas, raciocinar e comunicar usando conhecimentos de estatística. Usar diagramas de Venn e diagramas de Carroll. Resolver problemas, envolvendo gráficos, tabelas, média e moda. PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 5ºANO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página

13 Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 04/05-3ºCICLO OBJETO A AVALIAR Compromisso com a aprendizagem PONDER AÇÃO 0% Conhecimentos 40% Capacidades (uso do conhecimento) 40% Assiduidade Pontualidade AVALIAÇÃO DO ALUNO MATEMÁTICA º/3º ciclos AVALIAÇÃO CRITÉRIOS Organização dos recursos escolares Participação nas tarefas escolares Cumprimento das regras da escola e da turma Frequência aos apoios estipulados - Conhecimento de conceitos e procedimentos - Organização de ideias e conceitos - Capacidade de resolução de problemas; - Capacidade de comunicação matemática; - Capacidade de raciocínio matemático; - Capacidade de estabelecer conexões; - Capacidade de lidar com ideias matemáticas em diversas representações; - Capacidade de pesquisa e de tratamento de informação - Capacidade de identificação e resolução de dificuldades; - Criatividade; INDICADORES Cumprimento do horário definido Não faltar sem justificação relevante Não ter atrasos sem justificação relevante Presença na aula dos materiais necessários Caderno diário atualizado Realização dos trabalhos propostos (casa) Realização dos trabalhos propostos (aula) Participação nos grupos de trabalho Envolvimento nas atividades de aula Resposta às solicitações do professor e/ou colegas Respeito pelos outros Cumprimento de tarefas/prazos Participação nos apoios e nas medidas de assessoria Compreende enunciados escritos e orais. Conhece e compreende conceitos, fórmulas, relações entre conceitos e algoritmos. Reproduz procedimentos e algoritmos Apresenta um discurso oral claro e rigoroso - Demonstra capacidade de resolução de problemas; - Demonstra capacidade de comunicação matemática; - Demonstra capacidade de raciocínio matemático; - Demonstra capacidade de estabelecer conexões; - Demonstra capacidade de lidar com ideias matemáticas em diversas representações; - Demonstra capacidade de pesquisa e de tratamento de informação - Demonstra capacidade de identificação e resolução de dificuldades; - Demonstra criatividade nas resoluções que apresenta; MODALIDADES E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Avaliação formativa: - Testes de avaliação - Tarefas da aula - Autotestes - Questões de aula - Trabalhos de casa - Observação direta - Autoavaliação - Heteroavaliação - Caderno Diário - Portfólios - Diários de aprendizagem - Trabalhos de grupo -Apresentações matemáticas Avaliação sumativa: -Testes de avaliação. - Todos os outros elementos que se considerarem pertinentes para a classificação dos alunos relativamente aos objetos a avaliar

14 PONDERAÇÃO DOS CRITÉRIOS NA AVALIAÇÃO DO ALUNO MATEMÁTICA º/3º ciclos Compromisso com a aprendizagem =0% Conhecimentos = 40% Capacidades (uso do conhecimento) = 40% Ponderação 0%: obtém-se através da análise qualitativa e quantitativa relativa ao cumprimento das regras da escola e da turma pelo aluno, fazendo parte dessa observação, itens relacionados com a pontualidade, assiduidade, relação com o professor e colegas, material necessário, frequência aos apoios estipulados, entre outros (cf. constam no quadro da avaliação do desempenho do aluno). Ponderação 80%: obtém-se pela análise da média dos dois testes de avaliação por período letivo com o resultado da avaliação do «trabalho do aluno» efetuado nesse período letivo. Média (Teste + Teste + Trabalho do aluno ) Trabalho do aluno refere-se ao resultado dos registos sistemáticos da atividade do aluno (fichas efetuadas, relatórios, portefólio, trabalhos, problemas resolvidos, etc.), em casa e na sala de aula, relativamente à aplicação dos conhecimentos. Os registos sistemáticos são contabilizados numa folha do professor que pode/deve, em determinados momentos, ser dada a conhecer ao aluno e encarregado de educação, para uma melhor orientação do trabalho do aluno. A pontuação final é convertida na escala de zero a cem por cento para fazer média com os testes de avaliação. ADD DO ALUNO MATEMÁTICA 3º CICLO (04/05) Escola Dr. Francisco Sanches Página

MATEMÁTICA - 5.º Ano

MATEMÁTICA - 5.º Ano Salesianos de Mogofores - 2015/2016 MATEMÁTICA - 5.º Ano Ana Soares ( amariasoares@gmail.com ) Catarina Coimbra ( catarinacoimbra@mail.ru ) Rota de aprendizage m por Projetos NÚMEROS NATURAIS Desenvolver

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros 2º ciclo PCA - 6º ano Planificação Anual 2013-2014 MATEMÁTICA METAS CURRICULARES

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B. Ano Letivo: 2013/2014. 1. Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B. Ano Letivo: 2013/2014. 1. Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_B Ano Letivo: 203/204. Introdução / Finalidades A disciplina de Matemática tem como finalidade desenvolver: A estruturação do pensamento A apreensão e

Leia mais

PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 6.º ANO 2015/2016

PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 6.º ANO 2015/2016 Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches PLANIFICAÇÃO POR UNIDADE TEMÁTICA MATEMÁTICA 6.º ANO 2015/2016 Tema 1: Números naturais. Potências de expoente

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2015/2016 5º Ano de escolaridade

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2015/2016 5º Ano de escolaridade Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 05/06 5º Ano de escolaridade

Leia mais

MATEMÁTICA 7.º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014 / 2015

MATEMÁTICA 7.º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014 / 2015 GRUPO DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA 7.º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014 / 2015 (Em conformidade com o Programa de Matemática homologado em 17 de junho de 2013 e com as de Matemática homologadas em 3

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo Critérios de Avaliação Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Números e Operações Números naturais Utilizar corretamente os numerais ordinais

Leia mais

CAPÍTULO 1- OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS Indicadores de aprendizagem Verifica se sabes: Identificar o conjunto dos números inteiros.

CAPÍTULO 1- OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS Indicadores de aprendizagem Verifica se sabes: Identificar o conjunto dos números inteiros. CAPÍTULO 1- OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS Identificar o conjunto dos números inteiros. Representar na recta numérica os números inteiros. Indicar o valor absoluto e o simétrico de um número. Comparar

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA 5º ano 2012/2013 UNIDADE: Números e Operações 1 - NÚMEROS NATURAIS OBJECTIVOS GERAIS: - Compreender e ser capaz de usar propriedades dos números inteiros

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 5.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL ANO LETIVO 2012/2013 Planificação Global 5º Ano 2012-2013 1/7 NÚMEROS

Leia mais

Conteúdo Programático Anual MATEMÁTICA

Conteúdo Programático Anual MATEMÁTICA MATEMÁTICA 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) CALCULANDO COM NÚMEROS NATURAIS 1. Idéias associadas à adição 2. Idéias associadas à subtração 3. Idéias associadas à multiplicação 4. Idéias associadas à divisão

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES Números naturais Conhecer os numerais ordinais Utilizar corretamente os numerais ordinais até centésimo. Contar até um milhão Estender as regras

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016 DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual / Critérios de avaliação Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/

Leia mais

Planificação de Matemática -6ºAno

Planificação de Matemática -6ºAno DGEstE - Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Alentejo Agrupamento de Escolas de Moura código n.º 135471 Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) código n.º 342294 Planificação

Leia mais

Planejamento Anual. Componente Curricular: Matemática Ano: 6º ano Ano Letivo: 2015 OBJETIVO GERAL

Planejamento Anual. Componente Curricular: Matemática Ano: 6º ano Ano Letivo: 2015 OBJETIVO GERAL Planejamento Anual Componente Curricular: Matemática Ano: 6º ano Ano Letivo: 2015 Professor(s): Eni e Patrícia OBJETIVO GERAL Desenvolver e aprimorar estruturas cognitivas de interpretação, análise, síntese,

Leia mais

Informação - Teste Comum 2.ºCICLO DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA - 6.º ANO 2015

Informação - Teste Comum 2.ºCICLO DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA - 6.º ANO 2015 Direção de Serviços da Região Norte Informação - Teste Comum 2.ºCICLO DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA - 6.º ANO 2015 1- Informação O presente documento divulga informação relativa ao teste comum do 2.º Ciclo

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Feijó. Ano Letivo de 2014/2015. PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO DE MATEMÁTICA 7º Ano 1.º PERÍODO.

Agrupamento de Escolas António Feijó. Ano Letivo de 2014/2015. PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO DE MATEMÁTICA 7º Ano 1.º PERÍODO. Agrupamento de Escolas António Feijó Ano Letivo de 2014/2015 PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO DE MATEMÁTICA 7º Ano 1.º PERÍODO Unidade 1 Números racionais. Números primos e números compostos.. Máximo divisor

Leia mais

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Ano Letivo 2015/2016 Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Português Período Aulas Previstas Oralidade - Interpretar discursos orais breves. - Utilizar procedimentos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO Critérios de Avaliação 1º Ano Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de avaliação Ponderação Oralidade Assimilar e expressar

Leia mais

Número de aulas previstas 206

Número de aulas previstas 206 Período 2º Unidade didática Nº DE TEMPOS PREVISTOS Apresentação. 1 Atividades de diagnóstico 2 Números e operações (NO5) ( não negativos) 20 1- Efetuar operações com números racionais não negativos Geometria

Leia mais

Conceitos: A fração como coeficiente. A fração e a sua representação gráfica. Termos que compõem uma fração. Fração unidade. Fração de um número.

Conceitos: A fração como coeficiente. A fração e a sua representação gráfica. Termos que compõem uma fração. Fração unidade. Fração de um número. Unidade 1. As frações. Enquadramento Curricular em Espanha: Objetos de aprendizagem: 1.1. Conceito de fração Identificar os termos de uma fração. Escrever e ler frações. Comparar frações com igual denominador.

Leia mais

DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

DISCIPLINA DE MATEMÁTICA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA OBJETIVOS: 6 ano Levar os estudantes a reconhecerem, em situações cotidianas, as diferentes funções, os diferentes significados e as representações dos números, operações, medidas

Leia mais

1º período ( 16 de Setembro a 17 de Dezembro) 38 blocos = 76 aulas

1º período ( 16 de Setembro a 17 de Dezembro) 38 blocos = 76 aulas ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA 5 ºANO 1º Período 2º Período 3º

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 1.º Período Conteúdos Programados Previstas Dadas Números e Operações Utilizar corretamente os numerais ordinais até vigésimo. Ler e representar

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Critérios de Avaliação, 1º Ciclo - Ano Letivo 2014-15 Página 1 de 10 1. Domínios de avaliação: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2014/2015-3ºCICLO. AVALIAÇÃO DO ALUNO MATEMÁTICA 2º/3º ciclos AVALIAÇÃO

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2014/2015-3ºCICLO. AVALIAÇÃO DO ALUNO MATEMÁTICA 2º/3º ciclos AVALIAÇÃO Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 201/2015-3ºCICLO OBJETO A AVALIAR

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 de outubro de 2015) AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE CÓD. 152 870 No caso específico

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada nível e de cada ciclo de ensino têm como referência os programas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 1º CICLO - 2º ANO DE ESCOLARIDADE PORTUGUÊS PLANIFICAÇÃO MENSAL DE JANEIRO DOMÍNIOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) MATERIAIS/ RECURSOS ORALIDADE

Leia mais

EMENTA 6 ANO - II TRIMESTRE Data Conteúdo Conteúdo das provas

EMENTA 6 ANO - II TRIMESTRE Data Conteúdo Conteúdo das provas EMENTA 6 ANO - II TRIMESTRE Data Conteúdo Conteúdo das provas 2-junho Reduzindo duas ou mais frações ao mesmo denominador Prova 1 3-junho Adição e subtração de frações - Números Primos 5-junho Adição e

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. NÚMEROS NATURAIS ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ESPECÍFICOS (Aprovados em Conselho Pedagógico a 21 de Outubro de 2014) No caso específico da disciplina de Matemática,

Leia mais

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual de Matemática 6º Ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Domínios e subdomínios Metas/Objetivos Objetivos gerais 2º Ciclo Matemática 5º Ano Conteúdos Programáticos Critérios de Avaliação Instrumentos de Avaliação NÚMEROS E OPERAÇÕES/ ÁLGEBRA: -Números naturais

Leia mais

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Conteúdos do 7º ano Conteúdos do 8º ano Conteúdos do 8º Ano Teorema de Pitágoras Funções Semelhança de triângulos Ainda os números Lugares geométricos

Leia mais

Caderno 1: 30 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora)

Caderno 1: 30 minutos. Tolerância: 10 minutos. (é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Prova 62/1.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno CC

Leia mais

Caderno de Apoio 2.º Ciclo

Caderno de Apoio 2.º Ciclo METAS CURRICULARES DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA Caderno de Apoio 2.º Ciclo António Bivar, Carlos Grosso, Filipe Oliveira, Maria Clementina Timóteo INTRODUÇÃO Este Caderno de Apoio, organizado por ciclos

Leia mais

DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO/PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. 1.º Ciclo do Ensino Básico

DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO/PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. 1.º Ciclo do Ensino Básico DEPARTAMENTO DO 1.º CICLO/PRÉ-ESCOLAR Ano letivo 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º Ciclo do Ensino Básico CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º Ciclo do Ensino Básico ANO LETIVO 2015/2016 Constituem objeto de

Leia mais

Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior Cód. 152900 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO

Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior Cód. 152900 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2015/2016 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 1º PERÍODO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 Unidades/Conteúdos Tempos Oralidade -Escutar para

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 7.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL Planificação 7º ano 2012/2013 Página 1 DOMÍNIO TEMÁTICO: NÚMEROS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano)

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) DOMÍNIOS Subdomínios / Conteúdos programáticos Metas / Descritores de desempenho Números e operações Números naturais Números racionais não negativos Compreender

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA PLANOS DE CURSO PARA 6º E 7º ANOS Campina Grande, 2011 -

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA REGULAMENTO DOS PRÉMIOS DE MÉRITO Preâmbulo De acordo com o artigo 7.º da Lei nº 51/ 2012, de 5 de setembro, o aluno tem direito a: d) «ver reconhecidos e valorizados

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500. Planificação Anual /Critérios de avaliação

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500. Planificação Anual /Critérios de avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Matemática A 10º ano 2014/2015 Início Fim

Leia mais

Caderno 2: 60 minutos. Tolerância: 20 minutos. (não é permitido o uso de calculadora)

Caderno 2: 60 minutos. Tolerância: 20 minutos. (não é permitido o uso de calculadora) Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Prova 62/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno CC

Leia mais

Operações com números racionais decimais

Operações com números racionais decimais Divisão 1º: Divisão exata Operações com números racionais decimais Considere a seguinte divisão: 1,4 : 0,05 Transformando em frações decimais, temos: Método prático 1º) Igualamos o números de casas decimais,

Leia mais

Escola Secundária Gabriel Pereira Évora Matemática A 10º ano. Planificação da Unidade Geometria

Escola Secundária Gabriel Pereira Évora Matemática A 10º ano. Planificação da Unidade Geometria Escola Secundária Gabriel Pereira Évora Matemática A 10º ano Planificação da Unidade Geometria 1. Generalidades Objecto da estatística e breve nota histórica sobre a evolução desta ciência; utilidade na

Leia mais

Álgebra. SeM MiSTéRio

Álgebra. SeM MiSTéRio Álgebra SeM MiSTéRio Série SeM MiSTéRio Alemão Sem Mistério Álgebra Sem Mistério Cálculo Sem Mistério Conversação em Alemão Sem Mistério Conversação em Espanhol Sem Mistério Conversação em Francês Sem

Leia mais

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo.

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. 1. Círculos e cilindros 1.1. Planificação da superfície de um cilindro Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. A planificação

Leia mais

Números e Operações (NO) Álgebra (ALG) DOMÍNIO SUBDOMÍNIO OBJETIVO GERAL/DESCRITORES RECURSOS. Conhecer e aplicar propriedades dos divisores

Números e Operações (NO) Álgebra (ALG) DOMÍNIO SUBDOMÍNIO OBJETIVO GERAL/DESCRITORES RECURSOS. Conhecer e aplicar propriedades dos divisores ESCOLA BÁSICA CRISTÓVÃO FALCÃO ANO LETIVO: 2016/2017 SERVIÇO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DATA: Set 2016 ASSUNTO PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano RESPONSÁVEL: Grupo 230 DOMÍNIO SUBDOMÍNIO

Leia mais

Planificação 2015/2016

Planificação 2015/2016 Planificação 2015/2016 ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA A 11º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS GEOMETRIA NO PLANO E NO ESPAÇO II 1-Resolução de Problemas Envolvendo

Leia mais

Departamento de Matemática Ano letivo 2016/17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O ENSINO BÁSICO Grupo 230 Matemática (2ºciclo)

Departamento de Matemática Ano letivo 2016/17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O ENSINO BÁSICO Grupo 230 Matemática (2ºciclo) Departamento de Matemática Ano letivo 2016/17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O ENSINO BÁSICO Grupo 230 Matemática (2ºciclo) Objeto de avaliação Itens/Parâmetros Instrumentos Ponderação Conteúdos da Testes

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSO VOCACIONAL 3º CICLO AMGE - Auxiliar de Manutenção e Gestão de Espaços CRITÉRIOS DE Ano Lectivo 2014/15 Coordenador do Curso: José Pedro Moutinho Critérios de Avaliação (14-15) VOCACIONAL C AMGE -

Leia mais

MATEMÁTICA Edwaldo Bianchini. Um supertalento para fazer livros mais um consagrado time de autores. Resultado: ensino com muito mais valor.

MATEMÁTICA Edwaldo Bianchini. Um supertalento para fazer livros mais um consagrado time de autores. Resultado: ensino com muito mais valor. Material de divulgação da Editora Moderna PNLD 2011 Um supertalento para fazer livros mais um consagrado time de autores. Resultado: ensino com muito mais valor. MATEMÁTICA Edwaldo Bianchini MATEMÁTICA

Leia mais

Orientações Preliminares. Professor Fábio Vinícius

Orientações Preliminares. Professor Fábio Vinícius Orientações Preliminares Professor Fábio Vinícius O ENEM O ENEM foi criado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), sob a supervisão do Ministério da Educação (MEC), em 1998,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 2º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 2º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO Critérios de Avaliação 2º Ano Atitudes e Valores Conhecimentos e Capacidades Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular: 1º ciclo Ano de escolaridade: 3º ano Área Curricular: MATEMÁTICA Ano letivo:2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala de aula, da escola e da comunidade

Leia mais

Domínio Números e Operações Subdomínio Adição e subtração de números racionais não negativos. Metas/Objetivos Conceitos/Conteúdos Aulas previstas

Domínio Números e Operações Subdomínio Adição e subtração de números racionais não negativos. Metas/Objetivos Conceitos/Conteúdos Aulas previstas Números e Operações Adição e subtração de números racionais não negativos DEPARTAMENTO DE MATEMÀTICA DISCIPLINA: Matemática PLANIFICAÇÃO 1ºperíodo - 5º ANO - Efetuar operações com números racionais não

Leia mais

Tema/Tópico Propósito principal de ensino Objetivos gerais Números e operações Números naturais Números racionais não negativos Números inteiros

Tema/Tópico Propósito principal de ensino Objetivos gerais Números e operações Números naturais Números racionais não negativos Números inteiros Secretaria Regional da Educação e Formação Direção Regional da Educação e Formação Escola Básica 2 Gaspar Frutuoso Departamento de Matemática e Ciências Naturais Planificação a médio prazo da Área Curricular

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS 2015-2016 1 INTRODUÇÃO No início do ano letivo, compete ao conselho pedagógico do agrupamento definir os critérios de avaliação para cada ciclo e

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Agrupamento de Escolas Serra da Gardunha - Fundão Ano Lectivo 2010/2011 Ensino Básico A avaliação escolar tem como finalidade essencial informar o aluno, o encarregado de educação e o próprio professor,

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 2º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 5º Ano PROFESSORAS: JESSICA ALINE

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO CRITÉRIOS DE AVALIACÃO Educação Visual 5º Ano Educação Visual 6º Ano Educação Tecnológica 5º Ano Educação Tecnológica 6º Ano ANO ESCOLAR 2015 / 2016 Ano letivo de 2015 / 2016 INTRODUÇÃO Sendo a avaliação

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

Tarefas para 5.º ano NÚMEROS RACIONAIS NÃO NEGATIVOS. (materiais de apoio ao professor) Luís Menezes Cátia Rodrigues Fernanda Tavares Helena Gomes

Tarefas para 5.º ano NÚMEROS RACIONAIS NÃO NEGATIVOS. (materiais de apoio ao professor) Luís Menezes Cátia Rodrigues Fernanda Tavares Helena Gomes NÚMEROS RACIONAIS NÃO NEGATIVOS Tarefas para 5.º ano (materiais de apoio ao professor) Julho.2009 Luís Menezes Cátia Rodrigues Fernanda Tavares Helena Gomes 1 Agradecemos a todos os professores que experimentaram

Leia mais

Apenas o enunciado da prova será recolhido. As cotações dos itens de cada uma das partes encontram-se no final do respetivo caderno da prova.

