Volpe ERP Cobrança Eletrôncia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Volpe ERP Cobrança Eletrôncia"

Transcrição

1 Volpe ERP Cobrança Eletrôncia

2 Índice 1. Introdução Por que utilizar a cobrança eletrônica? O que é arquivo de remessa? O que é arquivo de retorno? Porque utilizar arquivo de retorno O que fazer primeiro junto ao banco O que fazer por ultimo junto ao banco Como configurar a cobrança eletrônica? Identifique a conta-cobrança no sistema Defina as opções de cobrança Preencha os dados da conta bancária Preencha os dados para identificação da cobrança Determine a origem dos lançamentos para emissão dos boletos Selecione as intruções de cobrança Selecione as ocorrências de retorno Determine multa e juros Determine dias para protesto e limite de recebimento Especifique as faixa para especificação do título nosso número Especificar a localização dos arquivos cnab na rede Determine informações as serem impressas no boleto Escolha o logotipo do banco a ser impresso no boleto Determine a composição do código de barras Determine o texto para instruções de cobrança Modelo do boleto impresso Como gerar remessa de cobrança? Consulta de títulos disponíveis para cobrança Geração do arquivo cnab Envio do cnab (.rem) ao banco Como emitir os boletos bancários Emissão de boletos em lote Emissão de boleto individualmente Emissão de boleto na vanda Emissão de boleto no faturamento Como enviar boletos por Envio de boletos em lote Envio de boleto individual Como processar o retorno da cobrança Retorno do cnab (.ret) do banco Baixa de conciliação de títulos

3 1. Introdução 1.1 Por que utilizar a Cobrança Eletrônica? Para que sua empresa tenha maior comodidade, agilidade e controle das suas cobranças, o Sistema Volpe permite a geração de arquivos para intercâmbio eletrônico com diversos bancos como Itaú, Bradesco, Santander e outros. As vantagens estão na velocidade e confiabilidade das informações enviadas, além da eliminação de controles manuais e redução de custos O que é arquivo de Remessa? É um arquivo enviado pelo cliente ao banco para: Dar entrada em títulos; Comandar instruções sobre os títulos já em carteira; Comandar a impressão de bloquetos em carteiras específicas da modalidade sem registro. Podem ser enviados vários arquivos por dia, que todos serão tratados. 3

4 1.1.2 O que é arquivo de retorno? É um arquivo enviado pelo banco ao cliente diariamente para: informar as liquidações ocorridas; confirmar o recebimento dos títulos e das instruções comandadas pelo cliente; informar a execução de comandos previamente agendados (por exemplo, informar a baixa de um título quando completa 120 dias em carteira); informar alegações dos sacados; informar erros cometidos no arquivo remessa, rejeitando entradas ou instruções. O arquivo retorno é gerado sempre que ocorrer qualquer evento que movimente algum registro em nosso sistema. Se nenhum evento ocorrer, o retorno não é gerado. O layout do arquivo retorno obedece a mesma padronização independente da carteira utilizada. Se os títulos não permanecerem registrados no banco, apenas as liquidações e as rejeições de comando para impressão serão informadas no arquivo retorno. 1.2 Porque Utilizar Arquivo de Retorno Antes de iniciar o controle de cobranças no sistema Volpe você deve certificar-se de que os os seguintes cadastros auxiliares estão atualizados: Empresa: O cadastro de sua(s) empresa(s); Cadastro Central: Clientes, fornecedores e outros; Contas: Bancárias, caixas, investimentos, cartões de crédito, etc.; Documentos: de entradas e de pagamento; Instalar fonte de código de barras nas máquinas que irão emitir os boletos bancários; Faça download do da fonte BARRASPI.TTF em 4

5 1.3 O que fazer primeiro junto ao banco Antes de iniciar de iniciar seu controle de cobranças através do sistema Volpe é necessário entrar em contato com o gerente do seu banco para levantar/definir as seguintes informações básicas necessárias para sua utilização: Converse com seu gerente: para verificar se possui este serviço disponível para sua empresa. Banco: Consulte a PWI sobre a disponibilidade do CNAB para o seu banco. Pergunte sobre o tipo de layout configurado para sua conta: 240 posições; 400 posições. Consulte a PWI sobre a disponibilidade deste layout. Solicite disponibilidade de um ambiente de homologação: para validação/testes dos primeiros arquivos CNAB. Defina o tipo de cobrança: Com registro: Os títulos são registrados no Banco, a partir da recepção do arquivo eletrônico de remessa transmitido pela sua empresa. Possui diferentes modalidades e recursos como por exemplo a possibilidade de protesto automático. Se escolher a cobrança com registro, o banco fornecerá uma faixa de Nosso Número que deve ser utilizada sequencialmente, não podendo ser repetida se o número ainda estiver registrado no banco. Sem registro: Não há registro dos títulos no Banco. Os boletos são impressos e entregues aos sacados pela sua empresa. Para qualquer uma das opções, quando da liquidação, o valor é creditado na conta da empresa e a relação dos títulos pagos é disponibilizada via arquivo eletrônico de retorno. Defina responsável pela emissão dos boletos: O banco emite: os bloquetos podem ser emitidos integralmente pelo banco e encaminhados tanto para o sacado do título como para o cedente; A empresa emite: sua empresa fica responsável pela emissão e entrega dos bloquetos; Pergunte o número de carteira de cobrança: Pergunte se sua carteira de cobrança exige aceite. Sim: Existe reconhecimento da dívida pelo Sacado. Não: Não existe reconhecimento da dívida pelo Sacado. Defina quais serão as instruções de cobrança que irá utilizar: Por 5

6 exemplo, não conceder desconto após o prazo, protestar 7 dias após o vencimento e etc. Instrução 1: Instrução 2: Para compreender melhor detalhes dos arquivos de remessa e retorno leia o manual de Intercâmbio Eletrônico de arquivos para cobrança bancária disponibilizado pelo seu banco. OBS.: Não é necessário se preocupar com os detalhes técnicos pois já foram considerados para desenvolvimento das rotinas no sistema Volpe. 1.4 O que fazer por ultimo junto ao banco? Antes de emitir e enviar qualquer boleto a clientes é necessário homologar o arquivo CNAB e boleto junto ao banco. Importante: Este processo é obrigatório. Sua empresa é responsável pela informação impressa e enviada ao banco. A consequência de informações inválidas ou incorretas devido a dados digitados incorretamente ou cobrança bancária não homologada é de inteira responsabilidade de seus usuários. 6

7 2. Como configurar a Cobrança Eletrônica? Com as informações necessárias em mãos, dê início ao cadastro da cobrança eletrônica. Incluir Na guia Financeiro > Abra a tela Cadastro de Cobranças > Ative o menu de contexto e selecione a opção Incluir. Digite as informações necessárias e clique no botão OK. Instruções básicas de preenchimento: 2.1 Identifique a conta-cobrança no sistema Código da conta-cobrança: Preencha com letras/números para identificar a cobrança; Nome da conta-cobrança: Nomeie a cobrança; Empresa: Selecione uma empresa para cada cobrança. 2.2 Defina as opções de cobrança Tipo de cobrança: Selecione conforme o serviços de cobranças contratado com o banco (com ou sem registro); Emissão de boletos: Selecione a opção padrão para emissão de boletos; 7

8 2.3 Preencha os dados da conta bancária Nome do cedente: Razão social da sua empresa cadastrada no banco; CNPJ: Digite o CNPJ da sua empresa conforme cadastro no banco; Código do banco: Digite o código do banco; Nome do banco: Identificação do banco; Agência do cedente e dígito: Digite sua agência e dígito; Conta do cedente e dígito: Digite sua conta e dígito; 2.4 Preencha os dados para identificação da cobrança Código da empresa: Caso 1: Para a maioria dos bancos o código da empresa é composto de número da agência + número da conta + dígito da conta; Caso 2: Apenas alguns bancos exigem informar um código de identificação da empresa diferente da agência e conta; Cód.convênio(reduzido): Não obrigatório. Apenas alguns bancos exigem informar um código reduzido de identificação da empresa diferente da agência e conta; Aceite: Sim/Não; Carteira de cobrança: Número da carteira de cobrança; 8

9 2.5 Determine a origem dos lançamentos para emissão dos boletos A opção Origem dos lançamentos permite parametrizar um padrão na emissão das cobranças a partir de diferentes origens. 0=Financeiro: As emissões de boletos são feitas exclusivamente no módulo financeiro, conforme os títulos gerados no contas a receber. 1=Pedido de venda: Permite a emissão de boletos através de um pedido de venda. Neste caso o boleto é gerado baseado no valor total do pedido. Importante: Esta opção esta dísponivel apenas para conta-cobrança sem registro e por não ter origem nos títulos do contas a receber não gera boletos parcelados. 2=Conta corrente: Disponível apenas para sistemas com módulo de conta corrente. 9

10 2.6 Selecione as instruções de cobrança Selecione 2 instruções de cobrança que serão válidas para todas as cobranças. Exemplo de instruções de cobranças (Verifique os códigos informados no manual de Intercâmbio Eletrônico de arquivos para cobrança bancária disponibilizado pelo seu banco): Cód. Instrução 02 e 03 Devolver após X dias do Vencimento 05 Receber conforme instruções no próprio título 06 a 08 Devolver após X dias do Vencimento 09 Protestar (emite aviso ao sacado após xx dias do vencimento, e envia ao cartório após 4 dias úteis) 10 Não protestar (inibe protesto, quando houver instrução permanente na conta corrente) 11 a 18 Devolver após X dias do Vencimento 19 à 29 Não Receber após X dias do vencimento 30 Importância de desconto por dia 31 e 32 Não Receber após X dias do vencimento 36 Protesto Urgente (envia a cartório após xx dias corridos do vencimento) 37 Receber até o último dia do mês de vencimento 38 Conceder desconto mesmo após vencimento 39 Não Receber após o vencimento 40 Conceder desconto conforme Nota de Crédito 43 Sujeito a protesto se não for pago no vencimento 44 Importância por dia de atraso a partir de ddmmaa 47 DISPENSAR JUROS/COMISSÃO DE PERMANÊNCIA 51 RECEBER SOMENTE COM A PARCELA ANTERIOR QUITADA 52 favor efetuar pgto somente através desta cobrança bancária 54 após vencimento pagável somente na empresa 57 somar valor do título ao valor do campo mora/multa caso exista 58 DEVOLVER APÓS 365 DIAS DE VENCIDO 59 COBRANÇA NEGOCIADA. PAGÁVEL SOMENTE POR ESTE BLOQUETO NA REDE BANCÁRIA 78 VALOR DA IDA ENGLOBA MULTA DE 10% PRO RATA 79 Cobrar juros após 15 dias da emissão (para títulos com vencimento à vista) 2.7 Selecione as ocorrências de retorno Ocorrências de baixa: Código que identifica liquidação de títulos; Ocorrências de entrada: Código que identifica confirmação de entrada de títulos; Ocorrências de rejeição: Código que identifica rejeição de títulos; Verifique os códigos informados no manual de Intercâmbio Eletrônico de arquivos para cobrança bancária disponibilizado pelo seu banco 10

11 2.8 Determine multa e juros Juros/Dia atraso (%): % diário de juros sobre o valor total do boleto em caso de pagamento atrasado; Multa por atraso(%): % em multa sobre o valor total do boleto em caso de pagamento atrasado. 2.9 Determine dias para protesto e limite de recebimento Protestar em (nr.dias); Não receber após (nr.dias); Informação a ser exibida como instrução no boleto impresso. O banco irá considerar as instruções de cobrança selecionadas Especifique as faixa para especificação do título nosso número Se escolher a cobrança com registro, o banco fornecerá uma faixa de Nosso Número que deve ser utilizada sequencialmente, não podendo ser repetida se o número ainda estiver registrado no banco Especificar a localização dos arquivos CNAB na rede Pasta de destino de remessa: Endereço onde será salvo o arquivo CNAB. Pasta de destino de retorno: Endereço onde deve ser salvo o arquivo de retorno. 11

12 2.12 Determine informações as serem impressas no boleto Local de pagto: Texto livre com as instruções de pagamento; Cód.Moeda: Moeda em que os valores do boleto estão expressos; Espécie de docto: Código que identifica o documento como boleto bancário; Agência/C.Cedente: Repete agenda e conta e seus respectivos digitos; 2.13 Escolha o logotipo do banco a ser impresso no boleto Exibir logotipo do banco ao invés de nome: Selecione se desejar a impressão do logo do banco no boleto; 2.14 Determine a composição do código de barras Você pode optar por informar a data de vencimento e o valor do título no código de barras para dificultar fraldes. 12

13 2.15 Determine o texto para instruções de cobrança Crie um texto com instruções de cobrança. Para torna-lo dinâmico basta utilizar as variáveis do sistema disponível em ajuda para instruções. 13

14 Volpe ERP Cobrança Eletrôncia Versão Modelo do Boleto Impresso Entenda o preenchimento de alguns campos do boleto gerado com as informações parametrizadas no sistema Volpe: 1. Logotipo do banco: Erro! Fonte de referência não encontrada., 10. Composição do código de barras: Erro! Fonte de referência não Erro! Indicador não definido.; encontrada., Erro! Indicador não definido.; 2. Nome do banco: Erro! Fonte de referência não encontrada., Erro! 11. Vencimento: Determinado no Contas a receber; Indicador não definido.; 12. Agência e Cód.Cedente(=Conta): Erro! Fonte de referência não 3. Código do banco: Erro! Fonte de referência não encontrada., encontrada., Erro! Indicador não definido.; Erro! Indicador não definido.; 13. NOSSO NÚMERO: Erro! Fonte de referência não encontrada., 4. Local de pagamento: Erro! Fonte de referência não encontrada., Erro! Indicador não definido.; Erro! Indicador não definido.; 14. Valor do documento: Determinado no Contas a receber; 5. Data documento: Data de emissão do boleto; 15. Carteira: Campo código carteira, Erro! Indicador não definido.; 6. Número do documento: Determinado no Contas a receber; 16. Espécie: Erro! Fonte de referência não encontrada., Erro! 7. Espécie do documento: Erro! Fonte de referência não Indicador não definido.; encontrada., Erro! Indicador não definido.; 17. Instruções de cobrança: Erro! Fonte de referência não 8. Aceite: Erro! Fonte de referência não encontrada., Erro! encontrada., Erro! Indicador não definido.; Indicador não definido.; 18. Sacado: Determinado no cadastro central docliente; 9. Data de processamento: Data de emissão do boleto; 19. Código de barras: Exige a instalação da fonte BARRASPI.TTF

15 Volpe ERP Cobrança Eletrôncia Versão Como gerar remessa de cobrança? As cobranças são geradas na tela remessa cobrança e boletos disponível na guia Financeiro. 3.1 Consulta de títulos disponíveis para cobrança Na tela remessa cobrança e boletos preencha os filtros desejados e clique em prosseguir. São possíveis os seguintes filtros: Conta-cobrança: A conta de cobrança que irá utilizar se sua empresa possuir diferentes contas bancárias para esta finalidade; Emissão de boleto: Responsável pela emissão do boleto; Datas de emissão e vencimento; Boleto emitido ou CNAB enviado: Filtra somente os títulos que tiveram boletos emitidos e o arquivo CNAB gerado dentro do período selecionado; Conta; Cliente; Número do documento; Tipo de documento; Origem do título: Somente cobrança de notas fiscais de produtos ou de notas fiscais de serviços. Ignorar boletos já enviados (CNAB), somente boletos enviados (CNAB) ou todos; Ignorar boletos já emitidos, somente boletos emitidos ou todos.

16 3.2 Geração do arquivo CNAB Na guia Dados da Cobrança serão exibidos os títulos filtrados, caso haja algum registro que não queira enviar no mesmo arquivo clique com o botão direito sobre o registro e selecione a opção Remover. Para gerar arquivo CNAB clique com o botão direito na grade e selecione a opção Gerar arquivo de remessa. O arquivo (.REM) será salvo na pasta especificada no cadastro da cobrança (Erro! Fonte de referência não encontrada., Erro! Indicador não definido.). Após a geração deste arquivo o Volpe irá considerar como enviado, porém ainda falta realizar o upload do arquivo no site do banco. 3.3 Envio do CNAB (.REM) ao banco Nesta etapa você deve acessar o site do banco e realizar o upload do arquivo de extensão.rem gerado pelo sistema Volpe. Os títulos só serão processados pelo banco se o arquivo for aceito. Cada banco tem um procedimento especifico para troca de arquivos. Solicite instruções com o seu gerente. 16

17 4. Como emitir os boletos bancários 4.1 Emissão de boletos em lote Para imprimir todos os boletos exibidos clique na impressora opção Imprimir boletos. e selecione a 4.2 Emissão de boleto individualmente Para imprimir um único boleto clique com o botão direito sobre o registro e selecione a opção Imprimir este boleto. 17

18 5. Emissão de boleto na venda Na impressão de pedidos de venda é possível que o próprio operador realize a impressão do boleto ou envie por após a emissão da nota fiscal de definição das parcelas no contas a receber. Importante: Esta opção esta dísponivel apenas para conta-cobrança sem registro e por não ter origem nos títulos do contas a receber não gera boletos parcelados. No cadastro da cobrança a opção origem dos lançamentos deve ser 1=Pedido de venda: Permite a emissão de boletos através de um pedido de venda. Neste caso o boleto é gerado baseado no valor total do pedido. 6. Emissão de boleto no faturamento Na impressão de notas fiscais também é possível que o próprio operador realize a impressão do boleto ou envie por . 18

19 Neste caso o boleto é baseado nas títulos gerados no contas a receber em uma ou mais parcelas. Importante: O operador de vendas não poderá gerar o arquivo CNAB. Este procedimento deve ser realizado pelo financeiro posteriormente. 7. Como enviar boletos por 7.1 Envio de boletos em lote Para enviar boletos por em lote, clique com o botão direito na grade e selecione a opção Enviar boletos por . Verifique se todos os destinatários possuem cadastrado corretamente e clique em enviar todos. 7.2 Envio de boleto individualmente Para enviar boleto por individualmente, utilize o recurso padrão do sistema Volpe para envio de documentos por . 19

20 Volpe ERP Cobrança Eletrôncia Versão Como processar o retorno da cobrança 8.1 Retorno do CNAB (.RET) do banco Acesse o site do banco e realize o download do arquivo de extensão.ret gerado pelo banco. Salve este arquivo na pasta da rede já criada para este fim. Cada banco tem um procedimento especifico para troca de arquivos. Solicite instruções com o seu gerente. 8.2 Baixa de conciliação de títulos Selecione a conta-cobrança. Clique em Abrir arquivo e selecione o arquivo enviado pelo banco. Digite o número de pagamento para identificar os registros baixados. Marque a opção conciliação automática, para que os títulos já entrem conciliados na execução da baixa. Para finalizar clique em Baixar títulos. Todos os títulos serão baixados automaticamente e conciliados (opcional) de uma só vez.

Usando a geração de boletos

Usando a geração de boletos Usando a geração de boletos O sistema permite que sejam gerados boletos de cobrança, os boletos podem ser impressos ou enviados por e-mail. O sistema permite a geração de carteiras do tipo Não registrada,

Leia mais

Manual para Cadastramento de Cobrança com Registro

Manual para Cadastramento de Cobrança com Registro Manual para Cadastramento de Cobrança com Registro Sistema de Gerenciamento de Condomínios Systemar Informática Ltda Setembro 2016 Índice Configurações dos Boletos... 3 Banco Caixa... 4 Banco Sicoob...

Leia mais

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012.

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012. ITQ InPrint Cobrança Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012 http://www.itquality.com.br Sumário Introdução...2 Características do Sistema...3 Antes de Instalar...3 Instalando o Sistema...3 Acessando

Leia mais

Configuração de Boletos de Cobranças

Configuração de Boletos de Cobranças Configuração de Boletos de Cobranças Para configurar a emissão de boletos bancários pelo sistema, observe os procedimentos abaixo: Acesse o módulo Administrativo. Clique no menu Financeiro em seguida escolha

Leia mais

Manual. Sistema Venus 2.0. (Módulo Financeiro)

Manual. Sistema Venus 2.0. (Módulo Financeiro) Manual Do Sistema Venus 2.0 (Módulo Financeiro) 1 Tela Principal: Esta é a tela principal do módulo financeiro, aqui trabalhamos com: Contas a Receber, Contas a Pagar, Controle de cheques recebidos, vendas

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada.

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada. Página2 Cadastro de Categorias O cadastro de categoria é utilizado dentro do gestor para o controle financeiro da empresa, por ela é possível saber a origem e a aplicação dos recursos, como por exemplo,

Leia mais

MANUAL ABERTURA DE CONTA CORRENTEE WEB MANUAL CREDISIS COBRANÇA

MANUAL ABERTURA DE CONTA CORRENTEE WEB MANUAL CREDISIS COBRANÇA MANUAL ABERTURA DE CONTA CORRENTEE WEB MANUAL CREDISIS COBRANÇA Julho/2013 1 Sumário Introdução... 2 1. Cobrança... 3 1.1.Cobrança Registrada... 3 1.2.Cobrança Simples... 3 1.3.Cobrança Emissão Sistema

Leia mais

Emissão Doc Extra de Condomínio Sami ERP ++

Emissão Doc Extra de Condomínio Sami ERP ++ Emissão Doc Extra de Condomínio Sami ERP ++ 1. Baixa de Parcelas Acesse o Módulo CONDOMÍNIO CÁLCULOS DA EMISSÃO BAIXA DE PARCELAS. Este programa efetua a baixa das parcelas dos eventos lançados nas unidades,

Leia mais

COBRANÇA REGISTRADA CONDOMÍNIO SAMI ERP IMOBILIÁRIO

COBRANÇA REGISTRADA CONDOMÍNIO SAMI ERP IMOBILIÁRIO COBRANÇA REGISTRADA CONDOMÍNIO SAMI ERP IMOBILIÁRIO 1. Cadastro de Bancos Acesse o módulo DIVERSOS/ CADASTROS/ DE BANCOS. Este programa cadastra e altera o cadastro dos bancos. O cadastro de banco é utilizado

Leia mais

2º passo: Cadastrar o Boleto de cobrança. Cadastros Financeiros Bancários Cobrança - Boletos

2º passo: Cadastrar o Boleto de cobrança. Cadastros Financeiros Bancários Cobrança - Boletos A seguir, vamos mostrar como configurar, cadastrar, gerar boletos e gerar/ receber remessas de boletos bancários. Os boletos bancários poderão ser gerados para qualquer lançamento de contas a receber.

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços

Nota Fiscal de Serviços Nota Fiscal de Serviços Para emitir ou gerenciar suas Notas Fiscais de Serviços acesse o menu: Serviços > Notas Fiscais. Em seguida clique no botão 1 / 13 Dados da Nota Fiscal No campo Cliente basta iniciar

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais

PRODUTO RECEBIMENTOS

PRODUTO RECEBIMENTOS PRODUTO RECEBIMENTOS CNAB 400 POSIÇÕES SANTANDER BANESPA (033-7) Versão 2.0 Outubro/2009 ÍNDICE Introdução...02 Condições para troca de informações...03 Informações adicionais...04 Especificações técnicas...05

Leia mais

TUTORIAL INTEGRAÇÃO TGI

TUTORIAL INTEGRAÇÃO TGI Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Parametrização da rotina... 2 3. Manter (Editar / Atualizar) títulos... 4 4. Realizar Anuência de títulos... 7 Apresentação A rotina 1292 Integração

Leia mais

Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo)

Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo) Manual Cobrança Caixa Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo) Selecionar Cedente Para utilizar o sistema, selecione o Cedente (CADASTROS > SELECIONAR CEDENTE > ACESSAR).

Leia mais

Movimento do Caixa

Movimento do Caixa Movimento do Caixa http://www.controlenanet.com.br Este manual é parte integrante do Software On-line Movimento do Caixa Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br

Leia mais

Carnê de Pagamento. Copyright ControleNaNet

Carnê de Pagamento. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Carnê de Pagamento Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2015-2017 ControleNaNet

Leia mais

Manual Configuração CNAB

Manual Configuração CNAB Manual Configuração CNAB MAIO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Configuração Convênios... 3 3. Configuração Contas CNAB... 18 2 1. Introdução O Layout do arquivo de remessa segue uma padronização

Leia mais

Manual do sistema Imobilis

Manual do sistema Imobilis Manual do sistema Imobilis Índice 01 Cadastro de Bancos 02 02 Cadastro de Agencias 02 03 Cadastro de Contas bancárias 02 04 Parâmetros do sistema 03 05 Índices Econômicos 03 06 Plano de Contas 03 07 Proprietários

Leia mais

Manual. Sistema Venus 2.0. (Faturamento)

Manual. Sistema Venus 2.0. (Faturamento) Manual Do Sistema Venus 2.0 (Faturamento) 1 O Objetivo do módulo Faturamento é cadastrar pedidos de venda, fazer orçamentos, emitir notas fiscais, faturar e controlar pedidos de clientes, enfim toda a

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

Nota Fiscal Consumidor

Nota Fiscal Consumidor Nota Fiscal Consumidor Com o VHSYS a emissão de NFC-e ficou muito mais simples, rápida e integrada. Você pode enviar as NFC-e diretamente para o e-mail de seus clientes, imprimir o documento e acessar

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA

MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA MANUAL DO SISTEMA MÓDULO FINANCEIRO PIRACICABA, 15 DE NOVEMBRO DE 2016 VERSÃO 1.1 BETA 1 Índice Pág. Características Técnicas... 3 Atalho Módulo Financeiro... 4 Contas à Pagar... 5 Contas à Receber...

Leia mais

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Sumário 1. Alterações nos menus Relatórios e Gráficos... 3 2. Resgate do orçamento para cálculo de rateio de condomínio... 4 3. Alteração em Permissões

Leia mais

Financeiro Controle de Cheque

Financeiro Controle de Cheque Financeiro Controle de Cheque 1 Objetivo O controle de cheques é importante para o controle financeiro da empresa. É possível também visualizar todas as situações que envolvem os cheques (depositado, devolvido,

Leia mais

SISTEMA DE BILHETAGEM AUTOMÁTICA MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA - SÃO LUÍS

SISTEMA DE BILHETAGEM AUTOMÁTICA MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA - SÃO LUÍS SISTEMA DE BILHETAGEM AUTOMÁTICA MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA - SÃO LUÍS Revisão 06 / Abril de 2015 Índice I n t r o d u ç ã o.................................................................................................

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais

Para efetuar a baixa de títulos de contas a pagar por meio de cheque, o usuário deverá:

Para efetuar a baixa de títulos de contas a pagar por meio de cheque, o usuário deverá: O PROTHEUS permite o pagamento de fornecedores por meio de cheques. Os cheques deverão ser incluídos no PROTHEUS, vinculados ao título de contas a pagar e após a compensação bancária, compensados no PROTHEUS.

Leia mais

Manual Cobrança Sicoob Cobrança SEM Registro 1/23

Manual Cobrança Sicoob Cobrança SEM Registro 1/23 Manual Cobrança Sicoob Cobrança SEM Registro 1/23 1 Índice 1. Considerações... 03 1.1 Selecionar Conta... 03 2. Alteração Senha... 04 3. Cadastro Sacado... 05 4. Cadastro Grupo Sacado... 06 5. Arquivo

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PORTAL ESTUDANTE PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PORTAL ESTUDANTE PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS Origem: Data de Criação: 01/07/2010 Ultima alteração: Versão: 1.2 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano Padovani Colaborador:

Leia mais

Versão 10.0A-06. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 10.0A-06. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 10.0A-06 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PROCESSAMENTO DO ARQUIVO RETORNO DAS INSCRIÇÕES PAGAS

INSTRUÇÕES PARA PROCESSAMENTO DO ARQUIVO RETORNO DAS INSCRIÇÕES PAGAS INSTRUÇÕES PARA PROCESSAMENTO DO ARQUIVO RETORNO DAS INSCRIÇÕES PAGAS A inscrição de um candidato para um concurso público, vestibular ou seleção no IFG é feita pela internet. O candidato é cadastrado

Leia mais

COBRANÇA ELETRÔNICA. Manual do Sacado. Versão: Data: 31/09/2011. Classificação: ( X) Pública ( ) Interna ( ) Confidencial

COBRANÇA ELETRÔNICA. Manual do Sacado. Versão: Data: 31/09/2011. Classificação: ( X) Pública ( ) Interna ( ) Confidencial COBRANÇA ELETRÔNICA Manual do Sacado Versão: 3.0.1 Data: 31/09/2011 Engenharia de Software Proprietário: Rafael Oliveira Alves Classificação: ( X) Pública ( ) Interna ( ) Confidencial Restrito para "sem

Leia mais

Minuta de Despacho? FS153

Minuta de Despacho? FS153 Como Imprimir Layout de Minuta de Despacho? FS153 Sistema: Futura Server Caminho: Impressos > Minuta de Despacho Referência: FS153 Versão: 2016.04.11 Como Funciona: Esta tela é utilizada para fazer a impressão

Leia mais

Processo de Autorização Unimed-Rio TIVIT

Processo de Autorização Unimed-Rio TIVIT T E C N O L O G I A Processo de Autorização Unimed-Rio TIVIT Autorizador - Captura On-line Prestadores Rio Sumário 0 1 C O N S I D E R A Ç Õ E S I N I C I A I S - 0 3 0 2 A C E S S O A O S I T E D E A

Leia mais

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitNota Eletrônica 2. Requisitos Mínimos para o funcionamento do programa 3. Como Funciona

Leia mais

Colégio Vicentino Santa Luiza de Marillac ACESSO AO PORTAL

Colégio Vicentino Santa Luiza de Marillac ACESSO AO PORTAL ACESSO AO PORTAL O acesso aos portais de aluno e pais é feito através do portal do Colégio: www.vicentinomarillac.com.br Após acessar o site correspondente, o usuário terá que visualizar o local ilustrado

Leia mais

TOTVS Baixas a Pagar. Contas a Pagar - Financeiro

TOTVS Baixas a Pagar. Contas a Pagar - Financeiro TOTVS Baixas a Pagar Contas a Pagar - Financeiro Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos Instrucionais... 3 2 Baixas a Pagar... 3 2.1 Principais Parâmetros... 4 3 Baixa Manual... 4

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Diário.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Diário. Relatório Diário Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Diário Data publicação da : 05/02/2014 Migração do relatório Diário para.net com base no relatório já existente

Leia mais

MANUAL AQUISIÇÃO CERTIFICAÇÃO DIGITAL

MANUAL AQUISIÇÃO CERTIFICAÇÃO DIGITAL CAA/MG REVISÃO 4 Data: 19/08/2016 Página 1 de 11 AQUISIÇÃO CERTIFICAÇÃO DIGITAL CAA/MG REVISÃO 4 Data: 19/08/2016 Página 2 de 11 ACESSE O SITE MINASDIGITAL.CAAMG.COM.BR 1. Navegue pela barra de rolagem

Leia mais

Leilão Reverso - Monitor de Comercialização Proponente

Leilão Reverso - Monitor de Comercialização Proponente MT-212-00110-3 Última Atualização: 08/01/2015 Leilão Reverso - Monitor de Comercialização Proponente Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Painel de Lances V Envio de Lances

Leia mais

B2C. O que é? Informações técnicas

B2C. O que é? Informações técnicas B2C O que é? O Reserva Fácil dispõe de uma versão B2C para distribuição de passagens aéreas, que permite ao passageiro buscar por voos nacionais e internacionais e reservá-los de forma rápida, prática

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?...

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... 4 COMO CONFIGURAR O CNAB... 5 CADASTRO DE BANCOS... 5 PARAMETROS DO CNAB...

Leia mais

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Recibos Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2016 - ControleNaNet Conteúdo

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

Entrada de Mercadoria

Entrada de Mercadoria Entrada de Mercadoria Para cadastrar ou gerenciar uma Entrada de Mercadoria acesse o menu: Compras > Entrada de Mercadoria. Em seguida clique no botão 1 / 23 Dados da entrada No campo Fornecedor informe

Leia mais

Módulo Cedente Instrução de Trabalho Versão 1.0

Módulo Cedente Instrução de Trabalho Versão 1.0 Módulo Cedente Instrução de Trabalho Versão 1.0 Área de Controles Internos Credimed 16 de janeiro de 2008 Página 1 OBJETIVO O Objetivo desta instrução de trabalho é auxiliar o cooperado da Credimed quanto

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PORTAL CIDADÃO PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PORTAL CIDADÃO PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PASSO A PASSO PROCEDIMENTOS Origem: Data de Criação: 15/11/2010 Ultima alteração: Versão: 1.1 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano Padovani Colaborador:

Leia mais

Volpe ERP Módulo Financeiro Versão 3.7. Sumário

Volpe ERP Módulo Financeiro Versão 3.7. Sumário Sumário 1. Introdução... 3 1.1 O que fazer primeiro?... 3 2. Lançamento de produto... 4 2.1 Gerando relatórios de lançamento por títulos... 4 3. Posição contábil... 7 3.1 Gerando relatório de reposição

Leia mais

A vida pede mais que um banco

A vida pede mais que um banco 2 2 4 4 4 5 5 6 6 7 7 8 8 8 8 A plataforma atual, embora tenha representado um importante avanço no sistema financeiro ao permitir a liquidação interbancária (liquidação do boleto em canais de qualquer

Leia mais

Envio de aviso de débitos em atraso e a vencer por

Envio de aviso de débitos em atraso e a vencer por Envio de aviso de débitos em atraso e a vencer por e-mail O objetivo deste tutorial é proporcionar ao nosso cliente uma ferramenta autônoma capaz de gerenciar a comunicação com seus clientes inadimplentes,

Leia mais

Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++

Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++ Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++ Atualize o módulo do Aluguel (ALUGUEL.EXE) para efetuar os processos necessários para acúmulo dos valores do IRRF e posteriormente a geração do arquivo para importação

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 23 Índice ÍNDICE... 2 1.

Leia mais

Manual de Versão Sistema Condomínio21

Manual de Versão Sistema Condomínio21 Manual de Versão Sistema Condomínio21 Belo Horizonte, 2015. Group Software. Todos os direitos reservados. Sumário 1. Ajustes no processo de Homologação Carteira 112 Banco Itaú...3 2. Melhoria na alteração

Leia mais

MicroWork Baixa Cartão - GETNET

MicroWork Baixa Cartão - GETNET Considerações Gerais Na versão 6.14 do sistema MicroWork ADICION, foi disponibilizado o módulo MicroWork Baixa Cartão GETNET, onde através do extrato que a GETNET envia aos clientes é possível fazer a

Leia mais

SCPO. Sistema de Comunicação Prévia de Obras

SCPO. Sistema de Comunicação Prévia de Obras Ministério do Trabalho Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Coordenação Geral de Normatização e Programas SCPO Sistema de Comunicação Prévia de Obras Manual

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

Tutoriais Able Business JUNIOR

Tutoriais Able Business JUNIOR Tutoriais Able Business JUNIOR Como enviar XML/DANFE por email? Parâmetros para Transmissão NF-e... 2 Cadastrando uma conta de email no Able Business JUNIOR... 3 Instalação do software PDFCreator... 3

Leia mais

Manual do usuário: Documentos Fiscais GIX

Manual do usuário: Documentos Fiscais GIX Manual do usuário: Documentos Fiscais GIX Av. Unisinos, 950 Unitec 2 Sala 34 Cristo Rei São Leopoldo - RS 1 Sumário Introdução... 3 Licenciamento... 3 Primeiros passos... 4 Cadastros base... 6 Cadastros

Leia mais

Tutorial de navegação do Portal Clinica Fazenda

Tutorial de navegação do Portal Clinica Fazenda Tutorial Portal Clínica do Leite Tutorial de navegação do Portal Clinica Fazenda TUT PC 005 Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo Tutorial de Acesso ao Portal da Clínica

Leia mais

BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL. A3 em token

BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL. A3 em token BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL A3 em token Sumário Orientações Iniciais... 3 1. Instalação do driver do Token... 4 2. Mozilla Firefox... 9 3. Acessando o sistema... 12 4. Baixando e Instalando

Leia mais

Layouts Padrões de Importação - CobW 2000

Layouts Padrões de Importação - CobW 2000 1 de 7 22/10/2009 09:59 Layouts Padrões de Importação - CobW 2000 INTRODUÇÃO: O sistema CobW 2000 permite o reaproveitamento de informações existentes em outros sistemas da empresa, como por exemplo sistemas

Leia mais

MANUAL DO ISS ONLINE

MANUAL DO ISS ONLINE MANUAL DO ISS ONLINE Contadores Índice 1 - Regularização Cadastral... 3 2 - Login... 5 3 - Acessos ao Sistema... 7 4 - Carteiras de Clientes...... 10 5 - Solicitações de AIDF e AIDF-e... 11 5 - Emissão

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Abas Menu Caixa Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Abrir o Caixa... 3 3.2 Permissões... 3 3.3 Configurar Relatórios de Motivos de Movimentação...

Leia mais

Prestadores Operadora NotreDame Intermédica Saúde S.A.

Prestadores Operadora NotreDame Intermédica Saúde S.A. Prestadores Operadora NotreDame Intermédica Saúde S.A. NOVO PROCESSO DE ENVIO DE FATURAMENTO ELETRÔNICO GUIA RÁPIDO Visão Geral O processo de envio de faturamento eletrônico é formado por 3 (três) etapas

Leia mais

Cadastro de Clientes

Cadastro de Clientes Cadastro de Clientes Uma boa gestão começa na importância dada ao cadastro de clientes. O cadastro de clientes é uma ferramenta fundamental para melhorar as vendas da sua empresa e fidelizar seu cliente.

Leia mais

GUIA RÁPIDO. MDIForms. Sintel Informática Ltda. Rua Vergueiro, nº º andar Vila Mariana, São Paulo - SP CEP:

GUIA RÁPIDO. MDIForms. Sintel Informática Ltda. Rua Vergueiro, nº º andar Vila Mariana, São Paulo - SP CEP: GUIA RÁPIDO MDIForms Sintel Informática Ltda. Rua Vergueiro, nº 2016-4º andar Vila Mariana, São Paulo - SP CEP: 04102-000 www.sintel.com.br Índice 1. Objetivo...3 2. Exibição dos dados...3 2.1. Seleção

Leia mais

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS Manual do Usuário

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS Manual do Usuário Manual do Usuário . GUIAS... 4 2. LOTES... 6 3. PROTOCOLOS... 20 4. RELATÓRIOS DE FATURAMENTO... 2 2 BOTÕES DO SISTEMA : Executar ação : Trocar senha : Gravar (Incluir ou alterar dados) : Imprimir : Excluir

Leia mais

Sistema de Convênios. (SITE) Versão 1.0

Sistema de Convênios. (SITE) Versão 1.0 UNIVERSIDADE FEEVALE Sistema de Convênios (SITE) Versão 1.0 Novo Hamburgo, 26 de junho de 2015 1 SUMÁRIO Sistema de Convênios INTRODUÇÃO... 3 1. EMPRESA NÃO CONVENIADA... 3 2 EMPRESA CONVENIADA... 7 3

Leia mais

Orçamento de Venda. Manual de consulta e criação de Orçamento de Venda.

Orçamento de Venda. Manual de consulta e criação de Orçamento de Venda. Manual de consulta e criação de Orçamento de Venda. Copyright 2010 flexlife todos diretos reservados www. flexlife.com.br Versão 1.1-19/08/15 1. Para Consultar um Orçamento de Venda 1.1 Selecione o menu

Leia mais

Manual do Fiscal de Obras no SIPAC

Manual do Fiscal de Obras no SIPAC Manual do Fiscal de Obras no SIPAC Junho/2011 Superintendência de Informática - UFRN SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OPERAÇÕES DE FISCALIZAÇÃO... 4 2.1 INCLUIR OCORRÊNCIA NO CONTRATO... 4 2.2 VISUALIZAR

Leia mais

Inventario Saldo Inicial FS111

Inventario Saldo Inicial FS111 Inventario Saldo Inicial FS111 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal>Inventario>Inventario Saldo Inicial Referência: FS111 Versão: 2015.12.2 Como Funciona: Esta tela é utilizada para inserir o saldo e

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Contas a Receber Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.3 Motivos de Movimentação... 7 3.4

Leia mais

O que é o site de Contas a Pagar de Comissões?

O que é o site de Contas a Pagar de Comissões? Guia de Procedimento O que é o site de Contas a Pagar de Comissões? O site de Contas a Pagar de Comissões é uma ferramenta destinada às agências de viagem. Inicialmente, será utilizado para a área financeira

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

Apresentação Procedimentos iniciais Baixas de Títulos... 2

Apresentação Procedimentos iniciais Baixas de Títulos... 2 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Baixas de Títulos... 2 Apresentação Esta rotina tem como objetivo realizar a baixa de títulos em aberto, de forma manual individualmente ou vários

Leia mais

Procedimento de Compra Material Didático

Procedimento de Compra Material Didático Procedimento de Compra Material Didático 1. Acessar o site http://loja.edebe.com.br/, e clique no banner MATERIAL DIDÁTICO DIGITAL. 2. Após o clique no banner aparecerá o campo para digitar o CPF como

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR 1 1 2 1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Razão Social: FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR CNPJ: 12.838.821/0001-80 Registro ANS: 41828-5 Inscrição Municipal: 130973/001-6 Inscrição Estadual:

Leia mais

Importar e Receber NF-e

Importar e Receber NF-e Importar e Receber NF-e Procedimentos prévios para importar: 1. Caso ainda não tenha sido criada, criar na área de trabalho o atalho para a pasta RECEBER. Para isso vá no SGL e clique no menu CADASTRO

Leia mais

MANUAL DO KIT ON-LINE

MANUAL DO KIT ON-LINE MANUAL DO KIT ON-LINE Criado em: Novembro/2006 Alteração realizada: 15/12/2006 Versão do Manual: 1.0 Alteração realizada: 08/07/2009 Versão do Manual: 2.0 Alteração realizada: 27/01/2010 Versão do Manual:

Leia mais

MANUAL NOVA GUIA DE POSTAGEM

MANUAL NOVA GUIA DE POSTAGEM MANUAL NOVA GUIA DE POSTAGEM O presente manual tem como finalidade adequar o Sitema DCP (Projeto Comarca) as novas modalidades postais a serem utilizadas no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

Portal de Fornecedores Não-Revenda

Portal de Fornecedores Não-Revenda Portal de Fornecedores Não-Revenda Consultar e Acompanhar Pedidos de Compra do Walmart Consulte neste manual os procedimentos para consulta e acompanhamento dos pedidos de compra emitidos pelo Walmart

Leia mais

Portal de Fornecedores Não-Revenda

Portal de Fornecedores Não-Revenda Portal de Fornecedores Não-Revenda Consultar e Acompanhar Pedidos de Compra do Walmart Consulte neste manual os procedimentos para consulta e acompanhamento dos pedidos de compra emitidos pelo Walmart

Leia mais

ao SuperCash Santander gerenciador financeiro

ao SuperCash Santander gerenciador financeiro Seja bem-vindo ao SuperCash Santander gerenciador financeiro Conhecendo o SuperCash O passo à passo do sistema 1 Fluxo de 2 Editando 3 Pagtos 4 Lançtos Preferências de Crédito Títulos 6 Lançtos Caixa 5

Leia mais

Quitação Individual de Movimento

Quitação Individual de Movimento Quitação movimentação contas a pagar. Copyright 2010 flexlife todos diretos reservados www. flexlife.com.br Versão 1.1-19/08/15 1. Quitação do Contas a Pagar No módulo Financeiro, selecione as opções Contas

Leia mais

Como emitir a nota? Emitir Nova NFS-e

Como emitir a nota? Emitir Nova NFS-e Aqui se dá o começo do processo de criação da nota fiscal de serviço eletrônica. Como a Prefeitura é que gera a NFS-e, o que será feito é um RPS, com todas as informações da nota, que serão enviadas à

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema de Notas Fiscais Produtor/Avulsa. Módulo NFPA - e

Manual do Usuário. Sistema de Notas Fiscais Produtor/Avulsa. Módulo NFPA - e Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso Superintendência do Sistema Administrativo Fazendário Superintendência Adjunta de Gerenciamento de Tecnologia da Informação Manual do Usuário Sistema de Notas

Leia mais

GUIA DE ACESSO AOS PORTAIS ACADÊMICOS

GUIA DE ACESSO AOS PORTAIS ACADÊMICOS GUIA DE ACESSO AOS PORTAIS ACADÊMICOS Tutorial discente Outubro/2016 1 Sumário 1. Como acessar o Portal do Aluno (SGE)... 3 2. Como acessar a Comunidade Acadêmica... 14 3. Como acessar o Portal Educação

Leia mais

Fiscal Emitir Nota Fiscal

Fiscal Emitir Nota Fiscal Fiscal Emitir Nota Fiscal Eletrônica Objetivo 1. Registrar uma nota fiscal de venda; 2. Emitir, transmitir, imprimir o DANFE e enviar o arquivo XML da nota fiscal eletrônica por e-mail; Pré -requisitos

Leia mais

CONTROLE DE ORÇAMENTOS

CONTROLE DE ORÇAMENTOS CONTROLE DE ORÇAMENTOS MÓDULO DE AQUISIÇÕES 1 1. ORÇAMENTO Para iniciar o processo de orçamento, clique em orçamento.. Serão apresentadas as funcionalidades do 1.1 Novo orçamento Para incluir um novo orçamento,

Leia mais

TUTORIAL DEVOLUÇÃO DE CLIENTE

TUTORIAL DEVOLUÇÃO DE CLIENTE Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Realizar Devolução de Cliente... 3 2.1 Geração Nota Fiscal Própria.... 3 2.2 Utilizando uma Nota de Devolução Enviada pelo Cliente.... 4 2.3

Leia mais

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais...

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais... 1 Sumário 1. Inicializando o Sistema... 3 2. Arquitetura do Sistema... 5 2.1. Menu... 5 2.1.1. Detalhamento do Menu e Submenu... 5 2.2. Barra de Ferramentas... 6 2.2.1. Ações... 6 2.2.2. Crédito Disponível...

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA ANUAL E DIMOB. Sami ERP Imobiliário

IMPOSTO DE RENDA ANUAL E DIMOB. Sami ERP Imobiliário IMPOSTO DE RENDA ANUAL E DIMOB Sami ERP Imobiliário Atualize o módulo do Aluguel (ALUGUEL.EXE) para efetuar os processos necessários para acúmulo dos valores do IRRF e posteriormente a geração do arquivo

Leia mais

PASSO A PASSO COMPRA DE CERTIFICADO DIGITAL PARA. DSBR-COM-MC-001 v1.1 Data: 13 de Fevereiro de 2017

PASSO A PASSO COMPRA DE CERTIFICADO DIGITAL PARA. DSBR-COM-MC-001 v1.1 Data: 13 de Fevereiro de 2017 PASSO A PASSO PARA COMPRA DE CERTIFICADO DIGITAL DSBR-COM-MC-001 v1.1 Data: 13 de Fevereiro de 2017 DIGITALSIGN CERTIFICAÇÃO DIGITAL LTDA. URL: www.digitalsigncertificadora.com.br Rua General Bertoldo

Leia mais

Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Domínio Atendimento Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio

Leia mais