Qual o objectivo do SAS Enterprise Miner para Desktop?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Qual o objectivo do SAS Enterprise Miner para Desktop?"

Transcrição

1 PRODUCT BRIEF SAS ENTERPRISE MINER PARA DESKTOP Uma ferramenta de Data Mining rápida e eficaz existente no seu Desktop Qual o objectivo do SAS Enterprise Miner para Desktop? O SAS Enterprise Miner para Desktop é uma ferramenta que permite desenvolver modelos de Data Mining (modelos comportamentais ou preditivos), utilizando somente um PC com Windows. Data Mining (DM) é um processo que permite a análise e exploração, por meios automáticos e semi-automáticos, de grandes quantidades de dados a partir de diversos algoritmos, com vista a descobrir padrões, tendências, associações e regras significativas. Ou seja, é o processo de extracção de informação previamente desconhecida, a partir de grandes bases de dados, válida e utilizável com vista à sua utilização em decisões empresariais e à maximização do valor dos dados que são recolhidos. A conjugação destas análises com toda a interface gráfica que esta ferramenta disponibiliza possibilita maior eficiência na gestão estratégica dos clientes. Porque é que o SAS Enterprise Miner for Desktop é importante? Dadas a concorrência e competitividade existentes actualmente, as instituições financeiras enfrentam alguns desafios no que diz respeito à forma de: compreensão e análise das necessidades e expectativas dos clientes;

2 apresentação da oferta certa a cada cliente; conservação de clientes fiéis, mais duradouros e rentáveis, dadas as alterações que a dinâmica dos critérios de fidelidade dos clientes tem sofrido face às exigências com que as instituições se deparam. A implementação de processos e métricas analíticas, desenvolvidos através do SAS Enterprise Miner para Desktop, permite a descoberta de relações, tendências e padrões nos dados, o que permite prever e compreender o comportamento dos clientes. Este processo possibilita todo um conhecimento e gestão do cliente, o que potencia a construção de fortes relações entre as instituições e os seus clientes, bem como a construção de estratégias específicas, e se traduz numa forma de ganhar vantagem competitiva. Qual o target do SAS Enterprise Miner para Desktop? O SAS Enterprise Miner para Desktop foi desenhado para pequenas e médias empresas (PME's) e analistas e técnicos de CRM analítico que trabalham de forma independente na organização para a resolução e investigação de problemas de negócio. Benefícios do SAS Enterprise Miner para Desktop: Possui um conjunto de funcionalidades que permitem conhecer e explorar os dados, bem como desenvolver os modelos recorrendo a diversas técnicas ao nível do desktop. Estas características permitem a identificação de tendências e o reconhecimento de oportunidades de negócio; Rápida instalação. A instalação poderá ser realizada pelo próprio utilizador, através de um CD ou DVD, no ambiente Windows; Acesso ao XML, o qual contém todo o desenvolvimento do modelo. Síntese de Funcionalidades de Manipulação e Análise de Dados existentes no SAS Enterprise Miner para Desktop Interface gráfica que permite auxiliar os analistas de negócio no desenvolvimento de modelos estatísticos de forma relativamente rápida, uma vez que todo este processo é executado de forma interactiva no diagrama (drag-and-drop), utilizando o processo SEMMA; Manipulação de Dados Exploração da SAS Library (wizard); Possibilidade de eliminação de Variáveis, adição de Data Sets, anexação de Data Sets, assim como de filtragem de Outliers.

3 Modificação da informação das variáveis; Possibilidade de integração com o SAS Enterprise Guide. Amostragem Vários tipos: Aleatória Simples, Estratificada, Weighted, Cluster, Sistemática, Primeiras N observações, Amostragem de Eventos Raros. Partição dos Dados Criação de Data Sets para Treino, Validação e Teste do Modelo, de forma a garantir uma boa generalização do modelo. Criação de regras a aplicar sobre as variáveis ao longo do desenvolvimento do modelo. Substituição dos Dados Diversos métodos de substituição; Existência de um Editor que permite a especificação de novos valores para a variável de classe e a atribuição de valores conhecidos a valores previamente desconhecidos. Estatísticas Descritivas Gráficos e Estatísticas Univariadas e Bivariadas para variáveis Intervalares e Categóricas; Possibilidade de obter gráficos de Distribuição das Variáveis (mesmo interactivos); Possibilidade de seleccionar variáveis com base no seu peso e importância. Visualização/Gráficos Gráficos Interactivos, 2-D e 3-D; Customização dos Gráficos criados; Os gráficos podem ser facilmente gravados. Selecção e Redução de Variáveis: Nó de Selecção de Variáveis; Transformações de Variáveis Possibilidade de realizar diversos tipos de transformações; Possibilidade de realizar Interacções entre as Variáveis; Definir interactiva as transformações a executar. Construção de Regras Criação e definição das Regras que definem a Metadata do Modelo; Análise de Componentes Principais; Clusters de Variáveis. Técnicas para desenvolvimento de Modelos Comportamentais Clusters: - Possibilidade de efectuar clusters hierárquicos e clusters não hierárquicos; - Análise de perfis.

4 Self-organizing maps (SOM): - Redes de Kohonen; - Boa gestão dos valores omissos; - Permite a sobreposição de variáveis no mapa. Técnicas para o desenvolvimento de Modelos Preditivos: Regressões: - Regressões Logísticas ou Lineares; - Selecção automática de variáveis: Stepwise, Forward, Backward; - Construção da Regressão de acordo com vários métodos: Misclassification, Valid/Loss, Average Error, etc.; - Possibilidade de realização de interacções entre as variáveis; Market Basket Analysis (MBA): - Criação de Regras de Associação e de Regras Sequenciais; - Obtenção das Regras criadas de acordo com estatísticas; - Possibilidade de integração das regras resultantes com modelos preditivos. Árvores de Decisão: - Diversas Metodologias: CHAID, Árvores de Classificação e de Regressão, bagging e boosting; - Construção das Árvores de Decisão de duas formas: pré--punning ou post-prunning; - Critérios para o desenvolvimento da Árvore: Misclassification, Valid/Loss, Average Error, etc.; - Possibilidade de Validação Cruzada K-fold; - Critério de Slitting: Prob Chi-square test, Prob F- test, Gini, Entropy, Redução da Variância; - Árvores Interactivas.

5 Redes Neuronais: - Arquitectura flexível: diversas funções de activação e de combinação; - 10 Técnicas de Treino; - Optimização preliminar; - Possibilidade de definir o número de neurónios escondidos, número de interacções, tipo de Treino, entre outros; - Processo de desenvolvimento da Rede é feito tendo em conta diversos critérios: Misclassification, Valid/Loss, Average Error, entre outros Partial Least Squares (PLS): - Utilizado para a extracção de factores a partir de um grande número de variáveis correlacionadas; - Selecção dos factores considerados mais relevantes; - Possibilidade de 5 tipos de Validação cruzada. Mistura de Modelos (Ensemble): - Combina as predições de vários modelos, com vista à obtenção de uma solução ainda mais forte; Reporting Criação de um documento em PDF ou RTF com todo o process flow obtido no desenvolvimento do modelo; Facilita a partilha e o envio dos resultados obtidos. Scorização Capacidade de geração automática de todo o código subjacente ao desenvolvimento do modelo (SAS, JAVA, C); Processo de scorização de novos clientes. - Método de mistura: Média, Maximo, Voting. Comparação e Avaliação dos Modelos Compara os diversos modelos e selecciona automaticamente o melhor, considerando um critério previamente definido (misclassification, profit/loss, average error, etc,); Obtenção de Estatísticas de diagnóstico e ajustamento.

6 Casos de Sucesso alcançado a partir da utilização do SAS Enterprise Miner : BANCO ESPÍRITO SANTO Identificar a Próxima Melhor Oferta para cada Cliente do Banco. Através do SAS Miner é possível estimar a probabilidade de aceitação de cada proposta comercial disponível do Banco para todos os Clientes. Modelos: Cross-Sell e Up-Sell. Benefícios: Utilizado para a geração de mais de propostas comerciais por mês, com uma taxa de conversão em vendas de 18%, contribuindo para um Produto Bancário Comercial de 10 Milhões eur / ano. João Manaças, Departamento Marketing Particulares, Director de CRM ISEGI - UNL Realizar investigação aplicada e desenvolvimento de excelência, em simultâneo com a oferta de formação pós-graduada de nível internacional, com forte pendor empresarial, na área da Gestão de Informação, tendo como principais domínios de actuação o Marketing Inteligence, a Business Inteligence e a Gestão de Risco. SAS como plataforma analítica de excelência para actividades de ensino e investigação nos domínios abrangidos. Benefícios: A adopção e utilização pelos alunos e investigadores do ISEGI de uma potente plataforma analítica, de aprendizagem rápida, permitindo que públicos com diferentes interesses e níveis de sofisticação se integrem num âmbito único promotor da multidisciplinaridade e gerador de resultados concretos, quer no âmbito da investigação, quer na resposta às reais necessidades do mercado empresarial e às necessidades de formação dos seus recursos humanos. Pedro Coelho, Director do ISEGI-INL ISCTE - IUL Transmitir conhecimento que permita fomentar a investigação de modelos inovadores de acompanhamento do ciclo de vida do cliente, promovendo a sua fidelidade e rentabilidade para as organizações. SAS Enterprise Miner como plataforma analítica de implementação e avaliação dos resultados dos modelos propostos.

7 Benefícios: A criação de grupos de investigação em CRM Analítico permite dotar a comunidade empresarial de novas ferramentas diferenciadoras, para que possam proceder a uma gestão mais precisa e eficaz do valor dos seus clientes no decorrer do ciclo de vida. O SAS Enteprise Miner possibilita a obtenção de todo um conjunto de dados mais fiáveis e relevantes, dados estes que serão utilizados no desenvolvimento e obtenção de campanhas de baixo custo e com maiores taxas de respostas. João Guerreiro, MSc - Professor Convidado do Mestrado de Sistemas de Apoio à Decisão FLOWERS.COM SAS Enterprise Miner gave us a greater understanding of customer motivations. We can now fully exploit the data regarding our customers' buying patterns and behavior. Análise de dados em tempo real para o aperfeiçoamento de toda a experiência dos clientes. SAS Business Analyticss. Benefícios: A Flowers.com conseguiu reduzir as reclamações dos clientes em cerca de 40%, especialmente durante dias festivos (tal como o dia da mãe), e conseguiu aumentar a satisfação e lealdade dos clientes. Our competitive advantage is understanding our customer. SAS helps us do that. Nachiket Desai, Vice President, Enterprise Architecture and Business Intelligence Joseph de Brouwer, Commercial Analysis Manager do Fortis Bank AXA EQUITABLE Obtenção de todo um conjunto de inteligência analítica associada aos clientes. O SAS fornece todo um conjunto de capacidades estatísticas e de modelação para o desenvolvimento de modelos de Cross-Sell. Intelligence is only as good as your ability to use it. The right people must have access to it, and SAS allows us to make sure that they do. FORTIS BANK Raghib Muhammad, Director de Data Warehousing e Business Intelligence Melhorar a eficiência das campanhas de Marketing aplicadas sobre os clientes.

8 Sobre o SAS SAS Inc. O SAS é líder em software e serviços de business analytics, e o maior fornecedor independente no mercado de business intelligence. Com aplicações de negócio inovadoras, suportadas por uma plataforma de inteligência empresarial, o SAS ajuda os seus clientes distribuídos por mais de locais a tomarem as melhores decisões de forma mais rápida, aumentando o seu desempenho e valor de negócio. Desde 1976 que o SAS oferece aos seus clientes em todo o mundo The Power to Know SAS Portugal Com início das operações em 1994, o SAS Portugal, conta hoje com 68 colaboradores e um volume de negócios de 10,2 milhões de Euros, em Mais de 80 clientes, nos mais diversos sectores de actividade, contam com a tecnologia, serviços, metodologias e parceiros SAS para inovarem, optimizarem e transformarem as suas organizações. SAS Portugal SAS Institute Software, Lda. Campo Grande, 378 1º Andar Lisboa, Portugal Tel: Fax: Capital Social: EUR., CRCL Nº 08962, Contribuinte: O SAS Institute Software Lda é uma subsidiária do SAS Institute Inc., SAS Circle, Box 8000, Cary, NC , USA. O SAS e todos os outros produtos e serviços do SAS Institute Inc. são marcas comerciais registadas do SAS Institute Inc. nos E.U.A. e noutros países. indica o registo nos E.U.A. Copyright 2010, SAS Institute Inc. All rights reserved.

MESTRADO EM PESQUISA DE MERCADOS 2006 2007

MESTRADO EM PESQUISA DE MERCADOS 2006 2007 MESTRADO EM PESQUISA DE MERCADOS 2006 2007 PROGRAMA DAS DISCIPLINAS 1 1º trimestre PESQUISA DE MERCADOS Objectivos Pretende-se que os alunos: (a) adquiram os conceitos e semântica próprios do tema, (b)

Leia mais

MBA Analytics em Big Data

MBA Analytics em Big Data MBA Analytics em Big Data Inscrições Abertas Início das Aulas: 04/06/2015 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 19h00 às 23h00 Semanal Sexta-Feira 19h00 às 23h00 Semanal Carga horária: 600 Horas Duração:

Leia mais

Pós-Graduação "Lato Sensu" Especialização em Análise de Dados e Data Mining

Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em Análise de Dados e Data Mining Pós-Graduação "Lato Sensu" Especialização em Análise de Dados e Data Mining Inscrições Abertas Início das Aulas: 24/03/2015 Dias e horários das aulas: Terça-Feira 19h00 às 22h45 Semanal Quinta-Feira 19h00

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

Capítulo. Sistemas de apoio à decisão

Capítulo. Sistemas de apoio à decisão Capítulo 10 1 Sistemas de apoio à decisão 2 Objectivos de aprendizagem Identificar as alterações que estão a ter lugar na forma e função do apoio à decisão nas empresas de e-business. Identificar os papéis

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISE DE DADOS E GESTÃO DE INFORMAÇÃO Grupo de trabalho Armando Mendes Áurea Sousa Fátima Brilhante Rita Marques Brandão Osvaldo Silva Fevereiro 2010 Enquadramento e justificação

Leia mais

Tecnologias de Informação

Tecnologias de Informação Sistemas Empresariais Enterprise Resource Planning (ERP): Sistema que armazena, processa e organiza todos os dados e processos da empresa de um forma integrada e automatizada Os ERP tem progressivamente

Leia mais

PALAVRAS CHAVE RESUMO

PALAVRAS CHAVE RESUMO ESIG2001 SPATIAL INTELLIGENCE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA COMO MEIO DE SUPORTE À DECISÃO João Machado Costa, Rui Marques Ferreira Novabase www.novabase.pt joao.machado@novabase.pt PALAVRAS CHAVE Spatial Information

Leia mais

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL Estudo Infosistema 4º trimestre de 2014 OBJECTIVO DO ESTUDO Objectivo: Analisar as tendências de projectos de IT em Portugal Período em análise: 4º Trimestre de

Leia mais

MARKETING RESEARCH. Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor João Quelhas Mesquita Mota Mestre Dr.ª Helena Milagre Martins Gonçalves

MARKETING RESEARCH. Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor João Quelhas Mesquita Mota Mestre Dr.ª Helena Milagre Martins Gonçalves MARKETING RESEARCH Direcção e Coordenação Científica: Prof. Doutor João Quelhas Mesquita Mota Mestre Dr.ª Helena Milagre Martins Gonçalves PÓS-GRADUAÇÃO/IDEFE Pós-Graduação // Marketing Research PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

A MOBILIDADE NAS EMPRESAS E A TRANSFORMAÇÃO DOS ERP

A MOBILIDADE NAS EMPRESAS E A TRANSFORMAÇÃO DOS ERP A MOBILIDADE NAS EMPRESAS E A TRANSFORMAÇÃO DOS ERP Conteúdos A MOBILIDADE NAS EMPRESAS E A TRANSFORMAÇÃO DOS ERP... 3 PREPARA-SE PARA UMA MAIOR MOBILIDADE... 4 O IMPACTO DOS ERP NO MOBILE... 5 CONCLUSÕES...

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 4.5 2 1 BI BUSINESS INTELLIGENCE BI CARLOS BARBIERI

Leia mais

MARKETING NA INTERNET PARA PME A contribuição das ferramentas online para a performance empresarial. Raquel Melo 1

MARKETING NA INTERNET PARA PME A contribuição das ferramentas online para a performance empresarial. Raquel Melo 1 MARKETING NA INTERNET PARA PME A contribuição das ferramentas online para a performance empresarial Raquel Melo 1 Índice Objectivos do estudo Sociedade da Informação nas Empresas Definição, Objectivos

Leia mais

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study APCER Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Sumário País Portugal Sector Serviços Perfil do Cliente

Leia mais

Case Study Business Intelligence Portals como solução de Mobilidade

Case Study Business Intelligence Portals como solução de Mobilidade Case Study Business Intelligence Portals como solução de Mobilidade Agenda A BetterSoft Mobilidade e Colaboradores móveis A Divisão de FoodServices da Nestlé Portais corporativos O que são A Arquitectura

Leia mais

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting Contactos: Isabel Fonseca Marketing VP Consulting Telefone: +351 22 605 37 10 Fax: +351 22 600 07 13 Email: info@vpconsulting.pt

Leia mais

Business Intelligence & Performance Management

Business Intelligence & Performance Management Como medir a evolução do meu negócio? Tenho informação para esta decisão? A medição da performance é uma dimensão fundamental para qualquer actividade de gestão. Recorrentemente, qualquer gestor vê-se

Leia mais

Departamento de Ciências e Tecnologias

Departamento de Ciências e Tecnologias Futuro Departamento de Ciências e Tecnologias Licenciatura em Engenharia Informática Missão Dotar os alunos de uma sólida formação teórica e experimental que garanta aos futuros licenciados a capacidade

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP SENDYS - Copyright 2007 SENDYS é uma marca proprietária da Readsystem, Lda. 2 Universo

Leia mais

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T BUSINESS IMPROVEMENT A I N D E V E QUEM É A Indeve é uma empresa especializada em Business Improvement, composta por consultores com uma vasta experiência e com um grande conhecimento do mundo empresarial

Leia mais

Expanda suas Capacidades Analíticas

Expanda suas Capacidades Analíticas Módulos IBM SPSS Statistics Expanda suas Capacidades Analíticas Um guia resumido dos módulos para o IBM SPSS Statistics Base Destaques Existem vários produtos IBM SPSS para te ajudar em cada fase do projeto

Leia mais

O que significa esta sigla?

O que significa esta sigla? CRM Para refletir... Só há duas fontes de vantagem competitiva. A capacidade de aprender mais sobre nossos clientes, mais rápido que o nosso concorrente e a capacidade de transformar este conhecimento

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

Business Intelligence no Sector Financeiro

Business Intelligence no Sector Financeiro Pós-Graduação Business Intelligence no Sector Financeiro 584 24 369 X27 - A C31R39R40 231 894 11 45 A7 C43 - A D2 984 01 7589 C39-A 012 987 365 Atribuição de créditos (ECTS) a todas as unidades curriculares.

Leia mais

Os SIG no Retalho e Grande Consumo. António Martins Vitor Antão

Os SIG no Retalho e Grande Consumo. António Martins Vitor Antão Os SIG no Retalho e Grande Consumo António Martins Vitor Antão Agenda A Importância da Localização Soluções para o Negócio Demonstração Collector for ArcGIS Operations Dashboard for ArcGIS Q&A A Importância

Leia mais

A vantagem competitiva através do desenvolvimento do e-business

A vantagem competitiva através do desenvolvimento do e-business A vantagem competitiva através do desenvolvimento do e-business Artigo original redigido por: Dien D. Phan Extraído do Information & Management, Vol.40, 2003 (pág.581-590) Introdução * E-business O seu

Leia mais

CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE

CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE Capítulo 7 Balanced Scorecard ÍNDICE 7.1 O que é o Balanced Scorecard 7.2 Indicadores de Ocorrência 7.3 O Método 7.4 Diagramas de Balanced Scorecard Capítulo 7 - BALANCED

Leia mais

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD Conceitos introdutórios Decisão Escolha feita entre duas ou mais alternativas. Tomada de decisão típica em organizações: Solução de problemas Exploração de oportunidades

Leia mais

Business Intelligence no Sector Financeiro

Business Intelligence no Sector Financeiro Pós-Graduação Business Intelligence no Sector Financeiro 584 24 369 X27 - A C31R39R40 231 894 11 45 A7 C43 - A D2 984 01 7589 C39-A 012 987 365 Atribuição de unidades de crédito (ECTS) a todas as disciplinas.

Leia mais

Copyright 2003, SAS Institute Inc. All rights reserved. 15. Copyright 2003, SAS Institute Inc. All rights reserved. 17

Copyright 2003, SAS Institute Inc. All rights reserved. 15. Copyright 2003, SAS Institute Inc. All rights reserved. 17 Copyright 2003, SAS Institute Inc. All rights reserved. Agenda Supplier Relationship Management Ana Rita Cunha Janeiro de 2004 Definição do conceito Problemas no relacionamento com fornecedores Como é

Leia mais

A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial.

A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial. POWERING BUSINESS QUEM SOMOS A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial. Desde 1987 que desenvolvemos um trabalho

Leia mais

CRM Customer Relationship Management

CRM Customer Relationship Management CRM Customer Relationship Management Customer Relationship Management (CRM) é uma expressão em inglês que pode ser traduzida para a língua portuguesa como Gestão de Relacionamento com o Cliente. Foi criada

Leia mais

Condições do Franchising

Condições do Franchising Condições do Franchising ÍNDICE Introdução 1. Vantagens em entrar num negócio de franchising 2. O que nos distingue como sistema de franchising 2.1. vantagens para o franchisado face a outras redes 2.2.

Leia mais

PROPOSTA DE FORMAÇÃO FORMAÇÃO NÍVEL I

PROPOSTA DE FORMAÇÃO FORMAÇÃO NÍVEL I PROPOSTA DE FORMAÇÃO INTRODUÇÃO As probabilidades e estatística funcionam hoje em dia como uma ferramenta não só de apoio, mas sim de iluminação para as diferentes ciências. Qualquer profissional não poderá

Leia mais

Uma Introdução ao Pentaho Business Intelligence e Business Analytics Open Source. Marcio Junior Vieira marcio @ ambientelivre.com.

Uma Introdução ao Pentaho Business Intelligence e Business Analytics Open Source. Marcio Junior Vieira marcio @ ambientelivre.com. Uma Introdução ao Pentaho Business Intelligence e Business Analytics Open Source Marcio Junior Vieira marcio @ ambientelivre.com.br Palestrante CEO da Ambiente Livre Tecnologia. Desenvolvedor de Software,Trabalha

Leia mais

SISTEMAS DEGESTÃO EMPRESARIAL

SISTEMAS DEGESTÃO EMPRESARIAL SISTEMAS DEGESTÃO EMPRESARIAL Imagine um mundo onde a sua Empresa se desenvolve facilmente, onde a cooperação entre os seus funcionários, as suas filiais e o seu ambiente de negócio é simples e em que

Leia mais

Gestão de Equipas de Vendas

Gestão de Equipas de Vendas Gestão de Equipas de Vendas Análise Comercial Business Intelligence Gestão de Desempenho Atinjo os meus objectivos comerciais? Quais os vendedores com melhor desempenho? A função comercial é o motor de

Leia mais

MINI MBA EM GESTÃO. Luanda UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA

MINI MBA EM GESTÃO. Luanda UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA MINI Luanda 6ª Edição MBA EM UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA GESTÃO MINI MBA EM GESTÃO Um programa conciso e único Na linha das anteriores edições, merecedoras de Novas

Leia mais

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF GESTÃO Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) Informação e Decisões Gerir envolve tomar muitas e frequentes decisões Para decidir com eficácia

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011.

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011. O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, António Trigo 2, João Barroso 1 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 2 Instituto

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão. Vocabulário e conceitos Vista geral

Sistemas de Apoio à Decisão. Vocabulário e conceitos Vista geral Sistemas de Apoio à Decisão Vocabulário e conceitos Vista geral Decisão A escolha de uma entre várias alternativas Processo de tomada de decisão (decision making) Avaliar o problema Recolher e verificar

Leia mais

Capítulo. Sistemas empresariais

Capítulo. Sistemas empresariais Capítulo 8 1 Sistemas empresariais 2 Objectivos de aprendizagem Identificar e exemplificar os seguintes aspectos da gestão do relacionamento com os clientes, da gestão de recursos empresariais e dos sistemas

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Pereira, Amaral e Castro, Outsourcing de serviços de sistemas de informação na banca em Portugal, Computerworld, 2011 1

1 Descrição sumária. Varajão, Pereira, Amaral e Castro, Outsourcing de serviços de sistemas de informação na banca em Portugal, Computerworld, 2011 1 Outsourcing de serviços de sistemas de informação na banca em Portugal João Varajão 1, Cidália Pereira 2, Luís Amaral 3, Sandra Castro 2 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Departamento de Engenharias,

Leia mais

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas Informática Aula 3 Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Introdução aos Sistemas A Teoria dos Sistemas proporciona um meio poderoso

Leia mais

Proposta de Dissertação de Mestrado na área de Gestão

Proposta de Dissertação de Mestrado na área de Gestão Proposta de Dissertação de Mestrado na área de Gestão I NTERNET M ARKETING: DA COMUNICAÇÃO AOS PRODUTOS Flávio Gomes Borges Tiago Mestrado em Gestão (MBA) Universidade dos Açores 1 Autor Flávio Gomes Borges

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1 Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, Daniela Santana 2, Manuela Cunha 3, Sandra Castro 4 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Departamento de Engenharias, Universidade

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de acções a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM

Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study Espírito Santo Private Banking Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM Sumário País Portugal Sector

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

SAD. Paulo Silva, Rodolfo Ribeiro, Vinicius Tavares

SAD. Paulo Silva, Rodolfo Ribeiro, Vinicius Tavares SAD Paulo Silva, Rodolfo Ribeiro, Vinicius Tavares DataWarehouse Armazena informações relativas a uma organização em BD Facilita tomada de decisões Dados são coletados de OLTP(séries históricas) Dados

Leia mais

Uma plataforma estratégica

Uma plataforma estratégica Publicado: Fevereiro 2007 Autor: Rui Loureiro Sénior Partner Implementar o Help Desk Quando simplesmente pensamos em implementar um Help Desk, isso pode significar uma solução fácil de realizar ou algo

Leia mais

CARLOS SOVEGNI ESPECIALISTA REGIONAL EM PREVENÇÃO A FRAUDES EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS, SAS. Copyright 2014, SAS Institute Inc. All rights reserved.

CARLOS SOVEGNI ESPECIALISTA REGIONAL EM PREVENÇÃO A FRAUDES EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS, SAS. Copyright 2014, SAS Institute Inc. All rights reserved. CARLOS SOVEGNI ESPECIALISTA REGIONAL EM PREVENÇÃO A FRAUDES EM INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS, SAS INTRODUÇÃO SOBRE DETECÇÃO DE FRAUDE Como resumimos o nosso trabalho no dia-a-dia? INTRODUÇÃO SOBRE DETECÇÃO

Leia mais

Gestão Total da Manutenção: Sistema GTM

Gestão Total da Manutenção: Sistema GTM Gestão Total da Manutenção: Sistema GTM por Engº João Barata (jbarata@ctcv.pt), CTCV Inovação Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro 1. - INTRODUÇÃO Os sub-sistemas de gestão, qualquer que seja o seu

Leia mais

GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS

GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS Decidir sem informação é como navegar em mar-alto sem bússola As decisões, sejam elas de abrangência política, económica, social ou empresarial, têm que se apoiar em informação

Leia mais

REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas

REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas REVIE Rede de Melhores Práticas para MKT e Vendas Este artigo foi publicado originalmente em abril de 2009 por Daniela Ramos Teixeira no portal Meta Análise. Este é o 1º dos artigos da série que Daniela

Leia mais

Análise e Pesquisa de Mercados

Análise e Pesquisa de Mercados Análise e Pesquisa de Mercados - 2º Semestre 2014/2015 - Professor: Website: www.antoniovalente.com Nota biográfica: António Valente é Professor Auxiliar Convidado do Departamento de Economia e Gestão

Leia mais

AberdeenGroup. O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo. Agosto de 2004

AberdeenGroup. O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo. Agosto de 2004 AberdeenGroup O ABC dos ERP: Um Sumário Executivo Agosto de 2004 Aberdeen Group, Inc. 260 Franklin Street Boston, Massachusetts 021103112 USA Telefone: 617 723 7890 Fax: 617 723 7897 www.aberdeen.com O

Leia mais

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Microsoft Dynamics CRM Online Customer Solution Case Study IDC Portugal IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Sumário País Portugal

Leia mais

Descoberta de Conhecimento em Bases de Dados. Classificação

Descoberta de Conhecimento em Bases de Dados. Classificação Universidade Técnica de Lisboa INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Informática e Sistemas de Informação Aplicados em Economia Descoberta de Conhecimento em Bases de Dados. Classificação Descoberta

Leia mais

Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador

Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador Soluções de análise da SAP Edições Edge do SAP InfiniteInsight Visão geral Viabilizando insights preditivos apenas com cliques de mouse, sem códigos de computador Índice 3 Um caso para análise preditiva

Leia mais

Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF BANK MANAGEMENT

Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF BANK MANAGEMENT BSUPERIOR DE GESTÃO INSTITUTO 0101011010101001010 0101011010101001010 Pós-Graduação em INOVAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO no Sector Financeiro 2005 2006 Associação Portuguesa de Bancos INSTITUTO SUPERIOR

Leia mais

Resolva Seus Maiores Desafios com Data Mining

Resolva Seus Maiores Desafios com Data Mining IBM Software Business Analytics IBM SPSS Modeler Resolva Seus Maiores Desafios com Data Mining Use a inteligência preditiva para tomar boas decisões rapidamente Solucione seus desafios com Data Mining

Leia mais

» apresentação. WORKFLOW que significa?

» apresentação. WORKFLOW que significa? » apresentação WORKFLOW que significa? WORKFLOW não é mais que uma solução que permite sistematizar de forma consistente os processos ou fluxos de trabalho e informação de uma empresa, de forma a torná-los

Leia mais

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio João Pequito Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio Qualquer instituição tem hoje

Leia mais

OqueéBI? QualéoobjetivodeBI? 15/03/2009

OqueéBI? QualéoobjetivodeBI? 15/03/2009 Profª. Kelly Business Intelligence (BI) OqueéBI? É um conjunto de conceitos e metodologias que, fazendo uso de acontecimentos (fatos) e sistemas baseados nos mesmos, apóia a tomada de decisões em negócios;

Leia mais

Wide Scope. Soluções de Optimização

Wide Scope. Soluções de Optimização Wide Scope Soluções de Optimização 2 Wide Scope Scheduler sequenciamento e optimização da produção A oportunidade para passar a agir, em vez de reagir. Maximizar a capacidade produtiva dos recursos quando

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos.

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fundada em 1989, a MicroStrategy é fornecedora líder Mundial de plataformas de software empresarial. A missão é fornecer as plataformas mais

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA Quem Somos Somos um grupo de empresas de prestação de serviços profissionais nas áreas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Gestão. Estamos presente em Portugal,

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Inovar para Ganhar Paulo Nordeste Portugal tem apresentado nos últimos anos casos de sucesso em inovação; como novos produtos, serviços e modelos de

Leia mais

PRIMAVERA P6 ANALYTICS DA ORACLE

PRIMAVERA P6 ANALYTICS DA ORACLE PRIMAVERA P6 ANALYTICS DA ORACLE O Primavera P6 Analytics da Oracle é um pacote de solução de inteligência de negócios que fornece percepções valiosas sobre seus projetos e portfólios no Primavera P6 Enterprise

Leia mais

O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito. Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1.

O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito. Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1. O que é a ciência de dados (data science). Discussão do conceito Luís Borges Gouveia Universidade Fernando Pessoa Versão 1.3, Outubro, 2015 Nota prévia Esta apresentação tem por objetivo, proporcionar

Leia mais

[www.bmc.com] CONTROL-D Worldwide Access

[www.bmc.com] CONTROL-D Worldwide Access [www.bmc.com] CONTROL-D Worldwide Access Acesso Universal Satisfação das necessidades da economia Quer o seu objectivo consista em alargar a sua base de clientes, lançar um novo serviço, ou melhorar o

Leia mais

Data Crítica. ISEG Pós-graduação em e-business E-marketing Eng. Joaquim Hortinha. Outubro de 2002

Data Crítica. ISEG Pós-graduação em e-business E-marketing Eng. Joaquim Hortinha. Outubro de 2002 Data Crítica ISEG Pós-graduação em e-business E-marketing Eng. Joaquim Hortinha Outubro de 2002 Data Crítica 2002 DataCrítica A Data Crítica, empresa de estudos de opinião e mercado, foi constituída em

Leia mais

Liderança, Estratégia e Balanced Scorecard

Liderança, Estratégia e Balanced Scorecard Liderança, Estratégia e Balanced Scorecard Áreas de actuação: Recrutamento e Selecção Outplacement Formação e Desenvolvimento Pessoal Assessment Centre Consultoria Escritórios : Portugal - 8 escritórios

Leia mais

RESUMO DO EVENTO CUSTOMER EXPERIENCE CRM MARKETING DIGITAL REDES SOCIAIS MOBILE MARKETING 21 JUNHO 2012 REITORIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

RESUMO DO EVENTO CUSTOMER EXPERIENCE CRM MARKETING DIGITAL REDES SOCIAIS MOBILE MARKETING 21 JUNHO 2012 REITORIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA RESUMO DO EVENTO CUSTOMER EXPERIENCE CRM MARKETING DIGITAL REDES SOCIAIS MOBILE MARKETING 21 JUNHO 2012 REITORIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA PATROCINADORES PLATINUM SILVER PARCEIRO TECNOLÓGICO APOIO

Leia mais

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt Hotel Alvalade LUANDA 16 a 27 de RH Os Ciclos de RH, consistem em planos de desenvolvimento de competências no domínio da gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível das áreas de Selecção, Formação

Leia mais

Business analytics conquista terreno

Business analytics conquista terreno Business analytics conquista terreno Surge como uma evolução natural do business inteliigence e alimenta-se da necessidade de as empresas obterem respostas cada vez mais exactas. O business analytics acaba

Leia mais

Property & Construction

Property & Construction ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015 Healthcare Property & Construction & Life Sciences Property & Construction Specialists in property & construction recruitment www.michaelpage.pt Property & Construction Estudo

Leia mais

sabi bvdinfo.com Informação financeira de empresas espanholas e portuguesas

sabi bvdinfo.com Informação financeira de empresas espanholas e portuguesas sabi Informação financeira de empresas espanholas e portuguesas A gama clássica da BvD a solução ideal para pesquisa e análise de dados financeiros bvdinfo.com Uma base de dados com informação empresarial

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 COMMERCIAL & MARKETING Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTATÍSTICA MULTIVARIADA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTATÍSTICA MULTIVARIADA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ESTATÍSTICA MULTIVARIADA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Recursos Humanos 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO 3ª EDIÇÃO CURSO Desenvolver e implementar GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO Optimize Custos e estabeleça Métricas de Performance LUANDA 9 e 10 de JULHO de 2014 Planifique de forma integral a

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Janeiro de 2011 p2 Usuários comerciais e organizações precisam

Leia mais

Formação de gestão de páginas de Facebook

Formação de gestão de páginas de Facebook Formação de gestão de páginas de Facebook ESPECIFICIDADES DA FORMAÇÃO Data: 4 de Junho Duração: 10h00 às 18h00 (7 horas) Local: Sala 39 do ISA no edifício principal Requisitos para os formandos: ter um

Leia mais

Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento

Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento ELC1075 Introdução a Sistemas de Informação Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento Raul Ceretta Nunes CSI/UFSM Introdução Gerenciando dados A abordagem de banco de dados Sistemas de gerenciamento

Leia mais

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005.

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. Cooperação empresarial, uma estratégia para o sucesso Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. É reconhecida a fraca predisposição

Leia mais

PRIMAVERA INDUSTRY. Uma solução para as PME industriais

PRIMAVERA INDUSTRY. Uma solução para as PME industriais PRIMAVERA INDUSTRY Uma solução para as PME industriais PRIMAVERA INDUSTRY Uma solução para as PME industriais produtivos de modo a garantir uma maior qualidade dos produtos sujeitos a fabrico, ao menor

Leia mais

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização

PHC ControlDoc CS. A gestão documental da empresa ou organização PHC ControlDoc CS A gestão documental da empresa ou organização O arquivo digital de todo o tipo de ficheiros (imagens, word, excel, pdf, etc.) e a possibilidade de os relacionar com os dados existentes

Leia mais

O SECTOR A SOLUÇÃO Y.make Num mundo cada vez mais exigente, cada vez mais rápido e cada vez mais competitivo, o papel dos sistemas de informação deixa de ser de obrigação para passar a ser de prioridade.

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani CRM Definição O CRM é uma abordagem que coloca o cliente no centro dos processos do negócio, sendo desenhado para perceber e antecipar as necessidades

Leia mais

RESUMO DO EVENTO MARKETING DIGITAL E CRM 28 SETEMBRO 2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM

RESUMO DO EVENTO MARKETING DIGITAL E CRM 28 SETEMBRO 2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM RESUMO DO EVENTO MARKETING DIGITAL E CRM 28 SETEMBRO 2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM PATROCINADORES DIAMOND PARTICIPAÇÃO ESPECIAL PLATINUM GOLD EXCLUSIVE DRIVE IT SPONSOR SILVER PARCEIRO TECNOLÓGICO MEDIA

Leia mais

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados

Secção I. ƒ Sistemas empresariais cruzados 1 Secção I ƒ Sistemas empresariais cruzados Aplicações empresariais cruzadas 2 ƒ Combinações integradas de subsistemas de informação, que partilham recursos informativos e apoiam processos de negócio de

Leia mais