Guia de Preenchimento Cadastro de Operadores

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia de Preenchimento Cadastro de Operadores"

Transcrição

1 Guia de Preenchimento Cadastro de Operadores Data 07/2013

2 SUMÁRIO I. Introdução Sistema Cadastro de Operadores Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas Negociação de Instrumentos Financeiros Atualização periódica obrigatória Penalidades... 4 II. Tipos de acesso Master Administrador Usuário... 5 III. Módulos: Usuários Atualiza Instituição Atualiza Operadores Pesquisa Cadastro de Operadores Alterar Senha... 5 IV. Processos: Acesso ao Sistema de Cadastro de Operadores Incluir e Editar Usuários (apenas usuários Master)... 6 A. Incluindo um Novo Usuário... 6 B. Editando, Habilitando e Desabilitando um Usuário Consulta e Alteração das Informações da Instituição (apenas usuários Master e Administrador)... 7 A. Consulta dos dados da instituição... 7 B. Alteração de dados da instituição Editar e Atualizar Operadores da Instituição (apenas usuários Master e Administrador)... 7 A. Incluindo um novo operador... 7 B. Excluindo um operador... 8 C. Atualizando um Operador... 8 D. Consultando a data de atualização de operadores Consultando o Cadastro de Operadores

3 6. Senha... 9 A. Esquecimento de Senha B. Alteração de Senha C. Envio de senha (apenas usuário Master) V. Perguntas e Respostas:

4 I. Introdução 1. Sistema Cadastro de Operadores Base de dados alimentada e atualizada eletronicamente pelas Instituições Participantes do Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas de Negociação de Instrumentos Financeiros, com as principais informações sobre os Operadores que atuam na negociação de títulos de renda fixa e/ou derivativos em mercado de balcão. 2. Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas Negociação de Instrumentos Financeiros Art. 1º - 1º Constitui objeto deste Código a negociação de títulos e valores mobiliários de renda fixa, bem como a realização de operações estruturadas e com base em derivativos, passíveis de registro em sistemas ou câmaras de registro e/ou de liquidação de ativos integrantes do Sistema de pagamentos Brasileiro ( Instrumentos Financeiros ). Art. 2º - 2º - Este Código abrange a negociação de instrumentos financeiros efetuada em mercado primário ou secundário, por meio de sistema de comunicação telefônico ou eletrônico, através de mesas de operações de Instituições Participantes que sejam integrantes do Sistema Financeiro Nacional ( Atividades ). 4º - Sempre que este Código se referir a Operadores, estão abrangidos todos os profissionais que atuem comprando, vendendo e/ou intermediando Instrumentos Financeiros, ainda que não fiquem fisicamente na mesa de operações. Art. 12º - As Instituições Participantes devem manter atualizado o cadastro de seus Operadores junto à ANBIMA, de acordo com a Deliberação específica emitida pelo Conselho de Regulação e Melhores Práticas, sempre que solicitado pela Associação. 3

5 3. Atualização periódica obrigatória As Instituições Participantes devem seguir no que diz respeito ao processo de atualização do Cadastro de Operadores as regras abaixo: As Instituições Participantes deverão atualizar o Cadastro de seus Operadores junto a ANBIMA entre os dias 01 (um) e 10 (dez) dos meses de Janeiro, Abril, Julho e Outubro. A atualização deverá compreender todas as alterações ocorridas até o último dia útil do trimestre anterior e/ou a confirmação das informações constantes no cadastro. Adicionalmente, as Instituições deverão entre os dias 01 (um) e 10 (dez) dos meses de Janeiro e Julho - atualizar e/ou confirmar as informações institucionais cadastradas no sistema. O procedimento deverá ser feito por meio de acesso ao Sistema de Cadastro de Operadores, disponibilizado no sitio institucional da Associação. 4. Penalidades De acordo com o Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas de Negociação de Instrumentos Financeiros: Art Sem prejuízo das demais disposições deste Capítulo, a Área de Supervisão poderá aplicar multas às Instituições Participantes que descumprirem qualquer dos prazos estabelecidos neste Código, sendo devidos diariamente R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) nos primeiros 30 (trinta) dias de atraso. II. Tipos de acesso 1. Master Responsável por administrar os usuários da instituição, podendo adicionar, ativar, desativar, enviar senha, e alterar o nível de acesso dos mesmos. Consegue incluir, alterar ou excluir informações sobre a instituição, usuário e operador. Acesso aos módulos: Usuários; Atualiza Instituição; Atualiza Operadores; Pesquisa Cadastro de Operadores; Alterar Senha. 2. Administrador Consegue incluir, alterar ou excluir informações sobre a instituição e operador. Acesso aos módulos: Atualiza Instituição; Atualiza Operadores; Pesquisa Cadastro de Operadores; Alterar Senha. 4

6 3. Usuário Poderá efetuar pesquisa sobre os operadores cadastrados no sistema. Acesso aos módulos: Pesquisa Cadastro de Operadores e Alterar Senha. III. Módulos: 1. Usuários Criar e gerenciar os perfis de usuários da instituição. 2. Atualiza Instituição Disponibiliza os dados cadastrais da instituição, como informações de contato para a Supervisão e atividades realizadas, e permite alterá-los. 3. Atualiza Operadores Permite incluir, editar e excluir operadores associados à instituição. 4. Pesquisa Cadastro de Operadores Permite pesquisar os operadores cadastrados no sistema. Esta função está disponível para todos os níveis de acesso. 5. Alterar Senha Esta função está disponível para todos os níveis de acesso e permite ao usuário alterar sua senha. IV. Processos: 1. Acesso ao Sistema de Cadastro de Operadores I O acesso ao Sistema de Cadastro de Operadores é realizado pelo site da ANBIMA na área de Autorregulação > Código de Negociação de Instrumentos Financeiros>Cadastro de Operadores. II Primeiro acesso: Selecione sua instituição, digite seu institucional e a senha enviada pela área de Supervisão de Negociação de Instrumentos Financeiros, clique no botão Enviar. 5

7 Importante: A senha do usuário Master será enviada pela Supervisão de Negociação de Instrumentos Financeiros. Ao cadastrar novos usuários é necessário executar o comando de envio de senha para que o novo usuário receba a senha por . Recomendamos que a senha enviada pela ANBIMA para realizar o primeiro acesso seja alterada através da função Alterar Senha. 2. Incluir e Editar Usuários (apenas usuários Master) A. Incluindo um Novo Usuário I Para cadastrar um novo usuário junto à instituição, acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Usuários. II Clique no botão Novo e preencha os campos com as informações solicitadas. No item Perfil, escolha o nível de acesso desejado para o novo usuário. O item Ativo deve estar marcado com Sim, caso contrário o usuário será criado já desabilitado e sem acesso ao sistema. III Clique no botão Gravar para criar o novo usuário. Não se esqueça de solicitar envio de senha ao do novo usuário. B. Editando, Habilitando e Desabilitando um Usuário I Para alterar os dados, nível de acesso, ou bloquear/ativar a conta de um usuário, acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Usuários. II Clique no campo NOME do usuário que deseja editar. III Realize as alterações de dados necessárias. IV Para alterar o nível de acesso do usuário, selecione o novo nível no campo Perfil. ATENÇÃO! Caso o usuário Master da instituição altere o próprio nível de acesso para Administrador ou Usuário, ele perderá os privilégios de controle de usuários em seu próximo acesso ao sistema. V Para retirar o acesso de um usuário ao sistema, selecione Não no campo Ativo. Similarmente, para reativar um usuário que estava desabilitado, selecione Sim no mesmo campo. ATENÇÃO! Caso o usuário Master da instituição altere seu próprio cadastro para Não Ativo, ele não conseguirá acessar novamente o sistema. VI Clique no botão Gravar para salvar as alterações. 6

8 3. Consulta e Alteração das Informações da Instituição (apenas usuários Master e Administrador) A. Consulta dos dados da instituição I Para acessar os dados da Instituição, acesse o módulo Atualiza Instituição. II As informações da Instituição (Nome da Instituição, CNPJ, Natureza Econômica, Representante ANBIMA) foram previamente preenchidas pela Supervisão de Negociação de Instrumentos Financeiros de acordo com os dados enviados pela instituição. III O campo Realiza Atividade mostra se a instituição realiza ou não a atividade descrita no campo Tipo de Atividade. Estes dados já foram preenchidos de acordo com o formulário enviado anteriormente pela instituição. B. Alteração de dados da instituição I Para alterar as informações relacionadas à Instituição (Natureza Econômica, Representante ANBIMA, atividades realizadas, responsáveis pelas atividades), acesse o módulo Atualiza Instituição e clique no botão Alterar Dados. II Faça as alterações necessárias e clique no botão Confirmar Dados. Importante: as atividades marcadas com não podem ser alteradas para sim pela instituição através do sistema. Para alterar uma atividade marcada como sim para não, a instituição deverá entrar em contato com a Supervisão de Negociação de Instrumentos Financeiros. Manter atualizados os dados de contato dos responsáveis pelas atividades é de vital importância para a boa comunicação entre a instituição e a Supervisão de Negociação de Instrumentos Financeiros. 4. Editar e Atualizar Operadores da Instituição (apenas usuários Master e Administrador) A. Incluindo um novo operador I Para incluir um novo operador acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Atualiza Operador. II Clique no botão Incluir. III Preencha todos os campos solicitados e clique em Confirmar Dados. 7

9 B. Excluindo um operador I Para excluir um operador acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Atualiza Operador. II Selecione o operador a ser excluído e aguarde carregar a página de dados do operador. III Clique no botão Excluir. IV O sistema apresentará uma mensagem para confirmar a exclusão do operador. Clique em Sim para confirmar a exclusão. Alternativamente, pode-se gerar uma lista de operadores a excluir. I Acesse o Cadastro de Operadores e clique em Atualiza Operador. II Clique no botão Excluir por seleção. III Personalize os critérios de pesquisa e clique em Listar. IV Selecione os operadores listados que deseja excluir e clique em Excluir por seleção. O sistema solicitará uma confirmação; clique em OK para excluir os operadores selecionados, ou Cancelar para mantê-los. C. Atualizando um Operador I Para atualizar um ou mais operador(es) acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Atualiza Operador. II Selecione o operador que deseja atualizar. III Na página de exibição dos dados do operador, clique em Alterar dados caso seja necessário alterar alguma informação. Após editar os campos necessários, clique em Confirmar dados para atualizar o registro do operador. Alternativamente, pode-se gerar uma lista de operadores a atualizar. Não é possível editar os dados dos operadores usando essa função; portanto, certifique-se de que não há mudanças relevantes nos perfis dos operadores ao usá-la. I Acesse o Cadastro de Operadores e selecione o módulo Atualiza Operador. II Clique no botão Atualizar por seleção. 8

10 III Personalize os critérios de pesquisa e clique em Listar. IV Selecione os operadores listados que deseja atualizar e clique em Atualizar por seleção. O sistema solicitará uma confirmação; clique em OK para atualizar os operadores selecionados, ou Cancelar para não atualizá-los. D. Consultando a data de atualização de operadores I Para verificar a data de atualização de um operador, acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Atualiza Operador. II Selecione o operador e aguarde o sistema disponibilizar as informações. Verifique a data de atualização abaixo do nome do operador. III Para verificar a data de atualização de vários operadores simultaneamente acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Atualiza Operador. IV Clique no botão Atualizar por Seleção. V Selecione os critérios de pesquisa e clique no botão Listar. O sistema apresentará o nome, apelido, área de atuação e status dos operadores. No item status, verifique a data de atualização. 5. Consultando o Cadastro de Operadores I Para consultar um operador, inclusive de outras instituições, acesse o Sistema Cadastro de Operadores e clique em Pesquisa Cadastro de Operadores. II Selecione os critérios de pesquisa que desejar e clique no botão Listar. III O sistema apresentará o resultado da pesquisa. IV Clique no item Marcar todas as fichas para expandir as informações de todos os operadores encontrados na pesquisa ou clique no botão i de cor verde para expandir a informação de um operador específico. V Para ocultar novamente as informações desmarque a opção Marcar todas as fichas ou clique no i de cor vermelha em um operador específico. 6. Senha A senha de acesso ao Sistema de Cadastro de Operadores é pessoal e intransferível, ficando sob responsabilidade de cada usuário. 9

11 A ANBIMA enviará uma senha provisória para o Diretor de Compliance da instituição, que ficará com a responsabilidade de gerenciar os acessos ao sistema. A. Esquecimento de Senha I Caso já possua o cadastrado, selecione a Instituição a qual pertence, digite seu cadastrado e depois clique no botão Esqueci minha senha. A senha será enviada para sua caixa de . II Caso não possua o cadastrado, entre em contato com o Compliance de sua instituição. III Caso o Compliance não possua acesso ao sistema de Cadastro, deve entrar em contato a área de Supervisão de Mercado Aberto da ANBIMA. B. Alteração de Senha I O usuário que desejar alterar sua senha deverá acessar o módulo Alterar Senha no Sistema Cadastro de Operadores. É recomendável que o usuário altere a senha original provisória assim que obtiver acesso ao sistema. C. Envio de senha (apenas usuário Master) I Acessar o módulo Usuários. II Clicar no envelope ao lado do do usuário ao qual se deseja enviar a senha. III Alternativamente, o botão Enviar Senha na tela de listagem de usuários encaminha a senha para todos os usuários da instituição. Importante: após criar um novo usuário, o usuário Master da instituição deverá enviar a senha para o mesmo. V. Perguntas e Respostas: 1- Toda a instituição precisa fazer a atualização do cadastro dos operadores? R: O Código de Regulação e Melhores Práticas Negociação de Instrumentos Financeiros estabelece que as instituições participantes do Código devem manter atualizado o seu cadastro de operadores junto à ANBIMA. 2- Quando preciso fazer a atualização dos operadores? 10

