NOTA TÉCNICA Nº 0033_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JUNHO DE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOTA TÉCNICA Nº 0033_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JUNHO DE"

Transcrição

1 NOTA TÉCNICA Nº 0033_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JUNHO DE Jaraguá do Sul (SC), Julho de 2014.

2 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente e sustentável, cidade para pessoas. Visão: Ser referência internacional na indicação de caminhos estratégicos para o desenvolvimento sustentável da Cidade. Missão: Ser o indutor das tomadas de decisões do Poder Público e da Sociedade, através de critérios técnicos. Macro Diretriz: JARAGUÁ ATIVA Programa: ECONOMIA ATIVA Iniciativa estratégica: AMBIENTE FAVORÁVEL Prefeito: Dieter Janssen Vice-Prefeito: Jaime Negherbon Presidente do INSTITUTO JOURDAN: Benyamin Parham Fard Diretor de Desenvolvimento Econômico, CT&I: Marcio Manoel da Silveira Elaboradores Benyamin Parham Fard José Tavares de Borba Marcio Manoel da Silveira Nota Técnica 0033_V1_2014

3 APRESENTAÇÃO Em junho de 2014, o estoque de empregos formais de Jaraguá do Sul atingiu o patamar de vagas e representa um crescimento de 2,9% durante os primeiros seis meses do ano, taxa similar à registrada por Santa Catarina 3,0% e significativamente superior à média nacional, que foi de 1,2% para o mesmo período. Além do detalhamento do saldo de empregos no mês de junho de 2014 comparativamente ao mesmo período de anos anteriores, a Nota Técnica apresenta dados dos 48 setores econômicos de Jaraguá do Sul (CNAE/95), o que permite um maior detalhamento dos principais vetores de desenvolvimento econômico da cidade. A análise dos 48 setores favorece a visualização dos principais segmentos geradores de emprego, em Jaraguá do Sul, com destaque no período à Indústria Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios; Fabricação de Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos; Comércio Varejista e Reparação de Objetos Pessoais e Domésticos; Serviços Prestados Principalmente Às Empresas; Fabricação de Produtos Têxteis e Fabricação de Máquinas e Equipamentos. Juntos, esses segmentos econômicos são responsáveis por 57.3% do total de empregos formais existentes em junho de Os dados reforçam, novamente, a importância da diversificação da matriz econômica local em todos os setores produtivos do município, de forma a garantir menores índices de concentração de risco e maior capacidade de resiliência econômica de médio e longo prazo. Benyamin Parham Fard Presidente do INSTITUTO JOURDAN Nota Técnica 0033_V1_2014

4 SUMÁRIO 1 JARAGUÁ ATIVA INTRODUÇÃO ESTOQUE E SALDO DE EMPREGOS EM JUNHO DE DETALHAMENTO DO SALDO DE EMPREGO ANÁLISE SETORIAL REFERÊNCIAS Nota Técnica 0033_V1_2014

5 1 JARAGUÁ ATIVA A Macro Diretriz Jaraguá Ativa (FARD; SILVEIRA; HENNING, 2013) define a Política de Desenvolvimento Sustentável de Jaraguá do Sul, onde são apontados direcionamentos e ações de curto, médio e longo prazo para o Município. A Macro Diretriz é dividida em quatro programas que, por sua vez, são divididos em três iniciativas estratégicas cada, e essas se desdobram em diversas ações. Os quatro programas são denominados, respectivamente, de Inovação Empreendedora, Ambiente Sustentável, Economia Ativa e Cidade Inteligente. O programa Economia Ativa tem como objetivo criar condições para retenção e atração de empresas, empreendedores e negócios. Dentro deste programa está inserida a iniciativa estratégica Ambiente Favorável. Figura 1 - Macro Diretriz Jaraguá Ativa Fonte: Fard, Silveira e Henning (2013). Nota Técnica 0033_V1_2014 5

6 2 INTRODUÇÃO A Nota Técnica objetiva apresentar os dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED) da cidade de Jaraguá do Sul, relativo ao mês de junho de 2014 comparando-os com anos anteriores. Os dados são extraídos do site do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e representam as informações registradas dentro do prazo. 3 ESTOQUE E SALDO DE EMPREGOS EM JUNHO DE 2014 O estoque de empregos representa o total de trabalhadores com carteira assinada registrados no município de localização do estabelecimento. Já o saldo de empregos é diferença entre admissões e demissões ocorridas no período. A Figura 2 ilustra o estoque de empregos em 30 de junho de 2014 saldo total e por segmento, e o saldo de empregos no mês de junho. Figura 2 Saldo de emprego e estoque em 30 de junho de 2014 e proporção por setor Estoque 57,5% Indústria 25,1% Serviços Saldo Junho/ ,3% 2,9% 0,2% Comércio Construção Civil Agronegócio Em 30/06/2014 A diferença entre as admissões e demissões ocorridas no mês de junho resultou na redução de 173 vagas e um estoque de emprego formal de (base 30 de junho de 2014) o que representa crescimento de 2,9%, no ano de O setor com maior representatividade no estoque de empregos é a indústria, que corresponde a 57,5% dos empregos formais do município. Na sequência, o setor de serviços comporta 25,1% das vagas formais precedido do comércio, com 14,3%, e da Construção Civil, com 2,9%. O Nota Técnica 0033_V1_2014 6

7 agronegócio é pouco expressivo no município, corresponde apenas a 0,2% do total de empregos formais. Quanto à variação do estoque de empregos, entre os meses de janeiro e junho de 2014, no município, no estado e no país, a Figura 3 ilustra seu crescimento percentual. Figura 3 Comparativo do crescimento do estoque de emprego em 2014, Jaraguá do Sul, Santa Catarina e Brasil Brasil + 1,2% Santa Catarina + 3,0% Jaraguá do Sul + 2.9% Constata-se que, o país e estado e o município mantém variação positiva e que o desempenho do município ficou, em termos percentuais, levemente inferior ao registrado por Santa Catarina e superior ao registrado no Brasil. Jaraguá do Sul registrou uma variação positiva de 2,9% (de postos em janeiro, para em junho); Santa Catarina teve um incremento de 3,0% (de milhões de postos em janeiro, para milhões de postos em junho); e o Brasil um crescimento de 1,2% (de 40,656 milhões de postos em janeiro, para milhões postos em junho). 3.1 DETALHAMENTO DO SALDO DE EMPREGO O comportamento histórico do total de admissões e demissões e saldo do emprego registrado no mês de junho (2003 até 2014) é apresentado na Tabela 1. Nota Técnica 0033_V1_2014 7

8 Admissões Tabela 1 Admissões e demissões no município de Jaraguá do Sul e saldo, no mês de junho, período de 2003 a 2014 Ano Admissão Demissão Saldo Em junho de 2014, houveram admissões e demissões o que resultou em um saldo negativo de 173 postos de trabalho, o maior negativo da série histórica, para o mês de junho, ou seja, desde Na continuidade da análise a Figura 4 apresenta o comportamento das admissões, nos meses de junho, no período de 2003 até Além do total, a figura ilustra o comportamento de cada um dos seguintes setores econômicos: indústria, serviços, comércio e construção civil. Figura 4 Comportamento das admissões, por setor e total, no mês de junho, período 2003 a Indústria Serviço Comércio Construção Civil Total Ano Observação: por apresentar valores pouco expressivos, os dados do setor de agronegócio foram suprimidos. Observa-se que as admissões do setor industrial, serviços e comércio registraram queda comparativamente a junho dos anos de 2012 e Já o setor de construção civil obteve crescimento nas admissões comparativamente a junho dos anos de 2012 e Na continuidade da análise a Figura 5 apresenta o comportamento das demissões, nos meses de junho, no período de 2003 até Além do total, a figura ilustra o Nota Técnica 0033_V1_2014 8

9 Demissões comportamento de cada um dos seguintes setores econômicos: indústria, serviços, comércio e construção civil. Figura 5 Comportamento das demissões, por setor e total, no mês de junho, período 2003 a Indústria Serviço Comércio Construção Civil Total Ano Observação: por apresentar valores pouco expressivos, os dados do setor de agronegócio foram suprimidos. No que se refere às demissões ocorridas no mês de junho, a figura ilustra que no setor industrial, seu maior volume ocorreu no mês de junho de 2010, todavia em junho de 2014 houve um aumento nas demissões de 7,8% em relação a junho de O setor de serviços vem, ao longo dos últimos dois anos, reduzindo o volume de demissões no mês de junho, o Comércio teve uma leve queda nas demissões, porém tem se mantido estável, nos últimos três anos, ao passo que o volume de demissões na Construção Civil, entre os anos de 2009 e 2013, manteve-se relativamente estável, para, em junho de 2014, sofrer uma elevação na ordem de 19,4%, comparativamente ao mesmo período de Quanto ao saldo de emprego, ocorrido no mês de junho, a Figura 6 ilustra o comportamento histórico (de 2003 até 2014), total e por setor. Nota Técnica 0033_V1_2014 9

10 Figura 6 Comportamento do saldo de emprego de Jaraguá do Sul, por setor, período junho de 2003 a Saldo de vagas no mês de Junho Indústria - saldo de vagas no mês de junho Serviço - saldo de vagas no mês de junho Comércio - saldo de vagas no mês de junho Construção Civil - Construção Civil - saldo de vagas no mês de junho Agronegócio Na figura, os eixos verticais representam os meses de junho ano de 2003 até Já os eixos horizontais contêm o saldo de empregos e estão na mesma escala, que varia entre -300 e vagas, fator que contribui para visualizar a representatividade de cada um dos segmentos para a formação do saldo acumulado (primeiro gráfico da figura). Nota Técnica 0033_V1_

11 Participação no saldo de empregos 3.2 ANÁLISE SETORIAL A análise adota a segregação das atividades de acordo com CNAE versão 2.0. O CNAE 2.0 possui 5 níveis: 21 seções, 87 divisões, 285 grupos, 673 classes e subclasses. Para o estudo, o nível de detalhamento mínimo adotado é o de grupo. O Quadro 1 indica quantas seções, divisões e grupos, contidos no CNAE 2.0, possuem empregos formais em junho de Quadro 1 Comparativo entre os níveis do CNAE (três primeiros níveis) e os que possuem empregos formais em JGS DESCRIÇÃO SEÇÃO DIVISÃO GRUPO No CNAE Em Jaraguá do Sul Fonte: Dados da pesquisa. Das 21 seções contidas no CNAE 2.0, Jaraguá do Sul possui empregos formais em 20; das 87 divisões do CNAE o município contempla postos de trabalho em 76 e dos 285 diferentes grupos contidos no CNAE 2.0, Jaraguá do Sul possui em junho de 2014 geração de empregos formais em 201 deles. A Figura 8 ilustra o gráfico da concentração de empregos formais das 73 divisões com empregos formais no município. Figura 8 Participação no total de empregos formais de JGS, segundo as divisões do CNAE ,00% 16 Divisões concentram 82,8% dos empregos formais 16,00% 14,00% 12,00% 10,00% 8,00% 6,00% 4,00% 2,00% 0,00% Divisão do CNAE 2.0 Nota Técnica 0033_V1_

12 Na figura, observa-se que existe maior concentração de empregos em 16 das 87 Divisões do CNAE. As 16 primeiras Divisões ilustradas no gráfico congregam 82,80% dos empregos formais do município. A Tabela 2 descreve as 16 divisões e a participação em relação ao total de empregos formais. Tabela 2 Divisões do CNAE 2.0 com maior concentração de empregos formais em Jaraguá do Sul, em ordem de saldo de empregos, base junho de Divisão Descrição Saldo* Percentual sobre Saldo 14 Confecção de artigos do vestuário e acessórios % 27 Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos % 47 Comércio varejista % 13 Fabricação de produtos têxteis % Serviços de escritório, de apoio administrativo e outros serviços 82 prestados às empresas % 28 Fabricação de máquinas e equipamentos % Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e 26 ópticos % 10 Fabricação de produtos alimentícios % 86 Atividades de atenção à saúde humana % 46 Comércio por atacado, exceto veículos automotores e motocicletas % 49 Transporte terrestre % 85 Educação % 56 Alimentação % 45 Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas % 41 Construção de Edifícios % 22 Fabricação de produtos de borracha e de material plástico % Soma % Demais divisões Total (Postos de trabalho formal em 31 de junho de 2014) ,0% * Acumulado em 30 de junho de 2014 Somando-se as Divisões 13 e 14, verifica-se que as empresas ligadas a confecção de artigos do vestuário e produtos têxteis concentram 23,80% dos empregos formais ( empregos). Já as divisões de Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos e Fabricação de máquinas e equipamentos respondem por 18,40% dos empregos formais ( empregos), constituindo-se nos principais polos industriais geradores de empregos do município. Nota Técnica 0033_V1_

13 Outro importante conjunto de Divisões, no tocante a concentração de postos de trabalho, são as ligadas ao comércio. As Divisões Comércio varejista, Comércio por atacado, exceto veículos automotores e motocicletas e Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas respondem por 15,00% do saldo de empregos formais ( empregos). Quanto aos que geraram o maior número de novos postos de trabalho, durante o primeiro semestre de 2014, têm-se o setor de Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos com 84 vagas; seguida do Comércio varejista com 48 vagas, do setor de Confecção de artigos do vestuário e acessórios com 29 vagas; Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos; e Fabricação de produtos de borracha e de material plástico com 15 vagas; Fabricação de produtos têxteis; e Fabricação de produtos alimentícios com 13 vagas; Fabricação de máquinas e equipamentos, e Transporte terrestre com 8 vagas; Comércio por atacado, exceto veículos automotores e motocicletas com 6 vagas. O setor de Serviços de escritório, de apoio administrativo e outros serviços prestados às empresas não criou novas vagas. Os seguintes setores tiveram retração nas vagas de emprego: Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas com - 4 vagas reduzidas; Educação - 6 vagas reduzidas; Atividades de atenção à saúde humana -14 vagas reduzidas; Alimentação - 15 vagas reduzidas. O saldo final foi negativo em 173 vagas. Nota Técnica 0033_V1_

14 A Figura 7 ilustra os 18 setores mais representativos na geração de saldo de empregos formais no ano de Figura 7 Saldo positivo de emprego formal em Jaraguá do sul, ano de 2014, setores mais representativos ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE ATIVIDADES JURIDICAS, DE CONTABILIDADE E DE COMERCIO E REPARACAO DE VEICULOS SERVICOS DE ESCRITORIO, DE APOIO ATIVIDADES DOS SERVICOS DE TECNOLOGIA DA REPARACAO E MANUTENCAO DE FABRICACAO DE PRODUTOS ALIMENTICIOS FABRICACAO DE MAQUINAS, APARELHOS E MANUTENCAO, REPARACAO E INSTALACAO DE EDUCACAO ALIMENTACAO TRANSPORTE TERRESTRE COMERCIO POR ATACADO, EXCETO VEICULOS FABRICACAO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS FABRICACAO DE PRODUTOS TEXTEIS COMERCIO VAREJISTA ATIVIDADES DE ATENCAO A SAUDE HUMANA FABRICACAO DE EQUIPAMENTOS DE A Figura 8 ilustra os 15 setores mais representativos no decréscimo de saldo de empregos formais no ano de Figura 8 Perda de saldo de emprego formal em Jaraguá do sul, ano de 2014, setores mais representativos ATIVIDADES DE PRESTACAO DE SERVICOS DE CORREIO E OUTRAS ATIVIDADES DE ENTREGA FABRICACAO DE PRODUTOS DE MADEIRA SERVICOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUCAO IMPRESSAO E REPRODUCAO DE GRAVACOES SERVICOS PARA EDIFICIOS E ATIVIDADES ADMINISTRACAO PUBLICA, DEFESA E SEGUROS, RESSEGUROS, PREVIDENCIA AGRICULTURA, PECUARIA E SERVICOS FABRICACAO DE VEICULOS AUTOMOTORES, FABRICACAO DE PRODUTOS DE MINERAIS NÃO- CONSTRUCAO DE EDIFICIOS CONFECCAO DE ARTIGOS DO VESTUARIO E FABRICACAO DE PRODUTOS DE BORRACHA E DE SELECAO, AGENCIAMENTO E LOCACAO DE MAO Nota Técnica 0033_V1_

15 A Figura 9 ilustra uma comparação entre as 16 divisões com maiores estoques de empregos formais em Jaraguá do Sul, entre Janeiro e Junho dos anos de 2014 e Figura 9 Comparação de estoque de emprego formal entre Janeiro e Junho, em Jaraguá do sul, entre os anos de 2014 e 2013, setores mais representativos FABRICACAO DE PRODUTOS DE BORRACHA E DE CONSTRUCAO DE EDIFICIOS COMERCIO E REPARACAO DE VEICULOS ALIMENTACAO EDUCACAO TRANSPORTE TERRESTRE COMERCIO POR ATACADO, EXCETO VEICULOS ATIVIDADES DE ATENCAO A SAUDE HUMANA FABRICACAO DE PRODUTOS ALIMENTICIOS FABRICACAO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMATICA, FABRICACAO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS SERVICOS DE ESCRITORIO, DE APOIO FABRICACAO DE PRODUTOS TEXTEIS COMERCIO VAREJISTA FABRICACAO DE MAQUINAS, APARELHOS E CONFECCAO DE ARTIGOS DO VESTUARIO E O gráfico favorece a visualização do número de vagas geradas por setor econômico. Embora o saldo de empregos tenha registros positivos, para o primeiro semestre de 2014, sua evolução, comparativamente ao ano de 2013, indica uma redução em relação ao desempenho, no mesmo período registrado no ano de 2013, caso está tendência persista, para o mês de agosto de 2014, a previsão tenderá a ser uma redução no número de empregos formais em Jaraguá do Sul. REFERÊNCIAS BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Caged estabelecimentos. Disponível em: < Acesso em: 21 de fevereiro de FARD, B. P.; SILVEIRA, M. M. da; HENNING, T. L. Macro Diretriz Jaraguá Ativa (Nota Técnica 0004_V0_2013 A). Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul, Jaraguá do Sul, Trabalho não publicado. Nota Técnica 0033_V1_

NOTA TÉCNICA Nº 0030_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - MARÇO DE

NOTA TÉCNICA Nº 0030_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - MARÇO DE NOTA TÉCNICA Nº 0030_V1_ CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - MARÇO DE - Jaraguá do Sul (SC), Abril de. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente e sustentável,

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0025_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JANEIRO DE

NOTA TÉCNICA Nº 0025_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JANEIRO DE NOTA TÉCNICA Nº 0025_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - JANEIRO DE 2014 - Jaraguá do Sul (SC), Fevereiro, 2014. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0013_V1_2013 INSTITUTO SENAI DE TECNOLOGIA

NOTA TÉCNICA Nº 0013_V1_2013 INSTITUTO SENAI DE TECNOLOGIA NOTA TÉCNICA Nº 0013_V1_2013 INSTITUTO SENAI DE TECNOLOGIA Jaraguá do Sul (SC), Junho de 2013. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente e sustentável, cidade para pessoas. Visão: Ser referência

Leia mais

AGRONÔMICA. Relatório do Movimento Econômico. Representatividade Setorial

AGRONÔMICA. Relatório do Movimento Econômico. Representatividade Setorial Representatividade Setorial 1 AGRICULTURA, PECUARIA E SERVICOS RELACIONADOS 2 COMERCIO VAREJISTA 3 FABRICACAO DE MAQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELETRICOS 4 TELECOMUNICACOES 5 ATIVIDADES DE SERVICOS FINANCEIROS

Leia mais

B Indústrias extrativas Fabricação de produtos alimentícios

B Indústrias extrativas Fabricação de produtos alimentícios Tabela A.3.4.4. Número de doutores titulados no Brasil no período 1996-2006, empregados em 2008, por seção e divisão da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) dos estabelecimentos empregadores

Leia mais

POUSO REDONDO. Relatório do Movimento Econômico. Representatividade Setorial

POUSO REDONDO. Relatório do Movimento Econômico. Representatividade Setorial Representatividade Setorial 1 AGRICULTURA, PECUARIA E SERVICOS RELACIONADOS 2 FABRICACAO DE PRODUTOS DE MADEIRA 3 COMERCIO POR ATACADO, EXCETO VEICULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 4 FABRICACAO DE PRODUTOS

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0026_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - FEVEREIRO DE 2014 -

NOTA TÉCNICA Nº 0026_V1_2014 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - FEVEREIRO DE 2014 - NOTA TÉCNICA Nº 0026_V1_ CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL - FEVEREIRO DE - Jaraguá do Sul (SC), Março de. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente e sustentável,

Leia mais

Jaraguá do Sul (SC), Maio de 2013.

Jaraguá do Sul (SC), Maio de 2013. NOTA TÉCNICA Nº 0011_V1_2013 CADASTRO GERAL DE EMPREGO E DESEMPREGO DA CIDADE DE JARAGUÁ DO SUL PERIODO DE JANEIRO A MAIO DE 2013 Jaraguá do Sul (SC), Maio de 2013. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa:

Leia mais

NOTA TÉCNICA 0022_V1_2014 ANÁLISE DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE JARAGUÁ DO SUL - PERÍODO

NOTA TÉCNICA 0022_V1_2014 ANÁLISE DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE JARAGUÁ DO SUL - PERÍODO NOTA TÉCNICA 0022_V1_2014 ANÁLISE DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE JARAGUÁ DO SUL - PERÍODO 2013 - Jaraguá do Sul, março, 2014. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO JARAGUÁ ATIVA: Cidade inteligente e sustentável, cidade

Leia mais

Jaraguá do Sul (SC), Julho de 2014.

Jaraguá do Sul (SC), Julho de 2014. NOTA TÉCNICA Nº 0024_V1_2014 COMPORTAMENTO ECONÔMICO DE JARAGUÁ DO SUL E DEMAIS MUNICÍPIOS CATARINENSES ENTRE OS ANOS DE 2000 E 2011 Jaraguá do Sul (SC), Julho de 2014. Nota Técnica 0024_V1_2014 1 ALINHAMENTO

Leia mais

Comércio é o único setor a registrar novas contratações

Comércio é o único setor a registrar novas contratações Brasil registra demissões no mês de dezembro e fecha o ano de 2018 com criação de empregos formais Os dados de dezembro de 2018 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) apontam destruição

Leia mais

O Comércio é o único setor que apresenta saldo positivo em novembro de Indústria apresenta grande volume de demissões

O Comércio é o único setor que apresenta saldo positivo em novembro de Indústria apresenta grande volume de demissões O Comércio é o único setor que apresenta saldo positivo em novembro de 2017 Os dados de novembro de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam destruição de vagas em âmbito nacional,

Leia mais

Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) Associação ou sindicato 15 0,32. Cooperativa 6 0,13

Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) Associação ou sindicato 15 0,32. Cooperativa 6 0,13 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 17/12/1958 - Distância da capital: 12 km - Área: 120 Km 2 - Localização Mesorregião: Leste Potiguar Microrregião: Natal - População: 172.751 (IBGE/2007) - Número de

Leia mais

CIDADE ALTA 1 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS. Tabela 1 Tipo de empreendimento

CIDADE ALTA 1 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS. Tabela 1 Tipo de empreendimento 1 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS Tabela 1 Tipo de empreendimento Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) Associação ou Sindicato 31 3,33 Cooperativa 5 0,54 Empresa Individual (Antiga Firma

Leia mais

RIO DO CAMPO. Relatório do Movimento Econômico. Representatividade Setorial

RIO DO CAMPO. Relatório do Movimento Econômico. Representatividade Setorial Representatividade Setorial 1 AGRICULTURA, PECUARIA E SERVICOS RELACIONADOS 2 FABRICACAO DE CELULOSE, PAPEL E PRODUTOS DE PAPEL 3 COMERCIO VAREJISTA 4 FABRICACAO DE PRODUTOS DE MADEIRA 5 ATIVIDADES DE

Leia mais

Indústria registra o pior desempenho na criação de emprego dos últimos 11 meses

Indústria registra o pior desempenho na criação de emprego dos últimos 11 meses Brasil acumula quinto saldo mensal positivo consecutivo na criação de empregos com carteira assinada Os dados de novembro de 2018 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação

Leia mais

Comércio é o único setor que apresentou saldo positivo em âmbito nacional

Comércio é o único setor que apresentou saldo positivo em âmbito nacional Resultados de dezembro de 2017 confirmam recuperação do mercado de trabalho brasileiro frente a 2016 Os dados de dezembro de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam destruição

Leia mais

Construção Civil registra grande volume de demissões

Construção Civil registra grande volume de demissões Comércio tem o melhor desempenho entre os setores em outubro de 2017 Os dados de outubro de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de vagas em âmbito nacional

Leia mais

RARP cria vagas em Abril de 2017

RARP cria vagas em Abril de 2017 Incertezas marcam o cenário econômico no primeiro semestre de 2017 Os dados de Abril de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam contratações em todas as regiões analisadas,

Leia mais

Serviços puxam criação de vagas formais e Comércio registra o pior resultado

Serviços puxam criação de vagas formais e Comércio registra o pior resultado Brasil inicia o ano de 2019 com criação de empregos formais Os dados de janeiro de 2019 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de vagas em âmbito nacional, no Estado

Leia mais

Comércio fecha vagas no fim do ano de 2016

Comércio fecha vagas no fim do ano de 2016 Comércio fecha vagas no fim do ano de 2016 Os dados de Dezembro de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) demonstram destruição de vagas em todas as regiões analisadas neste boletim.

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0034_V1_2014 ANÁLISE DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE JARAGUÁ DO SUL - 1º SEMESTRE DE

NOTA TÉCNICA Nº 0034_V1_2014 ANÁLISE DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE JARAGUÁ DO SUL - 1º SEMESTRE DE NOTA TÉCNICA Nº 0034_V1_2014 ANÁLISE DO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE JARAGUÁ DO SUL - 1º SEMESTRE DE 2014 - Jaraguá do Sul (SC), Agosto de 2014. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade inteligente e

Leia mais

Serviços tem o melhor desempenho entre os setores em agosto de 2017

Serviços tem o melhor desempenho entre os setores em agosto de 2017 Serviços tem o melhor desempenho entre os setores em agosto de 2017 Os dados de agosto do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de vagas em âmbito nacional e no estado

Leia mais

Ano V Nov./2017. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai, Henrique Hott e Ingrid Nossack. Setor da Indústria tem o melhor desempenho na RARP e no Brasil

Ano V Nov./2017. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai, Henrique Hott e Ingrid Nossack. Setor da Indústria tem o melhor desempenho na RARP e no Brasil Setor da Indústria tem o melhor desempenho na RARP e no Brasil Os dados de setembro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de vagas em âmbito nacional e nos municípios

Leia mais

Resultados da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo Indicadores regionais e setoriais

Resultados da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo Indicadores regionais e setoriais Resultados da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo Indicadores regionais e setoriais Destaques do Emprego Consolidado Ano Variação mensal Variação Variação interanual (Abr-17/Mar-17) acumulada

Leia mais

Criação de emprego - Brasil. Acumulado out/11 a

Criação de emprego - Brasil. Acumulado out/11 a A criação emprego no país no mês setembro surpreenu o mercado e apresentou 211.068 mil gerações líquidas vagas, um aumento 65,3% nas em relação à agosto, acordo com os dados do CAGED. A mediana das projeções

Leia mais

Serviços foi o único setor com contratações em âmbito nacional

Serviços foi o único setor com contratações em âmbito nacional Brasil registra, pela primeira vez no ano, destruição de vagas de empregos com carteira assinada Os dados de março de 2019 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) revelam destruição líquida

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 0002_V2_2014 MOMENTO ECONÔMICO DE JARAGUÁ DO SUL A

NOTA TÉCNICA Nº 0002_V2_2014 MOMENTO ECONÔMICO DE JARAGUÁ DO SUL A NOTA TÉCNICA Nº 0002_V2_2014 MOMENTO ECONÔMICO DE JARAGUÁ DO SUL - 1999 A 2012 - Jaraguá do Sul (SC), Dezembro de 2014. Revisão da Versão de Fevereiro de 2013. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO Jaraguá Ativa: Cidade

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Estado de São Paulo 1 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado

Leia mais

Agropecuária cria vagas na RARP

Agropecuária cria vagas na RARP Comércio fecha vagas em Março de 2017 Os dados de Março de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam dificuldades do mercado de trabalho em nível nacional. Entre os municípios

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS Indústria fecha o primeiro quadrimestre de 2017 em queda Após dois meses de crescimento das vendas industriais de Santa Catarina, em abril houve decréscimo de 12,3% do faturamento (no Brasil, a queda foi

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL RA Central 1 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São

Leia mais

ANGICOS 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

ANGICOS 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 13/10/1836 - Distância da capital: 171 km - Área: 742 Km 2 - Localização Mesorregião: Central Potiguar Microrregião: Angicos - População: 11.227 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Entorno do DF

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Entorno do DF Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Entorno do DF Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor

Leia mais

SERRA DO MEL 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

SERRA DO MEL 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 13/05/1988 - Distância da capital: 320 km - Área: 617 Km 2 - Localização Mesorregião: Oeste Potiguar Microrregião: Mossoró - População: 9.216 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

ano XVIII, n 1, Janeiro de 2014

ano XVIII, n 1, Janeiro de 2014 ano XVIII, n 1, Janeiro de 2014 EM FOCO O índice de preços das exportações encerrou o ano de 2013 com queda de 3,2% em relação ao ano anterior. A redução dos preços de exportação foi generalizada, afetando

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL ABRIL DE 2013

EMPREGO INDUSTRIAL ABRIL DE 2013 EMPREGO INDUSTRIAL ABRIL DE 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM ABRIL. O número de assalariados com carteira assinada da indústria de transformação catarinense cresceu 0,7%

Leia mais

Boletim Mensal do Mercado de Trabalho

Boletim Mensal do Mercado de Trabalho 1 Boletim Mensal do Mercado de Trabalho Nº 03 Julho / 2013 I - Emprego Formal no Brasil Segundo as estimativas do Ministério do Trabalho e Emprego MTE, obtidas pela Relação Anual de Informações Sociais

Leia mais

Ano VI Abr./2018. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai, Giulia Coelho e Ingrid Nossack

Ano VI Abr./2018. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai, Giulia Coelho e Ingrid Nossack Índice de Confiança da Construção apresenta recuo e sugere menor otimismo no curto prazo Os dados de fevereiro de 2018 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Metropolitana

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Metropolitana Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Metropolitana Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 2º Trimestre/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 2º Trimestre/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 2º Trimestre/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF. Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN

MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF. Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN ROTEIRO O TRABALHO DE MAPEAMENTO DAS EMPRESAS PELA CODEPLAN E A FONTE DE DADOS O QUE JÁ CONHECEMOS SOBRE O MERCADO DE TRABALHO NO DISTRITO

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 4º Trimestre/2016

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 4º Trimestre/2016 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 4º Trimestre/2016 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

Boletim Mensal do Mercado de Trabalho

Boletim Mensal do Mercado de Trabalho 1 Boletim Mensal do Mercado de Trabalho Nº 02 Março / 2013 I - Emprego Formal no Brasil De acordo com as estimativas do Ministério do Trabalho e Emprego MTE, obtidas pela Relação Anual de Informações Sociais

Leia mais

Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%)

Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) ACARI 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 11/4/1835 - Distância da capital: 21 km - Área: 69 Km 2 - Localização Mesorregião: Central Potiguar Microrregião: Seridó Oriental - População: 1.911 habitantes

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL RA Central 4 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São

Leia mais

DEPECON Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos. Cenário Econômico e Desempenho Mensal da Indústria

DEPECON Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos. Cenário Econômico e Desempenho Mensal da Indústria DEPECON Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Cenário Econômico e Desempenho Mensal da Indústria Julho de 2017 Este relatório visa a fornecer informações econômicas sobre a Indústria de Transformação

Leia mais

Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indústria Janeiro/2014

Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indústria Janeiro/2014 EMPREGO INDUSTRIAL Janeiro de 2014 Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO APRESENTOU O MELHOR DESEMPENHO

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 3º Trimestre/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 3º Trimestre/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 3º Trimestre/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

MS Produtos Vida. MS Vida Corporate MS Vida Capital Global MS Vida PME MS Acidentes Pessoais

MS Produtos Vida. MS Vida Corporate MS Vida Capital Global MS Vida PME MS Acidentes Pessoais PRODUTOS VIDA MS Produtos Vida MS Vida Corporate MS Vida Capital Global MS Vida PME MS Acidentes Pessoais MS Vida Corporate Seguro de Vida em Grupo Grupos a partir de 501 vidas Idade para adesão entre

Leia mais

ano XVI, n 6, junho de 2012

ano XVI, n 6, junho de 2012 ,, junho de 2012 EM FOCO O índice de preços das exportações apresentou alta de 0,3% em maio na comparação com abril, causada pela evolução positiva em produtos básicos e manufaturados (0,4%). Contudo,

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Fevereiro/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Fevereiro/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação Trimestre terminado em Fevereiro/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Agosto/2016

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Agosto/2016 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação Trimestre terminado em Agosto/2016 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção

Leia mais

Setor de Serviços tem o melhor desempenho na RARP

Setor de Serviços tem o melhor desempenho na RARP Brasil e estado de São Paulo criam vagas pelo quarto mês consecutivo em Julho de 2017 Os dados de Julho de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam destruição líquida de vagas

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Registro 3 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 3º Trimestre/2016

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 3º Trimestre/2016 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 3º Trimestre/2016 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

RARP e municípios analisados destroem vagas em Junho de 2017

RARP e municípios analisados destroem vagas em Junho de 2017 Agropecuária é o único setor que contrata no Brasil, estado de São Paulo e RARP Os dados de Junho de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de vagas em âmbito

Leia mais

BARRO VERMELHO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL BARRO VERMELHO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS

BARRO VERMELHO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL BARRO VERMELHO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL BARRO VERMELHO Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS NATAL/RN SETEMBRO/2010 1 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte SEBRAE/RN

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS INDICADORES INDUSTRIAIS Junho de 2017 Indústria volta a recuar em junho Após dois meses de ampliação, os indicadores industriais voltam a mostrar recuos no mês de junho, tanto no comparativo com o mês

Leia mais

Participação de importados na economia brasileira segue em crescimento

Participação de importados na economia brasileira segue em crescimento COEFICIENTES DE ABERTURA COMERCIAL Informativo da Confederação Nacional da Indústria Ano 2 Número 4 outubro/dezembro de 2012 www.cni.org.br Participação de importados na economia brasileira segue em crescimento

Leia mais

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Informação e Análise do Mercado de Trabalho Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 07/2012 1 23/07/2012 SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Os dados

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 1º Trimestre/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 1º Trimestre/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 1º Trimestre/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Maio/2017

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Maio/2017 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação Trimestre terminado em Maio/2017 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção

Leia mais

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Dezembro -2015

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Dezembro -2015 Análise Emprego Formal Macaé AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Dezembro -2015 Movimentação de pessoal - Macaé De acordo com os dados do CAGED em dezembro de 2015, foram admitidos

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Outubro/2016

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. Trimestre terminado em Outubro/2016 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação Trimestre terminado em Outubro/2016 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção

Leia mais

CAPIM MACIO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL CAPIM MACIO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS

CAPIM MACIO PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL CAPIM MACIO. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS PERFIL DOS BAIRROS DE NATAL CAPIM MACIO Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS NATAL/RN SETEMBRO/2010 1 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte SEBRAE/RN Serviço

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO MAIO DE 2013 A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO.

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO MAIO DE 2013 A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO. EMPREGO INDUSTRIAL MAIO DE 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO. FORAM GERADAS 31.531 VAGAS ENTE JANEIRO E MAIO, correspondendo a um acréscimo

Leia mais

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DE JUIZ DE FORA

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DE JUIZ DE FORA ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO DE JUIZ DE FORA Equipe: Prof. Dr. Lourival Batista de Oliveira Junior (Coordenador) Prof. Dr. Ricardo da Silva Freguglia (Pesquisador) MSc. Igor Vieira Procópio (Pesquisador)

Leia mais

Índice de Confiança da Indústria estabiliza e reforça incertezas. Indústria e Comércio voltam a apresentar demissões em nível nacional

Índice de Confiança da Indústria estabiliza e reforça incertezas. Indústria e Comércio voltam a apresentar demissões em nível nacional Índice de Confiança da Indústria estabiliza e reforça incertezas Os dados de maio de 2018 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam criação líquida de vagas em âmbito nacional, no

Leia mais

ano XVII, n 10, outubro de 2013

ano XVII, n 10, outubro de 2013 ano XVII, n 10, outubro de 2013 EM FOCO O índice de preços das exportações registrou alta de 2,3% em setembro na comparação com o mês de agosto. A elevação dos preços mostra-se discreta, mas generalizada,

Leia mais

ALECRIM ALECRIM. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS

ALECRIM ALECRIM. Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS ALECRIM Trabalho realizado por: SEBRAE/RN ESTUDOS E PESQUISAS NATAL/RN SETEMBRO/2010 1 Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte SEBRAE/RN Serviço de Apoio às Micro e Pequenas

Leia mais

Na comparação com o mesmo mês, foi o menor saldo de empregos da indústria de transformação para fevereiro desde 2010.

Na comparação com o mesmo mês, foi o menor saldo de empregos da indústria de transformação para fevereiro desde 2010. Sumário Executivo FEV/2016 No mês de fevereiro de 2016, o saldo de empregos em Santa Catarina aumentou em relação a janeiro (4.793 postos e variação de 0,2%). A indústria de transformação também teve desempenho

Leia mais

Vale do Aço. Fevereiro/2016

Vale do Aço. Fevereiro/2016 Fevereiro/2016 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Sul-Sudoeste

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Sul-Sudoeste Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Sul-Sudoeste Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor

Leia mais

ano XVII, n 7, julho de 2013

ano XVII, n 7, julho de 2013 ano XVII, n 7, julho de 2013 EM FOCO O índice de preços das exportações teve redução de 2,4% em junho frente a maio, resultado das quedas observadas em todas as classes de produtos: básicos (-2,9%), manufaturados

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul 2018 1) Maio 2018: Fechamento de 140 postos de trabalho na indústria estadual. Resultado de 4.828 contratações e 4.968 demissões; Maiores

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013

EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013 EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013 Emprego industrial 28 de Janeiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO - no acumulado do ano, foi

Leia mais

Criação de empregos - Brasil. Acumulado

Criação de empregos - Brasil. Acumulado De acordo com os dados do CAGED, a criação emprego no país em fevereiro 2014 totalizou 260.823 novas vagas, um aumento bastante significativo frente às 123.446 criadas no mesmo mês 2013. Esse aumento se

Leia mais

Incertezas prejudicam o mercado de trabalho

Incertezas prejudicam o mercado de trabalho Incertezas prejudicam o mercado de trabalho Os dados de Maio de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam cenário de criação líquida de vagas em nível nacional, estadual e regional.

Leia mais

ano XIX n 3 Março de 2015

ano XIX n 3 Março de 2015 ano XIX n 3 EM FOCO O Índice de preços das exportações totais apresentou acentuada queda de 17,6% em fevereiro, na comparação com fevereiro de 2014, em função das variações negativas registradas em todas

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS DEZEMBRO/2018

INDICADORES INDUSTRIAIS DEZEMBRO/2018 INDICADORES INDUSTRIAIS DEZEMBRO/2018 Faturamento da indústria de SC fecha em alta em 2018, O indicador de vendas industriais recuou 3,74% na passagem de novembro para dezembro, considerando a série com

Leia mais

Ano VII, n 77, setembro de 2017

Ano VII, n 77, setembro de 2017 ,, setembro de 2017 EM FOCO No acumulado do ano até agosto, o índice de rentabilidade das exportações brasileiras registrou decréscimo de 2,1% na comparação com igual período do ano anterior. O desempenho

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul Outubro registrou o oitavo mês consecutivo com redução de postos de trabalho na Indústria sul-matogrossense. No mês, o saldo negativo

Leia mais

Emprego industrial começa o ano de 2013 positivo nas médias e grandes indústrias de Santa Catarina

Emprego industrial começa o ano de 2013 positivo nas médias e grandes indústrias de Santa Catarina Santa Catarina Janeiro de 2013 Emprego industrial começa o ano de 2013 positivo nas médias e grandes indústrias de Santa Catarina Segundo estudo realizado pela Unidade de Política Econômica e Industrial

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO FEVEREIRO DE Eego industrial FEVEREIRO DE 2013

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO FEVEREIRO DE Eego industrial FEVEREIRO DE 2013 EMPREGO INDUSTRIAL FEVEREIRO DE 2013 FEVEREIRO DE 2013 Eego industrial SUMÁRIO EXECUTIVO O número de assalariados com carteira assinada da indústria de transformação catarinense cresceu 1,50% em fevereiro

Leia mais

TABELA 1 Evolução do número de empregos, por grupo Brasil a 2013 (em milhões de vínculos) Contratos de trabalho no ano

TABELA 1 Evolução do número de empregos, por grupo Brasil a 2013 (em milhões de vínculos) Contratos de trabalho no ano Introdução O mercado de trabalho formal brasileiro que reúne contratos de trabalho celetista com carteira de trabalho assinada, como define a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - e estatutário relativo

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS

INDICADORES INDUSTRIAIS A indústria se amplia em fevereiro, mas é menor que em 2016 Em fevereiro, a Pesquisa de Indicadores Industriais mostra a retomada do crescimento da indústria, após ter-se observado uma queda acentuada

Leia mais

Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) Empresário Individual (Antiga Firma Individual) 36 7,61. Fundação - - Setor Público 3 0,63

Forma de Funcionamento Número de negócios Percentual (%) Empresário Individual (Antiga Firma Individual) 36 7,61. Fundação - - Setor Público 3 0,63 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 03/05/1758 - Distância da capital: 31 km - Área: 294 Km 2 - Localização Mesorregião: Leste Potiguar Microrregião: Macaíba - População: 36.990 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Sudeste

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Sudeste Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Sudeste Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor

Leia mais

A PRODUÇÃO INDUSTRIAL CATARINENSE ABRIL/2016

A PRODUÇÃO INDUSTRIAL CATARINENSE ABRIL/2016 ABR/2016 A PRODUÇÃO INDUSTRIAL CATARINENSE ABRIL/2016 A indústria catarinense volta a registrar queda em sua produção industrial, -2,2% em relação ao mês de março de 2016. No ano, registra uma retração

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL São José do Rio Preto 4 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 2º Trimestre/2016

Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação. 2º Trimestre/2016 Coeficientes de Exportação e Importação da Indústria de Transformação 2º Trimestre/2016 Os Coeficientes de Exportação e de Importação tem como objetivo analisar de forma integrada a produção industrial

Leia mais

Santa Catarina gera novos empregos formais em setembro

Santa Catarina gera novos empregos formais em setembro 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 SINE/SC - SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO Informativo Caged nº 10/2011 18/10/2011 Santa Catarina gera 10.297 novos empregos formais

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - ABRIL/2015

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - ABRIL/2015 Saldo (Admissão - Desligamentos) Saldo (Admissão - Desligamentos) GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - ABRIL/215 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho volta a Demitir O Ministério do Trabalho

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul O emprego formal na Indústria sul-mato-grossense encerrou mais um mês com redução liquida de postos de trabalho. Em abril, o conjunto

Leia mais

Brasil - Criação de emprego acumulado Jan-Out (CAGED)

Brasil - Criação de emprego acumulado Jan-Out (CAGED) Ano I Nov/ O boletim sse mês staca principalmente o resultado acumulado no ano, ou seja, a criação empregos janeiro a outubro comparando os anos a, com base nos dados do Cadastro Geral Empregados e Desempregados

Leia mais

Regiões apresentam redução no volume de demissões em Outubro de 2016

Regiões apresentam redução no volume de demissões em Outubro de 2016 Regiões apresentam redução no volume de demissões em Outubro de 2016 Os dados de Outubro de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) continuam indicando um mercado de trabalho fragilizado.

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS SETEMBRO/2018. Indústria cresce em faturamento, utilização da, capacidade instalada e horas trabalhadas.

INDICADORES INDUSTRIAIS SETEMBRO/2018. Indústria cresce em faturamento, utilização da, capacidade instalada e horas trabalhadas. INDICADORES INDUSTRIAIS SETEMBRO/2018 Indústria cresce em faturamento, utilização da, capacidade instalada e horas trabalhadas Apesar da queda no mês, indicador de vendas industriais apresentam aumento

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL NOVEMBRO DE Novembro de www.fiergs.org.br Após quatro meses de alta, atividade volta a cair Após quatro meses de crescimento, o conjunto dos Indicadores Industriais

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul 2017 1) Outubro 2017: Fechamento de 584 postos de trabalho na indústria estadual. Resultado de 4.158 contratações e 4.742 demissões; Maiores

Leia mais