TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema"

Transcrição

1 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios

2 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor Julho/ Versão inicial do manual para a utilização dos órgãos de previdência. Abril/ Revisão do manual para contemplar algumas alterações em consultas: Inclusão do tópico Como Fazer Algumas Consultas de Protocolos Enviados; Carina Farias Lemos Nascimento Carina Farias Lemos Nascimento Manual do Processo Eletrônico 2/28

3 Sumário... 4 Conceitos Básicos... 4 Como Gerar um Protocolo Eletrônico... 6 Informações do Passo 1 Interessado Informações do Passo 2 - Protocolo Informações do Passo 3 Digitalização Informações do Passo 4 Confirmação Informações do Passo 5 Extrato Como Fazer Algumas Consultas de Protocolos Enviados Como Assinar Digitalmente um Documento Módulo Assinador TCE-Signer Pré-requisitos para a Utilização do TCE-Signer Como Fazer o Download do Tce-Signer Como Instalar o Tce-Signer Como Utilizar o Tce-Signer Manual do Processo Eletrônico 3/28

4 O Processo Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe foi instituído pela Resolução TC nº 284, de 17 de outubro de Trata-se de um sistema que tem como objetivo principal a tramitação eletrônica de um conjunto de arquivos digitais compostos de peças, documentos e atos processuais referentes, nesta primeira versão, aos processos de concessão de benefícios. A implantação do Processo Eletrônico do TCE SE representa um passo importante no processo de modernização e desenvolvimento institucional e tem como objetivos principais: Viabilizar maior celeridade na análise processual; Maior segurança do processo de análise; Evitar o extravio de autos dos processos; Possibilidade de padronização da análise: Melhor controle das rotinas, da análise e da produtividade dos técnicos; Economia de insumos e impacto ambiental: Papel, cartuchos de impressão, etc.; Prover uma maior disponibilidade de informações para a tomada de decisões e maior transparência aos órgãos jurisdicionados e à sociedade. Conceitos Básicos I - portal do TCE SE: portal eletrônico de serviços do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe; II - processo eletrônico: conjunto de arquivos eletrônicos compostos de peças, documentos e atos processuais que tramitam por meio eletrônico, desde a sua constituição até a conclusão; III - transmissão eletrônica: é toda forma de comunicação à distância com a utilização de redes de comunicação, preferencialmente a rede mundial de computadores, internet; IV - certificado digital: arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição e um par de chaves criptográficas utilizado para comprovar identidade em ambiente computacional; V - mídia de armazenamento do certificado digital: dispositivo portátil que armazena certificados digitais, utilizados para efetivar a assinatura digital; VI - assinatura eletrônica: registro realizado, eletronicamente, por usuário identificado de forma inequívoca, utilizando certificado digital; VII - ICP-Brasil: Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira que, através de um Comitê Gestor, estabelece políticas, critérios e normas para as entidades que emitem certificados digitais no meio digital brasileiro; Manual do Processo Eletrônico 4/28

5 VIII - Portable Document Format - PDF: é um padrão de arquivo aberto para representar documentos de maneira independente do aplicativo, do hardware e do sistema operacional usados para criá-lo; IX - administrador do sistema: unidade administrativa responsável pela gestão da tecnologia da informação no TCE SE; X - meio eletrônico: qualquer forma de armazenamento ou tráfego de documentos e arquivos digitais. Manual do Processo Eletrônico 5/28

6 Como Gerar um Protocolo Eletrônico Acesse o sítio do Tribunal (www.tce.se.gov.br) e clique na opção Processo Eletrônico, no canto superior, à direita. Será exibida a página do Processo Eletrônico do TCESE. Clicar no link Clique Aqui para acessar o Protocolo Virtual. Manual do Processo Eletrônico 6/28

7 Será exibida a tela de Login do Protocolo Virtual. Informe o Login e a Senha que foram gerados pelo Tribunal. O Capítulo III da Resolução TC 284, trata do Cadastramento de Usuário para Envio de processos ao Tribunal de Contas. Manual do Processo Eletrônico 7/28

8 Ao clicar no botão será exibida a tela inicial do sistema: Ao clicar no botão Novo, será exibida a tela onde é feito o cadastro do protocolo. A Geração de um novo protocolo, no sistema de Protocolo Eletrônico do TCE SE, é realizada em 5 (cinco) passos distintos, identificados na figura abaixo: Manual do Processo Eletrônico 8/28

9 À medida que as informações necessárias para a geração de um protocolo eletrônico são preenchidas, a figura referente ao número do passo completado será exibida na cor verde. 1 - Interessado Neste passo, serão cadastrados os interessados do processo, que poderão ser de 2 (dois) tipos: a) Interessado/Órgão o usuário representante do órgão previdenciário que irá remeter o processo ao Tribunal de Contas. b) Beneficiário o servidor do estado ou do município que irá receber o benefício; Para cada protocolo, deve haver: 1. No mínimo, 1 (um) usuário do tipo Beneficiário; 2. A inclusão do usuário representante do órgão e que foi cadastrado no Tribunal como sendo do tipo Interessado/órgão; Manual do Processo Eletrônico 9/28

10 Apenas os usuários, informados como representantes dos órgãos, que possuem o cadastro no Tribunal de Contas terão acesso ao sistema para o envio de processos ao Tribunal de Contas. Os demais Interessados, independente do tipo, acompanharão o andamento do processo através do módulo de consulta de Processo/Protocolo, atualmente disponível em https://www.tce.se.gov.br/consultas/consprocesso.aspx. 2 Protocolo Passo onde serão lançadas as informações do protocolo/processo. 3 Digitalização Passo onde será incluído o arquivo digitalizado com as informações do processo. 4 Confirmação Passo para a confirmação das informações lançadas para a geração do protocolo. 5 Extrato Passo onde poderá ser impresso o comprovante do protocolo que foi gerado no Tribunal de Contas. O protocolo possui os seguintes status: 1. Pendente de Análise Status que é adquirido no momento em que o órgão de previdência gera e encaminha o protocolo ao Tribunal de Contas, através do sistema de Protocolo Eletrônico. 2. Pré-Aprovado Status que é adquirido na Instrução Inicial, quando o Setor de Protocolo do Tribunal valida a documentação enviada eletronicamente e aceita a solicitação de protocolo do órgão. 3. Aprovado Status que é adquirido na Autuação, quando a Assessoria Processual do Tribunal de Contas valida a documentação enviada eletronicamente e aceita a solicitação de protocolo do órgão. 4. Arquivado por Inconsistência Status que é adquirido quando o Tribunal de Contas identifica alguma pendência na documentação eletrônica enviada pelo órgão. O protocolo não é gerado efetivamente no Tribunal de Contas. Manual do Processo Eletrônico 10/28

11 Informações do Passo 1 Interessado Caso seja o primeiro acesso do usuário no sistema, os campos CPF e o Nome já virão preenchidos. Será necessário o preenchimento dos demais campos assim ficando registrados os respectivos dados, onde no próximo login, tais informações já serão completadas automaticamente. O usuário deverá preencher as informações solicitadas, obedecendo à regra de obrigatoriedade (o sinal * indica o campo obrigatório): CPF para os usuários que já possuem o cadastro no Tribunal o campo CPF virá preenchido. Caso contrário, deverá ser informado o CPF do Interessado, digitando apenas números; Nome informar o nome do Interessado; Endereço informar o endereço do Interessado; Complemento informar o complemento do endereço do Interessado, caso seja necessário utilizar este campo; Bairro informar o bairro do Interessado; Cidade/UF informar a cidade/uf do Interessado; CEP informar o CEP do Interessado; Tel. Residencial informar o número do telefone residencial do Interessado; Celular informar o número do telefone celular do Interessado; informar o do Interessado; Tipo: a) Beneficiário o servidor do estado ou do município que irá receber o benefício; b) Interessado/Órgão o usuário representante do órgão previdenciário que irá remeter o processo ao Tribunal de Contas. Para cada protocolo deverá existir, no mínimo, 1 (um) usuário do tipo Beneficiário e, poderá haver mais de um usuário do tipo Interessado/Órgão cadastrado para cada protocolo. Publicação Diário: Campo obrigatório para o Interessado do tipo Beneficiário, referente à data que foi publicada a concessão do benefício no diário oficial; Ordenador: Esse campo só deve ser marcado para o usuário que for o representante oficial do órgão. O ordenador de despesas do órgão. Após serem digitadas todas as informações, clicar no botão Incluir. Manual do Processo Eletrônico 11/28

12 O Interessado será exibido conforme a tela abaixo: Manual do Processo Eletrônico 12/28

13 Caso o Interessado seja do tipo Beneficiário, será necessária a informação da data de Publicação no Diário, conforme exibido na tela abaixo: Para alterar ou excluir um Interessado, o usuário deverá clicar nos ícones existentes no canto direito da linha referente a cada interessado. Quando todos os interessados estiverem cadastrados, clicar no botão Avançar, seguindo ao passo 2 Protocolo. Manual do Processo Eletrônico 13/28

14 Informações do Passo 2 - Protocolo Neste passo, serão lançadas as informações do Protocolo: Tipo: Escolher a opção Processo Eletrônico; Origem: Nesta combo será listado o órgão ao qual o usuário estiver associado; Assunto: Nesta combo serão listados todos os assuntos possíveis de serem associados a processos de concessão de benefícios; Descrição: Campo de texto livre para que o usuário coloque uma descrição sucinta sobre o protocolo. O sistema fará uma sugestão com base nos campos selecionados, mas o usuário poderá fazer as alterações necessárias. Quando todos os campos estiverem preenchidos, clicar no botão Avançar, seguindo ao passo 3 Digitalização. Manual do Processo Eletrônico 14/28

15 Informações do Passo 3 Digitalização Neste passo, será inserido o arquivo do processo digitalizado e assinado com certificado digital, vinculado à ICP-BRASIL. O processo de assinatura digital do documento será realizado através do módulo TCE-Signer. Clicar no botão Procurar, para selecionar o arquivo já assinado no módulo TCE-Signer. Em seguida, com o arquivo já selecionado, clicar no botão Incluir. Manual do Processo Eletrônico 15/28

16 Quando o arquivo já estiver incluído, clicar no botão Avançar, seguindo ao passo 4 Confirmação. Manual do Processo Eletrônico 16/28

17 Informações do Passo 4 Confirmação Neste passo, deverão ser confirmadas as informações do protocolo. Validar as informações listadas e clicar no botão Confirmar. Ao ser exibida a mensagem de confirmação, clicar no botão OK. Manual do Processo Eletrônico 17/28

18 Informações do Passo 5 Extrato Neste passo, serão exibidas as informações do protocolo que foi gerado. Ao clicar no botão Imprimir, será gerado um relatório: Manual do Processo Eletrônico 18/28

19 Como Fazer Algumas Consultas de Protocolos Enviados A aplicação permite que sejam feitas algumas consultas gerenciais para o acompanhamento do que já foi enviado ao TCE/SE. A seguir serão listadas as possibilidades de filtros de pesquisa. Para consultar os protocolos virtuais de um determinado interessado (do tipo órgão ou beneficiário), que já tenham sido enviados ao Tribunal de Contas, a fim de que sejam identificadas tanto possíveis duplicidades no envio de protocolos como também sejam visualizadas estatísticas de envio por funcionário do órgão, é necessário executar os seguintes passos: 1. Na tela inicial da aplicação, informe no campo CPF Interessado (1): a. O CPF do beneficiário: i. Caso esteja querendo consultar o que já foi enviado de protocolo virtual para um determinado beneficiário; b. O CPF do funcionário do órgão de previdência que foi responsável pelo envio: i. Caso esteja querendo consultar as estatísticas de cada responsável pelo envio ao TCE/SE; 2. Informe uma data inicial e final no campo Período (2): i. Caso esteja querendo pesquisar em um período específico. Caso contrário, deixe o campo em branco 3. Escolha uma opção no campo Status Aprovação (3): i. Caso esteja querendo procurar um beneficiário com uma situação específica de protocolo. A opção Todos, lista os protocolos independente do status em que o mesmo esteja; 4. Clique no botão Pesquisar (4); Nessa tela, todos os filtros podem ser usados individualmente para uma pesquisa específica: 1. Caso queira pesquisar um protocolo específico, é só informar o Ano/Nº Protocolo e clicar em Pesquisar; 2. Caso queira pesquisar um protocolo através do seu Nº Documento, é só informar o valor no campo e clicar em Pesquisar; 3. Caso queira pesquisar pela descrição do protocolo nesse campo pode até ser fornecido o nome do beneficiário que será feita a pesquisa. Informe um texto no campo Descrição e clique em Pesquisar; 4. Caso queira uma visão geral de todos os protocolos enviados por status, independente do interessado, é só escolher uma das opções de Status Aprovação e clicar em Pesquisar. Manual do Processo Eletrônico 19/28

20 Como Assinar Digitalmente um Documento Módulo Assinador TCE-Signer O Tribunal de Contas de Sergipe desenvolveu o módulo TCE-Signer para viabilizar, de forma bastante simplificada, a inclusão de uma assinatura digital em documentos que serão encaminhados ao Tribunal, através do Módulo de Protocolo Eletrônico. Para a utilização do aplicativo é necessário que os documentos sejam digitalizados e em seguida sejam salvos no formato PDF. Somente arquivos com a extensão.pdf poderão ser assinados eletronicamente, independente de onde foi gerado o documento(scaneado, digitado em algum editor de texto, etc.). Além disso, é imprescindível que o usuário possua um certificado digital no padrão ICP Brasil, disponibilizado por algum órgão certificador autorizado. Manual do Processo Eletrônico 20/28

