SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ BOLETIM INFORMATIVO - 02/2013 Atualizado em 06/06/2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 02/2013 Atualizado em 06/06/2014"

Transcrição

1 Governo do Estado do Paraná (SESA) Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ BOLETIM INFORMATIVO - 02/2013 Atualizado em 06/06/2014 No boletim quinzenal da gripe divulgado nesta sexta-feira (7) a Secretaria da Saúde confirmou duas novas mortes por gripe no Estado. Uma delas é de um idoso, residente do município de São Pedro do Paraná e a outra de uma criança de seis meses, residente de Curitiba. Foram confirmados 162 casos de casos de gripe no Estado (60 de Influenza A (H1N1), 53 de Influenza A (H3N2) e 47 de influenza tipo B). Além disso, outros dois casos foram confirmados para o vírus Influenza A, sem especificação do subtipo viral. A orientação da secretaria é que a população dos grupos prioritários que ainda não se vacinou vá ate o posto da saúde para receber a vacina. Os pais que tem filhos de até quatro anos, 11 meses e 29 dias devem levar as crianças até um posto de vacinação acompanhados da certidão de nascimento da criança (ou outro documento de identidade) e a carteirinha de vacinação. A vacina é uma das estratégias para conter o avanço da gripe no Estado. O Paraná já imunizou mais de 2,2 milhões de pessoas dentro dos grupos prioritários, aproximadamente 94% do público-alvo inicialmente previsto (gestantes, idosos, crianças de seis meses a menores de dois anos, trabalhadores de saúde, indígenas, população privada de liberdade e doentes crônicos). A inclusão de menores de cinco anos na vacina foi embasada no parecer da comissão estadual de infectologia, que se reuniu na terça-feira (4) em Curitiba, e reforçou a importância da vacinação em crianças e idosos. De acordo com a comissão, estudos científicos revelam que esses dois grupos estão mais susceptíveis à gripe e o risco de complicações pela doença é maior. Outra estratégia do Paraná no combate a doença é a prescrição do medicamento antiviral (Oseltamivir) nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas. Os profissionais de saúde do Paraná estão orientados desde 2011 a prescrever o medicamento, independentemente da confirmação laboratorial, para todos os casos de síndrome gripal (doentes) e síndrome respiratória aguda grave (internados). O antiviral é distribuído gratuitamente nos serviços de saúde da rede estadual e municipal. De acordo o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) são mais de 172 mil tratamentos em estoque no Estado, incluindo a solução oral para crianças. Monitoramento O Paraná tem um sistema de monitoramento pioneiro no país, que é realizado através de amostras coletadas nas 53 unidades sentinelas (pronto atendimentos, unidades de saúde e hospitais) espalhadas em 21 municípios de todas as regiões do Estado. O objetivo é identificar e avaliar o comportamento dos vírus e bactérias respiratórias que mais circulam no Paraná, possibilitando também análises regionais. As amostras são processadas no Laboratório Central do Estado, em São José dos Pinhais. O trabalho utiliza técnicas de uma metodologia desenvolvida no Center for Disease Control and Prevention (CDC de Atlanta), órgão governamental norte-americano responsável por pesquisas e ações na área de saúde pública. Os dados obtidos com o monitoramento são números de amostragem e não representam o total de casos registrados no Estado. Como a gripe não é uma doença de notificação obrigatória, não há como contabilizar o número real de casos no Estado. Mortes Em São Pedro do Paraná, um idoso de 63 anos, procurou o serviço de saúde no dia 23/4, recebeu o antiviral mas morreu no dia 24/5. O homem não tomou a vacina e a secretaria está analisando o prontuário do paciente, pois apresentava sinais de comorbidades. Em Curitiba, uma criança de seis meses morreu na sexta-feira (31). Ela procurou o serviço de saúde no dia 26/5 e após ser medicada não resistiu. *Como foi notificado apenas na quinta-feira (6) o óbito registrado no município de Curitiba será incluído nas tabelas do próximo boletim epidemiológico.

2 1. Distribuição dos casos confirmados de gripe por município de residência e subtipo viral Paraná - 01 de janeiro a 6 de junho de 2013 REGIONAL DE RESIDÊNCIA 1- Paranaguá 2- Metropolitana 3-Ponta Grossa 6-União da Vitória 7-Pato Branco 8- Francisco Beltrão 9- Foz do Iguaçu 10- Cascavel 11- Campo Mourão 12- Umuarama 13- Cianorte 14-Paranavaí 15-Maringá 16- Apucarana 17- Londrina 19- Jacarezinho 20- Toledo 22- Ivaipora Influ Municipio de Residência enza A Influenza A (H1N1) 2009 Influenza A (H3) Influenza B TOTAL PARANAGUA 2 2 Total 2 2 ALMIRANTE TAMANDARE BALSA NOVA 1 1 CURITIBA FAZENDA RIO GRANDE 1 1 SAO JOSE DOS PINHAIS 2 2 Total CASTRO 1 1 PONTA GROSSA Total UNIAO DA VITORIA 5 5 Total 5 5 PATO BRANCO Total DOIS VIZINHOS 1 1 FRANCISCO BELTRAO Total FOZ DO IGUACU SANTA TEREZINHA DE ITAIPU 1 1 SAO MIGUEL DO IGUACU 1 1 Total CASCAVEL CORBELIA NOVA AURORA 1 1 Total CAMPO MOURAO IRETAMA 1 1 TERRA BOA 1 1 Total TAPIRA 1 1 Total 1 1 CIANORTE CIDADE GAUCHA 2 2 RONDON 6 6 Total PARANAVAI 1 1 SAO PEDRO DO PARANA 1 1 Total DOUTOR CAMARGO 1 1 ITAMBE 1 1 MARINGA NOVA ESPERANCA 1 1 SARANDI Total ARAPONGAS Total CAMBE IBIPORA 1 1 LONDRINA Total IBAITI 1 1 JACAREZINHO 3 3 SANTO ANTONIO DA PLATINA Total TOLEDO Total IVAIPORA MANOEL RIBAS 2 2 Total Total geral *dados sujeitos a revisão

3 A tabela acima mostra os casos de Influenza registrados no Paraná desde o início de 2013 até o dia 6 de junho. Das amostras coletadas neste ano, 162 casos de casos de gripe no Estado (60 de Influenza A (H1N1), 53 de Influenza A (H3N2), e 47 de influenza tipo B). Além disso, outros dois casos foram confirmados para o vírus Influenza A, sem especificação do subtipo viral. As regionais de saúde que apresentaram o maior número de casos de gripe foram a 9ª RS - Foz do Iguaçu (26), 2ªRS Metropolitana de Curitiba (24), 15ª Maringá (23) e 17ª RS - Londrina (20) Os dados são resultado de um monitoramento realizado pela Secretaria estadual da Saúde em parceria com 53 unidades sentinela secretarias municipais de saúde, unidades de saúde e hospitais de referência. As amostras são coletadas de casos suspeitos de síndrome respiratória. A confirmação do caso de gripe vem após análise criteriosa do Laboratório Central do Estado. Os números apresentados por este boletim não representam o total de casos do Paraná. O objetivo do monitoramento é identificar e avaliar o comportamento de vírus e bactérias respiratórias que mais circulam no Paraná. 2. Distribuição dos casos de Influenza por subtipo viral e semana epidemiológica de início de sintomas Paraná - 01 de janeiro a 6 de junho de 2013 *dados sujeitos a revisão

4 3. Distribuição dos casos de Influenza por subtipo viral e faixa etária do paciente Paraná - 01 de janeiro a 6 de junho de 2013 *dados sujeitos a revisão 4. Número de casos de Influenza por subtipo e faixa etária do paciente Paraná - 01 janeiro a 6 de junho de 2013 Influenza Influenza Influenza A Influenza B Total geral A(H1N1)pdm09 A(H3) < 1 ano a 4 anos a 9 anos a 19 anos a 29 anos a 39 anos a 49 anos a 59 anos e mais TOTAL Fonte: SESA/LACEN-GAL/CIEVS Dados sujeitos a alteração

5 De acordo com o monitoramento, a maior parte dos casos foi registrada em pacientes com idade entre 20 e 29 anos. Das 161 amostras positivas, 43 eram de pessoas nesta faixa etária. 5. Proporção de casos confirmados de Influenza A(H1N1)pdm09 distribuídos por sexo Paraná 01 de janeiro a 6 de junho de 2013 dados sujeitos a revisão 6. Número de casos confirmados de Influenza A(H3N2) distribuídos por sexo Paraná 01 de janeiro a 6 de junho de 2013 dados sujeitos a revisão

6 7. Número de mortes por gripe por regional de saúde Paraná - 01 de janeiro a 6 de junho de 2013 Regional de Saúde Influenza A (H1N1) 2009 TOTAL 14ª PARANAVAÍ ª JACAREZINHO 2 2 Total 3 3 dados sujeitos a revisão Neste ano, quatro mortes por gripe já foram registradas no Paraná. Os óbitos são de pacientes dos municípios de Santo Antônio da Platina, Ibaiti, São Pedro do Paraná e Curitiba. O primeiro óbito diz respeito a um homem, portador de obesidade mórbida, com 30 anos de idade. Ele começou a apresentar sintomas de gripe no dia 25 de abril e morreu cinco dias depois. O segundo óbito foi de uma mulher de 45 anos. A paciente iniciou com sintomas de gripe no dia 29 de abril e morreu no dia 10 de maio. Em São Pedro do Paraná, um idoso de 63 anos, procurou o serviço de saúde no dia 23/4, recebeu o antiviral mas morreu no dia 24/5. O homem não tomou a vacina e a secretaria está analisando o prontuário do paciente, pois apresentava sinais de comorbidades. Em Curitiba, uma criança de seis meses morreu na sexta-feira (31). Ela procurou o serviço de saúde no dia 26/5 e após ser medicada não resistiu. *Como foi notificado apenas na quinta-feira (6) o óbito registrado no município de Curitiba será incluído nas tabelas do próximo boletim epidemiológico.

SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 04/2013 Atualizado em 28/06/2013

SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 04/2013 Atualizado em 28/06/2013 Governo do Estado do Paraná (SESA) Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA GRIPE NO PARANÁ - 2013 BOLETIM INFORMATIVO - 04/2013 Atualizado em 28/06/2013 Mortes por gripe estão ligadas a doenças crônicas

Leia mais

SITUAÇÃO DA GRIPE A (H1N1) NO PARANÁ - 2012 BOLETIM INFORMATIVO - 03/2012 Atualizado em 02/07/2012 às 18h

SITUAÇÃO DA GRIPE A (H1N1) NO PARANÁ - 2012 BOLETIM INFORMATIVO - 03/2012 Atualizado em 02/07/2012 às 18h Governo do Estado do Paraná (SESA) Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA GRIPE A (H1N1) NO PARANÁ - 2012 BOLETIM INFORMATIVO - 03/2012 Atualizado em 02/07/2012 às 18h A informa que o Paraná teve 381 casos

Leia mais

APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÃO

APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÃO APARELHOS ELÉTRICOS, ELETRÔNICOS E TELECOMUNICAÇÃO SENAI - AMPÉRE auxiliar administrativo e de produção industrial SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS

Leia mais

Cerâmicas e Olarias. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

Cerâmicas e Olarias. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção Cerâmicas e Olarias SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros

Leia mais

PANIFICAÇÃO. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

PANIFICAÇÃO. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção PANIFICAÇÃO SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Higiene Aplicada à Manipulação de Alimentos Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento

Leia mais

HIV/Aids Hepatites Virais Crônicas (HBV/HCV)

HIV/Aids Hepatites Virais Crônicas (HBV/HCV) HIV/Aids Hepatites Virais Crônicas (HBV/HCV) Epidemiologia Paula V. M. Toledo Infectologista SVS SESA Infecções virais crônicas O quadro agudo pode ser assintomático Evoluem para a forma crônica permanece

Leia mais

Ofício Circular nº 015/2013-CGMP Curitiba, 29 de maio de 2013.

Ofício Circular nº 015/2013-CGMP Curitiba, 29 de maio de 2013. Ofício Circular nº 015/2013-CGMP Curitiba, 29 de maio de 2013. Senhor(a) Procurador(a) de Justiça Senhor(a) Promotor(a) de Justiça Senhor (a) Servidor (a) Tem o presente a finalidade de apresentar-lhe,

Leia mais

MÓVEIS E MADEIRA. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

MÓVEIS E MADEIRA. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção MÓVEIS E MADEIRA SENAI - AMPÉRE Montagem de Móveis SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias

Leia mais

Seguem os números da gripe no Estado do Mato Grosso do Sul, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A

Seguem os números da gripe no Estado do Mato Grosso do Sul, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A Seguem os números da gripe no Estado do Mato Grosso do Sul, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B): Relembrando... A gripe é uma doença

Leia mais

Boletim Epidemiológico Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 37 de 2015

Boletim Epidemiológico Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 37 de 2015 Boletim Epidemiológico Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 37 de 2015 A vigilância da influenza no Brasil é composta pela vigilância

Leia mais

Alimentos e bebidas. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

Alimentos e bebidas. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção Alimentos e bebidas SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Higiene Aplicada à Manipulação de Alimentos Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento

Leia mais

QUÍMICA, FARMACÊUTICA E MATERIAL PLÁSTICO

QUÍMICA, FARMACÊUTICA E MATERIAL PLÁSTICO QUÍMICA, FARMACÊUTICA E MATERIAL PLÁSTICO SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para

Leia mais

Gerência de Vigilância em Saúde e Informação Secretaria Municipal de Saúde Informe técnico: Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)

Gerência de Vigilância em Saúde e Informação Secretaria Municipal de Saúde Informe técnico: Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) Nº de amostras Nº casos Gerência de Vigilância em Saúde e Informação VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA: SRAG Em 213, até a SE 3/213, foram notificados 1325 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) sendo

Leia mais

ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES

ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES ESTABELECIMENTOS HOSPITALARES UF MUNICIPIO CNES NOME APUCARANA 2439263 HNSG HOSPITAL OVIDENCIA MATERNO INFANTIL APUCARANA 2439360 HNSG HOSPITAL DA OVIDENCIA ARAPONGAS 2576198 IRMANDADE SANTA CASA DE ARAPONGAS

Leia mais

INFORME EPIDEMIOLÓGICO CIEVS - PARANÁ EVENTOS - Semana Epidemiológica 25 26/06/2012

INFORME EPIDEMIOLÓGICO CIEVS - PARANÁ EVENTOS - Semana Epidemiológica 25 26/06/2012 INFORME EPIDEMIOLÓGICO CIEVS - PARANÁ EVENTOS - Semana Epidemiológica 25 26/06/2012 CENTRO DE INFORMAÇÕES E RESPOSTAS ESTRATÉGICAS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE CIEVS DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA E CONTROLE DE

Leia mais

Boletim Epidemiológico Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 29 de 2014

Boletim Epidemiológico Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 29 de 2014 Boletim Epidemiológico Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Influenza: Monitoramento até a Semana Epidemiológica 29 de 2014 A vigilância da influenza no Brasil é composta pela vigilância

Leia mais

15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe

15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe O que é a gripe? A influenza (gripe) é uma infecção viral que afeta principalmente nariz, garganta, brônquios e, ocasionalmente, os pulmões. A infecção

Leia mais

INFORME TECNICO - Junho 2015

INFORME TECNICO - Junho 2015 GOVERNO DO ESTADO SECRETARIA DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS CENTRO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROF. ALEXANDRE VRANJAC DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO RESPIRATÓRIA INFORME TECNICO - Junho

Leia mais

INFLUENZA Vigilância Ampliada Portaria 2693/ MS 17/11/2011*

INFLUENZA Vigilância Ampliada Portaria 2693/ MS 17/11/2011* INFLUENZA Vigilância Ampliada Portaria 2693/ MS 17/11/2011* Republicada no DOU. Edição 81 de 26/04/2012, páginas 37 e 38 Art. 1º. Estabelece mecanismo de repasse financeiro do Fundo Nacional de Saúde aos

Leia mais

Subsídios para construção dos critérios de priorização RELAÇÃO DAS COMARCAS POR ENTRÂNCIA E POR ORDEM ALFABÉTICA. Hab./Promotor Defasagem Apoio

Subsídios para construção dos critérios de priorização RELAÇÃO DAS COMARCAS POR ENTRÂNCIA E POR ORDEM ALFABÉTICA. Hab./Promotor Defasagem Apoio Subsídios para construção dos critérios de priorização RELAÇÃO DAS POR ENTRÂNCIA E POR ORDEM ALFABÉTICA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA Membros jurídico 1 ALMIRANTE TAMANDARE 2 3 40.377 2 2 2 2 ARAUCARIA

Leia mais

www.drapriscilaalves.com.br [GRIPE (INFLUENZA A) SUÍNA]

www.drapriscilaalves.com.br [GRIPE (INFLUENZA A) SUÍNA] [GRIPE (INFLUENZA A) SUÍNA] 2 Gripe (Influenza A) Suína Situação epidemiológica da nova influenza A (H1N1) no Brasil I ÓBITOS, CASOS GRAVES E FATORES DE RISCO Entre 25 de abril e 8 de agosto, foram informados

Leia mais

CARACTERÍSTCAS DOS ATENDIMENTOS AOS PACIENTES COM GRIPE H1N1 EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA

CARACTERÍSTCAS DOS ATENDIMENTOS AOS PACIENTES COM GRIPE H1N1 EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CARACTERÍSTCAS DOS ATENDIMENTOS AOS PACIENTES COM GRIPE H1N1 EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA Regina Lúcia Dalla Torre Silva 1 ; Marcia helena Freire Orlandi

Leia mais

CONTRUÇÃO CIVIL E OBRAS

CONTRUÇÃO CIVIL E OBRAS CONTRUÇÃO CIVIL E OBRAS SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros

Leia mais

1. 1. DISTRIBUIÇÃO GOGRÁFICA DOS IMÓVIS Almirante Tamandaré 6/6/2006 25493/04 2. Altônia 22/1/2014 7785/12 3. Alto Paraná 22/7/2013 837/2012 4. Alto Piquiri 30/1/2016 8515/2013 5. Andirá 11/12/2010 675/2010

Leia mais

PAPEL E CELULOSE. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

PAPEL E CELULOSE. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção PAPEL E CELULOSE SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros Desenvolvendo

Leia mais

CURITIBA E REGIÃO SUPERMERCADISTAS. Colombo SUPERMERCADO ZONTA SUP. OVERSUPER 1. 1 Paranaguá SUP. SIÃO LTDA 1. Matinhos PIEGEL PÃES E CONVENIENCIAS

CURITIBA E REGIÃO SUPERMERCADISTAS. Colombo SUPERMERCADO ZONTA SUP. OVERSUPER 1. 1 Paranaguá SUP. SIÃO LTDA 1. Matinhos PIEGEL PÃES E CONVENIENCIAS CAMPANHA DE OLHO NA VALIDADE CURITIBA E REGIÃO SUPERMERCADISTAS LOJAS CIDADES SUP. CONDOR Campo Largo Lapa SUP. TISSI 3 SUP. OVERSUPER Colombo SUPERMERCADO ZONTA MINI MERCADO CIVIS (Sup. Compre Bem) Almirante

Leia mais

REPARAÇÃO DE VEÍCULOS

REPARAÇÃO DE VEÍCULOS REPARAÇÃO DE VEÍCULOS SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Aprendiz de Automotiva SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros Atualização para Operadores de

Leia mais

PRÊMIO EXCELÊNCIA EM GESTÃO COLÉGIO SESI

PRÊMIO EXCELÊNCIA EM GESTÃO COLÉGIO SESI PRÊMIO EXCELÊNCIA EM GESTÃO COLÉGIO SESI Caros Colaboradores dos Colégios Sesi, Finalmente divulgamos a todos o resultado do primeiro indicador do Prêmio Excelência em Gestão, iniciando nossa caminhada

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O USO DO OSELTAMIVIR EM INFLUENZA 2016

INSTRUÇÕES PARA O USO DO OSELTAMIVIR EM INFLUENZA 2016 CENTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA INSTRUÇÕES PARA O USO DO OSELTAMIVIR EM INFLUENZA 2016 INFORMAÇÕES GERAIS O medicamento antiviral oseltamivir deve ser utilizado,

Leia mais

Av. Cândido de Abreu, 200 Centro Cívico CEP 80530-902 41 3271-9000 Curitiba - Paraná www.pr.senai..br. Metalmecânica

Av. Cândido de Abreu, 200 Centro Cívico CEP 80530-902 41 3271-9000 Curitiba - Paraná www.pr.senai..br. Metalmecânica Metalmecânica SENAI - ARAUCÁRIA Aperfeiçoamento em Metrologia Aperfeiçoamento em Processos de Soldagem Aperfeiçoamento em Soldagem de Tubulação Aprimoramento em Mecânica de Montagem Industrial Capacitação

Leia mais

É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.

É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. Chikungunya O QUE É O que é Chikungunya? É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O que significa o nome? Significa

Leia mais

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 27.04.

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 27.04. I. Informações gerais Ministério da Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII Ocorrências de casos humanos na América do Norte

Leia mais

Perguntas e Respostas Influenza A (atualizado em 11/06/2009) MINISTÉRIO DA SAÚDE Assessoria de Comunicação

Perguntas e Respostas Influenza A (atualizado em 11/06/2009) MINISTÉRIO DA SAÚDE Assessoria de Comunicação Perguntas e Respostas Influenza A (atualizado em 11/06/2009) MINISTÉRIO DA SAÚDE Assessoria de Comunicação 1) Qual a diferença entre o nível 5 e o nível 6? O que difere os níveis de alerta 5 e 6 é o aumento

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO CONTRA O VÍRUS INFLUENZA A (H1N1) 2009 PANDÊMICO E SAZONAL

PREFEITURA DE GOIÂNIA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO CONTRA O VÍRUS INFLUENZA A (H1N1) 2009 PANDÊMICO E SAZONAL PREFEITURA DE GOIÂNIA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO CONTRA O VÍRUS INFLUENZA A (H1N1) 2009 PANDÊMICO E SAZONAL Goiânia, março de 2010 ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO CONTRA O VÍRUS INFLUENZA

Leia mais

ISSN 2316-7602. Revista do Sistema de Avaliação Rede Estadual. Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná

ISSN 2316-7602. Revista do Sistema de Avaliação Rede Estadual. Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná ISSN 2316-7602 Revista do Sistema de Avaliação Rede Estadual Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná GOVERNO DO PARANÁ BETO RICHA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PAULO AFONSO SCHMIDT DIRETORIA

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde Gerência Executiva de Vigilância em Saúde Gerência Operacional de Resposta Rápida

Secretaria de Estado da Saúde Gerência Executiva de Vigilância em Saúde Gerência Operacional de Resposta Rápida INFLUENZA A (H1N1) SEMANA EPIDEMIOLÓGICA 35/2009 Até a semana epidemiológica - SE 35/2009, encerrada em 05/09/2009, foram notificados 131 casos suspeitos de Influenza, sendo 37 de Síndrome Gripal - SG

Leia mais

Ata da 4ª Reunião da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa COMSUS Curitiba, 20 de fevereiro de 2014.

Ata da 4ª Reunião da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa COMSUS Curitiba, 20 de fevereiro de 2014. Ata da 4ª Reunião da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Programa COMSUS Curitiba, 20 de fevereiro de 2014. Aos vinte dias do mês de fevereiro de 2014, às 09:00 horas, esteve reunida na sala de reuniões

Leia mais

TABELA DE MUNICÍPIOS COM PARTICIPAÇÃO NO ÍNDICE AMBIENTAL VALORES REPASSADOS NO EXERCÍCIO DE 2000

TABELA DE MUNICÍPIOS COM PARTICIPAÇÃO NO ÍNDICE AMBIENTAL VALORES REPASSADOS NO EXERCÍCIO DE 2000 VALORES REPASSADOS NO EXERCÍCIO DE 2000 Esta tabela identifica os Municípios com participação no Índice Ambiental relativo às informações do ano base de 1998, que compôs o cálculo do Índice de Participação

Leia mais

TELEVISANDO O FUTURO. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

TELEVISANDO O FUTURO. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) TELEVISANDO O FUTURO Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Instituto GRPCOM Cidade: Área de Abrangência:

Leia mais

Informe Técnico sobre o vírus Influenza A (H7N9)

Informe Técnico sobre o vírus Influenza A (H7N9) Informe Técnico sobre o vírus Influenza A (H7N9) SOBRE O VÍRUS INFLUENZA A (H7N9) O vírus influenza A (H7N9) é um subtipo de vírus influenza A de origem aviária. Esse subtipo viral A (H7N9) não havia sido

Leia mais

SITUAÇÃO DA DENGUE NO PARANÁ 2014/2015 Informe técnico 09 Período 2014/2015 Semana 31/2014 a 07/2015 Atualizado em 23/02/2015 às 17h

SITUAÇÃO DA DENGUE NO PARANÁ 2014/2015 Informe técnico 09 Período 2014/2015 Semana 31/2014 a 07/2015 Atualizado em 23/02/2015 às 17h Governo do Estado do Paraná Secretaria de Estado da Saúde (SESA) Superintendência de Vigilância em Saúde Sala de Situação em Saúde SITUAÇÃO DA DENGUE NO PARANÁ 2014/2015 Informe técnico 09 Período 2014/2015

Leia mais

ATIVIDADES REALIZADAS PELO PROCON-PR E PELOS PROCONS INTEGRADOS AO SISTEMA ESTADUAL EM 2012

ATIVIDADES REALIZADAS PELO PROCON-PR E PELOS PROCONS INTEGRADOS AO SISTEMA ESTADUAL EM 2012 ATIVIDADES REALIZADAS PELO PROCON-PR E PELOS PROCONS INTEGRADOS AO SISTEMA ESTADUAL EM 2012 Com o objetivo de implementar e executar a política estadual de proteção, orientação, defesa e educação do consumidor,

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre o vírus A(H7N9)* Questions and answers about the vírus A(H7N9)

Perguntas e Respostas sobre o vírus A(H7N9)* Questions and answers about the vírus A(H7N9) Republicação de Artigo * Questions and answers about the vírus A(H7N9) Centers for Disease Control and Prevention Uma nova cepa do vírus da influenza aviária foi descoberta em aves e pessoas na China.

Leia mais

NOTA TÉCNICA N o 014/2012

NOTA TÉCNICA N o 014/2012 NOTA TÉCNICA N o 014/2012 Brasília, 28 de agosto de 2012. ÁREA: Área Técnica em Saúde TÍTULO: Alerta sobre o vírus H1N1 REFERÊNCIA(S): Protocolo de Vigilância Epidemiológica da Influenza Pandêmica (H1N1)

Leia mais

RESUMO DOS CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS

RESUMO DOS CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS RESUMO DOS CONCURSOS PÚBLICOS REALIZADOS Advogado CARGO ÓRGÃO DATA INSCRITOS CLASSIFICADOS Câmara Municipal de Ponta Grossa Abril/95 43 10 Advogado Prefeitura Municipal Ponta Grossa Maio/92 29 10 Agente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESPORTE - PARANÁ ESPORTE - JUSTIÇA DESPORTIVA 54º JOGOS ABERTOS DO PARANÁ FASE FINAL - TOLEDO

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESPORTE - PARANÁ ESPORTE - JUSTIÇA DESPORTIVA 54º JOGOS ABERTOS DO PARANÁ FASE FINAL - TOLEDO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESPORTE - PARANÁ ESPORTE - JUSTIÇA DESPORTIVA 54º JOGOS ABERTOS DO PARANÁ FASE FINAL - TOLEDO TERMO DE DECISÃO O TRIBUNAL ESPECIAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA, por ocasião

Leia mais

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 28.04.

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII. Ocorrências de casos humanos na América do Norte Informe do dia 28.04. I. Informações gerais Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional ESPII Ocorrências

Leia mais

PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ

PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ 1. Estrutura 1.1. O Paraná no Brasil A indústria de Metal-Mecânica do Paraná é a quinta maior do País em número de empregados (111.484 ou 6,72%) segundo dados

Leia mais

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA GESTÃO DO SUS Órgão: Secretaria de Estado da Saúde do Paraná CNPJ: 76.416.866/0001-40 Dirigente: Michele Caputo Neto Profissão: Secretario Estadual de Saúde RG: 048149-6 SSPPr CPF:

Leia mais

Informe Técnico Sarampo nº 9 - ALERTA SARAMPO. Novos casos confirmados de sarampo (Genótipo D4), residentes no Estado de São Paulo.

Informe Técnico Sarampo nº 9 - ALERTA SARAMPO. Novos casos confirmados de sarampo (Genótipo D4), residentes no Estado de São Paulo. INFORME TÉCNICO Nº 9 (Outubro) ALERTA SARAMPO 2011 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS CENTRO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROF. ALEXANDRE

Leia mais

Projeto Ler e Pensar

Projeto Ler e Pensar Projeto Ler e Pensar Mostra Local de: Cascavel Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Cidade: Agudos do Sul Almirante Tamandaré Apucarana

Leia mais

RELAÇÃO DOS COORDENADORES REGIONAIS DE SAÚDE MENTAL Telefone Institucional: 41-3420-6600/6605

RELAÇÃO DOS COORDENADORES REGIONAIS DE SAÚDE MENTAL Telefone Institucional: 41-3420-6600/6605 Secretaria de Estado da SESA Superintendência de Atenção em SAS Divisão de Mental - DVSAM Marcia Silvana Fernandes 41-3420-6600/6605 marciafernandes@sesa.pr.gov.br 1ª RS Paranaguá Deserre Araujo Nobre

Leia mais

CIDADE ENDEREÇO OFICINAS DATA HORÁRIO SEI CONTROLAR MEU DINHEIRO SEI CONTROLAR MEU DINHEIRO

CIDADE ENDEREÇO OFICINAS DATA HORÁRIO SEI CONTROLAR MEU DINHEIRO SEI CONTROLAR MEU DINHEIRO ALTÔNIA AV. SETE DE SETEMBRO, Nº 717 - PREFEITURA Telefone: (44) 3659-8150 SEI PLANEJAR 13/04/2015 19h30 às 22h30 CULTURAL DE AL- VORADA DO SUL - PÇ. PREF. ALVORADA DO SUL ANTONIO DE SOUZA LEMOS Telefone:

Leia mais

2.2 Promoção não cumulativa com outras ofertas das EMPRESAS OFERTANTES.

2.2 Promoção não cumulativa com outras ofertas das EMPRESAS OFERTANTES. Parceria GVT e SKY (EMPRESAS OFERTANTES) 1. Descrição da promoção GVT + SKY ( Promoção ) 1.1 Os clientes comuns da GVT e da SKY ( EMPRESAS OFERTANTES ) localizados nas cidades destacadas no item 2.3 abaixo,

Leia mais

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Janeiro 2014

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Janeiro 2014 A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná Coordenação Estadual de Saúde Mental Janeiro 2014 Política Estadual de Saúde Mental 1995 - Lei Estadual nº 11.189 Segue os princípios e diretrizes do SUS e da

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED EDITAL N.º 166/2012-GS/SEED O Diretor-Geral da Secretaria de Estado da Educação, no uso das atribuições que lhe confere a Resolução n.º 334/2011 SEED/GS, de 14/02/2011, resolve TORNAR PÚBLICO o presente

Leia mais

Informe Técnico SARAMPO nº 5 Sarampo no Estado de São Paulo

Informe Técnico SARAMPO nº 5 Sarampo no Estado de São Paulo GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS CENTRO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROF. ALEXANDRE VRANJAC DIVISÃO DE DOENÇAS DE TRANSMISSÃO RESPIRATÓRIA

Leia mais

Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais do Estado do Paraná

Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais do Estado do Paraná Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais do Estado do Paraná 1º Semestre 2015 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Michele Caputo Neto SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE Sezifredo Paz DIRETOR GERAL Eliane Chomatas

Leia mais

FACULDADE ESTADUAL DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE UNIÃO DA VITÓRIA FAFI (09 PROJETOS APROVADOS)

FACULDADE ESTADUAL DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE UNIÃO DA VITÓRIA FAFI (09 PROJETOS APROVADOS) Municípios onde acontecem as atividades do Programa de Extensão Universidade Sem Fronteiras, relacionados às respectivas Instituições proponentes dos projetos aprovados FACULDADE ESTADUAL DE FILOSOFIA,

Leia mais

Câmara do Ensino Médio e da Educação Profissional Técnica de Nível Médio

Câmara do Ensino Médio e da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Profissional IBREP/PR Profissional Exitum Profissional Democrata - Credenciamento e Autorização de Funcionamento: Resolução Secretarial nº 4487/08 de 26/09/08 Parecer CEE/PR nº 605/08, de 05/09/08. Renovação

Leia mais

Pesquisa Etiológica. Exame específico

Pesquisa Etiológica. Exame específico Influenza A (H1N1) O vírus A Influenza A(H1 N1) é uma doença respiratória e a transmissão ocorre de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de contato com secreções respiratórias

Leia mais

Diligências nas Comarcas do Interior do Paraná Relação de Subseções Subseção Banco Agencia C/C Salas Telefone

Diligências nas Comarcas do Interior do Paraná Relação de Subseções Subseção Banco Agencia C/C Salas Telefone Diligências nas Comarcas do Interior do Paraná Relação de Subseções Subseção Banco Agencia C/C Salas Telefone APUCARANA Banco do Brasil 0355-7 10.653-4 Sede (43) 3422-3020 Fórum de Apucarana (43) 3422-3675

Leia mais

1. Aspectos Epidemiológicos

1. Aspectos Epidemiológicos 1. AspectosEpidemiológicos A influenza é uma infecção viral que afeta principalmente o nariz, a garganta, os brônquiose,ocasionalmente,ospulmões.sãoconhecidostrêstiposdevírusdainfluenza:a,b e C. Esses

Leia mais

2009-2011 MEIOS DE HOSPEDAGEM

2009-2011 MEIOS DE HOSPEDAGEM 2009-2011 MEIOS DE HOSPEDAGEM Governador do Estado Carlos Alberto Richa Secretário de Estado do Turismo Faisal Saleh Diretor Presidente da Paraná Turismo Marcos Venício Alves Meyer Aeroporto Afondo Pena

Leia mais

Índice dos Boletins Epidemiológicos de Porto Alegre de 2014 a 1996

Índice dos Boletins Epidemiológicos de Porto Alegre de 2014 a 1996 Índice dos Boletins Epidemiológicos de Porto Alegre de 2014 a 1996 XV 55 Novembro de 2014 Especial Vigilância Ambiental da Dengue em Porto Alegre XV 54 Fevereiro de 2014 Atual Cenário Epidemiológica da

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS EM 2012.

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS EM 2012. PROJETO: 7 - QUALIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS VISANDO A COPA DO MUNDO 2014 Objetivo: Acompanhar as atividades de capacitação e qualificação dos trabalhadores que atuarão na Copa do Mundo 2014. Justificativa:

Leia mais

Pernambuco (62), Santa Catarina (01) e Paraíba (02). O genótipo D8 foi identificado em 50 amostras e o D4 em uma amostra.

Pernambuco (62), Santa Catarina (01) e Paraíba (02). O genótipo D8 foi identificado em 50 amostras e o D4 em uma amostra. ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE GERÊNCIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Informe Epidemiológico Sarampo - Setembro/2013 O sarampo é uma doença altamente transmissível e que pode evoluir

Leia mais

PROJETO TALENTO OLIMPICO DO PARANÁ TOP 2016: UMA ANÁLISE PRELIMINAR DE SUA IMPLANTAÇÃO NA UNIVERSIDADE ETADUAL DE LONDRINA

PROJETO TALENTO OLIMPICO DO PARANÁ TOP 2016: UMA ANÁLISE PRELIMINAR DE SUA IMPLANTAÇÃO NA UNIVERSIDADE ETADUAL DE LONDRINA PROJETO TALENTO OLIMPICO DO PARANÁ TOP 2016: UMA ANÁLISE PRELIMINAR DE SUA IMPLANTAÇÃO NA UNIVERSIDADE ETADUAL DE LONDRINA Rosangela Marques Busto 1 A Universidade Estadual de Londrina nasceu da união

Leia mais

TABELA - OFÍCIOS DE DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO ORDEM DESCRESCENTE SEGUNDO O ART. 98, 2º, ADCT/CF

TABELA - OFÍCIOS DE DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO ORDEM DESCRESCENTE SEGUNDO O ART. 98, 2º, ADCT/CF TABELA - OFÍCIOS DE DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO ORDEM DESCRESCENTE SEGUNDO O ART. 98, 2º, ADCT/CF (DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DA POPULAÇÃO COM RENDA DE ATÉ 3 SALÁRIOS MÍNIMOS) Mesorregião Seção Judiciária

Leia mais

OUVIDORIA ESTADUAL DO SUS SESA/PR OUVIDORIA ESTADUAL DO SUS RELATÓRIO GERENCIAL SESA/PR 1º QUADRIMESTRE - 2013.

OUVIDORIA ESTADUAL DO SUS SESA/PR OUVIDORIA ESTADUAL DO SUS RELATÓRIO GERENCIAL SESA/PR 1º QUADRIMESTRE - 2013. OUVIDORIA ESTADUAL DO SUS SESA/PR OUVIDORIA ESTADUAL DO SUS RELATÓRIO GERENCIAL SESA/PR 1º QUADRIMESTRE - 2013. SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 DEMONSTRATIVO GERAL DOS DADOS... 4 PARTE 1 NÚMERO DE MANIFESTAÇÕES

Leia mais

2009-2012 MEIOS DE HOSPEDAGEM. SETU/Dados e Estudos Turísticos - Meios de Hospedagem do Paraná 1

2009-2012 MEIOS DE HOSPEDAGEM. SETU/Dados e Estudos Turísticos - Meios de Hospedagem do Paraná 1 2009-2012 MEIOS DE HOSPEDAGEM SETU/Dados e Estudos Turísticos - Meios de Hospedagem do Paraná 1 Governador do Estado Carlos Alberto Richa Secretário de Estado do Turismo Jackson Pitombo Diretora Presidente

Leia mais

Tabela 1: Distribuição dos vírus Influenza nas amostras laboratoriais FUNED, 2013. Número de amostras positivas

Tabela 1: Distribuição dos vírus Influenza nas amostras laboratoriais FUNED, 2013. Número de amostras positivas COORDENADORIA DE DOENÇAS E AGRAVOS TRANSMISSÍVEIS DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLOGIA, AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR INFLUENZA (GRIPE) - CID 10: J09,

Leia mais

CRONOGRAMA PARA CAPACITAÇÕES. Julho de 2012

CRONOGRAMA PARA CAPACITAÇÕES. Julho de 2012 CRONOGRAMA PARA CAPACITAÇÕES Julho de 2012 Capacitações Enfermagem 15,16,17/8 Guarapuava, Pato Branco, Telêmaco Borba, Irati Guarapuava 15-Enfermeiros da AP 16-Enfermeiros dos Hospitais da Rede 17-Técnicos

Leia mais

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014 A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014 Da segregação à conquista da cidadania 1980 mobilização dos usuários, familiares e trabalhadores de saúde visando

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PARANÁ. Resolução nº 777/2017 ANEXO I

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PARANÁ. Resolução nº 777/2017 ANEXO I Resolução nº 777/2017 ANEXO I 1ª Curitiba redefinição do eleitorado 2ª Curitiba redefinição do eleitorado 3ª Curitiba redefinição do eleitorado 4ª Curitiba redefinição do eleitorado 8ª São José dos Pinhais

Leia mais

Curitiba - Matrícula na Educação Básica

Curitiba - Matrícula na Educação Básica Alunos Matriculados por Município na Educação Básica do Paraná - Série Temporal 2007-2013 O presente estudo, baseado nas informações do Censo Escolar do MEC/Inep, incluindo os dados de 2013 recém divulgados,

Leia mais

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL D E R A L PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS 20/03/06 O levantamento de campo realizado pelo DERAL, no

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E DEFESA CIVIL SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO, ATENÇÃO BÁSICA E VIVILÂNCIA COORDENADORIA DE SAÚDE DA AP 5.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E DEFESA CIVIL SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO, ATENÇÃO BÁSICA E VIVILÂNCIA COORDENADORIA DE SAÚDE DA AP 5. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E DEFESA CIVIL SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO, ATENÇÃO BÁSICA E VIVILÂNCIA COORDENADORIA DE SAÚDE DA AP 5.2 DIVISÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE BETI BRISSE

Leia mais

Conferência Temática da Saúde Integral da População Negra no Estado do PR. Curitiba, 28-06-2013

Conferência Temática da Saúde Integral da População Negra no Estado do PR. Curitiba, 28-06-2013 Conferência Temática da Saúde Integral da População Negra no Estado do PR Curitiba, 28-06-2013 A POPULAÇAO NEGRA NO BRASIL E A LUTA PELA CIDADANIA Quilombos e Movimentos Sociais (movimentos de mulheres

Leia mais

INFORME TÉCNICO INFLUENZA DDTR 31/01/2012

INFORME TÉCNICO INFLUENZA DDTR 31/01/2012 2012 INFORME TÉCNICO INFLUENZA DDTR 31/01/2012 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE CONTROLE DE DOENÇAS CENTRO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROF. ALEXANDRE VRANJAC

Leia mais

Aperfeiçoamento Metodológico do Sistema de Previsão de Safras no Brasil (GeoSafras. Projeto GeoSafras (CONAB/PNUD)

Aperfeiçoamento Metodológico do Sistema de Previsão de Safras no Brasil (GeoSafras. Projeto GeoSafras (CONAB/PNUD) Aperfeiçoamento Metodológico do Sistema de Previsão de Safras no Brasil (GeoSafras (GeoSafras)) Projeto GeoSafras (CONAB/PNUD) Caracterização da Evolução de Plantios no Estado do Paraná Safra de Verão

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA CENTRO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA CENTRO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA TRIBUNAL DE JUSTIÇA CENTRO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE 2013 COMO FAZ TODOS OS ANOS, O TRIBUNAL IMUNIZARÁ SEUS FUNCIONÁRIOS ATIVOS CONTRA A GRIPE A E A GRIPE SAZONAL - VACINA TRIVALENTE

Leia mais

Gripe A (H1N1) de origem suína

Gripe A (H1N1) de origem suína Gripe A (H1N1) de origem suína A gripe é caracterizada como uma doença infecciosa com alto potencial de contagio causado pelo vírus Influenza. Este vírus apresenta três tipos, sendo eles o A, B e C. Observam-se

Leia mais

Sobre a Rede de Laboratórios de Saúde Pública. Autor: Leonardo Simões Medeiros 28/10/2008 MS/DATASUS/COSAB 1

Sobre a Rede de Laboratórios de Saúde Pública. Autor: Leonardo Simões Medeiros 28/10/2008 MS/DATASUS/COSAB 1 Sobre a Rede de Laboratórios de Saúde Pública Autor: Leonardo Simões Medeiros 28/10/2008 MS/DATASUS/COSAB 1 Rede de Laboratórios de Saúde Pública LACENs Laboratórios Regionais Laboratórios Mistos Laboratórios

Leia mais

Total de homens Total de mulheres

Total de homens Total de mulheres Nome do população população 4100103 Abatiá 8.259 3.911 3.842 5.721 2.032 7.753 4100202 Adrianópolis 7.007 3.296 3.078 2.060 4.314 6.374 4100301 Agudos do Sul 7.221 4.306 3.964 2.822 5.448 8.270 4100400

Leia mais

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais.

Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Ministério da Saúde esclarece as principais dúvidas sobre a doença e apresenta recomendações para viajantes internacionais. Fonte: Agência Fiocruz 1. Há casos de influenza A (H1N1) no Brasil? Não. Até

Leia mais

CÓDIGOS DO PARANÁ. Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001

CÓDIGOS DO PARANÁ. Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001 CÓDIGOS DO PARANÁ Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001 UF MUNICÍPIO CÓDIGO DE ÁREA PR ABATIÁ 43 PR ADRIANÓPOLIS 41 PR AGUDOS DO SUL 41 PR ALMIRANTE TAMANDARÉ 41 PR ALTAMIRA DO PARANÁ 42 PR ALTO

Leia mais

Mat. de Construção, Madeira, Hidráulica, Vidros, Areia e Brita

Mat. de Construção, Madeira, Hidráulica, Vidros, Areia e Brita Mat. de Construção, Madeira, Hidráulica, Vidros, Areia e Brita CCT CONVENÇÕES COLETIVAS DE TRABALHO 2016/2017 CURITIBA 2016/2017 FOZ DO IGUAÇU 2016/2017 PALOTINA 2016/2017 CASCAVEL 2016/2017 TOLEDO 2016/2017

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO FÍSICA: DA UNIVERSIDADE À COMUNIDADE - 12 ANOS DE RELAÇÕES COM A COMUNIDADE

PROJETO DE EXTENSÃO FÍSICA: DA UNIVERSIDADE À COMUNIDADE - 12 ANOS DE RELAÇÕES COM A COMUNIDADE PROJETO DE EXTENSÃO FÍSICA: DA UNIVERSIDADE À COMUNIDADE - 12 ANOS DE RELAÇÕES COM A COMUNIDADE Extensión, docencia e investigación Silvio Luiz Rutz da Silva, Dr. (1) ; Luiz Antônio Bastos Bernardes, Dr.

Leia mais

O que? Quando? E por quem? Uma investigação sobre o ensino de IHC nas universidades públicas do Estado do Paraná

O que? Quando? E por quem? Uma investigação sobre o ensino de IHC nas universidades públicas do Estado do Paraná III Workshop sobre Ensino de IHC Cuiabá 05/11/2012 IHC 12 O que? Quando? E por quem? Uma investigação sobre o ensino de IHC nas universidades públicas do Estado do Paraná Sílvia Amélia Bim e Clodis Boscarioli

Leia mais

MOSTRA DE PROJETOS 2012. Estratégias para o desenvolvimento local e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio REGULAMENTO.

MOSTRA DE PROJETOS 2012. Estratégias para o desenvolvimento local e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio REGULAMENTO. MOSTRA DE PROJETOS 2012 Estratégias para o desenvolvimento local e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio REGULAMENTO Anexos I e II O Movimento Nós Podemos Paraná em parceria com os Nós

Leia mais

Gripe H1N1 ou Influenza A

Gripe H1N1 ou Influenza A Gripe H1N1 ou Influenza A A gripe H1N1 é uma doença causada por vírus, que é uma combinação dos vírus da gripe normal, da aviária e da suína. Essa gripe é diferente da gripe normal por ser altamente contagiosa

Leia mais

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO MUNICIPAL SEGUNDO OS MUNICÍPIOS DO PARANÁ - 1991/2000 continua 1991 2000 MUNICÍPIO. Ranking no estado.

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO MUNICIPAL SEGUNDO OS MUNICÍPIOS DO PARANÁ - 1991/2000 continua 1991 2000 MUNICÍPIO. Ranking no estado. www.ipardes.gov.br ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO MUNICIPAL SEGUNDO OS S DO PARANÁ - 1991/2000 PARANÁ 0,711 0,678 0,778 0,678 (1) 7 0,787 0,747 0,879 0,736 (1) 6 Abatiá 0,651 0,717 0,664 0,571 235 0,710

Leia mais

População Analfabeta Residente com 15 anos e mais

População Analfabeta Residente com 15 anos e mais SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DA DIVERSIDADE COORDENAÇÃO DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS PROGRAMA PARANÁ ALFABETIZADO ÍNDICES DE ANALFABETISMOS

Leia mais

Boletim Mensal da Síndrome Respiratória Aguda Grave Goiás 2015

Boletim Mensal da Síndrome Respiratória Aguda Grave Goiás 2015 SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Av. 136 Quadra F 44 Lotes 22/ 24 Edifício César Sebba Setor Sul Goiânia GO- CEP: 74093-250 Fone: (62) 3201-7880 FAX: (62) 3201-7878

Leia mais

APROVAÇÃO DOS PLANOS DE AÇÃO REGIONAIS DA REDE CEGONHA

APROVAÇÃO DOS PLANOS DE AÇÃO REGIONAIS DA REDE CEGONHA APROVAÇÃO DOS PLANOS DE AÇÃO REGIONAIS DA REDE CEGONHA Aprovado os 18 Planos de Ação Regionais da Rede Cegonha pela Área Técnica da Saúde da Mulher do Ministério da Saúde. Deliberação nº 156 de 09/10/2015

Leia mais