Apenas o enunciado da prova será recolhido. As cotações dos itens de cada uma das partes encontram-se no final do respetivo caderno da prova. Provas a Nível de Escola PROVA FINAL DO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/Prova 52/1ª Fase/2014 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento de CC identificação

Leia mais

c) Os parâmetros estabelecidos a nível nacional para a avaliação externa estabelecidos pelo Ministério da Educação e Ciência.

c) Os parâmetros estabelecidos a nível nacional para a avaliação externa estabelecidos pelo Ministério da Educação e Ciência. DIRETIVAS DA SECÇÃO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE (SADD) Ano letivo 2012/2013 A Secção de Avaliação do Desempenho Docente, no cumprimento do estipulado no Decreto Regulamentar n.º 26/2012, de 21 de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRANDELA Escola Secundária/3 de Mirandela

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRANDELA Escola Secundária/3 de Mirandela AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRANDELA Plano a médio prazo 204/205 27 horas----------32 s Temas/Conteúdos Estatística. Generalidades - População e amostra. Unidade estatística. - Censo e Sondagem. Técnica

Leia mais

Normas e Critérios Gerais de Avaliação. Cursos Profissionais

Normas e Critérios Gerais de Avaliação. Cursos Profissionais Normas e Critérios Gerais de Avaliação Cursos Profissionais O formador deve orientar toda a sua atividade didática no sentido de promover o sucesso educativo do formando através de planificações contextualizadas,

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Final de Matemática. 2.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 62/2.ª Fase. Critérios de Classificação.

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Final de Matemática. 2.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 62/2.ª Fase. Critérios de Classificação. Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 62/2.ª Fase Critérios de Classificação 9 Páginas 2015 Prova 62/2.ª F. CC Página 1/ 9 CRITÉRIOS GERAIS

Leia mais

Planificação Anual (por unidades)

Planificação Anual (por unidades) Planificação Anual (por unidades) Total de tempos letivos planificados: 10 Disciplina: MATEMÁTICA 5º ANO Ano letivo: 01/015 Período Unidade didática Nº DE TEMPOS PREVISTOS Total - Apresentação. - Atividades

Leia mais

Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano

Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano 60 Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano Caderno 1 UNIDADE 1 Significados das operações (adição e subtração) Capítulo 1 Números naturais O uso dos números naturais Seqüência dos números

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 1º Trimestre Domínios Números e Operações Números naturais Contar até cinco Correspondências

Leia mais

Critérios de Avaliação Departamento de Línguas. 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores

Critérios de Avaliação Departamento de Línguas. 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores Critérios de Avaliação Departamento de Línguas 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Miraflores Aprovado em reunião de Conselho Pedagógico a 10 de Setembro de 2015 Cálculo da classificação interna a atribuir

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

REFORMA EDUCATIVA JANEIRO 2005 SISTEMA DE AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS PARA O II. 0 CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO GERAL

REFORMA EDUCATIVA JANEIRO 2005 SISTEMA DE AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS PARA O II. 0 CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO GERAL REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO REFORMA EDUCATIVA SISTEMA DE AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS PARA O II. 0 CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO GERAL JANEIRO 2005 I. AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS PARA O II.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 150253 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS BRAGA OESTE Sede: 343640 Escola dos 2.º e 3.º Ciclos de Cabreiros DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Ano lectivo 2015-2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO No primeiro

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 5.º ANO PERFIL DO ALUNO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 5.º ANO PERFIL DO ALUNO DE MATEMÁTICA - 5.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de conhecer e aplicar propriedades dos divisores e efetuar operações com números

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO PROFISSIONAL DE ANIMADOR SOCIOCULTURAL 2015/2016 Aprovados em Conselho Pedagógico de 14 de outubro de 2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO PROFISSIONAL DE ANIMADOR SOCIOCULTURAL

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNÃO DE MAGALHÃES CHAVES. CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PARA OS 1.º, 2.º e 3.º CICLOS DO ENSINO BÁSICO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNÃO DE MAGALHÃES CHAVES. CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PARA OS 1.º, 2.º e 3.º CICLOS DO ENSINO BÁSICO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNÃO DE MAGALHÃES CHAVES CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PARA OS 1.º, 2.º e 3.º CICLOS DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO 2015/2016 ÍNDICE I INTRODUÇÃO... 3 II ENQUADRAMENTO DA AVALIAÇÃO...

Leia mais

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas e de testes intermédios desta disciplina.

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas e de testes intermédios desta disciplina. INFORMAÇÃO-PROVA MATEMÁTICA 2016 Prova 92 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova final do 3.º Ciclo da disciplina

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 8.º ANO DE MATEMÁTICA 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de relacionar números racionais e dízimas, completar a reta numérica e ordenar números

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO DOMÍNIO DOMÍNIO COGNITIVO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO DOMÍNIOS / INDICADORES DE DOMÍNIO INSTRUMENTOS

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio. Critérios de Avaliação Educação Musical 2º ciclo Ano letivo 20015 2016

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio. Critérios de Avaliação Educação Musical 2º ciclo Ano letivo 20015 2016 Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Critérios de Avaliação Educação Musical 2º ciclo Ano letivo 20015 2016 -Saber/saber fazer- Ponderação: 85% 5º Ano de escolaridade - Interpretação: Cantar,

Leia mais

Critérios de Avaliação. 3º Ano. Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães 1º Ciclo

Critérios de Avaliação. 3º Ano. Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães 1º Ciclo Critérios de Avaliação 3º Ano 1º Ciclo Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de avaliação Ponderação Oralidade Assimilar e expressar as ideias essenciais e as intenções de

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ANO LETIVO 2014 / 2015 1 1. EXPLICITAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Conhecimentos e Capacidades O peso dos Conhecimentos e Capacidades na avaliação do aluno é de 80% que,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_5º ANO_D. Ano Letivo: 2014/ Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_5º ANO_D. Ano Letivo: 2014/ Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_5º ANO_D Ano Letivo: 20/205. Introdução / Finalidades A disciplina de Matemática tem como finalidade desenvolver: A estruturação do pensamento A apreensão e hierarquização

Leia mais

Currículo da Disciplina de Matemática - 7º ano. Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Organização e Tratamento de Dados (OTD)

Currículo da Disciplina de Matemática - 7º ano. Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Organização e Tratamento de Dados (OTD) Domínios de conteúdos: Números e Operações (NO) Geometria e Medida (GM) Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Álgebra (ALG) Organização e Tratamento de Dados (OTD) Domínio NO7 9 GM7 33 Números racionais

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 2 DE BEJA Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo 550 Informática Ano Lectivo 2015/16 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação é uma componente essencial do processo

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº10 Prof. Daniel Szente

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº10 Prof. Daniel Szente Nome: Ano: º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº10 Prof. Daniel Szente Assunto: Função exponencial e logarítmica 1. Potenciação e suas propriedades Definição: Potenciação é a operação

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO Considerando que a Portaria nº 9 /2013, de 11 de fevereiro revogou a Portaria nº 29/2012, de 6 de março referente à avaliação das aprendizagens e competências no

Leia mais

1. Apresentação da Prova... 2. 2. Resultados Nacionais Globais... 4. 3. Resultados Nacionais por Área Temática... 5

1. Apresentação da Prova... 2. 2. Resultados Nacionais Globais... 4. 3. Resultados Nacionais por Área Temática... 5 0 ÍNDICE PROVA DE AFERIÇÃO DE MATEMÁTICA 2.º CICLO 1. Apresentação da Prova... 2 2. Resultados Nacionais Globais... 4 3. Resultados Nacionais por Área Temática... 5 4. Resultados Nacionais por Item...

Leia mais

7º ano Teste de Sondagem. Língua Portuguesa. Matemática

7º ano Teste de Sondagem. Língua Portuguesa. Matemática 7º ano Teste de Sondagem Interpretação e produção de textos de gêneros variados: Carta, notícia, artigo de Opinião, relatos de viagem, tirinha, charge. Sistema de numeração decimal Conjunto dos números

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS Cód. 161007 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA MEALHADA DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO CENTRO Ano lectivo 2010-2011 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS A avaliação das crianças e dos alunos (de diagnóstico,

Leia mais

Sumário 1.OPERAÇÕES COM NÚMEROS RACIONAIS...2. 1.1 Adição e Subtração de Números Racionais...2. 1.2 Multiplicação e Divisão de Números Racionais...

Sumário 1.OPERAÇÕES COM NÚMEROS RACIONAIS...2. 1.1 Adição e Subtração de Números Racionais...2. 1.2 Multiplicação e Divisão de Números Racionais... Sumário 1.OPERAÇÕES COM NÚMEROS RACIONAIS...2 1.1 Adição e Subtração de Números Racionais...2 1.2 Multiplicação e Divisão de Números Racionais...2 2.OPERAÇÕES COM NÚMEROS DECIMAIS...4 2.1 Adição e Subtração

Leia mais