enado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego - 26/05/...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "enado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego - 26/05/..."

Transcrição

1 Senado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego SOFIA FERNANDES EDUARDO CUCOLO VALDO CRUZ DE BRASÍLIA 26/05/ h15 O Senado aprovou nesta terça (26) a medida provisória 665, que restringe o acesso a benefícios trabalhistas com o objetivo de cortar gastos públicos obrigatórios. A proposta foi aprovada em votação apertada 39 votos a favor e 32 contra, numa semana decisiva para o governo Dilma Rousseff, que tem enfrentado resistência de sua própria base de apoio no Congresso ao ajuste fiscal. Pedro Ladeira/Folhapress A senadora Marta Suplicy (sem partido-sp) discursa na sessão do Senado que aprovou a MP 665 O texto, que segue para sanção da presidente, dificulta a concessão de segurodesemprego, abono salarial e seguro-defeso (destinado a pescadores na entressafra). A medida foi aprovada pelo Congresso com alterações bem mais amenas do que as originalmente propostas pelo Executivo (veja quadro).

2 Senado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego - 26/05/... 2 Editoria de Arte/Folhapress

3 Senado restringe acesso a abono salarial e seguro-desemprego - 26/05/... 3

4 Em relação ao abono salarial (benefício de um salário mínimo para quem recebe até dois salários mínimos), o Congresso aprovou a necessidade de se ter trabalhado no mínimo três meses, mas há o compromisso do governo de vetar esse trecho, o que manteria a exigência atual, de um mês. Não há previsão oficial de quantos trabalhadores serão afetados pelo acesso mais restrito aos benefícios. Em janeiro, quando ainda se discutia a proposta original do governo, estudo do Dieese previa que cerca de 4,8 milhões de beneficiários não teriam acesso ao seguro-desemprego (a estimativa considera a Rais de 2013). O Ministério do Trabalho, por sua vez, estimou que, se as novas regras fossem aplicadas em 2014, 2,27 milhões de trabalhadores não receberiam seguro-desemprego. No ano passado, 8,5 milhões de brasileiros pediram o benefício. Após a votação desta terça, Miguel Torres, presidente da Força Sindical, afirmou que, se a regra estivesse valendo em 2014, os atingidos seriam 6 milhões. MAIS DUAS PROVAS Além da medida aprovada nesta terça (26), o governo tem duas outras dentro do pacote de ajuste fiscal encaminhado ao Congresso. Hoje, o Senado deverá votar a que altera as regras para concessão da pensão por morte e auxílio doença (veja quadro). A outra MP eleva a tributação de produtos importados e a previsão é que seja apreciada nesta quinta (28). Com as medidas trabalhista e previdenciária, o governo espera reduzir seus gastos com esses benefícios em R$ 5 bilhões neste ano. A expectativa inicial era promover uma redução de gastos de R$ 18 bilhões. O número, logo depois de anunciado, foi revisto para R$ 11 bilhões porque as alterações nas regras do abono salarial só teriam impacto fiscal a partir do ano que vem. Com as várias concessões feitas pelo Executivo para vencer as resistências às propostas no Congresso, a economia caiu para R$ 5 bilhões, segundo o ministro Nelson Barbosa (Planejamento). Para compensar, o governo anunciou na semana passada aumento na tributação dos bancos. Já a MP dos importados deverá gerar um aumento de arrecadação de R$ 700 milhões por ano. folha de pagamento Além das medidas provisórias, o governo ainda precisa ver aprovado no Legislativo o projeto de lei que revê o programa de desoneração da folha de pagamento das empresas. Isso só deve acontecer em junho. O texto enviado pelo Executivo eleva, já neste ano, a alíquota da contribuição previdenciária sobre o faturamento das empresas de 1% para 2,5% para o setor industrial e de 2% para 4,5% para a área de serviços. O relator do projeto na Câmara, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), pretende atenuar a proposta e até excluir setores do aumento imediato, garantindo gradualismo na elevação. O ministro Joaquim Levy (Fazenda) tem se mostrado inflexível em aceitar os ajustes e diz que a exclusão de setores poderá levar outros a reivindicarem o mesmo benefício. Pela proposta original do governo, o projeto reduziria a renúncia fiscal com a desoneração

5 de R$ 25 bilhões para R$ 12 bilhões ao ano. Para este ano, a economia estimada era de R$ 5,35 bilhões se a taxação maior entrasse em vigor em junho. Os senadores começaram a discussão sobre a medida da pensão por morte, mas a votação deve ficar para esta quarta-feira (27). Endereço da página: Links no texto: 39 votos a favor e 32 contra resistência de sua própria base de apoio Copyright Folha de S. Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicaçao, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha de S. Paulo.

Governo altera regras do Trabalho e da Previdência Social

Governo altera regras do Trabalho e da Previdência Social CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 23 janeiro de 2015 Organização:

Leia mais

Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA

Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA Medidas Provisórias 664 e 665 ( Pacote Levy ): mudanças no seguro-desemprego, abono salarial, auxílio-doença, pensão por morte OTAVIO PINTO E SILVA Pacote Levy No dia 30 de dezembro de 2014, o Governo

Leia mais

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 Boletim Econômico Edição nº 56 fevereiro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 As duas medidas visam economizar R$ 18 bilhões

Leia mais

Saiba o que muda com as novas regras para seguro-desemprego, auxíliodoença e pensão por morte.

Saiba o que muda com as novas regras para seguro-desemprego, auxíliodoença e pensão por morte. Saiba o que muda com as novas regras para seguro-desemprego, auxíliodoença e pensão por morte. O governo federal publicou na noite da terça-feira, 30 de dezembro de 2014, em edição extraordinária do Diário

Leia mais

Filiada à. Lei Nº 13.134, de 16 de Junho de 2015 Atos do Poder Legislativo

Filiada à. Lei Nº 13.134, de 16 de Junho de 2015 Atos do Poder Legislativo Lei Nº 13.134, de 16 de LEI Nº 13.134, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis no 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que regula o Programa do Seguro- Desemprego e o Abono Salarial e institui o Fundo de Amparo

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 6 01/10/2015 16:38 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 13.134, DE 16 DE JUNHO DE 2015. Conversão da Medida Provisória nº 665, de 2014 Mensagem de veto Altera

Leia mais

Seguro-desemprego e abono salarial: por que é preciso alterar?

Seguro-desemprego e abono salarial: por que é preciso alterar? Seguro-desemprego e abono salarial: por que é preciso alterar? Pedro Fernando Nery 1 Introdução A Medida Provisória (MP) nº 665, de 30 de dezembro de 2014, altera regras do seguro-desemprego (concessão

Leia mais

MP 664 e MP 665 Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e Previdência Social

MP 664 e MP 665 Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e Previdência Social MP 664 e MP 665 Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e Previdência Social Abono Salarial Seguro Desemprego Seguro Defeso Pensão por Morte Auxílio-Doença Transformações Estruturais Nos últimos anos, o processo

Leia mais

Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665

Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665 Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665 Cenário Aumentou o emprego e a formalização: 15,5 milhões no setor privado de 2003 a 2013 Base de segurados da previdência aumentou em 30 milhões

Leia mais

O Futuro do emprego Doméstico PROJETOS DE LEI LEGALIZE SUA DOMÉSTICA E PAGUE MENOS INSS

O Futuro do emprego Doméstico PROJETOS DE LEI LEGALIZE SUA DOMÉSTICA E PAGUE MENOS INSS PROJETOS DE LEI LEGALIZE SUA DOMÉSTICA E PAGUE MENOS INSS 1 1 Formalização de 2 milhões de empregados domésticos nos próximos 12 dias. 2 Erradicar o Trabalho Infantil Adolescente de 410 mil crianças e

Leia mais

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org/ sintetel@sintetel.org.

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org/ sintetel@sintetel.org. COM MAIOR PROCURA POR VAGAS, SALÁRIO EM EMPREGOS COM CARTEIRA ASSINADA CAI PELA 1ª VEZ DESDE 2003 Pernambuco foi o estado com maior perda real, de acordo com dados do Caged, do Ministério do Trabalho O

Leia mais

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014 Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência 29 de Dezembro de 2014 Políticas para o Mercado de Trabalho nos governos Lula e Dilma 2 Aumento do poder de negociação dos trabalhadores, com forte

Leia mais

Governo já gastou R$ 408 bilhões só em juros este ano Só em setembro, foram R$ 70 bilhões em juros

Governo já gastou R$ 408 bilhões só em juros este ano Só em setembro, foram R$ 70 bilhões em juros BOLETIM 3 Brasília, 4 de novembro de 2015 Governo já gastou R$ 408 bilhões só em juros este ano Só em setembro, foram R$ 70 bilhões em juros Somente em setembro, o setor público gastou nada menos que R$

Leia mais

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prova Discursiva

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prova Discursiva Tribunal de Contas do Município de São Paulo 71 Concurso Público 2015 TARDE Nível Superior AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prova Discursiva Além deste caderno de prova,

Leia mais

Resumo de Notícias. Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadoras de Mesas Telefônicas no Estado do Espírito Santo

Resumo de Notícias. Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadoras de Mesas Telefônicas no Estado do Espírito Santo Portal da CUT 21/01/2015 Papel da CUT e dos movimentos é combater retrocesso Para presidente da Central, apostar na derrubada da economia para conter inflação coloca em risco o emprego e as conquistas

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 21/12/2015

MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 21/12/2015 MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 21/12/2015 DISCURSO DO MINISTRO NELSON BARBOSA POR OCASIÃO DA SOLENIDADE DE TRANSMISSÃO DE CARGO Senhoras e Senhores, Em primeiro

Leia mais

DILMA ENCAMINHARÁ PARA O CONGRESSO NACIONAL O PROCESSO DO PRÓPRIO IMPEACHMENT

DILMA ENCAMINHARÁ PARA O CONGRESSO NACIONAL O PROCESSO DO PRÓPRIO IMPEACHMENT DILMA ENCAMINHARÁ PARA O CONGRESSO NACIONAL O PROCESSO DO PRÓPRIO IMPEACHMENT Aldemario Araujo Castro Procurador da Fazenda Nacional Professor da Universidade Católica de Brasília - UCB Mestre em Direito

Leia mais

Belo Horizonte 28 de janeiro de 2015 FONTE: OTEMPO. Governo dá sinais de recuo

Belo Horizonte 28 de janeiro de 2015 FONTE: OTEMPO. Governo dá sinais de recuo Belo Horizonte 28 de janeiro de 2015 FONTE: OTEMPO Governo dá sinais de recuo Ministros consideram reduzir tempo mínimo de trabalho de 18 meses para um ano Brasília. Diante da insatisfação das centrais

Leia mais

Debate Sobre a Desoneração da Folha de Pagamento

Debate Sobre a Desoneração da Folha de Pagamento Debate Sobre a Desoneração da Folha de Pagamento Julho de 2011 1 Debate sobre desoneração da folha de pagamento deve ser feito com cautela e tendo como ponto de partida a compensação vinculada (principal

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 Dívidas de Agnelo serão pagas pela ordem cronológica Para atender à lei, governo reformula cronograma para quitar débitos com mais de 900 fornecedores. Um questionamento

Leia mais

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 20, DE 2015

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 20, DE 2015 BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 20, DE 2015 QUESTÕES FEDERATIVAS EM DEBATE NO SENADO EM 2015 Marcos Mendes 1 Diversas matérias que afetam as relações fiscais federativas estão em tramitação no Congresso Nacional,

Leia mais

A CONTRA-REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Denise Lobato Gentil Instituto de Economia/Universidade Federal do Rio de Janeiro

A CONTRA-REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Denise Lobato Gentil Instituto de Economia/Universidade Federal do Rio de Janeiro A CONTRA-REFORMA DA PREVIDÊNCIA Denise Lobato Gentil Instituto de Economia/Universidade Federal do Rio de Janeiro Resultado do ajuste fiscal: Dados acumulados de janeiro a agosto/2015 revelam deterioração

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

Contribuições sociais para financiamento da seguridade social

Contribuições sociais para financiamento da seguridade social Contribuições sociais para financiamento da seguridade social Seminário: desoneração da folha de pagamento das empresas Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE AS MEDIDAS PROVISÓRIAS 664 E 665 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014 Janeiro de 2015

CONSIDERAÇÕES SOBRE AS MEDIDAS PROVISÓRIAS 664 E 665 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014 Janeiro de 2015 CONSIDERAÇÕES SOBRE AS MEDIDAS PROVISÓRIAS 664 E 665 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014 Janeiro de 2015 CONSIDERAÇÕES SOBRE AS MEDIDAS PROVISÓRIAS 664 E 665 Página 1 CONSIDERAÇÕES SOBRE AS MEDIDAS PROVISÓRIAS 664

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 08.01.2016

C L I P P I N G DATA: 08.01.2016 C L I P P I N G DATA: 08.01.2016 Projeto da terceirização será discutido pelo Senado após tramitar 20 anos na Câmara Atualmente, a legislação brasileira só permite a contratação de mão de obra terceirizada

Leia mais

Indústria brasileira de bens de capital mecânicos. Janeiro/2011

Indústria brasileira de bens de capital mecânicos. Janeiro/2011 AGENDA DE TRABALHO PARA O CURTO PRAZO Indústria brasileira de bens de capital mecânicos Janeiro/2011 UMA AGENDA DE TRABALHO (para o curto prazo) A. Financiamento A1. Taxa de juros competitiva face a nossos

Leia mais

Proposta de Reforma do ICMS. Nelson Barbosa 11 Dezembro de 2012

Proposta de Reforma do ICMS. Nelson Barbosa 11 Dezembro de 2012 Proposta de Reforma do ICMS Nelson Barbosa 11 Dezembro de 2012 1 Por que a reforma? A guerra fiscal se esgotou A incerteza jurídica sobre os incentivos do ICMS já prejudica realização de novos investimentos

Leia mais

1 Informações diversas Senado aprova MP que reabre prazo do Refis O plenário do Senado aprovou dia 29/10 a Medida Provisória (MP) 651/14 que traz uma série de medidas de incentivo ao setor produtivo. O

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 16.12.2015

C L I P P I N G DATA: 16.12.2015 C L I P P I N G DATA: 16.12.2015 Terceirização faz parte de estratégia de negócios das empresas A terceirização é uma realidade mundial e o Brasil não foge à regra. Ela está presente no processo de fabricação

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 13.183, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2015. Mensagem de veto Convertida da Medida Provisória nº 676, de 2015 Vigência Altera as Leis nº

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 Setor de serviços cresceu 2,1% em julho, menor taxa da série para o mês Alta acumulada em 12 meses também é a menor da série histórica do IBGE. Rondônia teve maior alta,

Leia mais

2 Lei 13.134/2015. 2.3 Alterações no Abono Salarial: 2.3.1 Quanto ao período de tempo e valor

2 Lei 13.134/2015. 2.3 Alterações no Abono Salarial: 2.3.1 Quanto ao período de tempo e valor 2 Lei 13.134/2015 2.2 Conteúdo da Lei 13.134/2015: Altera as Leis no 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que regula o Programa do Seguro-Desemprego e o Abono Salarial e institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Comentários sobre a Avaliação da Situação Financeira do FAT, anexa ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2016 Elisangela Moreira da Silva

Leia mais

A OBRIGATORIEDADE DE APLICAÇÃO DO REGIME DE APURAÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA, QUANDO DESFAVORÁVEL AO CONTRIBUINTE

A OBRIGATORIEDADE DE APLICAÇÃO DO REGIME DE APURAÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA, QUANDO DESFAVORÁVEL AO CONTRIBUINTE 1 A OBRIGATORIEDADE DE APLICAÇÃO DO REGIME DE APURAÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE A RECEITA BRUTA, QUANDO DESFAVORÁVEL AO CONTRIBUINTE Wagner Balera PUC-SP EQUIDADE V - Equidade na Forma de Participação

Leia mais

ANEXO CONSELHO DELIBERATIVO DO FUNDO DE AMPARO AO TRABALHADOR RESOLUÇÃO Nº 736, DE 8 DE OUTUBRO DE 2014 Torna obrigatório aos empregadores o uso do

ANEXO CONSELHO DELIBERATIVO DO FUNDO DE AMPARO AO TRABALHADOR RESOLUÇÃO Nº 736, DE 8 DE OUTUBRO DE 2014 Torna obrigatório aos empregadores o uso do ANEXO CONSELHO DELIBERATIVO DO FUNDO DE AMPARO AO TRABALHADOR RESOLUÇÃO Nº 736, DE 8 DE OUTUBRO DE 2014 Torna obrigatório aos empregadores o uso do aplicativo Empregador Web no Portal Mais Emprego para

Leia mais

Santa Casa suspende plano de demissões

Santa Casa suspende plano de demissões Boletim 691/2014 Ano VII 29/01/2015 Santa Casa suspende plano de demissões Em crise financeira, a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo decidiu recuar no plano de demissões anunciado em dezembro. Conforme

Leia mais

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 398 Ano IX 29/maio/2014 MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS No mercado físico de etanol a última semana de maio foi encerrada

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 21.05.2015

C L I P P I N G DATA: 21.05.2015 C L I P P I N G DATA: 21.05.2015 DESTAQUE ANS suspende a venda de novos planos de saúde de 22 empresas mas quem já é cliente continua com atendimento normal Venda de 87 planos de saúde de 22 empresas está

Leia mais

Palestra: Atualizações trabalhista e previdenciária 2015

Palestra: Atualizações trabalhista e previdenciária 2015 Palestra: Atualizações trabalhista e previdenciária 2015 Professor: Johnatan Abreu março de 2015 INTRODUÇÃO Principais mudanças para 2015 1 MP 664 Alterações Previdenciária; 2 MP 665 Alterações Trabalhista;

Leia mais

Renúncias Previdenciárias

Renúncias Previdenciárias 198ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Previdência Social Brasília Renúncias Previdenciárias Raimundo Eloi de Carvalho Coordenador de Previsão e Análise da Receita Federal do Brasil Sumário 1.

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2015

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2015 PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2015 Altera o art. 2º do Decreto-Lei nº 2.296, de 21 de novembro de 1986, a alínea p do 9º do art. 28 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991 e o art. 63 da Medida Provisória nº

Leia mais

Aumentadas as alíquotas de contribuição previdenciária sobre a receita bruta na desoneração da folha de pagamento a contar de 1º.06.

Aumentadas as alíquotas de contribuição previdenciária sobre a receita bruta na desoneração da folha de pagamento a contar de 1º.06. BOLETIM FEDCONT Nº 201 - ANO V 05 de março de 2015 Aumentadas as alíquotas de contribuição previdenciária sobre a receita bruta na desoneração da folha de pagamento a contar de 1º.06.2015 Por meio da Medida

Leia mais

FIM DAS REFORMAS REGRESSIVAS DA PREVIDÊNCIA COM GANHOS PARA OS TRABALHADORES

FIM DAS REFORMAS REGRESSIVAS DA PREVIDÊNCIA COM GANHOS PARA OS TRABALHADORES AS MUDANÇAS DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA FIM DAS REFORMAS REGRESSIVAS DA PREVIDÊNCIA COM GANHOS PARA OS TRABALHADORES www.pepevargas.com.br dep.pepevargas@camara.gov.br AS MUDANÇAS DO REGIME GERAL DE

Leia mais

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no De: Mario Avelino [mailto:marioavelino@domesticalegal.org.br] Enviada em: quarta-feira, 9 de setembro de 2015 23:50 Para:

Leia mais

Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e

Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e Identificação Profissional NOVAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO E

Leia mais

Boletim Mensal - Setembro/2015

Boletim Mensal - Setembro/2015 Boletim Mensal - Setembro/2015 Fiscal Contábil RH Notícias Calendário Obrigações Fiscal Estado quer recuperar até R$ 1,3 bilhão com parcelamento de dívidas. Para aumentar a cobrança de créditos tributários

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 240, DE 2015

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 240, DE 2015 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 240, DE 2015 Redação final do Projeto de Lei de Conversão nº 3, de 2015 (Medida Provisória nº 665, de 2014). A Comissão Diretora apresenta a redação final do Projeto de Lei

Leia mais

FONTE: O TEMPO. Indústrias planejam reduzir seus investimentos

FONTE: O TEMPO. Indústrias planejam reduzir seus investimentos Belo Horizonte 12 de Março de 2015 FONTE: O TEMPO Indústrias planejam reduzir seus investimentos Pesquisa mostra que 27% irão expandir seus negócios e 31% pretendem fazer menos aportes Rio de Janeiro.

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

AVALIAÇÃO DO GOVERNO Indicadores CNI Pesquisa CNI-Ibope AVALIAÇÃO DO GOVERNO Popularidade cresce no segundo semestre Mas presidente Dilma encerra primeiro mandato com popularidade menor que no seu início A popularidade da

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 209, DE 2004

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 209, DE 2004 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 209, DE 2004 ADRIANO DA NOBREGA SILVA Consultor Legislativo da Área III Tributação, Direito Tributário SETEMBRO/2004 Adriano da Nóbrega Silva 2 SUMÁRIO Tributação diferenciada para

Leia mais

PARECER Nº, DE 2006. RELATOR: Senador PAULO PAIM I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2006. RELATOR: Senador PAULO PAIM I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2006 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 159, de 2003, que determina a concessão de auxílio alimentação aos trabalhadores de empresas prestadoras de serviços

Leia mais

PROPOSTA DE REAJUSTE PARA O VALE- TRANSPORTE

PROPOSTA DE REAJUSTE PARA O VALE- TRANSPORTE PROPOSTA DE REAJUSTE PARA O VALE- TRANSPORTE EBSERH ACT 2015 Brasília, XX de março de 2015. 1. Informações Iniciais O valor do Vale transporte é atualmente pago de acordo com o local de residência do empregado,

Leia mais

Moore Stephens ÍNDICE. 27 de maio de 2015. Auditores e Consultores. Página 1

Moore Stephens ÍNDICE. 27 de maio de 2015. Auditores e Consultores. Página 1 27 de maio de 2015 Moore Stephens Auditores e Consultores ÍNDICE LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA... 2 STJ amplia uso de créditos de PIS e Cofins por empresa (Valor Econômico)... 2 Entidades de autogestão (fundação,

Leia mais

MUDANÇA NOS CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO AO BENEFÍCIO SEGURO-DESEMPREGO

MUDANÇA NOS CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO AO BENEFÍCIO SEGURO-DESEMPREGO MUDANÇA NOS CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO AO BENEFÍCIO SEGURO-DESEMPREGO Márcio Alves Borges 1 Diego dos Santos Fernandes 2 1 INTRODUÇÃO A publicação da recente Medida Provisória (MP) n o 665, de 30 de dezembro

Leia mais

Chance de recalcular aposentadoria cria passivo de R$ 49 bi

Chance de recalcular aposentadoria cria passivo de R$ 49 bi 22 de Agosto de 2012 Chance de recalcular aposentadoria cria passivo de R$ 49 bi Legislação & Tributos Página E1 Previdência Intenção é acabar com o fator previdenciário e com a aposentadoria por tempo

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador BENEDITO DE LIRA

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador BENEDITO DE LIRA PARECER Nº, DE 2015 1 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 218, de 2011, do Senador EUNÍCIO OLIVEIRA, que dispõe sobre o empregador arcar com os

Leia mais

1ª GESTÃO DILMA. Menor rigor fiscal. Metas de inflação em prazo mais longo (menor velocidade de ajuste), maior expansão de crédito

1ª GESTÃO DILMA. Menor rigor fiscal. Metas de inflação em prazo mais longo (menor velocidade de ajuste), maior expansão de crédito 1ª GESTÃO DILMA Menor rigor fiscal Metas de inflação em prazo mais longo (menor velocidade de ajuste), maior expansão de crédito Controles diretos de preços (gasolina e energia, por exemplo) e desonerações

Leia mais

Programa de Proteção ao Emprego PPE. Definição de regimento, critérios de adesão e funcionamento

Programa de Proteção ao Emprego PPE. Definição de regimento, critérios de adesão e funcionamento Programa de Proteção ao Emprego PPE Definição de regimento, critérios de adesão e funcionamento Kurzarbeit curto tempo de trabalho O Kurzarbeit é antigo na Alemanha. Ele fez a sua primeira aparição antes

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MUDANÇA DA BASE DE CÁLCULO. Doravante as empresas deverão estar atentas à questão envolvendo o pagamento do adicional de

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Senhor Lucas Vergílio) Altera o art. 2º do Decreto-Lei nº 2.296, de 21 de novembro de 1986, a alínea p do 9º do art. 28 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991 e o art. 63

Leia mais

Inferior ou igual a 2 anos 35% Superior a 2 anos e inferior ou igual a 4 anos 30% Superior a 4 anos e inferior ou igual a 6 anos 25%

Inferior ou igual a 2 anos 35% Superior a 2 anos e inferior ou igual a 4 anos 30% Superior a 4 anos e inferior ou igual a 6 anos 25% Perguntas e respostas 1- Como funciona a Tabela Regressiva dos Planos de Previdência Complementar? R A Tabela Regressiva foi prevista a partir da Lei nº 11.053, de 29 /12 /2004. Em vigor desde 01/01/2005,

Leia mais

PANORAMA NOVEMBRO / 2014

PANORAMA NOVEMBRO / 2014 PANORAMA NOVEMBRO / 2014 O mês de novembro foi pautado pelas expectativas em torno da formação da equipe econômica do governo central brasileiro. Muito se especulou em torno dos nomes que ocuparão as principais

Leia mais

Folha de S. Paulo. Saiba mais sobre o pacote de austeridade da Grécia

Folha de S. Paulo. Saiba mais sobre o pacote de austeridade da Grécia Folha de S. Paulo Saiba mais sobre o pacote de austeridade da Grécia O Parlamento grego aprovou nesta quarta-feira o pacote de medidas de austeridade propostas pelo governo, contrapartida exigida pelo

Leia mais

Especificações Técnicas. Elaboração da Pesquisa

Especificações Técnicas. Elaboração da Pesquisa Especificações Técnicas Período De 2 a 25 de março de 205 Abrangência Nacional Universo Eleitores com 6 anos ou mais Amostra 2002 entrevistas em 42 municípios Margem de erro 2 pontos percentuais e grau

Leia mais

PRINCÍPIOS e recomendações para um novo modelo previdenciário

PRINCÍPIOS e recomendações para um novo modelo previdenciário Confederação Confederação Confederação Confederação Confederação da Agricultura e Nacional do Nacional da Nacional das Nacional do Pecuária do Brasil Comércio Indústria Instituições Transporte Financeiras

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 66 agosto de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor Econômico

Boletim Econômico Edição nº 66 agosto de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor Econômico Boletim Econômico Edição nº 66 agosto de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor Econômico Considerações técnicas sobre a Conjuntura econômica e a Previdência Social 1 I - Governo se perde

Leia mais

Folha de S. Paulo. Agora. Lucro da Telefônica sobe 9,2% no 4º tri, para R$ 622 milhões. Mínimo deve subir 7,5% acima da inflação

Folha de S. Paulo. Agora. Lucro da Telefônica sobe 9,2% no 4º tri, para R$ 622 milhões. Mínimo deve subir 7,5% acima da inflação Folha de S. Paulo Lucro da Telefônica sobe 9,2% no 4º tri, para R$ 622 milhões A Telefônica encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 622,7 milhões, alta de 9,2%, na relação ao mesmo período

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO (PPE)

PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO (PPE) PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO (PPE) Recentemente (Medida Provisória nº 680/2015), foram divulgadas regras para adesão das empresas ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE). Segundo consta, o objetivo

Leia mais

A importância da adoção do RPPS pelos Municípios. Subtítulo

A importância da adoção do RPPS pelos Municípios. Subtítulo A da adoção do RPPS pelos Municípios Subtítulo POR QUE INSTITUIR O RPPS? O art. 40 da Constituição Federal assegura aos servidores públicos titulares de cargo efetivo da União, dos Estados e dos Municípios

Leia mais

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ENGENHARIA CIVIL Prova Discursiva

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ENGENHARIA CIVIL Prova Discursiva Tribunal de Contas do Município de São Paulo 61 Concurso Público 2015 TARDE Nível Superior AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ENGENHARIA CIVIL Prova Discursiva Além deste caderno de prova, contendo

Leia mais

1 Informações diversas Projeto de Terceirização A Câmara dos Deputados concluiu dia 22/04 a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último

Leia mais

Carga tributária sobe mais forte em 2014

Carga tributária sobe mais forte em 2014 Carga tributária sobe mais forte em 2014 Com fim de desonerações para carros e linha branca, peso dos tributos ante o PIB deve crescer até 0,5 ponto percentual Após arrecadação recorde da Receita Federal

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 597, DE 2012

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 597, DE 2012 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 597, DE 2012 NOTA DESCRITIVA FEVEREIRO/2013 Nota Descritiva 2 2013 Câmara dos Deputados. Todos os direitos reservados. Este trabalho poderá ser reproduzido ou transmitido na íntegra,

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS. MPs 664 e 665

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS. MPs 664 e 665 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS MPs 664 e 665 Relatório de Avaliação das MPs 664 e 665 1. Contextualização Ao final de 2014, o governo encaminhou ao Congresso Nacional duas medidas provisórias que buscaram

Leia mais

O I M P O S T O S O B R E D O A Ç Ã O E H E R A N Ç A ( I T C M D ) P O D E A U M E N T A R?

O I M P O S T O S O B R E D O A Ç Ã O E H E R A N Ç A ( I T C M D ) P O D E A U M E N T A R? O I M P O S T O S O B R E D O A Ç Ã O E H E R A N Ç A ( I T C M D ) P O D E A U M E N T A R? 2 8 D E A G O S T O D E 2 0 1 5 A N O 2, E D I Ç Ã O E X T R A N E S T A E D I Ç Ã O : I M P O S T O S O- B

Leia mais

Análise Semanal. Edição nº 32 11/09/15 NESTA EDIÇÃO

Análise Semanal. Edição nº 32 11/09/15 NESTA EDIÇÃO NESTA EDIÇÃO CONJUNTURA ECONÔMICA Adeus, investment grade 2 Cortes, afinal? 3 Ata docopom 4 Indicadores 4 Visões da crise: Dilma 5 Visões da crise: Lula 5 Expectativas Focus 6 CENÁRIO POLÍTICO Impeachment,

Leia mais

de junho de 2011 www.cni.org.br

de junho de 2011 www.cni.org.br Ano 17 ISSN 2358-8357 Informativo da CNI Ano 18 Nº 82 7 de outubro de 2015 de fevereiro de 2015 de fevereiro de 2015 Nesta Edição: AFRMM Veto Presidencial e aprovação do PL 1.241/2015; Senado aprova aplicação

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 37, DE 2009

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 37, DE 2009 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 37, DE 2009 Altera a Lei nº 9.250, de 26 de dezembro de 1995, e a Lei nº 9.532, de 10 de dezembro de 1997, para permitir a dedução, do imposto de renda das pessoas

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 04, ANO IV ABRIL DE 2012 1 MEDIDA PROVISÓRIA N. 563/12 Governo editou a MP 563/12 contendo pacote de incentivos fiscais. Confira mais

Leia mais

1 Informações diversas Entrega do Imposto de Renda começa no dia 2 de março O período de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) neste ano será do dia 2 de março a 30 de abril,

Leia mais

Mudanças dos benefícios previdenciários: Medidas Provisórias 664 e 665, de 30 de dezembro de 2014. Evolução ou retrocesso?

Mudanças dos benefícios previdenciários: Medidas Provisórias 664 e 665, de 30 de dezembro de 2014. Evolução ou retrocesso? Mudanças dos benefícios previdenciários: Medidas Provisórias 664 e 665, de 30 de dezembro de 2014. Evolução ou retrocesso? No dia 30 de dezembro de 2014 a Presidente da República editou Medidas Provisórias(MP

Leia mais

RELATORA: Senadora KÁTIA ABREU

RELATORA: Senadora KÁTIA ABREU PARECER N o, DE 2009 Da COMISSÃO DE AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA, sobre o Projeto de Lei do Senado n o 246, de 2007, que regula o Programa de Seguro- Desemprego Rural, o Abono Salarial Rural, o Programa

Leia mais

Em DiA Associado atualizado com as notícias do setor

Em DiA Associado atualizado com as notícias do setor 22 de Junho de 2015 Em DiA Associado atualizado com as notícias do setor Nesta Edição 02 Destaque Câmara de Alimentos elege vice-presidente A FORÇA DA INDÚSTRIA DA CARNE MINEIRA Informe Tributário Legislação

Leia mais

Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula

Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso BOLETIM SEMANAL De 02 a 06 de fevereiro de 2015 Protesto nacional no STF critica reajuste só para cúpula Foto: Joana Darc Melo

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL

Clipping de Notícias Educacionais. Fontes: Folha de SP e UOL Clipping 13/06/2012 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra as vantagens em associar-se ao Sindicato das Entidades

Leia mais

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS 4. DESCONTOS Desconto é uma forma de retenção de parte do salário ou de todo o salário. Os salários, como regra, são intangíveis, ou seja, não podem sofrer descontos. Tal princípio, previsto na Constituição

Leia mais

Belo Horizonte 23 de fevereiro de 2015 FONTE: O TEMPO

Belo Horizonte 23 de fevereiro de 2015 FONTE: O TEMPO Belo Horizonte 23 de fevereiro de 2015 FONTE: O TEMPO Protesto fechada há de mais caminhoneiros de 24 horas deixa BR-381 Interdições acontecem em Igarapé, Oliveira e Perdões; manifestantes autorizam apenas

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Impacto financeiro da extensão das regras de reajuste do salário mínimo para todos os benefícios da Previdência Social Núcleo Trabalho, Previdência e Assistência Social Leonardo Rolim junho/2015 Endereço

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Nota Técnica n.º 8, de 2015. Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Subsídios acerca da adequação orçamentária e financeira da Medida Provisória nº 670, de 10 de março de 2015. Núcleo da Receita

Leia mais

CARTILHA PARA EMPREGADORES E TRABALHADORES DIREITOS E DEVERES COM A PEC DAS DOMÉSTICAS

CARTILHA PARA EMPREGADORES E TRABALHADORES DIREITOS E DEVERES COM A PEC DAS DOMÉSTICAS DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO DO EMPREGADOR DOMÉSTICO = MENOS DEMISSÕES E MAIS FORMALIDADE Dê seu voto em www.domesticalegal.org.br CARTILHA PARA EMPREGADORES E TRABALHADORES DIREITOS E DEVERES COM

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO ABRIL DE 2015

TERCEIRIZAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO ABRIL DE 2015 TERCEIRIZAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO ABRIL DE 2015 O QUE É TERCEIRIZAÇÃO? É uma estratégia de gestão caracterizada pelo repasse de um serviço ou produção de um bem para outras empresas ou entidades/instituições

Leia mais

PARECER Nº, DE 2011. RELATORA: Senadora ANA AMÉLIA

PARECER Nº, DE 2011. RELATORA: Senadora ANA AMÉLIA PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 242, de 2007 Complementar, do Senador Osmar Dias, que modifica a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro

Leia mais

Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato

Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato 1 Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato Estudos Técnicos CNM Introdução Em decorrência da surpresa dos dirigentes municipais com a atual dificuldade financeira vivida pelos

Leia mais

Cubatão perdeu mais de 2.000 vagas no setor industrial

Cubatão perdeu mais de 2.000 vagas no setor industrial 1 de 5 12/08/2014 09:42 Cubatão perdeu mais de 2.000 vagas no setor industrial MARIANA CARNEIRO ENVIADA A CUBATÃO (SP) 10/08/2014 02h00 Em Cubatão, cidade do interior de São Paulo, a fraqueza da produção

Leia mais