1.1. Quais são as normas da Anvisa e onde são publicadas no DOU? 1.2. Como consultar a publicação de uma resolução da Anvisa no DOU?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1.1. Quais são as normas da Anvisa e onde são publicadas no DOU? 1.2. Como consultar a publicação de uma resolução da Anvisa no DOU?"

Transcrição

1 Atualizado: 17 / 09 / FAQ - AI 1. Diário Oficial da União (DOU) 1.1. Quais são as normas da Anvisa e onde são publicadas no DOU? 1.2. Como consultar a publicação de uma resolução da Anvisa no DOU? 1.3. Como saber o número e a data da publicação da Resolução RE no DOU? 1.4. Deferimento / Indeferimento / Retificação (manifestações da Anvisa) 1.5. Onde consultar o que não é publicado em DOU? 1.6. Diferença entre Resolução RDC e Resolução RE Exemplos de conteúdo das Resoluções RDC Exemplo do conteúdo da Resolução RE 1.7. Consulta a interdições e suspensões de produtos no DOU 1.8. Validade jurídica do DOU em meio eletrônico 1.9. A Anvisa não cobra por publicações em DOU Qual a instituição responsável pelas publicações em DOU? Acesso a publicações antigas do DOU Legislação 1. Diário Oficial da União (DOU) 1.1. Quais são as normas da Anvisa e onde são publicadas no DOU? Normas publicadas pela Anvisa RDC, RE, Portaria, Aresto, Consulta Pública Recursos Humanos (como nomeação e exoneração de servidores, por exemplo) Seção do DOU em que são publicadas Seção 1 Eventualmente, em Edições Extras Observação: o anexo das RE são publicadas no Suplemento Anvisa Seção 2 Contratos, Licitações, Concursos Seção 3

2 A seguir, um detalhamento das Resoluções (RE e RDC): Tipo de Resolução Resoluções REs Resoluções RDCs Qual dia é publicada? Em regra, sempre às segundasfeiras. (Não é possível informar a data provável de publicação. O interessado deve acompanhar as publicações em DOU, no portal da Imprensa Nacional). Qualquer dia útil Em que parte do DOU é publicada? Seção 1 Suplemento Anvisa Seção 1 Conteúdo Defere/ indefere as solicitações de autorizações de funcionamento e registros de produto. Apresenta as retificações de publicação. A lista contendo a relação das empresas / produtos consta do Suplemento Anvisa, conforme a seguir. Contém o anexo da Resolução RE, que apresenta a listagem completa das empresas que tiveram seus pedidos deferidos ou indeferidos pela Anvisa. Atos de caráter normativo 1.2. Como consultar a publicação de uma resolução da Anvisa no DOU? A consulta ao inteiro teor das resoluções da Anvisa (Resoluções REs e Resoluções RDC) é feita por meio do portal da imprensa nacional (www.in.gov.br). À esquerda da página, logo abaixo do bloco com o nome da Imprensa Nacional, encontramse os campos para a pesquisa nos jornais, para pesquisa avançada ou somente para leitura da edição do dia. Na mesma área, o campo informe o termo já aparece aberto e é outra alternativa de pesquisa, bastando digitar a expressão desejada entre aspas duplas e clicar em pesquisar. Se for apenas uma palavra, sua simples grafia é suficiente. À direita da página, o campo de acessibilidade abre aos portadores de necessidades especiais a configuração da maioria dos recursos internacionais sobre teclas de acesso.

3 Ainda à direita, logo abaixo, estão os ícones do envio eletrônico de matérias, assinatura do DOU e o de Aviso de Publicação. O Aviso de Publicação é um instrumento de busca que seleciona diariamente matérias publicadas nos Jornais Oficiais, conforme configuração preestabelecida, e envia mensagens ao cliente, por meio do correio eletrônico, informando as ocorrências encontradas naquele dia. O sistema permite ao usuário modificar a qualquer tempo os parâmetros de busca informados na contratação dos serviços. Para consultar as Resoluções REs (listagem de produtos / empresas): É preciso consultar os Suplementos Anvisa. O caminho de acesso aos suplementos Anvisa é: > clique em suplementos (parte superior da tela) > em selecione o jornal, clique na opção Anvisa, preencha a data > clique em pesquisar > selecione a edição. A ferramenta apresentará uma lista em ordem cronológica decrescente (da mais recente para a mais antiga) dos suplementos Anvisa publicados desde 16 / 05 / 2005, mês em que foi firmado o primeiro contrato da Anvisa com a Imprensa Nacional. Para as publicações anteriores a 16 / 05 / 2005, deve ser consultada a Seção 1 (saiba como no próximo tópico). Para consultar as Resoluções RDCs (atos normativos): Importante: São necessários o número e a data da publicação da Resolução no DOU. - Na página inicial do portal da Imprensa Nacional, no box Pesquisa avançada. - No campo Informe o termo, inserir o número da Resolução RE ou Resolução RDC; não esquecer do ponto (.). - Selecionar a opção DOU1 ; - Manter o critério de tipo de pesquisa exata ;

4 - Inserir a data em que a Resolução foi publicada no DOU.; colocar a mesma data em data inicial e data final. Escolher o ano; - Clicar em Pesquisar. - No topo da página, é exibido o número de itens encontrados com os termos de pesquisa utilizados; - Clicar sobre o link desejado para abrir a edição do jornal em nova janela. Observação: ao clicar em voltar, os termos da busca precisarão ser novamente digitados Como saber o número e a data da publicação da Resolução RE no DOU? A consulta ao número e a data da publicação da Resolução no DOU pode ser feita no portal da Anvisa, em consulta à situação de documentos, clicar sobre o número do processo ou petição de interesse. Verificar a data e o número no campo DT Publicação (Resolução) Deferimento / Indeferimento / Retificação (manifestações da Anvisa) São publicadas em DOU: - Autorização de funcionamento (AFE) e autorização especial (AE), como concessões, cancelamentos, renovações, alterações e retificações, exceto alteração na autorização por mudança de responsável técnico ou responsável legal; - Registro de produtos sujeitos à vigilância sanitária, tais como registro, revalidação, alteração e cancelamento; - No caso de Certificados de Boas Práticas de empresas nacionais e estrangeiras, o deferimento de empresas nacionais e estrangeiras é sempre publicado. Já o indeferimento é publicado somente para empresas estrangeiras. Observação: além dessas, existem outras manifestações da Anvisa publicadas em DOU. Não são publicadas em DOU: - Alterações na AFE por mudança de responsável legal (RL) nem responsável técnico (RT);

5 - Notificação de exigência; - Notificações de contratos de terceirização Onde consultar o que não é publicado em DOU? - No caso de alteração na AFE por mudança de responsável técnico e responsável legal, os interessados deverão acompanhar a alteração diretamente no portal da Anvisa, a partir do CNPJ da empresa: Tipo de empresa Farmácias e drogarias Demais Link para consulta > serviços> (consulta a banco de dados) Autorização de Farmácia e Drogaria > Clicar sobre ver detalhes no campo autorização (regular ou irregular); nsulta_autorizacao_internet.asp > serviços> (consulta a banco de dados) Empresas autorizadas a funcionar - No caso da notificação de exigência, o interessado deverá acompanhar a situação diretamente no Sistema de Peticionamento e Arrecadação Eletrônicos, no link Caixa Postal. Porém algumas áreas enviam um fax e / ou uma carta registrada para a empresa com a notificação de exigência. - No caso de manifestações como o deferimento, indeferimento e cancelamento após as análises de contratos de terceirização (produção, armazenamento e controle de qualidade), os interessados são informados por fax ou por correios com aviso de recebimento (AR) Diferença entre Resolução RDC e Resolução RE As Resoluções RDC têm natureza normativa, pois regulamentam produtos e serviços sujeitos à vigilância sanitária. É necessariamente aprovada pela Diretoria Colegiada da Anvisa (Dicol). Já as Resoluções REs têm um caráter autorizativo, pois concedem, indeferem, suspendem autorizações de funcionamento e registro de produtos. São expedidas por um dos diretores da Anvisa, de acordo com o assunto.

6 Exemplos de conteúdo das Resoluções RDC - RDC nº 211 / 2005: Ficam estabelecidas a Definição e a Classificação de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes, conforme Anexos I e II desta Resolução. - RDC nº 222 / 2006: Dispõe sobre os procedimentos de petição e arrecadação eletrônica no âmbito da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de suas Coordenações Estaduais e Municipais de Vigilância Sanitária e dá outras providências. - RDC nº 20 / 2011: Dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição, isoladas ou em associação Exemplo do conteúdo da Resolução RE O Diretor da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (...) resolve: Art. 1º Conceder Autorização Especial para Empresas de Medicamentos, constantes no anexo desta Resolução. Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação Consulta a interdições e suspensões de produtos no DOU Na página inicial do portal da Imprensa Nacional (www.in.gov.br), no box Pesquisa nos jornais oficiais, clicar, na parte inferior do Box, sobre clique na lupa para acessar a pesquisa avançada ; - Marcar a opção DOU1 ; - Inserir o nome do produto no campo todas as palavras ; - Digitar o período provável da publicação nos campos de e a. A cada pesquisa, o sistema admite o período máximo de 180 dias para consulta Validade jurídica do DOU em meio eletrônico O documento eletrônico assinado digitalmente tem o mesmo valor jurídico, autenticidade e integridade do exemplar impresso original, conforme MP nº , de 24 / 8 / Dessa

7 forma, não é necessário adquirir um exemplar original do DOU. Porém, havendo interesse em adquirir um exemplar impresso, deve-se entrar em contato com a Imprensa Nacional pelo telefone , de segunda-feira à sexta-feira, das 7 às 19 horas A Anvisa não cobra por publicações em DOU A Anvisa não encaminha solicitações de pagamento para qualquer tipo de publicação no Diário Oficial da União (DOU) nem autoriza terceiros a fazê-lo. As publicações das manifestações da Anvisa pelo deferimento ou indeferimento do pleito não implicam em qualquer ônus ao interessado, sendo que as custas da publicação correm exclusivamente por conta da Agência Qual a instituição responsável pelas publicações em DOU? Os processos protocolizados na Anvisa são, em regra, analisados integralmente pela Anvisa e, somente após isso, são encaminhados à Imprensa Nacional, que é a instituição responsável pelas publicações no Diário Oficial da União (DOU) Acesso a publicações antigas do DOU As publicações oficiais antigas do DOU, desde 1990, estão disponíveis no portal na opção "Pesquisa", com certificação digital. Para períodos anteriores, deve-se cadastrar a solicitação na Central de Atendimento, pelo número ou pela página inicial da Imprensa Nacional na rede mundial de computadores, informando a data exata e os termos para pesquisa - matéria específica, instituição, tipo de publicação (ex: Portarias, Leis, Decretos, etc.), número da página -, além dos dados para envio das cópias solicitadas Legislação - RDC nº 209 / 2005: O resultado das análises feitas sobre quaisquer pedidos de alteração em registros de produtos submetidos ao regime de vigilância sanitária, e que não implique em

8 modificação no número de registro, será averbado no respectivo ato de registro e divulgado no endereço eletrônico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (www.anvisa.gov.br). Em caso de dúvidas, contate a Central de Atendimento da Anvisa, pelo telefone ou pelo formulário eletrônico Fale Conosco (http://www.anvisa.gov.br/institucional/faleconosco/faleconosco.asp).

PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE. Modalidades de Peticionamento 1. Acesso ao Sistema de Peticionamento 1

PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE. Modalidades de Peticionamento 1. Acesso ao Sistema de Peticionamento 1 PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE Modalidades de Peticionamento 1 Acesso ao Sistema de Peticionamento 1 Petição Eletrônica e Pagamento de Taxa 3 Petição e Protocolo Eletrônico 7 Petição Manual e Pagamento

Leia mais

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES 1 Quais são os sujeitos que devem ser cadastrados e o que cada um representa no cadastro da empresa?...2 2 Como fazer para cadastrar uma empresa?...3 3 Cliquei

Leia mais

1.1. Consulta à lista de mercadorias sujeitas à vigilância sanitária. 1.2.3. Como saber o código de assunto. 1.2.4. Como saber a lista de documentos

1.1. Consulta à lista de mercadorias sujeitas à vigilância sanitária. 1.2.3. Como saber o código de assunto. 1.2.4. Como saber a lista de documentos Atualizado: 15 / 0 7 / 2013 FAQ AI 1. Importação informações Gerais 1.1. Consulta à lista de mercadorias sujeitas à vigilância sanitária 1.2. AFE para prestação de serviço em PAF 1.2.1. Quem precisa 1.2.2.

Leia mais

1.2.1. Envio de documentos por fax. 1.4. Quais documentos devem ser protocolizados na Anvisa. 1.4.1. Envio indevido de documentação à Anvisa

1.2.1. Envio de documentos por fax. 1.4. Quais documentos devem ser protocolizados na Anvisa. 1.4.1. Envio indevido de documentação à Anvisa Atualizado: 17 / 09 / 2013 - FAQ - AI 1. Protocolização de documentos na Anvisa 1.1. Fim da obrigatoriedade de protocolo de AFE e AE nos estados descentralizados 1.2. Formas de entrada de documentos na

Leia mais

1.1. O que é taxa de fiscalização de vigilância sanitária (TFVS)? 1.3.1. Recolhimento de taxas em dias de greve da rede bancária

1.1. O que é taxa de fiscalização de vigilância sanitária (TFVS)? 1.3.1. Recolhimento de taxas em dias de greve da rede bancária Atualizado: 28 / 05 / 2014 - FAQ AI 1. Taxa de fiscalização de vigilância sanitária 1.1. O que é taxa de fiscalização de vigilância sanitária (TFVS)? 1.2. Quem deve pagar a TFVS? 1.3. Qual é a forma de

Leia mais

1.3. Em quais casos é possível solicitar o parcelamento? 1.4. Como saberei se minha empresa possui débitos junto à Anvisa?

1.3. Em quais casos é possível solicitar o parcelamento? 1.4. Como saberei se minha empresa possui débitos junto à Anvisa? Atualizado: 07 / 10 / 2011 - FAQ AI 1. Parcelamento de débitos em cobrança administrativa não inscritos em dívida ativa 1.1. Tipos de parcelamento de débito 1.2. Parcelamento de débito de AFE / AE 1.3.

Leia mais

1.2. Como consultar a legislação da Anvisa. 1.2.1. No portal da Anvisa sem discriminação por macrotema. 1.2.2. No portal da Anvisa por macrotema.

1.2. Como consultar a legislação da Anvisa. 1.2.1. No portal da Anvisa sem discriminação por macrotema. 1.2.2. No portal da Anvisa por macrotema. Atualizado: 27 / 03 / 2015 - FAQ - AI 1. Consulta à legislação da Anvisa 1.1. Portal da Anvisa - Estoque Regulatório: nova ferramenta de consulta a normas da Anvisa 1.2. Como consultar a legislação da

Leia mais

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor Presidente, determino a sua publicação:

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor Presidente, determino a sua publicação: Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública nº 26, de 21 de maio de 2009. D.O.U de 22/05/09 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

Manual de Solicitação de Autorização de Importação Específica, AEP, ADA, CNI e 2ª via de documentos

Manual de Solicitação de Autorização de Importação Específica, AEP, ADA, CNI e 2ª via de documentos 2014 Manual de Solicitação de Autorização de Importação Específica, AEP, ADA, CNI e 2ª via de documentos Autorização de Importação Específica: destinada a órgãos de repressão a entorpecentes, entidades

Leia mais

Segue abaixo uma notícia que também foi divulgada em 03/09/2008 sobre este assunto:

Segue abaixo uma notícia que também foi divulgada em 03/09/2008 sobre este assunto: Índice: 1- Orientações para Substituição de Responsável Técnico 2 2- Arquivo XML não aceito 2 3- Arquivo não validado por motivo de atraso na validação 3 4- Erro na transmissão de arquivos XML e problemas

Leia mais

Manual de Solicitação da Autorização de Importação Específica

Manual de Solicitação da Autorização de Importação Específica 2014 Manual de Solicitação da Autorização de Importação Específica Autorização de Importação Específica destinada a órgãos de repressão a entorpecentes, entidades importadoras de controle de dopagem, laboratórios

Leia mais

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro www.anvisa.gov.br Para acessar o cadastro

Leia mais

Cadastro e dúvidas frequentes SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS

Cadastro e dúvidas frequentes SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS Cadastro e dúvidas frequentes SISTEMA NACIONAL DE GERENCIAMENTO DE PRODUTOS CONTROLADOS Sumário Parte I - Cadastro... 3 Parte II - Dúvidas frequentes... 6 1. Como fazer o inventário no SNGPC?... 6 2. A

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014 Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

RESOLUÇÃO - RDC Nº 40, DE 26 DE AGOSTO DE 2015

RESOLUÇÃO - RDC Nº 40, DE 26 DE AGOSTO DE 2015 RESOLUÇÃO - RDC Nº 40, DE 26 DE AGOSTO DE 2015 Define os requisitos do cadastro de produtos médicos. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da atribuição que lhe conferem

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 05, de 28 de janeiro de 2015 D.O.U de 29/01/2015

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 05, de 28 de janeiro de 2015 D.O.U de 29/01/2015 Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 05, de 28 de janeiro de 2015 D.O.U de 29/01/2015 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso

Leia mais

Passo a passo de Alteração de Responsáveis Técnico e Legal na AFE e AE.

Passo a passo de Alteração de Responsáveis Técnico e Legal na AFE e AE. Passo a passo de Alteração de Responsáveis Técnico e Legal na AFE e AE. Gerência de Autorização de Funcionamento GEAFE Brasília, junho de 2014 1º passo: acesse o sítio da ANVISA através do endereço eletrônico

Leia mais

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS NA ANVISA PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS NA ANVISA PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRAMENTO DE EMPRESAS NA ANVISA PERGUNTAS FREQUENTES Quais são os sujeitos que devem ser cadastrados e o que cada um representa no cadastro da empresa?...2 Como fazer para cadastrar uma empresa?...3

Leia mais

GUIA GEGAR. - Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA Gerência de Gestão da Arrecadação GEGAR

GUIA GEGAR. - Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA Gerência de Gestão da Arrecadação GEGAR GUIA GEGAR - Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA Gerência de Gestão da Arrecadação GEGAR 1 ÍNDICE SEÇÃO I: CADASTRAMENTO...4 SEÇÃO II SENHAS E E-MAILS...6 SEÇÃO III PETICIONAMENTO...9 SEÇÃO

Leia mais

4. O que fazer quando tiver dúvidas sobre o número de registro do medicamento? O Farmacêutico Responsável Técnico deve realizar as seguintes ações:

4. O que fazer quando tiver dúvidas sobre o número de registro do medicamento? O Farmacêutico Responsável Técnico deve realizar as seguintes ações: 1 de 6 Site: http://www.solucaosistemas.com.br Gerado pela Solução Sistemas - Fonte: Anvisa Acesse o Portal do Perguntas Freqüentes atualizado em 19/04/2013 Funcionalidades do SNGPC 1. Como fazer o inventário

Leia mais

1.2. Classificação da empresa segundo seu porte. 1.3.1. Quando deve ser comprovado o porte da empresa. 1.3.2. Documentação para comprovação de porte

1.2. Classificação da empresa segundo seu porte. 1.3.1. Quando deve ser comprovado o porte da empresa. 1.3.2. Documentação para comprovação de porte Atualizado: 15 / 06 / 2015 - FAQ AI 1. Porte 1.1. Porte da empresa 1.1.1. Faturamento Bruto Anual 1.2. Classificação da empresa segundo seu porte 1.3. Comprovação de porte 1.3.1. Quando deve ser comprovado

Leia mais

1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro

1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro 1.2. Informações gerais 1.3. Tabela Ação

Leia mais

1.2. Escrituração de medicamentos e insumos farmacêuticos. 1.2.2. Arquivos XML sem movimentações. 1.2.2.1. Medicamentos vencidos

1.2. Escrituração de medicamentos e insumos farmacêuticos. 1.2.2. Arquivos XML sem movimentações. 1.2.2.1. Medicamentos vencidos Atualizado: 25 / 10 / 2013 FAQ AI 1. Escrituração e movimentação dos arquivos XML no SNGPC 1.1. Programa interno do estabelecimento 1.1.1. Alteração do software 1.2. Escrituração de medicamentos e insumos

Leia mais

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS:

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Caso a empresa já esteja cadastrada no Portal da ANVISA, seguir os passos abaixo. Caso contrário, verificar o Procedimento para Cadastro de Empresas,

Leia mais

RESOLUÇÃO N 124, DE 26 DE MAIO DE 2015. (Publicado no DOU, Seção 1, de 17/06/2015, pág. 70)

RESOLUÇÃO N 124, DE 26 DE MAIO DE 2015. (Publicado no DOU, Seção 1, de 17/06/2015, pág. 70) RESOLUÇÃO N 124, DE 26 DE MAIO DE 2015. (Publicado no DOU, Seção 1, de 17/06/2015, pág. 70) Institui o Diário Eletrônico do Conselho Nacional do Ministério Público e dá outras providências. O CONSELHO

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA-RDC Nº 16, DE 1 DE ABRIL DE 2014

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA-RDC Nº 16, DE 1 DE ABRIL DE 2014 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA-RDC Nº 16, DE 1 DE ABRIL DE 2014

Leia mais

1. Parlatório / Reuniões / Agendamento eletrônico de audiências na Anvisa. 1.1. Como agendar uma reunião com a Anvisa

1. Parlatório / Reuniões / Agendamento eletrônico de audiências na Anvisa. 1.1. Como agendar uma reunião com a Anvisa Atualizado: 05 / 07 / 2013 - FAQ - AI 1. Parlatório / Reuniões / Agendamento eletrônico de audiências na Anvisa 1.1. Como agendar uma reunião com a Anvisa 1.2. Como acessar o Sistema de Agendamento Eletrônico

Leia mais

1.5. Dados pessoais que devem constar na receita médica. 1.6. Validade das receitas de medicamentos antimicrobianos

1.5. Dados pessoais que devem constar na receita médica. 1.6. Validade das receitas de medicamentos antimicrobianos Atualizado: 10 / 05 / 2013 FAQ AI 1. Controle de medicamentos antimicrobianos (antibióticos) 1.1. Informações gerais 1.2. Uso contínuo (tratamento prolongado) 1.3. Retenção da segunda via da receita médica

Leia mais

considerando a necessidade de implementar ações que venham contribuir para a melhoria da qualidade da assistência à saúde;

considerando a necessidade de implementar ações que venham contribuir para a melhoria da qualidade da assistência à saúde; Resolução - RDC nº 132, de 29 de maio de 2003 D.O.U de 02/06/2003 Dispõe sobre o registro de medicamentos específicos. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária no uso da atribuição

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADESÃO ACESSO ÀS PÁGINAS DO FIES

ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADESÃO ACESSO ÀS PÁGINAS DO FIES ORIENTAÇÕES SOBRE PROCEDIMENTOS GERAIS PARA ADESÃO ACESSO ÀS PÁGINAS DO FIES 1. Acessar o site do Ministério da Educação www.mec.gov.br 2. Clicar sobre o ícone do FIES 3. Clicar sobre a expressão Acesso

Leia mais

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Gestor de segurança da empresa 1.1. Usuários com e sem vínculos de representação 1.2. O que significa ser gestor de segurança 1.3. Como consultar os dados do gestor

Leia mais

Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados

Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados Ferramenta para o trabalho da vigilância sanitária Acesso do SNGPC VISAS Setor regulado Acesso Os órgãos de Vigilância Sanitária não precisarão

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA RESOLUÇÃO RDC Nº 2, DE 17 DE JANEIRO DE 2012

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA RESOLUÇÃO RDC Nº 2, DE 17 DE JANEIRO DE 2012 AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA RESOLUÇÃO RDC Nº 2, DE 17 DE JANEIRO DE 2012 Institui o protocolo eletrônico para emissão de Certificado de Registro de Medicamento e Certidão de Registro para

Leia mais

Receber intimações: poderão receber intimações em processos eletrônicos nos quais estejam vinculados.

Receber intimações: poderão receber intimações em processos eletrônicos nos quais estejam vinculados. INTRODUÇÃO O tribunal de Justiça de Santa Catarina, em um processo de evolução dos serviços disponíveis no portal e-saj, passa a disponibilizar a peritos, leiloeiros, tradutores e administradores de massas

Leia mais

NOTA TÉCNICA SOBRE A RDC Nº

NOTA TÉCNICA SOBRE A RDC Nº NOTA TÉCNICA SOBRE A RDC Nº 20/2011 Orientações de procedimentos relativos ao controle de medicamentos à base de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição isoladas ou em associação.

Leia mais

Arquivo Nacional. Manual de Gerenciamento do Banco de Dados

Arquivo Nacional. Manual de Gerenciamento do Banco de Dados 1 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Arquivo Nacional Cadastro Nacional dos Integrantes do Sistema de Gestão de Documentos de Arquivo SIGA Manual de Gerenciamento do Banco de Dados Dá instruções, campo por campo, sobre

Leia mais

Juntada de Processos. Sistema Módulo Usuários Perfil. A juntada pode ser de dois tipos:

Juntada de Processos. Sistema Módulo Usuários Perfil. A juntada pode ser de dois tipos: Juntada de Processos Sistema Módulo Usuários Perfil SIPAC Protocolo Todo usuário que possui o perfil Cadastrar Protocolo Gestor de Cadastro de Protocolo Última Atualização 07/12/2010 14:52 Juntada é a

Leia mais

1. Equipamentos para a saúde: Registro, Cadastro, Regularidade e Legislação. 1.1.2. Lista de documentos para Registro e Cadastro

1. Equipamentos para a saúde: Registro, Cadastro, Regularidade e Legislação. 1.1.2. Lista de documentos para Registro e Cadastro Atualizado: 04 / 09 / 2013 FAQ AI 1. Equipamentos para a saúde: Registro, Cadastro, Regularidade e Legislação 1.1. Registrar ou cadastrar 1.1.1. Requisitos 1.1.1.1. Monitores de pressão sanguínea não invasivos

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 24, de 13 de maio de 2014 D.O.U de 20/05/2014

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 24, de 13 de maio de 2014 D.O.U de 20/05/2014 Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 24, de 13 de maio de 2014 D.O.U de 20/05/2014 Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições

Leia mais

Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados. Etapa 3. Aquisição ou adaptação de software. www.anvisa.gov.br

Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados. Etapa 3. Aquisição ou adaptação de software. www.anvisa.gov.br Etapa 3 Aquisição ou adaptação de software Etapa 4 x Credenciamento Credenciamento é a realização do Inventário Inicial no SNGPC site da ANVISA: - Entrada do estoque inicial de medicamentos e/ou substâncias

Leia mais

SUSAM Secretaria de Estado de Saúde RESUMO DE ATOS ADMINISTRATIVOS. SUSAM Secretaria de Estado de Saúde. Fonte: Diário Oficial da União - DOU

SUSAM Secretaria de Estado de Saúde RESUMO DE ATOS ADMINISTRATIVOS. SUSAM Secretaria de Estado de Saúde. Fonte: Diário Oficial da União - DOU SUSAM Secretaria de Estado de Saúde RESUMO DE ATOS ADMINISTRATIVOS SUSAM Secretaria de Estado de Saúde ABRIL DE 2011 Fonte: Diário Oficial da União - DOU SUSAM Secretaria de Estado de Saúde S U M Á R I

Leia mais

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006

Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006 Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Dia 04/07/2006 EMPRESA: MARCOS QUEQUE PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES E LABORATORIAIS CNPJ: 05.667.010/0001-07

Leia mais

PEI Peticionamento eletrônico de importação

PEI Peticionamento eletrônico de importação PEI Peticionamento eletrônico de importação MÔNICA FIGUEIREDO P VPA F J O I NVILLE RESOLUÇÃO - RDC Nº 74, DE 2 DE MAIO DE 2016 Os processos protocolados eletronicamente deverão conter a documentação prevista

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Guia Rápido do PJe Para Advogados Porto Alegre 2015 SUMÁRIO Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Cadastramento no sistema... 3 Visão geral

Leia mais

Guia Rápido do PJe Para Advogados

Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

2. Conforme exigido no Anexo II, item 1.4 do edital os produtos devem atender às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e emprego.

2. Conforme exigido no Anexo II, item 1.4 do edital os produtos devem atender às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e emprego. Ilmo. Sr. Dr. Pregoeiro SESI/BA Pregão Eletrônico 20/2012 Objeto: Razões de Recurso IMUNOSUL DISTRIBUIDORA DE VACINAS E PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES LTDA, já qualificada, em face do Pregão Presencial

Leia mais

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE. Baixa Simplificada de Empresas PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE Baixa Simplificada de Empresas 2 Sumário 1 Como preparar o computador para uso do certificado digital...04 2 Primeiro Acesso: Cadastro

Leia mais

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS)

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) 1 DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) DROGARIAS (CONFORME LEI FEDERAL 5991/73, RESOLUÇÃO RDC ANVISA 44/09 E OUTRAS PERTINENTES)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2015 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre processos de liberação ANVISA para Pessoa Jurídica

Perguntas Frequentes sobre processos de liberação ANVISA para Pessoa Jurídica Perguntas Frequentes sobre processos de liberação ANVISA para Pessoa Jurídica Prezado cliente, Este material foi criado com o objetivo esclarecer possíveis dúvidas a respeito da inspeção de remessas importadas

Leia mais

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor-Presidente Substituto, determino a sua publicação:

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor-Presidente Substituto, determino a sua publicação: Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública nº 48, de 13 de julho de 2012. D.O.U de 23/07/12 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da

Leia mais

RESUMO SEMANAL DO SETOR Farmoquímico e Farmacêutico EDIÇÃO 30/14

RESUMO SEMANAL DO SETOR Farmoquímico e Farmacêutico EDIÇÃO 30/14 Caso não deseje receber este periódico, basta responder o presente e-mail colocando no Assunto "SUSPENDER ENVIO". RESUMO SEMANAL DO SETOR Farmoquímico e Farmacêutico EDIÇÃO 30/14 1 LEGISLAÇÃO 1.1 Aresto

Leia mais

SNGPC versão 2.0 Antimicrobianos

SNGPC versão 2.0 Antimicrobianos SNGPC versão 2.0 Antimicrobianos Farm. Adam Macedo Adami Especialista em Dependências Químicas e Farmacologia Gerente de Medicamentos e Produtos da VISA Estadual Gestor Estadual do SNGPC de Mato Grosso

Leia mais

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER O SEER foi traduzido e customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) baseado no software desenvolvido pelo Public

Leia mais

1.1.1. Erro no programa interno do estabelecimento (software) 1.1.1.1. Erro ao importar inventário

1.1.1. Erro no programa interno do estabelecimento (software) 1.1.1.1. Erro ao importar inventário Atualizado: 28 / 08 / 2013 FAQ AI 1. Erros no SNGPC 1.1. Tratamento das demandas 1.1.1. Erro no programa interno do estabelecimento (software) 1.1.1.1. Erro ao importar inventário 1.1.2. Erro no SNGPC

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 SUMÁRIO 1 Orientações gerais... 4 1.1 O que são Pessoas Obrigadas?... 4 1.2 Perfis de acesso... 4 1.3

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA SEPN Quadra 514 Norte Lote 7 Bloco B CEP 70760 542 Brasília DF www.cnj.jus.br INSTRUÇÃO NORMATIVA

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA SEPN Quadra 514 Norte Lote 7 Bloco B CEP 70760 542 Brasília DF www.cnj.jus.br INSTRUÇÃO NORMATIVA CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA SEPN Quadra 514 Norte Lote 7 Bloco B CEP 70760 542 Brasília DF www.cnj.jus.br INSTRUÇÃO NORMATIVA INSTRUÇÃO NORMATIVA 67, DE 5 DE AGOSTO DE 2015 Regulamenta a Portaria SEI

Leia mais

C A R T I L H A. - Recursos Humanos Funcionários

C A R T I L H A. - Recursos Humanos Funcionários C A R T I L H A - Recursos Humanos Funcionários Elaborada por: DIRPD Diretoria de Processamento de Dados Universidade Federal de Uberlândia Maio/2009 Apresentação Esta cartilha foi elaborada para auxiliar

Leia mais

RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015

RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015 RESOLUÇÃO CONCEA NORMATIVA Nº 21, DE 20 DE MARÇO DE 2015 Altera os critérios e procedimentos para requerimento, emissão, revisão, extensão, suspensão e cancelamento do Credenciamento Institucional para

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

Componente Curricular: Deontologia e Bioética Farmacêutica PLANO DE CURSO

Componente Curricular: Deontologia e Bioética Farmacêutica PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 Componente Curricular: Deontologia e Bioética Farmacêutica Código: FAR - 106 Pré-requisito: - Período

Leia mais

Manual de Distribuição Processual Eletrônica

Manual de Distribuição Processual Eletrônica Manual do Usuário Manual de Distribuição Processual Eletrônica Portal de Serviços Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Distribuição Eletrônica... 3 1.1 1.2 Acesso ao Sistema... 3 Distribuindo Eletronicamente

Leia mais

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL.

SUA SENHA É SIGILOSA, PESSOAL E INTRANSFERÍVEL. DÚVIDAS MAIS FREQUENTES - DO CLIENTE 1. Qual o procedimento para se cadastrar na Guia Eletrônica? - Rolar a página e procure pelo item Novo Cliente? - Escolher o perfil: Próprio Interessado: Pessoa Física

Leia mais

Cadastro de entes públicos

Cadastro de entes públicos Cadastro de entes públicos Primeiro passo É necessário que ente público (com ou sem certificação digital) se cadastre na Secretaria de Órgãos Julgadores (SOJ). Podem solicitar o cadastramento no sistema

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional

Diário Oficial Imprensa Nacional INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 13, DE 22 DE OUTUBRO DE 2009 Dispõe sobre a documentação para regularização de equipamentos médicos das Classes de Risco I e II. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA Diretoria de Tecnologia da Informação Diretoria de Recursos Humanos MANUAL DO SISTEMA DE FALTA ABONADA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA Diretoria de Tecnologia da Informação Diretoria de Recursos Humanos MANUAL DO SISTEMA DE FALTA ABONADA MANUAL DO SISTEMA DE FALTA ABONADA Apresentação O sistema foi desenvolvido com o objetivo de dar celeridade ao procedimento de cadastro de dias de faltas abonadas através de uma interface Web. Neste manual,

Leia mais

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s):

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s): Agência Nacional de Vigilância Sanitária Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 14.11.05 EMPRESA: ANCHIETA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Leia mais

Manual do Usuário. Considerações Iniciais. Como fazer a pesquisa

Manual do Usuário. Considerações Iniciais. Como fazer a pesquisa 1 Manual do Usuário Considerações Iniciais Este Site permite acesso à Legislação Paranaense, incluindo a Constituição (de 1989), Leis Complementares, Emendas Constitucionais, Leis Ordinárias (desde 1854),

Leia mais

Manual Prescrição Fácil

Manual Prescrição Fácil TH Sistemas Web Manual Prescrição Fácil HTTP:// Sumário Prescrição Fácil... 3 Como cadastrar no sistema?... 3 Tela Inicial... 5 Configuração Parâmetro... 5 Configuração - Alterar Senha... 6 Prescrição

Leia mais

Ivo Bucaresky CONBRAFARMA. Diretor ANVISA. Agosto de 2015

Ivo Bucaresky CONBRAFARMA. Diretor ANVISA. Agosto de 2015 Ivo Bucaresky Diretor ANVISA CONBRAFARMA Agosto de 2015 1 PROGRAMA DE MELHORIA DO PROCESSO DE REGULAMENTAÇÃO Diretrizes: Fortalecimento da capacidade institucional para gestão em regulação Melhoria da

Leia mais

COMO REALIZAR O CADASTRO DE UMA EMPRESA NA ANVISA A OPERAÇÃO É PRIMEIRO PASSO PARA SOLICITAR AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO PARA A FARMÁCIA

COMO REALIZAR O CADASTRO DE UMA EMPRESA NA ANVISA A OPERAÇÃO É PRIMEIRO PASSO PARA SOLICITAR AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO PARA A FARMÁCIA COMO REALIZAR O CADASTRO DE UMA EMPRESA NA ANVISA A OPERAÇÃO É PRIMEIRO PASSO PARA SOLICITAR AUTORIZAÇÃO DE FUNCIONAMENTO PARA A FARMÁCIA Após efetuar o cadastro da empresa no CRF RJ e na Vigilância Sanitária,

Leia mais

Tribunal Regional Federal da 1 a Região

Tribunal Regional Federal da 1 a Região Tribunal Regional Federal da 1 a Região Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais e-proc Manual do Usuário 1 1. Disposições Provisórias O Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais

Leia mais

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros O que é o SISAUT/FC? MANUAL DO USUÁRIO O SISAUT/FC é o sistema por meio do qual são feitos os requerimentos para as autorizações

Leia mais

Reunião com Associações de Empresas de Produtos para Saúde

Reunião com Associações de Empresas de Produtos para Saúde Reunião com Associações de Empresas de Produtos para Saúde Atualização de Requisitos para Regularização de Produtos REGULAMENTO TÉCNICO DE PRODUTOS PARA CADASTRO DE PRODUTOS PARA SAÚDE RDC 40/2015 GEMAT

Leia mais

GERÊNCIA GERAL DE INSPEÇÃO E CONTROLE DE INSUMOS, MEDICAMENTOS E PRODUTOS

GERÊNCIA GERAL DE INSPEÇÃO E CONTROLE DE INSUMOS, MEDICAMENTOS E PRODUTOS GERÊNCIA GERAL DE INSPEÇÃO E CONTROLE DE INSUMOS, MEDICAMENTOS E PRODUTOS Marcelo Vogler Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária Farmacêutico Industrial GGIMP Competências Principais - Conceder

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA Vigilância Agropecuária Internacional - VIGIAGRO

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA Vigilância Agropecuária Internacional - VIGIAGRO Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA Vigilância Agropecuária Internacional - VIGIAGRO Manual Perfil: Representante Legal SIGVIG - Sistema de

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Fevereiro de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 1 DOU 08 de março de 2013 [Página 75-77]

Diário Oficial da União Seção 1 DOU 08 de março de 2013 [Página 75-77] *Este texto não substitui o publicado do Diário Oficial da União* Diário Oficial da União Seção 1 DOU 08 de março de 2013 [Página 75-77] RESOLUÇÃO - RDC Nº 11, DE 6 DE MARÇO DE 2013 Dispõe sobre a importação

Leia mais

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP

FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP FAQ Sistema Eletrônico de Informações SEI-MP 1. Quem pode obter o acesso ao SEI-MP? O SEI-MP está disponível apenas para usuários e colaboradores internos do MP. Usuários externos não estão autorizados

Leia mais

MANUAL DO SINASC_LOCAL

MANUAL DO SINASC_LOCAL MANUAL DO SINASC_LOCAL Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC - 2006 1 Módulo - Usuário Manual do Sinasc Módulo Usuário Capítulo 01 - Introdução O SINASC é um instrumento fundamental para informações

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO M A N U A L D A NFS-e NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NOTA NATALENSE ÍNDICE INFORMAÇÕES GERAIS...4 1. Acesso ao Portal do Sistema...7

Leia mais

05. Quem é o Gestor de Segurança de uma Instituição? 08. O que são e como cadastrar usuários de uma Instituição?

05. Quem é o Gestor de Segurança de uma Instituição? 08. O que são e como cadastrar usuários de uma Instituição? CADASTRO DE USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES 05. Quem é o Gestor de Segurança de uma Instituição? O Gestor de Segurança é a pessoa que será responsável por administrar os usuários relacionados

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 1 SUMÁRIO 2 Orientações gerais... 3 2.1 Perfis de acesso... 4 2.2 Para acessar todas as funcionalidades

Leia mais

Manual do Usuário. Anexo 1 FORMULÁRIO PARA NOTIFICAÇÃO DE QUEIXA TÉCNICA DE AGROTÓXICO. Manual do Usuário

Manual do Usuário. Anexo 1 FORMULÁRIO PARA NOTIFICAÇÃO DE QUEIXA TÉCNICA DE AGROTÓXICO. Manual do Usuário Manual do Usuário Anexo 1 FORMULÁRIO PARA NOTIFICAÇÃO DE QUEIXA TÉCNICA DE AGROTÓXICO. Pág. 1 de 14 SUMÁRIO 1. Formulário para Notificação de Queixa Técnica de Agrotóxico... 3 1.1. Dados da Queixa... 3

Leia mais

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros

SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros SISAUT/FC Sistema de Controle de Transporte Fretado Contínuo de Passageiros O que é o SISAUT/FC? MANUAL DO USUÁRIO O SISAUT/FC é o sistema por meio do qual são feitos os requerimentos para as autorizações

Leia mais

Serviços Ibama Certificação Digital

Serviços Ibama Certificação Digital Guia da nos 1. Informações Gerais Objetivando garantir mais segurança ao acesso dos usuários dos Serviços do Ibama, foi estabelecido desde o dia 1º de janeiro de 2014, o acesso por meio de certificação

Leia mais

Gestores e Provedores

Gestores e Provedores PORTAL 2010 Manual do Portal 15 Gestores e Provedores Publicação descentralizada As informações, produtos e serviços disponibilizados no Portal são publicados e atualizados pelas próprias unidades do

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO PESSOA JURIDICA. Cópia CNPJ; Nº Inscrição estadual; Nº telefone; Comprovante de endereço; Cópia RG e CPF resp. Legal; Cópia RG e CPF resp. Técnico;

Leia mais

Guia rápido de utilização. Controle de Chamados. Nuubes.com

Guia rápido de utilização. Controle de Chamados. Nuubes.com Guia rápido de utilização Controle de Chamados Nuubes.com Este é um tutorial rápido que tem por objetivo ensinar em poucos passos como utilizar o sistema Nuubes.com. O sistema Nuubes ( www.nuubes.com )

Leia mais

SGD - Sistema de Gestão de Documentos

SGD - Sistema de Gestão de Documentos Agosto/2012 SGD - Sistema de Gestão de Documentos Manual do Módulo Documentos Características Orientações de utilização do Módulo Documentos. Apresentação das funcionalidades. Telas explicativas e passo

Leia mais

RESOLUÇÃO - RDC Nº 124, DE 13 DE MAIO DE 2004.

RESOLUÇÃO - RDC Nº 124, DE 13 DE MAIO DE 2004. RESOLUÇÃO - RDC Nº 124, DE 13 DE MAIO DE 2004. Dispõe sobre os procedimentos gerais para utilização dos serviços de protocolo de correspondências e documentos técnicos no âmbito da Anvisa e sobre as formas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO M A N U A L D A NOTA FISCAL AVULSA ÍNDICE 1. Acesso ao Portal do Sistema...6 2. Requerimento de Acesso para os novos usuários...6 2.1 Tipo

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Coordenadoria da Administração Tributária Diretoria Executiva da Administração Tributária Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte Manual

Leia mais

Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Implantação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados - SNGPC

Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Implantação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados - SNGPC Agência Nacional de Vigilância Sanitária Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Implantação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados - SNGPC Guia de Credenciamento no SNGPC Comissão

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02)

RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002. (D.O.U. de 19/12/02) RESOLUÇÃO RDC ANVISA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002 (D.O.U. de 19/12/02) Dispõe sobre a aprovação do Regulamento Técnico para a Autorização de Funcionamento de empresas interessadas em prestar serviços

Leia mais

SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI

SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - STI AUTOR: MÁRIO SÉRGIO CINTRA CAMARGO ÍNDICE ACESSANDO O WEBMAIL... 04 TRABALHANDO COM O CORREIO ELETRÔNICO... 09 CONCEITOS BÁSICOS... 09 O VISUAL DO CORREIO ELETRÔNICO... 10 CONHECENDO A JANELA INICIAL DO

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS. Perguntas freqüentes

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS. Perguntas freqüentes DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas freqüentes 1) É obrigatória a apresentação da minha declaração de bens e rendas na Câmara? Sim. De acordo com as Leis nº 8.429/92 e nº 8.730/93, o servidor público

Leia mais