UMA ANÁLISE DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DE CALL CENTER DO DF

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UMA ANÁLISE DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DE CALL CENTER DO DF"

Transcrição

1 Curso em Gestão de Recursos Humanos DANIELA RODRIGUES DE MORAIS UMA ANÁLISE DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DE CALL CENTER DO DF BRASÍLIA DF 2013.

2 DANIELA RODRIGUES DE MORAIS UMA ANÁLISE DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DE CALL CENTER DO DF Trabalho de conclusão de Curso (TCC) apresentado como requisito final como parte dos requisitos para obtenção do título de Tecnólogo em Recursos Humanos. Orientação do Professor: Bruno Sérgio Alcântara de Freitas. BRASÍLIA DF

3 RESUMO O bom relacionamento interpessoal vem se tornando cada vez mais importante para o desenvolvimento profissional, sendo este a relação entre duas ou mais pessoas, envolvendo a comunicação entre elas e a capacidade de aceitação. Com as grandes mudanças que estão ocorrendo no mercado de trabalho, aumentando cada vez mais a competitividade, muitas organizações vêm mostrando preocupação em manter seus funcionários motivados e capacitados. Para elaboração do artigo, foi necessária a realização de uma pesquisa exploratória, descritiva e bibliográfica, com aplicação de um questionário estruturado com questões voltadas para o tema. O objetivo dessa pesquisa é analisar o relacionamento interpessoal dos colaboradores, dentro de uma empresa de Call Center do DF, mediante as grandes mudanças que estão ocorrendo no mercado de trabalho, devido ao processo da globalização. Com base na pesquisa foi possível observar a importância de se manter uma boa comunicação e um bom relacionamento no ambiente de trabalho, o que acarreta mais motivação, para o desempenho das funções, em busca de melhores resultados. Palavras-chave: Organizações; Mudanças; Relacionamento Interpessoal; Motivação. ABSTRACT Good interpersonal relationship is becoming increasingly important for professional development, this being the relationship between two or more people, involving communication between them and the ability to acceptance. With the major changes that are occurring in the labor market, increasing increasingly competitive, many organizations has been concerned in keeping their older employees motivated and empowered, to have to invest in new employees, which can generate large expenditures and also wear and tear that may not match their expectations. For preparation of the article was necessary to perform an exploratory, descriptive and bibliographical research, applying a structured questions related to the subject questionnaire. The objective of this research is to analyze the interpersonal relationships of employees within a company 's Call Center DF, by the great changes that are occurring in the labor market due to the globalization process. Based on the research it was possible to observe the importance of maintaining good communication and good relationships in the workplace, which leads to more motivation for the performance of functions in pursuit of better results. Keywords: Organizations; Change; Interpersonal Relationship; Motivation. 2

4 INTRODUÇÃO Quando se ouve falar em relacionamento interpessoal, logo se pensa em relacionamento entre pessoas, mas para que se possa existir o bom relacionamento é importante que as pessoas se conheçam melhor, ou seja, primeiro haja o relacionamento intrapessoal, um autoconhecimento. É mais fácil ter um bom relacionamento e entender melhor o outro quando estamos de bem conosco e nos compreendemos melhor, mantendo o autodomínio. Minicucci (2001,p.33): Às vezes não compreendemos porque temos tipos de comportamento ou atitudes. Não tentamos verificar que isso pode acontecer porque temos dentro de nós conflitos que não conseguimos resolver. (MINICUCCI, 2001, p.33): As pessoas vêm mostrando interação umas com as outras, no ambiente familiar, acadêmico, social ou profissional, formando grupos com interesses, vontades e atitudes iguais. De acordo Chiavenato (2004, p.22): A vida das pessoas constitui uma infinidade de interações com outras pessoas e com a organização. O ser humano é eminentemente social e interativo. Não vive isoladamente, mas em constante convívio e relacionamento com seu semelhante. Devido as suas limitações individuais, os seres humanos são obrigados a cooperar uns com os outros, formando organização para alcançar certos objetivos que a ação individual isolada não conseguiria alcançar. (CHIAVENATO, 2004, p.22): Outros fatores importantes, que não devem ser descartados são a motivação e a ética dentro das organizações. A motivação se dá ao incentivo que os colaboradores têm em seu ambiente de trabalho de forma que se sentem mais valorizados e dispostos a exercerem suas atividades. Motivação é a força que estimula as pessoas a agir. (GIL, 2001, pg.202). Afirma Chiavenato (2005, p.242): A motivação é um processo psicológico básico. Juntamente com a percepção, atitudes, personalidades e aprendizagem, a motivação sobressai como um importante processo na compreensão do comportamento humano. (CHIAVENATO, 2005, p.242): 3

5 A ética envolve princípios, responsabilidades, moral e a consciência de que está se apresentando uma conduta positiva, o que de fato é importante para o convívio entre os indivíduos dentro da organização e também na sociedade. Ética é o conjunto de princípios morais ou valores que definem o que é certo ou errado para uma pessoa ou grupo. Chiavenato, (2004, pg.44). Nas organizações, o relacionamento interpessoal vem sendo a base para o desenvolvimento, uma vez que um bom relacionamento gera um ambiente agradável, motivador causando impacto positivo não somente no trabalho, mas nas atividades e na vida fora da organização. Segundo Kanaane (1999, p.41): Para que ocorra efetivo desenvolvimento organizacional, deve-se buscar, além do aprimoramento estritamente técnico, desenvolver a competência pessoal e interpessoal. Ao adotar tal postura, a organização estará visando ao melhor relacionamento entre os membros que a compõem, como o intuito primordial de melhorar a qualidade de vida no trabalho com consequentes reflexos na vida social do individuo (lazer, família, amigos, etc.). As grandes mudanças que estão ocorrendo no mercado de trabalho, acabam aumentando cada vez mais a competitividade. O diferencial competitivo visto pelas organizações é justamente seu capital humano, onde o mesmo é a chave para a inovação, uma vez que as máquinas não têm essa capacidade de inovar e de criar. Determinadas organizações pensam em investir em pessoas com grandes capacidades e competências diferenciadas, o que é visto como uma vantagem no atual mundo competitivo. Conforme Gil (2001, p. 40): Para manter baixos custos, a empresa precisa selecionar adequadamente seu pessoal, treiná-lo para que se torne mais eficiente e competitivo, manter relações de trabalho harmoniosas, garantir elevados níveis de segurança e de saúde para seu pessoal e estruturar o trabalho para reduzir o tempo e os recursos necessários para planejar produzir e distribuir os bens e serviços produzidos. (GIL, 2002,P.40) A tecnologia, o mercado de trabalho até mesmo a própria sociedade está mudando de forma acelerada onde a competitiviade é algo de grande profundidade. Sendo assim, as organizações dispostas a competitir, precisam ter a capacidade de inovar e investir. 4

6 O processo de inovação busca criar novos recursos e novas oportunidades que envolvem não somente os resultados lucrativos das organizações, mas que alcancem a valorização do individuo e se reflita de forma positiva na sociedade. As organizações deverão premiar as idéias bem-sucedidas e criar um clima em que não exista medo de inovar. (LACOMBE, 2005, pg.354). A inovação está conciliada a criatividade, de maneira que desenvolva o processo de produção, o compromisso dos colaboradores, quanto as suas atividades, levando a resultados cada vez melhores. Para inovar, não basta ter idéia, é preciso transformá-la num projeto viável e implementá-lo. (LACOMBE, 2005, pg.354). Já a agum tempo que estamos vivendo em processo de inovação onde os mais procurados conhecimentos estão se espalhando por todos os lugares e também organizações, por todo o mundo. A globalização é um processo de expansão econômica que derruba todas as barreiras para o intercâmbio economico e competitivo, sejam elas socias, culturais, ambientais, éticas, legais, financeiras ou políticas. (CHIAVENATO, 2005, p.40). As organizações enxergam as pessoas como um de seus principais recursos. As mais valorizadas são as munidas de conhecimentos, habilidades e competências, as que de fato se destacam ao exercer as atividades e que estão sempre dispostos a aprender e repassar seus conhecimentos aos demais. O capital intelectual vem a ser as infomações transformadas em conhecimento, agregando aos que já possui. O capital intelectual é a soma dos conhecimentos, informações, propriedade intelectual e experência de todos em uma empresa, que pode ser administrados a fim de gerar riqueza e vantagem competitiva. (LACOMBE, 2005, pg.341) Gestores estão cada vez mais certos de que tornar o ambiente de trabalho agradável, se preocupando com o bem estar do colaborador e tratando-os de forma humanizada, manter do o diálogo e a flexibilidade, pode resultar em mais satisfação e consequentemente mais produtividade e lucros. Mas como conhecer cada colaborador a ponto de saber o que pode deixá-lo satisfeito? O que pode ser considerado um ambiente agradável? Se relacionar bem com o outro pode ser produtivo? Até onde vai a flexibilidade? 5

7 OBJETIVO GERAL Analisar o relacionamento interpessoal dos colaboradores, dentro de uma empresa de Call Center do DF, e observar os resultados relacionados ao grau de satisfação dos colaboradores. METODOLOGIA A pesquisa bibliográfica vem a ser uma revisão da literatura onde se dá início a várias pesquisas. Segundo Gil (1999, p.48) é a realização de uma investigação planejada, na qual é desenvolvida e regida de acordo com as normas da metodologia consadgradas pela ciência. Conforme Demo (2000, p. 25), do ponto de vista dialético, conhecimento científico encontra seu distintivo maior na paixão pelo questionamento, alimentado pela dúvida metódica. Em seu sentido mais geral, o método é a ordem que se deve impor aos diferentes processos necessários para atingir um fim dado ou um resultado desejado. Nas ciências, entende-se por método o conjunto de processos que o espírito humano deve empregar na investigação e demonstração da verdade. (CERVO; BERVIAN, 1978, p. 17). Quanto ao tipo de Pesquisa Os resultados desta pesquisa foram obtidos por meio de questionário fechados, analisando a pesquisa como sendo de caráter exploratório. Segundo Andrade (2006, p.124), a pesquisa exploratória é o primeiro passo de todo trabalho cientifico. Já para Vergara (2000- pg.47): A investigação exploratória é realizada em área na qual há pouco conhecimento acumulado e sistematizado por sua natureza de sondagem, não comporta hipótese que, todavia, poderão surgir durante ou ao final da pesquisa. A pesquisa bibliográfica é realizada a partir de levantamentos de materiais com dados já analisados e publicados por meios escritos e também eletrônicos (livros, artigos científicos, internet.). Para Caldas (1986, p. 15) a pesquisa bibliográfica representa a coleta e armazenagem de dados de entrada para a revisão, processando-se mediante 6

8 levantamento das publicações existentes sobre o assunto ou problema em estudo, seleção, leitura e fichamento das informações relevantes. É constituída de análise descritiva, na qual existem interpretação e descrição de ações decorrentes do dia a dia. Para Oliveira (2002- pg. 115): Nos estudos descritivos, o processo ou procedimentos para a obtenção dos dados praticamente podem ser os mesmos da pesquisa quantitativa: questionários, testes estandardizados, entrevistas, observações e outras técnicas também empregadas em outras modalidades de pesquisas. Universo da Pesquisa Foram aplicados, no dia 25 de Junho de 2013, dez questionários na Empresa Call Tecnologia e Serviços LTDA, no ramo de teleatendimento, localizada em Brasilia DF, na Quadra 02 no Nucleo Bandeirante, com o acompanhamento da Coordenadora. É uma empresa Brasileira, com sede na cidade de Brasilia, atua no mercado de Contact Center desde 2002 e que teve sua origem a partir do capital intelectual e experiencia de seus profissionais. A empresa foi fundada em 2002 tendo com clientes órgãos públicos e privados. Possui filiais no Rio de Janeiro, Salvador, Boa Vista (Roraima) e São Paulo. A sede em Brasilia está hoje com aproximadamente 2mil colaboradores ativos. A Empresa tem como missão, manter uma posição de destaque e aumento de sua competitividade junto ao mercado de trabalho. Quanto ao instrumento de coleta de dados Os dados foram coletados a partir da distribuição de questionários. Malhotra (2006, p. 290) define como Técnica estruturada para coleta de dados que consiste em uma série de perguntas, escritas ou orais, que um entrevistado deve responder. 7

9 Os questionários com 10 questões, estruturadas com base em pesquisa bibliográfica, foram entregues e respondidos por 10 colaboradores que trabalham na área de tele atendimento. ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS Sexo dos colaboradores entrevistados: Segundo a pesquisa 60% dos colaboradores são mulheres e 40% são homens. Nas empresas de teleatendimento é necessário um nível de paciência e percepção significativa, sendo que tais habilidades são atribuidas em maior número às mulheres, talvez por uma questão social, devido aos cuidados com a família e o lar. As mulheres já estão superando os homens em desempenho em muitos assuntos e em quase todos os níveis de escolaridade. (WITTENBERG, 2009, p 04). Faixa Etária dos colaboradores entrevistados: Segundo pesquisa, 70% dos colaboradores estão entre a faixa etária de 18 a 30 anos e 30% entre 31 a 50 anos. 8

10 1 Formação No gráfico 3, a maioria dos entrevistados, 60% estão concluindo o Ensino Superior e 20% já concluiram o Ensino superior. Diante de tais fatos e possível afirmar que as organizações hoje buscam profissionais capacitados, gerando assim um diferencial competitivo. 2- Você gosta da função que exerce na Empresa? De acordo com os dados, grande parte dos colaboradores estão satisfeitos, quanto a função que exerce. Se os colaboradores se sentirem motivados, talves por isso essa satisfação se manisfeste. Motivação é a força direcionada dentro dos individuos, 9

11 pela qual eles tentam alcançar meta, a fim de preencher uma necessidadde ou expectativa. (ANDRADE, 2011, pg.87). Colaboradores satisfeitos, exercem suas funções com maior desempenho, e de forma mais eficaz. Para Zanelli (2007, p. 146), a satisfação se refere ao nível de conhecimento com as relações de chefe e colegas, com o sistema de recompensas e remuneração e com o trabalho realizado. 3- A Empresa oferece oportunidades de crescimento profissional? Conforme os dados 100% dos colaboradores afirmam ter oportunidade de crescimento profissional, e que a empresa demonstra preocupação em fazer com que os mesmos busquem novas oportunidades 4- Você acredita que as informações passadas pela empresa são precisas e sempre atualizadas? Com base no gráfico, percebemos que a maioria dos colaboradores com 80%, acreditam que a empresa apresenta as devidas atualizações de suas informações. Já 20% não estão satisfeitos com forma como a empresa se apresenta e divulga suas informações. 10

12 5- A Empresa busca proporcionar momentos de descontração e motivação aos colaboradores? Os colaboradores afirmam que a empresa se dedica em proporcionar momentos de maior descontração, o que consequentemente é um fator positivo para a motivação e dedicação dos mesmos para o desempenho de suas tarefas. Montana (1999, p. 203) afirma que a motivação é o processo de estimular um indivíduo para que tome ações que irão preencher uma necessidade ou realizar uma meta desejada. 6- O colaborador tem possibilidade de manifestar opiniões, sugestões e/ ou insatisfação quanto aos procedimentos da Empresa? De acordo com o gráfico, 70% dos colaboradores se mostram satisfeitos com a forma como a empresa abre espaço para que seja feito algum tipo de manifestação quanto aos problemas ligados a realidade da mesma. Em contra partida uma parcela, de 30% não se sente acolhida, em relação as suas necessidades, ou seja, não acredita que a empresa esteja administrando de forma correta os pontos de vista de seus colaboradores e a comunicação com aqueles que estão ali presentes no dia a dia. Administrar de forma participativa consiste en compartilhar as decisões que afetam a empresa, não apenas com funcionários, mas também com cliantes ou usuárioas, fornecedores, e eventualmente disstribuidores da organização. (MORAES, 2010, pg.87). 11

13 7- Você considera agradável o seu ambiente de trabalho? Observa-se que 100 % dos colaboradores se mostram satisfeitos em executar suas tarefas em um seu ambiente de trabalho agradável. Resultados postivos no trabalho são normalmente produto de relacionamento feliz e harmonioso da equipe. (HOLDEN, 2005, pg.112). 8- A Empresa demonstra dedicação e empenho ao que se refere à interação ao bom relacionamento? O gráfico, apresenta opniões, quase divididas dos colaboradores em relação a dedicação e empenho da empresa em proporcionar mais interação ao bom relacionamento, 60% acredita que a empresa tem essa preocupação e 40% não. De acordo Galo, (2005, p. 3): Várias pesquisas apresentam o conflito como o desacordo que conduz a uma luta de poder. O conflito se instala quando há divergência de ideias, quando o papel por desempenhar choca-se com os princípios de outras pessoas. É impossível eliminar os conflitos: eles fazem parte da condição humana. O homem conflita consigo mesmo, procurando superar-se. (GALO, 2003, p.3) 12

14 9- Você considera agradável o relacionamento entre colegas de trabalho? O gráfico mostra que 80%, dos respondentes afirmam ter um bom relacionamento com os demais colaboradores, já 20% não tem um bom relacionamento com os colegas. De acordo Chiavenato (2004, p.22): A vida das pessoas constitui uma infinidade de interações com outras pessoas e com a organização. O ser humano é eminentemente social e interativo. Não vive isoladamente, mas em constante convívio e relacionamento com seu semelhante. Devido as suas limitações individuais, os seres humanos são obrigados a cooperar uns com os outros, formando organização para alcançar certos objetivos que a ação individual isolada não conseguiria alcançar. (CHIAVENATO, 2004, p.22): 10- Você considera agradável o relacionamento entre os funcionários e superiores? 13

15 Conforme apresentado no gráfico, os respondentes demonstram insatisfação quanto ao bom relacionamento entre funcionários e seus superiores, sendo que 70% gostam do relacionamento entre as partes e 30% não. Vários poderiam ser os problemas que levam á esse resultado, como gestão ineficiente, falta de comunicação, processos autocráticos, dentre outros. O gestor de pessoas precisa sem um motivador. (MURRAY, 2011, pg.05). Para que assim seja possivel alinhar pessoas a processos na busca de um melhor resultado e de um diferencial competivo. CONSIDERAÇÕES FINAIS Os gestores parecem que estão se dedicando mais e tornar o ambiente de trabalho agradável, se preocupando com o bem estar do colaborador e tratando-os de forma humanizada, mante do o diálogo e a flexibilidade pode resultar em mais satisfação e consequentemente mais produtividade e lucros. Sendo assim, se torna necessário analisar como as relações interpessoais se desenvolvem nas organizações. O bom relacionamento consequentemente faz com que exista uma comunicação positiva e respeitosa, o que também contribui para motivação de todos que trabalham no mesmo ambiente. Profissionais motivados e satisfeitos com o trabalho, produzem muito mais e são vistos como um elemento de suma importância para as organizações. A insatisfação, a falta de comunicação e descaso com funcionários acaba gerando um retorno desagradável e com proporções negativas para a organização. O estresse desarmoniza as relações entre as pessoas, o que acaba acarretando prejuízo em vários sentidos. Com base na pesquisa foi possível observar a importância de se manter uma boa comunicação e o bom relacionamento no ambiente de trabalho, como um fator positivo para um clima organizacional saudável e agregador de valores. A pesquisa mostrou que empresa de Call Center está mostrando interesse em melhorar a satisfação e mais que isso, proporcionando o bom relacionamento entre seus colaboradores, no entanto foi verificado com todos os dados que ainda falta desempenho e ação por parte da organização para chegar a esse objetivo. A empresa deve aprimorar sua comunicação e analisar o que de fato causa insatisfação em seus colaboradores, identificando também as reais necessidades dos 14

16 mesmos e alinhar as necessidades da empresa, fazendo com que ambos trabalhem em harmonia e no mesmo ritmo, em busca dos mesmos valores e metas. 15

17 Agradeço a Deus pela força, sabedoria e determinação. A compreensão e apoio dos familiares. Os amigos conquistados a cada dia. Aos meus professores e ao meu orientador Bruno Sérgio, que se mostrou disponível e totalmente dedicado. Dedico essa conquista e esse momento importante a minha mãe, Darcy, com todo carinho. Daniela Rodrigues de Morais 16

18 REFERENCIAL BIBLIOGRÁFICO ANDADRE, Rui Otavio Bernardes de. Fundamentos de Administração para cursos de gestão/ Rui Otávio de Andrade. Nério Amboni. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011 ARAUJO, Luis Cesar G. de. Gestão de pessoas: estratégias e interação organizacional/ Luis Cesar G. de Araujo; Adriana Amandeu Garcia 2ª Ed. São Paulo: Atlas, CALDAS, Maria Aparecida Esteves. Estudos de revisão de literatura: fundamentação e estratégia metodológica. São Paulo: Hucitec,1986. CERVO, Amado Luiz, BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia científica: para uso dos estudantes universitários. 2.ed. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, CHIAVENATO, Idalberto. Comportamento organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações/ Idalberto Chiavenato 2ª Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos: o capital humano das organizações/ Idalberto Chiavenato 8ª Ed. São Paulo: Atlas, COHEN, Allan K. Comportamento organizacional: conceitos e estudos de caso/ Allan Cohen, Stephen Fink tradução Maria José Cyhlar Monteiro Rio de Janeiro, Campus 2003: Elsevier- 7ª Ed. DUBRIN, Andrew J. Fundamentos do comportamento organizacional/ Andrew J. Dubrin; tradutores James Suderland Cook, Martha Malvezzi Leal; revisor técnico Reinaldo O. Da Silva. São Paulo: Pioneira Thomson. Learning, FRANÇA, Ana Cristina Limongi. Práticas de Recursos Humanos PRH. Conceitos, ferramentas e procedimentos/ Ana Cristina Limongi França 1ª Edição 4 reimpr. São Paulo, 2010 GIL, Antonio Carlos. Gestão de pessoas: enfoque nos papéis profissionais/ Antonio Carlos Gil São Paulo: Atlas HOLDEN, Robert. Rir ainda é o melhor remédio/ Robert Holden; [tradução Yma Vick]. - São Paulo: Butterfly Editora, KANAANE, Roberto. Comportamento humano nas organizações: o homem rumo ao século XXI/ Roberto Kanaane. 2ª Ed. São Paulo: Atlas

19 MILKOVICH, Geroge T. Administração de recursos humanos/ Geroge T. Milkovich, John W. Boudreau; tradução Reynaldo C. Marcondes São Paulo: Atlas ª Ed. MONTANA, P. Administração. São Paulo: Saraiva MORAES, Giovanni. Elementos do Sistema de Gestão de SMSQRS: Sistema de Gestão Integrada. 2ª Edição. Vol. 2. MURRAY, Alan S., Gestão de empresas segundo THE Wall Street Journal: lições indispensáveis dos maiores líderes empresariais de todos os tempos/ Alan Murray; tradução Leonardo Abramowicz. Rio de Janeiro: Elsevier, OLIVEIRA, Silva Luiz de Tratado de metodologia cientifica: projetos, de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses/ Silvio Luiz de Oliveira; revisão Márcia Aparecida Bessana. São Paulo. Pioneira Thomson, Learning. OSWALDO, Yeda. Gestão de Carreira profissional: uma perspectiva holística/ Yeda Oswaldo. São Paulo: Livrus SEVERINO, Antonio Joaquim Metodologia do trabalho científico/ Antonio Joaquim Severino. 22 ed. E ampl. De acordo com a ABNT: São Paulo. Cortez.,2002. VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração/ Sylvia Constant Vergara - São Paulo: Atlas, ª Ed. WITTENBERG-COX, Avivah: A era da mulher: entendendo o surgimento da próxima revolução econômica/ Aviva Wittenberg e Alisson Maitland; Tradução Thereza Ferreira Fonseca: revisão técnica Eliana Bussinger - Rio de Janeiro Elsevier ZANELLI, José Carlos. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil/ José Carlos Zanelli, Jairo Eduardo Borges Andrade AntonioVirgílio Bittencurt Bastos Porto Alegre. Artmend,

20 ANEXO Questionário O questionário a seguir tem como objetivo, verificar se os métodos utilizados pela Empresa estão alcançando o grau de satisfação dos colaboradores referentes à interação e a motivação. O Relacionamento Interpessoal é a relação entre dois ou mais indivíduos tendo como base a comunicação, onde a se resulta também no desenvolvimento desses indivíduos buscando ou resgatando a motivação. Agradeço a atenção de todos os que se disponibilizaram a responder o questionário, contribuindo assim para o levantamento de mais informações desta pesquisa. Sexo: ( ) M ( ) F Idade: Nível de escolaridade ( ) Nível médio ( ) Superior completo ( ) Superior incompleto 1) Você gosta da função que exerce na Empresa? ( ) Sim ( ) Não 2) A Empresa oferece oportunidades de crescimento profissional? ( ) Sim ( ) Não 3) Você acredita que as informações passadas pela Empresa são precisas e sempre atualizadas? ( ) Sim ( ) Não 19

21 4) A Empresa busca proporcionar momentos de descontração e motivação aos colaboradores? ( ) Sim ( ) Não 5) O colaborador tem possibilidade de manifestar opiniões, sugestões e/ou insatisfação quanto aos procedimentos da Empresa? ( ) Sim ( ) Não 6) Você considera agradável o seu ambiente de trabalho? ( ) Sim ( ) Não 7) A Empresa demonstra dedicação e empenho ao que se refere à interação, ao bom relacionamento? ( ) Sim ( ) Não 8) Você considera agradável o relacionamento entre os colegas de trabalho? ( ) Sim ( ) Não 9) Você considera agradável o relacionamento entre funcionários e superiores? ( ) Sim ( ) Não 10) Avaliando de forma geral, você considera que a Empresa onde trabalha, está sempre disposta a buscar melhorarias ao seu desempenho, quanto à motivação de seus colaboradores? ( ) Sim ( ) Não 20

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br

Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br BENEFÍCIOS SOCIAIS: um modelo para retenção de talentos Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br Introdução Este artigo aborda

Leia mais

CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES

CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES Aline Martins Mendes Luciano José Vieira Franco Luis Guilherme Esteves Leocádio Sônia Madali Bosêja

Leia mais

Ilmara de Jesus Oliveira 1, Cleide Ane Barbosa da Cruz 2

Ilmara de Jesus Oliveira 1, Cleide Ane Barbosa da Cruz 2 A IMPORTÂNCIA DA APLICAÇÃO DO TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO NAS ORGANIZAÇÕES Ilmara de Jesus Oliveira 1, Cleide Ane Barbosa da Cruz 2. O presente artigo apresenta os conhecimentos teóricos acerca da importância

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Gestão de Pessoas Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Percepção x trabalho em equipe GESTÃO DE PESSOAS A Gestão de Pessoas é responsável

Leia mais

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia MESQUITA NETO, Rui 1 DIAS, Vanessa Aparecida 2 NUNES, Ruth Vieira 3 RESUMO A organização depende das pessoas para atingir

Leia mais

TIPOS DE LIDERANÇA ADOTADOS POR GESTORES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

TIPOS DE LIDERANÇA ADOTADOS POR GESTORES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA TIPOS DE LIDERANÇA ADOTADOS POR GESTORES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Anápolis GO - 05 2015 Marcos Wesley da Silva - Unievangélica marcos.wesley@unievangelica.edu.br Gustavo Ferreira Gomes - Unievangélica -

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES Cassia Uhler FOLTRAN 1 RGM: 079313 Helen C. Alves LOURENÇO¹ RGM: 085342 Jêissi Sabta GAVIOLLI¹ RGM: 079312 Rogério Bueno ROSA¹ RGM:

Leia mais

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES CHAVES, Natália Azenha Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: natalya_azenha@hotmail.com

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O INTERESSE DOS COLABORADORES EM SEGUIR CARREIRA PROFISSIONAL NAS LOJAS AMERICANAS EM MARINGÁ/PR

UM ESTUDO SOBRE O INTERESSE DOS COLABORADORES EM SEGUIR CARREIRA PROFISSIONAL NAS LOJAS AMERICANAS EM MARINGÁ/PR 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 UM ESTUDO SOBRE O INTERESSE DOS COLABORADORES EM SEGUIR CARREIRA PROFISSIONAL NAS LOJAS AMERICANAS EM MARINGÁ/PR Marcelo Cristian Vieira 1, Carolina Zavadzki

Leia mais

FOZ$DO$IGUAÇU,$2015$!

FOZ$DO$IGUAÇU,$2015$! FOZDOIGUAÇU,2015 XXVIENANGRAD A CONTRIBUIÇÃO DOS FATORES MOTIVACIONAIS PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES ANDREA FERREIRA DA COSTA rafaela modolo de pinho EDINALVA DELL ARMI MAROTTO ACONTRIBUIÇÃODOSFATORESMOTIVACIONAISPARAOSUCESSODASORGANIZAÇÕES

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS 1 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

MBA Executivo Liderança e Desenvolvimento de Pessoas

MBA Executivo Liderança e Desenvolvimento de Pessoas MBA Executivo Liderança e Desenvolvimento de Pessoas Proposta do curso: O curso de MBA Executivo em Liderança e Desenvolvimento de Pessoas proporciona ao participante o conhecimento sobre liderança, motivação

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: A CONDUTA DO INDIVÍDUO RESUMO

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: A CONDUTA DO INDIVÍDUO RESUMO 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: A CONDUTA DO INDIVÍDUO ALCALDE, Elisângela de Aguiar 1 MARIANO, Rosiane da Conceição 2 SANTOS, Nathália Ribeiro dos SANTOS, Rosilei Ferreira dos SANTOS, Sirene José Barbosa

Leia mais

PLANO DE CURSO. Administração de benefícios e planos de carreira. Pesquisa de clima e cultura organizacional

PLANO DE CURSO. Administração de benefícios e planos de carreira. Pesquisa de clima e cultura organizacional PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Administração Disciplina: Administração de Recursos Humanos II Professor: Salomão David Vergne Cardoso e-mail: vergne07@gmail.com Código:

Leia mais

Maria Amália Silva Costa ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA E GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS: O CASO POLICARBONATOS

Maria Amália Silva Costa ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA E GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS: O CASO POLICARBONATOS Maria Amália Silva Costa ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA E GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS: O CASO POLICARBONATOS Salvador, 2003 MARIA AMÁLIA SILVA COSTA A D M I N I S T R A Ç Ã O E S T R A T É G I C A E

Leia mais

Resistência e adaptação às mudanças tecnológicas: desafios ao secretário executivo gestor de pessoas

Resistência e adaptação às mudanças tecnológicas: desafios ao secretário executivo gestor de pessoas Resistência e adaptação às mudanças tecnológicas: desafios ao secretário executivo gestor de pessoas Marinês Bandeira Gross *, Samara Müller **, Josete Alzira Passamani Stocco *** Resumo O presente artigo

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

A gestão de pessoas como estratégia organizacional. Resumo

A gestão de pessoas como estratégia organizacional. Resumo A gestão de pessoas como estratégia organizacional Profa. Mariana Pessoas Mascarenhas Natália Luize Pereira da Conceição Patrícia da Cunha Oliveira Faria Raquel Aparecida Silva Resende Roberta Ferreira

Leia mais

CLIMA E CULTURA ORGANIZACIONAL NO AMBIENTE EMPRESARIAL. LIMA, Sílvia Aparecida Pereira 1 RESUMO

CLIMA E CULTURA ORGANIZACIONAL NO AMBIENTE EMPRESARIAL. LIMA, Sílvia Aparecida Pereira 1 RESUMO CLIMA E CULTURA ORGANIZACIONAL NO AMBIENTE EMPRESARIAL LIMA, Sílvia Aparecida Pereira 1 RESUMO A presente pesquisa aborda os conceitos de cultura e clima organizacional com o objetivo de destacar a relevância

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO PLANALTO CENTRAL Aprovadas pela Portaria SESu/MEC Nº. 368/08 (DOU 20/05/2008) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA

Leia mais

TÍTULO: TREINAMENTO PROFISSIONAL: FERRAMENTA EMPRESARIAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: TREINAMENTO PROFISSIONAL: FERRAMENTA EMPRESARIAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: TREINAMENTO PROFISSIONAL: FERRAMENTA EMPRESARIAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS

Leia mais

COMPETÊNCIAS E COMPORTAMENTO DOS LÍDERES NO CENÁRIO ATUAL

COMPETÊNCIAS E COMPORTAMENTO DOS LÍDERES NO CENÁRIO ATUAL COMPETÊNCIAS E COMPORTAMENTO DOS LÍDERES NO CENÁRIO ATUAL 1.Osnei FranciscoAlves 2. Jéssica Barros 1. Professor das Faculdades Integradas Santa Cruz. Administrador, MBA Executivo em Gestão de Pessoas e

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL: UM ESTUDO COM OS EMPREENDEDORES INCUBADOS NA INCTECh

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL: UM ESTUDO COM OS EMPREENDEDORES INCUBADOS NA INCTECh RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL: UM ESTUDO COM OS EMPREENDEDORES INCUBADOS NA INCTECh TEMA: PARQUES TECNOLÓGICOS MODELANDO NOVAS CIDADES AUTOR: Andreici Daiani Vitor Vedovatto RESUMO ESTRUTURADO: Frente

Leia mais

Aula 1 Liderança Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela.cartoni@veris.edu.br

Aula 1 Liderança Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela.cartoni@veris.edu.br Aula 1 Liderança Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela.cartoni@veris.edu.br Contrato Pedagógico Presença e horários Bibliografia e material de apoio Avaliações e trabalhos Metodologia das aulas - Aulas expositivas

Leia mais

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO 1 LÍDERES DO SECULO XXI André Oliveira Angela Brasil (Docente Esp. das Faculdades Integradas de Três Lagoas-AEMS) Flávio Lopes Halex Mercante Kleber Alcantara Thiago Souza RESUMO A liderança é um processo

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS. Maria Eunice da Silva Soares Solange das Dores Vieira Maia Viana

CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS. Maria Eunice da Silva Soares Solange das Dores Vieira Maia Viana 1 CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Maria Eunice da Silva Soares Solange das Dores Vieira Maia Viana ENDOMARKETING: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A COMUNICAÇÃO INTERNA COMO INTERFERÊNCIA NA MOTIVAÇÃO

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências 2 Professora: Zeila Susan Keli Silva 2º semestre 2012 1 Contexto Economia globalizada; Mudanças contextuais; Alto nível de complexidade do ambiente; Descoberta da ineficiência dos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NOS SERVIÇOS PÚBLICOS RESUMO. Palavras-chave Avaliação de desempenho. Administração. Eficiência.

A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NOS SERVIÇOS PÚBLICOS RESUMO. Palavras-chave Avaliação de desempenho. Administração. Eficiência. 1 A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NOS SERVIÇOS PÚBLICOS Leandro Henrique Borges RESUMO O presente trabalho visa a importância da avaliação periódica de desempenho na administração pública para

Leia mais

Qualidade e o Atendimento na Prestação de Serviço: Um estudo de caso na empresa SECOM

Qualidade e o Atendimento na Prestação de Serviço: Um estudo de caso na empresa SECOM Qualidade e o Atendimento na Prestação de Serviço: Um estudo de caso na empresa SECOM Claudineia Lima de MOURA¹ RGM 081712 claudineia_18@yahoo.com.br Dayane Cristina da SILVA¹ RGM 080225 day_4791@hotmail.com

Leia mais

TÍTULO: PROVISÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE RECURSOS HUMANOS DO GRUPO PASTOFORT

TÍTULO: PROVISÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE RECURSOS HUMANOS DO GRUPO PASTOFORT TÍTULO: PROVISÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE RECURSOS HUMANOS DO GRUPO PASTOFORT CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS

Leia mais

PRO PERFORMANCE EMPRESAS

PRO PERFORMANCE EMPRESAS Uma proposta cultural única aprimore o seu potencial Crie um versão melhor de is mesmo Conheça, pratique, supere-se, aprimore-se PRO PERFORMANCE EMPRESAS Programa de Excelência e Alta Performance para

Leia mais

6º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS

6º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS TÍTULO DO TRABALHO: Análise da Motivação na Participação dos Lucros e Resultados-PLR em Empresas Petrolíferas AUTORES: Adriano David

Leia mais

TÍTULO: LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES DA EMPRESA COR BELLA- AURIFLAMA

TÍTULO: LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES DA EMPRESA COR BELLA- AURIFLAMA TÍTULO: LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES DA EMPRESA COR BELLA- AURIFLAMA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

A Influência do Líder: uma análise da influência do líder no ambiente no qual está inserido

A Influência do Líder: uma análise da influência do líder no ambiente no qual está inserido A Influência do Líder: uma análise da influência do líder no ambiente no qual está inserido Fabiana Cristine Grotmann Hey Psicóloga pela Universidade Tuiuti do Paraná Fabiane De Lara Tecnóloga em Gestão

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Recursos Humanos 2011-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO LIDERANÇA AUTOCRÁTICA: O RELACIONAMENTO

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho e Satisfação: um Estudo de Caso no Setor de Transporte Coletivo Urbano

Qualidade de Vida no Trabalho e Satisfação: um Estudo de Caso no Setor de Transporte Coletivo Urbano Qualidade de Vida no Trabalho e Satisfação: um Estudo de Caso no Setor de Transporte Coletivo Urbano Renata Edvânia Costa Gouveia UFCG renata_gouveia@hotmail.com Kliver Lamarthine Alves Confessor UFPB

Leia mais

EMENTA / PROGRAMA DE DISCIPLINA. ANO / SEMESTRE LETIVO Administração 2015.2. 72h 6º

EMENTA / PROGRAMA DE DISCIPLINA. ANO / SEMESTRE LETIVO Administração 2015.2. 72h 6º Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH Pesquisa de Clima Organizacional PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH Pesquisa de Clima Organizacional Objetivo da Pesquisa de Clima Organizacional: Conhecer de forma sistematizada o clima

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA Flávia Regina Graciano; Lucimara Araújo; Priscila Siqueira Campos; Sabrina Eduarda Mendes Magalhães; Tathiane Mendes Barbosa;

Leia mais

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG Wemerton Luis EVANGELISTA()*; Franciele Ribeiro DA COSTA (2). () Professor do Curso Superior de Tecnologia em Administração: Pequenas e

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO 1 A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO Porto Alegre RS Abril 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação,

Leia mais

A QUESTÃO DA MOTIVAÇÃO E DESMOTIVAÇÃO PRESENTES NO COTIDIANO DOS COLABORADORES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

A QUESTÃO DA MOTIVAÇÃO E DESMOTIVAÇÃO PRESENTES NO COTIDIANO DOS COLABORADORES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR A QUESTÃO DA MOTIVAÇÃO E DESMOTIVAÇÃO PRESENTES NO COTIDIANO DOS COLABORADORES DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR Resumo O presente artigo aborda de forma qualitativa e quantitativa os fatores motivacionais

Leia mais

CULTURA ORGANIZACIONAL, PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E A SAÚDE DO TRABALHADOR (2012) 1

CULTURA ORGANIZACIONAL, PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E A SAÚDE DO TRABALHADOR (2012) 1 CULTURA ORGANIZACIONAL, PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E A SAÚDE DO TRABALHADOR (2012) 1 SILVEIRA, J.F²; BRANDT, B. O²; CORRÊA, D. M. W²; POTRICH, A. C. G³; ROHDE, C. L. C 4. 1 Trabalho de Pesquisa 2 Psicóloga,

Leia mais

DANÇAS CIRCULARES E O ECO-HUMANISMO NAS ORGANIZAÇÕES

DANÇAS CIRCULARES E O ECO-HUMANISMO NAS ORGANIZAÇÕES INSTITUTO SUPERIOR MIGUEL TORGA ISMT ESCOLA SUPERIOR DE ALTOS ESTUDOS MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL DANÇAS CIRCULARES E O ECO-HUMANISMO NAS ORGANIZAÇÕES FERNANDO

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM RECURSOS HUMANOS NOS PARQUES DE MATERIAL AERONÁUTICO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA.

CAPACITAÇÃO EM RECURSOS HUMANOS NOS PARQUES DE MATERIAL AERONÁUTICO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA. Programa de Pós-graduação em Ciências Aeroespaciais - UNIFA 218 CAPACITAÇÃO EM RECURSOS HUMANOS NOS PARQUES DE MATERIAL AERONÁUTICO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA. RESUMO Paulo Roberto de Castro Gomes 1 A pesquisa

Leia mais

Análise da qualidade de vida no trabalho em uma empresa prestadora de serviços de fotocópias e serviços diversos no município de Bambuí/MG

Análise da qualidade de vida no trabalho em uma empresa prestadora de serviços de fotocópias e serviços diversos no município de Bambuí/MG Análise da qualidade de vida no trabalho em uma empresa prestadora de serviços de fotocópias e serviços diversos no município de Bambuí/MG Kamyla Espíndola Gibram REIS 1 ; Estefânia Paula da SILVA 2 ;

Leia mais

O PROCESSO NO GERENCIAMENTO DE EQUIPES NA EMPRESA RS CALDEIRARIA

O PROCESSO NO GERENCIAMENTO DE EQUIPES NA EMPRESA RS CALDEIRARIA O PROCESSO NO GERENCIAMENTO DE EQUIPES NA EMPRESA RS CALDEIRARIA Ana Priscila da Silva Vieira 1 Elizabete Rodrigues de Oliveira 2 Tatiana Nogueira Dias 3 Élcio Aloisio Fragoso 4 Edson Leite Gimenez 5 RESUMO

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Gestão de pessoas e comportamento organizacional CLIMA ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO COM OS TÉCNICOS- ADMINISTRATIVOS DO IFRN CAMPUS NOVA CRUZ

Gestão de pessoas e comportamento organizacional CLIMA ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO COM OS TÉCNICOS- ADMINISTRATIVOS DO IFRN CAMPUS NOVA CRUZ Gestão de pessoas e comportamento organizacional CLIMA ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO COM OS TÉCNICOS- ADMINISTRATIVOS DO IFRN CAMPUS NOVA CRUZ Autor 1: Hermano Gomes de Farias Junior. E-mail: hermano.jr1@gmail.com

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO

A INFLUÊNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO A INFLUÊNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO Micaele Rodrigues Feitosa 3, Agna Ligia Pinheiro Máximo 1. Correspondência para: micaele-melo@hotmail.com Palavras-chave:

Leia mais

Sejam Bem Vindos! Disciplina: Gestão de Pessoas 1 Prof. Patrício Vasconcelos. *Operários (1933) Tarsila do Amaral.

Sejam Bem Vindos! Disciplina: Gestão de Pessoas 1 Prof. Patrício Vasconcelos. *Operários (1933) Tarsila do Amaral. Sejam Bem Vindos! Disciplina: Gestão de Pessoas 1 Prof. Patrício Vasconcelos *Operários (1933) Tarsila do Amaral. A Função Administrativa RH É uma função administrativa compreendida por um conjunto de

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA ALFA REALIDADE PERCEBIDA PELOS LÍDERES 1 RESUMO

CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA ALFA REALIDADE PERCEBIDA PELOS LÍDERES 1 RESUMO CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA ALFA REALIDADE PERCEBIDA PELOS LÍDERES 1 ÁVILA, Gabrielle Loureira de 2 ; MAGGIONI, Márcia Bandeira Landerdahl 3 ; 1 Trabalho de Pesquisa_FAMES 2 Acadêmica de Administração

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp

Leia mais

José Benedito Alves Junior

José Benedito Alves Junior 1 José Benedito Alves Junior Gerenciamento de Projetos de TI: Uma análise sobre a possibilidade de aplicação da estrutura motivacional sugerida pelo Project Management Body of Knowledge - PMBOK - em uma

Leia mais

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1 Página 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL As pessoas que supervisionam as atividades das outras e que são responsáveis pelo alcance dos objetivos nessas organizações são os administradores. Eles tomam decisões,

Leia mais

CLIMA E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL NA EMPRESA FIDELITY PROCESSADORA DE SERVIÇOS S/A

CLIMA E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL NA EMPRESA FIDELITY PROCESSADORA DE SERVIÇOS S/A 1 CLIMA E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL NA EMPRESA FIDELITY PROCESSADORA DE SERVIÇOS S/A Divina Roseli Mesquita Fernandes 1 Joyce de Jesus Silva 2 Jéssica Francisca Granado 3 Edson Leite Lopes Gimenez 4

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

MOTIVAÇÃO: A MOLA PROPULSORA DA GESTÃO DE PESSOAS RESUMO

MOTIVAÇÃO: A MOLA PROPULSORA DA GESTÃO DE PESSOAS RESUMO MOTIVAÇÃO: A MOLA PROPULSORA DA GESTÃO DE PESSOAS RESUMO Considerando que o ser humano é formado por características de personalidade únicas e complexas, o seu comportamento no trabalho e em outros lugares,

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS: BRANDI, Vanessa da Silva Pires¹ NUNES, Ruth Vieira²

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS: BRANDI, Vanessa da Silva Pires¹ NUNES, Ruth Vieira² GESTÃO POR COMPETÊNCIAS: UM ESTUDO SOBRE UM MELHOR APROVEITAMENTO DO GESTOR NA ORGANIZAÇÃO BRANDI, Vanessa da Silva Pires¹ NUNES, Ruth Vieira² RESUMO O mundo tem passado por constantes mudanças, que têm

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL COMO FATOR DE MOTIVAÇÃO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

CLIMA ORGANIZACIONAL COMO FATOR DE MOTIVAÇÃO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR XIV COLÓQUIO INTERNACIONAL DE GESTÃO UNIVERSITÁRIA CIGU A Gestão do Conhecimento e os Novos Modelos de Universidade Florianópolis Santa Catarina Brasil 3, 4 e 5 de dezembro de 2014. ISBN: 978-85-68618-00-4

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PROJETO DE PESQUISA-ETENSÃO MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA FORMAÇÃO DE LÍDERES NAS ORGANIZAÇÕES MODERNAS. Luis Carlos Santos Dutra 1 Faculdade Alfredo Nasser admluiscarlos@hotmail.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA FORMAÇÃO DE LÍDERES NAS ORGANIZAÇÕES MODERNAS. Luis Carlos Santos Dutra 1 Faculdade Alfredo Nasser admluiscarlos@hotmail. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA FORMAÇÃO DE LÍDERES NAS ORGANIZAÇÕES MODERNAS Luis Carlos Santos Dutra 1 Faculdade Alfredo Nasser admluiscarlos@hotmail.com RESUMO: O objetivo geral deste artigo científico é

Leia mais

VANTAGENS EM CONCEDER BENEFÍCIOS SOCIAIS A COLABORADORES EM EMPRESAS

VANTAGENS EM CONCEDER BENEFÍCIOS SOCIAIS A COLABORADORES EM EMPRESAS VANTAGENS EM CONCEDER BENEFÍCIOS SOCIAIS A COLABORADORES EM EMPRESAS RESUMO Leidiane Costa Santos O objetivo desse trabalho de conclusão foi evidenciar e analisar as vantagens em os empregadores concederem

Leia mais

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE) Eixo II Indicadores e instrumentos de autoavaliação

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE) Eixo II Indicadores e instrumentos de autoavaliação Avaliação do sentido de realização, relações interpessoais e recompensa no trabalho: um estudo de caso em uma Instituição de ensino superior do estado do Paraná Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais

Leia mais

As Organizações e o Processo de Inclusão

As Organizações e o Processo de Inclusão As Organizações e o Processo de Inclusão Introdução Não há nada permanente, exceto a mudança. Heráclito, filósofo grego (544-483 a.c.). Mudança é o processo no qual o futuro invade nossas vidas. Alvin

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS RESUMO

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS RESUMO O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS RESUMO Aline Silveira Rolim 1 O presente trabalho tem como enfoque a apresentação do processo de recrutamento e seleção de

Leia mais

TÍTULO: PERFIL DO PROFISSIONAL DIFERENCIADO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO CONCEITOS, METAS E OBJETIVOS

TÍTULO: PERFIL DO PROFISSIONAL DIFERENCIADO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO CONCEITOS, METAS E OBJETIVOS TÍTULO: PERFIL DO PROFISSIONAL DIFERENCIADO NA AREA DE ADMINISTRAÇÃO CONCEITOS, METAS E OBJETIVOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE

Leia mais

Apresentação para a implantação da Avaliação de Desempenho

Apresentação para a implantação da Avaliação de Desempenho SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS Data: 22de março de 2012 Local: CEFOR Vila Mariana Apresentação para a implantação da Avaliação de Desempenho Maria Aparecida Novaes Rita

Leia mais

A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA

A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL, UMA FERRAMENTA NAS EMPRESAS ATUAIS.

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL, UMA FERRAMENTA NAS EMPRESAS ATUAIS. TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL, UMA FERRAMENTA NAS EMPRESAS ATUAIS. Paula Almeida Ribeiro Leite 1 Tereza Cristina Carneiro Lott 2 Resumo O presente artigo apresenta os conhecimentos teóricos

Leia mais

Palavras-Chave: Organizações, Colaboradores, Recursos, Gestão de Pessoas

Palavras-Chave: Organizações, Colaboradores, Recursos, Gestão de Pessoas DA ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS À GESTAO DE PESSOAS Josiane de C. Aparecida Lacerda 1, Renata Valentina Bigolotti 2, Nivaldo Carleto 3 1 Fatec-Taquaritinga. Gestão do Agronegócio. Taquaritinga-SP

Leia mais

Motivação. O que é motivação?

Motivação. O que é motivação? Motivação A motivação representa um fator de sobrevivência para as organizações, pois hoje é um dos meios mais eficazes para atingir objetivos e metas. Além de as pessoas possuírem conhecimento, habilidades

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Sistema de Informações Professores: Izolema Maria Atolini izolema@hotmail.com Período/ Fase: 5ª. Semestre:

Leia mais

INTEGRAÇÃO ENTRE MARKETING E LOGÍSTICA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE MÓVEIS PLANEJADOS

INTEGRAÇÃO ENTRE MARKETING E LOGÍSTICA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE MÓVEIS PLANEJADOS INTEGRAÇÃO ENTRE MARKETING E LOGÍSTICA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE MÓVEIS PLANEJADOS Amanda Cristina Nunes Alves (SSP) amandac.06@hotmail.com Anne Sthefanie Santos Guimaraes (SSP) annesthefanie14@hotmail.com

Leia mais

Universidade de Brasília UnB Instituto de Psicologia IP Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações

Universidade de Brasília UnB Instituto de Psicologia IP Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações Universidade de Brasília UnB Instituto de Psicologia IP Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações APRENDIZAGEM, CONTEXTO, COMPETÊNCIA E DESEMPENHO: UM ESTUDO MULTINÍVEL

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

A ISO 9001:2000 O REFLEXO DO REQUISITO 6.2 DA NORMA ISO NBR 9001/2008 (RH) NA SATISFAÇÃO DO CLIENTE

A ISO 9001:2000 O REFLEXO DO REQUISITO 6.2 DA NORMA ISO NBR 9001/2008 (RH) NA SATISFAÇÃO DO CLIENTE A ISO 9001:2000 O REFLEXO DO REQUISITO 6.2 DA NORMA ISO NBR 9001/2008 (RH) NA SATISFAÇÃO DO CLIENTE Adriana Roulim Edilaine Cardoso Fábio Lima Marcos Martins Prof. Evaldo Reis RESUMO A norma ISO 9001 fornece

Leia mais

Pós Graduação em Desenvolvimento Gerencial UMA EXPERIÊNCIA EM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES DE VENDA: UM ESTUDO NA EMPRESA CHILLI BEANS-DF

Pós Graduação em Desenvolvimento Gerencial UMA EXPERIÊNCIA EM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES DE VENDA: UM ESTUDO NA EMPRESA CHILLI BEANS-DF Pós Graduação em Desenvolvimento Gerencial UMA EXPERIÊNCIA EM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES DE VENDA: UM ESTUDO NA EMPRESA CHILLI BEANS-DF Greyce Ramos Guasselli Barata Araujo Brasília - DF

Leia mais

ÁREA: GESTÃO DE PESSOAS (GP) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO: ANÁLISE DOS EFEITOS CAUSADOS PELA FALTA DE FEEDBACK AOS FUNCIONÁRIOS DA VIVAMAIS

ÁREA: GESTÃO DE PESSOAS (GP) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO: ANÁLISE DOS EFEITOS CAUSADOS PELA FALTA DE FEEDBACK AOS FUNCIONÁRIOS DA VIVAMAIS ÁREA: GESTÃO DE PESSOAS (GP) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO: ANÁLISE DOS EFEITOS CAUSADOS PELA FALTA DE FEEDBACK AOS FUNCIONÁRIOS DA VIVAMAIS RESUMO O presente artigo busca examinar o processo de avaliação de

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO INTERDISCIPLINAR PROJETO INTERDISCIPLINAR 2º ADN 2014.1

TRABALHO ACADÊMICO INTERDISCIPLINAR PROJETO INTERDISCIPLINAR 2º ADN 2014.1 TRABALHO ACADÊMICO INTERDISCIPLINAR AS PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO SOCIECONÔMICO, CULTURAL E AMBIENTAL PARA O ESTADO DO AMAPÁ COM A ABERTURA DA PONTE BINACIONAL. TÍTULO DO PROJETO: PROJETO INTERDISCIPLINAR

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. Elyane Kadur Deniz Cappi 1. Luiz Carlos Villa Gimenis. Introdução:

GESTÃO DE PESSOAS. Elyane Kadur Deniz Cappi 1. Luiz Carlos Villa Gimenis. Introdução: GESTÃO DE PESSOAS Elyane Kadur Deniz Cappi 1 Luiz Carlos Villa Gimenis Introdução: Esta pesquisa pretende mostrar um pouco sobre Gestão de Pessoas, um assunto tão em evidência: os conflitos que surgem

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CAMPO À LUZ DOS PRINCIPAIS ASPECTOS COMPORTAMENTAIS DO MUNDO DO TRABALHO AO LONGO DOS TEMPOS

GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CAMPO À LUZ DOS PRINCIPAIS ASPECTOS COMPORTAMENTAIS DO MUNDO DO TRABALHO AO LONGO DOS TEMPOS GESTÃO DE PESSOAS: UM ESTUDO DE CAMPO À LUZ DOS PRINCIPAIS ASPECTOS COMPORTAMENTAIS DO MUNDO DO TRABALHO AO LONGO DOS TEMPOS RESUMO Este artigo tem como objetivo estudar os principais aspectos comportamentais

Leia mais

AUTOR(ES): ALTIERES FRANCISCO MOLINA SECAFIN, DREISON NIHI, EDUARDO VINICIUS PONDIAN DE OLIVEIRA

AUTOR(ES): ALTIERES FRANCISCO MOLINA SECAFIN, DREISON NIHI, EDUARDO VINICIUS PONDIAN DE OLIVEIRA TÍTULO: O USO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DOS ALUNOS JÁ FORMADOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA. Disciplina: Administração de pessoal Código: ADM - 02174 Professor: Simone da Costa Fernandes Behr. Período: 2007/2

PROGRAMA. Disciplina: Administração de pessoal Código: ADM - 02174 Professor: Simone da Costa Fernandes Behr. Período: 2007/2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP. 29075.910 -ES Brasil- Tel.

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Administração Disciplina: Administração de Recursos Humanos I Professor: Salomão David Vergne Cardoso E-mail: salvergne@yahoo.com.br Código:

Leia mais

Módulo IV. Delegação e Liderança

Módulo IV. Delegação e Liderança Módulo IV Delegação e Liderança "As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia. Franklin Roosevelt

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA RESUMO

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA RESUMO 1 A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA Daniel de Souza Ferreira 1 RESUMO Ferreira, Daniel de Souza. A Impostância do Feedback

Leia mais

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO RESUMO

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO RESUMO COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO Fábio William da Silva Granado 1 Marluci Silva Botelho 2 William Rodrigues da Silva 3 Prof Ms. Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO Realizou-se uma análise

Leia mais

Rejane de Souza Pinheiro Wendell Simão da Rocha

Rejane de Souza Pinheiro Wendell Simão da Rocha Planejamento Tributário de Micro e Pequenas Empresas: um estudo exploratório sobre a oferta desses serviços para empresários da Região Administrativa de Taguatinga - DF Rejane de Souza Pinheiro Wendell

Leia mais

Escola de Engenharia

Escola de Engenharia Unidade Universitária: Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Gestão em Recursos Humanos Professor(es): Roberto Pallesi Carga horária: 4hs/aula por semana Escola de Engenharia DRT: 1140127 Código da

Leia mais

CURSO TRABALHO EM EQUIPE. Profa.: Ana Flávia de Moraes Moraes (anaflaviademoraesmoraes@gmail.com / afmmoraes@uol.com.br)

CURSO TRABALHO EM EQUIPE. Profa.: Ana Flávia de Moraes Moraes (anaflaviademoraesmoraes@gmail.com / afmmoraes@uol.com.br) CURSO TRABALHO EM EQUIPE Profa.: Ana Flávia de Moraes Moraes (anaflaviademoraesmoraes@gmail.com / afmmoraes@uol.com.br) TRABALHO EM EQUIPE CONTEÚDO: Visão geral da nova administração pública Fundamentos

Leia mais

09/07/2013. Apresenta

09/07/2013. Apresenta Apresenta 1 por Diana Santos 2 Muitos estudos sobre políticas de gestão de pessoas com vistas a melhorar o desempenho dos colaboradores; Durante toda existência humana, as equipes constituíram a forma

Leia mais

Recrutamento e seleção de pessoal: análise comparativa entre a iniciativa privada e a pública

Recrutamento e seleção de pessoal: análise comparativa entre a iniciativa privada e a pública Recrutamento e seleção de pessoal: análise comparativa entre a iniciativa privada e a pública ADRIANO SÉRGIO DA CUNHA * & FERNANDO ROSSONI CAVALCANTI ** Resumo Este artigo objetiva comparar características

Leia mais

Evento técnico mensal

Evento técnico mensal Evento técnico mensal GERENCIAMENTO DE CARREIRA PARA O SUCESSO DO GESTOR DE PROJETOS Fernanda Schröder Gonçalves Organização Apoio 1 de xx APRESENTAÇÃO Fernanda Schröder Gonçalves Coordenadora do Ibmec

Leia mais