Conceitos Introdutórios

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conceitos Introdutórios"

Transcrição

1 Alexa B. Leirner Pintar aquilo que vemos diante de nós é uma arte diferente de pintar o que vemos dentro de nós. (Carl.Gustav Jung) 1

2 Objetivos Apresentar em linhas gerais os principais objetivos e o programa da disciplina. Tópicos 1. Apresentação dos objetivos da disciplina Técnicas Terapêuticas em Arte Integrativa Hoje falta para muitas pessoas um espaço para expressar os seus sentimentos profundos. Além disso, há uma notável falta de ajuda social, familiar e educacional, e de encorajamento para a comunicação da experiência emocional. Isto pode tanto resultar nas pessoas permanecendo silenciosas e contendo sentimentos fortes provando ser psicologicamente e fisicamente prejudiciais ou descarregando seus sentimentos de forma destrutiva para si mesmo ou para outros. Uma sociedade mais saudável é aquela na qual a expressão criativa, a comunicação e a forma eficaz com que as pessoas manejam sua experiência emocional dentro de um espaço seguro e protegido não é privilégio de poucos. Deveria ser possível para mais pessoas tornarem-se emocionalmente alfabetizadas, capazes de manejar, expressar e comunicar seus sentimentos tanto efetivamente como criativamente. Reconhecendo os limites da linguagem verbal e literal em tal comunicação, esta disciplina oferece uma profunda exploração de outras formas de expressão. Visa habilitar o profissional a trabalhar com seus clientes na sua área de atuação profissional, de forma a ajudá-los a desenvolver uma relação mais produtiva com o seu mundo interior dos sentimentos, imaginação e sensações, porque acredita que este processo irá transformar, por conseqüência, as relações do indivíduo com o seu mundo exterior. Dentro deste contexto de transformação, as imagens, tanto verbais como não verbais, adotam um papel de fundamental importância: para a expressão de pensamentos, sentimentos e memórias que são indescritíveis em palavras, mas que pedem o seu reconhecimento; para a compreensão de uma situação ou sentimento de forma mais profunda e ampla e para ajudar o indivíduo a encontrar opções mais criativas e positivas para sua vida, ao invés de pensar, sentir e agir de forma neurótica e autodestrutiva. Esta disciplina adota uma visão holística e integrativa, atendendo a pessoa como um todo, trabalhando com todos os sentidos da pessoa, com o físico, cognitivo e emocional. Por isso tem como característica incorporar os mais amplos recursos criativos e terapêuticos para a expressão emocional visando sempre o crescimento pessoal. É dedicada ao aprofundamento do estudo da expressão artística, imaginativa e emocional, abordando de forma integrativa alguns conceitos psicológicos para o entendimento da experiência artística e terapêutica tanto na teoria como em sua aplicação prática. Visa capacitar o profissional a usar diferentes técnicas expressivas para a comunicação da experiência emocional na sua área profissional de atuação. Além disso, tem por objetivo possibilitar ao estudante desenvolver seu próprio potencial criativo para poder alcançar um nível mais profundo de entendimento sobre si mesmo e sobre os outros. 2

3 Os objetivos específicos desta disciplina são: Adquirir uma compreensão profunda do papel terapêutico da arte. Entender o inter-relacionamento entre processo criativo e terapêutico. Desenvolver a capacidade de observar, avaliar e diagnosticar, e responder terapeuticamente para as necessidades de diferentes clientes. Adquirir conhecimento e compreensão dos códigos de conduta e da prática profissional e ética. Propor diversas técnicas expressivas para encorajar o cliente à comunicação de experiências emocionais. Desenvolver seu próprio potencial criativo para poder alcançar um nível mais profundo de entendimento sobre si mesmo e sobre os outros. 2. Apresentação do programa da disciplina Técnicas Terapêuticas em Arte Integrativa Aplicação terapêutica das imagens de arte e metáforas Conhecer os principais fundamentos que demonstram os benefícios da utilização de imagens de arte e metáforas como um método terapêutico. Estrutura terapêutica Conhecer os códigos de conduta e procedimentos, a estrutura terapêutica e as fases de terapia, com ênfase na fase inicial, e como abordar o trabalho clínico de forma profissional e ética. Postura terapêutica Conhecer alguns conceitos que definem a postura terapêutica, a maneira pela qual o terapeuta deverá conduzir o relacionamento terapêutico e a relação com a imagem de arte, visando um atendimento efetivo. Sistemas de avaliação Conhecer os sistemas de avaliação diagnóstica que conceituam a personalidade humana e o problema apresentado pelo cliente de diversas formas. Interpretação de simbolismo Conhecer diversas formas de abordar a leitura e a interpretação do simbolismo na imagem de arte tanto para compreender o processo psíquico do cliente como para uma possível avaliação. Intervenções terapêuticas Conhecer como a Gestalt Terapia aborda a intervenção terapêutica no trabalho com as imagens de arte. 3

4 bibliografia ADAMSON, Edward. Art as Healing. London, Conventure Ltda, 1990 (1 edicao 1984) BARCELLOS,Gustavo.A anima 30 Anos Pós-Jung.In: HILLMAN James, Psicologia Arquetípica.: Um Breve Relato. São Paulo: Editora Cultrix, 1988,p BEISSER, A.R. (1970) in J. Fagan and IL. Shepherd (eds). Gestalt Therapy Now. Harmondsworth. Pinguin. CHEVALIER,Jean;CHEERBRANT, Alain. Dicionário dos Símbolos. Rio de Janeiro, José Olympio, DSM IV- Manual Diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. Porto Alegre. Artes Médicas Sul-ARTMED, 2003 EGAN,G. The Skilled Helper (6th ed)pacific Grove,CA:Brooks Cole.1998 FURTH,Greeg M. O Mundo dos desenhos- uma abordagem junguiana da cura pela arte. São Paulo: Paulus, GUGGENBUHL -CRAIG, Adolf. O Abuso do Poder na Psicoterapia e na Medicina, Serviço Social, Sacerdócio e Magistério. São Paulo: Paulus, 2004 HARK, H. Léxico dos Conceitos Junguianos Fundamentais a partir dos Originais de C.G.Jung. São Paulo, Loyola, sd HILLMAN,James. Entre Vistas Conversas com Laura Pozzo sobre Psicoterapia, Biografia, Amor, Alma, Sonhos, Trabalho, Imaginação e o Estado da Cultura. São Paulo: Summus HILLMAN, James, Psicologia Arquetípica.: Um Breve Relato. São Paulo, Editora Cultrix, 1991 JUNG,C.Gustav. Memórias Sonhos Reflexões.Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira,1963. LAPLANCHE,J. & PONTALIS,J.B. Vocabulário da Psicanálise São Paulo, Livraria Martins Fontes Editora,

5 bibliografia LUKAS,S. Where to start and What to ask. New York: Norton MOORE, Thomas. A Emoção de Viver a cada Dia. A magia do Encantamento. Rio de Janeiro, Ediouro Publicações SA, 1996 PERLS,S. Frederick., Gestalt- Terapia Explicada gestalt theraphy verbatim. São Paulo, Summus editorial( 1977) RHYNE, Jenie. Arte e Gestalt padro~es que convergem. São Paulo, Summus Editorial, s/d SAINT-EXUPERY, Antoine. Pequeno Príncipe- Rio de Janeiro Editora Agir,1977 SCHAVERIEN,Joy. The Revealing Image- Analytical Arte Psychotherapy in Theory and Practice. London. Routldege,1992 SILLs,C. Contracts in Couselling. London: Sage, 1997 SILVEIRA, Nise. Imagens do Inconsciente. Rio de Janeiro, Alhambra,1981 O mundo das Imagens. São Paulo, Editora Atica, 1992 Jung:vida e obra. 16 ed. Rio de janeiro, Paz e Terra,1999. SILVEIRA, Nise & LE GALLAIS, Pierre. Experiência de Arte Espontânea com Esquizofrênicos num Serviço de Terapia Ocupacional. Quatérnio Revista do Grupo de Estudos C.G.Jung. Rio de Janeiro, 1066, n VII,p VON-FRANZ, Marie-Louise. Psicoterapia. São Paulo: Editora Paulus,... 5

6 Anotações: 6

Intervenções terapêuticas

Intervenções terapêuticas Alexa B. Leirner A arte não reproduz o invisível, em vez disso, torna visível. (Paul Klee) 1 Objetivos Conhecer como a Gestalt Terapia aborda a intervenção terapêutica no trabalho com as imagens de arte.

Leia mais

Aplicação Terapêutica das Imagens de Arte e Metáforas

Aplicação Terapêutica das Imagens de Arte e Metáforas Alexa B. Leirner A arte é uma mentira que nos ajuda a perceber a verdade. (Pablo Picasso) 1 Objetivos Conhecer os principais fundamentos que demonstram os benefícios da utilização de imagens de arte e

Leia mais

Descobrindo os Sonhos. Liane Zink

Descobrindo os Sonhos. Liane Zink Descobrindo os Sonhos O que Significam os Nossos Sonhos? SÃO PROFECIAS? SÃO CURADORES? VÊM DE DEUS? SÃO VESTÍGIOS DE MEDOS MEDIEVAIS? Como trabalham com Sonhos FREUD JUNG MORENO PERLS RON ROBBINS Sonhos

Leia mais

Núcleo 2.1 - Abordagem Junguiana: fundamentos teóricos e intervenção

Núcleo 2.1 - Abordagem Junguiana: fundamentos teóricos e intervenção Núcleo 2.1 - Abordagem Junguiana: fundamentos teóricos e intervenção Departamentos envolvidos: Psicodinâmica, Desenvolvimento, Psicologia Social e Métodos e Técnicas Professores: Eloisa Marques Damasco

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: CCBS - 040 Curso: PSICOLOGIA Disciplina: Núcleo Temático: SUPERVISÃO DE ESTÁGIO ESPECÍFICO EM PSICOTERAPIA BREVE DO ADOLESCENTE I Professores: Cristine Lacet Lourdes Santina Tomazella

Leia mais

Teorias e Técnicas Psicoterápicas I e II

Teorias e Técnicas Psicoterápicas I e II Teorias e Técnicas Psicoterápicas Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Psicologia Teorias e Técnicas Psicoterápicas I e II Ano letivo: 2014 Créditos: três Períodos: 7º e 8º Objetivos

Leia mais

Diagnóstico em psicoterapia. Método psicoterapêutico e da avaliação dos seus resultados. Ética dos processos terapêuticos.

Diagnóstico em psicoterapia. Método psicoterapêutico e da avaliação dos seus resultados. Ética dos processos terapêuticos. COMUNS AO DOUTORADO ANÁLISE DE VARIÂNCIA E DE REGRESSÃO Análise de regressão múltipla. Tipos mais comuns de análise de regressão. Análise de variância para planos fatoriais (ANOVA). Análise de variância

Leia mais

Informações do PPC que constarão na página eletrônica do Curso. Missão

Informações do PPC que constarão na página eletrônica do Curso. Missão Informações do PPC que constarão na página eletrônica do Curso CURSO: PSICOLOGIA Missão O Curso de Psicologia da Estácio de Sá tem como missão formar Psicólogos generalistas que no desempenho de suas atividades

Leia mais

A experiência emocional atualizadora em Gestaltterapia de curta duração

A experiência emocional atualizadora em Gestaltterapia de curta duração ARTIGOS A experiência emocional atualizadora em Gestaltterapia de curta duração Self-actualization emotional experience in short-term Gestalttherapy Ênio Brito Pinto * Professor Titular do Instituto de

Leia mais

A Arte e as Crianças

A Arte e as Crianças A Arte e as Crianças A criança pequena consegue exteriorizar espontaneamente a sua personalidade e as suas experiências inter-individuais, graças aos diversos meios de expressão que estão à sua disposição.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS BRINCADEIRAS E JOGOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A IMPORTÂNCIA DAS BRINCADEIRAS E JOGOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A IMPORTÂNCIA DAS BRINCADEIRAS E JOGOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL PINHO, Luis Marcelo Varoneli Graduando do curso de Pedagogia, da Faculdade de Ciências Humanas da Associação Cultural e Educacional de Garça,

Leia mais

Título do trabalho. O Efeito da Música Sagrada no Processo de Individuação. Andreia Valente Tarsitano Eugenia Cordeiro Curvêlo.

Título do trabalho. O Efeito da Música Sagrada no Processo de Individuação. Andreia Valente Tarsitano Eugenia Cordeiro Curvêlo. Título do trabalho O Efeito da Música Sagrada no Processo de Individuação Andreia Valente Tarsitano Eugenia Cordeiro Curvêlo Resumo O presente trabalho vem investigar literatura especializada sobre individuação

Leia mais

Indicação de livros de PNL

Indicação de livros de PNL Indicação de livros de PNL DESPERTE O GIGANTE INTERIOR Autor: Anthony Robbins Editora: Record ISBN: 8501040223 Neste livro o autor explana a teoria da Programação Neuro-Linguistica, através da qual nós

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

PNL? o que é. Dossie. Veronica Ahrens Diretora de T&D, Trainer e Coach da SBPNL Inspirar pessoas a criarem um mundo melhor. veronica@pnl.com.

PNL? o que é. Dossie. Veronica Ahrens Diretora de T&D, Trainer e Coach da SBPNL Inspirar pessoas a criarem um mundo melhor. veronica@pnl.com. 1 Dossie Veronica Ahrens Diretora de T&D, Trainer e Coach da SBPNL Inspirar pessoas a criarem um mundo melhor. veronica@pnl.com.br o que é PNL? Nos últimos anos, a PNL (Programação Neurolinguística) vem

Leia mais

As diferentes linguagens da criança: o jogo simbólico

As diferentes linguagens da criança: o jogo simbólico As diferentes linguagens da criança: o jogo simbólico Mariana Antoniuk 1 Dêivid Marques 2 Maria Angela Barbato Carneiro ( orientação) 3 Abordando as diferentes linguagens da criança neste ano, dentro do

Leia mais

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social PAPÉIS COMPETÊNCIAS

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social PAPÉIS COMPETÊNCIAS PAPÉIS E COMPETÊNCIAS O SERVIÇO PSICOSSOCIAL NO CREAS... O atendimento psicossocial no serviço é efetuar e garantir o atendimento especializado (brasil,2006). Os profissionais envolvidos no atendimento

Leia mais

ESTIMULAÇÃO DE BEBÊS E ATUAÇÃO DO PSICOLOGO ESCOLAR

ESTIMULAÇÃO DE BEBÊS E ATUAÇÃO DO PSICOLOGO ESCOLAR 699 ESTIMULAÇÃO DE BEBÊS E ATUAÇÃO DO PSICOLOGO ESCOLAR Uliane Marcelina de Freitas Almeida (Unifran) Tatiana Machiavelli Carmo Souza (Unifran) INTRODUÇÃO O seguinte estudo teve início através de um primeiro

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso ADMINISTRAÇÃO Disciplina

Leia mais

Surrealismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

Surrealismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Surrealismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O surrealismo foi o movimento artístico moderno da representação do irracional e do subconsciente. Suas origens devem ser buscadas

Leia mais

Sobre a intimidade na clínica contemporânea

Sobre a intimidade na clínica contemporânea Sobre a intimidade na clínica contemporânea Flávia R. B. M. Bertão * Francisco Hashimoto** Faculdade de Ciências e Letras de Assis, UNESP. Doutorado Psicologia frbmbertao@ibest.com.br Resumo: Buscou-se

Leia mais

TOXICOMANIAS* COSTA, Priscila Sousa 1 ; VALLADARES, Ana Cláudia Afonso 2

TOXICOMANIAS* COSTA, Priscila Sousa 1 ; VALLADARES, Ana Cláudia Afonso 2 1 EFEITOS TERAPÊUTICOS DA COLAGEM EM ARTETERAPIA NAS TOXICOMANIAS* COSTA, Priscila Sousa 1 ; VALLADARES, Ana Cláudia Afonso 2 Palavras-chave: Arteterapia, Enfermagem psiquiátrica, Toxicomania, Cuidar em

Leia mais

HORÁRIO DE AULA 1º. SEMESTRE DE 2015 FAEF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL. CURSO DE PSICOLOGIA SÉRIE: 1o. TERMO NOTURNO QUARTA FEIRA

HORÁRIO DE AULA 1º. SEMESTRE DE 2015 FAEF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO INTEGRAL. CURSO DE PSICOLOGIA SÉRIE: 1o. TERMO NOTURNO QUARTA FEIRA SÉRIE: 1o. TERMO NOTURNO 19:00 às 20:00 hrs Língua Portuguesa- Técnicas de Redação Língua Portuguesa- Técnicas de Redação Metodologia Científica I Psicologia Geral Psicologia do Desenvolvimento I Língua

Leia mais

A NOÇAO DE TOTALIDADE NA TEORIA JUNGUIANA: BREVES CONSIDERAÇÕES

A NOÇAO DE TOTALIDADE NA TEORIA JUNGUIANA: BREVES CONSIDERAÇÕES A NOÇAO DE TOTALIDADE NA TEORIA JUNGUIANA: BREVES CONSIDERAÇÕES Sheila Carla de Souza 1 (Mackenzie) Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta (C. G. Jung) RESUMO Este artigo tem o objetivo

Leia mais

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRICULO

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRICULO FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila Curso: Pedagogia Carga Horária: 36h Ano: 2011 Professor: José Paulo de Assis Rocha Plano de Ensino Disciplina: Arte e Educação Período: 1º ano Turno: noturno

Leia mais

RENASCER PARA O CORPO. VIVER PLENAMENTE.

RENASCER PARA O CORPO. VIVER PLENAMENTE. RENASCER PARA O CORPO. VIVER PLENAMENTE. Elen Patrícia Piccinini Leandro Dierka Patrícia Asinelli Silveira RESUMO Em meio à correria e compromissos do dia a dia é difícil prestar atenção em nosso corpo.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC Nº 952 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA NÚCLEO COMUM Análise do comportamento O método experimental na análise das relações comportamentais complexas:

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

Tipo de raciocínio - Indutivo. Método de Pesquisa (continuação) Tipo de raciocínio - Indutivo

Tipo de raciocínio - Indutivo. Método de Pesquisa (continuação) Tipo de raciocínio - Indutivo Tipo de raciocínio - Indutivo Método de Pesquisa (continuação) Analisa-se um aspecto particular e se procura gerar proposições teóricas a partir dos dados (May,2004). A teoria se forma a partir da observação

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CASO - ANAMNESE

IDENTIFICAÇÃO DO CASO - ANAMNESE INTRODUÇÃO No âmbito do ensino clínico I e III, do Mestrado em Enfermagem de Saúde Mental, foi-me proposto a realização de um estudo de caso. O objectivo deste trabalho foi reflectir sobre uma intervenção

Leia mais

Silvia Ivancko Gestalt-Terapeuta pelo Instituto Sedes Sapientiae 1983- SP Mestre em Psicossomática- PUC-SP Especialista em Psicologia Hospitalar-

Silvia Ivancko Gestalt-Terapeuta pelo Instituto Sedes Sapientiae 1983- SP Mestre em Psicossomática- PUC-SP Especialista em Psicologia Hospitalar- Silvia Ivancko Gestalt-Terapeuta pelo Instituto Sedes Sapientiae 1983- SP Mestre em Psicossomática- PUC-SP Especialista em Psicologia Hospitalar- HC.-USP Especialista em Stress e Psiconeuroimunologia I.P.S.P.

Leia mais

Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral)

Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral) Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral) SEMESTRE 1 - Obrigatórias BIO0105 Biologia 6 0 6 MAE0112 Introducao a Probabilidade e a Estatistica I 4 0 4 PSA0113 Psicologia da Aprendizagem PSE0101

Leia mais

TRAÇOS CARACTEROLÓGICOS: MARCAS E REGISTROS DAS ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL

TRAÇOS CARACTEROLÓGICOS: MARCAS E REGISTROS DAS ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL TRAÇOS CARACTEROLÓGICOS: MARCAS E REGISTROS DAS ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO EMOCIONAL Christiano de Oliveira Pereira 1 RESUMO O caráter específico de cada indivíduo é resultante de todas as experiências

Leia mais

A CRIAÇÃO DE DESENHOS-ESTÓRIAS NA PSICOTERAPIA DE UM ADOLESCENTE COM SÍNDROME DE ASPERGER. Bráulio Eloi de Almeida Porto RESUMO

A CRIAÇÃO DE DESENHOS-ESTÓRIAS NA PSICOTERAPIA DE UM ADOLESCENTE COM SÍNDROME DE ASPERGER. Bráulio Eloi de Almeida Porto RESUMO A CRIAÇÃO DE DESENHOS-ESTÓRIAS NA PSICOTERAPIA DE UM ADOLESCENTE COM SÍNDROME DE ASPERGER Bráulio Eloi de Almeida Porto RESUMO A Síndrome de Asperger, patologia do espectro do autismo, mantém preservada

Leia mais

ERRATA Nº 01. Art. 1 - Retifica-se, na página 02, o item 4 do Cronograma do Concurso, o qual passa a vigorar com a data de 20/04/2012.

ERRATA Nº 01. Art. 1 - Retifica-se, na página 02, o item 4 do Cronograma do Concurso, o qual passa a vigorar com a data de 20/04/2012. ERRATA Nº 01 Art. 1 - Retifica-se, na página 02, o item 4 do Cronograma do Concurso, o qual passa a vigorar com a data de 20/04/2012. Art. 2º - Retifica-se o item 5.3.4, que passa a vigorar com a seguinte

Leia mais

O BRINKAR COMO TRANSFORMADOR DA ENERGIA

O BRINKAR COMO TRANSFORMADOR DA ENERGIA 1 Resumo O BRINKAR COMO TRANSFORMADOR DA ENERGIA Brasilda Rocha Nosso objetivo é abordar os conceitos teóricos e práticos da terapia corporal com crianças e adolescentes, visando concretizar posturas teóricas

Leia mais

ISBN 978-85-64468-27-6. 1. Psicologia Crianças. I. Título. CDU 159.9-053.2. Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto CRB 10/1023

ISBN 978-85-64468-27-6. 1. Psicologia Crianças. I. Título. CDU 159.9-053.2. Catalogação na publicação: Mônica Ballejo Canto CRB 10/1023 Pausa no cotidiano L692 Lhullier, Raquel Barboza Pausa no cotidiano: reflexões para pais, educadores e terapeutas / Raquel Barboza Lhullier. Novo Hamburgo : Sinopsys, 2014. 88p. ISBN 978-85-64468-27-6

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO Campo Limpo Paulista 2012 1 CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Marcos Legais Resolução CNE CES 1 2002 Resolução CNE

Leia mais

A PSICOLOGIA CORPORAL NA SALA DE AULA

A PSICOLOGIA CORPORAL NA SALA DE AULA 1 A PSICOLOGIA CORPORAL NA SALA DE AULA Glória Maria Alves Ferreira Cristofolini RESUMO Sala de aula, lugar de construção do saber, de alegrias e sensibilidades. É assim que penso o verdadeiro sentido

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS SAÚDE NORTE

INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS SAÚDE NORTE INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS SAÚDE NORTE CONTEXTOS DE APLICAÇÃO DA PSICOLOGIA Ciência que tem como objecto de investigação, avaliação e intervenção os processos mentais (conscientes e inconscientes) e as

Leia mais

determinam o comportamento e as consequências do comportamento no contexto de interação, ou seja, na relação funcional dos comportamentos.

determinam o comportamento e as consequências do comportamento no contexto de interação, ou seja, na relação funcional dos comportamentos. Psicoterapia comportamental infantil Eliane Belloni 1 A psicoterapia comportamental infantil é uma modalidade de atendimento clínico que visa propiciar mudanças no comportamento da criança a partir de

Leia mais

TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE. Prof. Me. Jefferson Cabral Azevedo

TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE. Prof. Me. Jefferson Cabral Azevedo TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE Prof. Me. Jefferson Cabral Azevedo PSICOPATOLOGIA Psicopatologia é uma área do conhecimento que objetiva estudar os estados psíquicos relacionados ao sofrimento mental. É a

Leia mais

FORMAÇÃO HUMANESCENTE DE CANTORES-EDUCADORES: CENAS DE CONVIVENCIALIDADE ESTÉTICA

FORMAÇÃO HUMANESCENTE DE CANTORES-EDUCADORES: CENAS DE CONVIVENCIALIDADE ESTÉTICA 1 FORMAÇÃO HUMANESCENTE DE CANTORES-EDUCADORES: CENAS DE CONVIVENCIALIDADE ESTÉTICA Artemisa Andrade e Santos BACOR/PPGEd/UFRN Este estudo trata da formação humanescente de cantores-educadores articulado

Leia mais

INSTITUTO DE TREINAMENTO E PESQUISA EM GESTALT TERAPIA DE GOIÂNIA-ITGT

INSTITUTO DE TREINAMENTO E PESQUISA EM GESTALT TERAPIA DE GOIÂNIA-ITGT Disciplina: Psicopatologia Grupo de Especialização: XXIII Período: 2013/1 Carga horária: 30 hs/a Dia: 4ª feira Horário: 18:30 às 20:10 Professora: Sandra Albernaz L. M. Saddi Monitor: Raphael Basílio Ementa

Leia mais

"Sombra e luzes a partir da prática dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola". Alciane Basílio de Almeida

Sombra e luzes a partir da prática dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola. Alciane Basílio de Almeida "Sombra e luzes a partir da prática dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola". Alciane Basílio de Almeida (Mestre em Psicologia - UCP 2014) Este trabalho tem por objetivo mostrar a relação

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 2.1 Jung (2014)

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 2.1 Jung (2014) NÚCLEO 2.1- ABORDAGEM JUNGUIANA: FUNDAMENTOS TEÓRICOS E INTERVENÇÃO. Departamentos envolvidos: Psicodinâmica, Psicologia Social e Métodos e Técnicas Professores: Eloisa Marques Damasco Penna Heloisa Dias

Leia mais

Tais mudanças podem ser biológicas, psicológicas e até social, todas inerentes a nossa condição humana.

Tais mudanças podem ser biológicas, psicológicas e até social, todas inerentes a nossa condição humana. I - A PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO 1.1. Caracterização O desenvolvimento humano (DH) enquanto área de estudo, preocupa-se em investigar e interpretar todos os processos de mudanças pelos quais o ser humano

Leia mais

Indice. www.plurivalor.com. Livro LIDERANÇA COM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Indice. www.plurivalor.com. Livro LIDERANÇA COM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Indice Introdução Um Exemplo Diagnóstico O Método do Líder Sem Inteligência Emocional Um método melhor Inteligência Emocional e E. ciência Administrativa O Valor das Habilidades Emocionais Uma nova teoria

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

A clínica, a relação psicoterapêutica e o manejo em Gestalt terapia

A clínica, a relação psicoterapêutica e o manejo em Gestalt terapia A clínica, a relação psicoterapêutica e o manejo em Gestalt terapia LILIAN MEYER FRAZÃO KARINA OKAJIMA FUKUMITSU [ORGS.] A CLÍNICA, A RELAÇÃO PSICOTERAPÊUTICA E O MANEJO EM GESTALT TERAPIA Copyright 2015

Leia mais

APRENDIZAGEM EMOCIONAL

APRENDIZAGEM EMOCIONAL APRENDIZAGEM EMOCIONAL Escrito por Mauricio Aguiar Saudações a você que vem acompanhando o trabalho do POINT DOS AMORES e com a sua participação e interesse contribui para o crescimento do POINT. Nesta

Leia mais

Apresentação do Serviço de Psicologia. Roberta de Siqueira Meloso (coordenadora Psicologia CRI-Norte) Mário Amore Cecchini (Psicólogo CRI-Norte)

Apresentação do Serviço de Psicologia. Roberta de Siqueira Meloso (coordenadora Psicologia CRI-Norte) Mário Amore Cecchini (Psicólogo CRI-Norte) Sejam bem vindos no Apresentação do Serviço de Psicologia Roberta de Siqueira Meloso (coordenadora Psicologia CRI-Norte) Mário Amore Cecchini (Psicólogo CRI-Norte) CRI Norte C.R.I. - Centro de Referencia

Leia mais

Mandalas. A Busca do Equilíbrio

Mandalas. A Busca do Equilíbrio Mandalas A Busca do Equilíbrio Mandalas A Busca do Equilíbrio Maria Tereza Franchi 3 Índice O Interesse pelas Mandalas... 15 Tudo é Mandala... 20 As Mandalas da Natureza... 23 O Uso das Mandalas... 25

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA

PÓS-GRADUAÇÃO EM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA PÓS-GRADUAÇÃO EM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA Instituição Certificadora: FALC Faculdade da Aldeia de Carapicuíba Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001/ 2007 Carga Horária: 600h (sendo 150h para estágio)

Leia mais

Objetivos do Curso: Público alvo:

Objetivos do Curso: Público alvo: Formação em Coaching Com Abordagem Neurocientífica, Psicofisiológica, Filosófica e Comportamental. Destinado aos Profissionais das Áreas de Saúde, Educação e Gestão de Pessoas Coaching é a palavra inglesa

Leia mais

A ENERGIA DO BRINCAR: UMA ABORDAGEM BIOENERGÉTICA

A ENERGIA DO BRINCAR: UMA ABORDAGEM BIOENERGÉTICA 1 A ENERGIA DO BRINCAR: UMA ABORDAGEM BIOENERGÉTICA Dayane Pricila Rausisse Ruon Sandra Mara Volpi* RESUMO O brincar é um tema bastante discutido e de muita importância no desenvolvimento infantil. Esse

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Área: Estágio de Enfermagem em Saúde do Adulto I e II Campo de Atuação: Santa Casa de Tupã; Instituto de Psiquiatria de Tupã e Hospital São

Leia mais

Universidade Anhanguera-Uniderp Pró-Reitoria de Graduação

Universidade Anhanguera-Uniderp Pró-Reitoria de Graduação Universidade Anhanguera-Uniderp Pró-Reitoria de Graduação Curso:Psicologia PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Módulo: Estágio em Psicologia Clínica I Série/Semestre: 9º Período Letivo: 2012 Turno: Matutino

Leia mais

Seminário - Gestalt terapia

Seminário - Gestalt terapia Seminário - Gestalt terapia Deivid Gasparin - 1099442473 Laura Savioli - 121354 Michele Shiraishi 57378 VISÃO DE MUNDO E DE HOMEM - Visão de mundo: O conceito de mundo e pessoa funciona como uma gestalt,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Psicologia

Estrutura Curricular do Curso de Psicologia Estrutura Curricular do Curso de Psicologia 1º Período Bases Culturais da Psicologia - Bases Sociais da Psicologia - Leitura e Produção de Texto - 57 Fundamentos da Anatomia Humana - História da Psicologia

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 II A Jogos As crianças da Turma dos Amigos, desde os primeiros dias de aula, têm incluídos em sua rotina as brincadeiras com jogos de encaixe. Vários jogos estão disponíveis

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PSICOLOGIA DA FACULDADE ANGLO-AMERICANO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PSICOLOGIA DA FACULDADE ANGLO-AMERICANO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PSICOLOGIA DA FACULDADE ANGLO-AMERICANO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O Estágio, pela sua natureza, é uma atividade curricular obrigatória,

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

Psicologia Aplicada em Portugal

Psicologia Aplicada em Portugal Psicologia Aplicada em Portugal Áreas Técnicos de Saúde Mental Psicologia Educacional Psicologia do Trabalho Psicologia Profissional Psicologia Clínica Psicologia Criminal Psicologia Desportiva Psicólogo

Leia mais

A SIMBOLOGIA DA DOENÇA PSICOFÍSICA COMO UM CAMINHO POSSÍVEL PARA A INDIVIDUAÇÃO RESUMO

A SIMBOLOGIA DA DOENÇA PSICOFÍSICA COMO UM CAMINHO POSSÍVEL PARA A INDIVIDUAÇÃO RESUMO A SIMBOLOGIA DA DOENÇA PSICOFÍSICA COMO UM CAMINHO POSSÍVEL PARA A INDIVIDUAÇÃO Fany Patrícia Fabiano Peixoto Orientadora: Eugenia Cordeiro Curvêlo RESUMO O termo psicossomática esclarece a organização

Leia mais

Claudio C. Conti www.ccconti.com. Transtorno Bipolar e Esquizofrenia

Claudio C. Conti www.ccconti.com. Transtorno Bipolar e Esquizofrenia Claudio C. Conti www.ccconti.com Transtorno Bipolar e Esquizofrenia Transtorno bipolar - definição CID-10: F31 Transtorno afetivo bipolar Transtorno caracterizado por dois ou mais episódios nos quais o

Leia mais

O QUE É A NEUROPSICOPEDAGOGIA. Neuropsicopedagoga Thaianny Salles. www.grupopsicopedagogiando.com.br

O QUE É A NEUROPSICOPEDAGOGIA. Neuropsicopedagoga Thaianny Salles. www.grupopsicopedagogiando.com.br O QUE É A NEUROPSICOPEDAGOGIA Palestrante: Neuropsicopedagoga Thaianny Salles www.grupopsicopedagogiando.com.br A mente... O cérebro... PRINCIPAIS CONCEITOS NEURO Do grego Neuron, nervo e Logos, estudo.

Leia mais

Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado

Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado Wertheimer pode provar experimentalmente que diferentes formas de organização perceptiva são percebidas de forma organizada e com significado distinto por cada pessoa. o conhecimento do mundo se obtém

Leia mais

HISTÓRIA HISTÓRIA DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS. Paradigma da alienação mental. Paradigma das doenças mentais

HISTÓRIA HISTÓRIA DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS. Paradigma da alienação mental. Paradigma das doenças mentais DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS Prof. José Reinaldo do Amaral Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA GERAL 2013 / 2 HISTÓRIA Paradigma da

Leia mais

A psicologia tem uma dimensão prática que se integra em vários contextos e instituições sociais: escolas, hospitais, empresas, tribunais, associações

A psicologia tem uma dimensão prática que se integra em vários contextos e instituições sociais: escolas, hospitais, empresas, tribunais, associações PSICOLOGIA APLICADA A psicologia tem uma dimensão prática que se integra em vários contextos e instituições sociais: escolas, hospitais, empresas, tribunais, associações Os níveis de intervenção vão desde

Leia mais

RELATÓRIO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

RELATÓRIO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL RELATÓRIO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL 17/04/2015 Nome Laboratório Psicologia Barcelos Centro Comercial do Apoio Rua Visconde Leiria n.º2 loja B 4750-311 Barcelos www.labpsibarcelos.com info@labpsibarcelos.com

Leia mais

TERAPIA FAMILIAR SISTÉMICA: UMA BREVE INTRODUÇÃO AO TEMA

TERAPIA FAMILIAR SISTÉMICA: UMA BREVE INTRODUÇÃO AO TEMA TERAPIA FAMILIAR SISTÉMICA: UMA BREVE INTRODUÇÃO AO TEMA 2011 Trabalho de Curso no âmbito da cadeira Modelos Sistémicos, do Mestrado Integrado em Psicologia na Universidade de Coimbra Pedro Nuno Martins

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

Os registros do terapeuta na experiência psicoterápica em Gestalt-Terapia: um ensaio teórico

Os registros do terapeuta na experiência psicoterápica em Gestalt-Terapia: um ensaio teórico Os registros do terapeuta na experiência psicoterápica em Gestalt-Terapia: um ensaio teórico Kelly Gonçalves da Silva gsilva.kelly@gmail.com Instituto de Psicologia 12º período Clara Castilho Barcellos

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOTERAPIAS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOTERAPIAS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PSICOTERAPIAS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Psicologia Clínica 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Competências avaliadas pela ICF

Competências avaliadas pela ICF Competências avaliadas pela ICF ð Estabelecendo a Base: 1. Atendendo as Orientações Éticas e aos Padrões Profissionais Compreensão da ética e dos padrões do Coaching e capacidade de aplicá- los adequadamente

Leia mais

Andrea Simone Schaack Berger

Andrea Simone Schaack Berger A Criança e seus Encontros: uma conversa sobre a visão holística na Gestalt-Terapia e sua influência na forma de ver o cliente e o trabalho psicoterápico Andrea Simone Schaack Berger A Gestalt-Terapia

Leia mais

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Artes Pós Graduação em Multimeios 1º sem/2002 Disciplina: Multimeios e Educação Ministrada por: José Armando Valente Aluno: Álvaro E.M. Marinho

Leia mais

CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH

CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH Francielly Falcão da Silva¹, Samuel Carlos Romeiro Azevedo Souto², Mariel José Pimentel de Andrade³ e Alberto Einstein Pereira

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM EMDR COM CRIANÇAS

CURSO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM EMDR COM CRIANÇAS CURSO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM EMDR COM CRIANÇAS Eventos traumáticos despertam nas crianças sensações de desproteção e insegurança e geram crenças negativas acerca de si mesmas e do mundo. (Shapiro,1995)

Leia mais

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO CORPORAL NO TRATAMENTO DE DISTÚRBIOS DE IMAGEM CORPORAL NOS TRANSTORNOS ALIMENTARES

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO CORPORAL NO TRATAMENTO DE DISTÚRBIOS DE IMAGEM CORPORAL NOS TRANSTORNOS ALIMENTARES 1 PROPOSTA DE INTERVENÇÃO CORPORAL NO TRATAMENTO DE DISTÚRBIOS DE IMAGEM CORPORAL NOS TRANSTORNOS ALIMENTARES Alessandra de Camargo Costa Resumo Uma das características marcantes nos transtornos alimentares

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA DEPRESSÃO INFANTIL: CARACTERISTICAS E TRATAMENTO. CHAVES, Natália Azenha e-mail: natalya_azenha@hotmail.

CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA DEPRESSÃO INFANTIL: CARACTERISTICAS E TRATAMENTO. CHAVES, Natália Azenha e-mail: natalya_azenha@hotmail. CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA DEPRESSÃO INFANTIL: CARACTERISTICAS E TRATAMENTO CHAVES, Natália Azenha e-mail: natalya_azenha@hotmail.com RESUMO Este artigo teve como foco o termo depressão infantil, que é

Leia mais

CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DESENHOS E PALAVRAS NO PROCESSO DE SIGNIFICAÇÃO SOBRE SERES VIVOS

CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DESENHOS E PALAVRAS NO PROCESSO DE SIGNIFICAÇÃO SOBRE SERES VIVOS CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DESENHOS E PALAVRAS NO PROCESSO DE SIGNIFICAÇÃO SOBRE SERES VIVOS DOMINGUEZ RODRIGUES CHAVES, C. (1) Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza. USP - Universidade de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso Psicologia Disciplina TEORIAS E TÉCNICAS PSICOTERÁPICAS PSICODINÂMICAS Professor(es) e DRTs Fernando Genaro Junior 114071-3 Maria

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina ENSINO SECUNDÁRIO PSICOLOGIA B 12º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA: PRATICAS NATURAIS E VIVENCIS EM SAÚDE II Prof.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA: PRATICAS NATURAIS E VIVENCIS EM SAÚDE II Prof.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA: PRATICAS NATURAIS E VIVENCIS EM SAÚDE II Prof.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO Segundo Barros (2004), Dhyana é a palavra em sânscrito que

Leia mais

A ARTE DE EDUCAR E A ARTE NA EDUCAÇÃO UM ESTUDO SOBRE A ARTE APLICADA AO ENSINO NUMA ESCOLA WALDORF RESUMO

A ARTE DE EDUCAR E A ARTE NA EDUCAÇÃO UM ESTUDO SOBRE A ARTE APLICADA AO ENSINO NUMA ESCOLA WALDORF RESUMO A ARTE DE EDUCAR E A ARTE NA EDUCAÇÃO UM ESTUDO SOBRE A ARTE APLICADA AO ENSINO NUMA ESCOLA WALDORF Profa. Dra. Rosely A. Romanelli Universidade do Estado de Mato Grosso Depto. de Letras Campus de Pontes

Leia mais

FENÔMENOS E PROCESSOS PSICOLÓGICOS ENFOQUE PSICODINÂMICO II

FENÔMENOS E PROCESSOS PSICOLÓGICOS ENFOQUE PSICODINÂMICO II FENÔMENOS E PROCESSOS PSICOLÓGICOS ENFOQUE PSICODINÂMICO II SILVIA MARIA BONASSI - DE Adjunto I Psicologia Clínica /UFMS/CPAR FONE: 67-81903430 silviabonassi@gmail.com ORIGEM HISTÓRICA DAS PSICOTERAPIAS

Leia mais

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1

MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 MADRINA-Desenvolvimento Infantil e Parental 1 PROJETO MEU TEMPO DE CRIANÇA Missão Visão Valores Colaborar com a importante tarefa de educar as crianças, nesse momento único de suas jovens vidas, onde os

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

Em 1980, iniciei com a Dra. Nise da Silveira a realização de

Em 1980, iniciei com a Dra. Nise da Silveira a realização de Cinema O mundo das imagens Luiz Carlos Mello Em 1980, iniciei com a Dra. Nise da Silveira a realização de quinze documentários que sintetizam as principais pesquisas realizadas por ela e seus colaboradores.

Leia mais

ELEMENTOS PARA UMA COMPREENSÃO DIAGNÓSTICA EM PSICOTERAPIA. O ciclo de contato e os modos de ser. Ênio Brito Pinto

ELEMENTOS PARA UMA COMPREENSÃO DIAGNÓSTICA EM PSICOTERAPIA. O ciclo de contato e os modos de ser. Ênio Brito Pinto ELEMENTOS PARA UMA COMPREENSÃO DIAGNÓSTICA EM PSICOTERAPIA O ciclo de contato e os modos de ser Ênio Brito Pinto ELEMENTOS PARA UMA COMPREENSÃO DIAGNÓSTICA EM PSICOTERAPIA O ciclo de contato e os modos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Lúcia Peranzoni 1 Fabiana Lacerda da Silva 2 Resumo: O presente trabalho foi desenvolvido na disciplina Estágio Básico II no segundo semestre de 2011, tendo

Leia mais

Revista Eletrônica Acolhendo a Alfabetização nos Países de Língua Portuguesa ISSN: 1980-7686 suporte@mocambras.org Universidade de São Paulo Brasil

Revista Eletrônica Acolhendo a Alfabetização nos Países de Língua Portuguesa ISSN: 1980-7686 suporte@mocambras.org Universidade de São Paulo Brasil Revista Eletrônica Acolhendo a Alfabetização nos Países de Língua Portuguesa ISSN: 1980-7686 suporte@mocambras.org Universidade de São Paulo Brasil Hernandes Santos, Amarílis Alfabetização na inclusão

Leia mais