Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor"

Transcrição

1 H6Projetos Documento de Requisitos Versão 1.3 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 05/09/ Preenchimento do Capítulo 2 Requisitos Funcionais Evilson Montenegro 26/09/ Preenchimento do Capítulo 3 Requisitos Não Funcionais Jackson dos Santos Monteiro 03/10/ Alterações dos Requisitos Funcionais César Lucas F. E. Júnior 08/10/ Alterações dos Requisitos Funcionais e Alinhamento com Escopo César Lorenzetti

2 Documento de Requisitos Sumário INTRODUÇÃO... 1 Visão geral deste documento... 1 Convenções, termos e abreviações Identificação dos Requisitos Prioridades dos Requisitos... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO SISTEMA... 1 Abrangência e sistemas relacionados... 1 Descrição dos usuários Secretaria Coordenador da Secretaria Receita Federal Correios REQUISITOS FUNCIONAIS (CASOS DE USO)... 1 [RF001] Manter Tipo de Processo... 1 [RF002] Manter Natureza do Processo... 1 [RF003] Manter Processo... 1 [RF004] Manter Tipo de Envolvido... 2 [RF005] Manter Envolvidos... 2 [RF006] Manter Cadastro de Endereços... 2 [RF007] Manter Anexação de Peças Processuais... 3 [RF008] Manter Permissão de Acesso conforme Privilégios Configurados... 3 REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS... 4 Usabilidade... 4 [NF001] Voltado para Web com acesso via Browser independente do Sistema Operacional... 4

3 Documento de Requisitos Segurança... 4 [NF002] Login (Base Própria de Senha com Identificador unívoco por Login da Rede)... 4 Padrões... 4 [NF003] Conexão exigida para Todos os Acessos e Web Services... 4 APROVAÇÃO... 5

4 Documento de Requisitos Introdução P1 / 1 Introdução Visão geral deste documento Este documento possui o objetivo de esclarecer o sistema, apresentando uma visão geral, mostrar os requisitos funcionais solicitados pelo cliente e que, obrigatoriamente, o deve ter e os requisitos não funcionais que são de extrema importância para o bom funcionamento do software quanto à usabilidade, confiabilidade, desempenho, segurança, entre outros. Seção 1 Descrição geral do sistema: apresenta uma visão geral do sistema, caracterizando qual é o seu escopo e descrevendo seus usuários. Seção 2 Requisitos funcionais (casos de uso): especifica todos os requisitos funcionais do sistema, descrevendo os fluxos de eventos, prioridades, atores, entradas e saídas de cada caso de uso a ser implementado. Seção 3 Requisitos não funcionais: especifica todos os requisitos não funcionais do sistema, divididos em requisitos de usabilidade, confiabilidade, desempenho, segurança, distribuição, adequação a padrões e requisitos de hardware e software. Convenções, termos e abreviações A correta interpretação deste documento exige o conhecimento de algumas convenções e termos específicos, que são descritos a seguir. TERMO JAVA SIGNIFICADO Linguagem de Programação do Software 1. Identificação dos Requisitos Por convenção, a referência a requisitos é feita através do nome da subseção onde eles estão descritos, seguido do identificador do requisito, de acordo com o esquema abaixo: [Manter tipo de Processo. RF001]; [Manter natureza do Processo. RF002]; [Manter Processo. RF003]; [Manter tipo de Envolvido. RF004]; [Manter Envolvido. RF005]; [Manter Cadastro Endereço. RF006]; [Manter Anexação de peças. RF007]; [Manter permissão de acesso conforme privilégios configurados. RF008];

5 Documento de Requisitos Introdução P2 / 2 2. Prioridades dos Requisitos Para estabelecer a prioridade dos requisitos foram adotadas as denominações essencial, importante e desejável. Essencial é o requisito sem o qual o sistema não entra em funcionamento. Requisitos essenciais são requisitos imprescindíveis, que têm que ser implementados impreterivelmente. Importante é o requisito sem o qual o sistema entra em funcionamento, mas de forma não satisfatória. Requisitos importantes devem ser implementados, mas, se não forem, o sistema poderá ser implantado e usado mesmo assim. Desejável é o requisito que não compromete as funcionalidades básicas do sistema, isto é, o sistema pode funcionar de forma satisfatória sem ele. Requisitos desejáveis são requisitos que podem ser deixados para versões posteriores do sistema, caso não haja tempo hábil para implementá-los na versão que está sendo especificada. Referências Documentos relacionados ao e/ou mencionados nas seções a seguir: 1. Caso de Uso, 28/09/2013, H6projetos, equipe projetos H6projetos. 2. Documento de Visão, 30/09/2013, H6projetos, equipe projetos H6projetos. 3. Modelo Entidade Relacionamento Lógico, 30/09/2013, H6projetos, equipe Banco de Dados H6projetos. 4. Declaração do Escopo.

6 Documento de Requisitos Descrição geral do sistema C1. P1 / 1 Capítulo Descrição geral do sistema 1 Abrangência e sistemas relacionados O é um software responsável pela administração do setor de Secretaria/Protocolo capaz de fornecer ao usuário atividades de fácil usabilidade e segurança. O software contará com oito módulos, são eles: Manter tipo de processo, Manter Natureza do processo, Manter Processo, Manter tipo de envolvido, Manter Envolvido, Manter Cadastro de Endereço, Manter Anexação de peças e Manter Permissão de acesso conforme privilégios configurados. Esses módulos estarão relacionados a dois outros sistemas que é o da Receita Federal, que valida o CPF ou CNPJ e o dos Correios que valida o CEP do envolvido. O sistema não possuirá a criação de um processo digital, pois essa não é a intenção do cliente e também não possuirá anexação digital do processo. Descrição dos usuários O possuirá quatro atores envolvidos diretamente no sistema: A secretaria, o coordenador da secretaria, a Receita Federal e os Correios. 1. Secretaria. É responsável pelo contato direto ao requerente. É esse ator que Mantem processo, Mantem Anexação de peças, Mantem cadastro de endereços e Mantem envolvido. Este ator não terá acesso aos Casos de Uso: Manter Natureza do Processo, Manter Tipo de Processo, Manter Tipo de Envolvido e Manter Permissão de Acesso. 2. Coordenador da Secretaria. Esse ator herda todas as tarefas da secretaria e é responsável pelos Casos de Uso: Manter Natureza do Processo, Manter Tipo de Processo, Manter Tipo de Envolvido e Manter Permissão de Acesso. 3. Receita Federal. É responsável por validar o CPF ou CNPJ de um envolvido quando este estiver sendo cadastrado no sistema (Manter Envolvido). Não tem acesso algum às informações do. 4. Correios. É responsável por validar o CEP do envolvido quando estiver Mantendo o cadastro do envolvido. Não tem acesso algum às informações do.