12 R: Obrigatoriamente entre os dias 01 e 10 dos meses de janeiro, abril, julho e outubro, informando as alterações ocorridas no último trimestre e/ou confirmando as informações já constantes no cadastro. 3- Fiz a atualização antes do período solicitado, preciso atualizar novamente? R: Sim, o processo deverá ocorrer, no mínimo, entre o dia 01 e o dia 10 dos meses de janeiro, abril, julho e outubro. Demais atualizações são facultativas e não garantem cumprimento ao dispositivo. 4- Sou obrigado e fazer a atualização do operador mesmo que este não tenha tido nenhuma atualização em seu cadastro? R: Sim. 5- Não consigo acessar o sistema, o que devo fazer? R: Verifique se está digitando corretamente o e selecionando sua instituição. No entanto, caso o problema persista, entre em contato com a área de Supervisão de Negociação de Instrumentos da ANBIMA. 6- Quero me cadastrar para acessar o sistema, o que devo fazer? R: Entre em contato com o Compliance de sua instituição e verifique com a pessoa responsável sobre a disponibilização de acesso ao sistema. 7- Quem ficará responsável pelo acesso Master? R: O diretor de Compliance da instituição, previamente cadastrado na área de Supervisão de Negociação de Instrumentos da ANBIMA, receberá a senha de acesso Master, portanto será o responsável por gerenciar o acesso ao sistema. 8- Consigo atualizar vários operadores de uma só vez? R: Sim, de acordo com os passos descritos no item IV.4.C deste Guia. 9- Quero consultar um operador de outra instituição, qual é o procedimento? R: Verifique os passos descritos no item IV.5 deste Guia. 10- Existe algum tipo de penalidade, caso a instituição se esqueça de atualizar operadores Cadastro de seus operadores? R:. Sim, a Instituição Participante está sujeita à penalidade prevista no artigo 55 no caso de atraso e às demais penalidades previstas no capítulo 11

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES 01. Como cadastrar uma... 2 02. Quem é o Responsável Legal de uma... 2 03. Como associar o Responsável Legal a uma... 2 04. Como Desassociar

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E ACESSO AO SISTEMA CANAIS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E ACESSO AO SISTEMA CANAIS PERGUNTAS FREQUENTES Agência Nacional de Vigilância Sanitária CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E ACESSO AO SISTEMA CANAIS PERGUNTAS FREQUENTES Brasília, 27 de setembro de 2011 www.anvisa.gov.br Página 1 de 8 CADASTRO DE INSTITUIÇÕES

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

ACMS ADVENTIST CHURCH MANAGEMENT SYSTEM. Sistema Adventista de Gerenciamento de Igrejas

ACMS ADVENTIST CHURCH MANAGEMENT SYSTEM. Sistema Adventista de Gerenciamento de Igrejas ACMS ADVENTIST CHURCH MANAGEMENT SYSTEM Sistema Adventista de Gerenciamento de Igrejas ACMS ACESSO: www.acmsnet.org Informe seu usuário e senha: Se tiver algum problema com seu acesso, entre em contato

Leia mais

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado 1 [PÚBLICA] Manual Operacional Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet Produto: Consignado ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. Objetivo do Manual... 3 1.2. Público Alvo... 3 1.3. Conteúdo do Manual... 3

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Julho -2012 Conteúdo Sumário... 2... 3 Consultar Registros... 4 Realizar Atendimento... 9 Adicionar Procedimento... 11 Não Atendimento... 15 Novo Atendimento... 16 Relatórios Dados Estatísticos...

Leia mais

E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes

E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes 1. É possível excluir um processo que já foi enviado? Só será possível excluir o processo se o mesmo ainda não tiver sido recebido.

Leia mais

TUTORIAL MRV CORRETOR

TUTORIAL MRV CORRETOR TUTORIAL MRV CORRETOR O MRV Corretor é o sistema de vendas da MRV. Nele é possível realizar cadastro de clientes, efetuar reservas, solicitar análise de crédito e consultar tabelas de vendas. OUTUBRO/2012

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Robótica. Manual de Inscrição. Sistema OLIMPO Instruções

Olimpíada Brasileira de Robótica. Manual de Inscrição. Sistema OLIMPO Instruções Olimpíada Brasileira de Robótica Manual de Inscrição Sistema OLIMPO Instruções Versão 1.1 Abril 2013 OLIMPO Sistema de Gerenciamento de Olimpíadas e Eventos Científicos Olimpíada Brasileira de Robótica

Leia mais

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL.

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL. DÚVIDAS MAIS FREQUENTES - DO CLIENTE 1. Qual o procedimento para se cadastrar na Guia Eletrônica? - Rolar a página e procure pelo item Novo Cliente? - Escolher o perfil: Próprio Interessado: Pessoa Física

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Índice 1) Painel de Imóveis...3 1.1) Filtrar...3 1.2) Incluir Imóvel...3 1.3) Alterar Imóvel...4 1.3.1) Não publicar imóvel no site...4 1.4) Fotos

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

SISTEMA DE PRODUTOS E SERVIÇOS CERTIFICADOS. MÓDULO DO CERTIFICADOR MANUAL DE OPERAÇÃO Versão 2.4.6

SISTEMA DE PRODUTOS E SERVIÇOS CERTIFICADOS. MÓDULO DO CERTIFICADOR MANUAL DE OPERAÇÃO Versão 2.4.6 SISTEMA DE PRODUTOS E SERVIÇOS CERTIFICADOS Versão 2.4.6 Sumário Fluxograma básico do processo de envio de remessa... 5 Criar novo certificado... 6 Aprovar certificado... 16 Preparar e enviar remessa...

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB ( c) 2010 Todos os direitos reservados a ABCG Campo Grande-MS INDICE 1. Introdução ao compras web 05 2. Fluxo do processo de compras web 06 3. Como ingressar

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO MANUAL DO CANDIDATO Para participar do processo de credenciamento, acesse o site do Sebrae/SC em www.sebrae-sc.com.br, clique em Soluções deste Estado e depois clique em Seja consultor e/ou instrutor.

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional Cadastro e Habilitação P á g i n a 2 SUMÁRIO 1 Orientações gerais... 3 1.1 O que são Pessoas Obrigadas?... 4 1.2 O

Leia mais

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP 1. Quem pode obter o acesso ao SEI-MP? O SEI-MP está disponível apenas para usuários e colaboradores internos do MP. Usuários externos não estão autorizados

Leia mais

CADASTRAMENTO ÚNICO VERSÃO 7.3 INCLUSÃO E MANUTENÇÃO DE USUÁRIOS

CADASTRAMENTO ÚNICO VERSÃO 7.3 INCLUSÃO E MANUTENÇÃO DE USUÁRIOS CADASTRAMENTO ÚNICO VERSÃO 7.3 INCLUSÃO E MANUTENÇÃO DE USUÁRIOS Para a prefeitura foi definido dois tipos de usuários: Usuário máster e Usuário Final. O cadastramento para acesso ao CadÚnico V7 é feita

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

Manual Operacional do SISCOAF

Manual Operacional do SISCOAF Manual Operacional do SISCOAF Manual Operacional do SISCOAF Página 2 Conteúdo 1. Acesso ao SISCOAF...3 2. Cadastro de novos comunicantes...4 3. Logon no SISCOAF...6 4. Menu do SISCOAF...8 - Administrar....8

Leia mais

Censo de Capitais Estrangeiros no País

Censo de Capitais Estrangeiros no País Censo de Capitais Estrangeiros no País Guia de Cadastro do Declarante 2 Conteúdo 1 Apresentação... 3 2 Cadastro do declarante... 3 3 Recebimento de e-mail e problemas... 4 4 Recuperação de senha... 5 5

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica

Manual da Nota Fiscal Eletrônica Manual da Nota Fiscal Eletrônica Memory Informática Tabela de Conteúdos Meu Usuário Meu Perfil --------------------------------------------------------- 4 Minha Empresa Configurar Minha Empresa -------------------------------------

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj

WorkFlow WEB Caberj v20150127.docx. Manual Atendimento Caberj Manual Atendimento Caberj ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO.... 3 ATENDIMENTO... 3 FATURAMENTO... 3 ACESSANDO O MEDLINK WEB... 4 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS... 5 CRIANDO UM NOVO USUÁRIO... 5 EDITANDO

Leia mais

Manual Xerox capture EMBRATEL

Manual Xerox capture EMBRATEL Manual Xerox capture EMBRATEL Versão 2 Junho/2011 Tópicos 1) Instalação do Xerox Capture 2) Utilização do Xerox Capture 2.1) Capturar pacotes de imagens pelo scanner 2.2) Importar pacote de imagens a partir

Leia mais

1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro

1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro 1.2. Informações gerais 1.3. Tabela Ação

Leia mais

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Tutorial Ouvidoria Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Como acessar a Ouvidoria? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar

Leia mais

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS Área de Operações Indiretas - AOI SUMÁRIO 1 ENTRADA NO SISTEMA... 1 2 UTILIZAÇÃO DO AUTOSERVIÇO DE TROCA DE SENHAS... 7 3 MODALIDADES

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO SITE Instruções para associados

MANUAL DE ACESSO AO SITE Instruções para associados MANUAL DE ACESSO AO SITE Instruções para associados 03/09/2014 Sindicamp SUPORTE SINDICAMP http://www.sindicamp.org.br 1 SUMÁRIO 1-) SENHA MASTER... 3 2-)CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS... 4 3-) INFORMAÇÕES PARA

Leia mais

WorkFlow WEB Volkswagen v20140826.docx. Manual de Atendimento Volkswagen

WorkFlow WEB Volkswagen v20140826.docx. Manual de Atendimento Volkswagen Manual de Atendimento Volkswagen ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO.... 3 ATENDIMENTO... 3 FATURAMENTO... 3 ACESSANDO O MEDLINK WEB... 4 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS... 5 CRIANDO UM NOVO USUÁRIO...

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Manual Cadastro Completo

Manual Cadastro Completo Manual Cadastro Completo Índice 1. Objetivo... 3 2. O Projeto e-suprir... 3 3. Fluxo do Processo de Cadastro... 3 4. Cadastro Simples... 4 5. Recebendo Usuário e Senha... 7 6. Cadastro Completo... 7 7.

Leia mais

Gerenciamento Do Escritório Virtual Utilizando O Sistema Web Contábil IDEAL. Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil.

Gerenciamento Do Escritório Virtual Utilizando O Sistema Web Contábil IDEAL. Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil. Gerenciamento Do Escritório Virtual Utilizando O Sistema Web Contábil 2010 IDEAL Última Atualização: 01/2010 Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil.com ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO A

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência Sumário ORIENTAÇÕES GERAIS... 3 O que são Pessoas Obrigadas... 4 O que é o SISCOAF... 4 Quem deve

Leia mais

Curso Básico Sistema EMBI

Curso Básico Sistema EMBI Curso Básico Sistema EMBI Módulo Atendentes e Administradores Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste trabalho pode ser reproduzida em qualquer forma por qualquer meio gráfico, eletrônico ou

Leia mais

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio Fundap Fundação do Desenvolvimento Administrativo Programa de Estágio Programa de Estágio Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio Plano de Estágio Julho de 2008 SABE - Sistema

Leia mais

VIA FÁCIL - BOMBEIROS

VIA FÁCIL - BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS VIA FÁCIL - BOMBEIROS MANUAL DO USUÁRIO Versão V1.0 1 Índice A INTRODUÇÃO 4 B USUÁRIO NÃO

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Versão 1.0. Visão Transportador

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Versão 1.0. Visão Transportador MANUAL DE INSTRUÇÕES Versão 1.0 Visão Transportador 2 Sumário Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Acesso... 3 Primeiro acesso... 5 Navegando pelo sistema... 6 Menu Perfil... 7 Dados do Fornecedor...

Leia mais

Sistema de Eventos - Usuário

Sistema de Eventos - Usuário 2013 Sistema de Eventos - Usuário Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 06/06/2013 Sumário 1- Sistema de eventos... 3 1.1 Eventos... 3 1.2 Eventos que participo... 4 1.3 Trabalhos...

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS:

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Caso a empresa já esteja cadastrada no Portal da ANVISA, seguir os passos abaixo. Caso contrário, verificar o Procedimento para Cadastro de Empresas,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Guia de orientações e conceitos para manipulação da plataforma Miraklon. VERSÃO 1.0 12.02.2014. Vigência 12.02.

MANUAL DO USUÁRIO. Guia de orientações e conceitos para manipulação da plataforma Miraklon. VERSÃO 1.0 12.02.2014. Vigência 12.02. MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 12.02.2014 Vigência 12.02.2014 Guia de orientações e conceitos para manipulação da plataforma Miraklon. SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES... 3 1.1 - Dados Gerais... 3 1.2 Formulários...

Leia mais

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço

Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço VALPARAÍSO DE GOIÁS quarta-feira, 28 de outubro de 2014 Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez

Leia mais

Manual Sistema Proac Editais. Dúvidas Frequentes

Manual Sistema Proac Editais. Dúvidas Frequentes Manual Sistema Proac Editais Dúvidas Frequentes Conteúdo 1. Acesso ao sistema... 3 1.1. Como efetuar Login... 3 1.2. Como recuperar a Senha... 3 1.3. Como fazer um Novo Cadastro de Proponente... 4 1.4.

Leia mais

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Gestor de segurança da empresa 1.1. Usuários com e sem vínculos de representação 1.2. O que significa ser gestor de segurança 1.3. Como consultar os dados do gestor

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Programa de Hematologia e Oncologia Pediátricos Diagnóstico Imunomolecular. Manual do sistema (Médico)

Programa de Hematologia e Oncologia Pediátricos Diagnóstico Imunomolecular. Manual do sistema (Médico) Programa de Hematologia e Oncologia Pediátricos Diagnóstico Imunomolecular Manual do sistema (Médico) ÍNDICE 1. O sistema... 1 2. Necessidades técnicas para acesso ao sistema... 1 3. Acessando o sistema...

Leia mais

Sistema de Bilhetagem Eletrônica

Sistema de Bilhetagem Eletrônica GUIA DE REFERÊNCIA SIB Sistema de Bilhetagem Eletrônica Projeto Sistema de Bilhetagem Eletrônica Documento MR (17/Maio/2011) Tabela 1 Histórico das alterações no documento Data Versão Autor Descrição 09/11/2010

Leia mais

Aquisição de Créditos Eletrônicos. lojavirtual@sptrans.com.br

Aquisição de Créditos Eletrônicos. lojavirtual@sptrans.com.br Loja Virtual Aquisição de Créditos Eletrônicos 1 lojavirtual@sptrans.com.br O que é a Loja Virtual Ferramenta que possibilita a aquisição de créditos eletrônicos diretamente pelo site da SPTrans. 2 Quem

Leia mais

American Express @ Work Guia de Primeiros Passos

American Express @ Work Guia de Primeiros Passos American Express @ Work Guia de Primeiros Passos Utilize o American Express @ Work para gerenciar a Conta do Associado e da sua Empresa, realizar manutenções nas Contas, acessar Relatórios de forma rápida,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO Para realizar a inscrição o candidato deve: 1º - Ler o Edital disponível no site do SEBRAE; Passo a passo: Acesse o site: http://www.sebrae.com.br/ Clique naseção SobreoSEBRAE Nabarraesquerdadapágina,cliquenoitem

Leia mais

Pe P d e i d do d o el e et e rôn ô i n co c SI S TE T E A N A BF B A F R A M R A M Manual de Utilização

Pe P d e i d do d o el e et e rôn ô i n co c SI S TE T E A N A BF B A F R A M R A M Manual de Utilização Pedido eletrônico SITE ANBFARMA SITE ANBFARMA Manual de Utilização Tela de Login Link Acesso: http://eanb.anbfarma.com.br/epedido/ Usuário será sempre o CNPJ do cliente sem o MIL contra. A senha será informada

Leia mais

Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos. SBCTrans

Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos. SBCTrans Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos SBCTrans A tecnologia facilitando a vida do cidadão Índice Cadastro e Primeiro Acesso... 05 Acessando o Sistema... 08 Menu de

Leia mais

Manual de Usuário. Sistema de Agendamento de Coleta

Manual de Usuário. Sistema de Agendamento de Coleta Manual de Usuário Sistema de Agendamento de Coleta Apresentação O que é? É um sistema on-line de agendamento de coletas para Nadir / Transportadoras Como funciona? Os usuários(id / NADIR / TRANPORTADORA)

Leia mais

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento SEBRAE-GO 1 Sumário Introdução... 3 1) Acesso ao Sistema... 4 1.1. LOGIN... 4 1.2. ALTERAR SENHA... 7 1.3. RECUPERAR SENHA...

Leia mais

TUTORIAL DO USUÁRIO CRM SOLUTION EM 05/02/2011

TUTORIAL DO USUÁRIO CRM SOLUTION EM 05/02/2011 TUTORIAL DO USUÁRIO CRM SOLUTION EM 05/02/2011 Manual de operação revisão 20110205 Pagina 1/18 Login no Sistema Para poder utilizar o sistema. 1 - Receba com o gestor do sistema o endereço na WEB no qual

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

Roteiro de Acesso ao SIGRH UFG

Roteiro de Acesso ao SIGRH UFG Universidade Federal de Goiás Centro de Recursos Computacionais Roteiro de Acesso ao SIGRH UFG Os sistemas são melhores visualizados utilizando o Mozilla Firefox. Passo 1. Gerando seu Login Único: Acesse

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO Acesse o site www.teubilhete.com.br, selecione a opção Teu Online, e clique no botão, preencha o formulário com os dados de sua empresa. Reúna duas vias impressas do Contrato

Leia mais

SERVIÇOS REQUERIMENTO

SERVIÇOS REQUERIMENTO 1 / 15 todos os direitos reservados. ÍNDICE Introdução... 3 Acesso Restrito... 4 Cadastro... 4 Serviços Requerimento... 6 Certidão Web... 7 Certidão Simplificada... 8 Certidão Específica... 10 Certidão

Leia mais

www. inf.br Outubro/2008 5www.habisp.inf.br TREINAMENTO HABISP VERBA DE ATENDIMENTO

www. inf.br Outubro/2008 5www.habisp.inf.br TREINAMENTO HABISP VERBA DE ATENDIMENTO 5 www. HABISP. inf.br Outubro/2008 TREINAMENTO HABISP MÓDULO VERBA DE ATENDIMENTO 1 INTRODUÇÃO Este documento, tem por finalidade, permitir aos usuários a utilização das ferramentas do HABISP que possibilitam

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO VIA FÁCIL BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

MANUAL DO USUÁRIO VIA FÁCIL BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Serviço de Segurança contra Incêndio MANUAL DO USUÁRIO versão atualizada em novembro de

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV Sistema de de Eletrônica SETRANSP DOTFLEX MANUAL MÓDULO PDV REGIÃO MANUAL METROPOLITANA MÓDULO PESSOA Revisão JURÍDICA 02 / Setembro SBE de 2008 - DOTFLEX Revisão 00 / Março de 2009 MANUAL MÓDULO EMPRESA

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO Este Manual tem por finalidade orientar os procedimentos de preenchimento da Web Guia do CREDENCIADO no atendimento aos beneficiários

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

Passo a Passo: Reiniciar Senha do Contribuinte na Internet

Passo a Passo: Reiniciar Senha do Contribuinte na Internet 1 Passo a Passo: Reiniciar Senha do Contribuinte na Internet A funcionalidade Reiniciar Senha no SIARE/Internet será utilizada pelos usuários que esqueceram sua senha e possuem a Identificação tipo: Inscrição

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE INSERÇÃO PROJETO DE TUTORIA ACADÊMICA

MANUAL PRÁTICO DE INSERÇÃO PROJETO DE TUTORIA ACADÊMICA MANUAL PRÁTICO DE INSERÇÃO PROJETO DE TUTORIA ACADÊMICA 2014 ACESSO AO SISTEMA Após acessar o site da UNIPAR www.unipar.br, deve-se acessar o link Diretorias Ensino Superior, e no campo Programa de Tutoria

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Roraima. AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Roraima. AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos 1 SUMÁRIO 1. Definições 3 1.1 Apresentação 3 1.2 Disposição do Sistema 3 2. Acessando o Sistema 4 2.1 Procedimento para regularizar o primeiro acesso 4 2.2 Procedimento

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO CREDENCIADOS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC MANUAL DO CANDIDATO CREDENCIADOS. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC MANUAL DO CANDIDATO SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC PESSOA JURÍDICA SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC Identificação do Edital Para fazer a inscrição, o candidato (Representante Legada da

Leia mais

Tutorial para cadastro de serviço

Tutorial para cadastro de serviço Tutorial para cadastro de serviço Sumário Introdução...1 Acessar o sistema de edição...2 Criar um serviço...2 Editar serviço já existente...4 Enviar rascunho para revisão...4 Sugerir melhoria...5 Moderar...5

Leia mais

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42 Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4 Passo a passo para visualização de contatos... 5 Passo a passo para filtragem da lista de contatos... 6 Como ordenar a lista de contatos... 7 Como gerar uma

Leia mais

MANUAL DO PROESC EDUCACIONAL

MANUAL DO PROESC EDUCACIONAL Manual do Proesc Educacional 2012 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 APRESENTAÇÃO --------------------------------------------------------------------------------------- 3 1.2 ACESSANDO O SISTEMA -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Para envio de Termos de Contrato, Editais de Licitação e Atos de Pessoal TCM-GO SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA

Para envio de Termos de Contrato, Editais de Licitação e Atos de Pessoal TCM-GO SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA Para envio de Termos de Contrato, Editais de Licitação e Atos de Pessoal TCM-GO SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA :: Acesso Inicial ( p/ acessar o módulo de Envio e Cadastro) Clique no link Portal dos Jurisdicionados,

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

MONTE CARMELO MINAS GERAIS

MONTE CARMELO MINAS GERAIS MONTE CARMELO MINAS GERAIS Manual NFSe - Prestadores e Tomadores de Serviço ÍNDICE Legislação Cadastrando A Senha Eletrônica Acessando O Sistema De Nfs- E Pela Primeira Vez Alterando a senha eletrônica

Leia mais

E&L Compras, Licitações e Contratos. Perguntas Frequentes

E&L Compras, Licitações e Contratos. Perguntas Frequentes E&L Compras, Licitações e Contratos Perguntas Frequentes 1. Como consolidar itens na pesquisa de preço ou licitação? Os itens deveram ter o mesmo código, unidade e descrição. 2. É possível reutilizar os

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO AGENTE DE ORIENTAÇÃO EMPRESARIAL

MANUAL DO CANDIDATO AGENTE DE ORIENTAÇÃO EMPRESARIAL MANUAL DO CANDIDATO AGENTE DE ORIENTAÇÃO EMPRESARIAL Ficha Técnica Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões Diretor-Presidente Luiz Barretto Diretor de Administração e Finanças José

Leia mais

Cadastro de Corretores Manual do Usuário

Cadastro de Corretores Manual do Usuário susep 2012 Cadastro de Corretores SUSEP - CGETI - COSIM Fevereiro/2012 Conteúdo Apresentação...3 Mapa do Sistema de Cadastro de Corretores...4 Padrões...5 Acesso ao Sistema...6 Menu Principal...6 Informações

Leia mais

SIGECORS. Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais

SIGECORS. Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais SIGECORS Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais Outubro 2008 Índice 1. Registrando Usuários 2. Acesso ao Sistema 3. Logar no Sistema 4. Esquecimento de Senha 5. Alteração de Senha 6.

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

COMO SOLICITAR O CADASTRO DE UM ITEM SSA Central de Cadastro

COMO SOLICITAR O CADASTRO DE UM ITEM SSA Central de Cadastro COMO SOLICITAR O CADASTRO DE UM ITEM SSA Central de Cadastro Índice 1. Fluxo de Solicitação 2. Acesso ao Aplicativo 3. Alteração de Senha 4. Opções do Menu 5. Pesquisar um item já existente 6. Como criar

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

PRODAV 05/2014 Passo a passo para inscrição do projeto

PRODAV 05/2014 Passo a passo para inscrição do projeto PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 05/2014 Para se inscrever na CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 05/2014, clique em http://ancine.brde.com.br/ancine/login.asp ou através do

Leia mais

MANUAL PARA CADASTRO E ACESSO

MANUAL PARA CADASTRO E ACESSO MANUAL PARA CADASTRO E ACESSO AO SISTEMA BOLETO - PESSOA JURÍDICA - DEZEMBRO 2009 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 3 2. CADASTRO 3 3. VINCULAR ENTIDADE 6 4. ACESSO ÀS FUNCIONALIDADES DO SISTEMA 9 4.1. NADA CONSTA

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Módulo Consulta de Contribuinte Internet

Módulo Consulta de Contribuinte Internet SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA Módulo Consulta de Contribuinte Internet ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO GERAL... 3 2 INTRODUÇÃO AO MÓDULO CONSULTA DE CONTRIBUINTE... 3 2.1 SEGURANÇA... 3 2.2 BOTÕES...

Leia mais