Roteiro de Apresentação. e-tce automatização de processos e digitalização de Documentos para Tribunais de Contas Estaduais e Municipais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro de Apresentação. e-tce automatização de processos e digitalização de Documentos para Tribunais de Contas Estaduais e Municipais"

Transcrição

1 Roteiro de Apresentação e-tce automatização de processos e digitalização de Documentos para Tribunais de Contas Estaduais e Municipais

2 Índice 1. Quem é a Consulters? Histórico do e-tce de implantação x sistemas substituídos O que se propõe o e-tce Recursos Tecnológicos do e-tce Escopo Funcional Integração com Sistemas Legados Comitê de implantação Evolução Contínua do produto Requisitos de Hardware e Software para o e-tce Configuração da Estação de Trabalho Artefatos Entregues Pós Implantação Índice da Apresentação Técnica Próximos Passos Modelos de Telas do e-tce

3 1. Quem é a Consulters? Ano de fundação: 1994 Número de funcionários: verticais de produtos Central de Serviços/Service Desk NOC e Telecom Projetos e Consultorias Terceirização Fábrica de Softwares/QA Gestão de Contas Telefônicas Construção de Redes de Telefonia Automação de Tribunais de Contas Quem é a Gisele Gerente do produto e-tce com 08 anos de experiência em Tribunais de Contas 3

4 2. Histórico do e-tce de implantações x sistemas substituídos TCE MS Sistema de Controle de Processos: gestão de todo o trâmite de processos por todas as áreas do Tribunal (controle interno e externo, Sessões e Cartório) e criação de atos processuais. TCE PI Sistema de Protocolo (Trâmite dos processos por todas as áreas do Tribunal) 2. Sinapce (Módulo de armazenamento de a todos gerados no trâmite dos Processos) 3. Sistema das sessões 4. Documentação Controle (Controle de data de entrega de documentos/processos) em desenvolvimento no e-tce TCE AP - Setembro a dezembro SIP Sistema de Informação de Processos 4

5 3. O que se propõe o e-tce Trâmite eletrônico processual de processos internos e externos o 135 workflows mapeados e implantados para processos e documentos. Automatização da distribuição de processos por: Relatores, Procuradores, Área de Controle Externo, através de integração com sistemas Legados ou tratamento de algoritmos de distribuição do e-tce. Migração da base de dados legada, com a possibilidade de preservar a natureza física dos registros dos processos e documentos, permitindo o acompanhamento, da mesma forma dos registros de natureza eletrônica. Integração com sistemas legados Padronização de documentos de instrução de processos Manutenção e criação de Workflow 5

6 4. Recursos Tecnológicos do e-tce GED Nativo BI Nativo Assinatura e Certificação digital Workflow Digitalização de documentos Uso via Tablets Acesso via Web Portal Eletrônico Linguagem ASP Net Banco de Dados SQL Server Framework. Microsoft.NET Framework 4.0 Navegador Microsoft Internet Explorer 9.0 6

7 5. Escopo Funcional SECRETARI A GERAL PORTAL DO JURISDI- CIONADO PROTOCOLO CARTÓRIO INSPETORIAS PLENÁRIO CONTROLE EXTERNO E ESPECIAIS SESSÕES AUDITORIA GABINETES MINISTÉRI O PÚBLICO DE CONTAS 7

8 6. Integração com Sistemas Legados Integração com aplicações internas e externas do Tribunal de Contas, que servem de suporte ao modelo de trâmite e gestão de processos. Soluções não exemplificadas neste tópico, poderão ser aderidas ao processo de integração. 8

9 7. Comitê de Implantação Prazo de implantação de 6 meses para 600 funcionários Entrega dos fontes pós implantação e com toda documentação técnica correspondente Composto de 3-5 funcionários de TI com as seguintes atribuições: Serão responsáveis por apoiar a nossa Equipe na Implantação Conhecerão o sistema em todas as suas funcionalidades (Multiplicadores e Suporte T.I) Darão suporte pós implantação Levantarão customizações e ajustes Darão sugestões de melhorias Irão criar usuários, fluxos, documentos,... 9

10 8. Evolução Contínua do produto Consulters coleta sugestões nas apresentações junto aos TCE s e TCM s Recebe mensalmente sugestões dos Tribunais implantados Publicamos mensalmente no Portal do e-tce o cronograma das novas versões Implantamos mensalmente novas versões em consonância e acordo com a equipe de TI de cada Tribunal Consulters dedica 200 horas mensais de melhorias, com adicional de 60 horas mensais de cada Tribunal implantado com o contrato de manutenção. Quem define as necessidades e os conceitos é o cliente A Consulters viabiliza as particularidades e personalização de cada Tribunal. 10

11 9. Requisitos de Hardware e Software para o e-tce 600 usuários a) 1 servidor com 2 processadores XEON de 6 núcleos de 2.4 Ghz (turbo até 2.9 Ghz) o processador pode ser outro (mais ou menos rápido) desde que com 6 núcleos 4 SSDs Intel de capacidade 120 a 240 GB cada (4 em array para os dados) 2 HDs SAS rpm de 300 GB (2 em espelho para o sistema) 32 GB de memória RAM b) SQL Server 2012 Standard licenciado para 12 núcleos c) Windows Server 2012 Standard 400 usuários a) 1 servidor com 1 processador XEON de 6 núcleos de 2.4 Ghz (turbo até 2.9 Ghz) o processador pode ser outro (mais ou menos rápido) desde que com 6 núcleos 6 HDs SAS rpm de 300 GB (2 em espelho para o sistema e 4 em array para os dados em volumes separados) 32 GB de memória RAM b) SQL Server 2012 Standard licenciado para 6 núcleos c) Windows Server 2012 Standard 200 usuários a) 1 servidor com 1 processador XEON de 6 núcleos de 2.4 Ghz (turbo até 2.9 Ghz) o processador pode ser outro (mais ou menos rápido) desde que com 6 núcleos 4 HDs SAS rpm de 300 GB (4 HDs em array para o sistema e para os dados mesmo volume) 24 GB de memória RAM b) SQL Server 2012 Standard licenciado para 6 núcleos c) Windows Server 2012 Standard CALs de acessowindows (Client Access Licence) A CAL de Windows é por usuário ou maquina. Ou seja, cada estação ou usuário que acessa os servidores equivale 1 CAL, independente do acesso ser simultâneo ou não. As CAL sde Windows não são apenas para o servidor do e-tce, e sim para todos os servidores do ambiente do Cliente. Caso o cliente tenha este ambiente Microsoft não há necessidade da compra dos CAL s. SQL Server O licenciamento do SQL Server deve ser realizado de acordo com o numero de cores do processador. Para diminuir o preço do SQL Server, o recomendado é diminuir o numero de cores do processador e aumentar o clock. Backups dos servidores Os backups/restoresdos bancos de dados serão de responsabilidade exclusiva do Cliente. 11

12 10.Configuração da Estação de Trabalho Processador Mínimo - Intel Core 2 Duo 3.0 Ghz Memória 2 Gb RAM HD 500 GB Rede Placa Ethernet 1 Gbps Sistema Windows 7 Professional Softwares Microsoft Office 2007 (ou 2010), Adobe Acrobat Reader 9. Acessórios Leitor USB Vídeo Dual VGA (duas saídas de vídeo) saídas DVI e VGA ou DVI/DVI Monitores Dois monitores LCD com pelo menos 1440x900 de resolução, sendo opcional (mas recomendável) a função de rotacional para a tela ficar na vertical. 12

13 11. Artefatos Entregues Pós Implantação Descrição Código Fonte e Executáveis Artefatos Código fonte dos arquivos e executáveis do sistema e-tce Código fonte dos arquivos e executáveis do ETCEDAV Código fonte, quando for possível, das bibliotecas e frameworks de terceiros para compilação, teste e execução do sistema e-tce Executáveis (arquivos já compilados) das bibliotecas e frameworks de terceiros para compilação, teste e execução do sistema ETCE. Banco de Dados da solução e-tce Ambientes de Sistemas Deverá ser montados nos servidores do Tribunal os seguintes ambientes: Ambiente de Produção: Servidor do sistema ETCE para uso real Ambiente de Contigência: Servidor de contigência que será usado caso ocorra alguma falha no Ambiente de Produção Ambiente de QA: Servidor para validação das manutenções do sistema e-tce Ambiente de Treinamento: Servidor que será usado para qualquer treinamento no sistema e-tce; Ambiente de Desenvolvimento: Servidor para testes de desenvolvimento do sistema e-tce Ambiente de Estação de Trabalho para Desenv.: Uma máquina, deverá ser montando um ambiente para desenv. do sistema e-tce. 13

14 11. Artefatos entregues Pós Implantação Descrição Manual Manual de Administrador Manual de usuário por departamento Visão Geral Documentação Documentação dos relacionamentos de cada módulos (e-tce, etcedav e webservice) da solução e-tce. Desenvolvimento e-tce e ConProcess (Workflow) Docum. das dependências do conprocess com frameworks e biblicotecas de terceiros para compilção, teste e execução do sistema Fluxograma atualizado dos processos de trabalho de todas as áreas do Tribunal Manual de configuração do servidor IIS Manual de publicação do sistema e-tce Modelo de dados do schema e-tce Manual da associação das páginas (telas) com as ações (operações) do workflow (Banco e Javascript) Manual de configuração do ambiente de desenvolvimento Modelo de banco de dados e Dicionário de dados dos schemas acesso, ConProcess e LOG Desenvolvimento do Sistema de GED (etcedav) Docum. das dependências do ETCEDAV com frameworks e bibliotecas de terceiros para compilação, teste e execução do sistema Manual de configuração do ambiente de desenvolvimento Manual de publicação do sistema ETCEDAV Estação de Trabalho do Usuário Documentação da configuração das estações de trabalhos os usuários Banco de Dados Documentação de cada triggers e procedures que influenciam na execução do sistema e-tce 14

15 12. Índice da Apresentação Técnica Administração do Sistema Perfil administrativo, técnico e conselheiro Workflow Modelo de Documentos Protocolo Registro de entrada Triagem Digitalização Portal do Jurisdicionado Acesso de acordo com pré-cadastrado em Sistemas Legados (SJUR, cadastro Web...) 15

16 12. Índice da Apresentação Técnica Mesa de Trabalho Estrutura Hierárquica Controle Interno e Externo Workflow Movimentação dentro do setor Tramitação entre setores Tramitação dos processos físicos emissão de guia Histórico das movimentações Minhas assinaturas pendentes Sessões Gerencial Pesquisa gerencial Produtividade Relatórios gerais 16

17 13. Próximos Passos Visitar um cliente implantado? Instalar um demo por 30 dias? Receber uma proposta comercial? Receber documentação jurídica de inexigibilidade do TCE PI ou TCE AP? 17

18 14.Modelos de Telas do e-tce Cadastro de usuários O cadastro de usuário permite a associação de perfis, lotação em área, inserção de dados referentes a assinatura digital e todas as informações necessárias para homologação de login. 18

19 Modelos de Telas do e-tce Parametrização de perfis de usuários Definidos de forma particularizada para melhor adaptação aos diferentes processos de trabalho, independente da lotação do usuário e demais sistemas; Os perfis permitem aumentar ou diminuir a amplitude de visualização dos processos, documentos, comunicações, etc., no âmbito de uma área/sub-área; Utilizados nas regras de acesso ao conteúdo dos autos, peças, documentos oficializados e processos; Cada usuário poderá ser vinculado a um conjunto de perfis de operação e a concessão também pode ser temporária. Cada perfil possui uma ou mais operações vinculadas. O perfil do usuário é vinculado ao seu registro de login. Um mesmo usuário pode estar vinculado à mais de um perfil. Relação de áreas e seus respectivos recursos. 19

20 Modelos de Telas do e-tce WorkFlow O e-tce engloba a tecnologia de WorkFlow, oferecendo um conjunto de ferramentas que permitem a automação de um determinado fluxo de trabalho e a troca de informações entre áreas. A principal função de um sistema de fluxo de trabalho digital é a automação de um ou vários procedimentos estruturados, eliminando tarefas improdutivas, otimizando tarefas. Qualificação do fluxo. Edição e exclusão de WorkFlow. Ativar ou desativar recurso. Especificação de roteiro de trâmite por situações. 20

21 Modelos de Telas do e-tce Gerenciamento de Modelos de Documentos Todo ato processual do e-tce ou documento de despacho/encaminhamento, possui o recurso de escolha de documento padrão conforme o tipo de ato e área. Para acioná-lo, o usuário deverá iniciar o ato processual e escolher um dos modelos apresentados. Recurso para inclusão de novo modelo de documento. Recurso para edição de modelo de documento. Registro de modelo de documento com inserção de arquivo já formatado ou inclusão manual. O e-tce também permite associar modelos de documentos já existentes. Conjunto de variáveis disponível para criação de modelo de documento para geração de ato conforme critérios estabelecidos pelo usuário. 21

22 Modelos de Telas do e-tce Gerar protocolo Após confirmar a inclusão do registro de entrada, o usuário poderá editar o protocolo e alterar informações, desde que o mesmo ainda esteja na área do Protocolo e na situação de triagem. Informações homologadas pelo (sistema legado) cadastro de Unidades Gestoras e Gestores. Especificação de tipo de PROCESSO e MODALIDADE conforme a natureza do registro de entrada. Campos que permitem RELACIONAR processos e documentos. O registro da observação poderá ser visualizado através do ícone COMENTÁRIO, disponível na identificação do registro do documento ou processo, localizado na pilha de processos da Mesa de Trabalho. Na sequência da confirmação da gravação do registro de entrada, o sistema exibe tela com o recibo de entrega de documentos, para impressão e entrega ao Jurisdicionado. 22

23 Modelos de Telas do e-tce Associação de documentos digitalizados Todas as peças classificadas pelo usuário, na rotina de triagem, serão exibidas na tela, quando executada a operação de associar documentos. A lista de operações é exibida de acordo com as permissões atribuídas ao perfil do usuário. Ícones indicam as operações já executadas. O procedimento de associação de arquivo pode ser cancelado pelo usuário. No exemplo, o primeiro documento digitalizado já foi associado à peça classificada pelo usuário. 23

24 Modelos de Telas do e-tce Manipulação de pilha de processos A mesa de trabalho do e-tce oferece um conjunto de procedimentos e operações eletrônicas que viabilizam a administração dos documentos e processos. Conjunto de operações Busca rápida por número distintas por processo ou de Protocolo ou TC documento Estrutura hierárquica de áreas e Sub-áreas Sinalizadores Agrupadores por situações Registro de comentários (POST-IT) Visualização das peças do processo Registro de histórico de eventos Todos os processos e documentos já existentes também são geridos pelo e-tce, uma vez que seus recursos atendem aos trâmites de processos físicos e eletrônicos. Agrupamento de pilha de processos/documentos com recursos intuitivos para acompanhamento do trâmite. Filtros totalizadores: podem ser parametrizados pelo usuário com apenas o recurso de clicar e arrastar. Ordenação livre de colunas Agrupamento de pilha por livre escolha Totalizadores Físicos e eletrônicos 24

25 Modelos de Telas do e-tce Visualização de peças de processo O e-tce possui ferramenta GED (Gestão Eletrônica de Documentos) proprietária. Para peças processuais são aceitos documentos que possam ser convertidos para o formato PDF. Os documentos são digitalizados no padrão OCR, permitindo a captura de partes dos textos para citações em instruções produzidas pelo Tribunal de Contas. Visualização de peças de processos e informações sobre trâmite, com agilidade do recurso monitor adicional. Peças organizadas de acordo com a ocorrência dos atos/eventos originadores. Também por tipo e origem da peça. Os documentos são digitalizados no padrão OCR, permitindo a captura de partes dos textos para citações em instruções produzidas pelo Tribunal de Contas. Abas com informações Abas específicas ordenadas e com recurso informações de impressão. referentes à ficha do processo ou documentos e histórico de eventos. Impressão do histórico de trâmite de processo. Acompanhamento do histórico de trâmite do processo, com recursos para ordenação de dados, facilitando a consulta do evento. 25

26 Consulta de pauta Modelos de Telas do e-tce A consulta de pauta oferece recursos para inclusão de novos processos na pauta, através da operaçãode edição de pauta. Também é possível anexar resumo dos processos. Enviar resumo dos processos da pauta. Editar pauta. Resumo dos processos relacionados na pauta para leitura no Plenário. Exibe para consulta ou exclusão, somente os processos do Relator selecionado. Edição da ordem e observações dos processos na pauta (botão verde). Também permite a exclusão de processos na pauta (botão vermelho). 26

27 Modelos de Telas do e-tce Menu Sessões O menu Sessões oferece recursos para criação e edição de pauta. Também permite consultar peças de processos inseridos nas pautas. 27

28 Modelos de Telas do e-tce Plenário Recurso disponível para os Conselheiros no Plenário para acompanhamento da Pauta e peças de processos. Menu Plenário disponível conforme parametrização de perfil de usuário. Visualização da Sessão selecionada no menu Plenário Sessões. 28

Apresentação Gerencial. Automatização de Processos eletrônicos para Tribunais de Contas Estaduais e Municipais

Apresentação Gerencial. Automatização de Processos eletrônicos para Tribunais de Contas Estaduais e Municipais Automatização de Processos eletrônicos para Tribunais de Contas Estaduais e Municipais Índice 1. A EMPRESA CONSULTERS...- 3-2. OBJETIVO DO SOFTWARE e-tce E e-tcm...- 4-3. HISTÓRICO DO e-tce...- 5-4. ESCOPO

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios Histórico da Revisão Data Versão

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0 Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 5 Portabilidade para Servidor de Aplicação... 6 Portabilidade

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.52

Portabilidade da Linha RM Versão 11.52 Portabilidade da Linha RM Versão 11.52 25/02/2014 Sumário 1. Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 2. Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 4 3. Portabilidade para Servidor de

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 5 Portabilidade para Servidor de Aplicação... 6 Portabilidade

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 12.1.5

Portabilidade da Linha RM Versão 12.1.5 Portabilidade da Linha RM Versão 12.1.5 19/06/2015 1. Sumário INTRODUÇÃO... 2 1. PORTABILIDADE PARA SERVIDOR DE BANCO DE DADOS... 3 2. NIVEIS DE COMPATIBILIDADE ENTRE BANCOS DE DADOS... 5 4. PORTABILIDADE

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Varuna Tecnologia Ltda. Av. Antônio Olímpio de Morais, 545 - Sala 1305. Centro. Divinópolis, MG. suporte@varuna.com.br 37

Leia mais

Manual da Petição Eletrônica Intercorrente

Manual da Petição Eletrônica Intercorrente TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento Manual da Petição Eletrônica Intercorrente TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Leia mais

CSI IT Solutions. Facilidade de uso

CSI IT Solutions. Facilidade de uso CSI IT Solutions WebReport2 Gestão de Ambiente de Impressão O CSI WebReport dá aos gestores de TI o poder de uma gestão integral através do acesso fácil às informações gerenciais de impressões. O sistema

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-server Versão: 4.5 Versão do Doc.: 1.0 Autor: César Dehmer Trevisol Data: 13/12/2010 Aplica-se à: Clientes e Revendas Alterado por: Release Note: Detalhamento de Alteração

Leia mais

Requisitos técnicos dos produtos Thema

Requisitos técnicos dos produtos Thema Requisitos técnicos dos produtos Thema 1 Sumário 2 Apresentação...3 3 Servidor de banco de dados Oracle...4 4 Servidor de aplicação Linux...4 5 Servidor de terminal service para acessos...4 6 Servidor

Leia mais

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL CSI IT Solutions 2.5 solução CSI PrintManager G e s t ã o d e A m b i e n t e d e I m p r e s s ã o O CSI dá aos gestores de TI o poder de uma gestão integral através do acesso fácil às informações gerenciais

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2015 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Fevereiro de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Guia Rápido do PJe Para Advogados Porto Alegre 2015 SUMÁRIO Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Cadastramento no sistema... 3 Visão geral

Leia mais

O Desenvolvimento do Web Site é um processo em separado podendo ser negociado em conjunto com o Sistema de Gerenciamento de Imóveis.

O Desenvolvimento do Web Site é um processo em separado podendo ser negociado em conjunto com o Sistema de Gerenciamento de Imóveis. Objetivo do Sistema: Permite gerenciar os Imóveis da Imobiliária para Locação de Temporada e para Venda, e está 100% integrado ao desenvolvimento do Web Site da Empresa caso ainda não possua. O Desenvolvimento

Leia mais

Guia Rápido do PJe Para Advogados

Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

SUMÁRIO. Descrição Sucinta do Sistema - 2 -

SUMÁRIO. Descrição Sucinta do Sistema - 2 - Descrição Sucinta do Sistema - 2 - SUMÁRIO DESCRIÇÃO SUCINTA DO SISTEMA SCAP Standard... 3 ::: O que é o Sistema SCAP Standard... 3 ::: Características Gerais... 3 ::: Outras Funcionalidades... 3 ::: Descrição

Leia mais

Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais

Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais MANUAL DO USUÁRIO BITÁVEL GERENCIADOR ONLINE DE NEWSLETTERS (GOLNEWS) Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais Versão 1.0 1 Índice

Leia mais

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6 Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos Add-on responsável pela integração do SAP Business One com o setor comercial através da internet.

Leia mais

TRAMITE Manual do usuário

TRAMITE Manual do usuário TRAMITE Manual do usuário Este documento refere-se à utilização do Sistema Tramitação dos Processos Índice 1) Requisitos mínimos para utilização...4 2) Identificação do Usuário...4 3) Objetivo...5 4) Tabelas

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE NOTE, também conhecido como NEXNOTE, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas sob a plataforma

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento DICAD Divisão de Suporte Técnico de Gestão SEPOR Serviço de

Leia mais

Jan.2012. Características Gerais do Sistema:

Jan.2012. Características Gerais do Sistema: Jan.2012 Características Gerais do Sistema: O Software Global Cartórios traz um conceito novo em uma plataforma inovadora que reúne todas as especialidades em um único sistema. O Global Cartórios é um

Leia mais

Manual de Instalação, Configuração e Uso

Manual de Instalação, Configuração e Uso Manual de Instalação, Configuração e Uso Este Manual destina-se ao usuário do sistema Smart Manager. É proibida a duplicação ou reprodução, no todo ou em parte, sob quaisquer formas ou qualquer meio, sem

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual Técnico Instalação do Sistema Vixen Ponto de Venda Point Of Sale

Manual Técnico Instalação do Sistema Vixen Ponto de Venda Point Of Sale Manual Técnico Instalação do Sistema Vixen Ponto de Venda Point Of Sale www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido,

Leia mais

Introdução ao. Linux do MEC

Introdução ao. Linux do MEC Introdução ao Linux do MEC Abril/2006 ÍNDICE Software Livre 3 Linux do MEC 4 Inicializando e finalizando o sistema 5 Área de trabalho 6 Operações com arquivos 7 Administração do ambiente 9 Navegador Internet

Leia mais

jfisc al Versão 3.0 - Fevereiro/2015

jfisc al Versão 3.0 - Fevereiro/2015 jfiscal Versão 3.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFISCAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfiscal... 3 3 ADQUIRIR UMA LICENÇA DO

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS BioGer Server e BioGer Client ÍNDICE A) OBJETIVO...3 B) MODELOS...3 C) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS...5 D) CARACTERÍSTICAS OPERACIONAIS...5 D.1) Características Operacionais

Leia mais

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2 Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.4.2 2006-2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedido por escrito, nenhuma licença é

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Servidor de OpenLAB Data Store A.02.01 Lista de Preparação do Local. Objetivo do Procedimento. Responsabilidades do cliente

Servidor de OpenLAB Data Store A.02.01 Lista de Preparação do Local. Objetivo do Procedimento. Responsabilidades do cliente Servidor Lista de Preparação de OpenLAB do Data Local Store A.02.01 Objetivo do Procedimento Assegurar que a instalação do Servidor de OpenLAB Data Store pode ser concluída com sucesso por meio de preparação

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48 1.1 Roteiro para Instalação do Software 1.1.1 Servidor 1.1.1.1 Requisitos de Hardware Servidor de pequeno porte Servidor dedicado: Processador: 500Mhz Memória RAM: 256MB Hard Disk: 20 ou 40GB (7.500rpm)

Leia mais

O Sistema mais completo. de Captura e GED. do Mercado. MegaGED

O Sistema mais completo. de Captura e GED. do Mercado. MegaGED O Sistema mais completo de Captura e GED do Mercado AutoStore O AutoStore é um software de captura e distribuição de documentos (Texto, Imagens e Arquivos Eletrônicos) Com o AutoStore é possível automatizar

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA MANUAL INTERNET ÍNDICE Sistema Integrado de Administração da Receita 1 INTRODUÇÃO GERAL... 4 2 INTRODUÇÃO AO... 4 2.1 OBJETIVOS... 4 2.2 BENEFÍCIOS... 4 2.3

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Especificação do KAPP-PPCP

Especificação do KAPP-PPCP Especificação do KAPP-PPCP 1. ESTRUTURA DO SISTEMA... 4 1.1. Concepção... 4 2. FUNCIONALIDADE E MODO DE OPERAÇÃO... 5 3. TECNOLOGIA... 7 4. INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO DE OUTROS SISTEMAS... 8 5. TELAS E RELATÓRIOS

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Data Responsável Versão Doc. Observação 23/11/2012 Camilo Ribeiro da Silva 2 Revisão Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade

Leia mais

Manual do Sistema de Ressarcimento Eletrônico ao SUS Perfis Representante Legal e Gestão de Contas

Manual do Sistema de Ressarcimento Eletrônico ao SUS Perfis Representante Legal e Gestão de Contas 19 Manual do Sistema de Ressarcimento Eletrônico ao SUS Perfis Representante Legal e Gestão de Contas Versão 1.1 Atualizado em 19/01/2010 Manual do Sistema de Ressarcimento Eletrônico ao SUS - Perfis Representante

Leia mais

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013 Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5 Guia de gerenciamento de ativos Julho de 2013 2004-2013 Dell, Inc. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reprodução deste material

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

A Empresa. Alguns Clientes que já utilizam nossa tecnologia.

A Empresa. Alguns Clientes que já utilizam nossa tecnologia. A Empresa A GDDoc é uma empresa especializada na gestão de documentos digitais e arquivos, auxilia as empresas a administrar através da tecnologia o uso de papel, para alcançar estes objetivos fazemos

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3

1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3 2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3 2.1. OBJETIVO DOS SERVIÇOS DE CUSTOMIZAÇÕES 3 2.2. NÃO SE COMPREENDE COMO SERVIÇOS DE CUSTOMIZAÇÕES 3 2.3. RESPONSABILIDADE SOBRE ARTEFATOS

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO SISGED - SISTEMA DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 04/2011 1.0 Primeira versão. Priscila Drielle Sumário

Leia mais

INSTALAÇÃO E USO DO ASSINADOR LIVRE. Índice:

INSTALAÇÃO E USO DO ASSINADOR LIVRE. Índice: Proposto por: Marcos Stallone Santos / Karla Ferreira Moreira Analisado por: Aprovado por: Índice: 1 - O Assinador Livre:...2 2 - Pré-requisitos para instalação:...2 3 - Download e Instalação do Assinador

Leia mais

DeltaV Logbooks. Benefícios. Introdução. Minimize riscos associados às mudanças de turnos. Documente eletrônicamente eventos, observações e notas.

DeltaV Logbooks. Benefícios. Introdução. Minimize riscos associados às mudanças de turnos. Documente eletrônicamente eventos, observações e notas. Sistema Digital de Controle Distribuido DeltaV Especificação do produto DeltaV Logbooks Minimize riscos associados às mudanças de turnos. Documente eletrônicamente eventos, observações e notas. Melhore

Leia mais

NFS-e AGL Versão X.X.0.26

NFS-e AGL Versão X.X.0.26 NFS-e AGL Versão X.X.0.26 Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos Add-on responsável pela integração do SAP Business One e diversas prefeituras para emissão de notas fiscais de serviços

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

PLANO DO PROJETO. TÍTULO: Novos sites Grupo Promon e Promon Engenharia. GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani

PLANO DO PROJETO. TÍTULO: Novos sites Grupo Promon e Promon Engenharia. GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani PLANO DO PROJETO TÍTULO: GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Revisão Data Descrição das alterações Autor/Editor i V1R0 23/01/2012 Versão inicial RESPONSÁVEL PELO DOCUMENTO Nome

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

SICAP LO Sistema Integrado de Controle e Auditorias Públicas Licitação / Obras Públicas

SICAP LO Sistema Integrado de Controle e Auditorias Públicas Licitação / Obras Públicas Tribunal de Contas do Estado do Tocantins SICAP LO Sistema Integrado de Controle e Auditorias Públicas Licitação / Obras Públicas MANUAL DO SISTEMA VERSÃO 2.0 JUNHO/2012 CONTEÚDO MENSAGEM DO PRESIDENTE...

Leia mais

Manual do Usuário GEFRE

Manual do Usuário GEFRE Manual do Usuário GEFRE Gestão de Frequência - Versão 1.2 Março, 2015 Página 1 de 84 Sumário Sumário... 2 Objetivo deste Manual do Usuário... 5 1. Instalação do GEFRE... 7 1.1. Configuração Mínima Recomendada...

Leia mais

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0 Documento de Visão Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto Versão 1.0 HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 23/10/2010 #1 Elaboração do documento. Eduardo Neto Versão 1.0 Documento de Visão A2ME

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento DICAD Divisão de Suporte Técnico de Gestão SEPOR Serviço de

Leia mais

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam.

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam. 1 - APRESENTAÇÃO Este descritivo tem como objetivo, apresentar o Sistema de Identificação de Visitantes enfocando suas funcionalidades e condições técnicas necessárias de implantação. Vantagens do Sistema

Leia mais

LobbyWorks. Visitor Management Suite, Versão 4.1. Premier Edition. Express Edition. Recursos

LobbyWorks. Visitor Management Suite, Versão 4.1. Premier Edition. Express Edition. Recursos O LobbyWorks Visitor Management Suite aprimora o seu investimento em controle de acesso e segurança de perímetro fornecendo uma maneira simples e eficiente de cadastrar, emitir crachá e rastrear visitantes.

Leia mais

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0 Conteúdo do Manual. Introdução. Capítulo Requisitos. Capítulo Instalação 4. Capítulo Configuração 5. Capítulo 4 Cadastro de Devolução 6. Capítulo 5 Relatório 7. Capítulo 6 Backup 8. Capítulo 7 Atualização

Leia mais

Como Configurar Tabelas Básicas do OASIS (Informações Básicas)

Como Configurar Tabelas Básicas do OASIS (Informações Básicas) Como Configurar Tabelas Básicas do OASIS (Informações Básicas) O OASIS foi desenvolvido de forma parametrizada para poder atender às diversas particularidades de cada usuário. No OASIS também, foi estabelecido

Leia mais

Outlook XML Reader Versão 8.0.0. Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia

Outlook XML Reader Versão 8.0.0. Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia Outlook XML Reader Versão 8.0.0 Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia Add-in para o Outlook 2003, 2007 e 2010 responsável pela validação e armazenamento de notas fiscais eletrônicas. Atenção,

Leia mais

GPEC FORMA Formação & Aperfeiçoamento www.gpecforma.com.br PRO JURÍDICO XE WEB SOFTWARE WEB PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

GPEC FORMA Formação & Aperfeiçoamento www.gpecforma.com.br PRO JURÍDICO XE WEB SOFTWARE WEB PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA GPEC FORMA Formação & Aperfeiçoamento www.gpecforma.com.br PRO JURÍDICO XE WEB SOFTWARE WEB PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA PRO JURÍDICO XE WEB Todo escritório de advocacia, de pequeno a grande porte necessita

Leia mais

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 Natal, Maio de 2013 Sumário 1. O que é o SIAI DP... 3 2. Requisitos mínimos de instalação... 4 2. Como instalar o SIAI DP Módulo Coleta... 4 3. Acessando o SIAI DP... 8

Leia mais

UNLOCK SISTEMAS Há 23 anos desenvolvendo soluções criativas.

UNLOCK SISTEMAS Há 23 anos desenvolvendo soluções criativas. UNLOCK SISTEMAS Há 23 anos desenvolvendo soluções criativas. GESTOR CLÍNICAS GESTOR CLÍNICAS 1. OBJETIVO Apoiar a gerência da clínica permitindo o registro e consulta de todas as operações realizadas.

Leia mais

Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas

Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas Senado Federal rede RVBI Sistema Integrado de Bibliotecas Sr. Constantin Metaxa Kladis Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas Sistema SOPHIA São José dos Campos, 12 de agosto de

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

SED 2.0. Guia Rápido. Instalando e Utilizando o Sistema Eletrônico de Documentos MODO CLÁSSICO. Nesta Edição

SED 2.0. Guia Rápido. Instalando e Utilizando o Sistema Eletrônico de Documentos MODO CLÁSSICO. Nesta Edição SED 2.0 Guia Rápido Instalando e Utilizando o Sistema Eletrônico de Documentos MODO CLÁSSICO Nesta Edição 1 Instalando o SED 2.0 2 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 3 Primeiro Acesso ao Sistema

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

A melhor ferramenta para criar e gerenciar Nota Fiscal Eletrônica

A melhor ferramenta para criar e gerenciar Nota Fiscal Eletrônica A melhor ferramenta para criar e gerenciar Nota Fiscal Eletrônica Gestor NFe Características Tecnologia Diferenciais Como Instalar e Licenciar Custos Contatos Características O objetivo do Gestor NFe é

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

*HUPRQGR±0DQXDOGR8VXiULR

*HUPRQGR±0DQXDOGR8VXiULR 1 of 23 *HUPRQGR±0DQXDOGR8VXiULR O manual do usuário tem como objetivo, detalhar o funcionamento do Sistema de Gerenciamento e Monitoramento On-Line de Obras, de forma clara para seus usuários. Clique

Leia mais

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC.

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC. Código: MAP-DITEC-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Sistemas Aprovado por: Diretoria de Tecnologia da Informação 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento

Leia mais

Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Versão 1.0, 30/11/2009

Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Versão 1.0, 30/11/2009 Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco Versão 1.0, 30/11/2009 Sumário Objetivo Introdução Características do SACR Organização Questões Funcionais Infraestrutura

Leia mais

Instalação Titulo Titulo

Instalação Titulo Titulo Instalação Titulo Titulo Índice 1. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO SAGE START.... 1 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. Instalação Sage Start... 2 Acessando o Sage Start Comercial, Estoque e Financeiro... 6 Acessando

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

OPERAÇÃO NF-E MASTERSAF DF-E

OPERAÇÃO NF-E MASTERSAF DF-E MASTERSAF DF-E ÍNDICE Fluxo NF-e SEFAZ... 1 Fluxo do NF-e Mastersaf... 1 Emissão de NF-e...2 Ícones do Produto...5 Atualização do Licenciamento...5 Painéis de Consulta...6 Ordenação dos Grids... 6 Visualizar

Leia mais

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center

Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Guia do Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.2 PDF-SERVER5-B-Rev1_PT 2006 2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que expressamente concedida por escrito, nenhuma

Leia mais

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática Gerência de Recursos Humanos GRH/PRAD/UFMS Manual do Sistema de RMO Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de RMO Registro Mensal

Leia mais

COLABORAÇÃO, CRM, GERÊNCIA DA PRODUÇÃO, PROJETOS, SERVIÇOS, OBRAS E VENDAS VIA INTERNET

COLABORAÇÃO, CRM, GERÊNCIA DA PRODUÇÃO, PROJETOS, SERVIÇOS, OBRAS E VENDAS VIA INTERNET MANUAL DO USUÁRIO BITÁVEL GERENCIADOR ONLINE (GOL) Software Web para: COLABORAÇÃO, CRM, GERÊNCIA DA PRODUÇÃO, PROJETOS, SERVIÇOS, OBRAS E VENDAS VIA INTERNET Versão 2.5.1 1 Índice de Conteúdo 1) LICENÇA

Leia mais

Número do Recibo:839779565447242

Número do Recibo:839779565447242 1 de 8 07/05/2014 15:29 Número do Recibo:839779565447242 Data de Preenchimento do Questionário: 07/05/2014. Comitête Gestor de Informática do Judiciário - Recibo de Preenchimento do Questionário: QUESTIONÁRIO

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

INFOGAB 3.0. Sistema de Automação de Gabinetes. Manual do Usuário V 2.1

INFOGAB 3.0. Sistema de Automação de Gabinetes. Manual do Usuário V 2.1 INFOGAB 3.0 Sistema de Automação de Gabinetes Manual do Usuário V 2.1 1. Descrição do Sistema O Sistema de Automação de Gabinetes da Câmara dos Deputados (Infogab) tem por finalidade apoiar as atividades

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual do Servidor (2º Grau) Versão 2.0 Diretoria da Tecnologia da Informação 1 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual

Leia mais

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Versão 1.0 Autores Bruna Cirqueira Mariane Dantas Milton Alves Robson Prioli Nova Odessa, 10 de Setembro de 2013 Sumário Apoio 1. Licença deste

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais