Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira"

Transcrição

1 24/08/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente 2015 Etec Profª Ermelind Ginnini Teixeir Código: 187 Município: Sntn de Prníb Eixo Tecnológico: Informção e Comunicção Hbilitção Profissionl: 2º TÉCNICO INFORMÁTICA Qulificção: Componente Curriculr: Empreendedorismo e Inovção Módulo: 2º C.H. Semnl: 2.5 Professor(es): Luiz Fernndo Rodrigues d Silv I Atribuições e tividdes profissionis reltivs à qulificção ou à hbilitção profissionl, que justificm o desenvolvimento ds competêncis prevists nesse componente curriculr. Plnejr e vlir possibiliddes de sucesso de um empreendimento; Identificr e incentivr titudes empreendedors n equipe de trblho; Detectr oportuniddes e gerencir o processo de inovção; Plnejr e vlir possibiliddes de sucesso de um empreendimento; Identificr oportuniddes e meçs pr empreendimentos; Definir estrtégis empresriis com visão empreendedor. Centro Pul Souz CETEC Grupo de Supervisão Educcionl / Gestão Pedgógic /8

2 24/08/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec II Competêncis, Hbiliddes e Bses Tecnológics do Componente Curriculr Tods s Competêncis, Hbiliddes e Bses Tecnológics prevists no Plno de Curso pr este Componente Curriculr deverão ser lnçds nos cmpos bixo) Componente Curriculr: Empreendedorismo e Inovção Série: 2º Módulo Nº Competêncis Nº Hbiliddes Nº Bses Tecnológics 1 Anlisr o contexto socioeconômico e político tendo em vist prátic empreendedor. 2 Desenvolver e/ou fortlecer utoestim positiv, que fvoreç escolhs profissionis significtivs. 3 Anlisr tendêncis e oportuniddes pr crição e bertur de um negócio com sustentbilidde. 4 Executr o plnejmento, monitormento e vlição de projetos no âmbito dos negócios do empreendimento. 5 Interpretr o processo de inovção, su orgnizção e gerencimento. 6 Correlcionr s principis estrtégis competitivs com gestão do negócio. 1.1 Identificr os conceitos de empreendedorismo e visão empreendedor. 1.2 Interpretr s vriáveis socioeconômics e polítics do mercdo. 1.3 Detectr oportuniddes de negócios e desenvolver empregbilidde. 1.4 Aplicr os princípios de empreendedorismo e intrempreendedorismo. 2.1 Identificr competêncis pessois e profissionis. 2.2 Empreender utoestim positiv por meio do utoconhecimento e desenvolvimento de competêncis que fvoreçm escolhs profissionis critivs e motivdors. 2.3 Aplicr métodos de gerção de novs ideis. 3.1 Investigr s tendêncis de mercdo e identificr oportuniddes pr novos projetos/negócios. 3.2 Identificr os ftores contextuis e os estágios chves do processo que influencim crição de um novo negócio Conceito sobre empreendedorismo e visão empreendedor: definição ds principis crcterístics empreendedors; diferençs entre empreendedorismo corportivo e empreendedorismo de strt up Empregbilidde: conceito, evolução históric, forms de trblho, o desenvolvimento d vntgem competitiv no mercdo; critividde: o processo critivo,prdigms bloqueios mentis): o fontes de novs ideis; o métodos de gerção de novs ideis; (brinstorming, grupos de discussão, questionários etc.); o vlição ds ideis (2) Visão de oportunidde: diferencir ideis de oportuniddes, como vlir um oportunidde, tendênci de mercdo: plnejmento e bertur de empres: o definição do negócio, produto e mercdo; o busc de ssessoris pr bertur do negócio; o constituição de empress; o empreendedor Individul; o possibiliddes e fronteirs do desenvolvimento sustentável; o gestão mbientl ns empress produtors de bens e serviços: controle de inspeção, medição e ensio 3.3 Aplicr legislção mbientl ns ções de gestão empresril. 3.4 Reconhecer áres fronteirs de desenvolvimento sustentável. 4 Plno de Negócio: definição sobre o que é um plno de negócio e su utilidde; elborção de um plno de negócio: definição de missão, visão, estrtégi; gerencindo equipe, produção e finnçs 3.5 Elborr plno de gestão mbientl. 4.1 Articulr e desenvolver o plno de negócio. 4.2 Visulizr os processos de gerencimento de recursos e competêncis. 4.3 Identificr possibiliddes pr quisição de recursos finnceiros e finncimentos. 5.1 Distinguir s diferentes tipologis e clssificções d inovção. 5 6 Conceito de inovção e su importânci pr o negócio: descrição ds diferentes tipologis e clssificções de inovção; estruturção e plnejmento de um processo inovção; gestão inovdor: conceito, etps de um processo de inovção, mbiente inovdor, modelos mentis e tomds de decisão; inovção pr sustentbilidde. Inovção e competitividde: competitividde e gestão empresril; estrtégis competitivs 5.2 Anlisr de mneir crític o processo de inovção, reconhecendo importânci de su gestão. 5.3 Aplicr ferrments, técnics e mecnismos pr o processo de inovção. 5.4 Dignosticr como os diferentes tipos de inovção podem contribuir pr sustentbilidde. 5.5 Orgnizr e gerencir o processo de inovção. 5.6 Diferencir empreendedorismo, inovção e critividde. 6.1 Identificr s principis teoris e modelos em estrtégis competitivs e gestão ds 2/8

