Ranking dos estados. Pessoal ocupado* (Mil pessoas) Receita Bruta de Revenda* (R$ bilhões)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ranking dos estados. Pessoal ocupado* (Mil pessoas) Receita Bruta de Revenda* (R$ bilhões)"

Transcrição

1 Setor terciário

2 Comércio 2

3 Ranking dos estados Pessoal ocupado* (Mil pessoas) Mil pessoas % 1º São Paulo 2.971,5 28,9 2º Minas Gerais 1.169,5 11,4 3º Rio de Janeiro 914,2 8,9 4º Paraná 777,3 7,6 5º Rio Grande do Sul 709,2 6,9 6º Santa Catarina 524,2 5,1 7º Bahia 497,2 4,8 8º Goiás 345,9 3,4 9º Pernambuco 330,8 3,2 10º Ceará 303,0 2,9 Demais Estados 1.732,5 16,9 Brasil ,3 100 Receita Bruta de Revenda* (R$ bilhões) R$ bilhões % 1º São Paulo 1.074,9 31,3 2º Minas Gerais 319,7 9,3 3º Rio de Janeiro 274,8 8,0 4º Paraná 257,6 7,5 5º Rio Grande do Sul 248,7 7,2 6º Santa Catarina 180,6 5,3 7º Bahia 150,3 4,4 8º Goiás 111,4 3,2 9º Mato Grosso 101,8 3,0 10º Pernambuco 101,3 3,0 Demais estados 611,6 17,8 Brasil 3.432,7 100 Em ambos os casos, o Rio Grande do Sul é o 5º no ranking dos estados, sendo responsável por cerca de 6,9% do total do Pessoal Ocupado e de 7,2% da Receita Bruta de Revenda A Receita Bruta de Revenda é aquela proveniente da atividade comercial exercida pela empresa, sem deduções dos impostos e contribuições das vendas canceladas, abatimentos e descontos incondicionais relativos à comercialização de mercadorias *Os dados são censitários para as empresas com 20 ou mais funcionários e amostrais para as com menos de 20 funcionários. Fonte: IBGE/PAC

4 Distribuição percentual por grupo de atividade Pessoal Ocupado* Brasil 8,8 17,7 RS 7,9 18,3 Tanto no Brasil quanto no RS, o comércio varejista concentra quase ¾ do pessoal empregado total no Setor Terciário 73,5 73,8 Veículos, peças e motocicletas Atacado Varejista Nos últimos anos, observa-se um aumento dessa concentração. Em 2007, o comércio varejista era responsável por 73,1% e 72,1% do pessoal ocupado no BR e no RS, respectivamente O percentual de pessoas trabalhando no comércio por atacado no Brasil é menor do que o observado no RS. Entretanto, a receita bruta de revenda é comparativamente mais concentrada neste setor em termos nacionais quando comparado ao Rio Grande do Sul 44,0 Receita Bruta de Revenda* Brasil RS 9,8 9,6 47,1 46,2 43,3 Veículos, peças e motocicletas Atacado Varejista *Os dados são censitários para as empresas com 20 ou mais funcionários e amostrais para as com menos de 20 funcionários. Fonte: IBGE/PAC

5 Rio Grande do Sul subsetores Pessoal Ocupado e Receita Bruta de Revenda por Subsetores Pessoal Ocupado Part (%) Receita Bruta de Revenda - R$ mil Veículos, peças e motocicletas , ,6 Atacado , ,3 Representantes e agentes do comércio , ,7 Matérias-primas agrícolas e animais vivos , ,4 Produtos alimentícios, bebidas e fumo , ,4 Equipamentos e artigos de uso pessoal e doméstico , ,3 Produtos intermediários, resíduos e sucatas , ,5 Equipamentos e produtos de tecnologia de informação e comu , ,3 Máquinas, aparelhos e equipamentos , ,8 Comércio não-especializado , ,9 Varejista , ,1 Comércio não-especializado , ,6 Produtos alimentícios, bebidas e fumo , ,6 Tecidos, artigos de armarinho, vestuário e calçados , ,0 Combustíveis e lubrificantes , ,9 Equipamentos de informática e comunicação , ,5 Outros produtos em lojas especializadas , ,5 Artigos usados 643 0, ,0 Total , ,0 Part (%) *Os dados são censitários para as empresas com 20 ou mais funcionários e amostrais para as com menos de 20 funcionários. Fonte: IBGE/PAC

6 Serviços 6

7 Serviços e seus detalhamentos Características do segmento empresarial não-financeiro do RS Rec. bruta de serviços (Bilhões de Reais) Sal., retiradas e outras remun. (Bilhões de Reais) Pessoal ocupado (Mil Pessoas) Número de empresas (Mil Unidades) Serviços prestados às famílias 10,21 2,70 175,4 28,0 Serviços de alojamento e alimentação 7,89 2,00 133,1 19,4 Atividades culturais, recreativas e esportivas 0,66 0,18 12,7 3,3 Serviços pessoais 0,65 0,18 11,4 2,4 Atividades de ensino continuado 1,00 0,34 18,2 2,9 Serviços de informação e comunicação 20,33 2,23 58,0 6,4 Serviços prestados às empresas 17,81 5,06 253,2 30,2 Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio 29,48 5,39 171,9 18,6 Transporte rodoviário 22,02 3,87 129,8 15,9 Outros transportes 2,50 0,37 6,0 0,1 Armazenamento e serviços auxiliares aos transportes 3,74 0,69 23,5 1,8 Correio e outras atividades de entrega 1,23 0,45 12,7 0,8 Atividades imobiliárias 2,71 0,29 14,7 4,0 Serviços de manutenção e reparação 1,18 0,58 33,9 8,6 Outras atividades de serviços 3,46 0,55 25,0 2,9 TOTAL 85,18 16,80 732,0 98,7 Fonte: IBGE/PAS

8 Participação dos segmentos nos serviços não-financeiros do RS Receita bruta 1,4 3,2 (%) 4,1 34,6 12,0 20,9 23,9 No Rio Grande do Sul, o setor de Transportes, Serviços Auxiliares aos Transportes e Correio é o mais representativo para a formação da receita bruta, seguido pelos Serviços de Informação e comunicação Número de empresas 8,7 4,0 18,8 (%) 3,0 28,4 6,5 30,6 A maior parte das empresas do setor terciário estão alocadas no setor de Serviços Prestados às Empresas, seguido pelo setor de Serviços Prestados às Famílias Fonte: IBGE/PAS Serviços prestados às famílias Serviços prestados às empresas Atividades imobiliárias Outras atividades de serviços Serviços de informação e comunicação Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio Serviços de manutenção e reparação 8

9 Participação dos segmentos nos serviços não-financeiros do RS Pessoal Ocupado 4,6 2,0 (%) 3,4 24,0 23,5 34,6 7,9 Do setor terciário no estado, os Serviços Prestados às Empresas são responsáveis por mais de 1/3 do pessoal ocupado total Salários, retiradas e outras remunerações 3,4 1,7 (%) 3,3 16,1 32,1 13,3 30,1 Entretanto, o setor de Transportes e Serviços Auxiliares é o responsável pela maior parcela dos salários, retiradas e outras remunerações do setor de serviços no RS Fonte: IBGE/PAS Serviços prestados às famílias Serviços prestados às empresas Atividades imobiliárias Outras atividades de serviços Serviços de informação e comunicação Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio Serviços de manutenção e reparação 9

10 Os cinco estados com a maior representatividade no Brasil Receita bruta (em bilhões) Part. % 1º São Paulo 656,8 41,2 2º Rio de Janeiro 216,9 13,6 3º Minas Gerais 120,8 7,6 4º Paraná 95,1 6,0 5º Rio Grande do Sul 85,2 5,3 Outros 418,2 26,3 Brasil 1.593,0 100,0 Salários, retiradas e outras remunerações (em bilhões) Part. % 1º São Paulo 128,3 40,7 2º Rio de Janeiro 43,4 13,8 3º Minas Gerais 24,9 7,9 4º Paraná 17,6 5,6 5º Rio Grande do Sul 16,8 5,3 Outros 83,9 26,6 Brasil 315,0 100,0 Pessoal ocupado (em mil pessoas) Part. % 1º São Paulo 4.441,3 35,0 2º Rio de Janeiro 1.425,4 11,2 3º Minas Gerais 1.172,9 9,2 4º Paraná 812,3 6,4 5º Rio Grande do Sul 732,0 5,8 Outros 4.097,9 32,3 Brasil ,0 100 Número de empresas (em mil unidades) Part. % 1º São Paulo 495,5 37,8 2º Minas Gerais 139,7 10,7 3º Rio de Janeiro 111,3 8,5 4º Rio Grande do Sul 102,4 7,8 5º Paraná 98,7 7,5 Outros 363,1 27,7 Brasil 1.310,6 100 Fonte: IBGE/PAS

11 Serviços e seus detalhamentos Rio Grande do Sul Brasil Serviços prestados às famílias (Variação % em relação ao ano anterior) 0,4 0,6 Volume de Serviços Total (Variação % em relação ao ano anterior) 4,1 2,2 1,7 2,6-4,2-3,6-5,0-5, ,2-1,8-7,9-5,3-4,7-4, Serviços de informação/comunicação (Variação % em relação ao ano anterior) 4,2 6,2 10,2 4,8 2,7 0,0 Fonte: IBGE/PMS. -3,2-3,

12 Serviços e seus detalhamentos Rio Grande do Sul 4,1 2,2 1,7 2,6 Brasil Volume de Serviços Total (Variação % em relação ao ano anterior) -4,2-3,6-5,0-5, Serviços prestados às famílias (Variação % em relação ao ano anterior) -12,8-0,2 0,2-4,3-7,0-5,9-3,8-5, Transportes e serviços auxiliares (Variação % em relação ao ano anterior) 10,8 6,5 3,1-2,2-6,1-10,0-8,5-7,6 Fonte: IBGE/PMS

13 Atividades turísticas 8,0 4,5 Volume de atividades turísticas (Variação % em relação ao ano anterior) Rio Grande do Sul 1,4 Brasil Entre 2013 e 2016, a queda acumulada no volume de atividades turísticas do RS é de 3,8% -0,1-1,9-1,8-3,3-9, Já no BR, houve aumento no volume de atividade turísticas entre 2013 e 2016: +0,5% Fonte: IBGE/PMS. 13

14 Unidade de Estudos Econômicos André Francisco Nunes de Nunes Economista-chefe Núcleo de Análise de Conjuntura Oscar André Frank Junior Economista Economia Internacional e Setor Externo Giovani Baggio Economista Mercado de Trabalho Núcleo Estatístico Ricardo Filgueras Nogueira Economista Indicadores Industriais e Sondagens Cristina da Silva Castro Assistente Administrativa João Ricardo Rodrigues Moreira Economista Política monetária e política fiscal Estagiários Erick Radaeski dos Santos Henrique D ávila Nunes Av. Assis Brasil, 8787 Bairro Sarandi CEP Fone Fax Porto Alegre-RS

Coordenação de Serviços e Comércio COSEC 07/2017

Coordenação de Serviços e Comércio COSEC 07/2017 Coordenação de Serviços e Comércio COSEC 07/2017 Pesquisa Anual de Comércio PAC 2015 Sumário Objetivos da PAC Segmentos e classes de atividade Aspectos metodológicos Principais resultados Objetivos da

Leia mais

Território, Demografia e Indicadores Sociais

Território, Demografia e Indicadores Sociais Território, Demografia e Indicadores Sociais 1. Área territorial Divisão política Divisão municipal e rede urbana do Área territorial do estado do Rio Grande do Sul: 281.737,9 Km² O possui uma área equivalente

Leia mais

Boletim da Balança Comercial do RS Dezembro de 2016

Boletim da Balança Comercial do RS Dezembro de 2016 Boletim da Balança Comercial do RS Dezembro de 2016 Tópicos 1. Exportações do Rio Grande do Sul Dezembro Setores de atividade CNAE 2.0 Principais destinos 2. Importações do Rio Grande do Sul Dezembro Setores

Leia mais

Ceará: Resultados do PIB Trimestral 3 0 Trimestre/2007

Ceará: Resultados do PIB Trimestral 3 0 Trimestre/2007 Ceará: Resultados do PIB Trimestral 2003-2007 eloisa@ipece.ce.gov.br rogerio.soares@ipece.ce.gov.br Fortaleza 2009 CEARÁ: COMPOSIÇÃO Ceará: DO Resultados PRODUTO INTERNO do PIB BRUTO Trimestral A PREÇOS

Leia mais

Comércio em Números. Brasil. meses.

Comércio em Números. Brasil. meses. Belo Horizonte MG Dezembro de 2015 O é um acompanhamento sistemático das estatísticas econômicas. Trata-se de um estudo que busca acompanhar o comportamento das variáveis de desempenho do consumo e das

Leia mais

Comércio em Números. Brasil. meses.

Comércio em Números. Brasil. meses. Belo Horizonte MG Novembro de 2016 O é um acompanhamento sistemático das estatísticas econômicas. Trata-se de um estudo que busca acompanhar o comportamento das variáveis de desempenho do consumo e das

Leia mais

RESULTADOS DAS PESQUISAS PIM-PF E PMC DO IBGE 1

RESULTADOS DAS PESQUISAS PIM-PF E PMC DO IBGE 1 RESULTADOS DAS PESQUISAS PIM-PF E PMC DO IBGE 1 Produção Industrial Mensal Produção Física: Março de 2012 Os indicadores da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física PIM-PF, referentes ao mês de março

Leia mais

COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016

COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Panorama Econômico do Rio Grande do Sul 2008 Unidade de Estudos Econômicos COMPOSIÇÃO DO PIB PIB DO RIO GRANDE DO SUL 62% 9% 29% Estamos mais sujeitos a refletir crises agrícolas que a média da economia

Leia mais

Pesquisa Anual de Comércio 2010

Pesquisa Anual de Comércio 2010 Pesquisa Anual de Comércio 2010 28/06/2012 IBGE INFORMA: Pesquisa Anual de Comércio 2010 movimenta cerca de R$ 2 trilhões de receita e ocupa perto de 9,5 milhões de pessoas Pesquisa Anual de Comércio 2010

Leia mais

Uma Avaliação das Vendas ao Comércio Varejista de Livros, Jornais, Revistas e Papelaria no Brasil, no Primeiro Quadrimestre de 2007

Uma Avaliação das Vendas ao Comércio Varejista de Livros, Jornais, Revistas e Papelaria no Brasil, no Primeiro Quadrimestre de 2007 Uma Avaliação das Vendas ao Comércio Varejista de Livros, Jornais, Revistas e Papelaria no Brasil, no Primeiro Quadrimestre de 2007 ANÁLISE NACIONAL De acordo com a PMC- Pesquisa mensal do comércio, do

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.39/Jul.2013

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.39/Jul.2013 Segue abaixo uma breve explicação sobre os indicadores analisados neste Boletim. Produção Industrial Mensal Produção Física (PIM-PF) A dinâmica da atividade econômica de uma região pode ser aferida de

Leia mais

Comércio ofereceu mais empregos, mas com salários médios menores no período

Comércio ofereceu mais empregos, mas com salários médios menores no período Comércio ofereceu mais empregos, mas com salários médios menores no período 2003-2007 25/06/2009 No período 2003-2007, foi marcante o crescimento do número de postos de trabalho oferecidos pelo Comércio

Leia mais

Pesquisa mensal de comércio Junho de 2012 IBGE

Pesquisa mensal de comércio Junho de 2012 IBGE Pesquisa mensal de comércio Junho de 212 IBGE PMC Varejo restrito e ampliado Sumário Varejo Restrito - Receita nominal - Volume de vendas (Deflação da receita bruta com o IPCA e SINAPI) Varejo Ampliado

Leia mais

EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico

EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO 2016 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico SUMÁRIO 1. RESULTADOS SINTÉTICOS DA PESQUISA... 3 Ilustração

Leia mais

Econômico Contabilidade Nacional

Econômico Contabilidade Nacional Tabela 3.7.1 - Produto Interno Bruto a preço de mercado corrente (milhões de R$), do e Estados da região Norte - 2008-2011 Acre Roraima 3.032.205 3.239.404 3.770.085 4.143.013 154.251 163.207 201.511 230.011

Leia mais

Indicadores selecionados do RS*

Indicadores selecionados do RS* 67 Indicadores selecionados do RS* Tabela 1 Taxas de crescimento da produção, da área colhida e da produtividade dos principais produtos da lavoura no Rio Grande do Sul /06 PRODUTOS / 2006/ (1) Produção

Leia mais

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Janeiro de 2008 Apresentado por Fernando Chacon Diretor de Marketing de Cartões do Banco Itaú 1 Mercado de Cartões Faturamento anual: R$ bilhões

Leia mais

VAREJO. Agosto de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

VAREJO. Agosto de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos VAREJO Agosto de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos DESEMPENHO DO VAREJO O comércio varejista já está apresentando retomada neste ano. Acomodação do mercado de trabalho aliada à

Leia mais

Resultados de Maio 2017

Resultados de Maio 2017 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Resultados de o 2017 Data 12/07/2017 Objetivo Pesquisa Mensal do Comércio Produzir indicadores que permitam

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS Boletim de Conjuntura Econômica de Nº 49, Maio de 2014 Segue abaixo uma breve explicação sobre os indicadores analisados neste Boletim. Para a realização deste boletim, faz-se uso de principalmente quatro

Leia mais

PIB BRASILEIRO (variação anual, %)

PIB BRASILEIRO (variação anual, %) PIB PIB BRASILEIRO (variação anual, %) 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 4.0 1.9 3.0

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 3.9 1.9 3.0

Leia mais

Medida Provisória 764/2016

Medida Provisória 764/2016 Medida Provisória 764/2016 Opinião do empresário - 2017 Área de Estudos Econômicos Medida Provisória 764/2016 Foi sancionada em dezembro do último ano (2016) a Medida Provisória 764/2016 que objetiva legalizar

Leia mais

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016 Observar e entender como foram as vendas no início do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento para o 2 semestre, que terá três datas comemorativas importantes, o Dia dos Pais, o Dia das Crianças

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 2 semestre de 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 2 semestre de 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativa de vendas 2 semestre de 2017 Expectativa de vendas - 2 semestre de 2017 Observar e entender como foram as vendas nos primeiros seis meses do ano é fundamental para

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO MARINGÁ

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO MARINGÁ FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE ABRIL DE 2013 MARINGÁ Este relatório, referente ao mês de ABRIL de 2013, da Pesquisa Conjuntural do Comércio

Leia mais

GERAÇÃO DE VAGAS ATINGIU MAIS DA METADE DOS SUBSETORES NO 1º TRIMESTRE

GERAÇÃO DE VAGAS ATINGIU MAIS DA METADE DOS SUBSETORES NO 1º TRIMESTRE GERAÇÃO DE VAGAS ATINGIU MAIS DA METADE DOS SUBSETORES NO 1º TRIMESTRE Apesar do saldo agregado negativo nos três primeiros meses do ano, 13 dos 25 subsetores de atividade geraram postos formais de trabalho.