21 Pré-requisitos para a Utilização do TCE-Signer Pré-requisitos de instalação do aplicativo Windows 7 (ou superior) Dot NET Framework 4.0 (ou superior) Microsoft Installer 3.1 (ou superior) Pré-requisitos para uso do aplicativo Possuir um usuário cadastrado Conversor de documentos para o formato PDF O usuário deve ser solicitado, conforme previsto no capítulo III da Resolução TC 284. Pode ser utilizado qualquer programa para conversão de documentos para o formato PDF; O certificado para assinatura digital de Possuir Assinatura Digital padrão ICP Brasil (formato A1 ou A3); documentos deve ser adquirido pelo usuário através de uma Autoridade de Certificação (AC) vinculada a ICP Brasil. Exemplos de ACs vinculadas habilitadas: SRF (Secretaria da Receita Federal), Serasa, Certisign, Segrase. Visualizador de arquivos PDF Acrobat Reader ou similar O fornecedor do Certificado Digital deve indicar o Driver do Certificado que deve ser feito na máquina para que o token/mídia possa ser utilizado. Como Fazer o Download do Tce-Signer Acesse o sitio do TCE SE (www.tce.se.gov.br) e em seguida, clique em Processo Eletrônico. Manual do Processo Eletrônico 21/28

22 Será exibida a página do Processo Eletrônico. Clique no link de Download. Manual do Processo Eletrônico 22/28

23 Será exibida a página para os downloads do aplicativo TCE-Signer e do Manual do Processo Eletrônico. Manual do Processo Eletrônico 23/28

24 Como Instalar o Tce-Signer Após fazer o download do instalador, em uma pasta de sua preferência, descompactar o arquivo assinadoreletronicodownload.zip e executar o setup.exe. Clicar no botão Next. Será exibida uma tela com algumas informações de instalação. Clicar no botão Install. Manual do Processo Eletrônico 24/28

25 Caso a máquina não possua todos os pré-requisitos, durante a instalação, o instalador indicará o(s) site(s) para que sejam feitos os downloads necessários. Para tanto, é preciso que a máquina esteja conectada à Internet. Se todos os pré-requisitos estiverem ok, o instalador concluirá a instalação e exibirá a tela abaixo. Clicar no botão Finish. Como Utilizar o Tce-Signer Após o processo de instalação, será criado um ícone na área de trabalho: Para abrir, basta dar um duplo clique no ícone e será exibida a tela inicial do programa. Para selecionar o arquivo que será assinado, clicar no botão Incluir. Manual do Processo Eletrônico 25/28

26 Será exibida a tela de seleção de arquivos do Windows, para que seja informada a localização do arquivo PDF que será assinado. Selecionar o arquivo e clicar no botão Abrir. Manual do Processo Eletrônico 26/28

27 Será exibida a tela já com o arquivo selecionado. Para assinar o documento, clicar no botão Assinar. Nesse momento, o token ou mídia de certificado eletrônico deve estar conectado na máquina, para que seja exibido na lista de Certificados Instalados no Windows. Para que um certificado seja listado, deve ter sido instalado o driver fornecido pela entidade que disponibilizou o certificado (Segrase, Certisign, etc). Selecione o certificado e clique no botão Ok. Será solicitada a senha do certificado digital. Manual do Processo Eletrônico 27/28

28 O programa fará uma validação do Certificado que foi selecionado e, caso esteja tudo ok, será realizada a assinatura do documento. Será exibida a seguinte mensagem de validação: Concluída a assinatura, será gerado, na mesma pasta do arquivo.pdf selecionado para assinar, um arquivo assinado, com o ícone alterado e com a extensão.p7s e, conforme exibido na tela abaixo: Caso queira visualizar o arquivo assinado, basta dar um duplo clique que ele será aberto no visualizador do próprio aplicativo TCE-Signer. Manual do Processo Eletrônico 28/28

Manual de instalação e utilização do Assinador Livre

Manual de instalação e utilização do Assinador Livre TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento Manual de instalação e utilização do Assinador Livre TRIBUNAL

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento DICAD Divisão de Suporte Técnico de Gestão SEPOR Serviço de

Leia mais

Manual da Petição Eletrônica Intercorrente

Manual da Petição Eletrônica Intercorrente TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento Manual da Petição Eletrônica Intercorrente TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento DICAD Divisão de Suporte Técnico de Gestão SEPOR Serviço de

Leia mais

INSTALAÇÃO E USO DO ASSINADOR LIVRE. Índice:

INSTALAÇÃO E USO DO ASSINADOR LIVRE. Índice: Proposto por: Marcos Stallone Santos / Karla Ferreira Moreira Analisado por: Aprovado por: Índice: 1 - O Assinador Livre:...2 2 - Pré-requisitos para instalação:...2 3 - Download e Instalação do Assinador

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC- Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DERUS- Departamento de Relacionamento com o

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC- Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DERUS- Departamento de Relacionamento com o DERUS- Departamento de Relacionamento com o Usuário DERUS- Departamento de Relacionamento com o Usuário Sumário: Gerando um arquivo PDF 3 Como assinar digitalmente um documento PDF 17 O Assinador Livre

Leia mais

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 Natal, Maio de 2013 Sumário 1. O que é o SIAI DP... 3 2. Requisitos mínimos de instalação... 4 2. Como instalar o SIAI DP Módulo Coleta... 4 3. Acessando o SIAI DP... 8

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Fevereiro de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar

MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS ANS Agência Nacional de Saúde Suplementar MANUAL DO PERSUS - OPERADORAS MÓDULO DE GESTÃO DE CONTAS Índice 1. INTRODUÇÃO...5 2. MÓDULO DE GESTÃO DE

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Roraima. AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Roraima. AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos 1 SUMÁRIO 1. Definições 3 1.1 Apresentação 3 1.2 Disposição do Sistema 3 2. Acessando o Sistema 4 2.1 Procedimento para regularizar o primeiro acesso 4 2.2 Procedimento

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC- Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DERUS- Departamento de Relacionamento com o

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC- Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DERUS- Departamento de Relacionamento com o DERUS- Departamento de Relacionamento com o Usuário MAN-DGTEC-PORTALSERV-v.4.0.2 22/10/2010 DERUS- Departamento de Relacionamento com o Usuário Sumário: Processo Eletrônico 3 Dúvidas Freqüentes 3 Definições

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

PEA. Portal Eletronico do Advogado www.pea.tjmt.jus.br. Setor de Qualidade de Software Tribunal de Justiça de Mato Grosso TJMT 14/08/2013

PEA. Portal Eletronico do Advogado www.pea.tjmt.jus.br. Setor de Qualidade de Software Tribunal de Justiça de Mato Grosso TJMT 14/08/2013 2013 PEA Portal Eletronico do Advogado www.pea.tjmt.jus.br Setor de Qualidade de Software Tribunal de Justiça de Mato Grosso TJMT 14/08/2013 1- Introdução 3 2- PEA PORTAL ELETRÔNICO DO ADVOGADO... 3 3-

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

Este documento contém esclarecimentos para as dúvidas mais frequentes sobre portal e-saj.

Este documento contém esclarecimentos para as dúvidas mais frequentes sobre portal e-saj. Este documento contém esclarecimentos para as dúvidas mais frequentes sobre portal e-saj. Para melhor navegar no documento, utilize o sumário a seguir ou, se desejar, habilite o sumário do Adobe Reader

Leia mais

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Manual de Utilização Perfil Beneficiário 1. 2. Objetivo do Manual... 2 Siglas e Abreviações... 2 3. Perfil do Usuário... 2 4. Descrição Geral do Sistema...

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2015 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Guia Rápido do PJe Para Advogados Porto Alegre 2015 SUMÁRIO Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Cadastramento no sistema... 3 Visão geral

Leia mais

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO. 06 4 PROTOCOLO PENDENTE. 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO.

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO. 06 4 PROTOCOLO PENDENTE. 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO. ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 04 2 ACESSO... 05 3 CONSULTA DE PROTOCOLO... 06 4 PROTOCOLO PENDENTE... 08 5 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO... 09 6 ANDAMENTO DE PROTOCOLO... 10 7 RELATÓRIOS, OFÍCIOS E ETIQUETAS...

Leia mais

Guia Rápido do PJe Para Advogados

Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

Sistema de Bilhetagem Eletrônica

Sistema de Bilhetagem Eletrônica GUIA DE REFERÊNCIA SIB Sistema de Bilhetagem Eletrônica Projeto Sistema de Bilhetagem Eletrônica Documento MR (17/Maio/2011) Tabela 1 Histórico das alterações no documento Data Versão Autor Descrição 09/11/2010

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA Versão 05/05/2015 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 03 VISUALIZANDO A SOLICITAÇÃO... 05 DEMONSTRATIVO DAS VAGAS... 06 DESISTÊNCIA DA REMOÇÃO... 08 IMPRIMIR PROTOCOLO...

Leia mais

Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste

Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste P á g i n a 1 Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste P á g i n a 2 INTRODUÇÃO I. Acessando o Sistema O Sistema de Cobrança Eletrônica para

Leia mais

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6.

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6. Sumário OBJETIVO... 2 1 ACESSANDO O SISTEMA... 3 2 - TELA PRINCIPAL (Painel de Controle)... 4 3 MÓDULO ETIQUETAS... 4 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS... 7 5 ANEXAR DOCUMENTOS... 15 6 MENU TRÂMITE... 18 6.1 RECEBER

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Acompanhamento e Fiscalização Concedente, Instituição Mandatária e Convenente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Acompanhamento e Fiscalização Concedente, Instituição Mandatária e Convenente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios - SICONV Acompanhamento e Fiscalização

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE IX Envio das Informações e documentos para o TCE VERSÃO 2015 Novembro

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Manual - Versão 1.2 1

Manual - Versão 1.2 1 Manual - Versão 1.2 1 2 Requisitos para emissão da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica - Sistema Gerenciador Gestor Prime - Sistema Transmissor - Uninfe Instalado automaticamente pelo Gestor. - Internet

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 ABERTURA DE PROTOCOLO. 06 4 CONSULTA DE PROTOCOLO. 08 5 PROTOCOLO PENDENTE. 10 6 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO.

ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO. 04 2 ACESSO. 05 3 ABERTURA DE PROTOCOLO. 06 4 CONSULTA DE PROTOCOLO. 08 5 PROTOCOLO PENDENTE. 10 6 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO. ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 04 2 ACESSO... 05 3 ABERTURA DE PROTOCOLO... 06 4 CONSULTA DE PROTOCOLO... 08 5 PROTOCOLO PENDENTE... 10 6 CONFIRMAÇÃO DE RECEBIMENTO... 11 7 ANDAMENTO DE PROTOCOLO... 12 8 RELATÓRIOS,

Leia mais

Gerenciador etoken Aladdin. Guia de Instalação

Gerenciador etoken Aladdin. Guia de Instalação Certificação Digital Guia de Instalação Guia CD-02 Público 1. Pré-requisitos para a instalação do dispositivo de certificação digital: Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário obedecer

Leia mais

e-ouv Passo-a-passo Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal Junho, 2015 Controladoria-Geral da União

e-ouv Passo-a-passo Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal Junho, 2015 Controladoria-Geral da União e-ouv Passo-a-passo Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal Junho, 2015 Sumário 1. Acesso ao sistema... 3 2. Funcionalidades do sistema... 5 3. Como tratar manifestações... 14 3.1 Detalhar...

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Manual do Utilizador. Portal dos Jurisdicionados Cadastro

Manual do Utilizador. Portal dos Jurisdicionados Cadastro Manual do Utilizador Portal dos Jurisdicionados Cadastro TCM/PA 2015 1. CONDIÇÕES DE ACESSO O acesso ao Portal dos Jurisidicionados Cadastro é feito, exclusivamente, com o uso de certificação digital,

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS COTAÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

MANUAL PARA ENTREGA DOS DOCUMENTOS NÃO-ESTRUTURADOS SISTEMA AUDESP

MANUAL PARA ENTREGA DOS DOCUMENTOS NÃO-ESTRUTURADOS SISTEMA AUDESP MANUAL PARA ENTREGA DOS DOCUMENTOS NÃO-ESTRUTURADOS SISTEMA AUDESP Índice Introdução Sistema AUDESP: Documentos Não Estruturados... 03 1.1 Coletor AUDESP : Download... 05 1.2 - Coletor AUDESP: Criação

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Tribunal Regional Federal da 1 a Região

Tribunal Regional Federal da 1 a Região Tribunal Regional Federal da 1 a Região Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais e-proc Manual do Usuário 1 1. Disposições Provisórias O Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais

Leia mais

Ambiente de Pagamentos

Ambiente de Pagamentos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃOTRIBUTÁRIA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES Ambiente de Pagamentos Manual do Contribuinte Versão 26/09/2011 Índice Analítico 1.

Leia mais

Guia Rápido do Usuário - Assinatura Digital

Guia Rápido do Usuário - Assinatura Digital Guia Rápido do Usuário - Assinatura Digital Objetivo O objetivo deste documento é orientar como o usuário deve usar a nova versão do Sistema de Assinatura Digital que permite a assinatura individual e/ou

Leia mais

Sistema de Protocolo. Manual do Usuário

Sistema de Protocolo. Manual do Usuário Sistema de Protocolo Manual do Usuário Atualizado em 05/06/2010 2 Apresentação Módulo Protocolo Está disponível de forma integrada com todos os órgãos para registrar e acompanhar, de modo atualizado e

Leia mais

Para envio de Termos de Contrato, Editais de Licitação e Atos de Pessoal TCM-GO SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA

Para envio de Termos de Contrato, Editais de Licitação e Atos de Pessoal TCM-GO SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA Para envio de Termos de Contrato, Editais de Licitação e Atos de Pessoal TCM-GO SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA :: Acesso Inicial ( p/ acessar o módulo de Envio e Cadastro) Clique no link Portal dos Jurisdicionados,

Leia mais

Megamídia ML Sistemas - VALID MANUAL DE ATUALIZAÇÃO CFC DIGITAL VERSÃO 10

Megamídia ML Sistemas - VALID MANUAL DE ATUALIZAÇÃO CFC DIGITAL VERSÃO 10 Megamídia ML Sistemas - VALID MANUAL DE ATUALIZAÇÃO CFC DIGITAL VERSÃO 10 Sumário PREPARAÇÃO PARA ATUALIZAÇÃO...03 DETALHES IMPORTANTES...03 ATUALIZAÇÃO UTIL_CFC...04 VERIFICANDO A VERSÃO DO UTIL_CFC...06

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/24 ÍNDICE Instruções

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER 1 Manual de Instruções Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER Sumário Apresentação:... 2 Exigência para funcionalidade do software:... 3 Instalação:... 4 Utilização... 5 Menu NFE/CTE XML... 7 XML

Leia mais

Faturamento Eletrônico - CASSEMS

Faturamento Eletrônico - CASSEMS 1 Conteúdo 1. Informações Iniciais... 3 1.1. Sobre o documento... 3 1.2. Organização deste Documento... 3 2. Orientações Básicas... 3 2.1. Sobre o Faturamento Digital... 3 3. Instalação do Sistema... 4

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Utilização do Certificado Tipo A3 Com Navegador Mozilla Firefox 35.0.1 1/17 Controle de Revisões Tabela 1: Controle de alterações do documento Nome do responsável Assunto/

Leia mais

Manual de Instalação do AP_Conta Windows

Manual de Instalação do AP_Conta Windows Manual de Instalação do AP_Conta Windows aplicativo off line para geração e envio de cobranças eletrônicas no padrão TISS CAPESESP ANS nº 324477 atualizado em 24/04/2012 AP_Conta Windows O AP_Conta Windows

Leia mais

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7) SafeSign Standard 3.0.77 (Para MAC OS 10.7) 2/23 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Hardware Homologado... 4 5 Instruções de Instalação... 5

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Procedimentos de Solicitação

Procedimentos de Solicitação Passo a Passo para obter Certificado Digital (CD) pela Caixa Econômica Federal Procedimentos de Solicitação Acesse o site da www.caixa.gov.br Clique em VOCÊ e no título Certificado Digital Clique em SOLICITE

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Procedimentos de Configuração no CalcExpress....2 Procedimentos de Configuração no Emissor de Nota Fiscal Eletrônica...3 Gerando Arquivo

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

O QUE É DOCUMENTO PARA O SIGA

O QUE É DOCUMENTO PARA O SIGA APRESENTAÇÃO O SIGA - Sistema Integrado de Gestão Administrativa é o sistema oficial de gestão documental do Poder Judiciário baiano que permite a criação, transferência, assinatura e demais atos de tramitação

Leia mais

Liberação de Versão. Versão 8. Pergamum

Liberação de Versão. Versão 8. Pergamum Liberação de Versão Versão 8 Pergamum Sumário! " # $%# & '( & ) * ) +, +, %% -*%.-*). * %%! " / 0 #$!! 12%)& % 3* 1 45(' * 6! &' 3 $% 7 $ $ Confidencial Pergamum, 2012 $( 89& $ $!!!! +7! " #! & $ Confidencial

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Guia CD-18 Público Índice 1. Emissão dos Certificados Digitais PRODERJ... 3 2. Documentos Necessários para Emissão dos Certificados... 3 3. Responsabilidades...

Leia mais

Gerenciador do Token PROTOKEN PRO. Guia de Instalação

Gerenciador do Token PROTOKEN PRO. Guia de Instalação Gerenciador do Token PROTOKEN PRO Guia de Instalação Certificação Digital Guia CD-05 Público 1. Pré-requisitos para a instalação do dispositivo de certificação digital: Token Protoken Pro Para que o processo

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Execução Cotação Eletrônica de Preços. Entidades Privadas sem Fins Lucrativos. Manual do Usuário

Portal dos Convênios SICONV. Execução Cotação Eletrônica de Preços. Entidades Privadas sem Fins Lucrativos. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Cotação Eletrônica de Preços

Leia mais

Controle Patrimonial WEB

Controle Patrimonial WEB Cccc Controle Patrimonial WEB Manual Unidade de Guarda Conteúdo 1. Acessar o Controle Patrimonial - Web... 4 1.1. Login... 4 1.2. Esquecer sua senha?... 5 2. Alterar a senha... 6 3. Cadastrar novo usuário...

Leia mais

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Clique aqui para começar Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Informações adicionais Você poderá navegar livremente na cartilha utilizando os botões localizados

Leia mais

Manual do REC. Sistema de Registro de Categorias

Manual do REC. Sistema de Registro de Categorias Manual do REC Sistema de Registro de Categorias (Usuário Externo) Atualizado em Dezembro/2013 Versão 2.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 6 2. FLUXO DO SISTEMA... 6 3. AUTENTICAÇÃO... 7 4. VINCULAR REPRESENTANTE/REPRESENTADO...

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE IX Envio das Informações e documentos para o TCE VERSÃO 2015 Fevereiro

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Manual. Sistema Registro Digital

Manual. Sistema Registro Digital Sistema Registro Digital Manual Sistema Registro Digital Elaborado pela GTI - JUCEMG À Junta Comercial do Estado Belo Horizonte, MG - Março de 2014 Sumário 1. Apresentação... 4 2. Primeiro passo: Acesso

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC

Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC A. Configurando a autoridade certificadora ICPEdu no Outlook Os certificados utilizados nos serviços de e-mail pop, imap e smtp da DAC foram

Leia mais

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7.

Obs: É necessário utilizar um computador com sistema operacional Windows 7. Instalando os Pré-Requisitos Os arquivos dos 'Pré-Requisitos' estão localizados na pasta Pré-Requisitos do CD HyTracks que você recebeu. Os arquivos também podem ser encontrados no servidor. (www.hytracks.com.br/pre-requisitos.zip).

Leia mais

Manual de orientações para a instalação do Java e envio da declaração utilizando a Certificação Digital

Manual de orientações para a instalação do Java e envio da declaração utilizando a Certificação Digital Manual de orientações para a instalação do Java e envio da declaração utilizando a Certificação Digital Pré - requisitos Utilizar como navegador padrão o Mozilla Firefox (Atualizado); O driver do Certificado

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI 1. O que é o PROJUDI? Novo Guia de uso rápido do PROJUDI O Processo Judicial Digital PROJUDI, também chamado de processo virtual ou de processo eletrônico, pode ser definido como um software que reproduz

Leia mais

Sistema de Informações ao Judiciário. InfoJud. Manual do Usuário

Sistema de Informações ao Judiciário. InfoJud. Manual do Usuário Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação Coordenação de Sistemas de Informação Divisão de Sistemas Corporativos Tributários Sistema de Informações ao Judiciário InfoJud Manual do Usuário Página 1

Leia mais

TCEnet. Manual Técnico. Responsável Operacional das Entidades

TCEnet. Manual Técnico. Responsável Operacional das Entidades TCEnet Manual Técnico Responsável Operacional das Entidades 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Características... 3 3. Papéis dos Envolvidos... 3 4. Utilização do TCEnet... 4 4.1. Geração do e-tcenet... 4

Leia mais

Manual do Advogado Passo a passo

Manual do Advogado Passo a passo PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL NO CEARÁ PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe Manual do Advogado Passo a passo Conteúdo: PARTE 01 - Respostas às principais dúvidas PARTE 02 - Como cadastrar um processo PARTE

Leia mais

Conectividade Social ICP

Conectividade Social ICP Conectividade Social ICP Com o novo Conectividade Social ICP a partir de 30/06/2012 será obrigatório a utilização do certificado digital, sendo realizado 100% via WEB, dessa forma todo processo relacionado

Leia mais

Manual Integra S_Line

Manual Integra S_Line 1 Introdução O é uma ferramenta que permite a transmissão Eletrônica de Resultado de Exames, possibilitando aos Prestadores de Serviços (Rede Credenciada), integrarem seus sistemas com os das Operadoras

Leia mais

Corregedoria-Geral de Justiça. Serviço Notarial e de Registro. Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO

Corregedoria-Geral de Justiça. Serviço Notarial e de Registro. Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO Corregedoria-Geral de Justiça Serviço Notarial e de Registro Manual do Sistema SISNOR CARTÓRIO Atualizado em 29/04/2015 CONTEÚDO APRESENTAÇÃO... 4 CAPÍTULO 1 DOWNLOAD DO SISNOR CARTÓRIO... 5 CAPÍTULO 2

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA MANUAL INTERNET ÍNDICE Sistema Integrado de Administração da Receita 1 INTRODUÇÃO GERAL... 4 2 INTRODUÇÃO AO... 4 2.1 OBJETIVOS... 4 2.2 BENEFÍCIOS... 4 2.3

Leia mais

1ª ETAPA IMPRIMIR LAUDO

1ª ETAPA IMPRIMIR LAUDO PROCEDIMENTOS PARA IMPRESSÃO DOS LAUDOS DE AVALIAÇÃO SÓCIO-ECONÔMICA COM FOTOS EM PDF PARA USO NO SISTEMA DO PROCESSO ELETRÔNICO. Inicialmente digite seu laudo de avaliação conforme modelo padronizado

Leia mais

Tutorial Portal Prestador. Módulo Oficina

Tutorial Portal Prestador. Módulo Oficina Tutorial Portal Prestador Módulo Oficina V.7 08/2014 1 - Após o cadastro, a oficina receberá um e-mail: Primeiro Acesso que irá informar o link de acesso, usuário e senha temporária. A senha temporária

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais