Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?..."

Transcrição

1

2 Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... 4 COMO CONFIGURAR O CNAB... 5 CADASTRO DE BANCOS... 5 PARAMETROS DO CNAB... 8 BOLETOS PRÉ-IMPRESSOS DO CNAB PARA RECEBIMENTOS NA FORMA BOLETO CNAB TELA DE IMPRESSÃO DOS BOLETOS CNAB REMESSA / RETORNO COMO IDENTIFICAR UMA REMESSA CASO ESTEJA COM PROBLEMAS... 19

3 INTRODUÇÃO O QUE É CNAB? Os bancos utilizam o Padrão FEBRABAN CNAB 400 ou CNAB 240 para receber (remessa) e enviar (retorno) informações para as empresas clientes usando arquivos. CNAB significa Centro Nacional de Automação Bancária. Estes arquivos possuem formato texto com colunas fixas definidas pela FEBRABAN. Cada banco, por possuir suas peculiaridades, tem suas variações que são previstas dentro do padrão. QUAL O OBJETIVO DO CNAB? O objetivo destes arquivos é intercambiar informações digitalmente entre o sistema de informática do banco e o do cliente. Dentre as informações podemos citar: cobrança (boletos bancários, pagamentos, extrato (para conciliação), débito em conta, custódia de cheques, etc). Cada um destes produtos tem seu fluxo de informação e, portanto um layout. Estes arquivos são enviados ou recebidos de diversas formas, mas principalmente pelo site do banco. Para ilustrar usaremos o intercambio de informações de boletos bancários: - A empresa emissora dos boletos envia opcionalmente um arquivo remessa usando o site do banco. (Esta etapa não é necessária, pois a própria empresa pode emitir os boletos); - Os clientes recebem e pagam os boletos; - A empresa verifica diariamente no site do banco a existência de arquivos retorno; - A empresa processa no software financeiro os arquivos baixados no site do banco, ao processar o software faz a baixa dos boletos que foram liquidados.

4 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE? Banco Banco do Brasil Carteira (400 posições) Cobrança simples Cobrança direta especial Cobrança sem registro Caixa Econômica Federal Cobrança Simples Cobrança Rápida Cobrança Sem Registro Banco Itaú Bradesco Escritural eletrônica - simples Direta eletrônica sem emissão - simples Sem registro sem emissão Sem registro emissão parcial com protesto Cobrança sem registro Cobrança registrada Santander (*) Cobrança Simples Com Registro - Obs: (*) Consultar o seu vendedor para maiores

5 COMO CONFIGURAR O CNAB Para dar início ao Padrão CNAB no sistema, é necessário habilitar os bancos e depois configurá-los (Veja o tópico Financeiro Movimentação Bancária no módulo Empresário3). CADASTRO DE BANCOS Acesse o menu Financeiro - Movimentação Bancária. PARÂMETROS: Não há parâmetros para esta tela. PRECEDÊNCIAS: Não há necessidade de cadastramentos prévios para esta tela. O grande fluxo monetário de sua empresa estará disponibilizado nesta tela. Você poderá ter contas correntes de bancos, ou cartões de crédito, enfim, qualquer conta que possuir um controle de lançamentos de entradas, saídas e transferências de valores poderá ser facilmente controlada nesta tela, com data, tipo de movimentação, histórico e número de documento. A tela se abre com o cursor no campo Conta Corrente. Para selecionar uma conta que já esta cadastrada, utilize as setas indicativas no campo Conta Corrente ou Apelido. Para cadastrar uma nova conta, clique no botão Novo (F5) e digite a conta desejada.

6 1- Digite nestes campos as informações relativas à conta corrente a ser controlada. OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: A conta corrente deverá estar com o digito separado por traço e habilitado CNAB na tela. 2- No campo INFORMAÇÕES ADICIONAIS, cujo preenchimento é opcional, pode-se colocar informações relativas ao contato na agência, endereço e etc. 3- Caso seja necessário restringir o acesso a esta conta especificamente, informe uma senha de acesso aqui. 4- Quando deixar de trabalhar com esta conta, é possível inativa aqui. 5- Opção para habilitar a conta corrente no padrão CNAB (Veja o tópico Administrador Configurações Configuração do CNAB para configurar a conta corrente). 6- Após cadastrar esta conta, clique em OPÇÕES - LANÇAMENTOS para acessar a tela de lançamentos desta conta corrente. Veja a seguir: OBS: Conta corrente Negociados para vincular cheques de terceiros que foram negociado no Controle de Cheques. Tela de Lançamentos: Esta tela deverá ser preferencialmente movimentada a partir das telas de Contas a Pagar e/ou Contas a Receber (ou Pagamentos e Recebimentos), já que assim será possível classificar os lançamentos o plano de contas estabelecido para a sua empresa, facilitando o Gerenciamento Financeiro da mesma. Para lançamentos manuais proceda da seguinte forma: 1- Digite as informações do lançamento a ser realizado, tais como data, valor, operação, tipo do lançamento (entrada ou saída), número do documento, um breve histórico e grave. Observe que do lado direito do campo o botão com a pastinha amarela. Isto indique a possibilidade de incluírem outras opções além das já cadastradas. É só clicar neste botão para ter acesso à tela de cadastramento. 2- Nesta área serão exibidos todos os lançamentos realizados. 3- Escolha aqui o período a ser visualizado. 4- Escolha se o lançamento é de Entrada ou Saída.

7 Após este procedimento, o usuário deve configurar os bancos que trabalharão com CNAB, inserindo as informações padrões para a emissão dos boletos. Obs.: Solicitar ao banco todas as configurações necessárias para geração do Arquivo de Remessa. (ex: Banco Santander Carteira (Cobrança Simples Com Registro Emissão Banco)). Essas informações são de responsabilidade do Banco. Acesse o módulo Administrador, clique no menu Administrador - Configurações - Configuração do CNAB e preencha todos os campos da tela com a ajuda do gerente do banco. Os dados preenchidos nesta tela é que serão impressos no boleto.

8 PARAMETROS DO CNAB Acesse o menu ADMINISTRADOR CONFIGURAÇÕES CONFIGURAÇÃO DO CNAB. Banco Localize através da seta o nome do banco habilitado para o CNAB. Conta corrente Localize através da seta o número da conta corrente correspondente ao banco. Você pode possuir mais que uma conta corrente no mesmo banco. Carteira Localize através da seta a carteira que irá trabalhar em relação ao banco e conta corrente. Exemplo: 06 Cobrança sem registro 09 Cobrança registrada Para cada conta corrente pode existir mais que uma carteira registrada para trabalhar. Atenção: Informações mais detalhadas em relação aos tipos de carteira, você conseguirá junto ao banco, pois elas podem variar de entidade para entidade.

9 Número do Boleto Este campo está relacionado à informação dada no campo ao lado Gerar número do boleto. Gera número do boleto: Seqüencial, Manual, Por Nota Veja como fica o número do boleto quando habilitado uma das informações abaixo: Seqüencial: Será gerado automaticamente o número do boleto, não sendo necessário o preenchimento do campo. Manual: Você digita o número do boleto, que tanto pode seguir a seqüência 1,2, 3, 4... como assumir qualquer outro número. Exemplo: o número do boleto será igual ao número do seu pedido. Por Nota: Quando acionado este campo, o número do boleto será equivalente ao número da Nota Fiscal. Se for gerado, por exemplo, 3 boletos a partir de uma única Nota Fiscal, a numeração ficará assim: NF/1, NF/2, NF/3, onde NF é o número da Nota Fiscal. Atenção: Caso você tente gerar um boleto com a opção Por Nota habilitado e não houver venda para este boleto, o sistema emitirá a seguinte mensagem: o numero do boleto não pode ser gerado automaticamente porque não existe nenhuma venda relacionada ao Contas a Receber. Caso você não tenha o número da nota fiscal, o empresário permitirá que um número seja digitado. Código do cedente Este código é fornecido pelo banco. É ele que identifica a sua empresa. Código de operação Este número é fornecido pelo Banco e deve ser preenchido somente quando o cliente for utilizar o CNAB Cobrança. Código do convenio Este número é fornecido pelo Banco e deve ser preenchido somente quando o cliente for utilizar o CNAB Cobrança. Espécie É o tipo de boleto que será impresso. Exemplo: (Duplicata Mercantil, Nota Promissória, Duplicata de serviço, etc.). Moeda Selecionar o tipo de moeda. Por exemplo: Real Local de pagamento Este campo segue o padrão do Empresário. Geralmente é informado: Pagável em qualquer agência até o vencimento. Dias limite para desconto Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa.

10 Dias para multa Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. Prazo para protesto Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. % de desconto Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. % de abatimento Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. % de juros Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. % de multa Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. % de IOF Este campo deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. Mostrar juros diários Quando acionado este campo, será apresentada a seguinte mensagem no campo Mensagem para sacado : Valor do juro diário após o vencimento: Aceite Aceite do impresso pelo cliente (boleto, nota fiscal). Este campo é utilizado para protesto se houver canhoto assinado pelo cliente. Verificar data de quitação Tipo de impressão: Pré-impresso, Emitido pelo cliente, Emitido pelo banco Veja como fica o tipo de impressão do boleto quando habilitado uma das informações abaixo: Pré-impresso: O impresso do boleto é um formulário do próprio banco. Emitido pelo cliente: O impresso é criado e impresso pelo cliente. Emitido pelo banco: Você envia o arquivo de boletos gerado pelo empresário para o banco e este se encarrega de imprimir e enviar aos clientes. Tipo de cobrança: Este campo está vinculado ao campo Carteira. Os tipos de cobrança mais utilizados são: simples, escritural, com registro, sem registro. Atenção: A cobrança sem registro é geralmente utilizada quando você recebe o retorno do banco apenas com o número do documento do banco. Ele é utilizado por clientes que possuem

11 um controle interno onde apenas o número do banco é o suficiente para saber de quem se refere o boleto. O tipo de cobrança com registro geralmente é utilizado para apresentar todas as informações constantes do boleto. Fim Quantidade de números fornecidos pelo banco para que você gere os números dos boletos. É utilizado 1 número para cada boleto. Ultimo nosso número Deve ser o número do título no banco já impresso. O sistema imprimirá o próximo boleto com a numeração subseqüente ao último número impresso. Mensagem para sacado Este campo possui 4 linhas disponíveis que poderão ser utilizadas livremente. Instrução 1 e Instrução 2 A instrução dada ao banco para este boleto deverá ser definida pelo usuário. Caso a instrução seja a de protestar, você deverá preencher todas as informações que forem sendo solicitadas. Mensagem para ficha de compensação 1 Este campo estará disponível quando for habilitado o campo Instrução. Deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. Mensagem para ficha de compensação 2 Este campo estará disponível quando for habilitado o campo Instrução 2. Deverá ser preenchido segundo as normas da sua empresa. Remessa Este campo será preenchido automaticamente a cada envio de arquivo ao banco. Ele só será utilizado por você em casos de ter que seguir uma numeração anterior, proveniente da utilização de outro sistema que não tenha sido o empresário. Exemplo: se você trabalhava com outro sistema e já tinha encaminhado para o banco 5 remessas, agora com o empresário quando você for enviar uma nova remessa, este campo deverá ser preenchido com o número 6. Usar dados do cadastro da empresa Se este campo for habilitado, o campo Cedente e CNPJ serão preenchidos automaticamente com os dados do cadastro da empresa. Caso não esteja habilitado, os campos deverão ser preenchidos manualmente. Pessoa física Se habilitado o campo CNPJ será alterado para CPF. CNPJ Se o campo Usar dados do cadastro da empresa estiver habilitado, este campo será preenchido automaticamente com os dados do cadastro da empresa. Caso não esteja habilitado, este campo deverá ser preenchido manualmente.

12 Depois de preenchido todas as informações, grave e saia. Se desejar efetuar nova configuração, clique em NOVO. ATENÇÃO: A Caixa Econômica Federal possui uma quantidade menor de ESPÉCIE, MOEDA E INSTRUÇÃO que o banco Bradesco. Obs.: Como regra do próprio banco, o Padrão CNAB só trabalha com % e não com valor. BOLETOS PRÉ-IMPRESSOS DO CNAB Acesse o menu Administrador Configurações Boletos Pré-Impressos do CNAB. Pode-se trabalhar com 1 boleto por folha (conjunto com 5 vias carbonadas) ou 3 boletos por folha (clientes diferentes, geralmente usados em impressoras a laser). Caso opte por imprimir 1 boleto por folha, informe a altura do boleto. Você pode utilizar uma régua em centímetros para medir. A seguir devem ser informadas as dimensões de cada campo a ser impresso usando a mesma técnica utilizada para configurar cheques e notas fiscais. Ao invés de centímetros também é possível usar linhas para configurar o boleto, mas isto não é comum. O EmpresárioERP possui um sistema de configuração para impressão de diversos campos em formulários contínuos, onde você poderá facilmente determinar os campos desejados, as posições vertical e horizontal, as fontes utilizadas e seus respectivos tamanhos. Para configurar os documentos você vai precisar de uma régua em centímetros. Alguns bancos já preenchem previamente alguns dos campos disponíveis no boleto, você deve verificar com seu banco quais são eles e tomar o cuidado de não utilizá-los. Informe o tipo de boleto que pretende utilizar e selecione a impressora.

13 Para cada banco liberado, você pode configurar o boleto. Depois de colocar todas as informações é importante marcar se essa alteração deve ser gravada como Global (para ser utilizada em todos os equipamentos ligados em rede) ou Local (apenas no equipamento onde foi gerada).

14 PARA RECEBIMENTOS NA FORMA BOLETO CNAB Acesse o menu Financeiro Contas a Receber. Selecione no campo Operação o tipo Boleto e no campo documento, digite o número do boleto, sendo o campo documento preenchido seguindo as instruções da configuração CNAB realizadas no módulo Administrador (veja o tópico Administrador Configurações Configuração CNAB). Selecione a conta corrente que já foi previamente configurada em Movimentação Bancária e Configuração CNAB no módulo Administrador a conta para geração dos boletos para o envio das remessas para o banco (não marque o check box na coluna OK) e clique em gravar. Observação Importante: Esta coluna OK será preenchida automaticamente quando carregar o arquivo de retorno (com as informações dos boletos que foram pagos pelo cliente no banco) no programa EmpresárioERP. As parcelas não clicadas (coluna OK) não são lançadas em conta corrente e estarão disponíveis no fluxo de caixa projetado. Os recebimentos clicados na coluna OK estarão disponíveis no fluxo de caixa realizado. Depois de gravado a parcela com a operação boleto marcada, clique em sair da tela do Contas a Receber e acesse o menu Financeiro Títulos em aberto Cobrança Boletos CNAB.

15 TELA DE IMPRESSÃO DOS BOLETOS CNAB Selecione, clicando no círculo correspondente, se deseja visualizar os boletos realizados ou a realizar. Informe a partir de que data deseja visualizar, bem como o banco, a conta corrente e a carteira. Os campos carteira, vencimento, boleto, documento, sacado, emissão e valor vêm carregados automaticamente da tela de Contas a Receber. A coluna Situação informa a situação de impressão deste boleto: Pendente (não foi impressa) e Impressos (já foi impressa uma vez). O campo Valor total dos boletos marcados para serem impressos mostra o valor total dos boletos selecionados para impressão. Clique no campo Imp. (impressão) referente a cada boleto que deseja imprimir. Em seguida, clique no botão impressora para iniciar o processo de impressão. A impressão de boletos pode ser efetuada apenas nesta tela. O campo Valor total dos boletos mostrados mostra o valor total de todos os boletos apresentados na tela. Caso necessite enviar o boleto para o sacado por , selecione o mesmo na coluna IMP e clique no botão Enviar Boleto. Preencha os dados da tela e clique em Ok para concluir o envio. OBS.: A configuração da conta de do emitente deve estar previamente configurada em Meu Menu Agenda na aba Configurações. Algumas informações são iguais para todos os boletos. Por isso, o usuário poderá pré defini-las no módulo Administrador, na tela Administrador - configurações - configuração do CNAB.

16 Caso a empresa emita boletos com o formulário Pré-Impresso que o banco disponibiliza, os parâmetros desta impressão devem ser definidos no módulo Administrador, na tela Administrador - configurações - Boletos pré-impressos do CNAB. Para visualizar os detalhes de um determinado boleto, clique sobre a LUPA no campo BOLETO. Para visualizar o documento das Contas a Receber ao qual este boleto foi gerado, clique sobre a LUPA no campo DOCUMENTO. O usuário pode se desejar, preencher/alterar os campos manualmente, uma vez que os campos padronizados já estarão preenchidos. Após realizar as alterações desejadas, clique em GRAVAR. Para retornar a tela anterior, clique em SAIR. ATENÇÃO: As alterações só poderão ser efetuadas enquanto não houver remessa para o banco. As mensagens só serão alteradas no ícone Detalhes (ao lado direito do campo Prazo de protesto). Sacado será alterado no ícone SACADO. Para visualizar o SACADO deste boleto, clique no campo SACADO no canto inferior direito da tela de detalhes.

17 ATENÇÃO: Não é possível alterar o número de parcelas de boleto já gerado. O boleto deverá ser excluído manualmente. Na tela de boleto, clique na lixeira. Este processo só poderá acontecer se o boleto estiver com status PENDENTE. Caso o boleto já tenha sido emitido, só poderá seguir através de instruções específicas para o banco. Neste caso o boleto terá que ser retransmitido. OBS.: Após a impressão, todos os boletos anteriormente acionados na coluna IMP ficarão desacionados, pois esta coluna serve para seleção de impressão. Mas, ao realizar a impressão de um boleto, o software alterará automaticamente a coluna Situação para Impressos. Para excluir um boleto, clique sobre o desejado e, a seguir, sobre o botão Excluir. Para sair desta tela, clique em Sair. REMESSA / RETORNO Acesse o Menu Financeiro Títulos em aberto Cobrança Remessa / Retorno.

18 Nesta tela é possível criar os arquivos de remessas dos boletos para serem enviados para o banco (clicando no botão gravar) e visualiza/captura os arquivos de retorno (clicando na lupa). Selecione o banco, a conta corrente e a carteira onde se encontram os boletos gerados. O sistema mostrará os boletos de acordo com a seleção desejada. Neste exemplo, pedimos para visualizar os boletos pendentes do Banco do Brasil, conta corrente na carteira Cobrança Simples. Se você desejar criar o arquivo de remessa ao banco e clicar no botão gravar, sem selecionar os boletos que serão remetidos, o sistema mostrará a mensagem abaixo: Clique em Ok e clique na coluna REM (remessa) na linha equivalente aos boletos que deseja remeter. Depois de efetuada seleção, clique no botão gravar e será apresentada a mensagem abaixo: Clique em SIM e aguarde a execução. Neste momento desaparecerão da tela os boletos que foram selecionados. Quando este arquivo é gerado, será mudado o status dos boletos de Pendentes/Impressos para o status Aguardando retorno. Através do Menu Iniciar do Windows - Arquivos de Programas - Empresário3, será criada automaticamente uma pasta chamada REM. Nesta pasta estão disponíveis todos os arquivos remetidos ao banco. Você poderá com o passar do tempo separá-las por mês, por exemplo, para visualizar melhor os arquivos. Este arquivo que acaba de ser criado na pasta REM é que será enviado ao banco através do software de transferência que o banco possui ou através do site do próprio banco (verifique condições de envio dos arquivos com o gerente da conta bancária de sua empresa).

19 OBS.: O CEP incorreto faz com que o boleto seja rejeitado. Ao enviar um arquivo de remessa através do software bancário ou através do site do banco (recomendado), o banco fica aguardando o cliente efetuar o pagamento do boleto, já que todos os dados e informações deste boleto foram enviados neste arquivo de remessa. COMO IDENTIFICAR UMA REMESSA CASO ESTEJA COM PROBLEMAS Caso o banco rejeite o arquivo de Remessa, devemos verificar se o arquivo foi configurado corretamente. (Conforme formatações e dados informados pelo Banco). Outra forma de descobrir o que está de errado com o arquivo de Remessa seria Abrir o arquivo com o Textpad ou com o Notepad ++ e juntamente com o manual do arquivo, verificar se os dados dos boletos estão em suas respectivas posições iniciais, finais e se o tamanho do campo está correto, conforme solicita o manual. Para maior esclarecimento da estrutura do arquivo, acompanhe os dados abaixo: Na primeira linha está localizado o Registro HEADER Este registro trás a configuração do Emitente do Boleto (A empresa que emitiu o boleto) e está destacado em vermelho. Com o TextPad ou o Notepad ++ podemos verificar quantas posições tem cada linha e em qual posição o cursor está localizado. Com isso podemos, por exemplo, verificar se no Registro HEADER o arquivo tem 400 posições. Caso não tenha, então devemos com o manual verificar qual campo está faltando ou está configurado com tamanho errado. Exemplo: No manual do Santander informa que no Registro HEADER (Vermelho) o código de operação da empresa estará na posição inicial 27 e na posição final 46 e o tamanho do campo 20. (Você analisando o arquivo de Remessa junto com o Manual do CNAB identifica que o código de operação inicia na posição 27 e termina na posição 38 (Foi identificado que o campo está com menos de 20 caracteres que é o tamanho do campo no Layout do manual)). Será necessário corrigir o código na configuração do Administrador e depois gerar o arquivo novamente. Ao gerar o arquivo novamente o

20 mesmo deverá conter 400 posições no Registro HEADER. Pois foi identificado o problema e corrigido. Todos os outros registros seguem esse mesmo padrão. 400 posições por linha. As linhas destacadas em Amarelo são o Registro Detalhe (Informações do boleto (Ex: Data de vencimento, valor total, % de multa, etc.) A linha destacada em Verde é o Registro Trailer (Linha onde consta a somatória dos valores e encerramento do arquivo). A estrutura segue esse padrão e fica de fácil entendimento para analise. Basta ter o arquivo e o manual para identificar qualquer problema na Remessa. Quando volta a remessa do banco: Através do site do banco, existe a possibilidade de acompanhar a volta destes arquivos de remessa. Os mesmo são conhecidos como arquivos de RETORNO. Existe a possibilidade de salvar este arquivo em qualquer local da máquina ou da rede. Como padrão do sistema Empresário3, ao gerar o primeiro arquivo de remessa, o sistema cria, alem da pasta REM, uma pasta chamado RET, onde poderão ser salvos estes arquivos de retorno através do site do banco. Para carregar este arquivo de retorno dentro do sistema Empresário3, basta clicar na LUPA Procurar arquivo de retorno na tela de Remessa / Retorno, selecionar a pasta onde foi salvo o arquivo, selecionar o mesmo e clicar em abrir. Se a remessa estiver OK ou com boletos pagos dentro do arquivo: O boleto fica no status pagos ou registrados (dependendo da carteira que a empresa trabalha juntamente com o banco). Neste mesmo momento o sistema EmpresárioERP automaticamente realizará a quitação de todos os boletos pagos no Contas a Receber e automaticamente também vai dar a entrada do valor de cada boleto quitado em movimentação bancária na conta ao qual pertence este boleto. Se a remessa não estiver OK ou com boletos não pagos: O boleto fica como incompleto, inconsistente ou continuará com o status pendente. Cada banco possui o seu software de transferência ou a sua forma de envio dos boletos através de arquivos texto e a transferência é gerada por número ou por período. A função do EmpresárioERP é: gerar o arquivo texto e ler o arquivo de retorno.

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

Manual do Software de Cobrança Itaú

Manual do Software de Cobrança Itaú Banco Itaú SA Manual do Software de Cobrança Itaú Última atualização: agosto/2006 Índice 1 Visão Geral 03 2 Instalação 03 3 Inserindo os dados de sua empresa 03 4 Inserindo os dados dos títulos de Cobrança

Leia mais

Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste

Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste P á g i n a 1 Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste P á g i n a 2 INTRODUÇÃO I. Acessando o Sistema O Sistema de Cobrança Eletrônica para

Leia mais

Na tela Download do Módulo Cedente selecionar o sistema operacional desejado (Windows ou Linux) e clicar no link de download.

Na tela Download do Módulo Cedente selecionar o sistema operacional desejado (Windows ou Linux) e clicar no link de download. Passo a Passo Instalação modulo cedente Primeiramente o cooperado deverá ter cadastrado a senha de acesso ao Sicoobnet para download do modulo cedente. Se não possuir a senha dirija-se a um dos caixas

Leia mais

Versão: 1.7.8.8 com instruções para Protesto

Versão: 1.7.8.8 com instruções para Protesto Versão: 1.7.8.8 com instruções para Protesto Utilização Para dar início ao processo, o cooperado deverá ter acesso ao internet banking. Se ainda não possuir, dirija-se aos caixas da Sicoob-Cocred. O programa

Leia mais

Objetivos. Página - 2

Objetivos. Página - 2 Índice Índice... 1 Objetivos... 2 Configurações... 3 Cadastro de Bancos... 3 Plano de Contas... 3 Conta Corrente... 4 Instruções Bancárias... 6 Portadores Bancários... 7 Cadastro de Clientes... 8 Boletos...

Leia mais

Parte I CADASTRO DE SACADO

Parte I CADASTRO DE SACADO Sicoob Coopercred Módulo Cedente Manual do Usuário (versão 2) ÍNDICE Parte I Cadastro de Sacado... 1 Parte II Emissão de Títulos... 1 Emitindo título com registro... 2 Emitindo título sem registro... 3

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada.

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada. CONTAS A RECEBER CONSULTA E DE TÅTULOS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A RECEBER 1. ÅCONES PRINCIPAIS: SAIR LIMPAR LOCALIZAR ALTERAR PARCELA FINANCEIRO IMPRIMIR DESCONTAR BOLETOS ABRIR DOCUMENTO Sair da

Leia mais

COBRANÇA ELETRÔNICA BANRISUL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA

COBRANÇA ELETRÔNICA BANRISUL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA COBRANÇA ELETRÔNICA BANRISUL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA Unidade de Atendimento e Serviços INDICE Requisitos para instalação... 4 Inclusão do Código do Cedente... 5 Inclusão do Sacado... 6 Inclusão

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

Manual Prático da Cobrança Eletrônica no Sistema BasePro ERP Fenix

Manual Prático da Cobrança Eletrônica no Sistema BasePro ERP Fenix Manual Prático da Cobrança Eletrônica no Sistema ERP Fenix Página 1 Sumário Introdução...4 1 Remessa ao Banco...5 1.1 Prévia...5 1.2 Geração...8 1.3 Envio do arquivo da Geração...10 1.3.1 Direcionando

Leia mais

Terceiro Milênio Informática

Terceiro Milênio Informática MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BOLETO Visão Geral Use este manual para criar boletos de cobrança sem registro, veja como preencher os campos e onde preenchê-los. Se tiver intenção de usar cobranças com boleto,

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO O Sistema Cédula de Crédito é um aplicativo desenvolvido pelo Banco Intermedium, com o objetivo de consolidar os dados cadastrais da empresa e movimentação de títulos em cobrança.

Leia mais

Sistema para Administração de Condomínio www.condominiomais.com.br SUMÁRIO

Sistema para Administração de Condomínio www.condominiomais.com.br SUMÁRIO SUMÁRIO I. MENU... 2 II. CONSULTA / ALTERAÇÃO / ESTORNO... 4 III. MENSAGEM... 5 IV. MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA... 6 CONSULTA... 6 LANÇAMENTO... 7 V. BOLETO... 8 VI. RELATÓRIO... 10 VII. RESERVA... 11 VIII.

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 LANÇAMENTO DE CONTAS

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

TUTORIAL HOMOLOGAÇÃO DE BOLETOS

TUTORIAL HOMOLOGAÇÃO DE BOLETOS Sumário Apresentação... 1 1. Cadastrar Banco... 2 2. Cadastrar Cobrança... 5 3. Permitir Acesso a Cobrança... 7 4. Inserir Dados Integração Bancária... 9 5. Importar Layout... 16 6. Gerar e imprimir boleto...

Leia mais

Procedimentos Operacionais do Módulo Cedente

Procedimentos Operacionais do Módulo Cedente Procedimentos Operacionais do Módulo Cedente Índice 1 - Operações iniciais 2 - Cadastrando Instruções 3 - Cadastro do Sacado 4 - Cadastro de Titulo 5 - Envio do Movimento 6 - Envio de Arquivo de Remessa

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

-Entre no menu Cadastros / Sacados -Insira os dados do sacado / clique em Gravar

-Entre no menu Cadastros / Sacados -Insira os dados do sacado / clique em Gravar Acesso ao Sistema -Dê dois cliques no ícone do programa. -Digite o Usuário: MASTER -Digite a Senha: MASTER -Clique em Acessar -Para selecionar o Cedente: - Entre no menu Cadastros - Clique em Selecionar

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

Cédula de Crédito. Versão 28.03.2011

Cédula de Crédito. Versão 28.03.2011 Cédula de Crédito Versão 28.03.2011 1 O Sistema Cédula de Crédito é um aplicativo desenvolvido pelo Banco Intermedium, com o objetivo de consolidar os dados cadastrais da empresa e movimentação de títulos

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: Apresentação: 02 Método de Acesso ao Sistema Sig Iss: 02 Tela de Abertura: 03 Modo de Acesso: 04 Botões e Telas

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA

MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA NOÇÕES GERAIS MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA Para melhor compreender o ambiente de trabalho do sistema GONDOLA, é necessário que sejam apresentadas algumas noções gerais, antes de se aprofundar em cada módulo

Leia mais

Particularidades BB. Leiaute CNAB 240. julho / 2011

Particularidades BB. Leiaute CNAB 240. julho / 2011 Particularidades BB Leiaute CNAB 240 julho / 2011 Sumário Assunto página Últimas Alterações 3 Header de Arquivo 5 Header de Lote 6 Segmento P 8 Segmento Q 11 Segmento R 13 Segmento S 15 Segmento Y-01 16

Leia mais

Módulo Cedente. Para incluir um Sacado/Pagador... 20 Para editar um Sacado/Pagador... 21

Módulo Cedente. Para incluir um Sacado/Pagador... 20 Para editar um Sacado/Pagador... 21 Este Manual foi desenvolvido pelo departamento de Informática do Sicoob Agrocredi com intuito de auxiliar e instruir os associados que utilizam as funcionalidades do módulo cedente. O Módulo Cedente é

Leia mais

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Sumário Contas á Receber...3 Como atualizar a pesquisa no contas á receber?...3 Como efetuar

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO COBCAIXA

MANUAL DE INSTALAÇÃO COBCAIXA MANUAL DE INSTALAÇÃO COBCAIXA VERSÃO 3.2.1 NOV/2013 ATENÇÃO É importante que todas as bases de dados, arquivos remessa e retorno, base de pagadores/sacados e base de títulos sejam arquivados em cópia de

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

Módulo de Acesso Remoto

Módulo de Acesso Remoto Módulo de Acesso Remoto Manual do Usuário Página 1 de 30 Índice 1. Introdução 3 1.1. Objetivos deste documento 3 2. Requisitos do Sistema 4 2.1. Acrobat Reader 4 2.2. Pop Up Liberados 4 3. Acesso ao Sistema

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

1. SITE ACESSO BANPAR... 3 2. TELA INICIAL DO SISTEMA... 4 3. MENU DE OPÇÕES... 4 4.1. ENVIAR BORDERÔ... 6 4.2. CONSULTA SITUAÇÃO OPERAÇÃO...

1. SITE ACESSO BANPAR... 3 2. TELA INICIAL DO SISTEMA... 4 3. MENU DE OPÇÕES... 4 4.1. ENVIAR BORDERÔ... 6 4.2. CONSULTA SITUAÇÃO OPERAÇÃO... SUMÁRIO 1. SITE ACESSO BANPAR... 3 2. TELA INICIAL DO SISTEMA... 4 3. MENU DE OPÇÕES... 4 4.1. ENVIAR BORDERÔ... 6 4.2. CONSULTA SITUAÇÃO OPERAÇÃO... 10 4.3. DOCUMENTOS ASSINADOS... 13 4.4. EMISSÃO DE

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo II

Treinamento Sistema Condominium Módulo II CONDOMINIUM - Módulo II GERAÇÃO DE EMISSÕES RATEIO Neste módulo o aprendizado será a emissão dos boletos bancários. O sistema disponibiliza algumas maneiras para facilitar o seu dia-a-dia: Sequencia para

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

MBM Entrega Expressa www.terti.com.br. Índice

MBM Entrega Expressa www.terti.com.br. Índice Índice Instalação do programa 03 Cadastrar Usuário(s) 04 Iniciar Operações 06 Atalhos da Área de Trabalho do Sistema 08 Ícones da Área de Tarefas do Sistema 09 Cadastrar Grupos 10 Cadastrar Clientes/ Fornecedores/

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br CONTAS A PAGAR CONSULTA E BAIXA EM CONTAS A PAGAR E CONTAS PAGAS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A PAGAR 1. CONSULTAS DE LANÅAMENTOS TÇTULOS FILTRO: CONTAS A PAGAR CONTAS PAGAS EXIBIR PRÉ- DATADOS SUSPENSAS

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes do Banco do Nordeste Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB

Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes do Banco do Nordeste Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB Pág. 1 Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB Pág. 2 Instalação o o o o Baixar o Setup v3.5.38.exe disponível no site do BNB Executando o aplicativo aparecerá a imagem abaixo Clique

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO Parte:...................................... Gabarito Assunto:............................ Atualização: Original........................ Página: 1 SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação APLICAÇÕES

Leia mais

Comunicação Bancária - CNAB

Comunicação Bancária - CNAB Educação Corporativa Comunicação Bancária - CNAB Matriz - Av. Braz Leme, 1.717-02511-000 - São Paulo - SP - Brasil. Tel.: 55 (11) 3981-7001 www.microsiga.com.br 1 Sumário VISÃO GERAL DO CURSO 3 COMUNICAÇÃO

Leia mais

GSAN. Módulo Arrecadação. Documentação de Funcionalidades Incluídas e Alteradas

GSAN. Módulo Arrecadação. Documentação de Funcionalidades Incluídas e Alteradas GSAN Módulo Arrecadação Documentação de Funcionalidades Incluídas e Alteradas Data de Atualização: 26/02/2014 1 Introdução Este documento contém a documentação de funcionalidades incluídas e alteradas

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF)

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF) 1 Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão SEM Impressora de cupom fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa...3 2. Configurações dos Parâmetros......3 3. Cadastro de cliente...4

Leia mais

GUIA EMISSÃO E ENVIO DE BOLETO BANCÁRIO POR E-MAIL

GUIA EMISSÃO E ENVIO DE BOLETO BANCÁRIO POR E-MAIL GUIA EMISSÃO E ENVIO DE BOLETO BANCÁRIO POR E-MAIL ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo...3 2. Requisitos...3 3. Configuração do Local de Pagamento...3 4. Atribuir Ficha de Compensação... 11 5. Envio de Recibo

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO. Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br

SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO. Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br SISTEMA DE CONTROLE FINANCEIRO Curitiba PR www.softwar.com.br suporte@softwar.com.br Esta é a primeira tela, aonde o usuário irá colocar o código de acesso para utilizar o software. Se for a primeira vez

Leia mais

Manual do Processo de Controladoria

Manual do Processo de Controladoria Manual do Processo de Controladoria Apresentação MV Sumário Processo de Controladoria 5 Leia-me primeiro... 5 Contas a Pagar -... Provisionamento 7 Validar Dados da Nota Fiscal... 11 Registro no Contas

Leia mais

PEDIDO Manual OPERACIONAL

PEDIDO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br PEDIDO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 34 ÍNDICE Pedido... 4 Como Acessar... 4 Como Localizar Pedido...

Leia mais

Manual Unilote. Versão 2.1

Manual Unilote. Versão 2.1 Manual Unilote Versão 2.1 1 INDICE Apresentação...4 Principais Características...4 Requisitos Mínimos...4 Requisitos Mínimos de Software...4 Instalação...5 PRIMEIRO PASSOS Dados da Empresa...6 Acessando

Leia mais

Roteiro de Cadastros - GESTOR

Roteiro de Cadastros - GESTOR Página1 INDICE 1. MODULO EMPRESA 1.1. CADASTRO DE USUARIO --------------------------------------------------------------------- 4 1.2. CADASTRO DA EMPRESA --------------------------------------------------------------------

Leia mais

PAG CONTAS CARNÊ Agora ficou mais fácil pagar suas contas. PAG CONTAS CARNÊ. Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO

PAG CONTAS CARNÊ Agora ficou mais fácil pagar suas contas. PAG CONTAS CARNÊ. Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO PAG CONTAS CARNÊ Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DE GERAÇÃO DE BOLETOS EMPRESAS CONVENIADAS 1) REQUISITOS DO SISTEMA: Primeiramente devemos possuir seguintes itens abaixo: - Microcomputador

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

jfinanç as Empresa Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Empresa Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Empresa Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS EMPRESA... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Empresa...

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 2013 GVDASA Sistemas Caixa AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO

1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO 1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS O objetivo deste tutorial é apresentar os procedimentos necessários

Leia mais

Passos para teste de boletos pré-produção

Passos para teste de boletos pré-produção Passos para teste de boletos pré-produção Os passos citados abaixo apenas poderão ser efetuados após a homologação dos boletos junto ao banco. Este processo é realizado pela MTI e liberado à empresa que

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Credito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO COBRANÇA CAIXA

MANUAL DE INSTALAÇÃO COBRANÇA CAIXA MANUAL DE INSTALAÇÃO COBRANÇA CAIXA VERSÃO 2.3.2 MAR/2015 ATENÇÃO É importante que todas as bases de dados, arquivos remessa e retorno, base de pagadores/sacados e base de títulos sejam arquivados em cópia

Leia mais

ROTEIRO DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA REDEFIS CURITIBA

ROTEIRO DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA REDEFIS CURITIBA ROTEIRO DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA REDEFIS CURITIBA 1/24 Apresentação O presente manual tem por objetivo orientar os servidores da ADAPAR Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, em relação a utilização

Leia mais

Manual Contas a Pagar

Manual Contas a Pagar Manual Contas a Pagar Prezado Cliente, Este é o material de apoio aos usuários e implantadores do SOFTLAND COMERCIAL, o seu sistema integrado de gestão empresarial. O bom uso deste manual o habilitará

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

1. Instalação do Remessa Q Prof... 3. 2. Trabalhando com o Remessa Q Prof... 8. 3. Botão Opções e suas Funcionalidades... 8. 4. Aba Título...

1. Instalação do Remessa Q Prof... 3. 2. Trabalhando com o Remessa Q Prof... 8. 3. Botão Opções e suas Funcionalidades... 8. 4. Aba Título... SUMÁRIO 1. Instalação do Remessa Q Prof... 3 2. Trabalhando com o Remessa Q Prof... 8 3. Botão Opções e suas Funcionalidades... 8 4. Aba Título... 9 5. Aba Cheque... 21 5.2. Exemplo de CMC7... 24 6. Importação

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

MANUAL SISTEMA WEB 1) BAIXANDO O SISTEMA NO SITE DA BELSINOS

MANUAL SISTEMA WEB 1) BAIXANDO O SISTEMA NO SITE DA BELSINOS MANUAL SISTEMA WEB 1) BAIXANDO O SISTEMA NO SITE DA BELSINOS Acessar o site www.belsinos.com.br Ir em Seja Cliente Clicar na Sistema de Operações Clicar em Baixar o aplicativo Baixar o instalador do WebFactoring

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Manual do Cliente. Sistema Q Prof Suporte em TI

Manual do Cliente. Sistema Q Prof Suporte em TI Manual do Cliente Sistema Q Prof Suporte em TI SUMÁRIO 1. SITE ACESSO RNX FIDC... 3 2. TELA INICIAL DO SISTEMA... 4 3. MENU DE OPÇÕES... 4 4.1. CONSULTA DE TÍTULO... 6 4.1.1. IMPRESSÃO DE DUPLICATAS...

Leia mais

Cadastro e Comercialização de Vale-Transporte Guia de Utilização

Cadastro e Comercialização de Vale-Transporte Guia de Utilização 1º PASSO: ACESSO À PAGINA PARA EMPREGADORES NÃO CADASTRADOS Acesse o site www.tripoa.com.br e selecione a opção Vale-transporte, ou então acesse www.trensurb.gov.br. Neste espaço você será informado sobre

Leia mais

Sistema Gestor. Cordialmente, Cláudio Gomes Programador

Sistema Gestor. Cordialmente, Cláudio Gomes Programador Sistema Gestor Parabéns por estar utilizando o sistema gestor da Star With Informática, abaixo indicamos por tópicos como realizar operações diversas, para que você possa obter de forma prática e rápida

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

SIM Sistema de Informação Monitorada Ltda. Vise Boletos

SIM Sistema de Informação Monitorada Ltda. Vise Boletos Vise Boletos O Vise Boletos é um aplicativo que gera o arquivo de remessa e lê o arquivo de retorno de títulos que foram enviados e retornados pelo Banco. Esses processos são todos vinculados ao sistema

Leia mais

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.3

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.3 Sicoobnet Empresarial Manual do Versão. Manual do Data: /07/00 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/008.0 Criação do Manual Ileana Karla 0//008. Revisão Luiz Filipe Barbosa /07/00. Atualização Márcia

Leia mais

MANUAL Módulo 08. Índice. Sobre o Módulo 08... 3. 1. CADASTRO Financeiro... 4

MANUAL Módulo 08. Índice. Sobre o Módulo 08... 3. 1. CADASTRO Financeiro... 4 Índice Sobre o... 3 DEPTO CONTAS A RECEBER...... 4 1. CADASTRO Financeiro... 4 1.1. Moeda... 4 1.2. Conta Caixa... 5 1.3. Conta Corrente... 10 1.4. Bancos... 13 1.5. Carteira... 15 1.6. Ações... 16 1.7.

Leia mais

Configurações básicas para iniciar a emissão de boletos

Configurações básicas para iniciar a emissão de boletos Configurações básicas para iniciar a emissão de boletos Para uma implantação do sistema poder emitir boletos específicos de um banco, existem configurações inicias que devem ser seguidas e serão explanadas

Leia mais

Configurando a emissão de boletos no sistema

Configurando a emissão de boletos no sistema Configurando a emissão de boletos no sistema Entre nossos sistemas, o GIM, o GECOB, o GEM, o TRA-FRETAMENTO e os 15 sistemas da linha 4U (GE-COMERCIO 4U, GEPAD 4U, GE-INFO 4U, etc ) possuem funções para

Leia mais

Emissão Doc Extra de Locação Sami ERP++

Emissão Doc Extra de Locação Sami ERP++ Emissão Doc Extra de Locação Sami ERP++ 1. Chamada Extra Acesse o módulo FINANCEIRO/ CONTAS À RECEBER/ LOCAÇÃO/ CHAMADA EXTRA. Este programa emite os recibos de cobrança extra do sistema de locação. O

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Crédito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

Soluções em Recebimentos. Cobrança BB. Manual Técnico

Soluções em Recebimentos. Cobrança BB. Manual Técnico Soluções em Recebimentos Cobrança BB Layout de Arquivo Remessa CNAB400 Manual Técnico Orientações Técnicas CONVÊNIOS COM NÚMERAÇÃO ACIMA DE 1.000.000 Versão Abril 2012 1. Apresentação CONCEITO: Arquivo

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Manual. http://www.cobrebem.com Manual Técnico Solução CobreBemX Versão 1.0.13.10.18 1

Manual. http://www.cobrebem.com Manual Técnico Solução CobreBemX Versão 1.0.13.10.18 1 Manual http://www.cobrebem.com Manual Técnico Solução CobreBemX Versão 1.0.13.10.18 1 Prezado Cliente, O CobreBemX é um componente COM ''não visual'' distribuído sob a forma de DLL, possuindo as seguintes

Leia mais

GUIA RECIBO BANCÁRIO COBRANÇA NÃO REGISTRADA - SLIM

GUIA RECIBO BANCÁRIO COBRANÇA NÃO REGISTRADA - SLIM GUIA RECIBO BANCÁRIO COBRANÇA NÃO REGISTRADA - SLIM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Configuração do Local de Pagamento... 3 3. Teste de Pagamento do Boleto... 10 4. Configurações do Banco... 17

Leia mais

Passo a Passo do Fluxo de Caixa no SIGLA Digital

Passo a Passo do Fluxo de Caixa no SIGLA Digital Página 1 de 9 Passo a Passo do Fluxo de Caixa no SIGLA Digital Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Ferramenta de controle financeiro das empresas cadastradas no Sigla Digital. Por essa ferramenta

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais