Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC"

Transcrição

1 Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social Florianópolis - SC 27 de outubro de 2014

2 A INFORMALIDADE NO BRASIL

3 A INFORMALIDADE Pesquisa ECINF IBGE Pertencem ao setor informal todas as unidades econômicas de propriedade de trabalhadores por conta própria e de empregadores com até 5 empregados, moradores de áreas urbanas, sejam elas a atividade principal de seus proprietários ou atividades secundárias.

4 A VISAO DO INFORMAL

5 HISTÓRICO DA LEI GERAL E PRINCIPAIS POLÍTICAS PÚBLICAS

6 Evolução da legislação para Pequenos Negócios Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Super Simples Redução de 40% dos impostos, em média Micro Empreendedor Individual (MEI) Atualização dos limites de faturamento do Simples Aprovado projeto que amplia o Supersimples para todas as categorias, cria proteção ao MEI e disciplina a substituição tributária

7 Evolução da legislação para Pequenos Negócios Lei Geral É o Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte estabelece normas gerais relativas ao tratamento diferenciado e favorecido a ser dado às MPE Simples Nacional - Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições - É um regime tributário diferenciado, simplificado e favorecido, aplicável às pessoas jurídicas consideradas como microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) MEI - É a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário

8 Milhões de habitantes por classe social EVOLUÇÃO DAS CLASSES SOCIAIS NO BRASIL Entre 2003/2011, 32 milhões de pessoas saíram das classes D/E para as classes C e A/B. Até o fim de 2014, mais 15 milhões podem seguir o mesmo caminho 13 milhões 23 milhões 29 milhões 66 milhões 105 milhões 118 milhões A/B C D/E 96 milhões 64 milhões 49 milhões Fonte: FGV

9 POR QUE O EMPREENDEDORISMO CRESCE NO BRASIL?

10 9,3 milhões de Empresas 99% do total são MPE MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA

11 O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até U$ 25 mil MICROEMPRESA Receita bruta anual de U$ 25 mil a U$ 151 mil PEQUENA EMPRESA Receita bruta anual de U$ 151 a U$ 1,5 milhões De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei nº 123/2006)

12 E AINDA HÁ ESPAÇO PARA O CRESCIMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO PAÍS PROJEÇÃO DE CRESCIMENTO POR CATEGORIA DE EMPRESA ,9 3,3 4,5 0,49 3,7 0,81 5,8 3,9 1,9 6,9 4 2,9 8,5 4,3 12,9 milhões SIMPLES (MPE+MEI) 7,8 milhões MEI = Microempreendedores Individuais ,8 5,3 4,2 4,5 5,1 milhões MPE = Micro e Pequenas Empresas Fonte: Sebrae, a partir de dados da Receita Federal

13 SOMENTE EM 2013, FORAM 839 MIL NOVOS EMPREGOS PELAS MPE Novos empregos por setor 413 mil em Serviços 210 mil no Comércio 136 mil na Construção Civil 80 mil na Indústria EM 2013, MÉDIAS E GRANDES EMPRESAS REGISTRARAM 126 MIL POSTOS DE TRABALHO MICRO E PEQUENAS EMPRESAS COM ATÉ 4 EMPREGADOS SÃO AS QUE MAIS GERAM NOVAS VAGAS Fonte: Sebrae sobre dados do Caged/MTE

14 TER UMA EMPRESA É UM DOS PRINCIPAIS SONHOS DOS BRASILEIROS 1º Comprar a casa própria 2º Viajar pelo Brasil 3º Ter seu próprio negócio 4º Comprar um automóvel 5º Viajar pelo exterior 6º Ter um diploma de ensino superior 7º Ter plano de saúde 8º Fazer carreira em uma empresa 9º Ter seguro de vida 10º Casar ou formar uma família Fonte: Sebrae, a partir da GEM 2013

15 OPORTUNIDADE É A PRINCIPAL MOTIVAÇÃO PARA EMPREENDER Tendência de aumento da proporção de negócios por Oportunidade (no grupo de Empreendedores Iniciais ) 56,4% 55,3% 53,1% 53,3% 51,9% 57,7% 67,0% 61,3% 68,5% 69,2% 69,5% 71,1% 43,6% 44,7% 46,9% 46,7% 48,1% 42,3% 33,0% 38,7% 31,5% 30,8% 30,5% 28,9% Oportunidade Necessidade Fonte: Pesquisa GEM 2013 (Sebrae e IBQP)

16 3 RAZÕES PELAS QUAIS O EMPREENDEDORISMO CRESCE NO BRASIL 1 MERCADO 2 ESCOLARIDADE 3- AMBIENTE FAVORÁVEL

17 3 RAZÕES 1ª MERCADO Mais de 40 milhões de consumidores da nova classe média Cerca de 100 milhões de pessoas consumindo no País Aumento do poder aquisitivo gera demanda para produtos e serviços

18 3 RAZÕES 2ª ESCOLARIDADE 83% dos empreendedores com curso superior (completo) iniciam um negócio por oportunidade Superior completo Segundo grau 17% 29% 83% 71% Oportunidade Necessidade Fonte: Pesquisa GEM 2013

19 3 RAZÕES 3ª AMBIENTE FAVORÁVEL Lei Geral Super Simples Microempreendedor Individual (MEI)

20 QUEM É O Microempreendedor Individual MEI

21 QUEM É O MEI? MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Categoria criada em julho de Fruto da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Fatura em média U$ 2.1 mil/mês (no máximo U$ 25 mil/ano) Possui estabelecimento único Tem até um empregado Exerce atividades econômicas autorizadas em lei para optar como MEI Fonte: Portal do Empreendedor

22 CARACTERÍSTICAS DO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Homens (53%) e mulheres (47%) Têm entre 25 e 39 anos (49%) Ensino médio ou técnico completo (44%) Se formalizaram para ter empresa formal e INSS Trabalham em casa e não possuem outra fonte de renda Fonte: : Pesquisa Perfil do MEI - Sebrae/2013

23 PORQUE SE FORMALIZAR? MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MAIS BARATO MAIS SIMPLES MAIS FÁCIL

24 QUANTO CUSTA? MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL U$ 15 - Assistência Previdênciária ICMS - U$ 0,5 - Tributo Estadual ISS - U$ 2 - Tributo Municipal Sem pagamento de taxas para a abertura

25 Fonte: Perfil do MEI 2013/Sebrae MOTIVOS PARA BUSCAR A FORMALIZAÇÃO Ter uma empresa formal 43% Benefícios do INSS 22% Emitir nota fiscal Crescer mais como empresa Facilidade de abrir a empresa Fazer compras mais baratas Conseguir empréstimo 9% 8% 5% 4% 3%

26 BENEFÍCIOS MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL DIREITOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Aposentadoria por idade / invalidez Auxílio-doença Licença-maternidade Auxílio Reclusão Pensão por Morte CIDADANIA EMPRESARIAL CNPJ Emissão de Nota Fiscal Crédito para Pessoa Jurídica etc. Acesso a Compras Governamentais Apoio e capacitação Desburocratização

27 IMPACTO APÓS FORMALIZAÇÃO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Aumentaram as vendas Melhoraram condições de compra junto aos fornecedores Passaram a vender para outras empresas 68% 78% 50% Fonte: Perfil do MEI 2013/ Sebrae

28 Evolução da Formalização do MEI ACUMULADO DE 2009 A 2014

29 ATIVIDADES MAIS FREQUENTES MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Manicure e Pedicure 7% do MEI Comércio de vestuário 10% do MEI Pedreiro 3% do MEI Lanchonete 3% do MEI

30 QUEM GANHA COM A FORMALIZAÇÃO NO BRASIL?

31 GANHA A ECONOMIA FORMAL 9,3 milhões de empresas no Simples Mais de 16,2 milhões de empregos com carteira assinada Desenvolvimento nas economias locais de todo o País Arrecadação em torno de 160 milhões de reais

32 GANHA O MEI Inclusão Social Inclusão Econômica Auto-estima

33 ATUAÇÃO DO PARA O MEI

34 ATUAÇÃO DO SEBRAE PARA O MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Apoio à formalização Soluções Específicas Capacitação

35 SEI Sebrae Microempreendedor Individual trata de temas básicos para gestão e fortalecimento desses novos negócios: SEI VENDER SEI COMPRAR SEI CONTROLAR MEU DINHEIRO SEI EMPREENDER SEI EMPREENDER SEI UNIR FORÇAS PARA MELHORAR SEI PLANEJAR SEI ADMINISTRAR

36 Negócio a Negócio Programa gratuito de atendimento e orientação empresarial que oferece diagnósticos com questões sobre mercado e finanças e faz recomendações para microempreendedores para para oempreendedores individuais e donos de microempresas.

37 TERRITÓRIO DA CIDADANIA O Programa estimula o empreendedorismo e a inclusão produtiva na área urbana e rural Promove assistência técnica e gerencial em cerca de 100 Territórios da Cidadania delimitados pelo Governo Federal - cerca de municípios A estratégia é levar produtos e serviços para municípios ainda não atendidos pela instituição e reforçar o atendimento nas localidades onde o Sebrae já atua

38 SEMANA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL A iniciativa tem como foco principal oferecer CAPACITAÇÕES SEI ORIENTAÇÕES sobre Obrigações Legais Serviços de formalização, baixa e alteração cadastral Orientações sobre Preenchimento da Declaração Anual de Faturamento Entre outros temas envolvendo o MEI

39 OBRIGADO! José Claudio dos Santos Diretor Sebrae Nacional

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, criada em 1972. Desvinculado da administração pública

Leia mais

Apresentação. - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes?

