OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR"

Transcrição

1

2 OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR CLAVÍCULA ESCÁPULA ÚMERO ULNA OSSOS DO CARPO METACARPOS FALANGES RÁDIO

3 ACIDENTES ÓSSEOS - MEMBRO SUPERIOR CLAVÍCULA CORPO DA CLAVÍCULA EXTREMIDADE ESTERNAL EXTREMIDADE ACROMIAL TUBÉRCULO CONÓIDE

4 VISTA POR CIMA CORPO DA CLAVÍCULA EXTREMIDADE ESTERNAL EXTREMIDADE ACROMIAL VISTA POR BAIXO CORPO DA CLAVÍCULA EXTREMIDADE ESTERNAL EXTREMIDADE ACROMIAL TUBÉRCULO CONÓIDE

5 ESCÁPULA ACRÔMIO PROCESSO CORACÓIDE ESPINHA DA ESCÁPULA FOSSA SUPRA-ESPINAL FOSSA INFRA-ESPINAL FOSSA SUBESCAPULAR INCISURA DA ESCÁPULA CAVIDADE GLENÓIDE MARGENS LATERAL E MEDIAL TUBÉRCULO INFRAGLENOIDAL TUBÉRCULO SUPRAGLENOIDAL

6 PROCESSO CORACÓIDE ACRÔMIO INCISURA DA ESCÁPULA FOSSA SUPRA- ESPINAL ESPINHA DA ESCÁPULA MARGEM MEDIAL MARGEM LATERAL FOSSA INFRA- ESPINAL VISTA POSTERIOR

7 TUBÉRCULO SUPRAGLENOIDAL PROCESSO CORACÓIDE ACRÔMIO CAVIDADE GLENÓIDE TUBÉRCULO INFRAGLENOIDAL MARGEM LATERAL VISTA LATERAL

8 PROCESSO CORACÓIDE FOSSA SUBESCAPULAR ACRÔMIO CAVIDADE GLENÓIDE MARGEM MEDIAL MARGEM LATERAL VISTA ANTERIOR

9 VISTA POSTERIOR VISTA LATERAL VISTA ANTERIOR ACRÔMIO ACRÔMIO ACRÔMIO PROCESSO CORACÓIDE PROCESSO CORACÓIDE INCISURA DA ESCÁPULA FOSSA SUPRA-ESPINAL TUBÉRCULO SUPRAGLENOIDAL FOSSA SUBESCAPULAR PROCESSO CORACÓIDE CAVIDADE GLENÓIDE AVIDADE GLENÓIDE ESPINHA DA ESCÁPULA MARGEM MEDIAL MARGEM MEDIAL CAVIDADE GLENÓIDE FOSSA INFRA-ESPINAL MARGEM LATERAL TUBÉRCULO INFRAGLENOIDAL MARGEM LATERAL

10 ÚMERO TUBÉRCULO MAIOR TUBÉRCULO MENOR CABEÇA DO ÚMERO COLO ANATÔMICO COLO CIRÚRGICO SULCO INTERTUBERCULAR CORPO DO ÚMERO TUBEROSIDADE DELTÓIDEA

11 VISTA ANTERIOR CABEÇA DO ÚMERO COLO ANATÔMICO COLO CIRÚRGICO TUBÉRCULO MAIOR SULCO INTERTUBERCULAR TUBÉRCULO MENOR TUBEROSIDADE DELTÓIDEA CABEÇA DO ÚMERO COLO ANATÔMICO COLO CIRÚRGICO VISTA POSTERIOR

12 FOSSA RADIAL FOSSA CORONÓIDE (aloja o processo coronóide da ulna) EPICÔNDILO MEDIAL EPICÔNDILO LATERAL TRÓCLEA DO ÚMERO (se articula com a incisura troclear da ulna) CAPÍTULO DO ÚMERO FOSSA DO OLÉCRANO

13 VISTA ANTERIOR CORPO DO ÚMERO FOSSA CORONÓIDE EPICÔNDILO MEDIAL TRÓCLEA DO ÚMERO FOSSA RADIAL EPICÔNDILO LATERAL CAPÍTULO DO ÚMERO FOSSA DO OLÉCRANO EPICÔNDILO MEDIAL VISTA POSTERIOR

14 VISTA ANTERIOR TUBÉRCULO MENOR CABEÇA DO ÚMERO TUBÉRCULO MAIOR COLO ANATÔMICO VISTA POSTERIOR CABEÇA DO ÚMERO COLO ANATÔMICO COLO CIRÚGICO SULCO INTERTUBERCULAR COLO CIRÚGICO CORPO DO ÚMERO FOSSA CORONÓIDE FOSSA RADIAL FOSSA DO OLÉCRANO EPICÔNDILO MEDIAL TRÓCLEA DO ÚMERO EPICÔNDILO LATERAL CAPÍTULO DO ÚMERO EPICÔNDILO MEDIAL

15 VISTA ANTERIOR

16 ULNA OLÉCRANO INCISURA TROCLEAR PROCESSO CORONÓIDE INCISURA RADIAL MARGEM INTERÓSSEA CABEÇA DA ULNA PROCESSO ESTILÓIDE (ponto de fixação do lig. colateral ulnar do carpo)

17 VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR INCISURA TROCLEAR PROCESSO CORONÓIDE INCISURA RADIAL OLÉCRANO FACE ANTERIOR FACE POSTERIOR MARGEM INTERÓSSEA PROCESSO ESTILÓIDE CABEÇA DA ULNA

18 RÁDIO CABEÇA DO RÁDIO COLO DO RÁDIO TUBEROSIDADE DO RÁDIO MARGEM INTERÓSSEA INCISURA ULNAR PROCESSO ESTILÓIDE FACE ARTICULAR DO CARPO

19 VISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR VISTA ULNAR CABEÇA DO RÁDIO COLO DO RÁDIO UBEROSIDADE DO RÁDIO TUBEROSIDADE DO RÁDIO MARGEM INTERÓSSEA MARGEM INTERÓSSEA INCISURA ULNAR PROCESSO ESTILÓIDE FACE ARTICULAR DO CARPO

20 VISTA ANTERIOR DA ARTICULAÇÃO DO CÚBITO

21 VISTA PALMAR OSSOS DA MÃO VISTA DORSAL

22 OSSOS DO CARPO: TRAPÉZIO TRAPEZÓIDE ESCAFÓIDE SEMILUNAR PIRAMIDAL PISIFORME - CAPITATO HAMATO METACARPOS I, II, III, IV, V FALANGES PROXIMAL, MÉDIA E DISTAL.

