Programa IBP de Bolsas de Mestrado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa IBP de Bolsas de Mestrado"

Transcrição

1 1. Infrmações Gerais Prgrama IBP de Blsas de Mestrad Term de Referência 8 Cicl O Institut Brasileir de Petróle, Gás e Bicmbustíveis, ciente da imprtância da frmaçã de prfissinais cm capacitaçã adequada para atuar n setr de petróle e gás natural, tmu a iniciativa de estimular desenvlviment de atividades acadêmicas cndizentes as interesses d Institut e da indústria, cm vistas a prmver a sinergia entre a indústria, as instituições de ensin e s futurs especialistas d setr. Para atingir esse bjetiv, em 2006 fi lançad Prgrama IBP de Blsas de Mestrad que, atualmente, cnta cm um ttal de 44 blsas implementadas. Esta iniciativa fi idealizada n âmbit d Cmitê de Ações de Fment d IBP cm intuit de aplicar seus recurss em prjets que visam desenvlviment da Indústria de Petróle e Gás, e que tenham um retrn scial. Dand cntinuidade a Prgrama IBP, em 2013/2014, lança 8 Cicl d Prgrama IBP de Blsas de Mestrad. O Prgrama cntinua a ter cm premissa básica a parceria e api das instituições de ensin participantes d PRH-ANP/MCT Prgrama de Recurss Humans da ANP para Setr de Petróle e Gás que pssuam curss de mestrad cm especializaçã n setr P&G. O prgrama prevê a cncessã de: Cinc Blsas de Estuds IBP n valr de R$2.500,00 pr mês (dis mil e quinhents reais) que serã repassadas as aluns selecinads, pr até 24 meses; Taxas de Bancada, em valr equivalente à R$ 1.477,00 pr mês (hum mil quatrcents e setenta e sete reais), depsitada semestralmente, ttalizand n valr de R$ 8.862,00 (it mil itcents e sessenta e dis reais). Esta verba é destinada a suprte financeir para gasts específics referentes à peracinalizaçã d respectiv prgrama e desenvlviment da dissertaçã ds blsistas. 2. Crngrama Previst de Implementaçã A partir de 20 de dezembr: Divulgaçã d Prgrama junt as PRHs; Até 10 de fevereir: Recebiment das prpstas de dissertações ds PRHs candidats às blsas; Até 28 de fevereir: seleçã das prpstas mais adequadas as interesses d IBP e anúnci d resultad; Em març e abril: realizaçã ds cnvênis cm as instituições; seleçã ds blsistas (a ser realizad pels PRHs vencedres); e encaminhament da dcumentaçã a IBP para implementaçã das blsas. OBS: As blsas nã implementadas n períd previst acima, deverã ter um nv praz negciad junt a IBP. 3. Temas e Apresentaçã de Prpstas 1

2 Neste 8 Cicl d Prgrama, IBP tem interesse em receber prpstas para desenvlviment de dissertações relacinadas as seguintes temas e/u bjetivs: Área Temática Sugestã de Temas - Análise da regulamentaçã existente n setr elétric e prpstas de ajuste para prmver a entrada de térmicas a gás natural; - Prpsta de ajuste às regras ds leilões para cntrataçã de geraçã térmica cm GNL; - Estud sbre s impacts ecnômics (benefícis) da geraçã térmica (próxima ds mercads) vis-à-vis a geraçã hídrica (distante ds mercads) e precificaçã desses benefícis; Gás Natural Bicmbustíveis Mei Ambiente - Prduçã nshre de gás natural: diagnóstic ds desafis regulatóris, lgístics e de infraestrutura e prpstas para superaçã destes bstáculs; Obs.: N Brasil, a prduçã de gás nshre é um grande desafi, dad diverss entraves: (1) cnheciment gelógic ainda pequen das bacias nshre; (2) infraestrutura para transprte d gás n Brasil além de pequena (Brasil aprx km USA aprx km), encntra-se na csta (excet Gasbl) send prtant mais uma barreira escament (mnetizaçã) desses recurss, principalmente quand estes estã lcalizads n interir d Brasil. (3) a mnetizaçã via geraçã térmica, também tem se mstrad puc cmpetitiva, cnsiderand que a cmercializaçã de energia elétrica a partir da geraçã cm gás, além de nã remunerar s investiments, é intermitente gerand smente quand s reservatóris hídrics estã baixs, prtant n períd sec - que em camps de óle assciad a gás pde impedir a prduçã de óle, trnand a geraçã térmica à gás ainda mens interessante para s prdutres. - Nvas técnicas e metdlgias para identificaçã simples e rápida, de camp, d ter de bidiesel n diesel BX; - Benefícis e cmpetitividade da prduçã de etanl na entressafra cm matérias-primas alternativas - Mdelagem: Assimilaçã de nvs dads à base hidrdinâmica existente; - Mnitrament Ambiental: Desenvlviment de equipaments para cleta de dads ambientais ceânics; Equipaments u instruments de labratóri; Prjet básic de labratóris embarcads Term de referência para (mdel de estruturaçã) de banc de dads infrmatizads que unifique s resultads de prjets de mnitrament ambiental (bidiversidade, dads meteceangráfics, etc); Metdlgias para mnitrament ambiental em ambiente ceânic. 2

3 - Prpstas de incentivs fiscais e tributáris para setr E&P Onshre; E&P - Tendências de mdels de cntrats de partilha: prpsta de nv mdel; - Identificaçã e prpstas de minimizaçã de aspects referentes a crrsã pr CO 2 de açs especiais, em ambientes simulads d pré-sal; CO 2 - Nvas técnicas de caracterizaçã físic-química de prduts de crrsã pr CO 2 ; - Estud da resistência a crrsã CO 2 /H 2 S de açs cladeads para aplicaçã em duts; Cnteúd Lcal Lgística Cntinuidade de temas Outrs Temas - Mdels de Cnteúd Lcal para desenvlviment d país, que gerem cmpetitividade nacinal, atrelads à Plítica Industrial d país para setr. - Análise cmparativa da lgística existente nas bases de api para atendiment às emergências n Brasil e em utrs países; - Regras de cmpartilhament de recurss entre cncessinárias para respsta a emergências em uma determinada Bacia Sedimentar (racinalizaçã de recurss) -Estud cmparativ entre a utilizaçã ds mdais de transprte de cmbustíveis, na Eurpa e n Brasil, em terms de timizaçã d sistema lgístic e cust. - Prpstas de cntinuidade de temas desenvlvids anterirmente n Prgrama, cm vistas à cnclusã d prdut prpst, cuja dissertaçã tenha sid cncluída até a data da prpsta e cópia entregue a IBP. - Temas de relevante interesse para a indústria de petróle, gás e bicmbustíveis, que tenham fc na elabraçã de um prdut. Será dada preferência às prpstas que cntemplem desenvlviment final de prdut u prcess, cm participaçã (*) de empresa interessada na aplicaçã da tecnlgia desenvlvida. Para cass de estuds teórics, entendems cm prdut a apresentaçã de uma prpsta de dcument prpsitiv a respeit d tema, cm pr exempl, regulament, nrma técnica, prjet de lei etc. (*) Entende-se cm participaçã de empresa: a engenharia e testes d prdut u prcess; a fabricaçã de lte pilt; api para a certificaçã d prdut u prcess (quand fr pertinente); a cncessã de ajuda de cust para transprte e alimentaçã d blsista desenvlver atividades relacinadas a prjet nas dependências da empresa; custei das despesas necessárias para fabricaçã pilt, testes e certificaçã d prdut; utras mdalidades de cntrapartida financeira a prjet. As instituições elegíveis para apresentaçã de prpstas sã aquelas que mantêm cnvêni cm a ANP para frmaçã de recurss humans. As instituições deverã apresentar suas prpstas pr intermédi d(s) Prgrama(s) de Recurss Humans da ANP para Setr de Petróle e Gás - PRH-ANP/MCT, existentes na instituiçã. 3

4 A prpsta deverá cnter as seguintes infrmações: Númer, títul d PRH-ANP/MCT; Nme e endereç para cntat d crdenadr d PRH-ANP/MCT crrespndente; Títul d tema prpst; Justificativa da razã de esclha d tema, sua relevância e viabilidade (máxim 300 palavras); Objetivs a serem alcançads - que trabalh pretende respnder e/u qual a lacuna técnica e científica que mesm pretende preencher (máxim 400 palavras); Para as prpstas relacinadas a prduts u prcesss, indicar nme da empresa participante, endereç e nme d respnsável pel acmpanhament e integraçã d prjet às suas atividades e indicaçã da(s) frma(s) de participaçã n prjet. (bs.: IBP manterá cntat cm as empresas indicadas em prpstas cm ptencial de seleçã, a fim de identificar interesse das mesmas e nível de cmprmetiment. Para as prpstas cntempladas, será slicitad cópia de Acrd de Cperaçã entre a empresa e PRH-ANP respectiv, para a implementaçã da blsa). Cada PRH-ANP/MCT pderá submeter até duas prpstas e remetê-las para até dia 10 de fevereir de Seleçã das Prpstas Será cnstituída uma Cmissã Avaliadra para seleçã das prpstas mais adequadas e psterir encaminhament à Diretria d IBP, para esclha final das quatr que serã financiadas. N cas de prpstas de PRHs que fram anterirmente cntemplads, será cnsiderad históric de cumpriment ds requisits d Prgrama pr parte da instituiçã e d(s) blsista(s). 5. Blsistas 5.1 Seleçã ds Blsistas A seleçã ds blsistas será de cmpetência exclusiva das instituições cntempladas pel Prgrama IBP de Blsas de Mestrad. A Cmissã Gestra ds PRHs envlvids definirá as diretrizes e sistemas a serem adtads para indicaçã ds aluns, uma vez bservads s requisits mínims descrits n item Requisits para ser Blsista O IBP smente aceitará a indicaçã de um blsista se ele atender as seguintes requisits: Dedicar-se integralmente a curs; Nã estar recebend Blsa u qualquer auxíli financeir de qualquer agência de fment, nacinal u internacinal. Excet para a situaçã prevista na Prtaria Cnjunta CAPES/CNPq N 02 de 15 de julh de 2010, nde se prevê que blsistas de graduaçã n país pderã receber cmplementaçã financeira, prveniente de utras fntes, desde que se dediquem a atividades relacinadas à sua área de atuaçã e de interesse para sua frmaçã acadêmica, científica e tecnlógica, especialmente quand se tratar de dcência cm prfessres ns ensins de qualquer grau, item 8.4 nã será aplicad, permitind-se 4

5 acumul de blsas. Para tant é necessária apresentaçã de dcumentaçã pertinente para cmprvaçã da blsa, para análise d IBP. Satisfazer as nrmas de seleçã da Instituiçã; Pssuir até 30 ans de idade na data da implantaçã da blsa; Matricular-se e cursar as disciplinas ferecidas, atendend a currícul mínim recmendad pela Instituiçã para bter certificad de especializaçã em área de setr petróle e gás natural; Cmprmeter-se em manter IBP e Crdenadr d PRH infrmads sbre suas atividades prfissinais e apresentar sua avaliaçã quant à adequaçã d treinament recebid, bem cm seu aprveitament nas atividades prfissinais exercidas, pr um períd mínim de três ans após a cnclusã d curs. Ter sid frmalmente aceit n prgrama de mestrad, dentr ds critéris estabelecids pela Instituiçã; Apresentar plan de dissertaçã detalhad sbre tema de interesse d setr de petróle e gás natural, previamente selecinad pel IBP, até seis meses após iníci da blsa, cmprmetend-se cm sua execuçã e defesa; O IBP reserva-se direit de incluir utrs requisits e cndições para a cncessã e manutençã das blsas, a serem detalhads ns instruments cntratuais. 5.3 Benefícis ds Blsistas O IBP cncederá as blsistas s seguintes benefícis: Blsa de estuds n valr de R$ 2.500,00 a ser depsitada mensalmente na cnta d alun blsista durante períd de vigência da blsa (até 24 meses); Facilitar intercâmbi cm utras instituições d setr de petróle e gás, bem cm cm as Cmissões e Grups Técnics d IBP afins a tema da dissertaçã, cm vistas à rientaçã de estuds e eventuais pesquisas necessárias a aprimrament das atividades previstas n curs; Acess a Centr de Infrmações e Dcumentaçã d IBP; Descnt em curss e events rganizads pel Institut (percentual a ser definid cas a cas); Divulgaçã d currícul d blsista e de sua dissertaçã n mei empresarial e acadêmic; Após a cnclusã d curs e defesa da dissertaçã, ex-blsista pderá ser cnvidad a apresentar seu trabalh em cngresss e semináris nacinais e internacinais, cm suas despesas custeadas pel IBP. 6 Prfessr Crdenadr: 6.1 Gestã da Taxa de Bancada A taxa de bancada tem cm bjetiv cntribuir cm as despesas destinadas à melhria e manutençã de atividades e serviçs necessáris a desenvlviment d Prgrama, principalmente cm relaçã àquelas atividades labratriais e de pesquisa ds aluns. Este recurs será pag semestralmente pel IBP, em cnta aberta pel crdenadr d PRH u prfessr rientadr d blsista, n Banc d Brasil, para us exclusiv da Taxa de Bancada. O IBP se cmprmeterá, anualmente, a encaminhar uma declaraçã de rendiments para a Declaraçã de Impst de Renda, especificand que tal recurs é isent de tributaçã, de frma a resguardar prfessr de qualquer tip de ônus. O valr d depósit é de R$ 1.477,00 (hum mil e quatrcents e setenta e sete reais) pr mês para cada blsista IBP, de frma que, mntante a ser depsitad semestralmente será de R$ 8.862,00 (it mil e itcents e sessenta e dis reais), pr alun blsista. Para cálcul d 5

6 valr das taxas basta cnsiderar smatóri d valr das blsas implementadas, cas a sua Instituiçã pssua mais de uma blsa d Prgrama. A Taxa de Bancada ficará sb guarda e respnsabilidade d crdenadr e deverá ser utilizada preferencialmente para aquisiçã de materiais, livrs e eventuais deslcaments d Blsista BENEFICIÁRIO necessáris para desenvlviment da dissertaçã de mestrad, participações em semináris e cngresss, bem cm para reuniões na sede d IBP, a chamad deste. É vedada a sua utilizaçã em pagament pessal, bem cm a cntabilizaçã de despesas cm táxi, aluguel de carr, cmbustíveis, alimentaçã e hspedagem, excet nas cndições citadas abaix: despesas cm aluguel de vans u ônibus para transprte de blsistas, quand de visitas externas, pderã ser realizadas cm prestaçã de serviçs, mediante descriçã d bjetiv n respectiv dcument fiscal u antaçã cmplementar; despesas cm alimentaçã e aljament em atividades de camp, mediante apresentaçã da(s) nta(s) fiscal(is) acmpanhada(s) de relatóri das atividades de camp, assinad pels aluns blsistas e prfessres participantes. Neste cas nã pderá crrer pagament simultâne de diárias. A final d Prjet, s bens adquirids cm s recurss deste auxíli financeir serã dads à INSTITUIÇÃO de Ensin. 6.2 Relatóris Deve Crdenadr assegurar que Blsista BENEFICIÁRIO encaminhe a IBP três relatóris semestrais intermediáris e um final sbre andament da sua dissertaçã de mestrad. Tais relatóris deverã ser assinads pel prfessr rientadr da dissertaçã e pel COORDENADOR; O cnteúd ds relatóris citads n item anterir deverá cntemplar infrmações sbre: a) avanç d trabalh breve infrmaçã sbre as atividades realizadas n períd; b) atendiment às slicitações de materiais, livrs e despesas de deslcament para desenvlviment da dissertaçã; c) andament d crngrama de trabalh; d) api recebid d rientadr e/u d COORDENADOR; e) visitas realizadas, participações em semináris e cngresss; f) dificuldades encntradas. Uma cópia em papel da publicaçã final da dissertaçã de mestrad e uma cópia em arquiv eletrônic deverã ser frnecidas a IBP, juntamente cm autrizaçã escrita autrizand IBP a prmver a livre divulgaçã e distribuiçã de cópias eletrônicas da dissertaçã de mestrad. 7 Gestã da Blsa A gestã ds recurss dispnibilizads pr mei deste Prgrama nã sã iguais a d Prgrama PRH/ANP, uma vez que aqueles empregads pel IBP nã sã de rigem pública, e, prtant, para sua utilizaçã nã é aplicável a legislaçã sbre us de recurss públics. Prém, alguns prcediments para sua melhr rganizaçã serã seguids, tais cm: - Na aquisiçã de material permanente, material de cnsum u ainda na cntrataçã de serviçs de terceirs, deverá ser vinculada a nta fiscal à razã scial da Instituiçã (Cnvenente) e a númer d Term de Cncessã e Aceitaçã de Api Financeir; - Tdas as ntas, bilhetes de passagens u demais dcuments cmprbatóris das despesas realizadas deverã estar identificadas cm númer d Term; 6

7 - Os bens adquirids cm recurss d PROGRAMA deverã ser registrads n patrimôni da Instituiçã (Cnvenente), cm Bens de Terceirs PROGRAMA IBP DE BOLSAS DE MESTRADO ; - Na aquisiçã de materiais u cntrataçã de serviçs, seleçã e acmpanhament de blsistas e seus relatóris, frmaçã d Cmitê Gestr, apresentaçã de relatóris físic-financeirs e em utras atividades nã explicitadas neste TERMO, deverã ser adtads prcediments análgs as determinads pela Agência Nacinal d Petróle, Gás Natural e Bicmbustíveis ns Cnvênis e Manuais d Prgrama de Recurss Humans da ANP para Setr Petróle e Gás PRH-ANP/MCT. O pagament d valr mensal da blsa de estuds será iniciad a partir d mês seguinte a de assinatura Term de Outrga e Aceitaçã de Blsa, dcument que deverá ser encaminhad a IBP pel COORDENADOR, cm s dads d Blsista BENEFICIÁRIO selecinad. Deverá ser elabrad um relatóri de prestaçã de cntas ds recurss pela instituiçã (Cnvenente) cm a descriminaçã das despesas efetuadas e ds respectivs cmprvantes, semestralmente (ttalizand 2 relatóris pr an, nde um será referente a períd de Janeir à Junh e utr de Julh à Dezembr) a ser enviada ns mesms frmuláris d Prgrama PRH-ANP/MCT. A liberaçã da segunda e demais parcelas da Taxa de Bancada smente serã realizadas após apresentaçã e aprvaçã d relatóri relativ a períd anterir. (A análise d relatóri será efetuada em até 30 dias) 8. Acmpanhament e Avaliaçã das Blsas Os prcesss de acmpanhament e avaliaçã das blsas serã rientads, principalmente, para a identificaçã da taxa de aprveitament ds blsistas pel mercad de trabalh e da adequaçã de sua capacitaçã em relaçã as requisits das atividades desenvlvidas nas empresas, u seja, uma avaliaçã rientada pr resultads. 9. Publicações As publicações e quaisquer utrs meis de divulgaçã d Prgrama deverã brigatriamente citar api financeir d IBP Institut Brasileir de Petróle, Gás e Bicmbustíveis. Em tdas as publicações deverã cnstar, na capa u na flha de rst, s lgtips d IBP, sempre que padrã e nrmas da publicaçã permitirem. As dissertações deverã cnter, em lcal adequad u permitid dentr ds padrões da instituiçã, citaçã a api financeir acima referenciad. Deverã ser enviadas a IBP uma cópia em CD, n praz de 90 (nventa) dias após a defesa pública d trabalh. O tamanh das figuras pderá ser ajustad prprcinalmente para a medida adequada a lcal em que serã aplicadas. Deverã ser encaminhads também, em arquiv eletrônic, as publicações u artigs prduzids, sempre que iss nã acarretar prblemas de direits autrais (nesses cass devese encaminhar cópia em PDF). Slicitams, na medida d pssível, autrizaçã para dispnibilizaçã via internet destes trabalhs e artigs. A IBP é autrizad divulgar, através ds meis que cnsiderar adequads, api financeir cncedid através deste TERMO, as infrmações básicas sbre as suas atividades prfissinais após cnclusã d curs, bem cm a livre divulgaçã e distribuiçã de cópias de sua Dissertaçã de Mestrad. 10. Frmuláris Acmpanham este Term de Referência s frmuláris abaix relacinads, que pderã ser btids individualmente: 7

8 _ Recib de Diárias e Prestaçã de Serviçs Pessa Física _ Encaminhament da Prestaçã de Cntas _ Relaçã de Pagaments _ Execuçã Físic-Financeira _ "Relatóri Semestral d Blsista Alun" _ "Plan de Trabalh de Pesquisa" _ Lg IBP 11. Infrmações Adicinais Esclareciments e infrmações cmplementares sbre Prgrama IBP de Blsas de Mestrad pderã ser btidas junt à Gerência de Tecnlgia, cm a Srta. Melissa Fernandez: Telefne: u Institut Brasileir de Petróle, Gás e Bicmbustíveis Presidente Jã Carls de Luca Cmitê de Fment Sr. Armand Hashimt Petrbras Sr. Flávi Ofugi Rdrigues Shell Secretári Geral Miltn Csta Filh Gerentes d IBP Secretári Geral Miltn Csta Filh Gerente de Suprte e Serviçs Evandr Pires Gerente de Tecnlgia Raimar van den Bylaardt 8

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços:

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços: Term de Referência para cntrataçã de Auditres Externs A Rede Nrte-Sul http://www.nrd-sued-netz.de é um departament da DGB Bildungswerk BUND, instituiçã educacinal pertencente à Cnfederaçã ds Sindicats

Leia mais

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir:

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir: Objetivs O Plan de Açã Cnjunta Inva Energia é uma iniciativa destinada à crdenaçã das ações de fment à invaçã e a aprimrament da integraçã ds instruments de api dispnibilizads pel BNDES, pela Agência Nacinal

Leia mais

PROGRAMA DE REALIZAÇÃO E APOIO A EVENTOS DE ESPORTE, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL

PROGRAMA DE REALIZAÇÃO E APOIO A EVENTOS DE ESPORTE, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PROGRAMAS DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA DE REALIZAÇÃO E APOIO

Leia mais

FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM

FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM As Práticas Educativas serã realizadas em hráris pré-determinads n períd diurn para aluns regularmente

Leia mais

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis.

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis. 1 Transfrmand Snhs em Metas Objetiv: Desenvlver as cndições ideais para a ba frmulaçã de bjetivs, transfrmand-s em metas realizáveis. Públic-Alv: Pessas interessadas em atingir sucess prfissinal e realizaçã

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Edital nº26/2015 PROPP/UEMS, 28 de agst de 2015. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENSINO EM SAÚDE, MESTRADO PROFISSIONAL, DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Internacionalização) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Internacionalização) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (VALE Internacinalizaçã) Página 1 de 8 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

Programa Estágios Profissionais

Programa Estágios Profissionais Prgrama Estágis Prfissinais Cnsiste num estági cm a duraçã de 9 meses, pdend prlngar-se, cm autrizaçã d IEFP, excepcinalmente, até 12 meses, quand fr cmplementad pr um estági a realizar em territóri nacinal

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS Ref.: nº 21/2013 Resluçã nº 13 d Senad Federal Unificaçã das alíqutas interestaduais de ICMS em 4% para prduts imprtads. (Atualizaçã) 1. Intrduçã Visand acabar cm a chamada guerra ds prts (disputa entre

Leia mais

V SEMANA INTEGRADA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

V SEMANA INTEGRADA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE V SEMANA INTEGRADA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DATA DE REALIZAÇÃO DO EVENTO: 19 a 23 de junh de 2017. A prpsta da V Semana Integrada: Ensin, Pesquisa e Extensã visa prtunizar

Leia mais

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo Descriçã d serviç Cpilt Optimize CAA-1000 Visã geral d serviç Esta Descriçã d serviç ( Descriçã d serviç ) é firmada pr vcê, cliente, ( vcê u Cliente ) e a entidade da Dell identificada na fatura de cmpra

Leia mais

GRC - 21 Data da publicação: maio/2015

GRC - 21 Data da publicação: maio/2015 Resum Descreve a d PAULISTA. Sumári 1. Objetiv... 2 2. Públic-alv... 2 3. Definições... 2 3.1. Risc Sciambiental... 2 3.2. Escp da (PRSA)... 2 4. Gvernança da... 2 5. Avaliaçã e gestã d risc sciambiental...

Leia mais

Atuação das Organizações da Sociedade Civil na formação docente

Atuação das Organizações da Sociedade Civil na formação docente ANEXO III Frmulári pesquisa quantitativa (segunda etapa d estud) Atuaçã das Organizações da Sciedade Civil na frmaçã dcente Obrigad pr acessar questinári da pesquisa de mapeament d trabalh das rganizações

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO DISTRITO FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS

FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO DISTRITO FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO DISTRITO FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS GOVERNO DE BRASÍLIA Rdrig Rllemberg Gvernadr d Distrit Federal Sérgi Sampai Secretári de Estad da Casa Civil, Relações Institucinais e

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 PDR2020 (Jvens agricultres) Página 1 de 7 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I RESUMO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Resum d trabalh

Leia mais

Eric Arthur Bastos Routledge rotledge@agricultura.gov.br (61) 218-2866 Cláudia Ramos Zagaglia zagaglia@agricultura.gov.

Eric Arthur Bastos Routledge rotledge@agricultura.gov.br (61) 218-2866 Cláudia Ramos Zagaglia zagaglia@agricultura.gov. Relatóri da 1ª Reuniã Cmitê Temátic Permanente 7. Treinament, capacitaçã, pesquisa e transferência de tecnlgia, realizada ns dias 10 e 11 de març de 2005, n Ministéri da Fazenda, Setr de Autarquia Sul,

Leia mais

3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO

3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 47 48 3.1. VISÃO DE FUTURO DO MAIS RN PARA 2035 A classe empresarial ptiguar apresenta para a sciedade uma Visã de Futur usada e desafiadra.

Leia mais

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA S3 - Explicaçã sbre endereç e/u númer de telefne ds EUA Nme Númer da Cnta (se huver) A preencher seu Frmulári W-8 d IRS, vcê afirma nã ser cidadã u residente ds EUA u utra cntraparte ds EUA para efeit

Leia mais

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional Preparaçã para a Certificaçã de Gestr da Qualidade - Excelência Organizacinal OBJETIVOS DO CURSO Apresentar as participantes s cnteúds d Crp de Cnheciment necessáris à certificaçã, pssibilitand que aprimrem

Leia mais

PREENCHER DE FORMA LEGÍVEL

PREENCHER DE FORMA LEGÍVEL RECIBO Eu,, recebi da Cmissã Especial de Credenciament da Agência Nacinal de Energia Elétrica - ANEEL, Edital de Credenciament nº 002/2003 cntend tdas as infrmações necessárias referentes à dcumentaçã

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

APOLLO 13 MISSÃO AGROTECH REGULAMENTO GERAL (MANUAL DE INSTRUÇÕES)

APOLLO 13 MISSÃO AGROTECH REGULAMENTO GERAL (MANUAL DE INSTRUÇÕES) APOLLO 13 MISSÃO AGROTECH REGULAMENTO GERAL (MANUAL DE INSTRUÇÕES) A Missã Agrtech é cmpsta de 4 estágis: ESTÁGIO 1 Cnhecend as DORES d Agrnegócis Hustn, we have a prblem ESTÁGIO 2 Ind a CAMPO Pisand n

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Inovação) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Inovação) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (VALE Invaçã) Página 1 de 8 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing cnsulting.cm

Leia mais

ANEEL - CONSULTA PÚBLICA - N º 0015/2009 IMPLEMENTAÇÃO DE MEDIÇÃO ELETRÔNICA EM BAIXA TENSÃO

ANEEL - CONSULTA PÚBLICA - N º 0015/2009 IMPLEMENTAÇÃO DE MEDIÇÃO ELETRÔNICA EM BAIXA TENSÃO ANEEL - CONSULTA PÚBLICA - N º 0015/2009 IMPLEMENTAÇÃO DE MEDIÇÃO ELETRÔNICA EM BAIXA TENSÃO 29 de abril de 2009 Ats, Ats e símbl de peixe, Ats Cnsulting e própri símbl d peixe sã marcas cmerciais registradas

Leia mais

PROGRAMA CLIENTE REFERÊNCIA FH REGULAMENTO

PROGRAMA CLIENTE REFERÊNCIA FH REGULAMENTO PROGRAMA CLIENTE REFERÊNCIA FH REGULAMENTO Última Revisã: 02/06/2014 1. RESUMO CADASTRO Cliente preenche Frmulári de Cadastr CONFIRMAÇÃO DE CADASTRO A FH envia um e-mail de cnfirmaçã de cadastr para cliente

Leia mais

Boletim Técnico. esocial 1ª Liberação

Boletim Técnico. esocial 1ª Liberação Bletim Técnic escial 1ª Liberaçã O escial cnsiste na escrituraçã digital da flha de pagament e das brigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a td e qualquer víncul trabalhista cntratad

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Infrmaçã da Prva de Exame de Equivalência à Frequência de Prjet Tecnlógic Códig: 196 2013 Curs Tecnlógic de Infrmática/12.º Prva: Pr (Prjet) Nº de ans: 1 Duraçã: 30-45 minuts Decret-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

Sinopse do PDI (Quiquênio 2013/2017)

Sinopse do PDI (Quiquênio 2013/2017) Sinpse d PDI (Quiquêni 2013/2017) Breve históric A Assciaçã de Ensin e Cultura Pi Décim existe n estad de Sergipe desde an de 1954 atuand n ensin básic. Pel Decret nº 77.232, de 25 de fevereir de 1976,

Leia mais

Regime Escolar Fruta Escolar /

Regime Escolar Fruta Escolar / Regime Esclar Fruta Esclar / Frmuláris 2016/2017 - Índice NOTA INTRODUTÓRIA...3 Pedid de Ajuda...4 1. Pedid de Ajuda...4 A. Página de Rst d Pedid...4 B. Pedid de Ajuda Página dis...6 C. Mapa de Medidas

Leia mais

CARTA CONVITE Nº. 007/2011 SENAR/BA EDITAL Nº 007/11

CARTA CONVITE Nº. 007/2011 SENAR/BA EDITAL Nº 007/11 CARTA CONVITE Nº. 007/2011 SENAR/BA EDITAL Nº 007/11 DATA DA ABERTURA: 25/04/2011 HORÁRIO: 14:30h MODALIDADE: CARTA CONVITE TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL LOCAL: RUA PEDRO RODRIGUES BANDEIRA, 143 8º ANDAR COMÉRCIO

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

ATA DO 1º ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE TRANSPORTES, LOGÍSTICA E MOBILIDADE.

ATA DO 1º ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE TRANSPORTES, LOGÍSTICA E MOBILIDADE. ATA DO 1º ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE TRANSPORTES, LOGÍSTICA E MOBILIDADE. As 17 e 18 dias d mês de agst de 2016, entre 08:00 e 18:00 hras, na sala 318 d prédi esclar d Centr

Leia mais

Comunicado Cetip n 091/ de setembro de 2013

Comunicado Cetip n 091/ de setembro de 2013 Cmunicad Cetip n 091/2013 26 de setembr de 2013 Assunt: Aprimrament da Metdlgia da Taxa DI. O diretr-presidente da CETIP S.A. MERCADOS ORGANIZADOS infrma que, em cntinuidade às alterações infrmadas n Cmunicad

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL - CREA-RS

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL - CREA-RS APÊNDICE 1 TIPO DE PROCESSO: CAPACITAÇÃO FUNCIONAL (A) Curs (B) Treinament (C) Seminári/Event Versã Abril/2017 DESCRIÇÃO DO TIPO DE PROCESSO Nme d Tip de Prcess: CAPACITAÇÃO FUNCIONAL (A) Mdalidade: Curs

Leia mais

Comissão Organizadora da Imagem

Comissão Organizadora da Imagem Cmissã Organizadra da Manual de Execuçã Manual de execuçã CO 2017 Intrduçã Cm a nva da ANEM, prende-se a necessidade de cumprir as nrmas gráficas estabelecidas e desenvlver estratégias para, além de aumentar

Leia mais

Termo de Referência nº

Termo de Referência nº Term de Referência nº 2016.0606.00006-1 Ref: Cntrataçã de cnsultria pessa física para elabraçã de avaliaçã sciambiental para identificaçã de pssíveis impacts sciais e ambientais da implementaçã d prjet

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (Empreendedorismo Qualificado) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (Empreendedorismo Qualificado) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (Empreendedrism Qualificad) Página 1 de 8 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

Regulamento de uso. dos. Laboratórios

Regulamento de uso. dos. Laboratórios Regulament de us ds Labratóris Brasília/DF. Agst/2005 REGULAMENTO DE USO DOS LABORATÓRIOS Para s Labratóris de Infrmática da UNEB Uniã Educacinal de Brasília - UNEB Elabraçã Equipe TI Editraçã Viviane

Leia mais

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança Regulament de Frequência Cnselheirs de Segurança www.academiadprfissinal.cm email: academiadprfissinal@ltm.pt V06 31.10.2016 Regulament de Frequência Cnselheirs de Segurança Índice 1- Enquadrament... 3

Leia mais

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS.

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. CONTRATANTE : Persnificad juridicamente através d aceite d Term de prestaçã de serviç - Análise Diagnóstica Online. O aceite caracteriza tacitamente a cntrataçã

Leia mais

Waikato Innovation Park. Nova Zelândia. Beef SolutioNZ. Soluções para a Indústria de Carne Bovina

Waikato Innovation Park. Nova Zelândia. Beef SolutioNZ. Soluções para a Indústria de Carne Bovina Waikat Innvatin Park Nva Zelândia Beef SlutiNZ Sluções para a Indústria de Carne Bvina Angus selecinads para criaçã em pastagens alcançam pes para abatiment em mens de dis ans. Prprcinand a prduçã de carne

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos:

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos: A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei4.737/1965) Cmprvante de quitaçã

Leia mais

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito APRESENTAÇÃO Este manual tem bjetiv de servir cm base de infrmaçã e rientaçã as órgãs setriais de pessal da Administraçã Direta, assim cm as servidres, nde irã encntrar n Manual d Servidr(a) Apsentável

Leia mais

Cadastrar Proposta de Evento

Cadastrar Proposta de Evento Pró-Reitria de Extensã e Cultura events@ufersa.edu.br Cadastrar Prpsta de Event Sistema Módul SIGAA Extensã Última Atualizaçã 25.03.2015 Esta funcinalidade permite a usuári cadastrar ações de extensã d

Leia mais

REGULAMENTO 1ª EDICÃO PRÉMIO FOOD FAB LAB

REGULAMENTO 1ª EDICÃO PRÉMIO FOOD FAB LAB REGULAMENTO 1ª EDICÃO PRÉMIO FOOD FAB LAB O TAGUSVALLEY assume um papel fundamental cm agente dinamizadr da invaçã e ecnmia da regiã e prcura as cndições necessárias para que as atividades ecnómicas sejam

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013 Presidência da República Secretaria Geral Secretaria de Administraçã Diretria de Recurss Lgístics Crdenaçã-Geral de Licitaçã e Cntrat Crdenaçã de Licitaçã DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Alterad nme deste Prcediment

Leia mais

Gestão de projetos de TI

Gestão de projetos de TI Seçã de Mdelagem de Prcesss Gestã de prjets de TI MPP - Manual de Plíticas e Prcediments Atualizad em AGOSTO/2016 Sumári 1. DO GESTOR DO PROCESSO... 3 2. DO AMPARO LEGAL... 3 3. DA POLÍTICA INSTITUCIONAL...

Leia mais

Regulamento de Frequência Capacidade Profissional Gerentes

Regulamento de Frequência Capacidade Profissional Gerentes Regulament de Frequência Capacidade Prfissinal www.academiadprfissinal.cm email: academiadprfissinal@ltm.pt V02 31.10.2016 Regulament de Frequência Capacidade Prfissinal [Esclha a data] Índice 1- Enquadrament...

Leia mais

REGULAMENTO DA 4ª OLIMPÍADA DE EMPREENDEDORISMO UNIVERSITÁRIO

REGULAMENTO DA 4ª OLIMPÍADA DE EMPREENDEDORISMO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DA 4ª OLIMPÍADA DE EMPREENDEDORISMO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS Outubr de 2017 REGULAMENTO CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional PO Prcediment Operacinal TREINAMENTO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PO. 03 11 1 / 8 1. OBJETIVOS Estabelecer uma sistemática para as atividades de treinament de pessal, bem cm determinar as cmpetências necessárias

Leia mais

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Tratament da Energia d PROINFA na CCEE PdC Versã 1 Versã 1 METODOLOGIA DO CONTROLE DE ALTERAÇÕES Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã. Text

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO E CULTURA I CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONEPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO E CULTURA I CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONEPE UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL JATAÍ COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO E CULTURA I CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONEPE NORMAS PARA MODALIDADE III SEMINÁRIO DO PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2014 O FGV Law Prgram da Escla

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL - CREA-RS

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL - CREA-RS Rua Sã Luís, 77 Santana Prt Alegre (RS) CEP 90620-170 Fne: 51 3320.2100 www.crea-rs.rg.br REUNIÃO Cmissã de Mei Ambiente COEMA Versã: 07/2017 Primeira Versã d POP Resp.: Franciele Theisen Machad Pag.1

Leia mais

REGULAMENTO PARA O INOVA SENAI 2017

REGULAMENTO PARA O INOVA SENAI 2017 REGULAMENTO PARA O INOVA SENAI 2017 1. O INOVA SENAI 1.1 O que é INOVA SENAI é uma atividade técnica-cultural n frmat de cncurs que visa recnhecer publicamente as capacidades de invaçã, empreendedrism

Leia mais

Manual Pedido de Certidão Online

Manual Pedido de Certidão Online 17 de utubr de 2016 Manual Pedid de Certidã Online Rua Bela Cintra, 746-11º andar - CEP 01415-000 - Sã Paul - SP Telefne: (11) 3122-6277 17 de utubr de 2016 Cntrle de Versã de Dcument Versã Data Autres

Leia mais

Qualidade de Software 5ºSemestre

Qualidade de Software 5ºSemestre Qualidade de Sftware 5ºSemestre Aula 14 Prf. Gladimir Cerni Catarin gladimir@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Metdlgias Ágeis Metdlgias Servem para

Leia mais

Açovisa Referência em distribuição de AÇOS. Comunicação de Progresso 2015-16

Açovisa Referência em distribuição de AÇOS. Comunicação de Progresso 2015-16 Açvisa Referência em distribuiçã de AÇOS. Cmunicaçã de Prgress 2015-16 Onde tem Açvisa, Tem a realizaçã de um prjet. O aç se trnu imprescindível as mais diverss segments da indústria, transfrmand criatividade

Leia mais

Campanha Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando!

Campanha Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando! Campanha Cnstruind Cidades Resilientes: minha cidade está se preparand! Platafrma temática sbre risc urban nas Américas Frtaleciment da cperaçã e clabraçã entre gverns lcais Cnvite à apresentaçã de prpstas

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015-PESQUISA

EDITAL Nº 02/2015-PESQUISA 1 UNICESUMAR Centr Universitári de Maringá ICETI Institut Cesumar de Ciência, Tecnlgia e Invaçã EDITAL Nº 02/2015-PESQUISA Prgrama Institucinal de Blsas de Iniciaçã Científica e de Desenvlviment Tecnlógic

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA VIAGENS E REEMBOLSO DE DESPESAS 1ª versão: 01/09/2017 2ª versão: 06/10/2017

POLÍTICA CORPORATIVA VIAGENS E REEMBOLSO DE DESPESAS 1ª versão: 01/09/2017 2ª versão: 06/10/2017 POLÍTICA CORPORATIVA VIAGENS E REEMBOLSO DE DESPESAS 1ª versã: 01/09/2017 2ª versã: 06/10/2017 1- NOSSA POLÍTICA As infrmações incluídas nessa plítica descrevem cm rganizar a viagem de negócis, além de

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

EDITAL Nº 01/2016-PESQUISA

EDITAL Nº 01/2016-PESQUISA 1 UNICESUMAR Centr Universitári de Maringá ICETI Institut Cesumar de Ciência, Tecnlgia e Invaçã EDITAL Nº 01/2016-PESQUISA Prgrama Institucinal de Blsas de Iniciaçã Científica e de Desenvlviment Tecnlógic

Leia mais

Ata 1ª Reunião Conselho Eco-Escola 14 dezembro 2011

Ata 1ª Reunião Conselho Eco-Escola 14 dezembro 2011 Ata 1ª Reuniã Cnselh Ec-Escla 14 dezembr 2011 As catrze dias d mês de dezembr de 2011 realizu-se, n auditóri, a primeira reuniã d cnselh Ec-Esclas d Clégi Valsassina d presente an lectiv. A reuniã cntu

Leia mais

Ata 1ª Reunião Conselho Eco-Escola 13 dezembro 2013

Ata 1ª Reunião Conselho Eco-Escola 13 dezembro 2013 Ata 1ª Reuniã Cnselh Ec-Escla 13 dezembr 2013 As treze dias d mês de dezembr de 2013 realizu-se, n auditóri, a primeira reuniã d cnselh Ec-Esclas d Clégi Valsassina d presente an lectiv. A reuniã cntu

Leia mais

1 - Introdução. 2 - Desenvolvimento

1 - Introdução. 2 - Desenvolvimento Desenvlviment e Otimizaçã de Hidrciclnes Frente a Mdificações de Variáveis Gemétricas e de Prcess Hérmane Mntini da Silva 1 Gilssaha Franklin Maciel 2 Orientadra: Ph.D. Andréia Bicalh Henriques RESUMO

Leia mais

Sondagem do Bem-Estar

Sondagem do Bem-Estar 1 PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS NO RIO DE JANEIRO E EM SÃO PAULO A crescente demanda pr melhria ds serviçs públics n Brasil ganhu ainda mair evidência ns dis últims ans, quand a recessã

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 PDR2020 (Invest. Explr. Agrícla) Página 1 de 9 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

Lista dos dados a registar e armazenar em formato eletrónico no âmbito do sistema de monitorização (a que se refere o artigo 24.o)

Lista dos dados a registar e armazenar em formato eletrónico no âmbito do sistema de monitorização (a que se refere o artigo 24.o) Lista ds dads a registar e armazenar em frmat eletrónic n âmbit d sistema de mnitrizaçã (a que se refere artig 24.) L 138/34 ANEXO III É exigida a apresentaçã de dads para as perações apiadas pel FSE,

Leia mais

AUTENTICAÇÃO.GOV ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PORTUGUESA

AUTENTICAÇÃO.GOV ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PORTUGUESA AUTENTICAÇÃO.GOV FORNECEDOR DE AUTENTICAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PORTUGUESA VERSÃO 1.4.1 JULHO DE 2014 Sumári INTRODUÇÃO... 3 ENQUADRAMENTO 3 ESTRUTURA 3 DO DOCUMENTO DEFINIÇÕES 5 PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES...

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Missã d Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia

Leia mais

ACUMULADOR DE PRESSÃO. Linha de produto 9.1. Pré-seleção

ACUMULADOR DE PRESSÃO. Linha de produto 9.1. Pré-seleção ACUMULADOR DE PRESSÃO Linha de prdut Préseleçã 9.1 Acumuladr de pressã cm diafragma Acumuladr D,725 Acumuladr D,75 Acumuladr D,1625 Acumuladr D,321 Acumuladr D,3225 Acumuladr D,51 Acumuladr D,751 Acumuladr

Leia mais

Código Especificador da Substituição Tributária

Código Especificador da Substituição Tributária MXM Sistemas e Serviçs de Infrmática em 25/11/2015 Nta Técnica 2015.003 A referida nta técnica pde ser acessada pel link abaix: http://www.nfe.fazenda.gv.br/prtal/listacnteud.aspx?tipcnteud=tw+ymyk/ 50s=

Leia mais

AVALIAÇÃO, COMPRA E VENDA DE EMPRESAS (VALOR JUSTO) BRACING Avaliação, Compra e Venda de Empresas Página 1 de 10. Bracing Consulting, Lda.

AVALIAÇÃO, COMPRA E VENDA DE EMPRESAS (VALOR JUSTO) BRACING Avaliação, Compra e Venda de Empresas Página 1 de 10. Bracing Consulting, Lda. AVALIAÇÃO, (VALOR JUSTO) COMPRA E VENDA DE EMPRESAS BRACING Avaliaçã, Cmpra e Venda de Empresas Página 1 de 10 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ANEXO 01 A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei 4.737/1965) Cmprvante

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geração de Guias para ST, DIFAL e FCP

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geração de Guias para ST, DIFAL e FCP CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geraçã de Guias para ST, DIFAL e FCP 1. Objetivs Gerar títuls n cntas a pagar cm ttal de ICMS-ST, DIFAL e/u FCP das ntas fiscais de saída. Página 2 de 6 2. Requisits 2.1. RF01 Geraçã

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 004/2017. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 004/2017. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 004/2017 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad: Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais

APRESENTAÇÃO - PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FORMULÁRIO

APRESENTAÇÃO - PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FORMULÁRIO APRESENTAÇÃO - PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FORMULÁRIO Qual bjetiv ds frmuláris e cm serã utilizadas as infrmações cletadas? A Pró-Reitria de Planejament e Orçament Prplan elabru e publica Frmulári para

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS DE ASSESSORIA FINANCEIRA E ADMINISTRATIVA N. 14/2016

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS DE ASSESSORIA FINANCEIRA E ADMINISTRATIVA N. 14/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS DE ASSESSORIA FINANCEIRA E ADMINISTRATIVA N. 14/2016 O IMED INSTITUTO DE MEDICINA, ESTUDOS E DESENVOLVIMENTO, através d presente instrument, trna

Leia mais

Documento Orientador: UFCD: Ideias e Oportunidades de Negócio Código 7583

Documento Orientador: UFCD: Ideias e Oportunidades de Negócio Código 7583 An Letiv 2016/2017 IDEIAS E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO COMERCIAL PLANIFICAÇÃO ANUAL Dcument Orientadr: UFCD: Ideias e Oprtunidades de Negóci Códig 7583 ENSINO SECUNDÁRIO TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

Sobretaxa de IRS em vigor em 2016 ERP eticadata

Sobretaxa de IRS em vigor em 2016 ERP eticadata Sbretaxa de IRS em vigr em 2016 ERP eticadata CONTEÚDO 01 INTRODUÇÃO... 3 02 TABELAS DE RETENÇÃO DA SOBRETAXA DE IRS EM VIGOR EM 2016... 4 02.01 LEI Nº159-D/2015, DE 30 DE DEZEMBRO... 4 02.02 DESPACHO

Leia mais

POLÍTICA. Responsabilidade Socioambiental DEZ/16

POLÍTICA. Responsabilidade Socioambiental DEZ/16 POLÍTICA Respnsabilidade Sciambiental DEZ/16 OBJETIVOS Cntribuir cm diretrizes determinantes, prmvend desenvlviment sustentável de frma prativa, cm fc em uma cncepçã integrada de dimensões ecnômica, scial,

Leia mais

Infisc. Programa Validador de Lotes de DMS-e Manual de uso do Programa Validador de Arquivo XML para DMS- e

Infisc. Programa Validador de Lotes de DMS-e Manual de uso do Programa Validador de Arquivo XML para DMS- e Prgrama Validadr de Ltes de DMS-e Manual de us d Prgrama Validadr de Arquiv XML para DMS- e Este manual destina- se a rientar s cntribuintes em cm validar arquivs XML para a remessa de ltes de DMSe. Farrupilha

Leia mais

Tutorial de acesso ao Sistema de Gestão de Telefonia - Novartis

Tutorial de acesso ao Sistema de Gestão de Telefonia - Novartis Sã Paul, 17 de Setembr de 2014 Tutrial de acess a Sistema de Gestã de Telefnia - Nvartis Telefnia Móvel Page: 1 / 12 Sumári 1. PRIMEIRO ACESSO... 3 2. ACESSAR O SISTEMA DIRETAMENTE DO BROWSER DO SEU COMPUTADOR...

Leia mais

Edital 08/2010. Poderão se inscrever no processo candidatos que preencham os requisitos conforme relacionados abaixo:

Edital 08/2010. Poderão se inscrever no processo candidatos que preencham os requisitos conforme relacionados abaixo: Faculdade de Administraçã Centr de Educaçã a Distância Edital de Seleçã de Tutres a Distância UAB, I/SEED/MEC Edital 08/2010 A Universidade Federal de Juiz de fra (UFJF) trna públic, pr mei deste Edital,

Leia mais

QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA

QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes para publicidade das rganizações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Extensão - PROEX Pró-Reitoria Estudantil PROEST PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES/UFAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Extensão - PROEX Pró-Reitoria Estudantil PROEST PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES/UFAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitria de Extensã - PROEX Pró-Reitria Estudantil PROEST PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES/UFAL Edital PROEX - 04/2017 EDITAL PARA BOLSAS NO PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES

Leia mais

Avaliação Imobiliária e Manutenção das Construções

Avaliação Imobiliária e Manutenção das Construções Avaliaçã Imbiliária e Manutençã das Cnstruções 1ª Épca 15 de junh de 2016 (11h30) (V1.26 V1.25) Nme: Númer: Duraçã ttal sem interval: 1,45 hras Ntas: I. Nã é permitida a cnsulta de quaisquer ntas u dcuments,

Leia mais

Nova Carreira para Gestores Escolares para o Governo do Estado de São Paulo. Ana Maria Diniz, Claudia Costin e Nelson Marconi. Objetivos do Projeto:

Nova Carreira para Gestores Escolares para o Governo do Estado de São Paulo. Ana Maria Diniz, Claudia Costin e Nelson Marconi. Objetivos do Projeto: Nva Carreira para Gestres Esclares para Gvern d Estad de Sã Paul Ana Maria Diniz, Claudia Cstin e Nelsn Marcni Prjet desenvlvid para a criaçã da nva carreira de diretr de esclas em Sã Paul. Outubr 2008.

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL - CREA-RS

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL - CREA-RS Rua Sã Luís, 77 Santana Prt Alegre (RS) CEP 90620-170 Fne: 51 3320.2100 www.crea-rs.rg.br REUNIÃO Cmissã Permanente de Educaçã e Atribuiçã Prfissinal CEAP Versã: 08/2017 Primeira Versã d POP Resp.: Cristiane

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

1. O Programa. 2. Conteúdo programático

1. O Programa. 2. Conteúdo programático EDITAL SENAI-UFPE-ACCENTURE-FACEPE 01/2016 O Departament Reginal d Serviç Nacinal de Aprendizagem Industrial de Pernambuc SENAI-PE, trna públic presente Edital que estabelece prcess de Seleçã e Admissã,

Leia mais