Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS"

Transcrição

1 Panorama Econômico do Rio Grande do Sul 2008 Unidade de Estudos Econômicos

2 COMPOSIÇÃO DO PIB PIB DO RIO GRANDE DO SUL 62% 9% 29% Estamos mais sujeitos a refletir crises agrícolas que a média da economia brasileira Agropecuária Indústria Serviços Características da Indústria Gaúcha: Forte ligação com a Agropecuária Voltada para o Mercado Externo Diversificada, porém com destaque significativo a alguns setores PIB DO BRASIL 65% 6% 29% Fonte: FEE Dados de 2007 Agropecuária Indústria Serviços

3 PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS NO PIB BRASILEIRO 4,0% 4,2% 5,9% 24,8% 6,7% 9,0% 33,9% 11,5% São Paulo Rio de Janeiro Minas Gerais Rio Grande do Sul Paraná Bahia Santa Catarina Outros Comparando os dados da FEE e do IBGE, em 2007, a participação do Estado do Rio Grande do Sul no PIB do Brasil é de 6,85%. Estados Participação (%) São Paulo 33,9 Rio de Janeiro 11,5 Minas Gerais 9,0 Rio Grande do Sul 6,7 Paraná 5,9 Bahia 4,2 Santa Catarina 4,0 Distrito Federal 3,7 Goiás 2,4 Pernambuco 2,3 Espírito Santo 2,2 Ceará 1,9 Pará 1,8 Mato Grosso 1,7 Amazonas 1,6 Maranhão 1,2 Mato Grosso do Sul 1,0 Rio Grande do Norte 0,8 Paraíba 0,8 Alagoas 0,7 Sergipe 0,6 Rondônia 0,6 Piauí 0,5 Tocantins 0,4 Acre 0,2 Amapá 0,2 Roraima 0,1

4 PARTICIPAÇÃO DAS MESORREGIÕES NO PIB GAÚCHO Centro Ocidental 3,2% Noroeste 14,0% Nordeste 12,3% Centro Oriental 7,5% Sudoeste 4,5% Metropolitana 52,7% Sudeste 5,8%

5 PIB PER CAPITA DE ACORDO COM AS MESORREGIÕES Centro Ocidental R$ 8 mil Noroeste R$ 10 mil Nordeste R$ 18 mil Centro Oriental R$ 14 mil Sudoeste R$ 8 mil Metropolitana R$ 16 mil Sudeste R$ 9 mil

6 PARTICIPAÇÃO DAS MESORREGIÕES NO VAB SETORIAL Centro-Ocidental Noroeste Centro-Oriental Nordeste Agropecuária Indústria Serviços Centro-Ocidental 6% 2% 4% Centro-Oriental 13% 9% 6% Metropolitana 14% 54% 54% Nordeste 13% 16% 10% Noroeste 30% 11% 15% Sudeste 10% 5% 6% Sudoeste 13% 3% 5% Sudoeste Metropolitana Sudeste O Valor Adicionado Bruto (VAB) do setor agropecuário gaúcho é constituído principalmente na Região Noroeste do Estado, enquanto os setores industrial e de serviços têm a maioria de seu VAB constituída na Região Metropolitana.

7 TAXAS DE CRESCIMENTO DO PIB DO RS E DO BRASIL 2003 A 2007 Rio Grande do Sul Brasil 7,0% 5,7% 5,2% 1,7% 3,4% 3,2% 3,8% 2,7% 1,1% ,8% Em 2007, o crescimento do PIB gaúcho superou o resultado nacional, fato que já havia ocorrido em Contudo, entre 2004 e 2006 a taxa de crescimento do PIB do Rio Grande do Sul foi fortemente influenciada pela crise agrícola e a valorização da taxa de câmbio. Fonte: FEE Dados de acordo com a nova metodologia do IBGE

8 PIB DOS MUNICÍPIOS GAÚCHOS Cidade Valor do PIB Participação no PIB per (em RS mil) PIB do RS (%) capita 1º Porto Alegre , º Canoas , º Caxias do Sul , º Triunfo , º Novo Hamburgo , º Gravataí , º Santa Cruz do Sul , º Pelotas , º Rio Grande , º Passo Fundo , Porto Alegre é a cidade que possui o maior PIB do Estado, tendo uma participação de 19,38% no total do Rio Grande do Sul. Já o maior PIB per capita é encontrado no município de Triunfo, devido principalmente à presença do Pólo Petroquímico.

9 O PIB GAÚCHO EM PIB (em R$ bilhões) 175,2 PIB per capita (em R$) ,55 Crescimento (%) Agropecuária 19,2 Indústria 7,2 Indústria de transformação 7,9 Indústria extrativa mineral - Produção e distribuição de eletricidade e gás,água, esgoto e limpeza urbana 4,2 Construção civil 5,7 Serviços 5,2 Comércio 7,5 Transportes e armazenagem 5,2 Administração pública 1,9 Demais serviços 5,8 PIB 7,0 PIB per capita 5,9 Em 2007, o PIB gaúcho foi de R$ 175, 2 bilhões, com um crescimento do 7% em relação a Já o PIB per capita foi de R$ ,55, que representa um crescimento de 5,9% em relação ao ano anterior. O setor agropecuário foi o que apresentou maior crescimento do Valor Adicionado Bruto em relação a 2006, principalmente devido a recuperação da baixa produção do ano anterior. Fonte: FEE Dados de 2007

10 ESTRUTURA DO PIB GAÚCHO Setores Agropecuária 10,0 12,8 10,6 7,1 8,5 Agricultura, silvicultura e exploração florestal 7,2 9,8 7,7 4,1 - Pecuária e pesca 2,9 3,0 2,9 3,0 - Indústria 28,0 28,1 31,5 30,3 29,1 Indústria extrativa mineral 0,2 0,2 0,3 0,3 - Indústria de transformação 21,6 22,2 24,5 22,9 21,6 Construção Civil 3,8 3,5 4,2 4,6 4,7 Produção e distribuição de eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana 2,4 2,2 2,5 2,5 2,5 Serviços 62,0 59,0 57,9 62,7 62,4 Comércio e serviços de manutenção e reparação 12,9 13,4 13,3 13,4 12,9 Serviços de alojamento e alimentação 1,6 1,3 1,4 1,4 - Transportes, armazenagem e correio 5,6 4,8 4,9 5,7 5,8 Serviços de informação 2,7 2,4 2,9 2,9 - Intermediação financeira, seguros e previdência completamentar 6,9 5,6 5,0 6,4 - Serviços prestados às famílias e associativos 2,5 2,4 2,2 2,6 - Serviços prestados às empresas 2,8 3,4 3,0 3,6 - Atividades imobiliárias e aluguel 9,3 8,6 8,2 8,8 - Administração, saúde e educação públicas 12,6 12,9 12,5 13,3 13,5 Saúde e educação mercantis 4,0 3,3 3,5 3,4 - Serviços domésticos 1,0 1,0 1,0 1,1 - Demais Serviços ,3 Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0

11 Av. Assis Brasil, Porto Alegre- RS Fone: (51) Fax:(51)

Econômico Contabilidade Nacional

Econômico Contabilidade Nacional Tabela 3.7.1 - Produto Interno Bruto a preço de mercado corrente (milhões de R$), do e Estados da região Norte - 2008-2011 Acre Roraima 3.032.205 3.239.404 3.770.085 4.143.013 154.251 163.207 201.511 230.011

Leia mais

Produto Interno Bruto

Produto Interno Bruto Produto Interno Bruto 2000 2001 2002 2003 * * Participação do RS no PIB do BR Participação (%) São Paulo 32,2 Rio de Janeiro 11,6 Minas Gerais 8,9 Rio Grande do Sul 6,2 Paraná 6,0 Santa Catarina 4,2 Bahia

Leia mais

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 REGIÃO NORTE 5.951.408 87,35 861.892 12,65 6.813.300 RONDÔNIA 760.521 88,11 102.631 11,89 863.152 ACRE 298.081 85,86 49.094

Leia mais

Acre Previsão por Coeficiente no Estado

Acre Previsão por Coeficiente no Estado Acre 0,6 121.073,55 262.729,59 0,8 161.431,39 350.306,12 1,0 201.789,24 437.882,66 1,2 242.147,09 525.459,19 1,4 - - 1,6 322.862,79 700.612,25 1,8 363.220,64 788.188,78 2,0 - - 2,2 - - 2,4 - - 2,6 524.652,03

Leia mais

Ceará: Resultados do PIB Trimestral 3 0 Trimestre/2007

Ceará: Resultados do PIB Trimestral 3 0 Trimestre/2007 Ceará: Resultados do PIB Trimestral 2003-2007 eloisa@ipece.ce.gov.br rogerio.soares@ipece.ce.gov.br Fortaleza 2009 CEARÁ: COMPOSIÇÃO Ceará: DO Resultados PRODUTO INTERNO do PIB BRUTO Trimestral A PREÇOS

Leia mais

9, R$ , , R$ ,

9, R$ , , R$ , Rondônia 2005 R$ 601.575,17 2005 10.154 2004 1.027.983 2004 108.139 2004 10,52 2006 R$ 609.834,21 2006 10.757 2005 1.025.249 2005 101.539 2005 9,90 2007 R$ 1.229.490,00 2007 9.100 2006 1.047.004 2006 111.068

Leia mais

PIB 2012 Estado do Tocantins

PIB 2012 Estado do Tocantins PIB 2012 Estado do Tocantins Parceiros: GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SANDOVAL LÔBO CARDOSO Governador do Estado TOM LYRA Vice-governador do Estado JOAQUIM CARLOS PARENTE JUNIOR Secretário JOAQUÍN EDUARDO

Leia mais

Contabilizando para o Cidadão

Contabilizando para o Cidadão Gasto Médio por Deputado Estadual - Assembleias Legistativas Estaduais - Ano 2017 R$17,5 R$16,9 R$15,9 Gasto Médio Anual por Deputado Estadual (em Milhões de R$) Média Nacional - Gasto Anual por Deputado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 609, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 609, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014 RESOLUÇÃO Nº 609, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014 Ementa: Aprova o Orçamento Programa do Exercício de 2015 dos Conselhos Federal e Regionais de Farmácia. O CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA, no uso das atribuições

Leia mais

Ranking de salário dos Tribunais de Justiça nos Estados e DF - Junho 2018 SS JUSTIÇA MG

Ranking de salário dos Tribunais de Justiça nos Estados e DF - Junho 2018 SS JUSTIÇA MG Ranking de salário dos Tribunais de Justiça nos Estados e DF - Junho 2018 SS JUSTIÇA MG SS Justiça MG Junho 2018 Tabela 1 Tribunais de Justiça Estaduais posicionados conforme Vencimento Básico Vencimentos

Leia mais

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas

Contabilizando para o Cidadão Entendendo as Finanças Públicas - ano 2015 Pernambuco 5,20% Ceará 5,44% Maranhão 5,14% Pará 4,89% Paraná 4,43% Rio Grande do Sul 4,37% Santa Catarina 2,54% Rio Grande do Norte 2,48% Espírito Santo 2,14% Amazonas 2,06% Sergipe 1,87% Alagoas

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO AMAPÁ

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO AMAPÁ SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO AMAPÁ

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2011

Contas Regionais do Brasil 2011 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2011 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 22/11/2013 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

Contabilizando para o Cidadão

Contabilizando para o Cidadão 14,6% 14,5% 14,0% 14,0% 13,2% 13,1% 12,1% Contabilizando para o Cidadão Nº de Famílias Beneficiadas pelo Bolsa Família em Relação ao Total de Famílias do Estado - Ano 2017 50,00% 48,6% Nº de Famílias Beneficiadas

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS GERAIS Rio Grande do Sul TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE MINAS

Leia mais

Av. Gentil Bittencourt, 1868 São Brás (esquina com a Tv. Nove de Janeiro) CEP: Belém - Pará - Brasil Fone: 55 XX

Av. Gentil Bittencourt, 1868 São Brás (esquina com a Tv. Nove de Janeiro) CEP: Belém - Pará - Brasil Fone: 55 XX 1 EXPEDIENTE Publicação Oficial: 2017 Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas Fapespa. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 903.386 10,63% 56,24% População

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2012

Contas Regionais do Brasil 2012 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2012 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio de Janeiro, 14/11/2014 Contas Regionais do Brasil Projeto

Leia mais

PIB PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DE RONDÔNIA 2014

PIB PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DE RONDÔNIA 2014 PIB PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DE RONDÔNIA 2014 A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão SEPOG/RO, através da Gerência do Observatório em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia

Leia mais

O Comércio de Serviços do Brasil

O Comércio de Serviços do Brasil Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio e Serviços IV Seminário Estadual de Negócios Internacionais do Paraná O Comércio de Serviços do Brasil Curitiba, 17 de

Leia mais

DEFINIÇÃO DO NÚMERO DE ATERROS REGIONAIS BRASIL. Obras

DEFINIÇÃO DO NÚMERO DE ATERROS REGIONAIS BRASIL. Obras DEFINIÇÃO DO NÚMERO DE REGIONAIS BRASIL Aplicada a metodologia descrita nos itens. a. para todos os Estados dos Brasil e para o Distrito Federal, se obteve os números totais de aterros regionais para cada

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS

CARACTERÍSTICAS GERAIS SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADO DE TRABALHO NO ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS Área total (em mil/km²)

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Mercado de Trabalho Brasileiro 3º trimestre de 2017

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua Mercado de Trabalho Brasileiro 3º trimestre de 2017 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua PNAD Contínua 2012-2017 Mercado de Trabalho Brasileiro 3º trimestre de 2017 Rio de Janeiro, 17 de novembro de 2017 Força de Trabalho no Brasil Pesquisa

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro em 2013 FEVEREIRO DE 2014 RESUMO O país criou 730.687 novos postos de trabalho em 2013, desempenho este 16% menor do que o apresentado em 2012. No

Leia mais

Estatísticas do Cadastro Central de Empresas Gerência do Cadastro Central de Empresas

Estatísticas do Cadastro Central de Empresas Gerência do Cadastro Central de Empresas Estatísticas do Cadastro Central de Empresas 2011 Gerência do Cadastro Central de Empresas Data 24/05/2013 Cadastro Central de Empresas - CEMPRE COMPOSIÇÃO Empresas e outras organizações e suas unidades

Leia mais

NÍVEL DE EMPREGO FORMAL CELETISTA Outubro 2017 CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED

NÍVEL DE EMPREGO FORMAL CELETISTA Outubro 2017 CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED NÍVEL DE EMPREGO FORMAL CELETISTA Outubro 2017 CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED BRASIL SALDO DO EMPREGO FORMAL - SEM AJUSTES - PERÍODO DE OUTUBRO DE 2016 A OUTUBRO 2017 2 BRASIL SALDO

Leia mais

Produção Brasileira de Melão por Estado 2007 Estados Área (ha) Volume (Ton) Valor (Mil R$) Rio Grande do Norte Ceará 6.

Produção Brasileira de Melão por Estado 2007 Estados Área (ha) Volume (Ton) Valor (Mil R$) Rio Grande do Norte Ceará 6. Produção Brasileira de Abacaxi por Estado 2007 Pará 15.462 701.948 125.596 Paraíba 11.600 625.527 150.054 Minas Gerais 7.593 596.668 127.597 Bahia 6.430 282.634 63.185 São Paulo 3.620 271.380 76.161 Rio

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO PIAUÍ

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO PIAUÍ SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO PIAUÍ

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO ALAGOAS

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO ALAGOAS SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO ALAGOAS

Leia mais

CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016

CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 CENSO BRASILEIRO DE SHOPPING CENTERS 2015/2016 V2 1 1. SETOR 2 UNIVERSO DISTRIBUIÇÃO MACRO REGIÕES SHOPPINGS EM OPERAÇÃO - UNIDADES 26 NORTE 80 NORDESTE 50 CENTRO OESTE 292 SUDESTE 520 +3,5% 538 SHOPPINGS

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA HORISTA % GRUPO A

ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA HORISTA % GRUPO A ACRE B1 Repouso Semanal Remunerado 18,06 0,00 18,06 0,00 B2 Feriados 4,77 0,00 4,77 0,00 B3 Auxílio - Enfermidade 0,91 0,69 0,91 0,69 B4 13º Salário 10,97 8,33 10,97 8,33 B7 Dias de Chuvas 1,68 0,00 1,68

Leia mais

outro, o aperto monetário e a redução da confiança dos empresários impediram avanços mais significativos da economia.

outro, o aperto monetário e a redução da confiança dos empresários impediram avanços mais significativos da economia. O Produto Interno Bruto goianoo alcançou em 2013 a cifra de R$ 151,010 bilhões. Este é o número oficial consolidado, calculado através de nova metodologia que o IBGE, em parceria com as instituições estaduais

Leia mais

Piores trechos por Unidade Federativa por número de mortos

Piores trechos por Unidade Federativa por número de mortos Piores trechos por Unidade Federativa por número de mortos - 2016 Data: 24/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Piores trechos por Estado número de mortos 2016 Estado

Leia mais

Atualização do custo total dos acidentes de trânsito no Brasil Histórico da Revisão

Atualização do custo total dos acidentes de trânsito no Brasil Histórico da Revisão Atualização do custo total dos acidentes de trânsito no Brasil Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor Atualização do custo total dos acidentes de trânsito no Brasil O presente documento tem por

Leia mais

ção: Motivaçõ ções e Metas

ção: Motivaçõ ções e Metas Equidade e Eficiência Educaçã ção: Motivaçõ ções e Metas RANKINGS REGIONAIS MOTIVOS DE EVASÃO Ranking Motivo de Evasão: TRABALHO (Demanda1) TOTAL BRASIL 1,43 0 a 17 anos 1 Minas Gerais 2,27 2 Pernambuco

Leia mais

ontas acionais número 28 b

ontas acionais número 28 b C n ontas acionais número 28 c ontas do r b egionais rasil 2 0 0 3-2 0 0 7 Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva INSTITUTO

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO AMAZONAS

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO AMAZONAS SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO AMAZONAS

Leia mais

Boletim da Aprendizagem Profissional JAN a SET 2017

Boletim da Aprendizagem Profissional JAN a SET 2017 Boletim da Aprendizagem Profissional JAN a SET 2017 A Aprendizagem Profissional, instituída pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), é um instituto destinado à formação técnico profissional de adolescentes

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO CEARÁ

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO CEARÁ SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO CEARÁ Área total (Km²) 148.825,60

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO UFAL SiSU GERAL (5.168 vagas ofertadas)

PROCESSO SELETIVO UFAL SiSU GERAL (5.168 vagas ofertadas) PROCESSO SELETIVO UFAL 2014 - SiSU 2014.1 - GERAL (5.168 vagas ofertadas) ALAGOAS AL 2.918 56,46% BAHIA BA 306 5,92% SERGIPE SE 96 1,86% PERNAMBUCO PE 627 12,13% PARAÍBA PB 24 0,46% RIO GRANDE DO NORTE

Leia mais

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DA RECEITA DO SETOR DE SERVIÇOS (ABRIL )

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DA RECEITA DO SETOR DE SERVIÇOS (ABRIL ) ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DA RECEITA DO SETOR DE SERVIÇOS (ABRIL - 2015) BRASIL: Receita de Serviços Apresenta Variação Positiva Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS 1 ) divulgada pelo Instituto Brasileiro

Leia mais

Produto Interno Bruto (PIB) Espírito Santo 2013

Produto Interno Bruto (PIB) Espírito Santo 2013 GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO SEP INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES IJSN Vitória, novembro 2015 Sumário Executivo O do Espírito Santo apresentou estabilidade

Leia mais

FNPETI FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL. Cenário do Trabalho Infantil Dados PNAD 2014

FNPETI FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL. Cenário do Trabalho Infantil Dados PNAD 2014 Cenário do Trabalho Infantil Dados PNAD 2014 Fonte: IBGE/Pnad. Elaboração própria. Nota: a PNAD até o ano de 2003 não abrangia a área rural da região Norte (exceto o Tocantins). Nos anos de 1994, 2000

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO MATO

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidenta da República Dilma Rousseff Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão Miriam Belchior INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidenta Wasmália Bivar Diretor-Executivo Fernando

Leia mais

Observatório da Indústria Mato-Grossense

Observatório da Indústria Mato-Grossense CAGED 2018: Análise do fluxo de empregos em Mato Grosso O estoque de empregos do setor industrial de Mato Grosso (148.488 funcionários com carteira assinada) representou 22% do total do estado (683.772

Leia mais

PROJEÇÕES POPULACIONAIS PARA O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL:

PROJEÇÕES POPULACIONAIS PARA O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL: PROJEÇÕES POPULACIONAIS PARA O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL: 2015-2050 Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Indicadores Sociais e Ambientais Porto Alegre, 08 de Novembro de 2012 - Evoluções Populacionais

Leia mais

Distribuição de estabelecimentos industriais

Distribuição de estabelecimentos industriais Indústria Distribuição de estabelecimentos industriais Estabelecimentos por UF Extrativa Transformação Construção Civil SIUP Total Part.% São Paulo 948 84.854 44.163 3.217 133.182 26,0 Minas Gerais 1.756

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Jan-Nov Brasil. 19/12/2014 Subseção DIEESE - Força Sindical

INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Jan-Nov Brasil. 19/12/2014 Subseção DIEESE - Força Sindical INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Jan-Nov 2014 - Brasil 19/12/2014 Subseção DIEESE - Força Sindical Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério

Leia mais

01) CFM CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO CFM n 2.134/15

01) CFM CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO CFM n 2.134/15 01) CFM RESOLUÇÃO CFM n 2.134/15 Aprova previsão orçamentária do Conselho Federal de Medicina e dos Conselhos Regionais de Medicina para o exercício de 2016. O, no uso das atribuições conferidas pela Lei

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Jan-Dez Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 26/01/18

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Jan-Dez Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 26/01/18 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Jan-Dez 2017 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 26/01/18 Brasil: Número de Empregos Formais, Variação Absoluta e Relativa (1990/2016) Ano Nº

Leia mais

PRODUTO INTERNO BRUTO

PRODUTO INTERNO BRUTO Ano I Edição I Novembro/2015 PRODUTO INTERNO BRUTO 2013 Contas Regionais Cuiabá-MT 2015 SI - Secretaria Adj. de Informações Socioeconômicas, Geog. e de Indicadores SEGE Superintendência de Estudos Socioeconômicos

Leia mais

PIB BAIANO TOTALIZOU R$ 159,9 BILHÕES EM 2011

PIB BAIANO TOTALIZOU R$ 159,9 BILHÕES EM 2011 PIB BAIANO TOTALIZOU R$ 159,9 BILHÕES EM 2011 INTRODUÇÃO A SEI divulga, em parceria com o IBGE e demais institutos de pesquisas e estatísticas do país, os dados relativos ao PIB do ano de 2011. Mais uma

Leia mais

RESULTADOS DAS PESQUISAS PIM-PF E PMC DO IBGE 1

RESULTADOS DAS PESQUISAS PIM-PF E PMC DO IBGE 1 RESULTADOS DAS PESQUISAS PIM-PF E PMC DO IBGE 1 Produção Industrial Mensal Produção Física: Março de 2012 Os indicadores da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física PIM-PF, referentes ao mês de março

Leia mais

ANUÁRIO DO TRABALHO. e 2 O O 7

ANUÁRIO DO TRABALHO. e 2 O O 7 ANUÁRIO DO TRABALHO namicro e Pequena Empresa 2 O O 7 SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Adelmir Santana Diretor-Presidente Paulo

Leia mais

MAPA DO FIM DA FOME. Metas Metas Sociais Contra Miséria no Município Brasiliense MAPA DO FIM DA FOME: Julho CPS Centro de Políticas Sociais

MAPA DO FIM DA FOME. Metas Metas Sociais Contra Miséria no Município Brasiliense MAPA DO FIM DA FOME: Julho CPS Centro de Políticas Sociais CPS Centro de Políticas Sociais MAPA DO FIM DA FOME MAPA DO FIM DA FOME: Metas Metas Sociais Contra Miséria no no Município Município Brasiliense Distrito Federal - PME 2000 Julho 2001 M UN ICIPIO D E

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DA PARAÍBA

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DA PARAÍBA SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos - Março de Inadimplência com cheques atinge 2,32% em março, aponta Serasa Experian

Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos - Março de Inadimplência com cheques atinge 2,32% em março, aponta Serasa Experian Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos - Março de 2015 Inadimplência com cheques atinge 2,32% em março, aponta Serasa Experian É o 4º pior março de toda a série histórica, iniciada em 1991 São

Leia mais

TRIBUTÁRIO. Webinar Certidões Negativas de Débito 09/2018

TRIBUTÁRIO. Webinar Certidões Negativas de Débito 09/2018 TRIBUTÁRIO Magazine Luiza Webinar Certidões Negativas de Débito 09/2018 SUMÁRIO 1. QUAIS AS CERTIDÕES EXIGIDAS 2. CND FEDERAL 3. CND TRABALHISTA 4. CND ESTADUAL 5. O QUE ACONTECE SE NÃO APRESENTAR AS CERTIDÕES?

Leia mais

Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social

Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social 2º Semestre/2011 1 Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social Informações Trabalhistas e Previdenciárias de acordo

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.064/2013

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.064/2013 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.064/2013 (Publicada no D.O.U. de 09 de janeiro de 2014, Seção I, p. 66) Aprova a previsão orçamentária do Conselho Federal de Medicina e dos Conselhos Regionais de Medicina para o exercício

Leia mais

TÊNIS DE MESA Nº 04 13/09/2017

TÊNIS DE MESA Nº 04 13/09/2017 TÊNIS DE MESA Nº 04 13/09/2017 Relatório de Resultados TÊNIS DE MESA - EQUIPES - Feminino 13/09/2017 HORA JOGO FASE UF RESULTADO UF PARCIAIS CAT 09:00 J1 ELIM GOIAIS 1 X 3 MATO GROSSO 0-2\2-1\0-2\0-2 F

Leia mais

Cursos de Dança no Brasil. Dulce Aquino

Cursos de Dança no Brasil. Dulce Aquino Cursos de Dança no Brasil Dulce Aquino Cursos de Dança no Brasil Instituições Federais Instituições Estaduais 3 cursos 9 cursos Total 3 Total de Cursos de Dança nas IES - 3 3 11 Norte - 3 Nordeste - 11

Leia mais

Maio/ BRASIL. Análise do emprego. Brasil Maio/2013

Maio/ BRASIL. Análise do emprego. Brasil Maio/2013 Maio/2013 - BRASIL Análise do emprego Brasil Maio/2013 2013. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação, no

Leia mais

Revisão da série (retropolação)

Revisão da série (retropolação) DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC Sistema de Contas Regionais Referência 2002 Nota Metodológica nº 26 Revisão da série 1995-2001 (retropolação) (versão para informação

Leia mais

Características do candidato a Empreendedor Individual (MEI) no Brasil. SEBRAE-SP/Planejamento Abril de 2009

Características do candidato a Empreendedor Individual (MEI) no Brasil. SEBRAE-SP/Planejamento Abril de 2009 Características do candidato a Empreendedor Individual (MEI) no Brasil SEBRAE-SP/Planejamento Abril de 2009 1 Metodologia do trabalho Definição de candidato a MEI: Consideramos como proxy de candidato

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - OBRAS DE INFRA- ESTRUTURA POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - OBRAS DE INFRA- ESTRUTURA POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO - OBRAS DE INFRA- ESTRUTURA POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 29 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 29 FLUXO - OBRAS DE INFRA-ESTRUTURA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

(Atenção Links não estão ativos) Tribunais Superiores. Justiça Federal. União Internacional do Notariado Latino Colégio Notarial do Brasil

(Atenção Links não estão ativos) Tribunais Superiores. Justiça Federal. União Internacional do Notariado Latino Colégio Notarial do Brasil Links Notariais (Atenção Links não estão ativos) União Internacional do Notariado Latino Colégio Notarial do Brasil Tribunais Superiores Supremo Tribunal Federal - STF Superior Tribunal de Justiça - STJ

Leia mais

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017 1 Rio de Janeiro, 18/05/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro estre de 2017 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I sobre a inserção da população

Leia mais

MATERIAL SUPLEMENTAR. Tabela 1. Total de mamógrafos existentes e em uso no SUS, de acordo com tipo, em Salvador, Bahia e Brasil no ano de 2015.

MATERIAL SUPLEMENTAR. Tabela 1. Total de mamógrafos existentes e em uso no SUS, de acordo com tipo, em Salvador, Bahia e Brasil no ano de 2015. MATERIAL SUPLEMENTAR Tabela 1. Total de mamógrafos existentes e em uso no SUS, de acordo com tipo, em Salvador, Bahia e Brasil no ano de 2015. EQUIPAMENTOS DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM - Brasil Equipamento

Leia mais

Pesquisa de Emprego na Região Metropolitana de Porto Alegre

Pesquisa de Emprego na Região Metropolitana de Porto Alegre OBSERVAÇÕES GERAIS: SEADE Fundação de Economia e Estatística Pesquisa de Emprego na Região Metropolitana de Porto Alegre BLOCO A - IDENTIFICAÇÃO DO DOMICÍLIO Endereço ( Rua ou Avenida) Nº Apto. Telefone

Leia mais

Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes

Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes - 2015 Data: 18/05/2016 FILTROS: Veículos: Todos Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Piores trechos por Estado número de acidentes -

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro JANEIRO DE 214 BRASIL O saldo líquido de empregos formais no primeiro mês de 214 foi de 29.595 empregos em todo o país, segundo o Cadastro Geral

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Principais Programas e Ações da Conab Subsídios à formulação de Políticas Agrícolas: Preços Mínimos, Contrato de Opção, PEP; Previsão de safra; Ações

Leia mais

Estatísticas e Indicadores do Ensino Fundamental e Médio. Tiragem Limitada

Estatísticas e Indicadores do Ensino Fundamental e Médio. Tiragem Limitada Estatísticas e Indicadores do Ensino Fundamental e Médio Tiragem Limitada República Federativa do Brasil Fernando Henrique Cardoso Ministério da Educação e do Desporto - MEC Paulo Renato Souza Secretaria

Leia mais

ANÁLISE DA REPARTIÇÃO REGIONAL DE RECEITAS E RECURSOS PÚBLICOS

ANÁLISE DA REPARTIÇÃO REGIONAL DE RECEITAS E RECURSOS PÚBLICOS ANÁLISE DA REPARTIÇÃO REGIONAL DE RECEITAS E RECURSOS PÚBLICOS MONTANTE DE RECEITAS E RECURSOS PÚBLICOS (em R$ milhões) Receita Estadual () BNDES Estatais Agências Financeiras União Royalties e Participações

Leia mais

Rio de Janeiro, 22/11/2016. Mercado de Trabalho Brasileiro 3º trimestre de 2016

Rio de Janeiro, 22/11/2016. Mercado de Trabalho Brasileiro 3º trimestre de 2016 1 Rio de Janeiro, 22/11/2016 Mercado de Trabalho Brasileiro 3º trimestre de 2016 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I sobre a inserção

Leia mais

COMÉRCIO VAREJISTA JUNHO DE 2017

COMÉRCIO VAREJISTA JUNHO DE 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

2017. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae

2017. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Outubro/2017 2017. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação aos

Leia mais

Informações: Os slides a seguir foram apresentados no Painel de Especialistas da regional norte do Espírito Santo, no dia 15/08/2018.

Informações: Os slides a seguir foram apresentados no Painel de Especialistas da regional norte do Espírito Santo, no dia 15/08/2018. Informações: Os slides a seguir foram apresentados no Painel de Especialistas da regional norte do Espírito Santo, no dia 15/08/2018. O Painel de Especialistas é uma das etapas do projeto Setores Portadores

Leia mais

Mercado de Trabalho Empregos formais. Estado de São Paulo Município: Capivari

Mercado de Trabalho Empregos formais. Estado de São Paulo Município: Capivari Mercado de Trabalho Empregos formais Estado de São Paulo Município: Capivari SÍNTESE Estado de São Paulo População estimada em 2014 44.035.304 População 2010 41.262.199 Área (km²) 248.222,36 Densidade

Leia mais

FLUXO DE COMÉRCIO DA PARAÍBA FIEP SESI SENAI IEL

FLUXO DE COMÉRCIO DA PARAÍBA FIEP SESI SENAI IEL FLUXO DE COMÉRCIO DA PARAÍBA 2012 Fluxo do Comércio da Paraíba 2010/2011 Federação das Indústrias do Estado da Paraíba - Presidente Francisco de Assis Benevides Gadelha 1º Vice-Presidente Maurício Clóvis

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM nº 2.157/2016

RESOLUÇÃO CFM nº 2.157/2016 RESOLUÇÃO CFM nº 2.157/2016 (Publicada no D.O.U. de 20 de dezembro 2016, Seção I, p. 75) Aprova previsão orçamentária do Conselho Federal de Medicina e dos Conselhos Regionais de Medicina para o exercício

Leia mais

Indicadores Econômicos e Fomento à Indústria

Indicadores Econômicos e Fomento à Indústria Edição 008 Setembro de 2018 Publicação do Sistema FIEMT elaborada pela área de Crescimento populacional de Mato Grosso em 2018 Pela estimativa populacional de 2018 divulgada pelo Instituto Brasileiro Geográfico

Leia mais

O TRABALHO INFANTIL NOS PRINCIPAIS GRUPAMENTOS DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DO BRASIL 1

O TRABALHO INFANTIL NOS PRINCIPAIS GRUPAMENTOS DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DO BRASIL 1 O TRABALHO INFANTIL NOS PRINCIPAIS GRUPAMENTOS DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DO BRASIL 1 Brasília, dezembro de 2016 1 Elaborado por Júnior César Dias, economista e mestre em economia pela Universidade Federal

Leia mais

Tabela Área plantada, área colhida e produção, por ano da safra e produto das lavouras. Total Cana-de-açúcar

Tabela Área plantada, área colhida e produção, por ano da safra e produto das lavouras. Total Cana-de-açúcar Variável - Área plantada (Hectares) Brasil, Grande Região e Unidade da FederProduto das lavouras Brasil Norte Nordeste Sudeste Sul Centro-Oeste Rondônia Acre Amazonas Roraima Pará Amapá Tocantins Total

Leia mais

Junho/ BRASIL. Análise do emprego. Brasil Junho/2013 e 1º semestre de 2013

Junho/ BRASIL. Análise do emprego. Brasil Junho/2013 e 1º semestre de 2013 Junho/2013 - BRASIL Análise do emprego Brasil Junho/2013 e 1º semestre de 2013 2013. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada

Leia mais

COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016

COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM nº 2.134/15

RESOLUÇÃO CFM nº 2.134/15 RESOLUÇÃO CFM nº 2.134/15 (Publicada no D.O.U. de 15 de dezembro de 2015, Seção I, p. 248) Aprova previsão orçamentária do Conselho Federal de Medicina e dos Conselhos Regionais de Medicina para o exercício

Leia mais

Área total (Km²) População em 2009 (em milhões de habitantes) Grau de urbanização em 2008 (em %) 72

Área total (Km²) População em 2009 (em milhões de habitantes) Grau de urbanização em 2008 (em %) 72 SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DO RIO

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Jan-Jul Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 25/08/16

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Jan-Jul Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 25/08/16 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Jan-Jul 2016 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 25/08/16 Estoque de Empregos RAIS Brasil Estoque de emprego, setor de atividade - Brasil Setores

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 496, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008

RESOLUÇÃO Nº 496, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 RESOLUÇÃO Nº 496, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 Ementa: Aprova o Orçamento Programa do Exercício de 2009 dos Conselhos Federal e Regionais de Farmácia. O CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA, no uso das atribuições

Leia mais

8ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos (2014)

8ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos (2014) 8ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos (2014) Elaboração: Contraf-CUT, CNTV e Federação dos Vigilantes do Paraná Fonte: Notícias da imprensa, SSP e sindicatos Apoio: Sindicato dos Vigilantes de Curitiba

Leia mais

2016. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae

2016. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Janeiro/2017 1 2016. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação aos

Leia mais

Coordenadoria de Defesa da Concorrência. jan/02 fev/02 mar/02 abr/02 mai/02 jun/02 jul/02 ago/02 (¹) ago/02 (²) set/02 out/02 nov/02 dez/02

Coordenadoria de Defesa da Concorrência. jan/02 fev/02 mar/02 abr/02 mai/02 jun/02 jul/02 ago/02 (¹) ago/02 (²) set/02 out/02 nov/02 dez/02 Brasil Preço de Realização do Produtor 8,08 8,10 8,09 7,72 7,73 8,44 8,91 8,97 8,24 8,27 8,51 10,53 11,31 CIDE (1,32) (1,33) (1,32) - - - - - - - - - - PIS/COFINS 1,32 1,33 1,32 1,51 1,51 1,65 1,74 1,76

Leia mais

Autor: Nicholas Davies, prof. da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ

Autor: Nicholas Davies, prof. da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ REDE ESTADUAL DE ENSINO DO RJ É A QUE MAIS DIMINUIU NO BRASIL (-34,7%) NA EDUCAÇÃO BÁSICA ENTRE 2006 E 2012, COM PERDA DE 516.471 MATRÍCULAS, PORÉM A REDE PRIVADA DO RJ FOI A QUARTA QUE MAIS CRESCEU (193.73

Leia mais

Análise do Emprego Industrial FEVEREIRO/2018 JAN-FEV 2018

Análise do Emprego Industrial FEVEREIRO/2018 JAN-FEV 2018 Análise do Emprego Industrial FEVEREIRO/2018 Santa Catarina encerra o mês de fevereiro com o maior saldo de empregos na Indústria de Transformação, 12.041 novas vagas de trabalho. No ano já são mais de

Leia mais

4ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos 2012

4ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos 2012 4ª Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos 2012 Fonte: Notícias da imprensa, SSP e sindicatos Apoio: Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Fetec-CUT(PR)

Leia mais