Apresentação. - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes? Apresentação - Palestrante Quem é? - Sebrae O que é? - Atendimento à Indústria? - Carteira de Alimentos? Sorvetes? 2 Importância dos Pequenos Negócios 52% dos empregos formais 40% da massa salarial 62%

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO MEI PARA O ATENDIMENTO EMPRESARIAL DO SEBRAE

A IMPORTÂNCIA DO MEI PARA O ATENDIMENTO EMPRESARIAL DO SEBRAE A IMPORTÂNCIA DO MEI PARA O ATENDIMENTO EMPRESARIAL DO SEBRAE Celso Valente Silveira Unidade de Atendimento Individual SEBRAE Nacional Cenário de Empreendedorismo no Brasil A proporção dos brasileiros

Leia mais

Apresentação. Torne-se um Empreendedor Individual e traga para o seu negócio todos os benefícios da formalização. Guia do Empreendedor Individual

Apresentação. Torne-se um Empreendedor Individual e traga para o seu negócio todos os benefícios da formalização. Guia do Empreendedor Individual Apresentação Muitos brasileiros trabalham informalmente por conta própria, ou seja, não têm nenhum tipo de registro. E por isso ficam sem acesso a diversos benefícios, como a Previdência Social, cursos

Leia mais

A LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O PAPEL DOS TRIBUNAIS DE CONTAS FRENTE ÀS DEMANDAS SOCIAIS

A LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O PAPEL DOS TRIBUNAIS DE CONTAS FRENTE ÀS DEMANDAS SOCIAIS A LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O PAPEL DOS TRIBUNAIS DE CONTAS FRENTE ÀS DEMANDAS SOCIAIS 05 de agosto de 2014 Força das Pequenas Empresas 9 Milhões optantes no Simples 4,2 milhões MEI 52% das

Leia mais

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Micro Empreendedor individual Definição Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente blogdosempreendedores.com.br facadiferente.sebrae.com.br contabilidadeschmitt.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae,

Leia mais

Cobranças Fraudulentas. Microempreendedor Individual

Cobranças Fraudulentas. Microempreendedor Individual Cobranças Fraudulentas Microempreendedor Individual COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA E COMBATE AO CRIME ORGANIZADO AUDIÊNCIA PÚBLICA Quem são os Pequenos Negócios? MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita

Leia mais

Las PYMES y los pequeños y medianos despachos profesionales como motor de crecimiento en Latinoamérica

Las PYMES y los pequeños y medianos despachos profesionales como motor de crecimiento en Latinoamérica Las PYMES y los pequeños y medianos despachos profesionales como motor de crecimiento en Latinoamérica O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual

Leia mais

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Oportunidade de regularização para os empreendedores individuais, desde a vendedora de cosméticos, da carrocinha de cachorro-quente ao pipoqueiro. 2 Empresas em geral Microempresas

Leia mais

Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual

Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual 10/07 12/08 07/09 12/06 03/07 03/07 07/07 09/07 09/07 Sanção da Lei Geral da MPE (re)fundação da Frente Parlamentar da MPE Criação da subcomissão Permanente da MPE Entrada em vigor do Simples Nacional

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I COORDENADORIA de PLANEJAMENTO e DESENVOLVIMENTO URBANO SUPERVISÃO TÉCNICA de LICENCIAMENTO - SUSL MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I Esta palestra é baseada nos sites: PMSP/SEMEI e no PORTAL do EMPREENDEDOR

Leia mais

TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO

TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE RIO CLARO AUTOR(ES):

Leia mais

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014.

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014. Fortalecimiento del diálogo y de la cooperación entre la Unión Europea (UE) y América Latina y el Caribe (ALC) para el establecimiento de modelos de gestión sobre migración y políticas de desarrollo www.migracion-ue-alc.eu

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010

VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010 VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010 1 MEI-MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMBASAMENTO LEGAL: MEI - é o empresário individual definido no art. 966 do Código Civil - Lei 10.406/2002; Art.18-A,

Leia mais

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP)

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) Edição 2013 01) O que é Microempreendedor Individual - MEI? Considera-se Microempreendedor Individual - MEI o empresário individual

Leia mais

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano;

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano; cultura 1. Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? 2. Faturar até R$ 36 mil por ano; Não participar de outra empresa, como sócio ou titular; Trabalhar sozinho

Leia mais

Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. SEBRAE. Curitiba, 24 de janeiro de 2012. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.

Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. SEBRAE. Curitiba, 24 de janeiro de 2012. 0800 570 0800 / www.sebrae.com. Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. Curitiba, 24 de janeiro de 2012 REPRESENTATIVIDADE DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL 7 milhões de negócios formais (99%) e 10 milhões

Leia mais

Processo de Formalização em Pequenas Unidades de Produção: a Experiência Brasileira Recente

Processo de Formalização em Pequenas Unidades de Produção: a Experiência Brasileira Recente Formalização do Trabalho e dos Pequenos Empreendimentos no Brasil: Diagnóstico, Avanços e Propostas de Políticas Processo de Formalização em Pequenas Unidades de Produção: a Experiência Brasileira Recente

Leia mais

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade Bem-Vindos! APRESENTAÇÃO Ana Afonso organizadora profissional em São Paulo atua desde 2006 realizando serviços de organização de espaços, gestão de residências, treinamento de funcionários domésticos,

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009.

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009. M.E.I. (Micro empreendedor Individual) Lei Complementar numero 128 de 19 de dezembro de 2008. Considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 Conteúdo 1. O Sistema SEBRAE; 2. Brasil Caracterização da MPE; 3. MPE

Leia mais

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São

Leia mais

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA Curitiba tem se mostrado uma cidade dinâmica e de grandes oportunidades para os trabalhadores e empreendedores.

Leia mais

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae)

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Metodologia Entrevistas por telefone com 9.657 Microempreendedores Individuais feitas em abril de 2015. Análise da base de dados do Microempreendedor Individual

Leia mais

o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual

o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual sumário >> Introdução... 3 >> Você sabe o que é MEI?... 5 >> Quais as vantagens em ser um MEI?... 11 >> Quais as responsabilidades do MEI?... 14 >> Como

Leia mais

AVANÇOS NA IMPLEMENTAÇÃO E APRIMORAMENTO DA LEI GERAL DAS MPE

AVANÇOS NA IMPLEMENTAÇÃO E APRIMORAMENTO DA LEI GERAL DAS MPE AVANÇOS NA IMPLEMENTAÇÃO E APRIMORAMENTO DA LEI GERAL DAS MPE O MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI Seminário tripartite - OIT Políticas para superar a informalidade Maio/09 - Brasília - DF 12/08 07/09

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor Individual

EI, VOCÊ AÍ! Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor Individual EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor

Leia mais

Políticas Públicas para Faixa de Fronteira Desenvolvimento Sustentável e o apoio aos Pequenos Negócios

Políticas Públicas para Faixa de Fronteira Desenvolvimento Sustentável e o apoio aos Pequenos Negócios Políticas Públicas para Faixa de Fronteira Desenvolvimento Sustentável e o apoio aos Pequenos Negócios Foz do Iguaçu PR 30 de maio de 2014 Força das Pequenas Empresas 8,7 Milhões optantes no Simples 4

Leia mais

Resumo Aula-tema 01: As relações com as grandes empresas e com o Estado e as relações com a contabilidade e com os empregados.

Resumo Aula-tema 01: As relações com as grandes empresas e com o Estado e as relações com a contabilidade e com os empregados. Resumo Aula-tema 01: As relações com as grandes empresas e com o Estado e as relações com a contabilidade e com os empregados. Todos nós já vivenciamos casos de empreendedores, na família ou no grupo de

Leia mais

IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal Manual do Microempreendedor Individual MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal Manual do Microempreendedor Individual MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal 1 MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL 2 Flávio Carvalho Costa IBRATEF Instituto Brasileiro de Tecnologia Fiscal 3 FLÁVIO CARVALHO COSTA MANUAL DO MICROEMPREENDEDOR

Leia mais

Carnê da Cidadania do MEI

Carnê da Cidadania do MEI Carnê da Cidadania do MEI NOTÍCIAS ATENÇÃO: Vários empreendedores do Paraná começaram a receber o carnê!!! A Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (SMPE/PR) vai enviar, pelos

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO COMO ABRIR SEU NEGÓCIO 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Reflexão Qual o principal motivo para buscar a formalização de seu negócio? É importante lembrarmos que: Para desenvolver suas

Leia mais

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL JUNHO/2011 SEBRAE/PERNAMBUCO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL PESQUISA E PERFIL CONSELHO DELIBERATIVO NACIONAL Roberto Simões Presidente DIRETORIA EXECUTIVA DO SEBRAE Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho Diretor-Presidente

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente facadiferente.sebrae.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA blogdosempreendedores.com.br Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae, Vol. 1, março 2008) 2.307.530

Leia mais

O Simples Nacional e o PLP 25/2007. Senador José Pimentel PT/CE Brasília, setembro/2015

O Simples Nacional e o PLP 25/2007. Senador José Pimentel PT/CE Brasília, setembro/2015 O Simples Nacional e o PLP 25/2007 Senador José Pimentel PT/CE Brasília, setembro/2015 Histórico da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Fonte: Portal Observatório da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa

Leia mais

2ª Etapa 2009 a 2011. EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham!

2ª Etapa 2009 a 2011. EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham! 2ª Etapa 2009 a 2011 EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham! Benefícios para o Setor de Agenciamento de Viagens Com a Lei Complementar 128/08 - que alterou o Estatuto

Leia mais

Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880. Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880. Secretaria de Desenvolvimento Econômico Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880 Econ. Paulo Nascimento CORECON 31.880 O que é o Empreendedor Individual? O Empreendedor Individual (EI) é uma oportunidade para quem trabalha, por conta própria, conquistar

Leia mais

O atual contexto do ambiente econômico das MPEs

O atual contexto do ambiente econômico das MPEs O atual contexto do ambiente econômico das MPEs Brasil e Minas Gerais Belo Horizonte, outubro de 2013 1 Presidente Roberto Luciano Fortes Fagundes Superintendência Geral Gilson Elesbão de Siqueira Departamento

Leia mais

Os desafios da intermediação financeira no setor informal

Os desafios da intermediação financeira no setor informal Os desafios da intermediação financeira no setor informal VI Seminário Banco Central de Microfinanças 14.06.2007 Porto Alegre - RS Dinheiro, segundo o provérbio, chama dinheiro. Quando se tem um pouco,

Leia mais

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América.

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. La Gestión Contable, Administrativa y Tributaria en las PYMES e Integración Europa-América 23 24 de junio 2006 Santa Cruz de la Sierra (Bolívia)

Leia mais

1 Ver Castelo (2005). 2 GVconsult (2005).

1 Ver Castelo (2005). 2 GVconsult (2005). A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas na Construção Civil Relatório de Pesquisa Equipe Técnica Prof. Dr. Fernando Garcia Profa. Ms. Ana Maria Castelo Profa.Dra. Maria Antonieta Del Tedesco Lins Avenida

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito PROJETO DE LEI Nº 15 DE 22 DE JANEIRO DE 2010. Altera a Lei nº 1.943, de 10 de dezembro de 1979, para conceder isenção da Taxa de Fiscalização de Atividades (TFA); a Lei nº 5.252, de 20 de dezembro de

Leia mais

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS II Seminário Internacional sobre Contratações Públicas Sustentáveis Brasília, 28 de Agosto Desenvolvimento Sustentável Utilização de recursos para atender às necessidades

Leia mais

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012 Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios Curitiba, 20 de novembro de 2012 PBM: Dimensões Dimensão Estruturante: diretrizes setoriais

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS Joel Queiroz 1 COOPERATIVAS DE CRÉDITO INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO ECONÔMICA Associação voluntária de pessoas para satisfação de necessidades econômicas,

Leia mais

Oportunidades para o Jovem Administrador em Novos Negócios

Oportunidades para o Jovem Administrador em Novos Negócios Oportunidades para o Jovem Administrador em Novos Negócios As MPEs As micro e pequenas empresas contribuem de forma significativa para o desenvolvimento econômico de um País. No Brasil, elas representam

Leia mais

Inovação como diferencial para MPE S. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

Inovação como diferencial para MPE S. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br Inovação como diferencial para MPE S O sonho dos brasileiros (2013) A proporção dos brasileiros que deseja de ter o próprio negócio (34,6%) é superior a dos que desejam fazer carreira em empresas (18,8%)

Leia mais

O EMPREENDEDORISMO COMO PROMOTOR DA INCLUSÃO PRODUTIVA

O EMPREENDEDORISMO COMO PROMOTOR DA INCLUSÃO PRODUTIVA PARTE II O EMPREENDEDORISMO COMO PROMOTOR DA INCLUSÃO PRODUTIVA Luiz Barretto Um dos eixos centrais do Plano Brasil sem Miséria é a inclusão produtiva. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas

Leia mais

Lei Complementar 128 / 2008 MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

Lei Complementar 128 / 2008 MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Lei Complementar 128 / 2008 MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) É o empresário individual (sem sócio) que tenha auferido receita bruta anual de até R$ 36.000,00. (Faturamento médio de R$ 3 mil/mês) O Microempreendedor

Leia mais

Como funcionam as micro e pequenas empresas

Como funcionam as micro e pequenas empresas Como funcionam as micro e pequenas empresas Introdução Elas são 99,2% das empresas brasileiras. Empregam cerca de 60% das pessoas economicamente ativas do País, mas respondem por apenas 20% do Produto

Leia mais

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS II Seminário Internacional sobre Contratações Públicas Sustentáveis Brasília, 28 de Desenvolvimento Sustentável Utilização de recursos para atender às necessidades

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO Orientador Empresarial Microempreendedor Individual-Formalização-Setor de Serviços-Crescimento SETOR DE SERVIÇOS É CAMPEÃO EM

Leia mais

REQUERIMENTO nº, de 2015. (Do Sr. Carlos Melles)

REQUERIMENTO nº, de 2015. (Do Sr. Carlos Melles) REQUERIMENTO nº, de 2015 (Do Sr. Carlos Melles) Requer a Convocação de Sessão Solene em 2016, em Homenagem ao vigésimo aniversário da Lei que criou o SIMPLES no Brasil. Senhor Presidente, Representando

Leia mais

MICROFINANÇAS E INCLUSÃO FINANCEIRA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES COM O EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MICROFINANÇAS E INCLUSÃO FINANCEIRA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES COM O EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MICROFINANÇAS E INCLUSÃO FINANCEIRA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES COM O EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Carlos Alberto dos Santos Diretor de Administração e Finanças SEBRAE Nacional Inclusão Financeira A inclusão

Leia mais

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR)

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) Pontos Lei Geral Como é hoje 1 Alcance da Lei A lei do Simples está voltada para os tributos federais. Os sistemas de tributação

Leia mais

Gestão de Pequenas Empresas no Brasil - Alguns Dados Importantes.

Gestão de Pequenas Empresas no Brasil - Alguns Dados Importantes. Gestão de Pequenas Empresas no Brasil - Alguns Dados Importantes. Por Palmira Santinni No Brasil, nos últimos anos, está ocorrendo um significativo aumento na criação de novas empresas e de optantes pelo

Leia mais

Agenda para Micro e Pequenas Empresas

Agenda para Micro e Pequenas Empresas Agenda para Micro e Pequenas Empresas As Micro e Pequenas Empresas (MPE) são de vital importância para o desenvolvimento econômico de Goiás, pois atuam em diversas atividades econômicas, tais como indústria,

Leia mais

Simples Nacional: sociedades simples podem ser consideradas "micro ou pequena empresa" (art. 146, III, "d" da CRFB) diante da legislação civil?

Simples Nacional: sociedades simples podem ser consideradas micro ou pequena empresa (art. 146, III, d da CRFB) diante da legislação civil? Simples Nacional: sociedades simples podem ser consideradas "micro ou pequena empresa" (art. 146, III, "d" da CRFB) diante da legislação civil? SILAS SANTIAGO MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA-EXECUTIVA

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2014

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2014 EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual

Leia mais

Gestão de Pequenas e Medias Empresas

Gestão de Pequenas e Medias Empresas Gestão de Pequenas e Medias Empresas Os pequenos negócios são definidos por critérios variados ao redor do mundo. Para o Sebrae, eles podem ser divididos em quatro segmentos por faixa de faturamento, com

Leia mais

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São Paulo ANPEI Associação

Leia mais

Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe. Clarice Lispector

Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe. Clarice Lispector Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado, com certeza vai mais longe. Clarice Lispector O brasileiro é um povo sem memória, que esquece seus feitos e seus heróis...

Leia mais

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI?

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI? FAQ -MEI 1. Qual o significado da sigla MEI? R: MEI é a sigla utilizada para Micro Empreendedor Individual 2. Qual é a definição de MEI? R: O MEI é o empresário individual a que se refere o art. 966 do

Leia mais

A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e seus impactos

A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e seus impactos Lei Complementar LC 123/2006 Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e seus impactos Fórum AbineeTec 2011 Políticas Públicas Compras Governamentais

Leia mais

GUIA DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

GUIA DO MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) APOSTILA PARA CAPACITAÇÃO DE GESTORES MUNICIPAIS, MICRO E PEQUENOS EMPRESÁRIOS DO SETOR AGROINDUSTRIAL E DE SERVIÇOS TÉCNICOS PARA A INDÚSTRIA AGROALIMENTAR CONVÊNIO Ministério do Desenvolvimento, Indústria

Leia mais

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Prefeito Empreendedor Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Março/2012 Expediente Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Fernando

Leia mais

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa PGMEI PGMEI Pág. 1 MANUAL DO PGMEI 1 Introdução 1.1 Apresentação do Programa O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (PGMEI) é um sistema

Leia mais

ALTERAÇÕES NA LEI GERAL DAS MICROEMPRESAS, EMPRESAS DE PEQUENO PORTE E DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

ALTERAÇÕES NA LEI GERAL DAS MICROEMPRESAS, EMPRESAS DE PEQUENO PORTE E DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL ALTERAÇÕES NA LEI GERAL DAS MICROEMPRESAS, EMPRESAS DE PEQUENO PORTE E DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Porto Alegre 26 de Julho de 2010 CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO presidencia.cft@camara.gov.br

Leia mais

MEDIDAS DE ESTÍMULO A ATIVIDADE ECONÔMICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

MEDIDAS DE ESTÍMULO A ATIVIDADE ECONÔMICA NO ESTADO DE SÃO PAULO MEDIDAS DE ESTÍMULO A ATIVIDADE ECONÔMICA NO ESTADO DE Fevereiro/2009 SUMÁRIO 1. Medidas já Adotadas 2. Novas Medidas 2 Medidas já adotadas Prorrogação para 31/12/09 do prazo de 60 dias fora o mês para

Leia mais

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Avanços e Pontos para Reflexão Renato da Fonseca Secretário-Executivo do Conselho da Micro e Pequena Empresa da Confederação Nacional da Indústria Pontos para reflexão Por que devemos criar um regime especial

Leia mais

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa PGMEI PGMEI Pág. 1 MANUAL DO PGMEI 1 Introdução 1.1 Apresentação do Programa O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (PGMEI) é um sistema

Leia mais

Processo de formalização do Microempreendedor Individual Goiano

Processo de formalização do Microempreendedor Individual Goiano Processo de formalização do Microempreendedor Individual Goiano Juliana Dias Lopes 1 Flávia Rezende Campos 2 Resumo Em 2008, foi introduzido no ordenamento jurídico brasileiro a figura jurídica do Microempreendedor

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI

GUIA PRÁTICO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI GUIA PRÁTICO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI 2009 APRESENTAÇÃO O Guia Prático do Microempreendedor Individual MEI - é uma publicação da FENACON e dos sindicatos que fazem parte do Sistema SESCAP/SESCON.

Leia mais

Super Simples Indícios da Reforma Tributária Brasileira

Super Simples Indícios da Reforma Tributária Brasileira Super Simples Indícios da Reforma Tributária Brasileira 1. Introdução O dia 7 de agosto do corrente ano entrou para a história como uma das mais importantes datas para a possível concretização da reforma

Leia mais

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas As MPE s como eixo central de cadeias produtivas Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Madrid Outubro 2012 MPEs Importância, Desafios e Contribuições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DA BARRA DO QUARAÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA

PREFEITURA MUNICIPAL DA BARRA DO QUARAÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA SIMPLES MUNICIPAL (LEI MUNICIPAL Nº 1.273/2010) SUMÁRIO Apresentação 03 O que é o Simples Municipal 03 Quem coordena o Simples Municipal 03 Do Registro e Legalização de Empresas 04 Do Alvará 04 Da Sala

Leia mais

III Painel Microempreendedorismo, população de baixa renda e inclusão financeira: caminhos e oportunidades

III Painel Microempreendedorismo, população de baixa renda e inclusão financeira: caminhos e oportunidades III Painel Microempreendedorismo, população de baixa renda e inclusão financeira: caminhos e oportunidades Rodrigo Santos Nogueira Diretor Setorial de Responsabilidade Social e Sustentabilidade FEBRABAN

Leia mais

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor Movimento incentiva a escolha pelos pequenos negócios na hora da compra A iniciativa visa conscientizar o consumidor que comprar dos pequenos é um ato de cidadania que contribui para gerar mais empregos,

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. O QUE É UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL...4 3. BENEFÍCIOS E QUANTO CUSTA...8

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. O QUE É UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL...4 3. BENEFÍCIOS E QUANTO CUSTA...8 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. O QUE É UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL...4 3. BENEFÍCIOS E QUANTO CUSTA...8 4. OS CINCO PASSOS PARA A FORMALIZAÇÃO DO SEU NEGÓCIO...15 5. CONTRATAÇÃO DE UM COLABORADOR...31 6.

Leia mais

MEI Microempreendedor Individual. O que é?

MEI Microempreendedor Individual. O que é? Secretaria Municipal do Trabalho e Renda Microempreendedor Individual MEI MEI Microempreendedor Individual. O que é? É a pessoa que possui seu próprio negócio, sem a ajuda de sócios, com faturamento de

Leia mais

Passos para abertura de Micro e Empresa de Pequeno Porte / Simples. (Legalização Jurídica Receita Federal, SEFAZ, JUCEA)

Passos para abertura de Micro e Empresa de Pequeno Porte / Simples. (Legalização Jurídica Receita Federal, SEFAZ, JUCEA) Passos para abertura de Micro e Empresa de Pequeno Porte / Simples (Legalização Jurídica Receita Federal, SEFAZ, JUCEA) Marcus Alexandre Projeto FlorestaViva Outubro 2006 Simples O que é o Simples? O Simples

Leia mais

Os Desafios do Desenvolvimento na Perspectiva dos Município e dos Pequenos Negócios

Os Desafios do Desenvolvimento na Perspectiva dos Município e dos Pequenos Negócios Os Desafios do Desenvolvimento na Perspectiva dos Município e dos Pequenos Negócios João Pessoa - PB Arnaldo Júnior Farias Doso OBJETIVO E DESAFIO DE TODOS EMPREGO EDUCAÇÃO RENDA INFRA ESTRUTURA TRABALHO

Leia mais

Professora: Nazaré Ferrão. Liliane Duarte da Silva Lidiane Pelaes Cardoso Odir Silva Neto Thallyta Resende Gomes

Professora: Nazaré Ferrão. Liliane Duarte da Silva Lidiane Pelaes Cardoso Odir Silva Neto Thallyta Resende Gomes Lei das micro e pequenas empresas e empreendedorismo individual Professora: Nazaré Ferrão. Liliane Duarte da Silva Lidiane Pelaes Cardoso Odir Silva Neto Thallyta Resende Gomes Quem são as micro e pequenas

Leia mais

O FINANCIAMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL

O FINANCIAMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL O FINANCIAMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL Abril/2014 2014 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação,

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2015

EI, VOCÊ AÍ! Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual 2015 EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Passo a passo para as declarações de renda do MEI - Microempreendedor Individual

Leia mais

UMA ANALISE DO IMPACTO DA LEI DO SIMPLES NACIONAL EM MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE LONDRINA

UMA ANALISE DO IMPACTO DA LEI DO SIMPLES NACIONAL EM MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE LONDRINA UMA ANALISE DO IMPACTO DA LEI DO SIMPLES NACIONAL EM MICRO EMPRESAS NO MUNICÍPIO DE LONDRINA Paola Guariso Crepaldi¹, Renato Nogueira Perez Avila² Ernando Amorim Souza³, Francis Henrique Betteto 4 RESUMO

Leia mais

Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas A I U G OLE R T N TO O N C E DE AM R R O U D T DE FA N O E D RE E P L M A E L U A D I U DO V N I IND ÇÃO A A RA D A A L IC DEC MPLIF SI BRASÍLIA 2010 Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro

Leia mais

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares 19 a 21 de junho de 2012 Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares Mostra de Oportunidades de Negócios Visite os estandes e conheça a exposição de produtos e serviços

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº, de 2014.

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº, de 2014. PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR nº, de 2014. (do Sr. Guilherme Campos e outros) Altera a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006 para reorganizar e simplificar a metodologia de apuração do imposto

Leia mais

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim.

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 3º trimestre/2014 das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% das indústrias gaúchas avaliam que o número de tributos

Leia mais

Você vai aprender como atualmente, no Brasil, é fácil e rápido resolver essa situação.

Você vai aprender como atualmente, no Brasil, é fácil e rápido resolver essa situação. APRESENTAÇÃO O objetivo do e-book COMO REGULARIZAR SEU NEGÓCIO DE DOCES é ajudar você que está começando ou que já tem o seu pequeno negócio de doces, mas ainda trabalha na informalidade. Você vai aprender

Leia mais

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PEQUENOS negócios no BRASIL 99% 70% 40% 25% 1% do total de empresas brasileiras da criação de empregos formais da massa salarial do PIB das exportações

Leia mais

Curso para. Agentes de Desenvolvimento

Curso para. Agentes de Desenvolvimento Guia do Facilitador Curso para Agentes de Desenvolvimento 1 Curso para Agentes de Desenvolvimento Etapa 1 Básica Módulo 2 Agente do Desenvolvimento Unidade 4 As Micro e Pequenas Empresas GUIA DO PARTICIPANTE

Leia mais

1 Introdução 2 O Empreendedorismo e o Mercado de Capitais 3 Questões Jurídicas no Empreendedorismo 4 Como Captar Recursos 5 Debates 6 - Encerramento

1 Introdução 2 O Empreendedorismo e o Mercado de Capitais 3 Questões Jurídicas no Empreendedorismo 4 Como Captar Recursos 5 Debates 6 - Encerramento 1 Introdução 2 O Empreendedorismo e o Mercado de Capitais 3 Questões Jurídicas no Empreendedorismo 4 Como Captar Recursos 5 Debates 6 - Encerramento O EMPREENDEDORISMO E O MERCADO DE CAPITAIS - Luiz Guilherme

Leia mais