SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Centro de Referência e Treinamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis CRT-DST/ AIDS/ CCD

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Centro de Referência e Treinamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis CRT-DST/ AIDS/ CCD"

Transcrição

1 DELIBERAÇÃO CIB N O 61 PARA A DISTRIBUIÇÃO DO VALOR DO INCENTIVO FINANCEIRO BASEADA NA PORTARIA N O de 26 de Dezembro de 2013 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Centro de Referência e Treinamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis CRT-DST/ AIDS/ CCD Programa Estadual de Hepatites Virais PEHV/ CVE/ CCD

2 PORTARIA N O de Dezembro de 2013 HISTÓRICO Portarias N os e de 2002: Incentivo para DST/Aids e OSC Portaria N o 2.555: Casa de Apoio Portaria N o 2.802: Fórmula Infantil Portaria Nº 3.271: Hepatites Virais Portaria N o de 10 de Julho de 2013, Artigo 20: Unificação dos valores de incentivo Art. 20. O incentivo para as ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST/AIDS e Hepatites Virais será composto pela unificação dos seguintes incentivos: I - Qualificação das Ações de Vigilância e Promoção da Saúde as DST/AIDS e Hepatites Virais; II - Casas de Apoio para Pessoas Vivendo com HIV/AIDS; e III - Fórmula infantil às crianças verticalmente expostas ao HIV. Parágrafo único. As Secretarias de Saúde dos Estados, Distrito Federal e Municípios que, na data da publicação desta Portaria, recebam os incentivos de que trata o "caput", garantirão a manutenção do conjunto das ações programadas na oportunidade de sua instituição, incluindo o apoio a organizações da sociedade civil para o desenvolvimento de ações de prevenção e/ou de apoio às pessoas vivendo com HIV/AIDS e hepatites virais. (grifo nosso).

3 PORTARIA N O de Dezembro de 2013 PORTARIA N O MINISTÉRIO DA SAÚDE 26 de Dezembro de 2013 Regulamenta o Incentivo Financeiro de Custeio às ações de vigilância, prevenção e controle das DST/AIDS e Hepatites Virais O Valor de Incentivo Financeiro a ser distribuído em 2014 para os Municípios do Estado SP e Secretaria Estadual de Saúde: R$ ,00

4 PORTARIA N O de Dezembro de 2013 CONSIDERANDO o conjunto de Estados, Distrito Federal e Municípios que representam 90% (noventa por cento) dos casos de Aids, Hepatite B, Hepatite C e Sífilis Congênita no País. ARTIGO 1º.... regulamenta o incentivo financeiro de custeio às ações de vigilância, prevenção e controle das DST/Aids e Hepatites Virais... ARTIGO 2º. O incentivo financeiro de custeio..., incluindo-se o apoio às organizações da sociedade civil, a manutenção de Casas de Apoio para Pessoas Vivendo com HIV/AIDS e a aquisição de fórmula infantil para crianças verticalmente expostas ao HIV. ARTIGO 3º. Para habilitar-se ao recebimento... Estados e os Municípios terão até 90 dias... para encaminhar a SVS/MS a Resolução da respectiva Comissão Intergestores Bipartite (CIB) que contenha a distribuição do valor dos recursos financeiros a serem repassados pelo Ministério da Saúde a cada uma das Secretarias de Saúde dos Municípios prioritários. Alígnea 1º.... a CIB observará os seguintes critérios: I. Carga de doença; II. Município de Região Metropolitana; III. Município de referência de Região de Saúde; e IV. Município cuja população seja acima de habitantes. ARTIGO 6º.... promoverá a distribuição... de acordo com as Resoluções das respectivas CIB e do CGSES/DF. ARTIGO 7º parcelas fixas... retroativas a Janeiro ARTIGO 8º. O detalhamento das ações de vigilância, prevenção e controle das DST/AIDS e Hepatites Virais deverá ser inserido... na Programação Anual de Saúde (PAS).... ARTIGO 15º. Ficam revogadas: Portarias N os e de 2002: Incentivo para DST/Aids Portaria N o 2.555: Casa de Apoio Portaria N o : Fórmula Infantil Portaria N o 1.378: Unificação

5 CRITÉRIOS UTILIZADOS PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE PARA PRIORIZAÇÃO DOS MUNICÍPIOS Os municípios foram classificados a partir da Carga da Doença, através de dados coletados no SINAN referente ao: de casos notificados de HIV em 2011; Prevalência Nacional: 0,40%. Peso: 1,5. de casos de Hepatite B em 2012; Prevalência 0,40%, Peso: 1,5. de casos de Hepatite C em 2012; Prevalência 1,40%, Peso: 2,0. de casos de nascidos com Sífilis Congênita em 2012; Prevalência Nacional 0,14%. Peso: 1,0.

