revista Congresso 2015 Programação já está pronta para receber a revenda brasileira Vida Sindical Interiorização vai a Pelotas página 14

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "revista Congresso 2015 Programação já está pronta para receber a revenda brasileira Vida Sindical Interiorização vai a Pelotas página 14"

Transcrição

1 postoavançado revista Ano XXVIII Agosto de 2015 Nº 100 Mala Direta Postal Básica /2010-DR/RS SULPETRO Congresso 2015 Programação já está pronta para receber a revenda brasileira Personagem Advogado especialista em Direito Previdenciário Anildo Ivo da Silva página 20 Vida Sindical Interiorização vai a Pelotas página 14 Mercado ExpoPostos & Conveniência encerra com volume de negócios acima da expectativa página 16 posto avançado 1

2 2 posto avançado

3 Índice Revista do Sulpetro Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrifica tes no Estado do Rio Grande do Sul Ano XXVIII Agosto de 2015 Nº Conteúdo Congresso 2015 diversificado e ariedade de temas são atrações do evento 18 Ricardo Giusti Prêmio Coopetrol Nacional Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati 23 Pergunte ao Jurídico Ações de fiscalizaçã promovidas pela Smic e pelos Procons Agenda Fiscal Outubro e Novembro/ Contas em Dia Administrando empresas em época de crise Presidente está preocupado com o não cumprimento da Resolução 57/2014 da ANP 26 Tio Marciano posto avançado 3

4 Congresso 2015 Palestrantes, expositores e público estão na expectativa para o evento deste ano Com a proximidade do 18º Congresso Nacional e Latino-Americano de Revendedores de Combustíveis, a expectativa do setor está crescendo para acompanhar a programação de palestras e conhecer as novidades da feira de produtos e serviços, que ocorre de forma paralela ao evento. Entre os dias 24 e 27 de setembro, os principais dirigentes sindicais do ramo varejista de combustíveis e agentes públicos do segmento estarão no Wish Serrano Resort & Convention, em Gramado, na Serra gaúcha, trocando ideias, conferindo lançamentos de produtos e tendências de mercado. 4 posto avançado

5 Arquivo pessoal A psicóloga Crismeri Delfino orrêa adianta que, durante duas horas, realizará uma dinâmica de grupos com os participantes do Congresso. No dia 25 de setembro, a partir das 9h30, representantes de instituições estrangeiras ligadas à revenda estarão reunidos no painel A revenda e o mercado internacional, mediado pelo presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda Soares. O presidente da Asociación Costarricense de Expendedores de Combustibles (Acec), Antonio Galva Saborío; o vice-presidente da Asociación de Grifos y Estaciones de Servicio del Peru (Agesp), Renzo Lercari Carbone, e o presidente da Organização Nacional de Varejistas de Petróleo (Onexpo), José Angel García Elizondo, abordarão os diferentes cenários do setor em seus países. Em seguida, às 11h, o público acompanhará uma análise da concorrência no varejo de combustíveis, realizada pelo doutor em Economia e pesquisador da Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul (FEE) Carlos Águedo Paiva. Ele falará sobre as alternativas que garantem maior rentabilidade para a revenda e que não têm relação com a baixa de preços até o limite do custo. Salas paralelas oferecem palestras de forma simultânea À tarde, os participantes terão a oportunidade de escolher entre três assuntos debatidos ao mesmo tempo, porém, em ambientes separados, a partir das 14h. Na sala 1, o tema Gestão de estoque: obrigação ou necessidade? será apresentado pelos sócios-diretores da Cardinalis Consultoria, Frederico Amorim, Marcelo Louzada e Vladimir dos Passos. Segundo pesquisa Anual de Perdas da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) de 2014, o Brasil é um dos países que apresentam um dos maiores índices de perdas no varejo do mundo. São números assustadores, mas que, porém, não estão no dia a dia dos varejistas de diversos setores. Dentre eles, os revendedores de combustíveis e operadores de lojas de conveniência, comenta o consultor Frederico Amorim. Ele orienta que a gestão de estoque é o primeiro passo para que se implante um programa de Gestão de Prevenção de Perdas. Não bastassem as pressões posto avançado 5

6 Congresso 2015 Divulgação Secretário estadual do Meio Ambiente da Bahia, Eugênio Spengler, tem larga experiência no setor, já tendo atuado no Ministério do Meio Ambiente e no RS. mercadológicas, o governo tende a estar cada vez mais atento às movimentações de estoques, o que torna o tema ainda mais delicado, explica. Na sala 2, a psicóloga e autodidata em Dinâmica dos Grupos pela Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos (SBDG), Crismeri Delfino Corrêa, ministrará o tema World café: uma maneira de fomentar o diálogo colaborativo. Pós-graduada em Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas e especialista em Marketing (PPGA-UFRGS), Crismeri adianta que world café é uma técnica em que, por meio da discussão de perguntas relevantes, buscam-se soluções efica es. Este espaço terá um ambiente acolhedor, criado para expressão do pensamento, fala e escuta, antecipa. No mesmo horário, os participantes poderão ainda assistir à palestra Criação de valor do negócio e retorno dos investimentos através da geração de caixa e inteligência competitiva. O consultor de empresas, professor de Graduação e Pós-Graduação e especialista em Controladoria e Doutorando em Inteligência Empresarial, Miguel Piegas, e o consultor de empresas e especialista em Gestão Financeira Rubens Pinho serão os responsáveis em debater o assunto. Para finalizar o programa do dia, o secretário Estadual do Meio Ambiente da Bahia, Eugênio Spengler, falará sobre o Meio ambiente e a revenda. Ele também atuou como gerente regional da Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Estado do Rio Grande do Sul (Fepam), foi coordenador da Assessoria Técnica da Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul, secretário de Planejamento e Meio Ambiente do Município de Santo Cristo (RS) e professor de Saneamento Ambiental pela Universidade de Ijuí (RS). Programa do dia 26 de setembro proporciona temas técnicos e motivacionais No sábado, dia 26 de setembro, a programação inicia-se às 9h30, expondo uma questão 6 posto avançado

7 Lucas Bernardes A palestra de Jair Kobe tem cerca de 80 minutos de duração e trata de quatro pilares do sucesso: a perseverança, o foco, o planejamento e a inovação. que tem sido motivo de grande preocupação por parte dos revendedores de combustíveis: o Alvará do Corpo de Bombeiros e a LO para a ANP. No painel, com mediação do presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda Soares, representantes da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), do Corpo de Bombeiros Militar do RS (CBMRS), da Fepam e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Porto Alegre (Smam) debaterão a apresentação da Licença de Operação ambiental e o Atestado de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) à ANP, com prazo encerrando-se em 19 de outubro. Após esta data, a fiscalização da Agência passará a efetuar as penalidades para quem não dispor dos documentos. Às 11h, o foco em debate muda com a temática Conversas do bem: empresas mais humanas!. Neste painel, três profissionais com diferentes atuações abordam projetos de instituições e corporações que buscam produtividade em um ambiente de trabalho mais humanizado, além de engajamento de suas equipes, melhorando suas relações e ampliando o lado bom da vida. Participam do evento o publicitário, escritor e coach life Gabriel Carneiro Costa que busca uma compreensão sobre os motivos que movem, ou deixam de mover as pessoas para serem mais felizes em seus propósitos, o publicitário Eduardo Cheffe, que tem como principal propósito potencializar a inteligência coletiva de grupos de trabalho. E completa o trio de palestrantes o empresário, atleta e empreendedor Felipe Goettems, que tem na própria experiência de vida seus conceitos para ajudar pessoas a vencerem seus medos. Para encerrar a programação do Congresso de forma animada, o humorista e empresário Jair Kobe revelará sua trajetória, desde o anonimato até o sucesso. Na palestra motivacional Humor é coisa séria: bastidores da trajetória de sucesso do Guri de Uruguaiana, além de mostrar a história do famoso personagem gaúcho, Kobe apresenta suas origens musicais com o Grupo Canto Livre e o show Seriamente Cômico, que contava com outros três personagens. No show, ele também repassa lições aprendidas nos bastidores do desenvolvimento do seu negócio, abordando a análise de concorrentes, as ações estratégicas de diferenciação e o seu case de sucesso em mídias sociais. posto avançado 7

8 Congresso 2015 Autoridades prestigiam evento Com algumas semanas faltando para a realização do 18º Congresso Nacional e Latino- Americano de Revendedores de Combustíveis, o presidente do Sulpetro, Adão Oliveira, tem visitado diversas autoridades para ofici - lizar o convite para o evento. Na manhã de 4 de agosto, ele foi recebido pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado estadual Edson Brum (PMDB). Ao final da tarde, Oliveira convidou o secretário estadual da Segurança Pública, Wantuir Jacini. Já o secretário estadual de Minas e Energia, Lucas Redecker, antecipou que prestigiará a abertura do evento, durante audiência com o presidente do Sindicato, em 12 de agosto. No encontro, também foram abordados temas que envolvem as obrigações das revendas de combustíveis, como a exigência da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a partir de 19 de outubro deste ano, quando passará a vigorar a norma que vincula a validade do certificado da Agência com a licença ambiental e, também, com o alvará do Corpo de Bombeiros. O roteiro de convites também contou com audiência com o governador em exercício do RS, José Paulo Cairoli, no dia 11 de agosto. Logo após assumir o cargo de forma interina, ele recepcionou o presidente do Sulpetro no Palácio Piratini. O presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Mauro Pinheiro (PT), recebeu o convite no dia 19 de agosto. O presidente do Sulpetro falou sobre as alterações no volume de vendas de combustíveis no Estado diante do cenário econômico, e Pinheiro abordou projetos de lei que tramitam na casa e que afetam o comércio. No dia 25 de agosto, foi a vez do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, receber o presidente do Sulpetro, no Palácio Piratini. Na audiência, Sartori adiantou que buscará organizar um roteiro de visitas na Serra gaúcha, no mesmo final de semana do evento, para poder acompanhar o Congresso. No mesmo dia, encerrando a agenda de convites, o secretário estadual dos Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen, confi - mou sua presença em Gramado. 8 posto avançado

9 Presidente Adão Oliveira, presidente do Legislativo gaúcho, deputado Edson Brum, e diretor-executivo Luís Antônio Steglich Costa. Secretário estadual da Segurança, Wantuir Jacini, conferiu a programação do evento. Secretário estadual de Minas e Energia, Lucas Redecker, confirmou p esença na abertura oficial do ongresso, em 24 de setembro. posto avançado 9

10 Congresso 2015 Luiz Chaves Governador em exercício do RS, José Paulo Cairoli, que já atuou no segmento da distribuição de combustíveis, adiantou que buscará espaço na agenda de compromissos para participar da programação. Governador do Estado, José Ivo Sartori, pretende montar uma agenda de atividades na Serra gaúcha no final de semana do ongresso para prestigiar o evento. Secretário estadual dos Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen, é presença constante no evento de Gramado. O presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Mauro Pinheiro (PT), garantiu que prestigiará o Congresso. 10 posto avançado

11 Noite festiva finaliza ongresso Depois de quase três dias de intensos debates, de momentos para adquirir novos conhecimentos e de troca de experiências, o evento encerra-se com o Jantar de Confraternização, em 26 de setembro, às 20h30. Além de ser uma oportunidade para descontrair e rever amigos, ao som da Banda Dublê, a noite festiva também contará com a entrega do Prêmio Coopetrol, concedido àquelas pessoas e agentes públicos que atuaram na defesa dos direitos dos revendedores de combustíveis. Na categoria Regional, será agraciado o exrevendedor gaúcho Marcelo Louzada e, na Nacional, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati. Já o troféu Internacional será concedido ao mexicano José Angel García Elizondo, presidente da Organização Nacional de Varejistas de Petróleo (Onexpo). O Congresso é uma realização do Sulpetro e da Coopetrol, em parceria com o Sindicombustíveis/PR, Sindipetro/SC, Sindipetro Serra Gaúcha, Fecombustíveis e Claec. Mais informações em: e facebook.com/congressorevendedor posto avançado 11

12 Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrifica tes no Estado do RS Rua Coronel Genuíno, 210 Porto Alegre/RS CEP Fone: (51) Fax: (51) org.br Presidente Adão Oliveira da Silva Vice-Presidentes Oscar Alberto Raabe Eduardo Pianezzola Ildo Buffon Paulo Souza e Silva Moreira Jorge Carlos Ziegler Secretários Hélio Guilherme Schirmer Ailton Rodrigues da Silva Junior Claiton Luiz Tortelli Tesoureiros Gilberto Rocha Alberton Ricardo Buiano Henning Diretor de Patrimônio Guido Pedro Kieling Diretor para Assuntos Econômicos Elvidio Elvino Eckert Diretores para Assuntos Legislativos José Ronaldo Leite Silva Amauri Celuppi Diretor de Comunicação Luiz Fernando de Castro Diretor Procurador Antônio Gregório Goidanich Diretor de Lojas de Conveniência Sadi José Tonatto revista posto avançado Sulpetro Diretor para Postos de Estrada Orivaldo José Goldani Diretor para Postos Revendedores de GNV Márcio Pereira Diretor para Postos Independentes Olavo Luiz Benetti Diretores Suplentes José Henrique Schaun Orivaldo José Goldani Edson Luiz Possamai Hugo Carlos Lang Filho Frederico Walter Otten Carlos Joaquim Xavier Luiz Roberto Weber Josué da Silva Lopes André de Carvalho Gevaerd Gustavo Farias Staevie Aires Jari Heatinger Ângelo Galtieri Jéferson Machado Reyes Cláudio Alberto dos Santos Azevedo Gilberto Braz Agnolin Roberto Luis Vaccari Norman Moller Gilson Becker Milton Lovato Marcelo Bard Luiz Fernando Quadros de Castro Luis Gustavo Becker Delegados Representantes Titulares Adão Oliveira da Silva Suplentes Oscar Alberto Raabe Antônio Gregório Goidanich Conselho Fiscal Membros Efetivos Vilmar Antônio Sanfelici Delci Vilas Boas Siegfried Heino Matschulat Membros Suplentes Maria Paulina de Souza Alencastro João Carlos Dall acqua Hardy Kudiess Diretores Regionais Alegrete Silvanio de Lima Adjuntos: Elpídio Kaiser e Jarbas Fernandes da Costa Bagé Marcus Vinícius Dias Fara Expediente Adjuntos: Ingridi Olle e Marco Aurélio Balinhas Caçapava do Sul Ciro César Forgiarini Chaves Adjunto: Maiton Lopes Prussiano Cachoeira do Sul José Dagoberto Oliveira Gonçalves Adjuntos: Charles Dal Ri e Denise Radunz Carazinho Renato A Riss Adjuntos: Luis Eduardo Baldi e Paulo Roberto Endres Erechim João André Rogalski Adjuntos: Roberto Machry e João André Rogalski Ijuí Josiane Barbi Paim Adjuntos: Edebaldo Weber Lajeado Nestor Müller Adjuntos: Elvídio Elvino Eckert e Roberto André Kalsing Osório Edo Odair Vargas Adjuntos: Gilson Becker Passo Fundo Roger Adolfo Silva Lara Adjuntos: Doli Maria Dalvit Pelotas Paulo Souza e Silva Moreira Adjuntos: Eduardo Poetsch e Everson Azeredo Rio Grande Henrique José Leal Vieira da Fonseca Adjuntos: Carlos Joaquim Xavier e Gilberto Tavares Sequeira Santa Cruz do Sul Sérgio Morales Rodriguez Adjuntos: Walter Pflug e Paulo Lisboa Santa Maria Ricardo Cardoso Adjuntos: Moacir da Silva e Francisco Hubner Santa Rosa Roberto Luis Vaccari Adjuntos: Pedro Fernando Mendel Santana do Livramento Adan Silveira Maciel Adjuntos: Gustavo Farias Stavie Santo Ângelo Nestor René Koch Adjuntos: Fernando Vontobel Londero e Vitor Antonio Nevinski São Gabriel Jose Orácio Silva Lederes Adjuntos: André Henrique Winter Seberi Gilberto Braz Agnolin Adjuntos: Ivan Dall agnol e Jacson Grossi Torres Edgar Denardi Adjuntos: Eloir Schwanck Krausburg e Sandra Trevisani Uruguaiana Charles da Silva Pereira Adjuntos: Elvira Helena Campanher e João Antonio Bruscato de Lima Vale do Sinos Gustavo Sá Brito Bortolini Adjuntos: George Zardin Fagundes e Vinicius Goldani Área de Apoio Diretor-Executivo: Luis Antônio Steglich Costa org.br Gerente Comercial e de Vendas a Varejo: Rômulo Carvalho Venturella Gerente de Marketing e Qualificação: Jéssica Fraga da Silva Gerente Administrativo- Financeira: Fernanda Almeida de Matos Schneider Secretária da Presidência: Lisiane Maria da Silva Auxiliar Administrativo III: Cássia Padilha, Christian Machado Coelho Leal e David Igor Bernardo da Silveira Assistente de Apoio Administrativo: Simone Broilo Assistentes de Expansão e Apoio ao Revendedor: Fernando de Oliveira Barbosa e Rodrigo de Oliveira Recepcionista: Alana Luisa Nascimento Auxiliar de Serviços Gerais: Rosemeri Pavão dos Santos Office-boy: Marcelo Silva do Nascimento Coordenação Jurídica: Antônio Augusto Queruz, Betty Mu, Felipe Goidanich, Maurício Fernandes e Rafael de Castro Volkmer Consultor Trabalhista: Flávio Obino Filho Consultor Contábil-Fiscal: Celso Arruda Assessoria de Imprensa: Neusa Santos Coopetrol - Cooperativa dos Revendedores de Combustíveis Ltda. Presidente Antônio Gregório Goidanich Diretor Financeiro Oscar Alberto Raabe Conselheiros-diretores Adão Oliveira da Silva, Gilberto Rocha Alberton e Paulo Moreira As opiniões dos artigos assinados e dos entrevistados não são de responsabilidade da Revista Posto Avançado Conselho editorial: Adão Oliveira da Silva, Eduardo Pianezzola, José Ronaldo Leite Silva, Luis Antônio Steglich Costa e Luiz Fernando de Castro Coordenação: Ampliare Comunicação Edição: Neusa Santos (MTE/RS 8544) Reportagem: Cristina Cinara e Neusa Santos Revisão: Press Revisão Foto da Capa: Diagramação: H&B Design Impressão: Print Press Tiragem: exemplares 12 posto avançado

13 Palavra do Presidente Juros altos não aplacam a infla ão Adão Oliveira A política governamental de elevar as taxas de juros como forma de inibir o agravamento da inflação não tem gerado os resultados esperados. As taxas de juros subiram mais de 50% neste ano, sem que isso tenha provocado um freio na inflação que, ao contrário, continua se elevando sem perspectivas de reflui, como pretendem as autoridades monetárias. Os anos anteriores a 2014 foram de grande euforia consumista. Crédito farto e barato, contenção de tarifas públicas e adoção de uma política cambial frouxa e irresponsável criaram um quadro propício para a retomada inflaci - nária. Tudo isso aliado às finanças públicas que foram totalmente comprometidas e desajustadas. A dívida pública só tem subido, e o peso do Estado, exacerbado, acabou por agravar a situação que hoje vivenciamos, tendo contaminado o resto da economia. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, precisa continuar a sua luta para restringir e/ou eliminar as políticas populistas de meses atrás. E, de parte do Congresso, é de se esperar que os políticos deixem suas diferenças partidárias de lado para evitar o pior. Evitar o pior significa, agora, adiar a aprovação de medidas que venham a onerar ainda mais o setor público e permitir que a equipe econômica corrija os erros da política monetária e cambial. Na questão fi - cal, a crise impede que o governo, sozinho, possa reverter o quadro de dificuldades que se alastram pelos estados (o caso da falência finan eira e fiscal do RS é emblemático). Aí será necessário aliviar o peso dos custos de produção à iniciativa privada, capaz de dotá- -la de condições mínimas para o reerguimento dos níveis toleráveis de crescimento da produção e emprego. A sociedade brasileira precisa exigir de seus governantes que sejam responsáveis na implantação de políticas sérias e efica es que combatam todas as iniciativas que, de alguma maneira, possam comprometer as bases de uma política econômica real e fundamentada de que carecemos. Os problemas políticos recentes em que o País está envolvido, a partir das operações policiais e do Ministério Público para punir atos de corrupção e condenar quem com ela enriqueceu, não podem paralisar nem o governo nem a economia em geral. Do contrário, poderemos arruinar ainda mais a situação que já é, em si, preocupante. A sociedade brasileira precisa exigir de seus governantes que sejam responsáveis na implantação de políticas sérias e efi azes que combatam todas as iniciativas que, de alguma maneira, possam comprometer as bases de uma política econômica real e fundamentada de que carecemos. posto avançado 13

14 Vida Sindical Interiorização vai a Pelotas Programação em Pelotas começou com reunião de Diretoria do Sulpetro. Após a realização de reuniões de revendedores e de diretores do Sulpetro na Capital e em Santa Cruz do Sul, no dia 17 de agosto foi a vez de empresários do segmento varejista de combustíveis encontrarem-se na cidade de Pelotas em mais um evento de interiorização do Sindicato. Tendo o Hotel Manta como cenário, os proprietários de postos de combustíveis promoveram, no local, a reunião de Diretoria e o encontro mensal de acompanhamento de resultados do Planejamento Estratégico. Segundo o presidente Adão Oliveira, os encontros no interior do Rio Grande do Sul servem para integrar o setor, especialmente com parceiros, como autoridades locais e agentes políticos. A crise econômica é grave e está apenas começando. Então, temos que nos unir para vencê-la, comentou o dirigente, durante almoço com a participação das principais lideranças da região Sul do Estado. A vice-prefeita de Pelotas, que na ocasião ocupava o Executivo em exercício, Paula Mascarenhas (PPS), declarou que a prefeitura precisa contar com a iniciativa privada, com empresários como os revendedores. O Brasil é um país que ainda tem preconceito com a iniciativa privada. E nós sabemos que quem gera renda, emprego e desenvolvimento são vocês. Cabe aos governos fazerem uma mediação, mas, sobretudo, estimular e não criar mais problemas, defendeu. Sobre o atual momento econômico, Paula comentou que todos têm responsabilidade, já que a crise vem sendo formada há gerações de governantes e a sociedade não se mobilizou por um tempo. Olho para o futuro com esperança, penso que podemos ter um RS diferente. Talvez precisássemos dessa lição, para podermos construir um Estado mais forte, com responsabilidade fisca, afi mou. O vice-prefeito de Rio Grande, Eduardo Lawson (sem partido), ressaltou a importância do segmento comercial da revenda de combustíveis. Segundo ele, os postos são o apoio para a logística de produtos e serviços. Aguardamos com grande expectativa os investimentos que iremos receber. Com inteligência e participação, enfrentaremos esse momento. Precisamos de diálogo e união, principalmente do setor privado, e gerar tranquilidade para os investidores, recomendou. Já o deputado estadual Catarina Paladini (PSB) também abordou as dificuldades eco- 14 posto avançado

15 nômicas vividas tanto pelo Estado quanto pelo País. Não haverá outra forma de sairmos da crise se não for dialogando, disse. Ele acrescentou que o RS paga, por dia, R$ 3 milhões de juros por causa da dívida. Há 37 anos, gastamos mais do que arrecadamos, lamentou. Ele se colocou à disposição de todos para construir uma solução que não somente empurre o problema para os próximos governantes. Deputado estadual Catarina Paladini (PSB); vice-prefeito de Rio Grande, Eduardo Lawson; João Pedro Grill; secretário de Gestão de Pelotas, Gilberto Cunha; ex- -vice-governador Beto Grill; presidente Adão Oliveira; prefeita em exercício de Pelotas, Paula Mascarenhas (PPS); e delegado regional de Polícia, Márcio Steffens. Fotos: Na parte da tarde, revendedores acompanharam a apresentação do Planejamento Estratégico do Sindicato e orientações sobre precificação pa a postos revendedores de combustíveis, abordando como e onde colocar o preço dos produtos nos estabelecimentos para não sofrerem multas. Revendedores de combustíveis da região Sul do Estado tiveram a oportunidade de confraternizar com empresários do setor de outras localidades. posto avançado 15

