GOVERNANÇA DE TI: UMA PROPOSTA DE FRAMEWORK PARA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOVERNANÇA DE TI: UMA PROPOSTA DE FRAMEWORK PARA"

Transcrição

1 GOVERNANÇA DE TI: UMA PROPOSTA DE FRAMEWORK PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS AUTORES Gustavo Luis Barreto Luciano Camargo dos Reis ORIENTADOR Marcia Cassitas Hino CURSO MBA em Gestão Estratégia de Empresas ISAE/FGV Resumo Devido ao aumento da automação de processos, as empresas estão agora ainda mais dependentes de TI para fazer o seu negócio viável. Com base em uma governança de TI, é possível garantir melhor apoio aos objetivos e estratégias da organização, agregando valor aos serviços prestados, mitigando riscos e obtendo um retorno real sobre os investimentos. Considerando a possibilidade de muitas pequenas e médias empresas não adotarem práticas de governança de TI, por entenderem que o investimento é inviável para seu porte, este artigo apresenta uma proposta de framework de governança de TI com foco nas necessidades de pequenas e médias empresas, mapeadas através de uma pesquisa de mercado. Com base em modelos e padrões globais, tais como Itil e Cobit, os processos relevantes e indispensáveis foram identificados e estruturados em um framework com o objetivo de trazer vantagem competitiva ao preencher a falta de governança de TI nas empresas de pequeno e médio portes. Palavras-chave: governança de TI, gerenciamento de serviços de TI, boas práticas, Itil, Cobit.

2 1. INTRODUÇÃO Segundo Weill e Ross (2006), um estudo realizado a partir de entrevistas com 250 empresas de todo o mundo revelou que empresas com níveis de governança de Tecnologia da Informação (TI) superiores têm lucros no mínimo 20% maiores do que as com má governança, considerando-se os mesmos objetivos estratégicos. Em função da crescente automação de seus processos, as organizações passaram a depender cada vez mais de seu ambiente de TI para viabilizar seu negócio. Nesse contexto de forte competitividade do mercado, as empresas se veem obrigadas a aperfeiçoar e a melhorar seus controles e processos, com a criação de uma governança baseada nas melhores práticas. Por meio dessa governança, a Tecnologia da Informação deverá garantir um maior suporte aos objetivos e estratégias organizacionais, adicionando valor aos serviços entregues, mitigando riscos e obtendo um efetivo retorno sobre os investimentos realizados. Muitas empresas de pequeno e médio portes deixam de adotar um modelo de governança de TI por entenderem que o investimento é inviável e que esse tipo de iniciativa é apenas para as grandes empresas. Em decorrência disso, desenvolveu-se, com base em metodologias reconhecidas no mercado como Itil e Cobit, uma metodologia simplificada para esse perfil de empresa. 2. REFERENCIAL TEÓRICO Governança são mecanismos de direção e controle que permitem a uma organização alcançar objetivos pré-estabelecidos. 2.1 Governança empresarial e corporativa

3 Governança empresarial e corporativa é a maneira pela qual as organizações são geridas, fiscalizadas e impulsionadas, envolvendo o relacionamento entre proprietários, diretorias, gerências, auditorias e controles, com o objetivo de cumprir de maneira eficiente e eficaz a estratégia traçada, garantindo que os resultados sejam atingidos, trazendo perenidade à empresa. 2.2 Governança de TI A governança de TI é um conjunto de estruturas e processos que visa a garantir que a TI suporte e maximize adequadamente objetivos e estratégias de negócio da organização, adicionando valor aos serviços entregues, balanceando os riscos e obtendo melhor retorno sobre os investimentos em TI (ISACA, 2006). De outro modo de pensar, o ITSMF Brasil (2007) define da seguinte maneira: A Governança de TI é de responsabilidade da alta administração e consiste na liderança, nas estruturas e processos organizacionais que garantem que a TI da empresa sustente e estenda as estratégias e objetivos da organização. 2.3 A governança de TI alinhada ao negócio Poucas empresas possuem a capacidade de enfrentar situações decorrentes de um incidente de segurança de grande impacto. A Gestão de Continuidade de Negócios (GCN) tem por objetivo mitigar os riscos relacionados à interrupção das atividades do negócio, proteger os processos críticos contra efeitos de falhas ou desastres significativos e assegurar a sua retomada em tempo hábil, se for o caso (FILHO, 2008).

4 2.4 Frameworks de governança de TI Além do aprofundamento nos dois principais frameworks que são abordados neste trabalho, o Cobit e a Itil, existem ainda uma gama de padrões e boas práticas disponíveis no mercado, como Seis Sigma (Sigma SIX), CMMI, ISO 17799, PRINCE2, etc Cobit O Cobit é um guia, estruturado na forma de framework, que possui diversos componentes que podem servir como um modelo de referência para Governança de TI, incluindo sumário executivo, framework, controle de objetivos, mapas de auditoria, ferramentas para a sua implementação e, principalmente, um guia com técnicas de gerenciamento (ISACA, 2006). A missão do Cobit é: Pesquisar, desenvolver, publicar e promover um modelo de controle para governança de TI atualizado e internacionalmente reconhecido para ser adotado por organizações e utilizado no dia a dia por gerentes de negócios, profissionais de TI e profissionais de avaliação (ISACA, 2006). Esse framework vem sendo desenvolvido desde 1996, década em que a Tecnologia da Informação passou a ser vista não simplesmente como uma ferramenta de suporte ao negócio, mas sim como uma ferramenta capaz de trazer um grande diferencial competitivo. E tal ferramenta deve estar atrelada à estratégia da corporação (USHIROBIRA, 2007). A segunda versão, de 1998, incluiu uma ferramenta de suporte à implementação e às especificações de objetivos de alto nível. Por sua vez, a terceira versão, de 2000, já incluiu normas e guias associadas à gestão, fazendo do ITGI o principal editor do framework.

5 Em 2002, com a aprovação da lei Sarbanes-Oxley, o Cobit foi adotado por empresas que negociavam suas ações na bolsa de Nova York, tornando-se o principal framework de governança de TI. Na sequência de sua evolução, surge a quarta versão, que traz melhorias de controles para assegurar a segurança e a disponibilidade dos ativos de TI na organização. O objetivo principal do Cobit é alinhar a Tecnologia da Informação com a estratégia do negócio. Ele parte da premissa de que os recursos de TI precisam ser gerenciados por um conjunto de processos agrupados naturalmente, com o objetivo de fornecer informação pertinente e confiável para que a organização consiga alcançar seus objetivos (ISACA, 2006). A definição e descrição anterior do Cobit demonstra que esse framework serve como manual de referência e guia de boas práticas para auxiliar organizações que dependem da ou utilizam fortemente a tecnologia da informação para gerar ou sustentar diferenciais competitivos. Ele oferece a capacidade de trazer transparência e responsabilidade ao processo de Governança de TI na constante busca pelo alinhamento entre a estratégia de negócio e a estratégia de TI. Envolve a alta administração e dela requer participação ativa no processo, garantindo com isso o envolvimento e o comprometimento de todos com o alinhamento estratégico da organização, trazendo sinergia para a empresa. O Cobit possui diversos controles voltados para a Segurança da Informação e, talvez por essa característica, ele seja amplamente utilizado como guia para auditorias internas e externas de Segurança da Informação. Ele também é utilizado por instituições financeiras na auditoria de empresas que prestam serviços de qualquer natureza, mas que de alguma forma utilizem a TI como ferramenta na troca de informações Itil

6 Information Technology Infrastructure Library (Itil) é uma descrição de práticas integradas para o gerenciamento de serviços de TI. Foi criada pelo departamento de telecomunicações e computação do governo britânico em 1989 para melhorar o gerenciamento dos serviços de tecnologia do governo da Inglaterra. Atualmente, ainda pertence ao governo inglês e é mantida e controlada pelo United Kingdom s Office Of Government Commerce (OGC). Desde sua criação, a Itil recebe sugestões de melhoria dos seus processos por colaboradores e empresas ao redor do mundo, acompanhando as constantes evoluções do mercado de tecnologia. Essas alterações são divulgadas no formato de versões. Atualmente, a Itil está na versão 3 (VAN BON et al, 2007). Como o próprio nome sugere, a Itil é um conjunto de livros, e esses livros, mantidos pela OCG, podem ser adquiridos nas grandes livrarias pelo mundo. Os livros principais da versão atual da biblioteca são: Itil Service Strategy (Estratégia de Serviço), Itil Service Design (Desenho de Serviço), Itil Service Transition (Transição de Serviço), Itil Service Operation (Operação de Serviço) e Itil Continual Service Improvement (Melhoria de Serviço Continuada MSC). A versão atual da biblioteca, denominada V3, lançada em maio de 2007, não traz muitas modificações no conteúdo de seus livros, porém houve uma grande evolução em relação à versão anterior. Em sua versão anterior (V2), o foco era basicamente voltado para a eficiência e eficácia dos serviços de TI em operação, não havia conexões entre seus livros. Já nessa última versão, houve uma modificação na estrutura, visando a organizar os processos de gerenciamento de serviços em uma estrutura de ciclo de vida de serviço, conforme ilustra a Figura 1, assim como há algum tempo é observado em outras áreas de negócio.

7 Figura 1 Estrutura da Itil V3 Fonte: VAN BON et al (2007) Estratégia do Serviço: é a etapa onde nasce um novo serviço e também onde é estabelecido o alinhamento do serviço com o negócio. Desenho do Serviço: é onde o serviço é planejado para ser implantado e gerenciado, considerando todos os processos, soluções tecnológicas e infraestrutura necessária. Transição de Serviço: depois que o serviço é definido e desenhado, é necessário transferilo para um ambiente de produção. Nesse estágio, o serviço é testado e liberado de forma controlada para produção. Operação do Serviço: é o estágio onde o serviço é mantido no dia a dia depois que é colocado em produção. Melhoria de Serviço Continuada: é o estágio que apoia as demais áreas do ciclo de vida do serviço, informando como melhorar serviços e processos, com foco no gerenciamento da qualidade e no aperfeiçoamento da capacidade da TI. Se de um lado há as demandas do negócio exigindo maior agilidade, mais qualidade, custos menores e conformidades regulatórias, do outro lado está a TI com infraestrutura complexa,

8 diversidade de fornecedores e sistemas legados, que são, na maioria das vezes, incompatíveis com as necessidades de negócio. É nesse contexto que a Itil vem para fazer com que a TI atenda aos requisitos do negócio de forma eficiente. O uso das melhores práticas da Itil faz com que o negócio e a tecnologia trabalhem sincronizados, sob o mesmo propósito. 3. LEVANTAMENTO DE DADOS Neste trabalho, foi elaborada uma pesquisa englobando 21 perguntas que buscaram identificar o porte da empresa e o grau de relevância dos principais processos de suporte à governança de TI, baseados no Cobit e na Itil. Foram definidos cinco níveis, sendo eles: Muito Baixo, Baixo, Médio, Alto e Muito Alto. Foram entrevistadas 38 empresas e, levando em consideração a classificação empresarial adotada pelo BNDES, 22 delas se enquadraram nos quesitos definidos para a pesquisa. A Tabela 1 demonstra a distribuição dos entrevistados por porte. Faixa Faturamento Porte Qtde. % 1 - até 2,4 milhões Micro 12 31,58% 2-2,4 a 16 milhões Pequena 11 28,95% 3-16 a 300 milhões Média 11 28,95% 4 - acima de 300 milhões Grande 4 10,53% Total Geral ,00% Tabela 1 Distribuição da pesquisa por porte Fonte: Os Autores (2013)

9 O questionário foi dividido em quatro grupos de processos, baseados nos frameworks mais utilizados no mercado, a Itil e o Cobit. Os grupos foram: Estratégia e Negócio, Gestão e Controle, Serviço de Operação, Segurança e Continuidade do Negócio. A análise geral revelou que 6 questões tiveram grau de relevância muito alto pela maioria. Entre as Microempresas (ME), apenas 5 questões foram consideradas como muito relevantes por pelo menos metade dos entrevistados. Entre os quatro grupos de processos, foram identificados como muito relevantes as questões relacionadas à Serviço de Operação e Segurança e Continuidade. Para as Empresas de Pequeno Porte (EPP), 6 questões foram consideradas como muito relevantes pela maioria. Quando avaliadas sob a ótica dos quatro grupos de processos, foram identificados como muito relevantes as questões relacionadas à Serviço de Operação e Segurança e Continuidade. Considerando as Empresas de Médio Porte (EMP), 10 questões foram identificadas como muito relevantes pela maioria. Para os quatro grupos de processos, foram identificados como muito relevantes as questões relacionadas à Estratégia e Negócio, Gestão e Controle, Serviço de Operação e Segurança e Continuidade. Entre as Empresas de Grande Porte (EGP), todas as questões apresentadas foram consideradas como muito relevantes pela maioria. Conclui-se que o fato de as Grandes Empresas considerarem todas as questões muito relevantes retrata um nível elevado de maturidade em governança de TI nas EGP em contraste com as Micro e Pequenas Empresas, que consideraram no máximo 6 questões como muito relevantes, ligadas basicamente ao Serviço de Operação e à Segurança e Continuidade. Já as empresas de Médio Porte, além da preocupação com segurança e operação, o levantamento de dados apontou a necessidade do controle de processo do negócio, do acordo de

10 nível de serviço de terceiros e da gestão de TI, processos esses compreendidos nas questões de Gestão e Controle e Estratégia e Negócio. Ou seja, quanto maior o porte da empresa, maior é a preocupação com as questões relacionadas à governança de TI. Com base nas estatísticas levantadas, entende-se que é possível desenvolver um framework de governança de TI focado em pequenas e médias empresas, simplificando o entendimento e a implantação dos processos de forma a gerar resultados para o negócio e que, ao mesmo tempo, demonstre o possível caminho na evolução da governança de TI. 4. FRAMEWORK PROPOSTO Buscou-se dentro dos frameworks Itil e Cobit os processos de governança mais aplicados por empresas de todos os portes e identificou-se quais são considerados imprescindíveis para as empresas de pequeno e médio portes. Com base na pesquisa realizada, foi possível identificar quais desses processos são considerados relevantes para suportar o negócio dessas empresas. Esses processos foram divididos em 4 macroprocessos, conforme ilustra a Figura 2.

11 Figura 2 Macroprocessos e processos do framework Fonte: Os Autores (2013) Processos de Negócio e Estratégia de TI Responsável por identificar a situação atual do negócio e do ambiente de TI, visando a alcançar os objetivos estratégicos da empresa. Gestão de TI Responsável por gerir os recursos de TI determinando como eles devem ser utilizados. O principal objetivo desse macroprocesso é garantir o melhor retorno sobre o investimento em TI. Operação de TI Responsável por garantir a continuidade do negócio através do suporte contínuo do ambiente de TI. Segurança de TI Responsável por controlar o manuseio, transporte, armazenamento e descarte da informação no ambiente corporativo. 4.1 Ciclo do framework O framework foi idealizado para facilitar a adoção de governança de TI em Pequenas e Médias Empresas. Entende-se que uma estrutura em formato de ciclo, similar ao PDCA (Planejar- Executar-Verificar-Agir) método amplamente aplicado na gestão de empresas, irá simplificar a implementação de seus processos. Então, para a sua aplicação, o framework proposto é apresentado por 4 fases, conforme demonstra a Figura 3.

12 Figura 3 Ciclo do framework Fonte: Os Autores (2013) Propõe-se que, antes de qualquer planejamento, ou antes mesmo de se tomar qualquer tipo de ação para aplicação de governança de TI, é fundamental ter o entendimento do negócio da organização e os processos que os suportam. Além disso, outro aspecto importante é mapear a infraestrutura tecnológica da organização. Com base nos dois fatores mencionados, tem-se o entendimento claro do cenário atual da empresa e qual é o nível de maturidade de TI em que a organização se encontra. Na segunda fase do ciclo, é onde será elaborado o plano de ação para implementação de governança de TI na empresa, cujo foco central será a gestão e aplicação de políticas de TI para o negócio.

13 Uma vez analisado o cenário atual da organização e determinado o plano de ação para implementação de governança de TI, deve ser colocado em prática um conjunto de processos para gestão e controle da tecnologia da informação e seus recursos, com a finalidade de suportar os objetivos do negócio. Nessa fase, serão aplicados todos os processos necessários e que deverão viabilizar a geração e controle de indicadores com o principal objetivo de garantir melhores resultados para o negócio. A última fase trata dos processos de fiscalização de todos os demais processos do ciclo, com o propósito de mantê-los atualizados e alinhados aos objetivos estratégicos da empresa. É tarefa também dessa fase a auditoria de segurança e controle de qualidade dos serviços de TI. 4.2 Ferramentas Considerando as dificuldades das empresas de pequeno e médio portes abordadas neste trabalho, além da proposta deste framework, desenvolveu-se um conjunto de ferramentas visando a facilitar a aplicação prática do modelo proposto. Para fins de organização, obedecendo à divisão de macroprocessos, listam-se a seguir algumas ferramentas utilizadas no macroprocesso Processos de Negócio e Estratégia de TI : Mapeamento dos principais processos de negócio (BPM): com o objetivo de identificar e delimitar os processos críticos do negócio que podem ser suportados pelo setor de TI, a ferramenta visa a adotar a convenção de macroprocessos (mais abrangentes da organização), processos (subdivisões dos macroprocessos) e subprocessos (subdivisões dos processos). Levantamento da infraestrutura de TI: ferramenta responsável por inventariar o parque de máquinas e a estrutura atual de TI, bem como levantar e analisar os serviços

14 de TI disponíveis para suportar os processos de negócio e o seu grau de aderência aos requisitos de continuidade da empresa. Estratégia de negócio: tem por objetivo definir os componentes da estratégia do negócio, a missão, a visão, os valores, os objetivos e as metas de crescimento da empresa e, por fim, gerar informações relevantes para a elaboração do plano estratégico de TI. Para que seja possível estabelecer uma estratégia de negócio, sugere-se seguir uma sequência lógica. Inicia-se com a definição ampla do negócio da empresa; passa pela declaração da missão, visão e valores; após pela análise do ambiente externo e interno; pela formulação da estratégia competitiva; e por fim geram-se os planos de ação e controles associados às estratégias estabelecidas. Inicia-se o desenvolvimento da estratégia da empresa pela definição de negócio da organização. O negócio está focado nas necessidades dos clientes e nos benefícios que eles buscam para atender às suas necessidades e desejos. Plano de gestão estratégia de TI: propõe-se a utilização da matriz 5W2H 1 para acompanhar os desdobramentos de planos e projetos até o nível operacional, ou seja, até onde os desdobramentos não são mais possíveis. No macroprocesso Gestão de TI, sugere-se a adoção das seis ferramentas a seguir: Política e uso de TI: tem como objetivo principal estabelecer as diretrizes para o melhor uso e adequação dos recursos de tecnologia e sistemas de informações da empresa. Gestão financeira: trata do controle de custos e investimentos dos recursos de TI. O controle pode ser feito por meio de uma planilha. A proposta de ferramenta sugere uma planilha com três partes. Na primeira parte, são listados os principais tipos de 1 Possui este nome, pois faz uma alusão a 5 palavras que iniciam em inglês com a letra W e a 2 com a letra H: Why? (Por quê?), What? (O quê?), Who? (Quem?), Where? (Onde?), When? (Quando?), How? (Como?), How much? (Quanto?).

15 custos/investimentos; na segunda há a definição dos custos/investimentos, determinando o valor anual, o item e o número de parcelas para pagamento; e por último uma planilha de desembolso que recebe automaticamente os itens da aba de orçamento, item, valor anual e o número de parcelas. Catálogo e nível de serviço: também é um controle feito por meio de planilha onde são detalhados todos os serviços prestados pelo departamento de TI e demais fornecedores de tecnologia, contendo a descrição, a forma e custos que envolvem a entrega do serviço. A planilha deve ser comunicada aos demais departamentos da organização com o objetivo de fornecer uma descrição detalhada dos serviços operacionais na linguagem do cliente e também os níveis de serviços acordados para cada serviço. Gestão de contratos e aquisições de TI: tem como objetivo principal garantir que os contratos estão sendo executados conforme escopo pré-definido, permitindo a continuidade dos serviços prestados dentro da eficiência e eficácia esperadas. Gestão de projetos: é importante definir um padrão para a organização gerenciar os seus projetos de TI, de tal maneira que seja possível coletar indicadores de desempenho de cada projeto. Para tanto, sugerem-se técnicas descritas no PMBOK 2, como a aplicação da ferramenta Work Breakdown Structure (WBS) EAP: Estrutura Analítica de Projetos. Auditoria: busca assegurar que os objetivos definidos na estratégia da empresa sejam cumpridos na íntegra, permitindo que as metas se transformem em resultados, garantindo a perenidade da empresa. 2 O Project Management Body of Knowledge (Conjunto de Conhecimentos de Gestão de Projetos) é um conjunto de melhores práticas para a gestão de projetos, que é mantido pelo PMI (Project Management Institute). Assim como o Itil está para a gestão de serviços em TI e o Cobit está para a governança de TI, o PMBOK está para gestão de projetos.

16 O macroprocesso Operação apresenta duas importantes ferramentas: Gestão de service desk e infraestrutura: para esse processo, foram selecionadas duas ferramentas opensource (código aberto) para service desk e inventário, que juntas viabilizarão o gerenciamento e o registro de incidentes, a requisição de serviços, materiais controlados pela TI, descarte de equipamentos, nível de serviço (SLA), base de conhecimento, etc. São elas: o GLPI: é um sistema de gestão helpdesk e inventário totalmente gratuito. O GLPI possibilita abertura de chamados, controle de insumos, controle de empréstimos de equipamentos e relatórios de chamados ou inventário, entre outras funcionalidades. o OCS Inventory NG: é uma aplicação desenvolvida para ajudar administradores de rede ou sistema a acompanhar a configuração dos computadores e softwares que estão instalados na rede. A OCS Inventory também é capaz de detectar todos os dispositivos ativos na sua rede, tais como switch, roteador, impressora de rede. Para cada um, armazena MAC e endereços IP e permite a você classificá-los. Por último, mas não menos importante, a OCS Inventory NG inclui pacote de desenvolvimento de implantação de recursos nos computadores clientes. A partir do servidor central de gestão, pode-se carregar pacotes (softwares, configuração, comandos ou apenas para armazenar arquivos em computadores clientes), que serão baixados através de HTTP/HTTPS e lançados pelo agente instalado no computador cliente (OCS INVENTORY, 2013). Gestão de mudança: esse processo oferece ao negócio uma redução de erros ao colocar um recurso ou serviço, novo ou alterado, em produção, permitindo assegurar recursos para uma mudança eficiente. Para isso, utiliza-se uma planilha que deverá

17 auxiliar no registro, avaliação, autorização, priorização e testes de cada mudança realizada no ambiente de TI. O emprego dessas ferramentas será de grande valia para prover efetivo controle dos ativos de TI e o suporte necessário ao seu complexo ambiente, por meio do inventário do parque de TI e do tratamento sistêmico de cada incidente, evento ou problema, que passarão a ser facilmente registrados e controlados. Por último, no macroprocesso Segurança de TI, sugere-se um conjunto de ferramentas a serem utilizadas para prover, manter e aferir segurança de TI a organizações. São elas: Mapeamento dos riscos: o objetivo dessa ferramenta é criar uma lista, a mais extensa possível, de todos os riscos inerentes à TI da organização. Para facilitar esse processo, de modo a melhorar o entendimento, é desejável usar como base um WBS, que é uma ferramenta de decomposição do trabalho em partes, estruturado em forma de árvore hierárquica. A criação dessa estrutura, que poderá ser realizada em planilha, resultará em uma estrutura analítica de riscos. Gestão de riscos: após a fase de identificação dos riscos, com a planilha preenchida e com os riscos categorizados, faz-se necessário conhecer seu impacto e a probabilidade de o evento de risco acontecer para poder saber qual será a resposta que o risco demanda. Para essa análise, duas abordagens são conhecidas: a fim de uma abordagem mais direta, com a severidade mais especificada, usa-se o método quantitativo; para uma abordagem mais simples de aplicar e entender, o método indicado é o qualitativo. Política de segurança da informação: desenvolveu-se um passo a passo para construir um documento de política de segurança. Entende-se que esse documento deve conter, minimamente, os seguintes itens:

18 o Uma introdução com o objetivo de auxiliar o alinhamento, junto aos colaboradores (leitores), com relação aos conceitos de segurança da informação, às metas globais, ao escopo e à importância da segurança da informação no que diz respeito ao compartilhamento das informações. o Uma declaração de compromisso da direção, formalizando que a política está alinhada ao negócio, apoiando as metas e os princípios de segurança inclusos no conteúdo da política. o Uma explanação das políticas, normas, procedimentos e requisitos de conformidade de segurança específicos para a organização. 5. CONCLUSÃO O framework proposto foi elaborado visando a aplicar a governança de TI nas empresas de pequeno e médio portes de forma simplificada, procurando gerar resultado para a organização, garantir que os atuais processos de negócio não sofram interrupções e que novos possam ser rapidamente implementados. Obviamente, os atuais frameworks de governança de TI também visam a alinhar TI ao negócio, porém foi possível constatar certa dificuldade para adoção desses modelos em empresas de pequeno e médio portes. Essa dificuldade é ainda mais acentuada nas empresas de pequeno porte, nas quais os serviços de TI normalmente são tratados por terceiros ou por um analista técnico geral, com visão focada apenas na TI. Já as empresas de médio porte chegam a empregar um gestor de TI, o que facilita, embora não garanta, o alinhamento entre a tecnologia e o negócio. A proposta ajuda a equalizar essa diferença por meio do conceito de aplicação da governança de TI em forma de ciclo e, principalmente, fornecendo ferramentas que facilitam a aplicação do modelo. A proposta visa também a alinhar o entendimento dos gestores do negócio e dos profissionais de TI sobre a importância da governança de TI, de forma que os gestores da

19 organização consigam compreender como a TI irá agregar valor ao negócio, fazendo com que os profissionais foquem suas atividades e projetos sempre com o pensamento em gerar valor para a empresa. Entendemos, portanto, que a aplicação dessa proposta de framework trará benefícios competitivos e deverá suprir uma grande carência de governança de TI nas empresas de menor porte.

20 REFERÊNCIAS BNDES. Porte de empresa. Disponível em: <http://www.bndes.gov.br/sitebndes/bndes/bndes_pt/institucional/apoio_financeiro/porte.html>. Acesso em: 20 out CARTLIDGE, A. et al. An Introductory Overview of ITIL v3. London: ITSMF, DOROW, E. Gerenciando Projetos com PMBOK, Disponível em: Acesso em: 20 out FERNANDES, A. A.; ABREU, V. F. de. Implantando a governança de TI: da estratégia à gestão dos processos e serviços. Rio de Janeiro: Brasport, FILHO, O. D. Conhecendo a gestão de continuidade de negócios. Disponível em: <http://www.certisign.com.br/certinews/novidades-de-varios-setores/conhecendo-a-gestao-decontinuidade-de-negocios>. Acesso em: 25 jan GLPI. The GLPI Project Presentation. Disponível em: <http://www.glpi-project.org>. Acesso em: 17 jan GRAEML, A. R. Sistemas de informações: o alinhamento de estratégia de TI com a estratégia corporativa. São Paulo: Atlas, ISACA. Information Systems Audit and Control Association. Disponível em: <http://www.isaca.org>. Acesso em: 19 dez

21 ITGI. The IT Governance Institute. Disponível em: <http://www.itgi.org/>. Acesso em: 28 jan ITSMF BRASIL. Disponível em: <http://www.itsmf.com.br/portal/>. Acesso em: 6 set LOBATO, D. M. Estratégia de empresas. Rio de Janeiro: FGV, MEIRELES, M. Ferramentas administrativas para identificar, observar e analisar problemas: organizações com foco no cliente. São Paulo: Arte & Ciência, OCS INVENTORY. Open Computer and Software Inventory Next Generation. Disponível em: <http://www.ocsinventory-ng.org>. Acesso em: 17 jan PMBOK. A Guide to the Project Management: PMBOK Guide 2000 Edition. Pennsylvania: Project Management Institute, USHIROBIRA, L. A força do COBIT. Disponível em: <http://info.abril.com.br/aberto/infonews/032008/ shl>. Acesso em: 28 jan VAN BON, J. et al. Foundations of IT Service Management Based on ITIL V3. In: VILLELA, C. da S. S. Mapeamento de processos como ferramenta de reestruturação e aprendizado organizacional. Florianópolis, Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/ /78638/ pdf?sequence=1>. WEILL, P.; ROSS, J. W. Governança de TI, Tecnologia da Informação. São Paulo: M. Books, 2006.

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Ana Clara Peixoto de Castro Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) Goiânia GO - Brasil ac.anaclara@gmail.com

Leia mais

Curso preparatório para exame de Certificação do ITIL V3.

Curso preparatório para exame de Certificação do ITIL V3. Curso preparatório para exame de Certificação do ITIL V3. Dentro do enfoque geral em conhecer e discutir os fundamentos, conceitos e as definições de Governança de TI - Tecnologia da Informação, bem como

Leia mais

Melhores Práticas em TI

Melhores Práticas em TI Melhores Práticas em TI Referências Implantando a Governança de TI - Da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços - 2ª Edição Edição - AGUINALDO ARAGON FERNANDES, VLADIMIR FERRAZ DE ABREU. An Introductory

Leia mais

fagury.com.br. PMBoK 2004

fagury.com.br. PMBoK 2004 Este material é distribuído por Thiago Fagury através de uma licença Creative Commons 2.5. É permitido o uso e atribuição para fim nãocomercial. É vedada a criação de obras derivadas sem comunicação prévia

Leia mais

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI COBIT Processos de TI Aplicativos Informações Infraestrutura Pessoas O que é o CObIT? CObIT = Control Objectives for Information and Related

Leia mais

Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000

Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000 ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000 Camila Madeira Camila Pinto Daniel Mendes Elias Sarantopoulos Evandro Colpo Janaina

Leia mais

Plano de Governança de Tecnologia de Informação

Plano de Governança de Tecnologia de Informação Plano de Governança de Tecnologia de Informação Julho/2012 Junho/2014 1 Universidade Federal Fluminense Superintendência de Tecnologia da Informação Fernando Cesar Cunha Gonçalves Superintendência de Tecnologia

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Ciência da Computação Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Agenda Histórico Conceitos básicos Objetivos Visão Geral do Modelo Publicações: Estratégia de

Leia mais

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Gilberto Zorello (USP) gilberto.zorello@poli.usp.br Resumo Este artigo apresenta o Modelo de Alinhamento Estratégico

Leia mais

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Fernando Riquelme i Resumo. A necessidade por criar processos mais eficientes,

Leia mais

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI)

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) Os principais modelos de melhores práticas em TI Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP, ITIL

Leia mais

COBIT NO ATUAL MERCADO DE TI: UM ESTUDO DE CASO

COBIT NO ATUAL MERCADO DE TI: UM ESTUDO DE CASO COBIT NO ATUAL MERCADO DE TI: UM ESTUDO DE CASO Chrystian James Bisi Faustino Diego Allan de Oliveira Luiz Antonio Giroto Luiz Carlos Begosso RESUMO O presente trabalho tem como principal objetivo demonstrar

Leia mais

Diretrizes para Governança de T.I.

Diretrizes para Governança de T.I. Diretrizes para Governança de T.I. Karina Campos da Silva 1, Luís Augusto Mattos Mendes (Orientador) 1 1 Departamento de Ciências da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Barbacena,

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

ITIL. Fundamentos do Gerenciamento de Serviços de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

ITIL. Fundamentos do Gerenciamento de Serviços de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br ITIL Fundamentos do Gerenciamento de Serviços de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Objetivo Prover uma visão geral sobre Gerenciamento de Serviços de TI: Conceito; Desafios; Estrutura; Benefícios;

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Apresentação Apresentação Professor Alunos Representante de Sala Frequência e Avaliação Modelos das aulas

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação

Leia mais

Automação de Processos de Governança de TI. As diversas Gerações da Gestão Organizacional. A Quarta Geração é a da Gestão de Processos

Automação de Processos de Governança de TI. As diversas Gerações da Gestão Organizacional. A Quarta Geração é a da Gestão de Processos Automação de Processos de Governança de TI Autor: Omar Mussi A Governança Corporativa vem sendo adotada pelas organizações para atender às necessidades de um mercado cada vez mais competitivo e para enfrentar

Leia mais

Governança de TI. ITIL v.2&3. parte 1

Governança de TI. ITIL v.2&3. parte 1 Governança de TI ITIL v.2&3 parte 1 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR ITIL 1 1 ITIL Gerenciamento de Serviços 2 2 Gerenciamento de Serviços Gerenciamento de Serviços 3 3 Gerenciamento de Serviços

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática na área de Sistemas

Leia mais

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues Gerenciamento de TI Paulo César Rodrigues *Analista de Sistemas; *Tutor do curso de graduação em Tecnologia em Sistemas de Computação (UFF/Cederj); * Professor do curso Técnico em Informática da Prefeitura

Leia mais

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Governança de TI Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com Governança de TI Ementa: Relacionar a governança de TI com a governança corporativa. Boas práticas

Leia mais

Lista de Exercícios - COBIT 5

Lista de Exercícios - COBIT 5 Lista de Exercícios - COBIT 5 1. O COBIT 5 possui: a) 3 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios b) 3 volumes, 5 habilitadores, 7 princípios c) 5 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios d) 5 volumes, 5 habilitadores,

Leia mais

IT Management Principles

IT Management Principles Exame Simulado IT Management Principles Edição Julho 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada num sistema

Leia mais

A ITIL e o Gerenciamento de Serviços de TI

A ITIL e o Gerenciamento de Serviços de TI A ITIL e o Gerenciamento de Serviços de TI A era da informação Informação, palavra derivada do verbo latim "informare", que significa "disciplinar", "ensinar", "instruir", juntamente com o seu significado

Leia mais

ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO ITIL V3 1.1. Introdução ao gerenciamento de serviços. Devemos ressaltar que nos últimos anos, muitos profissionais da

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com 1 Information Technology Infrastructure Library 2 O que é o? Information Technology Infrastructure Library é uma biblioteca composta por sete livros

Leia mais

Benefícios da ITIL para Gestão dos Serviços de TI

Benefícios da ITIL para Gestão dos Serviços de TI Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 24 08 de outubro de 2014 Benefícios da ITIL para Gestão dos Serviços de TI Eyler Bryan Rodrigues Vieira Santos

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL

Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL Information Technology Infrastructure Library ou Biblioteca de Infraestrutura da Tecnologia da Informação A TI de antes (ou simplesmente informática ),

Leia mais

Simulado ITIL V3 Português Sicoob

Simulado ITIL V3 Português Sicoob Simulado ITIL V3 Português Sicoob Dezembro 2009 1 de 40 A Implementação do Gerenciamento de Serviços Baseados na ITIL requer preparação e planejamento do uso eficaz e eficiente de quais dos seguintes?

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fernando L. F. Almeida falmeida@ispgaya.pt Principais Modelos Capability Maturity Model Integration (CMMI) Team Software Process and Personal Software Process (TSP/PSP)

Leia mais

Conceitos Básicos e Implementação. Entrega de Serviços. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com)

Conceitos Básicos e Implementação. Entrega de Serviços. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com) Conceitos Básicos e Implementação Pref. Mun. Vitória 2007 Analista de Suporte 120 A ITIL (information technology infrastructure library) visa documentar as melhores práticas na gerência, no suporte e na

Leia mais

Glossário Apresenta a definição dos termos, siglas e abreviações utilizadas no contexto do projeto Citsmart.

Glossário Apresenta a definição dos termos, siglas e abreviações utilizadas no contexto do projeto Citsmart. Apresenta a definição dos termos, siglas e abreviações utilizadas no contexto do projeto Citsmart. Versão 1.6 15/08/2013 Visão Resumida Data Criação 15/08/2013 Versão Documento 1.6 Projeto Responsáveis

Leia mais

ITIL. Information Technology Infrastructure Library

ITIL. Information Technology Infrastructure Library Information Technology Infrastructure Library 34929 - Daniel Aquere de Oliveira 34771 - Daniel Tornieri 34490 - Edson Gonçalves Rodrigues 34831 - Fernando Túlio 34908 - Luiz Gustavo de Mendonça Janjacomo

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação

Leia mais

Café da Manhã Corporativo

Café da Manhã Corporativo Café da Manhã Corporativo O ITIL como ferramenta de Governança de TI Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Especialista Newtrend em Governança de TI, é um profissional

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

Serviço de Avaliaça o e Planejamento de Governança de TI

Serviço de Avaliaça o e Planejamento de Governança de TI efagundes.com Serviço de Avaliaça o e Planejamento de Governança de TI O serviço especializado avalia, planeja e implanta um modelo de governança nas organizações de TI alinhado com as estratégias e operações

Leia mais

ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT

ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT LONDRINA - PR 2015 ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT Trabalho de Conclusão

Leia mais

Curso ITIL Foundation. Introdução a ITIL. ITIL Introduction. Instrutor: Fernando Palma fernando.palma@gmail.com http://gsti.blogspot.

Curso ITIL Foundation. Introdução a ITIL. ITIL Introduction. Instrutor: Fernando Palma fernando.palma@gmail.com http://gsti.blogspot. Curso ITIL Foundation Introdução a ITIL ITIL Introduction Instrutor: Fernando Palma fernando.palma@gmail.com http://gsti.blogspot.com Agenda Definição / Histórico Escopo Objetivos Benefícios e Problemas

Leia mais

Por que conhecer o COBIT 5

Por que conhecer o COBIT 5 10Minutos Tecnologia da Informação Saiba quais são as novidades da versão 5 do COBIT Por que conhecer o COBIT 5 Destaques A utilização do COBIT 5 como guia de melhores práticas permite alinhar de modo

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

Processos Técnicos - Aulas 4 e 5

Processos Técnicos - Aulas 4 e 5 Processos Técnicos - Aulas 4 e 5 Trabalho / PEM Tema: Frameworks Públicos Grupo: equipe do TCC Entrega: versão digital, 1ª semana de Abril (de 31/03 a 04/04), no e-mail do professor (rodrigues.yuri@yahoo.com.br)

Leia mais

Capítulo 2 Governança de TIC

Capítulo 2 Governança de TIC Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 2 Governança de TIC PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas de Informação.

Leia mais

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações CobIT Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações Eduardo Mayer Fagundes Copyright(c)2008 por Eduardo Mayer Fagundes 1 Agenda 1. Princípio de Gestão Empresarial

Leia mais

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY)

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos (ref. capítulos 1 a 3 PMBOK) TC045 Gerenciamento de Projetos Sergio Scheer - scheer@ufpr.br O que é Gerenciamento de Projetos? Aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas

Leia mais

CobiT 5. Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? Conhecimento em Tecnologia da Informação

CobiT 5. Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação CobiT 5 Como avaliar a maturidade dos processos de acordo com o novo modelo? 2013 Bridge Consulting All rights reserved Apresentação Sabemos que a Tecnologia da

Leia mais

Governança de TI em Instituições Federais de Ensino Superior

Governança de TI em Instituições Federais de Ensino Superior Governança de TI em Instituições Federais de Ensino Superior Aluno: Mauro André Augusto Leitão Orientador: Asterio Kiyoshi Tanaka Co-Orientadora: Renata Mendes Araujo Programa de Pós-Graduação em Informática

Leia mais

Bernardo Orientador : Prof Hirata

Bernardo Orientador : Prof Hirata Model Framework for Migration based in Free Software Bernardo Orientador : Prof Hirata Santos Dumont Histórico Software Livre 1876 - Alexander Graham Bell AT&T Multics UNIX / C BSD, HP-UX,Solaris,AIX,etc..

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Cenário de TI nas organizações Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

Atividade: COBIT : Entendendo seus principais fundamentos

Atividade: COBIT : Entendendo seus principais fundamentos SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS FLORIANO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PERÍODO

Leia mais

Exercícios ITIL/COBIT

Exercícios ITIL/COBIT Exercícios ITIL/COBIT IADES - 2010 CFA (Conselho Federal de Administração) - Analista de Sistemas No início dos anos 80, foi desenvolvido na Inglaterra, o modelo ITIL (Information Tecnology Infrastructure

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO GOVERNANÇA DE TI O QUE É GOVERNANÇA DE TI É um conjunto de estruturas e processos que visa garantir que a TI suporte e maximize adequadamente os objetivos e estratégias

Leia mais

Profa. Gislaine Stachissini. Unidade III GOVERNANÇA DE TI

Profa. Gislaine Stachissini. Unidade III GOVERNANÇA DE TI Profa. Gislaine Stachissini Unidade III GOVERNANÇA DE TI Information Technology Infrastructure Library ITIL Criado pelo governo do Reino Unido, tem como objetivo a criação de um guia com as melhores práticas

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Gestão em TI Disciplina: Administração de Suporte e Automação Gerenciamento de Suporte Professor: Fernando Zaidan Ago-2009 1 2 Contexto Área de TI lugar estratégico

Leia mais

Sumário. Gerenciamento de serviços de TI terceirizados usando ITIL e ITSM. Boletim técnico

Sumário. Gerenciamento de serviços de TI terceirizados usando ITIL e ITSM. Boletim técnico Gerenciamento de serviços de TI terceirizados usando ITIL e ITSM Boletim técnico Sumário Resumo executivo...................................................2 A oportunidade do Gerenciamento de Serviços

Leia mais

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos.

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos. ITIL V3 Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender o gerenciamento de riscos. Porquê Governança? Porque suas ações e seus requisitos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos (PMI) e sua aplicação em projetos de transporte público.

Gerenciamento de Projetos (PMI) e sua aplicação em projetos de transporte público. Gerenciamento de Projetos (PMI) e sua aplicação em projetos de transporte público. Sérgio Ricardo Fortes 1 ; Ana Cristina Dalborgo 2 1 EMTU Rua Joaquim Casemiro, 290, Bairro Planalto São Bernardo do Campo-SP

Leia mais

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE AMBIENTES CORPORATIVOS BASEADO NA BIBLIOTECA ITIL Clóvis Diego Schuldt Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO Gerenciamento de ativos de software com o CA IT Asset Manager como posso administrar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? agility made possible

Leia mais

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho.

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. AULA 07 - ATPS Prof. Leonardo Ferreira 1 A Estrutura Funcional X Horizontal Visão

Leia mais

Processos Técnicos - Aulas 1 a 3

Processos Técnicos - Aulas 1 a 3 Gerenciamento de Serviços de TI Processos Técnicos - Aulas 1 a 3 A Informática, ou Tecnologia da Informação, antigamente era vista como apenas mais um departamento, como um apoio à empresa. Hoje, qualquer

Leia mais

ivirtua Solutions 4 ITIL

ivirtua Solutions 4 ITIL ivirtua Solutions 4 ITIL ivirtua Solutions ITIL WHITEPAPER ITIL INTRODUÇÃO O ITIL é o modelo de referência para endereçar estruturas de processos e procedimentos à gestão de TI, organizado em disciplinas

Leia mais

Information Technology Infrastructure Library (ITIL)

Information Technology Infrastructure Library (ITIL) Information Technology Infrastructure Library (ITIL) Metodologias de Sistemas 1 Profa. Rosângela Penteado Grupo Guilherme Leme Janito V. Ferreira Filho João Victor Martins Patrícia Inoue Nakagawa Rafael

Leia mais

Proposta ITIL V3 HAND S ON. Apresentação Executiva. ITIL V3 Hand s ON

Proposta ITIL V3 HAND S ON. Apresentação Executiva. ITIL V3 Hand s ON ITIL V3 HAND S ON Apresentação Executiva 1 Os treinamentos de ITIL Hand s On, abordam os processos da gestão de serviços de TI do ITIL v3 e são recomendados e necessários, para quem quer ser tornar um

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI. ITIL (IT Infraestructure Library) Conceitos Básicos Aula 1

Gerenciamento de Serviços de TI. ITIL (IT Infraestructure Library) Conceitos Básicos Aula 1 Gerenciamento de Serviços de TI ITIL (IT Infraestructure Library) Conceitos Básicos Aula 1 Objetivo do Curso Ensinar os conceitos do ITIL V3 apresentando pelos menos as seguintes visões: Mercado Aplicação

Leia mais

Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade?

Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? RESUMO DA SOLUÇÃO CA SERVICE MANAGEMENT - GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? O CA Service Management

Leia mais

Governança de TI. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de TI. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de TI Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança Governar Governança Ato de governar(-se), governo, governação Governar ter mando, direção, dirigir, administrar tratar

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial

Sistemas de Informação Empresarial Sistemas de Informação Empresarial Governança de Tecnologia da Informação parte 2 Fonte: Mônica C. Rodrigues Padrões e Gestão de TI ISO,COBIT, ITIL 3 International Organization for Standardization d -

Leia mais

Governança de TI. ITIL v.2&3. Prof. Luís s Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR ITIL ITIL

Governança de TI. ITIL v.2&3. Prof. Luís s Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR ITIL ITIL Governança de TI ITIL v.2&3 Prof. Luís s Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR ITIL ITIL Gerenciamento de Serviços Gerenciamento de Serviços Gerenciamento de Serviços Gerenciamento de Serviços Gerenciamento

Leia mais

Apresentação do Treinamento

Apresentação do Treinamento Apresentação do Treinamento COBIT 5 Foundation 1 O COBIT 5 fornece um framework completo que ajuda as organizações a alcançar seus objetivos para a Governança e Gestão da TI Empresarial. Em outras palavras,

Leia mais

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC {aula #1} com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11) 9962-4260 http://rildosan.blogspot.com/

Leia mais

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3.

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3. 02m Conteúdo Apresentação do PMBOK Brasília, 25 de Junho de 2015 Fase 01 1.PMBOK e PMI 2. Conceitos 3.Processos Fase 02 4. Áreas de Conhecimento 10m Gerenciamento de Projetos Projeto A manifestação da

Leia mais

ISO/IEC 20000:2005. Introdução da Norma ISO/IEC 20000 no Mercado Brasileiro Versão 1.1, 15.09.2006

ISO/IEC 20000:2005. Introdução da Norma ISO/IEC 20000 no Mercado Brasileiro Versão 1.1, 15.09.2006 ISO/IEC 20000:2005 Introdução da Norma ISO/IEC 20000 no Mercado Brasileiro Versão 1.1, 15.09.2006 André Jacobucci andre.jacobucci@ilumna.com +55 11 5087 8829 www.ilumna.com Objetivos desta Apresentação

Leia mais

Conhecimento em Tecnologia da Informação. Catálogo de Serviços. Conceitos, Maturidade Atual e Desafios. 2012 Bridge Consulting All rights reserved

Conhecimento em Tecnologia da Informação. Catálogo de Serviços. Conceitos, Maturidade Atual e Desafios. 2012 Bridge Consulting All rights reserved Conhecimento em Tecnologia da Informação Catálogo de Serviços Conceitos, Maturidade Atual e Desafios 2012 Bridge Consulting All rights reserved Apresentação Esta publicação tem por objetivo apresentar

Leia mais

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira Governança Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira 1 Definição de Governança Governança Corporativa: É a Estrutura que identifica os objetivos de uma organização e de que forma pode-se

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Enterprise Resouce Planning ERP O ERP, Sistema de Planejamento de Recursos

Leia mais

exame simulado ISO/IEC 20000 Foundation Bridge in IT Service Management according to ISO/IEC 20000 edição Julho 2009

exame simulado ISO/IEC 20000 Foundation Bridge in IT Service Management according to ISO/IEC 20000 edição Julho 2009 exame simulado IS20FB.PR_1.0 ISO/IEC 20000 Foundation Bridge in IT Service Management according to ISO/IEC 20000 edição Julho 2009 conteúdo 2 introdução 3 exame simulado 8 gabarito de respostas 18 avaliação

Leia mais

GERENCIAMENTO DE INCIDENTES COM AS PRÁTICAS ITIL

GERENCIAMENTO DE INCIDENTES COM AS PRÁTICAS ITIL FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Felipe Tanji Caldas GERENCIAMENTO DE INCIDENTES COM AS PRÁTICAS ITIL São Paulo 2011 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Felipe Tanji Caldas GERENCIAMENTO DE INCIDENTES

Leia mais

Gestão de Serviços de TI com ITIL: resultados da implantação no CPD da UFSM

Gestão de Serviços de TI com ITIL: resultados da implantação no CPD da UFSM Gestão de Serviços de TI com ITIL: resultados da implantação no CPD da UFSM Fernando Pires Barbosa, Carlos Roberto Gressler, Marcio Andre Dell Aglio Frick, Daniel Michelon de Carli, Giséli Bastos, Henrique

Leia mais

MAXIMILIANO MINUCELLI GAIA SERVICE DESK: IMPLEMENTAÇÃO DE UMA APLICAÇÃO SERVICE DESK

MAXIMILIANO MINUCELLI GAIA SERVICE DESK: IMPLEMENTAÇÃO DE UMA APLICAÇÃO SERVICE DESK MAXIMILIANO MINUCELLI GAIA SERVICE DESK: IMPLEMENTAÇÃO DE UMA APLICAÇÃO SERVICE DESK LONDRINA PR 2015 MAXIMILIANO MINUCELLI GAIA SERVICE DESK: IMPLEMENTAÇÃO DE UMA APLICAÇÃO SERVICE DESK Versão Preliminar

Leia mais

Governança de TI. Renato Jesus

Governança de TI. Renato Jesus TI Governança Governança de TI Informações sobre o instrutor Formado em Matemática pela FAHUPE Pós-Graduado em Análise de Sistemas pelo IBAM MBA Executivo em Finanças pelo IBMEC Pós-Graduado em Comércio

Leia mais

IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000

IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000 Exame simulado IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000 Edição outubro 2011 Copyright 2011 EXIN All rights reserved. No part of this publication may be published, reproduced, copied

Leia mais

NÍVEL DE ENSINO: Graduação CARGA HORÁRIA: 80h PROFESSOR-AUTOR: Walisson Ferreira de Carvalho APRESENTAÇÃO

NÍVEL DE ENSINO: Graduação CARGA HORÁRIA: 80h PROFESSOR-AUTOR: Walisson Ferreira de Carvalho APRESENTAÇÃO NÍVEL DE ENSINO: Graduação CARGA HORÁRIA: 80h PROFESSOR-AUTOR: Walisson Ferreira de Carvalho DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE TECNOLOGIA APRESENTAÇÃO Nas últimas décadas a Tecnologia da Informação deixou de ser

Leia mais

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Conceitos de Governança de TI Fatores motivadores das mudanças Evolução da Gestão de TI Ciclo da Governança

Leia mais

Governança de TI - um estudo sobre ITIL e COBIT

Governança de TI - um estudo sobre ITIL e COBIT Governança de TI - um estudo sobre ITIL e COBIT Sheron Marciliana de Castro Lopes (sheronlopes9@hotmail.com) Valesca Giordani André (valesca_giordani@hotmail.com) José Manoel Souza das Neves (jmneves.fatec@gmail.com)

Leia mais

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao 1 Tópicos Especiais Novembro - 2008 2 Referências

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Planejamento, implantação e gerenciamento da Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 5 1 Implantação empreendimento de longo prazo. Requisitos básicos: Liderança

Leia mais