ÍNDICE. PITMUrb & MetrôPOA. Expansão da Linha 1. Aeromóvel. Aquisição de Frota. Modernização Estações. Expansão Sapiranga

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE. PITMUrb & MetrôPOA. Expansão da Linha 1. Aeromóvel. Aquisição de Frota. Modernização Estações. Expansão Sapiranga"

Transcrição

1

2 INVESTIMENTOS 2011

3 PITMUrb & MetrôPOA Expansão da Linha 1 Aeromóvel Aquisição de Frota ÍNDICE Modernização Estações Expansão Sapiranga Passagem Subterrânea do Trem em Canoas Expansão Comercial

4 1 PITMUrb & MetrôPOA

5 Sistema integrado de transporte público Sistema Integrado de Transporte da RMPA da RMPA Rede Integrada Multimodal de Transporte Rede Integrada Multimodal de MetrôPOA Transporte MetrôPOA LINHA DA COPA

6 Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana PITMUrb Plano desenvolvido em conjunto pelas três esferas do Governo Escritório constituído pela TRENSURB, METROPLAN e EPTC Contratado empresa de consultoria com recursos do Governo Federal O Plano contempla as diretrizes funcionais, operacionais, tarifários, tecnológicos e de Planejamento de Gestão do Transporte Público no âmbito da RMPA.; Horizontes planejamento: 2013, 2023, 2033.

7 Rede Integrada Multimodal Aeroporto Salgado Filho Rede Estrutural sobre pneus Rodoviária Metropolitana Urbana de Porto Alegre Rede Estrutural sobre trilhos Estádio Beira Rio Linha 1 da Trensurb Linha circular MetrôPoa

8 REDE ESTRUTURAL SOBRE PNEUS METROPOLITANA REDE ESTRUTURAL SOBRE PNEUS URBANA DE POA PITMUrb / REDE ESTRUTURAL MULTIMODAL INTEGRADA Estratégia de médio e longo prazos, compatível com curto prazo TECNOLOGIA METRÔ LEVE - Horizonte 2013 / 1ª Fase / Ext. 15,2km Trecho Sertório Azenha: 15,2 Km; Não inclui ligação ao trem Metropolitano (3 Km); Caso adicione a ligação ao trem, o total será de 18,2 Km; Velocidade comercial de 30/35 Km/h; Trem composto de 4 carros (capacidade de 760 pas.) Alimentação elétrica (3º trilho ou catenária); Estações padronizadas: Estações exclusivas do metrô; Estações de Integração com o Sistema Multimodal (trem Metropolitano, ônibus municipal e metropolitano); Linha 1 Trem Metropolitano Linha Circular (1ª FASE) Metrô de Porto Alegre Terminais de integração (existentes) Terminais de integração (propostos)

9 ALTERNATIVA ALTERNATIVAS -B A D C D FASE I FASE II Fase I: Est.FIERGS Est.Dona Est.Sertório Alzira--20,0 Est. Est. Est. Azenha: Azenha: Azenha:A Km FASE I + FASE II 16,7 15,3 20,0Km Km 20,0 FaseI:I: Estações Estações 26,6Km Km Fase --- Km (4Multimodais) Multimodais) (4 29,5 prox. prox.est. Est.Aeroporto: Aeroporto: 2,9 2,9Km Km Km 20,0 Km Fase FaseII:II:776Estações Estações 6,6 KmSubtotal: 2,9 Km C 16,7 Km 26,2 Km Linha de Fase II: Est. Azenha Est. A. Carvalho Subtotal: Subtotal: Subtotal:18,2 19,6 22,9Km Km 6,6 Km (2Multimodais) multimodais) Multimodais) (2 D 15,3 Km 24,8 Km serviço Fase II: Est. Azenha Est. A. Carvalho Total: 6,6 Km 26,6 Km D 15,3 Km 24,8 Km Número Total de Estações Total: Total: Fase 24,8 26,2 I29,5 +Fase KmII 20 Fase Fase Fase II I+Fase +Fase I+Fase +Fase II :II II:II20 27 : Est. 22Est. 24 Est. Est. :27 Com complexo Linha debserviçode e manutenção complexo manutenção Est. FIERGS: 20,0 Kmde prox. Simulações MetrôPoa

10 SITUAÇÃO ATUAL Negociações entre Prefeitura de Porto Alegre e Governo Federal. Termo de cooperação: TRENSURB presta apoio técnico à Prefeitura de POA. INVESTIMENTO (Fase 01-15,3 Km): R$ 2,1 Bilhões INVESTIMENTO (Conecção linha 1/MetroPOA): R$ 160 Milhões

11 2 EXPANSÃO DA LINHA 1

12 Sistema de Trens Urbanos de Porto Alegre Implantação do Trecho São Leopoldo Novo Hamburgo DESCRIÇÃO: Implantação do Trecho de São Leopoldo a Novo Hamburgo, com a extensão de 9,3 km, todo em via dupla elevada, construção de duas pontes (ferroviária e rodoviária), 4 estações de passageiros e ainda o fornecimento e instalação de todos os sistemas operacionais (abastecimento de energia, rede aérea, sinalização, telecomunicações, bilhetagem, sist. auxiliares, adequação do centro de controle de tráfego e energia) UF: RS META: 9,3 km INVESTIMENTO PREVISTO : R$ 752,169 milhões DATA DE CONCLUSÃO: 31/12/2011 EXECUTOR: TRENSURB

13 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 1 Vista aérea do Trecho 1 Situação atual Via permanentes em fase de conclusão.

14 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 2 Vista aérea das pontes.

15 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 2 Vista inferior do vão principal das pontes com 95 metros de vão livre

16 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 3 Vista aérea Concluídas infra e mesoestrutura. Em andamento execução da superestrutura.

17 CANTEIRO DE OBRAS DA ESTAÇÃO RIO DOS SINOS Vista aérea do canteiro de obras.

18 CANTEIRO DE OBRAS DA ESTAÇÃO RIO DOS SINOS Vista geral da Estação na sua situação atual.

19 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 4 Vista aérea do Trecho 4 Situação no final de agosto

20 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 4 Vista geral de trecho da V2 concluída no Trecho 4.

21 CANTEIRO DE OBRAS DA ESTAÇÃO LIBERDADE Vista aérea da estação.

22 CANTEIRO DE OBRAS DO TRECHO 5 Vista aérea do canteiro de obras.

23 CANTEIRO CANTEIRO DE DE OBRAS OBRAS DA DO ESTAÇÃO TRECHO 5INDUSTRIAL Execução Frente de simultânea avanço das de vigas pilares travessas. e vigas travessas.

24 CANTEIRO DE OBRAS DA ESTAÇÃO INDUSTRIAL Execução simultânea de pilares e vigas travessas.

25 Medição Período Percentual 1ª 28.Fev a 31.Mar.08 0,34% 2ª 01.Abr a 30.Nov.08 3,04% 3ª 01.Dez08 a 31.Jan.09 3,47% 4ª 01.Fev a 28.Fev.09 4,36% 5ª 01.Mar a 31.Mar.09 5,39% 6ª 01.Abr a 30.Nov.09 7,79% 7ª 01.Mai a 31.Mai.09 9,63% 8ª 01Jun a 30 Jun 09 13,12% 9ª 01Jul a 31Jul 09 16,19% 10ª 01Ago a 31 Ago.09 18,42% 11ª 01Set a 30 Set.09 20,77% 12ª 01Out a 31 Out.09 24,02% 13ª 01Nov a 30 Nov.09 27,30% 14ª 01Dez a 31 Dez.09 30,20% 15ª 01 Jan a 31 Jan.10 33,24% 16ª 01 Fev a 28 Fev.10 37,10% 17ª 01Mar a 31 Mar.10 41,03% 18ª 01 Abr a 30 Abr.10 44,05% 19ª 01 Mai a 31 Mai.10 47,91% 20ª 01 Jun a 30 Jun.10 51,41% 21ª 01 Jul a 31 Jul.10 55,19% 22ª 01 Ago a 31 Ago.10 59,99% 23ª 01 Set a 30 Set.10 64,04% PERCENTUAL DO VALOR DO CONTRATO MEDIDO E ACUMULADO

26 SITUAÇÃO ATUAL Obra em andamento, 64,04% concluído até setembro de INVESTIMENTO PREVISTO 2010 (PAC) R$ ,06 INVESTIMENTO COMPLEMENTAR 2010 (PAC) R$ ,78 INVESTIMENTO PREVISTO 2011 (PAC) R$ ,25

27 3 AEROMÓVEL

28

29 Os Automated People Movers (APM) Nova classe de sistemas de transporte; Mais de 150 linhas no mundo Inéditos no Brasil; Ligações expressas ponto-a-ponto OD; Via exclusiva; Alimentadores de sistemas troncais; Largamente usados em aeroportos; Altíssima confiabilidade; 100% automatizados; Pequenos headways.

30 Traçado do Projeto O projeto contempla a implantação de 950 m de via elevada, construção de duas estações, aquisição de dois veículos (150 e 300 lugares) e operação 100% automatizada.

31 Princípio de Funcionamento do Aeromóvel

32 ESTADO DA ARTE Veículo Interior do veículo atendendo à Acessibilidade Universal Protótipo do Veículo

33 ESTADO DA ARTE Viga Seção esbelta Baixo impacto visual

34 PROJETO DA ESTAÇÃO SALGADO FILHO

35 SITUAÇÃO ATUAL Edital de obras civis do elevado publicado. INVESTIMENTO PREVISTO 2010 (PAC) R$ ,21 INVESTIMENTO PREVISTO 2011 (PAC) R$ ,10

36 ANIMAÇÃO

37 4 AQUISIÇÃO DE FROTA

38 AQUISIÇÃO DE NOVA FROTA Projeto de aquisição de trens de passageiros para a Linha 1 da TRENSURB, tendo em vista a expansão do sistema entre as cidades de São Leopoldo e Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, perspectiva de incremento da demanda em aproximadamente usuários/dia. 25 TRENS DE 06 CARROS (MA+MC+RA+RB+MD+MB); CAPACIDADE DE 1620 PASSAGEIROS; TRENS MODERNOS COM: ATO (Automatic Train Operation); Freio Regenerativo; Ar Condicionado; Acessibilidade Universal; Sistema multimídia e CFTV; NOVO PÁTIO DE MANUTENÇÃO.

39 SITUAÇÃO ATUAL Especificação concluída. INVESTIMENTO NECESSÁRIO PARA 2011/2015 Valor com impostos (ICMS): R$ ,00 Valor sem impostos (ICMS): R$ ,00

40 5 MODERNIZAÇÃO ESTAÇÕES

41 MODERNIZAÇÃO DAS ESTAÇÕES TIPO O projeto de modernização das estações tipo tem como objetivo principal tornálas acessíveis a PNE, contudo busca-se também: Revitalizar e requalificar os espaços tornando as estações arquitetonicamente atualizadas; Criar soluções que visem melhorar os ambientes para funcionários, usuários e comércio nas estações; Aumentar a mobilidade; Facilitar a integração intermodal; Número de Estações: 08 (Aeroporto, Anchieta, Niterói, Fátima, São Luís, Petrobrás, Luiz Pasteur e Sapucaia).

42 MODERNIZAÇÃO DAS ESTAÇÕES TIPO 08 Estações ( Alargamento de 2 m em cada lado da estação proporcionando: maior proteção na plataforma contra intempéries, aliado a instalação de portas nas plataformas; melhoria na circulação; possibilidade de implantação dos itens necessários p/ acessibilidade.

43

44

45 PORTAS DE PLATAFORMA: CPTM-SP

46 SITUAÇÃO ATUAL Projetos Executivos Concluídos e Edital Pronto para Licitação das Obras. INVESTIMENTO NECESSÁRIO PARA 2011 Execução de 03 Estações (Modernização): R$ ,00 Execução de 21 Estações (Portas de Plataformas): R$ ,00

47 6 EXPANSÃO SAPIRANGA

48 EXPANSÃO SAPIRANGA Contratação de Estudo de Viabilidade para implantação de expansão da Trensurb até o município de Sapiranga. Extensão aproximada de 15 Km

49 SITUAÇÃO ATUAL Edital pronto para licitação. INVESTIMENTO NECESSÁRIO PARA 2011 R$ ,46

50 7 PASSAGEM SUBTERRÂNEA DO TREM EM CANOAS

51 PASSAGEM SUBTERRÂNEA DO TREM EM CANOAS Contratação de Plano Funcional e Projetos Básico e Executivo da implantação de passagem subterrânea da linha da TRENSURB na região central do município de Canoas, com uma extensão aproximada de 1,2 km, proporcionando permeabilidade a área central, diminuição do impacto visual e sonoro, valorização dos espaços públicos, melhoria da qualidade ambiental e satisfação da população.

52 SITUAÇÃO ATUAL Edital pronto para licitação. INVESTIMENTO NECESSÁRIO PARA 2011 R$ ,00 IMPLANTAÇÃO (Valor Estimado) R$ 200 Milhões

53 8 Expansão Comercial

54 EMPREENDIMENTOS ASSOCIADOS

55 EMPREEDIMENTOS ASSOCIADOS- ESTAÇÃO AEROPORTO Estação Trensurb Aeromóvel Torre Comercial Torre Comercial Hotel Shopping Center Centro de Convenções

56 EMPREEDIMENTOS ASSOCIADOS- ESTAÇÃO MATHIAS VELHO

57 EMPREEDIMENTOS ASSOCIADOS- ESTAÇÃO ESTEIO

58 EMPREEDIMENTOS ASSOCIADOS- ESTAÇÃO SAPUCAIA

59 EMPREEDIMENTOS ASSOCIADOS- ESTAÇÃO NOVO HAMBURGO Projeto Estação Novo Hamburgo

60 SITUAÇÃO ATUAL Audiências Públicas para Concessões através de Licitações

61

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1 São Leopoldo / Novo Hamburgo ESCRITÓRIO DE FISCALIZAÇÃO Coordenação de Planejamento Coordenação de Medições, Controle Financeiro

Leia mais

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública Companhia do Metropolitano do Distrito Federal Audiência Pública Expansão da Linha I do Metrô-DF (Samambaia, Ceilândia e Asa Norte) e modernização do sistema Objetivo da Audiência Pública Dar início aos

Leia mais

Metrô Leve de Goiânia. Projeto Modelo para Cidades Brasileiras

Metrô Leve de Goiânia. Projeto Modelo para Cidades Brasileiras Metrô Leve de Goiânia Projeto Modelo para Cidades Brasileiras 1 Projeto modelo para cidades médias 1. Estrutura Institucional Pacto Metropolitano instituindo órgão gestor do transporte coletivo na região

Leia mais

TRENSURB. Marco Arildo Prates da Cunha Diretor Presidente

TRENSURB. Marco Arildo Prates da Cunha Diretor Presidente TRENSURB Marco Arildo Prates da Cunha Diretor Presidente TRENSURB Planejamento Estratégico Acordo de Gestão Projetos de Expansão Projetos de Modernização Projetos Comerciais Características Técnicas do

Leia mais

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária OBRAS DA LINHA 2 DO SISTEMA METROVIÁRIO SALVADOR E LAURO DE FREITAS Planejamento, concepção e impactos na capital baiana e na Região Metropolitana de Salvador Luís Valença Diretor-presidente da CCR Metrô

Leia mais

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Metrô em elevado com extensão de 9,3 Km com rede elétrica aérea, sinalização, bilhetagem eletrônica, escadas rolantes Quatro Estações de Passageiros

Leia mais

Projetos de Expansão e Modernização da CPTM

Projetos de Expansão e Modernização da CPTM Projetos de Expansão e Modernização da CPTM Jun/2012 Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro Diretor de Planejamento e Projetos Jundiaí Várzea Paulista Campo Limpo Paulista Francisco Morato Franco da Rocha Caieiras

Leia mais

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril Projeto BRT Porto Alegre Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT Projeto BRT Visita Técnica T ao Transmilenio Abril - 2010 Rede Atual de Transporte Coletivo Trem Metropolitano: (Dados

Leia mais

Operação e Expansão do Metrô BH

Operação e Expansão do Metrô BH CREA Minas Seminário Internacional Mobilidade Urbana 13/03/2013 Operação e Expansão do Metrô BH METRÔ DE BELO HORIZONTE. Linha 1 Eldorado a Vilarinho Características atuais SUPERINTENDÊNCIA DE TRENS URBANOS

Leia mais

LINHA ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Paulo de Magalhães Bento Gonçalves Diretor Presidente

LINHA ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Paulo de Magalhães Bento Gonçalves Diretor Presidente LINHA 13 Paulo de Magalhães Bento Gonçalves Diretor Presidente PAINEL 03 Crescimento e melhoria da rede metroferroviária no Brasil 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária 2 Visão Geral 2,9 milhões pass./dia

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS TRENS REGIONAIS. Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro Diretor de Planejamento Companhia Paulista Trens Metropolitanos - CPTM

A IMPORTÂNCIA DOS TRENS REGIONAIS. Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro Diretor de Planejamento Companhia Paulista Trens Metropolitanos - CPTM A IMPORTÂNCIA DOS TRENS REGIONAIS Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro Diretor de Planejamento Companhia Paulista Trens Metropolitanos - CPTM REDE DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS SOBRE TRILHOS NA MACROMETRÓPOLE

Leia mais

ENCONTRO COM O METRÔ. Obras em andamento, Concessões e PPP. Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016

ENCONTRO COM O METRÔ. Obras em andamento, Concessões e PPP. Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016 ENCONTRO COM O METRÔ Obras em andamento, Concessões e PPP Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016 Antecedentes do Serviço Metroferroviário na RMSP Anterior à Constituição

Leia mais

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A.

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. Transporte Público: Origens, Evolução e Benefícios Sociais do Bilhete Único 05/04/2005 Antecedentes Bilhetagem Automática 1974: Metrô de São Paulo bilhete magnético Edmonson Seguem-se:

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

LICITAÇÃO DO SERVIÇO Transporte Coletivo Urbano CARUARU

LICITAÇÃO DO SERVIÇO Transporte Coletivo Urbano CARUARU LICITAÇÃO DO SERVIÇO Transporte Coletivo Urbano CARUARU O Serviço de Transporte O sistema possui atualmente 30 linhas cadastradas, operadas por 81 veículos, realizando 1.325 viagens nos dias úteis. Empresa

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO RIO DE JANEIRO SRRJ AÇÕES RELACIONADAS AOS 07 JUNHO 2011

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO RIO DE JANEIRO SRRJ AÇÕES RELACIONADAS AOS 07 JUNHO 2011 AÇÕES RELACIONADAS AOS AEROPORTOS DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO RIO DE JANEIRO SRRJ 07 JUNHO 2011 AEROPORTOS SBGL AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO/GALEÃO ANTONIO CARLOS

Leia mais

A Concessão e sua Gestão

A Concessão e sua Gestão A Concessão e sua Gestão Sumário A LICITAÇÃO A EMPRESA O QUE DEU CERTO SOB A ÓTICA DO ESTADO O QUE DEU CERTO SOB A ÓTICA DO CLIENTE PRINCIPAIS INVESTIMENTOS REALIZADOS PELA CONCESSIONÁRIA DIFICULDADES

Leia mais

São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009

São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 1 São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 Sistema Integrado Metropolitano SIM e do Veículo Leve sobre Trilhos VLT (Metrô Leve) 2 Secretaria dos Transportes Metropolitanos STM Três

Leia mais

13ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA A E A M E S P

13ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA A E A M E S P 13ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA A E A M E S P SP 29.08.2007 EXPANDINDO E MODERNIZANDO O TRANSPORTE POPULAÇÃO: RMBH 5 MILHÕES. BELO HORIZONTE 2,3 MILHÕES. FROTA DE VEÍCULOS: RMBH 1,4 MILHÕES.

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Melhoria da Mobilidade em Belo Horizonte. Projetos para a Copa 2014

Melhoria da Mobilidade em Belo Horizonte. Projetos para a Copa 2014 Melhoria da Mobilidade em Belo Horizonte Projetos para a Copa 2014 Indicadores da Mobilidade Urbana em BH Distribuição espacial da demanda de transporte Sistema Ônibus no Hipercentro % das linhas Ônibus/dia

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Brasília. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Brasília. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Brasília Setembro/2013 Brasília: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Bilhete Único em Campinas

Bilhete Único em Campinas Bilhete Único em Campinas Três Anos de Inclusão Social e Melhoria dos Transportes Wilson Folgozi de Brito DIAGNÓSTICO DO TRANSPORTE COLETIVO Chegada do transporte clandestino: meados de 1997 Serviço Alternativo

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES SECRETARIA DE TRANSPORTES Major Events Grandes Eventos 2013 Copa das Confederações 2013 Jornada Mundial da Juventude Católica 2014 Copa do Mundo de Futebol 2016 Jogos Olímpicos Soluções de Mobilidade para

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Programas Desenvolvidos: Ministrante de Palestras e Cursos para Profissionais de Engenharia e Arquitetura;

Programas Desenvolvidos: Ministrante de Palestras e Cursos para Profissionais de Engenharia e Arquitetura; Francisco José Soares Hörbe Diretor-presidente da Trensurb Formação escolar: 2003 Cursos de Planejamento de Transporte Público, Planejamento Urbanístico. 1999 Formação de Consultoria do SEBRAE-RS Brasil

Leia mais

INFRAESTRUTURA PARA A COPA Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

INFRAESTRUTURA PARA A COPA Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Agosto/2011 Programa de Mobilidade Urbana AÇÃO Prazo de execução obras nº meses Início Conclusão Obra Desapropriação BRT Antonio

Leia mais

EMPREENDIMENTO DO VLT

EMPREENDIMENTO DO VLT SIM da RMBS Sistema Integrado Metropolitano Voltado à prestação do serviço de transporte público coletivo na Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS Comitê técnico II - Desenvolvimento Socioeconômico,

Leia mais

TARIFA DO METRÔ DE SÃO PAULO

TARIFA DO METRÔ DE SÃO PAULO TARIFA DO METRÔ DE SÃO PAULO A COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ A Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô foi constituída no dia 24 de abril de 1968; Hoje, o Metrô de São Paulo possui

Leia mais

SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO

SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO 1 SUPERVIA EM TRANSFORMAÇÃO Força trabalho 3.835 profissionais Frota atual Operacional: 163 Abrangência 12 Municípios Operação Pontualidade: > 92% Com ar condicionado: 59 270

Leia mais

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Municípios: 14 População: 3.690.547 hab Área: 2.768,45 km 2 ARAÇOIABA SÃO LOURENÇO DA MATA MORENO 49.205 189 90.402 277 15.108 90 CABO DE SANTO AGOSTINHO

Leia mais

X Seminário Nacional Metroferroviário Projetos em implantação

X Seminário Nacional Metroferroviário Projetos em implantação X Seminário Nacional Metroferroviário Projetos em implantação Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos Estado de São Paulo ANTP Rio de Janeiro, 12/03/2014 Rede metropolitana em andamento

Leia mais

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo)

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo) CUSTOS COMPARATIVOS ENTRE SISTEMAS DE TRANSPORTE Nestor S. Tupinambá set/2004 1 COMPARAÇÃO DOS DIFERENTES MODOS Vamos usar dados dos seguintes Metrôs - Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP

Leia mais

Situação das ações do Governo Brasileiro Rio de Janeiro

Situação das ações do Governo Brasileiro Rio de Janeiro Code-P0 Copa 204 Situação das ações do Governo Brasileiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 7 de Junho de 20 Code-P O que o Brasil quer com a Copa do Mundo FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo Constituir

Leia mais

A indústria metroferroviária brasileira - investimentos e perspectivas

A indústria metroferroviária brasileira - investimentos e perspectivas A indústria metroferroviária brasileira - investimentos e perspectivas 7º Seminário sobre Ferrovias: Mobilização da Indústria para o Desenvolvimento do Setor Ferroviário Vicente Abate - Presidente da ABIFER

Leia mais

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo As Cidades mudaram População mudou A Economia mudou Os Meios de Transportes mudaram E nós? Ainda pensamos igual ao passado? Em TRANSPORTE COLETIVO chega-se ao

Leia mais

MODERNIZAÇÃO DO TREM METROPOLITANO

MODERNIZAÇÃO DO TREM METROPOLITANO COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS AEAMESP Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Metrô de São Paulo 9ª SEMANA DE TECNOLOGIA METRO-FERROVIÁRIA PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DOS TRENS METROPOLITANOS

Leia mais

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos METROFOR TREM DO CARIRI SOLUÇÃO PARA O TRANSPORTE REGIONAL Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Transporte público como

Leia mais

COMISSÃO METRO-FERROVI FERROVIÁRIARIA

COMISSÃO METRO-FERROVI FERROVIÁRIARIA COMISSÃO METRO-FERROVI FERROVIÁRIARIA GT-OPERA OPERAÇÃO Agosto/2006 Objetivo Principal Propiciar momentos de integração das operadoras dos sistemas metro-ferroviários, visando o intercâmbio de conhecimentos

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO setembro 2014 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Documentos de referência referências Plano Municipal de Circulação Viária e de Transporte - 2003 Consolidou

Leia mais

INTEGRADO METROPOLITANO DA REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA

INTEGRADO METROPOLITANO DA REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA VLT DA BAIXADA SANTISTA Ministério das Cidades SETEMBRO DE 2013 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL EMTU EMTU ÁREA DE ATUAÇÃO: ESTADO DE SÃO PAULO REGIÕES METROPOLIPANAS A EMTU é Responsável pelo gerenciamento do

Leia mais

Mobilidade Urbana no Brasil. J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana

Mobilidade Urbana no Brasil. J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana no Brasil J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana Ministério das Cidades MINISTÉRIO DAS CIDADES Conselho das Cidades Secretaria Executiva CBTU Companhia Brasileira de

Leia mais

MALHA DE METRÔS E TRENS DE PASSAGEIROS PRECISA CRESCER 80%

MALHA DE METRÔS E TRENS DE PASSAGEIROS PRECISA CRESCER 80% MALHA DE METRÔS E TRENS PRECISA CRESCER 80% O Brasil precisa ampliar em pelo menos 850 km a malha de metrôs e trens de passageiros para modernizar o transporte urbano nas grandes cidades. Isso significa

Leia mais

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios -Transporte integrado ao desenvolvimento urbano. - Redução das deseconomias urbanas da circulação.

Leia mais

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES MONOTRILHO CONSIDERAÇÕES FINAIS ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Execução

Leia mais

29/06/2016. Apresentação: Mário Rodrigues Jr. Presidente da VALEC

29/06/2016. Apresentação: Mário Rodrigues Jr. Presidente da VALEC 29/06/2016 Apresentação: Mário Rodrigues Jr. Presidente da VALEC VALEC EMPREENDIMENTOS DA VALEC Em operação: EF 151: Ferrovia Norte Sul FNS, Açailândia/MA - Palmas/TO EF 151: Ferrovia Norte Sul FNS, Palmas/TO

Leia mais

MOBILIDADE REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

MOBILIDADE REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO MOBILIDADE REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO METRÔ LINHA 4 BARRA DA TIJUCA-IPANEMA A Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro é a maior obra de infraestrutura urbana em execução na América Latina. METRÔ

Leia mais

Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo A Primeira PPP do Brasil. Harald Peter Zwetkoff Presidente da ViaQuatro

Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo A Primeira PPP do Brasil. Harald Peter Zwetkoff Presidente da ViaQuatro Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo A Primeira PPP do Brasil Harald Peter Zwetkoff Presidente da ViaQuatro PPP ViaQuatro & Governo A PRIMEIRA PPP DO BRASIL O modelo utilizado foi o de Licitação 8.666

Leia mais

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Aspectos Gerais LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012, Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014

SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014 SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014 1 Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS 9 Municípios População fixa: 1,8 milhão de habitantes 1 População nas férias: cerca de

Leia mais

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 07/06/2011

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 07/06/2011 COPA 204 AEROPORTOS Atualização: 07/06/20 AEROPORTOS DA COPA 3 Aeroportos 3 Intervenções R$ 5,79 bilhões Manaus TPS Fortaleza TPS São Gonçalo do Amarante Pista Recife Torre Cuiabá TPS Brasília TPS Salvador

Leia mais

Code-P0. Copa Situação das ações do Governo Brasileiro. Apresentação CREA/SP. São Paulo, 21 de junho de 2011

Code-P0. Copa Situação das ações do Governo Brasileiro. Apresentação CREA/SP. São Paulo, 21 de junho de 2011 Code-P0 Copa 204 Situação das ações do Governo Brasileiro Apresentação CREA/SP São Paulo, 2 de junho de 20 Code-P O que o Brasil quer com a Copa do Mundo FIFA Mobilizar o país Promover o país no mundo

Leia mais

Operação Sistemas Urbanos sobre Trilhos

Operação Sistemas Urbanos sobre Trilhos Operação Sistemas Urbanos sobre Trilhos Luis Antonio Lindau, EE/UFRGS bibliografia: Vuchic, V. (1981; re-editado em 2007) Urban Public Transportation: systems and technology,prentice Hall Vuchic, V. (2005)

Leia mais

Complexo Eólico Fortim. Licitação de Fornecimento de Aerogeradores. Audiência Pública

Complexo Eólico Fortim. Licitação de Fornecimento de Aerogeradores. Audiência Pública Licitação de Fornecimento de Aerogeradores Audiência Pública 26 de Junho de 2017 Sociedades de Propósito Específico SPEs SPE Energia dos Ventos V Energia dos Ventos VI Energia dos Ventos VII Energia dos

Leia mais

PCM Programa de Corredores Metropolitanos

PCM Programa de Corredores Metropolitanos PCM Programa de Corredores Metropolitanos 18ª Semana de Tecnologia Metroferroviária AEAMESP Ivan Carlos Regina Set/2012 Redes PCM de alta PROGRAMA e média capacidade DE CORREDORES METROPOLITANOS EMTU-PCM

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo X Definições e Conceitos

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo X Definições e Conceitos Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo X Definições e Conceitos Anexo X Definições e conceitos ACESSIBILIDADE: condição para utilização, por qualquer pessoa (seja ela portadora ou não de deficiência

Leia mais

SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PETRÓPOLIS ASPECTOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E FINANCEIROS

SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PETRÓPOLIS ASPECTOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E FINANCEIROS SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PETRÓPOLIS ASPECTOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E FINANCEIROS 1 2 SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PETRÓPOLIS 7.000.000 DEMANDA (usuários pagantes) KM 6.000.000 5.972.218 5.000.000

Leia mais

1

1 www.supervia.com.br 1 Trens Urbanos no Rio de Janeiro Histórico Antes da concessão, sob condições de transporte inadequadas, o número de passageiros caiu consistentemente Média de passageiros dias úteis

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

DESAFIOS E PERSPECTIVAS DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE REGIÕES METROPOLITANAS CONSÓRCIO DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

DESAFIOS E PERSPECTIVAS DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE REGIÕES METROPOLITANAS CONSÓRCIO DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE DESAFIOS E PERSPECTIVAS DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE REGIÕES METROPOLITANAS CONSÓRCIO DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE ITEM RMR RECIFE População 4.048.845 hab

Leia mais

Trem de Passageiros Goiânia-Brasília Oportunidade de Projeto de Infraestrutura. Parceria Público Privada Outubro de 2017

Trem de Passageiros Goiânia-Brasília Oportunidade de Projeto de Infraestrutura. Parceria Público Privada Outubro de 2017 Trem de Passageiros Goiânia-Brasília Oportunidade de Projeto de Infraestrutura Parceria Público Privada Outubro de 2017 Objetivos do Projeto Poder Público Desenvolvimento Regional Consolidar a sinergia

Leia mais

Ligação Trensurb-Aeroporto Salgado Filho

Ligação Trensurb-Aeroporto Salgado Filho Ligação Trensurb-Aeroporto Salgado Filho DESCRIÇÃO: Sistema APM (Automated People Mover) que liga o Aeroporto Internacional Salgado Filho de Porto Alegre à Estação Aeroporto da Trensurb. Acesso ao Sítio

Leia mais

Trabalhar em Transportes

Trabalhar em Transportes Trabalhar em Transportes João Fortini Albano, Dr. Lastran/Deprot/Ufrgs albano@producao.ufrgs.br Transportes? Transportes é uma atividade meio que viabiliza de forma econômica os deslocamentos para satisfação

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA CORSAN VISÃO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA CORSAN VISÃO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA CORSAN VISÃO 2015: atingir a meta de 30% no atendimento de esgotos sanitários e manter os 98% nos níveis de cobertura de água na área de atuação e buscar a inserção em novos

Leia mais

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA MOBILIDADE URBANA EM REGIÕES METROPOLITANAS Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA Marco Aurélio Spall Maia Diretor Presidente TRENSURB-Porto Alegre Região Metropolitana

Leia mais

POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RILEY RODRIGUES Conselho Empresarial de Infraestrutura Sistema FIRJAN Principais desafios Os programas precisam ser estruturados, dentro de seus setores, como

Leia mais

Regional Nordeste Concessões e Parcerias. Ampliação das Oportunidades de Negócios 01 de Outubro de 2015 Fortaleza

Regional Nordeste Concessões e Parcerias. Ampliação das Oportunidades de Negócios 01 de Outubro de 2015 Fortaleza Regional Nordeste Concessões e Parcerias Ampliação das Oportunidades de Negócios 01 de Outubro de Fortaleza Programa de Gestão de PPPs do Estado do Piauí Viviane Moura Bezerra Superintendente de Parcerias

Leia mais

Serviços de consultoria e engenharia para o setor de logística de transportes:

Serviços de consultoria e engenharia para o setor de logística de transportes: PERFIL EMPRESARIAL Fundada em 1995 por um grupo de especialistas com ampla experiência no setor de transportes, a SYSFER iniciou suas atividades realizando projetos de consultoria de engenharia e de desenvolvimento

Leia mais

A PPP da Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo. Erminio Casadei Jr. ViaQuatro

A PPP da Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo. Erminio Casadei Jr. ViaQuatro A PPP da Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo Erminio Casadei Jr. ViaQuatro Os governos brasileiros assumiram grandes metas no setor, em especial pelos grandes eventos que se aproximam, para enfrentarem

Leia mais

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE 1 IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE AUDIÊNCIA PÚBLICA OUTRAS INFORMAÇÕES 2266-0369 SMTR www.rio.rj.gov.br 2589-0557 SMO Rio de Janeiro

Leia mais

Rio de Janeiro 12 e 13 de março de 2014

Rio de Janeiro 12 e 13 de março de 2014 Rio de Janeiro 12 e 13 de março de 2014 Linha do Tempo 1965 a 2003 Extinção da GEIPOT Lei 10.233 / 2001 Criação da EBTU lei nº 6.261 em 1975 Extinção da EBTU Dec. 230 / 1991 Estatuto da Cidade Lei nº 10.257

Leia mais

Transporte de Passageiros. O Futuro do Transporte Metroferroviário nas Grandes Capitais Brasileiras - Perspectivas e Investimentos

Transporte de Passageiros. O Futuro do Transporte Metroferroviário nas Grandes Capitais Brasileiras - Perspectivas e Investimentos SECRETARIA DE TRANSPORTES V BRASIL NOS TRILHOS Transporte de Passageiros O Futuro do Transporte Metroferroviário nas Grandes Capitais Brasileiras - Perspectivas e Investimentos Delmo Pinho Subsecretário

Leia mais

SISTEMA ANCHIETA IMIGRANTES WORKSHOP LOGÍSTICA FIESP

SISTEMA ANCHIETA IMIGRANTES WORKSHOP LOGÍSTICA FIESP SISTEMA ANCHIETA IMIGRANTES WORKSHOP LOGÍSTICA FIESP Junho/2016 Área de Influência Características Gerais Capacidade Rodoviária Operações Principais Investimentos Realizados Outros Investimentos Investimentos

Leia mais

NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2010

NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2010 COMPANHIA CEARENSE DE TRANSPORTES METROPOLITANOS NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2010 O PROJETO METROFOR O PROJETO METROFOR Linha Sul 24,1 km - 3,9 km Subterrâneo - 2,2 km Elevado - 18,0 km Superfície Linha de Carga

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus do Município de Porto Alegre Anexo V Diretrizes Futuras para o Sistema de Transporte

Leia mais

Remodelação Operacional da SuperVia

Remodelação Operacional da SuperVia Remodelação Operacional da SuperVia João Gouveia Ferrão Neto Diretor de Operações 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária Contexto da SuperVia Operadora Ferroviária de Passageiros da RMRJ Retomada do

Leia mais

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV PROJETO TAV BRASIL RIO SÃO PAULO - CAMPINAS

TREM DE ALTA VELOCIDADE - TAV PROJETO TAV BRASIL RIO SÃO PAULO - CAMPINAS 18ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA Painel 7 - Trens Regionais e de Longo Percurso com Média e Alta Velocidade PROJETO TAV BRASIL RIO SÃO PAULO - CAMPINAS HÉLIO MAURO FRANÇA Superintendente Executivo

Leia mais

A EMPRESA QUEM SOMOS ONDE ESTAMOS MISSÃO, VISÃO E VALORES LINHA DO TEMPO

A EMPRESA QUEM SOMOS ONDE ESTAMOS MISSÃO, VISÃO E VALORES LINHA DO TEMPO QUEM SOMOS ONDE ESTAMOS 2 3 MISSÃO, VISÃO E VALORES LINHA DO TEMPO 5 6 A EMPRESA QUEM SOMOS AEROMOVEL INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL EM MOBILIDADE Integrante do Grupo Coester, a Aeromovel Brasil S. A. é uma empresa

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

MÍDIA KIT TV Fora de Casa PORTO ALEGRE

MÍDIA KIT TV Fora de Casa PORTO ALEGRE MÍDIA KIT TV Fora de Casa PORTO ALEGRE OUTERNET É UMA EMPRESA LÍDER EM MÍDIA OUT OF HOME NO BRASIL QUE ENGLOBA SOLUÇÕES DE COMUNICAÇÃO EM TRANSPORTE PÚBLICO NAS PRINCIPAIS CIDADES. SURGIMOS PARA UNIR RELEVÂNCIA

Leia mais

2. La success story Citadis. as soluções da Alstom para transporte de média capacidade nas cidades brasileiras

2. La success story Citadis. as soluções da Alstom para transporte de média capacidade nas cidades brasileiras 2. La success story Citadis as soluções da Alstom para transporte de média capacidade nas cidades brasileiras era uma vez uma cidade... Onibus Pphpd > 5000 Onibus Pphpd < 5000 Periferia 1 Onibus Pphpd

Leia mais

Seminário Mobilidade Urbana IBRE- FGV 9 de novembro de 2014 Região Metropolitana de Salvador

Seminário Mobilidade Urbana IBRE- FGV 9 de novembro de 2014 Região Metropolitana de Salvador Seminário Mobilidade Urbana IBRE- FGV 9 de novembro de 2014 Região Metropolitana de Salvador Sandro Cabral Professor da Escola de Administração Universidade Federal da Bahia (UFBA) Francisco Ulisses Rocha

Leia mais

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária PROCEDIMENTOS DE CÁLCULO DAS EMISSÕES DE CO 2 NA OPERAÇÃO DE SISTEMAS METROVIÁRIOS E ÔNIBUS INTEGRADOS: APLICAÇÃO NO METRÔ DO RIO DE JANEIRO E NA SUA FROTA DE ÔNIBUS METRÔ NA SUPERFÍCIE Carlos Eduardo

Leia mais

V Brasil nos Trilhos. Joubert Flores Presidente da ANPTrilhos Apoio:

V Brasil nos Trilhos. Joubert Flores Presidente da ANPTrilhos  Apoio: V Brasil nos Trilhos PAINEL ESTRATÉGICO: TRANSPORTE DE PASSAGEIROS Joubert Flores Presidente da ANPTrilhos www.anptrilhos.org.br Apoio: ANPTrilhos - Associados Metrô Rio SUPERVIA Concessionária de Transporte

Leia mais

Infraestrutura de Santa Catarina para o Desenvolvimento

Infraestrutura de Santa Catarina para o Desenvolvimento Infraestrutura de Santa Catarina para o Desenvolvimento Ministério dos Transportes PAULO SÉRGIO PASSOS Ministro de Estado dos Transportes Florianópolis, 27 de fevereiro de 2013 ASPECTOS NACIONAIS INFRAESTRUTURA

Leia mais

SPPO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO POR ÔNIBUS

SPPO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO POR ÔNIBUS SPPO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO POR ÔNIBUS SPPO Sistema de Transporte Publico por Ônibus, licitado em 2010, compreende a operação do sistema de ônibus em quatro áreas da cidade, sendo cada área operada

Leia mais

Presente nos empreendimentos. planejados e construídos com responsabilidade ambiental.

Presente nos empreendimentos. planejados e construídos com responsabilidade ambiental. Presente nos empreendimentos planejados e construídos com responsabilidade ambiental. HISTÓRICO PROJETO Projeto criado em 2006, em parceria com a ADEMI. Objetivo: Instalar aquecimento solar em edificações

Leia mais

Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA.

Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Brasilia, Novembro/2013 Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Alterações do padrão de mobilidade urbana no Brasil Milhões de viagens/ano

Leia mais

Panorama do Setor Metroferroviário Brasileiro

Panorama do Setor Metroferroviário Brasileiro Panorama do Setor Metroferroviário Brasileiro JOÃO GOUVEIA Diretor Executivo da ANPTrilhos Palestra na Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro - SEAERJ 14 de Março de 2017 2

Leia mais

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU Mobilidade Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana Prefeitura de Nova Iguaçu Principais Ações Criação do Centro de Operações de Nova Iguaçu CONIG 76 câmeras Principais Ações Centralização

Leia mais

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Rio Metropolitano. Jorge Arraes. 09 de julho 2015

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Rio Metropolitano. Jorge Arraes. 09 de julho 2015 Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro Rio Metropolitano Jorge Arraes 09 de julho 2015 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas Em 2009, institucionalizou-se

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo I Informações Gerais do Município de Porto Alegre e do Sistema de Transporte Público

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre. Anexo I Informações Gerais do Município de Porto Alegre e do Sistema de Transporte Público Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo I Informações Gerais do Município de Porto Alegre e do Sistema de Transporte Público Anexo I Informações Gerais do Município de Porto Alegre e do Sistema

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO DE PASSAGEIROS 2013/2014 Joubert Flores Presidente da ANPTrilhos Apoio: Quem Somos ANPTrilhos

Leia mais

Metrô de Hong Kong. Transporte e o Futuro das Metrópoles

Metrô de Hong Kong. Transporte e o Futuro das Metrópoles Transporte e o Futuro das Metrópoles A cidade -Área: 1.104 km² - População: 6.995.000 habitantes (2006) A cidade A cidade A cidade Características do sistema MTR - Início de operação em 1979 - Fusão com

Leia mais

GESTÃO CORPORATIVA DO TREM METROPOLITANO FOCO NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 10ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROVIÁRIA

GESTÃO CORPORATIVA DO TREM METROPOLITANO FOCO NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 10ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROVIÁRIA CPTM GESTÃO CORPORATIVA DO TREM METROPOLITANO FOCO NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 10ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROVIÁRIA A Função Social do Transporte Metroferroviário no Brasil São Paulo, 21 a 24 de Setembro de

Leia mais

Sistema Integrado de Transporte e o Metrô de Porto Alegre Março de 2008

Sistema Integrado de Transporte e o Metrô de Porto Alegre Março de 2008 Sistema Integrado de Transporte e o Metrô de Porto Alegre Março de 2008 Estudo de Planejamento Estratégico de Integração do Transporte Público Coletivo da RMPA Plano Integrado de Transporte e Mobilidade

Leia mais

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1 São Leopoldo / Novo Hamburgo ESCRITÓRIO DE FISCALIZAÇÃO Coordenação de Planejamento Coordenação de Medições, Controle Financeiro

Leia mais

MOBILIDADE URBANA E AEROPORTO: TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014

MOBILIDADE URBANA E AEROPORTO: TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 MOBILIDADE URBANA E AEROPORTO: TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 TPS pav. térreo TPS Vista do saguão TPS pav. superior PERSPECTIVA Lado TERRA PERSPECTIVA Lado AR Item 2011 2012 Revisão

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

Redução de Perdas através de contratos de remuneração por desempenho. Carlos Jose Teixeira Berenhauser

Redução de Perdas através de contratos de remuneração por desempenho. Carlos Jose Teixeira Berenhauser Redução de Perdas através de contratos de remuneração por desempenho Carlos Jose Teixeira Berenhauser Atuação desde 1992 em redução e controle de perdas em sistemas de abastecimento de agua Presença nacional

Leia mais