A MANEIRA MAIS FÁCIL E EFICAZ DE APRENDER A DESENHAR E PINTAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A MANEIRA MAIS FÁCIL E EFICAZ DE APRENDER A DESENHAR E PINTAR"

Transcrição

1 A MANEIRA MAIS FÁCIL E EFICAZ DE APRENDER A DESENHAR E PINTAR PRÓXIMAS ENTREGAS ENTREGA FASCÍCULO DVD CAIXA DE ÓLEO PVP um tubo e um pincel 4, caixa arquivadora 9, paleta 4, tubo branco grande 9,95 Semanalmente nas bancas uma nova entrega

2 UM CURSO COMPLETO para dominar a arte do desenho e da pintura, desde o nível mais elementar até ao mais avançado. UM MÉTODO AUDIOVISUAL INOVADOR que ensina como aplicar diferentes técnicas com imagens passo a passo. Soluções profissionais para resolver problemas Conselhos práticos para aprender mais facilmente

3 Estrutura do curso Uma aprendizagem progressiva O curso é formado por cinco secções (desenho, óleo, aguarela, técnicas várias e temas de desenho e pintura) identificadas por uma cor diferente. Como misturar e criar cores Cada secção está organizada em unidades didácticas que permitem adquirir conhecimentos progressivos através dos cinco níveis de aprendizagem: elementar, básico, intermédio, avançado e superior. Como desenhar as formas Exercícios, truques e conselhos para dominar todas as técnicas ESTRUTURA DO CURSO NÍVEL FASCÍCULOS DVD Elementar Básico Intermédio Avançado Superior 1 a a a a a a 4 5 a 8 9 a a a 20

4 Os fascículos e os DVDs Os fascículos Cada fascículo é formado por duas unidades didácticas. Cada unidade inclui uma parte teórica, com múltiplos exemplos e quadros, que resumem os pontos mais importantes, e uma parte prática com exercícios passo a passo que mostram o material, o modelo, e o processo de realização. Obras-primas como modelos para aprender Resumos da teoria e da prática Quadros explicativos com os conceitos mais importantes

5 Os fascículos e os DVDs Os DVDs Os DVDs estão divididos em três partes, estando cada uma delas relacionada com uma das secções principais (desenho, óleo, aguarela e técnicas várias) que constituem o curso. As imagens passo a passo proporcionam uma visão pormenorizada do processo de realização dos exercícios. Uma colecção de DVDs que amplia os temas do curso Cada DVD corresponde ao conteúdo de três unidades didácticas

6 Secções do curso Desenho Como aprender a desenhar e a utilizar o desenho como base para a prática de outras técnicas artísticas. Desde os primeiros traços às criações mais complexas ALGUNS TEMAS DE DESENHO TRATADOS NO CURSO Primeiros traços As formas e o enquadramento Enquadramento e composição O esboço As sombras e a modelagem Tizas de cor Desenho sobre papel de cor com sanguínea Apontamentos com carvão Claros-escuros e contrastes simultâneos A perspectiva Desenhos com tinta e caneta O esfumado O desenho gestual Texturas e transparências Como dominar a arte das formas O desenho de grande pormenor

7 Secções do curso Óleo Como dominar a técnica mais conhecida e utilizada para pintar, e como adquirir os conhecimentos teóricos e práticos necessários para progredir na sua aplicação. Desde a aplicação da tinta mais fluida à mais espessa ALGUNS TEMAS DE ÓLEO TRATADOS NO CURSO Misturas de cor Da mancha à pincelada Definição das formas As massas de cor no quadro Luz e sombra Colorismo Planos e superfícies Claros-escuros e veladuras A cor da pele Brilhos e reflexos Pintura alla prima Texturas Como representar a luz e a transparência das sombras A riqueza cromática do óleo Uso da espátula

8 Secções do curso Aguarela Como obter os melhores resultados com esta técnica aproveitando as qualidades das suas transparências. ALGUNS TEMAS DE AGUARELA TRATADOS NO CURSO A aguada As cores na aguarela Como obter a cor e como aplicá-la no papel Manchas iniciais Técnicas secas e húmidas Abertura de brancos e mistura de cores Características do papel para aguarela Apontamentos rápidos e aguarela gestual Plano, volume e cor Atmosferas, céus e reflexos Veladuras e texturas A figura e os brilhos na pele Volume do corpo a partir de transparências Estudo do rosto Diferentes usos da água O tratamento da luz

9 Secções do curso Técnicas várias Como utilizar diferentes técnicas que permitem realizar uma grande variedade de criações artísticas. As diferenças cromáticas dos guaches ALGUMAS TÉCNICAS TRATADAS NO CURSO PASTEL Fusão das cores Sombras e tons Luzes e contrastes CERAS Sobre tábua Sobre papel GUACHES Volume com cores lisas As cores fundidas Pormenores e texturas LÁPIS DE COR Traços e transparências Sombras e luzes Lápis para aguarela MARCADORES Linha e mancha Modelagem ACRÍLICO Pintar com cargas Lavagens Transparências As possibilidades criativas das ceras TÉCNICAS MISTAS Tinta e aguarela Acrílico e óleo Collage

10 Secções do curso Temas de desenho e pintura Para além de conhecer cada uma das técnicas, o artista tem de saber avaliar as possibilidades temáticas que estas apresentam. O domínio das proporções da figura humana ALGUNS TEMAS DE DESENHO E PINTURA NATUREZA MORTA A natureza morta e os meios pictóricos Luzes e composição Perspectiva e atmosfera PAISAGEM A representação da natureza Paisagem urbana Marinha Pintura rápida ao natural Perspectiva Paisagem depois da chuva Personagens na paisagem Como criar a atmosfera na natureza morta FIGURA Enquadramento e proporções Estudo da pose Figura vestida e nua Cenas quotidianas Iluminação artificial Como captar os traços característicos da paisagem ABSTRACÇÃO Fundamentos

DESCUBRA O PRAZER DE CRIAR COM O MÉTODO DE DESENHO MAIS COMPLETO E ACTUAL

DESCUBRA O PRAZER DE CRIAR COM O MÉTODO DE DESENHO MAIS COMPLETO E ACTUAL DESCUBRA O PRAZER DE CRIAR COM O MÉTODO DE DESENHO MAIS COMPLETO E ACTUAL Planeta DeAgostini apresenta A ARTE DO DESENHO, uma colecção que lhe abre todas as portas ao desenvolvimento das suas capacidades

Leia mais

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 7.º Ano

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 7.º Ano Professora: Elisabete Mesquita_mesquita.beta@gmail.com Projeto 1: ILUSTRAR E DECORAR A CAPA INDIVIDUAL DO ESTUDANTE Objetivo Geral: desenhar o teu nome, seguindo as regras do desenho das letras e recorrendo

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 7/0, de 6 de março Prova Prática de Desenho A.º Ano de Escolaridade Prova 706/.ª Fase Critérios de Classificação 7 Páginas COTAÇÕES GRUPO I Representação

Leia mais

PROJETO ATIVIDADES ARTÍSTICAS/CRIATIVAS

PROJETO ATIVIDADES ARTÍSTICAS/CRIATIVAS PROJETO ATIVIDADES ARTÍSTICAS/CRIATIVAS CONSULTORIA PEDAGÓGICA: Prof. Dr. Lutiere Dalla Valle Professor da Universidade Federal de Santa Maria atua na formação de professores de artes visuais e artistas

Leia mais

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos.

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos. Impressionismo Questão 01 - Como os artistas realistas, que com a ciência haviam aprendido a utilizar determinados conhecimentos, os impressionistas se viram na necessidade de interpretar com maior vivacidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO. Escola Básica do 2º e 3º Ciclos João Afonso de Aveiro PROGRAMAÇÃO ANUAL OFICINA DE ARTES 3ºCICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO. Escola Básica do 2º e 3º Ciclos João Afonso de Aveiro PROGRAMAÇÃO ANUAL OFICINA DE ARTES 3ºCICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO Escola Básica do 2º e 3º Ciclos João Afonso de Aveiro PROGRAMAÇÃO ANUAL OFICINA DE ARTES 3ºCICLO ANO LECTIVO 200/20 2 A Disciplina de Oficina de Artes funcionando no 7º

Leia mais

Portfólio. Catarina Lopes Teixeira e Silva

Portfólio. Catarina Lopes Teixeira e Silva Portfólio Catarina Lopes Teixeira e Silva Videofólio Desenho A Desenho A Grafite de várias durezas 10º ano Desenho A Grafite de várias durezas 10º ano Desenho A Criação de uma capa de CD Programa: Sai

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 9/, de de julho Prova Prática de Desenho A.º Ano de Escolaridade Prova 706/.ª Fase Critérios de Classificação 7 Páginas COTAÇÕES GRUPO I Representação

Leia mais

O retrato através da História da Arte

O retrato através da História da Arte ós na ala de Aula - Arte 6º ao 9º ano - unidade 5 Inicie sua aula observando retratos conhecidos da História da Arte e, em seguida, converse com os alunos sobre os retratos na História. Pergunte a eles

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Prática de Desenho A.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 9/, de de julho Prova 706/.ª Fase 4 Páginas Duração da Prova: 0 minutos. Tolerância: 0 minutos.

Leia mais

Critérios gerais de classificação da prova

Critérios gerais de classificação da prova 06 DESENHO Critérios de correção PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Ano: 0 ª fase - Julho 0º, º e º ano Critérios gerais de classificação da prova A classificação a atribuir a cada resposta resulta da

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A Exame Nacional do Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Desenho A 12.º Ano de Escolaridade Prova 706/1.ª Fase 8 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa G eoff Rees Be neat h t he re ef, 199 2, s er igr af i a Fot o: Fau st o Fleur y O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa Com as proposições didáticas sugeridas, espera-se que os alunos possam

Leia mais

LISTA COMPLETA DAS AULAS PUBLICADAS

LISTA COMPLETA DAS AULAS PUBLICADAS ATUALIZADA EM NOVEMBRO/ 2006 Os nossos cursos de arte atendem às áreas de: DESENHO DESENHO DO RETRATO PINTURA EM TELA (óleo sobre tela, acrílica sobre tela) PINTURA (aquarela, guache, giz pastel) CALIGRAFIA

Leia mais

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL F PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL Carga Horária: 96 horas/aulas Módulo 01: Desenho de observação DESCRIÇÃO: Neste módulo o você irá praticar sua percepção de linhas e formas, bem como a relação entre

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Endereço(s) de correio electrónico Rua Professor Sousa da Câmara 193, 1.º frente, 1070-216 Lisboa (Portugal) Telefone(s)

Leia mais

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 8.º Ano

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 8.º Ano Projeto 1: ANIMAÇÂO GRÁFICA DA CAPA Professora: Elisabete Mesquita_mesquita.beta@gmail.com Objetivo Geral: Reinventar uma foto do aprendente através do desenho e colagem. Deste estudo resultará a ilustração

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO VISUAL (14) Abril de 2015

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO VISUAL (14) Abril de 2015 Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes - Cód.145464 ESCOLA EB 2.3 PROFESSOR JOSÉ BUÍSEL INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA

Leia mais

Escola Portuguesa de Luanda Lista de material básico para EV (5.º e 6.ºAnos) 2015/16

Escola Portuguesa de Luanda Lista de material básico para EV (5.º e 6.ºAnos) 2015/16 Lista de material básico para EV (5.º e 6.ºAnos) 2015/16 - Capa preta A3, com lombada de 3cm e com elásticos; - Régua de 30 cm transparente; - Esquadro de 45º de 30cm; - Transferidor semi-circular; - Lápis

Leia mais

Processos de análise. DESENHO A 12º ANO E S Campos de Melo

Processos de análise. DESENHO A 12º ANO E S Campos de Melo Processos de análise DESENHO A 12º ANO E S Campos de Melo Estudos da figura humana Pablo Picasso, Painter and knitting Model, 1927. Proporções e cânones; Tipologias canónicas; A representação gráfica da

Leia mais

lábios... 3 rosto... 7 olhos... 11

lábios... 3 rosto... 7 olhos... 11 lábios... 3 rosto... 7 olhos... 11 lábios BATOM Batom com vitaminas para uma sensação suave nos lábios. Possui textura cremosa e se espalha facilmente devido a sua textura suave mantendo os lábios hidratados.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Apresentação 1

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Apresentação 1 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: DESENHO A ANO: º ANO LETIVO 0/0 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Prática de Desenho A. 12.º Ano de Escolaridade. Prova 706/2.ª Fase. Critérios de Classificação

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Prática de Desenho A. 12.º Ano de Escolaridade. Prova 706/2.ª Fase. Critérios de Classificação EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Prática de Desenho A.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 9/0, de de julho Prova 706/.ª Fase Critérios de Classificação 9 Páginas 0 Prova 706/.ª F. CC Página

Leia mais

lábios... 3 rosto... 7 olhos... 12

lábios... 3 rosto... 7 olhos... 12 lábios... 3 rosto... 7 olhos... 12 lábios BATOM Batom com vitaminas para uma sensação suave nos lábios. Possui textura cremosa e se espalha facilmente devido a sua textura suave mantendo os lábios hidratados.

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO PLÁSTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO PLÁSTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO AEC ALE EXPRESSÃO PLÁSTICA Planificação 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular, ALE (atividades lúdico-expressivas)

Leia mais

Pastel Seco e Pastel Oleoso

Pastel Seco e Pastel Oleoso pastel seco e pastel oleoso página 01 Pastel Seco e Pastel Oleoso Pastel Pencil; Chalk; Oil Pastel (ing.), Pastel Blando; Pastel al oleo; Clarioncillo (esp.). Pastel (fra.). O nome 'pastel' vem do italiano

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS. Educação Visual

Escola Básica e Secundária de Velas LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS. Educação Visual Escola Básica e Secundária de Velas LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS Educação Visual Escola Básica e Secundária de Velas DISCIPLINA: EDUCAÇÃO VISUAL COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS REGIONAIS COMPETÊNCIAS

Leia mais

Passo a Passo de Maquiagem Maquiagem Rosa e Roxo A partir desta lição, vamos ver alguns tutoriais de maquiagens em fotos.

Passo a Passo de Maquiagem Maquiagem Rosa e Roxo A partir desta lição, vamos ver alguns tutoriais de maquiagens em fotos. Passo a Passo de Maquiagem Maquiagem Rosa e Roxo A partir desta lição, vamos ver alguns tutoriais de maquiagens em fotos. Os tutoriais são apenas de diferentes maquiagens para os olhos, com a pele já preparada.

Leia mais

Winsor & Newton/Daler-Rowney (Inglaterra), Talens (Holanda), Pelikan, Vallejo, Maimeri (Italia), Ebras/Corfix/Gato Preto (Brasil).

Winsor & Newton/Daler-Rowney (Inglaterra), Talens (Holanda), Pelikan, Vallejo, Maimeri (Italia), Ebras/Corfix/Gato Preto (Brasil). guache página 01 Guache Gouache, Plakkaatverf Gouache, Designers' Colour, Poster Colour. Marcas conhecidas Winsor & Newton/Daler-Rowney (Inglaterra), Talens (Holanda), Pelikan, Vallejo, Maimeri (Italia),

Leia mais

LISTA DE MATERIAL DE ARTE - 2012

LISTA DE MATERIAL DE ARTE - 2012 LISTA DE MATERIAL DE ARTE - 2012 ARTE - 6º ano 01 lápis 2B 01 Marcador para Porcelana Creative Marker na cor roxa. 01 Pote de 250 ml de tinta acrílica (cor vermelha ou amarela). 01 caixa de cola colorida

Leia mais

Fauvismo. 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino. Fauve = Fera

Fauvismo. 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino. Fauve = Fera Fauvismo 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino Fauve = Fera Fauves (feras) foi a palavra utilizada pelo crítico de arte Louis Vauxcelles para caracterizar um grupo de jovens pintores que expuseram em

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ANUAL Ano Letivo 2011-2012

PROGRAMAÇÃO ANUAL Ano Letivo 2011-2012 PROGRAMAÇÃO ANUAL Ano Letivo 20-202 3ºCICLO OFICINA DE ARTES Agrupamento de Escolas de Aveiro Escola EB 2/3 João Afonso de Aveiro 2 A Disciplina de Oficina de Artes funcionando no 7º e no 8º ano em regime

Leia mais

Desenho Percepção Visual Anatomia Artística Pintura

Desenho Percepção Visual Anatomia Artística Pintura Desenho Percepção Visual Anatomia Artística Pintura Plínio Santos Filho, Ph.D. CE 05 - Autoretrato 02 Vincent Van Gogh CE 05 Este Caderno de Exercícios contém desenhos e pinturas que são autoretratos feitos

Leia mais

CHICO PAPELETA E A RECICLAGEM DE PAPEL

CHICO PAPELETA E A RECICLAGEM DE PAPEL CHICO PAPELETA E A RECICLAGEM DE PAPEL Nereide Schilaro Santa Rosa ILUSTRAÇÕES: Avelino Guedes SUGESTÕES PEDAGÓGICAS E DE ATIVIDADES Maria Lúcia de Arruda Aranha Eliana Pougy 2 Nereide Schilaro Santa Rosa

Leia mais

Guia Prático de Maquilhagem

Guia Prático de Maquilhagem Inês Franco Guia Prático de Maquilhagem Dicas e truques para aprender a maquilhar-se em todas as ocasiões Prefácio de Cristina Ferreira Índice Prefácio..............................11 Introdução...........................

Leia mais

Formação profissional. em Estilismo de Unhas e Nail Art (Lisboa, Setúbal, Loulé, Porto, Viana do Castelo, Santarém,Braga, Castelo Branco)

Formação profissional. em Estilismo de Unhas e Nail Art (Lisboa, Setúbal, Loulé, Porto, Viana do Castelo, Santarém,Braga, Castelo Branco) Formação profissional em Estilismo de Unhas e Nail Art (Lisboa, Setúbal, Loulé, Porto, Viana do Castelo, Santarém,Braga, Castelo Branco) O programa da lhe a possibilidade única desenvolver a sua criatividade,

Leia mais

CURSO LIVRE ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA & DESENHO DE NATUREZA

CURSO LIVRE ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA & DESENHO DE NATUREZA MARCO NUNES CORREIA designer de comunicação ilustrador científico CURSO LIVRE ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA & DESENHO DE NATUREZA CURSO DE LONGA DURAÇÃO: 1 ano letivo 3 MÓDULOS TRIMESTRAIS 1 dia por semana 4 horas

Leia mais

Paletas. Episódio: Pintado por Eufrônio. Palavras-chave Arte grega, cerâmica, mitologia grega, utensílios.

Paletas. Episódio: Pintado por Eufrônio. Palavras-chave Arte grega, cerâmica, mitologia grega, utensílios. Paletas Episódio: Pintado por Eufrônio Resumo Este episódio, de Paletas, aborda a análise de um antigo utensílio cerâmico grego, produzido e pintado por volta dos anos 515-510 a.c, chamado Cratera de Héracles

Leia mais

Aprender a ver. a preto e branco. Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das

Aprender a ver. a preto e branco. Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das Aprender a ver a preto e branco Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das suas fotos a preto e banco. Obtenha imagens únicas. No que toca à fotografia preto e branco, ser capaz de "ver" como

Leia mais

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE ARTES VISUAIS. 1º Período 18 de Setembro a 17 de Dezembro [Aulas previstas: 89]

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE ARTES VISUAIS. 1º Período 18 de Setembro a 17 de Dezembro [Aulas previstas: 89] COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE ARTES VISUAIS PLANIFICAÇÃO 1º PERÍODO DESENHO A 10º ANO Domínio Perceção visual Expressão gráfica Comunicação visual Calendarização

Leia mais

Personagens no Autodesk Sketchbook Pro

Personagens no Autodesk Sketchbook Pro Personagens no Autodesk Sketchbook Pro Humberto Thimoteo da Cunha Descrição da Classe: Uma demonstração de como desenhar, pintar e dar vida aos personagens utilizando o Sketchbook Pro, demonstrando os

Leia mais

PINTURA DE KITS Caros modelistas!

PINTURA DE KITS Caros modelistas! PINTURA DE KITS Caros modelistas! Buscamos sempre em nossos trabalhos a representação da realidade em miniatura, e independente de estarmos utilizando materiais de laser cut, plástico, resina ou metal,

Leia mais

Ligue Grátis 210 461 786 Tel. 217 783 125 Fax: 217 783 364 E mail: c.miranda@mail.telepac.pt 1 LITRO. = 1200 grs. 04 LARANJA

Ligue Grátis 210 461 786 Tel. 217 783 125 Fax: 217 783 364 E mail: c.miranda@mail.telepac.pt 1 LITRO. = 1200 grs. 04 LARANJA Venda exclusiva para instituições de ensino e carácter social Estimado Cliente, TOME NOTA PARA A SUA PRÓXIMA COMPRA DE GUACHE - TINTAS CENOGRÁFICAS LIQUIDAS PRONTAS A USAR (NÃO TÓXICA) Tinta de muito boa

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA PRINCÍPIOS ORIENTADORES A manipulação e experiência com os materiais, com as formas e com as cores permite que, a partir de descobertas sensoriais, as crianças desenvolvam

Leia mais

em nosso primeiro projeto, veremos como utilizar as ferramentas do software gráfico para criar nossas pinturas

em nosso primeiro projeto, veremos como utilizar as ferramentas do software gráfico para criar nossas pinturas formação em pintura digital: A pintura digital abre as possibilidades para que artistas e desenhistas possam mostrar seu talento. Com a transição para o meio digital, os artistas clássicos se especializam

Leia mais

ATELIERS PAPEL&CA. FP 312

ATELIERS PAPEL&CA. FP 312 ATELIERS PAPEL&CA. FP 312 Iniciação à pintura a ÓLEO 36 6 Sessões (= 12 horas) + 50 VALOR DO MATERIAL aconselhado (sujeito a desconto) + VALOR DO SUPORTE a pintar 2.ª Sessão 2h Preparação da tela (base)

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO CRITÉRIOS DE AVALIACÃO Educação Visual 5º Ano Educação Visual 6º Ano Educação Tecnológica 5º Ano Educação Tecnológica 6º Ano ANO ESCOLAR 2015 / 2016 Ano letivo de 2015 / 2016 INTRODUÇÃO Sendo a avaliação

Leia mais

PLANO DE EXECUÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2015 - INFANTIL I

PLANO DE EXECUÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2015 - INFANTIL I PLANO DE EXECUÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2015 - INFANTIL I Plano de execução do material escolar - Infantil I Material Quantidade Período de Atividade Objetivos e metodologia utilização didática Agenda Comunicação

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS 2015 - MINI MATERNAL E MATERNAL

LISTA DE MATERIAIS 2015 - MINI MATERNAL E MATERNAL LISTA DE MATERIAIS 2015 - MINI MATERNAL E MATERNAL MATERIAL ESCOLAR 2 Caixas de pintura a dedo com 6 cores 2 Caixas de cola colorida 1 Caixa de gizão de Cera 3 Caixas de massa de modelar com 12 cores 1

Leia mais

Programa do Serviço Educativo. 2.º Semestre 2008

Programa do Serviço Educativo. 2.º Semestre 2008 Programa do Serviço Educativo Museu Municipal i de Óbidos 2.º Semestre 2008 Programa Semestral Mês Dias Título Público-alvo Agosto Quintas, Sextas, Sábado No Ateliê do Pintor um Tesouro Escondido Crianças

Leia mais

Conteúdo Programático do Photo Shop

Conteúdo Programático do Photo Shop O Ambiente Adobe Photoshop Conteúdo Programático do Photo Shop Características das Imagens Imagens Vetoriais e de Bitmap Tamanho e Resolução de Imagens Modos de Cores Formatos de Arquivo A Iniciação de

Leia mais

O POSCA de ponta cónica extra-fina é adequado, nomeadamente, para:

O POSCA de ponta cónica extra-fina é adequado, nomeadamente, para: Popular, o PC-1MC é o POSCA ideal para qualquer criação em pequeno formato por ser pouco volumoso e pela sua ponta cónica extra-fina. É utilizado tanto pelas crianças como pelos adultos, sejam eles iniciantes

Leia mais

TEXTURAS E SENSAÇÕES COM PINTURAS DE AMILCAR DE CASTRO: REFLEXÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DO PIBID DE PEDAGOGIA EDUCAÇÃO INFANTIL.

TEXTURAS E SENSAÇÕES COM PINTURAS DE AMILCAR DE CASTRO: REFLEXÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DO PIBID DE PEDAGOGIA EDUCAÇÃO INFANTIL. TEXTURAS E SENSAÇÕES COM PINTURAS DE AMILCAR DE CASTRO: REFLEXÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DO PIBID DE PEDAGOGIA EDUCAÇÃO INFANTIL. Arachele Maria Santos 1 Maria Joseilda da Silva Oliveira 2 RESUMO Este projeto

Leia mais

Têmpera de ovo. O Lápis-de-Espanha. Pintura a Oleo. O Crayon. A Sanguínea. A Tinta-da-China. O Bistre. A Aguada. A Sépia. O Pastel Seco.

Têmpera de ovo. O Lápis-de-Espanha. Pintura a Oleo. O Crayon. A Sanguínea. A Tinta-da-China. O Bistre. A Aguada. A Sépia. O Pastel Seco. 1 2 Têmpera de ovo Pintura a Oleo A Sanguínea O Bistre A Sépia O Carvão A Ponta de Prata A Pedra Negra A Aguarela O Aguaccio O Lápis de Grafite O Lápis-de-Espanha O Crayon A Tinta-da-China A Aguada O Pastel

Leia mais

Seja Bem Vindo! Curso Automaquiagem. Carga horária: 45hs

Seja Bem Vindo! Curso Automaquiagem. Carga horária: 45hs Seja Bem Vindo! Curso Automaquiagem Carga horária: 45hs Conteúdo: Introdução História da Maquiagem Como Limpar a Pele Pincéis para a Maquiagem Preparação da Pele Primer Base Corretivo Pó Facial Blush Olhos

Leia mais

DADOS DE COPYRIGHT. É expressamente proibida e totalmente repudiável a venda, aluguel, ou quaisquer uso comercial do presente conteúdo

DADOS DE COPYRIGHT. É expressamente proibida e totalmente repudiável a venda, aluguel, ou quaisquer uso comercial do presente conteúdo DADOS DE COPYRIGHT Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe Le Livros e seus diversos parceiros, com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos acadêmicos,

Leia mais

Entrega do material: 27/01/2016 ( no horário que está matriculado (Manhã: das 8h às 12h Tarde: das13h30min às 17h30min)

Entrega do material: 27/01/2016 ( no horário que está matriculado (Manhã: das 8h às 12h Tarde: das13h30min às 17h30min) LISTA DE MATERIAIS 2016 1º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL I 01 Folha de E.V.A liso 01 Folha de E.V.A - estampado 01 Folha de E.V.A felpudo 01 Folha de E.V.A - gliter 01 Folha de Cartolina branca 400 Folhas de

Leia mais

Relatório de itens de material recuperados

Relatório de itens de material recuperados Relatório de itens recuperados Código do item 000014680 LAPIS DE COR TAMANHO : GRANDE; 75100037 LAPIS DE COR CORPO CORPO: REDONDO; COR : CORES VARIADAS; 000014869 PORTA LAPIS E CANETAS MATERIA 75200155

Leia mais

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE Fonte: http://www.musee-orsay.fr/fr/collections/catalogue-des-oeuvres/resultatcollection.html?no_cache=1&zoom=1&tx_damzoom_pi1%5bzoom%5d=0&tx_da mzoom_pi1%5bxmlid%5d=001089&tx_damzoom_pi1%5bback%5d=fr%2fcollec

Leia mais

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA COOPESG ROBUSTA LISTA DE MATERIAIS 2013

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA COOPESG ROBUSTA LISTA DE MATERIAIS 2013 1º ANO ENSINO FUNDAMENTAL 02 cadernos (grande capa dura) 01 pasta com elástico 05 lápis 01 brinquedo educativo de acordo com a idade 02 borrachas 01 apontador 01 fita larga (adesiva) 03 folhas EVA lisa

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE 2014 ARTES DISCIPLINA:

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL II (4 ANOS)

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL II (4 ANOS) EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL II (4 ANOS) LIVROS DIDÁTICOS Livro Interdisciplinar Material Rede RCE educação e valores (Volumes 1 e 2) 2 Volumes por ano e Agenda personalizada. Livro de Inglês Playtime A

Leia mais

Estudo da pintura. Sem título, de João Queiroz. Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa 2011/2012

Estudo da pintura. Sem título, de João Queiroz. Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa 2011/2012 Estudo da pintura Sem título, de João Queiroz Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa 2011/2012 Ciências da Arte e do Património, 2º Semestre Teoria e História da Crítica de Arte II Docente

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: Cores primárias e cores secundária Aula 2: Luz e sombra FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES

Conteúdo: Aula 1: Cores primárias e cores secundária Aula 2: Luz e sombra FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: Aula 1: Cores primárias e cores secundária Aula 2: Luz e sombra 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

1 of 2 5/21/11 2:32 PM

1 of 2 5/21/11 2:32 PM DESENHO - Materiais, i., t. - Grafite e marcadores http://desmat.no.sapo.pt/mit_grafite.html.. Grafite A grafite foi descoberta na Baviera por volta de 1400, não lhe tendo sido dado na época o devido valor.

Leia mais

!!!! CATÁLOGO DE CURSOS! 2014! 1o semestre! www.lucianamedeiros.com.br! 1

!!!! CATÁLOGO DE CURSOS! 2014! 1o semestre! www.lucianamedeiros.com.br! 1 CATÁLOGO DE CURSOS 2014 1o semestre www.lucianamedeiros.com.br 1 1) Cursos Profissionalizantes de Maquiador Formação básica e aprofundamentos - voltados para quem deseja atuar como maquiador em diferentes

Leia mais

Figura 1 Pinturas de Fayoum

Figura 1 Pinturas de Fayoum 1 ENCÁUSTICA Hilton Andrade de Mello 1-Generalidades Segundo os historiadores, a encáustica é uma técnica de pintura que se originou na Grécia antiga, e que durante a expansão helenística chegou aos egípcios,

Leia mais

A formação é um instrumento determinante na busca do domínio técnico e ganhos

A formação é um instrumento determinante na busca do domínio técnico e ganhos A formação é um instrumento determinante na busca do domínio técnico e ganhos de produtividade, não só pela qualificação dos recursos humanos mas pela capacidade de melhoria no desempenho e produção de

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»DESIGN GRÁFICO (PERFIL 02) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»DESIGN GRÁFICO (PERFIL 02) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»DESIGN GRÁFICO (PERFIL 02) «21. No ensino do desenho de observação, qual o maior motivo de principiantes sentirem dificuldades em desenhar rostos humanos? a) Porque rostos humanos

Leia mais

Justificativas para a Lista de Material Pedagógico Berçário 1

Justificativas para a Lista de Material Pedagógico Berçário 1 JUSTIFICATIVAS PARA O MATERIAL PEDAGÓGICO 2014 Justificativas para a Lista de Material Pedagógico Berçário 1 01-Tela de arte para pintura 30x40: usada no contexto do projeto de artes plásticas. O objetivo

Leia mais

PASSO A PASSO. a rapariga do casaco laranja.... criar com efeitos mágicos!

PASSO A PASSO. a rapariga do casaco laranja.... criar com efeitos mágicos! A rapariga do casaco laranja Materiais: 1 Tela Pebeo 1 Tubo Pebeo Acrilico Studio 100 ml - Branco (refª. 831-011) 1 Tubo Cerne Pebeo 20ml Chumbo (refª 772000) 1 Frasco Essência Terebentina Pebeo 75ml (Refª.

Leia mais

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo.

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo. Centro Educacional Mundo do Saber Maternal II Ano Letivo: 2013 Tema: A fazenda do tio Chico Professora: Heloiza Regina Gervin Plano Anual Eu sou tio Chico, um menino muito esperto e que adora brincar e

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL I 3 ANOS

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL I 3 ANOS EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL I 3 ANOS LIVROS DIDÁTICOS Livro Interdisciplinar - Material Rede RCE educação e valores (Volumes 1 e 2) 2 Volumes por ano e Agenda personalizada. Livro: Playtime STARTER Autora:

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL (2 ANOS)

EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL (2 ANOS) EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL (2 ANOS) LIVROS DIDÁTICOS Livro Interdisciplinar Material Rede RCE educação e valores (Volumes 1 e 2) 2 Volumes por ano e Agenda personalizada. PROJETO CIRANDA LITERÁRIA O projeto

Leia mais

TÉCNICAS DE PINTURA EFEITO TITÂNIO ESCOVADO. A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. Curso de Pintura 2010 MATERIAL:

TÉCNICAS DE PINTURA EFEITO TITÂNIO ESCOVADO. A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. Curso de Pintura 2010 MATERIAL: Clue de Relacionamento Iquine TÉCNICAS DE PINTURA 03 EFEITO TITÂNIO ESCOVADO A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. 1. Após preparação correta da superfície, aplique uma

Leia mais

PLANO DE EXECUÇAO DE USO DO MATERIAL EM ATIVIDADES EXTRAS 6º ANO 1 FOLHA DE CARTOLINA DUPLA FACE PRETA; 02 METROS DE TECIDO ALGODÃOZINHO

PLANO DE EXECUÇAO DE USO DO MATERIAL EM ATIVIDADES EXTRAS 6º ANO 1 FOLHA DE CARTOLINA DUPLA FACE PRETA; 02 METROS DE TECIDO ALGODÃOZINHO PLANO DE EXECUÇAO DE USO DO MATERIAL EM ATIVIDADES EXTRAS 6º ANO MÊS DATA COMEMORATIVA MATERIAL JUSTIFICATIVA OBJETIVO JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL 14/02- DIA DA AMIZADE; 21/03- DIA DO TEATRO; 27/03-

Leia mais

Lista de Materiais 2016

Lista de Materiais 2016 Educação Infantil A1 Material de uso coletivo (sem personagens ou desenhos) 1 caixa de giz de cera grosso e curto 1 caixa de cola colorida com 6 cores 1 estojo de canetas hidrocor com 6 cores ponta grossa

Leia mais

Exercício 1: Ajustes rápidos em retrato

Exercício 1: Ajustes rápidos em retrato UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ - UNOCHAPECÓ CURSO SUPERIOR BACHARELADO EM DESIGN DE MODA ILUSTRAÇÃO I PROFESSORA GISELE DOS SANTOS Exercício 1: Ajustes rápidos em retrato Figura 01: Foto

Leia mais

Curso de capista Cabral Designer Design de interiores

Curso de capista Cabral Designer Design de interiores JOSÉ VIEIRA CABRAL http://cabralverissimo.loja2.com.br cabralverissimo@yahoo.com.br DESCRIÇÃO DO CURSO: 1) O Significado de Design e Designer; 2) Como usar o Microsoft Power Point 2010; 3) Exemplos de

Leia mais

Formação em Pintura Digital. (enfoque em Concept Art) PINTURA DIGITAL 1

Formação em Pintura Digital. (enfoque em Concept Art) PINTURA DIGITAL 1 1 Formação em Pintura Digital (enfoque em Concept Art) Com o rápido e crescente desenvolvimento do mercado da computação gráfi ca, cada vez mais exigente, um profi ssional que possui um diferencial na

Leia mais

Anexo F Grelha de Categorização da Entrevista à Educadora Cooperante

Anexo F Grelha de Categorização da Entrevista à Educadora Cooperante Anexo F Grelha de Categorização da Entrevista à Educadora Cooperante CATEGORIAS SUBCATEGORIAS INDICADORES 1.1. Tempo de serviço docente ( ) 29 anos (1) 1.2. Motivações pela vertente artística ( ) porque

Leia mais

Plano de aula para três encontros de 50 minutos cada. Tema: Vida e obra de Vincent Van Gogh. Público alvo: 4º série do Ensino fundamental

Plano de aula para três encontros de 50 minutos cada. Tema: Vida e obra de Vincent Van Gogh. Público alvo: 4º série do Ensino fundamental UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA DAV- DEPARTAMENTO DE ARTES VISUAIS Curso: Licenciatura em Artes Visuais Disciplina: Cultura Visual Professora: Jociele Lampert Acadêmica: Cristine Silva Santos

Leia mais

Escolhendo a Base Para peles oleosas, o indicado é escolher uma base que seja oil free, ou seja livre de óleo. Para peles secas ou mistas, a base

Escolhendo a Base Para peles oleosas, o indicado é escolher uma base que seja oil free, ou seja livre de óleo. Para peles secas ou mistas, a base Preparação da Pele Mas afinal, a pele deve ser preparada antes ou depois de fazer a maquiagem nos olhos? Isto irá depender de pessoa para pessoa, de maquiador para maquiador. Muitos preferem começar a

Leia mais

LISTAS DE MATERIAIS ESCOLARES- 2015

LISTAS DE MATERIAIS ESCOLARES- 2015 ESCOLA ANJO DA GUARDA Brasília-DF Crescer no valor, valorizando a vida. PORTARIA DE RECREDENCIAMENTO Nº 209 de 23/09/2008 SEDF www.escolaanjoconsolata.com.br LISTAS DE MATERIAIS ESCOLARES- 2015 A Escola

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA 中 華 人 民 共 和 國 澳 門 特 別 行 政 區 與 葡 萄 牙 共 和 國, 以 下 稱 為 合 作 綱 要 協 定 修 訂 協 議 書 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA 中 華 人 民 共 和 國 澳 門 特 別 行 政 區 與 葡 萄 牙 共 和 國, 以 下 稱 為 合 作 綱 要 協 定 修 訂 協 議 書 社 會 文 化 司 司 長 辦 公 室 N.º 22 3-6-2014 BOLETIM OFICIAL DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU I SÉRIE 321 中 華 人 民 共 和 國 澳 門 特 別 行 政 區 與 葡 萄 牙 共 和 國 合 作 綱 要 協 定 修 訂 協 議 書 中 華 人 民 共 和 國 澳 門 特 別 行 政 區 與 葡 萄 牙 共 和 國, 以 下 稱 為

Leia mais

Semana do Design 2009. Programação dos workshops 3/11-3ª-feira

Semana do Design 2009. Programação dos workshops 3/11-3ª-feira Semana do Design 2009 Programação dos workshops 3/11-3ª-feira Workshop 1. Tema: Design de personagens e Toy Art Professor: Marcelo Bosqueti Data: 3/11 Local: Oficina de marcenaria Proposta da atividade:

Leia mais

Prova de conhecimentos específicos de de HISTÓRIA DA CULTURA E ARTES

Prova de conhecimentos específicos de de HISTÓRIA DA CULTURA E ARTES Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos 2013 Prova de conhecimentos específicos

Leia mais

OBJETIVOS: ARTES VISUAIS EDUCAÇÃO INFANTIL PRÉ II DATA: PERÍODO:

OBJETIVOS: ARTES VISUAIS EDUCAÇÃO INFANTIL PRÉ II DATA: PERÍODO: ARTES VISUAIS EDUCAÇÃO INFANTIL PRÉ II DATA: PERÍODO: CONTEÚDO: Gênero: Retrato /Fotografia Técnica: Pintura óleo sobre tela Elementos formais: cor e luz Os recursos formais de representação: figuração

Leia mais

PARA USO DA PROFESSORA EM SALA (trazer no dia 02/02 na reunião de pais)

PARA USO DA PROFESSORA EM SALA (trazer no dia 02/02 na reunião de pais) LISTA DE MATERIAL 2015 1º ANO 03 cadernos de linguagem pequenos (50 fls) de capa dura azul (1 leitura, 1, produção de texto, 1 literatura) 02cadernos grande de linguagem (96 fls) capa dura azul 02 cadernos

Leia mais

Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort

Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS E PROVOCAÇÕES PERMANENTES Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort - Conceito da Obra/Apresentação. Em minha

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO VISUAL E PLÁSTICA

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO VISUAL E PLÁSTICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO VISUAL E PLÁSTICA 8ª Classe 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Educação Visual e Plástica - 8ª Classe EDITORA: INIDE IMPRESSÃO: GestGráfica, S.A. TIRAGEM:

Leia mais

Abrir caminhos. Propostas didácticas

Abrir caminhos. Propostas didácticas 3 Abrir caminhos Propostas didácticas Actividade 1 Vamos propor-vos trabalhar com a relação entre caminho e marca. Sobre um longo caminho que podes criar no chão com um papel contínuo, deixa as tuas impressões

Leia mais

Uma estação no inferno

Uma estação no inferno Na capa: Cocytus-Margens, 2000-2002 José Fabião Uma estação no inferno As obras apresentadas (desenhos a grafite e pinturas sobre papel) foram realizadas entre 2000 e 2003. Não há entre os vários núcleos

Leia mais

Utilidades do 3dsMax na Arquitetura

Utilidades do 3dsMax na Arquitetura 3ds- Max 2009 Autodesk Utilidades do 3dsMax na Arquitetura ARQUITETURA PERSPECTIVAS INTERNAS & EXTERNAS Índice Autocad e 3ds Max são amigos...01 Autocad e 3ds Max são amigos II...02 Melhore a experiência

Leia mais

LISTA DE MATERIAL - 2015 6º Ano MATERIAL DE USO INDIVIDUAL

LISTA DE MATERIAL - 2015 6º Ano MATERIAL DE USO INDIVIDUAL 6º Ano 05 cadernos de 96 folhas (Matemática, Língua Portuguesa, História, Geografia e Ciências) 02 cadernos de 60 folhas (Filosofia e Inglês) MATERIAIS ESPECÍFICOS PARA AULA DE ARTES 01 pasta catálogo

Leia mais

Acostumado a buscar sempre

Acostumado a buscar sempre Técnica&Prática Casamento Iluminação criativa em fotos de casamento Luz de vídeo, de lanterna, natural ou flash. Saiba como é possível usar de tudo um pouco para fazer fotos sociais Vinícius Matos Por

Leia mais

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO. Especial Empresas. www.olhares.com/academia

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO. Especial Empresas. www.olhares.com/academia CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Especial Empresas 2013 www.olhares.com/academia CATÁLOGO DE FORMAÇÃO Especial Empresas 2013 www.olhares.com/academia 7 9 11 ÍNDICE Quem somos A nossa oferta formativa Curso Fotografia

Leia mais

Tomie - A peregrina das formas e das cores. São Paulo abriga numerosos artistas estrangeiros que vão deixando cada qual à

Tomie - A peregrina das formas e das cores. São Paulo abriga numerosos artistas estrangeiros que vão deixando cada qual à Tomie - A peregrina das formas e das cores São Paulo abriga numerosos artistas estrangeiros que vão deixando cada qual à sua maneira, marcas pela cidade. Uma das características mais importantes de São

Leia mais