Pág. 1 FACULDADE DE IMPERATRIZ FACIMP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING PPC - PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pág. 1 FACULDADE DE IMPERATRIZ FACIMP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING PPC - PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING"

Transcrição

1 Pág. 1 FACULDADE DE IMPERATRIZ FACIMP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING PPC - PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING Imperatriz - MA 2014

2 Pág. 2 Mantenedora Associação Região Tocantina de Educação e Cultura S/C Ltda. - ARTEC Antônio Leite Andrade Presidente Faculdade de Imperatriz FACIMP Dorlice Souza Andrade Diretora Geral Andreia Carla Sousa Andrade Vice-Diretor Antônio Raimundo Oliveira Neto Diretor Administrativo e Financeiro Íria Almeida Duarte Coordenadora Pedagógica Francisco Carlos Vaz Sales Coordenador do Curso de Tecnologia em Marketing

3 Pág. 3 ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO MISSÃO OBJETIVOS DO CURSO Objetivo Geral Objetivos Específicos CONTEXTO EDUCACIONAL PRINCÍPIOS PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO ESTRUTURA CURRICULAR EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA... Erro! Indicador não definido. 9. MODALIDADES DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO SISTEMAS DE AVALIAÇÃO DO DICENTE Apoio ao Discente SISTEMA DE AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PROJETO DO CURSO Núcleo Docente Estruturante-NDE Colegiado do Curso de Tecnologia em Marketing FORMA DE ACESSO AO CURSO REGIME ACADÊMICO DE OFERTA FORMAS DE INTEGRAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA Metodologia de Ensino Pesquisa e Extensão Atividades Complementares Estágio Curricular Supervisionado DIFERENCIAIS... 64

4 Pág Corpo Docente Plano de Qualificação Docente Visitas Técnicas de Estudos Integração entre Alunos e Professores Incentivo à produção científica ANEXOS... Erro! Indicador não definido. 1. IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO Em maio de 1998, foi fundada a A. Região Tocantina de Educação e Cultura Ltda (ARTEC), entidade mantenedora da Faculdade de Imperatriz (FACIMP), graças ao dinamismo de seu Presidente, o médico Antônio Leite Andrade, e da Professora MSc. Dorlice Souza Andrade. Para dar início às suas atividades, a ARTEC requereu ao MEC a autorização para a criação de 10 (dez) cursos, todos abrigados pela FACIMP, instituição de ensino superior privado pioneira, dirigida pela professora Msc. Dorlice Souza Andrade. Em agosto de 2001 começaram as aulas na Faculdade, nos cursos de Odontologia e Turismo. A faculdade já implantou 13 cursos de graduação, 11 deles em pleno funcionamento, sendo todos ministrados por profissionais especializados, mestres e doutores e tem como uma das suas principais missões a busca constante pela inovação e modernidade nos métodos e estruturas de ensino. Para dar suporte aos alunos e oferecer as instalações mais adequadas para cada graduação, a faculdade possui uma área total de ( m2), sendo ,31 m2 de área construída. Desta forma os três mil alunos contam com amplas instalações totalmente climatizadas e adaptadas às mais diversas necessidades. O campus da FACIMP é composto por um conjunto de prédios com mais de 64 salas de aula, todas com ambiente climatizado, e mais de três blocos de apoio administrativo. Quatro auditórios, dois de até 100 lugares, um de até 150 lugares e o auditório central, de 600 lugares, que dão suporte a eventos realizados por alunos, professores e pela comunidade imperatrizense e regional. Espaço para

5 Pág. 5 Ciência da Saúde - Bloco de Medicina (12 consultórios, 01 sala de orientadores, 10 salas de tutores,01 sala para professores, 01 coordenação, 01 secretaria e 01 recepção). A instituição conta também com os mais modernos laboratórios, entre eles: Anatomia Humana e Animal, multidisciplinares de Citologia e Microscopia, Morfofuncional, Habilidades Cirúrgicas, Microbiologia Molecular, Semiotécnica Física, Informática, Química, Enfermagem e Farmácia Escola (clínicas: bioquímica, parasitologia, hematologia, uroanálise, controle de qualidade e manipulação) e Medicina. Conta, também, com um Núcleo de Práticas Jurídicas- NPJ, e um Núcleo de Práticas Contábeis-NPC, devidamente estruturados e em pleno funcionamento, contribuindo para com a comunidade acadêmica e local. Foi implantado e está em pleno funcionamento o Hospital Escola, este com completas instalações para as aulas práticas de Odontologia, Enfermagem e Farmácia, e atendimento à comunidade. A FACIMP também dispõe de Centro Esportivo e de Lazer, em uma área de ,56 m2, para entretenimento, lazer e eventos festivos de alunos, professores e demais servidores. Outro ambiente diferenciado da instituição é a Fazenda Escola que foi contemplada com uma ampla reforma e ampliação. Na fazenda os alunos dispõem de 170 hectares destinados à pratica de experimentos com animais e plantas, do Curso de Zootecnia. Além disso, a instituição conta também com um canal universitário, a TV Tocantins (canal 21) afiliada ao Sistema CNT de Televisão. O projeto é coordenado pelos professores e alunos e nele é exibido diariamente o programa Facimp na TV, que aborda os assuntos sobre educação, cultura e entretenimento. Consciente de sua responsabilidade social, a Faculdade desenvolve projetos de pesquisa e atividades de extensão, realizando campanhas educativas e prestação de serviços para a comunidade. Para manter o padrão de excelência e garantir o conforto das instalações da faculdade, a FACIMP tem toda a área de salas, laboratórios, auditórios e a biblioteca central climatizada. A FACIMP já se firmou na Região Tocantina. Seu pioneirismo e a qualidade de seu ensino na pré-amazônia maranhense trouxeram alunos das mais variadas regiões do país, contribuindo para que Imperatriz, ao

6 Pág. 6 lado de ser uma das cem maiores cidades brasileiras, também se solidifique como um grande polo cultural sul-maranhense. 2. MISSÃO Servir à comunidade provendo conhecimento e gerando recursos importantes para o desenvolvimento científico, econômico, profissional, social e cultural de Imperatriz e região, buscando contribuir sempre para o bem estar da sociedade, oferecendo competências básicas para a formação do profissional Tecnólogo em Marketing, possibilitando o exercício profissional em um contexto econômico e social mutante, através de práticas que conduzam as entidades públicas e privadas ao crescimento sustentável. 3. OBJETIVOS DO CURSO 3.1 Objetivo Geral As transformações ocorridas em todas as áreas sugerem a necessidade de que o conhecimento seja construído de forma continuada. Por isso, o Curso Superior de Tecnologia em Marketing da Faculdade de Imperatriz- FACIMP objetiva proporciona condições objetivas para que o aluno possa identificar e adequar-se a essas mutações. Para tanto, faz-se necessário um curso que atenda aos desafios lançados pela globalização, oportunizando, ainda, a formação de profissionais com capacidade de trabalhar em equipe, sintonizados com as relações multiculturais que norteiam as organizações. Assim, considerando que a Faculdade de Imperatriz-FACIMP está situada em uma região com economia pujante, em especial nos setores de comércio e serviços, o curso de Tecnologia em Marketing da FACIMP, através da sua estrutura curricular, observadas as diretrizes curriculares; tem por objetivo formar profissionais com capacidade para pensar corretamente e intervir com eficiencia e eficácia nesse ambiente de grande competição, com competências e habilidades inovadoras, visão holística e sistêmica; contribuindo para o desenvolvimento econômico e social da região.

7 Pág Objetivos Específicos I. Formar profissionais capazes de atuarem nas seguintes atividades: definição das estratégias de vendas para atrair e manter clientes; estudo do mercado e seu ambiente sócioeconômico para elaborar e reestruturar produtos ou serviços, promovendo-os, fortalecendo a marca nesse mercado e desenvolvendo estratégias, estudando o público-alvo e preços a serem praticados. Peceptivo às mudanças de cenários, esse profissional estabelece vínculos com os consumidores, estuda tendências, riscos e oportunidades de mercado. Dentre as demais atribuições desse profissional estão o conhecimento dos aspectos legais relacionados à comercialização e consumo; II. Atender a demanda das empresas, oferecendo ao mercado profissionais especializados e atualizados, com visão generalista, que dominem as técnicas, com competência, e que detenham o saber-fazer relativo à área de Marketing; III. Qualificar profissionais em educação tecnológica, com foco específico, capazes de atender mais rapidamente as demandas de mercado, voltados para a elaboração, implantação, avaliação e gerenciamento das áreas de Marketing; IV. Formar cidadãos éticos, pró-ativos e com espírito empreendedor, capazes de se adaptar às constantes mudanças, e que tenham flexibilidade, criatividade, motivação e crescente autonomia intelectual. Este profissional poderá atuar, ainda, de forma específica e com competência, em vários setores do Marketing, assumindo cargos operacionais, de chefia e gerências. O Curso Superior de Tecnologia em Marketing tem por objetivo formar um profissional capacitado a atuar na área em empresas de pequeno, médio e grande porte, de forma que ele possua alto grau de discernimento de seu papel junto à empresa e à sociedade, nos quais está inserido como profissional de marketing nos âmbitos da gestão de produtos; análise de mercado; comunicação; gestão de marcas; relacionamento com o

8 Pág. 8 cliente; gestão de vendas, bem como a distribuição de produtos. Ou seja, é um profissional capacitado a gerir e pensar comercialmente estes estabelecimentos, compreendendo o mercado, identificando oportunidades de segmentação e diferenciação, gerenciando todas as ações necessárias para manter o negócio em evolução e competitivo. 4. CONTEXTO EDUCACIONAL Marketing é a parte do processo de produção e de troca que está relacionado com o fluxo de bens e serviços do produtor ao consumidor. A área abrange um conjunto de processos que envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, bem como a administração do relacionamento com eles, de modo que beneficie a organização e seu público interessado.engloba todo o conjunto de atividades de planejamento, concepção e concretização, que visam a satisfação das necessidades dos clientes, presentes e futuras, através de produtos/serviços existentes ou novos. O Marketing identifica a necessidade e cria a oportunidade. Com uma população urbana de mais de 250 mil habitantes, Imperatriz, a segunda maior cidade do estado do Maranhão e de uma importância econômica muito significativa, está inserida numa posição geográfica que favorece ao atendimento de mais de 20 municípios maranhenses. Em razão de ser uma metropole de uma região polarizada, denominada de Região Tocantina, atende-se a uma demanda por bens e serviços para cerca de mais de 1,5 milhão de habitantes, o que naturalmente, tem exigido a implantação e ampliação de muitos empreendimentos nos mais diversos setores da economia regional. Ante a esta realidade, os aspectos econômicos e sociais, demandados pela organizações e pela sociedade desta macro região, que concentra um comércio atacadista pujante, além de ser considerada importante entreposto de serviços, impulsionaram a criação do Curso de Tecnologia em Marketing da FACIMP; com vistas a atender uma necessidade premente por profissionais das mais diversas áreas, em especial, no tocante ao profissional com capacidade para entender e agir nesse cenário, com perfil e expertises especialmente desenvolvidas para o comércio e serviços; com visão

9 Pág. 9 holística e sistêmica; empreendedor; inovador e criativo; bem como consciente das responsabilidades sociais advindas do exercício profissional. Partindo deste pressuposto, a Faculdade de Imperatriz-FACIMP, apresenta-se como importante instrumento neste contexto educacional, contribuindo socialmente, com a oferta desses profissionais para o mercado regional, haja vista que a disponibilidade dessa mão-de-obra qualificada no mercado, auxilia sobremaneira - no desenvolvimento econômico e social das organizações, e por conseguinte, na dinâmica do mercado, garantindo assim a sustentabilidade regional. Dessa forma, surgiram os primeiros movimentos, através da Faculdade de Imperatriz FACIMP no ano de 2010, para a autorização do Curso de Tecnologia em Marketing que, uma vez implantado, teve uma ótima receptividade por parte da comunidade, atingindo níveis satisfatórios no atendimento das demandas por profissionais da administração em toda a região. Este curso está, portanto, adequado ao mercado de trabalho regional e ao perfil das organizações empregadoras. É uma região fértil para o empreendedorismo, campo propício ao tipo de profissional que a instituição vem formando. As condições sociais, políticas e demográficas são indicadores positivos para a existência de uma instituição de ensino como a FACIMP e especificamente para o Curso Superior de Tecnologia em Marketing. Além da ênfase na formação técnica do futuro profissional, objetiva-se ainda, a preparação do mesmo para lidar com as dimensões humanas, éticas e as relações sociais. As condições para o cumprimento dos objetivos do curso se fundamentam, em princípio, na compatibilidade estrutura física da Faculdade, na habilitação dos seus recursos humanos e materiais disponíveis, além dos diversos programas de extensão realizados em parcerias com as entidades e a comunidade. 5. PRINCÍPIOS

10 Pág. 10 O projeto pedagógico do curso de Tecnologia em Marketing da FACIMP, com vistas ao cumprimento de sua MISSÃO norteia-se pelos seguintes princípios: Reconhecimento do espaço cooperativo do homem como base fundamental da sociedade democrática justa, buscando enfatizar o estudo da complexidade das relações humana nas organizações, considerando o homem como ser de pensamento e de palavra enraizado no espaço e no tempo; como ser de desejo e que se constrói nas suas relações com o outro e que não pode reduzir-se apenas a um objeto ou uma variável controlada nas organizações; Contraposição à hegemonia de valores exclusivamente econômicos no domínio da gestão de negócios, articulando, como parte de um todo, a compreensão do indivíduo na organização com o estudo e a aplicação de conhecimentos sobre produção, circulação, financiamento e distribuição de bens e serviços; Fortalecimento do papel do marketing dentro das organizações, como ferramenta indispensável para as tomadas de deciões, contribuindo para estruturar, desestruturar ou reestruturar a ordem atual. Os conhecimentos transmitidos pelo curso de Tecnologia em Marketing da FACIMP têm de estar estreitamente relacionados ao contexto atual, à realidade regional e às ações do Estado e ao próprio processo de governabilidade; Vinculação do ensino de marketing às ciências sociais, dentro de um enfoque interdisciplinar, evitando um reducionismo teóricoadministrativo. É impossível para o marketing como área de conhecimento que estuda e aplica conhecimento sobre a organização, o mercado, e seus vários públicos, considerando a distribuição de bens e serviços e que, ao mesmo tempo, busca a compreensão aprofundada do ser humano, a coordenação das ações de pessoas e grupos dentro de um contexto de mercadológico, extremamente dinâmico, se tornar suficientemente autônoma, capaz de explicar a crise atual em nível mundial, as

11 Pág. 11 questões específicas dos países americanos, os ideais de integração, de democracia, de ciência e tecnologia, de educação e cultura, e as necessidades de mudanças sem se valer das Ciências Sociais; A ênfase na interdisciplinaridade, que contem a idéia da formação integrada, passa pelo crescente processo de socialização que vem enfrentando a produção individual. Os estudos que o curso se propõe a desenvolver só poderão ser enfrentados dentro de uma visão interdisciplinar que, indo além das categorias específicas do conhecimento e da área específica do curso de administração, abarque todas as nuanças e desafios do entendimento de problemas temáticos; Ao lado desse conjunto de princípios, que entreabre a problemática metodológica e epistemológica da própria reflexão do marketing, surgem as demandas de novos sujeitos, num mundo de embates coletivos. São grandes grupos internacionais, grandes conglomeradas transnacionais, grupos de países que se unem por conveniências econômico-políticas, grandes sindicatos, ao lado da emergência de grupos organizados (governamentais e não-governamentais) que transcendem fronteiras e que lutam por transformações sociais e econômicas. Em relação a estas demandas, o projeto pedagógico do curso está estruturado para: A busca da compreensão do processo contraditório da integração, da democracia e da necessária união dos países em torno de ideais comuns. E, a partir daí, chegar a uma consciência da totalidade e à elaboração de um instrumental adequado à compreensão do cenário e da conjuntura regional, nacional e internacional; A análise dos novos instrumentos teóricos, que estão sendo utilizados na produção intelectual sobre as relações entre os países, discutindo os limites destas teorias, na explicação da realidade do

12 Pág. 12 sistema internacional e procurando ressaltar a especificidade do trabalho do marketing no conjunto do conhecimento desta área de estudos; A ênfase na possibilidade de desenvolver estudos em articulação com organismos nacionais e internacionais e de integração regional no que se refere: aos aspectos educacionais, administrativos, sócio-econômicos, legislativos e judiciários para regular a integração; às novas relações surgidas; às dificuldades de coordenação de políticas macroeconômicas entre países; e, às formas de subsidiar o desenvolvimento progressivo do marketing nas organizações. 6. PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO Pensar o perfil do profissional do curso de Tecnologia em Marketing, tendo como referência as ideias explicitadas na concepção, nos princípios e nos objetivos que orientam o seu projeto pedagógico, significa pensar a formação de homens públicos, de cidadãos, de profissionais, conscientes de seus direitos e deveres, com amplo e sólido conhecimento em sua área, porém capazes de ser solidários, de dialogar com profissionais de outras áreas e de participar, com competência e responsabilidade, do processo de integração e de desenvolvimento social, político e econômico, não só regional, mas de todo Brasil. Para tanto, o curso de Tecnologia em Marketing pretende preparar profissionais capazes de: ter uma visão pluralista e uma postura crítica do marketing nas organizações, compreendendo-a como parte de um contexto sócioeconômico em processo de definição;

13 Pág. 13 desenvolver estratégias teóricas e metodológicas que permitam superar a racionalidade instrumental e as categorias mercadológicas e econômicas rigidamente estabelecidas, questionando e tendo uma visão crítica da realidade e compreendendo os fatos sociais em constante mutação; compreender a complexidade da aplicação do marketing no mercado de forma global, seus princípios, seus objetivos, suas metas, sem subestimar a dimensão humana dos indivíduos que nelas trabalham, o que significa desenvolver também uma compreensão refinada das teorias e das práticas mercadológicas; compreender com clareza o papel do profissional de marketing relacionado ao auxílio na gestão das operações da empresa, no âmbito dos mercados regional, nacional e internacional, o estudo das complexidades humanas, culturais e sociais e à ética necessária ao desenvolvimento de suas ações. O objetivo é preparar o futuro graduado para enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mercado de trabalho e das condições de exercício profissional, assim como preparar profissionais aptos para a sua inserção no campo do desenvolvimento, em seus diversos segmentos: econômicos, culturais, políticos, científicos, tecnológicos etc. O desenvolvimento dessas competências também está atrelado ao desenvolvimento do currículo como um todo, à participação dos alunos nas atividades complementares, nas ações sociais e projetos de extensão, na atuação dos estudantes nas atividades do Canal Universitário (TV da FACIMP) e nas metodologias de ensino e aprendizagem utilizada pelos docentes. A essas competências institucionais, associam-se as competências específicas relacionadas ao perfil profissiográfico definido no projeto pedagógico de cada curso. Sendo assim, mais especificamente, no caso do Curso Superior de Tecnologia em Marketing, ao concluir o curso, o aluno estará apto a desenvolver estratégias e táticas de marketing, projetos de lançamento de produtos, elaborar e implementar campanhas promocionais, desenvolver pesquisa de mercado, criar programas de fidelização de clientes, gerenciar equipes de vendas, desenvolver estudos

14 Pág. 14 relacionados ao comportamento do consumidor, criar e implementar planejamento de comunicação e publicidade. A sólida formação acadêmica e prática impulsiona sua empregabilidade permitindo que o aluno construa uma carreira profissional em todos os níveis hierárquicos das organizações. Este profissional poderá ocupar cargos e exercer funções como: Gerente de Marketing, Gestor de Pesquisa de Mercado, de Comunicação, de Desenvolvimento de Produtos, Analista de Marketing, em assessoria e consultoria para empresas de micro, pequeno, médio ou grande porte, em atividades de negociações que envolvam produtos e serviços, Analista de Planejamento Mercadológico, Supervisor de Atendimento à Clientes, Call Center, Gerente de Vendas, entre outras. A integração do binômio teoria-prática, prevista no PDI, será incentivada e fomentada com atividades de extensão, visando fortalecer a atividade de ensino através das ações desenvolvidas pelo curso, sobretudo, aquelas que contribuam para o desenvolvimento econômico e social da região. Neste contexto, além das atividades resultantes de convênios celebrados com organizações da região, garantindo estágio aos acadêmicos; apresenta-se o Laboratório Empresa da FACIMP, com a utilização da TV Universitária, um Canal de Televisão da própria Instituição, além de projetos e atividades desenvolvidas para as organizações e empresas da região. O objetivo desta proposta de curso é preparar um profissional com as características desejáveis a um Profissional de Marketing moderno preparado para atuar no mercado. Os fenômenos da Globalização, da horizontalização de estruturas e redefinição de funções profissionais têm levado a um acirramento brutal da concorrência entre empresas, marcas e produtos. Fidelidade do consumidor já é um fenômeno cada vez mais raro. Dentro deste contexto, a necessidade de um Profissional de Marketing com um conhecimento mais específico deste segmento é uma exigência real do mercado. Considere-se aqui, não a formação do Profissional de Marketingempregado, que trabalharia com seus conhecimentos apenas dentro de uma organização, mas também, e de forma não excludente, o empreendedor, que criaria a sua própria empresa, ou o consultor, que venderia o seu know-how.

15 Pág ESTRUTURA CURRICULAR: A Faculdade de Imperatriz-FACIMP, como instituição que tem como um dos focos prioritários de atuação o ensino, privilegia as discussões permanentes em torno da construção e renovação dos currículos de seus cursos. Há uma orientação fortemente vocacional em seus currículos, embora existam algumas diferenças naturais entre os cursos de diferentes áreas do conhecimento. O Curso Superior de Tecnologia em Marketing é estruturado a partir das competências que o aluno deverá desenvolver até o final do curso. Portanto, são elas que norteiam a seleção dos conteúdos e a distribuição deles nas disciplinas e módulos. Nessa concepção, as disciplinas e seus conteúdos são fundamentais para que os objetivos dos cursos sejam alcançados. Entretanto, os conteúdos são meios, importantíssimos, para o desenvolvimento das competências e não um fim em si mesmos. O Projeto Pedagógico de um curso é muito mais do que sua matriz curricular. Envolve também a metodologia de ensino, a composição do corpo docente, o acervo bibliográfico disponível aos estudantes, o sistema de avaliação da aprendizagem, as atividades complementares, entre outros elementos. É o conjunto e a articulação entre esses diversos componentes que resultará no perfil do egresso desejado e no desenvolvimento das competências almejadas neste egresso. As Diretrizes Curriculares para os Cursos Superiores de Tecnologia preconizam, entre outros aspectos, que os cursos deverão prover a educação profissional de nível tecnológico, integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia, objetivando garantir aos cidadãos o direito à aquisição de competências profissionais que os tornem aptos para a inserção em setores profissionais nos quais haja utilização de tecnologias, em função das demandas e em sintonia com as políticas de promoção do desenvolvimento sustentável do País. O currículo deste curso, centrado no conceito de desenvolvimento de competências, atende a essas diretrizes, formando profissionais aptos a

16 Pág. 16 desenvolverem atividades plenas na área profissional de formação específica, com habilidades para planejar, projetar e executar projetos, administrar e gerenciar recursos e mudanças tecnológicas. Este currículo e seus conteúdos estão plenamente adequados às Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a organização e o funcionamento dos cursos superiores de tecnologia, bem como ao Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia. A matriz curricular está elaborada considerando a formação de um profissional ético, responsável e consciente dos seus atos profissionais, com formação teórico-prática no segmento de conhecimento da Gestão em Marketing. O currículo do curso proporciona, portanto, o desenvolvimento das atividades do saber e do fazer, através do conhecimento e da prática nos vários segmentos que constituem as necessidades para o exercício profissional, e de acordo com as demandas do mercado de trabalho para o tecnólogo na Gestão de Marketing. Assim, o profissional, a par da visão especializada para operação no seu campo de atuação, e baseado nos conhecimentos específicos adquiridos, desenvolverá competências profissionais, sociais e intelectuais gerais da área, para que o egresso possa desenvolver sua atividade, fundamentada nas áreas de indústria, comércio e serviços. O curso desenvolverá no egresso a capacidade de mobilizar, articular e colocar em ação conhecimentos, habilidades, atitudes e valores necessários para o desempenho eficiente e eficaz das atividades. Deste modo, terá uma visão integradora possibilitando compreensão da interface dos processos de Gestão de marketing em suas várias vertentes, possibilitando a integração de uma operação de marketing a partir da elaboração do produto até a colocação para o consumidor final. Do ponto de vista social e ético, deverá permitir atitude crítica quanto ao exercício das atividades de interface entre produção e marketing e marketing para o consumidor final. Outro aspecto fundamental considerado é o equilíbrio entre as disciplinas que compõem o projeto, para que seja dada ao profissional uma base sólida dentro do aspecto conceitual, acadêmico, sem perder de vista, contudo,

17 Pág. 17 sua aplicabilidade a nível de mercado. Neste contexto, apresenta-se algumas outras práticas pedagógicas fundamentais a serem adotadas na Instituição que são: Estímulo permanente a trabalhos de pesquisa individuais, em grupo, ou em apoio às atividades dos professores, envolvendo busca de informações de cunho bibliográfico, de campo e aquelas obtidas via mídia eletrônica (Internet); Estímulo ao Estágio Supervisionado em períodos ao longo do curso, ao final do qual deve ser apresentado um relatório derivado das experiências obtidas; Preferência obrigatoriamente à utilização de livros e artigos em detrimento às apostilas e resumos, os quais só deverão ser utilizados em situações específicas e na ausência de outras alternativas viáveis. Utilização permanente de fatos atuais para serem analisados sob as diversas óticas das diversas disciplinas utilização do método de caso, como ferramentas típicas do processo; Realização de trabalhos conjuntos por disciplinas de um mesmo semestre, com a avaliação conjunta pelos professores envolvidos como forma de exercício de interdisciplinaridade. Realização, anual, de fóruns interdisciplinares com participação conjunta de alunos e professores, locais e convidados, como: Semana Institucional, Semana do Administrador, Projetos de Pesquisa e Extensão, entre outros. A estrutura contempla, também, os conteúdos sobre Relações Étnico- Raciais e Ensino de História Afro-Brasileira e Africana em cumprimento da Resolução CNE nº 1/2004, de 17/06/2004; e, contempla, ainda, a oferta da disciplina Língua Brasileira de Sinais LIBRAS, por reconhecer a necessidade de valorização da inclusão social no âmbito do curso. Na tabela abaixo se apresenta a distribuição dos conteúdos em relação as horas. I Conteúdo Curricular Horas

18 Pág. 18 II Estágio Curricular Supervisionado III - Trabalho de Conclusão de Curso IV - Atividades Complementares TOTAL Regime: seriado semestral 180 Horas 72 Horas 100 Horas Horas ESTRUTURA CURRICULAR 1º PERÍODO DISCIPLINAS CH Técnicas de Redação 72 Teoria e Planejamento da Comunicação 72 Sociologia da Comunicação 36 Introdução ao Marketing 72 Comportamento do Consumidor 72 Ética e Legislação em Comunicação 36 TOTAL 360 2º PERÍODO DISCIPLINAS CH Gestão Financeira e Tributária em Marketing e Propaganda 72 Fundamentos de Publicidade e Propaganda 72 Estatística Aplicada ao Marketing 36 Pesquisa em Marketing 72 Noções de Criação e Redação Publicitária 36 Projeto Integrado de Marketing Turístico e Cultural 72 TOTAL 360 3º PERÍODO DISCIPLINAS CH Estratégias de Mercado 72 Planejamento de Campanhas de Propaganda 72 Mídia e Produção Publicitária 72 Marketing Direto 36 Estratégias de Distribuição 36 Marketing Social e de Serviços 72 TOTAL 360 4º PERÍODO DISCIPLINAS CH Marketing de Varejo e Atacado 72 Estratégias de Preço e Promoção 72 Estratégias de Produto 36 Marketing e Propaganda Digital 72 Marketing Político e de Relacionamento 72 TCC Projeto de Trabalho de Conclusão de Curso I 36 TOTAL 360 5º PERÍODO DISCIPLINAS CH Endomarketing e gerenciamento de equipes 72

19 Pág. 19 Logística e Táticas Mercadológicas 72 Projeto Integrado de Marketing Aplicado à Pequena e Média Empresas 36 Trade marketing 36 Optativa I 36 Optativa II 36 TCC Trabalho de Conclusão de Curso 36 Atividades Complementares 100 Estágio Supervisionado 180 TOTAL 604 TOTAL GERAL 2044 Formação Complementar Disciplinas Optativa I Optativa II C.H TOTAL DE HORAS 72 DISCIPLINAS OPTATIVAS Disciplinas Língua Brasileira de Sinais - Libras Educação das Relações Étnicos Raciais nas Organizações Ética Profissional e Cidadania Empreendimentos e Negócios C.H CONTEÚDOS CURRICULARES Considerando a necessidade de atender ao perfil profissional do egresso, sobretudo, no que concerne à formação de um indivíduo conhecedor e crítico em relação às constantes transformações do mercado, com visão global e sistêmica frente às complexidades do mundo contemporâneo; o ementário bibliográfico do Curso de Tecnologia em Marketing apresenta-se atualizado, contemplando e atendendo ao perfil do profissional desejado para o mercado. Os conteúdos curriculares, bem como o acervo bibliográfico, são constantemente atualizados, levando-se em consideração, principalmente, a coerência e relevância dos conteúdos, com o perfil profissional do egresso; assim

20 Pág. 20 como também observa-se criteriosamente o dimensionamento da carga horária em relação ao conteúdo programático. 1º PERÍODO TÉCNICAS DE REDAÇÃO EMENTA Produção de textos em Língua Portuguesa. Ortografia, concordâncias nominal e verbal, regências nominal e verbal. Noções de texto e níveis de leitura. BIBLIOGRAFIA BÁSICA FIORIN, José Luiz; SAVIOLI, FranciscoPlatão. Para entender o texto: leitura e redação. 17ª ed. São Paulo: Ática, MARTINS, Dileta, S. ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 29ª ed. Porto Alegre: Prodil, BELTRÃO, Odair, BELTRÃO, Mariúsa. Correspondência: linguagem e comunicação. 24ª ed. São Paulo: Atlas, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR ANDRADE, Maria Margarida de, HENRIGUES, Antonio. Língua Portuguesa: Noções Básicas para Cursos Superiores. 9ª ed. São Paulo: Atlas, COSTA, Maria Cristina Castilho. Gestão da Comunicação. São Paulo. Atlas, GARCIA, Othon M. Comunicação em prosa moderna. 27ª ed. Rio de Janeiro: FGV, MARTINS, Dileta, S. ZILBERKNOP, Lúbia Scliar. Português Instrumental. 29ª ed. Porto Alegre: Prodil, MEDEIROS, João Bosco. Correspondência: técnica de comunicação criativa. 20ª ed. São Paulo: Atlas,2010.

21 Pág. 21 TEORIA E PLANEJAMENTO DA COMUNICAÇÃO EMENTA Conceito de Comunicação. Conceito de Planejamento. O público-alvo: a essência do Planejamento. Planejamento de Marketing. Planejamento da Comunicação. Instrumentos de controle e avaliação. BIBLIOGRAFIA BÁSICA BUENO, Wilson da Costa. Comunicação Empresarial: teoria e pesquisa. São Paulo: Manole, 2002 KOTLER, Philip. Marketing de A a Z: 80 conceitos que todo profissional precisa saber. Rio de Janeiro: Campus, LUPETTI, Marcélia.Planejamento de Comunicação. Futura, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR CHRIS, Anderson. A cauda longa: do mercado de massa para o mercado do nicho. Rio de Janeiro: Elsevier, COBRA, Marcos. Administração de marketing. São Paulo: Atlas, LAS, Casas. Marketing: conceitos, exercícios, casos. São Paulo: Atlas, KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de Marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle.são Paulo: Atlas, SOCIOLOGIA DA COMUNICAÇÃO EMENTA A relação contemporânea da sociedade, mídia e cultura. Público, elite e massa: noções, alcance e dimensão. O processo de comunicação de massa na

22 Pág. 22 sociedade brasileira. o conceito de cultura híbrida e a formação da opinião pública. A comunicação e o poder. Análise do impacto das mensagens comunicacionais no comportamento dos sujeitos sociais. BIBLIOGRAFIA BÁSICA BAUDRILLARD, Jean. A Sociedade de Consumo. 2 ed. Rio de Janeiro/Lisboa: Elfos. BRETON, Philippe e PROULX, Serge.Sociologia da Comunicação. 2 ed. São Paulo: Loyola, CANCLINI, Néstor García: Consumidores e cidadões. 8. ed. Rio de Janeiro, Editora UFRJ, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR COHN, Gabriel. Sociologia da comunicação. São Paulo: Pioneira. GUARESCHI, Pedrinho. Comunicação e poder. Rio de Janeiro: Vozes, LIMA, Luís Costa. Teoria da cultura de massa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo: Brasiliense, THOMPSON, John B. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação. Petrópolis: Vozes, INTRODUÇÃO AO MARKETING EMENTA O conceito de Marketing: processo histórico e evolução. O Mix de Marketing produto, praça, preço e promoção. As classes sociais, o cliente e a antropologia relacionada ao marketing. As funções de Marketing: estudos de mercado, planejamento, comercialização de produtos e serviços e gerência de produtos. O

23 Pág. 23 sistema de marketing e o meio-ambiente. O Marketing Institucional. O mercado local. A empresa para o Marketing. BIBLIOGRAFIA BÁSICA COBRA, Marcos. Administração de marketing. São Paulo: Atlas, KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle.são Paulo: Atlas, KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de Marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR CHRIS, Anderson. A cauda longa: do mercado de massa para o mercado do nicho. Rio de Janeiro: Elsevier, COBRA, Marcos. Marketing Básico. São Paulo: Atlas, KOTLER, Philip. Marketing de A a Z: 80 conceitos que todo profissional precisa saber. Rio de Janeiro: Campus, LAS, Casas. Marketing: conceitos, exercícios, casos. São Paulo: Atlas, LONGENECKER, Justing G. Administração de pequenas empresas. São Paulo: Cengage Learning, COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR EMENTA Conceitos e visão histórica do consumo. Análise do processo de compra. As diferenças individuais e o comportamento do consumidor. As influencias ambientais no comportamento do consumidor. Os processos psicológicos do comportamento do consumidor. As responsabilidades éticas e legais do consumerismo. BIBLIOGRAFIA BÁSICA

24 Pág. 24 LAS CASAS, Alexandre Luzzi. Administração de marketing: conceitos, planejamento e aplicações à realidade brasileira. 1. ed. São Paulo: Atlas, SCHWERINER, M. E. R. Comportamento Do Consumidor: identificando necejos e supérfluos essenciais.são Paulo: Saraiva, SOLOMON, Michael R. O comportamento do consumidor: comprando, possuindo e sendo. 9. ed. Porto Alegre: Bookman, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR AAKER, D. A.; KUMAR, V.; DAY, G. S. Pesquisa de marketing. 2. ed. São Paulo: Atlas, COBRA, M. Administração de Marketing. 2. ed. São Paulo: Atlas, GIGLIO, E. M. O comportamento do consumidor. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, SAMARA, Beatriz Santos. Comportamento do consumidor: conceitos e casos. São Paulo: Prentice Hall, KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, ÉTICA E LEGISLAÇÃO EM COMUNICAÇÃO EMENTA Ética do Marketing. Ética profissional e função social do marketeiro. Normas genéricas relativa ao marketing e à publicidade e propaganda, contidas em diferentes legislações e censuras. Código de auto regulamentação publicitária. Códigos Civil, Comercial, do Consumidor e da Criança e do Adolescente. BIBLIOGRAFIA BÁSICA ANDRÉ, Alberto. Ética e Códigos da Comunicação. São Paulo: Sulinas, 2006.

25 Pág. 25 ARRUDA, Darcy Miranda. Comentários a lei de imprensa. São Paulo. Editora Revista dos Tribunais, v. DOMINGUES, Douglas Gabriel. Marcas e expressões de propaganda. Rio de Janeiro: Forense, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR BIGNOTTO, Newton. et. al. Ética.São Paulo. Companhia das Letras CHAVES, Antonio. Direito de autor. Rio de Janeiro: Forense, NOBRE, Freitas. Lei da informação. São Paulo. Ed. Saraiva, SANTOS, Reinaldo. Vade-mecum da comunicação. Rio de Janeiro. Ed. Rio, SOARES, Orlando. Direito de comunicação. Rio de Janeiro: José Koufino Editor, º PERÍODO GESTÃO FINANCEIRA E TRIBUTARIA EM MARKETING E PROPAGANDA EMENTA A gestão financeira e tributária busca possibilitar a escolha das melhores alternativas de tributação para a organização, visando minimizar o impacto dos tributos sobre a sua situação econômica, financeira e patrimonial. A disciplina oferece uma visão estruturada sobre o processo de gestão de tributos, analisando os regimes e as opções de tributação do Imposto de Renda, do PIS/COFINS e da Contribuição Social sobre o Lucro das empresas, bem como os principais aspectos relacionados à apuração do lucro real, tais como: despesas dedutíveis e não dedutíveis, compensação de prejuízos fiscais, avaliação de estoques, contratos de longo prazo, preços de transferência e juros sobre o capital próprio. BIBLIOGRAFIA BÁSICA

26 Pág. 26 ANDRADE FILHO, Edmar Oliveira. Imposto de renda das empresas. São Paulo: Atlas, AVILA, Rene Bergmann. Imposto de Renda Pessoa Jurídica Lei 9.430/96 - Comentários e Anotações. São Paulo: Atlas, BRASIL. Constituição Federal. Brasília: Saraiva, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR FABRETTI, Láudio Camargo. Contabilidade Tributária. São Paulo: Atlas, FABRETTI, Láudio Camargo; FABRETTI, Dilene Ramos. Direito tributário para os cursosde administração e ciências contábeis. São Paulo: Atlas, HIGUCHI, Hiromi; HIGUCHI, Celso Hiroyuki.Imposto de renda das empresas - interpretação e prática. 28 ed. São Paulo: Atlas, NEVES, Silvério das; VICECONTI, Paulo E. Curso de Imposto de Renda. São Paulo: Editora Frase, OLIVEIRA, Luís Martins et. al. Manual de contabilidade tributária. São Paulo: Atlas, FUNDAMENTOS DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTA Publicidade X Propaganda. Diferenças, conceitos e objetivos. A História da Propaganda, do Brasil Império a Era Lula, A propaganda no Rádio, na TV e nos Impressos. O Tempo em Publicidade. A Criatividade como arte e técnica. A Agência de Propaganda. Organograma e funções. As peças Publicitárias. Curiosidades e glossário da Propaganda. BIBLIOGRAFIA BÁSICA BRANCO, Renato Castelo, MARTENSEN, Rodolfo Lima, REIS, Fernando. História da propaganda no Brasil. São Paulo: T.A. Queiroz Editor, 1990.

27 Pág. 27 GRAF, Marília G. Propaganda de lá para cá. São Paulo: IBRASA, SANT ANNA, Armando. Propaganda: Teoria, Técnica e Prática. 8. ed. São Paulo: Pioneira, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR ALZER, Luiz André, CLAUDINO, Mariana. Almanaque anos 80. Rio de Janeiro: Ediouro Publicações LTDA, DUAILIBI Roberto.SIMONSEN, Harry Jr. Criatividade e Marketing.São Pauo: Pearson Makron Books, KOTLER, Philip. Marketing de A a Z: 80 conceitos que todo profissional precisa saber. Rio de Janeiro: Campus, SAMPAIO, Rafael, Propaganda de A a Z. 2. ed. São Paulo: Editora Campus, SANT ANNA, Armando. Propaganda, teoria, técnica, prática. 7. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, ESTATÍSTICA APLICADA AO MARKETING EMENTA Sistemas e processos de obtenção, organização e análise dos dados. O sistema de informações de mercado. Conceitos estatísticos indispensáveis à pesquisa em geral e específica da comunicação. BIBLIOGRAFIA BÁSICA TOLEDO, Geraldo Luciano. Estatística Básica. 2 ed. São Paulo: Atlas, BARBETTA, Pedro Alberto. Estatística Aplicada às Ciências Sociais. Santa Catarina: editora UFSC, MILONE, Giussepe. Estatística Geral. São Paulo: Atlas, 1993

28 Pág. 28 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR FONSECA, Jairo L. da.curso de Estatística. São Paulo: Atlas, 1978 MEYER, Paul L. Probabilidade Aplicações e estatísticas. São Paulo: Atlas, 2005 SPIEGEL, Morray R. Estatística. São Paulo: Me Graw-Hill, 1995 LEVINE, David M. Estatistica: teoria e aplicações. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC - Livros Tecnicos e Cientificos, p MORETTIN, Luiz Gonzaga. Estatistica basica v.2: inferencia. 1 ed. São Paulo: Makron Books, PESQUISA EM MARKETING EMENTA Pesquisa em Marketing; Tipos de pesquisa: Quantitativas e Qualitativas; Elaboração de projeto de pesquisa; Formas de coleta de dados; Amostragem: tamanho e processo; Elaboração de instrumentos de coleta de dados; Análise dos dados; Apresentação dos resultados.. BIBLIOGRAFIA BÁSICA AKER, David A.; MARCONDES. Pesquisa de Marketing. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2010 MATTAR, FauzeNajib. Pesquisa de markenting:: metodologia, planejamento. v ed. São Paulo: Atlas, McDANIEL, C.; GATES, R. Pesquisa de marketing. São Paulo: Thomson, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR MATTAR, Fauze N.Pesquisa de Marketing: execução e análise. Vol. 2. São Paulo: Atlas, 1998.

29 Pág. 29 LAS, Casas. Marketing: conceitos, exercícios, casos. São Paulo: Atlas, KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary.Princípios de Marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle.são Paulo: Atlas, MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, NOÇÕES DE CRIAÇÃO E REDAÇÃO PUBLICITÁRIA EMENTA Criação Publicitária - definição. Processo criativo. Métodos e exercícios de criatividade. Criatividade editorial e visual. Criação no composto de comunicação. Objetivos e estratégias criativos. Construção da marca. Análise de casos. Mídia eletrônica e mídia impressa: conceituações e diferenças. Linguagem publicitária e as mídias eletrônicas. História do rádio. Linguagem e argumentação em rádio. Imagem em movimento: histórico. Cinema x TV. Peças publicitárias para mídias áudio-visuais. Linguagem e argumentação para VTs publicitários. Corporificação das idéias nas mídias eletrônicas: roteiros para TV, cinema e rádio. Redação publicitária e o mundo digital. Prática na criação para mídias eletrônicas. BIBLIOGRAFIA BÁSICA CARRASCOZA, Joao Anzanello. A evolução do texto publicitário: a associação de palavras como elemento de sedução na publicidade. 5. ed. São Paulo: Futura, MARTINS, Jorge S. Redação publicitária: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, VIEIRA, Stalimir. Raciocínio Criativo na Publicidade. 4. Ed. São Paulo: Loyola, 2004.

30 Pág. 30 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR DUAILIBI Roberto. SIMONSEN, Harry Jr. Criatividade e Marketing.São Pauo: Pearson Makron Books, KOTLER, Philip. Marketing de A a Z: 80 conceitos que todo profissional precisa saber. Rio de Janeiro: Campus, LADEIRA, Julieta de Godoy. Criação de propaganda. 4. ed. São Paulo : Global, SANT ANNA, Armando. Propaganda: Teoria, Técnica e Prática. 8. ed. São Paulo: Pioneira, 2007 CARRASCOZA, Joao Anzanello. A evolução do texto publicitário: a associação de palavras como elemento de sedução na publicidade. 5. ed. São Paulo: Futura, PROJETO INTEGRADO DE MARKETING APLICADO A PME EMENTA Noções conceituais do tema gerador escolhido para o Seminário. Exercício dos processos de expressão oral e comunicação em público. Normas da ABNT. Aplicação das técnicas de elaboração de seminários acadêmicos. Orientação às equipes na produção dos trabalhos. Organização e execução dos trabalhos interdisciplinares para apresentação em Seminário Aplicado. BIBLIOGRAFIA BÁSICA LONGENECKER, Justing G.; MOORE, Carlos W.; PETTY, J. William; PALICH, Leslei E. Administração de Pequenas Empresas. São Paulo: Cengage Learning, JUNIOR, Antonio Barbosa Lemes; PISA, Beatriz Jackiu. Administrando micro e pequenas empresas. São Paulo; Campos, 2010.

31 Pág. 31 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR CHRIS, Anderson. A cauda longa: do mercado de massa para o mercado do nicho. Rio de Janeiro: Elsevier, COBRA, Marcos. Administração de marketing. São Paulo: Atlas, LAS, Casas. Marketing: conceitos, exercícios, casos. São Paulo: Atlas, KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary.Princípios de Marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle.são Paulo: Atlas, º PERÍODO ESTRATÉGIAS DE MERCADO EMENTA Tipos de mercado. Segmentação de mercado. Marketing Mix. Desenvolvimento estratégico do perfil de mercados (previsão potencial, alvo, fatia, mercado real). Posicionamento e seleção de estratégias em cases locais e nacionais. Planos de alcance mercadológicos. As ferramentas da comunicação na atualidade: tendências e perspectivas. BIBLIOGRAFIA BÁSICA AAKER David A. Administração Estratégica de Mercado. Porto Alegre: Boookman, KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle.são Paulo: Atlas, PORTER, Michael E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

32 Pág. 32 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR ANGELONI, Terezinha M. MUSSI, Clarissa C. Estratégias: formulação, implementação e avaliação, o desafio das organizações contemporâneas. São Paulo: Saraiva, FIORE, Frank. E-marketing estratégico.são Paulo: Makron Books, HITT, Michael A. IRELAND, R. Duane. HOSKISSON, Robert E. Administração Estratégica. São Paulo: Thomson, KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de Marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, LAS, Casas. Marketing: conceitos, exercícios, casos. São Paulo: Atlas, PLANEJAMENTO DE CAMPANHAS DE PROPAGANDA EMENTA Planejamento. Planejamento de campanha publicitária. Produção e execução de campanha. BIBLIOGRAFIA BÁSICA COORÊA, Roberto. Planejamento de Propaganda (Contato Imediato),9.ed. Revista e ampl. - São Paulo: Global, LUPETTI, Marcélia. Planejamentode Comunicação. São Paulo: Futura, MARTINS, Zeca. Propaganda é isso aí. São Paulo: Futura, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR GRACIOSO, Francisco. Propaganda. São Paulo: Atlas, 2002.

33 Pág. 33 KOTLER, Philip. Administração de Marketing. 5. ed. São Paulo: Atlas, KOTLER, Philip. Marketing de A a Z: 80 conceitos que todo profissional precisa saber. Rio de Janeiro: Campus, MARTINS, Zeca. Propaganda é isso aí. São Paulo: Futura, SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z. 6º Ed., Rio de Janeiro: Campus, MIDIA E PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA EMENTA Mídia eletrônica e mídia impressa: conceituações e diferenças. Linguagem publicitária e as mídias eletrônicas. História do rádio. Linguagem e argumentação em rádio. Imagem em movimento: histórico. Cinema x TV. Peças publicitárias para mídias áudio-visuais. Linguagem e argumentação para VTs publicitários. Corporificação das idéias nas mídias eletrônicas: roteiros para TV, cinema e rádio. Redação publicitária e o mundo digital. Prática na criação para mídias eletrônicas. BIBLIOGRAFIA BÁSICA MARTINS, Jorge S. Redação publicitária: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, MCLEISH, Robert. Produção de rádio; guia abrangente da produção radiofônica. São Paulo. Summus SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z: como usar a propaganda para construir marcas e empresas de sucesso. Rio de Janeiro: Campus, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR BRANCO, Renato Castelo, MARTENSEN, Rodolfo Lima, REIS, Fernando. História da propaganda no Brasil. São Paulo: T.A. Queiroz Editor, 1990.

34 Pág. 34 CARRASCOZA, Joao Anzanello. A evolução do texto publicitário: a associação de palavras como elemento de sedução na publicidade. 5. ed. São Paulo: Futura, GRAF, Marília G. Propaganda de lá para cá. São Paulo: IBRASA, LADEIRA, Julieta de Godoy. Criação de propaganda. 4. ed. São Paulo : Global, 1997 SANT ANNA, Armando. Propaganda: Teoria, Técnica e Prática. 8. ed. São Paulo: Pioneira, MARKETING DIRETO EMENTA Função estratégica do marketing direto, estratégias e tecnologias de marketing com banco de dados, fases do desenvolvimento de marketing com banco de dados. Aplicações e usos do marketing com banco de dados, marketing direto e a sua evolução, o conceito e o escopo do marketing direto. Características do marketing direto. Estratégias e operacionalização do marketing direto. Marketing direto como canal de vendas. aplicações de marketing direto, marketing. BIBLIOGRAFIA BÁSICA BODIAN, Nat G. Marketing direto: regras práticas. São Paulo: Makron Books, CAVICCHINI, Alexis. Marketing Direto e Database. Rio de Janeiro: Suma Econômica, GOSDEN, Freeman F. Marketing direto: o que realmente funciona e por que. São Paulo: Makron Books, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR COBRA, Marcos. Administração de marketing. São Paulo: Atlas, 2011.

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

FACULDADE PASCHOAL DANTAS

FACULDADE PASCHOAL DANTAS FACULDADE PASCHOAL DANTAS PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO ÊNFASE GESTÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SÃO PAULO - SP NOVEMBRO DE 2008 ÍNDICE 1. Visão e Missão da FPD...3 2. ORGANIZAÇÃO

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1

ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ANEXO AO MODELO DO PLANO DE AULA DO PROCESSO SELETIVO DOCENTE GERAL (PSD-G) 2015.1 ARQUITETURA E URBANISMO Graduar arquitetos e urbanistas com uma sólida formação humana, técnico-científica e profissional,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: 4001 Publicidade e Propaganda MISSÃO DO CURSO O curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo tem como missão formar

Leia mais

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO

NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO NORMATIZAÇÃO E REGULAÇÃO DOS DOCUMENTOS OFICIAIS DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR LASSALISTA CURSOS DE GRADUAÇÃO PROVÍNCIA LA SALLE BRASIL - CHILE APRESENTAÇÃO O Setor de Educação Superior da Província

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031 INSTITUTO UNIFICADO DE ENSINO SUPERIOR OBJETIVO - IUESO PLANO DE ENSINO CURSO: Administração PROF. Luis Guilherme Magalhães SÉRIE: 7º e 8º Período TURNO: Matutino DISCIPLINA: Gestão Mercadológica CARGA

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: COMUNICAÇÃO SOCIAL BACHARELADO MATRIZ CURRICULAR PUBLICIDADE E PROPAGANDA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Disciplina: CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA I Código: HT/OC 261 Curso: Comunicação Social Publicidade e Propaganda Pré-requisito: não tem Natureza: Semestral Carga horária: Aulas teóricas: 30 horas-aula Aulas práticas:

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: TURISMO ( bacharelado) Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 13, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2006 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Turismo

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia Científica Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceito e concepção de ciência

Leia mais

Informações sobre o Curso de Administração

Informações sobre o Curso de Administração Objetivo Geral do Curso: Informações sobre o Curso de Administração Prover a sociedade de profissional dotado de senso crítico e comportamento ético-profissional qualificado. Um Administrador criativo,

Leia mais

Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC. Campus Ceilândia

Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC. Campus Ceilândia Instituto Federal de Brasília PLANO DE CURSO FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC Campus Ceilândia GESTÃO E PRÁTICAS EMPREENDEDORAS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Ceilândia, Fevereiro de 2014. CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO

Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Especialização em Comunicação Organizacional e Reputação Corporativa - NOVO Apresentação Previsão de Início Julho/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O curso de Comunicação Organizacional

Leia mais

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS.

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. DIPLOMA CONFERIDO: TECNÓLOGO DE

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO O Curso de Secretariado Executivo das Faculdades Integradas de Ciências Exatas Administrativas e Sociais da UPIS, reconhecido pelo MEC desde 1993, pela Portaria 905, de 24.06,1993,

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 5 05

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 1 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Administração

Leia mais

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA.

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. Profa. Elizabeth Rodrigues Felix 1 I- INTRODUÇÃO Com dezoito anos de existência, o

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL: Publicidade e Propaganda Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado x Licenciatura

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria de

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 90/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Relações Públicas, Bacharelado,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIRETORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO E DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO - NADEP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL SÃO

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES 1 1. PERFIL DO FORMANDO EGRESSO/PROFISSIONAL 1.1. Perfil Comum: Farmacêutico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 36 / 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Línguas Estrangeiras

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 1 FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO PIO XII CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 O currículo

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

APROVAÇÃO DO CURSO E AUTORIZAÇÃO DA OFERTA PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PROMOTOR DE VENDAS. Parte 1 (solicitante)

APROVAÇÃO DO CURSO E AUTORIZAÇÃO DA OFERTA PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PROMOTOR DE VENDAS. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA APROVAÇÃO DO CURSO E AUTORIZAÇÃO DA OFERTA PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência

Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência Universidade Metodista de São Paulo Faculdade de Jornalismo e Relações Públicas Curso de Relações Públicas: 34 anos de tradição, ética e excelência Fábio França Maria Aparecida Ferrari Maio de 2006 1 Tradição

Leia mais

SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: RELAÇÕES INTERNACIONAIS Missão A principal missão do Curso de Relações Internacionais é formar, a partir de pesquisa e desenvolvimento pedagógico próprios, mediante

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1.1 Denominação Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1.2 Total de Vagas Anuais 80 vagas anuais 1.3 Regime Acadêmico de Oferta Seriado

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 69/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em, Bacharelado, do Centro

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

R E S O L U Ç Ã O. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 30/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração Qualificação:

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO MONTESSORI DE IBIÚNA ESTÁCIO FMI SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA CONCEPÇÃO DO CURSO

GESTÃO FINANCEIRA CONCEPÇÃO DO CURSO GESTÃO FINANCEIRA CONCEPÇÃO DO CURSO Missão do Curso Formar profissionais de nível superior, com atuação na área de Tecnologia em Gestão Financeira, a partir da articulação das teorias que fundamentam

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 6, DE 10 DE MARÇO DE 2004 (*)

RESOLUÇÃO Nº 6, DE 10 DE MARÇO DE 2004 (*) RESOLUÇÃO Nº 6, DE 10 DE MARÇO DE 2004 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e dá outras providências. O Presidente da Câmara de Educação

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Design Manual do curso

Design Manual do curso Design Manual do curso Informações gerais INFORMAÇÕES GERAIS Nome: curso de Design, bacharelado Código do currículo: 2130 Nível: curso superior de graduação Início: o curso de Design com habilitação em

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

Quadro Resumo de Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em GESTÃO COMERCIAL

Quadro Resumo de Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em GESTÃO COMERCIAL Quadro Resumo de Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em GESTÃO COMERCIAL Dados de Identificação: -Modalidade: Graduação Tecnológica -Ato Legal de Autorização: Resolução CONSUNI nº -Turnos

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÂ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação:

Leia mais

Agencia Experimental Unideias 1. Guilherme Pereira da ROSA 2 Andreia Chiara PRIETO 3 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP, MS

Agencia Experimental Unideias 1. Guilherme Pereira da ROSA 2 Andreia Chiara PRIETO 3 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP, MS Agencia Experimental Unideias 1 Guilherme Pereira da ROSA 2 Andreia Chiara PRIETO 3 UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP, MS RESUMO Agências experimentais ou pedagógicas dos cursos de Publicidade e Propaganda

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC. Apresentação do Curso. Especialista M.B.A em Gestão de Pessoas

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC. Apresentação do Curso. Especialista M.B.A em Gestão de Pessoas PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de

Leia mais

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING MÓDULO I 304101 FUNDAMENTOS DE MARKETING Fundamentos do Marketing. Processo de Marketing.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Profª Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2015 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos EE: Arlindo Bittencourt Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação

Leia mais

A GESTÃO DE UM CURSO SUPERIOR: DESAFIOS OU FRUSTRAÇÕES?

A GESTÃO DE UM CURSO SUPERIOR: DESAFIOS OU FRUSTRAÇÕES? A GESTÃO DE UM CURSO SUPERIOR: DESAFIOS OU FRUSTRAÇÕES? BARREIROS, Marat Guedes Especialização em Gestão Estratégica de Recursos Humanos Coordenador de Curso, Professor Faculdade do Guarujá GODOY, Valdir

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ PLANO DE ENSINO Disciplina Curso Turno/Horário Noite Marketing Administração Professor Turma: 5ADN Cálidon Costa da Conceição Carga Horária Semanal Carga Horária Semestral Número de Créditos Teórica Total

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo Código: CTB-251 Pré-requisito: ---------- Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Ricardo Bruscagin Morelatto. 2 Universidade Mackenzie. Resumo: Registro da produção criativa

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Curso: Licenciatura em Educação Física Projeto Pedagógico Ingressantes em 2007 Dados: Sigla: Licenciatura em Educação Física Área: Biológicas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: SISTEMAS DA INFORMAÇÃO MISSÃO DO CURSO Os avanços da ciência, a melhoria dos processos produtivos e a abertura de mercado, são exemplos de fatores que contribuíram

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( ) Presencial

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 19-CEPE/UNICENTRO, DE 6 DE MARÇO DE 2009. Aprova o Curso de Especialização em Mercados Emergentes em Comunicação, modalidade modular, a ser ministrado no Campus Santa Cruz, da UNICENTRO. O

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados. PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com.

ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados. PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com. ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com.br CPC Conceito Preliminar de Curso 1 - Nota dos Concluintes no ENADE

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS - SP Área de conhecimento: GESTÃO E NEGÓCIOS Componente Curricular: MARKETING INSTITUCIONAL Série:

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) , INCLUINDO ESSE, DEVEM SER RETIRADOS DO TEXTO FINAL, POIS SERVEM SOMENTE COMO ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO DOCUMENTO FINAL> PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC)

Leia mais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial

Ementário do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial 01 ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS I EMENTA: Introdução à administração de recursos humanos; orçamento de pessoal; processo de recrutamento e seleção de pessoal; processo de treinamento e desenvolvimento

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11 Componente Curricular: EMPREENDEDORISMO Código: ADM-353 Pré-requisito: --- Período Letivo: 2015.1 Professor:

Leia mais

INCISO IV COMPONENTES CURRICULARES DE CADA CURSO, SUA DURAÇÃO, REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

INCISO IV COMPONENTES CURRICULARES DE CADA CURSO, SUA DURAÇÃO, REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO INCISO IV COMPONENTES CURRICULARES DE CADA CURSO, SUA DURAÇÃO, REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Graduação em Administração - FECAP Grade Curricular - 2º Semestre em 2013 (sujeita a alteração) 1 Semestre

Leia mais

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINAS CARGA HORÁRIA Linguagem e Interpretação de Texto 80 Contabilidade I 80 Economia 80 Matemática 80 Teoria Geral da Administração

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: Duração: MATRIZ CURRICULAR PROCESSOS GERENCIAIS (Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios) TECNOLÓGICA SERIADO ANUAL - NOTURNO 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

Objetivos Específicos Os objetivos específicos demostram que ao final do curso os alunos deverão estar aptos a:

Objetivos Específicos Os objetivos específicos demostram que ao final do curso os alunos deverão estar aptos a: CURSO: Graduação em Marketing ( graduação) Missão O Curso de Graduação em Marketing tem como missão formar profissionais com capacidade de criar, planejar, executar e controlar processos de marketing que

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE COLABORADORES PQC ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE COLABORADORES PQC ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES MÓDULO 1: GESTÃO ACADÊMICA DE IES Educação Superior no Brasil: cenários e tendências Conceitos e concepções de universidade; aspectos históricos da educação superior no Brasil; a reforma da educação superior

Leia mais

Fashion Marketing & Communication

Fashion Marketing & Communication Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 93/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Jornalismo, Bacharelado,

Leia mais

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição.

A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. A escolha é sempre sua. O conhecimento é a nossa contribuição. TURMA 3 Master in Business Administration Especialização Lato-Sensu GESTÃO ESTRATÉGICA DA PRODUÇÃO E QUALIDADE GESTÃO FARMACEUTICA EMPRESARIAL

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais