JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES"

Transcrição

1 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o EDITAL N.º 16/2010, que rege este Concurso Público, argumentações inconsistentes, extemporâneas, que estiverem fora das especificações estabelecidas para a interposição, que contiverem questionamentos de natureza administrativa (por exemplo, relacionados às normas previamente estipuladas em Edital) não obterão resposta da banca avaliadora e, por isso, não terão respostas publicadas na Internet. Não serão computadas as questões não assinaladas na grade de respostas, nem as que contiverem mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível. NIVEL SUPERIOR LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÃO 03 - MANTIDA. A questão solicita que sejam analisadas as assertivas à luz das informações contidas no texto. A assertiva I está correta, visto que, entre as linhas 10 e 14, o autor apresenta situações previsíveis na vida do ser humano, como o fato de uma mulher querer ou não ser mãe, e do homem se afastar de uma paixão, qualificando ambos homem e mulher como pratos pequenos, que querem se afastar das experiências, desses modos de gozo. Conclui que, nessas circunstâncias, esses seres foram feitos para permanecerem do tamanho que tem, ou seja, não se expondo a situações novas. No parágrafo seguinte, apresenta nova situação, dizendo que, em dados momentos a vida nos apresenta novos fatos que nos podem horrorizar e fascinar (l. 16). O conetivo e, nessa estrutura frasal, informa que as duas situações ocorrem concomitantemente. Já em relação à assertiva II, esta também está correta, como pode ser observado nas diversas metáforas que comparam os seres humanos a pratos, cujas fendas e arranhões correspondem às marcas e aos sofrimentos passados pelo ser humano. A assertiva III também é correta, pois, como pode ser visto ao longo do texto, as situações vão se construindo em uma direção, e cabe à pessoa observar e avaliar a forma como irá enfrentá-las, seja através de escadas ou de varas. Segundo o autor, talvez isso ocorra porque somos feitos de forma tal que precisamos nos afastar de certas experiências, de certos modos de gozo, para podermos funcionar (l ). Isso significa que as situações são previsíveis, mas muitas vezes não podem ser percebidas pela pessoa estar tão envolvida com a situação. A última assertiva também é inválida: as dificuldades devem ser transportas com calma. É preciso apenas de tempo para observá-lo com calma, medir sua altura, deduzir sua espessura. Precisamos de perseverança para suportar a ideia de que serão necessárias várias tentativas, que nos machucaremos no meio do caminho (l ). QUESTÃO 04 - MANTIDA. Em relação à construção da questão, faz-se necessário afirmar que a interpretação faz parte da prova. Dessa maneira, dever-se-ia inferir que as afirmações feitas deveriam ser analisadas, e não somente lidas. Além disso, a segunda parte do enunciado deixa claro que as alternativas são números que completam as lacunas das assertivas. A lacuna da primeira assertiva é corretamente preenchida pelo número 4, pois quatro palavras sofreriam alterações caso a forma verbal somos fosse flexionada na primeira pessoa do singular, como pode ser visto a seguir: - No entanto, somos às vezes pegos por situações nas quais acabamos por nos confrontar com aquilo que nos horroriza e fascina. (l. 15). - No entanto, sou às vezes pego por situações nas quais acabo por me confrontar com aquilo que me horroriza e fascina. Já a lacuna da segunda assertiva é preenchida pelo número 2, pois, ao alterar há (verbo impessoal) para existe (verbo pessoal) é preciso fazer a concordância do sujeito, como pode ser visto: Há pessoas que parecem estar sempre à espera de uma catástrofe. Existe pessoa que parece estar sempre à espera de uma catástrofe. 1

2 Dessa forma, a única alternativa correta é a D. QUESTÃO 05 - MANTIDA. Em relação às propostas de alteração em períodos do texto, pode-se afirmar que todas provocam alterações na estrutura dos respectivos períodos em que se encontram, em virtude da transitividade dos verbos e de suas regências. - Assertiva I: Em Um homem não se recupera desses solavancos, ele se torna uma pessoa diferente e eventualmente a nova pessoa encontra novas preocupações (l. 01), caso o verbo torna (transitivo direto) fosse substituído por transforma (transitivo indireto), haveria necessidade de inserção da preposição em: ele se transforma em uma pessoa diferente. - Assertiva II: Em Prato que nunca mais será usado para visitas, mas que servirá para guardar biscoitos tarde da noite (l. 04), a substituição de servirá (transitivo indireto) para utilizará (verbo pronominal) provocaria a necessidade da inserção do pronome se: mas que se utilizará para guardar biscoitos. - Assertiva III: Em Mas ele também poderá descobrir que, mesmo depois da quebra, ainda é capaz de se colar (l. 21), a substituição de descobrir (transitivo direto) para dar-se conta (transitivo indireto) provocaria a necessidade de inserção da preposição de: poderá dar-se conta de que ainda é capaz de se colar. QUESTÃO 06 - MANTIDA. Todas as lacunas pontilhadas apontadas pela questão são corretamente completadas por crase, como pode ser visto a seguir: - somos, às vezes pegos por situações (l. 15 primeira ocorrência): a crase é obrigatória, visto que representa a locução adverbial cujo núcleo é feminino; - tal experiência poderá levar à diminuição do medo (l. 23): existem as duas exigências para a ocorrência da crase: a palavra regente exige o uso da preposição a (levar a) e a palavra regida permite o uso do artigo, pois é feminina. - parecem estar sempre à beira de uma catástrofe (l. 43): da mesma forma que na assertiva I, a crase representa a locução adverbial cujo núcleo é feminino. As assertivas I e V não são opostas: enquanto a primeira afirma que em todas as lacunas o uso da crase é obrigatório; a última afirma que nenhuma das lacunas não pode não conter a crase, pois a palavra prescindir significa não levar em conta (Dic. Aurélio eletrônico) QUESTÃO 08 - MANTIDA. Em relação ao acento gráfico em determinadas palavras do texto e de possíveis alterações, apenas as assertivas I e II estão corretas, como pode ser visto a seguir: -Na assertiva I, caso fosse suprimido o acento de servirá, haveria alteração no tempo verbal: de futuro do presente (servirá) para pretérito mais-que-perfeito (servira); - Na assertiva II, a retirada de acento em até provocaria mudança em relação à classe gramatical: de advérbio (até) para verbo (ate primeira pessoa do presente do subjuntivo do verbo atar); o que também ocorre em experiência: de substantivo para verbo (experencia terceira pessoa do futuro do pretérito do verbo experienciar); - Já na assertiva III, as duas ocorrências de virá na linha 50 representam uma das possíveis flexões do verbo vir, não do verbo ver. QUESTÃO 09 - MANTIDA. Em relação à terceira assertiva, faz-se necessário observar que, em todas as ocasiões do texto, inclusive no título, a palavra pratos é utilizada no sentido conotativo, uma metáfora para referir-se ao ser humano. Na frase como esses outros pratos que pintamos de outra forma para disfarçar as rachaduras. (l.21-23), também constrói-se o sentido metafórico, porque referese a outras situações em que os pratos (seres humano) não se quebram, mas ficam rachados. A situação específica a qual esta metáfora representa (pratos rachados) não é explicitada pelo autor, 2

3 ficando a cargo do leitor a construção da interpretação. Caso a expressão pratos fosse entendido no sentido literal, a coerência do texto se desmantelaria. QUESTÃO 11 - MANTIDA. A questão solicita que sejam analisadas as afirmações que são feitas a respeito das possíveis inferências relacionadas a palavras ou expressões do texto. Dessa forma, apenas as assertivas II e III são corretas, como pode ser visto a seguir: - Em Um homem não se recupera desses solavancos, ele se torna uma pessoa diferente e eventualmente a nova pessoa encontra novas preocupações (l ), pode-se inferir, a partir da palavra novas, que outras preocupações surgem quando se torna uma pessoa diferente. Não é possível afirmar que não havia preocupações antes, portanto a assertiva I está incorreta. - Em Prato que nunca mais será usado para visitas (l.04), o advérbio nunca pressupõe que, até aquele momento, o prato não era utilizado para servir visitas. Entretanto, como a análise deve ser feita no contexto da frase, não há como desvincular do advérbio nunca o outro advérbio que o modifica (mais). Não ocorre ali uma locução adverbial, mas sim, um advérbio de intensidade que modifica um de tempo. A pressuposição se dá pela compreensão da relação sintática e semântica dos termos modificados e modificadores. Dessa maneira, a assertiva II está correta. - Em Se bem elaborada, tal experiência poderá levar à diminuição do medo daquilo que, um dia, fomos obrigados a excluir (l.23-24), a ideia de incerteza é introduzida pela conjunção subordinativa se. Isso não significa que somente a conjunção carrega toda a ideia da oração, mas que ela introduz uma oração subordinada adverbial condicional, cuja ideia de hipótese/condição pressupõe uma incerteza, já que indica uma realidade que não é verdadeira. Além disso, a incerteza indicada pela proposição é reiterada pela forma verbal poderá. QUESTÃO 12 - MANTIDA. Em relação à primeira assertiva da questão 12, o nexo De fato (l.06) confirma o que foi posto no parágrafo anterior. Entretanto, o que segue não é um argumento mais consistente nem tampouco novo, mas sim um aprofundamento e uma explicitação do que foi dito anteriormente. Dessa forma, a segunda parte da assertiva invalida a afirmação. QUESTÃO 14 - MANTIDA. Segundo o Manual de Redação da Presidência da República (2002, p. 11): O aviso, o ofício e o memorando devem conter as seguintes partes: (...) (b) local e data em que foi assinado, por extenso, com alinhamento à direita. A assertiva II está, portanto, correta. PARECER DA BANCA INFORMÁTICA Antes de iniciar as respostas aos recursos dos candidatos, transcrevem-se, a seguir, apenas, um resumo dos tópicos do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 16/2010, da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), referentes à NOÇÕES DE INFORMÁTICA. "1. 1 Sistema operacional e ambiente Linux. 2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 3 Sistema operacional e ambiente Windows. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows. 5 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet. 6 Conceitos básicos, ferramentas,aplicativos e procedimentos de Intranet. 7 Conceitos de 3

4 organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 8 Segurança da informação. 8.1 Procedimentos de segurança. 8.2 Noções de vírus e pragas virtuais. 8.3 Noções de firewall. 8.4 Aplicativos para segurança (antivírus, anti-spyware, etc). 8.5 Procedimentos de backup ". Além disso, o seguinte texto introdutório se aplica a todas as questões dessa prova: "Para a resolução das questões desta prova, considere os seguintes detalhes: (1) o mouse está configurado para uma pessoa que o utiliza com a mão direita (destro) e usa, com maior frequência, o botão esquerdo, que possui as funcionalidades de seleção ou de arrastar normal, entre outras. O botão da direita serve para ativar o menu de contexto ou de arrastar especial; (2) os botões do mouse estão devidamente configurados com a velocidade de duplo clique; (3) os programas utilizados nesta prova foram instalados com todas as suas configurações padrão, entretanto, caso tenham sido realizadas alterações que impactem a resolução da questão, elas serão alertadas no texto da questão ou mostradas visualmente, se necessário; (4) no enunciado e nas respostas de algumas questões existem palavras que foram digitadas entre aspas, apenas para destacá-las. Neste caso, para resolver as questões, desconsidere as aspas e atente somente para o texto propriamente dito; e (5) para resolver as questões dessa prova considere, apenas, os recursos disponibilizados para os candidatos, tais como essas orientações, os textos introdutórios das questões, os enunciados propriamente ditos e os dados e informações disponíveis nas Figuras das questões, se houver.". QUESTÃO 16 - MANTIDA. 1. Introdução A montagem dessa questão está devidamente amparada no item "3 Sistema operacional e ambiente Windows.", do conteúdo programático transcrito acima. O enunciado introdutório dessa questão diz o seguinte: "A questão 16 baseia-se na Figura 1 que mostra, intencionalmente, apenas, parte de uma das janelas do Windows Vista. Nessa Figura, estão sendo exibidas as pastas existentes em um disco removível." O enunciado propriamente da questão é o seguinte: "QUESTÃO 16 - A Figura 1 mostra, apenas, parte de uma das janelas do Windows Vista. Nesse caso, pode-se afirmar que: I. Ao ser dado um clique, com o botão esquerdo do mouse, exatamente sobre o botão apontado pela seta nº 1, será mostrado, no local apontado pela seta nº 4, as seguintes pastas: "Contas", "Documentos" e "Provas". II. Dando-se um clique, com o botão esquerdo do mouse, sobre a palavra "Provas", apontada pela seta nº 2, será mostrado, no local apontado pela seta nº 4, as seguintes pastas: "Física" e "Matemática". III. Ao ser dado um clique, com o botão esquerdo do mouse, exatamente sobre o botão apontado pela seta nº 3, continuarão a ser mostradas, no local apontado pela seta nº 4, as seguintes pastas: "Abril", e "Julho". Quais estão corretas? A) Apenas I. B) Apenas I e II. C) Apenas I e III. D) Apenas II e III. E) I, II e III. " 2. Parte expositiva Antes de iniciar a parte expositiva, referente ao conteúdo da questão propriamente dita, deve-se ressaltar que o Windows Vista é um sistema operacional Windows, como constante no edital de concurso, sendo um dos mais utilizados atualmente. O fato do candidato não trabalhar com esse sistema operacional não pode ser utilizado como parâmetro para a anulação da questão. Apresenta-se, a seguir, considerações sobre os itens I, II e III: 4

5 Item I - está errada: ao ser dado um clique, com o botão esquerdo do mouse, exatamente sobre o botão apontado pela seta nº 1, continuará a ser mostrado, no local apontado pela seta nº 4, as pastas "Abril" e "Julho". Nesse caso, a única alteração que ocorrerá é que será mostrado, no local apontado pela seta nº 1, um menu com as seguintes pastas: Contas", "Documentos" e "Provas"; Item II - está correto: dado-se um clique, com o botão esquerdo do mouse, sobre a palavra "Provas", apontada pela seta nº 2, será mostrado, no local apontado pela seta nº 4, as pastas "Física" e "Matemática"; Item II - está correto: ao ser dado um clique, com o botão esquerdo do mouse, exatamente sobre o botão apontado pela seta nº 3, continuará a ser mostrado, no local apontado pela seta nº 4, as seguintes pastas: "Abril", e "Julho". Nesse caso, a única alteração que ocorrerá é que será mostrado, no local apontado pela seta nº 3, um menu com as seguintes pastas: "Abril", e "Julho". 3. Parte conclusiva - A questão foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "3 Sistema operacional e ambiente Windows.", cujo conteúdo está perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 16/2010, da UFCSPA, referentes à NOÇÕES DE INFORMÁTICA. Em conseqüência, há somente uma alternativa que responde corretamente a questão e é a divulgada com o gabarito oficial. Não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTÃO MANTIDA. QUESTÃO 18 - MANTIDA. 1. Introdução A montagem dessa questão está devidamente amparada nos itens "2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows.", do conteúdo programático transcrito acima. O enunciado introdutório dessa questão diz o seguinte: "A questão 18 baseia-se na Figura 3, que mostra a janela principal do BrOffice.org Calc 3.2, na qual a seta nº 1 aponta para o cursor do mouse." O enunciado propriamente da questão é o seguinte: "QUESTÃO 18 - Na janela principal do BrOffice.org Calc 3.2, mostrada na Figura 3, ao ser dado um clique, sobre o botão esquerdo do mouse, pode-se afirmar que a área de trabalho, dessa planilha eletrônica, será mostrada da seguinte forma: ". 2. Parte expositiva Ao contrário do afirmado pelo candidato, as alternativas A) e B) não são iguais. O mesmo deixou de observar a barra de status que é diferente, e ambas alternativas estão erradas. 3. Parte conclusiva - A questão foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows", cujo conteúdo está perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS 5

6 - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 16/2010, da UFCSPA, referentes à NOÇÕES DE INFORMÁTICA. Em conseqüência, há somente uma alternativa que responde corretamente a questão e é a divulgada com o gabarito oficial. Não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTÃO MANTIDA. ATUALIDADES / LEGISLAÇÃO QUESTÃO 21 - MANTIDA A Instrução nº Resolução nº Dispõe sobre o voto em trânsito na Eleição Presidencial de 2010: O Tribunal Superior Eleitoral, usando das atribuições que lhe conferem o artigo 23, IX, do Código Eleitoral e o artigo 105 da Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997, resolve expedir a seguinte instrução: Art. 1º Os eleitores em trânsito no território nacional poderão votar no primeiro e/ou no segundo turnos das eleições de 2010 para Presidente e Vice-Presidente da República em urnas especialmente instaladas nas capitais dos Estados (Código Eleitoral, art. 233-A). Disponível em QUESTÃO 29 - MANTIDA. A questão foi elaborada com base no texto extraído de site oficial, disponível no endereço: onde pode ser encontrado o Estatuto da UFCSPA vigente na data da edição do edital do presente concurso público. O enunciado da questão solicita que seja assinalado V ou F paras cinco afirmativas, relativas à forma de eleição ou de indicação de membros integrantes dos Conselhos Superiores. O artigo quinze - Inciso X estabelece que o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) é constituído por um representante da comunidade externa. Complementam o artigo quatro parágrafos, onde estabelecem a forma de eleição ou indicação dos representantes integrantes desse Conselho. Constata-se, pela leitura dos parágrafos, que as redações de todos iniciam por: Os representantes, ou seja, no plural, muito embora a composição, em alguns casos, seja através de um representante. O disposto no parágrafo quarto indica que... o seu mandato será pelo prazo de dois anos..., donde se conclui que se trata do mandato de um representante. Assim, a indicação pelo Reitor de um representante da comunidade externa, que integra o CONSEPE, é verdadeira. 6

7 Portanto, a alternativa D corresponde à resposta certa, visto que se trata da única afirmativa falsa, porque diz que os representantes da comunidade docente, em ambos os Conselhos, são indicados pelo Reitor. Enquanto que o correto é: eleitos pelos seus pares. Improcedente o recurso, ficando mantida a questão. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS FISIOTERAPEUTA QUESTÃO 32 - MANTIDA. Recurso negado, pois a questão apresentava apenas uma resposta correta, na qual o candidato teria que apenas interpretar. QUESTÃO 34 - MANTIDA. Recurso negado, pois a avaliação cardiorespiratória é aplicada também em pacientes em ventilação mecânica, logo se faz necessário o conhecimento em ventilação mecânica. QUESTÃO 37 - MANTIDA. Recurso negado, pois está claro na literatura que uma contração muscular é dita isométrica quando o músculo não se encurta durante a contração e é dita isotônica quando ele se encurta. (GUYTON, 8º Ed., p. 67). Questão está bem clara com opções bem definidas. QUESTÃO 42 - MANTIDA. Recurso negado, pois, de acordo com a literatura, o fuso muscular monitora a velocidade e duração do alongamento. (KISNER, Exercícios Terapêuticos, p. 114). QUESTÃO 45 - MANTIDA. Recurso negado, pois os corpos vertebrais não rodam para o lado côncavo, e sim, para o lado convexo, questão bem clara. QUESTÃO 47 - MANTIDA. Recurso negado, pois este teste determina a estabilidade da porção longa do bíceps, está bem definido na literatura, propedêutica ortopédica JORNALISTA QUESTÃO 31 - MANTIDA. A montagem da questão está devidamente amparada no item Jornalismo Científico do conteúdo programático. O candidato pede a anulação da questão, alegando que não há alternativa incorreta, o que é solicitado pelo enunciado. O candidato reproduz trecho do artigo no qual a questão se baseou (A saúde na mídia: uma visão crítica, de Wilson da Costa Bueno). A própria leitura atenta do trecho citado pelo candidato, no entanto, ratifica a incorreção da alternativa B. Segundo o texto do artigo, ao concentrar o foco na doença, as matérias de saúde desviam a atenção da ausência de políticas de saúde, deixando de entender o processo pelo qual se criam condições para a emergência de epidemias ou para o retorno de velhas enfermidades. A alternativa B afirma exatamente o contrário: o foco na doença pressupõe a atenção prioritária às políticas de saúde e ao processo pelo qual se criam condições para a emergência de epidemias. Sendo assim, a alternativa B está incorreta e corresponde ao gabarito. Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito previamente divulgado. BIBLIOGRAFIA: BUENO, Wilson da Costa. A saúde na mídia: uma visão crítica. In: Comunicação para a saúde on line. Disponível em: <http://www.comunicasaude.com.br/comunicasaude/artigos/jornalismo_saude/artigo12.php>. QUESTÃO 33 - MANTIDA. A montagem da questão está devidamente amparada no item As funções do jornalista e suas características (redator, repórter, editor, pauteiro, repórter-fotográfico e afins) do conteúdo programático. O candidato questiona a alternativa correta (E), alegando que não cabe ao repórter o planejamento visual da página, e sim ao diagramador. O enunciado da questão, porém, é claro: Os jornalistas que saem às ruas para apurar as informações, e os encarregados de planejar 7

8 visualmente a página do jornal são, respectivamente. O uso do advérbio respectivamente indica que a primeira função da alternativa (repórter) refere-se à função de apurar as informações e a segunda (diagramador) refere-se à função de planejar visualmente a página. Portanto, a alternativa E está correta. Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. BIBLIOGRAFIA: TRAVANCAS, Isabel. O mundo dos jornalistas. São Paulo: Summus Editorial. QUESTÃO 34 - MANTIDA. A montagem da questão está devidamente amparada no item A reportagem e suas características do conteúdo programático. O candidato alega que a alternativa B está correta, ao contrário do gabarito preliminar divulgado, que indica como correta a alternativa A. Tomando-se o enunciado da alternativa B ( na reportagem de fatos, o mais importante é o desenrolar dos acontecimentos que começa sempre pelo fato mais atraente, para ir descendo aos poucos na exposição de detalhes ), porém, observa-se que ele não condiz com a classificação proposta por de Maria Helena Ferrari e Muniz Sodré, que embasam a questão. Na obra Técnica de reportagem: notas sobre a narrativa jornalística (página 5), os autores definem reportagem de ação (e não de fatos) como o relato mais ou menos movimentado, que começa sempre pelo fato mais atraente, para ir descendo aos poucos na exposição dos detalhes. A alternativa A corresponde a uma característica da reportagem documental apontada pelos autores. Portanto, a alternativa A está correta e corresponde ao gabarito. Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito já divulgado. BIBLIOGRAFIA FERRARI, Maria Helena e SODRÉ, Muniz. Técnicas de reportagem: notas sobre a narrativa jornalística. São Paulo: Summus Editorial, QUESTÃO 38 - MANTIDA. O candidato argumenta que a alternativa C não é a correta. Aparentemente, houve uma confusão por parte do candidato, pois o gabarito preliminar aponta de fato a alternativa D como correta (e portanto a C como incorreta). Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito já divulgado. QUESTÃO 42 - MANTIDA. A montagem da questão está devidamente amparada no item Os principais softwares de produção e edição de textos e imagens e suas características, do conteúdo programático. O candidato alega que o CorelDrawn pode ser utilizado eventualmente como um software para a diagramação de páginas e que a questão deveria frisar quais são os softwares desenvolvidos especialmente para a diagramação (e não que podem fazer a função especial de diagramação). O enunciado da questão, no entanto, é claro ao indagar sobre softwares especializados para a diagramação de páginas. O enunciado não fala em função especial de diagramação. O CorelDrawn é um programa de design gráfico e não se constitui em um software especializado para diagramação. Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. QUESTÃO 45 - MANTIDA. A montagem da questão está devidamente amparada no item A assessoria de imprensa e suas características do conteúdo programático. O candidato solicita a mudança do gabarito da alternativa D para E, o que consideraria correta a assertiva II, que diz que A avaliação dos resultados da assessoria de imprensa baseia-se essencialmente na veiculação obtida junto à mídia. O candidato alega que a afirmação é dúbia, pois a avaliação feita pelo assessor seria diferente da avaliação feita pelo cliente. O candidato sustenta sua afirmativa com base em artigo postado no site da Associação Brasileira de Comunicação. Ao utilizar o advérbio essencialmente, o texto da assertiva II não abre margem a ambiguidades. Além disso, conforme Jorge Duarte, no artigo Produtos e serviços de uma assessoria de imprensa (IN: DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia), a avaliação baseada apenas na veiculação na mídia é limitada, ineficiente e tende a ser enganosa, até porque o objetivo de uma assessoria deve ser mais a boa interação com a imprensa do que o aumento do espaço ocupado nos veículos de comunicação (pág. 8

9 241). Na mesma publicação, Wilson da Costa Bueno, no artigo Medindo o retorno do trabalho de assessoria de imprensa, observa que a atividade de relacionamento com a mídia por parte da assessoria deve ser avaliada com base em dois instrumentos, além do material veiculado pela mídia: o esforço de divulgação pela assessoria e a auditoria de imagem (pág. 394). Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. BIBLIOGRAFIA DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia. São Paulo: Atlas, QUESTÃO 46 (1) - MANTIDA. A montagem da questão está devidamente amparada no item A assessoria de imprensa e suas características do conteúdo programático. O candidato alega que a questão possui duas respostas possíveis, a B ( O objetivo do release é informar, subsidiar e orientar o jornalista, bem como promover a organização do evento, sendo recomendável o uso de bons adjetivos ) e a E ( A difusão em larga escala de releases é um dos maiores erros das assessorias de imprensa ), esta última apontada como a correta no Gabarito preliminar. O candidato usa como argumento o artigo Release: história, técnica, usos e abusos, de Jorge Duarte (IN: DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia). Embora no artigo citado o autor admita que palavras como novo, inédito, novidade, lançamento (...) ajudam a despertar o interesse, ele sustenta também, entre as regras básicas de texto do release: evite adjetivos, frases longas, jargões, repetição de idéias e palavras, voz passiva, ordem indireta e orações intercaladas. Além disso, a alternativa B incorre em erro ao afirmar que o objetivo do release é promover a organização do evento. O mesmo autor observa textualmente que o release é para informar, subsidiar ou orientar o jornalista, não para bajular o assessorado, ou promover as qualidades da organização, diferenciando o release da simples propaganda e desaconselhando critérios e abordagem publicitária. Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. Além disso, atendendo à colocação de outro candidato que não embasa sua afirmação em bibliografia e cita especificamente as alternativas D e E, fazem-se as seguintes afirmações: A alternativa D ( Devem ser evitadas palavras como novo, inédito ou novidade, que tendem à padronização e à vulgarização ) é apontada como incorreta segundo o gabarito preliminar. Ela está contemplada no artigo Release: história, técnica, usos e abusos, de Jorge Duarte (IN: DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia), no qual o autor afirma que palavras como novo, inédito, novidade, lançamento (...) ajudam a despertar o interesse. No mesmo artigo, o autor também afirma, textualmente que a difusão em larga escala de releases é um dos maiores erros das assessorias de imprensa e pode levá-la da desconfiança à desmoralização, o que contempla a alternativa E ( A difusão em larga escala de releases é um dos maiores erros das assessorias de imprensa ), apontada como correta conforme o gabarito. Não há razões que justifiquem a troca de gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, portanto, o gabarito divulgado. BIBLIOGRAFIA DUARTE, Jorge (org). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia. São Paulo: Atlas, PEDAGOGO QUESTÃO 35 - MANTIDA. De acordo com a bibliografia consultada e por meio dela elaborada a questão Margarita Ballester [et al.]. Avaliação como apoio à aprendizagem. Porto Alegre: Artmed (2003) na página 25 a autora coloca Toda atividade de avaliação é um processo em três etapas: coleta de informação, que pode ser ou não instrumentada; análise dessa informação e conclusão sobre o resultado dessa análise; tomada de decisões de acordo com a conclusão. Logo a 1ª parte da sentença assim como a 3ª parte estariam corretas, estando a alternativa A correta. QUESTÃO 40 - MANTIDA. De acordo com o autor consultado Arnaldo Niskier Filosofia da Educação: uma visão crítica. São Paulo: Loyola, 2007 na página 127 e 128 no capítulo sobre o Naturalismo é 9

10 referido que as fontes do naturalismo podem ser situadas em pensadores como Montaigne e Comênio. Para Montaigne a educação deveria ser toda processada ativamente, sem imitação, mas com análise crítica, atendendo as necessidades do corpo e do espírito e envolvendo mudança nas atitudes básicas do aluno. Analisando as definições das outras concepções referidas, a que está de acordo com a afirmação feita é o Naturalismo. Portanto a alternativa B está correta. QUESTÃO 41 - MANTIDA. A questão foi elaborada a partir da bibliografia de Arnaldo Niskier - Filosofia da Educação: uma visão crítica, não sendo fundamental para a sua resolução a identificação do autor abordado. Em livros ligados a História da Educação como, por exemplo, o de Maria Lúcia de Arruda Aranha cita-se o Iluminismo, a Escola Nova e a Educação Popular, sendo, portanto, de fácil identificação as afirmativas referidas sobre as mesmas. A palavra dialética, de origem grega, remete ao diálogo, a contraposição de ideias que leva a outras ideias, sendo utilizada em diferentes doutrinas filosóficas. Por isso na pedagogia dialética (uma pedagogia do conflito) ela não descarta as contradições do próprio indivíduo porque a educação não é neutra e não sendo neutra ela dialoga com o indivíduo e com a instituição escola. Logo, estão certas todas as afirmativas. QUESTÃO 42 - MANTIDA. A questão foi elaborada a partir do livro - História da educação e da pedagogia de Maria Lúcia de Arruda Aranha e na alternativa contestada não é necessário expor o período histórico, pois o mesmo não auxiliaria na resolução da mesma. Sabe-se que na história da educação a educação elementar completava-se por volta dos 13 anos e nessa época sabe-se que os pobres eram encaminhados para algum ofício e as crianças de família rica eram encaminhadas ao ginásio. Dos 16 aos 18 anos é que a educação assumia uma dimensão cívica de preparação militar. Portanto, a alternativa C é incorreta. QUESTÃO 44 - MANTIDA. A pedagogia montessoriana segundo Maria Lúcia de Arruda Aranha privilegia o ambiente, adequando-o ao tamanho das crianças. O trabalho com o material didático é o que estimula o desenvolvimento sensório-motor. Além disso, Montessori dava atenção prioritária à escrita, que, segundo ela, deveria preceder a leitura. Logo, a alternativa que completaria a questão de forma correta seria a alternativa E. QUESTÃO 48 - MANTIDA. O autor Lino de Macedo em sua obra Cinco estudos de educação moral (página 44 e 45) faz referência do autor citado pelo candidato Piaget. Deixando claro que em Piaget foram encontrados três estágios: 1º) o das crianças pequenas (até três anos) - ainda não tem uma compreensão da prática das regras, isto é, enquanto jogam como querem não tem consciência da obrigatoriedade de um certo modo de jogar; 2º) o das crianças entre três a oito ou nove anos que começam a ver as regras como uma coisa sagrada e obrigatória, ou seja, as regras são colocadas como tão reais e são consideradas imutáveis, toda modificação é tida como uma transgressão, sendo esse comportamento percebido ao observar as crianças nessa faixa etária quando brincam ou jogam juntas. E finalmente o terceiro estágio o da consciência das regras - o grupo constrói as combinações para si em benefício de todos, nesse caso, as regras podem ser modificadas desde que todo o grupo veja necessidade disso. Logo, a primeira parte da sentença está correta. PROGRAMADOR VISUAL QUESTÃO 40 - MANTIDA. A questão 40 avalia os conhecimentos do candidato dentro do escopo de tipografia, sistemas de classificação e anatomia de tipos. De acordo com AMBROSE, 2009 e SANDERS & MCCORMICK, 1993: "De maneira geral, as fontes são classificadas com base nas suas características. Há quatro categorias básicas: romana (Roman), gotica/sem serifa (Gothic), cursiva (Script) e medieval (Block) (Sandres and McCormick, 1993). Em termos gerais romana é a classe em que encontramos todas as fontes com serifa; as fontes góticas são sem serifa; a categoria cursiva descreve as fontes que simulam a caligrafia; e a medieval designa as fontes baseadas na caligrafia manuscrita alemã." As alternativas "A", "C", "D" e "E" correspondem a categorias básicas de classificação de tipos, e portanto são incorretas. Mesmo não conhecendo as quatro categorias básicas de classificação apresentadas, o candidato pode seguir uma rota secundária de resolução da questão, utilizando conhecimentos básicos 10

11 em anatomia de tipos. Dentro das alternativas apresentadas, a única que não corresponde a uma categoria de classificação é a opção "B" Itálica. Itálico se refere a uma variedade de fonte inclinada com o objetivo de promover ênfase. Itálico, llight, negrito, condensado ou estendido são versões de anatomia dentro de um estilo ou família tipografica, e não correspondem a um critério de categorização básico de classificação de tipos, pois a grande maioria das fontes tem estas versões dentro de suas famílias. Logo, a única alternativa correta para a questão é "B". BIBLIOGRAFIA: AMBROSE, Gavin. Fundamentos de Design Criativo / Gavin Ambrose; Paul Harris; tradução Edson Furmankiewicz. Porto Alegre: Bookman, p. 84, 96. SANDERS, Mark & MCCORMICK, Ernest. Human Factors in Engineering and Design - McGraw-Hill, QUESTÃO 43 - MANTIDA. O recurso apresentado pelo candidato não se justifica, uma vez que a alternativa apontada como correta pelo candidato é a alternativa certa para a questão. Abaixo apontamos a justificativa. De acordo com MARTINS, 2009: O sistema Pantone é padronizado de especificação de cores nas tintas de impresso. O Pantone fornece um guia com milhares de cores e padrões apresentados exatamente como aparecem quando impressas em diferentes tipos de papéis. Os modelos de cor RGB e CMYK são os mais utilizados, principalmente o CMYK que padrão para impressão comercial. Mas existem vários modelos desenvolvidos para uma variedade de aplicações em editoração eletronica e imagem gráfica, como HSB, o CIE Lab, o Sistema Pantone e Cor Indexada. Nas alternativas apresentadas, somente uma delas não corresponde a um modelo de cor. A alternativa "E" TWAIN, de acordo com MARTINS, 2009: "Atualmente todos os scanners são compatíveis com o padrão TWAIN (Technology Withoutan Interesting Name), um drive independente que funciona como link entre software de manipulação e o software controlador do scanner." Portanto TWAIN se refere a um driver de integração de plataformas e não um modelo de cor. A única resposta correta para a questão é "E" TWAIN. BIBLIOGRAFIA: MARTINS, Nelson. A imagem digital na editoração. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2009, p. 43, RELAÇÕES PUBLICAS QUESTÃO 31 - MANTIDA. A assertiva sobre os veículos de comunicação dirigida... como o próprio candidato escreveu ficou claro que se refere a veículos de comunicação dirigida. Quero enfatizar que não houve nenhum outro recurso de desentendimento ou interpretação contrária de ao que foi exposto, por isso, considero o entendimento geral da questão por todos os demais candidatos. Portanto, não há razões técnicas que justifiquem a anulação dessa questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTÃO 39 ANULADA. Considerando que nenhuma das alternativas da conta do enunciado. QUESTÃO 43 - MANTIDA. A questão analisada é uma transcrição literal do autor. Quero enfatizar que não houve nenhum outro recurso de desentendimento ou interpretação contrária de ao que foi exposto, por isso, considero o entendimento geral da questão por todos os demais candidatos. Portanto, não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação dessa questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. 11

12 QUESTÃO 44 - ALTERAÇÃO DO GABARITO E PARA C. Informo que as argumentações dos(as) candidatos(as) estão corretas, pois nem sempre os projetos/programas trazem retorno econômico/rentabilidade às organizações. Sugiro a troca do gabarito da letra E para a letra C. SECRETARIO EXECUTIVO QUESTÃO 34 - MANTIDA. Tendo em vista que o conhecimento do código de ética profissional faz parte das habilidades técnicas, humanas e gerenciais da secretária (item 2 do programa). Quanto às questões/assertivas históricas, elas fazem parte da profissão, do dia a dia da secretária, não necessariamente deve-se ler a respeito, pois pela própria formação universitária já se sabe. Portanto, não há razões técnicas que justifiquem a anulação dessa questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTÃO 35 - ANULADA. Informamos que as argumentações dos (as) candidatos (as) estão corretas, já que a questão elaborada saiu incompleta, faltando informar que o (a) candidato (a) deveria marcar a questão através das assertivas I, II, III, IV e não a, b, c, d, e. QUESTÃO 36 - MANTIDA. A argumentação do (a) candidato (a) está incorreta, pois a alternativa que está incorreta fala sobre: a linguagem da equipe é um aspecto importante a ser observado em reuniões; quanto aos termos utilizados é muito comum usar os termos eu ou mim, sendo que o termo correto é nós ou nosso. Só o conjunto de pessoas que justifica a palavra equipe. Portanto, não há razões técnicas que justifiquem a anulação dessa questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTÃO 38 - MANTIDA. Segundo Kaspary, consta nas páginas 19 a 21 (2003) e na página 17 (1988), exatamente o que está escrito na assertiva C : A concisão segundo Albalat, a arte de encerrar um pensamento no menor número possível de palavras. A clareza consiste em expressar exatamente um pensamento ou emoção. Portanto, não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação dessa questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. QUESTÃO 40 - ANULADA. Informamos que as argumentações dos (as) candidatos (as) estão corretas, já que a questão elaborada saiu errada, faltando informar a opção das assertivas I e II também como erradas e as I, IV e VI como corretas, ou seja, apenas a V está incorreta. QUESTÃO 49 - MANTIDA. A argumentação do(a) candidato(a) está incorreta, pois para se ter conhecimento de 5S é necessário saber o significado dessas palavras, não necessariamente saber de uma língua estrangeira, mas como se utiliza na administração e é um expediente importado lá do Oriente, mais precisamente do Japão pós-guerra, chamado de 5 S. Este nome provém de cinco palavras japonesas iniciadas pela letra s : Seiri, Seiton, Seisou, Seiketsu e Shitsuke. Para entender o que é 5S se deve conhecer os cinco sensos que constituem um sistema fundamental para harmonizar os subsistemas produtivo pessoal - comportamental, constituindo-se na base para uma rotina diária eficiente. Portanto, não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação dessa questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. REGENTE QUESTÃO 49 - MANTIDA. O enunciado é bem claro quanto à idéia de EDUCAÇÃO enquanto disciplina que engloba muitas disciplinas, ou seja, um ramo do conhecimento humano cujo conceito é 12

13 interdisciplinar. Ora, a única resposta que contém este conceito interdisciplinar é a letra C. Ela engloba todas as outras questões, por isso é a resposta correta. TECNICO DESPORTIVO QUESTÃO 34 - MANTIDA. A alternativa é Verdadeira (V), conforme o gabarito da questão. Isto se justifica pois de acordo com WEINECK (2000), os ossos das pessoas que se encontram na faixa etária da infância ou adolescência são mais flexíveis, devido ao acúmulo de material orgânico mole. No período de crescimento os ossos ainda não estão completamente ossificados o que permite uma maior flexibilidade, porém menor resistência do sistema esquelético a batidas, quedas, impacto forte ou cargas. A flexão não é provocada exclusivamente pela articulação (flexão de um segmento sobre o outro), mas também pela capacidade da estrutura modificar-se em um determinado ângulo, como os ossos de crianças e adolescentes. Portanto não há erro na questão e a alternativa correta é a D. QUESTÃO 44 - MANTIDA. Isso se justifica porque a questão não está afirmando que os jogadores devem experimentar Posições Alternadas, mas sim, como o próprio candidato recorrente reconhece, é um método interessante. A questão não fala em qual nível de treinamento ele deve ser usado, o que não a torna inválida. Ademais, as questões e alternativas da prova não são voltadas, principalmente, ao trabalho com alto nível, pois isto não está especificado no Edital, que ao falar do objetivo do trabalho do técnico desportivo, afirma: desenvolver com estudantes e outras pessoas interessadas, as práticas de ginástica e outros exercícios físicos. Ensinar as técnicas de jogos simples; Treinar atletas nas técnicas de diversos jogos e outros esportes; instruir os atletas sobre os princípios e regras inerentes a cada um deles. Encarregar-se do preparo físico dos atletas. Acompanhar e supervisionar as práticas desportivas. Executar outras tarefas de mesma natureza e mesmo nível de dificuldade. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. O edital visa um profissional com conhecimentos aplicáveis a grupos heterogêneos de alunos, onde se trabalhe em prol do esporte para todos e não com foco principal no alto nível. Neste sentido a questão 44 não contém erros. QUESTÃO 45 - MANTIDA. O candidato traz um argumento baseado no senso comum sobre pessoas surdas, ou seja, considerando seus limites, mais que suas potencialidades. Ademais a alternativa da questão 45 não afirma que todos os atletas surdos competem de igual para igual, e sim que alguns competem com bastante sucesso. De acordo comjoseph P. Winnick (2004, p. 203) em seu livro, Educação física e esportes adaptados: As habilidades esportivas dos atletas surdos variam tanto quanto as da população ouvinte desde atletas sem habilidades até os altamente habilidosos. Os atletas surdos são capazes de competir de igual para igual com os ouvintes, e alguns competem com bastante sucesso. Já em 1883, os atletas surdos competiam profissionalmente nos Estados Unidos. Naquele ano, Edward Dundon se tornou o primeiro jogador surdo do beisebol profissional de que se tem notícia. Acredita-se que os sinais de mão utilizados pela arbitragem foram desenvolvidos por causa dele. Acredita-se que o ato de reunir os jogadores para combinar as jogadas foi adotado pela primeira vez no time de futebol americano da Gallaudet University, para evitar que os times adversários, também formados por surdos, bisbilhotassem as suas jogadas (Strassler, 1994, apud Winnick, 2004). Alguns atletas surdos se tornaram técnicos de times de ouvintes, como Albert Berg, que foi o primeiro técnico da PurdueUniversity, em QUESTÃO 49 - MANTIDA. A questão 49 não necessita ser anuladas pelos seguintes motivos: - A alternativa a ser assinalada na questão 49 é a alternativa A, portanto o candidato precisaria saber que a alternativa A contém uma informação incorreta sobre o sistema de Repescagem que é um dos sistemas de competição mais populares, utilizados e amplamente estudado na Educação Física. 13

14 - O Sistema de competição Bagnall-Wildestá descrito na maioria dos livros sobre organização de competições esportivas (exemplo: DAVI, Rodrigues. Organização de eventos esportivos. 2. Ed. Londrina, PR: Poit, 2000), sendo do conhecimento daqueles que buscaram informações acerca dos conteúdos do concurso. - O termo em inglês, assim foi mantido, em respeito á nomenclatura original e na forma como é usada no Brasil e aparece na bibliografia, não havendo necessidade de nenhuma tradução do inglês para português para saber como este sistema funciona. Diversas denominações e nomenclaturas que são usadas na língua de origem, não são traduzidas e temos inúmeros casos dentro da Educação física em diversos esportes e expressões, como: performance, jump, step, crow,entre outras. NÍVEL MÉDIO E TÉCNICO LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÃO 01 - MANTIDA. A questão solicita que sejam analisadas as assertivas à luz das informações contidas no texto e somem-se os números que antecedem às corretas. É válido notar que há um número anterior a cada afirmação. Somam-se os números que antecedem a afirmação, e não um número anterior ao que número da afirmação. Dessa forma, a assertiva I está correta, visto que o bom senso em relação à etiqueta deve ser aplicado em diferentes situações. Observe as seguintes passagens do texto: - O bom senso vale também ao entrar em contato com outras culturas. (l. 24) O uso de também pressupõe que o bom senso deve ser observado em outras situações, além de retomar a situação descrita no parágrafo anterior, em que se faça sobre a etiqueta na internet. - É unânime que a etiqueta contemporânea é bem mais simples. Os detalhes que o Rei-Sol se preocupou em passar para a Corte por meio de pequenos bilhetes não caíram em desuso, apenas sofreram adaptações e se tornaram mais flexíveis para acompanhar a modernidade. Segundo Fabio, o princípio básico da atualidade é ser educado com todos e se aprimorar como ser humano. (l ) O último parágrafo, a conclusão, retoma tudo o que foi argumentado no texto: é preciso ter flexibilidade e bom senso nas diversas ocasiões. O último parágrafo também mostra que a assertiva II está incorreta visto que os comportamentos sociais não estão baseados em regras rígidas, mas na flexibilidade e que a afirmação III está correta houve mudanças nas regras sociais para acompanhar as mudanças do mundo moderno. Faz-se necessário afirmar que a expressão tempos modernos retoma a palavra utilizada no texto (modernidade), sendo usada como um sinônimo e não como referência a uma época histórica. QUESTÃO 02 - ANULADA. Visto a não correspondência entre a citação feita na questão e suas possíveis inferências, anula-se a questão. QUESTÃO 03 - MANTIDA. A questão solicita que sejam avaliadas as assertivas incorretas em relação à ortografia das palavras. Todas as assertivas estão incorretas, como pode ser visto a seguir: - Na assertiva I, em O que muitos ta am de meros melindres... (l. 09), a lacuna deve ser preenchida por ch e não por x, pois significa acusar (tachar) e não tributar imposto (taxar); - Na assertiva II, em Na hora da tria em (l. 13), deve ser preenchida por g e não por j; o que não ocorre em... não deve re eitar uma pessoa que te adicionou no Orkut ou Facebook., preenchida corretamente por j; - Na assertiva III, em Nesses ambientes, o ideal é manter a d scrição, não expor amigos, parentes e, muito menos, a si mesmo, a lacuna é preenchida por i e não por e, pois o significado adequado ao contexto refere-se à qualidade de ser discreto, e não ao ato de descrever. 14

15 QUESTÃO 04 - MANTIDA. Em relação à conjunção subordinativa se presente nas linhas 18 (segunda ocorrência) e 21, ela introduz a ideia de condição/hipótese, podendo ser substituída por caso (CEGALLA, 2007, p.292). No entanto, se houvesse a substituição, deveriam haver alterações nas formas verbais de ambas as frases: - Se você não bate a porta na cara de ninguém que vai te visitar passaria a ser Caso você não bata a porta na cara de ninguém que vai te visitar; - Esses sites têm ferramentas que, se você deletar ou bloquear alguém, nem vão perceber ficaria Esses sites têm ferramentas que, caso você delete ou bloqueie alguém, nem vão perceber. Essas alterações fazem com que a alternativa C seja a correta, e não a B. É importante ressaltar que mesmo que não poderia substituir se, por ser uma conjunção subordinativa concessiva, ou seja, exprime a ideia de concessão. QUESTÃO 05 - MANTIDA. Em relação à terceira assertiva, não se pode afirmar que as palavras um, ânimo e unânime são cognatas. Segundo Cegalla (2007, p.93), cognatos são vocábulos que procedem de uma raiz comum. Como pode ser rapidamente observado, um e ânimo não possuem a mesma raiz, elas são claramente diferentes. Independente da palavra unânime ser derivada de um + anime do latim unus (um) + anima (alma), a segunda parte da assertiva está incorreta. Faz-se necessário lembrar que, no edital, os aspectos envolvidos na questão estão relacionados aos itens (3) Ortografia oficial e (11) Significação das palavras, considerando que a compreensão de cognato está relacionada à amplitude vocabular. QUESTÃO 07 - MANTIDA. Em relação aos fragmentos do texto considerados, pede-se que se analisem as palavras acentuadas e assinale-se verdadeiro ou falso. Dessa forma, a primeira assertiva é falsa, pois contrário e está admitem grafia sem acento, passando a ser contrario (forma verbal) e esta (pronome demonstrativo). Já a segunda assertiva é verdadeira, pois o acento circunflexo nas formas verbais tem e têm serve para diferenciar a palavra em relação à pessoa no caso todas têm e nenhuma tem. Por fim, a última assertiva também está correta, pois a palavra porém, sem acento, assume outra classe gramatical de conjunção para verbo. Faz-se necessário lembrar que a questão refere-se somente à acentuação, e não a questões de ordem semântica. QUESTÃO 08 - MANTIDA. A única alternativa cuja interpretação do fragmento do texto está correta é a D, pois a ação de deletar ou de bloquear alguém significa tirá-lo ou não aceitá-lo nas relações do mundo virtual. É necessário observar que, apesar de a ação de bloquear pressupor a de já ter aceitado, no momento em que se bloqueia alguém, não se quer mais conviver com a pessoa, ou seja, ela não é mais aceita naquele espaço. Em relação à alternativa A, ela está incorreta, pois as normas sociais, segundo Cláudia Matarazzo, foram criadas para facilitar e ajudar a convivência social, não para deixá-la mais prática/rápida. QUESTÃO 09 - MANTIDA. No período abaixo, somente três mudanças seriam necessárias caso a expressão As pessoas fosse substituída por Todo mundo, como pode ser visto abaixo: - As pessoas que conhecem as regras de comportamento se sentem adequadas em qualquer local ou situação e isso reflete positivamente. (l ) Todo mundo que conhece as regras de comportamento se sente adequado em qualquer local ou situação e isso reflete positivamente. O enunciado solicita que seja indicado o número de mudanças, não havendo qualquer solicitação quanto à alteração de flexão, seja de gênero ou de número, tanto que a própria substituição inicial já possui alteração de flexão e de gênero, sendo, portanto, parâmetro para a análise das demais. 15

16 QUESTÃO 10 - MANTIDA. Em relação à assertiva III, pode-se afirmar que regras, preceitos e detalhes estão no mesmo valor semântico: todas se referem à etiqueta, tanto que o próprio autor usa um pelo outro para referir-se a mesma relação de determinação, conforme Bechara (2008, cap.11). QUESTÃO 11 - MANTIDA. A assertiva II está clara: pede-se para verificar se o elemento coesivo no qual poderia substituir em que, presente na linha 23, sem que houvesse alteração sintática ou semântica. Essa alteração não é possível, pois em que retoma a expressão uma foto. A única alteração possível seria na qual, atendendo aspectos de regência e gênero do termo retomado. QUESTÃO 12 - MANTIDA. Em relação à ocorrência de vírgulas em frases do texto, todas as assertivas estão erradas. As vírgulas da linha 11 não são usadas pela mesma justificativa (uma separa um adjunto adverbial e a outra, um aposto); a da linha 16 não separa orações coordenadas (separa uma oração subordinada adverbial); e a da linha 20 não poderia ser suprimida, visto que a oração principal é representada por seja virtualmente ou não, e a subordinada (Sempre vai haver maneira de ser educado) está deslocada. QUESTÃO 15 - MANTIDA. Em relação aos pronomes de tratamento, deve-se observar que, apesar de serem da segunda pessoa, eles são utilizados com as formas verbais e os pronomes possessivos da terceira pessoa (CEGALLA 2007, p. 182). Dessa forma, apesar de serem considerados os sujeitos da oração, a concordância se dará de forma especial: na terceira pessoa do singular. Assim, as únicas assertivas corretas são a I e a III, pois na II a concordância do pronome possessivo está errada (segunda pessoa do plural). PARECER DA BANCA INFORMATICA Antes de iniciar as respostas aos recursos dos candidatos, transcrevem-se, a seguir, apenas, um resumo dos tópicos do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 16/2010, da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), referentes à NOÇÕES DE INFORMÁTICA. "1. 1 Sistema operacional e ambiente Linux. 2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 3 Sistema operacional e ambiente Windows. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows. 5 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet. 6 Conceitos básicos, ferramentas,aplicativos e procedimentos de Intranet. 7 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 8 Segurança da informação. 8.1 Procedimentos de segurança. 8.2 Noções de vírus e pragas virtuais. 8.3 Noções de firewall. 8.4 Aplicativos para segurança (antivírus, anti-spyware, etc). 8.5 Procedimentos de backup ". Além disso, o seguinte texto introdutório se aplica a todas as questões dessa prova: "Para a resolução das questões que seguem,considere os seguintes detalhes: (1) os programas utilizados nesta prova foram instalados com todas as suas configurações padrão, entretanto, caso tenham sido realizadas alterações que impactem a resolução da questão, elas serão alertadas no texto da questão ou mostradas visualmente, se necessário; e (2) para resolver as questões dessa prova considere, apenas, os recursos disponibilizados para os candidatos, tais como essas orientações, os 16

17 textos introdutórios das questões, os enunciados propriamente ditos e os dados e informações disponíveis nas Figuras das questões, se houver.". QUESTÃO 16 - MANTIDA. 1. Introdução A montagem dessa questão está devidamente amparada no item "1 Sistema operacional e ambiente Linux.", do conteúdo programático transcrito acima. O enunciado introdutório dessa questão diz o seguinte: "QUESTÃO 16 - Considere as seguintes assertivas sobre o sistema operacional Linux: I. Linux é o núcleo de um sistema operacional que pode ser distribuído gratuitamente, assim como adaptado e aperfeiçoado, de modo a atender as necessidades dos usuários. II. A combinação do núcleo do Linux com ferramentas de software, drivers, utilitários, interfaces de usuário e outros softwares, como, por exemplo, o sistema gráfico XFree86 X Window System, cria uma distribuição Linux, tal como o Fedora e o Ubuntu, dentre outras. III. Uma das limitações do Linux é que ele trabalha, apenas, com os sistemas de arquivos FAT32 e NTFS, para leitura e gravação de dados em um disco rígido. Quais estão corretas? A) Apenas II. B) Apenas III. C) Apenas I e II. D) Apenas II e III. E) I, II e III.." 2. Parte expositiva O "Linux" é um software operacional gratuito e livre lançado ao mundo pelo primeira vez por Linus B Torvalds, em O núcleo desse sistema operacional, é o "Linux", também conhecido como "kernel". Torvalds mantém os direitos da marca registrada "Linux". A combinação do núcleo desse sistema operacional, dito "kernel" ou, também, "Linux", com ferramentas de software, drivers, utilitários, interfaces de usuário e outros softwares, como, por exemplo, o sistema gráfico XFree86 X Window System, cria uma distribuição "Linux", tal como o "Fedora" e o "Ubuntu", dentre outras. Apesar disso, o núcleo de qualquer distribuição é o "Linux". Entretanto, normalmente apesar das pessoas em geral se referirem a esse sistema operacional apenas como "Linux", na verdade "Linux" é o núcleo do sistema operacional e, como dito anteriormente, também referenciado como "kernel". Traçando um paralelo, acontece, nesse caso, algo semelhante ao que ocorre com computadores pessoais onde as pessoas e o mercado referenciam o gabinete de um computador, do tipo "desktop", simplesmente como "CPU", quando "CPU" é, na verdade, apenas o processador. O fato das pessoas, diversos autores e o mercado referenciarem "Linux" como sistema operacional não torna errado o aspecto do "Linux" ser o núcleo de um sistema operacional. Maiores detalhes podem ser obtidos nas seguintes bibliografias: BALL, Bill e DUFF, Hoyt. Dominando Linux: Red Hat e Fedora. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2004, página XXXI; BALL, Bill, PITTS, David [et all]. Dominando Red Hat Linux 7. Rio de Janeiro: Ciência Moderna Ltda., 2002, página 1 Linux (núcleo). Disponível em :<http://pt.wikipedia.org/wiki/linux_(n%c3%bacleo)>. Acesso em: 07 nov Linux. Disponível em :<http://pt.wikipedia.org/wiki/linux>. Acesso em: 07 nov

18 3. Parte conclusiva - A questão foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "1 Sistema operacional e ambiente Linux.", cujo conteúdo está perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 16/2010, da UFCSPA, referentes à NOÇÕES DE INFORMÁTICA. Em conseqüência, há somente uma alternativa que responde corretamente a questão e é a divulgada com o gabarito oficial. Não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTÃO MANTIDA. QUESTÃO 17 - MANTIDA. 1. Introdução A montagem dessa questão está devidamente amparada nos itens "2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows.", do conteúdo programático transcrito acima. O enunciado introdutório dessa questão diz o seguinte: "A questão 17 baseia-se na Figura 1, que mostra a janela principal do BrOffice.org Writer 3.2, a partir da qual se pode observar que está sendo elaborado um documento, no qual os textos apontados pelas setas nº 1 e 2 encontram-se selecionados." O enunciado propriamente da questão é o seguinte: "QUESTÃO 17 - Após observar a janela principal do BrOffice.org Writer 3.2, mostrada na Figura 1, pode-se afirmar que os parágrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas nº 1 e 2, estão: A) negritados, em itálico e alinhados à esquerda. 18

19 B) negritados, em itálico e justificados. C) negritados e justificados. D) alinhados à esquerda. E) justificados. ". 2. Parte expositiva Antes de iniciar a parte expositiva, referente ao conteúdo da questão propriamente dita, deve-se ressaltar que o BrOffice.org Writer é um editor de texto que pode ser instalado e executado em sistemas operacionais Windows e Linux. Observando-se a Figura 17, vê-se que se encontram selecionados, simultaneamente, os parágrafos apontados pelas setas nº 1 e 2. Nesse caso, sobre a formatação do parágrafo apontado pela seta nº 1, pode-se afirmar que: não se pode afirmar, com certeza, se está ou não negritado; aparentemente parece estar, mas não há como concluir, com certeza, a respeito; comparando-se visualmente, esse parágrafo com o apontado pela seta nº 2, pode-se concluir que não está em itálico; não está sublinhado; não está alinhado à esquerda, pois está marcado o ícone correspondente ao alinhamento justificado, na barra de ferramentas; não está centralizado, pois está marcado o ícone correspondente ao alinhamento justificado, na barra de ferramentas; não está alinhado à direita, pois está marcado o ícone correspondente ao alinhamento justificado, na barra de ferramentas; está justificado, com certeza. Sobre a formatação do parágrafo apontado pela seta nº 2, pode-se afirmar que: visualmente parece que apenas parte do texto desse parágrafo encontra-se em negrito e não todo o parágrafo. Ressalte-se que há uma diferença bastante grande entre parte do parágrafo estar selecionado e todo ele; comparando-se visualmente, com o parágrafo apontado pela seta nº 1, pode-se concluir que está em itálico; não está sublinhado; não está alinhado à esquerda, pois está marcado o ícone correspondente ao alinhamento justificado, na barra de ferramentas; não está centralizado, pois está marcado o ícone correspondente ao alinhamento justificado, na barra de ferramentas; não está alinhado à direita, pois está marcado o ícone correspondente ao alinhamento justificado, na barra de ferramentas; está justificado, com certeza. Para dirimir eventuais dúvidas, analisa-se, a seguir, o enunciado de cada uma das alternativas da questão. O enunciado é claro ao afirmar "Após observar a janela principal do BrOffice.org Writer 3.2, mostrada na Figura 1, pode-se afirmar que os parágrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas nº 1 e 2, estão:". Portanto, os parágrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas nº 1 e 2, devem ser analisados como um todo e não apenas parte deles (o texto do enunciado fala do parágrafo e não de parte do parágrafo). Para dirimir eventuais dúvidas, analisase, a seguir, cada uma das alternativas dessa questão: Alternativa A) (errada): pode afirmar que os parágrafos os dois parágrafos em questão não estão negritados, pois se estivessem negritados estaria marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os dois parágrafos não estão em itálico, pois se estivessem em itálico estaria marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se 19

20 afirmar que os parágrafos não estão alinhados à esquerda, pois se os dois parágrafos estivessem estaria marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa errada. Alternativa B) (errada): pode afirmar que os parágrafos os dois parágrafos em questão não estão negritados, pois se estivessem negritados estaria marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os dois parágrafos não estão em itálico, pois se estivessem em itálico estaria marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os parágrafos estão justificados, pois está marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa errada, uma vez que há itens errados na alternativa. Alternativa C) (errada): pode afirmar que os parágrafos os dois parágrafos em questão não estão negritados, pois se estivessem negritados estaria marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Pode-se afirmar que os parágrafos estão justificados, pois está marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa errada, uma vez que há item errado na alternativa. Alternativa D) (errada): pode-se afirmar que os parágrafos não estão alinhados à esquerda, pois não está marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas e sim outro ícone, o de alinhamento justificado. Alternativa errada. Alternativa E) (correta): pode-se afirmar que os parágrafos em questão estão justificados, pois está marcado o ícone correspondente na barra de ferramentas. Alternativa correta. Nesse caso, pode-se afirmar que os parágrafos que se encontram selecionados, apontados pelas setas nº 1 e 2, estão justificados. 3. Parte conclusiva - A questão foi elaborada baseando-se em conceitos versando sobre "2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows", cujo conteúdo está perfeitamente amparado dentro do ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS - CONHECIMENTOS GERAIS PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL D E E, previstos no EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 16/2010, da UFCSPA, referentes à NOÇÕES DE INFORMÁTICA. Em conseqüência, há somente uma alternativa que responde corretamente a questão e é a divulgada com o gabarito oficial. Não há razões técnicas que justifiquem a troca do gabarito ou a anulação desta questão, devendo ser mantido, obrigatoriamente, o gabarito oficial divulgado. RECURSO INDEFERIDO - QUESTÃO MANTIDA. QUESTÃO 18 - MANTIDA. 1. Introdução A montagem dessa questão está devidamente amparada nos itens "2 Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Linux. 4. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows.", do conteúdo programático transcrito acima. O enunciado introdutório dessa questão diz o seguinte: "A questão 18 baseia-se na Figura 2, do BrOffice.org Calc 3.2, a partir da qual é possível observar os seguintes detalhes: (1) encontram-se selecionadas as linhas de números 4, 6 e 9; e (2) ativou-se o menu apontado pela seta nº 1, a partir de uma célula da linha de número 9." O enunciado propriamente da questão é o seguinte: "QUESTÃO 18 - Na janela principal do BrOffice.org Calc 3.2, mostrada na Figura 2, ao ser selecionado o item de menu apontado pela seta nº 2, pode-se afirmar que ". 20

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital N 01/2010, que rege este Concurso Público, argumentações inconsistentes, extemporâneas, que estiverem fora

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO ALI

PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO ALI JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital para Seleção de Bolsistas e Orientadores para a Operacionalização do Programa AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital de Abertura nº 01/2014 que rege este Concurso

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

MUNICÍPIO DE URUGUAIANA MUNICÍPIO DE URUGUAIANA CONCURSO PÚBLICO PARA O QUADRO DO MAGISTÉRIO E GRUPO DE PESSOAL POR ESCOLA DO MUNICIPIO DE URUGUAIANA EDITAL DE CONCURSO Nº ED 007/2013 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 07/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE

CONCURSO PÚBLICO Nº 07/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE CONCURSO PÚBLICO Nº 07/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital N 07/2010, que rege o Concurso

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova

ANEXO II Conteúdo Programático da Prova ANEXO II Conteúdo Programático da Prova CONHECIMENTOS GERAIS: ATUALIDADES Assuntos de interesse geral nas esferas: Municipal, Estadual e Nacional, Internacional, amplamente veiculados na imprensa escrita

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2008 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA

CONCURSO PÚBLICO 01/2008 CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital 01/2008, que rege o Concurso Público, argumentações inconsistentes, extemporâneos, que estiverem fora das especificações

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é que o aluno NÃO DECORE NADA em Língua Portuguesa. Se

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 01/2009 ALBERTO PASQUALINI REFAP S.A. EMPRESA SISTEMA PETROBRAS

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 01/2009 ALBERTO PASQUALINI REFAP S.A. EMPRESA SISTEMA PETROBRAS PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 01/2009 ALBERTO PASQUALINI REFAP S.A. EMPRESA SISTEMA PETROBRAS JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/PARA ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital nº01/2009, que rege

Leia mais

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal.

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 1. A legenda mais apropriada para a charge é: A poluição é uma arma que pode matar. Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 02.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO Inscrição: 15602625057-3 (Liminar) - MANTIDA de dissertação, cujos critérios de análise estavam descritos no edital de abertura que rege

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS ARACAJU 2012 2 PREFÁCIO A apresentação dos trabalhos acadêmicos

Leia mais

Gabarito Extraoficial da prova de Operador de Transbordo dos Correios Data de Realização: 15/05/2011 Organizadora: CespeUnB

Gabarito Extraoficial da prova de Operador de Transbordo dos Correios Data de Realização: 15/05/2011 Organizadora: CespeUnB Gabarito Extraoficial da prova de Operador de Transbordo dos Correios Data de Realização: 15/05/2011 Organizadora: CespeUnB O gabarito extraoficial foi elaborado com base na prova CADERNO 31 (cinza). Para

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS S DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO Leitura e compreensão de textos. Gêneros textuais. Linguagem verbal e não verbal. Linguagem

Leia mais

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS I DOS RECURSOS

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS I DOS RECURSOS MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS (INFRARRELACIONADOS) I DOS RECURSOS Trata-se de recursos interpostos pelos candidatos infrarrelacionados concorrentes ao

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE MESTRADO MULTIDISCIPLINAR E PROFISSIONALIZANTE EM DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SOCIAL

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE MESTRADO MULTIDISCIPLINAR E PROFISSIONALIZANTE EM DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SOCIAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE MESTRADO MULTIDISCIPLINAR E PROFISSIONALIZANTE EM DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SOCIAL CAPÍTULO 1 - PREÂMBULO O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Gestão

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Conhecimentos Básicos Português Básico Gramática Sobre o curso: Ele é direcionado a todo aluno que pretende construir uma base sólida de conhecimentos fundamentais para resolver as

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

PROVA: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO RECURSOS DE QUESTÕES DA VAGA 2-5-11-15

PROVA: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO RECURSOS DE QUESTÕES DA VAGA 2-5-11-15 Edital nº 026/2015 PROVA: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO RECURSOS DE QUESTÕES DA VAGA 2-5-11-15 ## PROTOCOLO: 65 Inscrição: 0501375 Campus: Feliz Dt.Envio: 18/04/2016 12:01:16 Questão: 1 Bibliografia: lei 8112

Leia mais

Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão SEBRAE/MA

Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão SEBRAE/MA ANEXO I DEMONSTRATIVO DOS CARGOS, REQUISITOS, JORNADA DE TRABALHO, VENCIMENTOS E NÚMERO DE CADASTROS RESERVA 1. Analista Técnico I Nível 1 CÓD PÓLO / MUNICÍPIOS REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO (semanal)

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral Módulo Geral CONCURSO: Ministério do Trabalho e Emprego CARGO: Auditor-Fiscal do Trabalho PROFESSOR: Pablo Jamilk Este curso é protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da Lei n.º 9.610/1998,

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL

SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL 13 DOS OBJETOS DE AVALIAÇÃO (HABILIDADES E CONHECIMENTOS) 13.1 HABILIDADES 13.1.1 Os itens das provas poderão avaliar

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Língua Portuguesa COMENTÁRIO GERAL: a prova compôs-se de três textos dois breves ensaios (artigo cuja temática é universal) e uma crônica. O conhecimento solicitado

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE LETRAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2014/1 PROVA 1

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE LETRAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2014/1 PROVA 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE LETRAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2014/1 PROVA 1 INSTRUÇÃO GERAL: Esta prova contém duas partes, assim organizadas: Parte

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

Informática para Concursos Aula 6 Excel 11-ago-11

Informática para Concursos Aula 6 Excel 11-ago-11 Informática para Concursos Aula 6 Excel 11-ago-11 Função (MRE/2008) Tendo a planilha mostrada na figura acima como referência, julgue os itens seguintes, acerca do Excel 2003. 4 Para se calcular o total

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO I PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de texto. Ortografia: divisão silábica, pontuação, hífen, sinônimo, acentuação gráfica, crase. Morfologia: classes de

Leia mais

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA 1 Prezado(a) aluno(a), Este roteiro foi preparado para auxiliá-lo na elaboração de sua monografia (TCC). Ele o apoiará na estruturação das etapas do seu trabalho de maneira

Leia mais

PRIMEIRO ADENDO AO EDITAL CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015

PRIMEIRO ADENDO AO EDITAL CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 PRIMEIRO ADENDO AO EDITAL CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2015 A Prefeitura Municipal de Angatuba, Estado de São Paulo, por meio de sua Comissão Examinadora, vem tornar publico a Inclusão dos empregos abaixo especificados

Leia mais

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM Nº 001 DE 02 DE MARÇO DE 2015.

RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM Nº 001 DE 02 DE MARÇO DE 2015. RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM Nº 001 DE 02 DE MARÇO DE 2015. A Prefeitura Municipal de Presidente Figueiredo-AM torna Público, para conhecimento dos interessados que o EDITAL 001/2015,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO COMENTÁRIOS À PROVA DO TJRS OFICIAL DE JUSTIÇA Questão 01 Crase As três lacunas devem ser preenchidas exclusivamente com artigos definidos femininos. Observe-se cada caso: na primeira lacuna, o verbo contemplar

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE ANÁLISE DE PLÁGIO. Manual de orientações sobre análise de plágio

MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE ANÁLISE DE PLÁGIO. Manual de orientações sobre análise de plágio MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE ANÁLISE DE PLÁGIO 1 Manual de orientações sobre análise de plágio Entenda O que é plágio? Conheça suas implicações Verifique seus arquivos Cite as referências Entenda o que

Leia mais

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS Prezado aluno, O maior diferencial deste projeto pedagógico é o desenvolvimento da autonomia do estudante durante sua formação. O currículo acadêmico do seu

Leia mais

PROJETO DE CAPACITAÇÃO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

PROJETO DE CAPACITAÇÃO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS PROJETO

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto.

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto. Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso da Polícia Civil para Escrivão e Inspetor de Polícia pela FDRH Concurso ocorrido no dia 18 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Ortografia

Leia mais

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTO: CRASE SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA. 1. O que é crase? 2. Casos de crase obrigatória. 3. Casos de crase facultativa

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTO: CRASE SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA. 1. O que é crase? 2. Casos de crase obrigatória. 3. Casos de crase facultativa CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTO: CRASE SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA 1. O que é crase? 2. Casos de crase obrigatória 3. Casos de crase facultativa 4. Casos de crase proibida 5. Exercícios 1. O que é crase?

Leia mais

CARGO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CARGO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº. 001/2015, de 01 de Julho de 2015 PROVA OBJETIVA: 16 DE AGOSTO DE 2015 CARGO: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Nome do Candidato (A)...... Assinatura INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 1. A prova

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL (COMPLETO)

NÍVEL FUNDAMENTAL (COMPLETO) EDITAL N.º 001/2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE JURUTI PROVA OBJETIVA: 29 de agosto de 2010 NÍVEL FUNDAMENTAL (COMPLETO) Nome do Candidato: Nº de Inscrição: Assinatura INSTRUÇÕES AO CANDIDATO 1. Confira se

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMED CONCURSO PÚBLICO

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMED CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMED CONCURSO PÚBLICO JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Word e Excel. Marque Certo ou Errado

Word e Excel. Marque Certo ou Errado A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com um texto em processo de edição. Nesse texto, a expressão União Européia é o único trecho formatado como negrito e a palavra continente está selecionada.

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

LÍNGUA INGLESA I LÍNGUA INGLESA II LÍNGUA INGLESA III LÍNGUA INGLESA IV LÍNGUA INGLESA V EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE BACHARELAD0 EM TRADUÇÃO

LÍNGUA INGLESA I LÍNGUA INGLESA II LÍNGUA INGLESA III LÍNGUA INGLESA IV LÍNGUA INGLESA V EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE BACHARELAD0 EM TRADUÇÃO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE BACHARELAD0 EM TRADUÇÃO 1. CONTEÚDOS BÁSICOS PROFISSIONAIS LÍNGUA INGLESA I Ementa: Consolidação do estudo das estruturas simples da Língua Inglesa I em seus aspectos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE Secretaria Municipal de Educação Estado do Rio Grande do Sul Concurso Público Nº 02/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE Secretaria Municipal de Educação Estado do Rio Grande do Sul Concurso Público Nº 02/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE Secretaria Municipal de Educação Estado do Rio Grande do Sul Concurso Público Nº 02/2014 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR A FAFIPA Fundação de Apoio à FAFIPA, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICOS os pareceres dos recursos deferidos

Leia mais

CREMERS Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul

CREMERS Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO/ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital 01/2008, que rege o Processo Seletivo Público, os recursos com argumentações inconsistentes, extemporâneos, que

Leia mais

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Crase. No trecho... não existem referências

Leia mais

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Neste texto, vamos delinear o que se espera do participante do ENEM na situação específica de produção de textos. Para isso, nada melhor

Leia mais

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada wwwconcurseirosocialnet PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA Questões numeradas de 01 a 15 INSTRUÇÃO: Leia, com atenção, o texto abaixo e responda

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Publisher. Publisher. versão 2012.2

Publisher. Publisher. versão 2012.2 versão 2012.2 Publisher Publisher Para diagramar, vamos utilizar o Publisher, do pacote de programas Microsoft Office. As instruções valem para as versões 2003, 2007 e 2010 do pacote. Vamos aprender através

Leia mais

Ajustando a largura das colunas no Calc

Ajustando a largura das colunas no Calc 1 de 7 02-08-2012 10:22 Dicas Abaixo, uma relação de dicas para o BrOffice.org. Ajustando a largura das colunas no Calc Autor: Luiz Armando Mendes de Figueiredo Dê um duplo clique na linha que separa as

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA PARAÍBA \ TRE-PB

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA PARAÍBA \ TRE-PB ESTUDO ORGANIZADO PARA TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA ADMINISTRATIVA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DA PARAÍBA \ TRE-PB EDITAL ESQUEMATIZADO + PLANEJAMENTO E CONTROLE DE ESTUDOS Referência: EDITAL nº 01

Leia mais

TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6

TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6 TRE/MG (15/03/2008) CESPE QUESTÃO 6 Considerando a janela do Word 2003 ilustrada acima, que contém um documento em processo de edição no qual o título está selecionado, assinale a opção correta. A O parágrafo

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS-2ºCICLO (PROVA ESCRITA) 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico de Inglês,

Leia mais

BrOffice.org - Impress

BrOffice.org - Impress BrOffice.org Impress 1 BrOffice.org - Impress Programa de apresentação, utilizado para criação e manipulação de slides. Os slides criados para uma eletrônica podem conter texto, gráficos, objetos, formas,

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As Faculdades Senac Minas, com o intuito de atender às diversas demandas, oferece à comunidade dois processos vestibular: o vestibular e o vestibular agendado. Ambos os processos buscam selecionar

Leia mais

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA.

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FLORIANO 1) s de Matemática Nível Fundamental (Auxiliar de Serviços Gerais e Vigia). 13 18 Candidato(a) Alega que questão

Leia mais

Manual do Cantor. Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama

Manual do Cantor. Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama Alexander Rieder Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o Cantor 6 2.1 Recursos do Cantor..................................... 6 2.2 As infraestruturas do Cantor...............................

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II O Prefeito do Município de São Gonçalo dos Campos, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, retifica o Edital 001/2014

Leia mais

MANUAL DO BLOG. Blog IBS

MANUAL DO BLOG. Blog IBS MANUAL DO BLOG Blog IBS Seja bem vindo! O Blog é um website dinâmico, um espaço virtual que usa a internet para compartilhar informações. Por meio do blog você pode publicar textos, opiniões, notícias,

Leia mais

Sem o acento, uma frase como essa teria seu sentido alterado, pois, em "Saiu a francesa", "a francesa" é o sujeito da oração.

Sem o acento, uma frase como essa teria seu sentido alterado, pois, em Saiu a francesa, a francesa é o sujeito da oração. OBS.: A locução prepositiva "à moda de" tem uma peculiaridade: nela se costuma observar a elisão do substantivo feminino "moda", mas, mesmo nos casos em que isso ocorre, mantém-se o acento de crase. Ex.:

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Ivaiporã - PR Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - UNIVALE COMISSÃO DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR 2016 MATRÍCULA DOS APROVADOS NO VESTIBULAR A matrícula

Leia mais

Concurso: Polícia Rodoviária Federal (PRF) Cargo: Agente Administrativo Nível Médio Matéria: Informática professor: Katia Quadros AULA 2

Concurso: Polícia Rodoviária Federal (PRF) Cargo: Agente Administrativo Nível Médio Matéria: Informática professor: Katia Quadros AULA 2 AULA 2 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. CRONOGRAMA - NOÇÕES DE INFORMÁTICA... 3 3. PRINCIPAIS FUNÇÕES DO MICROSOFT EXCEL... 3 4. QUESTÕES COM COMENTÁRIOS... 16 5. QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS... 20 Concurso: Polícia

Leia mais

ww.concursovirtual.com.b

ww.concursovirtual.com.b Edital Virtual Simulado Virtual para o concurso da Câmara Municipal do Rio de Janeiro O Presidente da Comissão de Simulado torna pública a realização de Simulado Virtual para Ingresso no Quadro Permanente

Leia mais

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO Os seguintes padrões atendem às exigências da FTC Feira de Santana, em conformidade com a NBR 14724:2002/2005 da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO DE PROCESSO SELETIVO DO CEFET-RP CPS CAPÍTULO I DOS FINS

REGULAMENTO DA COMISSÃO DE PROCESSO SELETIVO DO CEFET-RP CPS CAPÍTULO I DOS FINS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE RIO POMBA - MG Av. Dr. José Sebastião da Paixão, s/n - Bairro Lindo Vale Cep: 36 180-000 Rio Pomba MG - Cx. Postal 45 DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as.

CRASE TEORIA. REGRA GERAL A crase ocorrerá sempre que o termo anterior exigir a preposição a e o termo posterior admitir o artigo a ou as. CRASE TEORIA (Aluna do Curso de Secretariado Executivo Trilíngüe da Universidade Estácio de Sá) Crase é a fusão da preposição a com o artigo a ou com o a inicial dos pronomes demonstrativos aquele, aquela,

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO VAGA TÉCNICO JÚNIOR PROCESSO 012/2015

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO VAGA TÉCNICO JÚNIOR PROCESSO 012/2015 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO VAGA TÉCNICO JÚNIOR PROCESSO 012/2015 O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul SEBRAE-RS, CNPJ nº 87.112.736.0001-30, inscrição Estadual 096/2532541,

Leia mais

Manual do Artikulate. Andreas Cord-Landwehr Ondrila Gupta Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do Artikulate. Andreas Cord-Landwehr Ondrila Gupta Tradução: André Marcelo Alvarenga Andreas Cord-Landwehr Ondrila Gupta Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 1.1 Conceito de aprendizagem................................. 5 1.2 Primeiros passos no Artikulate..............................

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-015-R00

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-015-R00 MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SIA-015-R00 PLANEJAMENTO E ACOMPANHAMENTO DO ORÇAMENTO DA SIA 07/2013 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 Brasília, 29 de julho de 2013. Aprovado, Fabio Faizi Rahnemay Rabbani

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE LETRAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2015 /1 GABARITO E COMENTÁRIOS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE LETRAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2015 /1 GABARITO E COMENTÁRIOS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE LETRAS EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA 2015 /1 GABARITO E COMENTÁRIOS INSTRUÇÃO: Resolver as questões de 1 a 10 com base nos

Leia mais

Publisher. Publisher. versão 2012.2

Publisher. Publisher. versão 2012.2 versão 2012.2 Publisher Publisher Para diagramar, vamos utilizar o Publisher, do pacote de programas Microsoft Office. As instruções valem para as versões 2003, 2007 e 2010 do pacote. Vamos aprender através

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais

A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino - Região Guarulhos Norte, com fundamento no inciso

A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino - Região Guarulhos Norte, com fundamento no inciso Edital de 24/07/2015 Processo Seletivo Simplificado Regional para contratação de Agente de Organização Escolar/2015 A Comissão Especial de Contratação por Tempo Determinado CE CTD da Diretoria de Ensino

Leia mais

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem 2.1 Introdução Caro Pós-Graduando, Nesta unidade, abordaremos o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que será utilizado no curso: o Moodle. Serão

Leia mais

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO TUTORIAL PARA TUTORES PLATAFORMA MOODLE OURO PRETO 2014 1 SUMÁRIO 1. PRIMEIRO ACESSO À PLATAFORMA... 03 2. PLATAFORMA DO CURSO... 07 2.1 Barra de Navegação...

Leia mais

COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS

COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS Luiz Antonio Schalata Pacheco schalata@cefetsc.edu.br Sabrina Moro Villela Pacheco sabrinap@cefetsc.edu.br EDIÇÃO PRELIMINAR Sumário 1 INTRODUÇÃO...3

Leia mais