Projeto Disciplinar de Fundamentos de Banco de Dados TRIBUNAL THEMIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto Disciplinar de Fundamentos de Banco de Dados TRIBUNAL THEMIS"

Transcrição

1 Projeto Disciplinar de Fundamentos de Banco de Dados TRIBUNAL THEMIS Professora Orientadora da disciplina Fundamentos de Bancos de Dados ADRIANA SIQUEIRA Alunos do 2º semestre do curso de Gestão em Tecnologia da Informação FacSenac DF ÁQUILA ISRAEL ( ), CYNTHIA CRISTINA ( ), MARKO ADRIANO ( ), RAFAELA MONTEIRO ( ), RAFAELA ALMEIDA ( ), VIRGULINO JÚNIOR ( ), WYLL RAMOS ( ) s: DATA: NOVEMBRO/2013 Palavras-chave: Banco de Dados, MER 1. Introdução Apresenta-se neste um Projeto Disciplinar de Banco de Dados a modelagem do banco de dados, incluindo o modelo conceitual, lógico e físico. O projeto inicia-se com a descrição e necessidades do Tribunal THEMIS para suprir a demanda que se trata do controle da frota dos veículos que estão sob a sua responsabilidade. O projeto foi elaborado a partir do Documento de Visão e Requisitos, e inclui as Regras de Negócio. 2. A Organização O Tribunal Themis está situado na cidade de Brasília - Distrito Federal, trabalhando no Poder Judiciário com atendimento a população. Tendo em vista que o órgão não dispõe de controle automatizado da frota de veículos sob sua responsabilidade, surgiu a necessidade de elaborar um sistema que atenda essa demanda e aperfeiçoe suas atividades de forma segura e confiável. No sistema será possível o manter membros, motoristas, veículos, rotas e escalas. Dados do Tribunal Themis: Endereço (Sede): Palácio da Justiça - Praça Municipal lote 01 - CEP: Site: 2.1 Ramo de Atividade Poder Judiciário. 2.2 Objetivo Estratégico e Missão da Empresa dos conflitos por meio de atendimento de qualidade, promovendo a paz social. 2.3 Organograma da Empresa Fonte: 2.4 Levantamento das necessidades em caráter quantitativo e qualitativo A rede será do tipo cliente/servidor, sendo utilizada a topologia estrela tendo como periférico concentrador os switches. Essa foi escolhida por ter melhor custo e benefício, garantir segurança e flexibilidade (modificações na rede são realizadas sem que interrupções). A rede terá toda sua arquitetura baseada nos protocolos TCP/IP, com possibilidade de filtragem de pacotes, controle de tráfego mais rápido e permissão da utilização de redes LAN, WLAN e VLAN. O sistema EcoFrota fará uso do servidor de aplicação web e de banco de dados que se encontram na rede do Tribunal Themis, fornecendo um ambiente integrado para implementar e executar aplicações, que responderão a solicitações que usuários realizarão via browser, através da rede e provenientes de computadores-cliente remotos ou de outras aplicações. Sua missão é proporcionar à sociedade do Distrito Federal e dos Territórios o acesso a Justiça e a resolução

2 Figura 1. Modelo do ambiente do Tribunal Themis 3. Mini-mundo (Descrição do Negócio) O tribunal THEMIS tem necessidade de um sistema que os atenda na área de transporte e que seja capaz de gerenciar e organizar as solicitações de uso dos seus veículos. O setor de frota de veículo do THEMIS trabalha com veículos destinados a realizar todos os serviços de transporte realizados pelo tribunal. CADASTRO DE USUÁRIO: os usuários do sistema deverão ser os membros do tribunal, servidores do setor de frota ou funcionários. As permissões de acesso devem ser determinadas de acordo com a Política de Segurança. Usuários deverão ter: Matrícula, Nome, Login e Senha. CADASTRO DE FUNCIONÁRIO: constam os dados pessoais dos funcionários lotados no Tribunal. Apenas o Gerente Administrativo poderá alterar, incluir e excluir informações no cadastro. Devem ser cadastrados os seguintes dados: nome, CPF, RG, órgão expedidor, endereço, cidade, UF, CEP, bairro, complemento, telefones de contato, data de nascimento, nome do pai, nome da mãe, data admissão, CTPS, PIS, cargo, sexo, data de nomeação, data de posse, data exercício, foto, situação e dados bancários (agência, banco, tipo e número da conta). Se o funcionário for motorista, deve ser informada a CNH desse. CADASTRO DE VEÍCULO: devem ser incluídos no sistema todos os veículos que estão sob a responsabilidade do tribunal. Apenas o Gerente de Frota terá permissão para alterar os dados dos veículos. O Supervisor de Frota pode consultar o veículo. Os veículos serão cadastrados com os seguintes dados: placa, chassi, RENAVAM, marca, modelo, cor, tipo de espécie, capacidade, potência, categoria, tipo de combustível, status, foto, hodômetro, valor, se está em manutenção, ano fabricação e observação. CADASTRO DE ROTA: as rotas de cada viagem e de cada veículo devem serão cadastradas pelo Gerente de Frota ou Supervisor de Frota. Serão utilizados os recursos de GPS e Google Maps. As rotas serão cadastradas com: tipo, quilometragem, origem e destino. CADASTRO DE ESCALA: as escalas dos motoristas serão cadastradas como fixas e livres, podendo ser consultadas por eles. Os responsáveis pela escala serão o Supervisor de Frota e Gerente de Frota. Os seguintes campos devem ser preenchidos: matrícula do motorista, placa do veículo, dia da semana, local e tipo da escala. CADASTRO DE GASTO: os gastos referentes aos veículos serão cadastrados de acordo com o seu tipo, como peça, insumo, combustível, manutenção, multas e IPVA. Será possível gerar relatório das despesas e realizar agendamento de pagamentos dessas. Os gerentes de Frota e Administrativo poderão: incluir, alterar e excluir gastos. E o Supervisor de frota terá acesso de consulta. Devem constar as seguintes informações: tipo, descrição, valor e quantidade do gasto; data da despesa, vencimento e pagamento; placa do veículo e nota fiscal. CADASTRO DE MOVIMENTAÇÃO: constam todas as informações que serão necessárias para organização das rotas a serem realizadas pelos motoristas. Os responsáveis serão Supervisor e Gerente de Frota. Os dados que devem ser informados são: placa do veículo, membro a ser transportado, funcionário que fez a solicitação do veículo, motorista, rota a ser percorrida, data de início e término, km inicial e final, data e hora da solicitação, observação. SOLICITAÇÃO DE VEÍCULO: o cliente poderá solicitar o veículo e o supervisor de frota será responsável por aprovar ou recusar a solicitação feita. Ambos poderão consultar a solicitação. LIMITAÇÕES: o sistema EcoFrota gerencia apenas dados do setor de transporte do tribunal.

3 4. Objetivos do Sistema MANTER VEÍCULO: tem por objetivo realizar controle dos veículos pertencentes ao Tribunal possibilitando ao supervisor e gerente de frota cadastrar, consultar, alterar e desativar veículos. MANTER FUNCIONÁRIO: tem por objetivo realizar o controle no cadastro dos membros do tribunal possibilitando ao supervisor de frota, gerente de frota e gerente administrativo cadastrar, alterar e consultar os membros do Tribunal. MANTER ROTA: tem por objetivo o controle das rotas realizadas pelos os motoristas do Tribunal, permitindo aos usuários, supervisor de frota e gerente de frota montar rotas para os motoristas de acordo com a solicitação, escala e veículo disponíveis. MANTER ESCALA: Tem por objetivo realizar o controle das escalas dos motoristas do tribunal possibilitando aos usuários: supervisor de frota, gerente de frota gerente administrativo e motorista cadastrar escala e consultar escalas já cadastradas. MANTER GASTO: tem por objetivo realizar o controle de gastos dos veículos pertencentes ao tribunal possibilitando aos usuários: supervisor de frota, gerente de frota, gerente administrativo cadastrar, alterar e consultar gastos com veículos. MANTER MOVIMENTAÇAO: tem por objetivo realizar o controle sobre a movimentação dos veículos fixos e livres, que fazem parte do patrimônio do tribunal. Possibilitará aos usuários: supervisor de frota, gerente de frota, e o funcionário que engloba motorista e membro, ter um maior controle sobre os veículos, a rota, o motorista escalado para aquela rota e o membro que está utilizando o serviço de transporte. Problema Afeta Impactos Solução 5. Problemas Diagnosticados Atualmente o THEMIS não dispõe de um controle automatizado e centralizado da frota de veículos sob sua responsabilidade. Os funcionários e os setores do patrimônio e financeiro do órgão. Falta de controle do patrimônio, na parte financeira, nos estacionamentos, nas manutenções e em serviços externos. Desenvolver um módulo no ECOFROTA que proporcione ao usuário o cadastro, a pesquisa, a consulta, a liberação e a inativação dos veículos na frota do tribunal THEMIS. Problema Afeta Impactos Solução Problema Afeta Impactos Solução Problema Afeta Impactos Solução Atualmente, o tribunal THEMIS não dispõe de controle automatizado e centralizado sobre seus gastos com os veículos que estão sob sua responsabilidade. O setor financeiro e de prestação de contas do órgão. Os veículos podem ser apreendidos por falta de pagamento de multas, impostos e manutenções. As entregas dos fechamentos de gastos diários são demoradas, pois os cálculos e justificativas são realizadas de forma manual, causando erros freqüentes e retrabalho. Desenvolver um módulo no ECOFROTA que proporcione ao usuário cadastrar os gastos com veículos, tais como insumos, peças de reposição e combustível. Possibilitará a pesquisa e agendamento de despesas fixas como IPVA. O sistema exibirá alerta do tipo pop-up com os vencimentos das despesas de a- cordo com período solicitado. Atualmente o THEMIS não possui um sistema automatizado de escalas para os motoristas no transporte de pessoas. Funcionários do órgão (Autoridades e servidores) e o setor administrativo interno e externo. Dificuldade para organizar em tempo hábil as solicitações de veículos, causando transtornos na rendição (troca de serviço). O desenvolvimento de módulo que automatize o sistema de escalas dos motoristas, a fim de garantir que as atividades e rotinas da área responsável sejam aprimoradas. No presente momento, o THEMIS não possui um cadastro centralizado, organizado e atualizado de membros e motoristas do órgão. O setor administrativo e financeiro do órgão e os seus funcionários. Duplicidade dos dados, a falta de controle nas informações dos funcionários ativos e inativos. Desenvolver um mecanismo dentro do sistema que ofereça ao usuário identificar de modo rápido e fácil as informações relacionadas aos membros e motoristas do órgão.

4 Problema Afeta Impactos Solução Problema Afeta Impactos Solução Atualmente, o THEMIS não possui um sistema de controle de rotas por motorista, dificultando a localização dos veículos, a verificação das rotas e o controle do uso do veículo, como os gastos referentes a esse e o controle do tempo de trabalho. Em todo o funcionamento da frota. Causa atrasos, insatisfações e gastos desnecessários. Criar um sistema de controle de rotas que irá monitorar e registrar o deslocamento do veículo em tempo real e rastreá-lo de forma segura. O órgão terá maior controle na utilização dos veículos, no tempo de trabalho total, na produtividade e da condução. Será de maneira rápida e organizada, possibilitando a análise da rota percorrida e reduzindo o custo operacional do veículo. Será utilizado o sistema de GPS, onde o órgão terá um controle das rotas percorridas pelos veículos, gerando assim uma economia no consumo de combustível. Atualmente o tribunal THEMIS não dispõe de controle automatizado e centralizado sobre a movimentação dos veículos fixos e livres que estão sob sua responsabilidade. O setor que controla a frota de veículos do órgão. A falta de organização está ocasionando conflitos de horários, rotas mal programada, falta de controle dos quilômetros rodados por veículo e demora em organizar a rota. Desenvolver um módulo no ECOFROTA que proporcione ao usuário cadastrar todas as informações referentes à rota dos veículos: a data e hora das entradas e saídas; identificação do motorista e passageiro; veículos que são livres e fixos e percurso a ser realizado. 6. Regras do Negócio 7. Conclusão O sistema foi criado para ter um maior controle sobre as atividades do tribunal relacionadas aos serviços de monitoramento e organizações de seus veículos oferecendo aos seus usuários melhor controle no gerenciamento da frota. Foi criado um sistema seguindo as etapas de desenvolvimento, desde o levantamento de requisitos até sua modelagem. Cada etapa apresentada neste trabalho mostra como está sendo a criação, quais as informações são mais importantes, onde elas serão usadas e de que maneira isso irá auxiliar o usuário final, no caso, funcionários e membros do setor de frota do tribunal THEMIS. 8. Referências Bibliográficas HEUSER, Carlos Alberto. UFRGS Instituto de Informática. Projeto de banco de dados; Carlos Alberto Heuser. Instituto de Informática da UFRGS. 5 ed. São Paulo: Sagra Luzzato, p. (Série Livros Didáticos, n. 4). RN[2.1.0] Regra para manter Veículo RN[2.2.0] Regra para manter Funcionário RN[2.3.0] Regra para manter Rota RN[2.4.0] Regra para manter Escala RN[2.5.0] Regra para manter Gastos RN[2.6.0] Regra para Aprovar ou Recusar Solicitação

5 Anexo I Modelo Conceitual

6 Anexo II Modelo Lógico

7 Anexo III Modelo Físico Sistema Gerenciador de Banco de Dados: SQL Server 2008 Express Edition CREATE TABLE Marca ( idmarca INTEGER NOT NULL, nome VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idMarca) CREATE TABLE TipoEspecie ( idtipoespecie INTEGER NOT NULL, DescTipoEspecie VARCHAR(20) NULL, PRIMARY KEY(idTipoEspecie) CREATE TABLE Tipo_Conta ( idtipo_conta INTEGER NOT NULL, descricao VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idTipo_Conta) CREATE TABLE TipoGastos ( idtipogastos INTEGER NOT NULL, desc_tipogasto VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idTipoGastos) CREATE TABLE Modelo ( idmodelo INTEGER NOT NULL, nome VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idModelo) CREATE TABLE Situacao ( idsituacao INTEGER NOT NULL, DescSituacao VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idSituacao) CREATE TABLE Rota ( idrota INTEGER NOT NULL, origem VARCHAR NULL, destino VARCHAR NULL, quilometragem INTEGER NULL, tipo CHAR NULL, PRIMARY KEY(idRota) CREATE TABLE TipoEscala ( idtipoescala INTEGER NOT NULL,

8 DescEscala VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idTipoEscala) CREATE TABLE Status_2 ( idstatus INTEGER NOT NULL, DescStatus VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idStatus) CREATE TABLE Cargo ( idcargo INTEGER NOT NULL, DescCargo VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idCargo) CREATE TABLE Categoria ( idcategoria INTEGER NOT NULL, nome VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idCategoria) CREATE TABLE Usuario ( idusuario INTEGER NOT NULL, Nome VARCHAR NULL, Login VARCHAR(20) NULL, Senha VARCHAR(20) NULL, PRIMARY KEY(idUsuario) CREATE TABLE Banco ( idbanco INTEGER NOT NULL, nome_banco VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idBanco) CREATE TABLE Uf ( iduf INTEGER NOT NULL, nome_estado INTEGER NULL, PRIMARY KEY(idUf) CREATE TABLE Turno ( idturno INTEGER NOT NULL, desc_turno VARCHAR(20) NULL, PRIMARY KEY(idTurno) CREATE TABLE Tipo_Telefone ( idtipo_telefone INTEGER NOT NULL,

9 descricao VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idTipo_Telefone) CREATE TABLE Combustivel ( idcombustivel INTEGER NOT NULL, descricao VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idCombustivel) CREATE TABLE Cor ( idcor INTEGER NOT NULL, nome VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idCor) CREATE TABLE Especie ( idespecie INTEGER NOT NULL, TipoEspecie_idTipoEspecie INTEGER NOT NULL, capacidade INTEGER NULL, potencia INTEGER NULL, PRIMARY KEY(idEspecie), FOREIGN KEY(TipoEspecie_idTipoEspecie) REFERENCES TipoEspecie(idTipoEspecie) CREATE TABLE DiaSemana ( iddiasemana INTEGER NOT NULL, Turno_idTurno INTEGER NOT NULL, desc_diasemana VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idDiaSemana), FOREIGN KEY(Turno_idTurno) REFERENCES Turno(idTurno) CREATE TABLE Cidade ( idcidade INTEGER NOT NULL, Uf_idUf INTEGER NOT NULL, nome_cidade VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idCidade), FOREIGN KEY(Uf_idUf) REFERENCES Uf(idUf)

10 CREATE TABLE Agencia ( idagencia INTEGER NOT NULL, Tipo_Conta_idTipo_Conta INTEGER NOT NULL, Banco_idBanco INTEGER NOT NULL, nome_agencia VARCHAR NULL, num_conta VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idAgencia), FOREIGN KEY(Banco_idBanco) REFERENCES Banco(idBanco) FOREIGN KEY(Tipo_Conta_idTipo_Conta) REFERENCES Tipo_Conta(idTipo_Conta) CREATE TABLE Funcionario ( matricula INTEGER NOT NULL, Situacao_idSituacao INTEGER NOT NULL, Cargo_idCargo INTEGER NOT NULL, Agencia_idAgencia INTEGER NOT NULL, Cidade_idCidade INTEGER NOT NULL, nome VARCHAR NULL, cpf VARCHAR NULL, data_admissao DATE NULL, rg VARCHAR NULL, orgao_expedidor VARCHAR NULL, ctps VARCHAR NULL, pis VARCHAR NULL, nome_mae VARCHAR NULL, nome_pai VARCHAR NULL, data_nascimento DATE NULL, data_nomeacao DATE NULL, data_posse DATE NULL, data_exercicio DATE NULL, endereco VARCHAR NULL, cep VARCHAR NULL, foto BLOB NULL, sexo CHAR NULL, complemento VARCHAR NULL, bairro VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(matricula), FOREIGN KEY(Cidade_idCidade) REFERENCES Cidade(idCidade) FOREIGN KEY(Agencia_idAgencia) REFERENCES Agencia(idAgencia)

11 FOREIGN KEY(Cargo_idCargo) REFERENCES Cargo(idCargo) FOREIGN KEY(Situacao_idSituacao) REFERENCES Situacao(idSituacao) CREATE TABLE Membro ( Funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, PRIMARY KEY(Funcionario_matricula), FOREIGN KEY(Funcionario_matricula) REFERENCES Funcionario(matricula) CREATE TABLE Reserva_Veiculo ( idreserva_veiculo INTEGER NOT NULL, Funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, data_inicio DATE NULL, data_termino DATE NULL, PRIMARY KEY(idReserva_Veiculo), FOREIGN KEY(Funcionario_matricula) REFERENCES Funcionario(matricula) CREATE TABLE motorista ( Funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, CNH INTEGER NULL, observacao VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(Funcionario_matricula), FOREIGN KEY(Funcionario_matricula) REFERENCES Funcionario(matricula) CREATE TABLE telefone ( idtelefone INTEGER NOT NULL, Tipo_Telefone_idTipo_Telefone INTEGER NOT NULL, Funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, telefone NUMERIC() NOT NULL, PRIMARY KEY(idtelefone), FOREIGN KEY(Funcionario_matricula)

12 REFERENCES Funcionario(matricula) FOREIGN KEY(Tipo_Telefone_idTipo_Telefone) REFERENCES Tipo_Telefone(idTipo_Telefone) CREATE TABLE Veiculo ( placa VARCHAR NOT NULL, Status_2_idStatus INTEGER NOT NULL, Reserva_Veiculo_idReserva_Veiculo INTEGER NOT NULL, Especie_idEspecie INTEGER NOT NULL, Combustivel_idCombustivel INTEGER NOT NULL, Marca_idMarca INTEGER NOT NULL, Cor_idCor INTEGER NOT NULL, Categoria_idCategoria INTEGER NOT NULL, Modelo_idModelo INTEGER NOT NULL, foto BLOB NULL, hodometro INTEGER NULL, valor REAL NULL, chassi INTEGER NULL, renavam INTEGER NOT NULL, manutencao BOOL NULL, anofabricacao INTEGER NULL, observacao VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(placa), FOREIGN KEY(Modelo_idModelo) REFERENCES Modelo(idModelo) FOREIGN KEY(Categoria_idCategoria) REFERENCES Categoria(idCategoria) FOREIGN KEY(Cor_idCor) REFERENCES Cor(idCor) FOREIGN KEY(Marca_idMarca) REFERENCES Marca(idMarca) FOREIGN KEY(Combustivel_idCombustivel) REFERENCES Combustivel(idCombustivel) FOREIGN KEY(Especie_idEspecie) REFERENCES Especie(idEspecie)

13 FOREIGN KEY(Reserva_Veiculo_idReserva_Veiculo) REFERENCES Reserva_Veiculo(idReserva_Veiculo) FOREIGN KEY(Status_2_idStatus) REFERENCES Status_2(idStatus) CREATE TABLE Veiculo_has_Gastos ( Veiculo_placa VARCHAR NOT NULL, TipoGastos_idTipoGastos INTEGER NOT NULL, descricao_gasto VARCHAR NULL, valor_total REAL NULL, quantidade REAL NULL, data_vencimento DATE NULL, data_despesa DATE NULL, data_pagto DATE NULL, nota_fiscal INTEGER NULL, PRIMARY KEY(Veiculo_placa, TipoGastos_idTipoGastos), FOREIGN KEY(Veiculo_placa) REFERENCES Veiculo(placa) FOREIGN KEY(TipoGastos_idTipoGastos) REFERENCES TipoGastos(idTipoGastos) CREATE TABLE Escala ( idescala INTEGER NOT NULL, Veiculo_placa VARCHAR NOT NULL, DiaSemana_idDiaSemana INTEGER NOT NULL, TipoEscala_idTipoEscala INTEGER NOT NULL, motorista_funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, localescala VARCHAR NULL, PRIMARY KEY(idEscala), FOREIGN KEY(motorista_Funcionario_matricula) REFERENCES motorista(funcionario_matricula) FOREIGN KEY(TipoEscala_idTipoEscala) REFERENCES TipoEscala(idTipoEscala) FOREIGN KEY(DiaSemana_idDiaSemana)

14 REFERENCES DiaSemana(idDiaSemana) FOREIGN KEY(Veiculo_placa) REFERENCES Veiculo(placa) CREATE TABLE Movimentacao ( idpercurso INTEGER NOT NULL, Veiculo_placa VARCHAR NOT NULL, Membro_Funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, motorista_funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, Funcionario_matricula INTEGER NOT NULL, Rota_idRota INTEGER NOT NULL, data_inicio DATE NULL, data_termino DATE NULL, km_inicial INTEGER NULL, km_final INTEGER NULL, observacao VARCHAR NULL, data_solicitacao DATE NULL, hora_solicitacao TIME NULL, PRIMARY KEY(idPercurso), FOREIGN KEY(motorista_Funcionario_matricula) REFERENCES motorista(funcionario_matricula) FOREIGN KEY(Veiculo_placa) REFERENCES Veiculo(placa) FOREIGN KEY(Rota_idRota) REFERENCES Rota(idRota) FOREIGN KEY(Membro_Funcionario_matricula) REFERENCES Membro(Funcionario_matricula) FOREIGN KEY(Funcionario_matricula) REFERENCES Funcionario(matricula)

Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor. 06/08/13 1.0 Versão inicial do documento Cynthia Ferreira

Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor. 06/08/13 1.0 Versão inicial do documento Cynthia Ferreira ECOFROTA Documento de Visão Versão 3.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/08/13 1.0 Versão inicial do documento Cynthia Ferreira 09/08/13 1.1 Versão final antes da reunião com o professor

Leia mais

ECOFROTA Documento de Requisitos

ECOFROTA Documento de Requisitos ECOFROTA Documento de Requisitos Versão 2.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/09/2013 1.0 Versão inicial do documento. Cynthia Ferreira 26/09/2013 1.1 Formulação dos requisitos não funcionais.

Leia mais

Projeto Disciplinar de Fundamentos de Banco de Dados

Projeto Disciplinar de Fundamentos de Banco de Dados Projeto Disciplinar de Fundamentos de Banco de Dados Junho de 2011 Versão 1.0 Projeto SysTrack - Grupo 01 Contents 1. Introdução... 3 2. A Organização... 3 2.1 Ramo de Atividade... 4 2.2 Objetivo Estratégico

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software ECOFROTA TRIBUNAL THEMIS

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software ECOFROTA TRIBUNAL THEMIS 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software ECOFROTA TRIBUNAL THEMIS EDILBERTO SILVA 1, AQUILA ISRAEL (1316079) 2, CYNTHIA FERREIRA (1316079) 2, MARKO DE CASTRO (1316119) 2, RAFAELA ALMEIDA (1316189)

Leia mais

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões

FACSENAC. Versão:1.5. Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes. Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0. Histórico de revisões FACSENAC ECOFROTA Documento de Projeto Lógico de Rede Versão:1.5 Data: 21/11/2013 Identificador do documento: Projeto Lógico de Redes Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: FacSenac

Leia mais

Lista de exercícios 01

Lista de exercícios 01 PARTE I Lista de exercícios 01 1. Defina os seguintes termos: entidade, atributo, valor do atributo, atributo composto, atributo multivalorado, atributo derivado, atributo-chave, domínio. 2. Explique as

Leia mais

E&L Controle de Frotas. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Frotas. Perguntas Frequentes E&L Controle de Frotas Perguntas Frequentes 1. Quando ocorre a integração com o patrimônio e no cadastro de veículos na aba patrimônio o veículo não aparece, qual o procedimento a ser feito para que o

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC Edilberto Silva 1, André Luiz (1012545), Andreia Pereira da Silva (1012547) Carlos Alberto (1012206), Humberto César de Carvalho

Leia mais

Solução do segundo exercício proposto REDE DE HOTÉIS

Solução do segundo exercício proposto REDE DE HOTÉIS Solução do segundo exercício proposto REDE DE HOTÉIS Este exemplo já tem um pouco mais de complexidade devido à quantidade de entidades envolvidas no cenário. Em um primeiro momento a solução poderia ficar

Leia mais

COMUNICADO SIAD 04/2007 ASSUNTO: Módulo Frota de Veículos Adaptações para o Gerenciamento dos Veículos Locados.

COMUNICADO SIAD 04/2007 ASSUNTO: Módulo Frota de Veículos Adaptações para o Gerenciamento dos Veículos Locados. SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Rua Bernardo Guimarães, 2731. Tel.: (31) 3290-4600 CEP: 30.180-140 Belo Horizonte Minas Gerais Brasil CGC: 18.715.607 / 0001-13 Inscrição Estadual: Isento

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL EDILBERTO SILVA, CLEYCIONE (9245) 2, JONATHAN CAVALCANTE (9288) 2, MARCELO GOMES (9240) 2, NILTON

Leia mais

www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1

www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1 www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1 Sumário Simples como tem que ser... 3 Acesso... 4 Mapas... 5 Rastreamento... 7 Panorâmica... 7 Cercas... 8 Criando cercas eletrônicas...

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade

Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade Cartilha do Gestor de Frota do Órgão / Entidade SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão inicial

Leia mais

Grupo 05 - Script SQL

Grupo 05 - Script SQL CREATE DATABASE SISGSE Grupo 05 - Script SQL USE SISGSE CREATE TABLE TbAgenda dataagenda DATETIME NOT NULL, horarioinicio TIME NOT NULL, horariotermino TIME NOT NULL, PRIMARY KEYidTbUnidade, dataagenda,

Leia mais

Lista de exercícios - MER

Lista de exercícios - MER Lista de exercícios - MER Teoria: 1. Quais as fases do desenvolvimento do ciclo de vida de um banco de dados? Explique cada uma delas. 2. Quais os componentes de um DER? Defina-os. 3. Como podemos classificar

Leia mais

Sistema de Rastreamento e Monitoramento

Sistema de Rastreamento e Monitoramento Sistema de Rastreamento e Monitoramento APRESENTAÇÃO 1. Infra- estrutura; 2. Fuso Horário e idiomas; 3. Perfis de acesso e usuários; 4. Divisão de Grupos; 5. Cadastros; 6. Cercas e Regras; 7. Check list

Leia mais

Manual de Integração WebService Tray

Manual de Integração WebService Tray Manual de Integração WebService Tray Versão 3.10.2 Sumário Introdução... 1 1. Categoria de Produto... 2 2. Relacionamento de Categoria com Produto... 3 3. Marca de Produto... 5 4. Característica de Produto...

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão

Leia mais

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco. Ciclo Profissional. Banco de Dados NF

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco. Ciclo Profissional. Banco de Dados NF Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Ciclo Profissional Banco de Dados NF Projeto de Banco de Dados Parking Manager Recife, maio de 2012. Projeto realizado pelos discentes André

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

PROPOSTA DE RASTREAMENTO E MONITORAMENTO HÍBRIDO SATELITAL

PROPOSTA DE RASTREAMENTO E MONITORAMENTO HÍBRIDO SATELITAL PROPOSTA DE RASTREAMENTO E MONITORAMENTO HÍBRIDO SATELITAL Solução Tecnologia Monitoramento Instalação SOLUÇÃO A solução de rastreamento Unepxmil foi desenvolvida para atender as principais necessidades

Leia mais

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe:

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe: Versão Documento de Requisitos Documento de Requisitos Equipe: Bruno Harada (bhhc) Edilson Augusto Junior (easj) José Ivson Soares da Silva (jiss) Pedro Rodolfo da Silva Gonçalves (prsg) Raphael

Leia mais

A primeira parte do cadastro de clientes é formado pela Identificação, com as principais informações do cliente.

A primeira parte do cadastro de clientes é formado pela Identificação, com as principais informações do cliente. 1 CADASTROS 1.1 CLIENTES 1.1.1 IDENTIFICAÇÃO A primeira parte do cadastro de clientes é formado pela Identificação, com as principais informações do cliente. A identificação é composta pelos campos: Código:

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SILC - SISTEMA DE LOCAÇÃO E CONTROLE

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SILC - SISTEMA DE LOCAÇÃO E CONTROLE 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SILC - SISTEMA DE LOCAÇÃO E CONTROLE EDILBERTO SILVA 1, ALESSANDRA DE CARVALHO COSTA (0911272) 2, CRISTIANO LEOPOLDINO DA SILVA. (911343) 3, MARCELO

Leia mais

DIGITALIZAÇÃO DE OBRAS RARAS DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIOS. Versão 1.2 Histórico de Revisão

DIGITALIZAÇÃO DE OBRAS RARAS DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIOS. Versão 1.2 Histórico de Revisão DIGITALIZAÇÃO DE OBRAS RARAS DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIOS Versão 1.2 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 12/05/2011 1.0 Criação do Documento Ronan Alves 13/05/2011 1.1 Criação do Documento

Leia mais

imprimir (http://pje.csjt.jus.br/manual/index.php?title=impressao_oficial_de_justiça&printable=yes)

imprimir (http://pje.csjt.jus.br/manual/index.php?title=impressao_oficial_de_justiça&printable=yes) Page 1 of 30 Impressao Oficial de justiça De PJe - Manual imprimir (http://pje.csjt.jus.br/manual/index.php?title=impressao_oficial_de_justiça&printable=yes) Tabela de conteúdo 1 Manual do Oficial de Justiça

Leia mais

Manual de Integração WebService Tray

Manual de Integração WebService Tray Manual de Integração WebService Tray Versão 3.9.1 Sumário Introdução... 1 1. Categoria de Produto... 2 2. Relacionamento de Categoria com Produto... 3 3. Marca de Produto... 5 4. Característica de Produto...

Leia mais

SQL. Definição do Esquema da Base de Dados. Cristina C. Vieira Departamento de Engenharia Eletrónica e Informática

SQL. Definição do Esquema da Base de Dados. Cristina C. Vieira Departamento de Engenharia Eletrónica e Informática SQL Definição do Esquema da Base de Dados Cristina C. Vieira Departamento de Engenharia Eletrónica e Informática SQL - Esquema da base de dados Definição das tabelas Definição das chaves primárias Definição

Leia mais

Eagle Rastreamento Veicular

Eagle Rastreamento Veicular Softech Software Brasil Ltda. Eagle Rastreamento Veicular Softech Tecnologia em Software Versão 1.4.0.0 13 2 Introdução Objetivo do manual de instruções O presente manual foi elaborado com o objetivo de

Leia mais

Sumário. Manual Frota

Sumário. Manual Frota Sumário Apresentação... 2 Home... 2 Definição do Idioma... 3 Aba Frota... 4 Abastecimento... 4 Calendário... 26 Agenda Data... 38 Agenda Km... 59 Agendamento... 81 Agendas realizadas...104 Agenda...123

Leia mais

Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários nos cadastros e movimentações de Terceiros.

Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários nos cadastros e movimentações de Terceiros. Visual Rodopar Data : 01/10/09 Página 1 de Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários nos cadastros e movimentações de Terceiros. Relação dos Tópicos a serem vistos neste manual

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE. SALVADOR/BA, 04 de Setembro de 2014.

RIO GRANDE DO NORTE. SALVADOR/BA, 04 de Setembro de 2014. RIO GRANDE DO NORTE SALVADOR/BA, 04 de Setembro de 2014. Monitoramento de veículos na Revenda Francisco Correia E-mail: zonanortegas@ig.com.br O Mercado de GLP em Natal/RN O Mercado de GLP em Natal/RN

Leia mais

Sistema de Rastreamento WEB. Manual do usuário AVANÇADO. para. empresas

Sistema de Rastreamento WEB. Manual do usuário AVANÇADO. para. empresas Sistema de Rastreamento WEB Manual do usuário AVANÇADO para empresas INTERFACE... 3 SUAS FUNCIONALIDADES... 3 GERAL... 4 Aba Sumário... 4 Aba Localização... 4 Aba Trajeto... 5 Aba Últimos Registros...

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISCOP TORRE FORTE CONSTRUÇÕES LTDA.

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISCOP TORRE FORTE CONSTRUÇÕES LTDA. 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISCOP TORRE FORTE CONSTRUÇÕES LTDA. EDILBERTO SILVA 1, ADRIANO MARRA (1012295) 2, BRUNO OLIVEIRA (1012415) 2, BRUNO MOTTA (1012509) 2, JANAÍNA LIMA

Leia mais

Software para Gestão de Frotas Economia e Controle total de seus veículos

Software para Gestão de Frotas Economia e Controle total de seus veículos Software para Gestão de Frotas Economia e Controle total de seus veículos A MobiView é originada do Grupo Original Brasil, fundado em 1990 e desde 2005 é especializada em desenvolvimento de softwares para

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Integração com o sistema Gladius LITE

Integração com o sistema Gladius LITE Integração com o sistema Gladius LITE Importante: O sistema Gladius foi originalmente concebido para estar integrado ao sistema de ERP e educacional da RM Sistemas (hoje TOTVS). Por esse motivo, a nomenclatura

Leia mais

4. VEICULOS A DISPOSIÇÃO EXCLUSIVOS DAS AREAS (LOGISTICA/PCP/MANUTENÇÃO)

4. VEICULOS A DISPOSIÇÃO EXCLUSIVOS DAS AREAS (LOGISTICA/PCP/MANUTENÇÃO) 1 de 5 1. OBJETIVO Estabelecer a política e procedimento geral a serem seguidos por toda a companhia em relação a veículos pessoais,, carros fornecidos pela companhia e de despesas com quilometragem a

Leia mais

Documento de Definição de Requisitos

Documento de Definição de Requisitos Documento de Definição de Requisitos Projeto: Locadora de Automóveis Responsável: Ricardo Falbo 1. Introdução Este documento apresenta os requisitos de usuário de um sistema de Locadora de Automóveis e

Leia mais

Módulo de Transportes

Módulo de Transportes Módulo de Transportes SIPAC SIPAC Módulo de Transportes 1 Sumário PARTE I INSTRUÇÕES GERAIS...3 RECOMENDAÇÕES...3 PERFIS DE ACESSO (GRUPOS DE PAPÉIS)...3 ACESSANDO O MÓDULO TRANSPORTES...3 Acesse o SIPAC...3

Leia mais

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil Competência Sistemas para Transportadoras e Soluções Você e sua Empresa em perfeita sintonia Excelência Recursos Tms EXPERIÊNCIA O sistema é composto por módulos que controlam e integram os processos operacionais

Leia mais

PROJETO DE BANCO DE DADOS LISTA 002 Projeto Conceitual

PROJETO DE BANCO DE DADOS LISTA 002 Projeto Conceitual LISTA DE EXERCÍCIOS 002 6. AGÊNCIA DE TURISMO Faça a modelagem de dados de uma agência de turismo, que tenha: controle de clientes, com todas as informações detalhadas; controle de companhias aéreas que

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software BELLA DONNA CENTRO DE ESTÉTICA

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software BELLA DONNA CENTRO DE ESTÉTICA 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software BELLA DONNA CENTRO DE ESTÉTICA EDILBERTO SILVA, KLEBER VASCONCELOS DE SOUZA, MARIA APARECIDA DA SILVA, PATRÍCIA MARQUES NASCIMENTO, SIDNEY DOS SANTOS

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

MANUAL RASTREAMENTO 2013

MANUAL RASTREAMENTO 2013 MANUAL RASTREAMENTO 2013 Visão Geral O menu geral é o principal módulo do sistema. Através do visão geral é possível acessar as seguintes rotinas do sistema: Sumário, localização, trajetos, últimos registros.

Leia mais

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios Introdução Geral Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações Relatórios Deslocamentos e paradas Velocidade Telemetria Acessos Falhas de comunicação Cadastro Cliente Subcliente

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL PARTE I - INTRODUÇÃO I Requisitos do Sistema. Para utilização do Sistema de Informações Gerenciais SIG, deve-se ter os seguintes requisitos: Acesso a Internet: Discado ou Banda Larga. Navegador de Internet:

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Caixa Visão Geral Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões... 4 3.2 Incluir Ponto de Venda (PDV)... 5 3.3 Vincular Conta e Empresa...

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software INFOMIX SYSFARM GERENCIAMENTO DE FARMACIAS

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software INFOMIX SYSFARM GERENCIAMENTO DE FARMACIAS Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software INFOMIX SYSFARM GERENCIAMENTO DE FARMACIAS EDILBERTO SILVA, CEZAR ROBERTO OLIVEIRA 2, EDILSON RODRIGUES DA SILVA 2, MARCOS MONTEIRO DA SILVA 2 RONALDO

Leia mais

ÍNDICE. Página 2 de 10

ÍNDICE. Página 2 de 10 Página 1 de 10 @ ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. INTRODUÇÃO AO SISTEMA CUSTOMER WEB... 3 3. ACESSO AO PORTAL CUSTOMER WEB... 3 3.1. Solicitação de Acesso ao Portal... 3 3.2. Níveis de Acesso do Cliente... 4

Leia mais

FROTA FÁCIL NETWORK 1.0 2008/ 2013

FROTA FÁCIL NETWORK 1.0 2008/ 2013 FROTA FÁCIL NETWORK 1.0 2008/ 2013 O Frota Fácil Network 1.0 foi concebido em 2008 com a finalidade de gerir os custos com a sua frota de veículos. Com estruturas modulares simples e funcionais, procuramos

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Sua frota menor. maior. eficiência

Sua frota menor. maior. eficiência Sua frota com menor custo e maior eficiência O que é? O UNIFROTA é um sistema que combina tecnologia e a gestão administrativa de veículos, desde o abastecimento, manutenção e monitoramento dos condutores.

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Borderô de Pagamento e Aprovação de Lançamentos Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Cadastrar Fornecedor... 5

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE

ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE ASSISTENTE ADMINISTRATIVA Necessário experiência com comercial/vendas interna, cálculos e rotina administrativa e aos sábados até ao meio dia

Leia mais

MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU Estado do Paraná CNPJ 76.208.818/0001-66

MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU Estado do Paraná CNPJ 76.208.818/0001-66 LEI N.º 809/2014 SÚMULA: Disciplina procedimentos de controle da frota e transporte municipal e da outras providências. aprovou, e eu, Prefeito Municipal sanciono a seguinte A Câmara Municipal de Guaraniaçu,,

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO DA LICITAÇÃO E EXIGÊNCIAS À EMPRESA VENCEDORA.

ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO DA LICITAÇÃO E EXIGÊNCIAS À EMPRESA VENCEDORA. Vacaria/RS, 15 de julho de 2015. Memorando nº 71/2015 De: Secretaria de Gestão e Finanças Para: Gabinete do Prefeito Vimos por meio deste, solicitar a realização de processo licitatório, o qual visa contratar

Leia mais

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Comercial Cadastros o (202) Cadastro de Vendedores Flag Enviar Previsão: Flag Enviar Previsão: Foi inserido um novo flag no cadastro de vendedores.

Leia mais

Manual de Utilização Sistema de Gestão de Campanha Módulo Indústria

Manual de Utilização Sistema de Gestão de Campanha Módulo Indústria Manual de Utilização Sistema de Gestão de Campanha Módulo Indústria 2 Índice / Sumário 1. Introdução ao Sistema 2. Fluxo de Adesão 3. Email Cadastro 4. Email Convite 5. Acesso ao Sistema 6. Pagina Inicial

Leia mais

Versão 2.0. Data de criação 13/05/2015

Versão 2.0. Data de criação 13/05/2015 Apostila de Treinamento Agendamento Versão 2.0 Data de criação 13/05/2015 Data de efetivação Este documento entra em vigor na sua publicação. Versão do Sistema 2.0.0.0 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Objetivo

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

Rastreamento Veícular

Rastreamento Veícular Manual de Instrução do Usuário Rastreamento Veícular Parabéns pela aquisição do seu Sistema de Rastreamento. Esperamos que ele supere suas expectativas e proporcione muito mais controle e proteção para

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CONSULTA DE RELACIONAMENTOS

MANUAL DO USUÁRIO CONSULTA DE RELACIONAMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elaborado: Equipe SAG Revisado: Aprovado: Data: 08/09/2008 Data: 18/11/2008 Data: A autenticação do documento consta no arquivo primário da Qualidade Referencia:

Leia mais

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Versão: 2 (05/12/2005) Sistema Ativo de Segurança Automotiva Índice Título Observações Veículos Grupos Páginas 1 2 Rastrear 3 Monitoramento Alerta

Leia mais

Controle, Conservação, Manutenção, Abastecimento e Gerenciamento do Serviço de Transporte.

Controle, Conservação, Manutenção, Abastecimento e Gerenciamento do Serviço de Transporte. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P.TJAM.13 Controle, Conservação, Manutenção, Abastecimento e Gerenciamento

Leia mais

MODELAGEM DE DADOS. Banco de Dados I. O uso da análise e do projeto Orientados a Objetos atenuou a separação! Unidade I

MODELAGEM DE DADOS. Banco de Dados I. O uso da análise e do projeto Orientados a Objetos atenuou a separação! Unidade I O uso da análise e do projeto Orientados a Objetos atenuou a separação! 1 Etapas do Projeto do BD Análise de Requisitos Coleta de informações sobre os dados e seus relacionamentos na organização Projeto

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software COLOSSUS SISTEMA DE INTEGRAÇÃO

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software COLOSSUS SISTEMA DE INTEGRAÇÃO 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software COLOSSUS SISTEMA DE INTEGRAÇÃO GRIGORIO CARDOSO (810682), GUILHERME NUNES (1012543), ISAAC DE ANDRADE (1012212) 2, PEDRO AFONSO (1012427), PEDRO HENRIQUE

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Centro de Tecnologia - CTC Departamento de Informática - DIN Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação PCC ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II Disciplina: Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E ATIVIDADES COMPLEMENTARES DEPARTAMENTO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Emerson Barros de Meneses

Leia mais

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4

DMS Documento de Modelagem de Sistema. Versão: 1.4 DMS Documento de Modelagem de Sistema Versão: 1.4 VERANEIO Gibson Macedo Denis Carvalho Matheus Pedro Ingrid Cavalcanti Rafael Ribeiro Tabela de Revisões Versão Principais Autores da Versão Data de Término

Leia mais

SCV. Sistema de Compra e Venda. Exemplo didático da disciplina EPS 7001 Informática para Engenharia de Produção. Prof. Sérgio Fernando Mayerle

SCV. Sistema de Compra e Venda. Exemplo didático da disciplina EPS 7001 Informática para Engenharia de Produção. Prof. Sérgio Fernando Mayerle SCV Sistema de Compra e Venda Exemplo didático da disciplina EPS 7001 Informática para Engenharia de Produção Prof. Sérgio Fernando Mayerle Descrição dos Requisitos Funcionais O Sistema de Compra e Venda

Leia mais

Frota / SG Solicitação de Veículos

Frota / SG Solicitação de Veículos CARTILHA Frota / SG Solicitação de Veículos Elaborada por: CTI Centro de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Uberlândia Abril/2013 Sumário 1. SG -Sistema de Gestão...3 2. Acessando o SG...3

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD 2 1 Características dos SGBDs Natureza auto-contida de um sistema de banco de dados: metadados armazenados num catálogo ou dicionário de

Leia mais

SELECIONA: Venda Externa - Chapecó/SC Remuneração: Benefícios: Descrição: Requisitos: Ref.: Auxiliar Marketing - Chapecó/SC Remuneração: Descrição:

SELECIONA: Venda Externa - Chapecó/SC Remuneração: Benefícios: Descrição: Requisitos: Ref.: Auxiliar Marketing - Chapecó/SC Remuneração: Descrição: Venda Externa - Chapecó/SC Remuneração: R$ 1570.00 Benefícios: Benefícios: NETBOOK, CELULAR; VEÍCULO;ALIMENTAÇÃO;DESPESAS COM VIAGENS; CESTA BÁSICA; CARTÃO DE CONVENIO;SEGURO DE VIDA Descrição: Vendas

Leia mais

Técnicas e Linguagens para Banco de Dados I

Técnicas e Linguagens para Banco de Dados I Técnicas e Linguagens para Banco de Dados I Prof. Eduardo Ribeiro www.eduardo.trisolution.com.br eduardo@ trisolution.com.br Introdução Banco de Dados Dados x Informações Dados = É um elemento que mantém

Leia mais

Remuneração: R$ 1500,00 até 2000,00

Remuneração: R$ 1500,00 até 2000,00 TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO (4 HORAS) - CHAPECÓ/SC Benefícios: Refeitório Transporte Plano de Saúde da Unimed Descrição: Treinamentos (de acordo com a necessidade da empresa). 2- Verificação de elaboração

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

ADENDO AO PREGÃO PRESENCIAL 05/2014. Complemento ao Item 2.1.1.2.13 do Termo de Referência - Sistema de Gerenciamento (Anexo IV)

ADENDO AO PREGÃO PRESENCIAL 05/2014. Complemento ao Item 2.1.1.2.13 do Termo de Referência - Sistema de Gerenciamento (Anexo IV) ADENDO AO PREGÃO PRESENCIAL 05/2014 Complemento ao Item 2.1.1.2.13 do Termo de Referência - Sistema de Gerenciamento (Anexo IV) DETALHAMENTO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE FROTA E CONTROLE DE TRÁFEGO Os

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

Portal de Serviços Guia Online. www.sascar.com.br

Portal de Serviços Guia Online. www.sascar.com.br www.sascar.com.br Introdução Prezado Cliente, Bem Vindo ao Guia do Portal de Serviços Sascar. Este guia foi desenvolvido para auxiliá-lo na utilização do Portal de Serviços onde você, cliente Sascar, tem

Leia mais

Detalhamento do sistema Carcheck Consultas veiculares

Detalhamento do sistema Carcheck Consultas veiculares Detalhamento do sistema Carcheck Consultas veiculares pág.1/12 ÍNDICE 1 SOBRE O CARCHECK...3 2 OBJETIVO...3 3 PRODUTOS CARCHECK...3 3.1 SISTEMA CARCHECK...3 3.1.1 Consulta Completa...3 3.1.2 Consulta Segura...4

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Aula Prática

Structured Query Language (SQL) Aula Prática Structured Query Language (SQL) Aula Prática Linguagens de SGBD Durante o desenvolvimento do sistema R, pesquisadores da IBM desenvolveram a linguagem SEQUEL, primeira linguagem de acesso para Sistemas

Leia mais

Procedimentos Para Visita e/ou Entrada-Saída de Equipamentos ao Housing Intelig Telecom

Procedimentos Para Visita e/ou Entrada-Saída de Equipamentos ao Housing Intelig Telecom 1. OBJETIVO Este documento tem como objetivo descrever a metodologia para o Controle de Acesso, Entrada e Saída de Clientes Dentro ou Fora do Ambiente Housing., bem como a metodologia para o recebimento

Leia mais

APLICAÇÃO DA MODELAGEM UML NA FASE DE ANÁLISE DE UM PROJETO DE SOFTWARE PARA AGENDAMENTO DE USO DE VEÍCULOS INTERNOS DE UMA EMPRESA

APLICAÇÃO DA MODELAGEM UML NA FASE DE ANÁLISE DE UM PROJETO DE SOFTWARE PARA AGENDAMENTO DE USO DE VEÍCULOS INTERNOS DE UMA EMPRESA APLICAÇÃO DA MODELAGEM UML NA FASE DE ANÁLISE DE UM PROJETO DE SOFTWARE PARA AGENDAMENTO DE USO DE VEÍCULOS INTERNOS DE UMA EMPRESA ANDRE APARECIDO LEAL DE ALMEIDA Discente da AEMS Faculdades Integradas

Leia mais

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Diagrama de Casos de Uso Demonstra o comportamento externo do sistema, através de uma linguagem simples. Apresentando o sistema sobre a perspectiva do

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

Flex Acesso. Manual do Usuário. MHF SISTEMAS LTDA www.mhfsistemas.com.br mhfsistemas@mhfsistemas.com.br (11) 6091-9353

Flex Acesso. Manual do Usuário. MHF SISTEMAS LTDA www.mhfsistemas.com.br mhfsistemas@mhfsistemas.com.br (11) 6091-9353 Flex Acesso Manual do Usuário MHF SISTEMAS LTDA mhfsistemas@mhfsistemas.com.br (11) 6091-9353 Índice INTRODUÇÃO... 3 Solicitação de Identificação e Senha para Acesso ao Sistema... 3 ARQUIVOS... 4 PROCEDIMENTOS

Leia mais

TÍTULO: SERVIÇOS HTTP COM GEOPOSICIONAMENTO DE FROTA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

TÍTULO: SERVIÇOS HTTP COM GEOPOSICIONAMENTO DE FROTA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: SERVIÇOS HTTP COM GEOPOSICIONAMENTO DE FROTA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS AUTOR(ES):

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS ESPECIALIZAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO EM SOFTWARE LIVRE CONCEITOS E PROJETOS DE BANCO DE DADOS E SQL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS ESPECIALIZAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO EM SOFTWARE LIVRE CONCEITOS E PROJETOS DE BANCO DE DADOS E SQL O trabalho consiste na resolução de um exercício e na confecção de um relatório. 17/10/2005 é o último dia para entrega. O trabalho deverá entregue impresso e o seu conteúdo gravado numa mídia. O formato

Leia mais

Manual de Navegação Básica. Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site

Manual de Navegação Básica. Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site Manual de Navegação Básica Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site 1 Conteúdo Iniciando a implantação:... 3 para o treinamento no encontro de executivos... 3 Siga Relacionamento... 4 O que é Unidade de

Leia mais