16 Vida Sindical ExpoPostos & Conveniência encerra com volume de negócios acima da expectativa Divulgação de empresários. O evento superou as minhas expectativas. O número de negócios na Feira foi alto. Encontrei um empresário que investiu R$ 200 mil no segundo dia do evento. Ao que tudo indica, os negócios na feira ultrapassarão os R$ 150 milhões previstos, comentou o dirigente. Embora a indústria automobilística tenha previsão de queda de 20% neste ano, ela produziu 3,5 milhões de veículos a mais, no ano passado, e há mais de 40 milhões de veículos nas ruas, disse o presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda, na abertura da ExpoPostos Os três dias de realização da ExpoPostos & Conveniência 2015 XII Feira e Fórum Internacional de Postos de Serviços, Equipamentos, Lojas de Conveniência e Food Service, entre os dias 5 e 7 de agosto, em São Paulo, confi maram a disposição das redes de postos de combustíveis em investir na ampliação do negócio, na atualização das instalações existentes e, principalmente, na oferta de novos serviços e diferenciais para os consumidores, como forma de ampliar sua receita. Na avaliação do presidente da Fecombustíveis, Paulo Miranda, a feira deste ano foi melhor do que a anterior, por reunir um número maior Divulgação Em todos os estandes, o movimento de visitantes foi intenso no período do evento, e o balanço parcial indica que mais de 22 mil pessoas compareceram à ExpoPostos & Combustíveis, afi ma o diretor de Negócios da Feira, Rubens Slaviski. Ele também destacou que os proprietários e gerentes dos postos de serviços reafi maram a decisão de investir em seus postos e lojas de conveniência, o que se refletiu em muitas consultas e fechamentos de negócios por parte dos fornecedores de equipamentos e soluções, destacadamente os que permitem capturar novas oportunidades de vendas, modernizar a estrutura ou melhorar a gestão. O presidente em exercício e diretor executivo do Sindicom, Jorge Luiz Oliveira, disse que a feira ofereceu um ambiente muito favorável às oportunidades de negócios para os fornecedores de equipamentos. O Fórum também apresentou condições propícias para a discussão e superação dos desafios do se or. No Fórum Internacional de Postos de Serviços, Equipamentos, Lojas de Conveniência e Food Service, mais de 850 pessoas assistiram às 11 palestras, focadas tanto na macroeconomia, quanto nos serviços de conveniência, atendimento, meio ambiente, etanol, entre outros temas. At Comércio de Combustíveis Ltda. EPP, de Capivari do Sul. Comércio de Combustíveis Sander & Drechsler Ltda. EPP, de Barra do Ribeiro. Novos Associados Posto de Combustíveis e Conveniências Caminho do Gol Ltda., de Porto Alegre. Soledade Comércio de Combustíveis Ltda., de Soledade. 16 posto avançado

17 Jornalistas de diversas regiões relataram as demandas da imprensa junto aos sindicatos assessorados. Assessores de imprensa dos sindicatos discutem comunicação e defesa da concorrência O excesso de informações vivido em todo o mundo foi o foco da palestra do professor Guilherme Miziara, da Faculdade Ibmec, do Rio de Janeiro, aos jornalistas assessores de imprensa dos sindicatos filiados à Fecombustíveis. Segundo ele, que abordou o tema Estratégias e ferramentas de comunicação, o papel dos comunicadores é filt ar essas informações, sempre observando as posições perceptivas. O que vale é a percepção do público-alvo para a mensagem recebida, e não a intenção que tivemos em transmiti-la, explicou. Na sequência, o Doutor em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e assessor jurídico da Fecombustíveis em Direito Econômico e Antitruste, Arthur Villamil, falou sobre o gerenciamento de crise envolvendo questões como preços abusivos e cartel. Ao se utilizar da poderosa ferramenta da comunicação, os sindicatos podem acabar expondo a risco a livre concorrência e a livre iniciativa, alertou. Ele acrescentou que, uma vez que a lei de defesa da concorrência proíbe qualquer atuação que possa, ainda que de forma meramente potencial, prejudicar a livre concorrência, os sindicatos devem estar muito atentos ao conteúdo e à forma das informações discutidas na entidade e divulgadas aos seus associados ou à mídia, em geral, a fim de evitar a configu ação de infrações da ordem econômica. Alimentação saudável No dia 10 de agosto, os colaboradores do Sulpetro acompanharam a palestra sobre Alimentação Saudável com a nutricionista da Unimed Paula Corrêa. A profissional repassou dicas e informações sobre práticas que auxiliam na boa alimentação. A iniciativa faz parte do programa do Sindicato que visa à qualidade de vida dos funcionários que compõem a equipe de trabalho. Divulgação Sindicato convida lideranças políticas para acompanhar o Prêmio Coopetrol No dia 4 de agosto, representantes do Partido Progressista de Porto Alegre estiveram em um almoço no Sulpetro, quando foram convidados a participar do 18º Congresso Nacional e Latino- Americano de Revendedores de Combustíveis, em Gramado. O presidente do Sindicato, Adão Oliveira, também comunicou às lideranças políticas que o prefeito da Capital, José Fortunati, receberá o Prêmio Coopetrol na categoria Nacional, durante o Jantar de Confraternização do evento, na noite de 26 de setembro. posto avançado 17

18 Prêmio Coopetrol Três décadas de trabalho dedicadas à vida pública Diretor André Gevaerd; empresário Ângelo Galtieri; secretário Municipal do Turismo, Luiz Fernando Moraes; prefeito José Fortunati, revendedor Francisco Vacca e presidente Adão Oliveira, no lançamento do primeiro Ponto de Orientação e Informação Turística da Capital (Point) em posto de combustíveis de Porto Alegre, em maio do ano passado. O maior desafi, hoje, dos prefeitos no Brasil inteiro é atender às demandas da população, cumprir com as responsabilidades da administração municipal, com recursos escassos. Mas isso tem se tornado cada vez mais difícil, porque vivemos um período de crise: crise finan eira, orçamentária, política, moral e com queda dos repasses estaduais e federais. O desabafo é do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, que será agraciado com o Prêmio Coopetrol na categoria Nacional, durante o 18º Congresso Nacional e Latino-Americano de Revendedores de Combustíveis, na noite de 26 de setembro, em Gramado. O cidadão vive nas cidades e temos a missão de garantir que ele terá acesso aos serviços públicos essenciais, como saúde, educação e assistência social, com qualidade e eficiênci, comenta o homenageado. Natural de Flores da Cunha, na Serra gaúcha, Fortunati cursou as faculdades de Matemática na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Administração Pública e de Empresas e a de Direito. O homenageado tem um extenso currículo na vida pública. Presidiu o Sindicato dos Bancários de Porto Alegre (1985/86), participou da fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), sendo seu primeiro presidente estadual, em 1985, e reeleito para a gestão seguinte. Em 1987, foi eleito deputado estadual Constituinte. Também se elegeu deputado federal por duas ve- 18 posto avançado

19 zes, em 1990 e em Foi vice-prefeito da cidade durante a gestão 1997/2000. No ano de 2000, foi eleito vereador com 40 mil votos, a mais expressiva votação de toda a história da Capital. Também esteve à frente da Secretaria Estadual da Educação e ocupou o cargo de Secretário do Planejamento Municipal de Porto Alegre. Em 2008, foi eleito vice-prefeito Divulgação Primeira-dama de Porto Alegre e deputada estadual, Regina Becker (PDT), e o homenageado. Ricardo Giusti-PMPA O agraciado recepcionando o mascote da Copa do Mundo de 2014, Fuleco. pela segunda vez, assumindo também o cargo de Secretário Extraordinário da Copa de Em março de 2010, com a renúncia de José Fogaça (PPS) para concorrer ao governo do Estado, Fortunati assumiu a Prefeitura até o final do mandato, em Em outubro do mesmo ano, foi reeleito prefeito de Porto Alegre no primeiro turno das eleições. Segundo o chefe do Executivo municipal, o grande e desafiador dever é conduzir a cidade com responsabilidade na aplicação dos recursos públicos para que as pessoas que mais precisam das políticas públicas sejam realmente beneficiada. Estamos no caminho certo. Em Porto Alegre, as decisões são tomadas junto com a comunidade, por meio do Orçamento Participativo, onde são os moradores que decidem a melhor forma de aplicar o dinheiro público, ou seja, para quais ações, aquelas que são mais importantes para as comunidades, serão destinados os recursos municipais, explica. No caso da revenda de combustíveis, o prefeito liderou, no ano passado, por intermédio da Secretaria Municipal de Turismo, o projeto para a implantação dos Pontos de Orientação e Informação Turística da Capital (Points). Durante a Copa do Mundo de 2014, revendas de combustíveis contaram com os Points durante os jogos mundiais de futebol, buscando facilitar o acesso dos visitantes às informações turísticas e a materiais de orientação na cidade, estimulando a visitação a atrativos e maior permanência do turista em Porto Alegre. Na opinião de Fortunati, o Prêmio Coopetrol é muito importante para o reconhecimento daquelas pessoas que contribuem com um setor fundamental para a economia e o crescimento do País. Ao mesmo tempo, o Sulpetro desempenha muito bem seu papel de buscar mecanismos de proteção e estímulo ao setor e influenciar as políticas voltadas à categoria, gerando resultados positivos, elogia. Ele acrescenta que o Sindicato também atua de forma exemplar ao valorizar boas práticas dos empresários, sempre primando pelo compromisso de oferecer produtos dentro dos padrões, o respeito ao consumidor e aliando o desenvolvimento econômico ao socioambiental. posto avançado 19

20 Personagem Anildo Ivo da Silva A lei e a atuação humanista Advogado especialista em Direito Previdenciário, Anildo Ivo da Silva está à frente de um escritório com 90 colaboradores e sede em Canoas. Ele é graduado em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), escolheu a profi - são por acaso e já auxiliou mais de 15 mil pessoas em seus processos de aposentadoria. O profissional fala para a revista Posto Avançado sobre previdência e os cuidados com o futuro. Escolha Desde os estágios na faculdade, atuei na área trabalhista e ela é muito próxima da área da previdência. Minha especialização se deu na prática. Fiz uma disciplina optativa, de Direito Previdenciário, e decidi que seguiria cuidando disso. Desde 2001, atuamos somente na área previdenciária. Previdência Social no País A previdência social, nos moldes em que está, não se sustenta ao longo do tempo. Possivelmente, nos próximos 10 anos deverá haver mudanças importantes, pois ela não poderá se manter na forma em que está desenhada. Podemos perceber que, nos países mais desenvolvidos, as pessoas não se aposentam mais antes dos 60 anos com uma aposentadoria comum. Nos Estados Unidos e em países da Europa, é assim. A previdência não se sustentará ao longo do tempo. Isso por questões econômicas do Brasil. A expectativa de vida do brasileiro está aumentando, e hoje temos trabalhadores que estão se aposentando jovens, pois começaram muito cedo. Com a expectativa média de vida chegando aos 80 anos, essa conta não vai fechar. A idade mínima será estabelecida. Espero que não haja mudança para as aposentadorias em atividades especiais nosso grande foco. Ela acontece quando o trabalhador atua em uma atividade especial, por exemplo, 15, 20 ou 25 anos. Efetivamente, é o campo que mexe com a saúde do trabalhador. Isso vale para os mineiros, que trabalham no interior de uma mina. É óbvio que ele não poderá ficar mais do que esse tempo exposto àqueles agentes agressivos que estão naquela área. O frentista está na faixa dos 25 anos e também é uma atividade especial, por uma questão de proteção da sua saúde. Outras atividades que envolvem produtos com agentes cancerígenos também estão englobadas. Isso, acredito, não mudará e não deve. A aposentadoria por tempo de contribuição, que envolve atividades comuns, essa, sim, passará por alterações. Conhecimento A população não tem conhecimento de seus direitos. Ela precisa ser provocada para receber essas informações. No dia a dia, recebo clientes no escritório que cometem vários equívocos no encaminhamento de suas aposentadorias. Atualmente, têm dificuldade com isso, pois contribuíram mal nos últimos 20 anos. A base de cálculo da aposentadoria começa em julho de 1994, já são 21 anos. Essas pessoas não foram orientadas de que, a partir de 1999, essa seria a regra. Portanto, há uma série de dificuldades que o segurado tem porque não foi orientado. A previdência não faz isso, o governo não se empenha em ajudar o grande público a saber dos seus direitos e como deve proceder para conduzir sua aposentadoria futura. Humanista Nós buscamos a justiça, essencialmente ela. Às vezes, a legislação não é justa e a justiça transcende a lei. Nós temos que buscar isso. Um dos questionamentos que fazemos em juízo é de que, muitas vezes, temos juízes formalistas, quando não deveriam ser. Ele deveria buscar o justo, mesmo que tenha que contrariar a lei. Ele deveria levar em consideração outras variantes, a questão social, da condição econômica. Nosso grande objetivo é buscar a justiça. Temos um viés de trabalho mais humanista, buscamos defender o direito de cada cliente e cuidar de cada processo para que seja único. Ele deve ser tratado como o único do escritório, pois é o único do cliente. Quando tratamos dessa forma, individualizamos o procedimento e damos a ele o que é merecido. Assim, conseguimos prestar um serviço de excelência. 20 posto avançado

21 Mudanças Me dedico a atender ao cliente diariamente. Meu contato com os juízes mudou muito em relação ao início da carreira, meu foco passou a ser o cliente. Os processos são eletrônicos, em sua maioria não têm audiência, não têm mais o contato direto com o juiz, a não ser por meio do sistema, que é mais impessoal. Desafio Está havendo mudanças importantes que podem atrapalhar a atividade do profissi - nal do Direito, em nível de mudanças de entendimento de tribunais superiores que nos atrapalham um pouco. Isso atrasa processos, precisamos revê-los, buscando saídas alternativas para cada um, sempre observando a ética, é claro, mas buscando a justiça. As portas vão se fechando à medida que o governo e os tribunais vêm dificultando as aposentadorias. E os tribunais, muitas vezes, tomam decisões políticas. Aposentadoria do empresário O empresário deve tomar cuidado com a construção da aposentadoria. Se ele deseja contribuir com o INSS com valores mais robustos para ter um benefício maior, deve fazer isso o quanto antes, pois o período de cálculo já tem um passado, de julho de 1994 em diante, e isso entrará na base de cálculo. Há casos em que, dependendo do tempo de contribuição e da idade, ele não recupera mais, pois não tem como mudar o passado. Isso que ele vai contribuir agora, com valores maiores, será diluído. E provavelmente ele nunca mais conseguirá recuperar o valor investido. A conta não fecha. Combustíveis Acredito que o segmento da área de combustíveis deve procurar mais informações sobre a atividade especial, os funcionários. Em junho, uma Medida Provisória entrou em vigor e estabeleceu os 95 anos para homens e 85 para mulheres. Isso representa o tempo de contribuição, tempo trabalhado, mais a idade. Esse tempo trabalhado engloba a conversão do especial para a comum. Portanto, há muitos trabalhadores do setor de combustíveis que têm esse direito, qualquer profissional que atuou nos postos, por exemplo. Ou seja, se o profissional tem um tempo de serviço em atividade comum e outro período em atividade especial, poderá converter o tempo para a atividade especial para somar o tempo total. Sulpetro O presidente Adão Oliveira, como presidente de uma entidade empresarial, faz um trabalho que, muitas vezes, os presidentes de entidades de profissionais não fazem. Ele atua em benefício também dos trabalhadores, não vejo entidades sindicais fazerem esse trabalho. Elogio o presidente por essa postura, pois busca fazer algo para beneficiar o trabalhador da área do Sulpetro. Às vezes, a legislação não é justa e a justiça transcende a lei. posto avançado 21

22 UF 73% Gasolina A 27% Etanol Anidro(1) 22 posto avançado Formação de Preços Gasolina C Ato Cotepe N 14 de 23/07/ DOU de 24/07/2015 e Pesquisa Preço ANP de 02/08/2015 a 08/08/2015 Vigência a partir de 1 de Agosto de % CIDE(2) 73% PIS/ COFINS(2) Carga ICMS Custo da Distribuição Margem da Distribuição AC 1,169 0,466 0,073 0,279 0,954 2,940 0,261 0,616 AL 1,051 0,447 0,073 0,279 0,910 2,760 0,088 0,518 AM 1,079 0,461 0,073 0,279 0,900 2,792 0,211 0,592 AP 1,083 0,459 0,073 0,279 0,798 2,692 0,283 0,289 BA 1,023 0,454 0,073 0,279 0,972 2,801 0,078 0,611 CE 1,083 0,454 0,073 0,279 0,894 2,782 0,142 0,468 DF 1,087 0,375 0,073 0,279 0,885 2,699 0,406 0,417 ES 1,143 0,383 0,073 0,279 0,932 2,810 0,105 0,557 GO 1,086 0,373 0,073 0,279 1,000 2,810 0,141 0,354 MA 1,033 0,458 0,073 0,279 0,920 2,763 0,135 0,352 MT 1,121 0,394 0,073 0,279 0,866 2,732 0,157 0,465 MS 1,101 0,378 0,073 0,279 0,832 2,663 0,148 0,571 MG 1,087 0,375 0,073 0,279 1,015 2,829 0,132 0,381 PA 1,064 0,455 0,073 0,279 0,952 2,822 0,190 0,523 PB 1,059 0,450 0,073 0,279 0,873 2,733 0,082 0,365 PE 1,033 0,450 0,073 0,279 0,927 2,762 0,086 0,589 PI 1,049 0,455 0,073 0,279 0,818 2,674 0,114 0,425 PR 1,064 0,377 0,073 0,279 0,950 2,742 0,129 0,348 RJ 1,045 0,375 0,073 0,279 1,092 2,863 0,150 0,512 RN 1,021 0,450 0,073 0,279 0,894 2,717 0,201 0,388 RO 1,113 0,465 0,073 0,279 0,892 2,821 0,245 0,543 RR 1,103 0,468 0,073 0,279 0,883 2,805 0,165 0,563 RS 1,033 0,399 0,073 0,279 0,886 2,670 0,201 0,469 SC 1,111 0,381 0,073 0,279 0,833 2,676 0,151 0,378 SE 1,092 0,450 0,073 0,279 0,905 2,798 0,092 0,473 SP 1,065 0,373 0,073 0,279 0,781 2,570 0,139 0,379 TO 1,081 0,375 0,073 0,279 0,860 2,667 0,294 0,521 Margem da Revenda 1 Corresponde ao preço da usina com acréscimo de PIS/COFINS e custo do frete. Observações: Valores em Reais, margens médias calculadas a partir pesq. de preços da ANP, publicada em 14/08/2015 Fretes inclusos nas margens correspondentes Margens médias do Estado Dentro da Lei Capacitação orienta sobre itens mais fis alizados no posto Steglich Costa ressaltou o artigo 7º da norma, que diz que a ANP poderá solicitar, a qualquer momento, cópia autenticada da Licença de Operação e do Certificado de Vistoria ou documento equivalente de Corpo de Bombeiros. Para evitar futuras notifica ões ou multas nas revendas devido, muitas vezes, à falta de atenção na aplicação de leis ou até mesmo por desconhecimento, o Sulpetro promoveu, no dia 12 de agosto, o curso sobre Itens mais fiscalizados no dia a dia do posto. Durante a capacitação, o diretor-executivo do Sindicato, Luís Antônio Steglich Costa, abordou diversas possibilidades em que os estabelecimentos podem sofrer penas por infringirem o Código de Defesa do Consumidor. Ele lembrou o artigo 31 do CDC que diz que a oferta e apresentação de produtos ou serviços devem assegurar informações corretas, claras, precisas, ostensivas e em língua portuguesa sobre suas características, qualidades, quantidade, composição, preço, garantia, prazos de validade e origem. Outros pontos apresentados foram algumas legislações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Entre elas, o destaque foi para a Resolução nº 41/2013, que estabelece os requisitos necessários à autorização para o exercício da atividade e da revenda de combustíveis.

23 Pergunte ao Jurídico Ações de fis alização promovidas pela Smic e pelos Procons A Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) e o Procon do município de Porto Alegre, que é vinculado à Smic, estão intensificando as ações de fiscalização nas lojas de conveniência e nos postos de combustíveis. Durante as fiscaliza ões, são vistoriados o prazo de validade dos produtos expostos à venda, se há consumo de bebida alcoólica na área do posto, o Livro de Movimentação de Combustíveis (LMC), a documentação do posto, o funcionamento dos equipamentos medidores e se o posto vende somente produtos da marca comercial que ostenta. Também verificam no caso de ser bandeira branca, se informa corretamente o nome do distribuidor que forneceu o combustível, a qualidade dos produtos, a precificação dos produtos, informações claras sobres preços praticados e condições de pagamento incluindo o percentual de juros cobrado nas vendas a crédito, existência de um exemplar do Código de Defesa do Consumidor (CDC) para consulta dos consumidores, etc. A Smic vem sistematicamente autuando postos de combustíveis por permitir o consumo de bebida alcoólica em suas dependências, com base no artigo 2º do Decreto nº /06, que regula a Lei Municipal nº 9.996/06. Embora exista embasamento legal para as autuações, o fato é que o revendedor não possui poder de polícia para impedir que qualquer adulto venha a consumir bebidas alcoólicas (adquirida na loja de conveniência do posto ou não) dentro de seu veículo ou fora, mesmo que esteja na área do posto de combustíveis. Isso gera uma situação de injustiça, eis que ao consumidor infrator não é prevista nenhuma penalidade, apenas o posto de combustíveis é penalizado por ato de terceiro. Tanto o Procon de Porto Alegre quanto o Procon do Estado do Rio Grande do Sul têm se excedido em duas situações específica, o que tem gerado autuações e aplicação de multas aos postos de combustíveis que deveriam ser revistas pelo Procon. São os casos das autuações por aumento injustificado ou excessivo dos preços dos combustíveis e pela prática de preços diferenciados para pagamento em dinheiro e no cartão de crédito. Isso porque, em ambos os casos, o revendedor nada mais está fazendo do que agindo no exercício regular de seu direito constitucional de livre empreender, na medida em que os preços dos combustíveis estão sujeitos ao regime de preços liberados e não existe nenhuma lei que impeça a prática de preços diferentes para pagamento em dinheiro e no cartão de crédito. Por outro lado, o Procon tem agido corretamente ao autuar postos e lojas de conveniência por expor à venda produtos com prazo vencido, razão pela qual o empresário deve ter o máximo cuidado para evitar que isso ocorra. A orientação é que o revendedor conheça todas as suas obrigações e as cumpra corretamente, evitando o transtorno se ser autuado pelo Procon ou pela Smic. Felipe Goidanich Coordenador jurídico do Sulpetro posto avançado 23

24 Vida Sindical Emissão de licenças ambientais em debate Presidente Adão Oliveira; presidente do Sindareia-RS, Laercio Thadeu Pereira da Silva; secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Sul, Ana Pellini; e engenheiro químico Renato Zuchetti. Os procedimentos adotados para agilizar a emissão de licenças ambientais na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) e liberar a realização de empreendimentos no Estado foram o foco da palestra da secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Sul, Ana Pellini, no dia 18 de agosto, no City Hotel, em Porto Alegre. A convite do Sindicato dos Depósitos, Distribuidores e Comerciantes de Areia no Estado do Rio Grande do Sul (Sindareia-RS), ela explicou os fatores que estão impedindo a extração de areia no Rio Guaíba. Segundo ela, um Grupo de Trabalho foi criado para estudar Outubro 2015 Agenda Fiscal Imposto/Contribuição Base de Cálculo Vencimento FGTS e GFIP MENSAL Folha de Pagamento 09/15 07/10/15 ICMS e GIA MENSAL Apuração Setembro/ /10/15 SPED CONTRIBUIÇÕES Apuração Agosto/15 15/10/15 SPED Fiscal (Empresas selecionadas) Informações Setembro/15 15/10/15 PIS/COFINS/CSLL Retidos de PJs Período de 01 a 30/09/15 20/10/15 Imposto de Renda Retido na Fonte Período de 01 a 30/09/15 20/10/15 Previdência Social Folha de Pagamento 09/15 20/10/15 Simples Nacional Receitas Setembro/15 20/10/15 DCTF Mensal Informações Agosto/15 22/10/15 COFINS Apuração Setembro/15 23/10/15 PIS s/faturamento Apuração Setembro/15 23/10/15 Imposto de Renda s/lucro Real Lucro 09/15 30/10/15 Contribuição Social s/lucro Real Lucro 09/15 30/10/15 Seguro de Vida dos Funcionários 30/10/15 Mensalidade Sulpetro 30/10/15 a situação e verificar as regiões em que há areia contaminante. Nos próximos dias, teremos uma audiência no Ministério Público, que se mostrou disposto a nos ouvir e até mesmo a destrancar a atividade, comemorou. A secretária também lamentou que o processo de emissão de licenças não seja padronizado, sem oferecer segurança jurídica para os empreendedores e para os próprios técnicos da Fepam. Precisamos de um manual de rotinas e mudar esse comportamento de que cada servidor faz como quer, para ajudarmos os empreendedores e proteger o meio ambiente, finali ou. Novembro 2015 Imposto/Contribuição Base de Cálculo Vencimento FGTS e GFIP MENSAL Folha de Pagamento 10/15 06/11/15 ICMS e GIA MENSAL Apuração Outubro/ /11/15 SPED CONTRIBUIÇÕES Apuração Setembro/15 16/11/15 SPED Fiscal (Empresas selecionadas) Informações Outubro/15 16/11/15 PIS/COFINS/CSLL Retidos de PJs Período de 01 a 31/10/15 20/11/15 Imposto de Renda Retido na Fonte Período de 01 a 31/10/15 20/11/15 Previdência Social Folha de Pagamento 10/15 20/11/15 Simples Nacional Receitas Outubro/15 20/11/15 DCTF Mensal Informações Setembro/15 23/11/15 COFINS Apuração Outubro/15 25/11/15 PIS s/faturamento Apuração Outubro/15 25/11/15 Imposto de Renda s/lucro Real Lucro 10/15 0/11/15 Contribuição Social s/lucro Real Lucro 10/15 30/11/15 Seguro de Vida dos Funcionários 30/11/15 Mensalidade Sulpetro 30/11/15 Fonte: Márcio Paris Método Consultoria Empresarial Sociedade Simples. 24 posto avançado

25 Contas em Dia Administrando empresas em época de crise Estamos vivenciando uma crise na economia brasileira como há muito tempo não se via. Ser empresário neste País, para alguns setores que têm acesso constante à mídia, parece ser coisa de bandidos, onde o lucro vem fácil, sem nenhum trabalho ou preocupação. No segmento da revenda de combustíveis, verificam-se margens cada vez menores, custos com taxas e impostos cada vez maiores, concorrência, muitas vezes, desleal e suicida e, agora, com menor venda de produtos pela crise que o País atravessa. Nesse contexto, cabe aqui repetir um pensamento antigo: A única forma de driblar uma crise será pelo trabalho árduo e constante. Mas para que esse objetivo seja atingido, faz-se necessário ter um planejamento adequado e revisto constantemente: Conhecer realmente sua empresa, o mercado em que atua e com quais recursos dispõe para enfrentar a luta. Estar sempre alerta às presentes e futuras modifica ões que o seu mercado e o mercado nacional sofrem ou sofrerão. Estar sempre ativo e ágil. Ser extremamente austero nos seus gastos. Reduzir custos sem critérios pode aumentar seus problemas, mas analisar cada centavo despendido nos custos fi os é o mínimo que um empresário deve fazer para sobreviver sempre, mas mais especialmente em épocas de crise. Tomar atitudes rápidas, não ficar esperando que a solução caia do céu. A ação com responsabilidade é que vai levar o empresário a sobreviver na crise. Muitas empresas até crescem em momentos de crise, se tiverem foco nos seus negócios, planejamento adequado, orçamentos rígidos e reais, sem sonhos. Se ficar apenas lamentando a crise e não procurar soluções criativas, o empresário entrará em um processo depressivo e autofágico. Ele terá que buscar forças para motivar sua equipe de trabalho, que deverá ver nele um líder para avançar no mercado e que não deve apenas ficar lamentando e imaginando um mundo perfeito. Os governos que estão no poder não conseguem ou não querem reduzir seus gastos e sempre recorrem à maneira fácil que é aumentar os impostos, taxas e contribuições. O empresário deve, então, estar atento a medidas em que ele pode ser o agente: Controlar custos. Buscar soluções no mercado. Buscar ajuda de pessoas que entendam o seu produto e seu mercado. Ter equipe organizada, treinada e motivada. Reduzir ao máximo investimentos que não trarão aumento na sua receita a curto prazo, tanto na sua empresa como na sua pessoa física. Fugir ao máximo do endividamento bancário: os juros estão altíssimos e aumentarão ainda mais. A crise não terá solução a curto prazo, dizem os economistas de plantão. Cabe ao empresário buscar soluções, proteção e planejar seus negócios de maneira organizada, com foco e com muito trabalho. Busque alternativas que outros ainda não buscaram. Invista em conhecimentos e treinamentos. Saiba diferenciar o que é investimento e é o que despesa. A crise vai passar, mas os empresários devem enfrentá-la com inteligência. Senão, quando ela acabar, o empresário também poderá estar acabado. Celso Arruda consultor contábil e fisca posto avançado 25

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO VEÍCULO: NATAL NOTÍCIAS DATA: 02.12.15 01 Dez 2015 Presidente Marcelo Queiroz participa da 17ª Convenção do Comércio e Serviços

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Junho/2015

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Junho/2015 Carga Tributária dos Combustíveis por Estado Referência: Junho/2015 Pontos importantes da Lei 12.741/2012 para a revenda de combustíveis Art. 1º Emitidos por ocasião da venda ao consumidor de mercadorias

Leia mais

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já A Sombra do Imposto Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já Expediente A Sombra do Imposto Cartilha produzida pelo Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Gestão de Finanças Públicas

Gestão de Finanças Públicas APRESENTAÇÃO Desde a primeira edição deste livro mencionamos como os avanços no arcabouço institucional e instrumental de gestão financeira foram relevantes para que o governo brasileiro, efetivamente,

Leia mais

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL JUSTIFICATIVA A experiência na implementação da primeira versão do Programa Contabilizando o Sucesso

Leia mais

Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental

Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental Documento Interno Texto base: Leoni Fuerst Preocupações referentes às questões relativas ao meio ambiente e a ecologia vêm se tornando crescentes

Leia mais

Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental

Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental NATAL-RIO GRANDE DO NORTE - ANO 03 - EDIÇÃO 19 Sindipostos cria grupo de trabalho sobre legislação ambiental O Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo continua investindo alto no t r

Leia mais

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011

Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 Terceirização e plano Brasil Maior são destaques em palestras na Câmara 18/08/2011 A oitava reunião mensal do ano da Comissão Trabalhista e de Gestão Empresarial superou as expectativas. 50 representantes

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

Em defesa da Saúde pública para todos

Em defesa da Saúde pública para todos Boletim Econômico Edição nº 57 março de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da Saúde pública para todos 1 A saúde pública faz parte do sistema de Seguridade Social

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas?

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Professor e consultor Álvaro Camargo explica a importância dos processos de aproveitamento de lições aprendidas nas organizações

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs O plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ficou lotado durante

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE Resultados da 128ª Pesquisa CNT/MDA Brasília, 21/07/2015 A 128ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 12 a 16 de julho de 2015 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Micro Empreendedor individual Definição Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

Leia mais

PARECE IGUAL... MAS, DO OUTRO LADO, É O BRASIL QUE DÁ CERTO. FICA DO OUTRO LADO DESSE ESPELHO. DESTE LADO, POUCO DINHEIRO NO BOLSO...

PARECE IGUAL... MAS, DO OUTRO LADO, É O BRASIL QUE DÁ CERTO. FICA DO OUTRO LADO DESSE ESPELHO. DESTE LADO, POUCO DINHEIRO NO BOLSO... CADÊ O BRASIL RICO? FICA DO OUTRO LADO DESSE ESPELHO. DESTE LADO, POUCO DINHEIRO NO BOLSO... PARECE IGUAL... MAS, DO OUTRO LADO, É O BRASIL QUE DÁ CERTO.... E AQUI, DINHEIRO SOBRANDO NO FIM DO MÊS. DESTE

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI Cliente: Fharos Data: 10/09/08 Veículo: Executivos Financeiros 2 3 Cliente: Fharos Data: 12/09/08 Veículo: Canal Executivo 4

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em janeiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA De: Gabinete do Vereador Jimmy Pereira Para: Ação Jovem Brasil Resposta à solicitação de Informações para a formação do Índice de Transparência da Câmara do Rio TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00 FICHA DE ADESÃO Por esta Ficha de adesão, solicito meu ingresso como associado da ABRIMPE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO E MELHORIA EM PROJETOS EMPRESARIAIS, EMPREENDEDORISMO E EDUCACIONAL, comprometendo-me

Leia mais

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança - ABESE Entidade que representa, nacionalmente, as empresas de sistemas

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

Parceria de sucesso para sua empresa

Parceria de sucesso para sua empresa Parceria de sucesso para sua empresa A Empresa O Grupo Espaço Solução atua no mercado de assessoria e consultoria empresarial há 14 anos, sempre realizando trabalhos extremamente profissionais, pautados

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em janeiro/2013 frente a dezembro/2012. Pessoa Física Das seis

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

As informações foram coletadas por meio de uma pesquisa aplicada aos profissionais que estiveram presentes no 6º Fórum de Gestão Fiscal e Sped.

As informações foram coletadas por meio de uma pesquisa aplicada aos profissionais que estiveram presentes no 6º Fórum de Gestão Fiscal e Sped. Panorama da área fiscal e tributária A área fiscal no Brasil recebe constantemente mudanças e atualizações ligadas aos processos de fiscalização, tributação, contribuição, regulamentação entre outros.

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE

CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE PROJETO DE LEI Nº /2013, de 23 de abril de 2013 DISPOE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVO A CULTURA CINEMA POPULAR EM DISTRITOS, COMUNIDADES E PRAÇAS DO MUNICÍPIO.

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00)

ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00) 3 ABRIL ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00) DATA: 06 a 10/04/2015 HORÁRIO: 19h às 22h CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Bem tratado ou bem atendido? Momentos da verdade das empresas O perfil do profissional de

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL 1. O que é a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)? A Lei de Responsabilidade Fiscal é um código

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Direitos e Deveres do Cidadão - 2013

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Direitos e Deveres do Cidadão - 2013 P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Direitos e Deveres do Cidadão - 2013 Todos os seres humanos nascem com direitos. MAS para terem validade, os direitos de uma pessoa têm de ser respeitados pelas

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Opção. sites. A tua melhor opção!

Opção. sites. A tua melhor opção! Opção A tua melhor opção! Queremos te apresentar um negócio que vai te conduzir ao sucesso!!! O MUNDO... MUDOU! Todos sabemos que a internet tem ocupado um lugar relevante na vida das pessoas, e conseqüentemente,

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS Joel Queiroz 1 COOPERATIVAS DE CRÉDITO INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO ECONÔMICA Associação voluntária de pessoas para satisfação de necessidades econômicas,

Leia mais

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia Sublimites estaduais de enquadramento para o ICMS no Simples Nacional 2012/2013 Vamos acabar com essa ideia 4 CNI APRESENTAÇÃO Os benefícios do Simples Nacional precisam alcançar todas as micro e pequenas

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais - Ocemg Data de realização do seminário: 17 de

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

Como Ultrapassar as Barreiras para Implantação de Testagem

Como Ultrapassar as Barreiras para Implantação de Testagem ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. Diretoria de Administração e Finanças DA Superintendência de Recursos Humanos SH.A Gerência de Desenvolvimento e Capacitação- GDC.A Como Ultrapassar as Barreiras para Implantação

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

75 ANOS DE TRADIÇÃO JURÍDICA.

75 ANOS DE TRADIÇÃO JURÍDICA. ANOS 75 ANOS DE TRADIÇÃO JURÍDICA. Fundado em 1937, URBANO VITALINO ADVOGADOS é um escritório com larga experiência e tradição jurídica, que prima pela excelência na prestação de seus serviços e atua em

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA PERGUNTAS FREQUENTES Este guia com perguntas e respostas foi desenvolvido para possibilitar um melhor entendimento

Leia mais

R E G U L A M E N T O 2016

R E G U L A M E N T O 2016 R E G U L A M E N T O 2016 www.asmaiseticasdobrasil.org.br Iniciativa e Realização www.eticanosnegocios.org.br R E G U L A M E N T O INICIATIVA E REALIZAÇÃO A iniciativa e realização desta iniciativa é

Leia mais

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal Discurso 04/12/2003 Dr. Alfredo Setubal Presidente do Conselho de Administração do IBRI - Instituto Brasileiro de Relações com Investidores Boa Noite! Esta cerimônia de final de ano é a minha última à

Leia mais

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014

ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL. Guia Prático de Compra O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO. Edição de julho.2014 ERP SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL Guia Prático de Compra Edição de julho.2014 O QUE SABER E COMO FAZER PARA ADQUIRIR CERTO Í n d i c e 6 perguntas antes de adquirir um sistema 4 6 dúvidas de quem vai adquirir

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Tratamento diferenciado CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Município de Pelotas RS Vencedores do 4º Prêmio Sebrae

Leia mais

Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro

Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro Os temas saúde pública e exercício profissional médico foram debatidos nesta 5ª (30/8), na sede

Leia mais

União Metropolitana de Educação e Cultura. Interdisciplinar I Módulo CSTs: RH, Logística e GESCOM

União Metropolitana de Educação e Cultura. Interdisciplinar I Módulo CSTs: RH, Logística e GESCOM União Metropolitana de Educação e Cultura Interdisciplinar I Módulo CSTs: RH, Logística e GESCOM Lauro de Freitas - BAHIA 2013 2 JUSTIFICATIVA A principal justificativa para o desenvolvimento e implementação

Leia mais

COMUNICADO AOS CLIENTES Lei De olho no Imposto

COMUNICADO AOS CLIENTES Lei De olho no Imposto São Paulo, 23 de Maio de 2013. COMUNICADO AOS CLIENTES Lei De olho no Imposto Conforme é de conhecimento de V. Sas., a Presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei nº 12.741/12, publicada no DOU em 10/12/2012,

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 27.11.2015

C L I P P I N G DATA: 27.11.2015 C L I P P I N G DATA: 27.11.2015 Boa notícia para o mercado: Rollemberg reduz para 30 meses prazo para pagamento de dívidas O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) decidiu encurtar de 60 para 30 meses o

Leia mais

Educação Empresarial/Executiva

Educação Empresarial/Executiva PROGRAMAÇÃO DE CURSOS IEL-ES OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO 2014 Educação Empresarial/Executiva www.iei-es.org.br OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO CURSOS VITÓRIA QUEM PARTICIPA, APROVA! "O curso me trouxe muitos benefícios,

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL 0405 05 IDENTIFICAÇÃO: Título: ORÇAMENTO EMPRESARIAL Atributo: ADMINISTRAÇÃO EFICIENTE Processo: PLANEJAMENTO E CONTROLE ORÇAMENTÁRIO O QUE É : É um instrumento de planejamento

Leia mais

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA EVOLUÇÃO DO SEGMENTO DE PROMOÇÃO DE CRÉDITO: A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA Desenvolvendo Pessoas e Fortalecendo o Sistema Renato Martins Oliva Agenda O que é ABBC Missão e valores Bancos de pequena e média

Leia mais

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno. O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos

Leia mais

O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê?

O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê? O profissional mais estratégico que a empresa precisa ter: O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê? Diagnostica. Avalia. Cria. Planeja. Resolve. O Economista é um profissional imprescindível

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo:

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo: PESQUISA DE JUROS Após longo período de elevação das taxas de juros das operações de crédito, as mesmas voltaram a ser reduzidas em setembro/2014 interrompendo quinze elevações seguidas dos juros na pessoa

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais