Gestão do Conteúdo. 1. Introdução

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão do Conteúdo. 1. Introdução"

Transcrição

1 Gestão do Conteúdo 1. Introdução Ser capaz de fornecer informações a qualquer momento, lugar ou através de qualquer método e ser capaz de fazê-lo de uma forma econômica e rápida está se tornando uma exigência declarada das organizações ao redor do mundo. Os governos, como os maiores detentores de informações, estão intensificando o desafio de fornecer informações e serviços online. A gestão do conteúdo é considerada como uma chave que possibilita a tecnologia movimentar os governos online. Ela é uma importante impulsora das iniciativas de governo eletrônico bem-sucedidas. 2. O que é Gestão do Conteúdo Quando é dada à informação a forma pretendida para um propósito particular, ela se torna conteúdo. O conteúdo pode ser um documento de legado, uma informação em um formato amigável de rede ou uma transação comercial. O valor do conteúdo é baseado a partir da combinação de sua forma usável primária juntamente com sua aplicação, acessibilidade, utilização, utilidade, reconhecimento de marca e singularidade. A gestão do conteúdo é um processo de coleta, gerenciamento e publicação da informação e da funcionalidade para um conjunto de públicos-alvo. Para coletar conteúdo, uma organização precisa definir um sistema que capture de forma efetiva a informação e a funcionalidade que a organização deseja distribuir. Além disso, o sistema precisa se certificar de que o conteúdo esteja adequado e consistentemente direcionado para ser parte do esquema de conteúdo da organização. Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 1 de 8

2 Para gerenciar o conteúdo, uma organização precisa definir um sistema para armazenar e organizar a informação e a funcionalidade fora de qualquer canal particular de distribuição. É importante assegurar-se que o conteúdo armazenado e classificado seja fácil de ser encontrado e recuperado. Para publicar o conteúdo, uma organização precisa ajustar o sistema para elaborar e distribuir a informação correta e funcionalidade das formas que o público da organização espera e que responderá favoravelmente. O sistema de publicação deve gerenciar um website inteligível e outras publicações que a organização precise fornecer. Os sistemas de gestão do conteúdo são utilizados para armazenar e recuperar grandes quantidades de informação. Eles são utilizados para criar portais de informação que servem como espinha dorsal para a gestão do conhecimento. A gestão do conhecimento é um amplo processo de coleta, gestão e publicação da informação através de qualquer meio necessário. 3. Por que a Gestão do Conteúdo é Necessária? A função central de muitos governos é a produção, distribuição e arquivamento de informação. Cada vez mais os governos têm aplicado tecnologias para gerir suas funções através de meios online, tendo constatado que a Internet fornece uma grande oportunidade para melhorar a qualidade do serviço e a distribuição da informação. O governo eletrônico não é apenas impulsionado através do lado de fornecimento da informação, o qual possui um interesse na distribuição efetiva e eficiente da informação, mas também pelo lado da demanda, em particular pela expectativa dos usuários com relação à utilidade e amplitude da funcionalidade. As agências governamentais que queiram gerir e disseminar informação e fornecer serviços governamentais online sem dúvida serão beneficiadas por um sistema de gestão de conteúdo sólido. O website que não for capaz de fornecer uma informação confiável, precisa e relevante trará perdas de lucros e diminuição da reputação. Basicamente, existem três razões que agregam importância na gestão de conteúdo. Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 2 de 8

