LANÅAMENTO DE SAÇDA. CADASTRO DE ENDEREáOS: CÖdigo do PaÇs, CÖdigo da UF, CÖdigo do MunicÇpio.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LANÅAMENTO DE SAÇDA. CADASTRO DE ENDEREáOS: CÖdigo do PaÇs, CÖdigo da UF, CÖdigo do MunicÇpio."

Transcrição

1 LANÇAMENTOS DE SAÍDAS ARQUIVO > LANÅAMENTOS > SAÇDAS LANÅAMENTOS DE NOTAS FISCAIS DE SAÇDA (VENDA, SERVIÅO, REMESSA, DEVOLUÅÉO, COMPLEMENTAR ICMS, COMPLEMENTAR IPI, COMPLEMENTAR BASE ICMS, COMPLEMENTAR ST, DIFERENCIAL DE ICMS, CONSERTO/BENEFICIAMENTO); LANÅAMENTOS DE RECIBOS, RECIBOS NUMERADOS E CONTRATOS. PEDIDO DE VENDA LANÅAMENTO DE SAÇDA CONTAS A RECEBER SAÇDA DE ESTOQUE 1. ÇCONES PRINCIPAIS a) FECHAR: Sai da Tela de LanÄamentos de Entradas sem salvar as alteraäåes feitas. b) SALVAR: Salva o documento de LanÄamento de SaÇda. SALVAR NF CANCELADA: Salva o documento de LanÄamento de SaÇda como Cancelado, quando Empresa emitente de nota fiscal eletrénica, jñ irñ enviar como NF Cancelada. OBSERVAÅÉO I: SÖ habilitarñ a opäüo SALVAR quando o documento estiver preenchido corretamente. Para lanäamentos de Notas Fiscais EletrÉnicas, todos os cadastros necessñrios deverüo estar preenchidos corretamente: CADASTRO GERAL: Nome / RazÜo Social; Telefone, EndereÄo, CNPJ e IE (para pessoa jurçdica) ou CFP (para pessoa fçsica). *CAMPO serñ enviado com XML e DANFE para NFe Autorizada quando este estiver preenchido no Cadastro Geral. CADASTRO DE ENDEREáOS: CÖdigo do PaÇs, CÖdigo da UF, CÖdigo do MunicÇpio. CADASTRO DE PRODUTOS E SERVIáOS: CÖdigo do ServiÄo (para itens com ISSQN) ou Dàbito de Impostos > Guia IPI ClassificaÄÜo Fiscal. 1

2 FERRAMENTAS AUXILIARES > IMPRESSäO DE IMPOSTOS: Relacionamento da CFOP com a SituaÄÜo TributÑria do ICMS, IPI, PIS e COFINS. Para Nota Fiscal de ExportaÄÜo (Venda/ServiÄo/Remessa/DevoluÄÜo/Conserto Beneficiamento): CADASTRO GERAL: nüo deverñ ser preenchido CNPJ e IE, ou CPF. CADASTRO DE ENDEREáOS: PaÇs deve estar com cödigo conforme tabela BACEN. Estado deve estar cadastrado como EX cödigo 99. Cidade deve estar cadastrada com cödigo GUIA DADOS ADICIONAIS LANáAMENTO DE SAãDA: Preencher Local de Embarque e UF de Embarque. Quando algum dos dados nüo estiver preenchido, o sistema irñ avisar ao salvar o lanäamento. Para a mensagem: Verificar condiäåes de Recebimento se estüo preenchidas com nåmero de parcelas e valores no Çcone FINANCEIRO. c) FINANCEIRO: ãcone para tela de Financeiro, onde süo informadas as parcelas referentes ao recebimento do lanäamento. d) DESCONTO: ãcone para tela de Desconto, onde à dado um desconto sobre o valor total do lanäamento, sendo este rateado entre os itens lanäados. DeverÑ ser informado o percentual (no espaäo da esquerda) ou o valor (no espaäo da direita) a ser dado desconto na nota. e) 2

3 APAGAR DOC: Apaga todo o lanäamento feito atà o momento, sem salvar as informaäåes. f) APAGAR FINAN: Apaga as parcelas adicionadas na tela financeiro, e obrigatoriamente deverñ ser preenchido novamente para salvar um documento que gere financeiro. 2. ORDEM DOS CAMPOS PARA LANÅAMENTO CAMPOS OBRIGATÑRIOS: a) TIPO DE DOCUMENTO; b) EMISSäO; c) NOME/RAZäO SOCIAL; d) NçMERO preenchimento automñtico; e) FORMA DE RECEBIMENTO; Clicar em ADICIONAR Tela ITENS DO DOCUMENTO: g) CFOP Natureza da OperaÄÜo h) HISTéRICO DO LANáAMENTO; i) PLANO DE CONTAS; j) QUANTIDADE; k) VALOR. l) Conferir alçquotas de tributos. Clicar em OK Adicionar os itens conforme sequència. 3. DESCRIÅÉO DOS CAMPOS DO CABEÅALHO: TIPO DE Esta informaäüo nüo irñ para SEFAZ (quando emitida Nota Fiscal EletrÉnica DOCUMENTO de entrada). ê utilizada para filtro em relatörios e consultas. NF VENDA: LanÄamentos de Notas Fiscais de Venda da Empresa. NF SERVIáO: LanÄamentos de Notas Fiscais de ContrataÄÜo de ServiÄo da Empresa. HabilitarÑ o campo CFOP quando estiver parametrizado em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia EmissÜo de Documentos. NumeraÄÜo controlada separadamente das demais Notas Fiscais quando estiver marcado em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Config. Nota Fiscal: Campo NF ServiÄo preenchido com nåmero diferente de zero. Quando a numeraäüo for controlada separadamente o Sistema irñ reconhecer que Notas de ServiÄo nüo süo emitidas para a SEFAZ (NF-e). NF REMESSA: LanÄamento de Notas Fiscais de Remessa, referente í saçda de mercadoria para industrializaäüo fora da empresa. NF DEVOLUáäO: LanÄamentos de Notas Fiscais de DevoluÄÜo (DevoluÄÜo de compra ou DevoluÄÜo de mercadoria industrializada para o Cliente). Para emissüo de Notas Fiscais eletrénicas deverñ ser preenchido nåmero da Nota de entrada Referenciada no campo DevoluÄÜo (ao adicionar o item). NF COMPLEMENTAR DE ICMS: LanÄamento de nota Fiscal para complementar o valor do ICMS de uma nota emitida anteriormente. 3

4 Normalmente utilizada CFOP igual à nota fiscal de origem; Quantidade igual a 1 e valor unitário igual ao valor do ICMS a ser complementado; Preencher campo de NF Referenciada, com a numeração da Nota já emitida que está sendo complementada (esta nota deve existir lançada no sistema e o preenchimento do campo deverá ser idêntico a numeração da NF no sistema). DANFE deverá conter valores apenas nos campos de Valor ICMS. NF COMPLEMENTAR DE IPI: Lançamento de nota Fiscal para complementar o valor do IPI de uma nota emitida anteriormente. Normalmente utilizada CFOP igual à nota fiscal de origem; Quantidade igual a 1 e valor unitário igual ao valor do IPI a ser complementado; Preencher campo de NF Referenciada, com a numeração da Nota já emitida que está sendo complementada (esta nota deve existir lançada no sistema e o preenchimento do campo deverá ser idêntico a numeração da NF no sistema). DANFE deverá conter valores apenas nos campos de Valor IPI. NF COMPLEMENTAR DE BASE ICMS: Lançamento de nota Fiscal para complementar o valor da Base do ICMS de uma nota emitida anteriormente. Normalmente utilizada CFOP igual à nota fiscal de origem; Quantidade igual a 1 e valor unitário igual ao valor da Base a ser complementada; Preencher campo de NF Referenciada, com a numeração da Nota já emitida que está sendo complementada (esta nota deve existir lançada no sistema e o preenchimento do campo deverá ser idêntico a numeração da NF no sistema). DANFE deverá conter valores apenas nos campos de Base de ICMS. NF COMPLEMENTAR DE ST: Lançamento de nota Fiscal para complementar o valor do ICMS Substituição Tributária de uma nota emitida anteriormente. Normalmente utilizada CFOP igual à nota fiscal de origem; Quantidade igual a 1 e valor unitário igual ao valor do ICMS Substituição Tributária a ser complementado; Preencher campo de NF Referenciada, com a numeração da Nota já emitida que está sendo complementada (esta nota deve existir lançada no sistema e o preenchimento do campo deverá ser idêntico a numeração da NF no sistema). DANFE deverá conter valores apenas nos campos de Valor ICMS Substituição Tributária. NF DIFERENCIAL DE ICMS: Lançamento de nota Fiscal de Diferencial de ICMS emitida por empresas optantes pelo SIMPLES Nacional ao final de um período com valores referente à Diferença de ICMS para compras fora do estado. CFOP conforme orientação da Contabilidade da Empresa; Quantidade igual a 1 e valor unitário igual ao valor do ICMS a ser destacado; 4

5 DANFE deverá conter valores apenas nos campos de Valor ICMS. NF CONSERTO/BENEFICIAMENTO: Lançamentos de Notas Fiscais referente a Conserto/Beneficiamento contratado. (Cobrança de Industrialização e/ou Devolução de mercadoria industrializada). RECIBO: Documento para lançamentos de saídas sem Notas Fiscais. Sempre irá gerar financeiro (contas a pagar); Não deverá ser vinculada CFOP ao documento. RECIBO NUMERADO: igual documento tipo RECIBO, porém o sistema controla uma numeração seqüencial para estes documentos. CONTRATO: Documento para lançamentos de contratos. Sempre irá gerar financeiro (contas a pagar); Não deverá ser vinculada CFOP ao documento. EMISSÉO DATA DE SAÇDA NOME / RAZÉO SOCIAL NÖMERO VALOR REFERÜNCIA PREV. CHEGADA Data da emissão (data atual do lançamento) do Documento. Preenchimento automático ao passar pelo campo. Data de saída da mercadoria da empresa. Para que o sistema sempre preencha a Data de Saída igual a data de Emissão, deverá ser configurado em Arquivo > Lançamentos > Parâmetros e Configurações > Guia Emissão de Documentos. Deve ser selecionado pelo catálogo pessoa física ou jurídica, previamente cadastrada em Cadastro > Cadastro Geral. Independente da classificação a ser utilizada, poderá ser lançado saída tanto para Clientes como para Fornecedores, etc. O sistema não permitirá o lançamento de dois documentos com numeração idêntica. Para que o sistema controle a numeração seqüencial (bloqueada para alteração) deve estar parametrizado em Arquivo > Lançamentos > Parâmetros e Configurações > Guia Config. Nota Fiscal. Para NF Serviço: Numeração controlada separadamente das demais Notas Fiscais quando estiver marcado em Arquivo > Lançamentos > Parâmetros e Configurações > Guia Config. Nota Fiscal: Campo NF Serviço preenchido com número diferente de zero. Quando a numeração for controlada separadamente o Sistema irá reconhecer que Notas de Serviço não são emitidas para a SEFAZ (NF-e). Não é obrigatório o preenchimento. Sendo este campo preenchido, ao lançar os itens e fechar o valor irá abrir a tela Financeiro para preenchimento das parcelas. Campo opcional para adição de uma informação útil para pesquisa de notas. Campo opcional para preenchimento de previsão de chegada da mercadoria no cliente. Apenas para consulta na tela do lançamento de saída. 5

6 OBSERVAÅáES FORMA DE RECEBIMENTO Campo opcional para adiäüo de informaäüo somente disponçvel nesta tela, nüo sendo impressa na Nota Fiscal/DANFE. SeleÄÜo da Forma de Recebimento, devendo esta estar previamente cadastrada em Cadastros > Cadastros Auxiliares > Guia Forma de Recebimento. ê utilizada para facilitar o cñlculo para datas e valores das parcelas do financeiro. (No cadastro deve estar com nåmero de parcelas diferente de zero para cñlculo automñtico, caso contrñrio deverñ entrar em Financeiro para preenchimento manual das parcelas). Para notas fiscais sem valores de financeiro (Remessa, DevoluÄÜo, etc) poderñ ser cadastrada uma Forma de Recebimento SEM COBRANáA, ou ainda deixar o campo vazio (em branco). 4. GUIA DOCUMENTO: A guia Documento irñ apresentar os itens jñ adicionados e suas informaäåes principais; Para visualizar/alterar um item jñ adicionado deve-se selecionñ-lo e clicar no Çcone EXIBIR. Para excluir um item jñ adicionado deve-se selecionñ-lo e clicar no Çcone REMOVER. No canto inferior esquerdo da tela irñ apresentar informaäåes de Quantidade de Itens adicionados, Valores Totais, Valores Faturados. Para lanäar um novo item clicar no Çcone ADICIONAR abre tela ITENS DO DOCUMENTO: 6

7 CFOP NATUREZA DA OPERAÅÉO Preencher CFOP - Natureza da OperaÄÜo, previamente cadastrada em Cadastros > Cadastros Auxiliares > Guia Natureza da OperaÄÜo. Conforme o cadastro da CFOP irñ gerar ou nüo controle financeiro contas a receber. HISTÑRICO LANÅAMENTO DO Preenchendo no espaäo í esquerda a referència de um item e clicando ENTER, irñ trazer o HistÖrico previamente cadastrado em Cadastro > Cadastro de Produtos e ServiÄos e possuir apenas um item cadastrado com esta referència. Caso nüo seja digitado o item por referència, deve-se clicar no Çcone de CATìLOGO para localizar um item jñ cadastrado no Cadastro de Produtos e ServiÄos. CATìLOGO: Para abrir tela de pesquisa referente ao Cadastro de Produtos e ServiÄos; PENDENTES: Para localizar Pedidos de Venda pendentes lanäados no sistema, conforme o Nome / RazÜo Social selecionado no inçcio do lanäamento. PENDENTES BENEFICIAMENTO: Para abrir tela do Controle de Produtos em Beneficiamento, localizando uma Nota Fiscal de Entrada de um Cliente para realizar um serviäo/industrializaäüo, dando baixa no retorno desta Nota por este lanäamento com uma CFOP pertencente ao parëmetro (Arquivo > LanÄamentos > Controle de Produtos em Beneficiamento > Guia Parëmetros). RENOMEAR: Altera a descriäüo de um item jñ selecionado apenas para este documento (o cadastro do item permanecerñ o mesmo). LIMPAR: Limpa os dados de um item selecionado. 7

8 LOTE CONTAS DE DESTINO DO ITEM Preenchimento com numeraäüo de Lote. Preenchimento das Contas de Destino do Item, estas devem estar relacionadas com o HistÖrico no Cadastro de Produtos e ServiÄos. CC Conta ContÑbil: quando lanäado vendas de mercadorias, estas devem estar relacionadas com uma conta de Receita, a Conta de Destino à a operaäüo no qual o item irñ se transformar. CA Centro de ApropriaÄÜo: local fçsico de destino do item, ou a qual setor se refere determinado lanäamento (Comercial, ProduÄÜo, etc). POSIÅÉO ESTOQUE UNID. ETQ. UNIDADE QUANTIDADE QUANTIDADE ETQ. EM Ao realizar uma Venda, estando preenchida a PosiÄÜo em Estoque irñ realizar a Baixa das quantidades do item vendido. Esta guia sö serñ exibida quando a CFOP selecionada nüo estiver parametrizada como Referente í DevoluÄÜo Remessa de Mercadoria. Se estiver marcada, deverñ ser preenchido como Contas de Destino o local de saçda do Estoque para Remessa ou DevoluÄÅes que nüo serüo cobradas do cliente. Unidade de estoque do produto (considerar sempre igual a unidade do Cadastro de Produtos e ServiÄos). Preencher quando a unidade de estoque à diferente da unidade de venda. Deve-se cadastrar a ConversÜo das unidades utilizadas antes de realizar o lanäamento em Ferramentas Auxiliares > ConversÜo de Unidades. Exemplo: Venda de parafusos em milheiro (MIL) e unidade de armazenamento em estoque como PeÄas (PÄ). SerÑ lanäada UNID. ETQ = Pá, UNIDADE = MIL (conforme Cadastro do Produto), e QUANTIDADE = 1. Campo para determinar a unidade a ser utilizada na Venda. Esta sairñ impressa na Nota Fiscal/DANFE. Quantidade do item de venda. Campo apenas para visualizaäüo da quantidade convertida, quando possui unidade de venda diferente da unidade do cadastro do item. Sendo esta a quantidade de saçda do Estoque no sistema. ATENDER ITEM Ao transferir um Pedido de Venda para lanäamento dos itens pendentes, quando alterada a quantidade no lanäamento da nota para menor que o lanäado do Pedido, se este item estiver marcado o Pedido de Venda ficarñ como atendido. Caso nüo esteja marcado, o item ficarñ como Atendido Parcial, considerando a quantidade restante como pendente. $ TABELA Campo opcional, utilizado para seleäüo da Tabela de PreÄo. EstarÑ preenchida com a Tabela vinculada ao cliente, em Cadastro Geral > Guia Outras Inf, ou conforme tabela padrüo (marcada no cadastro de tabela). Esta deve estar previamente cadastrada em Arquivo > Vendas > Cadastro de tabelas, e possuir relacionamento de valores dos itens no Çcone da Tabela de 8

9 PreÄos. No cadastro de tabelas, se estiver parametrizada Tabela como í vista sö irñ carregar valor se a Forma de Recebimento utilizada estiver em seu cadastro parametrizada como í vista (Cadastros > Cadastros Auxiliares). O mesmo acontece para Tabela parametrizada como A prazo. Caso a Tabela esteja parametrizada como Ambas, trarñ o valor conforme a seleäüo da Forma de Recebimento, se esta estiver marcada como í vista ou a prazo. VALOR UNITàRIO Valor unitñrio do item. Para configuraäåes de casas decimais, entrar em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Config. Gerais. Se deixar este campo zerado, o campo de Valor Total deverñ ser preenchido, e o sistema irñ calcular o valor unitñrio como Valor Total / Quantidade. V. UNIT. C/ DESC. Valor unitñrio do item com desconto: Campo apenas para visualizaäüo de valores quando adicionado um desconto ao item. DESCONTO VALOR TOTAL ICMS Campo para adicionar um desconto ao item. Pode-se preencher um desconto por percentual (espaäo í esquerda) como um desconto por valor (espaäo í direita). Valor total do item, calculado automaticamente quando preenchido o valor unitñrio e quantidade. Este sempre deverñ ter somente 2 casas decimais, serñ utilizado arredondamento para itens com cñlculo de mais casas decimais. O Sistema trarñ automaticamente o percentual de ICMS conforme parametrizado para o item selecionado (Ferramentas Auxiliares > TributaÄÜo > Impostos Sobre Vendas ou no Cadastro de Produtos e ServiÄos > ãcone DêBITO DE IMPOSTOS. Empresas optantes pelo SIMPLES Nacional devem marcar a opäüo em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia EmissÜo de Documentos: Empresa optante pelo SIMPLES. Com esta opäüo marcada, os itens nüo irüo destacar ICMS na Nota Fiscal. Para cñlculo de tributaäüo conforme a UF, o sistema trarñ a alçquota conforme o estado do cliente selecionado (Cadastro de EndereÄos). Para cñlculo de ICMS com Base Reduzida, o item deve estar previamente cadastrado em Ferramentas Auxiliares > Dàbito de Impostos como CÑlculo diferenciado por item. Para cñlculo da SubstituiÄÜo TributÑria, devem-se preencher todos os parëmetros: Cadastro de EndereÄos (ICMS, ICMS SubstituiÄÜo, ICMS Interno); Cadastros Auxiliares > Guia Natureza da OperaÄÜo ( ICMS ST); Ferramentas Auxiliares > Impostos Sobre Vendas > Guia IPI (relacionar o item com uma ClassificaÄÜo Fiscal que possua em seu 9

10 cadastro alçquotas de MVA). O valor preenchido neste campo levarñ para o relatörio de Dàbito de ICMS em Arquivo > LanÄamentos > RelatÖrios. AtenÄÜo para o CST do ICMS informado em Ferramentas Auxiliares > TributaÄÜo > ImpressÜo de Impostos conforme a CFOP selecionada. IPI O Sistema trarñ automaticamente o percentual de IPI conforme ClassificaÄÜo Fiscal - NCM relacionado ao item (Ferramentas Auxiliares > TributaÄÜo > Impostos Sobre Vendas ou no Cadastro de Produtos e ServiÄos > ãcone DêBITO DE IMPOSTOS). AtenÄÜo para o CST do IPI informado em Ferramentas Auxiliares > TributaÄÜo > ImpressÜo de Impostos conforme a CFOP selecionada. ISSQN INSS IRRF Nâ O.C Nâ PEDIDO Nâ OP / OS REMESSA / DEVOLUÅÉO NÖMERO DA NF. Para itens de ServiÄos, o sistema trarñ automaticamente alçquota conforme o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN. marcado o parëmetro ISSQN retido no Cliente em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. Para itens de ServiÄo, o sistema trarñ automaticamente alçquota conforme o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia INSS. marcado o parëmetro Reter INSS em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia INSS. Para itens de ServiÄo, o sistema trarñ automaticamente alçquota conforme o Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. marcado o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN > Reter IRRF. Campo para preenchimento do nåmero da Ordem de Compra do Cliente. Quando transferido item de um Pedido, se este estiver preenchido campo de OC, trarñ automaticamente. Quando transferido item de um Pedido de Venda, o sistema preencherñ automaticamente. NÜo à possçvel digitar manualmente. Preenchimento manual de Nåmero da Ordem de ProduÄÜo ou Ordem de ServiÄo vinculada ao item. Para lanäamentos que referenciem notas anteriormente lanäadas, poderñ ser descrita a numeraäüo neste campo. AtenÄÜo: para lanäamentos de Retorno de Mercadoria industrializada, ao 10

11 adicionar um item, a relação de notas fiscais de entrada pendentes irá aparecer neste campo, selecionando uma das notas irá preencher os campos de valores e quantidades conforme a nota de entrada. Outra maneira de vincular as notas de saídas a este retorno é pelo Controle de Produtos em beneficiamento. Antes de adicionar o item pelo catálogo, clicar em PENDENTES BENEFICIAMENTO, irá abrir tela do Controle de Produtos com as notas pendentes deste Fornecedor. Seleciona-se uma nota e clica em transferir para dar baixa. CLASSIFICAÅÉO FISCAL Campo para informar a Classificação Fiscal de um item. Utilizado para Itens de Beneficiamento, quando a entrada e saída é controlada por um único Histórico (Ex: Material de Terceiros).Trará sempre a Classificação do lançamento da entrada quando vinculado ao Controle de Produtos em Beneficiamento. Para itens de venda, trará a Classificação Fiscal relacionada ao item em Ferramentas Auxiliares > Tributação > Impostos sobre Vendas, não sendo possível realizar a alteração. Caso seja necessário alteração deverá ser feita na tela de Débito de Impostos, na guia IPI. Na parte inferior da Tela deverá carregar as informações de CST para a CFOP e item selecionados, assim será possível visualizar antes da emissão da nota se estão corretos os parâmetros, evitando a inutilização. Após adicionar as informações de um item, clicar em OK para adicioná-lo; Se existirem mais itens, estes devem ser lançados na sequência; 4. GUIA DADOS COMPLEMENTARES: Guia habilitada quando o tipo de Documento é igual à Nota Fiscal; Utilizada para preenchimento de dados da transportadora e dados adicionais da NF; INFORMAR Quando marcado este Check Box, os campos da Guia serão Habilitados. DADOS COMPLEMENTARES INFORMAÅáES NO CORPO DA NOTA Informações que devem sair abaixo dos itens no Corpo da Nota Fiscal. O Campo para seleção trará os nomes de textos prontos cadastrados em 11

12 Ferramentas Auxiliares > Textos PadrÜo. Estes poderüo ser alterados para o lanäamento. Quando preenchido no cadastro do cliente (Cadastro > Cadastro Geral > Dados Complementares) Dados Adicionais para NF, estes irüo carregar para este campo, sendo passçvel de alteraäüo no momento do lanäamento. DADOS ADICIONAIS TRANSPORTADOR QTDE. VOLUMES ESPäCIE VOLUMES MARCA VOLUMES PESO BRUTO PESO LÇQ. NÖMERO VOLUMES VALOR SEGURO VALOR DE DESP. ACESS. VALOR FRETE PLACA InformaÄÅes que devem sair no campo de InformaÄÅes Complementares no EspaÄo de Dados Adicionais da Nota Fiscal. O Campo para seleäüo trarñ os nomes de textos prontos cadastrados em Ferramentas Auxiliares > Textos PadrÜo. Estes poderüo ser alterados para o lanäamento. Para adicionar uma transportadora, esta deve estar previamente cadastrada em Cadastro > Cadastro Geral. PoderÑ ser o mesmo Nome / RazÜo Social do lanäamento. Para Notas que necessitem emissüo para a SEFAZ, quando preenchido este campo, o cadastro da Transportadora deverñ estar completo com as informaäåes obrigatörias (Nome, Telefone, EndereÄo, CNPJ e IE). Quando preenchido no cadastro do cliente (Cadastro > Cadastro Geral > Dados Complementares) uma transportadora, esta irñ carregar para este campo, sendo passçvel de alteraäüo no momento do lanäamento. Quantidade de volumes para destaque na Nota Fiscal. Campo para selecionar a Espàcie de Volumes, sendo as opäåes padronizadas pelo Sistema. Marca de Volumes para destaque na Nota fiscal. Peso Bruto para destaque na Nota Fiscal: peso dos produtos + peso de embalagem deverñ ser preenchido manualmente. Peso LÇquido: peso dos produtos da nota fiscal quando o campo Peso do Cadastro de Produto estiver preenchido para os itens lanäados na nota, o sistema irñ calcular automaticamente. Caso contrñrio, poderñ ser preenchido manualmente. Nåmero de volumes para destaque na Nota Fiscal. Valores de Seguro referente a esta Nota. Valores de Despesas AcessÖrias referentes a esta Nota. Valores de Frete referente a esta Nota. Placa do veçculo para destaque na Nota Fiscal. Quando marcado por conta do Emitente, o sistema irñ considerar que a Placa refere-se a um veçculo da empresa, e irñ adicionar para seleäüo futura no campo da esquerda. 12

13 Quando existir necessidade, poderá ser excluída placa selecionando e clicando no ícone ao lado. Para Placas que não estão na relação deverão ser digitados no espaço da direita. UF PLACA FRETE POR CONTA DO INCLUIR OS VALORES DO SEGURO, DESP. ACESS E FRETE NO FATURAMENTO Estado da Placa do Veículo em questão. Frete por conta do EMITENTE ou DESTINATÁRIO. Quando marcado Destinatário irá incluir os valores de Despesas, Seguro Frete no valor total da Nota e base de cálculo do ICMS. Quando marcado Emitente somente irá incluir no total do ICMS e Total da Nota quando marcado o parâmetro INCLUIR OS VALORES DO SEGURO, DESP. ACESS E FRETE NO FATURAMENTO. Marcando este Check Box irá incluir no Financeiro os valores de Seguro, Despesas Acessórias e Frete. Ou seja, irá incluir no Contas a Pagar desta Nota. 5. GUIA TOTAIS: Guia para visualização dos totais de valores referente à nota fiscal de saída lançada. DESCONTO Valor total do desconto. BASE ICMS Valor total da Base de ICMS. Quando cliente parametrizado para Consumidor Final (Cadastro > Geral > Guia) a Base de ICMS irá incluir valores de IPI. O ICMS será calculado sempre pela alíquota do estado da empresa quando Consumidor Final (independente se este é do mesmo estado da empresa ou não). Não será calculada Base Reduzida para Consumidor Final. Quando os itens possuírem sua parametrização para Base Reduzida (Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas), será calculado da 13

14 seguinte maneira: Valor total do item * (1 alçquota de reduäüo). TOTAL ICMS TOTAL IPI TOAL ISSQN VALOR FATURADO VALOR TOTAL ISSQN Valor Total do ICMS. Valor total do IPI. Valor total do ISSQN. Valor total faturado que gera cobranäa. Valor total da nota fiscal. SomarÑ valores de frete, seguro e despesas acessörias sempre quando marcado por conta do DestinatÑrio, ou quando incluçdo os valores no Financeiro e marcado por conta do Emitente. Valor total do ISSQN retido (descontado do valor total da Nota para cobranäa). Para itens de ServiÄos, o sistema irñ calcular o ISSQN conforme a alçquota do parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN. marcado o parëmetro ISSQN retido no Cliente em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. IRRF Para itens de ServiÄo, o sistema irñ calcular conforme alçquota em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. marcado o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN > Reter IRRF. PIS Para itens de ServiÄo, o sistema irñ calcular conforme alçquota em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. marcado o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN > Reter PIS e COFINS ou Reter os très impostos (PIS, COFINS, CSSL quando valor faturado maior que R$ 5.000,00). COFINS Para itens de ServiÄo, o sistema irñ calcular conforme alçquota em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. marcado o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN > Reter PIS e COFINS ou Reter os très impostos (PIS, COFINS, CSSL quando valor faturado maior que R$ 5.000,00). CSSL Para itens de ServiÄo, o sistema irñ calcular conforme alçquota em Arquivo > LanÄamentos > Parëmetros e ConfiguraÄÅes > Guia Impostos. marcado o parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN > Reter os très impostos (PIS, COFINS, CSSL quando 14

15 valor faturado maior que R$ 5.000,00). INSS RETER IMPOSTOS QUANDO VALOR FATURADO MENOR QUE R$ 5.000,00 PAGAMENTO Nâ PARCELAS Para itens de ServiÄo, o sistema irñ calcular conforme alçquota do parëmetro em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia INSS. marcado o parëmetro Reter INSS em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia INSS. IrÑ reter os impostos quando valor total menor que R$ 5.000,00, somente quando estiver marcada esta opäüo para o lanäamento atual. Para que o sistema retenha os impostos, os itens devem estar parametrizados para retenäüo superior a R$ 5.000,0 em Ferramentas Auxiliares > Impostos sobre Vendas > Guia ISSQN. O emitente da Nota Fiscal deverñ ter ciència que os impostos federais somente poderüo ser retidos com valores menores que R$ 5.000,00 se estiver certo que serüo faturadas notas no mès que completem o valor de R$ 5.000,00. î vista ou a prazo, conforme preenchimento da tela Financeiro. Nåmero de parcelas do contas a pagar, conforme preenchimento da tela Financeiro. TOTAL PARCELAS DAS Valor total da cobranäa, conforme preenchimento das parcelas na tela Financeiro. ICMS SUBSTITUIÅÉO BASE ICMS SUBST. Este campo serñ marcado conforme os parëmetros para o cñlculo de SubstituiÄÜo. Cadastro de EndereÄos (ICMS, ICMS SubstituiÄÜo, ICMS Interno); Cadastros Auxiliares > Guia Natureza da OperaÄÜo ( ICMS ST); Ferramentas Auxiliares > Impostos Sobre Vendas > Guia IPI (relacionar os itens com uma ClassificaÄÜo Fiscal que possua em seu cadastro alçquotas de MVA). CÑlculo automñtico conforme parametrizaäüo. BC = Valores do item * (1 + alçquota de MVA do item). TOTAL SUBST. ICMS No valor do item deverñ ser considerado IPI. Quando a Nota Fiscal possuir Frete, este tambàm serñ somado na base, calculando proporcional aos valores as alçquotas de MVA utilizadas. CÑlculo automñtico conforme parametrizaäüo. Valor ST = (BC * ICMS Interno) (Total dos itens*icms) 6. GUIA NF-E: 15

16 Guia para visualizaäüo das informaäåes posterior ao envio da Nota Fiscal EletrÉnica, conforme retorno da SEFAZ; Para lanäamentos de documentos que nüo sejam enviados í SEFAZ, estes campos nüo serüo preenchidos. SITUAÅÉO AUTORIZADA Nota Fiscal Efetivada e vñlida para a SEFAZ. INUTILIZADA Nota Fiscal invalidada por motivo de erros nas informaäåes contidas no XML. CANCELADA Nota Fiscal Cancelada pelo emitente, apös estar autorizada. Prazo de Cancelamento = 168 horas (equivalente í 7 dias corridos). CHAVE ACESSO RETORNO DE Nåmero da Chave de Acesso para Nota Fiscal EletrÉnica 40 caracteres numàricos. Retorno da SEFAZ Nota Fiscal Efetivada LOG OU RETORNO SEFAZ CHAVE DE ACESSO (NFE DE REFERÜNCIA) Preenchido quando Nota fiscal Rejeitada com o motivo da InutilizaÄÜo. Estando como Inutilizada e com este campo em branco, verificar no Migrate (Detalhes da NFe > Guia LOG: linha com cödigo maior que 101). Quando necessñria emissüo de notas DevoluÄÜo ou Complementar que estarüo referenciando uma NFe nüo emitida pelo MAXCE, o campo de Chave de Acesso da Nota Referenciada deverñ ser preenchido para que a NF seja validada. OBSERVAÅÉO III: Todos os lanäamentos de saçdas salvos poderüo ser consultados em Arquivo > LanÄamentos > Consultas; PoderÜo ser alterados documentos nüo emitidos para a SEFAZ; Aqueles documentos emitidos, poderüo apenas ser alterados as informaäåes referentes ís ComissÅes, Contas ContÑbeis e Centro de ApropriaÄÜo dos itens. 16

17 7. AO SALVAR UMA NF-E Jà EMITIDA PARA A SEFAZ: Ao abrir uma nota fiscal enviada para a SEFAZ, poderñ ser salva novamente. AparecerÑ mensagem ao lado e OpÄÅes de AÄÜo. Nas opäåes de AÄÜo: E Envio: reenvia nota fiscal quando por algum problema nüo poderñ ser alterado. V Visualizar DANFE: abre Documento Auxiliar de Nota Fiscal EletrÉnica para Notas Autorizadas. R Reenviar o Reenvia novamente o com XML e DANFE para o inserido no cadastro do cliente.. 17

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br PARÂMETROS DE LANÇAMENTOS PARAMETRIZAÅÇO PARA O MÉDULO LANÅAMENTOS NO SISTEMA ARQUIVO > LANÅAMENTOS > PARÑMETROS E CONFIGURAÅÖES PREENCHIMENTO DAS GUIAS: 1. GUIA IMPOSTOS: a) Contas relacionadas à apuração

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br PEDIDO ARQUIVO > VENDAS > PEDIDO REALIZAÇÃO E IMPRESSÃO PEDIDOS SOLICITADOS POR CLIENTES. 1. S PRINCIPAIS: a) SAIR: Sai da tela; b) LIMPAR TELA: Limpa a tela para realizar um novo pedido; c) SALVAR: Salva

Leia mais

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 1 ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 5. CADASTRO OPERAÇÕES FISCAIS (CFOP)...7 6. GERAR SINTEGRA...8 7. CONTROLE DE

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br RELATÓRIOS DE LANÇAMENTOS ARQUIVOS > LANÅAMENTOS > RELATÇRIOS IMPRESSÉO DOS RELATÇRIOS DE LANÅAMENTOS DE ENTRADA/SAÑDA, TRIBUTOS E FOLHA DE PAGAMENTO. 1. BOTÖES PRINCIPAIS: a) SAIR DE RELATÓRIOS: Sai da

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Notas Fiscais Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 4 3.2.1 Aba Geral... 5 3.2.2 Opções... 6 3.3 Processador

Leia mais

OBS: Para auxílo na configuração de impostos e quais CFOPs(operações fiscais) usar, sempre consultar informações com o contador da empresa.

OBS: Para auxílo na configuração de impostos e quais CFOPs(operações fiscais) usar, sempre consultar informações com o contador da empresa. Como fazer uma NFe de Importação? A NFe de importação tem algumas particularidades. Resumidamente O fornecedor final precisa estar localizado em uma cidade do Exterior; Tem algumas diferenciações nos impostos

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e Kiron Sistema Nota Fiscal Eletrônica

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e Kiron Sistema Nota Fiscal Eletrônica MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e 2 Índice CADASTROS... 4 Cliente Fornecedor - Transportadora... 4 Unidade de Medida... 5 Produto... 7 NCM... 8 Artigos da Nota Fiscal... 10 Natureza de Operação - CFOP...

Leia mais

Manual do Módulo. MerchNotas

Manual do Módulo. MerchNotas Manual do Módulo MerchNotas Bento Gonçalves (RS), Agosto de 2010 Índice 1. Introdução... 4 2. Menu Entrada de Notas... 5 2.1. Entrada de Notas (F11)... 5 2.2. Entrada de Notas NFe (F12)... 8 2.3. Apuração

Leia mais

Tutorial Geração de Orçamento, Pedido e Envio

Tutorial Geração de Orçamento, Pedido e Envio 2010 Tutorial Geração de Orçamento, Pedido e Envio Leandro Ribeiro da Silva Jonathan Joahnn Becker Bma Sistemas 03/08/2010 Sumário Sumário...2 1) Digitar Orçamento...3 2) Digitar Pedido de Venda...10 3)

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Í n d i c e Julho, 2010 Introdução... 2 1. Acerto dos cadastros de Clientes e de Produtos... 4 1.1. Cadastros Básicos - Cadastro de Clientes... 4 1.2. Cadastros Básicos Cadastro

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 4 FUNCIONALIDADE... 4 4.1 Registrar Nota de Entrada... 4 4.1.1 Manual (Entrada das informações manualmente)...

Leia mais

Manual dos procedimentos para Emissão de NFE.

Manual dos procedimentos para Emissão de NFE. Manual dos procedimentos para Emissão de NFE. CADASTRO DE CLIENTES - deve-se utilizar o programa 203. Os campos em VERMELHO são os campos de preenchimento obrigatório. Os campos em PRETO não são obrigatórios,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

1- Principais alterações para COMPRAS entre a versão 2.9 e 3.0.

1- Principais alterações para COMPRAS entre a versão 2.9 e 3.0. 1- Principais alterações para COMPRAS entre a versão 2.9 e 3.0. - Data de Emissão/ Data Entrada ou Movimento. Considerando que o documento fiscal deve ser registrado sob o enfoque da empresa que recebe

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 1.3 Tela inicial:... 4 2. CT-e (Conhecimento

Leia mais

Como cadastrar um produto usando o Futura Server

Como cadastrar um produto usando o Futura Server Cadastro do Produto Como cadastrar um produto usando o Futura Server Aqui temos dicas importantes para cadastrar seu produto antes de realizar as suas movimentações. Com o Futura Server aberto, acesse

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

EMISSÃO E GESTÃO NFE ITR TR 0406

EMISSÃO E GESTÃO NFE ITR TR 0406 EMISSÃO E GESTÃO NFE ITR TR 0406 Sumário 1. O que é NFe? 2. Acesso ao sistema 3. Cadastros 3.1 Cadastro de Cliente 3.2 Cadastro de Produto 3.3 Cadastro de Transportadora 4. Emissão de NFe 4.1 Emitir Nova

Leia mais

CONTROLES DO SISTEMA > GERENCIADOR DE USUÅRIOS CONFIGURAÇÉES DE ACESSOS/PERMISSÉES A MÑDULOS E TELAS POR USUÅRIOS

CONTROLES DO SISTEMA > GERENCIADOR DE USUÅRIOS CONFIGURAÇÉES DE ACESSOS/PERMISSÉES A MÑDULOS E TELAS POR USUÅRIOS GERENCIADOR DE USUÁRIOS CONTROLES DO SISTEMA > GERENCIADOR DE USUÅRIOS CONFIGURAÇÉES DE ACESSOS/PERMISSÉES A MÑDULOS E TELAS POR USUÅRIOS 1. COMO CRIAR UM NOVO USUÅRIO: a) Selecionar Tipo pelo campo Grupo:

Leia mais

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin Módulo 14 CgaInformatica NFe NFe para o Sistema Retwin 2 Sumário O que é... 3 Benefícios... 3 Requisitos para Instalação e Implantação... 3 Obrigação Backup... 4 Configuração Geral do Sistema... 5 Cadastro

Leia mais

Auditoria Financeira

Auditoria Financeira Auditoria Financeira Processo de Uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

Tutorial para emissão de NF-e

Tutorial para emissão de NF-e Tutorial para emissão de NF-e Conteúdo 1.Configuração do Módulo de NF-e... 2 1.1.Códigos Fiscais... 3 1.2.Contas Contábeis... 4 1.3.Conta corrente... 6 2.Emissão de NF-e... 8 2.1.Gerar NF-e... 9 2.2.NF-e

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP 1. Certificado Digital - Antes de mais nada você precisa possuir um certificado digital

Leia mais

Nota: Para utilizar o quadro: LOCAL DE ENTREGA use as mesmas orientações acima, só que nesse caso, será para o local de entrega.

Nota: Para utilizar o quadro: LOCAL DE ENTREGA use as mesmas orientações acima, só que nesse caso, será para o local de entrega. EMISSÃO DA NF-E OBSERVAÇÕES: NF-e: Sugerimos que fale com um contador para que o auxilie sobre quais campos preencher e como preenchê-los para a emissão da NF-e. Informaremos aqui apenas os locais onde

Leia mais

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda 2 Tabela de Conteúdo Nota Fiscal Eletrônica 3 1 Tela de... Acesso 4 Digitalizando o Pedido 4 1 Preenchendo... o Item 6 2 Recebimento... A Vista 7 3 Recebimento... A Prazo 7 Gerando Proposta Comercial Emissão

Leia mais

AUDITORIA FINANCEIRA. No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria Financeira.

AUDITORIA FINANCEIRA. No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria Financeira. AUDITORIA FINANCEIRA Processo de uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE?

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? O que é a Nota Fiscal Eletrônica? Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) tem como intuito emitir e armazenar eletronicamente, para fins fiscais,

Leia mais

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada.

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada. CONTAS A RECEBER CONSULTA E DE TÅTULOS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A RECEBER 1. ÅCONES PRINCIPAIS: SAIR LIMPAR LOCALIZAR ALTERAR PARCELA FINANCEIRO IMPRIMIR DESCONTAR BOLETOS ABRIR DOCUMENTO Sair da

Leia mais

Tesche & Vasconcelos - Ciaf. Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800

Tesche & Vasconcelos - Ciaf. Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800 Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800 Para emissão da primeira Nota Fiscal eletrônica pelo Ciaf-800 a mesma deve ser obrigatoriamente uma nota de teste. Para que possa efetuar esta emissão faça o seguinte

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Alana Trindade Criado em 02/04/2016 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.188a REA SSPlus 8.0

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS. Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013

TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS. Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013 1 P a g e TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013 Author(s) Via Express Informática LTDA. Carlos Belgine Analista de Suporte 2 P a g e OBJETIVO O

Leia mais

Entrada de Produtos. Supermercados

Entrada de Produtos. Supermercados Entrada de Produtos Supermercados 1 Objetivo: Cadastrar a entrada dos produtos no sistema permite o controle do estoque e o controle financeiro. O objetivo do texto é explicar como cadastrar as notas fiscais

Leia mais

Na primeira vez de usar:

Na primeira vez de usar: MANUAL DE USUÁRIO EV2014 Na primeira vez de usar: Veja a figura de estrutura de programa: CLIENTES DESTINATARIO PRODUTOS 2. PEDIDOS CÓDIGO DE TRIBUTOS 1.CADASTRO DE BANCO DE DADOS 3. NOTA FISCAL ELETRÔNICA

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE CADASTROS 2 CADASTROS Tabela de Conteúdo Cadastro de Clientes 4 Cadastro de Produtos 5 1 Cadastro... de Produtos Básico 5 2 Cadastro... de Produtos Básico + Grade de Produtos 7 3 Cadastro... de Produtos

Leia mais

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E Nas páginas seguintes, você terá uma visão geral dos recursos disponíveis e das funções que o Controller Gold possui, facilitando o seu processo de venda e compra. Criando

Leia mais

Esse é um tutorial que explica as funcionalidades da guia Cadastro na tela de compras do ces_adm. Descrição dos tópicos abaixo:

Esse é um tutorial que explica as funcionalidades da guia Cadastro na tela de compras do ces_adm. Descrição dos tópicos abaixo: Esse é um tutorial que explica as funcionalidades da guia Cadastro na tela de compras do ces_adm. Descrição dos tópicos abaixo: 1. Emissão: Determina o tipo da emissão da nota fiscal a ser cadastrada.

Leia mais

Conteúdo. Revisado em 3/13/2010 às 9:45 PM 1 www.dzyon.com

Conteúdo. Revisado em 3/13/2010 às 9:45 PM 1 www.dzyon.com Conteúdo Introdução...3 Objetivos...3 Sobre o Manual...3 Padronização da Interface/Ícones...4 1.0 Visão Geral...5 1.1 Acesso ao Sistema...5 1.2 Sequência de Processos...5 1.3 Informações Gerais sobre Transmissão...6

Leia mais

APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER

APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER A integração de dados do Controller com a contabilidade, seja com o sistema Contábil ou com qualquer outro sistema, é feita através de lotes. Os lançamentos seguem a estrutura

Leia mais

Ressarcimento de ICMS-ST

Ressarcimento de ICMS-ST Ressarcimento de ICMS-ST Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Planilha de Ressarcimento... 4 Relacionar Nota Fiscal de Entrada...

Leia mais

Versão 06/2012. Substituição Tributária

Versão 06/2012. Substituição Tributária Substituição Tributária 1 ÍNDICE 1. O que é a Substituição Tributária?... 3 1.1 Tipos de Substituição Tributária;... 3 1.2 Como é feito o Recolhimento da ST?... 3 1.3 Convênio e Aplicação... 3 1.4 Base

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

Cadastros. Cadastro do Emitente

Cadastros. Cadastro do Emitente Página1 Cadastros O sistema dispõe de algumas vantagens interessantes e importantes no processo de emissão da NF-e, como é o caso dos cadastros. A principal funcionalidade é auxiliar o usuário no preenchimento

Leia mais

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Financeira...4 2.1.2.Formas de Registro do Pagamento e Recebimento

Leia mais

Informativo de Versão 18.12

Informativo de Versão 18.12 Informativo de Versão 18.12 Índice ERP Posto... 2 Cadastro Contrato de Abastecimento (Chamado 21982)... 2 Resulth Business... 3 Entrada de Produtos (Chamado 24400)... 3 ERP Faturamento... 4 Consulta Preço

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

!!!!!!!!!! NF-e. Manual do Usuário

!!!!!!!!!! NF-e. Manual do Usuário NF-e Manual do Usuário ÍNDICE CADASTROS NECESSÁRIOS PARA EMISSÃO DE NFE... 3 CADASTRO DE PRODUTOS... 3 CFOP... 5 PERFIL TRIBUTÁRIO... 7 CADASTRO DE CLIENTES... 9 CADASTRO DE FORNECEDOR... 10 CADASTRO DE

Leia mais

Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES

Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES Este documento tem o objetivo principal de iniciar você de forma rápida e simples no sistema.aprog., configurando as funcionalidades a sua realidade. A série Primeiros

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

AOB SOFTWARE INFORMATICA LTDA

AOB SOFTWARE INFORMATICA LTDA 2 Tabela de Conteúdo Compras 3 Lançando N.F Simples Nacional 3 1 Preenchendo... o cabeçalho 5 2 Preenchendo... o Produto 6 3 Lançamento... de Impostos 7 4 Confirmando... o Lançamento NF 8 Lançando N.F

Leia mais

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe.

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. Após clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NF-e, o sistema irá exibir uma série de

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Entrada de Notas. Manual desenvolvido para Célula Materiais Equipe Avanço Informática

Entrada de Notas. Manual desenvolvido para Célula Materiais Equipe Avanço Informática Entrada de Notas Manual desenvolvido para Célula Materiais Equipe Avanço Informática 1 Índice Parametrização... 2 Criando os Diretórios... 2 Parametrização que influenciam a Entrada da Nota Fiscal... 3

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA - NIVEL BÁSICO PAF-ECF / NFe

MANUAL DO SISTEMA - NIVEL BÁSICO PAF-ECF / NFe MANUAL DO SISTEMA - NIVEL BÁSICO PAF-ECF / NFe ÍNDICE PAG. 01 ACESSO AO SISTEMA PAG. 02 INFORMANDO USUÁRIO E SENHA PAG. 03 MENU DE CADASTROS PAG. 04 CADASTRANDO FORNECEDORES PAG. 05 CADASTRANDO GRUPOS

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Instalação do certificado digital Para cada empresa certificadora existe um manual de instalação. Antes de emitir o certificado no cliente, leia atentamente as instruções do manual.

Leia mais

NF-e Procedimentos e Operações

NF-e Procedimentos e Operações NF-e Procedimentos e Operações - Cores : Amarela - Nota Fiscal cadastrada no insig com emissão ainda não autorizada pela SEFAZ Verde Nota Fiscal com emissão autorizada pela SEFAZ Vermelha Nota Fiscal com

Leia mais

Elaboração e redação: Equipe de Ensino e Documentação Unidade Indústria da Construção UNIC

Elaboração e redação: Equipe de Ensino e Documentação Unidade Indústria da Construção UNIC Notas Fiscais Copyright 2014 By Softplan. Rod. José Carlos Daux, km 1, Nº 10 Centro de Tecnologia Ilhasoft - ParqTec Alfa João Paulo Florianópolis SC CEP 88030-000 Telefone: (48) 3027-8000 Homepage: http://www.softplan.com.br

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

Manual de Faturamento

Manual de Faturamento Manual de Faturamento Bureau & Redsystem Software Para Emissão da Nota Eletrônica, e necessários o preenchimento correto do Cadastro de Clientes, Cadastro de Produtos, Código Fiscal e Controle de ICMS,

Leia mais

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166 Sistema Nota Já Este manual tem por objetivo apresentar o sistema NotaJá a fim de auxiliar o usuário com todos os processos de cadastro, lançamentos de notas, cancelamentos, inutilizações, notas complementares

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o módulo... 5 Impostos... 5 Situação Tributária... 6 Configurações para I.C.M.S. Retido... 8 Configurações para Redução de Base de Cálculo SP... 10 Natureza de

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais Fiscal Configurar Impostos Fiscais Objetivo Configurar todos os impostos que refletirão na Nota Fiscal de Saída. Pré- Requisitos As Taxas Tributárias dos Produtos devem ser devidamente cadastradas ( Fiscal

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO MANUAL PARA CONVERSÃO DE RECIBOS PROVISÓRIOS DE SERVIÇO EM NF-E

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO MANUAL PARA CONVERSÃO DE RECIBOS PROVISÓRIOS DE SERVIÇO EM NF-E PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO MANUAL PARA CONVERSÃO DE RECIBOS PROVISÓRIOS DE SERVIÇO EM NF-E (Modelo IV) 1 Introdução Este manual apresenta e detalha os procedimentos para a realização do processo

Leia mais

Anexo Único. Leiaute do arquivo digital da Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A (a que se refere o artigo 2º, I, da Portaria CAT 102/2007)

Anexo Único. Leiaute do arquivo digital da Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A (a que se refere o artigo 2º, I, da Portaria CAT 102/2007) Anexo Único Leiaute do digital da Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A (a que se refere o artigo 2º, I, da Portaria CAT 102/2007) 1. Cada digital deverá conter informações relativas às Notas Fiscais, modelo 1

Leia mais

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER Inicialmente, o mais importante O objetivo deste material é apresentar como deve-se proceder em todas as fases, o cadastramento de uma Nota de Importação no Controller. Este material abordará os tópicos

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC)

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) EMPRESA: LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) NOME DO ARQUIVO Existem dois nomes possíveis: um para as notas de saída e outro para as notas de entrada. - Saídas : O nome do arquivo deve

Leia mais

Acesso a NFA-e para não contribuinte:

Acesso a NFA-e para não contribuinte: Acesso a NFA-e para não contribuinte: Através da pagina da Secretaria de Estado da Fazenda (www.sef.sc.gov.br) o contribuinte não credenciado no Sistema de Administração Tributária (S@T) poderá emitir

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.04.00. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.04.00 do dia 02/05/2012:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.04.00. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.04.00 do dia 02/05/2012: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.04.00 Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.04.00 do dia 02/05/2012: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

Notas de versão. Versão 3.16.1.0

Notas de versão. Versão 3.16.1.0 Notas de versão Sistema Gescor Versão 3.16.1.0 Lançamento Abril/2016 Interface - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 3 1. Nova interface e usabilidade do sistema.

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e SUMÁRIO 1. INSTALAÇÃO 2. CADASTROS 2.1. CADASTRO DE USUÁRIO 2.2. CADASTRO DE MODALIDADE 2.3. CADASTRO DE PRODUTO 3. OPERAÇÃO 3.1. VENDA 3.2. CANCELAMENTO

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079)

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) 1. IDENTIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES NA TELA.... 2 2. FUNCIONALIDADES.... 3 2.1 EMISSÕES DE NOTAS... 3 2.2 DESTINATÁRIO DE NF-E... 4 2.3 ENVIAR NOTA POR E-MAIL... 7 2.4 VISUALIZAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Estoque...2 Controlando a Garantia - Honda Motocicletas...2 Controlando a Boutique...6 Entrada de Peças no Estoque...7 Entrada de Mercadorias...7 Importação do Faturamento

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

Configuração Empresa/Filial

Configuração Empresa/Filial Configuração Empresa/Filial Para definir as configurações (Parâmetros) de cada empresa ou filial cadastrada no sistema, proceda da seguinte forma: Acesse o módulo Administrativo. Clique no menu Cadastros

Leia mais

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DO SISTEMA Versão 6.08 Introdução... 2 Requisitos para Utilização do Módulo NF-e... 2 Termo de Responsabilidade... 2 Certificados... 2 Criação de Séries... 2 Framework... 3 Teste de Comunicação...

Leia mais

Novidades Versão 11.08a

Novidades Versão 11.08a 1. VISÃO GERAL 1.1 MODIFICAÇÕES E ATUALIZAÇÕES: Foram adicionadas diversas funcionalidades nos Módulos Doc-e, Produção, CRM, no Sistema de Gestão Administrativa e no Módulo de Vendas que permitem melhorias

Leia mais

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e.

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. Conhecimento de Transporte Eletrônico OBJETIVO Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

1. Instalação e Registro

1. Instalação e Registro 1. Instalação e Registro 1.1. Instalando o Controle de Transportadoras Para instalar o Controle de Transportadoras, acesse o site da Bsoft (www.bsoft.com.br), entre na seção de Downloads e baixe o instalador

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br CONTAS A PAGAR CONSULTA E BAIXA EM CONTAS A PAGAR E CONTAS PAGAS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A PAGAR 1. CONSULTAS DE LANÅAMENTOS TÇTULOS FILTRO: CONTAS A PAGAR CONTAS PAGAS EXIBIR PRÉ- DATADOS SUSPENSAS

Leia mais

5. Web Services Informações Adicionais

5. Web Services Informações Adicionais 5. Web Services Informações Adicionais 5.1 Regras de validação As regras de validação aplicadas nos Web Service estão agrupadas da seguinte forma: Grupo Aplicação A Validação do Certificado Digital utilizada

Leia mais

MANUAL GESTOR MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail]

MANUAL GESTOR MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL GESTOR [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula de Materiais Autor: Equipe

Leia mais

Layout Soma NF-e 2.4.5

Layout Soma NF-e 2.4.5 Layout Soma NF-e 2.4.5 Leiaute para ENTRADAS e SAÍDAS Delimitador ';' Formato Data: dd/mm/yyyy Separador decimal '.' Campos não obrigatórios null e delimitador null; Obrigatoriedade S=Sim N=Não OS= Opicional

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

Informativo de Versão 18.09cb

Informativo de Versão 18.09cb Informativo de Versão 18.09cb Índice Resulth Business... 3 Movimento Cobrança Eletrônica / Remessa (Chamado 23025)... 3 Movimento Digitação e Emissão NF-e (Chamado 23538)... 4 Cadastro de Produtos (Chamado

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Manual de Integração do Contribuinte Online

Manual de Integração do Contribuinte Online INDÍCE ANALÍTICO Considerações Gerais 1 Acesso ao Ambiente Seguro 2 Cadastro de NF-e 6 Campo NF-e 7 Campo NF-e Referenciada 8 Campo Emitente 9 Campo Destinatário 10 Campo Produto 11 Produto Automotor 13

Leia mais

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Entrada. Decimais. Fornecedor DIEF DIEF

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Entrada. Decimais. Fornecedor DIEF DIEF Página: /0 do arquivo: 0 - Cabeçalho do Arquivo Código da Empresa CNPJ da Empresa Inicial Final Valor Fixo "N" de Nota (...) Constante "00000" Sistema (...) Valor Fixo "" 9 0 4 4 0 4 4 0 44 44 4 46 4 4

Leia mais