Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Versão 1.0, 30/11/2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Versão 1.0, 30/11/2009"

Transcrição

1 Orientações sobre o Novo Produto SACR Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco Versão 1.0, 30/11/2009

2 Sumário Objetivo Introdução Características do SACR Organização Questões Funcionais Infraestrutura Instalação Implantação Aspectos Comerciais

3 Objetivo Prover os profissionais das áreas Comercial e de Consultoria de informações sobre o novo produto Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco, a fim de que possam orientar adequadamente os clientes.

4 Introdução A proposta do novo Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco é organizar o fluxo de atendimento dos pacientes nos serviços de Urgência e Emergência através de um Protocolo de Classificação de Risco, priorizando os casos de acordo com o potencial de risco, agravo à saúde ou grau de sofrimento. Desenvolvido em tecnologia JAVA e FLEX, com uma formatação moderna e otimizada, disponibilizando recursos dinâmicos e interativos para os usuários. Sua flexibilidade possibilita a adoção de qualquer um dos Protocolos mais difundidos mundialmente, inclusive com opção de licenciamento do Protocolo de Manchester. Devido a grande quantidade de questionamentos e solicitações de atualização sobre este produto a Diretoria Corporativa de Tecnologia resolveu criar este documento, visando responder à estes questionamentos e orientar as áreas Comercial e de Consultoria sobre o processo de implantação deste novo produto. Tal documento possui informações e orientações importantes sobre a Comercialização e Implantação deste sistema.

5 Características do Sistema de Acolhimento Execução na WEB Compatibilidade com o MV2000 Compatibilidade com o a nova versão do MV PEP Sensibilidade ao ambiente e operador Interface sensível ao toque touchscreen Flexibilidade para uso do Protocolo utilizado pelo Cliente

6 Organização Este guia é composto por perguntas e respostas agrupadas por temas: Questões Funcionais Infraestrutura Instalação Implantação Aspectos Comerciais

7 1. Questões Funcionais

8 1. Questões Funcionais 1.1. O Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco é compatível com qual versão do MV2000 e do MV PEP? R. A partir da versão 4.8 J32 do sistema MV2000. Com a nova versão do MV PEP tem total compatibilidade desde sua primeira versão. O cadastro de usuários é o mesmo do MV2000, utilizando também a mesma configuração de perfis da nova versão do MV PEP.

9 1. Questões Funcionais 1.2. Como pode ser feita a instalação do Sistema de Acolhimento para novos clientes? R. No que tange ao servidor de banco de dados e de arquivos, nada muda em termos de instalação. Entretanto, é necessário que se instale e configure o servidor de aplicativos. Os novos clientes já devem ter este ambiente dimensionado adequadamente desde o fechamento do negócio. O Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco pode ser utilizado por Clientes que não utilizam o MV2000, integrando-se com o HIS utilizado pelo Hospital.

10 1. Questões Funcionais 1.3. Quais módulos compõe o Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco? R. São 5 módulos que compõe a solução completa para Gestão dos Setores de Urgência: Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco; Totem de Retirada de Senhas; Painel da Urgência; Painel da Recepção Gestor de Fluxo.

11 1. Questões Funcionais 1.4. Qual a funcionalidade do Totem? R. O Totem de Retirada de Senha é uma funcionalidade integrante da solução de Controle de Fluxo da Urgência. Consiste em uma tela sensível ao toque para auto-atendimento, onde os pacientes irão retirar uma senha para atendimento, com possibilidade de senhas por especialidade. Esta senha será visualizada pela equipe de Classificação de Risco e nos Guichês de Atendimento, seguindo o fluxo adotado pelo Hospital.

12 1. Questões Funcionais 1.5. Qual a finalidade do Painel da Urgência? R. O Painel da Urgência é uma funcionalidade voltada a informar aos Pacientes e familiares a expectativa de atendimento e tempo de espera, além de esclarecer a forma de atendimento adotada, com base na classificação de prioridade clínica e não por ordem de chegada. O Painel pode ser adotado para sala de recepção geral e também por salas de especialidades, com opção de chamada das senhas para Classificação, Cadastro e Atendimento Médico através dos sistemas MV2000 ou da nova versão do MV PEP.

13 1. Questões Funcionais 1.6. Qual a finalidade do Painel da Recepção? R. O Painel da Recepção é um recurso para o gerenciamento da fila de espera para Cadastro. Através desta funcionalidade, é possível acompanhar o número de senhas em espera, por especialidade e prioridade, com o tempo de espera da cada uma delas.

14 1. Questões Funcionais 1.7. Qual a finalidade do módulo de Gestor do Fluxo? R. O Gestor do Fluxo tem a finalidade de gerar informações para Gestão do Setor de Urgência, possibilitando medir e identificar pontos de gargalo no fluxo de atendimento. Possibilita análise e alertas em tempo real, com base em parâmetros definidos pelo Gestor, além de estatísticas de gerais, como: Estatística de atendimentos realizados; Análise de tempos em cada fase do fluxo de atendimento; Análise de gargalos nos diversos pontos do fluxo: recepção, classificação, atendimento médico, coleta de exames, resultados de exames, etc.; Produtividade dos profissionais envolvidos; Cumprimento de Metas de tempos conforme o Protocolo utilizado.

15 1. Questões Funcionais 1.8. O Sistema já vem com algum Protocolo cadastrado? R. O Sistema pode ser implantado com o Protocolo de Manchester configurado, caso o Hospital opte por utilizar este Protocolo. Caso optar por outro Protocolo, o Hospital será responsável pelo seu cadastramento e configuração no Sistema.

16 1. Questões Funcionais 1.9. Quais os requisitos necessários para uso do Protocolo de Manchester? R. O Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco já está homologado para uso do Protocolo de Manchester e na Comercialização deste produto será incluído o valor referente aos direitos autorais da Editora Wiley & Sons, Inc.. Também é pré-requisito para uso deste Protocolo o treinamento dos profissionais envolvidos na Classificação com o Grupo Brasileiro de Acolhimento e Classificação de Risco GBACR.

17 2. Infraestrutura

18 2. Infraestrutura 2.1. Haverá necessidade de algum investimento no parque de equipamentos dos clientes? R. Para executar o Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco é necessário um Servidor de Aplicação. É possível que os Servidores de Aplicação dos clientes mais recentes já estejam dimensionados para suportar o novo sistema, entretanto há que se avaliar caso a caso. As estações de trabalho devem ter minimamente as seguintes configurações: 1 Processador Celeron 2.66 ou superior, 1 GB de Memória RAM, Windows XP PRO; Monitor 17 sensível ao toque. Além das estações, será necessário aquisição de um Totem e dos Painéis de Chamadas. Em qualquer situação, a Infra deve atestar que o ambiente do cliente está adequado para receber o Sistema.

19 2. Infraestrutura 2.2. Quais os requisitos para o Totem de auto-atendimento? Microcomputador completo, interno, com fonte bivolt, processador 1.8 GHz ou superior; Sistema Operacional Windows Vista Business com opção de Downgrade para Windows XP; Windows XP PRO Memória RAM mínima de 512 MB; HD mínimo 80 GB (7200 RPM); Monitor de vídeo LCD, mínimo de 15, com sistema touchscreen; 1 Impressora térmica 48 colunas (76mm), sensor de papel e corte automático,velocidade de impressão 180mm/s ou superior, bobina de papel tipo térmico, largura de 58mm a 82,5mm.

20 2. Infraestrutura 2.3. Qual a configuração para o Painel da Urgência e qual a quantidade recomendada? R. O Painel é composto por: 1 Microcomputador completo, com fonte bivolt, processador 1.8 GHz ou superior; Sistema Operacional Windows Vista Business com opção de Downgrade para Windows XP; Windows XP PRO Memória RAM mínima de 512 MB; HD mínimo 80 GB (7200 RPM); Monitor/TV LCD ou Plasma, tamanho 42 ou superior, entrada DVI ou VGA. A quantidade depende da arquitetura do espaço de cada Instituição, mas recomendamos um Painel por sala de espera.

21 3. Instalação

22 3. Instalação 3.1. Quais os pré-requisitos para instalação e/ou atualização do Sistema de Acolhimento? R. Para instalar e/ou atualizar o Sistema de Acolhimento é necessário que: Verifiquem com a equipe de Infraestrutura da MV se o hospital possui Infraestrutura necessária; O MV2000 deve estar na versão 4.8 J32 ou superior; O Hospital já tenha definido qual Protocolo de Classificação será adotado.

23 3. Instalação 3.2. Qual será o próximo passo após atendidos os pré-requisitos? R. Entrar em contato a Diretoria Corporativa de Tecnologia, na pessoa de Julia Guerra a qual providenciará avaliação e agendamento necessários para instalação do sistema na base do cliente. Uma vez instalado o Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco, dar-se-á início ao trabalho de implantação (treinamento, consultoria e suporte) do sistema.

24 3. Instalação 3.3. Como será o processo de instalação? R. A documentação detalhada do processo será enviada no momento do agendamento. O responsável no cliente instalará um TOMCAT no Servidor de Aplicação, executará os scripts no banco de dados e fará o deploy do Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco. Tudo será enviado para download no momento do agendamento.

25 4. Implantação

26 4. Implantação 4.1. Será necessário prover consultoria para a implantação do novo sistema? R. Sim. Para implantação do Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco é necessário acompanhamento da equipe de Consultoria da MV.

27 4. Implantação 4.2. A consultoria da MV também será responsável pelo treinamento do Protocolo de Classificação? R. Não. A MV será responsável pelo treinamento no uso do Sistema. Caso o Protocolo adotado seja o de Manchester, a capacitação dos profissionais no Protocolo será feito pelo Grupo Brasileiro de Acolhimento com Classificação de Risco GBACR.

28 5. Aspectos Comerciais

29 5. Aspectos Comerciais 5.1. Será realizada alguma cobrança adicional dos clientes pelo Sistema de Acolhimento? R. Sim. O Sistema de Acolhimento com Classificação de Risco é um novo produto da MV. Este produto está integrado ao MV2000 e a nova versão do MV PEP, porém seu licenciamento é feito de forma independente.

30 5. Aspectos Comerciais 5.2. Como será o processo de solicitação de funcionalidades não previstas para versões futuras? R. A evolução do produto será feita a critério da MV, atendendo a evolução dos Protocolos de Classificação de Risco mais difundidos no mercado. Não serão feitas Customizações para atender solicitações específicas que estejam fora do contexto ao qual o Sistema se propõe a atender.

31 Diretoria Corporativa de Tecnologia Dúvidas e sugestões: (81)

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

BRAlarmExpert. Software para Gerenciamento de Alarmes. BENEFÍCIOS obtidos com a utilização do BRAlarmExpert:

BRAlarmExpert. Software para Gerenciamento de Alarmes. BENEFÍCIOS obtidos com a utilização do BRAlarmExpert: BRAlarmExpert Software para Gerenciamento de Alarmes A TriSolutions conta com um produto diferenciado para gerenciamento de alarmes que é totalmente flexível e amigável. O software BRAlarmExpert é uma

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Catálogo de soluções 2010

Catálogo de soluções 2010 Catálogo de soluções 2010 - light - light GESTOR CORPORATIVO browser / acesso remoto Solução corporativa em gerenciamento de filas de espera Wireless Composto por: Painel eletrônico de chamadas, impressora

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView Sistema de Gerenciamento DmView O DmView é o Sistema de Gerência desenvolvido para supervisionar e configurar os equipamentos DATACOM, disponibilizando funções para gerência de supervisão, falhas, configuração,

Leia mais

Manual de Usuário INDICE

Manual de Usuário INDICE Manual de Usuário INDICE Características do Sistema... 02 Características Operacionais... 03 Realizando o Login... 04 Menu Tarifador... 05 Menu Relatórios... 06 Menu Ferramentas... 27 Menu Monitor... 30

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS BioGer Server e BioGer Client ÍNDICE A) OBJETIVO...3 B) MODELOS...3 C) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS...5 D) CARACTERÍSTICAS OPERACIONAIS...5 D.1) Características Operacionais

Leia mais

Objetivo. Requisitos. Resumo. Processo de Instalação PS4E e PS4B

Objetivo. Requisitos. Resumo. Processo de Instalação PS4E e PS4B Objetivo Este documento tem como objetivo instruir os processos de instalação do Panda Security for Enterprise e Panda Security for Business e sua distribuição e configuração mais simples em uma rede.

Leia mais

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 01 TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 02 Plataforma O TOPLAB foi projetado para funcionar na web, nasceu 'respirando

Leia mais

Servidor de OpenLAB Data Store A.02.01 Lista de Preparação do Local. Objetivo do Procedimento. Responsabilidades do cliente

Servidor de OpenLAB Data Store A.02.01 Lista de Preparação do Local. Objetivo do Procedimento. Responsabilidades do cliente Servidor Lista de Preparação de OpenLAB do Data Local Store A.02.01 Objetivo do Procedimento Assegurar que a instalação do Servidor de OpenLAB Data Store pode ser concluída com sucesso por meio de preparação

Leia mais

Sistemas de Produtividade

Sistemas de Produtividade Sistemas de Produtividade Os Sistemas de Produtividade que apresentaremos em seguida são soluções completas e podem funcionar interligadas ou não no. Elas recebem dados dos aplicativos de produtividade,

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-server Versão: 4.5 Versão do Doc.: 1.0 Autor: César Dehmer Trevisol Data: 13/12/2010 Aplica-se à: Clientes e Revendas Alterado por: Release Note: Detalhamento de Alteração

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9 TÍTULO: ASSUNTO: GESTOR: TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD DITEC/GECOQ Gerência de Controle e Qualidade ELABORAÇÃO: PERÍODO: GECOQ Gerência de Controle e

Leia mais

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 Natal, Maio de 2013 Sumário 1. O que é o SIAI DP... 3 2. Requisitos mínimos de instalação... 4 2. Como instalar o SIAI DP Módulo Coleta... 4 3. Acessando o SIAI DP... 8

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-mf Ricoh Versão do produto: 4..3 Autor: Barbara Vieira Souza Versão do documento: 1.0 Versão do template: Data: 08/1/011 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Ponto Secullum 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FUNCIONALIDADES FICHA TÉCNICA. Ficha Técnica

Ponto Secullum 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FUNCIONALIDADES FICHA TÉCNICA. Ficha Técnica ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Ponto Secullum 4 Sistema Operacional: compatível com Windows 98 ou superior Banco de Dados: Access, SQL Server ou Oracle; Computador Requerido: Processador com 500Mhz, Memória Ram

Leia mais

Infraestrutura Básica

Infraestrutura Básica Índice Introdução Características do Mastersaf Componentes do MasterSAF Servidor de Banco de Dados (obrigatório) Estações de Trabalho (obrigatório) Servidor de Arquivos (opcional) Servidor de Aplicações

Leia mais

Esses recursos aplicados possibilitaram gerar soluções desktop e WEB para atividades de:

Esses recursos aplicados possibilitaram gerar soluções desktop e WEB para atividades de: Curitiba, de de 20. REF. AQUISIÇÃO DE LICENÇAS DE USO. A Empresa A Kankei é uma empresa com mais de 10 anos de atuação na área de gerenciamento de Relacionamentos, seja entre empresa e clientes, empresa

Leia mais

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center.

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center. TACTIUM IP com Integração à plataforma Asterisk Vocalix Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace Tactium Tactium IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-control Versão: 4.3.1 Versão do Doc.: 1.2 Autor: Wagner Petri Data: 27/08/2010 Aplica-se à: Equipes internas NDDigital, Clientes e Revendas Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48 1.1 Roteiro para Instalação do Software 1.1.1 Servidor 1.1.1.1 Requisitos de Hardware Servidor de pequeno porte Servidor dedicado: Processador: 500Mhz Memória RAM: 256MB Hard Disk: 20 ou 40GB (7.500rpm)

Leia mais

Soluções de Acessibilidade. VLibras - Desktop. Manual de Instalação da Ferramenta. Microsoft Windows R. Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD

Soluções de Acessibilidade. VLibras - Desktop. Manual de Instalação da Ferramenta. Microsoft Windows R. Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD Soluções de Acessibilidade VLibras - Desktop Manual de Instalação da Ferramenta Microsoft Windows R Núcleo de Pesquisa e Extensão / LAViD 2015 INTRODUÇÃO Objetivo Este manual contém introdução e informações

Leia mais

Pré-Requisitos do Software Themis Pré-Requisitos do Software Themis

Pré-Requisitos do Software Themis Pré-Requisitos do Software Themis Pré-Requisitos do Software Themis Pré-Requisitos do Software Themis 1. Pré-requisitos para Servidores - até 2 licenças: 1.1 Plano Básico: Processador: 3.0 GHz ou superior. Recomenda-se 3.2 GHz Dual-Core.

Leia mais

Manual de Transferência de Arquivos

Manual de Transferência de Arquivos O Manual de Transferência de Arquivos apresenta a ferramenta WebEDI que será utilizada entre FGC/IMS e as Instituições Financeiras para troca de arquivos. Manual de Transferência de Arquivos WebEDI Versão

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 3.1. Estação... 4 3.2. Servidor... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

CATÁLOGO DE SERVIÇOS Partner MASTER RESELLER CATÁLOGO DE SERVIÇOS SUPORTE TÉCNICO in1.com.br Explore Mundo! seu Conteúdo 1 - Objetivo 2 - Serviços prestados por meio do contrato de manutenção e suporte anual 2.1 - Primeira

Leia mais

Quarta-feira, 09 de janeiro de 2008

Quarta-feira, 09 de janeiro de 2008 Quarta-feira, 09 de janeiro de 2008 ÍNDICE 3 4 RECOMENDAÇÕES DE HARDWARE PARA O TRACEGP TRACEMONITOR - ATUALIZAÇÃO E VALIDAÇÃO DE LICENÇAS 2 1. Recomendações de Hardware para Instalação do TraceGP Este

Leia mais

Excelência em Metodologia de Helpdesk

Excelência em Metodologia de Helpdesk Excelência em Metodologia de Helpdesk O IntraDesk foi desenvolvido com base nas melhores práticas conhecidas de Helpdesk, indicadas por organizações como o Gartner Group e o Helpdesk Institute, que, aliadas

Leia mais

A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC

A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC O AMBIENTE OPERACIONAL QUE AGREGA A CONFIABILIDADE E O SUPORTE DA ITAUTEC À SEGURANÇA E À PERFORMANCE DO LINUX O LIBRIX É UMA DISTRIBUIÇÃO PROFISSIONAL LINUX

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sistema Operacional: Compatível com Windows XP ou superior; Banco de Dados: Padrão do sistema em SQL Server, podendo, no entanto, ser utilizado com a maioria dos bancos de dados

Leia mais

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 28 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

O servidor de banco de dados ORACLE corporativo da empresa deve possuir a seguinte especificação mínima:

O servidor de banco de dados ORACLE corporativo da empresa deve possuir a seguinte especificação mínima: ICOL Instruções para Instalação - ORACLE 1. Introdução Esse documento contém as instruções para instalação da aplicação ICOL na estrutura de máquinas da empresa cliente. No caso, estão descritos os procedimentos

Leia mais

TecnoFila. Catálogo Técnico

TecnoFila. Catálogo Técnico TecnoFila Catálogo Técnico Equipamento de autoatendimento que organiza a espera dos clientes por ordem de chegada ou atendimento preferencial. Introdução Se tempo é dinheiro, uma la pode ser considerada

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.40.0 Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 5 Portabilidade para Servidor de Aplicação... 6 Portabilidade

Leia mais

Implantação do Sistema de Controle de Tempos Nas Agências de Atendimento - TMA

Implantação do Sistema de Controle de Tempos Nas Agências de Atendimento - TMA Implantação do Sistema de Controle de Tempos Nas Agências de Atendimento - TMA Projeto Nº 318 Tema: Atendimento a Clientes José César do Nascimento CELPE Sistema de Controle do Tempo Médio de Atendimento

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. 1) Recebimento de eventuais questionamentos e/ou solicitações de esclarecimentos Até 18/02/2009 às 18:00 horas;

ATA DE REUNIÃO. 1) Recebimento de eventuais questionamentos e/ou solicitações de esclarecimentos Até 18/02/2009 às 18:00 horas; ATA DE REUNIÃO CONSULTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO WEB-EDI Troca Eletrônica de Dados. Local Dataprev Rua Cosme Velho nº 06 Cosme Velho Rio de Janeiro / RJ. Data: 06/03/2009 10:30 horas. Consolidação

Leia mais

Sistema de Gestão Empresarial Freedom ERP

Sistema de Gestão Empresarial Freedom ERP Sistema de Gestão Empresarial Freedom ERP O que é o Freedom ERP? É um software livre para Gestão Empresarial. Pode ser utilizado em estabelecimentos comerciais, varejistas, atacadistas e industriais. Dividido

Leia mais

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Apontamento Web

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Apontamento Web CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Apontamento Web Índice CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 DADOS DO PROJETO... 4 OBJETIVO(S) DO PROJETO... 4 ESCOPO... ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO. PREMISSAS... 17 LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES...

Leia mais

Configuração SERVIDOR.

Configuração SERVIDOR. REQUISITOS MINIMOS SISTEMAS FORTES INFORMÁTICA. Versão 2.0 1. PRE-REQUISITOS FUNCIONAIS HARDWARES E SOFTWARES. 1.1 ANALISE DE HARDWARE Configuração SERVIDOR. Componentes Mínimo Recomendado Padrão Adotado

Leia mais

Manual de Instalação Flex

Manual de Instalação Flex Manual de Instalação Flex Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5 4.1.1. Instalação do sistema...

Leia mais

www.cingo.com.br www.cingo.com.br

www.cingo.com.br www.cingo.com.br www.cingo.com.br Cingo Release 2.6 Release 2.6 Cingo Release 2.6 Com o objetivo de tornar a experiência de navegação e a dinâmica de gestão muito mais natural e objetiva, o Cingo CODES trás uma nova experiência

Leia mais

ANEXO V Concorrência Pública nº 001/05 TABELAS DE HARDWARE E SOFTWARE

ANEXO V Concorrência Pública nº 001/05 TABELAS DE HARDWARE E SOFTWARE ANEXO V Concorrência Pública nº 001/05 TABELAS DE HARDWARE E SOFTWARE CONFIGURAÇÃO MÍNIMA DE HARDWARE PARA MONTAGEM DE POSTOS DE PROVA ELETRÔNICA NAS CIRETRANS TIPO 1 TIPO 2 TIPO 3 TIPO 4 TIPO 5 TIPO 6

Leia mais

Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0

Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0 Portabilidade da Linha RM Versão 11.20.0 Conteúdo Portabilidade para Servidor de Banco de Dados... 3 Níveis de Compatibilidade entre Bancos de Dados... 5 Portabilidade para Servidor de Aplicação... 6 Portabilidade

Leia mais

Guia de instalação JMap 5.0

Guia de instalação JMap 5.0 Guia de instalação JMap 5.0 Instalação JMap A instalação de JMap é normalmente feita em um servidor que será acessado pelo conjunto de usuários. Durante a instalação, todos os componentes de JMap são instalados

Leia mais

Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais

Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais MANUAL DO USUÁRIO BITÁVEL GERENCIADOR ONLINE DE NEWSLETTERS (GOLNEWS) Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais Versão 1.0 1 Índice

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-client Versão: 4.2 Versão do Doc.:1.2 Autor: Bárbara Vieira Souza Data: 26/07/2010 Aplica-se à: NDDigital n-billing Alterado por: Release Note: Detalhamento de Alteração

Leia mais

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS A decisão de automatizar 1 A decisão de automatizar Deve identificar os seguintes aspectos: Cultura, missão, objetivos da instituição; Características

Leia mais

Manual técnico, versão V3

Manual técnico, versão V3 cccccccccccc Manual técnico, versão V3 Daxis Sistemas Inteligentes Todos os direitos reservados Índice Overview: visão geral do processo de implantação... 3 Atenção... 3 Principais tarefas... 3 Planejamento...

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

SCP - Sistema de Controle de Processo

SCP - Sistema de Controle de Processo SCP - Sistema de Controle de Processo Módulo PTS Versão do produto: 1.0 Edição do documento: Julho de 2010 Série A. Normas e Manuais Técnicos MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria Executiva Departamento de Informática

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Setembro 2008 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

Manual de Instalação v7.60. PRIMAVERA Business Software Solutions (última atualização em 27.03.2014) (última actualização em 27.02.

Manual de Instalação v7.60. PRIMAVERA Business Software Solutions (última atualização em 27.03.2014) (última actualização em 27.02. Manual de Instalação v7.60 PRIMAVERA Business Software Solutions (última atualização em 27.03.2014) (última actualização em 27.02.2012) Índice Índice... 1 Introdução... 2 Instalação do Software... 3 Requisitos

Leia mais

Pré-Requisitos Certificação IPN- SINACOR. Projeto: SINACOR - IPN

Pré-Requisitos Certificação IPN- SINACOR. Projeto: SINACOR - IPN Pré-Requisitos Certificação IPN- SINACOR Projeto: SINACOR - IPN A implantação da integração das clearings da BM&FBOVESPA e do novo sistema de risco CORE (Closeout Risk Evaluation) depende de prévia autorização

Leia mais

Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas

Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas Senado Federal rede RVBI Sistema Integrado de Bibliotecas Sr. Constantin Metaxa Kladis Proposta de Implantação de Software para Gestão de Bibliotecas Sistema SOPHIA São José dos Campos, 12 de agosto de

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SOFTWARE NETCONTROL

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SOFTWARE NETCONTROL MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SOFTWARE NETCONTROL (PACOTE 48) VERSÃO DO MANUAL 2.1. de 11/02/2014 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Configurações Mínimas Recomendada do Servidor... 3 3. Compatibilidade com Sistemas

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Sumário: 1. Pré-requisitos de instalação física e lógica do Sisloc... 3 Servidores de Dados... 3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)... 3

Leia mais

- SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ENXOVAL HOSPITALAR - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS

- SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ENXOVAL HOSPITALAR - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS - SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ENXOVAL HOSPITALAR - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍNIMAS I - Aspectos gerais: 1. Sistema eletrônico para gestão e rastreamento do enxoval hospitalar, composto por etiquetas dotadas

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

Manual de Instalação do Sistema Audatex Mono / Perito Nova Plataforma

Manual de Instalação do Sistema Audatex Mono / Perito Nova Plataforma Manual de Instalação do Sistema Audatex Mono / Perito Nova Plataforma 1 P á g i n a SUMÁRIO 1. Informações Gerais... 3 1.1. Pré-Requisitos... 3 1.2. Liberações Necessárias... 3 1.3. Perfil Administrador...

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Agosto 2006 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

acesse: vouclicar.com

acesse: vouclicar.com Transforme como sua empresa faz negócios, com o Office 365. Vouclicar.com A TI chegou para as pequenas e médias empresas A tecnologia é hoje o diferencial competitivo que torna a gestão mais eficiente,

Leia mais

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento.

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Serviço de Comunicação Secullum Acesso.Net Estacionamento Gerencial Integração CFTV Pessoal Recepção Refeitório Automação Sistema Operacional: compatível com Windows XP ou superior

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do SISLOC Sumário Pré-Requisitos de Instalação Física e Lógica do SISLOC...3 Servidores de Dados...3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)...3 Estações

Leia mais

NOVO MODELO DE ATUALIZAÇÃO FOCCO Atualização automática com o FoccoUPDATE

NOVO MODELO DE ATUALIZAÇÃO FOCCO Atualização automática com o FoccoUPDATE NOVO MODELO DE ATUALIZAÇÃO FOCCO Atualização automática com o FoccoUPDATE Fevereiro/2012 Índice APRESENTAÇÃO... 3 ENTENDENDO A MUDANÇA... 3 QUAIS OS BENEFÍCIOS?... 3 FERRAMENTA PARA ATUALIZAÇÃO... 4 ABRANGÊNCIA

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP

DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP sistema para gerenciamento de instituições de ensino DESCRITIVO TÉCNICO - VERSÃO DESKTOP Nossa Empresa A Sponte Informática é uma empresa brasileira, localizada em Pato Branco, cidade considerada pólo

Leia mais

Manual de Instalação do Sistema Audatex Mono / Perito Nova Plataforma

Manual de Instalação do Sistema Audatex Mono / Perito Nova Plataforma Manual de Instalação do Sistema Audatex Mono / Perito Nova Plataforma 1 P á g i n a SUMÁRIO 1. Informações Gerais... 3 1.1. Pré-Requisitos... 3 1.2. Liberações Necessárias... 3 1.3. Perfil Administrador...

Leia mais

TUTORIAL INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 FRENTE DE CAIXA

TUTORIAL INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 FRENTE DE CAIXA Apresentação A rotina 2075 Frente de Caixa foi desenvolvida com a finalidade de atender as empresas do segmento varejo, sendo utilizada para a venda de produtos em pequenas quantidades. Este tutorial descreve

Leia mais

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL CSI IT Solutions 2.5 solução CSI PrintManager G e s t ã o d e A m b i e n t e d e I m p r e s s ã o O CSI dá aos gestores de TI o poder de uma gestão integral através do acesso fácil às informações gerenciais

Leia mais

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0 Documento de Visão Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto Versão 1.0 HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 23/10/2010 #1 Elaboração do documento. Eduardo Neto Versão 1.0 Documento de Visão A2ME

Leia mais

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Requisito Descrição 6.1 - Produtos de Hardware 6.1.1. GRUPO 1 - IMPRESSORA TIPO I (MONOCROMÁTICA 20PPM - A4) 6.1.1.1. TECNOLOGIA DE IMPRESSÃO 6.1.1.1.1.

Leia mais

Requisitos Mínimos para Navegar no Portal Progredir

Requisitos Mínimos para Navegar no Portal Progredir Requisitos Mínimos para Navegar no Portal MT-411-00001-4 Última Atualização : 04/07/2013 Requisitos Mínimos para Navegar no Portal Objetivo: Este documento tem como objetivo disponibilizar informações

Leia mais

Secure Client. Manual do Usuário. IPNv2. Secure Client IPNv2

Secure Client. Manual do Usuário. IPNv2. Secure Client IPNv2 Secure Client Manual do Usuário IPNv2 Índice 2 de 23 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVO, APLICAÇÃO E DEFINIÇÕES... 4 a. Objetivos... 4 b. Aplicação... 4 c. Regras do sistema... 4 d. Configuração de hardware

Leia mais

Tecnologia e-sus Sistema de Gestão e-sus Hospitalar

Tecnologia e-sus Sistema de Gestão e-sus Hospitalar e-sus Hospitalar Tecnologia e-sus Sistema de Gestão e-sus Hospitalar Tecnologia web desenvolvido em linguagem.net Banco de dados Oracle / SQL Server Workflow designer Gerador de relatórios Reporting Services

Leia mais

Manual de Instalação do Sistema Audatex Servidor/ Estação Nova Plataforma. 1 P á g i n a

Manual de Instalação do Sistema Audatex Servidor/ Estação Nova Plataforma. 1 P á g i n a Manual de Instalação do Sistema Audatex Servidor/ Estação Nova Plataforma 1 P á g i n a SUMÁRIO 1. Informações Gerais... 3 1.1. Pré-Requisitos... 3 1.2. Liberações Necessárias... 3 1.3. Perfil Administrador...

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

SICOOBNET EMPRESARIAL

SICOOBNET EMPRESARIAL SICOOBNET EMPRESARIAL Apresentação do produto Características principais Segurança Procedimentos para utilização Adesão Instalação Cadastro de computador Transações disponíveis AGENDA APRESENTAÇÃO DO PRODUTO

Leia mais

Manual Técnico Instalação do Sistema Vixen Ponto de Venda Point Of Sale

Manual Técnico Instalação do Sistema Vixen Ponto de Venda Point Of Sale Manual Técnico Instalação do Sistema Vixen Ponto de Venda Point Of Sale www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido,

Leia mais

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam.

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam. 1 - APRESENTAÇÃO Este descritivo tem como objetivo, apresentar o Sistema de Identificação de Visitantes enfocando suas funcionalidades e condições técnicas necessárias de implantação. Vantagens do Sistema

Leia mais

Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR. Julho/2007. Ministério da saúde

Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR. Julho/2007. Ministério da saúde Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR Julho/2007 Ministério da saúde SUMÁRIO Módulo 1. Instalação... 4 Introdução... 4 Configurações de equipamentos para instalação

Leia mais

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Flexibilidade, confiabilidade e segurança na detecção de incêndios. Sistemas Endereçáveis Analógicos Módulos e Cartões de Comunicação Dispositivo de Análise de Laço

Leia mais

Transformação e Otimização de Processos

Transformação e Otimização de Processos Treinamentos em Gestão por Processos Transformação e Otimização de Processos Inovando processos através das melhores práticas em análise e melhoria, simulação e avaliação do retorno do investimento na

Leia mais

Ponto Microsis. Sistema de Registro Eletrônico de Ponto

Ponto Microsis. Sistema de Registro Eletrônico de Ponto Ponto Microsis Sistema de Registro Eletrônico de Ponto Ponto Microsis Visando atender as constantes atualizações da CLT, em particular, a última Portaria vigente - 1510/2009 (consulte http://portal.mte.gov.br/pontoeletronico),

Leia mais

Requisitos técnicos dos produtos Thema

Requisitos técnicos dos produtos Thema Requisitos técnicos dos produtos Thema 1 Sumário 2 Apresentação...3 3 Servidor de banco de dados Oracle...4 4 Servidor de aplicação Linux...4 5 Servidor de terminal service para acessos...4 6 Servidor

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Respostas aos Questionamentos

Respostas aos Questionamentos Parte 01 Respostas aos Questionamentos Está sendo solicitado que os bens, objeto do PREGÃO ELETRÔNICO, deverão ser entregues sem qualquer ônus para o CONTRATANTE, estando incluídas no valor do pagamento

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais