Jornal da Anglo. VALORES QUE NOS GUIAM Com eles, rumo à liderança mundial em mineração. Págs. 6 e 7

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Jornal da Anglo. VALORES QUE NOS GUIAM Com eles, rumo à liderança mundial em mineração. Págs. 6 e 7"

Transcrição

1 Jornal da Anglo N E G Ó C I O M E T A I S B Á S I C O S P U B L I C A Ç Ã O I N T E R N A D A A N G L O A M E R I C A N B R A S I L. A N O 3. N º 1 1. M A R Ç O / A B R I L VALORES QUE NOS GUIAM Com eles, rumo à liderança mundial em mineração Págs. 6 e 7 PREÇOS: para cada um dos nossos produtos, uma dinâmica diferente Pág. 5 CRISE E PLR: em ano difícil, as metas são mais desafiadoras. Acompanhe Pág. 10 DE ONDE VIEMOS? Conheça um pouco da história do Grupo Anglo American Pág. 11

2 PALAVRA DA ANGLO NOSSOS VALORES EMPRESARIAIS Segurança. Inovação. Colaboração. Preocupação & Respeito. Responsabilidade. Integridade. Esses são os nossos valores empresariais. Eles nos guiarão rumo a nossa ambição de nos tornarmos "a empresa líder global em mineração". Não chegaremos lá a qualquer preço, pois não é isso que queremos. Sermos líderes em nosso ramo significa também sermos os melhores em tudo o que fazemos. Significa que trabalhamos em SEGURANÇA, de forma INOVADORA, COLA- BORATIVA e RESPONSÁVEL, com PREOCU- PAÇÃO, RESPEITO e INTEGRIDADE em relação a nós mesmos e aos outros. Eu acredito e vivo esses valores. E você? Tenho certeza que sua resposta é sim, pois eu, você e toda a comunidade Anglo queremos colegas comprometido com eles trabalhando ao nosso lado. Na nossa matéria de capa, vamos ver o que muitas de nossas lideranças têm a dizer sobre os nossos valores. Com a nossa ambição, nunca foi tão claro onde queremos chegar, e com o modelo Uma Só Anglo, como chegaremos lá. Mas quem fará isso? Cada um de nós, pois uma empresa é feita de pessoas, que, no nosso caso, possuem valores muito sólidos! Portanto, a mudança começa com você. Seja um exemplo dos nossos valores. Coloque a SEGURANÇA em primeiro lugar, mostre PREOCUPAÇÃO e RESPEITO, aja com INTEGRI- DADE, seja RESPONSÁVEL, COLABORE com seus colegas, e encontre sempre uma maneira de INOVAR. Walter De Simoni Presidente da Anglo American Brasil NOSSA GENTE 2 DO YOU SPEAK ENGLISH? (VOCÊ FALA INGLÊS?) Com 36 anos de Anglo American, Adaury Cardoso possui funções únicas dentro da empresa: administra a transferência internacional de empregados expatriados (ou seja, pessoas que vivem fora de seu país natal). A transferência de profissionais brasileiros para o exterior e de estrangeiros para o Brasil envolve várias dificuldades que tornam o dia a dia de Adaury muito movimentado. Minha missão é fazer com que quem chega ou vai tenha todo o apoio possível na transição, seja jurídica, profissional e até pessoal, pois ajudamos na alocação da pessoa. Sugerimos opções de residência, escolas para filhos etc. Seu interesse no inglês foi um dos pontos de partida para uma trajetória repleta de desafios. Em 15 anos trabalhando com extradição de profissionais da Anglo, pude praticar bastante meu inglês. Era uma troca, os estrangeiros falavam em português para exercitar e eu falava em inglês, conta Adaury, engenheiro de formação. Quando você receber um colega estrangeiro ou tiver algum brasileiro indo para fora, você já sabe: tem participação do Adaury aí! Seu trabalho começa com a decisão de que alguém será transferido, seja do Brasil para outro país ou vice-versa. Acompanho todo o processo legal e preciso estar sempre atualizado de mudanças na legislação, discussões sobre o tema e qualquer assunto que envolva a área. Atendo todos os negócios da Anglo que necessitem dessas transferências no Brasil e não só Metais Básicos. O processo todo é muito cuidadoso, pois existem diferenças legais entre os países que precisam ser respeitadas, diz. Adaury conta para tudo isso com o apoio de outras áreas da empresa, como o Jurídico, Recursos Humanos e Tributário, além de advogados em Brasília e no Rio. Entre as histórias mais curiosas relacionadas ao seu trabalho está a disputa por um casal de tartarugas Ermengarda e Florisbelo. Nós alugamos uma casa para um empregado do exterior e as tartarugas faziam parte do pacote. Na devolução da chave, os bichinhos foram levados pela viúva do proprietário. O problema é que o pai do proprietário resolveu disputar as tartarugas na Justiça com a nora e como nós éramos os locatários tivemos que ajudar na resolução da questão, lembra.

3 ACONTECE ZERO LESÃO: NÓS PODEMOS E FAREMOS, SE TODOS TRABALHAREM JUNTOS Boas performances em Segurança Ocupacional precisam ser reconhecidas e divulgadas. Este é o objetivo do Prêmio CESA (Chief Executive Safety Awards Prêmio Mundial de Segurança), que busca todos os anos valorizar as boas práticas em todo o Grupo Anglo American. Em 2009, foi criada uma categoria específica para empregados que motivam e inspiram outros a agir de forma segura em suas atividades. Luiz Pedro D Império, coordenador de Manutenção da unidade de Cubatão, foi o empregado indicado entre todos da Anglo Metais Básicos no Brasil. Há 34 anos na empresa, e com participação ativa na CIPA há 7, ele é reconhecido por, constantemente, buscar o envolvimento das pessoas com a segurança. Todos somos responsáveis pela segurança e não devemor medir esforços para garanti-la. Os empregados e contratados, independente da atividade que exercem, têm que estar focados na segurança., diz. Cada país pode indicar um representante para cada categoria. A edição deste ano acontece em maio. A Anglo Metais Básicos no Brasil também concorre em: 1 - Excelência em Desempenho de Segurança: Projeto Barro Alto e Codemin; 2 - Operação que apresentou melhoria significativa em Segurança: Anglo American Copebrás Cubatão; 3 - Contratada destaque em Segurança Fagundes (Anglo American Copebrás ouvidor). Luiz Pedro D Império é o empregado da Anglo Metais Básicos no Brasil que mais motiva e inspira os outros a agir de forma segura em suas atividades CASA NOVA NO PROJETO BARRO ALTO O escritório administrativo é a primeira edificação concluída no Projeto Barro Alto VAI E VOLTA Desde a criação do novo sistema integrado de comunicação interna e sua implantação ao longo de 2008, a Anglo vem implementando ferramentas de monitoramento para avaliar se o sistema tem funcionado e para ter retorno das opiniões dos empregados (o famoso feedback). Exemplos são os Grupos de Comunicação, os formulários distribuídos após as edições da Palavra do Presidente e o questionário de feedback anexo ao Roteiro Gerencial*. Em abril, a área de Comunicação lançou outras ferramentas de monitoramento: formulários de acompanhamento de avaliação da comunicação direta entre líderes e suas equipes (aplicados no líder e demais empregados) e de acompanhamento do desempenho da Comunicação Interna para os Grupos de Comunicação. Queremos com essas ferramentas avaliar e medir o desempenho da empresa em Comunicação Interna. O foco será a comunicação direta, ou seja, aquela que acontece entre as pessoas, diariamente, quando um líder precisa repassar a sua equipe uma mensagem importante sobre a organização., comenta Bruno Polizio, analista de Comunicação Interna do Escritório de São Paulo. Todo esse trabalho e os detalhes da aplicação de todas as ferramentas serão divulgados a partir de maio. Aguarde. * O Roteiro Gerencial é uma ferramenta impressa distribuída às lideranças para auxiliá-las na transmissão de mensagens de grande impacto aos empregados. No dia 10 de março foi entregue a primeira edificação concluída do projeto Barro Alto: o prédio principal do escritório administrativo, que será utilizado pela equipe de préoperação e pelas gerências da futura planta de beneficiamento de ferroníquel. Na cerimônia simbólica, o gerente geral do Projeto Barro Alto, Euler Piantino, entregou as chaves do prédio para o diretor industrial da Codemin, Regis Antônio de Pádua. É um marco importante, pois é o início da transição da construção para a operação, diz César Dias Mendes, gerente de construção do Projeto Barro Alto. Segundo o engenheiro de planejamento, Welberty Barbosa de Melo, o evento consistiu na entrega das chaves, seguida de discursos de Euler e Régis, e uma bênção do padre da paróquia de Barro Alto. O prédio será ocupado gradualmente até o início da operação, em Em abril, mudam-se para lá as equipes de Manutenção e o Contábil-Financeiro. 3

4 ACONTECE EQUIPE DE SEGURANÇA OCUPACIONAL ORIENTA COMUNIDADE DE NIQUELÂNDIA No dia 21 de março, a equipe de Segurança do Trabalho de Niquelândia iniciou um ciclo de palestras para a comunidade com o objetivo apresentar práticas seguras que devem nos orientar no dia a dia. O primeiro encontro, na sede da Associação da Vargem Redonda, tratou da prevenção de acidentes com energia elétrica. A eletricidade é um benefício que o Governo acabou de instalar na zona rural, mas a população não sabe como lidar com ela, não conhece os riscos, conta Eudis Denner, especialista de Segurança do Trabalho. Os próximos encontros tratarão de dicas para evitar acidentes domésticos com crianças, produtos químicos e animais peçonhentos. Os representantes da associação foram bastante receptivos e trarão a família nas próximas palestras, porque a mensagem é importante para todos, comenta Eudis. Eudis, no centro e de camisa azul escuro, é um dos palestrantes e organizadores do evento INOVAÇÃO UMA IDEIA NA CABEÇA! Nos últimos meses, ampliamos nosso foco de Melhoria Contínua para a Otimização de Ativos que passou a gerar benefícios ao nos ajudar a aproveitar da melhor maneira possível os nossos ativos (equipamentos e demais recursos). No momento, em Melhoria Contínua, o espírito é: o objetivo é focar a geração de ideias que possam ser iniciativas operacionais que agreguem valor ao processo. Nesse momento de turbulência no mercado, nossa meta está em encontrar idéias que se tornem iniciativas (veja edições 5 e 6) para redução de custos em nossos processos e não, necessariamente, aumento de produção, comenta Adriana Verri Bass, coordenadora de Otimização de Ativos e Melhoria Contínua. Esse é um dos aspectos-chave para entender o que queremos de nossos empregados. Todas as sugestões continuam sendo cadastradas no Sistema Mais, porém, a prioridade será para aquelas que representam economias (savings) sem necessidade de investimentos. Com baixa demanda no mercado, iniciativas de aumento de produção serão aproveitadas em outros momentos mais adequados, assim como iniciativas que necessitem de recursos financeiros, uma vez que a empresa está controlando investimentos para manter recursos disponíveis em caixa. Para nós, as equipes das operações são fundamentais para mantermos nosso desempenho competitivo. Eu sempre digo o seguinte: quer saber a temperatura da água? Pergunta para quem está na panela. Portanto, se queremos que o nosso produto mantenha a qualidade, mas saia por um custo menor, temos que ouvir as sugestões de quem vivencia o processo no dia-a-dia, da mesma maneira que os custos administrativos são melhor avaliados nos escritórios, exemplifica Adriana. O empenho de todos, portanto, é essencial. 4 Em momentos de crise, precisamos ainda mais de idéias de CI. Na foto, a mina de rocha fosfática que alimenta as plantas de produtos fosfatados em Catalão, Ouvidor e Cubatão, um de nossos ativos mais importantes Nem toda iniciativa precisa de investimento. Uma solução simples pode mudar nossa composição de custo. Já pensou nisso hoje?

5 NOSS O NEGÓCIO ESTICA E PUXA: A ARTE DE COMPOR PREÇO EM UM MERCADO EM CRISE As variações de preço de nossos produtos estão ligadas ao ramo ao qual eles se destinam (construção civil, agricultura, siderurgia etc), e também à relação entre sua disponibilidade e procura no mercado (em outras palavras, oferta e demanda*) Um de nossos principais produtos, o ferroníquel, é considerado uma commodity. Esta palavra é utilizada para mercadorias primárias (com pouco ou nenhum grau de industrialização) que têm grande oferta e demanda no mundo e pouca diferenciação entre os diferentes produtores ao redor do planeta. Exemplos: arroz é sempre arroz, petróleo é sempre petróleo, ferroníquel é sempre ferroníquel. As commodities têm organismos reguladores de preço. Para determinação do preço de venda do ferroníquel, são utilizadas as cotações do níquel publicadas diariamente pela London Metal Exchange (LME Bolsa de Metais de Londres), uma espécie de bolsa de valores para metais. Ela leva em conta, além da oferta e da demanda de cada produto, a especulação dos Fundos de Pensão. A única interferência do produtor na formação do preço é a negociação diretamente com clientes sobre descontos ou acréscimos (prêmio) sobre o preço da LME, dependendo do aquecimento do mercado e do tipo de contrato. Contratos de longo prazo são mais vantajosos porque você mantém a base de preço, explica Waldir Ventura, gerente de Vendas para ferroníquel. Entretanto, se fôssemos começar a vender minério de Barro Alto agora, durante a crise, as condições para negociação de preço seriam desfavoráveis, pois os preços estão baixos. Por outro lado, o preço do ferronióbio, em um mercado em que apenas três empresas são responsáveis por 95% da produção mundial, não funciona da mesma forma. Ele não tem uma cotação internacional de preços, então os preços são calculados com base em pesquisas de mercado, em negociações com clientes, sempre levando em conta as particularidades de cada mercado a que se destina. Mais uma vez, é a oferta e a demanda em Processo de granulação do ferroníquel, em Niquelândia cada país e interesse estratégico dentro de nosso portfólio que orienta o preço. Outra preocupação é não permitir que o preço suba a patamares tais que venham a viabilizar substituições pelo ferrovanádio, uma possível alternativa ao ferronióbio, em vez do nosso produto, explica Fábio Prieto, gerente de Vendas para ferronióbio. No caso dos fertilizantes fosfatados, os nossos preços para o mercado interno são baseados no preço dos produtos concorrentes importados, porque a produção brasileira é pequena: o País é responsável por apenas 2% da produção mundial, e importa 50% do que consome. O mercado de produtos agrícolas, que são commodities, também influencia. Nos últimos anos vários fatores influenciaram positivamente os preços dos fertilizantes, como o crescimento da população mundial e da sua renda, aumentando o consumo de alimentos, a demanda de fertilizantes para a produção de biocombustíveis e a redução dos estoques mundiais de grãos, que motivou o aumento da área plantada, explica José Antonio de Lima, diretor comercial das operações da Anglo Metais Básicos no Brasil. Com a crise houve uma desvalorização no preço dos grãos, como soja e milho, e isso afetou o preço do fertilizante. E atualmente estamos em período de colheita, e nesta época, os agricultores compram menos fertilizantes, conta Ortemar Gonçalves, vendedor técnico de fertilizantes em Catalão. Apesar do cenário desfavorável no curto prazo, Lima acredita em uma recuperação rápida. O mercado de alimentos é menos vulnerável que outros, opina o executivo. * Quando há muita disponibilidade de um produto e pouca procura por ele, o preço tende a cair. O inverso também é verdadeiro: quando há muita procura e pouca disponibilidade, o preço aumenta. 5

6 CAPA: VALORES DA ANGLO VALORES QUE NOS GUIAM Para crescer cada vez mais como Uma Só Anglo (One Anglo) e para atingirmos nossa ambição de nos tornarmos a empresa líder global em mineração, nossa companhia compartilha com todos seus seis valores fundamentais, que estão sendo disseminados por todo o mundo desde outubro de Nesta reportagem, você vai conhecer um pouco mais sobre a importância desses valores que devem nos guiar em nossa jornada diária e como eles se concretizam diariamente em nossas unidades Ao longo de abril e maio, as lideranças da empresa estão compartilhando com todos os empregados a ambição, visão em valores da Anglo American em eventos chamados Uma Só Anglo: Compartilhando a Ambição. Na foto, um grupo de empregados em Cubatão fazendo um dos exercícios durante o evento O que você valoriza? Mesmo sem perceber, fazemos essa pergunta a nós mesmos todos os dias, a todo momento. Valorizar, segundo o dicionário Houaiss, é dar valor, importância (a algo, alguém ou a si próprio) ou reconhecer o valor de que é dotado. E é por atribuir ou não valor às coisas que definimos o que é bom e importante para nós e tomamos nossas decisões do dia a dia, como que roupa vestir, o que comer ou que filme assistir no cinema. Valorizamos aquilo e aqueles que nos são próximos e queridos nossos familiares e amigos, animais de estimação, ou mesmo objetos pessoais. Da mesma forma, valorizamos atitudes e comportamentos que nos parecem corretos. Se é assim na nossa vida pessoal, não teria por que ser diferente no ambiente profissional. E é por acreditar que valores comuns são fundamentais para nos consolidarmos como Uma Só Anglo e conquistarmos nossa ambição ser a empresa líder mundial de mineração que o Grupo Anglo American também tem valores que considera a base de sua atuação. Mais do que isso, a Anglo acredita na importância de esses valores serem compartilhados por todos os seus empregados, pois eles são fundamentais não só para a empresa como um todo, mas também para o crescimento de cada um dentro dela. Sobretudo num momento em que tanto se fala em crise mundial, acreditar em valores comuns para nos fortalecer como indivíduos e organização é um fator crucial, o que, inclusive, nos distingue da concorrência. Portanto, já que a forma como os empregados se comportam reflete na produtividade e desempenho da empresa inteira, a aplicação dos nossos valores Segurança, Integridade, Colaboração, Inovação, Preocupação & Respeito e Responsabilidade deve ser uma constante no cotidiano de cada um. Veja o que algumas de nossas lideranças pensam sobre eles e como os aplicam: Segurança Não é à toa que a Segurança foi considerada o valor mais importante por toda a diretoria executiva da Anglo, comenta Roque Fernandes Coelho, gerente de Geologia da unidade de Barro Alto. Por acreditar que todas as lesões podem ser evitadas (Zero Lesão), os empregados da Anglo American se preocupam de verdade com sua segurança e a dos outros, reavaliando os riscos de maneira contínua e cumprindo com as normas e procedimentos da companhia. Para a Anglo, a segurança deve ser colocada em tudo e tornar-se uma forma de vida do empregado, dentro e fora da companhia, postura que Roque já adotou. É uma questão básica, não fazemos nada sem colocar segurança em primeiro lugar. É com o trabalho com segurança que podemos atingir nossas metas, completa. Preocupação & Respeito Tratar as pessoas com respeito, dignidade e cortesia, independentemente de suas origens, estilo de vida ou posição, são atitudes que todos devem ter em sua vida. Na Anglo, essa deve ser uma postura não só para com nossa equipe e os demais empregados da companhia, mas com todos os nossos públicos. O coordenador de Relações com a Comunidade da Unidade de Catalão/ Ouvidor, Antônio Alves de Avelar, ressalta que o valor Preocupação & Respeito é uma 6

7 constante nas ações junto à comunidade. Nossos fóruns comunitários semestrais e o programa de visitas da comunidade Anglo Convida são exemplos concretos de transparência, comenta. Recebermos reclamações da comunidade, tratar o assunto junto aos setores específicos da empresa e dar um retorno formal ao reclamante é sinal de respeito com os públicos, diz ele, que destaca também a importância de passar o discurso para a prática. Segundo Avelar, outras maneiras de a Anglo demonstrar preocupação e respeito são investimentos sociais, que são definidos por comitês locais formados por empregados. Integridade Para Carlos Roberto de Moraes, coordenador de Produção de Cubatão, a Integridade é um valor completo. Se você tem em sua base a integridade, com certeza estará praticando esses outros valores da Anglo. Não é apenas um valor da empresa, mas base de sustentação de um ser humano e requisito fundamental para o desenvolvimento equilibrado da sociedade, ressalta. Ao definir os valores que nos guiarão rumo à concretização do One Anglo, a empresa e consequentemente todos os seus empregados devem praticar a honestidade, ética e transparência e fazer o que é correto mesmo correndo o risco de ser impopular. Tratar as pessoas e problemas de maneira direta e dizer quando algo não está correto, além de manter a coerência entre nossas palavras e ações, são atitudes que também fazem parte desse valor. Responsabilidade Assumir responsabilidade sobre nossas decisões, ações e resultados, bem como cumprir nossas promessas e delegar responsabilidades aos demais devem ser atitudes presentes no nosso dia a dia. Por isso, para o coordenador de Compras da Unidade de Catalão/Ouvidor, Osvaldo Francisco da Silva, Grupo de empregados de São Paulo assistindo a uma apresentação do Programa de Ernesto Katsurayama, diretor Financeiro da Anglo Metais Básicos no Brasil a Responsabilidade é um valor fundamental. Se não houver responsabilidade, a empresa não sobrevive, afirma. Esse valor também inclui a postura de ir sempre além do chamado do dever em benefício da companhia e sempre reconhecer e aprender com nossos próprios erros. Somos responsáveis pelo que cativamos e construímos, e ter transparência, integridade e responsabilidade resulta em cidadania, completa Osvaldo. Colaboração Atuar como uma companhia única, onde trabalhamos juntos para que os objetivos sejam atingidos por toda a organização. Esse é o princípio do valor Colaboração que Jorge Gonçales, coordenador de Controle de Qualidade da unidade de Cubatão, diz experimentar na prática. Queremos implantar a norma para nossos produtos e serviços e o pessoal de Niquelândia, que já foi certificado, está nos ajudando. É importante podermos trocar nossas impressões, explica. Para Jorge, a integração e troca de informações são essenciais para garantir a Para Roque, a Segurança é um valor básico: não fazemos nada sem colocar segurança em primeiro lugar colaboração. Isso pode ocorrer de diversas maneiras, como por meio da comunicação de expectativas e contribuições para que as pessoas realizem seus trabalhos de maneira eficiente, bem como do reconhecimento do esforço e contribuição dos demais. Inovação Sempre aberta a novos enfoques e formas de pensar, com este valor a Anglo incentiva todos os seus empregados a questionarem a forma como sempre foi feito para proporem coisas novas a fim de melhorar o negócio e utilizar os recursos de maneira mais eficiente e eficaz. Essa missão se encaixa perfeitamente na atividade de Roque. A gerência de geologia de Mina é relativamente nova na Anglo, então isso nos deu uma oportunidade de inovar, criar novos procedimentos, implantar novos processos, tudo em prol da excelência operacional, explica. Além de desenvolver soluções orientadas para o futuro, faz parte deste valor a constante busca e aplicação da aprendizagem de nossa própria experiência e da dos demais em nossas atividades diárias. Esses são os seis valores que devem nos guiar dentro da Anglo American, nos quatro cantos do mundo e nos nossos cinco negócios. Eles representam o que há de melhor na companhia. E em você! 7

8 SEGURANÇA OCU PACIONAL AO VESTIR OS EPI S, DEIXE A CRISE DE LADO É natural que, em um momento de crise como o que estamos vivendo, fiquemos inseguros com relação ao futuro. Mas não podemos deixar a peteca cair e nos descuidarmos em nosso trabalho Toda vez que uma pessoa está preocupada com algo que ainda está por vir (ou seja, sofrendo por antecipação), ela está menos ligada nas atividades do presente, explica a psicóloga Aline Marques, analista de recrutamento e seleção no escritório de São Paulo. Isto faz com que a pessoa esteja mais suscetível a acidentes, alerta. Segundo ela, há estudos que mostram que se uma pessoa cresceu em um ambiente onde as pessoas valorizavam a segurança, ela é menos vulnerável a deslizes por causa de stress. Estas preocupações com o futuro causam reações comportamentais negativas como eficiência inconstante e erros frequentes. Sintomas físicos também podem ocorrer, como cansaço releia a matéria sobre stress na edição 8 do Jornal da Anglo (na época, Matéria-Prima). Tudo isso prova que o nosso emocional tem um papel importante em nosso desempenho diário no trabalho e, consequentemente, em nosso cuidado com a segurança nossa e dos outros. Outra reação, segundo Aline, é achar que qualquer outra coisa é menos importante do que o que nos preocupa. Isto acontece de forma inconsciente, conta a psicóloga. Se você perguntar para a pessoa o que é mais importante, ela vai dizer que é a segurança. Mas às vezes, na prática, não é isso que ela mostra. Por isso, é essencial sempre prestar atenção e relatar condições perigosas: cuidarse ativamente, ou seja, pensar eu estou atento à segurança dos demais como os demais estão atentos a minha. É importante que as pessoas percebam que estão suscetíveis a essas situações e que adotem comportamentos preventivos, como pedir para um colega checar se o procedimento está sendo realizado de maneira correta. Em momentos de crise e instabilidade emocional, precisamos redobrar nossos esforços para seguir as regras e procedimentos de forma segura e adotar medidas de controle adequadas aos perigos com os quais nos deparamos, comenta Gustavo Nunes Ferreira Neto, analista de Riscos de Segurança do Trabalho do Escritório de São Paulo. E lembre-se: PREOCUPAÇÃO E CONCENTRAÇÃO Jonas Batista de Lima, operador da produção de concentrado úmido da Copebrás Ouvidor, concorda que não podemos deixar que a preocupação tire nossa concentração. Isso pode interferir no rendimento da pessoa, principalmente na segurança. Não podemos esquecer que nada mudou, ainda temos segurança, treinamentos, equipamentos, lembra Jonas. A segurança, mais importante do que para a empresa, é para a gente, reforça. os erros podem acontecer no âmbito administrativo e operacional. É por toda a importância que possui o nosso emocional e comportamento frente à segurança, que os Sistemas de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (Anglo Safety Way e Anglo Health Way) possuem como um de seus pilares a avaliação de perigos e riscos com ênfase no comportamento humano nas atividades e processos da empresa. Matéria sugerida pelos Grupos de Comunicação Preocupações causam reações comportamentais negativas, comenta Aline, psicóloga e analista de RH Segundo Gustavo, é importante seguir regras e procedimentos de segurança sempre Jonas e seu filho, em sua residência, depois de seu turno de trabalho 8

9 DESE NVOLVIMENTO SU STENTÁVEL Edgar, transferido da Loma de Níquel (Venezuela) para a Codemin no ano passado, é champion de Energia de Niquelândia ANGLO AMERICAN, MAIS UMA CONQUISTA: CAMPEÃ EM MEIO AMBIENTE As metas de desenvolvimento sustentável fazem parte da rotina dos empregados. Veja como temos trabalhado com elas na prática As metas mais ousadas, neste caso, dizem respeito à redução do consumo de água e energia em 15% e de emissão de CO 2 em 10% até 2014, em relação aos números de Ousadas, mas plenamente atingíveis pelo menos se depender dos esforços conjuntos dos champions* das unidades de Metais Básicos no Brasil - responsáveis por articular, monitorar e reportar as ações relativas às reduções dos consumos de água e energia para a matriz. De acordo com o champion de Energia de Cubatão, Thiago Michelletti, analista de Sistemas de Gestão Integrada, em 2008 a unidade reduziu 16% do total de energia consumida. No ano passado, com a descontinuidade da planta de STPP e a venda do vapor, ultrapassamos a meta estabelecida para o período, que era de 6%, explica o analista. Além disso, substituímos o óleo combustível por gás natural e tail gás para geração de energia na planta de Granulação, e com isso reduzimos também as emissões de CO 2, completa. Em Catalão, de 2004 até o ano passado, a redução do consumo específico de energia foi de 6,5%. Entre as ações estão a modificação da turbina de cogeração, a troca de motores de baixo rendimento para os de alto rendimento, o estudo de seletividade, realizado nos disjuntores, e a troca de 48 caminhões por 10 carretas mais modernas e eficientes, que economizou 15% de combustível, diz o champion Gustavo Riccioppo, coordenador de Manutenção Elétrica da Copebrás Catalão. Em Niquelândia, está sendo realizado um trabalho para reduzir o consumo específico de óleo combustível nos fornos calcinadores, que representam 30% do consumo de energia da unidade. A idéia é substituir o óleo pela madeira de eucalipto, que é um recurso renovável, mais barato e menos poluente, conta o engenheiro de processo Edgar Jesus Betancourt, champion de Energia de Niquelândia. Estamos trabalhando em adequar a madeira ao tamanho certo para ser utilizado nos fornos. A iniciativa faz parte de um programa chamado Codemin 3, que conta com diversas ações e deve proporcionar uma redução de 11% na emissão de CO 2 e aumentar a produção de minério fundido. O Projeto de Redução de Efluente Líquido, do Comitê de Otimização do Reuso da Água de Cubatão, foi uma importante iniciativa na redução de consumo de água captada do meio ambiente. Quando o comitê foi criado, em 1999, o uso era de 600 m 3 de H 2 O/h. Hoje, esse número caiu para 350 m 3 de H 2 O/h. Segundo a champion Ingryd Muller, engenheira de Produção, além do projeto, os tanques de água percolada e de água pluvial, de reciclo e reuso, contribuíram para a considerável redução de 24% do uso da água em 2008 quando a meta era de 6%. Catalão conseguiu utilizar 6% menos água no ano passado. Para Cássio Paixão, coordenador de Meio Ambiente de Catalão/Ouvidor, um dos fatores que contribuíram foi o alteamento da barragem de rejeito, que acumulou mais água da chuva. Além disso, trabalhamos em circuito fechado, ou seja, não há lançamento de efluente para o sistema de água aberto, pois quase 100% da água utilizada é reciclada, conta. Projetos para melhorar ainda mais esses valores é o que não falta. Tenho certeza que, muito em breve, os números serão melhores ainda, conclui. Na unidade de Niquelândia, a maior parte da água é reutilizada. Retiramos do meio ambiente apenas o que utilizamos para repor o que perdemos com evaporação, explica Edgar. Estamos investindo este ano em sistemas para monitorar o nosso consumo e ver onde temos oportunidades de melhorar, conta. *Em português, campeões. Barragem de rejeitos em Ouvidor 9

10 POR DENTRO DO RH PLR: ESTÍMULO À SUPERAÇÃO EM TEMPOS DE CRISE A PLR Participação nos Lucros e Resultados é um importante incentivo à produtividade e inovação de todos nós, pois é uma ferramenta que mede a contribuição de nosso trabalho para o negócio a partir das metas que são estabelecidas A PLR foi mantida para Neste período de crise, as metas estão mais desafiadoras, mas são realistas e estimulam iniciativas que promovem maior produtividade dentro do cenário atual. Para Jader Anacleto Junior, operador do fosfórico na unidade de Cubatão, a PLR é um acordo onde todos ganham. Ela faz com que os empregados busquem soluções para melhorar a produção, reduzir custos operacionais e setoriais, gerando ganhos para a empresa, a comunidade, o meio ambiente e também um retorno financeiro para o próprio empregado. Segundo Elias da Silva, gerente de administração de RH, os representantes das comissões de empregados estão sendo orientados a propor metas alinhadas à estratégia da Anglo frente à crise. A analista de RH Patrícia Zaborowsky é integrante da comissão de PLR no escritório de São Paulo e relembra a função das Comissões de PLR. Elas servem para representar os empregados frente à empresa. Os representantes são responsáveis por negociar como será a PLR e assinar o contrato junto com o sindicato e a organização. Existem comissões de PLR em todas as unidades, e os representantes são eleitos pelos departamentos a cada dois anos. A composição da PLR em 2009 é a mesma do ano anterior, ou seja, de até 3 remunerações por empregado, caso as metas sejam 100% atingidas, pagas em dois momentos diferentes. Os empregados do talent pool* continuam com metas individuais, que podem remunerar um adicional de até 0,55 salário. A Segurança Ocupacional continua sendo prioridade. Diretrizes corporativas para PLR 2009 Cada unidade possui metas próprias e específicas para a composição de suas respectivas PLRs. Entretanto, todas seguem diretrizes corporativas 1) As metas que compõem a PLR são dividas em: operacional (produção), segurança, Otimização de Ativos/ Melhoria Contínua, departamental e financeiro. Para saber o peso de cada uma delas na sua PLR, consulte seu representante da Comissão de PLR. 2) O pagamento em 31/07/09, equivalente a uma remuneração, está vinculado à entrega da revisão das metas departamentais e individuais ao RH até o dia 10/07/09. 3) O pagamento em 31/01/2010 está vinculado à entrega do fechamento das metas departamentais e individuais ao RH até o dia 10/01/ ) Todos os pagamentos serão feitos sobre a remuneração = salário nominal + adicionais fixos. Qualquer dúvida sobre os conceitos, procure seu RH local. *talent pool: literalmente banco de talentos, é um grupo do qual fazem parte diretores, gerentes, coordenadores e supervisores, além de profissionais que são formados em cursos superior correspondentes às suas áreas de atuação PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PLR Quem participa da PLR? Todos os empregados abaixo do nível de coordenação e especialista. O que muda para as operações e escritórios em 2009 em relação às metas? Este ano, com a introdução da disciplina Otimização de Ativos (AO), além das idéias que se tornam iniciativas, também serão necessárias iniciativas ligadas aos critérios de AO. Se eu não sei minhas metas departamentais, como devo proceder? Procure seu representante. Ele tem uma cópia do documento que acorda as metas entre os empregados e o chefe. Como e a quem devo recorrer para acompanhar o nosso desempenho e o atingimento das metas? Você deve procurar seu representante da Comissão de PLR. 10 Empregado em Barro Alto As diretrizes para a PLR 2009 já estão valendo! Você é responsável por elas, portanto, qualquer dúvida, corra atrás de informação e a cobre do responsável! Só depende de você!

11 MUNDO ANGLO REVOLUÇÕES E DESAFIOS: EM PLENA I GUERRA MUNDIAL, NASCE UM GIGANTE Edifício da Anglo American plc em Joanesburgo, África do Sul O ano era 1917 e, embora, a Europa estivesse travando sua primeira grande guerra, Ernest Oppenheimer, fundador da Anglo American, viu na mineração uma oportunidade de construir um novo negócio Mas afinal, o que é o mercado de ações? Por que ingressar nele? Ao abrir seu capital, uma empresa encontra uma fonte de captação de recursos financeiros permanentes. A plena abertura de capital acontece quando a empresa lança suas ações ao público, ou seja, emite ações e as negocia nas bolsas de valores. Ao adquirir ações, a pessoa passa a ser também sócio da empresa - um acionista. "A Anglo American optou por centralizar os negócios com suas ações na bolsa de Londres, facilitando a captação de recursos de investidores. Com exceção da Anglo Platinum, que é listada na bolsa de Joanesburgo, as demais subsidiárias são empresas de capital fechado, como nossas operações de Metais Básicos no Brasil (Copebrás, Codemin e Mineração Catalão)", explica Vicente Galliez, diretor Jurídico da Anglo American Brasil. O diretor ainda lembra que para comprar uma ação da Anglo American, é necessário realizar uma compra via corretores estrangeiros de acordo com as normas legais vigentes para transações internacionais e compra de ações. Assim nascia a Anglo American, a primeira mineradora sediada na África do Sul a ser gerenciada localmente, rompendo o costume de administração remota (em outro local), em Londres. A trajetória da empresa começou com exploração de ouro em Joanesburgo, e pouco depois de diamante, como acionista da De Beers. Mas foi na década de 30 que a Anglo American passou a diversificar seu portfólio, ampliando suas atividades para outros setores, como o da platina, cobre e, na década de 50, carvão. Ao longo de quase todo o século XX, a Anglo continuou diversificando sua carteira de produtos e adquirindo novas empresas, passando a se tornar uma gerenciadora de recursos naturais. Mas no fim do século XX, surgiu uma questão: como continuar a crescer e otimizar seus investimentos? O mundo estava mudando e a Anglo precisava acompanhar essa mudança. As exigências de investidores estrangeiros e a diversificação e multiplicação de competidores levaram a companhia, em maio de 1999, a fundir suas empresas (a Minorco, que controlava o patrimônio fora da África do Sul, com a Anglo American Corporation, controladora das operações sul-africanas), dando origem ao grupo Anglo American plc, com sede em Londres. A nova empresa estava cotada na Bolsa de Londres. A partir daí, o objetivo seria tornarse uma empresa mineradora com excelência em nível mundial. Nos anos seguintes, a Anglo continuou sua expansão, ao mesmo tempo que vendeu negócios considerados secundários (um exemplo recente foi a venda dos ativos de ouro da AngloGold). Outras reestruturações também foram realizadas, incluindo a simplificação da estrutura do Grupo, visando maior foco em mineração, incluindo minério de ferro. Hoje, estamos com um portfólio de atuação muito mais restrito e focado em mineração que no passado - a Anglo chegou a possuir até fazendas de cana de açúcar, investimentos em supermercados, montadoras de automóveis etc. A companhia hoje se organiza estrategicamente em apenas 5 grandes negócios: metais básicos, metais ferrosos, diamantes, carvão e platina. O QUE É O QUE? De onde vem o nome Anglo American? Metade do capital inicial da empresa, de 1 milhão de libras, é de origem da Inglaterra e metade da América de onde surgiu o nome, Anglo American O que é Bolsas de Valores? São locais que oferecem condições e sistemas necessários para a realização de negociação de compra e venda de ações (títulos e valores mobiliários) de forma transparente. Companhia aberta? Empresa com ações (valores mobiliários) negociadas em bolsas de valores. Plc (public limited company)? É uma equivalente inglesa da nossa Sociedade Anômina de capital aberto (SA). Essas empresas oferecem suas ações ao público. Mais informações em: Bovespa (www.bovespa.com.br) Matéria sugerida pelos Grupos de Comunicação 11

12 ALMANAQUE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE NA ANGLO AMERICAN Humberto Borges incentiva seus colegas a se vacinarem O FRIO ESTÁ AÍ... E A GRIPE TAMBÉM Não é apenas o friozinho que bate à porta com a chegada do outono e inverno. O período mais frio do ano vem acompanhado de uma série de enfermidades que prejudicam a saúde, o cotidiano, o humor e o rendimento no trabalho de quem as contrai Uma das doenças é a gripe. Muitas vezes confundida com um simples resfriado, a gripe é uma doença aguda, causada pelo vírus Influenza, que pode provocar, além de vários dias de molho e altos investimentos em remédios, sérias complicações. A gripe, ao contrário do resfriado, possui sintomas progressivos e é responsável por milhares de internações hospitalares em todo o planeta. Além disso, se o resfriado é de recuperação rápida, a gripe pode durar até três semanas, causando calafrios, dores musculares e de garganta, tosse, grande cansaço, falta de apetite, nariz entupido, espirros e febre alta sintomas clássicos da doença -, além da coriza e congestão nasal, podendo facilmente acarretar em uma sinusite, bronquite, otite e até pneumonia. A Dr. Tânia diz que agora, no outono, é o melhor período do ano para tomar a vacina O contágio se dá por meio da inalação de pequenas gotas provenientes de saliva, tosse e espirro de pessoas contaminadas. O risco está presente em todos os locais fechados onde há grande concentração de pessoas, por isso sempre que possível estes ambientes devem ser evitados. No outono e no inverno as temperaturas mudam, ficam mais baixas, e o organismo fica mais suscetível, pois produz mais secreções, favorecendo a instalação de vírus e bactérias, entre elas o vírus Influenza, destaca Tânia Dias da Silva, médica da unidade de Cubatão. De acordo com ela, a melhor forma de prevenção é a vacinação precoce, ou seja, antes de o inverno chegar, pois duas semanas após a vacina, a maioria das pessoas já estará protegida por um período de 7 a 12 meses. É por isso que a Anglo American iniciou em abril a Campanha de Vacinação contra a Gripe, oferecida a empregados e seus dependentes, de todas as operações de Metais Básicos no Brasil. É importante que todos os adultos, idosos e crianças com mais de seis meses de idade participem, mesmo se já foram vacinados no ano passado. Como o vírus é mutável, todos os anos a vacina também muda, para garantir sempre a sua eficácia. Depois que eu e minha família começamos a nos vacinar nunca mais tivemos gripe, pois participamos desde a primeira campanha da Anglo American. Eu incentivo os meus colegas, principalmente os resistentes, pois eles têm se de conscientizar que a gripe prejudica a saúde e o dia a dia, diz Humberto Borges, Operador de Concentração da planta de nióbio de Ouvidor. Os detalhes da campanha em sua unidade estão disponíveis nos murais. Em caso de dúvida, sempre procure o auxílio de um médico. EXPEDIENTE: O Jornal da Anglo é uma publicação bimestral dirigida aos empregados do negócio Metais Básicos da Anglo American no Brasil. COMITÊ EDITORIAL: a pauta do jornal é definida com a colaboração dos Grupos de Comunicação formados por empregados de todas as áreas das unidades de Cubatão, Catalão/Ouvidor, Niquelândia/Horto Aranha/Barro Alto e São Paulo SUPERVISÃO: Valéria Allegrini / Flavita Valsani (LVBA) e Valéria Lapa (Comunicação Corporativa da Anglo American) - MTb /SP EDITOR: Bruno Polízio (Comunicação Corporativa da Anglo American) - MTb /SP REDAÇÃO E APURAÇÃO: LVBA PROJETO GRÁFICO E EDITORAÇÃO: NETi Design FOTOS: Flavita Valsani, Andréa Gonçalves, Carolina Marin, Tatiane Torezan e Bruno Polizio Tiragem: exemplares

_ APLAUSOS - PROGRAMA GLOBAL DE RECONHECIMENTO DA ANGLO AMERICAN

_ APLAUSOS - PROGRAMA GLOBAL DE RECONHECIMENTO DA ANGLO AMERICAN _ APLAUSOS - PROGRAMA GLOBAL DE RECONHECIMENTO DA ANGLO AMERICAN Apresentação e Cenário A Anglo American é uma das maiores empresas de mineração do mundo, com operações na África do Sul, América do Sul

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

Vivendo de acordo com nossos valores...

Vivendo de acordo com nossos valores... Vivendo de acordo com nossos valores... o jeito Kinross Nossa empresa, Kinross, é uma empresa internacional de mineração de ouro sediada no Canadá, com operações nos Estados Unidos da América, Rússia,

Leia mais

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos O que você vai mudar em sua forma de atuação a partir do que viu hoje? Como Transformar o Conteúdo Aprendido Neste Seminário em Ação! O que debatemos

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL Introdução: O marketing verde já não é tendência. Ele se tornou uma realidade e as empresas o enxergam como uma oportunidade para atrair

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

TNT Cargas e Encomendas Expressas

TNT Cargas e Encomendas Expressas TNT Cargas e Encomendas Expressas Introdução Ação: Programa Road Safety Período: outubro de 2011 - atual Responsável pela ação: Setor de Treinamento de Motoristas E-mail: emerson.lima@tntbrasil.com.br

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

FILOSOFIA DO SERVIÇO DE PÓS-VENDA TOYOTA

FILOSOFIA DO SERVIÇO DE PÓS-VENDA TOYOTA FILOSOFIA DO SERVIÇO DE PÓS-VENDA TOYOTA Toyota do Brasil Pós-venda Capítulo 1 - O que o Cliente espera do Serviço de Pós-Venda Capítulo 2 - A Filosofia do Serviço de Pós-Venda Toyota Definindo a Filosofia

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

RELAÇÕES COM INVESTIDORES

RELAÇÕES COM INVESTIDORES PAULO HENRIQUE PRAES, sócio-diretor e DORIS POMPEU, sócia-fundadora da GlobalRI 60 GLOBALRI PIONEIRISMO NAS RELAÇÕES COM INVESTIDORES Uma das precursoras nas Relações com Investidores no Brasil, numa época

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions ISO 9001 Relatórios A importância do risco em gestao da qualidade Abordando a mudança BSI Group BSI/UK/532/SC/1114/en/BLD Contexto e resumo da revisão da ISO 9001:2015 Como uma Norma internacional, a ISO

Leia mais

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S como organizar as finanças da sua empresa 4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S AUTHOR NAME ROBSON DIAS Sobre o Autor Robson Dias é Bacharel em Administração de Empresas e Possui MBA em Gestão Estratégica

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

1 Dicas para o profissional que vira chefe dos colegas

1 Dicas para o profissional que vira chefe dos colegas 1 Dicas para o profissional que vira chefe dos colegas http://oglobo.globo.com/economia/emprego/dicas-para-profissional-que-vira-chefe-dos-colegas-13653201 Tudo depende da postura pessoal, mas clareza

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Com uma abordagem inovadora e lúdica, o professor Paulo Gerhardt tem conquistado plateias em todo o Brasil. Seu profundo

Leia mais

Avaliação Confidencial

Avaliação Confidencial Avaliação Confidencial AVALIAÇÃO 360 2 ÍNDICE Introdução 3 A Roda da Liderança 4 Indicadores das Maiores e Menores Notas 7 GAPs 8 Pilares da Estratégia 9 Pilares do Comprometimento 11 Pilares do Coaching

Leia mais

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Sustentabilidade e Competitividade SUSTENTABILIDADE pode ser entendida como

Leia mais

Planejamento Financeiro Pessoal

Planejamento Financeiro Pessoal Administração Profa Ms. Elaine Silvia Pasquini Planejamento Financeiro Pessoal e Empresarial Planejamento Financeiro Pessoal Inúmeras pesquisas revelam que profissionais desorganizados financeiramente

Leia mais

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP Fatores e Indicadores de Desempenho ADP RESPONSABILIDADE / COMPROMETIMENTO COM A INSTITUIÇÃO - Assumir o compromisso na realização das atribuições - Atuar com disposição para mudanças - Buscar qualidade

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política Global Novartis 1 de março de 2014 Versão HSE 001.V1.PT 1. Introdução Na Novartis, nossa meta é ser líder em Saúde, Segurança e Meio Ambiente (HSE).

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

ISO Revisions. ISO Revisions. Revisões ISO. Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança

ISO Revisions. ISO Revisions. Revisões ISO. Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança Revisões ISO ISO Revisions Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança Processos vs procedimentos: o que isto significa? O conceito da gestão de processo

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Todos os profissionais da área de agenciamento de viagens.

PÚBLICO ALVO: Todos os profissionais da área de agenciamento de viagens. 6. Gestão Empresarial 6.1 Inovando para crescer: turismo nos novos tempos INSTRUTOR(A): Carlos Silvério Todos os profissionais da área de agenciamento de viagens. Proporcionar uma reflexão sobre o panorama

Leia mais

Por que ouvir a sua voz é tão importante?

Por que ouvir a sua voz é tão importante? RESULTADOS Por que ouvir a sua voz é tão importante? Visão Tokio Marine Ser escolhida pelos Corretores e Assessorias como a melhor Seguradora pela transparência, simplicidade e excelência em oferecer soluções,

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Lean na agroindústria: a transformação da indústria de café torrado e moído no Grupo 2 Irmãos

Lean na agroindústria: a transformação da indústria de café torrado e moído no Grupo 2 Irmãos Lean na agroindústria: a transformação da indústria de café torrado e moído no Grupo 2 Irmãos Julio César Paneguini Corrêa A filosofia lean não mais se restringe às empresas de manufatura. Muitos setores

Leia mais

Nossa Visão. Ser a melhor empresa de logística da América Latina.

Nossa Visão. Ser a melhor empresa de logística da América Latina. Nossa Visão Ser a melhor empresa de logística da América Latina. Nossos Valores Foco no cliente Gente faz a diferença e vale pelo que faz Integridade e transparência Lucro para valorização crescente Simplicidade

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS SUMÁRIO INTRODUÇÃO 03 CONTROLE DE CONTAS 04 ENTENDER E CONTROLAR AS DESPESAS FIXAS E VARIÁVEIS 05 DEFINIR PRIORIDADES 07 IDENTIFICAR

Leia mais

Quem precisa de metas afinal? Por que ter metas?

Quem precisa de metas afinal? Por que ter metas? Metas e Objetivos Muito se confunde a respeito destes dois conceitos quando se faz um planejamento estratégico do negócio. A diferença entre Meta e Objetivo, no entanto, é bastante clara como será apresentada

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE 2 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão 3 Construindo um Excelente Ambiente de Trabalho 4 1 2 3 4 O que

Leia mais

Como atrair e reter talentos

Como atrair e reter talentos Como atrair e reter talentos na Panificação PORQUE A DISCUSSÃO DE TALENTOS É IMPORTANTE PARA ORGANIZAÇÕES COMPETITIVAS? Em toda a história do mundo empresarial, nunca houve tanta preocupação e cuidados

Leia mais

Implementação rápida do modelo Balanced Scorecard (BSC) nas empresas de seguros

Implementação rápida do modelo Balanced Scorecard (BSC) nas empresas de seguros Implementação rápida do modelo Balanced Scorecard (BSC) nas empresas de seguros Uma evolução nos sistemas de controle gerencial e de planejamento estratégico Francisco Galiza Roteiro Básico 1 SUMÁRIO:

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO

GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO GOVERNANÇA CORPORATIVA CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO O QUE É GOVERNANÇA CORPORATIVA? Conselho de Família GOVERNANÇA SÓCIOS Auditoria Independente Conselho de Administração Conselho Fiscal

Leia mais

Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches

Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches The Commonwealth of Massachusetts Executive Office of Health and Human Services Department of Public Health Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches 18 de setembro, 2009 A gripe H1N1 (suína) voltará

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

Portfolio de cursos TSP2

Portfolio de cursos TSP2 2013 Portfolio de cursos TSP2 J. Purcino TSP2 Treinamentos e Sistemas de Performance 01/07/2013 Como encantar e fidelizar clientes Visa mostrar aos participantes a importância do conhecimento do cliente,

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

COMMUNICATION ON PROGRESS

COMMUNICATION ON PROGRESS COMMUNICATION ON PROGRESS (COP) 2014 1. Declaração de Compromisso Esta é a primeira comunicação de Progresso (COP) que fazemos abrangendo o período de Dezembro de 2013 a Dezembro de 2014. Quero reforçar

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Linguagem: o desafio de quem quer se comunicar com o mundo RBS Debates Porto Alegre Setembro / 2008

Linguagem: o desafio de quem quer se comunicar com o mundo RBS Debates Porto Alegre Setembro / 2008 Linguagem: o desafio de quem quer se comunicar com o mundo RBS Debates Porto Alegre Setembro / 2008 www.lvba.com.br Web 2.0 Principais características Descentralização da produção de conteúdo Colaboração

Leia mais

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Juliana Rehfeld Gerente Desenvolvimento Sustentável Anglo American Brasil BH, 24 de setembro de 2009 0 Visão Macro da Anglo American Sustentabilidade - Negócio,

Leia mais

Boletim Informativo Tecnologia e inovação

Boletim Informativo Tecnologia e inovação Boletim Informativo 01 Buscamos contar com a melhor tecnologia de mineração e processamento disponível e inovar com novas maneiras de operação que irão beneficiar nossos negócios, funcionários, clientes

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

Gerenciamento de Riscos

Gerenciamento de Riscos Gerenciamento de Riscos o Processo sistemático o Análise e resposta aos riscos do projeto o Minimizar as consequências dos eventos negativos o Aumento dos eventos positivos Gerenciamento de Riscos o Principais

Leia mais

AGENDA DA GERENTE E GESTÃO DA EQUIPE DE LOJA

AGENDA DA GERENTE E GESTÃO DA EQUIPE DE LOJA AGENDA DA GERENTE E GESTÃO DA EQUIPE DE LOJA Entregar a informação atrasada, cometer pequenos erros todos os dias, não conseguir atingir as metas, ter de resolver assuntos urgentes a todo o momento, entre

Leia mais

CAPÍTULO VI - AVALIAÇÃO DE RISCOS, PROCESSOS DECISÓRIOS E GERENCIAMENTO DE RISCOS

CAPÍTULO VI - AVALIAÇÃO DE RISCOS, PROCESSOS DECISÓRIOS E GERENCIAMENTO DE RISCOS CAPÍTULO VI - AVALIAÇÃO DE RISCOS, PROCESSOS DECISÓRIOS E GERENCIAMENTO DE RISCOS VI.1. Introdução A avaliação de riscos inclui um amplo espectro de disciplinas e perspectivas que vão desde as preocupações

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 12

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 12 FACULDADE CAMÕES PORTARIA 4.059 PROGRAMA DE ADAPTAÇÃO DE DISCIPLINAS AO AMBIENTE ON-LINE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL DOCENTE: ANTONIO SIEMSEN MUNHOZ, MSC. ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: FEVEREIRO DE 2007. Gestão

Leia mais

Aula 7: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

Aula 7: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO Aula 7: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO OBJETIVOS Definir com maior precisão o que é marketing; Demonstrar as diferenças existentes entre marketing externo, marketing interno e marketing de treinamento;

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais

Informe sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1

Informe sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1 Informe sobre a gripe causada pelo novo vírus Influenza A/H1N1 DOCUMENTO PARA O PÚBLICO EM GERAL Coordenação: Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) Associação Médica Brasileira (AMB) Apoio e participação:

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

Estratégias de EAD na Vale

Estratégias de EAD na Vale Estratégias de EAD na Vale Mineradora pioneira que trabalha com paixão, transformando recursos minerais em ingredientes essenciais o dia-a-dia das pessoas. É a segunda maior mineradora diversificada do

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR NO TRABALHO Política da QUALIDADE A satisfação do cliente está na base das operações do Grupo Volvo. A Qualidade é um pré

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA. Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA. Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br PUBLICAÇÕES Solicitar slides: eventos@lemeconsultoria.com.br Contato: rogerio@lemeconsultoria.com.br

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg Valores & Princípios Grupo Freudenberg C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o Nossos Princípios & Conduta e Comportamento 3 Os Nossos Princípios e o documento de

Leia mais

Unidade IV PROCESSOS ORGANIZACIONAIS. Prof. Léo Noronha

Unidade IV PROCESSOS ORGANIZACIONAIS. Prof. Léo Noronha Unidade IV PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Prof. Léo Noronha As normas podem ser separadas em dois grandes grupos Normas de produtos ou serviços; Normas de sistemas de gestão. Estas definem os processos administrativos

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

% Das estratégias fracassam por ineficácia em sua execução. Raramente fracassam por falta de inteligência ou visão. DEFININDO A DIREÇÃO CAPITULO:1 NÃO É A ESTRATÉGIA UM FUTURO QUE MAL CONSEGUEM VISLUMBRAR

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Aprenda com o SAGAZ. Primeiros passos para investir na Bolsa.

[CONFIDENCIAL] Aprenda com o SAGAZ. Primeiros passos para investir na Bolsa. 1 Aprenda com o SAGAZ Primeiros passos para investir na Bolsa. Está pensando em investir em ações e não sabe por onde começar? Fique tranqüilo, você está no lugar certo. Aqui você terá a melhor orientação

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO

POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR NO TRABALHO Política de SEGURANÇA Política de SEGURANÇA A visão do Grupo Volvo é tornar-se líder

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

e das pessoas; conceitos e informações socialmente responsável funcionais e institucionais; estimular o comportamento divulgar aos colaboradores

e das pessoas; conceitos e informações socialmente responsável funcionais e institucionais; estimular o comportamento divulgar aos colaboradores Levar todas as informações decisivas da empresa, de forma rápida e simples; jornalmural divulgar aos colaboradores conceitos e informações funcionais e institucionais; reconhecer o trabalho das áreas e

Leia mais

VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários de qualidade.

VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários de qualidade. MISSÃO Oferecer serviços imobiliários de qualidade, gerando valor para os clientes, colaboradores, sociedade e acionistas. VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Instrutora: Aneliese Nascimento

ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Instrutora: Aneliese Nascimento Instrutora: Aneliese Nascimento O QUE É UM PROJETO? 4 Instrumento de comunicação. 4 Instrumento de intervenção em um ambiente ou situação para mudanças. 4 Instrumento para fazer algo inovador. O QUE DEVE

Leia mais

Há quase três décadas, o O PRAZER DO RECONHECIMENTO. inside

Há quase três décadas, o O PRAZER DO RECONHECIMENTO. inside O PRAZER DO RECONHECIMENTO Por Fabiane Abel Há quase três décadas, o Prêmio Anefac Profissional do Ano escolhe anualmente os melhores executivos das áreas de Finanças, Administração e Contabilidade, levando

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

Incorporando Controle de Riscos Críticos e Comportamento à Gestão de Saúde e Segurança

Incorporando Controle de Riscos Críticos e Comportamento à Gestão de Saúde e Segurança Incorporando Controle de Riscos Críticos e Comportamento à Gestão de Saúde e Segurança ENIO VITERBO JUNIOR Diretor Corporativo SSMA 18/04/2012 Título da Apresentação 1 Objetivos Apresentar uma maneira

Leia mais

Transcrição: Perguntas mais frequentes (FAQs) sobre o PDS

Transcrição: Perguntas mais frequentes (FAQs) sobre o PDS Transcrição: Perguntas mais frequentes (FAQs) sobre o PDS Modelo operacional Qual é o modelo organizacional do PDS? Trabalhamos bastante para chegar ao modelo organizacional certo para o PDS. E aplicamos

Leia mais

Determinação do Capital de Giro

Determinação do Capital de Giro Determinação do Capital de Giro Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos básicos para determinação e gerenciamento do Capital de Giro da empresa. Classificar e analisar as fontes e aplicações

Leia mais

BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você!

BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você! BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você! Como Investir na Bolsa Nesta seção você descobrirá como investir na Bolsa. Os tópicos desta seção trazem, de maneira direta e sucinta, cada etapa pela qual você passará

Leia mais

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia.

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. Rio Grande do Sul Brasil PESSOAS E EQUIPES Equipes que

Leia mais

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS.

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS. ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS 40 Relatório de Gestão 2014 B lanço Soci l ESF Estratégia de Saúde da Família Relatório de Gestão 2014 41 GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Com o

Leia mais

Evento técnico mensal

Evento técnico mensal Evento técnico mensal GERENCIAMENTO DE CARREIRA PARA O SUCESSO DO GESTOR DE PROJETOS Fernanda Schröder Gonçalves Organização Apoio 1 de xx APRESENTAÇÃO Fernanda Schröder Gonçalves Coordenadora do Ibmec

Leia mais

Conhecer o mercado significa saber quem é o seu consumidor, quem são os seus concorrentes e os seus fornecedores.

Conhecer o mercado significa saber quem é o seu consumidor, quem são os seus concorrentes e os seus fornecedores. Tema 2: Mercado Assunto 3: Conhecendo o mercado concorrente Unidade 1: Quem são meus concorrentes Olá, caro(a) aluno(a). Este material destina-se ao seu uso como aluno(a) inscrito(a) no Curso Aprender

Leia mais