Guia do Demoiselle Audit Demoiselle Audit Paulo Gladson Ximenes Pinheiro Clóvis Lemes Ferreira Júnior

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia do Demoiselle Audit Demoiselle Audit Paulo Gladson Ximenes Pinheiro Clóvis Lemes Ferreira Júnior"

Transcrição

1 Guia do Demoiselle Audit Demoiselle Audit Paulo Gladson Ximenes Pinheiro Clóvis Lemes Ferreira Júnior

2

3 Demoiselle Audit... v 1. Auditor Auditor de Persistência Auditor de Visão Criando seu próprio Auditor Processor Processor REST Processor MONGO Criando seu próprio Processor Configurações do Audit Instação no Projeto Configurações do Sistema PersistenceAuditor Dashboard Como instalar o Dashboard Exemplo Recomendações Release Notes iii

4 iv

5 Demoiselle Audit O Demoiselle Audit foi criado para suprir uma necessidade que a comunidade tinha de uma forma de historiar os eventos das aplicações desenvolvidas com o Framework Demoiselle. Desde o inicio ainda na concepção do componente buscamos as tecnologias, referências literárias e em padrões de mercado, as boas práticas e o que informações seriam capazes de registrar um momento e torná-lo um insumo para uma possível auditoria. Utilizamos duas fontes principais de referência o COBIT e o NIST. Sugerimos que essas fontes sejam usadas como base para a implantação eficaz de um processo consistente para que em caso de auditoria a mesma seja válida. O Demoiselle Audit é apenas uma peça no conjunto de procedimentos que garantem uma boa auditoria, apenas o uso do componente não é suficiente em casos de ações judiciais, a confiabialidade e invioalabilidade devem ser garantidas para que essas informações sejam consideradas relevantes. O Demoiselle Audit é dividido em três módulos e uma implementação de um dashboard para auxilio no desenvolvimento. 1. Core Principal módulo do sistema funicona com um agregador para suportar a plugabilidade dos Auditores e Processadores e tem mecanismo de tolerância a falha. 2. Auditores O módulo responsável por observar e capturar as informações da aplicação e enviar para o Core. A implementação de referência do Auditor fará a captura na camada de persistência da aplicação funcionando em conjunto com o JPA coletando os dados logo após a operação de CRUD ter sido concluída. 3. Processadores O módulo responsável pela conclusão do procedimento, ou seja ele tem a tarefa de persistir o elemento trilha. A implementação de referência do Processador envia para um serviço REST, mas podem haver implementações onde são enviados para um banco NoSQL, o mesmo banco da aplicação ou até mesmo um serviço de mensageria. 4. Dashboard Esta implementação não faz parte do mecanismo de funcionamento do Demoiselle Audit, mas serve como ferramenta de apoio à implantação e desenvolvimento do componente, ela consiste em quatro formas de visualizações dos dados persistidos pelo Demoiselle Audit e contém um serviço REST que recebe a trilha gerada pela implementação de referência do Processador, servindo de apoio à implantação do componente. NIST v

6 Demoiselle Audit Arquitetura da ferramenta Demoisele Audit. Funcionamento da ferramenta Demoisele Audit. vi

7 Auditor O objetivo dos Auditors é estabelecer a camada que será auditada, atualmente exste dois Auditors: camada de Persistência chamada PersistenceAuditor e para Visão chamado ViewAuditor. Um Auditor tem como objetivo executar a coleta de dados, preenchimento do objeto Trail com dados e disparar evento para o Processors. Os dados coletados pelos Auditor são: Quem fez a operação? Horário da operação? IP de origem Nome do Sistema O que foi realizado? Qual objeto foi manipulado? Quais foram os dados atingidos pela operação? 1.1. Auditor de Persistência Para utilizar esse Auditor é necessário adicionar no pom.xml do seu projeto o seguinte trecho: <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-auditors-persistence</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> 1.2. Auditor de Visão Para utilizar esse Auditor é necessário adicionar no pom.xml do seu projeto o seguinte trecho: <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-auditors-view</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> 1.3. Criando seu próprio Auditor Se você tiver interesse em auditar outra camada da sua aplicação você deverá: 1. Criar um projeto Maven e utilizar o parent no seu pom.xml 1

8 Capítulo 1. Auditor <parent> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-parent</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </parent> 2. Criar uma classe que extenda de br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit.implementation.auditors.abstractauditor; 3. Implementar os métodos que irão interceptar o ciclo de vida da camada; 4. Criar um objeto do tipo Trail e preencher seus dados básicos; 5. Chamar o método da consume([objeto Trail]); 6. Caso seu Processor precise ser configurado, você deverá criar uma Classe que utilize a do Demoiselle Demoiselle Configuration [http://demoiselle.sourceforge.net/docs/ framework/reference/2.4.0/html/configuracao.html], como exemplo você poderá se basear na classe impl/ processors/rest/src/main/java/br/gov/frameworkdemoiselle/component/audit/processors/rest/restconfig.java Apartir desse momento o componente estará apto a repassar esse objeto para os Processors definidos no pom.xml do seu projeto. Na sua implementação do seu sistema você deverá informar as seguintes informações: Tabela 1.1. Configurações Dado Profile Where UserName Local de Preenchimento user.setattribute("profile", [Profile/Perfil do usuário no sistema]) user.setattribute("ip", [IP do usuário no sistema]) user.setattribute("name", [Login/Nome/Identificador do usuário no sistema]) Maiores informações no link Demoiselle Security [http://demoiselle.sourceforge.net/docs/framework/ reference/2.4.0/html/security.html] Um exemplo de um Auditor esta na classe impl/auditors/persistence/src/main/java/br/gov/frameworkdemoiselle/ component/audit/auditors/persistence/persistenceauditor.java 2

9 Processor Um Processor tem como finalidade dar um destino que você deseja para o objeto que representa a trilha de auditoria. Atualmente estamos disponibilizando um Processor de REST para atender a questão de ser multi-sistema e outro Processor para MONGO Processor REST Para utilizar esse Processor é necessário adicionar no pom.xml do seu projeto o seguinte trecho: <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-processors-rest</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> Para o correto funcionamento é necessário adicionar no demoiselle.properties as seguintes configurações: Tabela 2.1. Configuração demoiselle.properties Chave frameworkdemoiselle.audit.processor.rest.server.url Descrição URL do serviço REST para o envio das trilhas Processor MONGO Para utilizar esse Processor é necessário adicionar no pom.xml do seu projeto o seguinte trecho: <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-processors-mongo</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> Para o correto funcionamento é necessário adicionar no demoiselle.properties as seguintes configurações: Tabela 2.2. Configuração demoiselle.properties Chave Descrição frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.server.url URL do servidor onde se encontra o MongoDB frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.database.name URL do servidor onde se encontra o MongoDB frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.collection.name frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.database.user frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.database.password Nome da coleção Usuário (se necessário) Senha 3

10 Capítulo 2. Processor 2.3. Criando seu próprio Processor Você poderá criar o seu próprio ponto de extensão, podendo ser um JMS, FTP, Banco de Dados NoSql, você tem a liberdade de criar, para que isso sejá possível você deve criar um projeto Maven e utilizar o parent no seu pom.xml: 1. Criar um projeto Maven e utilizar o parent no seu pom.xml <parent> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-parent</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </parent> 2. Criar uma classe que extenda de br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit.implementation.processor.abstractprocessor e implementar o método public Trail trail) 3. É dentro do bloco de código você implementará o destino que você deseja dar ao objeto Trail. 4. Para o bom funcionamento do seu Processor você deverá seguir as seguintes recomendações: 5. Antes de implementar seu código é necessário chamar o método super.execute(trail) para que o componente possa saber qual é a classe do Processor que esta sendo processada, isso é necessário para a situação de falha na execução do seu Processor e o componente possa reprocessar novamente no futuro; Quando houver algum tratamento de exceção no seu código como blocos try e catch você deverá além de realizar seu próprio tratamento a chamada do método fail([string com a mensagem de Erro], [Objeto Trail]); para que o componente possa reprocessar novamente no futuro; 4

11 Configurações do Audit O Demoseille Audit possui como base 3 módulos (Core, Processors e Auditors). O Core orquestra a integração entre os Processadores e os Auditores, que são implementações de cada projeto Instação no Projeto Em seu projeto que você deseja auditar, você deve adicionar no seu pom.xml no campo de dependências do projeto as seguintes linhas: <dependencies> <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-auditors-persistence</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-auditors-view</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-processors-rest</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> <dependency> <groupid>br.gov.frameworkdemoiselle.component.audit</groupid> <artifactid>demoiselle-audit-processors-mongo</artifactid> <version>1.0.0-snapshot</version> </dependency> </dependencies> No código acima estamos utilizando o Auditor para a camada de Persistência e para a camada de Visão e o Processor para REST e o Processor para MONGO, você poderá adicionar quantos Processors e quantos Auditors você quiser Configurações do Sistema No seu arquivo demoiselle.properties você precisará adicionar as seguintes linhas: Tabela 3.1. Configuração demoiselle.properties Chave frameworkdemoiselle.audit.system Descrição Nome do seu Sistema frameworkdemoiselle.audit.scheduler.repeat.interval Intervalo de tempo em milisegundos para o reprocessamento das trilhas frameworkdemoiselle.audit.scheduler.start.time Tempo em milisegundos de quando será executado o primeiro reprocessamento após o inicio da aplicação 5

12 Capítulo 3. Configurações do... Chave frameworkdemoiselle.audit.folder.fail.objects Descrição Pasta onde a aplicação terá direito de escrita e leitura para o armazenamento das trilhas que apresentaram problemas no processamento Para o Processor de REST você deverá adicionar a seguinte linha: Tabela 3.2. Configuração demoiselle.properties Chave frameworkdemoiselle.audit.processor.rest.server.url Descrição Endereço do Serviço REST (Ex.: dash) Para o Processor de MONGO você deverá adicionar a seguinte linha: Tabela 3.3. Configuração demoiselle.properties Chave frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.server.url frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.database.name frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.collection.name frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.database.user frameworkdemoiselle.audit.processor.mongo.database.password Descrição Endereço do MongoDB Nome do Database Nome da Coleção Usuário (se necessário) Senha PersistenceAuditor Você poderá escolher quais serão suas Entidades JPA que serão auditadas na camada de persistência, para isso adicione a anotação do com o valor de PersistenceAuditor.class. = PersistenceAuditor.class) public class Bookmark implements Serializable {... } 3.3. Dashboard Para facilitar a busca de informações do que foi feito no sistema contruímos um Dashboard que traz 4 visões diferentes dos mesmos dados: Visão de Sistema que se aprofunda em Pessoa e a Funcionalidade executada; Visão da Pessoa que se aprofunda no Sistema e a Funcionalidade executada; Visão de Funcionalidade que se aprofunda no Sistema e a Pessoa que executou; Visão de Rastreamento que através de filtros como Sistema, Objeto e Identificador do Objeto mostrar o histórico de operações realizadas no Objeto; 6

13 Como instalar o Dashboard O Dashboard também fornece um serviço de REST para o Processor RESTProcessor, caso você utilize este processor no seu projeto e não queira implementar seu próprio serviço de REST você poderá utilizar o Dashboard para essa finalidade Como instalar o Dashboard Faça um clone do projeto e acesse a pasta demoiselle-audit/impl/dashboard, você precisará alterar o arquivo persistence.xml de acordo com as configurações do seu banco de dados onde serão armazenados as trilhas de auditoria, após feito essa configuração abra um terminal na pasta do "dashboard" e execute o comando maven: $mvn clean compile package Esse comando irá gerar um arquivo chamado demoiselle-audit-dashboard.war na pasta target. Agora que você já tem o arquivo.war você poderá fazer o deploy no seu servidor. 7

14 8

15 Exemplo Você encontrará no link para o projeto BookmarkAudit [https://github.com/demoiselle/laboratory/tree/master/ examples/bookmark-audit] que utiliza o componente de auditoria; 9

16 10

17 Recomendações Por se tratar de um componente de auditoria alguns pontos devem ser observados: O servidor onde serão armazenadas as trilhas de auditoria deverá ser blindado e com acesso restrito para que seja garantida a confiabilidade das informações armazenadas; Seguir as recomendações do NIST no link [http://csrc.nist.gov/publications/nistpubs/800-92/sp pdf] 11

18 12

19 Release Notes Dica Para reportar problemas, abrir discussões ou perguntar algo utilize as Issues do GitHub no endereço https://github.com/demoiselle/audit/issues. Versão

20 14

Parte I. Demoiselle Mail

Parte I. Demoiselle Mail Parte I. Demoiselle Mail Para o envio e recebimento de e-s em aplicativos Java, a solução mais natural é usar a API JavaMail [http:// www.oracle.com/technetwork/java/java/index.html]. Ela provê um framework

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

GUIA PARA O CADASTRAMENTO DOS EDITORES CIENTÍFICOS E DAS POLÍTICAS EDITORIAIS

GUIA PARA O CADASTRAMENTO DOS EDITORES CIENTÍFICOS E DAS POLÍTICAS EDITORIAIS GUIA PARA O CADASTRAMENTO DOS EDITORES CIENTÍFICOS E DAS POLÍTICAS EDITORIAIS diadorim.ibict.br Brasília 2011 Financiadora: 1. Acesse o endereço: diadorim.ibict.br. Caso ainda não tenha se cadastrado no

Leia mais

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Sistema Orion Phoenix 1.0 - Novembro/2010 Página 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. VISÃO GERAL...3 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

Usar o Office 365 no iphone ou ipad

Usar o Office 365 no iphone ou ipad Usar o Office 365 no iphone ou ipad Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu iphone ou ipad para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde quer

Leia mais

Guia de Uso para Registro de Chamado Usuário Externo

Guia de Uso para Registro de Chamado Usuário Externo Guia de Uso para Registro de Chamado Usuário Externo Guia de Uso para Registro de Chamado Usuário Externo O é a ferramenta de abertura e acompanhamento de chamados, com os recursos: Sistema de Ajuda online

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados Pagina 1 Titulo do Manual [Parâmetros Gerais] Elaboração [Ricardo Francisco Mizael] Versão 1.1 Data Elaboração 01/08/2011 Paginas 33 Data Revisão 25/11/2011 Pagina 2 Conteúdo do Manual Apresentação...3

Leia mais

Bem vindo! Esta é a tela inicial do Webmail da Universidade federal de Juiz de Fora. O link de acesso é: http://correio.ufjf.edu.

Bem vindo! Esta é a tela inicial do Webmail da Universidade federal de Juiz de Fora. O link de acesso é: http://correio.ufjf.edu. Manual WebMail 1. Tela inicial... pág. 2 2. Caixa de Entrada... pág. 2 3. A pasta Lidas... pág. 3 4. Criando sua assinatura... pág. 3 5. Enviar Mensagens... pág. 3 6. Anexando arquivos... pág. 4 7. Adicionando

Leia mais

Demoiselle Report Guide. Demoiselle Report. Marlon Carvalho. Rodrigo Hjort. Robson Ximenes

Demoiselle Report Guide. Demoiselle Report. Marlon Carvalho. <marlon.carvalho@gmail.com> Rodrigo Hjort. <rodrigo.hjort@gmail.com> Robson Ximenes Demoiselle Report Guide Demoiselle Report Marlon Carvalho Rodrigo Hjort Robson Ximenes Demoiselle Report... v 1. Configuração

Leia mais

Como obter Ajuda e Suporte

Como obter Ajuda e Suporte Como obter Ajuda e Suporte Durante a utilização dos Sistemas comercializados pela Domínio Sistemas, você e sua equipe poderão ter dúvidas sobre algum processo ou alguma tela em específico. Estas dúvidas

Leia mais

Comunidade Virtual de Disseminação e Aprendizagem-(ComViD@)

Comunidade Virtual de Disseminação e Aprendizagem-(ComViD@) PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL NO CEARÁ Núcleo Seccional da ESMAFE - 5ª Região no Ceará Comunidade Virtual de Disseminação e Aprendizagem-(ComViD@) AMBIENTAÇÃO NA PLATAFORMA 1. Cadastro 2. Preenchimento

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Arquivos de Instalação... 4. Instalação JDK... 7. Instalação Apache Tomcat... 8. Configurando Tomcat... 9

Arquivos de Instalação... 4. Instalação JDK... 7. Instalação Apache Tomcat... 8. Configurando Tomcat... 9 Instalando e Atualizando a Solução... 3 Arquivos de Instalação... 4 Instalação do Servidor de Aplicação... 7 Instalação JDK... 7 Instalação Apache Tomcat... 8 Configurando Tomcat... 9 Configurando Banco

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

Tércio Oliveira de Almeida. TCC - Nexus - RAS

Tércio Oliveira de Almeida. TCC - Nexus - RAS Tércio Oliveira de Almeida TCC - Nexus - RAS Porto Alegre 12 de novembro de 2009 Tércio Oliveira de Almeida TCC - Nexus - RAS Trabalho de Graduação Orientador: Prof. Dr. Marcelo Soares Pimenta UNIVERSIDADE

Leia mais

Todos os Registros no site referem-se aos momentos em que o equipamento estava conectado (decorrente dos dois eventos acima descritos).

Todos os Registros no site referem-se aos momentos em que o equipamento estava conectado (decorrente dos dois eventos acima descritos). 1. Como funcionado Equipamento? O Rastreador instalado é um equipamento Hibrido que utiliza tecnologia de transmissão de dados por Satélite e via Operadora de Telefone. O Satélite informa ao equipamento

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP Mini-Tutorial Para Acessar O FTP da Eletronorte Versão: 1.3 Histórico da Revisão

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

Instalação do Wordpress. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

Instalação do Wordpress. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Instalação do Wordpress Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Download Acesse o site Brasileiro do Wordpress http://br.wordpress.org/

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2

Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2 Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2 Este tutorial mostra a instalação e configuração passo a passo do SQLServer 2008 express R2. Antes de instalar o SQL Server 2008 Express R2 Antes

Leia mais

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema Manual usuario sipon De Wiki Intranet Índice 1 Introdução 1.1 Características do Sistema 1.2 Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) 1.2.1 Tipos

Leia mais

MANUAL DO INSTAR-MAIL 1.0. Pagina de login e senha do Instar-Mail

MANUAL DO INSTAR-MAIL 1.0. Pagina de login e senha do Instar-Mail 1º Passo: Acesse o seguinte endereço http://www.smtp.com.br/sg/cliente/logar.php MANUAL DO INSTAR-MAIL 1.0 2º Passo: Será apresentada uma tela solicitando o seu login e senha: Sendo assim: Digite o seu

Leia mais

Atualizado em 9 de outubro de 2007

Atualizado em 9 de outubro de 2007 2 Nettion R Copyright 2007 by Nettion Information Security. Este material pode ser livremente reproduzido, desde que mantidas as notas de copyright e o seu conteúdo original. Envie críticas e sugestões

Leia mais

Tutorial de Instalação do CentOS Versão 3.3

Tutorial de Instalação do CentOS Versão 3.3 Tutorial de Instalação do CentOS Versão 3.3 Jamilson Dantas (jrd@cin.ufpe.br) Maria Clara Bezerra (mcsb@cin.ufpe.br) Rosângela Melo (rmm3@cin.ufpe.br) Recife, outubro de 2013. Finalidade do Tutorial O

Leia mais

e-nota E Módulo de Entrega da Nota

e-nota E Módulo de Entrega da Nota Página1 e-nota E Módulo de Entrega da Nota Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota E... 03 2. O que é XML... 04 3. Acesso e-nota E... 05 4. Gerenciamento

Leia mais

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MANUAL

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios Histórico da Revisão Data Versão

Leia mais

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB Audatex Web Nível Usuário (Versão 1.0) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Roberto de Luca Jr. Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/02/2007 SUMÁRIO GERAL Introdução...

Leia mais

O formulário de registro de usuário via web do SciFinder permite que você crie seu nome de usuário e senha no SciFinder.

O formulário de registro de usuário via web do SciFinder permite que você crie seu nome de usuário e senha no SciFinder. CAPES End User Registration Guide 10-5-11.doc Como se registrar para usar o SciFinder (CAPES) Introdução O formulário de registro de usuário via web do SciFinder permite que você crie seu nome de usuário

Leia mais

Sistema de Chamados Protega

Sistema de Chamados Protega SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REALIZANDO ACESSO AO SISTEMA DE CHAMADOS... 4 2.1 DETALHES DA PÁGINA INICIAL... 5 3. ABERTURA DE CHAMADO... 6 3.1 DESTACANDO CAMPOS DO FORMULÁRIO... 6 3.2 CAMPOS OBRIGATÓRIOS:...

Leia mais

Instalação, configuração e manual

Instalação, configuração e manual Cardápio Moura Instalação, configuração e manual Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS no WINDOWS 8... 15 Windows 7...

Leia mais

Manual de Usuário - Flight of Icarus

Manual de Usuário - Flight of Icarus Manual de Usuário - Flight of Icarus Desenvolvido por: Elvis Venâncio S. Nogueira Data: 21/02/2013 Versão: 1.7 Sumário Conteúdo Manual sobre Flight of Icarus... 4 Formas de Conexão... 4 Tela de Login...

Leia mais

Daruma NFCe Conheça todos os passos para testar a NFCe Daruma

Daruma NFCe Conheça todos os passos para testar a NFCe Daruma Pré-requisitos Mini Impressora Daruma versão 02.50.02 ou superior. Cadastro no servidor de Testes Daruma NFCe Conheça todos os passos para testar a NFCe Daruma Adquirir Mini Impressora a preço subsidiado

Leia mais

VISTORIA DO SISTEMA REGIN PREFEITURAS

VISTORIA DO SISTEMA REGIN PREFEITURAS Página 1 / 29 ÍNDICE ÍNDICE... 2 APRESENTAÇÃO... 3 MÓDULO DE ACESSO... 3 CONFIGURAÇÃO MÓDULO VISTORIA... 4 ANÁLISE DOS PROTOCOLOS... 5 CONTROLE DE EXPORTAÇÃO MÓDULO VISTORIA... 8 DISPOSITIVO REGIN PREFEITURA...

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

Escrito por Daniel Donda Qui, 06 de Novembro de 2008 18:21 - Última atualização Qui, 06 de Novembro de 2008 18:47

Escrito por Daniel Donda Qui, 06 de Novembro de 2008 18:21 - Última atualização Qui, 06 de Novembro de 2008 18:47 Conhecendo o Event Viewer Muito importante na manutenção e monitoramento de servidores o Event Viewer é uma ferramenta que gera logs de eventos tudo o que ocorre no servidor. Como o sistema nunca para

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva http://teleduc.cefetmt.br Edição 2006/2 Curso de Especialização em Educação

Leia mais

PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO NSA PROFESSOR MOBILE

PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO NSA PROFESSOR MOBILE PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DO NSA PROFESSOR MOBILE 1. Considerações A sigla APK que vem de Android Package, é uma forma de 'zip' para Android, ou seja, ele é um arquivo compilado, que é usado

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

Manual de utilização da Plataforma Tracking.

Manual de utilização da Plataforma Tracking. Manual de utilização da Plataforma Tracking. A Plataforma Tracking é a mais moderna ferramenta para o rastreamento e monitoramento de veículos, objetos e pessoas que existe no mercado atualmente. Você

Leia mais

Manual do Usuário. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO. Malote Digital

Manual do Usuário. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO Malote Digital HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento Eliane Vieira 07/10/2013

Leia mais

ARQUITETURA SISGRAD. Manual de Utilização. Versão: 2.0. Criação: 05 de julho de 2007 Autor: André Penteado

ARQUITETURA SISGRAD. Manual de Utilização. Versão: 2.0. Criação: 05 de julho de 2007 Autor: André Penteado ARQUITETURA SISGRAD Manual de Utilização Versão: 2.0 Criação: 05 de julho de 2007 Autor: André Penteado Última Revisão: 09 de outubro de 2009 Autor: Alessandro Moraes Controle Acadêmico - Arquitetura SISGRAD

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

2 de maio de 2014. Remote Scan

2 de maio de 2014. Remote Scan 2 de maio de 2014 Remote Scan 2014 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. Conteúdo 3 Conteúdo...5 Acesso ao...5

Leia mais

Central de Rastreamento e Monitoramento 24 horas

Central de Rastreamento e Monitoramento 24 horas Central de Rastreamento e Monitoramento 24 horas O Shop dos Alarmes possui uma Central de Monitoramento e Rastreamento 24 horas, com a mais alta tecnologia para oferecer um atendimento de qualidade para

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012 Florianópolis, 05 de dezembro de 2012. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.10.1.8-05-12-2012 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

MANUAL C R M ÍNDICE. Sobre o módulo de CRM... 2. 1 Definindo a Campanha... 3

MANUAL C R M ÍNDICE. Sobre o módulo de CRM... 2. 1 Definindo a Campanha... 3 ÍNDICE Sobre o módulo de CRM... 2 1 Definindo a Campanha... 3 1.1 Incluir uma campanha... 3 1.2 Alterar uma campanha... 4 1.3 Excluir... 4 1.4 Procurar... 4 2 Definindo os clientes para a campanha... 4

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DO SITE DA ESCOLA: 1. O site da escola está composto de 3 espaços. Conteúdo, Notícias e Destaques...

ADMINISTRAÇÃO DO SITE DA ESCOLA: 1. O site da escola está composto de 3 espaços. Conteúdo, Notícias e Destaques... Este tutorial foi criado com o intuito de orientar quanto a inserção de informações na página eletrônica (site) da escola publicada no Portal Educação e irá possibilitar a divulgação permanente de informações

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. HELP SUPORTE e HELP - REMOTO (Versão de usuário: 2.0)

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. HELP SUPORTE e HELP - REMOTO (Versão de usuário: 2.0) MANUAL DE UTILIZAÇÃO HELP SUPORTE e HELP - REMOTO (Versão de usuário: 2.0) 1 Sumário 1 Introdução...3 2 O que é o HELP Suporte?...3 3 Cadastro no Help Suporte...3 4 Como Acessar e Utilizar o HELP SUPORTE...3

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

www.coldfusionbrasil.com.br

www.coldfusionbrasil.com.br www.coldfusionbrasil.com.br 2000 1 O que é Cold Fusion? 3 Arquitetura Cold Fusion 3 Cold Fusion Markup Language (CFML) 4 O que devo saber para programar em CFML? 4 HTML 4 Desenho de Banco de Dados Relacionais

Leia mais

GW Unimed Blumenau. Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau.

GW Unimed Blumenau. Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau. 2010 GW Unimed Blumenau Nunca foi tão fácil enviar sua produção eletronicamente para a Unimed Blumenau. GW uma ferramenta on-line de auditoria ligada diretamente com o próprio sistema da operadora, o que

Leia mais

SISTEMA DE SEGURANÇA DIGITAL - SSD MANUAL DE OPERAÇÃO

SISTEMA DE SEGURANÇA DIGITAL - SSD MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE SEGURANÇA DIGITAL - SSD MANUAL DE OPERAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica - SETEC Página 1 APRESENTAÇÃO O Sistema de Segurança Digital é um sistema de cadastro único que objetiva

Leia mais

NewAgent enterprise-brain

NewAgent enterprise-brain Manual NewAgent enterprise-brain Configuração Manual NewAgent enterprise-brain Configuração Este manual de uso irá ajudá-lo na utilização de todas as funções administrativas que a NewAgent possui e assim,

Leia mais

Manual de acesso à área de cliente MEU SITE EXPRESSO

Manual de acesso à área de cliente MEU SITE EXPRESSO 1 Manual de acesso à área de cliente MEU SITE EXPRESSO Para a comodidade dos nossos clientes, criamos uma área exclusiva onde cada cliente com seu usuário e senha, pode efetuar o pagamento de sua mensalidade,

Leia mais

Módulo SAC Atendimento ao Cliente

Módulo SAC Atendimento ao Cliente Módulo SAC Atendimento ao Cliente Objetivo O Módulo SAC ou Serviço de Atendimento ao Cliente é uma ferramenta que gerencia, cria e administra informações num canal de comunicação informatizado entre a

Leia mais

Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt

Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt 1 Índice Menu e-mail marketing...03 Conteúdo da mensagem...04 Listas de contatos...15 Ações de e-mail marketing...19 Perguntas frequentes...26 2

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tutorial Básico. UEM - Núcleo de Educação a Distância 1

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tutorial Básico. UEM - Núcleo de Educação a Distância 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Tutorial Básico UEM - Núcleo de Educação a Distância 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Tutorial Básico - Tópicos ACESSANDO O AMBIENTE VIRTUAL (AVA) MATERIAL DE APOIO FÓRUM

Leia mais

SISTEMA DE ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário

SISTEMA DE ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário SISTEMA DE ABERTURA DE CHAMADOS TÉCNICOS DE INFORMÁTICA GLPI ( GESTÃO LIVRE DE PARQUE DE INFORMÁTICA ) Manual do Usuário Setor de Tecnologia da Informação 2012 AUTORES Aurélio Ricardo Batú Maicá Laura

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Guia de criação de conta do agente de viagem. Este documento fornece orientações sobre o preenchimento do formulário de registro do ASK Travelport.

Guia de criação de conta do agente de viagem. Este documento fornece orientações sobre o preenchimento do formulário de registro do ASK Travelport. Guia de criação de conta do agente de viagem Este documento fornece orientações sobre o preenchimento do formulário de registro do ASK Travelport. Índice Descrição da máscara... 2 Assistência de conta...

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização - Bug Wisard Report

Manual de Instalação e Utilização - Bug Wisard Report FAPEG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA PAPPE INTEGRAÇÃO Manual de Instalação e Utilização - Bug Wisard Report Goiânia 2013 Esta obra está licenciada sob uma Licença

Leia mais

Módulo 5 JPATransaction Camadas Turma Turma TurmaBC .business @BusinessController TurmaBC TurmaBC TurmaBC

Módulo 5 JPATransaction Camadas Turma Turma TurmaBC .business @BusinessController TurmaBC TurmaBC TurmaBC Módulo 5 No módulo anterior adaptamos nosso projeto para persistir as informações no banco de dados utilizando as facilidades da extensão demoiselle-jpa. Experimentamos o controle transacional do Framework

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO PAIVA PIOVESAN

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO PAIVA PIOVESAN MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO PAIVA PIOVESAN CONTEÚDO: 1 Instruções para acesso a Central de Atendimento Página 3 2 Instruções para criação e edição de Atendimentos Página 4 a 09 3 Instruções

Leia mais

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do Neteye. Para ajuda na utilização do Software, solicitamos que consulte os manuais da Console [http://www.neteye.com.br/help/doku.php?id=ajuda]

Leia mais

MANUAL DO AGENTE VERSÃO 001. Versão 001. Copyright - Todos os direitos reservados

MANUAL DO AGENTE VERSÃO 001. Versão 001. Copyright - Todos os direitos reservados MANUAL DO AGENTE VERSÃO 001 Versão 001 MOEBIUS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. PROCEDIMENTO PARA AUMENTO DA PERFORMANCE...4 3. ACESSO AO SISTEMA...5 4. PALAVRAS CHAVE...6 5. PAGINA INICIAL...7 6. STATUS DO

Leia mais

Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO. Malote Digital

Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO. Malote Digital MANUAL DO USUÁRIO Malote Digital Malote Digital 1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento Eliane

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software O Animail é um software para criar campanhas de envio de email (email Marketing). Você pode criar diversas campanhas para públicos diferenciados. Tela Principal do sistema Para melhor apresentar o sistema,

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon

MDaemon GroupWare. Versão 1 Manual do Usuário. plugin para o Microsoft Outlook. Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon MDaemon GroupWare plugin para o Microsoft Outlook Trabalhe em Equipe Usando o Outlook e o MDaemon Versão 1 Manual do Usuário MDaemon GroupWare Plugin for Microsoft Outlook Conteúdo 2003 Alt-N Technologies.

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP

DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DOCUMENTAÇÃO DE PROCEDIMENTOS MINI-TUTORIAL PARA ACESSAR O FTP DA ELETRONORTE EQUIPE DE BACKUP Mini-Tutorial Para Acessar O FTP da Eletronorte Versão: 1.4 SERVIÇOS DE FTP

Leia mais

Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br

Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br 1 - SOBRE O SGR Este manual irá lhe ajudar a entender o funcionamento do SGR (Sistema de Gerenciamento Remoto) permitindo assim que você possa atualizar

Leia mais

2.0.0.X. Storage Client. TecnoSpeed. Tecnologia da Informação. Manual do Storage Client

2.0.0.X. Storage Client. TecnoSpeed. Tecnologia da Informação. Manual do Storage Client 2.0.0.X TecnoSpeed Tecnologia da Informação Storage Client Manual do Storage Client 1 Conteúdo 1. Apresentação... 3 1.1. Apresentação do Produto... 3 1.2. Sobre este Manual... 3 2. Sobre o Storage Client...

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GLPI

Manual de Utilização do Sistema GLPI Manual de Utilização do Sistema GLPI Perfil Guest Apresentação Esse manual, baseado no manual GLPI foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo instruir

Leia mais

JPA: Persistência padronizada em Java

JPA: Persistência padronizada em Java JPA: Persistência padronizada em Java FLÁVIO HENRIQUE CURTE Bacharel em Engenharia de Computação flaviocurte.java@gmail.com Programação Orientada a Objetos X Banco de Dados Relacionais = Paradigmas diferentes

Leia mais

Persistência de dados com JPA. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com

Persistência de dados com JPA. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com Persistência de dados com JPA Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com O que é persistência? A persistência de dados é o fato de pegar um dado e torná-lo persistente, ou seja, salvar em algum banco

Leia mais

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5.

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Talvez a primeira vista você ache estranha a palavra Camada em programação, mas o que vem a ser Camada? Segundo o dicionário: Camada 1 - Qualquer matéria

Leia mais

SAD Gestor Gerenciador de Backup

SAD Gestor Gerenciador de Backup SAD Gestor Gerenciador de Backup treinamento@worksoft.inf.br SAD Gestor Gerenciador de Backup SAD Gerenciador de Backup Esse aplicativo foi desenvolvido para realizar cópias compactadas de bancos de dados

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Serviço Administração do CA

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Serviço Administração do CA 1 de 12 Analista de Suporte I 1 Acesso ao sistema O sistema de chamados esta disponível na web no endereço HTTP://sme.netcenter.com.br O acesso ao sistema é feito com o número de designação do estabelecimento.

Leia mais

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas O DIR 635 tem duas opções para liberação de portas: Virtual server: A opção Virtual Server permite que você defina uma única porta pública

Leia mais

O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de recomendação).

O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de recomendação). Módulo Nota Fiscal Eletrônica Sispetro Roteiro de Instalação Módulo Autenticador NFE Pré-Requisitos O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de

Leia mais

Usar o Office 365 em seu telefone Android

Usar o Office 365 em seu telefone Android Usar o Office 365 em seu telefone Android Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu telefone Android para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde

Leia mais

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 -

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 - 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de Gestão de Conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0 Índice I ENVIO DE BOLETOS POR E-MAIL... 2 APRESENTAÇÃO... 2 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO... 4 ALTERAÇÕES NO SIGADM IMÓVEIS... 6 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONCILIAÇÃO BANCÁRIA... 8 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO

Leia mais

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 2 INTRODUÇÃO Esse documento contém as instruções básicas para a utilização do TabFisc Versão Mobile (que permite ao fiscal a realização do seu trabalho

Leia mais