7 Documento de Requisitos <Opcional> Descrição da interface com o usuário C4. P1 / 1 Capítulo Requisitos funcionais (casos de uso) 2 [RF001] Manter Tipo de Processo A importância de se manter o processo é garantir uma administração segura das informações dos feitos. Ator: Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: Para inserir, excluir, consultar e pesquisar os feitos e gerar relatórios o usuário deverá ter um nível de privilégio elevado no sistema. O Sistema possuirá os campos: Códigos dos Tipos de Processo que será atribuído automaticamente pelo sistema e sua Descrição que será inserida pelo coordenador da secretaria, além de uma Tabela de Verificação que mostrará os tipos já inseridos. Saídas e pós-condições: Não foi encontrado nenhum tipo de saída. [RF002] Manter Natureza do Processo Organizar os feitos com a natureza da ação. Ator: Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: Para cadastrar, inserir, excluir, consultar e pesquisar feitos por natureza do processo deverá ter um nível de privilégio elevado no sistema. O Sistema possuirá os campos: Códigos da Natureza do Processo que será atribuído automaticamente pelo sistema e sua Descrição que será inserida pelo coordenador da secretaria, além de uma Tabela de Verificação que mostrará as naturezas já inseridas. Saídas e pós-condições: Não foi encontrado nenhum tipo de saída. [RF003] Manter Processo A importância de se manter o processo é garantir uma administração segura das informações dos feitos. Ator: Secretaria e Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: O sistema apresentará uma tela para preenchimento dos campos obrigatórios, que serão: CPF e CNPJ (Caso não haja cadastro do requerente, será feita em outra tela a inserção do Nome, data de nascimento, CEP e nome da mãe com validação do CPF ou CNPJ e do CEP do envolvido), Tipo do Processo, Natureza do Processo, Síntese do Processo, Grau de Sigilo e Tabela de Verificação. Saídas e pós-condições: Após validação dos dados é gerado um protocolo único com nomenclatura (AA-9999-AAMMDD-9999), que guardará um histórico com o trâmite do feito e

8 Documento de Requisitos <Opcional> Descrição da interface com o usuário C4. P2 / 2 disponibilizará para o cliente acesso às informações do processo com os dados das partes envolvidas. [RF004] Manter Tipo de Envolvido Nesse módulo haverá o espaço para que o responsável coloque os tipos de envolvido de um feito. Essa parte será usada quando Mantiver um processo. Ator: Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: Para cadastrar, inserir, excluir, consultar e pesquisar tipos de envolvidos deverá ter um nível de privilégio elevado no sistema. O Sistema possuirá os campos: Códigos dos Tipos de Processo que será atribuído automaticamente pelo sistema e sua Descrição que será inserida pelo coordenador da secretaria, além de uma Tabela de Verificação que mostrará os tipos de envolvidos já existentes. Saídas e pós-condições: Não foi encontrado nenhum tipo de saída. [RF005] Manter Envolvidos Com uma base de dados de envolvidos, o sistema agilizará o processo de busca para dar entrada em novos feitos caso não haja será feito um cadastro de envolvido. Ator: Secretaria e Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: O sistema terá os seguintes campos exigidos para o cadastro dos envolvidos: Nome Completo ou Alcunha, CPF ou CNPJ, Telefones, , Estado Civil, Data de Nascimento e CEP. Saídas e pós-condições: Não foi encontrado nenhum tipo de saída [RF006] Manter Cadastro de Endereços Validar o CEP por meio de um cruzamento automático da informação fornecida pelo cliente com a informação dos Correios. Procede-se à confirmação ou correção do código postal dos endereços. Ator: Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: O cliente deverá informar o seu CEP, que passará por uma validação junto ao sistema da ECT, e seu Complemento. Esse módulo estará dentro do módulo Manter Envolvido. Saídas e pós-condições: Não foi encontrado nenhum tipo de saída.

9 Documento de Requisitos <Opcional> Descrição da interface com o usuário C4. P3 / 3 [RF007] Manter Anexação de Peças Processuais Num trâmite processual pode haver a inclusão de documentos, provas ou outros processos a pedido das autoridades competentes. Logo, é necessário anexar documentos aos processos para dar o sentido ao feito. Ator: Secretaria e Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: O programa terá um campo de anexo que possibilitará ao usuário a anexação de peças processuais a um determinado processo. Haverá um módulo onde será informado o Número do Processo, Nome da Peça e Data de Anexação. Saídas e pós-condições: Após validação dos dados é gerado um protocolo único com nomenclatura (Protocolo do processo/data da anexação e numero anexação sequencial: AA AAMMDD-9999/ DDMMAAAA ). [RF008] Manter Permissão de Acesso conforme Privilégios Configurados Certas atribuições dentro do sistema serão de extrema responsabilidade e essas deverão ser feitas por um grupo específico de pessoas que terão suas atividades restringidas pelo coordenador da secretaria. Ator: Coordenador da Secretaria Entradas e pré-condições: O coordenador deverá atribuir acesso conforme o cargo da pessoa. No sistema teremos o Nome do Servidor, Matrícula e o Nível de Permissão. Saídas e pós-condições: Não foi encontrado nenhum tipo de saída.

10 Documento de Requisitos <Opcional> Descrição da interface com o usuário C4. P4 / 4 Capítulo Requisitos não funcionais 3 Usabilidade [NF001] Voltado para Web com acesso via Browser independente do Sistema Operacional O programa será desenvolvido em Java sendo possível executar em todos os browsers disponíveis independente do Sistema Operacional utilizado. Contará com uma interface intuitiva e de fácil visualização. O sistema verificará se o plug-in está instalado no computador, caso não esteja, direcionará para página de download do plug-in e após instalação retornará para página do sistema. Segurança [NF002] Login (Base Própria de Senha com Identificador unívoco por Login da Rede) É preciso ter uma conta de usuário no. Os dados do usuário e senha serão armazenados em um banco de dados dos funcionários específicos do setor. A autenticação será feita por meio do cruzamento das informações armazenadas no banco de dados com as fornecidas pelo usuário. O login será liberado caso a combinação seja positiva e bloqueado se a combinação for rejeitada. Após três tentativas erradas, a liberação será feita pelo responsável do setor. Padrões [NF003] Conexão exigida para Todos os Acessos e Web Services É obrigatória uma conexão para utilização dos serviços disponíveis pelo sistema, e não será permitido em hipótese alguma trabalhar offline. A Web services trará agilidade para os processos e eficiência na comunicação. Toda e qualquer comunicação entre sistemas passará a ser dinâmica e principalmente segura, pois não há intervenção humana.

11 Documento de Requisitos <Opcional> Descrição da interface com o usuário C4. P5 / 5 APROVAÇÃO Estou ciente e de acordo com as informações passadas por mim para composição deste documento e com o conteúdo deste. Data : 09/10/2013 Data : 09/10/2013 RESPONSÁVEL SOLICITANTE Evilson Montenegro dos Santos Analista de Requisitos H6Projetos Wilson Amaral Martins Engenharia de Software Faculdade de Tecnologia SENAC-DF

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário. Versão 1.0

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário. Versão 1.0 SOLICITA SISTEMA DE SOLICITAÇÃO DE ACESSO Manual de Usuário Versão 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 05/08/2016 1.0 Criação do Artefato Eliene Carvalho MAPA/SE/SPOA/CGTI. Página 2 de

Leia mais

ELABORADORES DANIEL BRUNO FERNANDES CONRADO GIORJETY LICORINI DIAS

ELABORADORES DANIEL BRUNO FERNANDES CONRADO GIORJETY LICORINI DIAS ELABORADORES DANIEL BRUNO FERNANDES CONRADO GIORJETY LICORINI DIAS MATERIAL DIDÁDICO INSTITUCIONAL PARA AS DISCIPLINAS PROJETO INTEGRADO I E PROJETO INTEGRADO II DO CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO

ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO de Controle de Pedidos Versão 2.0 ESPECIFICAÇÃO DE CASO DE USO EMITIR ORDEM DE SERVIÇO Página 2 / 8 de Controle de Pedidos HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 14/11/2010 1.0 Elaboração do

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Serviços em Estética - SisGSE

Sistema de Gerenciamento de Serviços em Estética - SisGSE BELLA DONNA CENTRO DE ESTÉTICA Sistema de Gerenciamento de Serviços em Estética - SisGSE Documento de Protótipo UC011 Manter Agendamento Versão 2.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 20/11/2010

Leia mais

WebZine Manager. Documento de Protótipo. Versão 2.0. Histórico de Revisão

WebZine Manager. Documento de Protótipo. Versão 2.0. Histórico de Revisão WebZine Manager Documento de Protótipo Versão 2.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 18/10/2012 1.0 Primeira versão do Documento de Tallison Bruno Protótipo Lemos 23/11/2012 2.0 As telas

Leia mais

Systrack. Documento de Protótipo

Systrack. Documento de Protótipo Systrack Documento de Protótipo Versão 2.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 10/05/2011 1.0 Versão Inicial. Roberto Depollo 18/05/2011 1.1 Alteração de todas as telas André Luiz 24/05/2011

Leia mais

SISTEMA SGPS GESTÃO DE PLANO DE SAÚDE

SISTEMA SGPS GESTÃO DE PLANO DE SAÚDE SISTEMA SGPS GESTÃO DE PLANO DE SAÚDE FORTALEZA CE JANEIRO / 2015 SGPS - Sistema Gestão Plano de Saúde Especificação de Caso de Uso Manter Conveniado UC02 Versão 1.0 HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição

Leia mais

Regras de Negócio. Grupo 01 - Systrack 1

Regras de Negócio. Grupo 01 - Systrack 1 Regras de Negócio Versão 1.5 Junho/2011 Grupo 01 - Systrack 1 Sumário 1. Introdução... 4 1.1. Convenções, termos e abreviações... 4 1.2. Referências... 4 2. Regras de Negócios... 4 2.1. Regra de negócio

Leia mais

Especificação do Caso de Uso. BCON Business Control. Versão 1.0

Especificação do Caso de Uso. BCON Business Control. Versão 1.0 Especificação do Caso de Uso BCON Business Control Versão 1.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 21/05/2011 1.0 Primeira edição de documento Filipe de Almeida Índice 1. Manter venda 4 1.1

Leia mais

SISCOP. Documento de Requisitos SISTEMA DE CONTROLE DE PEDIDOS. Versão 1.3

SISCOP. Documento de Requisitos SISTEMA DE CONTROLE DE PEDIDOS. Versão 1.3 SISTEMA DE CONTROLE DE PEDIDOS Versão 1.3 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 29/8/21 1. Desenvolvimento do Adriano Marra 7/9/21 1.2 Correção dos problemas citados pelo Prof. Wilson Adriano

Leia mais

Cali LAB View Web Manual de Utilização do Sistema. Software para Gerenciamento Metrológico e Visualização Eletrônica de Certificados de Calibração

Cali LAB View Web Manual de Utilização do Sistema. Software para Gerenciamento Metrológico e Visualização Eletrônica de Certificados de Calibração Cali LAB View Web Manual de Utilização do Sistema Software para Gerenciamento Metrológico e Visualização Eletrônica de Certificados de Calibração 2 Cali LAB View Web SUMÁRIO CALI LAB VIEW WEB... 3 LOGIN...

Leia mais

Especificação do Caso de Uso

Especificação do Caso de Uso Especificação do Caso de Uso Histórico de Revisão Sumário Data Versão Descricão Autor 22/0/2011 1.0 Versão Inicial de Desenvolvimento Maurício Santos 31/0/2011 1.1 Correções e atualizações Maurício Santos

Leia mais

Manual de Instrução Módulo de Configuração

Manual de Instrução Módulo de Configuração Manual de Instrução Módulo de Configuração NetControl Pacote 49 Versão 2.0 Data 06/05/2015 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Configuração do Módulo... 3 2.1 Configuração do Assistente de Configuração...

Leia mais

IEPTB-MG Manual do Usuário (Solicitante)

IEPTB-MG Manual do Usuário (Solicitante) IEPTB-MG 2016 Manual do Usuário (Solicitante) Índice 1. Compatibilidade de navegadores... 4 2. Acesso com certificado digital... 4 3. Cadastro no sistema... 5 4. Esqueci minha senha... 6 5. Acesso ao sistema...

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL DO CONSUMIDOR ELETRÔNICA

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL DO CONSUMIDOR ELETRÔNICA EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL DO CONSUMIDOR ELETRÔNICA Sumario 1- O que é NfCe? 2- Acesso ao sistema 3- Configurações de Padronização. 4- Cadastros Série/Número Cálculo Fiscal Certificado Cliente

Leia mais

Manual do Tutor PIRELLI TYRE CAMPUS

Manual do Tutor PIRELLI TYRE CAMPUS Manual do Tutor PIRELLI TYRE CAMPUS Sumário 1 Apresentação... 4 1.1 Características e Funcionalidades... 4 1.2 Grupos de Usuários... 5 1.3 Portabilidade... 5 2 Usuários... 6 2.1 Alunos... 6 2.1.1 Pesquisa...

Leia mais

Documento de Protótipo

Documento de Protótipo SisGED - Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos Documento de Protótipo Versão 3.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 30/03/2011 1.0 Protótipo do SisGED. Carlos Ernesto 31/03/2011

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA. Professor: Eduardo Coelho

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA. Professor: Eduardo Coelho UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Professor: Eduardo Coelho É uma descrição de um conjunto de sequencias de ações

Leia mais

PROJETO DE BANCO DE DADOS

PROJETO DE BANCO DE DADOS 1 UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO PROJETO DE BANCO DE DADOS RESORT SYSTEM Recife 2012 2 UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO ESCOLA POLITÉCNICA DE PERNAMBUCO PROJETO DE BANCO DE DADOS

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA I-ENGINE 1

MANUAL DO SISTEMA I-ENGINE 1 MANUAL DO SISTEMA I-ENGINE 1 1) Acesso ao i-engine: O agente econômico, para acessar o i-engine, deverá cadastrar um usuário como pessoa física no sistema CSA disponível no website da ANP (http://www.anp.gov.br/csa/).

Leia mais

Equipe: Rafael Henrique. Angélica Larissa

Equipe: Rafael Henrique. Angélica Larissa Especificação dos Requisitos do Software e Análise do Projeto Salão de beleza Glamour Versão 1.0b Equipe: Rafael Henrique Angélica Larissa 1 Introdução 1.1 Objetivos deste documento Este documento vem

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

Manual de Instrução Módulo de Configuração

Manual de Instrução Módulo de Configuração Manual de Instrução Módulo de Configuração NetControl Pacote 49 Versão 2.1 Data 31/01/2017 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Configuração do Módulo... 3 2.1 Configuração do Assistente de Configuração...

Leia mais

Cartórios de Registro de Imóveis

Cartórios de Registro de Imóveis Cartórios de Registro de Imóveis A Central Nacional de Indisponibilidade é um sistema que integra ordens judiciais e administrativas sobre indisponibilidade de bens. Para acessar a Central Nacional de

Leia mais

Documento de Requisitos do Sistema versão 1.0

Documento de Requisitos do Sistema versão 1.0 Documento de Requisitos do Sistema versão 1.0 Desenvolvimento do Sistema de Gestão de Documentos Doc Manager Cliente: São José Agroindustrial Representante do cliente: Paulo José de Souza Ficha Técnica

Leia mais

- Manual tocou.com - Emissoras

- Manual tocou.com - Emissoras - Manual tocou.com - Emissoras Este manual se destina às emissoras de rádio que utilizam ou desejam utilizar o tocou.com. 2009 SUMÁRIO Apresentação... 2 Tipos de contas de usuários do tocou.com... 3 Requisitos

Leia mais

AULA 10 CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DE DADOS CERTIFICADOS DIGITAIS ESTRUTURA DE UMA ICP 26/03/2016 PROF. FABIANO TAGUCHI

AULA 10 CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DE DADOS CERTIFICADOS DIGITAIS ESTRUTURA DE UMA ICP 26/03/2016 PROF. FABIANO TAGUCHI 26/03/2016 PROF. FABIANO TAGUCHI http://fabianotaguchi.wordpress.com CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DE DADOS AULA 10 CERTIFICADOS DIGITAIS ESTRUTURA DE UMA ICP 1 CONCEITUAÇÃO 2 PRIMEIRA SITUAÇÃO Alice tem a

Leia mais

Manual para geração de lote de cobrança de guias através do Módulo Autorizador Web e do Módulo AP Conta. Módulo Autorizador Web

Manual para geração de lote de cobrança de guias através do Módulo Autorizador Web e do Módulo AP Conta. Módulo Autorizador Web Manual para geração de lote de cobrança de guias através do Módulo Autorizador Web e do Módulo AP Conta Módulo Autorizador Web A geração do XML para envio da produção médica para a Operadora, continua

Leia mais

Apresentação. Ponto Secullum 4 Módulo Web na Nuvem

Apresentação. Ponto Secullum 4 Módulo Web na Nuvem Ponto Secullum 4 Módulo Web na Nuvem Apresentação Utilizando pelo navegador 5 O Módulo Web na Nuvem pode ser acessado através do seu computador (navegador) ou smartphone. Com este serviço, o funcionário

Leia mais

TOTVS Utilização dos Aplicativos. Arquitetura e Instalação

TOTVS Utilização dos Aplicativos. Arquitetura e Instalação Arquitetura e Instalação Sumário 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos do Treinamento... 3 1.2 TOTVS Application Server... 3 1.3 TOTVS SmartClient... 4 1.4 TOTVS DbAccess Monitor... 5 2 TOTVS SmartClient

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Produto: NDDigital n-touch Versão: 4.1 Versão do Doc.: 1.1 Autor: Lucas Santini Data: 19/04/2011 Público Alvo: NDDigital, Clientes e Revendas Detalhamento de Alteração do Documento

Leia mais

Manual do Usuário (Módulo Público) Nota Fiscal Eletrônica de Serviço

Manual do Usuário (Módulo Público) Nota Fiscal Eletrônica de Serviço Manual do Usuário (Módulo Público) Nota Fiscal Eletrônica de Serviço P á g i n a 2 Sumário 1. CADASTROS... 3 1.1 CADASTRO PESSOA JURÍDICA... 3 1.2 CADASTRO PESSOA FÍSICA... 6 2. ACESSO AO SISTEMA... 7

Leia mais

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO

A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO A marca que mais respeita você. Primeiro ACESSO Bem-vindo à VR Benefícios Entendemos a importância deste benefício aos seus funcionários e por isso queremos estar com você neste momento. Utilize este guia

Leia mais

Documento de Especificação de Sistema IngreSys

Documento de Especificação de Sistema IngreSys Documento de Especificação de Sistema IngreSys Projeto Autor(es) Projeto Integrador II Roberto Socanti Santos Tariana de Jesus Gomes Leite Versão / Data 0.3 / 10 de agosto de 2016 Histórico de Versões

Leia mais

Tutorial. Acesso à rede corporativa e s institucionais

Tutorial. Acesso à rede corporativa e  s institucionais Tutorial Acesso à rede corporativa e e-mails institucionais Sumário Como criar login de rede (computador) para funcionário novo... 2 Como alterar o e-mail particular para o qual é encaminhado a senha de

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos Humanos

Sistema de Gestão de Recursos Humanos Sistema de Gestão de Recursos Humanos Manual de Procedimentos I Módulo de Usuários Revisão: 07 Versão: 7.9.109 JM Soft Informática Março, 2015 Sumário MÓDULO DE USUÁRIOS... 4 1 MENU CADASTROS... 4 1.1

Leia mais

Documento de Requisitos do Software Tá Fazendo Quanto?

Documento de Requisitos do Software Tá Fazendo Quanto? Documento de Requisitos do Software Tá Fazendo Quanto? Versão 1.0 09 15 Ficha Técnica Equipe Responsável pela Elaboração Daniel Schmid Mariotto Gustavo Romito Nogueira Vinicius Carvalho Público Alvo Este

Leia mais

guia rápido para cadastro de biometria

guia rápido para cadastro de biometria guia rápido para cadastro de biometria Versão 2.0 Fevereiro / 2012. Nenhuma parte deste documento pode ser reproduzida ou transmitida em qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, incluindo

Leia mais

Dados Pessoais do Servidor Ativo (preenchimento obrigatório) 1. Cadastro Matrícula1: 2. Cadastro Matrícula2:

Dados Pessoais do Servidor Ativo (preenchimento obrigatório) 1. Cadastro Matrícula1: 2. Cadastro Matrícula2: RECADASTRAMENTO DOS SERVIDORES DO MUNICIPIO DE URUGUAIANARS A realização deste Recadastramento não autoriza a alteração do regime de emprego (CLT) ou do regime de previdência social (RGPS). Documentos

Leia mais

Banco de Dados Queries Versão 3.1

Banco de Dados Queries Versão 3.1 Sistema de Controle de Pedidos SISCOP Banco de Dados Queries Versão 3.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 13/11//2010 1.0 Desenvolvimento das Queries Janaína Lima 16/11/2010 2.0 Correção

Leia mais

Portal Webrecivil Módulo CPF

Portal Webrecivil Módulo CPF Portal Webrecivil Módulo CPF Manual do usuário Data: 21/12/2015 Versão documento: 1.0 Prefácio 1. COMO LOGAR NO SISTEMA WEBRECIVIL... 03 2. COMO ACESSAR O MÓDULO CPF... 03 3. ENTENDENDO A TELA DO CPF...

Leia mais

Sistema de Solicitação de Certidões. Manual do Usuário

Sistema de Solicitação de Certidões. Manual do Usuário Sistema de Solicitação de Certidões Manual do Usuário IEPTB 2015 Índice 1. Início... 4 2. Acesso com certificado digital... 4 3. Cadastro no sistema... 5 4. Esqueci minha senha... 6 5. Acesso ao sistema...

Leia mais

SOLUÇÃO PARA GESTÃO DE ARBORIZAÇÃO

SOLUÇÃO PARA GESTÃO DE ARBORIZAÇÃO SOLUÇÃO PARA GESTÃO DE ARBORIZAÇÃO UMA SOLUÇÃO DE: www.digicade.com.br 2 of 16 SOBRE NÓS A Digicade Tecnologia desenvolve soluções integradas a informações geográficas customizadas para cada modelo de

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Simplificada (Juridica) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Simplificada (Juridica) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: CDC Produto: CDC Simplificada (Juridica) Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Giss Offline. Versão 2.0 (12/2011)

Giss Offline. Versão 2.0 (12/2011) Giss Offline Versão 2.0 (12/2011) Versão 2.0 (12/2011) SUMÁRIO GISS OFFLINE... 2 INSTALANDO O GISS ESCRITURAÇÃO OFFLINE... 3 IDENTIFICAÇÃO NO SISTEMA... 8 MANUTENÇÃO... 9 ADICIONAR PREFEITURA... 9 CÓPIA

Leia mais

Manual do Sistema de Consulta de Endereços

Manual do Sistema de Consulta de Endereços Manual do Usuário Manual do Sistema de Consulta de Endereços CONSCEG (CEG-CDL-LIGHT) Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais para o uso do Sistema... 4 Acesso... 4 CEG... 5

Leia mais

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Sumario 1- O que é nfe? 2- Acesso ao sistema. 3- Cadastros Série / Número Cálculo Fiscal Certificado Cliente Produto Informações Adicionais 4- Configurações

Leia mais

Exemplo. Solange N. Alves de Souza 1

Exemplo. Solange N. Alves de Souza 1 Exemplo. v Sistema Aeroclube (fazer o modelo de classe, considerando apenas as classes persistentes) Num Aeroclube, estão inscritos pilotos, instrutores e alunos de pilotagem. Todos os sócios são identificados

Leia mais

PROJETO PDRSX Sistema de Gestão Fundiária - SIGEF. Ministério do Desenvolvimento Agrário

PROJETO PDRSX Sistema de Gestão Fundiária - SIGEF. Ministério do Desenvolvimento Agrário PROJETO PDRSX 2012-31 Sistema de Gestão Fundiária - SIGEF Ministério do Desenvolvimento Agrário SIGEF Sistema de Gestão Fundiária Ferramenta eletrônica para o suporte à recepção, validação, organização,

Leia mais

Diagrama de Classes Módulo de Treinamento FIGURA 19: DIAGRAMA DE CLASSES DO MÓDULO DE TREINAMENTO

Diagrama de Classes Módulo de Treinamento FIGURA 19: DIAGRAMA DE CLASSES DO MÓDULO DE TREINAMENTO 5.3.3.4 Diagrama de Classes Módulo de Treinamento FIGURA 19: DIAGRAMA DE CLASSES DO MÓDULO DE TREINAMENTO 101 5.3.4 Definição das Classes - Módulo Pedagógico 5.3.4.1 Classe GrupoCurso A classe GrupoCurso

Leia mais

CORPORATIVO. Manual do Usuário. Sistema Wiss. Gestor: ADS-TI-SCL/CSF 1/8 versão 1.0

CORPORATIVO. Manual do Usuário. Sistema Wiss. Gestor: ADS-TI-SCL/CSF 1/8 versão 1.0 Manual do Usuário Sistema Wiss Gestor: ADS-TI-SCL/CSF 1/8 versão 1.0 Sumário 1. Introdução 3 2. Login 3 3. Solicitar acesso externo ao Sistema 3 4. Emitir Recibo da Retenção de ISS 4 5. Trocar senha 7

Leia mais

Guia Rápido E-PONTO. Guia Rápido e-ponto Versão 1.0. ClearTech LTDA. São Paulo SP Brasil 28/02/2011 Especificação. Sistema e-ponto - Página:1 de 69

Guia Rápido E-PONTO. Guia Rápido e-ponto Versão 1.0. ClearTech LTDA. São Paulo SP Brasil 28/02/2011 Especificação. Sistema e-ponto - Página:1 de 69 São Paulo SP Brasil 28/02/2011 Especificação Não é permitida a reprodução total ou parcial desta publicação por qualquer meio, seja mecânico ou eletrônico, incluindo esta proibição a tradução, uso de ilustrações

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Token SafeNet Authentication. Cliente 8.3 (x32 e x64)

MANUAL DO USUÁRIO. Token SafeNet Authentication. Cliente 8.3 (x32 e x64) MANUAL DO USUÁRIO Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Índice O que é Token? 03 Instalação do Token 05 Verificação do Certificado 08 Troca de Senhas 12 Canais de comunicação DOCCLOUD Telefone:

Leia mais

MANUAL DE USO DO SOLAR 2.0 LOGIN DO SISTEMA

MANUAL DE USO DO SOLAR 2.0 LOGIN DO SISTEMA MANUAL DE USO DO SOLAR 2.0 LOGIN DO SISTEMA Sumário 1 Apresentação Solar 2.0.... 3 2 Endereço do Solar 2.0.... 3 3 Tela de Login.... 3 4 Cadastro no Solar 2.0.... 3 5 Recuperando a senha.... 4 6 Saindo

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO

MANUAL DE PREENCHIMENTO PLANILHA ELETRÔNICA DE MOVIMENTAÇÃO CADASTRAL PJ MANUAL DE PREENCHIMENTO VERSÃO 05/2013 RELACIONAMENTO CORPORATIVO: TEL. (13) 2102-8340 DADOS PESSOAIS OBRIGATÓRIOS Nome completo em letras maiúsculas de

Leia mais

SISTEMA ROUTEHAIR ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS DE SOFTWARE

SISTEMA ROUTEHAIR ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS DE SOFTWARE SISTEMA ROUTEHAIR ESPECIFICAÇÃO DE REQUISITOS DE SOFTWARE Versão do Software 1.0 Carlos Eduardo Junior Felipe Yuri EspecificacaoRequisitos 1 1 Objetivo do Documento O objetivo deste documento é esclarecer

Leia mais

Manual de Auto Cadastro Perfil: Servidores da UFERSA em geral Sistemas Integrados de Gestão (SIGs)

Manual de Auto Cadastro Perfil: Servidores da UFERSA em geral Sistemas Integrados de Gestão (SIGs) Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Rural do Semi-Árido Superintendência de Tecnologia da Informação e Comunicação Manual de Auto Cadastro Perfil: Servidores da UFERSA em

Leia mais

1. DMED Ficha Técnica da DMED Instalação do Aplicativo DMED Como gerar o arquivo da DMED no X-Clinic?

1. DMED Ficha Técnica da DMED Instalação do Aplicativo DMED Como gerar o arquivo da DMED no X-Clinic? 1. DMED............................................................................................. 2 1.1 Ficha Técnica da DMED...........................................................................

Leia mais

Firewall - Inspeção com estado. (Stateful Inspection)

Firewall - Inspeção com estado. (Stateful Inspection) Proxy e FIREWALL Firewall - Inspeção com estado. (Stateful Inspection) As primeiras gerações de firewall eram ditos "stateless". Cada pacote é analisado individualmente, sem levar em conta pacotes anteriores

Leia mais

SCPC COMPLETO. Este produto contempla informações fundamentais e abrangentes para os processos de concessão de crédito, atendendo todos os segmentos.

SCPC COMPLETO. Este produto contempla informações fundamentais e abrangentes para os processos de concessão de crédito, atendendo todos os segmentos. SCPC COMPLETO O produto SCPC Completo, está sendo disponibilizado pela Base Centralizadora ACSP à sua entidade que solicitar, o que permitirá que você disponibilize ao seu associado, um produto ainda mais

Leia mais

MTG-PR OFFLINE PASSO A PASSO PARA BAIXAR O MTG-PR OFFLINE

MTG-PR OFFLINE PASSO A PASSO PARA BAIXAR O MTG-PR OFFLINE MTG-PR OFFLINE PASSO A PASSO PARA BAIXAR O MTG-PR OFFLINE Sumário 1-Acesso ao sistema... 3 2-Painel Administrativo do sistema... 4 3-Efetuar o download (baixar) o programa MTG-PR OffLine... 5 4-Abrir programa

Leia mais

Área exclusiva do Contador. Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016)

Área exclusiva do Contador. Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016) Área exclusiva do Contador Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016) SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 4 APRESENTAÇÃO... 4 O QUE É GISSONLINE?... 4 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 4 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE...

Leia mais

TUTORIAL DO PORTAL DE ANAIS DA UEG

TUTORIAL DO PORTAL DE ANAIS DA UEG TUTORIAL DO PORTAL DE ANAIS DA UEG www.anais.ueg.br Versão 1.0 Anápolis, GO Dezembro, 2016 SUMÁRIO Início... 3 Acessando o Portal de Anais de Eventos... 3 Login... 4 Anais/ Revista... 4 Editor-Gerente...

Leia mais

Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul

Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul Configuração de VPN para os sistemas operacionais: Windows 8 Windows 7 Windows X Mac *Atenção: Em caso

Leia mais

Academia - Gestão acadêmica: Externos. Manual do Usuário DT / APC

Academia - Gestão acadêmica: Externos. Manual do Usuário DT / APC Academia - Gestão acadêmica: Externos Manual do Usuário DT / APC Histórico da Revisão DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTOR 6/08/00 0.00 Criação do manual do usuário Rosilene Fernandes Confidencial DT / APC, 00

Leia mais

Manual de Integração ao Atendimento Online

Manual de Integração ao Atendimento Online Manual de Integração ao Atendimento Online Chapecó, 2015 Sumário Atendimento Online... 3 Cadastro... 4 Recuperação de Senha... 5 Central de Relacionamento... 6 Suporte via Chat... 7 Conclusão e Avaliação

Leia mais

Plano de instalação, recuperação e validação

Plano de instalação, recuperação e validação Plano de instalação, recuperação e validação Av. Prof. Celestino Bourroul, 68 - São Paulo - SP Brasil - CEP 02710-000 0800 011 3000 www.ae.com.br SUMÁRIO VERSÃO... 3 FINALIDADE... 3 AMBIENTE... 3 INSTALAÇÃO...

Leia mais

Universidade Estadual Vale do Acaraú Disciplina: Análise e Projeto Orientado a Objetos Professora: Raquel Silveira DESCRIÇÃO DO TRABALHO PARA 3ª AP

Universidade Estadual Vale do Acaraú Disciplina: Análise e Projeto Orientado a Objetos Professora: Raquel Silveira DESCRIÇÃO DO TRABALHO PARA 3ª AP Universidade Estadual Vale do Acaraú Disciplina: Análise e Projeto Orientado a Objetos Professora: Raquel Silveira DESCRIÇÃO DO TRABALHO PARA 3ª AP Objetivo: O objetivo do trabalho é desenvolver uma análise

Leia mais

Manual do Usuário (Módulo Prestador) Nota Fiscal Eletrônica de Serviço

Manual do Usuário (Módulo Prestador) Nota Fiscal Eletrônica de Serviço Manual do Usuário (Módulo Prestador) Nota Fiscal Eletrônica de Serviço P á g i n a 2 Sumário 1. EDIÇÃO DO CADASTRO... 3 2. CONFIGURAR MEU PERFIL... 5 3. ALTERAR MINHA SENHA... 6 4. NOTA FISCAL... 7 4.1

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS DOCUMENTO DE REQUISITOS Versão 1.0 Identificação do Projeto CLIENTE: Biblioteca do Senado Federal TIPO DO PROJETO: GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Participantes Função E-mail Francisco Alencar

Leia mais

[2011] Usabilidade. Manual Gerenciador Usuários. escritórios contábeis. Neo Solutions - Soluções para gestão de

[2011] Usabilidade. Manual Gerenciador Usuários. escritórios contábeis. Neo Solutions - Soluções para gestão de Manual Gerenciador Usuários Usabilidade Neo Solutions - Soluções para gestão de escritórios contábeis [2011] Neo Solutions WWW.neosolutions.com.br neosolutions@neosolutions.com.br 11 3115 0188 ÍNDICE 1.

Leia mais

Guia do AirPrint. Versão 0 BRA-POR

Guia do AirPrint. Versão 0 BRA-POR Guia do AirPrint Versão 0 BRA-POR Definições das observações Utilizamos o ícone a seguir ao longo deste manual do usuário: Observação Os ícones de Observação ensinam como agir em determinada situação ou

Leia mais

Manual de Utilização do Portal SAR

Manual de Utilização do Portal SAR Manual do Usuário Manual de Utilização do Portal SAR SAR Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Instalação do Serviço de Aplicações Remotas (SAR)... 4 Acesso Remoto Verificação da Versão do

Leia mais

CONTROLE DE CONSULTAS AO SERASA

CONTROLE DE CONSULTAS AO SERASA CONTROLE DE CONSULTAS AO SERASA A partir da versão 3.2.1.25G de 16/07/2010 encontra-se disponível a validação das informações adquiridas em consultas ao órgão SERASA. Este controle é essencial para as

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE GESTÃO DE SERVIÇOS Versão 1.1 26/09/2016

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DOCUMENTO DE REQUISITOS REVISTA ACTA SCIENTIARUM Trabalho apresentado à disciplina de Engenharia de Software

Leia mais

Este Guia fornece uma visão geral do site, a fim de facilitar sua configuração através do painel administrativo. Versão

Este Guia fornece uma visão geral do site, a fim de facilitar sua configuração através do painel administrativo. Versão O site desenvolvido pela SH3 é intuitivo, totalmente gerenciado através de um painel de administração. Nele o usuário responsável será mantenedor de todas as informações e configurações existentes, podendo

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO SOFTWARE GESTÃO ESCOLAR WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO SOFTWARE GESTÃO ESCOLAR WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO SOFTWARE GESTÃO ESCOLAR WEB 1. Apresentação... 1 2. Login no Sistema... 1 3. Tela Principal... 2 4. Dados de Alunos... 2 4.1. Cadastro de alunos... 3 4.2. Cursos Contratados... 3 5.

Leia mais

Passo a Passo do BPS

Passo a Passo do BPS MINISTÉRIO DA SAÚDE Passo a Passo do BPS Cadastro de usuários pelo perfil Responsável Instituição Banco de Preços em Saúde Brasília - 2016 Sumário 1. Perfis do BPS... 2 2. Cadastrar um novo usuário em

Leia mais

IPS 7.X: Autenticação de login de usuário usando ACS 5.X como o exemplo da configuração de servidor RADIUS

IPS 7.X: Autenticação de login de usuário usando ACS 5.X como o exemplo da configuração de servidor RADIUS IPS 7.X: Autenticação de login de usuário usando ACS 5.X como o exemplo da configuração de servidor RADIUS Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Configurar

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ REITORIA DEPARTAMENTO DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ REITORIA DEPARTAMENTO DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS - MÓDULO DE PROTOCOLO - SUAP O Departamento de Sistemas e Informação - DSI disponibiliza este guia prático para utilização do módulo de PROTOCOLO do Sistema Unificado de Administração

Leia mais

CARTOSOFT GUIA PRÁTICO PROCART SISTEMAS

CARTOSOFT GUIA PRÁTICO PROCART SISTEMAS CARTOSOFT GUIA PRÁTICO PROCART SISTEMAS Manual básico DE CANCELAMENTO E SUBSTITUIÇÃO DE SELOS DO SITE DO SISNOR 1 RESUMO COMO CANCELAR E SUBSTITUIR OS SELOS ELETRÔNICOS JÁ ENVIADOS AO SISNOR Cancelamento

Leia mais

ANEXO I - TABELA CÓDIGO DE CAMPO Tipo de Registro 00 Header Geral. Tipo de Registro 01 Header Parcial Estrutura completa

ANEXO I - TABELA CÓDIGO DE CAMPO Tipo de Registro 00 Header Geral. Tipo de Registro 01 Header Parcial Estrutura completa ANEXO I - TABELA CÓDIGO DE CAMPO Tipo de Registro 00 Header Geral Nome Conteúdo Tipo Tam Obrg Dicas de Preenchimento do 0900 Tipo de Arquivo 00 Tipo de Arquivo C 1 S Valor fixo igual a C - Cadastro 0829

Leia mais

Guia de Atualização da Chave de Ativação. (para clientes que não utilizam Servidor NF-e)

Guia de Atualização da Chave de Ativação. (para clientes que não utilizam Servidor NF-e) Guia de Atualização da Chave de Ativação (para clientes que não utilizam Servidor NF-e) Sobre o Guia de Atualização da Chave de Ativação Este guia descreve as configurações necessárias, passo a passo do

Leia mais

Ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial: O requerente solicita cópias do(s) documento(s) abaixo discriminado(s): 1. Interessado: 1.

Ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial: O requerente solicita cópias do(s) documento(s) abaixo discriminado(s): 1. Interessado: 1. Entrega Espaço reservado para etiqueta (Uso exclusivo do INPI) Pedido de FOTOCÓPIA Topografia de Circuitos Integrados Ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial: O requerente solicita cópias do(s)

Leia mais

MANUAL DO SGTC. Ver. 1.3

MANUAL DO SGTC. Ver. 1.3 1 MANUAL DO SGTC Ver. 1.3 INGRID ESPINDOLA SILVIO TINOCO 5061321397 GERÊNCIA DE TI / SYS 11/12/2012 Página 1 de 11 2 Conteúdo MANUAL DO SGTC... 1 Acesso ao sistema... 3 Acesso web... 3 Opções do sistema...

Leia mais

Recadastramento Nacional. Pesquisa sobre o Perfil dos/as Assistentes Sociais no Brasil: condições de trabalho e exercício profissional

Recadastramento Nacional. Pesquisa sobre o Perfil dos/as Assistentes Sociais no Brasil: condições de trabalho e exercício profissional Recadastramento Nacional Pesquisa sobre o Perfil dos/as Assistentes Sociais no Brasil: condições de trabalho e exercício profissional Substituição das atuais carteiras e cédulas de Identidade Profissional

Leia mais

E ( C E C A N E ) M A N U A L D O U S U Á R I O

E ( C E C A N E ) M A N U A L D O U S U Á R I O Manual Técnico Central de Cancelamento E letrônico ( CECANE) M ANUAL DO USUÁRIO 1 SUMÁRIO Central de Cancelamento Eletrônico 03 Observações importantes 04 Acesso ao sistema 06 Controle de declaração de

Leia mais

CAA/MG REVISÃO 0 Data: 20/03/2017 Página 1 de 12

CAA/MG REVISÃO 0 Data: 20/03/2017 Página 1 de 12 CAA/MG REVISÃO 0 Data: 20/03/2017 Página 1 de 12 ATENÇÃO: Esta renovação destina-se aos Advogados(as) que adqiruiram o certificado digital tipo e-cpf através do Programa Minas Digital da Caixa de Assistência

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Competências: SOP 1. Compreender as abstrações de um sistema operacional e operar um sistema operacional Unix/Linux como

Leia mais

Manual de Utilização Sistema MONI

Manual de Utilização Sistema MONI UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO E APOIO PEDAGÓGICO SeTIC - SUPERINTENDÊNCIA DE GOVERNANÇA ELETRÔNICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Leia mais

3. COM O PROGRAMA JÁ ABERTO, ACESSE O EMISSOR PELA BARRA SUPERIOR, COMO MOSTRA O DESENHO:

3. COM O PROGRAMA JÁ ABERTO, ACESSE O EMISSOR PELA BARRA SUPERIOR, COMO MOSTRA O DESENHO: 1 COMO EMITIR NF-e (NOTA FISCAL ELETRÔNICA): 1. ABRA O PROGRAMA ADDSTOK PELO ATALHO NO DESKTOP 2. FAÇA LOGUIN CLICANDO SOBRE SEU USUÁRIO E DIGITE SUA SENHA. FEITO ISTO, CLIQUE SOBRE O BOTÃO ENTRAR 3. COM

Leia mais

REQUISIÇÃO DE CERTIFICADO PARA SERVIDOR WEB APACHE

REQUISIÇÃO DE CERTIFICADO PARA SERVIDOR WEB APACHE REQUISIÇÃO DE CERTIFICADO PARA SERVIDOR WEB APACHE Para confecção desse manual, foi usado o Sistema Operacional Linux Slackware 11.0 e Servidor Web Apache 2.0. Algumas divergências podem ser observadas

Leia mais

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Portal de Emissão de Nota Fiscal de Serviço 1º Modulo: Cadastro no Sistema SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ACESSO... 3 1. REALIZANDO CADASTRO NO SISTEMA... 4 1.1 Pessoa Física... 5

Leia mais

Especificação de Requisitos e Documento de Projeto

Especificação de Requisitos e Documento de Projeto SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VISITAS DO JARDIM BOTÂNICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Especificação de Requisitos e Documento de Projeto Willian da Rocha Lopes Manucello Santa Maria, RS 27 de Junho

Leia mais

Sistema Aduaneiro de Recepção de COD

Sistema Aduaneiro de Recepção de COD Manual de Utilização Sistema Aduaneiro de Recepção de COD Agosto de 2016 1 INTRODUÇÃO 2 1.1 Conceitos importantes 2 2 HABILITAÇÃO E FORMA DE ACESSO 2 2.1 Habilitação em perfis 2 2.2 Acesso 3 3 - PÁGINA

Leia mais

COZINHA & SABOR. Manual

COZINHA & SABOR. Manual Sumário 1. TELA ABERTURA... 2 2. TELA DE LOGIN... 2 2.1. QUERO ME CADASTRAR... 2 2.2. ENTRAR COM E-MAIL E SENHA... 3 2.3. ESQUECI MINHA SENHA... 3 3. MENU PRINCIPAL... 4 4. FASES DO EVENTO... 4 5. RESTAURANTES...

Leia mais

Manual do Usuário. MA300 Dispositivo de Controle de Acesso. Versão 1.0

Manual do Usuário. MA300 Dispositivo de Controle de Acesso. Versão 1.0 Manual do Usuário MA300 Dispositivo de Controle de Acesso Versão 1.0 1 Sumário 1 Instruções... 3 1.1 Posicionamento dos Dedos... 3 1.2 Instruções para uso do cartão... 4 1.3 Utilização de um teclado externo

Leia mais

Manual de Transferência Segura de Arquivos Usuários Externos

Manual de Transferência Segura de Arquivos Usuários Externos Manual de Transferência Segura de Arquivos Usuários Externos Sumário 1. Introdução... 3 2. Referências... 3 3. Processo de Transferência de Arquivos... 3 3.1. Recebimento de um convite e cadastro para

Leia mais