23 OSSOS DO CARPO CAPITATO HAMATO PISIFORME TRAPEZÓIDE TRAPÉZIO PIRAMIDAL SEMILUNAR ESCAFÓIDE

24 VISTA ANTERIOR DO MEMBRO SUPERIOR

Profa. Elen H. Miyabara

Profa. Elen H. Miyabara UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Anatomia OSSOS E ARTICULAÇÕES Profa. Elen H. Miyabara elenm@usp.br DIVISÃO DO ESQUELETO HUMANO ESQUELETO AXIAL 80 ossos CRÂNIO

Leia mais

Anatomia Radiológica (MMSS) Prof.: Gustavo Martins Pires

Anatomia Radiológica (MMSS) Prof.: Gustavo Martins Pires Anatomia Radiológica (MMSS) Prof.: Gustavo Martins Pires Membros Superiores (MMSS) Membros Superiores (MMSS) A escápula está mergulhada na massa muscular do dorso do indivíduo, sem qualquer fixação direta

Leia mais

Músculos do Antebraço e Mão

Músculos do Antebraço e Mão UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Anatomia Músculos do Antebraço e Mão Profa. Elen H. Miyabara elenm@usp.br Músculos da Flexão do Cotovelo (3) Músculos da Extensão

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Campus UFV Florestal

Universidade Federal de Viçosa Campus UFV Florestal Universidade Federal de Viçosa Campus UFV Florestal SISTEMA ESQUELÉTICO ANATOMIA HUMANA Laboratório de Morfofisiologia Funções: suporte, movimento, proteção, estoque de minerais e hematopoiese. O esqueleto

Leia mais

Podemos didaticamente dividir a musculatura dos membros superiores em doze grupos principais: Músculo Origem Inserção Ação

Podemos didaticamente dividir a musculatura dos membros superiores em doze grupos principais: Músculo Origem Inserção Ação MIOLOGIA DO ESQUELETO APENDICULAR MIOLOGIA DO MEMBRO SUPERIOR Podemos didaticamente dividir a musculatura dos membros superiores em doze grupos principais: MÚSCULOS QUE ACIONAM A CINTURA ESCAPULAR Trapézio

Leia mais

CINESIOLOGIA APLICADA. Articulações do cotovelo, punho e da mão

CINESIOLOGIA APLICADA. Articulações do cotovelo, punho e da mão CINESIOLOGIA APLICADA Articulações do cotovelo, punho e da mão OSSOS - COTOVELO ÚMERO ULNA RÁDIO MOVIMENTOS ARTICULARES ARTICULAÇÃO DO COTOVELO: FLEXÃO EXTENSÃO ARTICULAÇÃO RÁDIO ULNAR: PRONAÇÃO SUPINAÇÃO

Leia mais

*Ulna Rádio Carpo Metacarpo Falanges: Sesamóides

*Ulna Rádio Carpo Metacarpo Falanges: Sesamóides PUNHO E MÃO OSSOS *Ulna processo estilóide e cabeça da ulna. Rádio - processo estilóide, tubérculo de Lister e incisura ulnar do rádio. Carpo: escafóide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio, trapezóide,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS SISTEMA ÓSSEO. Prof a. Ana Carolina Athayde R. Braz

ROTEIRO DE ESTUDOS SISTEMA ÓSSEO. Prof a. Ana Carolina Athayde R. Braz ROTEIRO DE ESTUDOS SISTEMA ÓSSEO Prof a. Ana Carolina Athayde R. Braz ESQUELETO AXIAL 1) CABEÇA: a) Identificar e localizar os ossos da cabeça: - Crânio (8): Ossos pares ou bilaterais: Parietais e Temporais

Leia mais

MANUAL TÉCNICO CÓD ESQUELETO HUMANO DE 85 CM

MANUAL TÉCNICO CÓD ESQUELETO HUMANO DE 85 CM MANUAL TÉCNICO CÓD. 6065 ESQUELETO HUMANO DE 85 CM Esta é uma pequena ferramenta de aprendizagem de anatomia do Sistema Esquelético Humano. Com o Modelo Anatômico de Esqueleto de 85 cm, é possível observar

Leia mais

Músculo Origem Inserção Inervação Ação

Músculo Origem Inserção Inervação Ação Músculos Toracoapendiculares Anteriores Músculo Origem Inserção Inervação Ação Peitoral Maior Porção clavicular: Face anterior da metade anterior da clavícula; Porção esternocostal: face anterior do esterno

Leia mais

Osteologia e Artrologia. Tema E Descrição e caraterização funcional do sistema ósseo e articular do membro superior.

Osteologia e Artrologia. Tema E Descrição e caraterização funcional do sistema ósseo e articular do membro superior. Tema E Descrição e caraterização funcional do 1 Cintura escapular 1.1 Esterno-clavicular. 1.2 Acrómio-clavicular. 2 Complexo articular do ombro e o seu funcionamento nos movimentos do braço. 2.1 Ligamento

Leia mais

Anatomia Palpatória. Anatomia clínica. Anatomia clínica - Objetivos. Anatomia clínica. Princípios da palpação. Princípios da palpação

Anatomia Palpatória. Anatomia clínica. Anatomia clínica - Objetivos. Anatomia clínica. Princípios da palpação. Princípios da palpação Anatomia Palpatória Especialista Ortopedia e Esportes UFMG Fisioterapeuta da SPINE FISIOTERAPIA Professor da Pos Graduação Terapia Manual PUC-MG Professor do Curso de Terapia Manual da SPINE FISIOTERAPIA

Leia mais

Imaginologia Por radiografias. Profº Claudio Souza

Imaginologia Por radiografias. Profº Claudio Souza Imaginologia Por radiografias Profº Claudio Souza Imaginologia Imaginologia O sufixo logia é derivado do grego e significa ciência, estudo, sendo assim imagi+logia nada mais é que a ciência que estuda

Leia mais

13/05/2013. Prof.Msc.Moisés Mendes Universidade Estadual do Piauí- Teresina

13/05/2013. Prof.Msc.Moisés Mendes Universidade Estadual do Piauí- Teresina Prof.Msc.Moisés Mendes Universidade Estadual do Piauí- Teresina professormoises300@hotmail.com Extremidade distal do rádio Extremidade distal da ulna Carpo ( escafóide, semilunar, piramidal, trapézio,

Leia mais

ROTEIRO DE AULA PRÁTICA

ROTEIRO DE AULA PRÁTICA FACULDADE DE ENSINO E CULTURA DO CEARÁ CURSOS DE SAÚDE ANATOMIA ROTEIRO DE AULA PRÁTICA Profs. Musse Jereissati, Rosi Paixão e Ana Cláudia Queiroz Ossos do membro superior: Clavícula, escápula (que constituem

Leia mais

MÚSCULOS DO OMBRO. Músculos do Ombro

MÚSCULOS DO OMBRO. Músculos do Ombro MÚSCULOS DO OMBRO Músculos do Ombro Deltóide Supra-espinhal Infra-espinhal Redondo Menor Redondo Maior Subescapular DELTÓIDE Ombro Inserção Proximal: 1/3 lateral da borda anterior da clavícula, acrômio

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA Apostila de Exercícios de Fixação Sistema Esquelético ESQUELETO AXIAL ESQUELETO APENDICULAR

ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA Apostila de Exercícios de Fixação Sistema Esquelético ESQUELETO AXIAL ESQUELETO APENDICULAR ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE NITERÓI CURSO TÉCNICO ALMIR MADEIRA Estrada Caetano Monteiro, 857 Pendotiba. Niterói- RJ Tel: 21994400/21.26202173 (Centro) CURSO: DISCIPLINA: Anatomia e Fisiologia Humana DOCENTE:

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Osteologia do Membro Superior

ROTEIRO DE ESTUDO Osteologia do Membro Superior ROTEIRO DE ESTUDO Osteologia do Membro Superior Forma a porção ventral da cintura escapular. Osso longo com formato de S itálico alongado, situado quase que horizontalmente logo acima da primeira costela.

Leia mais

s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 1 O Ombro é uma articulação de bastante importância para todos nós, visto que para fazermos até as atividades mais simples, como escovar os dentes e dirigir, precisamos dele. Devido a esta característica,

Leia mais

Os membros superiores são formados por quatro segmentos ósseos, que apresentamos a seguir. Todos os ossos desses segmentos são pares.

Os membros superiores são formados por quatro segmentos ósseos, que apresentamos a seguir. Todos os ossos desses segmentos são pares. ESQUELETO APENDICULAR O Esqueleto Apendicular corresponde às regiões dos membros superiores e inferiores. Estudaremos inicialmente a osteologia, artrologia e miologia dos membros superiores e, posteriormente,

Leia mais

18/03/2014 ARTICULAÇÃO. Funções: Movimentos Manutenção da Postura Proteção dos Órgãos Crescimento dos Ossos Longos Amortecedor. O que é Articulação???

18/03/2014 ARTICULAÇÃO. Funções: Movimentos Manutenção da Postura Proteção dos Órgãos Crescimento dos Ossos Longos Amortecedor. O que é Articulação??? O que é Articulação??? ARTICULAÇÃO É o conjunto dos elementos que promovem a união de dois ou mais ossos, com a finalidade de permitir maior ou menor possibilidade de movimento, entre os segmentos articulados

Leia mais

Músculos da face Não estão fixados pela parte óssea nas duas extremidades

Músculos da face Não estão fixados pela parte óssea nas duas extremidades Músculos da face Não estão fixados pela parte óssea nas duas extremidades Uma fixação é no esqueleto e outra na parte mais profunda da Pele Podem movimentar a pele do couro cabeludo e da face modificando

Leia mais

Exames Radiográficos de Membros Superiores e Cintura Escapular: Abordagem, Incidências e Posicionamentos do Usuário

Exames Radiográficos de Membros Superiores e Cintura Escapular: Abordagem, Incidências e Posicionamentos do Usuário Exames Radiográficos de Membros Superiores e Cintura Escapular: Abordagem, Incidências e Posicionamentos do Usuário Marinei do Rocio Pacheco dos Santos 1 1 Considerações Iniciais As radiografias de membros

Leia mais

Vista Posterior (dorsal) 2b 1b 1a Vista posterior (dorsal) Rádioulnar 2 - Ulnocárpico 3 - Colateral ulnar

Vista Posterior (dorsal) 2b 1b 1a Vista posterior (dorsal) Rádioulnar 2 - Ulnocárpico 3 - Colateral ulnar Cinesiologia do punho e mão 1 - Introdução Órgão complexo (interdependência) Punho: 15 ossos, 15 art, ligamentos Mobilidade x estabilidade Força x sutileza Tato Expressão e comunicação Estabilização outras

Leia mais

Antebraço e Mão Osteologia e Miologia

Antebraço e Mão Osteologia e Miologia Antebraço e Mão Osteologia e Miologia Nome: Turma: Antebraço - Osteologia A.1. O antebraço corresponde à região anatómica limitada pelo rádio e pelo cúbito/ ulna. Começa no cotovelo e termina no punho.

