HIV/Aids Hepatites Virais Crônicas (HBV/HCV)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HIV/Aids Hepatites Virais Crônicas (HBV/HCV)"

Transcrição

1 HIV/Aids Hepatites Virais Crônicas (HBV/HCV) Epidemiologia Paula V. M. Toledo Infectologista SVS SESA

2 Infecções virais crônicas O quadro agudo pode ser assintomático Evoluem para a forma crônica permanece assintomática por anos Cura: HIV=não, HBV=80%, HCV=20%

3 Infecções virais crônicas HIV evolui para Aids em 2 a 6 anos Experiência privada desde 2002: 700 pacientes HIV+, destes 10-15% tem aids HBV e HCV evoluem para cirrose e hepatocarcinoma HEPATITE B TEM VACINA!

4

5

6 Formas de transmissão HCV Sangue Sexo (anal) HBV Sangue Sexo (secreções genitais) HIV Sexo (secreções genitais) Sangue SANGUE transfusão s, drogas IV, hospitalar, dentista, manicure, tatuagem, acupuntur a

7 Prognóstico em Saúde Pública HCV Atualmente menor taxa acumulada entre estes agravos Subdiagnosticada e subnotificada evolução crônica Não há vacina Cura possível em 50-70% dos casos dependendo do genótipo e fase de tratamento Risco de hepatocarcinoma dentre os cirróticos Novas drogas antivirais e Transplante hepático

8 Prognóstico em Saúde Pública HBV Atualmente a maior taxa acumulada entre estes agravos Subdiagnosticada e subnotificada Risco de hepatocarcinoma independente de cirrose Potencial controle nas faixas etárias mais jovens pela vacina Possibilidade de profilaxia de transmissão vertical com imunoglobulina Tratamento antiviral contínuo (salvo exceções) com potencial de resistência se uso incorreto

9 Prognóstico em Saúde Pública HIV/Aids Não existe cura, há tendência de ser a maior taxa acumulada entre estes agravos devido a redução progressiva da mortalidade graças ao tratamento Taxa acumulada de HIV não é conhecida pois até 2013 não era obrigatório notificar HIV, mas sim Aids Prevenção relacionada a comportamento sexual está subótima, sobretudo em jovens Tratamento antiviral contínuo com potencial de resistência se uso incorreto e transmissão de vírus mutante

10 epidemiologia Incidência/ habitantes/ano (casos novos) Taxa de detecção/ habitantes (acúmulo de casos no período) Prevalência HBV 3-15% contato, % doença crônica HCV 1-2% HIV 0.7% (0.3-1%)

11 Epidemiologia - Hepatite B

12 NÚMERO DE CASOS E TAXA DE DETECÇÃO ANUAL DE PORTADORES CRÔNICOS DE HEPATITE B, POR HABITANTES - PARANÁ á 2013* 17,0 Nº DE CASOS , ,0 11,9 11, , , , , , ,7 13, ,0 15,0 14,0 13,0 12,0 11,0 10,0 9,0 8,0 TX. DETEC. 7, * ANO Nº de casos Tx. Detec. 6,0

13 Taxa de Detecção Acumulada de Hepatite B por hab, 2003 a 2013, Regionais de Saúde do Paraná Paranavaí 41,60 Cianorte 96,50 Umuarama 75,60 Maringá 74,30 Londrina 72,00 Cornélio Procópio 33,30 Apucarana 75,00 Jacarezinho 11,80 %Freqüência até 79,40 79, ,20 150, ,10 Campo Mourão 78,20 Telêmaco Borba 11,50 Toledo 224,40 Cascavel 270,60 Ivaiporã 47,80 Guarapuava 59,50 Ponta Grossa 22,90 Foz do Iguaçu 302,20 Irati 40,80 Metropolitana 55,10 Paranaguá 38,40 Francisco Beltrão 322,10 Pato Branco 291,60 União da Vitória 15,60

14 Epidemiologia Hepatite C

15 NÚMERO DE CASOS E TAXA DE DETECÇÃO ANUAL DE PORTADORES CRÔNICOS DE HEPATITE C, POR HABITANTES - PARANÁ á 2013* ,0 13,0 Nº DE CASOS , , ,3 6,7 6,7 6, ,8 8,6 7, , ,9 12,0 11,0 10,0 9,0 8,0 7,0 6,0 5,0 4,0 TX. DE DETEC ,0 2,0 1, * 0,0 ANO Nº de casos Tx. Detec.

16 Taxa de Detecção Acumulada de Hepatite C por hab, 2003 a 2013, Regionais de Saúde do Paraná Paranavaí 61,10 %Freqüência Maringá 64,60 Londrina 61,50 Cornélio Procópio 32,00 até 25,80 25, ,10 Umuarama 30,50 Cianorte 14,50 Jacarezinho 26,70 44, ,00 Apucarana 41,50 Campo Mourão 31,90 Telêmaco Borba 44,50 Ivaiporã 24,30 Toledo 29,30 Ponta Grossa 65,80 Cascavel 43,90 Guarapuava 19,90 Foz do Iguaçu 78,10 Irati 12,40 Metropolitana 87,10 Paranaguá 69,30 Francisco Beltrão 15,60 Pato Branco 30,60 União da Vitória 15,60

17 TAXA DE DETECÇÃO ACUMULADA DE HEPATITES VIRAIS EM PORTADORES e CRÔNICOS POR HABITANTES, REGIONAIS DE SAÚDE DO PARANÁ, 2003 a 2013* TAXA DE DETECÇÃO 500,0 450,0 400,0 350,0 300,0 250,0 200,0 150,0 100,0 50,0 0,0 VÍRUS B VÍRUS C VÍRUS B+C VÍRUS B+D

18 Rede de Atenção ao Portador Crônico de Hepatites Virais - PR HGHG Ambulatórios Fonte: SESA/SVS/DECA/DVCDE/PROGRAMA ESTADUAL DE HV Biópsia hepática Farmácia Especial

19 CTAs REALIZANDO TESTE RÁPIDO PARA HEPATITES B e C NO ESTADO DO PARANÁ JULHO DE CTAs no Estado do Paraná

20 Rede de IPs no Paraná 2013 Umuarama - 1 Processo Implantação Campo Mourão - 2 Maringá - 14 Londrina - 8 Arapongas - 3 Ivaiporã - 1 Processo Implantação Cornélio Procópio - 1 Processo Implantação Foz do Iguaçu - 3 Cascavel - 6 HC - 10 CRE - 8 SOA - 2 COA - 45 Pato Branco

21 Epidemiologia Aids (HIV)

22

23

24

25

26

27

28

29 exercícios Região com habitantes Casos estimados com base na prevalência (OMS): HCV HBV HIV 1.2% da população (1a 2%) 4200 pacientes 1% da população (0.2 a 1%) 3500 pacientes 0.6% da população (0.6 a 1%) 2100 pacientes HIV

30 Taxa de detecção ou incidência/ano Casos novos / habitantes x HCV HBV aids 7 a 9/ por ano 28 pacientes/ano 11 a 15/ por ano (áreas>50/ ) 11 a 14/ por ano 46 pacientes/ano 42 pacientes/ano

31 Taxa de detecção acumulada Casos/habitantes x HCV HBV aids 60/ em 10 anos 210 pacientes 98/ em 10 anos 388 pacientes 79/ VIVOS em 6 anos 276 pacientes

32 Consultas/ano HBV 1 a 2/ano sem tratamento trimestral durante o tratamento HCV 1 a 2/ano sem tratamento quinzenal a mensal durante o tratamento HIV 2 a 4/ano

33 ESTIMADOS (prevalência estimada) Calcule: ENCONTRADOS (taxa de detecção acumulada) ATENDIDOS PELO CIS HBV consultas/ano HCV consultas/ano HIV aids??hiv 500?1000? 1552 consultas/ano

Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais do Estado do Paraná

Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais do Estado do Paraná Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais do Estado do Paraná 1º Semestre 2015 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Michele Caputo Neto SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE Sezifredo Paz DIRETOR GERAL Eliane Chomatas

Leia mais

SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 02/2013 Atualizado em 06/06/2014

SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 02/2013 Atualizado em 06/06/2014 Governo do Estado do Paraná (SESA) Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 02/2013 Atualizado em 06/06/2014 No boletim quinzenal da gripe divulgado nesta sexta-feira

Leia mais

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA GESTÃO DO SUS Órgão: Secretaria de Estado da Saúde do Paraná CNPJ: 76.416.866/0001-40 Dirigente: Michele Caputo Neto Profissão: Secretario Estadual de Saúde RG: 048149-6 SSPPr CPF:

Leia mais

SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 04/2013 Atualizado em 28/06/2013

SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 04/2013 Atualizado em 28/06/2013 Governo do Estado do Paraná (SESA) Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 04/2013 Atualizado em 28/06/2013 Mortes por gripe estão ligadas a doenças crônicas

Leia mais

PANIFICAÇÃO. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

PANIFICAÇÃO. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção PANIFICAÇÃO SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Higiene Aplicada à Manipulação de Alimentos Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento

Leia mais

Cerâmicas e Olarias. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

Cerâmicas e Olarias. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção Cerâmicas e Olarias SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros

Leia mais

APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÃO

APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÃO APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÃO SENAI - AMPÉRE auxiliar administrativo e de produção industrial SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS

Leia mais

CRONOGRAMA PARA CAPACITAÇÕES. Julho de 2012

CRONOGRAMA PARA CAPACITAÇÕES. Julho de 2012 CRONOGRAMA PARA CAPACITAÇÕES Julho de 2012 Capacitações Enfermagem 15,16,17/8 Guarapuava, Pato Branco, Telêmaco Borba, Irati Guarapuava 15-Enfermeiros da AP 16-Enfermeiros dos Hospitais da Rede 17-Técnicos

Leia mais

SITUAÇÃO DA GRIPE A (H1N1) NO PARANÁ - 2012 BOLETIM INFORMATIVO - 03/2012 Atualizado em 02/07/2012 às 18h

SITUAÇÃO DA GRIPE A (H1N1) NO PARANÁ - 2012 BOLETIM INFORMATIVO - 03/2012 Atualizado em 02/07/2012 às 18h Governo do Estado do Paraná (SESA) Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA GRIPE A (H1N1) NO PARANÁ - 2012 BOLETIM INFORMATIVO - 03/2012 Atualizado em 02/07/2012 às 18h A informa que o Paraná teve 381 casos

Leia mais

Alimentos e bebidas. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

Alimentos e bebidas. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção Alimentos e bebidas SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Higiene Aplicada à Manipulação de Alimentos Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento

Leia mais

MÓVEIS E MADEIRA. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

MÓVEIS E MADEIRA. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção MÓVEIS E MADEIRA SENAI - AMPÉRE Montagem de Móveis SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias

Leia mais

MANEJO HEPATITES VIRAIS B/C - 2015

MANEJO HEPATITES VIRAIS B/C - 2015 MANEJO HEPATITES VIRAIS B/C - 2015 HEPATITE C PAPEL DA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE FILIPE DE BARROS PERINI Assessor Técnico GEDST-DIVE-SES Infectologista Policlínica Municipal do Continente SMS-PMF Assessor

Leia mais

INFLUENZA Vigilância Ampliada Portaria 2693/ MS 17/11/2011*

INFLUENZA Vigilância Ampliada Portaria 2693/ MS 17/11/2011* INFLUENZA Vigilância Ampliada Portaria 2693/ MS 17/11/2011* Republicada no DOU. Edição 81 de 26/04/2012, páginas 37 e 38 Art. 1º. Estabelece mecanismo de repasse financeiro do Fundo Nacional de Saúde aos

Leia mais

QUÍMICA, FARMACÊUTICA E MATERIAL PLÁSTICO

QUÍMICA, FARMACÊUTICA E MATERIAL PLÁSTICO QUÍMICA, FARMACÊUTICA E MATERIAL PLÁSTICO SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para

Leia mais

Ata da 4ª Reunião da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa COMSUS Curitiba, 20 de fevereiro de 2014.

Ata da 4ª Reunião da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa COMSUS Curitiba, 20 de fevereiro de 2014. Ata da 4ª Reunião da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa COMSUS Curitiba, 20 de fevereiro de 2014. Aos vinte dias do mês de fevereiro de 2014, às 09:00 horas, esteve reunida na sala de reuniões

Leia mais

HEPATITES O QUE VOCÊ PRECISA SABER

HEPATITES O QUE VOCÊ PRECISA SABER HEPATITES O QUE VOCÊ PRECISA SABER O QUE É HEPATITE? QUAIS OS TIPOS? Hepatopatias Hepatites Virais Doença hepática alcoólica Hepatopatias criptogênicas Hepatites tóxicas Hepatopatias auto-imunes Hepatopatias

Leia mais

PAM REVISADO/FECHADO PELO PROGRAMA NACIONAL

PAM REVISADO/FECHADO PELO PROGRAMA NACIONAL Atual condição de Gestão do SUS: Gestão Plena do Sistema IDENTIFICAÇÃO DO GESTOR PÚBLICO DO SUS Situação do estado quanto a elaboração de Plano Diretor de Regionalização conforme a NOAS 2002: Encontra-se

Leia mais

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite HEPATITE A hepatite é uma inflamação do fígado provocada na maioria das vezes por um vírus. Diferentes tipos de vírus podem provocar hepatite aguda, que se

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 Notas importantes: O Banco de dados (BD) do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) vem sofrendo nos últimos

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 Notas importantes: O Banco de dados (BD) do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) vem sofrendo nos últimos

Leia mais

ATIVIDADES REALIZADAS PELO PROCON-PR E PELOS PROCONS INTEGRADOS AO SISTEMA ESTADUAL EM 2012

ATIVIDADES REALIZADAS PELO PROCON-PR E PELOS PROCONS INTEGRADOS AO SISTEMA ESTADUAL EM 2012 ATIVIDADES REALIZADAS PELO PROCON-PR E PELOS PROCONS INTEGRADOS AO SISTEMA ESTADUAL EM 2012 Com o objetivo de implementar e executar a política estadual de proteção, orientação, defesa e educação do consumidor,

Leia mais

RELAÇÃO DOS COORDENADORES REGIONAIS DE SAÚDE MENTAL Telefone Institucional: 41-3420-6600/6605

RELAÇÃO DOS COORDENADORES REGIONAIS DE SAÚDE MENTAL Telefone Institucional: 41-3420-6600/6605 Secretaria de Estado da SESA Superintendência de Atenção em SAS Divisão de Mental - DVSAM Marcia Silvana Fernandes 41-3420-6600/6605 marciafernandes@sesa.pr.gov.br 1ª RS Paranaguá Deserre Araujo Nobre

Leia mais

PRÊMIO EXCELÊNCIA EM GESTÃO COLÉGIO SESI

PRÊMIO EXCELÊNCIA EM GESTÃO COLÉGIO SESI PRÊMIO EXCELÊNCIA EM GESTÃO COLÉGIO SESI Caros Colaboradores dos Colégios Sesi, Finalmente divulgamos a todos o resultado do primeiro indicador do Prêmio Excelência em Gestão, iniciando nossa caminhada

Leia mais

ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES

ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES UF MUNICIPIO CNES NOME APUCARANA 2439263 HNSG HOSPITAL OVIDENCIA MATERNO INFANTIL APUCARANA 2439360 HNSG HOSPITAL DA OVIDENCIA ARAPONGAS 2576198 IRMANDADE SANTA CASA DE ARAPONGAS

Leia mais

Hepatites virais no Brasil: situação, ações e agenda

Hepatites virais no Brasil: situação, ações e agenda Hepatites virais no Brasil: situação, ações e agenda Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde I. Apresentação II. Contexto epidemiológico III.

Leia mais

IGPs Indicadores de Gestão Pública Como usá-los na prática. osbrasil.org.br

IGPs Indicadores de Gestão Pública Como usá-los na prática. osbrasil.org.br IGPs Indicadores de Gestão Pública Como usá-los na prática Objetivo Os Indicadores Sociais são ferramentas que podem contribuir significativamente para uma boa atuação dos Observatórios nas esferas de

Leia mais

Educação Indígena no Paraná 2013. Educação Indígena no Paraná 2013

Educação Indígena no Paraná 2013. Educação Indígena no Paraná 2013 Curitiba Boletim PR, n. Resultados 8, out. 204, do p. Censo -6. Escolar Curitiba, n.8, out. 204, p. - Educação Indígena no Paraná 203 Educação Indígena no Paraná 203 A Educação Indígena é ofertada na rede

Leia mais

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae.

HIV. O vírus da imunodeficiência humana HIV-1 e HIV-2 são membros da família Retroviridae, na subfamília Lentividae. A Equipe Multiprofissional de Saúde Ocupacional da UDESC lembra: Dia 01 de dezembro é dia mundial de prevenção à Aids! Este material foi desenvolvido por alunos do Departamento de Enfermagem da Universidade

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 037 31/03/2015. A Comissão Intergestores Bipartite do Paraná, reunida em 10 de março de 2015 no município de Curitiba, e considerando:

DELIBERAÇÃO Nº 037 31/03/2015. A Comissão Intergestores Bipartite do Paraná, reunida em 10 de março de 2015 no município de Curitiba, e considerando: DELIBERAÇÃO Nº 037 31/03/2015 A Comissão Intergestores Bipartite do Paraná, reunida em 10 de março de 2015 no município de, e considerando: A Portaria GM/MS nº 3.916, de 30 de outubro de 1998, que estabelece

Leia mais

Paraná terá campanha contra DST/AIDS durante o carnaval

Paraná terá campanha contra DST/AIDS durante o carnaval Paraná terá campanha contra DST/AIDS durante o carnaval CBN Foz do Iguaçu (Web) - 11/02/2015 16:40:00 Neutra NotíciaDt. Transmissão: 11/02/2015 16:40:00Duração: Min Por Redação Online Blitze educativas,

Leia mais

PAPEL E CELULOSE. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

PAPEL E CELULOSE. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção PAPEL E CELULOSE SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros Desenvolvendo

Leia mais

PANORAMA DA CAFEICULTURA ARÁBICA NO PARANÁ. Armando Androcioli Filho Iapar Londrina, Pr.

PANORAMA DA CAFEICULTURA ARÁBICA NO PARANÁ. Armando Androcioli Filho Iapar Londrina, Pr. PANORAMA DA CAFEICULTURA ARÁBICA NO PARANÁ Armando Androcioli Filho Iapar Londrina, Pr. VIII Curso de Atualização Manejo Tecnológico da Lavoura Cafeeira Varginha, MG 13 a 15 de julho de 2010 ZONEAMENTO

Leia mais

Av. Cândido de Abreu, 200 Centro Cívico CEP 80530-902 41 3271-9000 Curitiba - Paraná www.pr.senai..br. Metalmecânica

Av. Cândido de Abreu, 200 Centro Cívico CEP 80530-902 41 3271-9000 Curitiba - Paraná www.pr.senai..br. Metalmecânica Metalmecânica SENAI - ARAUCÁRIA Aperfeiçoamento em Metrologia Aperfeiçoamento em Processos de Soldagem Aperfeiçoamento em Soldagem de Tubulação Aprimoramento em Mecânica de Montagem Industrial Capacitação

Leia mais

Aperfeiçoamento Metodológico do Sistema de Previsão de Safras no Brasil (GeoSafras. Projeto GeoSafras (CONAB/PNUD)

Aperfeiçoamento Metodológico do Sistema de Previsão de Safras no Brasil (GeoSafras. Projeto GeoSafras (CONAB/PNUD) Aperfeiçoamento Metodológico do Sistema de Previsão de Safras no Brasil (GeoSafras (GeoSafras)) Projeto GeoSafras (CONAB/PNUD) Caracterização da Evolução de Plantios no Estado do Paraná Safra de Verão

Leia mais

RESUMO DOS CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS

RESUMO DOS CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS RESUMO DOS CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS Advogado CARGO ÓRGÃO DATA INSCRITOS CLASSIFICADOS Câmara Municipal de Ponta Grossa Abril/95 43 10 Advogado Prefeitura Municipal Ponta Grossa Maio/92 29 10 Agente

Leia mais

A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS. SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR

A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS. SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA AIDS NO BRASIL Desde o início de 1980 até junho de 2012 foram registrados

Leia mais

HIV/aids no Brasil - 2012

HIV/aids no Brasil - 2012 HIV/aids no Brasil - 2012 Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Novembro de 2012 HIV Dados gerais Prevalência do HIV maior entre homens (15

Leia mais

REPARAÇÃO DE VEÍCULOS

REPARAÇÃO DE VEÍCULOS REPARAÇÃO DE VEÍCULOS SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Aprendiz de Automotiva SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros Atualização para Operadores de

Leia mais

CONTRUÇÃO CIVIL E OBRAS

CONTRUÇÃO CIVIL E OBRAS CONTRUÇÃO CIVIL E OBRAS SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros

Leia mais

Hepatites Virais. Carmen Regina Nery e Silva agosto 2011 Regina.nery@aids.gov.br

Hepatites Virais. Carmen Regina Nery e Silva agosto 2011 Regina.nery@aids.gov.br Hepatites Virais Carmen Regina Nery e Silva agosto 2011 Regina.nery@aids.gov.br Definição Hepatite viral: Doença causada exclusivamente por vírus hepatotrópico. Diagnóstico Diferencial: CMV, mononucleose

Leia mais

Programa Estadual de Controle da Tuberculose

Programa Estadual de Controle da Tuberculose Programa Estadual de Controle da Tuberculose Programa Estadual de Apoio aos Consórcios Intermunicipais de Saúde COMSUS Curitiba, 10 e 11 de abril de 2014. Estimativa da incidência da tuberculose, 2012.

Leia mais

Diligências nas Comarcas do Interior do Paraná Relação de Subseções Subseção Banco Agencia C/C Salas Telefone

Diligências nas Comarcas do Interior do Paraná Relação de Subseções Subseção Banco Agencia C/C Salas Telefone Diligências nas Comarcas do Interior do Paraná Relação de Subseções Subseção Banco Agencia C/C Salas Telefone APUCARANA Banco do Brasil 0355-7 10.653-4 Sede (43) 3422-3020 Fórum de Apucarana (43) 3422-3675

Leia mais

Mat. de Construção, Madeira, Hidráulica, Vidros, Areia e Brita

Mat. de Construção, Madeira, Hidráulica, Vidros, Areia e Brita Mat. de Construção, Madeira, Hidráulica, Vidros, Areia e Brita CCT CONVENÇÕES COLETIVAS DE TRABALHO 2016/2017 CURITIBA 2016/2017 FOZ DO IGUAÇU 2016/2017 PALOTINA 2016/2017 CASCAVEL 2016/2017 TOLEDO 2016/2017

Leia mais

Hélio Vasconcellos Lopes

Hélio Vasconcellos Lopes HIV/AIDS no Município de Santos e dados brasileiros Hélio Vasconcellos Lopes Coordenador do Programa Municipal DST/AIDS/Hepatites da Secretaria Municipal de Saúde Professor titular da Faculdade de Medicina

Leia mais

Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais Programa Estadual para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais/RS

Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais Programa Estadual para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais/RS Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais Programa Estadual para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais/RS Lucia Mardini DVAS Hepatites Virais Hepatite: inflamação do fígado. As hepatites podem

Leia mais

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL D E R A L PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS 20/03/06 O levantamento de campo realizado pelo DERAL, no

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR I OFICINA DE HEPATITES HEMOCE DESAFIOS E PERSPETIVAS NO CONTROLE DA HEPATITE B Elodie Bomfim Hyppolito Coordenadora do Ambulatório de

Leia mais

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Gerusa Maria Figueiredo gerusa.figueiredo@saude.gov.br I CONGRESSO BRASILEIRO

Leia mais

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013 Seminário estratégico de enfrentamento da Tuberculose e Aids no Estado do Rio de Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS Maio, 2013 1.Detecção de casos e tratamento da tuberculose 1.1. Descentralizar

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O NRE FORMAÇÃO DE BRIGADISTAS ESCOLARES PARA ESCOLAS CONVENIADAS MODALIDADE EaD E PRESENCIAL/2015

ORIENTAÇÕES PARA O NRE FORMAÇÃO DE BRIGADISTAS ESCOLARES PARA ESCOLAS CONVENIADAS MODALIDADE EaD E PRESENCIAL/2015 ORIENTAÇÕES PARA O NRE FORMAÇÃO DE BRIGADISTAS ESCOLARES PARA ESCOLAS CONVENIADAS MODALIDADE EaD E PRESENCIAL/2015 O presente documento objetiva orientar os responsáveis pela Formação de Brigadistas da

Leia mais

Hepatite C Grupo Vontade de Viver

Hepatite C Grupo Vontade de Viver Hepatite C Grupo Vontade de Viver De apoio aos Portadores de Hepatite C Apresentação Data de Fundação : 19 Maio de 2002 Formação do Grupo: Portadores e ex-portadores do vírus C Trasplantados de fígado

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS GERÊNCIA EXECUTIVA DA ESCOLA DE GOVERNO - 2009 MAR ABR MAI

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS GERÊNCIA EXECUTIVA DA ESCOLA DE GOVERNO - 2009 MAR ABR MAI REUNIÕES DELIBERATIVAS, PROGRAMÁTICAS E TÉCNICAS CONSELHO SUPERIOR DA ESCOLA DE GOVERNO 1 1 1 2 CENTROS FORMADORES, RAS INSTITUIÇÕES 2 2 7 4 15 CÂA TÉCNICA - PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DO SERVIDOR MUNICIPAL

Leia mais

VIGILÂNCIA DE HIV EM SANGUE DOADO: TENDÊNCIA DE SOROPREVALÊNCIA

VIGILÂNCIA DE HIV EM SANGUE DOADO: TENDÊNCIA DE SOROPREVALÊNCIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 VIGILÂNCIA DE HIV EM SANGUE DOADO: TENDÊNCIA DE SOROPREVALÊNCIA Janete Lane Amadei 1 ; Deborah Cristiny Dantas Moreti 2 ; Diego Montanhei 2 ; Dennis Armando

Leia mais

Introdução. HEMEPAR- Criado em 31 de março de 1982, vinculado à SESA-PR.

Introdução. HEMEPAR- Criado em 31 de março de 1982, vinculado à SESA-PR. Introdução Década de 80 Portaria 07 de 30 de Abril Institui a Rede Nacional de Hematologia e Hemoterapia e o Sistema Nacional de Hematologia e Hemoterapia. HEMEPAR- Criado em 31 de março de 1982, vinculado

Leia mais

ISSN 2316-7602. Revista do Sistema de Avaliação Rede Estadual. Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná

ISSN 2316-7602. Revista do Sistema de Avaliação Rede Estadual. Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná ISSN 2316-7602 Revista do Sistema de Avaliação Rede Estadual Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná GOVERNO DO PARANÁ BETO RICHA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PAULO AFONSO SCHMIDT DIRETORIA

Leia mais

PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ

PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ 1. Estrutura 1.1. O Paraná no Brasil A indústria de Metal-Mecânica do Paraná é a quinta maior do País em número de empregados (111.484 ou 6,72%) segundo dados

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO nº 04 HIV/AIDS 2015

BOLETIM INFORMATIVO nº 04 HIV/AIDS 2015 BOLETIM INFORMATIVO nº 04 HIV/AIDS 2015 AIDS O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde estima que aproximadamente 734 mil pessoas vivam com HIV/aids no país, o que corresponde

Leia mais

Ofício Circular nº 015/2013-CGMP Curitiba, 29 de maio de 2013.

Ofício Circular nº 015/2013-CGMP Curitiba, 29 de maio de 2013. Ofício Circular nº 015/2013-CGMP Curitiba, 29 de maio de 2013. Senhor(a) Procurador(a) de Justiça Senhor(a) Promotor(a) de Justiça Senhor (a) Servidor (a) Tem o presente a finalidade de apresentar-lhe,

Leia mais

Hepatites virais e profissionais de saúde

Hepatites virais e profissionais de saúde Hepatites virais e profissionais de saúde Prof. Antonio Carlos de Castro Toledo Jr. Faculdade de Medicina da Unifenas-BH Pós-graduação em Medicina Tropical e Infectologia da Universidade Federal do Triângulo

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA. A Gestão Estratégica do SUS à luz do Decreto 7.508/11

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA. A Gestão Estratégica do SUS à luz do Decreto 7.508/11 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA A Gestão Estratégica do SUS à luz do Decreto 7.508/11 BRASIL 193 milhões/hab. 8,5 milhões/km² 26 Estados 1 Distrito Federal 5.568 municípios

Leia mais

SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... 3 1.1. CONTEXTUALIZAÇÃO... 3 1.2. CONCLUSÕES... 3 1.3. PERGUNTA ESTRUTURADA... 4 1.4. CONTEXTUALIZAÇÃO(1)...

SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... 3 1.1. CONTEXTUALIZAÇÃO... 3 1.2. CONCLUSÕES... 3 1.3. PERGUNTA ESTRUTURADA... 4 1.4. CONTEXTUALIZAÇÃO(1)... NT93/2013 Solicitante: Ilmo Dr Anacleto Falci 2ª Juiz de Direito Auxiliar Especial 7ª Vara Cível - Comarca de Governador Valadares/MG Data: 14/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração:

Leia mais

CURITIBA E REGIÃO SUPERMERCADISTAS. Colombo SUPERMERCADO ZONTA SUP. OVERSUPER 1. 1 Paranaguá SUP. SIÃO LTDA 1. Matinhos PIEGEL PÃES E CONVENIENCIAS

CURITIBA E REGIÃO SUPERMERCADISTAS. Colombo SUPERMERCADO ZONTA SUP. OVERSUPER 1. 1 Paranaguá SUP. SIÃO LTDA 1. Matinhos PIEGEL PÃES E CONVENIENCIAS CAMPANHA DE OLHO NA VALIDADE CURITIBA E REGIÃO SUPERMERCADISTAS LOJAS CIDADES SUP. CONDOR Campo Largo Lapa SUP. TISSI 3 SUP. OVERSUPER Colombo SUPERMERCADO ZONTA MINI MERCADO CIVIS (Sup. Compre Bem) Almirante

Leia mais

O PARANÁ AVANÇA COM AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE R$ 744 MILHÕES APLICADOS EM OBRAS E EQUIPAMENTOS EM QUATRO ANOS, R$ 8,5 BILHÕES INVESTIDOS EM SAÚDE

O PARANÁ AVANÇA COM AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE R$ 744 MILHÕES APLICADOS EM OBRAS E EQUIPAMENTOS EM QUATRO ANOS, R$ 8,5 BILHÕES INVESTIDOS EM SAÚDE EM QUATRO ANOS, R$ 8,5 BILHÕES INVESTIDOS EM SAÚDE R$ 744 MILHÕES APLICADOS EM OBRAS E EQUIPAMENTOS O PARANÁ AVANÇA COM AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE A decisão do Governo do Paraná em adotar o modelo de

Leia mais

158009.452014.15642.4430.307724116.259

158009.452014.15642.4430.307724116.259 158009.452014.15642.4430.307724116.259 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00045/2014

Leia mais

Hepatite C Casos Clínicos

Hepatite C Casos Clínicos DIA MUNDIAL DE ENFRENTAMENTO DAS HEPATITES VIRAIS Hepatite C Casos Clínicos Dr. Bernardo Machado de Almeida Hospital de Clínicas UFPR H. Municipal São José dos Pinhais Curitiba, 28 de julho de 2014 Para

Leia mais

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Outubro de 2012. MUNDO O milho é o cereal mais produzido no mundo. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção média do

Leia mais

Diagnóstico e Tratamento das Hepatites Agudas na Gestação

Diagnóstico e Tratamento das Hepatites Agudas na Gestação III WORKSHOP INTERNACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM HEPATOLOGIA Diagnóstico e Tratamento das Hepatites Agudas na Gestação CLÁUDIO G. DE FIGUEIREDO MENDES SERVIÇO DE HEPATOLOGIA SANTA CASA DO RIO DE JANEIRO Hepatites

Leia mais

HEPATITES. Prof. Fernando Ananias HEPATITE = DISTÚRBIO INFLAMATÓRIO DO FÍGADO

HEPATITES. Prof. Fernando Ananias HEPATITE = DISTÚRBIO INFLAMATÓRIO DO FÍGADO HEPATITES Prof. Fernando Ananias HEPATITE = DISTÚRBIO INFLAMATÓRIO DO FÍGADO Hepatites virais: agentes etiológicos A B C D E Vírus hepatotrópicos G TT Herpes vírus EBV CMV Enterovírus Adenovírus Febre

Leia mais

Análise da Pesquisa DataFolha 2015 encomendada pela CBSK - Confederação Brasileira de Skate, sobre o Skate no Brasil.

Análise da Pesquisa DataFolha 2015 encomendada pela CBSK - Confederação Brasileira de Skate, sobre o Skate no Brasil. Análise da Pesquisa DataFolha 2015 encomendada pela CBSK - Confederação Brasileira de Skate, sobre o Skate no Brasil. - Estimativa de Praticantes de Skate no Paraná Curitiba 2016 OBJETIVO Utilizar os dados

Leia mais

O que? Quando? E por quem? Uma investigação sobre o ensino de IHC nas universidades públicas do Estado do Paraná

O que? Quando? E por quem? Uma investigação sobre o ensino de IHC nas universidades públicas do Estado do Paraná III Workshop sobre Ensino de IHC Cuiabá 05/11/2012 IHC 12 O que? Quando? E por quem? Uma investigação sobre o ensino de IHC nas universidades públicas do Estado do Paraná Sílvia Amélia Bim e Clodis Boscarioli

Leia mais

Encerramentos de Casos de Hepatites Virais no SINAN. Lucia Mardini DVAS

Encerramentos de Casos de Hepatites Virais no SINAN. Lucia Mardini DVAS Encerramentos de Casos de Hepatites Virais no SINAN Lucia Mardini DVAS Programa Estadual para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais/RS CEVS Rua Domingos Crescêncio Nº 132 sala 310 hepatites@saude.rs.gov.br

Leia mais

Tema: Boceprevir para tratamento da hepatite viral crônica C associada a cirrose hepática

Tema: Boceprevir para tratamento da hepatite viral crônica C associada a cirrose hepática Data: 15/10/2012 Nota Técnica 02/2012 Solicitante: Dr. José Augusto Lourenço dos Santos Juiz de Direito da 2.ª Vara Cível de Timóteo/MG Medicamento x Material Procedimento Cobertura Tema: Boceprevir para

Leia mais

Incentivo às Ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST, Aids e Hepatites Virais

Incentivo às Ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST, Aids e Hepatites Virais Incentivo às Ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST, Aids e Hepatites Virais Departamento DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde www.aids.gov.br Maio/2014

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2015 - ATIVIDADES REGIONAIS

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2015 - ATIVIDADES REGIONAIS CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2015 - ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL JANEIRO 02 a 10 RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA JESUS NO LITORAL MATINHOS

Leia mais

Curso de Especialização para Formação de Gestores e Equipes Gestoras do SUS

Curso de Especialização para Formação de Gestores e Equipes Gestoras do SUS Secretaria de Estado da Saúde do Paraná Escola de Saúde Pública do Paraná Curso de Especialização para Formação de Gestores e Equipes Gestoras do SUS 2013-2014 Governador do Estado do Paraná Beto Richa

Leia mais

Hepatites Virais 27/07/2011

Hepatites Virais 27/07/2011 SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA Hospital Nossa Senhora da Conceição Educação Semana Continuada de Luta Contra em CCIH as Hepatites Virais 27/07/2011 Enfº Rodrigo Cascaes Theodoro Enfº CCIH Rodrigo Cascaes

Leia mais

RELAÇÃO DE CURSOS POR TIPO DE OFERTA EM CADA CÂMPUS DO IFPR.

RELAÇÃO DE CURSOS POR TIPO DE OFERTA EM CADA CÂMPUS DO IFPR. RELAÇÃO DE CURSOS POR TIPO DE OFERTA EM CADA CÂMPUS DO IFPR. TOTAL DE CURSOS S 0 TOTAL DE CURSOS TECNÓLOGOS 6 TOTAL DE CURSOS EM BACHARELADO 9 TOTAL DE CURSOS EM LICENCIATURA 8 TOTAL DE CURSOS 6 Fonte:

Leia mais

Resumo do Perfil epidemiológico por regiões. HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 SAÚDE 1

Resumo do Perfil epidemiológico por regiões. HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 SAÚDE 1 Resumo do Perfil epidemiológico por regiões HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 Resumo do perfil epidemiológico por regiões SAÚDE 1 HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 APRESENTAçÃO Hoje, no

Leia mais

B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 HIV AIDS. Brasília - 2012

B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 HIV AIDS. Brasília - 2012 B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 HIV AIDS Brasília - 2012 Ano I - nº 01 até semana epidemiológica 52ª - dezembro de 2012 Sumário Apresentação... 03 Introdução... 05 HIV e Aids no Brasil... 06

Leia mais

Qualificação dos trabalhos da extensão rural no Paraná com uso de geotecnologias (gvsig)

Qualificação dos trabalhos da extensão rural no Paraná com uso de geotecnologias (gvsig) Qualificação dos trabalhos da extensão rural no Paraná com uso de geotecnologias (gvsig) Autores: Milton Satoshi Matsushita 1 e Reinaldo Tadeu O. Rocha 2 1 Engenheiro Agrônomo, Doutor em Economia e Política

Leia mais

A importância da Educação Permanente para os trabalhadores do SUAS no Estado do Paraná. TEXTOS SOBRE EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA O

A importância da Educação Permanente para os trabalhadores do SUAS no Estado do Paraná. TEXTOS SOBRE EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA O 04 A importância da Educação Permanente para os trabalhadores do SUAS no Estado do Paraná. Tatiana Possa Schafachek Hamilton Kovalski Rosely Lemos Schinemann Monique Cabral de Oliveira Fernanda de Oliveira

Leia mais

Briefing. Boletim Epidemiológico 2010

Briefing. Boletim Epidemiológico 2010 Briefing Boletim Epidemiológico 2010 1. HIV Estimativa de infectados pelo HIV (2006): 630.000 Prevalência da infecção (15 a 49 anos): 0,61 % Fem. 0,41% Masc. 0,82% 2. Números gerais da aids * Casos acumulados

Leia mais

Vírus - Características Gerais. Seres acelulares Desprovidos de organização celular. Não possuem metabolismo próprio

Vírus - Características Gerais. Seres acelulares Desprovidos de organização celular. Não possuem metabolismo próprio vírus Vírus - Características Gerais Seres acelulares Desprovidos de organização celular Não possuem metabolismo próprio Capazes de se reproduzir apenas no interior de uma célula viva nucleada Parasitas

Leia mais

Situação da Hepatite B no Estado de Santa Catarina

Situação da Hepatite B no Estado de Santa Catarina Situação da Hepatite B no Estado de Santa Catarina Gerência de DST/Aids/Hepatites Virais Diretoria de Vigilância em Saúde Gerência de Vigilância Epidemiológica Programa DST/HIV/Aids/HV Secretaria de Estado

Leia mais

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO HIV/AIDS E COINFECÇÕES NO ESTADO DE GOIÁS

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO HIV/AIDS E COINFECÇÕES NO ESTADO DE GOIÁS SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE GERÊNCIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS COORDENAÇÃO ESTADUAL DE DST/AIDS PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DO HIV/AIDS E COINFECÇÕES NO ESTADO DE GOIÁS Goiânia, 2012

Leia mais

PROCEDIMENTOS SEQUENCIADOS PARA O DIAGNÓSTICO, INCLUSÃO E MONITORAMENTO DO TRATAMENTO DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE C.

PROCEDIMENTOS SEQUENCIADOS PARA O DIAGNÓSTICO, INCLUSÃO E MONITORAMENTO DO TRATAMENTO DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE C. PROCEDIMENTOS SEQUENCIADOS PARA O DIAGNÓSTICO, INCLUSÃO E MONITORAMENTO DO TRATAMENTO DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE C. A) DIAGNÓSTICO ETAPA I - TRIAGEM SOROLÓGICA ( ANTI-HCV ) ETAPA II CONFIRMAÇAO

Leia mais

CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS. FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02

CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS. FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02 CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02 CNLB Conselho Nacional do Laicato do Reunião da Presidência

Leia mais

MARCADORES SOROLÓGICOS DE HEPATITE B EM GESTANTES DE UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA

MARCADORES SOROLÓGICOS DE HEPATITE B EM GESTANTES DE UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA MARCADORES

Leia mais

AIDS NÃO TEM CARA. A DOENÇA ESTÁ SEMPRE CAMISINHA É A ÚNICA PROTEÇÃO.

AIDS NÃO TEM CARA. A DOENÇA ESTÁ SEMPRE CAMISINHA É A ÚNICA PROTEÇÃO. ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA DAS DST/HIV/AIDS E HEPATITES VIRAIS CARNAVAL 2011 AIDS NÃO TEM CARA. A DOENÇA ESTÁ SEMPRE

Leia mais

B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 AIDS DST. ano VII nº 01

B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 AIDS DST. ano VII nº 01 B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 AIDS DST ano VII nº 01 27ª a 52ª semanas epidemiológicas - julho a dezembro de 2009 01ª a 26ª semanas epidemiológicas - janeiro a junho de 2010 2010. Ministério

Leia mais

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014 A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014 Da segregação à conquista da cidadania 1980 mobilização dos usuários, familiares e trabalhadores de saúde visando

Leia mais

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Janeiro 2014

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Janeiro 2014 A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná Coordenação Estadual de Saúde Mental Janeiro 2014 Política Estadual de Saúde Mental 1995 - Lei Estadual nº 11.189 Segue os princípios e diretrizes do SUS e da

Leia mais

O ACONSELHAMENTO NO HIV EM UMA COMUNIDADE COMO MEDIDA PREVENTIVA

O ACONSELHAMENTO NO HIV EM UMA COMUNIDADE COMO MEDIDA PREVENTIVA O ACONSELHAMENTO NO HIV EM UMA COMUNIDADE COMO MEDIDA PREVENTIVA Zardo L*¹ Silva CL*² Zarpellon LD*³ Cabral LPA* 4 Resumo O Vírus da Imunodeficiência humana (HIV) é um retrovírus que ataca o sistema imunológico.através

Leia mais

Projeto Ler e Pensar

Projeto Ler e Pensar Projeto Ler e Pensar Mostra Local de: Cascavel Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Cidade: Agudos do Sul Almirante Tamandaré Apucarana

Leia mais

B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 AIDS DST. ano VIII nº 01

B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 AIDS DST. ano VIII nº 01 B O L E T I M EPIDEMIOLÓGICO ISSN 1517 1159 AIDS DST ano VIII nº 01 27ª a 52ª semanas epidemiológicas - julho a dezembro de 2010 01ª a 26ª semanas epidemiológicas - janeiro a junho de 2011 2012. Ministério

Leia mais