6 DELIBERAÇÃO CIB N O 61 DOE DE 28/03/14- Seção 1 p.87 PROPOSTA GT PARA DISTRIBUÇÃO INCENTIVO 2014 Portaria Incentivo (R$) DST/ AIDS/ FÓRMULA INFANTIL: MANUTENÇÃO DOS 145 MUNICÍPIOS PRIORITÁRIOS QUALIFICADOS NA POLÍTICA DE INCENTIVO POR CRITÉRIOS EPIDEMIOLÓGICOS. Portaria Fórmula Láctea (R$) TOTAL (R$) , , ,43 HEPATITES VIRAIS B e C: MANUTENÇÃO DOS 16 MUNICÍPIOS QUALIFICADOS ATUALMENTE NA POLÍTICA, MANTENDO-SE OS VALORES ATUAIS E INCLUSÃO DE 50 NOVOS MUNICÍPIOS TENDO COMO VALOR MÍNIMO R$ ,00. Municípios Prioritários (n=16) (R$) *Referência para Tratamento com IP na Região de Saúde. Municípios Prioritários (n=42) (R$) Municípios Estratégicos* (n=08) (R$) PEHV-CVE (R$) Total (n=66) (R$) , , , , ,00

7 DELIBERAÇÃO CIB N O 61 DOE DE 28/03/14- Seção 1 p.87 PROPOSTA GT PARA DISTRIBUÇÃO INCENTIVO 2014 DST/ AIDS/ CASAS DE APOIO: REAJUSTES DOS VALORES DE FINANCIAMENTO DE ACOMODAÇÕES (TIPOS I, II e Crianças) DE CASAS DE APOIO NOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO. 1: Total de R$ 500,00/ Acomodação (n=227); 2: Reajuste para R$ 800,00/ Acomodação (n=189) e 3: Reajuste de R$ 500,00/ Acomodação (n=75). *Total acrescido de R$43.600,00 para ser utilizado em Casa de Apoio. Acomodações Adulto Tipo I (R$) 1 Acomodações Adulto Tipo II (R$) 2 Acomodações Crianças (R$) 3 Total Acomodações (R$)* , , , ,00 DST/ AIDS/ OSC*: DESCENTRALIZAÇÃO FINANCEIRA E FINACIAMENTO DE PROJETOS PELA OSC NO ÂMBITO DAS DST/ AIDS-Portaria Organização da Sociedade Civil. Foram mantidos 3 municípios, que sinalizaram a intenção de permanecer no processo neste ano, ou seja, irão estabelecer processos seletivos e repasse de recursos para OSC que atuam em DST/Aids em seus municípios. Os outros 5 municípios, possuem recursos acumulados e alguns, pretendem voltar a participar do processo assim que executarem estes recursos. São Paulo (R$) Sorocaba (R$) Ribeirão Preto (R$) CRT-DST/Aids SP (R$) TOTAL (R$) , , , , ,57

8 DELIBERAÇÃO CIB N O 61 DOE DE 28/03/14- Seção 1 p.87 CRITÉRIOS FUTUROS Além dos critérios utilizados para a presente proposta, o GTVS pretende realizar o levantamento de outros critérios, complementares, que considerem especificidades municipais com relação a estes agravos e que possam compor a classificação de elegibilidade dos municípios, de forma a garantir a equidade na distribuição do Recurso Financeiro disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

9 DELIBERAÇÃO CIB N O 61 DOE DE 28/03/14- Seção 1 p.87 CONCLUSÃO A Portaria Nº subsidia a pactuação em CIB com a relação de 58 Municípios Prioritários baseada nas considerações por porte populacional e carga de doença (alínea 2 a do artigo 3 o ) considerando o conjunto de Estados, Distrito Federal e Municípios que representam 90% (noventa por cento) dos casos de Aids, Hepatite B, Hepatite C e Sífilis Congênita no País.

10 DELIBERAÇÃO CIB N O 61 DOE DE 28/03/14- Seção 1 p.87 A CIB aprovou a distribuição do Valor do Incentivo Financeiro para: manter o incentivo às ações de Prevenção, Vigilância e Controle de DST/ AIDS nos mesmos *145 Municípios Prioritários contemplados anteriormente, com os valores atuais. *incluídos os 58 municípios indicados na Portaria. manter os 16 municípios prioritários deliberados na CIB 75/2011 e retificada em Nº 17 - DOE de 25/01/12 - Seção 1 - p.53 e Portaria nº de 30 de dezembro de 2011; incorporar os 42 municípios que não eram classificados como prioritários, mas que foram incluídos na Portaria nº de 26 de dezembro de 2013; incorporar os 06 primeiros municípios com maior carga da doença que não eram classificados como prioritários e que já estão credenciados para o manejo IP (Inibidor de Protease) no tratamento de pacientes com hepatite C crônica; incorporar 02 municípios estratégicos que não eram classificados como prioritários: Birigui tem população com mais de 100 mil habitantes e já credenciado para o manejo IP Bragança Paulista tem população com mais de 100 mil habitantes e está em processo de credenciamento para o manejo de IP.

11 OBRIGADA!

Incentivo às Ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST, Aids e Hepatites Virais

Incentivo às Ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST, Aids e Hepatites Virais Incentivo às Ações de Vigilância, Prevenção e Controle das DST, Aids e Hepatites Virais Departamento DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde www.aids.gov.br Maio/2014

Leia mais

NOTA TÉCNICA 50 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO ÀS AÇÕES DE VIGILÂNCIA, PREVENÇÃO E CONTROLE DAS DST/AIDS E HEPATITES VIRAIS

NOTA TÉCNICA 50 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO ÀS AÇÕES DE VIGILÂNCIA, PREVENÇÃO E CONTROLE DAS DST/AIDS E HEPATITES VIRAIS NOTA TÉCNICA 50 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO ÀS AÇÕES DE VIGILÂNCIA, PREVENÇÃO E CONTROLE DAS DST/AIDS E HEPATITES VIRAIS Brasília, 18 de novembro de 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO ÀS AÇÕES DE VIGILÂNCIA,

Leia mais

Objetivo 2 Ampliar e qualificar o acesso integral e universal à prevenção das DST/HIV/aids para Gays, outros HSH e Travestis.

Objetivo 2 Ampliar e qualificar o acesso integral e universal à prevenção das DST/HIV/aids para Gays, outros HSH e Travestis. Histórico 1º semestre de 2008 Elaboração do Plano Nacional de Enfrentamento da Epidemia de Aids e das DST entre gays, hsh e travestis Agos/08 Oficina Macro Sudeste para apresentação do Plano Nacional Set/08

Leia mais

INCENTIVO PARA O FINANCIAMENTO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS POR CASAS DE APOIO PARA PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS

INCENTIVO PARA O FINANCIAMENTO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS POR CASAS DE APOIO PARA PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS NOTA TÉCNICA 32/2011 INCENTIVO PARA O FINANCIAMENTO DAS AÇÕES DESENVOLVIDAS POR CASAS DE APOIO PARA PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS Brasília, 18 de agosto de 2011. INCENTIVO PARA O FINANCIAMENTO DAS AÇÕES

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade. Contrata Consultor na modalidade

Contrata Consultor na modalidade. Contrata Consultor na modalidade Contrata Consultor na modalidade PROJETO 914/BRZ/1138 EDITAL Nº 19/2014 Publicação de perfil(is) para contratação de profissional(is) na(s) área(s), cuja(s) vaga(s) está(ão) disponível (is) na página da

Leia mais

PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1

PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1 PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1 Aprova normas relativas ao Sistema de Monitoramento da Política de Incentivo

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO DE JANEIRO

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO DE JANEIRO PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO DE JANEIRO Objetivo 1 - Apresentar e difundir o Plano Enfrentamento do HIV/Aids e outras DST junto à

Leia mais

OFICINA DE ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE GAYS, HSH E TRAVESTIS METAS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS

OFICINA DE ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE GAYS, HSH E TRAVESTIS METAS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS OFICINA DE ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE GAYS, HSH E TRAVESTIS METAS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS 1 Estimular 80% da população de gays, HSH e travestis do

Leia mais

CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP

CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP 2012 6º Objetivo de Desenvolvimento do Milênio COMBATER O HIV/AIDS, A MALÁRIA E OUTRAS DOENÇAS A inclusão do combate ao HIV/Aids nas Metas do Milênio, foi

Leia mais

PORTARIA Nº 1.824/GM, em 02 de setembro de 2004.

PORTARIA Nº 1.824/GM, em 02 de setembro de 2004. PORTARIA Nº 1.824/GM, em 02 de setembro de 2004. Dispõe sobre as normas relativas aos recursos adicionais destinados a estados, ao Distrito Federal e a municípios, qualificados para o recebimento de incentivo

Leia mais

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013 Seminário estratégico de enfrentamento da Tuberculose e Aids no Estado do Rio de Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS Maio, 2013 1.Detecção de casos e tratamento da tuberculose 1.1. Descentralizar

Leia mais

Ministério da Saúde. Portaria N.º 2313, de 19 de dezembro de 2002

Ministério da Saúde. Portaria N.º 2313, de 19 de dezembro de 2002 Ministério da Saúde Portaria N.º 2313, de 19 de dezembro de 2002 O Ministro do Estado da Saúde, no uso das suas atribuições, considerando: a importância da formulação e implementação de alternativas de

Leia mais

Informes dos Membros da CNAIDS

Informes dos Membros da CNAIDS Informes dos Membros da CNAIDS 119ª Reunião da Comissão Nacional de DST, AIDS e Hepatites Virais Local: Brasília-DF Data: 26 de agosto de 2014 Capacitações Regionais do Projeto Advocacy em Saúde (PAS)

Leia mais

PROPOSTA PARA CASAS DE APOIO PARA ADULTOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS - ESTADO DE SANTA CATARINA

PROPOSTA PARA CASAS DE APOIO PARA ADULTOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS - ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROPOSTA PARA CASAS DE APOIO PARA ADULTOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS - ESTADO DE SANTA CATARINA

Leia mais

PORTARIA Nº 1378, DE 09 DE JULHO DE 2013.

PORTARIA Nº 1378, DE 09 DE JULHO DE 2013. PORTARIA Nº 1378, DE 09 DE JULHO DE 2013. Regulamenta as responsabilidades e define diretrizes para execução e financiamento das ações de Vigilância em Saúde pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios,

Leia mais

POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM

POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM NOTA TÉCNICA 41 2013 POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM DISPÕE SOBRE O REPASSE DE RECURSOS FINANCEIROS DE CUSTEIO A MUNICIPIOS, ESTADOS E DISTRITO FEDERL PARA A EXECUÇÃO DE AÇÕES DE

Leia mais

Alocação de Recursos e Regionalização no SUS

Alocação de Recursos e Regionalização no SUS Alocação de Recursos e Regionalização no SUS Áquilas Mendes Professor Doutor Livre-Docente de Economia da Saúde da FSP-USP e do Departamento de Economia da PUC-SP ABRES Encontro Alocação de Recursos e

Leia mais

de Gays, HSHe Travestis, criado em março de 2008, pelo Governo Federal. Considerando que o plano traça diretrizes de combate às vulnerabilidades

de Gays, HSHe Travestis, criado em março de 2008, pelo Governo Federal. Considerando que o plano traça diretrizes de combate às vulnerabilidades GOVERNO DAPARAIBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COMISSÃO INTERGESTORES BIPARTITE Resolução n Q 174/11 João Pessoa, 14 de outubro de 2011 o Presidente da Comissão Intergestores Bipartite no uso de suas

Leia mais

NOTA TÉCNICA 31 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO PARA FOMENTO E APRIMORAMENTO DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA REDE DE FRIO

NOTA TÉCNICA 31 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO PARA FOMENTO E APRIMORAMENTO DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA REDE DE FRIO NOTA TÉCNICA 31 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO PARA FOMENTO E APRIMORAMENTO DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA REDE DE FRIO Brasília, 16 de agosto de 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO

Leia mais

Grupo de Trabalho da PPI. Política Estadual para Contratualização de Hospitais de Pequeno Porte HPP

Grupo de Trabalho da PPI. Política Estadual para Contratualização de Hospitais de Pequeno Porte HPP Grupo de Trabalho da PPI Política Estadual para Contratualização de Hospitais de Pequeno Porte HPP 29 de março de 2011 Considerando: O processo de regionalização dos Municípios, que objetiva a organização

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS GOIÁS

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS GOIÁS PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS GOIÁS OBJETIVOS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS E PARCERIAS Estimular 80% da população de gays, HSH e travestis do

Leia mais

Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis: Os Avanços no Controle do HIV e. O Descompasso no Controle da. Sífilis Congênita

Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis: Os Avanços no Controle do HIV e. O Descompasso no Controle da. Sífilis Congênita Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis: Os Avanços no Controle do HIV e O Descompasso no Controle da Sífilis Congênita Porquê é um Desafio para a Saúde Pública? Agente etiológico conhecido História natural

Leia mais

Resumo do Perfil epidemiológico por regiões. HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 SAÚDE 1

Resumo do Perfil epidemiológico por regiões. HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 SAÚDE 1 Resumo do Perfil epidemiológico por regiões HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 Resumo do perfil epidemiológico por regiões SAÚDE 1 HIV e Aids no Município de São Paulo 2014 APRESENTAçÃO Hoje, no

Leia mais

unidades, serviços e ações que interagem para um objetivo comum: a promoção, proteção e recuperação da Saúde.

unidades, serviços e ações que interagem para um objetivo comum: a promoção, proteção e recuperação da Saúde. O SISTEMA DE SAÚDE PÚBLICA EM SANTA CATARINA Fevereiro/2013 SUS S O SUS é um SISTEMA, um conjunto de unidades, serviços e ações que interagem para um objetivo comum: a promoção, proteção e recuperação

Leia mais

Panoramas e Desafios da Vigilância em Saúde

Panoramas e Desafios da Vigilância em Saúde Panoramas e Desafios da Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Cheila Marina de

Leia mais

Núcleo de Apoio à Saúde da Família NASF. Perguntas mais frequentes

Núcleo de Apoio à Saúde da Família NASF. Perguntas mais frequentes Núcleo de Apoio à Saúde da Família NASF Perguntas mais frequentes 1. O QUE É O NASF? 2. QUAIS PROFISSIONAIS PODEM COMPOR UM NASF? 3. COMO É DEFINIDA A COMPOSIÇÃO DAS EQUIPES NASF NOS MUNICÍPIOS? 4. COMO

Leia mais

Projeto RI-VIDA Rede de Integração para a Vida Projeto de prevenção de DST s, HIV/AIDS e Hepatites

Projeto RI-VIDA Rede de Integração para a Vida Projeto de prevenção de DST s, HIV/AIDS e Hepatites Projeto RI-VIDA Rede de Integração para a Vida Projeto de prevenção de DST s, HIV/AIDS e Hepatites Apoio: Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS Secretaria de Estado da Saúde VULNERABILIDADE DA POPULAÇÃO

Leia mais

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE Um modelo de assistência descentralizado que busca a integralidade, com a participação da sociedade, e que pretende dar conta da prevenção, promoção e atenção à saúde da população

Leia mais

PORTARIA No- 2.554, DE 28 DE OUTUBRO DE 2011

PORTARIA No- 2.554, DE 28 DE OUTUBRO DE 2011 PORTARIA No- 2.554, DE 28 DE OUTUBRO DE 2011 Institui, no Programa de Requalificação de Unidades Básicas de Saúde, o Componente de Informatização e Telessaúde Brasil Redes na Atenção Básica, integrado

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL Criar dados sobre a população de gays, HSH e travestis. Encaminhamentos (SINAN x campos

Leia mais

Projeto Redução da Mortalidade Infantil e Materna em Minas Gerais Outubro 2013. Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Projeto Redução da Mortalidade Infantil e Materna em Minas Gerais Outubro 2013. Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais Projeto Redução da Mortalidade Infantil e Materna em Minas Gerais Outubro 2013 Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais Mortalidade Minas Gerais Janeiro a Outubro 2013 1 Óbitos fetais 2076 Óbitos

Leia mais

Perguntas e respostas baseadas nas videoconferências dos dias 8, 9 e 15 de fevereiro

Perguntas e respostas baseadas nas videoconferências dos dias 8, 9 e 15 de fevereiro Perguntas e respostas baseadas nas videoconferências dos dias 8, 9 e 15 de fevereiro 1 - Qual será o cronograma do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais para as próximas videoconferências sobre

Leia mais

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html Página 1 de 5 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.559, DE 1º DE AGOSTO DE 2008 Institui a Política Nacional

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 1.413, DE 10 DE JULHO DE 2013

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 1.413, DE 10 DE JULHO DE 2013 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 1.413, DE 10 DE JULHO DE 2013 Redefine as regras e critérios

Leia mais

PNS/PES Planos Nacional e Estadual de Saúde e sua articulação com os Planos Municipais de Saúde

PNS/PES Planos Nacional e Estadual de Saúde e sua articulação com os Planos Municipais de Saúde PNS/PES Planos Nacional e Estadual de Saúde e sua articulação com os Planos Municipais de Saúde Instrumentos Guia para as ações de saúde sob a responsabilidade dos gestores públicos da saúde PLANEJAMENTO

Leia mais

PORTARIA Nº 876/GM, DE 16 DE MAIO DE 2013. p. DOU, Seção1, de 17.5.2013, págs. 135/136

PORTARIA Nº 876/GM, DE 16 DE MAIO DE 2013. p. DOU, Seção1, de 17.5.2013, págs. 135/136 PORTARIA Nº 876/GM, DE 16 DE MAIO DE 2013 p. DOU, Seção1, de 17.5.2013, págs. 135/136 Dispõe sobre a aplicação da Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012, que versa a respeito do primeiro tratamento do

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e PORTARIA Nº 1.341, DE 13 DE JUNHO DE 2012 Define os valores dos incentivos de implantação e de custeio mensal dos Centros de Especialidades Odontológicas - CEO e dá outras providências. O MINISTRO DE ESTADO

Leia mais

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA GESTÃO DO SUS Órgão: Secretaria de Estado da Saúde do Paraná CNPJ: 76.416.866/0001-40 Dirigente: Michele Caputo Neto Profissão: Secretario Estadual de Saúde RG: 048149-6 SSPPr CPF:

Leia mais

A RESPOSTA DA EPIDEMIA DE AIDS EM PARCERIA COM O MUNDO DO TRABALHO

A RESPOSTA DA EPIDEMIA DE AIDS EM PARCERIA COM O MUNDO DO TRABALHO A RESPOSTA DA EPIDEMIA DE AIDS EM PARCERIA COM O MUNDO DO TRABALHO Histórico da Parceria com o Setor Privado Década de 1990 -AIDS SUS Local de Trabalho Necessidade de combinar esforços públicos e privados

Leia mais

Taxa de detecção em torno de 22 casos para cada 100 mil habitantes

Taxa de detecção em torno de 22 casos para cada 100 mil habitantes Cerca de 42 mil casos novos por ano Taxa de detecção em torno de 22 casos para cada 100 mil habitantes Ano de diagnóstico Casos Taxa de detecção 2009 41.477 21,7 2010 41.476 21,7 2011 43.778 22,8 2012

Leia mais

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Maceió -Setembro/2013 HISTÓRICO PORTARIA GM/MS nº 3.916/98 POLÍTICA NACIONAL DE MEDICAMENTOS ESTABELECEU DIRETRIZES

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPLANTAÇÃO DO DECRETO 7.508/11 E APRIMORAMENTO DO PACTO PELA SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPLANTAÇÃO DO DECRETO 7.508/11 E APRIMORAMENTO DO PACTO PELA SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPLANTAÇÃO DO DECRETO 7.508/11 E APRIMORAMENTO DO PACTO PELA SAÚDE Decreto 7.508/11 Regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema

Leia mais

A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS. SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR

A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS. SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR A POLÍTICA DE DST/AIDS NA VISÃO DE UM TRABALHADOR DO SUS SORAIA REDA GILBER Farmacêutica Bioquímica LACEN PR BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA AIDS NO BRASIL Desde o início de 1980 até junho de 2012 foram registrados

Leia mais

UTILIZAÇÃO DOS INDICADORES DA PAVS PARA MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE.

UTILIZAÇÃO DOS INDICADORES DA PAVS PARA MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE. Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde Diretoria Geral de Promoção, Monitoramento e Avaliação da Situação de Saúde UTILIZAÇÃO DOS INDICADORES DA PAVS PARA

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 183, DE 30 DE JANEIRO DE 2014

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 183, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 183, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 Regulamenta o incentivo financeiro de custeio

Leia mais

E-mail de contato do Responsável pela distribuição e monitoramento de implantação dos Testes

E-mail de contato do Responsável pela distribuição e monitoramento de implantação dos Testes IMPLANTAÇÃO DE TESTES RÁPIDOS DE HIV E SÍFILIS NA ATENÇÃO BÁSICA Os Testes Rápidos de HIV e Sífilis são estratégias importantes para a melhoria da qualidade da atenção à gestante durante o pré-natal, por

Leia mais

PLANO PARA FINANCIAMENTO DAS AÇÕES EM HIV/AIDS E OUTRAS DST ATRAVÉS DE NA FORMA DE INCENTIVO/SUS PARA O ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

PLANO PARA FINANCIAMENTO DAS AÇÕES EM HIV/AIDS E OUTRAS DST ATRAVÉS DE NA FORMA DE INCENTIVO/SUS PARA O ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PLANO PARA FINANCIAMENTO DAS AÇÕES EM HIV/AIDS E OUTRAS DST ATRAVÉS DE TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS FUNDO A FUNDO NA FORMA DE INCENTIVO/SUS PARA O ESTADO DO ESPÍRITO SANTO NO PERÍODO DE ABRIL/05 A MARÇO/06

Leia mais

NOTA TÉCNICA 26 /2013

NOTA TÉCNICA 26 /2013 NOTA TÉCNICA 26 /2013 Institui a Estratégia Nacional para Promoção do Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável no Sistema Único de Saúde (SUS) - Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil. Brasília,

Leia mais

NOTA TÉCNICA 46 2011 PROJETO DE EXPANSÃO DO ACESSO ÀS MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DA MALÁRIA:

NOTA TÉCNICA 46 2011 PROJETO DE EXPANSÃO DO ACESSO ÀS MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DA MALÁRIA: NOTA TÉCNICA 46 2011 PROJETO DE EXPANSÃO DO ACESSO ÀS MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DA MALÁRIA: REPASSE FINANCEIRO PARA INSTALAÇÃO DE MOSQUITEIROS IMPREGNADOS COM INSETICIDA DE LONGA DURAÇÃO EM MUNICÍPIOS

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA Nº 004/2015 FMT-HVD

EDITAL DE CHAMADA Nº 004/2015 FMT-HVD EDITAL DE CHAMADA Nº 004/2015 FMT-HVD SELEÇÃO DE PROJETOS DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL PARA AÇÕES DE PREVENÇÃO E PROMOÇÃO À SAÚDE; DIREITOS HUMANOS, ASSISTÊNCIA E SUSTENTABILIDADE EM DST/AIDS E HEPATITES

Leia mais

Contextos e desafios para o acesso universal a prevenção, assistência e tratamento em ambientes penitenciários

Contextos e desafios para o acesso universal a prevenção, assistência e tratamento em ambientes penitenciários Contextos e desafios para o acesso universal a prevenção, assistência e tratamento em ambientes penitenciários MISSÃO DO DAPES O Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas em Saúde (DAPES) tem

Leia mais

Hélio Vasconcellos Lopes

Hélio Vasconcellos Lopes HIV/AIDS no Município de Santos e dados brasileiros Hélio Vasconcellos Lopes Coordenador do Programa Municipal DST/AIDS/Hepatites da Secretaria Municipal de Saúde Professor titular da Faculdade de Medicina

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.031, DE 23 DE SETEMBRO DE 2004

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.031, DE 23 DE SETEMBRO DE 2004 Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.031, DE 23 DE SETEMBRO DE 2004 Dispõe sobre a organização do Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no

Leia mais

Matérias selecionadas do DOU de 05 de novembro de2007

Matérias selecionadas do DOU de 05 de novembro de2007 Conteúdo: SEÇÃO 1...2 PORTARIA No- 2.831, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...2 PORTARIA No- 2.834, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...4 PORTARIA No- 2.835, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...5 PORTARIA Nº 600, DE 1o- DE

Leia mais

Informações de Repasses registradas no Fundo Nacional de Saúde

Informações de Repasses registradas no Fundo Nacional de Saúde Informações de s registradas no Fundo Nacional de Saúde Para a leitura de informações registradas no FNS, é necessário acesso Web e utilização preferencial do Internet Explorer. O endereço http://www.fns.saude.gov.br/

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento,

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE GERÊNCIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GEVS GERÊNCIA OPERACIONAL DAS DST / AIDS E HEPATITES VIRAIS

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE GERÊNCIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GEVS GERÊNCIA OPERACIONAL DAS DST / AIDS E HEPATITES VIRAIS GEVS E HEPATITES VIRAIS EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2011 Seleção pública de projetos para a prevenção de HIV/Aids e outras DST e assistência às pessoas que vivem e/ou convivem com HIV/AIDS A Secretaria de

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial da Saúde - PSMC-Saúde. Rio de Janeiro 06/07/2012

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial da Saúde - PSMC-Saúde. Rio de Janeiro 06/07/2012 CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Setorial da Saúde - PSMC-Saúde Rio de Janeiro 06/07/2012 Processo de Construção do Plano Setorial da Saúde 1. Definição

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cit/2012/res0004_19_07_2012.html

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cit/2012/res0004_19_07_2012.html http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cit/2012/res0004_19_07_2012.html Página 1 de 17 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Gabinete do Ministro Comissão Intergestores

Leia mais

Orientações para a Implantação dos Testes Rápidos de HIV e Sífilis na Atenção Básica. Rede Cegonha

Orientações para a Implantação dos Testes Rápidos de HIV e Sífilis na Atenção Básica. Rede Cegonha Orientações para a Implantação dos Testes Rápidos de HIV e Sífilis na Atenção Básica Rede Cegonha SUMÁRIO Apresentação... 05 1. Introdução... 07 2. Implantação dos Testes Rápidos de HIV e sífilis e Aconselhamento

Leia mais

I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE DST/AIDS DA CIDADE DE SÃO PAULO

I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE DST/AIDS DA CIDADE DE SÃO PAULO 3 4 5 6 I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE DST/AIDS DA CIDADE DE SÃO PAULO AÇÃO E SUSTENTABILIDADE O Conselho Municipal de Saúde de São Paulo, seguindo a deliberação da Conferência Municipal de Saúde de São Paulo,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SES/GO

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SES/GO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SES/GO SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE-SPAIS Goiânia Agosto/2011 SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE - SPAIS 6. GERÊNCIA DE

Leia mais

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS O Plano Diretor é uma lei municipal que estabelece diretrizes para a ocupação da cidade. Ele deve identificar e analisar as características físicas, as atividades predominantes

Leia mais

NOTA TÉCNICA 02 2014

NOTA TÉCNICA 02 2014 NOTA TÉCNICA 02 2014 DEFINIÇÃO DAS AÇÕES E SERVIÇOS DE SAÚDE VOLTADOS PARA VIGILÂNCIA, PREVENÇÃO E CONTROLE DE ZOONOSES E DE ACIDENTES CAUSADOS POR ANIMAIS PEÇONHENTOS E VENENOSOS, DE RELEVÂNCIA PARA A

Leia mais

PORTARIAS DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA E CONTROLE DA DENGUE, INFLUENZA, HANSENÍASE, TRACOMA, ESQUISTOSSOMOSE E GEOHELMINTÍASES

PORTARIAS DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA E CONTROLE DA DENGUE, INFLUENZA, HANSENÍASE, TRACOMA, ESQUISTOSSOMOSE E GEOHELMINTÍASES NOTA TÉCNICA 41/2011 PORTARIAS DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO DAS AÇÕES DE VIGILÂNCIA E CONTROLE DA DENGUE, INFLUENZA, HANSENÍASE, TRACOMA, ESQUISTOSSOMOSE E GEOHELMINTÍASES Minuta de Portaria que dispõe

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade

Contrata Consultor na modalidade Contrata Consultor na modalidade PROJETO 914/BRZ/1138 EDITAL Nº 10/2015 1. Perfil: Código: 20/ 2015 - Consultor em epidemiologia 3. Qualificação educacional: Nível superior completo na área da saúde. Pós-graduação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2012

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2012 EDITAL DE SELEÇÃO Nº 01/2012 Seleção pública de projetos para a prevenção de HIV/AIDS e outras DST e assistência às pessoas que vivem e/ou convivem com HIV/AIDS/HV A Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba,

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade

Contrata Consultor na modalidade Contrata Consultor na modalidade PROJETO 914/BRZ/1138 EDITAL Nº 03/2015 1. Perfil: 044/2014 - Consultor em gestão de processos de negócio 3. Qualificação educacional: Nível superior completo em qualquer

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

PORTARIA 1.600, DE 7 DE JULHO DE

PORTARIA 1.600, DE 7 DE JULHO DE PORTARIA No- 1.600, DE 7 DE JULHO DE 2011 Reformula a Política Nacional de Atenção às Urgências e institui a Rede de Atenção às Urgências no Sistema Único de Saúde (SUS). O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE,

Leia mais

Revista de Saúde Pública ISSN: 0034-8910 revsp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil

Revista de Saúde Pública ISSN: 0034-8910 revsp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Revista de Saúde Pública ISSN: 0034-8910 revsp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Secretaria de Estado da Saúde Vigilância Epidemiológica em âmbito hospitalar Revista de Saúde Pública, vol. 41, núm.

Leia mais

NOTA TÉCNICA 43 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO PARA IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DE AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS ESTRATÉGICOS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

NOTA TÉCNICA 43 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO PARA IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DE AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS ESTRATÉGICOS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NOTA TÉCNICA 43 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO PARA IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DE AÇÕES E SERVIÇOS PÚBLICOS ESTRATÉGICOS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Brasília, 24 de outubro de 2013 REGULAMENTAÇÃO DO INCENTIVO

Leia mais

O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS

O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS O processo de construção da informação a partir do quesito cor O Movimento( DE MULHERES) NEGRO(AS) e a Saúde DIRETOS

Leia mais

DECRETO Nº 50/2015. DE 14 DE AGOSTO DE 2015.

DECRETO Nº 50/2015. DE 14 DE AGOSTO DE 2015. DECRETO Nº 50/2015. DE 14 DE AGOSTO DE 2015. Regulamenta a concessão de incentivo financeiro, Prêmio Variável de Qualidade e Inovação, do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção

Leia mais

Carvalho Goretti Moreira Leal de, Themis; Ribas Almeida, Milene. Brasil RESUMO

Carvalho Goretti Moreira Leal de, Themis; Ribas Almeida, Milene. Brasil RESUMO ID:862 PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA AMPLIANDO AS AÇÕES DE PREVENÇÃO EM DST/AIDS E HEPATITES VIRAIS JUNTO À POPULAÇÃO ESCOLAR: UM ESPAÇO PARA FORMAÇÃO PROFISSIONAL E PROMOÇÃO DA SAÚDE Carvalho Goretti

Leia mais

PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTOÀ FEMINIZAÇÃO DA AIDS NO CEARÁ - 2009

PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTOÀ FEMINIZAÇÃO DA AIDS NO CEARÁ - 2009 COORDENADORIA DE PROMOÇÃO E PROTEÇÃO À SAÚDE - COPROM NÚCLEO DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS NUPREV PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTOÀ FEMINIZAÇÃO DA AIDS NO CEARÁ - 2009 Responsáveis pela elaboração:

Leia mais

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA. SUGESTÃO N o 24, DE 2007

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA. SUGESTÃO N o 24, DE 2007 COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA SUGESTÃO N o 24, DE 2007 Propõe Projeto de Lei que estabelece a existência de um posto de saúde para cada complexo prisional com mais de 1200 detentos e unidades prisionais

Leia mais

ORIENTAÇÕES E ESCLARECIMENTOS

ORIENTAÇÕES E ESCLARECIMENTOS COAP 06/13 ORIENTAÇÕES E ESCLARECIMENTOS 1.0 O que é o Contrato Organizativo da Ação Pública - COAP? O COAP é um acordo de colaboração firmado entre os três entes federativos, no âmbito de uma Região de

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO

GABINETE DO MINISTRO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.007, DE 9 DE OUTUBRO DE 2013. Altera a Portaria MEC nº 168, de 07 de março de 2013, que dispõe sobre a oferta da Bolsa-Formação no âmbito do Programa Nacional de Acesso

Leia mais

Experiência: Sistema de Controle logístico de Medicamentos Antirretrovirais - SICLOM

Experiência: Sistema de Controle logístico de Medicamentos Antirretrovirais - SICLOM Experiência: Sistema de Controle logístico de Medicamentos Antirretrovirais - SICLOM Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Responsável: Juliana Monteiro da Cruz, Gerente de Desenvolvimento

Leia mais

NOTA TÉCNICA 40 2013 REDE DE ATENÇÃO À SAÙDE DAS PESSOAS COM DOENÇAS CRONICAS. Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer

NOTA TÉCNICA 40 2013 REDE DE ATENÇÃO À SAÙDE DAS PESSOAS COM DOENÇAS CRONICAS. Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer NOTA TÉCNICA 40 2013 REDE DE ATENÇÃO À SAÙDE DAS PESSOAS COM DOENÇAS CRONICAS Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer Cria o Serviço de Referência para Diagnostico e Tratamento de Lesões

Leia mais

HIV/aids no Brasil - 2012

HIV/aids no Brasil - 2012 HIV/aids no Brasil - 2012 Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Novembro de 2012 HIV Dados gerais Prevalência do HIV maior entre homens (15

Leia mais

NOTA TÉCNICA 07 /2014

NOTA TÉCNICA 07 /2014 NOTA TÉCNICA 07 /2014 Institui o incentivo financeiro de custeio destinado aos núcleos de Telessaúde do Programa de Requalificação de Unidades Básicas de Saúde, Componente de Informatização e Telessaúde

Leia mais

AMPLIANDO O DIAGNÓSTICO DE HIV/AIDS PARA GAYS, HSH E TRAVESTIS

AMPLIANDO O DIAGNÓSTICO DE HIV/AIDS PARA GAYS, HSH E TRAVESTIS AMPLIANDO O DIAGNÓSTICO DE HIV/AIDS PARA GAYS, HSH E TRAVESTIS 2o. Workshop Internacional - Testes de Diagnóstico Acessíveis e com Qualidade Assegurada para Programas de Saúde Pública 19 e 20 de Novembro

Leia mais

GRATUITO CURSO COMPLETO DO SUS 17 AULAS 500 QUESTÕES COMENTADAS. Professor Rômulo Passos Aula 08

GRATUITO CURSO COMPLETO DO SUS 17 AULAS 500 QUESTÕES COMENTADAS. Professor Rômulo Passos Aula 08 1 www.romulopassos.com.br / www.questoesnasaude.com.br GRATUITO CURSO COMPLETO DO SUS 17 AULAS 500 QUESTÕES COMENTADAS Professor Rômulo Passos Aula 08 Legislação do SUS Completo e Gratuito Página 1 2 www.romulopassos.com.br

Leia mais

Assunto: Mudanças trazidas pela Portaria GM/MS 475/2014

Assunto: Mudanças trazidas pela Portaria GM/MS 475/2014 NOTA ORIENTATIVA 01/2014 GCOOR/GGCOF Assunto: Mudanças trazidas pela Portaria GM/MS 475/2014 (Planejamento e Programação, Pactuação, Prestação de Contas e Monitoramento para fins de repasse financeiro)

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE MONITORAMENTO DA POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE DST/HIV/AIDS

ORIENTAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE MONITORAMENTO DA POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE DST/HIV/AIDS ORIENTAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE MONITORAMENTO DA POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE DST/HIV/AIDS Brasília, janeiro de 2006 Expediente Presidente da República: Luiz Inácio Lula da Silva

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO DA FEMINIZAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS DE GOIÁS

PLANO ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO DA FEMINIZAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS DE GOIÁS PLANO ESTADUAL DE ENFRENTAMENTO DA FEMINIZAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS DE GOIÁS Diagnóstico Operacionalização do Plano Estadual Contexto de vulnerabilidade 1. Relações desiguais de gênero Ações governamentais

Leia mais

Responsabilidades dos Gestores do SUS em Assistência Farmacêutica

Responsabilidades dos Gestores do SUS em Assistência Farmacêutica Responsabilidades dos Gestores do SUS em Assistência Farmacêutica Nara Soares Dantas Membro do GT de Saúde da PFDC/MPF Procuradora da República na Bahia 1) APRESENTAÇÃO O Grupo de Trabalho de Saúde da

Leia mais

REDEFINE AS REGRAS DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE

REDEFINE AS REGRAS DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE Circular 536/2013 São Paulo, 18 de Novembro de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) REDEFINE AS REGRAS DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE Diário Oficial da União Nº 216, Seção 1, quinta-feira, 14 de Novembro

Leia mais

NOTA TÉCNICA 16 2013. Política Nacional de Educação Popular em Saúde

NOTA TÉCNICA 16 2013. Política Nacional de Educação Popular em Saúde NOTA TÉCNICA 16 2013 Política Nacional de Educação Popular em Saúde Brasília, 20 de maio de 2013 INTRODUÇÃO A Política Nacional de Educação Popular em Saúde PNEP-SUS foi apresentada e aprovada no Conselho

Leia mais

Considerando a Portaria nº 1.168/GM, de 15 de junho de 2004, que institui a Política Nacional de Atenção ao Portador de Doença Renal;

Considerando a Portaria nº 1.168/GM, de 15 de junho de 2004, que institui a Política Nacional de Atenção ao Portador de Doença Renal; SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE PORTARIA Nº 211, DE 15 DE JUNHO DE 2004 O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições; Considerando a Portaria nº 1.168/GM, de 15 de junho de 2004, que institui

Leia mais

Hepatites virais no Brasil: situação, ações e agenda

Hepatites virais no Brasil: situação, ações e agenda Hepatites virais no Brasil: situação, ações e agenda Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde I. Apresentação II. Contexto epidemiológico III.

Leia mais

A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB)

A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB) A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB) ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1. SEMOB 2. POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA 3. PPA DA UNIÃO 2012-2015 4. PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO

Leia mais

PORTARIA Nº 1.097 DE 22 DE MAIO DE 2006.

PORTARIA Nº 1.097 DE 22 DE MAIO DE 2006. PORTARIA Nº 1.097 DE 22 DE MAIO DE 2006. Define o processo da Programação Pactuada e Integrada da Assistência em Saúde seja um processo instituído no âmbito do Sistema Único de Saúde. O MINISTRO DE ESTADO

Leia mais