Leia mais

Pesquisa Mensal de Comércio - PMC

Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Resultado de julho de 2017 12/09/2017 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio Pesquisa Mensal do Comércio Objetivo Produzir indicadores que permitam

Leia mais

Vendas do varejo caem 0,5% entre julho e agosto 11/10/2017

Vendas do varejo caem 0,5% entre julho e agosto 11/10/2017 Vendas do varejo caem 0,5% entre julho e agosto 11/10/2017 Editoria: Estatísticas Econômicas Produto: Em agosto de 2017, o volume de vendas do comércio varejista nacional recuou 0,5%, enquanto a receita

Leia mais

O Comércio de Serviços do Brasil

O Comércio de Serviços do Brasil Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio e Serviços IV Seminário Estadual de Negócios Internacionais do Paraná O Comércio de Serviços do Brasil Curitiba, 17 de

Leia mais

EM % Média : 3,8% Média : 2,7% FONTE: IBGE ELABORAÇÃO: BRADESCO

EM % Média : 3,8% Média : 2,7% FONTE: IBGE ELABORAÇÃO: BRADESCO PIB 1984 1985 1986 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015* Fonte: IBGE e IPEA CRESCIMENTO Elaboração

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DE MINAS GERAIS. O turismo formal em Minas Gerais a 2010

SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DE MINAS GERAIS. O turismo formal em Minas Gerais a 2010 SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DE MINAS GERAIS O turismo formal em Minas Gerais - 2006 a 2010 Ficha técnica Realização: Governo do Estado de Minas Gerais Governador Antônio Augusto Junho Anastasia Secretaria

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 1 semestre de 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 1 semestre de 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativa de vendas 1 semestre de 2017 Expectativa de vendas - 1 semestre de 2017 Observar e entender como foram as vendas no segundo semestre de 2016 é fundamental para auxiliar

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 903.386 10,63% 56,24% População

Leia mais

Pesquisa Mensal de Comércio - PMC

Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Resultados de eiro 2017 Data 30/03/2017 Objetivo PESQUISA MENSAL DO COMÉRCIO Produzir indicadores que

Leia mais

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016 Observar e entender como foram às vendas no segundo semestre do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento o próximo semestre, que contempla uma das mais importantes datas comemorativas para o

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 9.0 8.0 7.6 7.0 6.0 5.0 4.0 3.0 2.0 1.0-1.0 4.4 1.3 3.1 1.2 5.7 3.1 4.0 6.0

Leia mais

PESQUISA ANUAL DE COMÉRCIO

PESQUISA ANUAL DE COMÉRCIO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA IBGE PESQUISA ANUAL DE COMÉRCIO NOTAS METODOLÓGICAS Notas Metodológicas A Pesquisa Anual de Comércio - PAC

Leia mais

Alexsandre Lira Cavalcante *

Alexsandre Lira Cavalcante * 1. Volume de vendas do comércio varejista Alexsandre Lira Cavalcante * De acordo com dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), realizada pelo IBGE, o volume de vendas do comércio varejista comum cearense

Leia mais

Desempenho da Indústria Catarinense

Desempenho da Indústria Catarinense FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Desempenho da Indústria Catarinense Florianópolis, 28 de março de 2016 SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2016 INDICADOR SANTA CATARINA

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Janeiro/ 2016 Varejo inicia o ano com recuo de -1,5% O Varejo brasileiro inicia o ano de 2016 dando continuidade à tendência de queda no volume de vendas com o primeiro mês do ano

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL RIO GRANDE DO SUL

SONDAGEM INDUSTRIAL RIO GRANDE DO SUL SONDAGEM INDUSTRIAL RIO GRANDE DO SUL Setembro de 2011 www.fiergs.org.br Crescimento não foi suficiente para eliminar estoques Melhorou ligeiramente a situação da indústria gaúcha em agosto, mês em que

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.1/mar. 2010

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.1/mar. 2010 Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.1/mar. 2010 1 Na primeira edição do Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás serão apresentadas análises de quatro índices que retratam a dinâmica da economia

Leia mais

Mercado de Trabalho Brasileiro Retrospectiva 2012 a 2016 Brasil. Rio de Janeiro, 31/01/2017

Mercado de Trabalho Brasileiro Retrospectiva 2012 a 2016 Brasil. Rio de Janeiro, 31/01/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro Retrospectiva 2012 a 2016 Brasil 1 Rio de Janeiro, 31/01/2017 Observação: Os indicadores para retrospectiva foram construídos através da média aritmética dos quatro trimestres

Leia mais

BARRO VERMELHO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL BARRO VERMELHO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS

BARRO VERMELHO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL BARRO VERMELHO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL BARRO VERMELHO Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS NATAL/RN SETEMBRO/2010 1 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte SEBRAE/RN

Leia mais

Inadimplência PF no setor de Comércio Dados referentes a março de 2014 Release de Imprensa

Inadimplência PF no setor de Comércio Dados referentes a março de 2014 Release de Imprensa Inadimplência PF no setor de Comércio Dados referentes a março de 2014 Release de Imprensa Dívidas com o comércio têm o quinto recuo anual consecutivo, revela SPC Brasil No mês de março, os atrasos no

Leia mais

PIB PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DE RONDÔNIA 2014

PIB PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DE RONDÔNIA 2014 PIB PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DE RONDÔNIA 2014 A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão SEPOG/RO, através da Gerência do Observatório em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2013 PONTA GROSSA Este relatório, referente ao mês de JANEIRO de 2013, da Pesquisa Conjuntural

Leia mais

Mobilidade Urbana. Opinião do empresário Área de Estudos Econômicos

Mobilidade Urbana. Opinião do empresário Área de Estudos Econômicos Mobilidade Urbana Opinião do empresário - 2017 Área de Estudos Econômicos Mobilidade Urbana Nos últimos, o debate sobre a mobilidade urbana vem se intensificando no Brasil, haja vista que a maior parte

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro em 2013 FEVEREIRO DE 2014 RESUMO O país criou 730.687 novos postos de trabalho em 2013, desempenho este 16% menor do que o apresentado em 2012. No

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À CIDADANIA FISCAL. Mês/Ano - Código de Nacional de Atividade Econômica - CNAE

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À CIDADANIA FISCAL. Mês/Ano - Código de Nacional de Atividade Econômica - CNAE CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÍMULO À CIDADANIA FISCAL Mês/Ano - Código de Nacional de Atividade Econômica - CNAE OUTUBRO/2007 5611_2/01 - RESTAURANTES E SIMILARES NOVEMBRO/2007 4721_1/01

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Outubro/ 2015 Comércio tem crescimento após 8 meses de quedas consecutivas O comércio varejista nacional registrou crescimento nas vendas de 0,6% em outubro frente ao mês imediatamente

Leia mais

Indicadores Socioeconômicos. Página 1

Indicadores Socioeconômicos. Página 1 Pessoas Empregadas por Subsetores 2. Ind. 3. Ind. 5. Agua, Nome do Indicador 1.Agricultura Extrativa Transformação 4. Eletrecidade Esgoto 6. Construção 7. Comércio 8. Transporte 9. Alojamento 10. Informação

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0033_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JUNHO DE

NOTA TÉCNICA Nº 0033_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JUNHO DE NOTA TÉCNICA Nº 0033_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JUNHO DE 2014 - Jaraguá do Sul (SC), Julho de 2014. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente

Leia mais

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado COMENTÁRIOS Em junho de 2015, o comércio varejista nacional registrou variação de -0,4% no volume de vendas frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, quinta taxa negativa

Leia mais

2. Aquisição de Leite

2. Aquisição de Leite 2. Aquisição de Leite No 2º trimestre de 2017, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária (Federal, Estadual ou Municipal) foi de 5,64 bilhões

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMS

ANÁLISE MENSAL - PMS ANÁLISE MENSAL - PMS Março/ 2015 Receita de Serviços volta a apresentar bom resultado A receita nominal de Serviços quebra a tendência de queda verificada nos últimos meses e tem um crescimento de 6,1%,

Leia mais

Análise Mensal - PMC

Análise Mensal - PMC Análise Mensal - PMC Julho / 2016 Varejo tem pior julho da série histórica Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, o volume das vendas do Varejo brasileiro voltou a ficar no negativo no mês

Leia mais

Resultado Agregado. ASSESSORIA ECONÔMICA DO SISTEMA FECOMÉRCIO-RS - Fone: (51) de Junho de 2015

Resultado Agregado. ASSESSORIA ECONÔMICA DO SISTEMA FECOMÉRCIO-RS - Fone: (51) de Junho de 2015 01 de Junho de 2015 Resultado Agregado Índice de Vendas do Comércio Abril 2015 IVC IVA IVV Real Nominal Real Nominal Real Nominal Mensal -7,2-3,0-7,4-5,0-7,0-0,8 Acumulado no Ano -5,8-0,8-5,3-1,7-6,3 0,1

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA LB% ATIVIDADE ECONÔMICA Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA LB% ATIVIDADE ECONÔMICA Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA ANEXO ÚNICO À PORTARIA SEFAZ N o 1799, de 30 de dezembro de 2002. (Redação dada pela Portaria nº 011 de 11.01.07). CÓDIGO CÓDIGO 1.0 2.0 LB% ATIVIDADE

Leia mais

E-commerce. Empresas de Belo Horizonte. Área de Estudos Econômicos. Maio

E-commerce. Empresas de Belo Horizonte. Área de Estudos Econômicos. Maio E-commerce Empresas de Belo Horizonte Maio - 2017 Área de Estudos Econômicos E-commerce O comércio eletrônico (e-commerce ) consiste na compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da internet, onde

Leia mais

Resultados- Junho OUTUBRO 2011

Resultados- Junho OUTUBRO 2011 Resultados- Junho 2011 - OUTUBRO 2011 Crescimento do volume e receita nominal das vendas; evolução da massa de rendimentos dos ocupados; volume de crédito e inadimplência; dados sobre emprego formal, como

Leia mais

2. Aquisição de Leite

2. Aquisição de Leite 2. Aquisição de Leite No 1º trimestre de 2017, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária (Federal, Estadual ou Municipal) foi de 5,87 bilhões

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL CONTINUA EM QUEDA A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

Desempenho da Indústria Catarinense

Desempenho da Indústria Catarinense FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Desempenho da Indústria Catarinense Florianópolis, 21 de Agosto de 2015 SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2015 INDICADOR SANTA CATARINA

Leia mais

Visão do Varejo Conhecimento do Universo

Visão do Varejo Conhecimento do Universo Marketing, Retail and Distribution Visão do Varejo Conhecimento do Universo Novembro, 2011 Visão do cenário O mercado brasileiro 100% PIB: R$ 3.674 bi (7 ª maioreconomia) 60,6% Consumo das Famílias R$

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Setembro/ 2015 Comércio apresenta em setembro 8º recuo mensal consecutivo O comércio varejista brasileiro registrou queda de 0,5% no mês de setembro de 2015 em relação ao mês anterior,

Leia mais

CIDADE ALTA 1 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS. Tabela 1 Tipo de empreendimento

CIDADE ALTA 1 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS. Tabela 1 Tipo de empreendimento 1 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS Tabela 1 Tipo de empreendimento Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) Associação ou Sindicato 31 3,33 Cooperativa 5 0,54 Empresa Individual (Antiga Firma

Leia mais

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017 1 Rio de Janeiro, 18/05/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro estre de 2017 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I sobre a inserção da população

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA O número de empregos formais no estado alcançou 2,274 milhões em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ O número de empregos formais no estado alcançou 1,552 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul Dezembro 2016 A indústria estadual regularmente apresenta saldos negativos de contratação no último mês do ano. E esse comportamento se

Leia mais

Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social

Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social 2º Semestre/2011 1 Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social Informações Trabalhistas e Previdenciárias de acordo

Leia mais

A PRODUÇÃO INDUSTRIAL CATARINENSE ABRIL/2016

A PRODUÇÃO INDUSTRIAL CATARINENSE ABRIL/2016 ABR/2016 A PRODUÇÃO INDUSTRIAL CATARINENSE ABRIL/2016 A indústria catarinense volta a registrar queda em sua produção industrial, -2,2% em relação ao mês de março de 2016. No ano, registra uma retração

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017 Expectativa de vendas O Dia dos Pais é mais uma data comemorativa que movimenta positivamente o comércio varejista de todas

Leia mais

Nota sobre os resultados da PIM-PF Regional 1. Agosto de 2016 SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL

Nota sobre os resultados da PIM-PF Regional 1. Agosto de 2016 SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL Nota sobre os resultados da PIM-PF Regional 1 Agosto de 2016 A produção física da Indústria de Transformação da Bahia apresentou queda de 5,3%, na comparação dos últimos 12 meses, terminados em agosto,

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016 Expectativa de vendas O Natal é a melhor data de vendas para o comércio varejista. É período de confraternizações, mundialmente

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais

Contas Nacionais Trimestrais Contas Nacionais Trimestrais 30 de Dezembro de 206 3º Trimestre 206 Contacto (s): Próxima edição: 3 Março de 207 José Fernandes Joses.Fernandes@ine.gov.cv Produto Interno Bruto aumentou 4,0% em volume

Leia mais

Pernambuco estabelece calendário de obrigatoriedade para a emissão de NFC-e

Pernambuco estabelece calendário de obrigatoriedade para a emissão de NFC-e Pernambuco estabelece calendário de obrigatoriedade para a emissão de NFC-e Informamos que o estado de Pernambuco, através da Portaria SF nº 192, de 27.09.2017, instituiu cronograma de obrigatoriedade

Leia mais

PIB 2012 Estado do Tocantins

PIB 2012 Estado do Tocantins PIB 2012 Estado do Tocantins Parceiros: GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SANDOVAL LÔBO CARDOSO Governador do Estado TOM LYRA Vice-governador do Estado JOAQUIM CARLOS PARENTE JUNIOR Secretário JOAQUÍN EDUARDO

Leia mais

MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF. Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN

MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF. Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN ROTEIRO O TRABALHO DE MAPEAMENTO DAS EMPRESAS PELA CODEPLAN E A FONTE DE DADOS O QUE JÁ CONHECEMOS SOBRE O MERCADO DE TRABALHO NO DISTRITO

Leia mais

CAPIM MACIO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL CAPIM MACIO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS

CAPIM MACIO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL CAPIM MACIO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL CAPIM MACIO Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS NATAL/RN SETEMBRO/2010 1 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte SEBRAE/RN Serviço

Leia mais

Receita nominal. Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1 1,1 0,5 Setembro 2015 / Setembro 2014

Receita nominal. Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1 1,1 0,5 Setembro 2015 / Setembro 2014 Vendas no varejo variam 0,5% em setembro Período Volume de vendas Varejo Receita nominal Varejo Ampliado Volume de vendas Receita nominal Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1

Leia mais

As estimativas preliminares da FEE para o ano de 2001 no Estado indicam

As estimativas preliminares da FEE para o ano de 2001 no Estado indicam . AS COI^ÍTAS REGIOXAIS A economia gaúcha em 2001: terceiro ano consecutivo de crescimento* Adalberto A. Mala Neto** As estimativas preliminares da FEE para o ano de 2001 no Estado indicam um crescimento

Leia mais

Nosso negócio é fazer negócios! MERCADO BRASILEIRO SHOPPING CENTERS

Nosso negócio é fazer negócios! MERCADO BRASILEIRO SHOPPING CENTERS MERCADO BRASILEIRO SHOPPING CENTERS O comércio responde por 13% do PIB brasileiro O comércio varejista é responsável por 42% do comércio geral Os Shopping Centers representam 19% do comércio varejista

Leia mais

PAINEL DA INDÚSTRIA MINEIRA. Minas Gerais

PAINEL DA INDÚSTRIA MINEIRA. Minas Gerais PAINEL DA INDÚSTRIA MINEIRA Minas Gerais Julho/2016 Objetivo Prover informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria no Estado de Minas Gerais e nas Regionais FIEMG. Ficha Técnica Elaboração:

Leia mais

Desempenho da Indústria Catarinense

Desempenho da Indústria Catarinense FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Desempenho da Indústria Catarinense Florianópolis, 20 de março de 2015 SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2015 INDICADOR SANTA CATARINA

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O volume de vendas no varejo registrou queda de 0,4%, quando comparado ao mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal, marcando a quinta queda consecutiva. Sete das dez

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Contratação de Temporários

Área de Estudos Econômicos. Contratação de Temporários Área de Estudos Econômicos Contratação de Temporários - 2016 Contratação de temporários para o fim de ano O fim de ano aquece o comércio varejista. É período de confraternizações e ainda abrange a melhor

Leia mais

Acre Previsão por Coeficiente no Estado

Acre Previsão por Coeficiente no Estado Acre 0,6 121.073,55 262.729,59 0,8 161.431,39 350.306,12 1,0 201.789,24 437.882,66 1,2 242.147,09 525.459,19 1,4 - - 1,6 322.862,79 700.612,25 1,8 363.220,64 788.188,78 2,0 - - 2,2 - - 2,4 - - 2,6 524.652,03

Leia mais

IBGE DIVULGA ATUALIZAÇÃO DO RETRATO DO COMÉRCIO BRASILEIRO

IBGE DIVULGA ATUALIZAÇÃO DO RETRATO DO COMÉRCIO BRASILEIRO IBGE DIVULGA ATUALIZAÇÃO DO RETRATO DO COMÉRCIO BRASILEIRO Pesquisa Anual de Comércio radiografou as principais variáveis do comércio no Brasil ao fim do ciclo de forte expansão do setor. Entre 2007 e

Leia mais

agosto / 2009 Informática tem destaque significativo em agosto

agosto / 2009 Informática tem destaque significativo em agosto agosto / 2009 Informática tem destaque significativo em agosto As vendas do comércio varejista de Joinville no ano de 2009 estão 2,10% superiores às vendas do mesmo período do ano passado. De fato, os

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul O emprego formal na Indústria sul-mato-grossense começou 2015 do mesmo modo que terminou 2014, com redução liquida de postos de trabalho.

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Metropolitana

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Metropolitana Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Metropolitana Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO LONDRINA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO LONDRINA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2014 LONDRINA Este relatório, referente ao mês de Janeiro de 2014, da Pesquisa Conjuntural do Comércio

Leia mais

Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 126 Número 243 São Paulo, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 126 Número 243 São Paulo, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 126 Número 243 São Paulo, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 DECRETO Nº 62.385, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2016 Dispõe sobre a possibilidade de contribuintes

Leia mais

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio.

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio. Comércio Varejista Características A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio. O primeiro bloco é chamado, simplesmente, de Comércio

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO ESTADO DA BAHIA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO ESTADO DA BAHIA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO ESTADO DA BAHIA Junho de 2015 1. PCCV - PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO VAREJISTA BAHIA 1.1 RESULTADOS: 1.1.1 GERAL DO ESTADO DA BAHIA Região: Estado da Bahia Mês: junho de 2015

Leia mais

Pesquisa Conjuntural. Comércio Varejista do Distrito Federal

Pesquisa Conjuntural. Comércio Varejista do Distrito Federal Pesquisa Conjuntural Comércio Varejista do Distrito Federal Setembro 2011 Aderente a Metodologia Nacional CNC/IBGE SCS Qd. 06 Ed. Jessé Freire, 6º Andar CEP: 70306-911 Brasília-DF - Fone: (61) 3962-2011

Leia mais