Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 1/40

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 1/40"

Transcrição

1 ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 01/2011 (PERGUNTAS e RESPOSTAS) PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES NECESSÁRIOS PARA CONEXÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO PMSP À INTERNET bem como Monitoração e Gerenciamento deste Link ((TEXTO))Aos 10 (dez) dias do mês de março de dois mil e onze, às 11:00 hs, na sede da((ng))empresa DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO PRODAM SP S/A.((CL)), por ordem do Diretor Presidente, Diretor de Administração e Finanças e Diretor de Infraestrutura, torna público os questionamentos e as respostas apresentados pelas empresas abaixo: QUESTIONAMENTO DA EMPRESA TNL PCS S/A (OI), inscrita no CNPJ sob o nº / , estabelecida na Rua Jangadeiros, 48, Ipanema Rio de Janeiro/RJ, indicando como endereço para efeito de correspondência/comunicação a presente cotação Av.Dr.Cardoso de Melo, 1184/5º andar V.Olímpia, São Paulo SP/CEP: , e mail telefone , fax nº viemos formular CONTRIBUIÇOES A CONSULTA PÚBLICA, nos seguintes termos: 1 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA SUBITEM 3.3 SOLUÇÕES DE ROTEAMENTO EXIGENCIA DE SENHA DE ESCRITA DE ROTEADORES X RESPONSABILIDADE POR INTERRUPÇÃO DE EQUIPAMENTOS. O item em referencia estabelece que a empresa contratada deverá permitir que a contratante efetue alterações nas configurações dos roteadores fornecidos à contratada. Por uma lado, a empresa contratante exige liberdade para efetuar intervenções nas configurações dos roteadores e cuja manutenção é de responsabilidade da contratada. 2 Por outro lado, a responsabilidade no pleno funcionamento do link e roteadores continua da empresa contratada. A redação proposta permite que profissionais da prefeitura executem alterações nos roteadores podendo levar a paralisação do link cuja a responsabilidade de bom desempenho é da contratada. Reforçamos aqui o alto nível de complexidade envolvidas nos roteadores fornecidos envolvendo políticas de roteamento asseguradas pelo protocolo BGP inter AS. A garantia do bom desempenho dos serviços prestados exige exclusividade na intervenção nos equipamentos roteadores. Sugerimos três possibilidades: 1 A contratada fornece os equipamentos e concede Liberdade total a contratante para efetuar intervenções nos equipamentos roteadores e em contra partida toda manutenção de equipamentos ou reconfiguração de equipamentos fica de responsabilidade da contratante. Em resumo qualquer problema que a contratante causar devido a sua intervenção no equipamento, a mesma se responsabiliza. 2 A contratada fornece os equipamentos e concede Liberdade para leitura das configurações dos roteadores a contratante para efetuar somente visualização das configurações dos equipamentos roteadores e em contra partida toda manutenção de equipamentos ou reconfiguração de equipamentos fica de responsabilidade da contratada. Em resumo, a contratante apenas visualiza as configurações do equipamento roteador. Nesta modalidade a responsabilidade por qualquer problema que a contratada causar devido a sua intervenção no Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 1/40

2 equipamento, a mesma se responsabiliza. 3 Mesma proposta do item 1 porém fica incluso adicionalmente número de visitas pré contratadas e pré acordado. Ou seja, a contratada fornece os equipamentos e concede Liberdade total a contratante para efetuar intervenções nos equipamentos roteadores e em contra partida toda manutenção de equipamentos ou reconfiguração de equipamentos fica de responsabilidade da contratante. Em resumo qualquer problema que a contratante causar devido a sua intervenção no equipamento, a mesma se responsabiliza. Adicionalmente a esta opção, fica estabelecido um número de visitas pré acordadas junto a contratada para reconfigurar o equipamento roteador. Exemplo: a empresa 3 contratada deverá fornecer na sua planilha de preços 8 intervenções anuais nos equipamentos roteadores fornecidos afim de dirimir eventuais problemas de configuração nos equipamentos roteadores. Resposta: será mantido conforme Edital. 02 ANEXO VI MINUTA DE INSTRUMENTO CONTRATUAL SUBITEM 2.9 PROCEDIMENTO DE FATURAMENTO INTEGRAL COM DESCONTO O item em referencia estabelece que o faturamento relativo a mês em que ocorreu a instalação não pode ser total com descontos dos dias de serviço não prestados e sim pro rata die dos dias de serviço efetivamente prestados. Reiteramos nosso pedido em permitir a flexibilização desta clausula, pois se trata em como o sistema de faturamento desta empresa opera não permitindo flexibilizações. Solicita seja reconsiderado nosso pedido em permitir que o faturamento da instalação seja feita de forma total com descontos dos dias em que o serviço não foi prestado. Do ponto de vista financeiro o valor a ser pago por esta administração será exatamente o mesmo. Resposta: será excluído do Edital. 03 ANEXO VI MINUTA DE INSTRUMENTO CONTRATUAL SUBITEM PROCEDIMENTO DE REEMISSÃO DE NOVA FATURA O item estabelece que havendo divergência em valores de faturas as mesmas deverão ser reformadas em enviadas em até 5 dias úteis. Solicitamos que a fatura retificada seja apresentada exclusivamente com o novo valor apurado e acordado entre contratada e contratante. O sistema de faturamento emite fatura manual e não apresenta o descritivo conforme a fatura normalmente encaminhada. E apresentado uma linha com o valor apurado exclusivamente. Solicitamos a flexibilização na forma de apresentação das contas faturas retificadas afim de que possamos emitir faturas conforme o sistema de faturamento atual. Resposta: será alterado, conforme nova redação do Edital. 4 ITEM XVI DA CONDIÇÃO DE PAGAMENTO SUBITEM INOPERAÇÃO DE CIRCUITO E FÓRMULA PARA GLOSA DE FATURA Solicitamos seja aceito por esta administração a mesma formula recomendada pela Anatel para glosa de fatura. O sistema de faturamento está ajustado a mesma em cumprimento da legislação vigente. VC = P/1440 X N, onde: Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 2/40

3 VC = Valor do crédito; P = valor mensal devido pela CONTRATANTE; = número de 30 minutos existentes no mês; N = número de períodos de interrupção. Obedecendo a este critério de glosa, a conta fatura automaticamente credita os períodos de inatividade. Outros critérios de glosa exige emissão de fatura manual recaindo em desvios típicos de processos não automáticos. Sugerimos seja aceito este critério de glosa. Resposta: a fórmula aplicada pela PRODAM SP minimiza enganos quando do ajuste da proposta de preços após a apuração da melhor proposta. Será mantido conforme Edital. 05 ITEM XVI DA CONDIÇÃO DE PAGAMENTO SUBITEM 16.5 PRAZO PARA EMISSÃO DE CONTA FATURA RETIFICADA O item solicita 5 (cinco) dias úteis para ratificação de fatura e entrega de nova conta fatura ajustada. Consideramos os procedimentos internos para ratificação de faturas, intervenção manual/humanas e emissão de novas. Solicitamos que o prazo seja dilatado para pelo menos 7 (sete) dias úteis. Resposta: Será alterado para 7 (sete) dias úteis. 06 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.4 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM IMPLEMENTAÇÃO EM CAMADA 3 O item estabelece conforme abaixo: Implementações em Camada 3... ; A solução ofertada deve suportar roteamento IPv4 e IPv6 usando os protocolos RIP (v1, v2 ou RIPng) e OSPF (v2 e v3); A solução ofertada deve suportar pelo menos (um milhão) de rotas IPv4 e (quinhentas mil) rotas IPv6, em hardware; A solução ofertada deve suportar pelo menos (dez mil) rotas estáticas IPv4 e IPv6; A solução ofertada deve suportar autenticação RIP e OSPF; **Entendemos que a solução ofertada deve suportar autenticação RIP e OSPF nos moldes solicitados acima, RIP (v1, v2 ou RIPng) e OSPF (v2 e v3); está correto nosso entendimento? Resposta: está correto o entendimento. 07 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.4 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM IMPLEMENTAÇÃO EM CAMADA 3 O item estabelece conforme abaixo:... ; A solução ofertada deve suportar a redistribuição de rotas entre os protocolos BGP, RIP e OSPF, tanto para roteamento IPv4 quanto para IPv6; Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 3/40

4 A solução ofertada deve suportar roteamento multicast usando os protocolos PIM Dense Mode ou Sparse Mode ou DVMRP (Distance Vector Multicast Routing Protocol); A solução ofertada deve suportar Policy Based Routing; ** O nome Policy Based Routing é uma feature Cisco. Entregamos a mesma facilidade com nome distinto. Entendemos que será aceito o recurso independente do nome em questão? Resposta: está correto o entendimento. 08 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.4 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM IMPLEMENTAÇÃO EM CAMADA 3 O item estabelece conforme abaixo: Funções Específicas de Segurança e Gerenciamento A solução ofertada deve suportar proteção contra ataques do tipo Deny of Service, ataques do tipo Smurf e TCP SYN; A solução ofertada deve permitir a criação de até (trinta e duas mil) ACLs (Access Control Lists), suportando identificação de tráfego de interesse de acordo com os seguintes critérios: o Por endereços IP de origem e destino; o Por protocolo de aplicação; o Por números de porta TCP/UDP; o Por tipo de tráfego ICMP; o Por endereços MAC de origem e destino; o Por porta física de entrada ou saída; o Por marcação ToS, CoS ou DSCP; A solução ofertada deve suportar a aplicação das access lists diretamente nas interfaces vlan e nas interfaces físicas, sem recorrer a traffic policies; ** Na solução ofertada, toda interface física é associada a uma interface lógica; ou seja, é possível aplicar Access lists diretamente nas intefaces vlans e/ou nas interfaces físicas que estarão associadas às intefaces lógicas. Entendemos que podemos aplicar. Está correto nosso entendimento? Resposta: Está correto, contanto que NÃO sejam utilizadas traffic policies para aplicação da regra na interface vlan ou interface física. 09 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.4 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM IMPLEMENTAÇÃO EM CAMADA 3 O item estabelece conforme abaixo:... ; A solução ofertada deve permitir a configuração de múltiplas portas para espelhamento de tráfego, de forma que vários equipamentos de coleta de dados possam ser conectados simultaneamente a várias portas do equipamento; A solução ofertada deve suportar gerenciamento via protocolo SNMP v1, v2c e v3; A solução ofertada deve suportar serviços para Autenticação, Autorização e Accounting (AAA) utilizando servidores RADIUS (RFC Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 4/40

5 2865,) e/ou TACACS (RFC1942); **A RFC referida acima é a 1492 e não a Houve um erro de digitação. Atendemos a RFC1492. Está o nosso entendimento correto? Resposta: Está correto o entendimento. Estaremos corrigindo o número do RFC no edital. 10 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.5 SOLUÇÃO DE SWITCHMODULAR LAYER 3 SUBITEM SOLUÇÃO DE BALANCEAMENTO DE CARGA DE SERVIDORES (BALANCING LAYER 7) O item estabelece conforme abaixo: 2.5 SOLUÇÃO DE BALANCEAMENTO DE CARGA DE SERVIDORES (BALANCING LAYER 7) Características Gerais A solução fornecida deverá ser baseada em switches com funcionalidades de balanceamento de carga (tráfego) em nível de camada de aplicação (Layer 7). A solução demanda o fornecimento de no mínimo 2 (dois) equipamentos, os quais deverão estar interconectados de maneira a permitir redundância total, garantindo tolerância a falhas. Este dispositivo pode ser do tipo modular, para utilização em arquitetura do tipo chassi, desde que atenda no mínimo todos os requisitos de processamento e capacidades de hardware especificadas, com processamento independente, sem comprometer o throughput da solução. O dispositivo deve permitir o conceito de virtualização dos balanceadores de carga e das interfaces, garantindo o atendimento de novas demandas internas e clientes, eliminando a necessidade de introdução de novos dispositivos. Os equipamentos virtualizados devem possuir as mesmas características de separação de redes como se fossem fisicamente distintos, permitindo inclusive gerenciamento independente. ** O Equipamento possui suporte a partições administrativas, múltiplas tabelas de rotas e IP Overlapping. Cada partição é isolada, onde cada usuário somente 8 tem acesso à sua partição e seus recursos, mesmo que eles estejam utilizando o mesmo prefixo de rede. Entendemos que com estas funções atendemos este item. Está correto nosso entendimento? Resposta: está correto o entendimento. Deve suportar o conceito de virtualização, ou seja, deve ter suporte a domínios administrativos virtuais independentes. Não temos como analisar se a feature descrita é uma virtualização 11 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.5 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM FUNÇÕES ESPECIFICAS DAS CAMADAS 2,3,4 E 7, POR MÓDULO OU HARDWARE INDEPENDENTE O item estabelece conforme abaixo: Funções Específicas das Camadas 2, 3, 4 e 7, por módulo ou hardware independente A solução ofertada deve suportar VLANs (IEEE 802.1Q), permitindo a criação de pelo menos (quatro mil) VLANs; A solução ofertada deve suportar o protocolo Spanning Tree (IEEE 802.1d); A solução ofertada deve suportar o protocolo Rapid Spanning Tree (IEEE 802.1w); Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 5/40

6 A solução ofertada deve suportar agregação de links usando o padrão IEEE 802.3ad (LACP); A solução ofertada deve suportar o protocolo VRRP (RFC 2338); ** Pede se que o equipamento suporte o protocolo VRRP; entendemos que é aceitável que o equipamento suporte as mesmas funcionalidades ainda que entregues por protocolo que desempenhe a mesma função, similar. Nosso entendimento está correto? Resposta: Não está correto. Trata se de um protocolo aberto, independente de fabricante, para suporte à redundância. Soluções proprietárias serão aceitas como alternativa ao VRRP, que também deve ser suportado. 12 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.5 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM FUNÇÕES DESEGURANÇA E GERENCIAMENTO O item estabelece conforme abaixo:... Checagem de TCP SYN Cookies para proteção contra DDoS (Distributed DoS); Rate Limit; Deve possuir suporte para SNMP v1, v2 e v3 e 4 grupos de RMON; Deve possuir um web server integrado para permitir configuração e monitoração através de um web browser; Deve permitir atualização de imagens de firmware, upload e download dos arquivos de configuração usando os protocolos TFTP ou FTP; Deve possuir memória flash suficiente para permitir a carga de pelo menos duas imagens de software; ** O equipamento proposto tem 8 GB de memória flash e permite o armazenamento de pelo menos 2 imagens de software. No entanto, os equipamentos ofertados possuem HD com 3 partições distintas, que permitem 3 instalações de sistema operacional até mesmo com versões e configurações distintas. Não há possibilidade de instalação do sistema operacional na flash. Entendemos que atendemos este item. É correto nosso entendimento? Resposta: está correto o entendimento. 13 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.7 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM SERVIÇO DE SEGURANÇA PARA OS LINKS O item estabelece conforme abaixo: SERVIÇOS DE SEGURANÇA PARA OS LINKs No intuito de melhorar a segurança do tráfego de dados através do link IP dedicado à Internet, a CONTRATADA deverá instalar: Solução de Firewall de Backbone (com redundância) A solução ofertada deve ser fornecido em hardware independente ou módulo integrado em chassi com processamento independente, baseado na tecnologia Statefull Inspection; A performance em Statefull Packet Inspection deve atender throughput de, no mínimo, 10 (dez) Gbps; ** O troughput mínimo solicitado está baseado em que tipo de tráfego? Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 6/40

7 Resposta: 80% do tráfego está baseado em tráfego de HTTP. 14 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.7 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM SOLUÇÃO DE FILTRO DE CONTEUDO O item estabelece conforme abaixo: Solução de Filtro de Conteúdo Licença de uso de solução de software ou hardware dedicado (appliance), que permita o controle de acesso WEB, denominado filtro de conteúdo Web, visando implementação de políticas que permitam o gerenciamento de acesso ao conteúdo de Internet, bem como serviço de instalação, configuração e fornecimento dos servidores; A solução de software deve ser executada em plataforma: MS Windows 2003; A solução de filtro de conteúdo deve suportar integração com Microsoft ISA Server; Este sistema deverá obrigatoriamente categorizar sites no idioma Português de forma automática; A solução deve permitir autenticação de usuários baseado, no mínimo nos seguintes diretórios Microsoft Windows NT, Microsoft AD (Active Directory), LDAP e RADIUS; Deve permitir o bloqueio ao acesso de determinados tipos de arquivo (extensão) dentro de cada categoria. Cada categoria deve permitir a definição dos tipos de arquivos bloqueados independentemente das outras categorias; A base de dados de urls deve ser atualizada automaticamente pelo sistema, diariamente, através da Internet, através de downloads incrementais; A solução de software deve permitir que políticas diferentes possam ser definidas por horário do dia e por dia da semana para usuários, grupos, IPs e range de IPs, independente da integração ou implantação escolhida; Os logs devem ser gravados em banco de dados padrão SQL Server, ou MSDE ou MYSQL, ou ORACLE; Deve possuir ferramenta de geração de relatórios baseados no log gerado, com gráfico, resumos e relatório detalhados dos acessos. A ferramenta deverá fornecer modelos prédefinidos, permitindo customização, os relatórios devem ser gerados no mínimo em formatos: HTML, WORD, EXCEL, CSV, PDF; ** Os logs devem ser gravados em banco de dados proprietário; Deve possuir ferramenta de geração de relatórios baseados no log gerado, com gráfico, resumos e relatório detalhados dos acessos. A ferramenta deverá fornecer modelos prédefinidos, permitindo customização, os relatórios devem ser gerados no mínimo em formatos: HTML, WORD, EXCEL, CSV, PDF; Esta correto nossa correção? Resposta: O texto foi alterado para permitir a gravação dos logs em base de dados proprietária. O restante do entendimento está correto. 15 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.7 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM SOLUÇÃO DE IPS/IDS (com redundância) O item estabelece conforme abaixo: Solução de IPS/IDS (com Redundância) Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 7/40

8 A solução ofertada deve ser fornecida em hardware independente ou módulo integrado em chassi com processamento independente, com os seguintes requisitos mínimos: **A solução é ofertada tem licença integrada ao chassi, mantendo todos os requisitos de processamento solicitados; Está correto nosso entendimento? Resposta: Não está correto o entendimento. Em caso de fornecimento da solução em chassi modular, a licença também deverá ser independente para este módulo. 16 TERMO DE REFERÊNCIA ITEM 2.7 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3 SUBITEM SOLUÇÃO DE IPS/IDS (com redundância) O item estabelece conforme abaixo: Os equipamentos deverão ser dimensionados e fornecidos com capacidade suficiente para suportar o tráfego requerido por função, evitando degradação do throughput final. As soluções de Firewall de backbone e IPS/IDS deverão ser fornecidas em appliances distintos ou módulos de chassi com processamento independente, exceto no firewall de gerenciamento, no qual o IPS poderá estar incluso no mesmo appliance. **A solução é ofertada em licença integrada ao chassi, mantendo todos os requisitos de processamento solicitados; Resposta: Não está correto o entendimento. Em caso de fornecimento da solução em chassi modular, a licença também deverá ser independente para este módulo. 17 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA SUBITEM 2.10 TREINAMENTO O nosso entendimento é que exigências de treinamento recaem somente para os prestadores de serviços do lote 1. Está o meu entendimento correto? Resposta: o entendimento está correto. EMPRESA TELEFÔNICA 2 OBSERVAÇÕES SOBRE A CONSULTA PÚBLICA Esta seção procura auxiliar na minimização de pontos cujo entendimento pela Telefônica não ficou claro o suficiente, de forma a auxiliar a PRODAM no refinamento do texto do Edital a ser publicado para a contratação do objeto desta proposta. Em nossa proposta comercial, apresentamos valores a serem praticados em caso de todas as nossas sugestões aqui apresentadas serem aceitas e publicadas no Edital definitivo. 2.1 SOBRE O OBJETO Entendemos que devam ser informadas as características do ambiente em que os equipamentos de telecomunicações serão instalados, bem como os limites de responsabilidades de contratante e contratada. Exemplos de itens a serem detalhados são: climatização, fornecimento de energia e aterramento. Resposta: Os equipamentos serão instalados no datacenter PRODAM SP da unidade Pedro de Toledo. Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 8/40

9 2.1.2 O sub item 6.15 do Item VI da minuta do Edital proíbe que uma única empresa vença os dois lotes. Porém, considerando que: a) este lote refere se somente ao serviço de acesso à Internet; b) que a figura deste segundo fornecedor, ainda que tenha um SLA a seguir, terá muito menos envolvimento que o fornecedor do objeto principal, que inclui plataforma de segurança e já contempla uma gestão de serviços; e c) que a PRODAM acabará sendo responsabilizada por garantir ainda o alinhamento entre os dois distintos fornecedores; Solicitamos que se permita que o fornecimento do segundo acesso possa ser realizado pela empresa ganhadora do lote principal, garantida a independência de meio e operadora (a ser subcontratada). Desta forma, a mesma é inteiramente responsável pela operação da solução, contingência de Internet e SLAs, tornando se ainda uma via única para a PRODAM solicitar quaisquer soluções que se façam necessárias para o re estabelecimento dos serviços em eventuais paradas programadas ou não. Resposta: será mantido conforme Edital Caso o item 6.15 do Item VI da minuta do Edital, continue inalterada conforme solicitado acima, entendemos que deverá ficar claro no texto que a proposta para o Lote II da empresa vencedora do Lote I será desconsiderada para o pregão do Lote II, não sendo, portanto, válida para fins de comparação com as demais empresas. Caso contrário, se a vencedora do Lote I tiver apresentado valor muito abaixo dos praticados no mercado, tal proposta será desconsiderada. Resposta: será mantido conforme Edital Em relação ao item do Item VIII da minuta do Edital, entendemos que a operação assistida solicitada deve ser mais bem detalhada, em relação ao seu escopo e, principalmente, em relação à sua duração. Resposta: A operação assistida consiste no acompanhamento in loco da instalação de toda a solução e os respectivos testes. O prazo para instalação é de 120 dias para o lote 1 e 60 dias para o lote 2. Entendemos que o profissional deva se orientar por estes prazos. Também estamos requisitando acompanhamento por 30 dias depois que a instalação estiver operacional Em relação ao item do Item VIII da minuta do Edital, entendemos que deva ser explicitado se o profissional solicitado será necessariamente dedicado exclusivamente a este projeto ou não, caso em que poderia ser compartilhado com outros projetos, diminuindo os custos para a PRODAM. Resposta: Entendemos que o profissional não precisa estar dedicado exclusivamente a este projeto, contanto que não comprometa seu desenvolvimento e prazo de instalação. Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 9/40

10 2.1.6 Em relação ao item do Item XIII da minuta do Edital, entendemos que o valor a ser pago para a mudança de endereço deva ser efetuado mediante orçamento a ser realizado no período em que a mesma for necessária. Isto decorre do fato que uma reinstalação apresentar normalmente custos adicionais aos de uma instalação inicial, por apresentar diversos riscos devido a um cronograma apertado que pode afetar toda a logística de mudança e aos mais diversos imprevistos, como, por exemplo, a danificação de um ou mais elementos durante a mudança. Desta forma, a PRODAM poderá acabar pagando mais caro na primeira instalação, pois as licitantes poderão incluir, no custo de instalação inicial, pelo menos metade da previsão de um futuro gasto adicional. Resposta: será mantido conforme Edital Caso já haja planos para o novo endereço, seria bastante interessante que a PRODAM já o informasse no Edital a ser publicado, de forma que as licitantes pudessem realizar os estudos de viabilidade de instalação dos acessos na nova região, diminuindo o grau de incerteza na proposta comercial. Resposta: Os locais de instalação foram alterados. Inicialmente, toda a solução, tanto para o LOTE 1 quanto para o LOTE 2, devem ser instalados na unidade Pedro de Toledo. O LOTE 2, posteriormente, pode ser instalado na unidade PTT Metro do CGI.br Em relação aos itens 16.1 e do item XVI da minuta do Edital, é mencionado que a instalação será dividida em duas parcelas. Entendemos que o Edital deva explicitar o motivo de tais exigências, bem como informar claramente em qual prazo os treinamentos deverão ser realizados. Além disto, entendemos que deva haver uma cláusula que exija a realização do pagamento da segunda parcela caso o treinamento não seja realizado por motivos quaisquer gerados unilateralmente pela PRODAM. Resposta: Será mantido conforme o edital, devido ao grande número de treinamentos exigidos. Entendemos que tais treinamentos são imprescindíveis para a operação da solução e devam ser aplicados num curto prazo Segundo o item 16.4 do item XVI da minuta do Edital, A Contratada deve disponibilizar um arquivo eletrônico contendo as informações necessárias (designação do acesso, data de ativação, período de faturamento, valor mensal, desconto por interrupção) para validação da prestação do serviço, até o 5º dia útil do mês subseqüente a da prestação de serviço. O período de faturamento do serviço deve ser contando do a partir do primeiro dia até o último dia mês. No caso da ativação do serviço ocorrer durante este período de faturamento do serviço, a CONTRATANTE deve faturar apenas o pro rata die do período entre o dia da ativação até o último dia do mês. Descontos lançados nas faturas deverão ter indicações que permitam o reconhecimento dos motivos desses descontos. Informamos que nosso sistema de faturamento tem campos específicos, que não nos possibilitam a inclusão de todas as exigências mencionadas acima. Desta forma, solicitamos que tais Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 10/40

11 exigências sejam excluídas do edital, ou que sejam negociáveis na apresentação da primeira fatura. Resposta: a indicação que permita reconhecimento de motivo de desconto é necessário para auditoria futura. Caso a Contratada não possa indicar os motivos não poderá usar esse expediente para cobrança de pró rata die. 2.2 SOBRE A ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO LOTE É solicitado nesta especificação, o seguinte: Todos os equipamentos instalados dentro das unidades da Prodam SP (incluindo os roteadores) serão de gerenciamento (controle total) da Prodam SP. Apenas nos roteadores será permitido o acesso de leitura e escrita pela CONTRATADA.. Considerando que o a PRODAM se responsabilizará por toda Configuração e Gestão da solução de segurança, e que a CONTRATADA será impossibilitada de realizar qualquer acesso a estas configurações, entendemos que a CONTRATADA do Lote I somente será responsabilizada por: a) quaisquer falhas dos elementos de hardware fornecido pela mesma, desde que seja comprovado que não seja devido a mau uso ou dano de responsabilidade da PRODAM (falhas elétricas, mecânicas ou de infra estrutura básica do ambiente da PRODAM); b) falhas de software ou sistema operacional dos elementos fornecidos, quando comprovado formalmente pelo fabricante que são devidos a defeito do software (bug); c) indisponibilidade dos serviços de acesso à internet; e d) quaisquer falhas ou indisponibilidades informadas pela PRODAM deverão ser justificadas tecnicamente e comprovada por logs ou quaisquer outros relatórios, sendo estes processos e documentos validados entre a mesma e a CONTRATADA através de um Acordo Operacional específico, após a assinatura do contrato. Desta forma, voltamos a sugerir que a operação de toda a plataforma seja unificada e de responsabilidade da CONTRATADA do lote I, sendo que assim a PRODAM passa a exigir do fornecedor apenas o cumprimento do SLA estabelecido. Resposta: será mantido conforme Edital. Podemos ajustar necessidades específicas de acesso posteriormente à assinatura do Instrumento Contratual Em relação aos Itens Gerais: É solicitado que Após a ativação da rede, a CONTRATADA deverá manter um mapa atualizado, da topologia, contendo os serviços, sua vazão nominal e a disposição dos roteadores ou equipamentos de terminação da rede WAN, fornecendo o mesmo a PRODAM SP. Entendemos que deva ser esclarecido qual é o entendimento da PRODAM pelo termo Vazão Nominal e que deva ser informada qual a periodicidade do envio da topologia atualizada para a PRODAM SP. Resposta: Entende se por vazão nominal a volumetria de tráfego de entrada e saída do link contratado. A topologia deve ser fornecida antes da instalação do link e atualizada a cada alteração. Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 11/40

12 2.2.3 Em relação à especificação dos links dedicados: É solicitado que Os acessos deverão prever a possibilidade de utilização futura de IPs pertencentes à PRODAM e de Autonomous System (AS). Para tanto, todos os serviços de suporte e configuração dos equipamentos de sua propriedade deverão estar inclusos neste fornecimento. Entendemos que deva ser informado se os IPs pertencentes à PRODAM serão públicos ou privados. Resposta: serão endereços públicos, conforme contrato de estabelecimento da PRODAM SP como AS junto ao CGI.br É solicitado que A CONTRATADA deverá disponibilizar à PRODAM SP ao menos um serviço de atendimento telefônico gratuito, do tipo 0800, pelo qual os técnicos da CONTRATANTE farão solicitações de implementações nas configurações dos equipamentos, diretamente aos técnicos da CONTRATADA responsáveis pela manutenção, configuração dos equipamentos instalados na PRODAM SP. Para este item entendemos que: i) Deva ser esclarecido que o número de 0800 poderá ser de uso compartilhado para atendimento a outros clientes além da PRODAM. ii) Deva ser informada a volumetria de chamados/mês estimada pela PRODAM. iii) Deva ser informado se as mudanças solicitadas se referem a ou também se referem à configuração de ACL e de ACL estendida. Resposta: i) Não temos restrições quanto ao tipo de atendimento via 0800, podendo ser compartilhado, desde que não comprometa o atendimento. ii) Não temos como estimar o volume de chamados. iii) A configuração de qualquer funcionalidade exigida no edital pode ser solicitada, o que inclui a configuração de ACLs estendidas É solicitado que a contratada deverá Disponibilizar à Prodam SP, 24 (vinte e quatro) horas por dia, 7 (sete) dias por semana, ferramentas para visualização on line, via WEB, ou console do tráfego de entrada e saída e taxa de erros. Essa solução deverá entrar em funcionamento em conjunto com a solução completa, sendo um item imprescindível para o aceite final da solução. Entendemos que deva ser informado claramente se o aceite final será retroativo ao período em que a solução tenha funcionado sem que esta ferramenta tenha sido totalmente implementada, pois a necessidade primária do serviço da PRODAM prestado para a Prefeitura Municipal de São Paulo é a conectividade segura à Internet. Resposta: Entendimento incorreto. Será mantido conforme Edital Em relação à especificação da solução de Switch Modular Layer 3: Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 12/40

13 É solicitado que A solução deve possuir arquitetura modular do tipo chassis, com no mínimo 7 (sete) slots dedicados para inserção de módulos de switching, excluindo se os slots dedicados para módulos supervisores, módulos de switch fabric, fontes de alimentação e ventiladores; a solução deve apresentar módulos de firewall, IDS/IPS, Balancing Layer 7 inseridos no chassi ou fornecidos em hardwares separados. Entendemos que onde se lê devem ser apresentados, deva se entender como podem ser apresentados. Resposta: Está correto o entendimento, podem ser fornecidos módulos para chassi ou em hardware independente Em relação aos serviços de Segurança para os Links: Em relação à Função AntiSpyware, é solicitado Facilitar a remoção de spywares. Entendemos que deva ser esclarecido no texto do Edital que tal remoção ocorrerá apenas nos gateways e não nas estações de usuários. Resposta: será acatada a solicitação É solicitado para o Firewall de Gerenciamento: Possuir suporte a número ilimitado de endereços IP nas redes internas. Entendemos que este item deva ser excluído, por encarecer de modo desnecessário a solução. Entendemos que a quantidade deva ser pré definida pela PRODAM SP, e limitada a um número finito de endereços. Resposta: Será mantido o texto original. Para atender a quantidade de endereços ip estimada, na especificação dos fabricantes equipamentos para essa demanda são classificados como ilimitados.**** Em relação ao Firewall de Gerenciamento, é solicitado Suporte a failover para permitir a redundância automática com os outros firewalls idênticos a ser fornecido, nos modos ativo ativo e ativo standby. Entendemos que o trecho final deva ser alterado para modos ativo ativo OU ativostandby. Resposta: será acatada a solicitação Em relação ao Filtro de Conteúdo, é solicitado que A solução de filtro de conteúdo deve suportar integração com Microsoft ISA Server; Entendemos que o texto do Edital deva prover maiores detalhes quanto à forma como o ISA Server está implementado e como a PRODAM pretende integrá lo ao Filtro de Conteúdo, pois tal implementação pode ocorrer de diversas formas. Ressaltamos que nossa solução de Filtro de Conteúdo possui as funções completas de WEB Proxy, podendo substituir completamente o ISA Server, inclusive suportando diversos métodos de autenticarão de usuários como Windows Active Directory (AD), External RADIUS/LDAP, Xauth over RADIUS for IPSEC VPN, RSA SecurID e LDAP Group. Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 13/40

14 Resposta: sujeito a remodelagem das especificações do equipamento Em relação ao Filtro de Conteúdo, é solicitado que Deve permitir o bloqueio ao acesso de determinados tipos de arquivo (extensão) dentro de cada categoria. Cada categoria deve permitir a definição dos tipos de arquivos bloqueados independentemente das outras categorias. Entendemos que tal item deva ser excluído ou alterado, uma vez que direciona a uma única solução de mercado, além de encarecer extremamente a solução de forma totalmente desnecessária. Resposta: sujeito a remodelagem das especificações do equipamento Ainda em relação ao Filtro de Conteúdo, é solicitado que Os logs devem ser gravados em banco de dados padrão SQL Server, ou MSDE ou MYSQL, ou ORACLE; Deve possuir ferramenta de geração de relatórios baseados no log gerado, com gráfico, resumos e relatório detalhados dos acessos. A ferramenta deverá fornecer modelos pré definidos, permitindo customização, os relatórios devem ser gerados no mínimo em formatos: HTML, WORD, EXCEL, CSV, PDF. Entendemos que a PRODAM deva permitir o uso de base de dados própria desde que seja fornecido o appliance para armazenamento de logs e a base gere os relatórios solicitados. Resposta: sujeito a remodelagem das especificações do equipamento Ainda em relação ao Filtro de Conteúdo, é solicitado que O sistema deve estar baseado em um banco de dados de urls classificadas, e deve possuir, no mínimo 85 categorias para as quais possam definir políticas de acesso, e devem estar no idioma local (português); Entendemos que a quantidade deva ser diminuída para 70 categorias, para aumentar a competitividade, ao se permitir um maior número de participantes. A quantidade de 85 é muito restritiva, também encarecendo de forma desnecessária a solução final. Resposta: sujeito a remodelagem das especificações do equipamento Ainda em relação ao Filtro de Conteúdo, é solicitado que Filtro de conteúdo deverá atender (cem mil) usuarios. Entendemos que deva ser informado se os usuários serão simultâneos. Caso contrário, entendemos que deva ser informada adicionalmente a quantidade de usuários dentro deste universo de usuários que devem ser considerados como simultâneos no horário de pico. Por último, entendemos que deva ser informado se existirá algum cronograma de implantação em fases. Resposta: sujeito a remodelagem das especificações do equipamento. 2.3 SOBRE A ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO LOTE Em relação aos Itens Gerais: Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 14/40

15 É solicitado que Após a ativação da rede, a CONTRATADA deverá manter um mapa atualizado, da topologia, contendo os serviços, sua vazão nominal e a disposição dos roteadores ou equipamentos de terminação da rede WAN, fornecendo o mesmo a PRODAM SP. Entendemos que deva ser esclarecido qual é o entendimento da PRODAM pelo termo Vazão Nominal e que deva ser informada qual a periodicidade do envio da topologia atualizada para a PRODAM SP. Resposta: Entende se por vazão nominal a volumetria de tráfego de entrada e saída do link contratado. A topologia deve ser fornecida antes da instalação do link e atualizada a cada alteração Em relação à especificação dos links dedicados: É solicitado que Os acessos deverão prever a possibilidade de utilização futura de IPs pertencentes à PRODAM e de Autonomous System (AS). Para tanto, todos os serviços de suporte e configuração dos equipamentos de sua propriedade deverão estar inclusos neste fornecimento. Entendemos que deva ser informado se os IPs pertencentes à PRODAM serão públicos ou privados. Resposta: serão endereços públicos, conforme contrato de estabelecimento da PRODAM SP como AS junto ao CGI.br É solicitado que A CONTRATADA deverá disponibilizar à PRODAM SP ao menos um serviço de atendimento telefônico gratuito, do tipo 0800, pelo qual os técnicos da CONTRATANTE farão solicitações de implementações nas configurações dos equipamentos, diretamente aos técnicos da CONTRATADA responsáveis pela manutenção, configuração dos equipamentos instalados na PRODAM SP. Para este item entendemos que: iv) Deva ser esclarecido que o número de 0800 poderá ser de uso compartilhado para atendimento a outros clientes além da PRODAM. v) Deva ser informada a volumetria de chamados/mês estimada pela PRODAM. vi) Deva ser informado se as mudanças solicitadas se referem a ou também se referem à configuração de ACL e de ACL estendida. Resposta: iv) Não temos restrições quanto ao tipo de atendimento via 0800, podendo ser compartilhado, contanto que não comprometa o atendimento. v) Não temos como estimar o volume de chamados. vi) A configuração de qualquer funcionalidade exigida no edital pode ser solicitada, incluindo a configuração ACL estendidas É solicitado que a contratada deverá Disponibilizar à Prodam SP, 24 (vinte e quatro) horas por dia, 7 (sete) dias por semana, ferramentas para visualização on line, via WEB, ou console do tráfego de entrada e saída e taxa de erros. Essa solução deverá entrar em Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 15/40

16 funcionamento em conjunto com a solução completa, sendo um item imprescindível para o aceite final da solução. Entendemos que deva ser informado claramente se o aceite final será retroativo ao período em que a solução tenha funcionado sem que esta ferramenta tenha sido totalmente implementada, pois a necessidade primária do serviço da PRODAM prestado para a Prefeitura Municipal de São Paulo é a conectividade segura à Internet. Resposta: Entendimento incorreto. Será mantido conforme Edital Em relação ao link dedicado: Entendemos que deva ser explicitado o prazo para realização de Upgrade ou Downgrade da velocidade deste link. Resposta: Não existe upgrade ou downgrade de velocidade para o lote 2, que deve ter toda a banda disponibilizada, sendo taxado usando o critério de 95 percentil, conforme descrito no item 3.2 do anexo I. 2.4 SOBRE AS ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATANTE E DA CONTRATADA PARA A GARANTIA DO CUMPRIMENTO DO CONTRATO É solicitado que A CONTRATADA compromete se a designar profissionais plenamente capacitados para prestar suporte técnico à PRODAM SP.. Solicitamos à PRODAM que se detalhe este item minuciosamente, especificando as atribuições do suporte técnico. Resposta: Profissionais devidamente treinados nas tecnologias e equipamentos da solução É solicitado que A cada visita técnica realizada nas dependências da PRODAMSP a CONTRATADA deverá emitir um relatório de execução das atividades, relacionando os serviços executados e lista de equipamentos que eventualmente sejam instalados, substituídos ou retirados, no prazo máximo de 10 (dez) horas, sobre pena de multa. Em relação a este item, entendemos que deva ser explicitado que tratam se de 10 horas úteis. Resposta: será acatada a solicitação e alterado o Termo de Referência É solicitado que Em caso de falha em qualquer hardware que compõe a solução, a contratada terá o prazo máximo de 4 horas para solucionar o problema ou substituir o equipamento avariado, ultrapassado este período será cobrada multa seguindo a mesma fórmula de cobrança para configuração do roteador. Entendemos que o prazo deva ser alterado para 8 horas úteis. Resposta: Será mantido conforme o edital. É imprescindível que a troca do equipamento falho seja efetuada de acordo com o SLA estabelecido (4 horas). 2.5 SOBRE OS RELATÓRIOS Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 16/40

17 2.5.1 É solicitado que A CONTRATADA deverá fornecer mensalmente ou a critério da PRODAM SP, relatórios de Disponibilidade/Tráfego/Latência, registros de reclamações, paradas, IPS/IDS instalado no ambiente da Contratada, ou em quaisquer outro dispositivo, software ou hardware envolvida na solução ofertada. Entendemos que o termo "a critério da Prodam" seja muito vago, de forma que solicitamos que se informe no texto do Edital qual a periodicidade mínima, bem como o prazo de entrega após as solicitações serem feitas à contratada. Resposta: Será mantido conforme o edital. A critério da Prodam entende se que quando houverem eventos que justificam a emissão de um relatório, podendo sua periodicidade ser até mesmo diária, de acordo com a criticidade e duração de um evento que comprometa de alguma forma a solução. 2.6 SOBRE O MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL Entendemos que os valores de locação de equipamentos devam ser informados de modo separado dos valores de mensalidades dos links. Do modo como os valores foram solicitados na consulta, as licitantes têm que apresentar os custos dos mesmos já na instalação, ou diluir os valores dos mesmos pela banda de 350 Mbps. Resposta: será mantido conforme Edital Entendemos que a melhor composição de preços a ser apresentada é a divisão pelos seguintes itens faturáveis a) Franquia Mínima Mensal: Valor referente à banda inicial, ou seja, banda de 350 Mbps para o Lote 1 e de 20 Mbps para o lote 2. Desta forma, a empresa contratada poderá cobrar mensalmente o retorno referente ao investimento de infra estrutura para a instalação e manutenção da rede para atendimento aos links solictados. b) Mbps Adicional Mensal: Valor referente a cada 1 Mbps adicional sobre as franquias mínimas. Desta forma, a empresa irá cobrar mensalmente neste item o uso extra dos recursos de rede necessários a cada upgrade. c) Valor Locação de Equipamentos Mensal. Desta forma, a empresa contratada poderá cobrar mensalmente o retorno referente ao investimento sobre os ativos de rede necessários para a implementação da torre de segurança solicitada pela PRODAM. d) Valor de Instalação. Valor referente aos serviços de instalação de toda a solução, incluindo se a infra estrutura para os links de acesso e os equipamentos de rede. Resposta: será mantido conforme Edital É informado que o preço a ser pago pela banda IP realmente utilizada no Lote 1 seguirá a seguinte fórmula: Preço <= Preço[350Mbps]*( *(V 350)), onde V é a velocidade desejada para a operação do circuito completo, em Megabits por segundo e pode ser qualquer valor inteiro entre 350 e 1020 inclusive. Entendemos que a fórmula para o Lote 2 seja análoga, ou seja, seguirá a seguinte fórmula: Preço <= Preço[20Mbps]*( *(V 20)), onde V é a velocidade desejada para a operação do Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 17/40

18 circuito completo, em Megabits por segundo e pode ser qualquer valor inteiro entre 20 e 1020 inclusive. Resposta: Será mantido conforme o edital, visto que a cobrança do lote é feita por demanda, seguindo o critério de 95 percentil. 3 CONSIDERAÇÕES FINAIS A Telefônica coloca se à disposição da PRODAM para esclarecer quaisquer dúvidas referentes a este documento e, desde já, se compromete em fornecer os melhores produtos/serviços e atendimento de alta qualidade em todas as etapas do processo de forma a atingir os objetivos desta solicitação. EMPRESA MTEL Item 2.3 SOLUÇÃO DE ROTEAMENTO: 1)No item: No mínimo 4 (quatro) interfaces ethernet 10/100/1000 Mbps (IEEE802.3/IEEE 802.3u/ IEEE 802.3ab) com padrão de conector RJ45. Os equipamentos deste porte possuem em sua maioria interfaces SFP, entendemos que serão aceitos equipamentos fornecidas 4 portas SFP com transceiver 1000 Base T. Resposta: está correto o entendimento. 2)No Item: Porta síncrona com interface elétrica ou óptica, padronizada que suporte a velocidade máxima necessária. Entendemos que esta interface deve ser adicional ás outras 4 interfaces mencionadas necessárias ao equipamento, totalizando então 5 interfaces para o roteador. Está correto nosso entendimento? Resposta: está correto o entendimento. 3)No Item: Protocolos de roteamento RIP, RIPII, OSPF, BGP (suporte completo às RFC s 1997, 1998 e 3882), rota estática e outros quando necessário Sugerimos a retirada dos ítens: RFC s 1998 e 3882, o atendimento a estas RFC s restringem o atendimento de equipamentos a este item. Resposta: será acatada a sugestão e excluído do Termo de Referência a exigência quanto a estas RFCs. Item 2. 4 SOLUÇÃO DE SWITCH MODULAR LAYER 3: 2)Foi solicitado ferramenta gráfica de gerenciamento para todos os equipamentos do termo de referência. Entendemos que o correto neste item é apenas sistema de gerenciamento dos switches, desconsiderando o gerenciamento dos itens de tais como: VPN, IPS, NAT, Firewall etc que não correspondem aos serviços ofertados com os mesmos. Está correto nosso entendimento? Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 18/40

19 Resposta: Não está correto o entendimento. Devem ser fornecidas ferramentas de gerenciamento para todos os itens da solução, conforme especificado no respectivo item, integradas em único software ou em diferentes soluções. Item 2.5 SOLUÇÃO DE BALANCEAMENTO DE CARGA DE SERVIDORES (BALANCING LAYER 7) 1)No Item: Deve suportar Server Load Balancing (SLB), URL Switching, Cookie Switching, Inserção de Cookies, SSL ID Switching e XML Switching Favor detalhar as funcionalidades de XML Switching. Resposta: As funcionalidades de XML switching são aquelas utilizadas em aplicações Web, codificadas em.net, Java, PHP e outras linguagens que utilizem tags XML embarcadas. 2)No Item: Deve suportar a configuração de instâncias de Probes por instância, para no mínimo, os seguintes protocolos: ICMP, TCP, UDP, DNS, Telnet, FTP, HTTP, HTTPS, SMTP, POP3, IMAP, RTSP, RADIUS, SIP, SNMP Entendemos que o número mínimo de probes configuráveis deve ser de Está correto nosso entendimento? Resposta: item revisado no edital. Será corrigido para suporte a probes, sem especificação de volumetria. 3)No Item: O equipamento ofertado deve suportar throughput de pelo menos 16 (dezesseis) Gbps por módulo ou hardware equivalente. Favor detalhar este item, deverá suportar 16Gbps/s ou deverá implementar 16Gbps/s? Caso tenha que suportar, qual o throughput mínimo inicial? Resposta: Deve implementar throughput de 16 Gbps. Será corrigido o texto do edital. 4)No item: O equipamento ofertado deve possuir kit para instalação em rack de 19 (dezenove) polegadas, caso seja ofertado em hardware independente; caso contrário, ou seja, fornecido em hardware modular para arquitetura em chassi, o mesmo deverá atender os requisitos para fixação no chassi principal da solução Em caso do equipamento ser ofertado em chassis 19 polegadas e não modular, qual deverá ser o número de interfaces e velocidade das mesmas? Resposta: 4) Quatro interfaces. Incluindo estes itens no edital: A solução ofertada deverá ser possuir 4 (quatro) portas Gigabit no padrão Ethernet 1000 BASE X SFP ou 1000BASE T, caso seja ofertada em hardwar e independente; Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 19/40

20 Caso a solução seja ofertada em módulo para chassi, deve possuir número de portas Gigabit no padrão Ethernet 1000 BASE X SFP ou 1000BASE T, suficiente para atender as exigências de throughput e processamento da solução; Item )Detalhar dados para dimensionamento do equipamento, como: A quantidade de usuários para este serviço; Velocidade em bps(bits por segundo) de processamento dos pacotes no equipamento; Resposta: (duzentos mil) usuários. Não temos essa informação. 2. Mais informações sobre dimensionamentos foram inseridas no documento. 2) Estas informações são necessárias para dimensionamento dos produtos e licenças de uso. No Item 2.74: Solução de firewall de Gerenciamento (com redundância): 1)Como a Contratante solicita virtualização em sua infraestrutura de firewall, entendemos que o firewall de gerenciamento poderia existir, do ponto de vista lógico, dentro do firewall de Backbone, obdecendo o princípio de virtualização previamente solicitado. Sugerimos portanto que o firewall de gerenciamento e suas capacidades podem ser atendidos diretamente do firewall de backbone. Resposta: será mantido conforme Edital. Será mantido em hardware independente. Item 2.75 Solução de Filtro de Conteúdo 1)Detalhar dados para dimensionamento do equipamento, como: A quantidade de usuários para este serviço; O número de sessões TCP simultâneas; O número de requisições HTTP por segundo; Velocidade em bps(bits por segundo) de processamento dos pacotes no equipamento; Estas informações são necessárias para dimensionamento dos produtos e licenças de uso. Resposta: (duzentos mil) usuários (três milhões) de sessões simultâneas (um milhão) de requisições HTTP por segundo. Não temos essa informação. 2. Esse item será suprimido. Ata da Consulta Pública nº 2 perguntas e respostas 20/40

INTERNET Edital de Licitação. Anexo I Termo de Referência PREGÃO CONJUNTO Nº. 39/2007 PROCESSO N 14761/2007

INTERNET Edital de Licitação. Anexo I Termo de Referência PREGÃO CONJUNTO Nº. 39/2007 PROCESSO N 14761/2007 INTERNET Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência PREGÃO CONJUNTO Nº. 39/2007 PROCESSO N 14761/2007 Anexo I - página 1 Índice 1. OBJETIVO... 3 2. VISÃO GERAL DO ESCOPO DO SERVIÇO... 3 3. ENDEREÇOS

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO / ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS / QUANTIDADE 1. OBJETO: 1.1 Aquisição de Firewalls Appliance (hardware dedicado) com throughput

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO VIII Referente ao Edital de Pregão Presencial nº. 020/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Página 1 de 6 Página 1 de 6 1. OBJETO: 1.1. Constitui objeto deste pregão a AQUISIÇÃO DE SISTEMA FIREWALL, conforme

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS RETIFICADA

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS RETIFICADA ANEXO VIII Referente ao Edital de Pregão Presencial nº. 020/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS RETIFICADA Página 1 de 6 Página 1 de 6 OBJETO : Constitui objeto deste Pregão a Aquisição de Sistema Firewall, conforme

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Por ser uma funcionalidade comum a diversos switches de mercado, sugerimos adicionar os seguintes requisitos:

Por ser uma funcionalidade comum a diversos switches de mercado, sugerimos adicionar os seguintes requisitos: ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 10/2014 (PERGUNTAS E RESPOSTAS) A ATA REGISTRO PREÇOS FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO SWITCH ÓPTICA E SWITCH BORDA A ADMINISTRAÇÃO DIRETA E INDIRETA DO MUNICÍPIO SÃO PAULO

Leia mais

RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS Nº 01/2015

RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS Nº 01/2015 Serviço Social do Comércio Departamento Regional Minas Gerais Processo nº 11999/14 Folha nº Informações e/ou despachos RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS Nº 01/2015 Licitação: Pregão Eletrônico 0053/2015.

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas Gerenciamento do Tráfego de Internet Edital de Licitação PREGÃO PRESENCIAL Nº 34/2010 Processo SAP nº 4180/2010 Perguntas e Respostas Página 1 /15 Pergunta n o 1: Os dispositivos de filtro de conteúdo

Leia mais

Brasília, 19/09/2013. A Rede Nacional do Ministério Público Federal Ref.: Projeto Básico e Especificações Técnicas

Brasília, 19/09/2013. A Rede Nacional do Ministério Público Federal Ref.: Projeto Básico e Especificações Técnicas Brasília, 19/09/2013. A Rede Nacional do Ministério Público Federal Ref.: Projeto Básico e Especificações Técnicas Prezados, A Telemar Norte Leste S/A, pessoa jurídica de direito privado, prestadora de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12

TERMO DE REFERÊNCIA. implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. 3 Módulo e cabo stack para switch de borda 12 TERMO DE REFERÊNCIA I DEFINIÇÃO DO OBJETO O presente Projeto Básico tem por objeto a aquisição de equipamentos para implantação e conectividade da rede de dados da EBSERH. ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 Switch

Leia mais

HP Network Core Implementation

HP Network Core Implementation HP Network Core Implementation Dados técnicos O serviço HP Network Core Implementation tem como objetivo, através de uma análise técnica no ambiente de rede local, realizar a implementação de uma proposta

Leia mais

HP Router Advanced Implementation

HP Router Advanced Implementation HP Router Advanced Implementation Dados técnicos O HP Router Advanced Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto ao Cliente e na análise dos equipamentos existente,

Leia mais

HP Router Basic Implementation

HP Router Basic Implementation HP Router Basic Implementation Dados técnicos O HP Router Basic Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto a equipe designada pelo cliente, realizar a instalação

Leia mais

Esclarecimentos no Pregão 19/2014 (prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à Internet):

Esclarecimentos no Pregão 19/2014 (prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à Internet): Esclarecimentos no Pregão 19/2014 (prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à Internet): PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS 4 (OI) E RESPOSTAS: TRT- TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO, EM

Leia mais

ITEM QUESTIONAMENTO DECISÃO JUSTIFICATIVA. Qual o motivo da solicitação desta licença? Ela é compatível / necessária para o serviço?

ITEM QUESTIONAMENTO DECISÃO JUSTIFICATIVA. Qual o motivo da solicitação desta licença? Ela é compatível / necessária para o serviço? EMPRESA 1 ITEM QUESTIONAMENTO DECISÃO JUSTIFICATIVA 5.2 Apresentar o termo de autorização expedido pela Anatel para prestação de serviço de rede de transportes de telecomunicações SRTT e para prestação

Leia mais

ANEXO II PROJETO BÁSICO - INTERNET

ANEXO II PROJETO BÁSICO - INTERNET 1. Objetivo 1.1. Contratação de serviços para fornecimento de uma solução de conexão IP Internet Protocol que suporte aplicações TCP/IP e disponibilize a PRODEB acesso a rede mundial de computadores Internet,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS PR/OI/1-HNJXVY/2014 CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS Pregão Presencial N.º 001/2014 LOTE Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à internet. Abertura:

Leia mais

2.1 Perímetro com a WAN

2.1 Perímetro com a WAN ANEXO I. Projeto Básico 1 ESCOPO O escopo desse projeto é implementar soluções de switch core, switch de borda, sistema de controle de acesso à rede, access points, sistemas de gerenciamento wireless,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA DE TI EM DATA CENTER

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS PR/OI/1-HNJXVY/2014 CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS Pregão Presencial N.º 001/2014 LOTE Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à internet. Abertura:

Leia mais

Switch com mínimo de 24 portas 10/100Mbps (Ethernet/Fast- Ethernet) ou velocidade superior em conectores RJ45 - POE

Switch com mínimo de 24 portas 10/100Mbps (Ethernet/Fast- Ethernet) ou velocidade superior em conectores RJ45 - POE Switch com mínimo de 24 portas 10/100Mbps (Ethernet/Fast- Ethernet) ou velocidade superior em conectores RJ45 - POE Especificações Técnicas Mínimas: 1. O equipamento deve ter gabinete único para montagem

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE LICITAÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE LICITAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 14/2013 ESCLARECIMENTOS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR LICITANTES INTERESSADOS Questionamento

Leia mais

Sugestão acatada. A redação do item 2.43 será alterada para Implementar

Sugestão acatada. A redação do item 2.43 será alterada para Implementar DEFINIÇÕES E RESPOSTAS AS SUGESTÕES APRESENTADAS PELO REPRESENTANTE GLOBALRED, VIA E-MAIL, DATADO DE 18/03/2011, RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA, REALIZADA NO DIA 16/03/2010, VISANDO DISCUSSÃO DAS ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 03/2009 (PERGUNTAS) AQUISIÇÃO DE SWITCH DE DISTRIBUIÇÃO DE 192 PORTAS

((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 03/2009 (PERGUNTAS) AQUISIÇÃO DE SWITCH DE DISTRIBUIÇÃO DE 192 PORTAS ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 03/2009 (PERGUNTAS) AQUISIÇÃO DE SWITCH DE DISTRIBUIÇÃO DE 192 PORTAS ((TEXTO)) Aos 15 (quinze) dias do mês de junho de dois mil e nove, às 14:00 hs, na sede da Empresa

Leia mais

Switch de Borda - 48 portas de 1 Gbps

Switch de Borda - 48 portas de 1 Gbps CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA Switch de Borda - 48 portas de 1 Gbps Especificações Técnicas Característica/Configurações/Requisitos mínimos: Descrição do Material Switch

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS Vinculada ao Ministério das Comunicações

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS Vinculada ao Ministério das Comunicações ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PREGÃO Nº XX/2011 PROVIMENTO DE ENLACE E TRANSITO INTERNET 1 Objeto Contratação de empresas ou consórcio de empresas, para instalação de enlace de conexão bidirecional entre

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO A presente licitação tem como objeto a contratação de empresa, especializada e devidamente autorizada pela ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações, prestadora

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS PÁG. 1 DE 13 PRÁTICA DE SERVIÇO DE BANDA LARGA REQUISITOS MÍNIMOS PARA OS PRESTADORES DE SERVIÇO DO PROGRAMA NACIONAL DE BANDA LARGA - PNBL Sumário 1.OBJETIVO... 2 2.CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3.DEFINIÇÕES...

Leia mais

SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA. Subitem Característica Especificação Exigência

SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA. Subitem Característica Especificação Exigência SWITCH DE BORDA CAMADA 2 24 PORTAS GIGABIT RJ-45 SEM POE E 2 PORTAS 10 GIGABITS PARA FIBRA Subitem Característica Especificação Exigência CONEXÕES DESEMPENHO 1.1 Portas RJ-45 1.2 Portas GBIC 1.3 Autoconfiguraçã

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas

TERMO DE REFERÊNCIA. Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas TERMO DE REFERÊNCIA Item I Switch Tipo 1 10/100 Mbps Layer 2 24 Portas Deve ser montável em rack padrão EIA 19 (dezenove polegadas) e possuir kits completos para instalação; Deve possuir, no mínimo, 24

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Termo de Referência Pág 1 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de Data Center e hospedagem de web sites (hosting) em servidores dedicados e gerenciados, por um

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL N. 23/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL N. 23/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 PREGÃO PRESENCIAL N. 23/2013 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Objeto PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET BANDA LARGA ATRAVÉS DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LINK DE INTERNET VIA REDE

Leia mais

Resposta: A Velocidade inicial é 512K. Os links abaixo serão automaticamente migrados.

Resposta: A Velocidade inicial é 512K. Os links abaixo serão automaticamente migrados. Questionamentos Item 2.6: É citado que os acessos terão capacidade de transmissão de 512 Kbps até 10 Gbps, porém na previsão de novos acessos existem diversos pontos com velocidade de 256 Kbps; Resposta:

Leia mais

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10 Treinamentos pfsense Página 1 de 10 Definições, Acrônimos e Abreviações Abreviação / Sigla WAN LAN UTM pfsense BGP Descrição Wide Area Network - Rede de longa distância (interface de rede para links de

Leia mais

I DAS RAZÕES. A Pregoeira, em face dos termos da impugnação em referência, apresenta os seguintes entendimentos: DA TEMPESTIVIDADE

I DAS RAZÕES. A Pregoeira, em face dos termos da impugnação em referência, apresenta os seguintes entendimentos: DA TEMPESTIVIDADE Referência Processo nº: 07.00284/2014 Modalidade: Pregão Eletrônico nº 092/2014 Objeto: Contratação de empresa ou Consórcio de empresas de telecomunicações para prestar serviços de transmissão de dados

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE Aquisição de Solução de Criptografia para Backbone da Rede da Dataprev ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. HARDWARE DO APPLIANCE 1.1 Cada appliance deverá ser instalado em rack de 19 (dezenove) polegadas

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015

CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015 CONSULTA PÚBLICA Nº 003/2015 TI APPLICATION DELIVERY CONTROLLER ESCLARECIMENTOS AOS QUESTIONAMENTOS APRESENTADOS PELAS EMPRESAS INTERESSADAS País: BRASIL Nome do Projeto: PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de Data Center e hospedagem de web sites (hosting) em servidores dedicados e gerenciados, disponibilizada

Leia mais

ANEXO 5 AO CONTRATO DE INTERCONEXÃO DE REDES CLASSE V ENTRE SAMM E XXX NºXXX

ANEXO 5 AO CONTRATO DE INTERCONEXÃO DE REDES CLASSE V ENTRE SAMM E XXX NºXXX ANEXO 5 AO CONTRATO DE INTERCONEXÃO DE REDES CLASSE V ENTRE SAMM E XXX NºXXX PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS, PROCEDIMENTOS DE TESTES E PARÂMETROS DE QUALIDADE 1. PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS 1.1 As Partes observarão

Leia mais

Face aos questionamentos apresentados relativo ao Edital de Pregão Presencial 28/2012, o SESCOOP presta os seguintes esclarecimentos:

Face aos questionamentos apresentados relativo ao Edital de Pregão Presencial 28/2012, o SESCOOP presta os seguintes esclarecimentos: Oficio Circular 3/2013 - GELOG Brasília, 16 de janeiro de 2013. Às empresas interessadas em participar do Pregão Presencial 28/2012 - Assunto: Esclarecimentos ao Edital do Pregão Presencial 28/2012 Prezados

Leia mais

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação O ProApps Security O ProApps Security é um componente da suíte de Professional Appliance focada na segurança de sua empresa ou rede. A solução pode atuar como gateway e como solução IDS/IPS no ambiente.

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 197, DE 12 DE JULHO DE

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 197, DE 12 DE JULHO DE INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 197, DE 12 DE JULHO DE 2011 A Presidenta do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

Pedido de esclarecimentos Resposta NCT

Pedido de esclarecimentos Resposta NCT Pedido de esclarecimentos Resposta NCT Trata-se de pedido de esclarecimentos da Empresa NCT aos termos do Edital do Pregão Eletrônico nº 006/2014, cujo objeto é a contratação de empresa para fornecimento

Leia mais

PROJETO BÁSICO DISUP/CODIN

PROJETO BÁSICO DISUP/CODIN PROJETO BÁSICO Contratação de Empresa Especializada para o Fornecimento de Equipamentos Firewall, Software e Prestação de Serviço de Instalação para Modernização da Rede TERRACAP DISUP/CODIN PROJETO BASICO

Leia mais

COMUNICADO RETIFICAÇÃO EM 15/04/2015. Edital 65/2015

COMUNICADO RETIFICAÇÃO EM 15/04/2015. Edital 65/2015 COMUNICADO RETIFICAÇÃO EM 15/04/2015 Edital 65/2015 A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro SOFTEX comunica a retificação do edital 065/2015, conforme abaixo: i) Substitui o ANEXO

Leia mais

DESCRITIVO DE SERVIÇO COLOCATION TELEFÔNICA (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS)

DESCRITIVO DE SERVIÇO COLOCATION TELEFÔNICA (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS) DESCRITIVO DE SERVIÇO COLOCATION TELEFÔNICA (ANEXO ÀS CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS) 1. Descritivo e Considerações Gerais O serviço Colocation Telefônica permite à CONTRATANTE a colocação de

Leia mais

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA.

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA. INTRODUÇÃO O Vamizi Firewall é uma plataforma baseada em Linux especializada na proteção e monitoria de rede que possui uma interface WEB de gestão, agregando diversos serviços em um pacote integrado de

Leia mais

Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD Catálogo de Materiais e Serviços - CATMAS FIREWALL (HARDWARE)

Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD Catálogo de Materiais e Serviços - CATMAS FIREWALL (HARDWARE) FIREWALL (HARDWARE) Firewall com VPN IPsec para conexão à redes remotas, tipo appliance. Não serão aceitas soluções baseadas em PCs de uso geral; Não serão permitidas soluções baseadas em sistemas operacionais

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES. 2.6. Possibilidade de prover serviço de hospedagem para DNS secundário.

ESPECIFICAÇÕES. 2.6. Possibilidade de prover serviço de hospedagem para DNS secundário. 1 1. OBJETO ESPECIFICAÇÕES Contratação de serviços de telecomunicações para implementação, operação e manutenção de um circuito de acesso, síncrono, dedicado à Internet, na velocidade de 6Mbps, com disponibilidade

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310

ESPECIFICAÇÃO DE FITOTECA AUTOMATIZADA Substituição dos Silos Robóticos Storagetek 9310 Especificação Técnica 1. A Solução de Fitoteca ofertada deverá ser composta por produtos de Hardware e Software obrigatoriamente em linha de produção do fabricante, não sendo aceito nenhum item fora de

Leia mais

ESCLARECIMENTO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 023/2015-EMAP. O edital especifica em seu item 11.1.13.3, transcrito abaixo:

ESCLARECIMENTO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 023/2015-EMAP. O edital especifica em seu item 11.1.13.3, transcrito abaixo: ESCLARECIMENTO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 023/2015-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, em razão de solicitação da empresa TELEMAR NORTE LESTE S.A, torna público aos interessados,

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 001 111586 Nobreak Senoidal de Dupla Conversão de no mínimo 3.0 KVa 1. Todos os equipamentos deverão ser novos de primeiro uso e estar na linha de produção atual do fabricante; 2. A garantia

Leia mais

JULGAMENTO DO PEDIDO

JULGAMENTO DO PEDIDO JULGAMENTO DO PEDIDO Feito: Impugnação dos termos do Edital Referência: Edital e anexos do Pregão Presencial nº 11/2014 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de links para acesso

Leia mais

Descritivo Técnico. SLAView - Descritivo Técnico Build 5.0 release 4 16/02/2011 Página 1

Descritivo Técnico. SLAView - Descritivo Técnico Build 5.0 release 4 16/02/2011 Página 1 Descritivo Técnico 16/02/2011 Página 1 1. OBJETIVO O SLAview é um sistema de análise de desempenho de redes IP por meio da monitoração de parâmetros de SLA (Service Level Agreement, ou Acordo de Nível

Leia mais

Appliance da solução Dispositivo de segurança especializado em proteção contra ataques DDoS

Appliance da solução Dispositivo de segurança especializado em proteção contra ataques DDoS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ITEM 3478-_M.PDF Appliance da solução Dispositivo de segurança especializado em proteção contra ataques DDoS Item/subitem Descrição Exigência.. O appliance da solução

Leia mais

Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede.

Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede. Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede. O é uma plataforma completa. Trata-se de um sistema de gerência e proteção transparente para os servidores de e-mail, com uma excelente relação

Leia mais

1. ITENS 4.3 ALÍNEAS A,B,C,D E ITEM 14.4 DAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

1. ITENS 4.3 ALÍNEAS A,B,C,D E ITEM 14.4 DAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC 1. ITENS 4.3 ALÍNEAS A,B,C,D E ITEM 14.4 DAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Quanto ao item 4.3, entendemos que os prazos expostos no edital são para

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Uma estação é considerada parte de uma LAN se pertencer fisicamente a ela. O critério de participação é geográfico. Quando precisamos de uma conexão virtual entre duas estações que

Leia mais

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network)

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) 1. Objeto: 1.1. Contratação de uma Solução de rede de comunicação local (LAN) para interligar diferentes localidades físicas e os segmentos de

Leia mais

SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots. 1.2. - Controle

SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots. 1.2. - Controle SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots 1.1.1. Deve possuir no mínimo 06 slots para inserção de módulos de I/O, ou seja, 06 além dos slots para supervisoras; 1.1.2. Deve vir acompanhado de kit de suporte específico

Leia mais

Gerenciamento de configuração: White Paper de práticas recomendadas

Gerenciamento de configuração: White Paper de práticas recomendadas Gerenciamento de configuração: White Paper de práticas recomendadas Índice Introdução Fluxo de processo de alto nível para gerenciamento de configuração Criar padrões Controle e gerenciamento de versão

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 04 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 26/2015

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 04 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 26/2015 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRAS AVISO DE ESCLARECIMENTO Nº 04 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO DAC Nº 26/2015 A Centrais Elétricas Brasileiras S.A. ELETROBRAS, por

Leia mais

Nova Rede do MPF - Considerações:

Nova Rede do MPF - Considerações: Brasília, 13 de setembro de 2013. Nova Rede do MPF - Considerações: 1) Impactos Técnicos da Mudança da Topologia / Solução 1) Rede de Comunicação de Dados a) O novo pré-edital exige que na rede corporativa

Leia mais

Termo de Referência. Anexo II - Especificações Técnicas - Requisitos Funcionais. Diretoria Técnica-Operacional. Gerência de Tecnologia da Informação

Termo de Referência. Anexo II - Especificações Técnicas - Requisitos Funcionais. Diretoria Técnica-Operacional. Gerência de Tecnologia da Informação Diretoria Técnica-Operacional Gerência de Tecnologia da Informação Termo de Referência Anexo II Especificação Técnica 1 - INTRODUÇÃO Página 2 de 9 do TR-007-3700 de Este anexo tem por objetivo detalhar

Leia mais

Especificação Técnica

Especificação Técnica Especificação de Referência Switch de Borda Alguns itens apresentam opções de configuração, refletindo nos aspectos originais de preço e características da máquina Código do Material Descrição do Material

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

ABRANGÊNCIA: atendimento a no mínimo 60% dos municípios 853 mineiros conforme padrões Anatel

ABRANGÊNCIA: atendimento a no mínimo 60% dos municípios 853 mineiros conforme padrões Anatel Comentários MINUTA TERMO DE REFERENCIA Lote 9A ABRANGÊNCIA: atendimento a no mínimo 60% dos municípios 853 mineiros conforme padrões Anatel Resposta: Fica mantido o texto da minuta do TR. 2.2 O provimento

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Nº 002/2015. Objeto: TI SECURE WEB GATEWAY, SERVIÇO DE INSTALAÇÃO E TREINAMENTO

CONSULTA PÚBLICA Nº 002/2015. Objeto: TI SECURE WEB GATEWAY, SERVIÇO DE INSTALAÇÃO E TREINAMENTO CONSULTA PÚBLICA Nº 002/2015 TI SECURE WEB GATEWAY, SERVIÇO DE INSTALAÇÃO E TREINAMENTO ESCLARECIMENTOS AOS QUESTIONAMENTOS APRESENTADOS PELAS EMPRESAS INTERESSADAS País: BRASIL Nome do Projeto: PLANO

Leia mais

Proposta de serviços Plot

Proposta de serviços Plot Proposta de serviços Plot Situação da Plot e expectativas Por favor confira. A proposta depende destas informações serem corretas. A Plot possui hoje aproximadamente 30 estações de trabalho para seus funcionários

Leia mais

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Apresentação Portfólio de Serviços e Produtos da WebMaster Soluções. Com ele colocamos à sua disposição a Tecnologia que podemos implementar em sua empresa.

Leia mais

Serviços Gerenciados de Segurança de perímetro Firewall Dell SonicWALL

Serviços Gerenciados de Segurança de perímetro Firewall Dell SonicWALL 1/8 Serviços Gerenciados de Segurança de perímetro Firewall Dell SonicWALL www.alertasecurity.com.br +55 11 3105.8655 2/8 SUMÁRIO Visão Geral: Porque contratar os Serviços Gerenciados da Alerta Security

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 10/2009 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 10/2009 Data: 22/01/2009 Objeto: Contratação de empresa especializada para fornecimento de solução para segurança da informação e ferramenta

Leia mais

QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC

QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC QUESTIONAMENTOS EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO No.14000174/2014 AC Questionamento 1 No subitem 5.2.3 da Especificação Técnica, embora seja pedida a utilização de aceleração de tráfego HTTP e TCP Spoofing, não

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2014 Realização: FRAMINAS - http://www.gestaoconcurso.com.br - comunicacao@gestaoconcurso.com.br

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2014 Realização: FRAMINAS - http://www.gestaoconcurso.com.br - comunicacao@gestaoconcurso.com.br RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL 01/2014 A Cemig Telecomunicações S.A. - CEMIGTelecom, no uso de suas atribuições constitucionais, torna público as alterações abaixo especificadas relativas ao do Edital 01/2014

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Nr.: - PR Folha: 1/12 Item Quantidade 1 1,000 UN Sistema de Firewall DPI (Deep Packet Inspection) - características técnicas. Descrição Técnica "Em appliance, com no máximo 2U de altura, com bandeja ou

Leia mais

Firewalls. O que é um firewall?

Firewalls. O que é um firewall? Tópico 13 Firewall Ferramentas de defesa - Firewall. Princípios de projeto de firewall. Sistemas confiáveis. Critérios comuns para avaliação de segurança da tecnologia da informação. 2 Firewalls O que

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

FICHA TÉCNICA BRWall

FICHA TÉCNICA BRWall FICHA TÉCNICA BRWall BRWall 1030 BRWall 1540 BRWall 2040 BRWall 3060 1- Aplicação: Este produto aplica-se a sistemas de TI provendo a segurança necessária à rede de dados. Atua como firewall de perímetro

Leia mais

GERÊNCIA INFRAESTRUTURA Divisão Intragov - GIOV INTRAGOV Rede IP Multisserviços

GERÊNCIA INFRAESTRUTURA Divisão Intragov - GIOV INTRAGOV Rede IP Multisserviços GERÊNCIA INFRAESTRUTURA Divisão Intragov - GIOV INTRAGOV Rede IP Multisserviços Julho 2013 Milton T. Yuki Governo Eletrônico (e-gov) Público Alvo Cidadão/Sociedade Órgãos de Governo Serviços e-gov para

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS INFRAESTRUTURA CONVERGENTE DE TI:

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS INFRAESTRUTURA CONVERGENTE DE TI: ATA DE REGISTRO DE PREÇOS INFRAESTRUTURA CONVERGENTE DE TI: 01 02 03 04 SEGURANÇA LAN SWITCHING GERÊNCIA DE REDE SERVIÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Soluções desta ATA de Registro de Preços: SEGURANÇA LAN

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIT/GIE Termo de Referência Firewall 1/23

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIT/GIE Termo de Referência Firewall 1/23 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA DIT/GIE Termo de Referência Firewall 1/23 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO / ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS / QUANTIDADE 1. OBJETO: 1.1 Aquisição de Firewalls Appliance (hardware dedicado)

Leia mais

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para Segurança e Filtragem Web

FIREWALL (HARDWARE) Módulo para Segurança e Filtragem Web FIREWALL (HARDWARE) Módulo para Segurança e Filtragem Web Modo de licenciamento por hardware. O Appliance deve operar com todas as funcionalidades durante todo o período de suporte. Após o término do período

Leia mais

Documento de Requisitos de Rede (DRP)

Documento de Requisitos de Rede (DRP) Documento de Requisitos de Rede (DRP) Versão 1.2 SysTrack - Grupo 1 1 Histórico de revisões do modelo Versão Data Autor Descrição 1.0 30/04/2011 João Ricardo Versão inicial 1.1 1/05/2011 André Ricardo

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia.

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A EMPRESA A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A experiência da Future Technology nas diversas áreas de TI disponibiliza aos mercados público

Leia mais

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1 1 Sinopse do capítulo Problemas de segurança para o campus. Soluções de segurança. Protegendo os dispositivos físicos. Protegendo a interface administrativa. Protegendo a comunicação entre roteadores.

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DE LICITAÇÃO DA MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 18/2013 Nº DO PROCESSO DE COMPRA/PLANEJAMENTO: 2071022 000044/2013

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DE LICITAÇÃO DA MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 18/2013 Nº DO PROCESSO DE COMPRA/PLANEJAMENTO: 2071022 000044/2013 QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DE LICITAÇÃO DA MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 18/2013 Nº DO PROCESSO DE COMPRA/PLANEJAMENTO: 2071022 000044/2013 Encaminhado por: Razão Social : Altas Networks e Telecom

Leia mais

Especificaça o Te cnica

Especificaça o Te cnica Especificaça o Te cnica Esta especificação técnica tem como objetivo possibilitar a implantação da infraestrutura de rede lógica (nível de acesso) na nova sede da DME Distribuição. A solução deverá ser

Leia mais

Como proteger sua Rede com Firewall

Como proteger sua Rede com Firewall Como proteger sua Rede com Firewall pfsense *pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC. Apresentação Líder em Soluções Pfsense no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para

Leia mais

1. Alterar os itens 1.3, 1.3.1, 1.5 e 1.5.1 e acrescentar item 1.3.2 da Cláusula Primeira do Contrato, com a seguinte redação:

1. Alterar os itens 1.3, 1.3.1, 1.5 e 1.5.1 e acrescentar item 1.3.2 da Cláusula Primeira do Contrato, com a seguinte redação: PRIMEIRO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E FORNECIMENTO DE INFRA-ESTRUTURA DE ACESSO A SERVIÇOS INTERNET DE BANDA ESTREITA DIAL PROVIDER Pelo presente instrumento particular, de um lado, na

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício O que é Firewall Um Firewall é um sistema para controlar o aceso às redes de computadores, desenvolvido para evitar acessos

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA)

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) Código do Serviço: 3005001 Nome do Serviço: Data de Publicação: 30/04/2013 Entrada em Vigor: SAN AUTENTICAÇÃO 01/06/2013 Versão: 1.0000 Status: Publicado

Leia mais