3 3.1. A gestão de conteúdo fornece essência para as noções atuais do governo eletrônico. A gestão do conteúdo é uma forma de tornar o governo eletrônico real e funcional, e pode ajudar os constituintes a obterem a informação correta e realizar as transações no momento correto A gestão do conteúdo é um antídoto para o frenesi da informação atual. Os contribuintes estão colocando cada vez mais informações em websites para preencher a expectativa dos usuários. A gestão do conteúdo pode organizar e direcionar a informação, assim como pode mantê-la sob controle A gestão do conteúdo direciona a questão de como dar valor e essência específica a uma parte da informação. Os sistemas de gestão do conteúdo criam e gerem informações, e as marcam com informações que podem ser necessárias para identificar seu valor. A gestão e a publicação do conteúdo através de websites são um componente crítico de uma iniciativa de governo eletrônico. É importante que o conteúdo esteja correto e atualizado e que seja perfeitamente acessível através de diversos módulos de auto-serviço. A gestão do conteúdo atua como um capacitor para o governo eletrônico; ela facilita a montagem do conteúdo a partir de fontes múltiplas. Além disso, ela é suficientemente flexível para sustentar o amplo espectro de aplicações e características de funcionalidade das iniciativas do governo eletrônico. 4. Principais Exigências para a Gestão do Conteúdo O sistema de gestão do conteúdo deve ser suficientemente flexível para gerir o conteúdo a partir de pequenas implantações em nível de grupos de trabalho assim como a partir de implantações em escala organizacional. A capacidade para estabelecer um ambiente funcional com um mínimo esforço de manutenção também é crítica. Além disso, o sistema de gestão do conteúdo deve tornar a informação o mais acessível possível de modo que os cidadãos e funcionários possam tomar decisões informados. Estas são as exigências comuns para a gestão do conteúdo. Entretanto, para as iniciativas do governo eletrônico, os requisitos a seguir também podem ser levados em conta. Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 3 de 8

4 4.1. Velocidade da implantação. As organizações governamentais precisam de uma solução que possa ser implantada rapidamente e que seja capaz de crescer de acordo com as exigências. Devido às limitações dos recursos técnicos, um sistema que possa ser implementado sem os recursos de tributações existentes é a chave para as iniciativas do governo eletrônico 4.2. Capacidade de publicar e converter materiais a partir de seus formatos originais. O sistema de gestão de conteúdo utilizado nas iniciativas do governo eletrônico precisa ser capaz de converter facilmente tanto papel quanto conteúdo eletrônico para um formato que seja prontamente acessível através da rede. Além disso, o sistema deve permitir que os proprietários de conteúdo gerenciem a fonte do conteúdo e realizem atualizações ao longo do tempo, enquanto refletem automaticamente estas atualizações para a versão pública Habilidade de automatizar o processo de publicação com modelos, utilizando ferramentas familiarizadas. Um sistema que fornece uma abordagem baseada em modelos racionaliza o processo de publicação, por permitir a criação de modelos prédefinidos e a utilização destes pelos autores do conteúdo. Os autores podem utilizar ferramentas com as quais estão familiarizados para criar conteúdos e estarem confiantes de que o resultado terá o mesmo visual quando for publicado no website A necessidade de direcionar a contribuição do conteúdo a partir de uma força de trabalho que se encontra geograficamente dispersa. O sistema precisa ser totalmente inclusivo em termos de acesso para autores e usuários. É fundamental que seja acessível para todas as funcionalidades através de navegadores de rede populares e independentes de plataforma Apoio para validade do conteúdo, arquivamento e recuperação. O sistema deve fornecer a possibilidade de arquivar o conteúdo para um acesso posterior, de um modo organizável, que permita a busca e em um formato baseado no conhecimento. Ele deve ter capacidade de ser ampliado para sustentar grandes volumes de informação que devam ser coletadas ao longo do tempo e deve fornecer facilidades para disponibilizar o conteúdo que não é frequentemente utilizado ou que ultrapasse sua data de ser retirado de circulação. Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 4 de 8

5 4.6. Deve possuir um modelo de segurança que leve o conteúdo correto para as pessoas corretas. O governo eletrônico geralmente precisa de sistemas que sejam flexíveis o suficiente para dar apoio a websites públicos assim como para o desenvolvimento de Intranet. Portanto, o sistema de gestão do conteúdo deve sustentar um modelo de segurança dinâmico que seja flexível para sustentar tanto o modelo público quanto o privado, sem um grande transtorno administrativo Apoio para um número de usuários em grande escala, grandes conteúdos repositórios e diversidade de autores. Os sistemas governamentais envolvem diversos usuários com especialidades técnicas diferentes e grandes volumes de conteúdo. Portanto, o sistema deve ser escalonável e robusto em um ambiente de grande volume de produção Uma tecnologia aberta com base nos padrões industriais. Com o objetivo de economizar os custos de implementação, para aumentar a facilidade de integração com outros sistemas e para proteger o investimento na gestão de conteúdo à medida que a utilização cresça ao longo do tempo, o sistema deve dar apoio para os padrões industriais e ter arquiteturas abertas e ambientes de desenvolvimento Uma solução que proporcione valor significativo para o dinheiro. Um sistema que seja acessível e não exija grande implementação é fundamental para ser adotado pelas organizações governamentais. As soluções que têm este valor agregado são de particular interesse para as iniciativas do governo eletrônico, já que as organizações governamentais podem tirar proveito das implementações existentes ou dos desenvolvimentos dos clientes. 5. Plano de Ação para a Gestão do Conteúdo Quando o governo se move em direção ao serviço online, é necessário ter um plano de ação para atender as exigências do gerenciamento do conteúdo de rede de forma eficiente e que gere novas idéias para serviços avançados. Tal plano de ação deve incluir os itens descritos abaixo. Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 5 de 8

