Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE"

Transcrição

1

2 Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio João Pequito Director Geral da PSE

3 Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio Qualquer instituição tem hoje que encontrar novas formas de resolver os problemas que se colocam à sua gestão. A análise preditiva pela capacidade que tem em analisar a informação e recomendar uma acção, é um instrumento obrigatório de apoio à tomada de decisão. Mas não basta... há que adoptar metodologias que permitam que o aconselhamento seja efectuado no local da decisão, ou seja, seja integrado nos processos operativos da empresa. A PSE, empresa especializada em business analytics e parceiro da IBM em Portugal, desde 1994 que tem implementado soluções Nome preditivas do em Orador clientes para resolver diferentes problemas de negócio. Esta apresentação visa mostrar a forma como alguns clientes resolveram problemas de gestão bem identificados e quais os resultados que obtiveram graças à adopção das soluções preditivas PSE baseadas no software IBM SPSS.

4 Novos paradigmas... Novas respostas INOVAR Para um problema... Mais VALOR Exigemse novas respostas Maior AGILIDADE Executar Decidir...uma solução preditiva... Aconselhar Observar Analisar Perceber Solucionar Executar... integrada no Negócio!

5 Criar mais VALOR Fazer mais com menos Reduzir custos ao mesmo tempo que se mantém ou aumenta a performance Aumentar a produtividade Reutilizar activos Automatizar processos Onde é que somos úteis? + Produtividade Melhorar o acesso à informação. + Produtividade Colocar a informação onde é importante para a decisão. Resposta PSE PSE Customer Management Criar uma visão unificada do cliente IBM Cognos e IBM SPSS Reportar informação e criar dashboards de apoio à decisão. Foco nos clientes Criar mais valor na base de clientes actual Estabelecer contacto através de novos canais Realinhar relações Optimizar processos de abastecimento e de distribuição Colaborar com clientes, colaboradores e outros parceiros de negócio Criar mais valor na base de clientes actual. Optimizar processos de abastecimento e de distribuição. Colaborar com clientes, colaboradores e outros parceiros de negócio. PSE Customer Management Orientar as actividades de marketing em função do valor actual e potencial de cada cliente. PSE Demand Forecasting Melhorar a capacidade de previsão e integrá-los nos processos de distribuição e de gestão de stocks. PSE Feedback Management Manter e gerir um diálogo permanente com todos os parceiros de negócio da sua empresa.

6 Explorar novas OPORTUNIDADES Ganhe quota de mercado Aumente o valor obtido em cada cliente ao longo do seu ciclo de vida. Potencie novos negócios com identificação correcta dos alvos. Construa novas competências Potencie a utilização dos novos canais de comunicação com o mercado. Destrua fronteiras e seja global. Esteja atento e reposicione-se Potencie os factores que o tornam ágil. desenhe e construa novos produtos a custos inferiores. Onde é que somos úteis? Conheça o valor de cada cliente para a sua empresa. Identifique correctamente os clientes com mais propensão para compra dos seus produtos. Potencie a utilização das redes sociais no seu processo de inovação. Identifique os factores mais importantes para obter vantagens competitivas. Resposta PSE PSE Customer Management Construa a pirâmide de valor dos seus clientes. PSE Customer Management Faça a oferta certa para o cliente certo no momento certo e pelo canal mais adequado. PSE Feedback Management Potencie a participação da sua comunidade de interesse no seu desenvolvimento. IBM SPSS Analise a informação que possui e construa os modelos preditivos que melhor suportem a sua decisão.

7 Agir com mais RAPIDEZ Concentre-se no seu negócio Controle o risco inerente à sua actividade e detecte ocorrências fraudulentas Cumpra com o normativo de regulação. Lute pela liderança Alinhe os seus processos com a estratégia da sua empresa. Tome decisões com base na melhor informação disponível. Faça a gestão da mudança Coloque o poder de decidir onde seja necessário para potenciar qualquer oportunidade. Adopte métricas de controlo. Onde é que somos úteis? Identifique o risco associado a cada transacção e minimize-o. Inclua sistemas de detecção automática de fraude nos seus processos de negócio. Crie e monitorize indicadores de performance das suas operações Transforme cada contacto numa oportunidade de venda Resposta PSE IBM SPSS construa indicadores de risco associados a cada operação ou a cada cliente. PSE Fraud Management crie sistemas de alerta preventivo associado a cada ocorrência. IBM Cognos Mantenha em permanência indicadores actualizados e acessíveis aos diferentes decisores PSE Customer Management Faça uma oferta ou uma recomendação no local e momento em que o cliente contacta a sua empresa.

8 Distribuição de publicações Optimizar a quantidade de publicações colocadas em cada ponto de venda. Solução Prever a quantidade vendida por ponto de venda. Motor de regras de negócio inerentes a cada editor. Integrar diariamente as estimativas no sistema de reparte da distribuição. Reportar os resultados aos editores através de portal web. Resultados Melhoria significativa de eficiência e qualidade de informação, reflectindo-se numa tomada de decisão mais rápida e assertiva, com um impacto significativo nos KPI s alvo (devoluções, vendas, esgotados, receita, custos, etc), garantindo simultaneamente uma maior satisfação por parte dos editores, e a identificação de novas oportunidades de desenvolvimento comercial de cada ponto de venda.

9 Empresa multinacional de produção de embalagens alimentares Antecipar as necessidades de cada cliente para optimizar a gestão da cadeia de fornecimento de embalagens Solução Criação de modelos de previsão para cada cliente Integração dos resultados na agenda de cada gestor de conta Consolidação central nos processos internos de gestão da cadeia de abastecimento Resultados Redução da incerteza pelo aumento da assertividade. Solução em produção numa área geográfica e em fase de expansão para outra geografia. Standardização de processos comerciais e uma abordagem comum na análise da informação e na tomada de decisão.

10 Entidade governamental Recolher, analisar e divulgar os dados sobre a actividade conematográfica nos 19 países da CACI. Solução Desenvolvimento de um portal web para distribuição de informação. Criação de formulários multi-idioma para prestação de informação por cada país. Criação de um repositório de resultados acessível pelo portal web. Resultados Todos os países membros da CACI têm acesso a indicadores estatísticos sobre a actividade cinematográfica. Numa segunda fase, acederão a esta informação todas as entidades com interesse no sector.

11 Energia Assegurar a participação dos colaboradores, através de canais eficientes de comunicação, a par do crescimento da empresa. Solução Plataforma de gestão de feedback multi-idioma (português e castelhano). Sistema central de análise e apuramento de resultados Distribuição de resultados e controlo da participação utilizando a infraestrutura tecnológica existente. Resultados Aumento anual e consecutivo do número de projectos internos de feedback. Elevadas taxas de participação em cada projecto. Ganhos de eficiência pelo facto de todo o processo ser assegurado em Lisboa por uma única equipa.

12 Empresa nacional de media e telecomunicações Recolher e analisar dados que permitam reter os melhores clientes e aumentar a venda de novos produtos. Solução Criação de modelos preditivos de propensão de compra por produto. Criar perfis e scorings para cada cliente, colocando a informação nos sistemas operacionais de suporte a clientes e de gestão de campanhas. Gerar recomendações a propor a cada cliente consoante o seu perfil. Resultados Aumento do Hit-racio no call center em 2,5 vezes. Aumento do número de propostas apresentadas em 10%. Maior foco no cliente em detrimento do foco no produto construção da visão unificada do cliente.

13 Entidade governamental Detectar preventivamente não conformidades e suportar processos operacionais de gestão de risco. Solução Plataforma preditiva para scoring de eventos em batch e em tempo real. Definição de critérios e regras de inclusão de eventos para avaliação. Selecção e proposta de eventos. Resultados Aumento do número de eventos objecto de avaliação. Gestão Central de processos de fraude e risco. Descentralização da tomada de decisão dotando as operações de gestão própria e dinâmica das matrizes e critérios de risco.

14 Várias entidades públicas e privadas Reduzir o tempo de realização de inquéritos a clientes ou a colaboradores sem prejuizo da taxa de participação Solução Leitura óptica e validação dos questionários em papel. Alojamento de questionários na web e automatização do processo de convites à participação. Criação de ficheiros de dados e análise estatística dos resultados. Resultados Maior rapidez na obtenção de resultados. Mais tempo para anàlise estatística. Mais processos de avaliação da qualidade e da satisfação de clientes e colaboradores

Business analytics conquista terreno

Business analytics conquista terreno Business analytics conquista terreno Surge como uma evolução natural do business inteliigence e alimenta-se da necessidade de as empresas obterem respostas cada vez mais exactas. O business analytics acaba

Leia mais

Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website.

Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website. marketing e comunicação SITE E IMAGEM INSTITUCIONAL Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website. Entender o enquadramento

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

MARKETING e MARKETING ONLINE. MARKETING e MARKETING ONLINE

MARKETING e MARKETING ONLINE. MARKETING e MARKETING ONLINE MARKETING e MARKETING ONLINE Introdução ao Marketing fundamentos e conceitos OBJECTIVO: Conhecer as principais metodologias e conceitos de Marketing a ter em conta no desenvolvimento comercial e estratégico

Leia mais

Estrutura do Plano de Acção de Energia e Sustentabilidade - Pacto dos Autarcas

Estrutura do Plano de Acção de Energia e Sustentabilidade - Pacto dos Autarcas Estrutura do Plano de Acção de Energia e Sustentabilidade - Pacto dos Autarcas Cascais, 26 de Agosto de 2010 1 P á g i n a ÍNDICE 1.ENQUADRAMENTO... 1 2.METAS E OBJECTIVOS... 2 3.MEDIDAS A IMPLEMENTAR...

Leia mais

Capítulo. Sistemas empresariais

Capítulo. Sistemas empresariais Capítulo 8 1 Sistemas empresariais 2 Objectivos de aprendizagem Identificar e exemplificar os seguintes aspectos da gestão do relacionamento com os clientes, da gestão de recursos empresariais e dos sistemas

Leia mais

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting

ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting ANA obtém certificação em quatro áreas críticas com apoio da VP Consulting Contactos: Isabel Fonseca Marketing VP Consulting Telefone: +351 22 605 37 10 Fax: +351 22 600 07 13 Email: info@vpconsulting.pt

Leia mais

Secretarial & Management Support. Estudos de Remuneração 2012

Secretarial & Management Support. Estudos de Remuneração 2012 Secretarial & Management Support Estudos de 2012 Estudos de Secretarial & Management Support 2012 2 Nota preliminar pág. 3 Secretarial Secretário Executivo Sénior Secretário Executivo Secretário Executivo

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

HP ajuda empresas a aumentar a eficiência da gestão de informação

HP ajuda empresas a aumentar a eficiência da gestão de informação HP ajuda empresas a aumentar a eficiência da gestão de informação Estudo indica que 70 por cento das empresas têm lacunas na abordagem holística à gestão de informação crítica para o seu negócio Lisboa,

Leia mais

IDC Portugal: Av. António Serpa, 36 9º Andar, 1050-027 Lisboa, Portugal Tel. 21 796 5487 www.idc.com

IDC Portugal: Av. António Serpa, 36 9º Andar, 1050-027 Lisboa, Portugal Tel. 21 796 5487 www.idc.com CADERNO IDC Nº 53 IDC Portugal: Av. António Serpa, 36 9º Andar, 1050-027 Lisboa, Portugal Tel. 21 796 5487 www.idc.com ROI - Retorno do Investimento OPINIÃO IDC Os anos 90 permitiram a inclusão das tecnologias

Leia mais

AUTO-ESTRADA COMO VEÍCULO DE INCORPORAÇÃO DE MATERIAIS VERDES

AUTO-ESTRADA COMO VEÍCULO DE INCORPORAÇÃO DE MATERIAIS VERDES AUTO-ESTRADA COMO VEÍCULO DE INCORPORAÇÃO DE MATERIAIS VERDES Tomé Pereira Canas 1, Rui Camolino 2 1 Brisa Inovação e Tecnologia SA; Núcleo de Relações Institucionais e Inovação; Gestor de Inovação; 214233418;

Leia mais

magazine business HOTELS & TRAVEL Distributions

magazine business HOTELS & TRAVEL Distributions magazine HOTELS & TRAVEL Distributions 2 magazine O QUE FAZEMOS WHAT WE DO Somos uma empresa jovem e dinâmica com larga experiência na componente comercial através da execução de funções de gestão, em

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP SENDYS - Copyright 2007 SENDYS é uma marca proprietária da Readsystem, Lda. 2 Universo

Leia mais

Planeamento Geral do Governo Electrónico da Região Administrativa Especial de Macau 2015 2019

Planeamento Geral do Governo Electrónico da Região Administrativa Especial de Macau 2015 2019 Planeamento Geral do Governo Electrónico da Região Administrativa Especial de Macau 2015 2019 Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública Outubro de 2015 1 Índice 1. Introdução... 4 2. Objectivos,

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

PRODUTOS INOVADORES: O DESAFIO DO MERCADO RECURSOS TÉCNICOS PARA O EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICO

PRODUTOS INOVADORES: O DESAFIO DO MERCADO RECURSOS TÉCNICOS PARA O EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICO ÍNDICE INTRODUÇÃO Sobre o guia Utilizadores Beneficiários CONCEITOS CHAVE NOTAS METODOLÓGICAS E PRÉ-REQUISITOS PROCESSO METODOLÓGICO Parte I Referencial para o lançamento de produtos inovadores no mercado

Leia mais

Uma peça estratégica para o seu negócio

Uma peça estratégica para o seu negócio Uma peça estratégica para o seu negócio INFORMAÇÃO GERAL DA EMPRESA CASO DE SUCESSO EM IMPLEMENTAÇÃO BI PERGUNTAS E RESPOSTAS Fundada em 1997, Habber Tec é uma empresa especializada na oferta de soluções

Leia mais

Implementação de Políticas de Segurança da Informação baseados na ISO 27001:2013

Implementação de Políticas de Segurança da Informação baseados na ISO 27001:2013 Implementação de Políticas de Segurança da Informação baseados na ISO 27001:2013 Orador: Engº Divaldo Sousa Agenda O que é a informação? Formato da informação. Importância da informação para as organizações.

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

SMARTCALL. Apresentação

SMARTCALL. Apresentação SOBRE A SMARTCALL SMARTCALL Apresentação A SmartCall desenvolve serviços inovadores direccionados para a dinamização do relacionamento das empresas com os seus clientes e a criação de novas oportunidades

Leia mais

Visão de Futuro 2010. F3M Information Systems, S.A.

Visão de Futuro 2010. F3M Information Systems, S.A. 1 Reunir várias entidades do sector óptico nacional e discutir o futuro do sector bem como os temas cruciais para os empresários e intervenientes da área foram os objectivos do evento Visão de Futuro 2010,

Leia mais

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos 27 LEADERSHIP AGENDA a inovação na gestão do relacionamento compensa Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos A participação activa dos cidadãos é vital para a promoção

Leia mais

Self-Service como vantagem competitiva

Self-Service como vantagem competitiva Self-Service como vantagem competitiva Com a alteração do comportamento do consumidor as empresas têm de criar novas vantagens competitivas para continuar relevantes no mercado em que atuam, ao mesmo tempo

Leia mais

AIP PORTUGAL EXPORTADOR 2015

AIP PORTUGAL EXPORTADOR 2015 Implementação do Plano de Internacionalização AIP PORTUGAL EXPORTADOR 2015 ANA NABETO Partner 19 NOV 2015 Introdução A internacionalização (penetração em mercados externos) é um passo fundamental para

Leia mais

Selling Tools. Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt

Selling Tools. Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt Enquadramento As vendas têm um ambiente próprio; técnicas e processos específicos. A forma de estar, o networking, os

Leia mais

DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004)

DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004) DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004) por Mónica Montenegro, Coordenadora da área de Recursos Humanos do MBA em Hotelaria e

Leia mais

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO Título do projecto: Nome do responsável: Contacto telefónico Email: 1.1. Descrição sumária da Ideia de Negócio e suas características inovadoras (Descreva

Leia mais

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS

REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS DO SECTOR DO GÁS NATURAL Fevereiro 2010 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel: 213 033 200 Fax:

Leia mais

SEMINÁRIO REDE SOCIAL: PLANEAR PARA INTERVIR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GERADORES DE UM FLUXO CONTINUO DE INFORMAÇÃO

SEMINÁRIO REDE SOCIAL: PLANEAR PARA INTERVIR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GERADORES DE UM FLUXO CONTINUO DE INFORMAÇÃO SEMINÁRIO REDE SOCIAL: PLANEAR PARA INTERVIR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GERADORES DE UM FLUXO CONTINUO DE INFORMAÇÃO CONCEITO Sistema de informação Sistema, tanto manual como automático, composto por pessoas,

Leia mais

Caso de Sucesso Vinho do Porto Taylor s Port. Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP

Caso de Sucesso Vinho do Porto Taylor s Port. Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP The Fladgate Partnership Taylor s Port Sector Produção vinícola Produtos Vinho do Porto Web www.taylor.pt/pt Soluções e serviços SAP SAP Business Suite A Taylor

Leia mais

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias.

Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. GoldMine QuickStart Implemente a sua solução de Gestão de Marketing, Vendas e Serviço de Clientes, em menos de 7 dias. O GoldMine é uma ferramenta de gestão da relação com os clientes (CRM-Costumer Relationship

Leia mais

Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável

Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável O seu parceiro de confiança! Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável A NOSSA EMPRESA 2 A CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS é uma empresa pluridisciplinar focalizada

Leia mais

IV Fórum do Sector Segurador e Fundos de Pensões. Lisboa, 15 de Abril de 2009

IV Fórum do Sector Segurador e Fundos de Pensões. Lisboa, 15 de Abril de 2009 IV Fórum do Sector Segurador e Fundos de Pensões Lisboa, 15 de Abril de 2009 Foi com todo o gosto e enorme interesse que aceitei o convite do Diário Económico para estar presente neste IV Fórum do sector

Leia mais

Como construir uma DLA?

Como construir uma DLA? Como construir uma DLA? Conteúdo Como construir uma DLA?... 2 Introdução... 2 Metodologia DLA... 3 1.Preparação da DLA... 3 2.Planeamento da DLA... 6 2.1. Avaliação do estado actual... 6 2.3. Desenvolvimento

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 SECRETARIAL & MANAGEMENT SUPPORT Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores

Leia mais

T&E Tendências & Estratégia

T&E Tendências & Estratégia FUTURE TRENDS T&E Tendências & Estratégia Newsletter número 1 Março 2003 TEMA deste número: Desenvolvimento e Gestão de Competências EDITORIAL A newsletter Tendências & Estratégia pretende ser um veículo

Leia mais

BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SUBSISTEMA DE INFORMAÇÃO DE GESTÃO DE CLIENTES DA EPAL, SA. Vítor B. VALE (1)

BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SUBSISTEMA DE INFORMAÇÃO DE GESTÃO DE CLIENTES DA EPAL, SA. Vítor B. VALE (1) BREVE CARACTERIZAÇÃO DO SUBSISTEMA DE INFORMAÇÃO DE GESTÃO DE CLIENTES DA EPAL, SA Vítor B. VALE (1) RESUMO O SIGC - Sistema Integrado de Gestão de Clientes, foi analisado e desenvolvido tendo como grande

Leia mais

Auditoria ao Processo de. no Sector Eléctrico

Auditoria ao Processo de. no Sector Eléctrico Auditoria ao Processo de Mudança de Comercializador no Sector Eléctrico Agenda 1. Enquadramento e objectivos 2. Descrição dos trabalhos do auditor 3. Conclusões do trabalho do auditor 4. Recomendações

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE.

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. Por: Cândido Pires Presidente da Direcção do Centro de Solidariedade de Braga, Licenciado em Engenharia,

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

TITULO: APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COPYRIGHT NOVA EXPRESSÃO SGPS 2012 CONTACTO: WWW.NOVAEXPRESSAO.PT

TITULO: APRESENTAÇÃO DA EMPRESA COPYRIGHT NOVA EXPRESSÃO SGPS 2012 CONTACTO: WWW.NOVAEXPRESSAO.PT Planeamento de Media e Publicidade A nossa Empresa A Nova Expressão foi fundada em 1994 como uma empresa totalmente portuguesa e independente de agências de publicidade, de grupos de Media ou de anunciantes.

Leia mais

Inovação. Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial

Inovação. Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial Inovação Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial INICIATIVA APOIO Inovação, Empreendedorismo e Qualidade As Práticas que nos Inspiram Práticas de Gestão de Inovação Isabel Caetano Instituto

Leia mais

PROTOCOLO ENERGIA POSITIVA CONTRA A OBESIDADE

PROTOCOLO ENERGIA POSITIVA CONTRA A OBESIDADE PROTOCOLO ENERGIA POSITIVA CONTRA A OBESIDADE A incidência e a prevalência quer da pré-obesidade quer da obesidade têm vindo a aumentar na União Europeia e, também, em Portugal, constituindo um importante

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

Consortia e-market da Fileira Moda. para o Mercado Externo

Consortia e-market da Fileira Moda. para o Mercado Externo Consortia e-market da Fileira Moda para o Mercado Externo O que é? Consórcio entre empresas da Fileira Moda e a Exponor Digital destinado a criar e explorar uma ou mais lojas online, orientada(s) para

Leia mais

Análise custo-benefício do SiNErGIC (Sistema Nacional de Exploração e Gestão de Informação Cadastral) 28 Novembro 2007

Análise custo-benefício do SiNErGIC (Sistema Nacional de Exploração e Gestão de Informação Cadastral) 28 Novembro 2007 Análise custo-benefício do SiNErGIC (Sistema Nacional de Exploração e Gestão de Informação Cadastral) 28 Novembro 2007 Objectivos do SiNErGIC (Resolução do Conselho de Ministros nº 45/2006) a) Assegurar

Leia mais

Rentabilize a sua assistência pós-venda e, em simultâneo, surpreenda os seus clientes com o seu profissionalismo

Rentabilize a sua assistência pós-venda e, em simultâneo, surpreenda os seus clientes com o seu profissionalismo PHC Suporte CS DESCRITIVO O PHC Suporte CS permite a qualquer empresa com assistência a clientes pós-venda, gerir todo o seu parque instalado, a actividade de suporte ao público e a performance e produtividade

Leia mais

Qpoint Rumo à Excelência Empresarial

Qpoint Rumo à Excelência Empresarial 2 PRIMAVERA BSS Qpoint Rumo à Excelência Empresarial Numa era em que a competitividade entre as organizações é decisiva para o sucesso empresarial, a aposta na qualidade e na melhoria contínua da performance

Leia mais

Comunicação institucional clara, rigorosa e transparente com o mercado. Business Case

Comunicação institucional clara, rigorosa e transparente com o mercado. Business Case Comunicação institucional clara, rigorosa e transparente com o mercado Business Case 2013 AGENDA ENQUADRAMENTO COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL CLARA, RIGOROSA E TRANSPARENTE COM O MERCADO ENQUADRAMENTO Na economia

Leia mais

Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio

Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio Formação Profissional Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio Assessoria de Gestão, Lda Controlo Interno e Auditoria Interna No actual contexto de crise, em que as organizações estão

Leia mais

Desenvolvimento e implementação de Solução de e-commerce para a

Desenvolvimento e implementação de Solução de e-commerce para a Desenvolvimento e implementação de Solução de e-commerce para a GROUPFREITAS A/A Exmo. Sr. Jérémy Freitas e-store B2C FIS 1.2 Business to Consumer Full Integrated Solution 1.2 Proposta de licenciamento

Leia mais

Auditorias 25-01-2013. ISO 19011 âmbito. Termos e definições. Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013

Auditorias 25-01-2013. ISO 19011 âmbito. Termos e definições. Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013 Auditorias Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013 ISO 19011 âmbito Linhas de orientação para auditoria a sistemas de gestão Princípios de auditoria Gestão de programas de auditoria Condução de

Leia mais

Índice. rota 3. Enquadramento e benefícios 6. Comunicação Ética 8. Ética nos Negócios 11. Promoção para o Desenvolvimento Sustentável 13. Percurso 1.

Índice. rota 3. Enquadramento e benefícios 6. Comunicação Ética 8. Ética nos Negócios 11. Promoção para o Desenvolvimento Sustentável 13. Percurso 1. rota 3 CLIENTES Rota 3 Índice Enquadramento e benefícios 6 Percurso 1. Comunicação Ética 8 Percurso 2. Ética nos Negócios 11 Percurso 3. Promoção para o Desenvolvimento Sustentável 13 responsabilidade

Leia mais

A estratégia nacional para a melhoria da higiene das mãos em 10 perguntas

A estratégia nacional para a melhoria da higiene das mãos em 10 perguntas A estratégia nacional para a melhoria da higiene das mãos em 10 perguntas Patrocinador do Programa Nacional de Prevenção e Controlo da Infecção Associada aos Cuidados de Saúde Índice 1. O que é a estratégia

Leia mais

O Programa Enfermeiros de Família. (Página intencionalmente deixada em branco)

O Programa Enfermeiros de Família. (Página intencionalmente deixada em branco) (Página intencionalmente deixada em branco) 2 Conteúdo A Saúde Quem Somos... O programa Enfermeiros de Família... O Enfermeiro de Família Saúde... O desafio de carreira... Principais competências e responsabilidades...

Leia mais

FÁBRICA DE TINTAS 2000, SA

FÁBRICA DE TINTAS 2000, SA Sérgio Faria sfaria@tintas2000.pt Lisboa - Julho de 2009 FÁBRICA DE TINTAS 2000, SA A CRIATIVIDADE E A INOVAÇÃO COMO FACTORES DE COMPETITIVIDADE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL www.tintas2000.pt Fábrica

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OPERAÇÃO INFRA-ESTRUTURAS DAS. Documento Justificativo ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS.

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OPERAÇÃO INFRA-ESTRUTURAS DAS. Documento Justificativo ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS. PROPOSTA DE REGULAMENTO DE OPERAÇÃO DAS INFRA-ESTRUTURAS Documento Justificativo Fevereiro de 2007 ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS ENERGÉTICOS Rua Dom Cristóvão da Gama n.º 1-3.º 1400-113 Lisboa Tel:

Leia mais

WE DESIGN YOUR COMPANY

WE DESIGN YOUR COMPANY WE DESIGN YOUR COMPANY hi! Conceito Ideia ZYRGON Portugal, a agência de comunicação e de novas tecnologias. Trabalha em áreas como branding, design gráfico, design editorial, design de produto, publicidade,

Leia mais

1 Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial Os Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial da SAP incluem:

1 Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial Os Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial da SAP incluem: Descrição de Serviços Serviços de Planeamento e Empresarial Os Serviços de Planeamento e Empresarial fornecem serviços de consultoria e prototipagem para facilitar a agenda do Licenciado relativa à inovação

Leia mais

2. Procedimentos para recepção de comunicações de irregularidades

2. Procedimentos para recepção de comunicações de irregularidades 1. Regulamento 1.1. Âmbito de aplicação do Regulamento - Nos termos do disposto na alínea j) do art. 441º do Código das Sociedades Comerciais, da alínea d), do n.º 1 do art. 22º dos Estatutos da Sociedade,

Leia mais

Como pode ser dividido

Como pode ser dividido Planejamento Como pode ser dividido O planejamento estratégico prever o futuro da empresa, em relação ao longo prazo. De uma forma genérica, consiste em saber o que deve ser executado e de que maneira

Leia mais

Agilidade organizacional e competitividade das empresas em Portugal. www.quidgest.com quidgest@quidgest.com

Agilidade organizacional e competitividade das empresas em Portugal. www.quidgest.com quidgest@quidgest.com Agilidade organizacional e competitividade das empresas em Portugal www.quidgest.com quidgest@quidgest.com 1. Introdução Novo contexto económico e tecnológico Metodologia 2. Agilidade Organizacional das

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS E TALENTOS

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS E TALENTOS DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS E TALENTOS CompetencyCore5 Success Through Competency-based Talent Management DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS E TALENTOS A Gestão do Capital Humano com Foco nas Competências

Leia mais

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por:

ARTIGO TÉCNICO. Os objectivos do Projecto passam por: A metodologia do Projecto SMART MED PARKS ARTIGO TÉCNICO O Projecto SMART MED PARKS teve o seu início em Fevereiro de 2013, com o objetivo de facultar uma ferramenta analítica de confiança para apoiar

Leia mais

Desafios à modernização das empresas de transportes

Desafios à modernização das empresas de transportes Desafios à modernização das empresas de transportes Seminário Os Transportes: privatização, financiamento e sustentabilidade Rui Gidro, 4 de Abril de 2013 Perspectivamos que a Modernização do sector dos

Leia mais

7 tendências de tecnologia

7 tendências de tecnologia 7 tendências de tecnologia para o mercado segurador em 2016 O ano de 2016 deve impulsionar a evolução tecnológica direcionada ao mercado segurador. Isto porque, as seguradoras irão investir fortemente

Leia mais

Código de Ética e de Conduta do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. Código de Ética e de Conduta do Metropolitano de Lisboa, E.P.E.

Código de Ética e de Conduta do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. Código de Ética e de Conduta do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. Código de Ética e de Conduta do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. Empresa e Serviço Público Empresa Missão Visão Função Social e Responsabilidades Sociais 2. Princípios e Valores Estruturantes

Leia mais

Sistemas de Gestão da Qualidade

Sistemas de Gestão da Qualidade Sistemas de estão da Qualidade Transparências de apoio à disciplina de estão da Qualidade rupo de ontrolo e estão Normas de arantia da Qualidade Historicamente Imposição dos grandes compradores e detentores

Leia mais

Optimização das organizações através da inovação das Tecnologias

Optimização das organizações através da inovação das Tecnologias Optimização das organizações através da inovação das Tecnologias Índice Quem Somos O SGI da AMBISIG; A implementação do SGIDI na AMBISIG; Caso de Sucesso. Quem somos? Somos uma empresa com 16 anos de experiência

Leia mais

SI Sistema de Informação Anexo 4

SI Sistema de Informação Anexo 4 onselho oordenador omo implementar? No actual quadro da dministração Pública torna-se necessário avaliar o desempenho dos serviços, o que implica, para os gestores públicos, desenvolver (os seus) sistemas

Leia mais

INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AFERIÇÃO

INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AFERIÇÃO INSPECÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO PROGRAMA AFERIÇÃO EFECTIVIDADE DA AUTO-AVALIAÇÃO DAS ESCOLAS PROJECTO ESSE Orientações para as visitas às escolas 1 Introdução As visitas às escolas realizadas segundo o modelo

Leia mais

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta Em início de nova fase, alarga a oferta Com o objectivo de ajudar as empresas a controlar e reduzir custos relacionados com transacções de bens e serviços, o adicionou à sua oferta um conjunto de aplicações

Leia mais

MAIS VENDAS. MELHORES VENDAS. SALES. corporate pro

MAIS VENDAS. MELHORES VENDAS. SALES. corporate pro MAIS VENDAS. MELHORES VENDAS. SALES corporate pro ÍNDICE 3 4 5 6 8 9 10 11 Reason Why A Dinâmica Objectivos Intervenção Etapas Lead Management Call to Business - C2B Know How REASON WHY OPORTUNIDADE 80

Leia mais

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 PT Web Conference Versão 1.0 DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 Este documento é propriedade intelectual da PT e fica proibida a sua utilização ou propagação sem expressa autorização escrita.

Leia mais

Business Intelligence & Performance Management

Business Intelligence & Performance Management Como medir a evolução do meu negócio? Tenho informação para esta decisão? A medição da performance é uma dimensão fundamental para qualquer actividade de gestão. Recorrentemente, qualquer gestor vê-se

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA RESPONSABILIDADE SOCIAL Porquê? Enquadramento 7 Príncipios 3 Expectativas Para quê? Principais benefícios Vantagens O quê? Descrição dos serviços ÍÍNDICE Com quem? Profissionais especializados Porquê?

Leia mais

Business Process Management

Business Process Management 1 Business Process Management O imperativo da eficiência operacional Na constante busca pelo aumento da eficiência operacional e diminuição dos custos, as organizações procuram optimizar os seus processos

Leia mais

E- Marketing - Estratégia e Plano

E- Marketing - Estratégia e Plano E- Marketing - Estratégia e Plano dossier 2 http://negocios.maiadigital.pt Indíce 1 E-MARKETING ESTRATÉGIA E PLANO 2 VANTAGENS DE UM PLANO DE MARKETING 3 FASES DO PLANO DE E-MARKETING 4 ESTRATÉGIAS DE

Leia mais

Dream Energis. Sistema de Eficiência Energética A forma inteligente de medir e controlar a sua energia. Dream Code

Dream Energis. Sistema de Eficiência Energética A forma inteligente de medir e controlar a sua energia. Dream Code Dream Energis Sistema de Eficiência Energética A forma inteligente de medir e controlar a sua energia Dream Code Como podemos ajudá-lo a poupar energia? Estimativa de18% de poupança de energia todos os

Leia mais

Relatório Anual de Actividades 2008

Relatório Anual de Actividades 2008 Relatório Anual de Actividades 2008 DIVISÃO DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA 07-03-2009 DIRECÇÃO REGIONAL DE AGRICULTURA E PESCAS DO NORTE AFONSO SILVA Índice... 3 Resumo... 3 Alinhamento estratégico dos objectivos...

Leia mais

O Papel da Engenharia no Crescimento

O Papel da Engenharia no Crescimento O Papel da Engenharia no Crescimento Visão e Objectivos Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação Iniciativa António Manzoni e Vilar Filipe 11 de Abril de 2013 Projecto Engenharia 2020 Plataforma

Leia mais

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt Paulo Alves / CEO paulo.alves@proside.pt Sistemas Integrados de Atendimento O que fazemos A Empresa Concepção, Arquitectura e Implementação de Sistemas de Informação; Consultoria Tecnológica de Sistemas

Leia mais

Property & Construction Property & Construction. Estudos de Remuneração 2012

Property & Construction Property & Construction. Estudos de Remuneração 2012 Property & Construction Property & Construction Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Page Estudos de Remuneração 2012 - Property & Construction 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012,

Leia mais

SÍNTESE DA AVALIAÇÃO DE IMPACTO

SÍNTESE DA AVALIAÇÃO DE IMPACTO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 10.7.2007 SEC(2007) 870 DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO Documento apenso à Proposta de DIRECTIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO aos seguros

Leia mais

Conferência. As TIC e a Saúde no Portugal de 2012. APDSI avalia impacto das TIC no setor da Saúde

Conferência. As TIC e a Saúde no Portugal de 2012. APDSI avalia impacto das TIC no setor da Saúde APDSI avalia impacto das TIC no setor da Saúde Lisboa, 11 de dezembro - As oportunidades criadas e os desafios que o futuro apresenta em virtude da aplicação das novas tecnologias à área da Saúde foram

Leia mais

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt

Paulo Alves / CEO. paulo.alves@proside.pt Paulo Alves / CEO paulo.alves@proside.pt Sistemas Integrados de Atendimento O que fazemos A Empresa Concepção, Arquitectura e Implementação de Sistemas de Informação; Consultoria Tecnológica de Sistemas

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial

Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Desenvolvimento Sustentável da Inovação Empresarial Inovar para Ganhar Paulo Nordeste Portugal tem apresentado nos últimos anos casos de sucesso em inovação; como novos produtos, serviços e modelos de

Leia mais

Uma das novidades do Plano de Formação para 2014 relaciona-se com a parceria estabelecida entre a Inesting e o DMI Digital Marketing Institute.

Uma das novidades do Plano de Formação para 2014 relaciona-se com a parceria estabelecida entre a Inesting e o DMI Digital Marketing Institute. Apresentação Uma das novidades do Plano de Formação para 2014 relaciona-se com a parceria estabelecida entre a Inesting e o DMI Digital Marketing Institute. O DMI é uma organização baseada na Irlanda,

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

ACEP lança Comissão Especializada Business to Consumer

ACEP lança Comissão Especializada Business to Consumer COMUNICADO DE IMPRENSA Com o objectivo de promover e potencializar o Comércio Electrónico em Portugal ACEP lança Comissão Especializada Business to Consumer. Comissão B2C visa a promoção e divulgação do

Leia mais

EDP Soluções Comerciais. A perspectiva do Cliente. Business Transformation Outsourcing Os novos modelos de outsourcing

EDP Soluções Comerciais. A perspectiva do Cliente. Business Transformation Outsourcing Os novos modelos de outsourcing EDP Soluções Comerciais Business Transformation Outsourcing Os novos modelos de outsourcing A perspectiva do Cliente Associação Portugal Outsourcing 18 de Junho 2013 A EDP Soluções Comerciais nasceu com

Leia mais

PLANO TECNOLÓGICO DA EDUCAÇÃO

PLANO TECNOLÓGICO DA EDUCAÇÃO Governo da República de Moçambique Ministério da Educação PLANO TECNOLÓGICO DA EDUCAÇÃO Índice 1. Motivação do Plano Tecnológico da Educação (PTE) 2. Trabalhos Desenvolvidos 3. Linhas de Orientação e Pilares

Leia mais

Martinho André Cerqueira de Oliveira

Martinho André Cerqueira de Oliveira Martinho André Cerqueira de Oliveira O Recurso a Tecnologias Web para Suporte da Gestão do Conhecimento Organizacional Um Exemplo Nacional Orientador: Prof. Doutor Luís Borges Gouveia Universidade Fernando

Leia mais

Projectar o Algarve no Futuro

Projectar o Algarve no Futuro Projectar o Algarve no Futuro Os Novos Desafios do Algarve Região Digital paulo.bernardo@globalgarve.pt 25 Maio 2007 Auditório Portimão Arena Um mundo em profunda mudança O Mundo enfrenta hoje um processo

Leia mais

W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i a l n o M u n d o W e b 2. 0

W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i a l n o M u n d o W e b 2. 0 Av Eng. Luiz Carlos Berrini 1645, 8 andar, 04571-000 Brooklin Novo, São Paulo SP Brazil. Tel: 55 11 5508-3400 Fax: 55 11 5508 3444 W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i

Leia mais

4. PRINCÍPIOS DE PLANEAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS

4. PRINCÍPIOS DE PLANEAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS 4. PRINCÍPIOS DE PLANEAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS A abordagem estratégica que se pretende implementar com o Plano Regional da Água deverá ser baseada num conjunto de princípios nucleares que, sendo unanimemente

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 BANKING Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados, sendo

Leia mais

ISO 9001:2000 - Gestão da Qualidade

ISO 9001:2000 - Gestão da Qualidade Publicação Nº 4-13 Janeiro 2010 ISO 9001:2000 - Gestão da Qualidade PONTOS DE INTERESSE: Estrutura Metodologia de Implementação São notórias as crescentes exigências do mercado no que toca a questões de

Leia mais