03, 04 e 05 de Dezembro de 2014 Hotel Paulista Plaza - São Paulo. Fórum MOVECIDADES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "03, 04 e 05 de Dezembro de 2014 Hotel Paulista Plaza - São Paulo. Fórum MOVECIDADES"

Transcrição

1 03, 04 e 05 de Dezembro de 2014 Hotel Paulista Plaza - São Paulo Fórum MOVECIDADES O Único Encontro Nacional de Mobilidade Urbana que Apresenta Novos Negócios, Soluções Inteligentes, Planejamento e Integração da Mobilidade para Encurtar Distancias nas Cidades Patrocínio Silver Patrocínio Bronze Patrocínio Institucional

2 Lista de Participantes Confirmados MINISTÉRIO DAS CIDADES - Raphael Resende Neto, Secretário Nacional de Transportes e Mobilidade Urbana ABB Sergio Costa, Front-end Sales ABCR Representante a definir ABDIB - Ricardo Castanheira, Membro do Conselho Consultivo ABIFER - Vicente Abate, Presidente AEAMESP - Emiliano Affonso, Presidente AGÊNCIA METROPOLITANA DE TRANSPORTES URBANOS AMTU RJ - Waldir Peres, Superintendente de Gestão ANPTRILHOS - Rodrigo Vilaça, Diretor Executivo ANTP - Ailton Brasiliense Pires, Presidente BHTRANS Ramon Victor Cesar, Presidente BNDES - Marcio Zeraik, Gerente do Departamento de Mobilidade e Desenvolvimento Urbano CBTU Fernando Barini, Diretor Presidente CONSÓRCIO MOVE SÃO PAULO - Marcos Bicalho, Responsável pela Gestão Contratual CONSÓRCIO OPERACIONAL BRT - Alexandre Castro, Gerente Geral CR ALMEIDA - João Alberto Bernacchio, Diretor Financeiro DATAPROM - Antenor Simões Junior, Gerente comercial DIGICON - Hélgio Trindade Filho, Diretor Divisão Mobilidade Urbana DNIT Adailton Cardoso Dias, Diretor de Planejamento e Pesquisa EGIS VEGA ENGENHARIA E CONSULTORIA Alexandre Rodrigues Seixas, Coordenador de Projetos EMTU/SP - Joaquim Lopes da Silva Junior, Diretor Presidente EPTC EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO - Luís Cláudio Ribeiro, Gerente do Escritório e Coordenador Técnico do Projeto BRT e MetrôPoa GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO - Saulo Pereira Vieira, Coordenador de Planejamento e Gestão da Secretaria de Transportes Metropolitanos GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - Tatiana Vaz Carius, Secretária de Transportes METRO DE SÃO PAULO - George Millard, Gerente de Negócios METRO DE SÃO PAULO - Paulo Sérgio Amalfi Meca, Gerente do Empreendimento da Linha 15 Prata Monotrilho METROBAHIA GRUPO CCR - Harald Peter Zwetkoff, Presidente METRÔRIO Flavio Almada, CEO NTU - Marcos Bicalho dos Santos, Diretor Administrativo e Institucional ODEBRECHT TRANSPORT Hugo Gonçalves Vieira Assunção, Diretor Financeiro de Mobilidade Urbana PREFEITURA DE CUIABÁ - Antenor Figueiredo, Secretário Municipal de Trânsito e Transporte Urbano PREFEITURA DE PORTO ALEGRE - Vanderlei Cappellari, Secretário Municipal de Mobilidade Urbana SP URBANISMO PMSP - Gustavo Partezani, Diretor de Desenvolvimento SPTRANS - Ciro Biderman, Chefe de Gabinete SUPERVIA - João Gouveia Ferrão, Diretor de Operações VOLVO BUS AMERICA LATINA Ayrton Amaral, Diretor de Mobilidade Urbana 2

3 Agenda 03 de Dezembro de 2014 Quarta-Feira 8h30 Recepção e Credenciamento dos Participantes 8h50 Abertura do Fórum pelo Presidente de Mesa 9h00 PLANO FEDERAL DE MOBILIDADE URBANA Panorama e Critérios de Distribuição dos Investimentos da União para Desenvolver a Mobilidade nas Cidades Brasileiras - Análise da participação do Governo Federal nos projetos de capital intensivo voltados à Mobilidade Urbana - Visão geral dos investimentos realizados e previstos no PAC da Mobilidade - Critérios de distribuição dos subsídios destinados aos Municípios: requisitos a serem atendidos para acesso ao capital, índice de nacionalização e tipos de controles e demonstrações exigidos pela União Raphael Resende Neto Secretário Nacional de Transportes e Mobilidade Urbana MINISTÉRIO DAS CIDADES 9h40 CALL FOR INVESTORS Quais são os Projetos de Expansão da Mobilidade nas Grandes e Médias Cidades? Quais São as Oportunidades para a Iniciativa Privada? Quais Negócios Estão por Vir? Conheça as obras de mobilidade urbana planejadas pelos Municípios brasileiros e identifique as melhores oportunidades de investimentos. > Mesa composta por representantes municipais e estaduais de transportes, autoridades convidadas: Tatiana Vaz Carius, Secretária de Transportes GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Saulo Pereira Vieira, Coordenador de Planejamento e Gestão da Secretaria de Transportes Metropolitanos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Antenor Figueiredo, Secretário Municipal de Transito e Transporte Urbano PREFEITURA DE CUIABÁ Vanderlei Cappellari, Secretário Municipal de Mobilidade Urbana PREFEITURA DE PORTO ALEGRE Ramon Victor Cesar, Presidente BHTRANS - EMPRESA DE TRANSPORTES E TRÂNSITO DE BELO HORIZONTE 11h00 Coffee Break & Networking 3

4 11h20 REGULAÇÃO Examine o Papel das Esferas Federal, Estadual e Municipal no Desenvolvimento da Mobilidade Urbana, Analise as Fronteiras entre Público e Privado e Discuta as Melhores Condições Regulatórias para Viabilizar os Projetos - Debata as condições necessárias para atração de capital privado nos projetos de mobilidade urbana: modelo de regulação, entidade públicas envolvidas e respectivas atribuições e responsabilidades - Avalie diferentes modelos de garantias e alternativas encontradas para neutralizar os pontos mais críticos dos projetos de mobilidade: desapropriações, licenciamento e aprovação de projetos, não-intervenção na forma de compensação, reequilíbrio econômico-financeiro do contrato, contraprestações e aportes João Alberto Bernacchio Diretor Financeiro CR ALMEIDA Caso Prático Linha 18 do Metro SP Marcos Bicalho Diretor de Investimentos CONSÓRCIO MOVE SÃO PAULO Caso Prático Linha 6 Laranja do Metro SP 12h10 FINANCIABILIDADE Estruturação de Projetos de PPP como Mecanismo para Alavancar Novos Investimentos em Mobilidade Urbana - Desenvolva estratégias de captação de funding para o setor - Examine os principais pontos de atenção no desenvolvimento de projetos de mobilidade e os caminhos para aprimorar a alavancagem financeira das obras - Análise das linhas de créditos específicas para projetos de mobilidade urbana, modelo de análise de riscos, definição das garantias necessárias para cada projeto e exigências das instituições financeiras para realização dos aportes - Meios para adoção do Fundo Garantidor de PPPs como forma de cobertura dos projetos Hugo Gonçalves Vieira Assunção Diretor Financeiro de Mobilidade Urbana ODEBRECHT TRANSPORT Marcio Zeraik Gerente do Departamento de Mobilidade e Desenvolvimento Urbano BNDES 13h00 Almoço MOBILIDADE DO PRESENTE E DO FUTURO 1ª RODADA Seleção de Estudos de Casos de Diferentes Modais em Operação, em Construção e em Projeto: Um Panorama do Desenvolvimento da Mobilidade Urbana nas Cidades Brasileiras 4

5 14h10 ESTUDO DE CASO CBTU Fernando Barini Diretor Presidente CBTU 14h30 VLT SANTOS Explore os Aspectos Técnicos e Operacionais do Modal que Nasce como Sistema Estruturador do Transporte Público na Baixada Santista Joaquim Lopes da Silva Junior Diretor Presidente EMTU/SP 15h00 METRÔPOA Examine as Características Tecnológicas, o Traçado, o Perfil de Demanda, a Integração com os demais Modais de Transporte Urbano e o Modelo de Negócio Encontrado para Viabilizar o Metro de Porto Alegre Luís Cláudio Ribeiro Gerente do Escritório e Coordenador Técnico do Projeto BRT e MetrôPoa EPTC EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO 15h30 RECEITAS NÃO TARIFÁRIAS METRO SP Analise os Particulares Comerciais, Operacionais e Administrativos da Exploração Comercial no Metro SP como meio para Aumentar a Capacidade de Investimentos do Operador George Millard Gerente de Negócios METRO DE SÃO PAULO 16h00 MOBILIDADE INTELIGENTE Ayrton Amaral Diretor de Mobilidade Urbana VOLVO BUS AMERICA LATINA 16h30 CURITIBA - Tecnologia a Serviço da Mobilidade Urbana Antenor Simões Junior Gerente comercial DATAPROM 17h00 BRTRIO Estude os Detalhes Operacionais, os Desafios da Implantação e os Resultados Gerados por este Modal para a Mobilidade Urbana do Rio de Janeiro Alexandre Castro Gerente Geral CONSÓRCIO OPERACIONAL BRT 17h30 Café de Integração 5

6 18h00 Encerramento do Primeiro dia de Fórum Agenda 04 de Dezembro de 2014 Quinta-Feira 8h30 Recepção e Credenciamento dos Participantes 8h50 Abertura do Fórum pelo Presidente de Mesa 9h00 MESA COLABORATIVA Propostas para Construir a Mobilidade do Futuro Pensadores e membros das principais entidades da cadeia de transporte urbano, em seus vários modais e frentes de atuação, discutirão alternativas para desenvolver a mobilidade urbana nas cidades brasileiras. Os pontos de maior relevância darão origem a um conjunto de propostas viáveis para a expansão e aperfeiçoamento do transporte coletivo. > Palestrantes Confirmados: Ricardo Castanheira Membro do Conselho Consultivo ABDIB Vicente Abate Presidente ABIFER Representante a Definir ABCR Emiliano Affonso Presidente AEAMESP Ailton Brasiliense Pires Presidente ANTP Rodrigo Vilaça Diretor Executivo ANPTRILHOS Marcos Bicalho dos Santos Diretor Administrativo e Institucional NTU 10h00 Coffee Break & Networking 10h30 PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE URBANA Projeção de Demanda, Descentralização das Cidades, Racionalização das Linhas, Sincronia entre Mobilidade e Planos Diretores: Discuta os Vários Elementos que Incidem na Construção da Mobilidade do Futuro - Para onde vão as cidades? Estude a relação entre expansão do transporte urbano e o crescimento das cidades e discuta os melhores modelos de planejamento da mobilidade 6

7 - Examine os quesitos fundamentais de análise para a escolha dos modais que devem compor a oferta de mobilidade das cidades - Como estabelecer o justo equilíbrio entre transportes troncais e ramificados de forma a oferecer uma rede de transporte urbano mais eficiente - Debata modelos de planejamento que transcendam as alternâncias políticas e se desenvolvam também no médio e longo prazo Alexandre Rodrigues Seixas Coordenador de Projetos EGIS VEGA ENGENHARIA E CONSULTORIA 11h10 INTEGRAÇÃO DE MODAIS Discuta o Papel de Cada Modal no Contexto Urbano de Transporte e os Caminhos para Construir uma Malha Mais Integrada e Eficaz - Engenharia de integração, expansão de malha, descentralização do transporte: debata os principais conceitos de interconexão dos modais e métodos para alcançar maior fluidez e encurtar distâncias nas cidades - Examine as características técnicas de cada tipo de modal e sua função na rede de transportes urbanos - Escolha do traçado: estude os critérios de definição das linhas e paradas, demanda e capacidade, conexões e seus impactos ao contorno urbanístico - Gestão da integração: meios para equilibrar interesses municipais, estaduais e privados na definição da malha de transportes urbanos Gustavo Partezani Diretor de Desenvolvimento SP URBANISMO - PMSP 11h50 EQUAÇÃO TARIFÁRIA Como a Política Tarifária e a Gestão da Arrecadação Podem Garantir uma Maior Modicidade e Fomentar a Melhoria dos Serviços de Transporte Público - Debata os métodos de compensação e avalie as melhores alternativas para uma remuneração equilibrada dos operadores de transporte público - Examine modelos estatísticos e demais estudos realizadas a partir da matriz origemdestino e como estas informações podem garantir uma maior acurácia na gestão da arrecadação - Como os custos operacionais resultantes do aumento da oferta e demanda de transporte impactam a tarifa Waldir Peres Superintendente de Gestão AGÊNCIA METROPOLITANA DE TRANSPORTES URBANOS AMTU RJ 12h30 BILHETAGEM Tecnologia Embarcada e a Gestão Eficiente do Transporte Público Atualmente quase todas as cidades possuem sistemas de bilhetagem automáticos além de GPS na maioria de seus ônibus. Essas duas ferramentas tiveram um impacto considerável na gestão dos sistemas de transporte quando foram implementadas. Porém, hoje em dia, somadas aos contadores de passageiros bem como cameras de CFTV internas e externa e com os avanços em big data e tecnologias móveis podem representar uma nova geração de avanços na gestão do transporte público. Nessa palestra, apresentaremos a introdução pioneira do bilhete único em São Paulo discutindo as vantagens e riscos da integração tarifária. Em seguida serão 7

8 apresentadas as perspectivas de uso dessas tecnologias levando em conta o gerenciamento da demanda. Ciro Biderman Chefe de Gabinete SPTRANS Análise Prática Bilhete Único SP Hélgio Trindade Filho Diretor Divisão Mobilidade Urbana DIGICON 13h30 Almoço e Networking MOBILIDADE DO PRESENTE E DO FUTURO 2ª RODADA Seleção de Estudos de Casos de Diferentes Modais em Operação, em Construção e em Projeto: Um Panorama do Desenvolvimento da Mobilidade Urbana nas Cidades Brasileiras 14h30 METROBAHIA - Analise os Desafios Técnicos e Soluções de Engenharia Adotadas para Atender a Demanda de Mobilidade Urbana de Salvador Harald Peter Zwetkoff Presidente METROBAHIA GRUPO CCR 15h00 SUPERVIA Modernização e Expansão da Malha de Trens Urbanos para Atender a Demanda Crescente por Transporte Público na Região Metropolitana Carioca João Gouveia Ferrão Diretor de Operações SUPERVIA 15h30 METRÔRIO - Excelência em Sinalização, Comunicação, Bilhetagem e Operação para Otimizar a Mobilidade Urbana no Rio de Janeiro Flavio Almada CEO METRÔRIO 16h30 RODOVIA DO PARQUE Examine as Características Técnicas e os Impactos e da BR-448 para a Mobilidade da Região Metropolitana de Porto Alegre Adailton Cardoso Dias Diretor de Planejamento e Pesquisa DNIT 17h10 Café de Integração e Encerramento do Fórum 8

9 PROGRAMAÇÃO PÓS-FÓRUM 05 de Dezembro de 2014 Quinta-Feira VISITA TÉCNICA MONOTRILHO LINHA 15-PRATA DO METROSP Examine in loco os Particulares Técnicos e Operacionais do Monotrilho de Maior Capacidade do Mundo Faça uma análise presencial dos detalhes do projeto, metodologia construtiva, adaptação tecnológica, modelo de operação e engenharia adotada na construção da linha 15-Prata do Metro SP que ligará o bairro Ipiranga à Cidade Tiradentes e atenderá até 48 mil passageiros hora/sentido. Alguns números da linha 15-Prata: - 26,6 km de extensão - 18 estações - 2 pátios - 80 km/h de velocidade máxima - 54 trens elétricos com capacidade para 1000 passageiros vigas de concreto Líder da Visita: Eng Paulo Sérgio Amalfi Meca, Gerente do Empreendimento da Linha 15 Prata Roteiro: 8h30 Encontro dos Participantes no Hotel Pergamon 9h00 Saída do Ônibus 10h00 - Início da visita guiada pela Estação Vila Prudente e integração com Estação Vila Prudente do Metrô 10h30 - Viagem com o trem do monotrilho até a Estação Oratório 10h35 - Visita à Estação Oratório 10h50 - Visita ao Pátio Oratório, em especial o Bloco A de manutenção dos trens 12h00 - Fim da visita guiada e retorno ao Hotel 9

AS/DEURB. 2 Seminário de Trólebus. Instituto de Engenharia SP. 14 de maio de 2013

AS/DEURB. 2 Seminário de Trólebus. Instituto de Engenharia SP. 14 de maio de 2013 AS/DEURB 2 Seminário de Trólebus Instituto de Engenharia SP 14 de maio de 2013 Carlos Malburg Gerente Setorial de Mobilidade Urbana cmalburg@bndes.gov.br Transporte (recentes) Principais Contratações Metro

Leia mais

O EVENTO. 11 a 13 de Novembro de 2014 Expo Center Norte 1º andar São Paulo - SP - Brasil

O EVENTO. 11 a 13 de Novembro de 2014 Expo Center Norte 1º andar São Paulo - SP - Brasil O EVENTO Com o crescimento da demanda de infraestrutura metroferroviária, soluções tecnológicas e operacionais são fundamentais na busca por alternativas que gerem maior eficiência e redução do custo das

Leia mais

Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências. Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão

Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências. Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão São Paulo, 15 de agosto de 2014 Agenda 1. Introdução - Belo

Leia mais

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA MOBILIDADE URBANA EM REGIÕES METROPOLITANAS Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA Marco Aurélio Spall Maia Diretor Presidente TRENSURB-Porto Alegre Região Metropolitana

Leia mais

GESTÃO METROPOLITANA DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

GESTÃO METROPOLITANA DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE GESTÃO METROPOLITANA DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE CONSÓRCIO DE TRANSPORTES DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE PARA QUE O CONSÓRCIO? Aperfeiçoar a gestão

Leia mais

24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro

24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro APRESENTAÇÃO 24 e 25 de maio Centro de Convenções Bolsa de Valores do Rio de Janeiro Praça XV de novembro, 20 Centro Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016 impõem a implantação de Sistemas Inteligentes

Leia mais

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Waldir Peres Superintendente Agência Metropolitana de Transportes Urbanos São Paulo Setembro de 2011 Plano Geral Rio

Leia mais

Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano

Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano Otávio Vieira da Cunha Filho Presidente da Diretoria Executiva NTU Rio de Janeiro, 17/08/2012 1 Estrutura 1. Contexto; 2. O que

Leia mais

X Seminário Nacional Metroferroviário: PPP no financiamento da Mobilidade Urbana. Março/2014

X Seminário Nacional Metroferroviário: PPP no financiamento da Mobilidade Urbana. Março/2014 X Seminário Nacional Metroferroviário: PPP no financiamento da Mobilidade Urbana Março/2014 Características dos investimentos no setor Montante elevado de recursos Longo prazo de implantação Modicidade

Leia mais

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2011/2012

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2011/2012 BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2011/2012 Pela 1ª vez o setor se reúne para divulgar seus números, que refletem a importância dos trilhos para a mobilidade dos brasileiros Aumento de 20% no número de

Leia mais

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras nº 342 outubro 2014 Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras Odebrecht 70 anos: projetos que contribuem para melhorar as opções de mobilidade urbana das comunidades Odebrecht Infraestrutura Brasil

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras BRTs Criado no Brasil e exportado para diversas cidades, tais como Bogotá, Pequim e Johanesburgo,

Leia mais

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ 1 1 Introdução Sustentabilidade Mudança nos atuais modelos de produção e consumo Alternativas

Leia mais

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. São Paulo State Government São Paulo State Government PARCERIA PARA O DESENVOLVIMENTO. Nossa proposta é ampliar

Leia mais

TransÔnibus realiza 1º Encontro de Secretários de Transportes

TransÔnibus realiza 1º Encontro de Secretários de Transportes RJ 16/10/2014 Nº 1074 TransÔnibus realiza 1º Encontro de Secretários de Transportes No dia 18 de setembro, o TransÔnibus sediou o 1 Encontro de Secretários de Transportes dos municípios de Belford Roxo,

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial de Transporte e de Mobilidade Urbana para Mitigação da Mudança do Clima PSTM - Parte 2: Mobilidade Urbana /

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial de Transporte e de Mobilidade Urbana para Mitigação da Mudança do Clima PSTM - Parte 2: Mobilidade Urbana /

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA

CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA CARTA DO PARANÁ DE GOVERNANÇA METROPOLITANA Em 22 e 23 de outubro de 2015, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano SEDU, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba COMEC,

Leia mais

Em R$ milhões. empresas empresas. fiscal. fiscal 5.723 5.440 4.824 3.469 1.398 15.769 16.474 15.797 1.281 1.634 11.535 8.067 6.491 5.266 22.197 21.

Em R$ milhões. empresas empresas. fiscal. fiscal 5.723 5.440 4.824 3.469 1.398 15.769 16.474 15.797 1.281 1.634 11.535 8.067 6.491 5.266 22.197 21. Evolução dos Investimentos Em R$ milhões 20.593 22.197 21.237 15.004 4.824 5.723 5.440 7.772 6.900 1.281 1.634 6.491 5.266 9.465 1.398 8.067 3.469 11.535 15.769 16.474 15.797 empresas empresas fiscal fiscal

Leia mais

12 e 13 de Maio de 2015 - Pullman Hotel - São Paulo

12 e 13 de Maio de 2015 - Pullman Hotel - São Paulo 12 e 13 de Maio de 2015 - Pullman Hotel - São Paulo Discuta os Desafios e Encontre Soluções para a Concretização dos Projetos de Infraestrutura no Brasil e as Oportunidades de Investimentos e Conheça os

Leia mais

18 cidades Latino-Americanas 20 milhões de passageiros diários. 700 km de linhas exclusivas. 30.000 unidades de transporte SECRETARIA EXECUTIVA

18 cidades Latino-Americanas 20 milhões de passageiros diários. 700 km de linhas exclusivas. 30.000 unidades de transporte SECRETARIA EXECUTIVA 18 cidades Latino-Americanas 20 milhões de passageiros diários 700 km de linhas exclusivas 30.000 unidades de transporte SECRETARIA EXECUTIVA SIBRT ASSOCIADOS PLENOS A Associação Latino-Americana de Sistemas

Leia mais

Infraestrutura, Segurança e PPPs

Infraestrutura, Segurança e PPPs www.pwc.com Infraestrutura, Segurança e PPPs Dezembro, 2011 Agenda - Características de uma PPP - Alguns Projetos de PPP no Brasil - Exemplos de PPP em Infraestrutura e Segurança 2 Características de uma

Leia mais

Panorama do transporte de passageiros sobre trilhos no B ra s i l e p e r s p e c t i v a s

Panorama do transporte de passageiros sobre trilhos no B ra s i l e p e r s p e c t i v a s Panorama do transporte de passageiros sobre trilhos no B ra s i l e p e r s p e c t i v a s ROBERTA MARCHESI SUPERINTENDENTE DA ANPTRILHOS PAINEL 6 - Mobilidade urbana: a crescente participação do setor

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados

Audiência Pública Câmara dos Deputados Audiência Pública Câmara dos Deputados QUALIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO Marcos Bicalho dos Santos Brasília-DF, 25 de setembro de 2013 Estrutura da apresentação 1. Contexto; 2.SistemasBRTeBRS Prioridadeparaotransportepúblicoporônibus;

Leia mais

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 A gestão pública brasileira é marcada pela atuação setorial, com graves dificuldades

Leia mais

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12 MOBILIDADE (e ACESSIBILIDADE) URBANA NO CONTEXTO DO PLANO ESTRATÉGICO SP2040 Superintendência de Planejamento de Transporte Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa planejamento@sptrans.com.br

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO DE PASSAGEIROS 2012/2013 Apoio: QUEM SOMOS ANPTrilhos é uma Associação Civil, sem fins

Leia mais

Formas de Atuação. Operações Diretas. Operações Indiretas. Contratadas diretamente com o BNDES. Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES

Formas de Atuação. Operações Diretas. Operações Indiretas. Contratadas diretamente com o BNDES. Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Julho de 2013 Formas de Atuação Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES EMPRESÁRIO Informação e Relacionamento Instituição

Leia mais

Nos trilhos do progresso

Nos trilhos do progresso Nos trilhos do progresso brasil: polo internacional de investimentos e negócios. Um gigante. O quinto maior país do mundo em extensão e população e o maior da América Latina, onde se destaca como a economia

Leia mais

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Metrô em elevado com extensão de 9,3 Km com rede elétrica aérea, sinalização, bilhetagem eletrônica, escadas rolantes Quatro Estações de Passageiros

Leia mais

PLANO SETORIAL DE TRANSPORTE E DE MOBILIDADE URBANA PARA MITIGAÇÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS - TRANSPORTE DE CARGAS

PLANO SETORIAL DE TRANSPORTE E DE MOBILIDADE URBANA PARA MITIGAÇÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS - TRANSPORTE DE CARGAS PLANO SETORIAL DE TRANSPORTE E DE MOBILIDADE URBANA PARA MITIGAÇÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS - TRANSPORTE DE CARGAS Rio de Janeiro 11 de Dezembro de 2012 PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO PSTM - Lei 12.187/2009,

Leia mais

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas?

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Uma contribuição - INCT Observatório das Metrópoles - Projeto: Metropolização e Mega-eventos: os impactos da Copa do Mundo/2014

Leia mais

Programa de Descentralização da Gestão dos Trens Urbanos

Programa de Descentralização da Gestão dos Trens Urbanos Programa de Descentralização da Gestão dos Trens Urbanos O que é Objetivos Modelo Estratégia do Modelo Adotado Implementação Crítica Proposta de um novo modelo Execução orçamentária dos trens metropolitanos

Leia mais

Júlio Eduardo dos Santos

Júlio Eduardo dos Santos Júlio Eduardo dos Santos Secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Linha do Tempo 1965 a 2003 Extinção da GEIPOT Lei 10.233 / 2001 Criação da EBTU lei nº 6.261 em 1975 Extinção da EBTU Dec.

Leia mais

Lista completa de todos os trabalhos desenvolvidos pela TECBUS desde 1998.

Lista completa de todos os trabalhos desenvolvidos pela TECBUS desde 1998. Lista completa de todos os trabalhos desenvolvidos pela TECBUS desde 1998. Estudo para elaboração da Planilha de Custo do Sistema de Transporte Urbano de passageiros de Maceió. Contratante: TRANSPAL 2008;

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

SEMINARIO 10 ANOS DA LEI DE PPP

SEMINARIO 10 ANOS DA LEI DE PPP SEMINARIO 10 ANOS DA LEI DE PPP Manifestações de Interesse da Iniciativa Privada (MIP) A experiência de São Paulo Companhia Paulista de Parcerias CPP Secretaria da Fazenda Salvador - Setembro/2014 Visão

Leia mais

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Mobilidade Urbana Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Apresentação A política de desenvolvimento urbano é estratégica para a promoção de igualdade de oportunidades, para a desconcentração

Leia mais

Parcerias Público-Privadas

Parcerias Público-Privadas Parcerias Público-Privadas PPP no Governo Federal Projetos Treinamento e Produtos PAC Mobilidade Grandes Cidades João Paulo de Resende Diretor Unidade PPP/Concessões Ministério do Planejamento Abril/2013

Leia mais

A Egis no Brasil. Perfil

A Egis no Brasil. Perfil A Egis no Brasil Perfil A EGIS NO BRASIL O Grupo Egis, no Brasil, participa ativamente do mercado de engenharia de projetos e consultoria na área de infraestrutura de transportes. Essa participação se

Leia mais

Resíduos Sólidos Urbanos e Saneamento Ambiental

Resíduos Sólidos Urbanos e Saneamento Ambiental Resíduos Sólidos Urbanos e Saneamento Ambiental 21 e 22 de maio, Hotel Mercure Paulista, São Paulo - SP Apresentação: Na sua caminhada para o desenvolvimento, o Brasil tem ainda um déficit muito grande

Leia mais

TAV BRASIL (RIO DE JANEIRO SÃO PAULO CAMPINAS)

TAV BRASIL (RIO DE JANEIRO SÃO PAULO CAMPINAS) TAV BRASIL (RIO DE JANEIRO SÃO PAULO CAMPINAS) 11 Ligação Rio São Paulo - Antecedentes No final da década de 90 o Governo Brasileiro com a cooperação do Governo Alemão realizou estudo de alternativas para

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2008/2011. Fórum das Agências Reguladoras Intercâmbio Interno de Experiências em Planejamento e Gestão Abril/2009.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2008/2011. Fórum das Agências Reguladoras Intercâmbio Interno de Experiências em Planejamento e Gestão Abril/2009. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2008/2011 Fórum das Agências Reguladoras Intercâmbio Interno de Experiências em Planejamento e Gestão Abril/2009. Premissas para a Construção do Planejamento Estratégico Início

Leia mais

POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RILEY RODRIGUES Conselho Empresarial de Infraestrutura Sistema FIRJAN Principais desafios Os programas precisam ser estruturados, dentro de seus setores, como

Leia mais

MOBILIDADE URBANA: OS MODAIS DE TRANSPORTE

MOBILIDADE URBANA: OS MODAIS DE TRANSPORTE Engº Emiliano Affonso Neto 20 de Setembro de 2013 Realização: ASPECTOS A SEREM ABORDADOS 1. A Escolha do Modo de Transporte 2. Modos de Transporte 3. Recomendações ASPECTOS A SEREM ABORDADOS 1. A Escolha

Leia mais

Política Nacional de Mobilidade Urbana

Política Nacional de Mobilidade Urbana Ministério das Cidades SeMOB - Secretaria Nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana Política Nacional de Mobilidade Urbana SIMT - Seminário Internacional Mobilidade e Transportes Agosto 2013 Estrutura

Leia mais

Dados de Porto Alegre. População: 1.409.351 habitantes. Área: 496,682 km2

Dados de Porto Alegre. População: 1.409.351 habitantes. Área: 496,682 km2 AUDIÊNCIA PÚBLICA Dados de Porto Alegre População: 1.409.351 habitantes Área: 496,682 km2 Figura 1. Localização do Município de Porto Alegre e dos demais municípios integrantes da RMPA. Legislação Aplicável:

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

Estudo, Análise e Proposta de Soluções Para Melhoria da Mobilidade Urbana na Região Metropolitana de Florianópolis

Estudo, Análise e Proposta de Soluções Para Melhoria da Mobilidade Urbana na Região Metropolitana de Florianópolis Documento confidencial para uso e informação do cliente Estudo, Análise e Proposta de Soluções Para Melhoria da Mobilidade Urbana na Região Metropolitana de Florianópolis Apresentação Florianópolis Dezembro

Leia mais

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2012/2013

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2012/2013 BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2012/2013 O setor se reúne para divulgar seus números, que refletem a importância dos trilhos para a mobilidade dos brasileiros Aumento de 8% no número de passageiros

Leia mais

SIM da RMBS. AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PPP DO SIM DA RMBS 23/Outubro/2013

SIM da RMBS. AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PPP DO SIM DA RMBS 23/Outubro/2013 SIM da RMBS Sistema Integrado Metropolitano Voltado à prestação do serviço de transporte público coletivo na Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS AUDIÊNCIA PÚBLICA DA PPP DO SIM DA RMBS 23/Outubro/2013

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos PANORAMA DO SISTEMA METROFERROVIÁRIO NACIONAL E OS PRINCIPAIS INVESTIMENTOS PREVISTOS Brasília, 30/07/13 Fernando Sollero

Leia mais

LINHA 13 DA CPTM UM EXEMPLO DE GERENCIAMENTO INTELIGENTE

LINHA 13 DA CPTM UM EXEMPLO DE GERENCIAMENTO INTELIGENTE LINHA 13 DA CPTM UM EXEMPLO DE GERENCIAMENTO INTELIGENTE copyright Seminário de Mobilidade Inteligente - Business França Setembro 2015 1 INDICE 1 BREVE APRESENTAÇÃO DO GRUPO 2 PROJETO LINHA 13 - CPTM 3

Leia mais

Evolução do congestionamento

Evolução do congestionamento Evolução do congestionamento Crescimento populacional estável Taxa de motorização crescente 2025 2005 Surgimento de novos pólos de atração de viagens Deslocamentos na cidade Rede de transporte para 2016

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES PORTO AEROPORTO ARENA MONOTRILHO MATRIZ ENERGÉTICA COMUNICAÇÃO MANAUS CIDADE-SEDE ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Manaus x Belém

Leia mais

Avalie os Impactos da Regulamentação da Lei dos Microsseguros e Encontre Estratégias para Viabilizar o Seguro para Baixa Renda

Avalie os Impactos da Regulamentação da Lei dos Microsseguros e Encontre Estratégias para Viabilizar o Seguro para Baixa Renda Critérios para a Operação e Comercialização de MICROSSEGUROS Avalie os Impactos da Regulamentação da Lei dos Microsseguros e Encontre Estratégias para Viabilizar o Seguro para Baixa Renda 05 e 06 de Outubro

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil Uma Contribuição para as Discuções sobre o Tema. O crescimento da urbanização da população brasileira, os incentivos generosos do governo federal

Leia mais

Boas práticas para Mobilidade Urbana

Boas práticas para Mobilidade Urbana Boas práticas para Mobilidade Urbana PAC para Mobilidade - EMBARQ Otávio Vieira Cunha, Presidente da Diretoria Executiva Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos NTU Brasília, 28 de Novembro

Leia mais

CONSELHO GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PPP SECRETARIA EXECUTIVA

CONSELHO GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PPP SECRETARIA EXECUTIVA 1 CONSELHO GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PPP SECRETARIA EXECUTIVA Secretaria de Fazenda Prefeitura de Sorocaba A Cidade 2 No próximo ano de 2014 Sorocaba completará 360 anos de sua fundação; A história

Leia mais

Somos engenheiros especializados em Mobilidade Urbana e Transportes

Somos engenheiros especializados em Mobilidade Urbana e Transportes Somos engenheiros especializados em Mobilidade Urbana e Transportes Realizamos projetos de mobilidade para o desenvolvimento de sistemas de transporte inteligentes em pequenas, médias e grandes cidades.

Leia mais

1. DADOS PESSOAIS. Nome: Luiz Gustavo Machado

1. DADOS PESSOAIS. Nome: Luiz Gustavo Machado 1. DADOS PESSOAIS Nome: Luiz Gustavo Machado Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 Perdizes. São Paulo - SP CEP 01251-001 Telefone/fax: 11-3871-1918 Data de Nascimento: 07 de abril de 1.955 Celular: 11-9141-2712

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de BH

Plano de Mobilidade Urbana de BH 4 a 7 de junho de 2013 Hotel Ouro Minas Plano de Mobilidade Urbana de BH Ramon Victor Cesar Presidente de BHTRANS Contexto do PlanMob-BH: Cenários, diagnóstico e prognósticos Desafio 1: como articular

Leia mais

Perspectivas do Trem de Alta Velocidade

Perspectivas do Trem de Alta Velocidade Perspectivas do Trem de Alta Velocidade Bernardo Figueiredo Julho/2013 TRENS DE ALTA VELOCIDADE Segurança: Trem de Alta Velocidade é mais seguro. AVIÃO Número de mortes por bilhão de passageiro/km RODOVIA

Leia mais

22 e 23 de março de 2006 - Melia Confort Paulista, São Paulo. Com a participação de:

22 e 23 de março de 2006 - Melia Confort Paulista, São Paulo. Com a participação de: Seminário Obtenha Melhor Performance e Segurança em Seus Projetos com a Utilização do SEGURO GARANTIA 22 e 23 de março de 2006 - Melia Confort Paulista, São Paulo Reduza custos com os financiamentos bancários

Leia mais

VLT do Rio. VLT DO RIO Julho de 2011. VLT do Rio

VLT do Rio. VLT DO RIO Julho de 2011. VLT do Rio VLT DO RIO Julho de 2011 VLT do Rio IMPLANTAÇÃO FASEAMENTO Rodoviária Novo Rio 1 Vila de Mídia Cordeiro da Graça Equador Novo Rio 2 Pereira Reis Santo Cristo Pedro Pça. Santo Hernesto Cristo Cidade do

Leia mais

METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A.

METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A. METODOLOGIA PARA ANÁLISE DA REVISÃO ORDINÁRIA DA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA FIRMADA ENTRE O MUNICÍPIO DE RIO CLARO E A FOZ DE RIO CLARO S/A. A Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos

Leia mais

Catálogo de Patrocínio

Catálogo de Patrocínio Catálogo de Patrocínio 18 de novembro de 2014 Prefácio Para quais caminhos do futuro a mobilidade urbana está nos guiando? Se por um lado, as tecnologias dos últimos anos contribuíram para a modernização

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP 1 PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP Rede Atual de Metrô 2 Rede Atual 3 Atual Extensão 61,3

Leia mais

Consórcio Metropolitano de Gestão do Sistema de Transporte da RMPA PLANO DE IMPLANTAÇÃO 2014/2016

Consórcio Metropolitano de Gestão do Sistema de Transporte da RMPA PLANO DE IMPLANTAÇÃO 2014/2016 Consórcio Metropolitano de Gestão do Sistema de Transporte da RMPA PLANO DE IMPLANTAÇÃO 2014/2016 Objetivo Geral Estabelecer um novo modelo Operacional Econômico Jurídico Institucional De Gestão dos Sistemas

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável Viajeo Plus City Showcase in Latin America Plano de Mobilidade Urbana Sustentável Nívea Oppermann Peixoto, Ms Diretora de Desenvolvimento Urbano EMBARQ Brasil EMBARQ Brasil auxilia governos e empresas

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Recife Dezembro de 2012 Recife: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos por

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE BICICLETAS COM O SISTEMA METRO-FERROVIÁRIO NO RIO DE JANEIRO

INTEGRAÇÃO DE BICICLETAS COM O SISTEMA METRO-FERROVIÁRIO NO RIO DE JANEIRO 18ª REUNIÃO DOS COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS INTEGRAÇÃO DE BICICLETAS COM O SISTEMA METRO-FERROVIÁRIO NO RIO DE JANEIRO Rio de Janeiro, 20/05/2013 Mauro Tavares M. Sc. Eng. de Transportes SETRANS Mobilidade

Leia mais

RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL

RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL programação do evento 4ª edição RH: GESTÃO INOVADORA ORGANIZACIONAL 10 de abril de 2014 Staybridge Suites São Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO SILVER EXPO BRAND APOIO REALIZAÇÃO Os desafios do futuro na

Leia mais

Luiz Carlos Bueno de Lima

Luiz Carlos Bueno de Lima A política nacional de transporte t e da mobilidade urbana Luiz Carlos Bueno de Lima Secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Transporte e

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira

A Opção Nuclear Brasileira Estratégia irreversível para o desenvolvimento nacional Oportunidades e desafios da engenharia e da indústria brasileira APRESENTAÇÃO O potencial hidrelétrico brasileiro, que atualmente é a prioridade do governo federal, começa a se esgotar dentro de aproximadamente 20 anos. Diante dessa perspectiva, a energia nuclear passou

Leia mais

Soluções urbanas inovadoras e financiamento de Smart Cities. São Paulo, 23 setembro 2014

Soluções urbanas inovadoras e financiamento de Smart Cities. São Paulo, 23 setembro 2014 Soluções urbanas inovadoras e financiamento de Smart Cities São Paulo, 23 setembro 2014 1 Índice 1. Fatores habilitantes da Cidade Inteligente 2. Modelos de financiamento da Cidade Inteligente 2 1. Fatores

Leia mais

INVESTIMENTOS NO METRÔ DE SÃO PAULO

INVESTIMENTOS NO METRÔ DE SÃO PAULO INVESTIMENTOS NO METRÔ DE SÃO PAULO Fonte: Relatório 2001 do Governo do Estado de SP O sistema metroviário de São Paulo paga suas operações e ainda devolve aos cofres do Estado os investimentos realizados.

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos 7º Encontro de Logística e Transporte FIESP maio/2012 Conrado Grava de Souza Conselheiro ANPTrilhos Apoio: ANPTrilhos Objetivo

Leia mais

Transporte Público em Belo Horizonte: um estudo comparativo entre Metrô e Monotrilho

Transporte Público em Belo Horizonte: um estudo comparativo entre Metrô e Monotrilho Transporte Público em Belo Horizonte: um estudo comparativo entre Metrô e Monotrilho Public Transport in Belo Horizonte: a comparative study between Metro and Monorail Marianna Gabriella Mansur Garrides;

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

Metrô otimização da capacidade

Metrô otimização da capacidade Metrô otimização da capacidade 1 EGIS NO MUNDO Egis é um grupo de consultoria e de engenharia nos setores de transportes, urbanístico, construção civil, indústria, saneamento, meio ambiente e energia.

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO

TRANSPORTE COLETIVO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO TRANSPORTE COLETIVO M. Eng. André Cademartori Jacobsen Especialista em Benchmarking Associação Latino-americana de Sistemas Integrados e BRT (SIBRT) 28/Nov/2012

Leia mais

C O N V I T E. LOCAL: Espaço de Eventos do Shopping Center Limeira (Avenida Carlos Kuntz Busch, 800, acesso também pelo km 150 da Rodovia Anhanguera)

C O N V I T E. LOCAL: Espaço de Eventos do Shopping Center Limeira (Avenida Carlos Kuntz Busch, 800, acesso também pelo km 150 da Rodovia Anhanguera) C O N V I T E A Prefeitura Municipal de Limeira, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, tem o prazer de convidar V. Senhoria para participar das atividades pertinentes ao

Leia mais

O que é o PLHIS? Quais são os beneficiários do PLHIS? Quais são as exigências do PLHIS?

O que é o PLHIS? Quais são os beneficiários do PLHIS? Quais são as exigências do PLHIS? O que é o PLHIS? Quais são os beneficiários do PLHIS? Quais são as exigências do PLHIS? Planejamento Planejamento é uma das condições para a prática profissional dos Assistente Social (BARBOSA, 1991).

Leia mais

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. DISPÕE SOBRE A MUNICIPALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE ALTO GARÇAS E CRIA O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A JUNTA ADMINISTRATIVA

Leia mais

Agenda Regulatória ANEEL 2014/2015 - Destaques

Agenda Regulatória ANEEL 2014/2015 - Destaques Agenda Regulatória ANEEL 2014/2015 - Destaques Carlos Alberto Mattar Superintendente - SRD 13 de março de 2014 Rio de Janeiro - RJ Sumário I. Balanço 2013 II. Pautas para GTDC - 2014 III. Principais audiências

Leia mais

Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BHTRANS Marcelo Cintra do Amaral Gerente de Coordenação de Mobilidade Urbana - COMU PREFEITURA BH Belo Horizonte 1ª capital planejada do país - 12/12/1897 Previsão inicial

Leia mais

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Seminário de Mobilidade Urbana Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Celio Bouzada 23 de Setembro de 2015 Belo Horizonte População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da

Leia mais

GESTÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ASPECTOS LEGAIS, ADMINISTRATIVOS E CONTÁBEIS

GESTÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ASPECTOS LEGAIS, ADMINISTRATIVOS E CONTÁBEIS GESTÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ASPECTOS LEGAIS, ADMINISTRATIVOS E CONTÁBEIS ILUMEXPO 2014 3ª Exposição e Fórum de Gestão de Iluminação Pública Luciana Hamada Junho 2014 IBAM, MUNICÍPIO E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Proposta preliminar para discussão com. Versão de 23 de abril de 2004. Potenciais Parceiros Privados

Proposta preliminar para discussão com. Versão de 23 de abril de 2004. Potenciais Parceiros Privados Proposta preliminar para discussão com Versão de 23 de abril de 2004 Potenciais Parceiros Privados Apresentação O Governo do Estado de Minas Gerais, com a publicação da Lei nº 14.868, de 16 de dezembro

Leia mais

Modelos de Concessão de Transporte Urbano por Ônibus. Apresentador: Carlos Henrique R.Carvalho Pesquisador do IPEA.

Modelos de Concessão de Transporte Urbano por Ônibus. Apresentador: Carlos Henrique R.Carvalho Pesquisador do IPEA. Modelos de Concessão de Transporte Urbano por Ônibus Apresentador: Carlos Henrique R.Carvalho Pesquisador do IPEA. Concessão de Transporte Urbano por Ônibus Intervenção do estado sobre a atividade de transporte

Leia mais

CURSOS DE BIM EM BELO HORIZONTE

CURSOS DE BIM EM BELO HORIZONTE CURSOS DE BIM EM BELO HORIZONTE Cursos de BIM em Belo Horizonte O SindusCon-SP reconhecido como pioneiro na difusão da Tecnologia BIM (Modelagem da Informação da Construção) no Brasil, preparou um curso

Leia mais

I SEMINÁRIO CONSTRUÇÃO CIVIL E SUSTENTABILIDADE

I SEMINÁRIO CONSTRUÇÃO CIVIL E SUSTENTABILIDADE I SEMINÁRIO CONSTRUÇÃO CIVIL E SUSTENTABILIDADE OBJETIVO DO SEMINÁRIO O objetivo principal do I Seminário Construção Civil e Sustentabilidade é reunir no Rio de Janeiro especialistas nacionais e um expert

Leia mais

O Novo Perfil da Siderurgia no Brasil Dinheiro Vivo

O Novo Perfil da Siderurgia no Brasil Dinheiro Vivo O Novo Perfil da Siderurgia no Brasil Dinheiro Vivo O 27º Fórum de Debates Projeto Brasil discutirá a siderurgia nacional. Manter o crescimento do setor no país, agregar valor aos produtos da siderurgia

Leia mais