Leia mais

Estão dispostos em 6 grupos:

Estão dispostos em 6 grupos: MÚSCULOS DO TRONCO Estão dispostos em 6 grupos: Músculos do dorso Abdome Músculos suboccipitais Pelve Tórax Períneo MÚSCULOS DO DORSO Há dois grupos principais: Músculos Extrínsecos do Dorso Superficiais

Leia mais

Membro Superior. Sistema Esquelético. Cintura Escapular. Membro Superior. 1 Segmento ESCÁPULA E CLAVÍCULA 24/02/2016 CLAVÍCULA. CLAVÍCULA Articulações

Membro Superior. Sistema Esquelético. Cintura Escapular. Membro Superior. 1 Segmento ESCÁPULA E CLAVÍCULA 24/02/2016 CLAVÍCULA. CLAVÍCULA Articulações ANATOMIA PALPATÓRIA Marcelo Marques Soares Prof. Didi Jonas Wecker Douglas Lenz 1 Segmento Cintura Escapular E CLAVÍCULA Membro Superior Sistema Esquelético CLAVÍCULA Membro Superior 1 Segmento - Cintura

Leia mais

OMBRO. Sistema Articular - Articulações Sinoviais (Diartroses)

OMBRO. Sistema Articular - Articulações Sinoviais (Diartroses) OMBRO Sistema Articular - Articulações Sinoviais (Diartroses) O ombro é formado por três articulações: Esternoclavicular (Plana ou selar) Acromioclavicular (Plana) Glenoumeral (Esferóide) Alguns autores

Leia mais

OSSOS ESCÁPULA CLAVÍCULA ÚMERO

OSSOS ESCÁPULA CLAVÍCULA ÚMERO OSSOS ESCÁPULA CLAVÍCULA ÚMERO MOVIMENTOS DA ESCÁPULA PROTRAÇÃO RETRAÇÃO ELEVAÇÃO DEPRESSÃO ROTAÇÃO PARA CIMA (EXTERNA) ROTAÇÃO PARA BAIXO (INTERNA) MOVIMENTOS DOS OMBROS FLEXÃO E EXTENSÃO ADBUÇÃO E ADUÇÃO

Leia mais

Músculos do Cíngulo Escapular e Braço

Músculos do Cíngulo Escapular e Braço Músculos do Cíngulo Escapular e Braço 1 Músculos do Tronco ou Crânio ao Cíngulo Escapular (8) Serrátil Anterior Trapézio Rombóides Maior e Menor Peitoral Menor Levantador da Escápula Subclávio Esternocleidomastóideo

Leia mais

Movimentos Articulares do Cotovelo e Radioulnar. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

Movimentos Articulares do Cotovelo e Radioulnar. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Movimentos Articulares do Cotovelo e Radioulnar Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Articulação do Cotovelo O cotovelo (articulação rádio umeral) permite a flexão e extensão do rádio e ulna em relação

Leia mais

ANATOMOFISIOLOGIA I J. SILVA HENRIQUES

ANATOMOFISIOLOGIA I J. SILVA HENRIQUES ANATOMOFISIOLOGIA I J. SILVA HENRIQUES 2 SISTEMA MUSCULAR MÚSCULOS DO MEMBRO SUPERIOR 3 MÚSCULOS MOVIMENTOS OMOPLATA 4 MÚSCULOS TRAPÉZIO MOVIMENTOS OMOPLATA 5 ELEVADOR DA OMOPLATA Origem: Apófises transversas

Leia mais

OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR PROF. Esp. Carlos Henrique Przybysz 1

OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR PROF. Esp. Carlos Henrique Przybysz 1 OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR PROF. Esp. Carlos Henrique Przybysz 1 1 OSSOS DO CÍNGULO DO MEMBRO SUPERIOR Também chamada de cintura escapular, forma a raiz de implantação dos ossos do membro superior. Formada

Leia mais

TRAUMATOLOGIA DOS MEMBROS SUPERIORES

TRAUMATOLOGIA DOS MEMBROS SUPERIORES Luxação esternoclavicular - Luxação muito rara TRAUMATOLOGIA DOS MEMBROS SUPERIORES - Classificação: a) Anterior ( + comum) Extremidade esternal luxa anterior Mecanismo traumático trauma ântero-lateral

Leia mais

AUTOR: FRANCISCO CUBAL. Bibliografia: Moore, Keith, Anatomia Orientada para a Clínica. Todas as imagens retiradas de

AUTOR: FRANCISCO CUBAL. Bibliografia: Moore, Keith, Anatomia Orientada para a Clínica. Todas as imagens retiradas de AUTOR: FRANCISCO CUBAL Bibliografia: Moore, Keith, Anatomia Orientada para a Clínica Todas as imagens retiradas de www.auladeanatomia.com Medicina UP3 Sistema Locomotor (Membro inferior) Autor: Francisco

Leia mais

CALO EXTERNO CALO INTERNO

CALO EXTERNO CALO INTERNO PRINCÍPIOS BÁSICOS DE FRATURA ÓSSEA E DESLOCAMENTO ARTICULAR Prof. Dr. Carlos Cezar I. S.Ovalle FRATURA DESLOCAMENTO ARTICULAR A) FRATURA: Perda (ou quebra) da solução de continuidade de um OSSO ou cartilagem.

Leia mais

Ritmo Escápulo-umeral

Ritmo Escápulo-umeral Avaliação do ombro Ritmo Escápulo-umeral Movimento sincronizado entre escápula e úmero durante abdução e flexão do braço. Região anterior Clavícula e artic. Esternoclavicular e Acromioclavicular Anatomia

Leia mais

Palpe o membro isolado e também do animal vivo. Localize os seguintes pontos de referencia óssea.

Palpe o membro isolado e também do animal vivo. Localize os seguintes pontos de referencia óssea. Orientar o membro em relação à sua posição in vivo. Usando os esqueletos da sala de dissecação, como auxílio, orientar o membro e decidir se você tem um membro esquerdo ou direito. Depois de ter feito

Leia mais

METADE CAUDAL DA BASE DO CRÂNIO. Vista Ventral

METADE CAUDAL DA BASE DO CRÂNIO. Vista Ventral METADE CAUDAL DA BASE DO CRÂNIO Vista Ventral 7 0 9 8 7. Côndilo do occipital;. Forame Magno;. Processo Paracondilar;. Temporal;. Forame Supraorbital;. Bula Timpânica; 7. Vômer; 8. Zigomático; 9. Asa do

Leia mais

Anatomia de superfície e palpatória do punho e mão

Anatomia de superfície e palpatória do punho e mão 00 Anatomia de superfície e palpatória do punho e mão http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo descreve a anatomia de superfície e procedimentos palpatórios simples aplicados ao braço e cotovelo.

Leia mais

OMBRO. Úmero Cabeça Colo Tubérculo maior Tubérculo menor Sulco intertubercular

OMBRO. Úmero Cabeça Colo Tubérculo maior Tubérculo menor Sulco intertubercular OMBRO Complexo articular (20 mm, 3 art, 3 art funcionais) Articulação proximal do MS Direciona a mão Aumenta o alcance Osteologia Úmero, escápula, clavícula, esterno, costelas Úmero Cabeça Colo Tubérculo

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDICA. Módulo: CINESIOLOGIA E SEMIOLOGIA ORTOPÉDICA

PÓS GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDICA. Módulo: CINESIOLOGIA E SEMIOLOGIA ORTOPÉDICA PÓS GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO ORTOPÉDICA Módulo: CINESIOLOGIA E SEMIOLOGIA ORTOPÉDICA Prof. Msc Rogério Olmedija de Araújo Prof. Msc Rogério Olmedija de Araújo -Fisioterapeuta pela UNISA/SP -Formação

Leia mais

OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR

OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR OSSOS DO MEMBRO SUPERIOR Os ossos dos membros superiores podem ser divididos em quatro segmentos: Cintura Escapular - Clavícula e Escápula Braço - Úmero Antebraço - Rádio e Ulna Mão - Ossos da Mão CLAVÍCULA

Leia mais

MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO

MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO FACULDADE DE PINDAMONHANGABA 1 MÚSCULOS DO ANTEBRAÇO REGIÃO ANTERIOR (flexores do punho e dos dedos e pronadores) GRUPO SUPERFICIAL MÚSCULO PRONADOR REDONDO cabeça umeral: epicôndilo medial do úmero cabeça

Leia mais

Centro de Gravidade e Equilíbrio. Prof. Dr. André L. F. Rodacki

Centro de Gravidade e Equilíbrio. Prof. Dr. André L. F. Rodacki Centro de Gravidade e Equilíbrio Prof. Dr. André L. F. Rodacki Centro de Gravidade n O centro de gravidade pode ser definido como o único ponto de um corpo ao redor do qual todas as partículas de sua massa

Leia mais

SISTEMA ESQUELÉTICO. Centro Universitário Central Paulista UNICEP São Carlos Disciplina: Anatomia Humana Profa. Silvia Tesser.

SISTEMA ESQUELÉTICO. Centro Universitário Central Paulista UNICEP São Carlos Disciplina: Anatomia Humana Profa. Silvia Tesser. SISTEMA ESQUELÉTICO Centro Universitário Central Paulista UNICEP São Carlos Disciplina: Anatomia Humana Profa. Silvia Tesser. SISTEMA ESQUELÉTICO 1. Conceito: -Ostelogia -Esquelto -Ossos Profa. Silvia

Leia mais

Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo

Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo 2010 Anatomia de superfície e palpatória do braço e cotovelo http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo descreve a anatomia de superfície e procedimentos palpatórios simples aplicados ao braço e cotovelo.

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior

ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior ROTEIRO DE ESTUDO Membro inferior OSSOS Os membros inferiores são mais estáveis, devido a fixação de duas fortes articulações, anteriormente, a sínfise púbica (é uma articulação cartilagínea) e posteriormente

Leia mais

INTRODUÇÃO PUNHO. A mão é uma ferramenta valiosa, através da qual nós controlamos nosso ambiente e expressamos idéias e talentos.

INTRODUÇÃO PUNHO. A mão é uma ferramenta valiosa, através da qual nós controlamos nosso ambiente e expressamos idéias e talentos. Punho e Mão INTRODUÇÃO PUNHO O punho tem a função significativa de controlar a relação comprimento-tensão dos músculos multiarticulares da mão à medida que se ajustam as diversas atividades e formas de

Leia mais

OMBRO ANATOMIA E BIOMECANICA. Ricardo Yabumoto

OMBRO ANATOMIA E BIOMECANICA. Ricardo Yabumoto OMBRO ANATOMIA E BIOMECANICA Ricardo Yabumoto INTRODUCAO Cintura escapular = 4 articulacoes: Gleno umeral Acromioclavicular Esternoclavicular Escapulotoracica Pseudo-articulacao = espaco subacromial INTRODUCAO

Leia mais

Esqueleto apendicular

Esqueleto apendicular 2010 Esqueleto apendicular http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo enfoca os ossos que formam os esqueletos apendiculares superiores, inferiores e seus respectivos cíngulos.. No final do capítulo,

Leia mais

Morfologia dos ossos do membro torácico do tamanduá-bandeira

Morfologia dos ossos do membro torácico do tamanduá-bandeira Biotemas, 26 (4): 141-151, dezembro de 2013 ISSNe 2175-7925 141 http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n4p141 Morfologia dos ossos do membro torácico do tamanduá-bandeira Imara Guimarães Lima 1 Daniel

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA

FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA Diagnóstico Cinético-Funcional e Imaginologia: Membros Superiores, Cabeça e Tórax Unidade II OMBRO 1 2 3 4 5 Luxação anterior 6 Fratura de cabeça

Leia mais

OBJETIVOS DA AULA: CARIOTECA (MEMBRANA NUCLEAR) Articulação Radioulnar. articulação Distal sinovial e uniaxial.

OBJETIVOS DA AULA: CARIOTECA (MEMBRANA NUCLEAR) Articulação Radioulnar. articulação Distal sinovial e uniaxial. Punho e mão 1 Articulação Radioulnar articulação Distal sinovial e uniaxial. 2 Articulação Radiocarpal (punho) - É uma articulação elipsóidea biaxial - Flexão/Extensão e Adução/Abdução. 3 Articulações

Leia mais

SISTEMA OSTEO ARTICULAR VII ARTROLOGIA SUMÁRIO

SISTEMA OSTEO ARTICULAR VII ARTROLOGIA SUMÁRIO 1 SISTEMA OSTEO ARTICULAR VII ARTROLOGIA SUMÁRIO 1 Definição de articulação 2 Classificação das articulações Fibrosas e cartilagíneas Sinoviais (diartroses) e não sinoviais (sinartroses) 3 Articulações

Leia mais

ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. Professor Marcio Gomes

ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. Professor Marcio Gomes ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA ANATOMIA HUMANA O conhecimento da Anatomia é de fundamental importância na hora de prescrever o exercício... Ossos e músculos; Tipos de articulações;

Leia mais

Pontos e Meridianos em Eqüinos Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária

Pontos e Meridianos em Eqüinos Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária Instrutor: Jean G. Fernandes Joaquim, DVM, Msc., Dr., LAC. IVAS, ABRAVET, IVAPM, Neurolatinvet member. Assunto: Pontos do Meridiano do Intestino Grosso em Eqüinos. Data: 2011 Estudo dos pontos do Meridiano

Leia mais

Princípios do tratamento das fraturas

Princípios do tratamento das fraturas Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Princípios do tratamento das fraturas Prof. Marcelo Bragança dos Reis Introdução Tratamento conservador - indicações - imobilizações - redução incruenta

Leia mais

ANATOMIA RADIOLÓGICA DOS MMII. Prof.: Gustavo Martins Pires

ANATOMIA RADIOLÓGICA DOS MMII. Prof.: Gustavo Martins Pires ANATOMIA RADIOLÓGICA DOS MMII Prof.: Gustavo Martins Pires OSSOS DO MEMBRO INFERIOR OSSOS DO MEMBRO INFERIOR Tem por principal função de locomoção e sustentação do peso. Os ossos do quadril, constituem

Leia mais

Osteologia. Movimentos realizados Plano Sagital (Eixo Frontal) Plano Frontal (Eixo Sagital) Plano Transverso (Eixo Longitudinal)

Osteologia. Movimentos realizados Plano Sagital (Eixo Frontal) Plano Frontal (Eixo Sagital) Plano Transverso (Eixo Longitudinal) Posiçao anatómica: Osteologia Indivíduo de pé; Face virada para o observador; Palmas das mãos viradas para cima (supinação). Planos do movimento: Plano Sagital - Divide o corpo verticalmente (Esquerda/Direira);

Leia mais

MEMBROS INFERIORES: OSSOS. Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP

MEMBROS INFERIORES: OSSOS. Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP MEMBROS INFERIORES: OSSOS Profa. Dra. Cecília Helena A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB-USP FUNÇÃO DOS MMII LOCOMOÇÃO SUSTENTAÇAO DE PESO OSSOS DO MEMBRO INFERIOR (62) OSSO DO QUADRIL (ILÍACO) (2)

Leia mais

ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. Professor Marcio Gomes

ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA. Professor Marcio Gomes ASPECTOS BIOMECÂNICOS APLICADOS AO TREINAMENTO DE FORÇA O homem que se esvazia do orgulho, dá espaço ao conhecimento. ANATOMIA HUMANA O conhecimento da Anatomia é de fundamental importância na hora de

Leia mais

Lesões Traumáticas do Membro Superior. Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão

Lesões Traumáticas do Membro Superior. Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão André Montillo UVA Lesões Traumáticas do Membro Superior Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão Fratura Distal do Úmero Fratura da Cabeça do Rádio Fratura do Olecrâneo

Leia mais

ANÁLISE CINESIOLÓGICA NO JUDÔ: TÉCNICA DE PROJEÇÃO IPPON SEOI NAGUE

ANÁLISE CINESIOLÓGICA NO JUDÔ: TÉCNICA DE PROJEÇÃO IPPON SEOI NAGUE ANÁLISE CINESIOLÓGICA NO JUDÔ: TÉCNICA DE PROJEÇÃO IPPON SEOI NAGUE Juliano de Andrade Mello 1 ; Adriana de Paula Azevedo 1 ; Emeri Pacheco 1 ; Ivanez Tomé da Silva 1 ; Emerson Pardono 1,2 1 FALBE/DF;

Leia mais

Explanação das regiões anatômicas e atuação da Fisioterapia na Luxação, ou deslocamento, da articulação do cotovelo

Explanação das regiões anatômicas e atuação da Fisioterapia na Luxação, ou deslocamento, da articulação do cotovelo Explanação das regiões anatômicas e atuação da Fisioterapia na Luxação, ou deslocamento, da articulação do cotovelo Página 1 Você Sabia??? As luxações agudas do cotovelo em adultos ocorrem na grande maioria

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ORTOPEDIA/TRAUMATOLOGIA 21. O exame radiográfico de uma criança após queda da própria altura mostra fratura supra condileana de úmero, com traço de fratura marcante

Leia mais

Cintura escapular. Prof. Caroline Bernardes. Articulações do ombro e cintura escapular

Cintura escapular. Prof. Caroline Bernardes. Articulações do ombro e cintura escapular Cintura escapular Prof. Caroline Bernardes Articulações do ombro e cintura escapular Esternoclavicular: sinovial do tipo selar; Elevação e retração do ombro. Acromioclavicular: sinovial do tipo plana;

Leia mais

MOVIMENTOS DA CINTURA ESCAPULAR. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

MOVIMENTOS DA CINTURA ESCAPULAR. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior MOVIMENTOS DA CINTURA ESCAPULAR Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior O que é Cintura Escapular? Duas clavículas e duas escápulas. Trata-se de uma estrutura que sofreu adaptações à bipedia, onde as

Leia mais

Total de 11 páginas 1

Total de 11 páginas 1 SISTEMA ESQUELÉTICO O esqueleto Esqueleto grego: corpo ressecado Entretanto é um tecido vivo Endoesqueleto 206 ossos Funções Sustentação; Proteção; Reserva de minerais; Movimentação; Formação de células

Leia mais

Sistema Esquelético. O esqueleto. O esqueleto possui 5 funções. Composição dos ossos: Células ósseas:

Sistema Esquelético. O esqueleto. O esqueleto possui 5 funções. Composição dos ossos: Células ósseas: Sistema Esquelético O esqueleto O Esqueleto é o suporte do corpo, uma armação articulada que permite ao homem realizar movimentos complexos e manter-se ereto. É composto por 206 ossos e são tecidos vivos.

Leia mais

AVALIAÇÃO DO OMBRO. 1. Anatomia Aplicada:

AVALIAÇÃO DO OMBRO. 1. Anatomia Aplicada: AVALIAÇÃO DO OMBRO 1. Anatomia Aplicada: Articulação esternoclavicular: É uma articulação sinovial em forma de sela com 3 graus de liberdade; A artic. esternoclavicular e a acromioclavicular habilitam

Leia mais

2º TERMO ADITIVO DO CONTRATO N. 216/2015 O MUNICÍPIO DE LUCAS DO RIO VERDE, Estado de Mato Grosso, com sede administrativa na Avenida América do Sul, 2500-S, Parque dos Buritis, Lucas do Rio Verde-MT,

Leia mais

Lesões Traumáticas do Membro Superior. Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão

Lesões Traumáticas do Membro Superior. Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão André Montillo UVA Lesões Traumáticas do Membro Superior Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão e Braço Fratura da Escápula Fratura da Clavícula Luxação Acrômio-clavicular

Leia mais

ANATOMIA APLICADA À MEDICINA I

ANATOMIA APLICADA À MEDICINA I UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA ANATOMIA APLICADA À MEDICINA I ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS DEPARTAMENTO DE ANATOMIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - 1 - AUTORES José Otávio Guedes Junqueira Professor

Leia mais

Estudo do movimento. Parte IV

Estudo do movimento. Parte IV Estudo do movimento Parte IV 1 Articulações sinoviais 1) Articulação gleno-umeral (GU). 2) Articulações acromioclavicular (AC). 3) Articulação esternoclavicular (EC) 2 Articulações funcionais 1) Escapulatorácica

Leia mais

Teórica: Aula expositiva dialogada com projeção de imagens e manipulação do esqueleto de resina, articulado.

Teórica: Aula expositiva dialogada com projeção de imagens e manipulação do esqueleto de resina, articulado. Aulas 2 e 3 Tema: Sistema esquelético Objetivos Mediar os conhecimentos científicos dos conteúdos propostos para que o aluno seja capaz de: Identificar a estrutura geral do Esqueleto Humano; Identificar

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2017

RESIDÊNCIA MÉDICA 2017 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde Sorocaba/SP RESIDÊNCIA MÉDICA 2017 ESPECIALIDADES COM PRÉ-REQUISITO EM CIRURGIA DA MÃO Nome RG CPF Data: 15/01/2017

Leia mais

CONTEUDO. Posicionamento Radiográfico-continuação. Punho:. PA (AP), 144. PA oblíqua,145

CONTEUDO. Posicionamento Radiográfico-continuação. Punho:. PA (AP), 144. PA oblíqua,145 117-4º CAPITULO - MEMBRO SUPERIOR C O L A B O R A Ç Õ E S D E: DONNA DAVIS, M ED, RT (R) (CV), LINDA LINGAR, M ED, RT (R) (M) C O L A B O R A D O R E S NAS E D I Ç Õ E S A N TE R I O R E S: JOHN P. LAMPIGNANO,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO HOSPITAL REGIONAL DO LITORAL DE PARANAGUA PROVA PARA TECNOLOGO EM RADIOLOGIA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO HOSPITAL REGIONAL DO LITORAL DE PARANAGUA PROVA PARA TECNOLOGO EM RADIOLOGIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO HOSPITAL REGIONAL DO LITORAL DE PARANAGUA PROVA PARA TECNOLOGO EM RADIOLOGIA 01 Posição do braço em abdução significa a) com rotação interna b) com rotação externa c) braço

Leia mais

ROTEIRO CURSO DE LESÕES DO ESPORTE NA ATIVIDADE FÍSICA COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL 25/02/2016

ROTEIRO CURSO DE LESÕES DO ESPORTE NA ATIVIDADE FÍSICA COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL COLUNA VERTEBRAL 25/02/2016 Jonas Wecker - Marcelo Marques Soares Douglas Lenz Prof. Didi CURSO DE LESÕES DO ESPORTE NA ATIVIDADE FÍSICA A coluna vertebral é constituída por 24 vértebras + sacro + cóccix. Estende-se do crânio até

Leia mais

Exercícios Práticos de Anatomia Veterinária

Exercícios Práticos de Anatomia Veterinária Unic - Universidade de Cuiabá Faculdade de medicina veterinária - 1 - Disciplina de Ciências Morfofuncionais Aplicadas a Medicina Veterinária I Exercícios Práticos de Anatomia Veterinária SUMÁRIO - 2 -

Leia mais

Sinergias dos Membros Superiores

Sinergias dos Membros Superiores Flexão do Extensão do Deltóide; Córaco ; Bícipite ; peitoral; Deltóide; Grande dorsal; Tricipite Sinergias dos Membros Superiores Articulação escápulo-umeral Articulação do cotovelo Articulação rádio-cubital

Leia mais

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciências da Saúde. Departamento de Educação Física

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciências da Saúde. Departamento de Educação Física Universidade de Brasília Faculdade de Ciências da Saúde Departamento de Educação Física Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" em Nível de Especialização em Treinamento da Natação "Análise Cinesiológica das

Leia mais

COMPLEXO DO OMBRO. Cinesiologia e Biomecânica

COMPLEXO DO OMBRO. Cinesiologia e Biomecânica COMPLEXO DO OMBRO Cinesiologia e Biomecânica Ossos Úmero Escápula Clavícula Esterno Costelas Esterno, clavículas e costelas Esterno: manúbrio, corpo e processo xifóide; Clavículas: osso cilíndrico em S

Leia mais

Procedimento x Procedimento Compativel

Procedimento x Procedimento Compativel Ministério da Saúde - MS Secretaria de Atenção à Saúde Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS Procedimento x Procedimento Compativel Competencia: 03/2016

Leia mais

Morfologia dos músculos do ombro, braço e antebraço do quati (Nasua nasua Linnaeus, 1758)

Morfologia dos músculos do ombro, braço e antebraço do quati (Nasua nasua Linnaeus, 1758) Biotemas, 23 (3): 167-173, setembro de 2010 ISSN 0103 1643 167 Morfologia dos músculos do ombro, braço e antebraço do quati (Nasua nasua Linnaeus, 1758) Amilton Cesar dos Santos* Bruno Machado Bertassoli

Leia mais

E S T U D O D O M O V I M E N T O - V

E S T U D O D O M O V I M E N T O - V 1 Pronação A pronação corresponde ao movimento que coloca a face palmar da mão virada para trás, colocando o 1º dedo (polegar) da mão mais próximo do plano sagital. Supinação A supinação corresponde ao

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica do Ombro

Avaliação Fisioterapêutica do Ombro Avaliação Fisioterapêutica do Ombro Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional-FMUSP Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada Articulação Esternoclavicular: Artic.

Leia mais

INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA. Instituto Long Tao. Prof. Regiane Monteiro

INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA. Instituto Long Tao. Prof. Regiane Monteiro INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA Instituto Long Tao Prof. Regiane Monteiro INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA História da Anatomia Terminologia Anatômica Osteologia HISTÓRIA DA ANATOMIA HUMANA HISTÓRIA DA ANATOMIA

Leia mais

CINESIOLOGIA APLICADA À MUSCULAÇÃO: Músculos do Braço e Antebraço

CINESIOLOGIA APLICADA À MUSCULAÇÃO: Músculos do Braço e Antebraço CINESIOLOGIA APLICADA À MUSCULAÇÃO: Músculos do Braço e Antebraço Músculos do Cotovelo Bicípite braquial Braquial Braquiorradial Tricípite braquial Ancôneo Bicípite Braquial Bicípite Braquial Origem: Cabeça

Leia mais

Generalidades sobre Ossos. Profa. Dra. Cecília Helena de A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB, USP

Generalidades sobre Ossos. Profa. Dra. Cecília Helena de A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB, USP Generalidades sobre Ossos Profa. Dra. Cecília Helena de A Gouveia Departamento de Anatomia, ICB, USP Osteologia O estudo dos ossos. Esqueleto Conjunto de ossos e cartilagens que se interligam para formar

Leia mais

2. Biomecânica do ombro

2. Biomecânica do ombro 2. Biomecânica do ombro Devido ao elevado número de elementos anatómicos intervenientes na biomecânica do ombro, a sua análise torna-se bastante complexa. Como se sabe, a função da cintura escapular requer

Leia mais

Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros. Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros

Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros. Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros Formador Credenciado Eng. Paulo Resende Dezembro de 2013 Anatomia e fisiologia do corpo humano OBJETIVOS Caracterizar os diversos sistemas que constituem

Leia mais

ANÁLISE DOS FATORES ANTROPOMÉTRICOS EM BIOMECÂNICA

ANÁLISE DOS FATORES ANTROPOMÉTRICOS EM BIOMECÂNICA ANÁLISE DOS FATORES ANTROPOMÉTRICOS EM BIOMECÂNICA Prof. Dr. André Luiz Felix Rodacki 1 Parâmetros antropométricos em Biomecânica Antropometria é a ciência que estuda quantitativamente tamanho, massa,

Leia mais

Sistema músculo-esquelético 12 de outubro de Anatomia e Histologia Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica Joaquim Polido Pereira

Sistema músculo-esquelético 12 de outubro de Anatomia e Histologia Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica Joaquim Polido Pereira Sistema músculo-esquelético 12 de outubro de 2016 Anatomia e Histologia Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica Joaquim Polido Pereira Sistema músculo-esquelético Osteologia Artrologia Miologia O aspeto

Leia mais

ANATOMIA HUMANA I. Acidentes Ósseos. Prof. Me. Fabio Milioni. Características Anatômicas de Superfície dos Ossos

ANATOMIA HUMANA I. Acidentes Ósseos. Prof. Me. Fabio Milioni. Características Anatômicas de Superfície dos Ossos ANATOMIA HUMANA I Acidentes Ósseos Prof. Me. Fabio Milioni Características Anatômicas de Superfície dos Ossos As superfícies dos ossos possuem várias características estruturais adaptadas a funções específicas.

Leia mais

JOANA PAULA PORTELA. Cinesiologia

JOANA PAULA PORTELA. Cinesiologia JOANA PAULA PORTELA Cinesiologia 2016 JOANA PAULA PORTELA CINESIOLOGIA 1ª EDIÇÃO Sobral/2016 INTA - Instituto Superior de Teologia Aplicada PRODIPE - Pró-Diretoria de Inovação Pedagógica Diretor-Presidente

Leia mais

INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA. Instituto Long Tao. Prof. Regiane Monteiro

INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA. Instituto Long Tao. Prof. Regiane Monteiro INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA Instituto Long Tao Prof. Regiane Monteiro INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA História da Anatomia Terminologia Anatômica Osteologia HISTÓRIA DA ANATOMIA HUMANA HISTÓRIA DA ANATOMIA

Leia mais

Lesões Traumáticas do Membro Superior. Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão

Lesões Traumáticas do Membro Superior. Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão André Montillo UVA Lesões Traumáticas do Membro Superior Lesões do Ombro e Braço Lesões do Cotovelo e Antebraço Lesões do Punho e Mão Lesões do Cotovelo Fratura Distal do Úmero Fratura da Cabeça do Rádio

Leia mais

Vias de acesso ao membro superior 81

Vias de acesso ao membro superior 81 1566 Vias de acesso ao membro superior 81 CELSO RICARDO FOLBERG MILTON BERNARDES PIGNATARO SUMÁRIO Ombro... 1567 Úmero... 1572 Cotovelo... 1576 Antebraço... 1582 Punho... 1586 Mão... 1589 Referências bibliográficas...

Leia mais