6 5.1. Estabelecimento das metas e métricas para iniciativas. As metas e métricas podem ser utilizadas como uma medida do progresso e de sucesso das iniciativas do governo eletrônico. Algumas áreas que precisam ser levadas em conta são: (a) O aumento da eficiência para as atividades online e offline. O processo de gestão adequado do conteúdo pode ajudar a gerenciar e a publicar a informação no website sem intervenção técnica. Portanto, os usuários estão aptos a colaborarem efetivamente com os co-trabalhadores e a gerir informações e documentos de uma forma segura e eficiente. (b) A diminuição do tempo de processo para publicação e distribuição do conteúdo. A criação do conteúdo e o tempo de utilização podem ser utilizados como outra métrica para avaliar as iniciativas de sucesso do governo eletrônico. Através da utilização de sistemas de gestão de conteúdo adequados, a informação essenciall pode ser publicada tão logo seja criada e aprovada através de um fluxo de trabalho automatizado. (c) O aumento da quantidade de serviços online. Através do uso de um sistema de gestão de conteúdo, os conteúdos ativos importantes são organizados em um sistema aberto e controlado. O número de serviços oferecidos online em relação ao offline pode ser um outro indicador para a medição do sucesso das iniciativas do governo eletrônico Compreensão de quais serviços precisam ser implantados. Um plano lógico e priorizado para os serviços que precisam ser implantados pode ajudar uma organização a trabalhar com uma funcionalidade específica para os serviços de alta prioridade enquanto constrói a base de gestão do conteúdo. A gestão do conteúdo precisa ser o alicerce fundamental para uma iniciativa de rede Manter os usuários envolvidos. Um sistema de gestão do conteúdo pode ser suficientemente flexível para acomodar as mudanças tanto dos processos de criação quanto de distribuição. É melhor envolver os funcionários desde o inicio e implementar o retorno que eles fornecem. A implantação deste feedback fornece uma oportunidade para aperfeiçoar constantemente o serviço oferecido Manter o conteúdo pronto. O processo de conversão do formato de conteúdo do legado para um formato pronto de rede é uma parte comumente subestimada da implantação de gestão do conteúdo. É melhor iniciar com um conjunto de conteúdo Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 6 de 8

7 específico e com um plano de conversão em uma abordagem dividida por fases com base no valor de incremento Certificar que haja um processo para gerir o conteúdo. A manutenção e a gestão do conteúdo de um modo eficiente é um desafio maior do que obter conteúdo de um website. Portanto, é vital a elaboração de um plano para gerir o conteúdo desde o início, incluindo marcar os documentos em metadados que melhoram a qualidade das funções de busca. Além disso, é muito importante estabelecer processos que auxiliem os usuários a gerenciarem seu próprio conteúdo Buscar um fornecedor que dê apoio às aplicações específicas. O fornecedor deve ter uma arquitetura aberta e uma grande experiência com implementações governamentais já que estas são importantes para o sucesso das iniciativas do governo eletrônico. 6. Gestão de Conteúdo com a linguagem XML Com sua flexibilidade e simplicidade, a XML (Linguagem de Marcação Estendida) se tornou uma referência para publicação e gestão do conteúdo. A XML foi recomendada pela W3C (Consórcio da Rede Mundial de Computadores) em Ela suporta diversas implementações, tanto do lado do cliente quanto do servidor e fornece suporte a base de dados, em particular a fornecedores de banco de dados orientado a objeto. A linguagem XML permite que o proprietário do conteúdo lide com a matriz de propriedade que existe ao longo do site. Ela também fornece enormes oportunidades para a criação de campanhas escalonáveis e de conteúdo empolgante que possam ser mantidos de forma rápida, fácil e com efetividade de custo. A XML fornece uma forma natural de estabelecer os padrões dos dados nas indústrias e comércios sem a sensação e a aparência de ditadura. Além disso, os dados de aplicação e o conteúdo adicional podem compartilhar um vocabulário comum e uma base de tecnologia comum. A linguagem XML fornece excelentes métodos para a gestão do conteúdo. Os dados são mantidos em textos facilmente gerenciáveis ao invés de estarem dispersos Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 7 de 8

8 em uma quantidade indefinida de bancos de dados, de modo que as ferramentas sejam fáceis de serem elaboradas e implementadas. Ela elimina dias do tempo de implantação e reduz a carga de trabalho, uma vez que coloca o controle do conteúdo de volta para a mão das pessoas que o possuem. Neste caso, os usuários podem fazer suas próprias mudanças no conteúdo e verem por si mesmos seus efeitos ao invés destes passarem por diversos processos intermináveis de revisão. Outra propriedade da linguagem XML é que ela pode manipular facilmente caracteres especiais, como por exemplo, marcas registradas e símbolos de marcas. Para os caracteres especiais somente se necessita de uma folha separadora ao invés de um conjunto inteiro de documentos de dados separados. Ao realizar a gestão de conteúdo, é difícil antecipar o que o usuário espera. A utilização da linguagem XML restringirá os usuários a uma extensão e forçará que os proprietários de conteúdo adotem uma abordagem mais consistente. Todos os dados similares se encontram em um formato semelhante, o que facilita, portanto a manter os dados em um formato de fácil manutenção. Portanto, a linguagem XML é uma ótima forma de armazenar dados de maneira que uma organização possa processar e gerir eles. Torna-se possível modelar todo o conteúdo de um website através da utilização de um pequeno conjunto de vocabulário XML para diferentes classes de documentos que possuam uma propriedade definida, o qual pode ser combinado com as páginas publicadas em um site através de um sistema de gestão de conteúdo planejado. Além disso, a XML sustenta a manutenção da constante mudança de dados, tais como novos links para home pages ou dados especiais que são criados diariamente. Ela também sustenta documentos longos, tais como papeis ou documentos legais. A manutenção dos dados tem se tornado mais fácil do que nunca graças à utilização da tecnologia XML. Acima de tudo, a tecnologia XML torna possível a gestão do conteúdo de uma forma clara, simples e consistente. Ela teve um impacto significativo nos websites ajudando a atingir o equilíbrio correto entre criatividade e facilidade de uso. Governo Eletrônico O que um líder governamental deve saber Página 8 de 8

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados 1. Introdução O governo é um dos maiores detentores de recursos da informação. Consequentemente, tem sido o responsável por assegurar que tais recursos estejam agregando valor para os cidadãos, as empresas,

Leia mais

Qual servidor é o mais adequado para você?

Qual servidor é o mais adequado para você? Qual servidor é o mais adequado para você? Proteção de dados Tenho medo de perder dados se e o meu computador travar Preciso proteger dados confidenciais Preciso de acesso restrito a dados Acesso a dados

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Mastermaq Softwares Há quase 20 anos no mercado, a Mastermaq está entre as maiores software houses do país e é especialista em soluções para Gestão

Leia mais

Sistemas de Produtividade

Sistemas de Produtividade Sistemas de Produtividade Os Sistemas de Produtividade que apresentaremos em seguida são soluções completas e podem funcionar interligadas ou não no. Elas recebem dados dos aplicativos de produtividade,

Leia mais

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição -Américas Aprenda as melhores práticas para construir um completo

Leia mais

Software. Gerenciamento de Manutenção

Software. Gerenciamento de Manutenção Software Gerenciamento de Manutenção Importância de um Software de Manutenção Atualmente o departamento de manutenção das empresas, como todos outros departamentos, necessita prestar contas de sua atuação

Leia mais

Tecnologias de GED Simone de Abreu

Tecnologias de GED Simone de Abreu Tecnologias de GED Simone de Abreu A rapidez na localização da informação contida no documento é hoje a prioridade das empresas e organizações, já que 95% das informações relevantes para o processo de

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Conceitos ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Comunicação; Formas de escritas; Processo de contagem primitivo;

Conceitos ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Comunicação; Formas de escritas; Processo de contagem primitivo; Conceitos Comunicação; Formas de escritas; Bacharel Rosélio Marcos Santana Processo de contagem primitivo; roseliomarcos@yahoo.com.br Inicio do primitivo processamento de dados do homem. ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

EVOLUÇÃO DE SOFTWARE

EVOLUÇÃO DE SOFTWARE EVOLUÇÃO DE SOFTWARE Dinâmica da evolução de programas Manutenção de software Processo de evolução Evolução de sistemas legados 1 Mudança de Software 2 Manutenção de software Mudança de software é inevitável

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Banco de Dados Introdução João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Importância dos Bancos de Dados A competitividade das empresas depende de dados precisos e atualizados. Conforme

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

CONECTIVIDADE INOVADORA. MULTI-SITE E MULTI-FORNECEDORES. UMA ÚNICA LISTA DE TRABALHO GLOBAL. Vue Connect. Enterprise IMAGE/ARTWORK AREA

CONECTIVIDADE INOVADORA. MULTI-SITE E MULTI-FORNECEDORES. UMA ÚNICA LISTA DE TRABALHO GLOBAL. Vue Connect. Enterprise IMAGE/ARTWORK AREA Vue Connect Enterprise Workflow MULTI-SITE E MULTI-FORNECEDORES. UMA ÚNICA LISTA DE TRABALHO GLOBAL. Para empresas que possuem diversas unidades, uma ampla gama de instalações, fluxo de trabalho departamental

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 05 ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 26 à 30 1 AULA 05 DESAFIOS GERENCIAIS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos O gerenciamento de informações é crucial para o sucesso de qualquer organização.

Leia mais

Semântica para Sharepoint. Busca semântica utilizando ontologias

Semântica para Sharepoint. Busca semântica utilizando ontologias Semântica para Sharepoint Busca semântica utilizando ontologias Índice 1 Introdução... 2 2 Arquitetura... 3 3 Componentes do Produto... 4 3.1 OntoBroker... 4 3.2 OntoStudio... 4 3.3 SemanticCore para SharePoint...

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

Escola Politécnica da USP MBA EPUSP em Gestão e Engenharia do Produto EP-018 O Produto Internet e suas Aplicações Professor: Márcio Lobo Netto Aluno:

Escola Politécnica da USP MBA EPUSP em Gestão e Engenharia do Produto EP-018 O Produto Internet e suas Aplicações Professor: Márcio Lobo Netto Aluno: Escola Politécnica da USP MBA EPUSP em Gestão e Engenharia do Produto EP-018 O Produto Internet e suas Aplicações Professor: Márcio Lobo Netto Aluno: Giovanni Pietro Vallone Cocco Portais Corporativos

Leia mais

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos.

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fundada em 1989, a MicroStrategy é fornecedora líder Mundial de plataformas de software empresarial. A missão é fornecer as plataformas mais

Leia mais

Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia.

Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia. Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia. Introdução Sávio Marcos Garbin Considerando-se que no contexto atual a turbulência é a normalidade,

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 A capacidade dos portais corporativos em capturar, organizar e compartilhar informação e conhecimento explícito é interessante especialmente para empresas intensivas

Leia mais

SIORP Sistema de Informação de Órgão Publico 2012

SIORP Sistema de Informação de Órgão Publico 2012 Portfólio 2012. O que é? SIORP Sistema de Informação de Órgão Público é um sistema cujo elemento principal é a informação. Seu objetivo é armazenar, tratar e fornecer informações de tal modo a apoiar as

Leia mais

NCR CONNECTIONS. CxBanking

NCR CONNECTIONS. CxBanking CxBanking NCR CONNECTIONS Nossa soluc a o multicanal permite aos bancos implementar rapidamente servic os empresariais personalizados em canais fi sicos e digitais. Um guia de soluções da NCR Visão geral

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

O e-docs foi testado e homologado pela Microsoft via certificadora internacional Verisign.

O e-docs foi testado e homologado pela Microsoft via certificadora internacional Verisign. O e-docs Uma ferramenta com interface intuitiva, simples e dinâmica para você que necessita: Centralizar e estruturar o conhecimento corporativo. Manter a flexibilidade necessária para a colaboração. Permite

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS Conectt i3 Portais Corporativos Há cinco anos, as empresas vêm apostando em Intranet. Hoje estão na terceira geração, a mais interativa de todas. Souvenir Zalla Revista

Leia mais

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Aviso de Isenção de Responsabilidade e Direitos Autorais As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft

Leia mais

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a...

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... INNOVA Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... Maximizar o rendimento e a produtividade Estar em conformidade com os padrões de qualidade e garantir a segurança dos alimentos Obter

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso Uma única plataforma BPM que oferece total visibilidade e gerenciamento de seus processos de negócios 2 IBM Business Process Manager Simples

Leia mais

L A C Laboratory for Advanced Collaboration

L A C Laboratory for Advanced Collaboration Publicação de Dados Governamentais no Padrão Linked Data 1.2 - Dados Governamentais Abertos Karin Breitman José Viterbo Edgard Marx Percy Salas L A C Laboratory for Advanced Collaboration Objetivo deste

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Diretoria de Informática TCE/RN 2012 PDTI PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Brivaldo Marinho - Consultor. Versão 1.0

Diretoria de Informática TCE/RN 2012 PDTI PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Brivaldo Marinho - Consultor. Versão 1.0 TCE/RN 2012 PDTI PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Brivaldo Marinho - Consultor Versão 1.0 CONTROLE DA DOCUMENTAÇÃO Elaboração Consultor Aprovação Diretoria de Informática Referência do Produto

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

3. Processos, o que é isto? Encontramos vários conceitos de processos, conforme observarmos abaixo:

3. Processos, o que é isto? Encontramos vários conceitos de processos, conforme observarmos abaixo: Perguntas e respostas sobre gestão por processos 1. Gestão por processos, por que usar? Num mundo globalizado com mercado extremamente competitivo, onde o cliente se encontra cada vez mais exigente e conhecedor

Leia mais

Gnatus inova e simplifica gestão com SAP Business Suite powered by SAP HANA

Gnatus inova e simplifica gestão com SAP Business Suite powered by SAP HANA Gnatus inova e simplifica gestão com SAP Business Suite powered by SAP HANA A Gnatus é uma importante fabricante de equipamentos odontológicos e precisava sustentar seu crescimento em um ambiente de alta

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Diretrizes Propostas para Aplicação da APF em Programa Envolvendo Tecnologias Recentes Tais como Barramento, BPMS e Portal

Diretrizes Propostas para Aplicação da APF em Programa Envolvendo Tecnologias Recentes Tais como Barramento, BPMS e Portal Diretrizes Propostas para Aplicação da APF em Programa Envolvendo Tecnologias Recentes Tais como Barramento, BPMS e Portal Ricardo Gaspar, CFPS (21) 2172-8078 ricardo.gaspar@bndes.gov.br 29 de Novembro

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

ACESSIBILIDADE INOVADORA. UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Radiology

ACESSIBILIDADE INOVADORA. UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Radiology Vue PACS Radiology UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Já está aqui: acesso rápido e fácil a todas as ferramentas e aplicações clínicas dos quais os radiologistas

Leia mais

Workflow de documentos eficiente e transparente com o

Workflow de documentos eficiente e transparente com o Workflow com o DocuWare Solution Info Workflow de documentos eficiente e transparente com o DocuWare As soluções de workflow para documentos com o DocuWare melhoram a organização de sua empresa; processos

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

RELATÓRIO DO GOMOMETER

RELATÓRIO DO GOMOMETER RELATÓRIO DO GOMOMETER Análise e conselhos personalizados para criar sites mais otimizados para celular Inclui: Como os clientes de celular veem seu site atual Verificação da velocidade de carregamento

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

INFORMAÇÕES GERENCIADAS

INFORMAÇÕES GERENCIADAS INFORMAÇÕES GERENCIADAS Gerenciamento de projeto sobre o qual é possível criar Soluções Primavera para engenharia e construção ORACLE É A EMPRESA Melhore o desempenho de projeto, a lucratividade e os resultados

Leia mais

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

Por que utilizar o modelo ITIL

Por que utilizar o modelo ITIL Por que utilizar o modelo ITIL... O que não é definido não pode ser controlado... O que não é controlado não pode ser medido... O que não é medido não pode ser melhorado Empregado para definir, controlar,

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller 1 Introdução O objetivo deste trabalho é verificar a eficiência da Avaliação com o Usuário e da

Leia mais

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL Eng. Dayana B. Costa MSc, Doutoranda e Pesquisadora do NORIE/UFRGS Conteúdo da Manhã Módulo 1 Medição de Desempenho Conceitos Básicos Experiência de Sistemas de

Leia mais

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor]

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Data Gerador do documento: Gerente de Negociação: Versões Versão Data Revisão Autor Aprovação (Ao assinar abaixo, o cliente concorda com todos os

Leia mais

DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 2. MBA Gestão de TI. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 2. MBA Gestão de TI. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 2 MBA Gestão de TI Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com 2 3 Um otimista vê uma oportunidade em cada calamidade; um pessimista vê uma calamidade em

Leia mais

Terceirização de RH e o líder financeiro SUMÁRIO EXECUTIVO. Você e o RH estão falando a mesma língua? EM ASSOCIAÇÃO COM

Terceirização de RH e o líder financeiro SUMÁRIO EXECUTIVO. Você e o RH estão falando a mesma língua? EM ASSOCIAÇÃO COM SUMÁRIO EXECUTIVO Você e o RH estão falando a mesma língua? EM ASSOCIAÇÃO COM Os serviços de terceirização de RH economizam tempo e dinheiro para as empresas. Investimentos em engajamento dos funcionários

Leia mais

Tecnologia gerando valor para a sua clínica.

Tecnologia gerando valor para a sua clínica. Aumente a eficiência de seu negócio O sclínica é a ferramenta ideal para a gestão de clínicas de diagnóstico. Desenvolvido a partir das necessidades específicas deste mercado, oferece uma interface inteligente,

Leia mais

Visão geral do Microsoft Office Word 2007. Crie conteúdo com aparência profissional

Visão geral do Microsoft Office Word 2007. Crie conteúdo com aparência profissional Visão geral do Microsoft Office Word 2007 Bem vindo ao Microsoft Office Word 2007, incluído na versão 2007 do Microsoft Office system. O Office Word 2007 é um poderoso programa de criação de documentos

Leia mais

CAPITULO 4 A ARQUITETURA LÓGICA PARA O AMBIENTE

CAPITULO 4 A ARQUITETURA LÓGICA PARA O AMBIENTE CAPITULO 4 A ARQUITETURA LÓGICA PARA O AMBIENTE A proposta para o ambiente apresentada neste trabalho é baseada no conjunto de requisitos levantados no capítulo anterior. Este levantamento, sugere uma

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE.

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE. CURSOS OFERECIDOS Access 2007 Aproximadamente 20 horas O aluno aprenderá criar Banco de Dados de forma inteligente, trabalhar com estoques, número de funcionários, clientes etc. Conhecerá ferramentas aprimoradas

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

história sucesso Otimização do controle e seguimento do faturamento mediante uma única plataforma integradora

história sucesso Otimização do controle e seguimento do faturamento mediante uma única plataforma integradora história sucesso de Otimização do controle e seguimento do faturamento mediante uma única plataforma integradora sumário executivo Empresa SAICA Setor Papel Produtos e Serviços Fabricação, comercialização,

Leia mais

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processo Unificado e Desenvolvimento Ágil. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processo Unificado e Desenvolvimento Ágil. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processo Unificado e Desenvolvimento Ágil Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga 2º Semestre / 2011 O Processo Unificado dos autores Ivar Jacobson, Grady Booch e James

Leia mais

SI- Sistemas de Informação. Professora: Mariana A. Fuini

SI- Sistemas de Informação. Professora: Mariana A. Fuini SI- Sistemas de Informação Professora: Mariana A. Fuini INTRODUÇÃO A informação é tudo na administração de uma organização. Mas para uma boa informação é necessário existir um conjunto de características

Leia mais

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL MANUAL Elaborado por Comitê de Gestão de Aprovado por Paulo Fernando G.Habitzreuter Código: MA..01 Pag.: 2/12 Sumário Pag. 1. Objetivo...

Leia mais

Interatividade aliada a Análise de Negócios

Interatividade aliada a Análise de Negócios Interatividade aliada a Análise de Negócios Na era digital, a quase totalidade das organizações necessita da análise de seus negócios de forma ágil e segura - relatórios interativos, análise de gráficos,

Leia mais

Como sua empresa pode

Como sua empresa pode Como sua empresa pode [ O guia de segmentação por IP ] Tecnologia de Inteligência de IP e de geolocalização O método de encontrar a localização física e geográfica de um usuário com base unicamente em

Leia mais

O papel do bibliotecário na Gestão do Conhecimento. Profª Dr a Valéria Martin Valls Abril de 2008

O papel do bibliotecário na Gestão do Conhecimento. Profª Dr a Valéria Martin Valls Abril de 2008 O papel do bibliotecário na Gestão do Conhecimento Profª Dr a Valéria Martin Valls Abril de 2008 Apresentação Doutora e Mestre em Ciências da Comunicação / Bibliotecária (ECA/USP); Docente do curso de

Leia mais

Agência digital especializada na consultoria, design e desenvolvimento de projetos de internet

Agência digital especializada na consultoria, design e desenvolvimento de projetos de internet Agência digital especializada na consultoria, design e desenvolvimento de projetos de internet Oferecemos ao mercado nossa experiência e metodologia amplamente desenvolvidas ao longo de 15 anos de experiência

Leia mais

F.1 Gerenciamento da integração do projeto

F.1 Gerenciamento da integração do projeto Transcrição do Anexo F do PMBOK 4ª Edição Resumo das Áreas de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos F.1 Gerenciamento da integração do projeto O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos

Leia mais

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos.

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. O papel de um servidor Introdução à rede básica Sua empresa tem muitas necessidades recorrentes, tais como organizar

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

Soluções baseadas no SAP Business One BX PRODUCTION BX PRODUCTION. Software de Gestão para Manufatura Discreta e Repetitiva.

Soluções baseadas no SAP Business One BX PRODUCTION BX PRODUCTION. Software de Gestão para Manufatura Discreta e Repetitiva. Brochura BX PRODUCTION Soluções baseadas no SAP Business One BX PRODUCTION Software de Gestão para Manufatura Discreta e Repetitiva SAP Business One para manufatura discreta e repetitiva A combinação de

Leia mais

Requisitos de Software

Requisitos de Software Requisitos de Software Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 6 Slide 1 Objetivos Apresentar os conceitos de requisitos de usuário e de sistema Descrever requisitos funcionais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 27 de Setembro de 2013. Revisão aula anterior Desenvolvimento Ágil de Software Desenvolvimento e entrega

Leia mais

compromisso com a segurança além da excelência Eficiência operacional conformidade do subcontratado gestão de registros saúde e segurança

compromisso com a segurança além da excelência Eficiência operacional conformidade do subcontratado gestão de registros saúde e segurança desempenho em segurança gestão de competências controle de acesso compromisso com a segurança além da excelência Eficiência operacional conformidade do subcontratado gestão de registros saúde e segurança

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas/Gerente de Projetos contato@pedrofcarvalho.com.br OCP Oracle 10g ITIL FoundationV3 PROJETO DE WEB SITE

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas/Gerente de Projetos contato@pedrofcarvalho.com.br OCP Oracle 10g ITIL FoundationV3 PROJETO DE WEB SITE PROJETO DE WEB SITE EAP Estrutura Analitica de Projeto Preparação Estudar as particularidades do serviço e do cliente; Observar projetos semelhantes (Beanchmark); Definir metas e estratégias; Elaborar

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística CONCEITOS O nome Supply Chain, cujo termo têm sido utilizado em nosso país como Cadeia de Suprimentos, vem sendo erroneamente considerado como

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 2 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais