Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 19 de novembro de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 19 de novembro de 2015"

Transcrição

1 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercados reagem bem a ata da última reunião do FOMC, mesmo com a sinalização mais forte de que podem elevar juros em dezembro, a leitura de que a economia está mais forte agradou. Bolsas fecharam em alta na Ásia, e avançam na Europa. Bano do Povo da China anunciou no tentativa de estímulo monetário, Banco do Japão manteve a política monetária, e ata da último reunião do BCE deve movimentar mercados ainda hoje. Na parte doméstica, desemprego desaponta negativamente, atingindo 7,9%, IPCA0-15 corresponde ao aguardado pelo mercado, mas registra o maior acumulado no ano desde Governo comemora manutenção de vetos, e envia CPMF na lei orçamentária de 2016, com expectativa de que aprovem até julho. Sem apoio da oposição, Cunha diz que analisará pedido de impeachment apenas em Fechamento Ibovespa subiu após governo ter vitórias no Congresso, que manteve vetos a medidas que poderiam comprometer contas públicas. Alta de +0,4%, atingindo ,58. Índice Resumo Cotações Macroeconomia Painel Corporativo Proventos Carteiras Recomendadas Disclaimer Painel Corporativo BHP: Não planejam deixar participação na Samarco Ambev: Alta do ICMS Estado de São Paulo: Plano de concessões de R$ 13 bi Cielo: Sem acordo sobre joint venture com Linx Siderurgia: Alta de imposto de importação Eletrobras: Celg Santos Brasil: Revogada a liminar Agenda do Dia Fontes dos textos: AE, Bloomberg, InfoMoney e Reuters. Celson Plácido Analista, CNPI

2 Cotações

3 Macroeconomia Brasil Governo consegue manter veto importante, inclui CPMF na lei orçamentária, e Cunha sinaliza que impeachment está mais distante. Governo consegue manter veto do aumento salário mínimo para aposentados e pensionistas O governo teve mais um motivo para comemorar após conseguir manter o veto de reajuste dos servidores do Judiciário, quando conseguiu manter o veto da adoção das regras de aumento do salário mínimo a aposentados e pensionistas. As duas propostas, consideradas as mais explosivas, aumentariam os gastos da União em R$ 47,2 bilhões até Ambas as vitórias registraram traições da base aliada, e do próprio partido, mostrando a fragilidade do governo. IPCA-15 atinge maior valor acumulado desde 2003 O IBGE divulgou o IPCA-15 de novembro, registrando alta de 0,85%, ligeiramente abaixo dos 0,87% aguardados pelo mercado. Esse valor representa o maior para o mês desde O acumulado do ano atingiu 9,42%, o que constitui o valor mais elevado para um acumulado de janeiro a novembro desde 2003, quando atingiu 9,36%. Em 2014, considerando o mesmo período, a taxa estava em 5,63%. Em relação aos últimos 12 meses, o índice foi para 10,28% e ficou acima dos 12 meses imediatamente anteriores 9,77%. Desde novembro de 2003, com os 12 meses em 12,69%, não havia registro de taxa mais elevada. A alta de 5,89%, que produziu impacto de 0,30 p.p., fez do item combustíveis o principal destaque individual em novembro. Desemprego sobe para 7,9% - A taxa de desemprego surpreendeu negativamente analistas e avançou para 7,9% em outubro, as estimativas aguardavam estabilidade nos 7,6% de setembro. Maior taxa para um mês de outubro desde 2007, quando estava em 8,7%. A população desocupada permaneceu estável em 1,9 milhão de pessoas, mas avançou 67,5% ante outubro de 2014, ou 771 mil pessoas a mais em busca de trabalho. A Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, também apontou para queda na população ocupada, 1% ante setembro e -3,5% ante outubro de O rendimento médio real habitual recuou 0,6% na comparação mensal e 7% na anual. Dilma inclui em lei orçamentária receita com CPMF Mostrando determinação na volta da CPMF, a presidente Dilma Rousseff encaminhou ontem ao Congresso uma alteração à Lei Orçamentária de 2016 para incluir a arrecadação da CPMF na previsão de receitas do ano que vem. O governo espera aprovar a medida até julho, e aguarda um impacto líquido na arrecadação com a CPMF de R$ 24 bilhões. A conta do governo considera uma arrecadação total com a CPMF de R$ 32,25 bilhões, mas reduz parte da previsão de receitas com o IOF no valor de R$ 8,2 bilhões. Essa estimativa representa, de acordo com o governo, um ganho líquido mensal de R$ 2,77 bilhões. Após perder apoio da oposição, Cunha diz que só vai analisar impeachment em Eduardo Cunha, afirmou que analisará o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff apenas em Segundo relatos de participantes do encontro, Cunha confidenciou entender que o impedimento perdeu apoio popular e criticou o PSDB, partido que rompeu com ele. O presidente da Câmara afirmou ainda acreditar que as contas do governo não serão rejeitadas pelo Congresso. Levy em destaque na agenda local - Às 10 horas, teremos as Contas Regionais de 2010 a Entre eventos, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, participa às 12 horas do CEO Forum, em Nova York e, à 0 hora de amanhã, de jantar oferecido por Madeleine Albright, ex-secretária de Estado norte-americana, em São Francisco. O Banco Central faz dois leilões de linha, no valor de até US$ 500 milhões, com propostas para o leilão A aceitas entre 15h15 e 15h20 e, para o leilão B, entre 15h30 e 15h35. O Conselho Monetário Nacional (CMN) se reúne. Mercados Internacionais Bolsas reagem bem a ata do FOMC, China com novo estímulo monetário, dados do Reino Unido desapontam. Bolsas europeias e futuros de Nova York sobem O mercado interpretou a ata da última reunião do FOMC, como sinalizando aumento de juros em dezembro, mas dando um voto de confiança na economia do país, o que faz as principais bolsas europeias e os índices futuros de Nova York avançam nesta manhã. Essa indicação foi dada depois do fechamento em queda dos mercados acionários da Europa, mas com Wall Street ainda aberta, por isso as altas no velho continente são mais acentuadas. Os índices à vista de Nova York já haviam registrado ontem os maiores ganhos diários em quase um mês. Há ainda uma expectativa pela ata do BCE. Vendas no varejo desapontam no Reino Unido No Reino Unido, as vendas novarejo de outubro recuaram 0,6% ante setembro, bem abaixo da precisão de avanço de 0,1%. Na comparação anual, alta de 3,8%, enquanto o mercado aguardava 4,9%. BoJ mantém política monetária inalterada A reunião do Banco do Japão se encerrou com a política monetária inalterada, volume anual de U$650 bilhões, mas com um comentário cauteloso sobre expectativas de inflação em sua avaliação econômica. A Bolsa de Tóquio desacelerou a alta em reação à decisão, mas ainda assim fechou com +1,07%. Banco do Povo da China corta juros de crédito permanente Em mais um movimento para estimular o crédito e a economia, o Banco do Povo da China reduziu a taxa de juros para Linha de Crédito Permanente. Banco disse que iria cortar a taxa de empréstimos no overnight da SLF de para 2,75%, vindo de 4,5%, e a taxa de empréstimos de sete dias iria de 5,5% para 3,25%. Bolsas asiáticas avançam- As bolsas da Ásia-Pacífico registraram alta generalizada hoje, entre 1% e 3%, seguindo os fortes ganhos da véspera das bolsas de Nova York, após a ata do Fed indicar uma elevação juros no mês que vem. Na China, o Xangai Composto teve alta de 1,36% e o Shenzhen Composto, de 3,1%. A Bolsa de Hong Kong avançou 1,41% e a de Seul, 1,33%. Já a Bolsa de Sydney ficou em +2,13%. No exterior, ata do BCE e dados dos EUA - A ata da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), às 10h30, é um dos destaques da agenda internacional. Além dela, estão previstos os pedidos semanais de auxílio-desemprego nos EUA e o índice de atividade regional do Fed da Filadélfia em novembro, ambos às 11h30; e o índice de indicadores antecedentes do Conference Board em outubro, às 12 horas. O presidente do Fed de Atlanta, Dennis Lockhart, discursa às 14h30 e o vice-presidente do Fed, Stanley Fischer, discursa, às 19h45. Petróleo em alta - Às 9h00, o WTI para dezembro subia 0,20%, a US$ 40,83 por barril, na Nymex. O Brent para janeiro avançava 0,86%, a US$ 44,52 por barril, na ICE.

4 Painel Corporativo BHP: Não planejam deixar participação na Samarco. O presidente-executivo da mineradora BHP Billiton, Andrew Mackenzie, disse que a companhia está comprometida em levar a Samarco, sua joint venture de minério de ferro com a Vale no Brasil, de volta aos trilhos após o desastre de rompimento de barragens em Mariana (MG) de quase duas semanas atrás. Mackenzie afirmou que a companhia não considerou sair da joint venture, quando questionado se a mineradora deixaria a sua participação no empreendimento como fez em Papua Nova Guiné após o rio Fly ser poluído com rejeitos da mina de cobre Ok Tedi. Ambev: Alta do ICMS. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) maior de cerveja e cigarro em São Paulo passa a valer a partir de 1 de janeiro de Ontem, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o projeto de lei encaminhado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) que aumenta o ICMS de 18% para 20% no caso de cerveja, enquanto cigarro e outros produtos de fumo eleva a tributação em cinco pontos percentuais, chegando a 30%. Estado de São Paulo: Plano de concessões de R$ 13 bi. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, assina hoje decreto com um plano de concessões de rodovias, aeroportos, metrô e ônibus intermunicipais no valor de R$ 13,4 bilhões. A última licitação feita nesses moldes no Estado foi em 2010, na concessão do Rodoanel. Para contornar o cenário econômico adverso, a ideia é oferecer modelos conhecidos pelo investidor, sobre os quais já há bastante informação. A rodada de audiências públicas será aberta em 7 de dezembro com um pacote de quatro aeroportos voltados à aviação executiva, em Bragança Paulista, Campinas, Jundiaí e Ubatuba. A operação dos aeroportos, hoje sob responsabilidade do Estado, será repassada à iniciativa privada com aval da União. O prazo da concessão é de 30 anos e a projeção é que a oferta atraia R$ 91 milhões em investimentos. Assim como os outros modais do pacote, a expectativa é que a licitação ocorra pelo maior valor de outorga. Cielo: Sem acordo sobre joint venture com Linx. Em fato relevante divulgado ontem no fim do dia, a Linx, empresa brasileira de tecnologia para o varejo, informou que não chegou a um acordo com a Cielo para a formação de uma joint venture na área de pagamentos. A intenção das companhias de formar essa sociedade havia sido informada em 2 de junho do ano passado. O objetivo era criar uma oferta conjunta que integrasse os softwares de gestão da Linx aos sistemas de pagamento da Cielo, oferecendo ao varejo produtos mais completos e com custo mais acessível. O público alvo seria redes varejistas de pequeno e médio porte, com até cinco lojas e receita inferior a R$ 2 bilhões. Na base atual da Cielo, cerca de 1 milhão estão nesse corte. A união ajudaria a companhia a se proteger do avanço do Santander e da Rede nesse segmento. No começo do ano, a Rede anunciou um acordo com a Totvs para oferecer um produto semelhante ao que a Linx e a Cielo pretendiam fazer, o Fly01. Em agosto, a Totvs anunciou a compra da Bematech, que também atua no segmento do varejo. Na teleconferência sobre os resultados do 3º trimestre, há duas semanas, Dennis Herszkowicz, vice-presidente financeiro e de relações com investidores da Linx, disse que as negociações com a Cielo haviam avançado e estavam indo bem, mas que ainda não havia um acordo formalizando para a criação da nova empresa. "Após meses de negociações não foi possível às partes chegarem a um entendimento mutuamente satisfatório em relação a pontos essenciais da transação. Portanto, a Companhia não celebrará com a Cielo S.A. um acordo para estruturação de uma joint venture", disse a Linx em comunicado à CVM. No documento, a companhia de software também disse que ainda enxerga oportunidade nesse mercado, por isso continuará a analisar formatos para atendê lo. Siderurgia: Alta de imposto de importação. Interlocutores do Palácio do Planalto informaram ao Broadcast que a tendência é a presidente Dilma Rousseff aprovar a alta do Imposto de Importação (II) para o aço. O assunto está sendo discutido pelo governo há dez dias, segundo informou o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro. Eletrobras: Celg. O Conselho Nacional de Desestatização (CND) aprovou as condições para a concessão à iniciativa privada da Celg Distribuição, controlada pela Eletrobras, com aproximadamente 50,93% de participação, e pela CelgPar, empresa do Governo o Estado de Goiás, com 49%. As regras estão em resolução no Diário Oficial da União (DOU). O texto detalha somente as diretrizes da venda da fatia que a Eletrobras tem na distribuidora goiana, mas permite que também possam ser alienadas no mesmo leilão ações de titularidade da CelgPar, desde que seja autorizado pela companhia e que as ações estejam "livres e desembaraçadas" de qualquer ônus. De acordo com a resolução, o preço mínimo de cada ação será de aproximadamente R$ 18,63, em caso de venda das ações da Celg de titularidade apenas da Eletrobras, hipótese em que deverão ser ofertadas ações ordinárias pertencentes à Eletrobras, o que totaliza um lote no valor de R$ 1,403 bilhão. O edital do leilão definirá o lote ou os lotes de ações a serem ofertados, sendo que no caso de oferta de mais de um lote de ações a aquisição deverá ser efetuada em sua totalidade pelo mesmo comprador. Santos Brasil: Revogada a liminar. A Santos Brasil Participações informa que foi revogada a liminar concedida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) que suspendia a prorrogação do contrato de arrendamento do Tecon Santos, fechado pela companhia com a Secretaria dos Portos (SEP). O novo acordo estende a administração do terminal pela Santos Brasil até 28 de novembro de O Tecon Santos é o maior terminal de contêineres da América Latina, e fica na margem esquerda do Porto de Santos. Além de aumentar o prazo de administração do Tecon Santos pela companhia, a Santos Brasil firmou um compromisso de investir R$ 1,276 bilhão em obras e demais intervenções, para garantir a consolidação de um terminal que alcance a capacidade dinâmica mínima de 1,5 milhão de contêineres por ano.

5 Proventos Fonte: Análise XP e Bloomberg 1 - Dividend Yield estimado da empresa no ano em questão, com base no consenso das previsões do Bloomberg. 2 - Yield do provento a ser distribuído (valor bruto do provento preço de fechamento) Atenção: A lista de empresa descrita acima tem caráter informativo, aconselhamos a verificação das informações junto a empresa (fato relevante) para a validação de qualquer informação.

6 Carteiras Recomendadas

7 Disclaimer 1) O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos CCTVM S/A ( XP Investimentos ou XP ) ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. 2) Este relatório foi elaborado pela XP Investimentos e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. 3) Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. 4) O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos. 5) Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. 6) A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. 7) Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. 8) A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: ) O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: 10) A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. 11) A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de stops para limitar as possíveis perdas. 12) O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado, moderado-agressivo e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. 13) O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil moderado-agressivo e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura. As operações com derivativos apresentam altas relações de risco/retorno. Posições vendidas apresentam a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. 14) O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil moderado-agressivo e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. O patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento. 15) ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO.

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 4 de janeiro de 2016

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 4 de janeiro de 2016 Análise XP Reunião Matinal Abertura O ano começa com dados de PMI da China preocupantes, que impulsionaram uma liquidaça o de aço es nas bolsas chinesas, acionando o circuit breaker. As bolsas pelo mundo

Leia mais

A Hora do Gráfico. Análise Gráfica. Índice. Ibovespa - Diário. Ibovespa (gráfico de 15 minutos) Índice Ibovespa. Top 5. Fique de Olho.

A Hora do Gráfico. Análise Gráfica. Índice. Ibovespa - Diário. Ibovespa (gráfico de 15 minutos) Índice Ibovespa. Top 5. Fique de Olho. quinta-feira, 3 de outubro de 2013 Análise Gráfica A Hora do Gráfico Ibovespa - Diário Índice Índice Ibovespa Top 5 Fique de Olho Disclosure Hoje tivemos um dia de queda, no começo até testamos novamente

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 22 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 22 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mal humor no exterior após escândalo da Volkswagen, e maior temor com o Fed, derruba bolsas. Mercado preocupado com montadoras na Europa, e Futuros de NY apreensivos

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 24 de novembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 24 de novembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura As bolsas operam em queda, cautelosas com o resultado do PIB do terceiro trimestre dos EUA, que pode deixar analistas mais confiantes de que os juros no país serão elevados

Leia mais

Bom Dia Commodities. Commodities. 12 de Agosto, 2013. Café

Bom Dia Commodities. Commodities. 12 de Agosto, 2013. Café Bom Dia Café Semana positiva para o café. Finalmente saiu a medida que os produtores estavam esperando. A presidente Dilma anunciou que enxugará do mercado 3 milhões de sacas em março/14 a R$346,00/saca

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 16 de março de 2016

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 16 de março de 2016 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercados asiáticos reagiram às falas de autoridades japonesas e chinesas sobre a economia dos países, mas também tiveram o tom apreensivo que ronda as bolsas europeias

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 14 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 14 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercados seguem cautelosos com a decisão do Fed na quinta-feira. No exterior, dados de produção industrial surpreenderam positivamente na Europa, e desapontaram na China.

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 18 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 18 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercados reagem de formas distintas à decisão do Fed de manter a taxa de juros dos Estados Unidos inalterada. No exterior, ainda indicadores econômicos da China trazem

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 22 de outubro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 22 de outubro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura No exterior as bolsas europeias operam cautelosas aguardando a reunião do Banco Central Europeu, enquanto na Ásia e os futuros de NY operam no geral em alta. Na parte

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 21 de outubro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 21 de outubro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura No exterior as bolsas operam cautelosas com o temor de desaceleração global, outro destaque é a China, em busca de impulsionar uso da moeda chinesa, emitindo nota de

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 1 de dezembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 1 de dezembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura PIB apresenta forte queda no terceiro trimestre, evidenciando o que já era certo, Brasil passa por uma crise econômica muito grande. Queda de 1,7% ante o segundo trimestre

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 5 de novembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 5 de novembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura O dólar avança no exterior após Yellen reforçar a sinalização de aperto monetário em dezembro. As apostas para dezembro subiram, o discurso do vice-presidente Fischer

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 2 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 2 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Produção Industrial brasileira desaponta, ao contrário de boa parte do mercado que aguardava recuperação do indicador. Mercado estará atento a reunião do Copom, e ao

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 10 de julho de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 10 de julho de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercados locais retomam negociação após feriado, pressionados negativamente por uma nova derrota do governo com a aprovação do Senado à regra que estende o reajuste

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 9 de outubro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 9 de outubro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercado internacional avança impulsionado pela ata do FOMC, que apontou para uma preocupação maior com a economia, e na leitura do mercado afastou para 2016 a primeira

Leia mais

Panorama Semanal. Análise Fundamentalista. Análise XP. Top Picks. Índice. Estratégia & Portfólio. 28 de dezembro de 2015. Destaques na Agenda

Panorama Semanal. Análise Fundamentalista. Análise XP. Top Picks. Índice. Estratégia & Portfólio. 28 de dezembro de 2015. Destaques na Agenda Análise Fundamentalista Análise XP Panorama Semanal Estratégia & Portfólio Top Picks Sem trocas para esta semana. Portfólio final: ITUB4 (25%), BBSE3 (23%), CIEL3 (20%), FIBR3 (12%), KROT3 (10%), SUZB5

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 13 de outubro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 13 de outubro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Diferentemente das últimas semanas, o dia deve ser tomado pelo pessimismo de fora contagiando o mercado local. Indicadores econômicos da China surpreenderam positivamente,

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 24 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 24 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Mercado volta a ficar apreensivo com fala da presidente do Fed, Janet Yellen, além do caso Volkswagen seguir afetando bolsas pelo mundo. No exterior ainda dados de confiança

Leia mais

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e significa mercadoria. É usado para designar bens sem diferenciação (por não possuírem valor agregado), e são habitualmente extraídas

Leia mais

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e significa mercadoria. É usado para designar bens sem diferenciação (por não possuírem valor agregado), e são habitualmente extraídas

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 23 de outubro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 23 de outubro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura As bolsas pelo mundo seguem avançando, uma das principais influências é a sinalização do Banco Central Europeu de que irá aumentar o pacote de estímulos monetários.

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 04 de Maio de 2015 Prezado(a) FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 01/04/2015 a 30/04/2015 Panorama Mensal Abril 2015 No cenário internacional, o mês de abril foi marcado por surpresas negativas em

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 22 de julho de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 22 de julho de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Governo deve reduzir oficialmente a meta fiscal para 2015, nova meta deve girar em torno de 0,2%, restando acompanhar a reação das agências de rating a esse movimento.

Leia mais

Relatório Econômico Mensal JANEIRO/13

Relatório Econômico Mensal JANEIRO/13 Relatório Econômico Mensal JANEIRO/13 Índice INDICADORES FINANCEIROS 3 PROJEÇÕES 4 CENÁRIO EXTERNO 5 CENÁRIO DOMÉSTICO 7 RENDA FIXA 8 RENDA VARIÁVEL 9 Indicadores Financeiros Projeções Economia Global

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 11 de agosto de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 11 de agosto de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Surpreendendo o mercado, a China desvalorizou o yuan, em novo tentativa de evitar a desaceleração econômica. Como consequência do movimento, as bolsas ao redor do mundo

Leia mais

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e significa mercadoria. É usado para designar bens sem diferenciação (por não possuírem valor agregado), e são habitualmente extraídas

Leia mais

DESTAQUES DO DIA. Sua opção de Renda Fixa na Bolsa. Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 INFLAÇÃO

DESTAQUES DO DIA. Sua opção de Renda Fixa na Bolsa. Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 INFLAÇÃO Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 DESTAQUES DO DIA INFLAÇÃO A inflação de janeiro, medida pelo IPC- Fipe fechou com alta de 0,54%, acumulando 6,4% em 2010. Outros índices de inflação, o IGP- DI e o

Leia mais

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento 12 de janeiro de 2015 Relatório Semanal de Estratégia de Investimento Destaques da Semana Economia internacional: Deflação na Europa reforça crença no QE (22/11); Pacote de U$1 trilhão em infraestrutura

Leia mais

Produtos Estruturados

Produtos Estruturados Sales Sales Trading Produtos Estruturados Research & Best Ideas A equipe de Research, juntamente com a equipe de Sales Trading, vem trabalhando para criar grandes oportunidades, unindo macroeconomia e

Leia mais

Panorama Semanal. Análise Fundamentalista. Análise XP. Top Picks. Índice. Estratégia & Portfólio. 11 de janeiro de 2016. Destaques na Agenda

Panorama Semanal. Análise Fundamentalista. Análise XP. Top Picks. Índice. Estratégia & Portfólio. 11 de janeiro de 2016. Destaques na Agenda Análise Fundamentalista Análise XP Panorama Semanal Estratégia & Portfólio Top Picks Nesta semana reduziremos nossa exposição ao setor de papel e celulose, além de retirar Kroton e incluir Ambev na carteira.

Leia mais

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 CARTEIRA COMENTÁRIO Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções

Leia mais

Sexta-feira, 09 de Maio de 2014. DESTAQUES

Sexta-feira, 09 de Maio de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa passa por correção após 4 altas Aécio avança e cresce chance de eleição B2W reduz prejuízo do trimestre em 5,7% Lucro da Marisa cresce 57,3% no 1º tri Lucro da Raia Drogasil dobra no

Leia mais

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio Panorama Econômico 04 de Maio de 2015 Sumário Principais Fatos da Semana 1 Economia EUA 2 Economia Brasileira 3 Índices de Mercado 5 Calendário Semanal 5 Acompanhamento Principais Fatos da Semana Nos Estados

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. Hora Local Indicador Data Exp. Ant. 15 de junho de 2016

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. Hora Local Indicador Data Exp. Ant. 15 de junho de 2016 Análise XP Reunião Matinal Abertura Expectativa de estímulos na reunião do BoJ interrompem quedas nas bolsas globais, mesmo com MSCI adiando decisão de adicionar ações chinesas no índice, e com reunião

Leia mais

Panorama Semanal. Análise Fundamentalista. Análise XP. Top Picks. Índice. Estratégia & Portfólio. 4 de julho de 2016. Destaques na Agenda

Panorama Semanal. Análise Fundamentalista. Análise XP. Top Picks. Índice. Estratégia & Portfólio. 4 de julho de 2016. Destaques na Agenda Análise Fundamentalista Análise XP Panorama Semanal Estratégia & Portfólio Nesta semana optamos por reduzir nossa exposição em Lojas Renner, pelo bom desempenho do ativo no mês de junho, onde o mesmo apresenta

Leia mais

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal 2015 Março Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Composição da Carteira Ativos Mobiliários, Imobiliários e Recebíveis

Leia mais

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 A apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 Período: 04/05 a 08/05 Com base em análises fundamentalistas, apresentamos alternativas de investimento no curto prazo. Acreditamos

Leia mais

Carta ao Cotista Abril 2015. Ambiente Macroeconômico. Internacional

Carta ao Cotista Abril 2015. Ambiente Macroeconômico. Internacional Carta ao Cotista Abril 2015 Ambiente Macroeconômico Internacional O fraco resultado dos indicadores econômicos chineses mostrou que a segunda maior economia mundial continua em desaceleração. Os dados

Leia mais

Quarta-feira 30 de Julho de 2014. DESTAQUES

Quarta-feira 30 de Julho de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa fecha em nova queda Sabesp registra aumento de consumo de água Telefônica Vivo: Lucro líquido sobe 118% Randon adota semana de quatro dias por três meses Despesas maiores pressionam lucro

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 4 de novembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 4 de novembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura As bolsas avançam com indicadores econômicos melhores do que o aguardado, mas ainda com ganhos limitados por notícias corporativas, e cautela com a fala da presidente

Leia mais

Quinta-feira 05 de Março de 2015. DESTAQUES

Quinta-feira 05 de Março de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa cai por medo sobre efeito político em ações fiscais Copom aumenta juros para 12,75% Prejuízo da Minerva aumenta para R$312 mi no 4º tri Suzano eleva prejuízo, mas tem lucro operacional

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 01 de Abril de 2015 Prezado(a) FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 02/03/2015 a 31/03/2015 Panorama Mensal Março 2015 Os mercados financeiros seguiram voláteis ao longo do mês de março, em especial

Leia mais

Trading Idea (BBRK3 Compra)

Trading Idea (BBRK3 Compra) Trading Idea (BBRK3 Compra) Destaques/ Operação Sob a ótica fundamentalista, recomendamos a compra das ações da Brasil Brokers vislumbrando um posicionamento de médio/longo prazo. Entrada: até R$ 6,60

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Sistema bancário e oferta monetária contra a recessão econômica 1 BC adota medidas para injetar

Leia mais

Sexta-feira 06 de Fevereiro de 2015. DESTAQUES

Sexta-feira 06 de Fevereiro de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa tem pregão volátil Poupança tem em janeiro maior saque em duas décadas IPCA tem maior alta para o mês em 12 anos, aponta IBGE Planalto quer nome do mercado na Petrobras Cade marca data

Leia mais

Sexta-feira, 06 de Maio de 2013. DESTAQUES

Sexta-feira, 06 de Maio de 2013. DESTAQUES DESTAQUES Bolsa encerra semana em alta Mercado aguarda IPCA para ajustar cenários Divisão Consumo da Hypermarcas cresce 10% M.Dias Branco tem lucro de R$108 mi Contax aprovou R$ 55,4 milhões em dividendos

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015 18/05/2015 EconoWeek DESTAQUE INTERNACIONAL Semana bastante volátil de mercado, com uma agenda mais restrita em termos de indicadores macroeconômicos. Entre os principais destaques, os resultados de Produto

Leia mais

Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2016. DESTAQUES

Quinta-feira, 07 de Janeiro de 2016. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa cai ao menor nível desde março de 2009 "Pedaladas" podem virar crédito IPCA subiu 10,78% em 2015 ADRs da Gerdau fecham cotados a US$ 1 Queda pode levar Petrobras a rever preço da gasolina

Leia mais

O desafio da competitividade. Maio 2012

O desafio da competitividade. Maio 2012 O desafio da competitividade Maio 2012 ECONOMY RESEARCH Roberto Padovani Economista-Chefe (55 11) 5171.5623 roberto.padovani@votorantimcorretora.com.br Rafael Espinoso Estrategista CNPI-T (55 11) 5171.5723

Leia mais

Terça-feira, 11 de Agosto de 2015. DESTAQUES

Terça-feira, 11 de Agosto de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa sobe com EUA e China Renan e Levy fecham acordo sobre ajustes BC chinês desvaloriza yuan em 1,9% em um dia Direcional tem lucro de R$ 27,784 milhões no 2º trimestre Lucro da CCR recua

Leia mais

As principais alterações trazidas pela Instrução CVM 571 encontram-se resumidas abaixo.

As principais alterações trazidas pela Instrução CVM 571 encontram-se resumidas abaixo. MERCADO DE CAPITAIS 01/12/2015 CVM ALTERA INSTRUÇÃO QUE DISPÕE SOBRE A CONSTITUIÇÃO, A ADMINISTRAÇÃO, O FUNCIONAMENTO, A OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO E A DIVULGAÇÃO DOS FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO

Leia mais

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016. DESTAQUES

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa cai pressionada por petróleo Copom segue Tombini e mantém juro Setores de siderurgia e petróleo perdem importância no Ibovespa Para crescer no Brasil, preço baixo e corte de custos Dólar

Leia mais

Spinelli Panorama Diário

Spinelli Panorama Diário Spinelli Panorama Diário 09 de fevereiro de 2010 Indicadores Variação - % Pontos dia semana mês Bolsas Ibovespa 63.153 0,62 0,62-3,44 IBX 19.989 0,47 0,47-3,70 S&P500 1.056-0,89-0,89-1,60 Dow Jones 9.908-1,04-1,04-1,58

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 02 de Janeiro de 2015 Prezado(a) Período de Movimentação FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 01/12/2014 a 31/12/2014 Panorama Mensal Dezembro 2014 A volatilidade

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa O Ibovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta do começo da tarde e terminou o dia em queda de 0,15% aos 53.100 pontos, com baixo volume financeiro de R$ 4,7 bilhões, acumulando

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia Hora Local Indicador Data Exp. Ant. 21 de junho de 2016

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia Hora Local Indicador Data Exp. Ant. 21 de junho de 2016 Análise XP Reunião Matinal Abertura Novas pesquisas confirmam menor probabilidade de Brexit, o que faz bolsas avançarem pelo mundo. Mercados devem monitorar hoje as falas de Yellen e Draghi, em busca de

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 4 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 4 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Bolsas no mundo recuam apreensivas com resultado do mercado de trabalho dos EUA. Na Europa, além da apreensão, bolsas reagem negativamente aos dados ruins da Alemanha,

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Banco Central do Brasil: Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em agosto de 2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,13 trilhões

Leia mais

Quarta-feira 22 de Julho de 2015. DESTAQUES

Quarta-feira 22 de Julho de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa fecha em queda afetada por Wall Street Bradesco diz continuar "analisando oportunidades de negócio" BR é principal aposta da Petrobras CSN reorganiza estrutura de controle Elétricas retomam

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV CENÁRIO ECONÔMICO EM OUTUBRO São Paulo, 04 de novembro de 2010. O mês de outubro foi marcado pela continuidade do processo de lenta recuperação das economias maduras, porém com bons resultados no setor

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO PANORAMA RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO SEMANA DE 10 A 14 DE AGOSTO de 2009 Semana de nova estabilidade no preço do Boi Gordo no mercado físico do Rio Grande do Sul, fechando a semana em R$ 5,28/kg

Leia mais

Relatório Mensal - Junho de 2013

Relatório Mensal - Junho de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Junho foi mais um mês bastante negativo para o Ibovespa. O índice fechou em queda pelo sexto mês consecutivo impactado pela forte saída de capital estrangeiro

Leia mais

1 - BTG Pactual Corporate Office Fund BRCR11

1 - BTG Pactual Corporate Office Fund BRCR11 1 - BTG Pactual Corporate Office Fund BRCR11 O FII BTG Pactual Corporate Office Fund é um fundo de investimento imobiliário do tipo corporativo, ou seja, tem como objetivo investir em ativos imobiliários

Leia mais

Relatório semanal de mercado internacional

Relatório semanal de mercado internacional Ações para ficar de olho Walt Disney (DIS): A Walt Disney Company, junto com suas subsidiárias, é uma empresa de entretenimento que opera em cinco segmentos de negócios: redes de mídia, Parks and Resorts,

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional Dez/14 e 2014 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3.022 bilhões em dezembro de 2014, após expansão

Leia mais

SOJA COMENTÁRIO. Médias no Profitchart utilizando o after market. SUPORTE 1 $ 22,60 MARGEM: R$ 2.473,00. MÉDIAS 16 Exp. e 51 Exp SUPORTE 2 $ 22,00

SOJA COMENTÁRIO. Médias no Profitchart utilizando o after market. SUPORTE 1 $ 22,60 MARGEM: R$ 2.473,00. MÉDIAS 16 Exp. e 51 Exp SUPORTE 2 $ 22,00 SOJA GRÁFICO SOJA MAIO BM&F (SOJK10) Análise Gráfica - SOJA Médias Móveis - SOJA MÉDIAS NOVAS!!! Tempo 60 minutos. Médias no Profitchart utilizando o after market. SUPORTE 1 $ 22,60 MÉDIAS 16 Exp. e 51

Leia mais

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa encerrou o mês de fevereiro com alta de 9,97%, recuperando as perdas do início do ano. Mesmo com o cenário macroeconômico bastante nebuloso

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em julho/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,11 trilhões em julho/15, após alta de 0,3% no

Leia mais

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 1 de junho de 2015

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 1 de junho de 2015 1. Alocação recomendada para Junho de 2015 Classe de Ativo Carteira Conservadora* Carteira Moderada* Carteira Agressiva* Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Pós-Fixado

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 01 de Outubro de 2012 Prezado(a) Período de Movimentação FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 03/09/2012 a 28/09/2012 Panorama Mensal Setembro de 2012 O mês de setembro

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa Ontem, a Bovespa não conseguiu acompanhar os mercados internacionais, com o peso das principais ações do índice - OGX, Vale e Petrobras - além de bancos e siderúrgicas. O Ibovespa encerrou

Leia mais

NUTRIPLANT ON (NUTR3M)

NUTRIPLANT ON (NUTR3M) NUTRIPLANT ON (NUTR3M) Cotação: R$ 1,79 (18/06/2014) Preço-Alvo (12m): R$ 2,10 Potencial de Valorização: 18% 4º. Relatório de Análise de Resultados (1T14) Recomendação: COMPRA P/L 14: 8,0 Min-Máx 52s:

Leia mais

Integração ESG. Raquel Costa. 27/maio/2015 PUBLIC

Integração ESG. Raquel Costa. 27/maio/2015 PUBLIC Integração ESG Raquel Costa 27/maio/2015 Integração em todas as atividades Política de Sustentabilidade Avaliação de Sustentabilidade na Gestão de Renda Variável e Renda Fixa Avaliação de Sustentabilidade

Leia mais

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 8 de setembro de 2015

Reunião Matinal. Análise XP. Abertura. Índice. Fechamento. Painel Corporativo. Agenda do Dia. 8 de setembro de 2015 Análise XP Reunião Matinal Abertura Bolsas no mundo avançam impulsionadas por motivos diferentes, na Ásia os resultados da balança comercial chinesa trouxeram novas expectativas de intervenção do governo.

Leia mais

Material Explicativo sobre Títulos Públicos

Material Explicativo sobre Títulos Públicos Material Explicativo sobre 1. Definições Gerais Os são emitidos pelo Tesouro Nacional, servindo como um instrumento de captação do Governo Federal para execução e financiamento de suas dívidas internas,

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Agosto de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Agosto de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Agosto de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: PIB e Juros... Pág.3 Europa: Recuperação e Grécia... Pág.4

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

Terça-feira, 03 de Setembro de 2013. DESTAQUES

Terça-feira, 03 de Setembro de 2013. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa beira os 52 mil pontos Estrangeiros ampliam aposta na alta Produção da Petrobras no Brasil cai 4,6% Produção industrial muda de direção e cai 2% ATS tenta acelerar estreia no Brasil Disputa

Leia mais

RENDA FIXA TESOURO DIRETO 09/10/2012

RENDA FIXA TESOURO DIRETO 09/10/2012 DESTAQUES DO RELATÓRIO: Carteira Recomendada A nossa carteira para este mês de Outubro continua estruturada considerando a expectativa de aumento da taxa de juros a partir do próximo ano. Acreditamos que

Leia mais

Quinta-feira, 14 de abril de 2016. DESTAQUES

Quinta-feira, 14 de abril de 2016. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa fecha em alta Juros futuros recuam com expectativa política Entrega de jatos da Embraer sobe 37,5% no primeiro tri Parisotto e Cunha desistem de Usiminas Smiles e Raízen acertam acordo

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa já iniciou o ano novo indicando que será mais um período de muita volatilidade para as ações. Diante de um cenário de grandes incertezas do lado doméstico e de olho nos acontecimentos

Leia mais

Crise Financeira Internacional Atuação do governo brasileiro no fornecimento de liquidez em moeda estrangeira

Crise Financeira Internacional Atuação do governo brasileiro no fornecimento de liquidez em moeda estrangeira Crise Financeira Internacional Atuação do governo brasileiro no fornecimento de liquidez em moeda estrangeira O agravamento da crise financeira internacional decorrente da falência do banco Lehman Brothers,

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A queda das bolsas internacionais não ajudou a pressionar o mercado doméstico em dia de indicadores fracos na China e nos Estados Unidos. A aversão ao risco aumentou nos últimos dias com

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional em fev/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,03 trilhões em fev/15, após alta de 0,5% no mês

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS CNPJ: 03.919.927/0001-18

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS CNPJ: 03.919.927/0001-18 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS Informações referentes à Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre

Leia mais

Carteira de Dividendos Maio/15

Carteira de Dividendos Maio/15 A Carteira de Dividendos Planner encerra abril com valorização de 5,23% acumulando ganho de 4,53% no ano A Carteira de Dividendos leva em consideração os seguintes itens na escolha das ações: i) forte

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Relatório Mensal - Setembro de 2013

Relatório Mensal - Setembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa emplacou o terceiro mês de alta consecutiva e fechou setembro com valorização de 4,65%. Apesar dos indicadores econômicos domésticos ainda

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

Termos e Condições para opção pelos Novos Perfis de Investimentos

Termos e Condições para opção pelos Novos Perfis de Investimentos Termos e Condições para opção pelos Novos Perfis de Investimentos Conforme aprovado pelo Conselho Deliberativo em reunião realizada em 4 de abril de 2011 a São Bernardo implementará em 1º de julho de 2011

Leia mais

ANÁLISE GRÁFICA GRÁFICO MILHO SETEMBRO BM&F (CCMU10) SUPORTE 1 R$ 20,50 RESISTÊNCIA1 R$ 20,70 SUPORTE 2 R$ 20,20 RESISTÊNCIA 2 R$ 20,80

ANÁLISE GRÁFICA GRÁFICO MILHO SETEMBRO BM&F (CCMU10) SUPORTE 1 R$ 20,50 RESISTÊNCIA1 R$ 20,70 SUPORTE 2 R$ 20,20 RESISTÊNCIA 2 R$ 20,80 ANÁLISE MERCADO FUTURO DE SOJA 09/08/2010 SOJA COMENTÁRIO - Preços firmes para a soja em Chicago neste início de semana. As preocupações com o tempo seco ao sul e oeste do Cinturão e região do Delta do

Leia mais

PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14

PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14 Analista PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14 A Petrobras divulgou na última sexta-feira seus resultados referentes ao 4T09 e ao fechamento de 2009 que mostraram um desempenho um pouco mais

Leia mais

HORA DE COMPRAR AÇÕES DA PETROBRAS?

HORA DE COMPRAR AÇÕES DA PETROBRAS? A reprodução indevida, não autorizada, deste relatório ou de qualquer parte dele sujeitará o infrator a multa de até 3 mil vezes o valor do relatório, à apreensão das cópias ilegais, à responsabilidade

Leia mais

Carteira Recomendada RENDA FIXA quarta-feira, 1 de abril de 2015

Carteira Recomendada RENDA FIXA quarta-feira, 1 de abril de 2015 quartafeira, 1 de abril de 2015 1. Alocação recomendada para Abril de 2015 Classe de Ativo Coservadora Moderada Agressiva Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo PósFixado

Leia mais

Guide Fundos de Investimentos Imobiliários (Julho/2015) Guide Fundos de Investimentos Imobiliários Novembro - 2013

Guide Fundos de Investimentos Imobiliários (Julho/2015) Guide Fundos de Investimentos Imobiliários Novembro - 2013 Guide Fundos de Investimentos Imobiliários Novembro - 2013 1 de 8 Panorama da Indústria Gráfico 1: Nº de Fundos Gráfico 2: Patrimônio Líquido Gráfico 3: Volume de Emissões Gráfico 4: Número de Operações

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O saldo total das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional atingiu 54,5% do PIB, com aproximadamente 53% do total do saldo destinado a atividades econômicas. A carteira

Leia mais