3 24/08/2015 Coorden empress. 6.2 Selecionr e plicr um modelo de gestão que fvoreç competitividde do negócio. Centro Pul Souz CETEC Grupo de Supervisão Educcionl / Gestão Pedgógic /8

4 24/08/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec III Procedimento Didático e Cronogrm de Desenvolvimento Componente Curriculr: Empreendedorismo e Inovção Série: 2º Módulo SELECT * FROM `ptd_proced` WHERE `id_curso` = '55' AND `id_disc` = '152' Hbilidde Bses Tecnológics Procedimentos Didáticos Cronogrm Conceito sobre empreendedorismo e visão empreendedor: definição ds principis crcterístics empreendedors; diferençs entre empreendedorismo corportivo e empreendedorismo de strt up Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. Dinâmic de grupo. Atividdes individuis e em ) 27/07/ /08/ Conceito sobre empreendedorismo e visão empreendedor: definição ds principis crcterístics empreendedors; diferençs entre empreendedorismo corportivo e empreendedorismo de strt up Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. Dinâmic de grupo. Atividdes individuis e em ) 27/07/ /08/ Conceito sobre empreendedorismo e visão empreendedor: definição ds principis crcterístics empreendedors; diferençs entre empreendedorismo corportivo e empreendedorismo de strt up Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. Dinâmic de grupo. Atividdes individuis e em ) 27/07/ /08/ Conceito sobre empreendedorismo e visão empreendedor: definição ds principis crcterístics empreendedors; diferençs entre empreendedorismo corportivo e empreendedorismo de strt up Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. Dinâmic de grupo. Atividdes individuis e em ) 27/07/ /08/ Empregbilidde: conceito, evolução históric, forms de trblho, o desenvolvimento d vntgem competitiv no mercdo; critividde: o processo critivo,prdigms bloqueios mentis): o fontes de novs ideis; o métodos de gerção de novs ideis; (brinstorming, grupos de discussão, questionários etc.); o vlição ds ideis (2) Aul teóric com uso de mteril de poio, com solução de dúvids e exposição de csos práticos. cso. Exercícios individuis e 17/08/ /08/ Empregbilidde: conceito, evolução históric, forms de trblho, o desenvolvimento d vntgem competitiv no mercdo; critividde: o processo critivo,prdigms bloqueios mentis): o fontes de novs ideis; o métodos de gerção de novs ideis; (brinstorming, grupos de discussão, questionários etc.); o vlição ds ideis (2) Aul teóric com uso de mteril de poio, com solução de dúvids e exposição de csos práticos. cso. Exercícios individuis e 17/08/ /08/ Empregbilidde: conceito, evolução históric, forms de trblho, o desenvolvimento d vntgem competitiv no mercdo; critividde: o processo critivo,prdigms bloqueios mentis): o fontes de novs ideis; o métodos de gerção de novs ideis; (brinstorming, grupos de discussão, questionários etc.); o vlição ds ideis (2) Aul teóric com uso de mteril de poio, com solução de dúvids e exposição de csos práticos. cso. Exercícios individuis e 17/08/ /08/ Plno de Negócio: definição sobre o que é um plno de negócio e su utilidde; elborção de um plno de negócio: definição de missão, visão, estrtégi; gerencindo equipe, produção e finnçs Aul expositiv com presentção e debte sobre os tems em sl de ul. Exercícios individuis. cso. 28/09/ /10/ Plno de Negócio: definição sobre o que é um plno de negócio e su utilidde; elborção de um plno de negócio: definição de missão, visão, estrtégi; gerencindo equipe, produção e finnçs Aul expositiv com presentção e debte sobre os tems em sl de ul. Exercícios individuis. cso. 28/09/ /10/ Plno de Negócio: definição sobre o que é um plno de negócio e su utilidde; elborção de um plno de negócio: definição de missão, visão, estrtégi; gerencindo equipe, produção e finnçs Aul expositiv com presentção e debte sobre os tems em sl de ul. Exercícios individuis. cso. 28/09/ /10/ Conceito de inovção e su importânci pr o negócio: descrição ds diferentes tipologis e clssificções de inovção; estruturção e plnejmento de um processo inovção; gestão inovdor: conceito, etps de um processo de inovção, mbiente inovdor, modelos mentis e tomds de decisão; inovção pr sustentbilidde. Aul expositiv e pesquis com desenvolvimento de trblho em equipes. Atividdes individuis e 19/10/ Conceito de inovção e su importânci pr o negócio: descrição ds diferentes tipologis e clssificções de inovção; estruturção e plnejmento de um processo inovção; gestão Aul expositiv e pesquis com desenvolvimento de trblho em 19/10/ /8

5 24/08/2015 Coorden 5.2 inovdor: conceito, etps de um processo de inovção, mbiente inovdor, modelos mentis e tomds de decisão; inovção pr sustentbilidde. equipes. Atividdes individuis e Conceito de inovção e su importânci pr o negócio: descrição ds diferentes tipologis e clssificções de inovção; estruturção e plnejmento de um processo inovção; gestão inovdor: conceito, etps de um processo de inovção, mbiente inovdor, modelos mentis e tomds de decisão; inovção pr sustentbilidde. Aul expositiv e pesquis com desenvolvimento de trblho em equipes. Atividdes individuis e 19/10/ Conceito de inovção e su importânci pr o negócio: descrição ds diferentes tipologis e clssificções de inovção; estruturção e plnejmento de um processo inovção; gestão inovdor: conceito, etps de um processo de inovção, mbiente inovdor, modelos mentis e tomds de decisão; inovção pr sustentbilidde. Aul expositiv e pesquis com desenvolvimento de trblho em equipes. Atividdes individuis e 19/10/ Conceito de inovção e su importânci pr o negócio: descrição ds diferentes tipologis e clssificções de inovção; estruturção e plnejmento de um processo inovção; gestão inovdor: conceito, etps de um processo de inovção, mbiente inovdor, modelos mentis e tomds de decisão; inovção pr sustentbilidde. Aul expositiv e pesquis com desenvolvimento de trblho em equipes. Atividdes individuis e 19/10/ Inovção e competitividde: competitividde e gestão empresril; estrtégis competitivs Inovção e competitividde: competitividde e gestão empresril; estrtégis competitivs Aul expositiv e dilogd. cso. Sondgem do Conhecimento Finl. Avlições individuis e em grupos. Aul expositiv e dilogd. cso. Sondgem do Conhecimento Finl. Avlições individuis e em grupos. 16/11/ /12/ /11/ /12/ Visão de oportunidde: diferencir ideis de oportuniddes, como vlir um oportunidde, tendênci de mercdo: plnejmento e bertur de empres: o definição do negócio, produto e mercdo; o busc de ssessoris pr bertur do negócio; o constituição de empress; o empreendedor Individul; o possibiliddes e fronteirs do desenvolvimento sustentável; o gestão mbientl ns empress produtors de bens e serviços: controle de inspeção, medição e ensio Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. cso. Atividdes individuis e em Visão de oportunidde: diferencir ideis de oportuniddes, como vlir um oportunidde, tendênci de mercdo: plnejmento e bertur de empres: o definição do negócio, produto e mercdo; o busc de ssessoris pr bertur do negócio; o constituição de empress; o empreendedor Individul; o possibiliddes e fronteirs do desenvolvimento sustentável; o gestão mbientl ns empress produtors de bens e serviços: controle de inspeção, medição e ensio Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. cso. Atividdes individuis e em Visão de oportunidde: diferencir ideis de oportuniddes, como vlir um oportunidde, tendênci de mercdo: plnejmento e bertur de empres: o definição do negócio, produto e mercdo; o busc de ssessoris pr bertur do negócio; o constituição de empress; o empreendedor Individul; o possibiliddes e fronteirs do desenvolvimento sustentável; o gestão mbientl ns empress produtors de bens e serviços: controle de inspeção, medição e ensio Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. cso. Atividdes individuis e em Visão de oportunidde: diferencir ideis de oportuniddes, como vlir um oportunidde, tendênci de mercdo: plnejmento e bertur de empres: o definição do negócio, produto e mercdo; o busc de ssessoris pr bertur do negócio; o constituição de empress; o empreendedor Individul; o possibiliddes e fronteirs do desenvolvimento sustentável; o gestão mbientl ns empress produtors de bens e serviços: controle de inspeção, medição e ensio Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. cso. Atividdes individuis e em Visão de oportunidde: diferencir ideis de oportuniddes, como vlir um oportunidde, tendênci de mercdo: plnejmento e bertur de empres: o definição do negócio, produto e mercdo; o busc de ssessoris pr bertur do negócio; o constituição de empress; o empreendedor Individul; o possibiliddes e fronteirs do desenvolvimento sustentável; o gestão mbientl ns empress produtors de bens e serviços: controle de inspeção, medição e ensio Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. cso. Atividdes individuis e em Centro Pul Souz CETEC Grupo de Supervisão Educcionl / Gestão Pedgógic /8

6 24/08/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec IV Procedimentos de Avlição Componente Curriculr: Empreendedorismo e Inovção Série: 2º Módulo Competênci Indicdores de Domínio Instrumento(s) e Procedimentos de Avlição Critérios de Desempenho Evidêncis de Desempenho Anlisr o contexto socioeconômico e político tendo em vist prátic empreendedor. Aul expositiv e dilogd. Aul teóric com plicção de tividdes prátics pr fixção do conteúdo. cso. Atividdes individuis e Avlição escrit individul; cso; Observção diret. Assimilção do conteúdo.interesse Clrez de ideis. Identificr oportuniddes de negócios e desenvolver visão empreendedor. Desenvolver e/ou fortlecer utoestim positiv, que fvoreç escolhs profissionis significtivs. Identificr competêncis pessois e profissionis. Avlição escrit individul; cso; Observção diret. Objetividde Assimilção do conteúdo. Coesão. Execução ds tividdes. Sber tomr decisões e fzer melhor escolh profissionl com bse no empreendedorismo. Anlisr tendêncis e oportuniddes pr crição e bertur de um negócio com sustentbilidde. Investigr s tendêncis de mercdo e identificr oportuniddes pr Novos projetos/negócios. Avlição escrit individul; cso; Observção diret; Seminários. Assimilção do conteúdo. Coesão. Execução ds tividdes. Clrez ds ideis. Sber identificr s tendêncis e oportuniddes de negócios empreendedores dentro de um desenvolvimento sustentável. Executr o plnejmento, monitormento e vlição de projetos no âmbito dos negócios do empreendimento. Articulr e desenvolver o plno de negócio. Avlição escrit individul; cso; Observção diret. Assimilção do conteúdo. Objetividde. Execução ds tividdes. Coesão. Clrez ds ideis. Desenvolver um plno de negócio pr o empreendimento de cordo com os recursos finnceiros disponíveis e possíveis finncimentos. Interpretr o processo de inovção, su orgnizção e gerencimento. Distinguir s diferentes tipologis e clssificções d inovção. Avlição escrit individul; cso; Observção diret. Assimilção do conteúdo. Execução ds tividdes. Coesão Clrez ds ideis. Sber identificr o processo de inovção plicndo novs ferrments e técnics pr o processo contribuindo pr critividde, Desenvolvimento e crescimento do empreendimento. Correlcionr s principis estrtégis competitivs com gestão do negócio. Identificr s principis teoris e modelos em estrtégis competitivs e gestão ds empress. Avlição escrit individul; cso; Observção diret. Objetividde Clrez ds ideis. Coesão. Assimilção do conteúdo trvés d vlição escrit. Ser cpz de identificr oportuniddes competitivs dentro d gestão de negócio Centro Pul Souz CETEC Grupo de Supervisão Educcionl / Gestão Pedgógic /8

7 24/08/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Componente Curriculr: Empreendedorismo e Inovção Série: 2º Módulo V Mteril de Apoio Didático pr Aluno (inclusive bibliogrfi) Envio prévio de mteriis serem utilizdos em ul (postil, trnsprênci, exercícios, etc) Brduchi, An Lúci Jnkovic. Desenvolvimento Pessol e Profissionl. São Pulo: Person Prentice Hll, Mximino, Antonio Cesr Amru. Teori gerl d dministrção: d revolução urbn à revolução digitl, Antonio Cesr Amru Mximino. 6ª edição. São Pulo: Atls, VI Estrtégis de Recuperção Contínu (pr lunos com bixo rendimento/dificulddes de prendizgem) A menção deverá expressr evolução e o proveitmento do luno em competêncis, hbiliddes e titudes; Os lunos que presentrem dificulddes receberão orientções individulizds do professor do componente curriculr com vist esclrecer sus dúvids; É importnte ressltr que este plno de trblho poderá sofrer lterções durnte o período letivo. VII Identificção: Professor(es): Luiz Fernndo Rodrigues d Silv e Luiz Fernndo Rodrigues d Silv Assintur(s): dt VIII Precer do Coordendor de Curso: PTD comptível com o Plno de Curso, às norms do CETEPS, ás orientções dest Coordenção e coerente com propost pedgógic d Escol. Nome do coordendor(): Mri Angel Teodoro Assintur: dt Centro Pul Souz CETEC Grupo de Supervisão Educcionl / Gestão Pedgógic /8

8 24/08/2015 Coorden 8/8

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Coorden http://www.etecermelind.com.br/etec/sis/ptd_tec_6.php 1 de 5 18/09/2015 13:29 Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira 04/09/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente 2015 Etec Profª Ermelind Ginnini Teixeir Código: 187 Município: Sntn

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira 04/09/2015 Coorden Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente 2015 Etec Profª Ermelind Ginnini Teixeir Código: 187 Município: Sntn

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plno de Trblho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Hbilitção Profissionl:Técnic de Nível Médio de TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente 2015 Etec Profª Ermelind Ginnini Teixeir Código: 187 Município: Sntn de Prníb Eixo Tecnológico: Informção e Comunicção Hbilitção

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: FÍSICA

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: MATEMÁTICA

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: Professor Mário Antônio Verz Código: 164 Município: Plmitl Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Técnico em Contbilidde Qulificção:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: MATEMÁTICA

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Administrção Centrl Unidde de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plno de Trblho Docente 2014 Etec: Pulino Botelho Ensino Técnico Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Hbilitção

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2015. Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2015. Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Coorden http://www.etecermelind.com.br/etec/sis/ptd_tec_6.php 1 de 5 18/09/2015 12:45 Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar Administrativo

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar Administrativo Plno de Trblho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Professor Mssuyuki Kwno Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Administrção Qulificção: Auxilir Administrtivo

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Administrção Centrl Plno de Trblho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente, Súde e Segurnç. Hbilitção Profissionl: TÉCNICO DE ENFERMAGEM

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Administrção Centrl Unidde de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plno de Trblho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente, Súde e Segurnç.

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Técnic de nível médio de Auxilir de Contbilidde

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Sntn de Prníb Áre de Conhecimento: : Proteção e Prevenção Componente Curriculr: LNR Legislção e Norms Regulmentodors

Leia mais

Dados de Identificação

Dados de Identificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Ddos de Identificção PLANO DE ENSINO Cmpus: Jgurão Curso: Letrs Português Componente Curriculr: JLEAD011 - Prátic

Leia mais

PLANO DE AÇÃO NEAD - ANO LETIVO 2014

PLANO DE AÇÃO NEAD - ANO LETIVO 2014 PLANO DE AÇÃO NEAD - ANO LETIVO 2014 APRENTAÇÃO: O NEAD, por meio de sus Coordenções de Cursos, Pedgógics de Tutori e de Polo é um unidde de gestão, com competênci pr executr s polítics e diretrizes d

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curriculr: SOCIOLOGIA Série:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: FÍSICA

Leia mais

Curso Profissional de Técnico de Turismo

Curso Profissional de Técnico de Turismo Curso Profissionl de Técnico de Turismo Plnificção de Operções Técnics de Empress Turístics (OTET) 1º Ano (10º Ano) Ano Letivo 2014/2015 Nº de Auls (45m ) 1º Período 2ºPeríodo 3ºPeríodo Totl Prevists 54

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: MATEMÁTICA

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: FÍSICA

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Engenhri de Controle e Automção Período/Módulo: 3 o Período Disciplin/Unidde Curriculr: Cálculo III

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curriculr: FILOSOFIA Série:

Leia mais

Laboratório de avaliação de experiências de Responsabilidade Sócio-ambiental Prof. Dra. Rosana Boullosa Setembro/Dezembro 2008

Laboratório de avaliação de experiências de Responsabilidade Sócio-ambiental Prof. Dra. Rosana Boullosa Setembro/Dezembro 2008 Universidde Federl D Bhi/UFBA Centro Interdisciplinr de Desenvolvimento e Gestão Socil/CIAGS Progrm de Cpcitção em Gestão d Responsbilidde Socil Empresril e Desenvolvimento PETROBRAS Universidde Corportiv

Leia mais

O Plano de Teste Consolidando requisitos do MPT- Nível 1

O Plano de Teste Consolidando requisitos do MPT- Nível 1 O Plno de Teste Consolidndo requisitos do MPT- Nível 1 Elizbeth Mocny ECO Sistems Agend Plno de Teste d ECO Sistems Nível 1- Áres de Processos- Prátics Específics e Genérics Ciclo de Vid do Projeto de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plno de Trblho Docente 2017 Ensino Técnico Plno de Curso nº160 provdo pel portri Cetec nº 138 de 04/10/2012 EtecSylvio de Mttos Crvlho Código: 103 Município: Mtão Eixo Tecnológico: Informção e Comunicção

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY IDENTIFICAÇÃO Curso: Engenhri Químic PLANO DE ENSINO Período/Módulo: 6 o Período Disciplin/Unidde Curriculr: Cálculo Numérico Código: CE259

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turm K) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Celso Mnuel

Leia mais

EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS

EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS EDITAL 001/2017 SELEÇÃO DE BOLSISTAS O coordendor dos projetos de pesquis e desenvolvimento institucionl nº 034280, 042571, 042576, torn públic bertur de inscrições pr seleção de lunos dos cursos de grdução

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FAFE Escola Secundária de Fafe. Plano de Melhoria

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FAFE Escola Secundária de Fafe. Plano de Melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FAFE Escol Secundári de Ffe Plno de Melhori Avlição Extern ds Escols IGEC Inspeção-Gerl d Educção e Ciênci 7 e 8 de mio de 2012 Introdução O Plno de Melhori que se present result

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic, Automção e Comndo Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO NÃO FINALIZADO Ddos de Identificção Component e Curriculr:

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO SANCHES. Construir uma Escola de Qualidade Ser uma Escola para a Cidadania

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO SANCHES. Construir uma Escola de Qualidade Ser uma Escola para a Cidadania Construir um Escol de Qulidde Ser um Escol pr Ciddni AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO SANCHES CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 Construir um Escol de Qulidde Ser um Escol

Leia mais

METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO IFMG CAMPUS OURO PRETO

METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO IFMG CAMPUS OURO PRETO METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO IFMG CAMPUS OURO PRETO Objetivo gerl Dr continuidde o processo de plnejmento do IFMG Cmpus Ouro Preto. Objetivos específicos Apresentr o processo

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL PROFIJ II T2 Ano letivo 2015 / 2016

PLANIFICAÇÃO ANUAL PROFIJ II T2 Ano letivo 2015 / 2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL PROFIJ II T2 Ano letivo 2015 / 2016 CURSO: Instlção e Operção de Sistems Informáticos ANO: 1.º DISCIPLINA: MATEMÁTICA APLICADA DOCENTE: MARTA OLIVEIRA COMPETÊNCIAS Desenvolver: O gosto

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic, Automção e Computdores Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic, Automção e Comndo Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (11º Ano Turma N)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (11º Ano Turma N) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (11º Ano Turm N) PLANIFICAÇÃO ANUAL Director do Curso Teres Sous Docente Sndr Teixeir

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA Editl PPGEA 04/2016: http://portl.ufgd.edu.br/pos-grduco/mestrdo-engenhrigricol 1.1 Conttos: Horário de tendimento d secretri: d 8 s 11 h e ds 13 s 16 h;

Leia mais

Plano de Gestão 2012-2015

Plano de Gestão 2012-2015 Plno de Gestão 202-205 - Cmpus UFV - Florestl - Grdução Missão: Promover polítics de incentivo à pesquis, pós-grdução, inicição científic e cpcitção de recursos humnos, objetivndo excelênci do Cmpus Florestl

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA CRONOGRAMA DA DISCIPLINA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA CRONOGRAMA DA DISCIPLINA CURSO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM DE RIBEIRÃO PRETO ENFERMAGEM GERAL E ESPECIALIZADA CRONOGRAMA DA DISCIPLINA - 2016 BACHARELADO EM ENFERMAGEM ( ) BACHARELADO E LICENCIATURA EM ENFERMAGEM

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL SUPLEMENTAR Nº. 01/2018 DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS (PPGA) - REFERENTE AO EDITAL 38/PROPP DE 20 DE DEZEMBRO DE 2017 1.1 INFORMAÇÕES E CONTATOS https://www.ufgd.edu.br/pos-grduco/mestrdo-ciencis-tecnologi-limentos

Leia mais

CONHECIMENTOS A ADQUIRIR (7º ANO)

CONHECIMENTOS A ADQUIRIR (7º ANO) Orientções curriculres - Geogrfi (3º ciclo) DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS FINAL DO CICLO DOMÍNIO COGNITIVO - 80% (7º ANO) Mets Curriculres 3º Ciclo EB (8º ANO) (9º ANO) A Loclizção O conhecimen to dos

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Prof. Antonino Giuseppe Spllett Coordenção Gerl de Estágio Prof. Izequiel Sntos de Arújo Coordendor de Estágio Cmpins, 2017 SUMÁRIO 1.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL MISSÃO DO CURSO O Curso Superior de Tecnologi em Automção Industril do Centro Universitário Estácio Rdil de São Pulo tem

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Anadia INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE CICLO MATEMÁTICA PROVA º CICLO DO ENSINO BÁSICO. 1. Introdução

Agrupamento de Escolas de Anadia INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE CICLO MATEMÁTICA PROVA º CICLO DO ENSINO BÁSICO. 1. Introdução Agrupmento de Escols de Andi INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE CICLO MATEMÁTICA PROVA 52 2015 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1. Introdução O presente documento vis divulgr s crcterístics d prov finl do 2.º ciclo do

Leia mais

Calendário Escolar Ano Letivo 2016/2017

Calendário Escolar Ano Letivo 2016/2017 Clendário Escolr Ano Letivo 2016/2017 1.º Período 05/09/16 9:30h Conselho Pedgógico Reunião com Coordendores de Escol 09:30h Sessão de Formção - Inteligênci Emocionl/A importânci do Professor Prceri com

Leia mais

SEJA BEM-VINDO! Envio de boletos. Comunicados

SEJA BEM-VINDO! Envio de boletos. Comunicados SEJA BEM-VINDO! Há 18 nos o SJT tem como principl objetivo conduzi-lo() à provção ns melhores Instituições de Ensino Médico do Brsil. Mis do que prepr-lo(), noss missão é promover su relizção profissionl.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Ddos de Identificção Component e Curriculr: SB08-FORMAÇÃO DOS

Leia mais

"Sistema de Incentivos às Empresas" Concursos abertos COMPETE/POFC

Sistema de Incentivos às Empresas Concursos abertos COMPETE/POFC "Sistem de Incentivos às Empress" Concursos bertos COMPETE/POFC Cndidturs Objetivos Destintários Despess Elegíveis Incentivos Txs Fse I 12 de outubro 15 de O SI I&DT tem como objetivo intensificr o esforço

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Engenhri de Produção Período/Módulo: 6º Período Disciplin/Unidde Curriculr: Simulção de Sistems de Produção

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curriculr: EDUCAÇÃO E CIDADANIA

Leia mais

EDITAL Nº 02/PPG EM BIOTECNOLOGIA E BIODIVERSIDADE DE 21 DE DEZEMBRO DE 2017

EDITAL Nº 02/PPG EM BIOTECNOLOGIA E BIODIVERSIDADE DE 21 DE DEZEMBRO DE 2017 EDITAL Nº 02/PPG EM BIOTECNOLOGIA E BIODIVERSIDADE DE 21 DE DEZEMBRO DE 2017 EDITAL SUPLEMENTAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA E BIODIVERSIDADE (PPG BB) - EDITAL 38/PROPP DE 21 DE DEZEMBRO

Leia mais

Oferta n.º Praça do Doutor José Vieira de Carvalho Maia Tel Fax

Oferta n.º Praça do Doutor José Vieira de Carvalho Maia Tel Fax Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Expressão Musicl Ofert n.º 3237

Leia mais

Oportunidade de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV

Oportunidade de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV Oportunidde de Negócio: OFICINA DE CONVERSÃO - GNV Mio/2007 1 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FICHA BÁSICA SEGMENTO: Prestção de Serviço Conversão de motores utomotivos (GNV) DESCRIÇÃO: Oficin pr montgem de Kit

Leia mais

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia.

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividde Físic e Desportiv Ofert n.º 1257 A Câmr Municipl Mi

Leia mais

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol o Meio Oferts n.º

Leia mais

UNIDADES DE ESTUDO 1ª ETAPA

UNIDADES DE ESTUDO 1ª ETAPA UNIDADES DE ESTUDO 1ª ETAPA - 2016 8º ANO - EF II Bst que sejis jovens pr que eu vos me profundmente Dom Bosco. 0 1) Divisão d etp e dts ds vlições Avlições 1ª Etp 68 dis Intermediári 01/04 Finl 2ª chmd

Leia mais

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brasil. CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brasília DF

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brasil. CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brasília DF ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brsil CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brsíli DF Ferrments e Metodologis d OIT pr Promover Investimentos Públicos

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic, Automção e Computdores Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors

Leia mais

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná ESMAFE/PR Escol d Mgistrtur Federl do Prná Curso Regulr Preprtório pr Crreir d Mgistrtur Federl com opção de Pós-Grdução ltu sensu em Direito Público em prceri com UniBrsil - Fculddes Integrds do Brsil

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE PEDAGOGIA Calendário Acadêmico 1º Semestre 2016

COLEGIADO DO CURSO DE PEDAGOGIA Calendário Acadêmico 1º Semestre 2016 COLEGIADO DO CURSO DE PEDAGOGIA Clendário Acdêmico 1º Semestre 2016 DEZEMBRO / 20 14 21ª segund qurt Período de inscrição à colção de gru pelos prováveis formndos do 2º período letivo de 20, ns Uniddes

Leia mais

Revisão e Atualização das Políticas de Salvaguardas Ambientais e Sociais do Banco Mundial. Consulta sobre a 2ª Minuta Brasília, 1-2 de março de 2016

Revisão e Atualização das Políticas de Salvaguardas Ambientais e Sociais do Banco Mundial. Consulta sobre a 2ª Minuta Brasília, 1-2 de março de 2016 Revisão e Atulizção ds Polítics de Slvgurds Ambientis e Sociis do Bnco Mundil Consult sobre 2ª Minut Brsíli, 1-2 de mrço de 2016 Estudo de Cso Projeto de Desenvolvimento Regionl Objetivos do Projeto Melhorr

Leia mais

O Jogo e as Histórias Musicadas

O Jogo e as Histórias Musicadas Tem Vocbulário Musicl Utilizr Competêncis O Jogo e s Históris Musicds Ouvir identificndo s quliddes musicis do som; Combinr lturs, durções, dinâmics, tempos e texturs pr descrever determindos tipos de

Leia mais

O Jogo e as Histórias Musicadas

O Jogo e as Histórias Musicadas Tem Vocbulário Musicl Utilizr Competêncis O Jogo e s Históris Musicds Ouvir identificndo s quliddes musicis do som; Combinr lturs, durções, dinâmics, tempos e texturs pr descrever determindos tipos de

Leia mais

Plano de Ação Plano de Ação 2016

Plano de Ação Plano de Ação 2016 Plno de Ação PLANO DE AÇÃO DOCUMENTO ELABORADO PELO: Núcleo Executivo d Rede Socil do Concelho do Cdvl CONTACTOS: Rede Socil do Concelho do Cdvl Av. Dr. Frncisco Sá Crneiro 2550-103 Cdvl Tel. 262 690 100/262

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: Comercilizr e Vender (10.º Ano) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Mri do Crmo Mendes Ano Letivo 2013/2014 Competêncis Geris

Leia mais

Data Tema Objetivos Atividades Recursos

Data Tema Objetivos Atividades Recursos Plno Anul de Atividdes do Pré-Escolr Dt Tem Objetivos Atividdes Recursos Setembro Integrção /dptção ds crinçs -Promover integrção/ (re) dptção ds crinçs á creche; -Proporcionr um mbiente que permit às

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic e Telecomunicções Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno

Leia mais

Tópicos Especiais de Álgebra Linear Tema # 2. Resolução de problema que conduzem a s.e.l. com única solução. Introdução à Resolução de Problemas

Tópicos Especiais de Álgebra Linear Tema # 2. Resolução de problema que conduzem a s.e.l. com única solução. Introdução à Resolução de Problemas Tópicos Especiis de Álgebr Liner Tem # 2. Resolução de problem que conduzem s.e.l. com únic solução Assunto: Resolução de problems que conduzem Sistem de Equções Lineres utilizndo invers d mtriz. Introdução

Leia mais

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL O Serviço Socil do Comércio Administrção Regionl no Distrito Federl SESC/DF, instituição privd inscrit no CNPJ 03.288.908/0001-30, por meio d su Divisão de Administrção

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Mectrónic Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno Curriculr Plno

Leia mais

1 de 8. Ofertas n.º 2842

1 de 8. Ofertas n.º 2842 1 de 8 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol com o Meio

Leia mais

IDENTIFICADOR DE NOTAS MUSICAIS

IDENTIFICADOR DE NOTAS MUSICAIS INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS SÃO MATEUS DANIEL VIEIRA, 2ºEIV GUSTAVO CABRAL, 2ºEIV WRIEL NASCIMENTO, 2ºEIV IDENTIFICADOR DE NOTAS MUSICAIS ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS EATAS E DA TERRA

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Médio Código: 262 ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Planejamento Empresarial e Empreendedorismo Série: 1º Eixo Tecnológico:

Leia mais

UNIDADES DE ESTUDO 2ª ETAPA º Ano EF II Turmas: A/B/C/D

UNIDADES DE ESTUDO 2ª ETAPA º Ano EF II Turmas: A/B/C/D UNIDADES DE ESTUDO 2ª ETAPA - 2016 9º Ano EF II Turms: A/B/C/D Bst que sejis jovens pr que eu vos me profundmente. Dom Bosco. CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES Avlições 1ª Etp 02/02 13/05 2ª Etp 3ª Etp 01/09 07/12

Leia mais

1 de 8. Oferta n.º 2845

1 de 8. Oferta n.º 2845 1 de 8 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividde Físic e Desportiv, no Ensino Especil Ofert

Leia mais

Governance, Risk and Compliance Management [GRC] Gerenciamento Efetivo e Sustentável.

Governance, Risk and Compliance Management [GRC] Gerenciamento Efetivo e Sustentável. Governnce, Rik nd Complince Mngement [GRC] Gerencimento Efetivo e Sutentável. O SoftExpert GRC Suite oferece um etrutur de governnç que poibilit um tomd de decião eficz e poio à mudnç comportmenti. O SoftExpert

Leia mais

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL 01/014-PROEX/IFRN Os cmpos sombredos

Leia mais

ANEXO B REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ANEXO B REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ANEXO B REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I. INTRODUÇÃO O Trblho de Conclusão do Curso de Grdução em Direito constitui se n elborção de um trblho que contemple um tem relciondo à áre de formção

Leia mais

Como calcular a área e o perímetro de uma elipse?

Como calcular a área e o perímetro de uma elipse? Como clculr áre e o perímetro de um elipse? Josiel Pereir d Silv Resumo Muitos professores de Mtemátic reltm que miori dos livros didáticos de Mtemátic utilizdos no Ensino Médio não bordm o conceito de

Leia mais

1 de 8. Oferta n.º 2844

1 de 8. Oferta n.º 2844 1 de 8 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Expressão Musicl Ofert n.º

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA UNISOCIESC

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA UNISOCIESC SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA UNISOCIESC IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Engenhri de Produção Período/Módulo: 5º Período Disciplin/Unidde Curriculr: Pesquis Opercionl Código: AD772 Número

Leia mais

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO. (não preencher)

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO. (não preencher) ROGRAD 07 CURSO DE GRADUAÇÃO: FONOAUDIOLOGIA SÉRIE: SEMESTRE LETIVO DO ANO: 07 ( ) º SEMESTRE ( ) º SEMESTRE (X) º e º SEMESTRES LANO DE ENSINO DA DISCILINA BLOCO I IDENTIFICAÇÃO Código d Disciplin: Nome

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 205 Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira digo: 87 Município: Santana de Parnaíba o Tecnológico: Gestão e Negócios bilitação

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic e Telecomunicções Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2016 Plano de Curso nº 160 aprovado pela portaria Cetec nº 138 de 04 / 10 /2012 Etec Professora Ermelinda Giannini Teixeira

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA 1 - Ddos do Proponente 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F

Leia mais

Cotidiano. Revista Zero-a-seis. Relato de Experiências Tema: tudo bem ser diferente Discussão Sobre as Questões Étnico-Raciais

Cotidiano. Revista Zero-a-seis. Relato de Experiências Tema: tudo bem ser diferente Discussão Sobre as Questões Étnico-Raciais Cotidino Revist Eletrônic editd pelo Núcleo de Estudos e Pesquiss de Educção n Pequen Infânci 1 Ttin V. Min Bernrdes Relto de Experiêncis Tem: tudo bem ser diferente Discussão Sobre s Questões Étnico-Rciis

Leia mais

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG 1 - DADOS DO PROPONENTE 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F 1.9- Telefone 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P

Leia mais

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período.

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período. VISO PÚBLICO Nº 04/UNOESC-R/2015 O Reitor d Universidde do Oeste de Snt Ctrin Unoesc, Unoesc Virtul, entidde educcionl, crid pel Lei Municipl nº 545/68 e estruturd de direito privdo, sem fins lucrtivos,

Leia mais

Calendário Escolar Ano Letivo 2015/2016

Calendário Escolar Ano Letivo 2015/2016 Clendário Escolr Ano Letivo 2015/2016 1.º Período Dt Hor Ativid Locl 1 09:00h 02 e 03 setembro 2015 12:30h 17:30h Formção pr formdores Prentlid Positiv (stind educdors e docentes do 1.º ciclo) Not: o terceiro

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO (PRONATEC)

PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA DE BOLSISTAS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E AO EMPREGO (PRONATEC) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROCESSO DE SELEÇÃO EXTERNA SIMPLIFICADA

Leia mais

SIMPLES NACIONAL 2010 Relação dos Anexos com as Atividades Exercidas pela Pessoa Jurídica.

SIMPLES NACIONAL 2010 Relação dos Anexos com as Atividades Exercidas pela Pessoa Jurídica. SIMPLES NACIONAL 2010 Relção dos Anexos com s Atividdes Exercids pel Pesso Jurídic. Mtéri foi elbord como bse n legislção vigente em: 02/06/2010. SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO 2 ANEXO I 3 ANEXO II 4 ANEXO III

Leia mais

NORMAS PARA PROJETO FINAL EM ENGENHARIA MECÂNICA

NORMAS PARA PROJETO FINAL EM ENGENHARIA MECÂNICA NORMAS PARA PROJETO FINAL EM ENGENHARIA MECÂNICA ITAPERUNA RJ 2013 2 I. INTRODUÇÃO O Projeto Finl do Curso de Grdução em Engenhri Mecânic se constitui n elborção de um trblho, versndo sobre um tem relciondo

Leia mais

Avaliação de Desempenho Docente Documento Orientador

Avaliação de Desempenho Docente Documento Orientador Agrupmento de Escols Joquim Inácio d Cruz Sobrl Avlição de Desempenho Docente Documento Orientdor DN nº6/01 de 1/0 (17364) ÍNDICE 1. LEGISLAÇÃO DE REFERENCIA.... CALENDARIZAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA COPPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA COPPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA COPPE ANEXO AO EDITAL UFRJ/COPPE/PEN nº 380/2014: PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM Declarada de Utilidade Pública pelo Decreto Federal nº /52 DOU 11/09/52

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM Declarada de Utilidade Pública pelo Decreto Federal nº /52 DOU 11/09/52 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM Declrd de Utilidde Públic pelo Decreto Federl nº 31.417/52 DOU 11/09/52 66º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA DEFINIÇÃO, PROMOÇÃO

Leia mais