ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO - LTDA FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE CURSO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO - LTDA FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE CURSO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO"

Transcrição

1 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO - LTDA FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE CURSO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO José Martins Feitosa Júnior MARKETING PESSOAL: Um estudo de caso sobre sua importância e benefícios para o profissional varejista na empresa MS distribuidora de bebidas. Paulo Afonso-BA Julho/2011

2 José Martins Feitosa Júnior MARKETING PESSOAL: Um estudo de caso sobre sua importância e benefícios para o profissional varejista na empresa MS distribuidora de bebidas. Monografia apresentada à Banca Examinadora do Curso de Graduação da FASETE Faculdade Sete de Setembro, como exigência para a obtenção do título de Bacharel em Administração. Orientador: Prof. Esp. Salomão David Vergne Cardoso. Paulo Afonso-BA Julho/2011

3 FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE CURSO DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PARECER DA COMISSÃO EXAMINADORA DE DEFESA DE MONOGRAFIA DE GRADUAÇÃO José Martins Feitosa Júnior MARKETING PESSOAL: Um estudo de caso sobre sua importância e benefícios para o profissional varejista na empresa MS distribuidora de bebidas. A comissão examinadora, composta pelos professores abaixo, sob a presidência do primeiro, considera a discente José Martins Feitosa Junior. Paulo Afonso, de junho de Prof. Esp. Salomão David Vergne Cardoso (Orientador) Faculdade Sete de Setembro Prof. convidado Faculdade Sete de Setembro Prof. convidado Faculdade Sete de Setembro

4 Dedico aos meus pais, Maria Nilda Cardeal Feitosa e José Martins Feitosa, Que sabem dizer não onde eu não devo seguir e sempre me orientam e me apoiam apesar das dificuldades fizeram com que eu nunca deixe de acreditar em Deus, muito obrigado meus pais pelo carinho, amor, por estarem sempre me orientando e incentivando principalmente nos momentos em que mais precisei. Vocês são importantíssimos para mim!

5 AGRADECIMENTOS Primeiramente a Deus. Pela fé que nunca me fez desistir, por nós dar o poder de escolha, porém, sempre está nós perdoando mostrado o caminho a seguir e muito obrigado meu senhor pela a oportunidade de ter uma vida tão maravilhosa quanto essa por mais conhecimento recheado de amigos, alunos e professores. Eu se que varias vezes fraquejei e lhe agradeço pela força de nunca deixar-me desistir. Em segundo aos meus pais, Maria Nilda Cardeal Feitosa e José Martins Feitosa, porque me incentivaram a continuar nós momentos em que pensei em desistir, o esforço do meu pai que varias das vezes cansado do trabalho teve que me ajudar na locomoção de uma cidade a outra ajudando e apoiando nós trabalhos e dificuldades encontradas, minha mãe que me fez entender a sorte que tenho em poder aprimora meus conhecimentos onde quantas pessoas querem e infelizmente não conseguem ou não podem. Eu sei que vocês não tiveram a mesma oportunidade que eu por isso dedico de todo meu coração este trabalho para vocês. Aos meus irmãos, Fabio cardeal Feitosa e Natane Shirley Cardeal Feitosa pelo auxilio prestado, a minha noiva, Cícera Aline pela paciência da minha ausência, meu tio José Vianez que me orientou a continuar sempre buscando conhecimento e sempre assistencial nos momentos em que precisei e a todos os tios, tias, primos, primas, enfim a toda a minha família que acreditam em mim que de uma forma direta ou indireta contribuíram para minha formação intelectual e espiritual. Aos meus amigos nos momentos de descontração, orientação e força muito obrigado por estarem sempre comigo me aturado e a vocês todo o meu respeito, carinho e admiração há todos vocês muito obrigado. Amigos em especial como Glauciane e Thalyson que me ajudaram muito para chegar aonde cheguei, amigos que fazem parte do meu desenvolvimento, são pessoas maravilhosas de influencia direta na minha vida, peso com muita fé, que ilumine seus passos e suas vidas tudo de bom para cada um de vocês.

6 Salomão muito obrigado pela sua compreensão, paciência e auxílio sua ajuda foi fundamental, muito obrigado por acreditar no meu trabalho sem a sua contribuição nada disso seria possível é com muito orgulho que concluo esse trabalho com sua amizade e orientação.

7 Uma gota de atitude pode fazer um mar de diferença.

8 MARTINS, José Feitosa Júnior. Marketing Pessoal: Um estudo de caso sobre sua importância e benefícios para o profissional varejista na empresa MS distribuidora de bebidas p. Monografia (Bacharelado em Administração). Faculdade Sete de Setembro FASETE. Paulo Afonso BA. O marketing pessoal é uma das ferramentas que vem ganhando uma atenção importantíssima nessas ultimas décadas no mercado varejista. O trabalho esta organizado em seis etapas onde a primeira apresentam-se as visões, indagações e objetivos a serem alcançados. Na seqüência, são apresentadas as consultas bibliográficas e casos estudados que foram motivadores e norteadores para o respaldo técnico e cientifico da pesquisa, ferramentas como argumentação e comunicação, seguida da etapa três que apresenta a metodologia empregada para se chegar às analises e conclusões finais. A quarta etapa aborda um estudo de caso ilustrativo desenvolvido na MS Distribuidora de Bebidas, onde foram lançadas pesquisas de campo para se obter dados qualitativos e quantitativos que pudessem servir de base para a verificação da importância do marketing pessoal para os profissionais varejistas. Por fim, constatou-se que existe um pequeno conceito dos vendedores do que é marketing pessoal, porém, pouco aproveitado pelos mesmos uma ferramenta eficaz mais que necessita de uma consideração maior, pois, essa ferramenta é essencial na vida do profissional varejista. Palavras chaves: Marketing pessoal, ferramentas, argumentação, comunicação, profissional varejista

9 ABSTRACT The marketing staff is one of the tools that has become an important focus in these last decades in the retail work is organized in six stages in which the first presents the views, questions and objectives to be achieved. Following are shown the bibliographic and case studies which were motivating and guiding for technical support and scientific research, and communication tools such arguments, then step three that presents the methodology used to arrive at the analysis and conclusions. The fourth step deals with an illustrative case study developed in MS Distribuidora de Besides, where field surveys were launched to obtain qualitative and quantitative data that could serve as a baseline to assess the importance of personal marketing for the professional retailers. Finally, it was found that there is a concept of small vendors who are marketing staff, but little used by them a more effective tool that requires a greater consideration, since this tool is essential in the life of the professional retailer. Keywords: Marketing staff, tools, argumentation, communication, professional retailer

10 LISTA DE ILUSTRAÇÕES LISTA DE GRÁFICOS Gráfico 01: Tempo de atuação dos vendedores na MS...37 Gráfico 02: Importancia do marketing pessoal para o trabalho...38 Gráfico 03: Importancia do marketing pessoal para o relacionamento...39 Gráfico 04: Investimento no marketing pessoal...40 Gráfico 05: Desempenho do marketing pessoal...41 Gráfico 06: Principal motivo que impede o investimento no marketing pessoal...42 Gráfico 07: Marketing pessoal como um diferencial competitivo...43 Gráfico 08: Marketing pessoal como fator de influencia promocional...44 Gráfico 09: Marketing pessoal como fator de influencia na negociação...45 Gráfico 10: Marketing pessoal na carreira do profissional varejista...46 Gráfico 11: Influencia do marketing pessoal entre clientes e colaboradores...47 Gráfico 12: Faz diferecial investir no marketing pessoal...48

11 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO DO PROBLEMA OBJETIVOS OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA REFERÊNCIAL TEÓRICO SUCESSO PROFISSIONAL TRAJETORIA DO PROFISSIONAL NA EMPRESA MARKETING PESSOAL COMUNICAÇÃO PARA O DESEMVOLVIMENTO PESSOAL E 20 PROFISSIONAL 2.5 ARGUMENTAÇÃO COMO FATOR RELEVANTE PARA ALCANÇAR OS 21 OBJETIVOS 3. METODOLOGIA FASE INICIAL FASE INTERMEDÍARIA FASE AVANÇADA TABULAÇÃO ANALISE E INTERPRETAÇÃO ESTUDO DE CASO A EMPRESA PANORAMA DO SETOR DE ATUAÇÃO APRESENTAÇÃO DAS ANALISE DOS DADOS PESQUISA COM O GESTOR DA EMPRESA PESQUISA COM OS VENDEDORES DA EMPRESA CONCLUSÃO 49 REFERENCIAS 51 APÊNDICES 53 ANEXOS 55

12 12 1. INTRODUÇÃO. Nos dias atuais com grandes inovações, globalização não tem como ver o marketing pessoal como apenas andar limpo ou arrumado, para tantas exigências das empresas por profissionais capacitados e para alcançar seus ideais e preciso investir no seu próprio negocio para poder cuidar dos negócios dos outros. Esse trabalho mostra a importância e benefícios causados através do desenvolvimento do marketing pessoal e o aprimoramento das ferramentas de apoio comunicação e argumentação, que são de grande importância para o marketing pessoal. È muito comum pessoas que a principio fazem muitos esforços para entrarem em uma determinada empresa, porém, uma grande maioria entra na zona de conforto e acabam esquecendo que são apenas uma ferramenta da maquina que é a empresa, se a ferramenta não acompanha o movimento da maquina provavelmente essa ferramenta ira ser trocada. O objetivo principal da empresa e o crescimento seguido do lucro, que por ventura tem que ser o objetivo do colaborador da empresa. O grande desafio do administrador e em primeiro lugar administra sua vida. O objetivo desse trabalho é mostrar o marketing pessoal como um aliado para alcançar os objetivos desenvolvendo, aprimorando-se e policiando-se sempre que possível. 1.1 DEFINIÇÃO DO PROBLEMA A necessidade das organizações de estarem sempre à frente no mercado comercial que cada dia é mais competitivo com poucas oportunidades de mercado, os profissionais preparados para sobressair em relação às de mais concorrentes é de fundamental importância. Diante da necessidade da empresa em ter profissionais capacitados para obterem sucesso em negociações complexas com clientes, que estão cada vez mais exigentes a

13 13 concorrência cada dia mais acirrada, é notória as dificuldades de encontrar tais profissionais e com as complicações que envolvem a rotina do vendedor, é fundamental ter profissionais capacitados que desenvolva bons argumentos, desenvolva bem a comunicação. À medida que se tem a idéia que é capaz e tem em mente a necessidade de investir em si, é um grande passo para a busca do sucesso individual. Só sobreviverão as empresas que tiverem profissionais capacitados para atender com clareza e desempenha com profissionalismo o seu trabalho. O levantamento dessa problemática servirá para mostra o quanto é importante o investimento pessoal para que possa atender as necessidades de mercado, através de esse trabalho ressaltar cada item para buscar a solução mais viável para a mesma. Nos últimos anos nota-se uma corrida das empresas por profissionais capazes que possam forma uma equipe desenvolvida informatizada, a fim de se manterem no mercado oferecendo melhor atendimento e serviços com qualidade. De acordo com os aspectos apresentados, foi levantada a seguinte indagação: qual a importância do marketing pessoal e seus benefícios para o profissional do setor varejista de bebidas? 1.2 OBJETIVOS Objetivo Geral Analisar o marketing pessoal dos profissionais de vendas do setor varejista de bebidas Objetivos Específicos Analisar a comunicação como ferramenta para o desenvolvimento pessoal e profissional

14 14 Verificar o poder da argumentação como fator relevante para alcançar os objetivos. Analisar o conceito do marketing pessoal e sua aplicabilidade no desenvolvimento pessoal. Verificar a trajetória do profissional na empresa Compreender a definição de sucesso. 1.3 JUSTIFICATIVA A escolha dessa área é principalmente para levar para as pessoas mais afundo a verdadeira importância do marketing pessoal não apenas para o dia a dia, mais também para auxilio no desenvolvimento na área profissional empresarial. O tema Leva em consideração o descaso da grande maioria da população em investir em se próprio. Segundo Doin (2006), o Marketing Pessoal pode ser definido como um conjunto de ações estratégicas, atitudes e comportamentos que conduzem a trajetória pessoal e profissional para um feliz sucesso por meio de qualidades e habilidades inatas ou adquiridas do indivíduo que, aperfeiçoadas, promoverão comportamentos favoráveis à realização dos seus próprios objetivos. A aparência é mais uma ferramenta no dia-adia profissional, aprenda a usá-la a seu favor. Aprender a usar o marketing a seu favor é um dos desafios para a busca do sucesso, fazer das atitudes e comportamentos aliados pode ser um passo, mais como Doin coloca é necessário atitude de mudança para sair da zona de conforto e busca um feliz sucesso, com qualidade no serviço prestado e realização dos seus próprios objetivos. Esse trabalho investiga a influencia do marketing pessoal no desenvolvimento e capacitação profissional, analisando cada ser de forma individual com suas características e habilidades próprias, porém, enquadrando no contexto global já que necessitamos viver em grupo. As organizações que possuem profissionais competentes que buscam resultados e utilizam o marketing pessoal e fazem com que as organizações

15 15 possam está em destaque no cenário em que estão inseridas sabem a importância e a influencia do marketing pessoal como é necessário o investimento pessoal. Não basta apenas se perguntar por que fulano tem sorte, é bom, melhor que eu? Pode ser que ele tenha investido mais no marketing pessoal do que você! Muitas pessoas com qualidades passam imagens negativas de quem realmente são por não utilizarem da maneira corretas a comunicação, a argumentação. Ferramentas de suma importância para a carreira de varias pessoas. A sociedade nos proporciona um mercado de competividade onde as oportunidades de sucesso são para poucos, ser reconhecido por competência e habilidade é uma grande realização para principalmente diferenciar o individuo do meio social, essa é a finalidade crucial do marketing pessoal uma ferramenta que vai do mais simples ao sofisticado, necessária para todos.

16 16 2. REFERÊNCIAL TEÓRICO 2.1 SUCESSO PROFISSIONAL O conceito de sucesso profissional não é igual para todos, logo é necessário buscar no seu íntimo o que é para você o sucesso profissional. Para alguns o sucesso profissional é alcançar um cargo de status na empresa que lhe renda altos salários para outros o sucesso profissional é simplesmente poder melhorar as condições materiais para a sua família oferecendo uma melhor qualidade de vida. Para muitos outros o reconhecimento de seu talento e dedicação por parte dos colegas de trabalho já é o suficiente para sentirem-se bem sucedidos profissionalmente. As pessoas são únicas por isso é complicado definir sucesso de maneira global, já que nem sempre o que traz satisfação profissional para um será igual para todos. Deve-se descobrir o que nos motiva para então trilhar o caminho rumo ao sucesso profissional. Justino (apud BARRIONUEVO, 2004, p.63), sucesso é viver com intensidade, com alegria, aprendendo constantemente, é chegar a cada final do dia e poder dizer, estou no caminho certo e hoje fiz o melhor que pude fazer. O profissional bem sucedido é aquele que consegue ser feliz exercendo sua profissão e faz o seu dia a dia ser prazeroso, já que tem certeza que ofereceu o seu melhor. Adequado ao momento, a combinação estética de peças, cores e estilo, bem como os cuidados físicos fundamentais (o corte do cabelo, a higiene, a saúde dentária, etc.) são importantes para uma composição harmônica e atrativa da imagem. A prática de ações de apoio ajuda e Incentivo para com os demais são o grande elemento do marketing pessoal e, como destaque social, a melhor forma de galgar um lugar nas mentes e corações dos que nos cercam.

17 TRAJETÓTRIA DO PROFISSIONAL NA EMPRESA A caminhada rumo ao sucesso profissional é esboçada por cada ser de maneira individual. O trabalho é árduo para se alcançar o sucesso por isso é preciso ser perseverante e não desistir diante dos obstáculos que atravessam a jornada antes pelo contrário é necessário mostrar o seu poder de superação encontrando soluções inteligentes para resolução do problema. Segundo Navarro (2006, p.11-12), para ter sucesso no mundo do trabalho, cada vez mais precisamos de habilidades e atributos que não aprendemos a partir do ensino formal, mas sim de vivências, relacionamentos, do nosso próprio interesse em nos tornarmos seres humanos mais desenvolvidos, equilibrados e felizes. Não é comprovado que a formação acadêmica é requisito fundamental para o sucesso, porém na maioria das vezes a busca por aperfeiçoamento profissional ajuda nesta conquista. Os investimentos e treinamentos específicos não garantem o sucesso se os profissionais não possuem a educação certa, pois a rapidez da tecnologia está formando um terrível paradoxo: os conhecimentos específicos tornam-se rapidamente obsoletos e ultrapassados, e a única saída para as empresas é investir nas competências duráveis de seu pessoal. Para Chiavenato (2006), as competências duráveis são aquelas que nunca vão se tornar obsoletas e se traduzem principalmente em atitudes e posturas das pessoas. E para se tornar um profissional bem sucedido você precisa reunir três qualidades essenciais: conhecimento, habilidade e competência. Esse triângulo de qualidades é o que faz a diferença entre os que são muito bons e os que não conseguem decolar na carreira.

18 18 Figura 1. O triângulo da Excelência Fonte: CHIAVENATO (2006, p.109) A chave para o sucesso é saber aplicar o conhecimento e as habilidades por meio de competências e atitudes dinâmicas e empreendedoras. 2.3 MARKETING PESSOAL Atualmente as organizações preocupam-se mais com o capital intelectual do que com experiências profissionais. Marketing Pessoal é a técnica de aplicar aos propósitos pessoais e/ ou profissionais de indivíduos os princípios mercadológico-institucionais de adequação das empresas as necessidades e expectativas de seus vários públicos. É uma transposição de conceitos oriundos do campo das pessoas jurídicas para o campo das pessoas físicas. (VAZ, 2003, p.304.) O Marketing Pessoal é a maneira mais eficiente de fazer com seus pensamentos e atitudes, sua comunicação, prosperem a seu favor no ambiente profissional. Com a competitividade em alta, os profissionais que almejam o sucesso precisam apresentar um diferencial em sua atuação profissional. A construção da sua marca pessoal no ramo onde atua é fundamental para se

19 19 direcionar diante de desafios. È preciso identificar uma característica marcante, uma habilidade ou atributo que será o seu diferencial em relação aos outros. Figura 2. A estrela de cada um Proposição Especifica para o Sucesso. Fonte: Vaz ( 2003, p.318) Em geral, cada pessoa é definida por uma apenas dessas forças, ás vezes duas, raramente três ou mais. Quando ocorrem duas forças, normalmente uma predomina, ficando a outra em segundo plano. Segundo Doin (2006), para ser eficaz no marketing pessoal, o conhecimento da dimensão humana e seu aprimoramento pessoal, são fundamentais, porque acima de tudo, o marketing pessoal é um processo de desenvolvimento pessoal e o sucesso é apenas conseqüência de se procurar sair do primário da vida. Para realizar um Marketing Pessoal gratificante em todos os sentidos da vida, é necessário saber utilizar, de forma coerente e consistente, as novas tecnologias, a mídia e o marketing como ferramentas estratégicas, valorizando a imagem que se pretende transmitir. Aprimora se em algo em que já existe um certo domínio é de fundamental importância para garantir a especialização e profissionalismo do negocio.

20 A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL Atualmente a comunicação acontece de forma bem veloz e com fácil acesso. As mudanças são constantes e a organização precisa acompanhar o ritmo acelerado se deseja continuar no mercado cada vez mais competitivo. Para isso precisa idealizar um sistema de informação eficiente. Para o bom funcionamento da comunicação o profissional que busca o sucesso deve levar em consideração a forma como a mensagem é passada. È importante o cuidado com a clareza das informações expostas para facilitar o entendimento e o levantamento de possíveis dúvidas na recepção. E é neste momento que o profissional pode destacar-se abrindo espaço para opiniões divergentes das suas, um bom comunicador é também um bom ouvinte. Se já não existe o 'no profile' e se a comunicação com os vários públicos - internos e externos - é cada vez- mais essencial e valiosa no mundo empresarial, temos que entender que o gestor moderno, o novo empresário, o novo executivo, precisa ser um comunicador. Não dá mais para ser apenas um profissional (ou um herdeiro...) treinado em finanças, em tecnologia, em processos industriais e comerciais. Se não entender o papel da comunicação no seu negócio e se não fizer de seu posto ou de sua missão uma plataforma de comunicação, ele certamente vai ter dificuldades. E estas não poderão ser corrigidas por excessos de delegação ou pela velha prática que acredita que a boa comunicação dependia apenas de sorrisos e tapinhas nas costas'' (NOGUEIRA, 1999, p.15.) Hoje com a tecnologia da informação a relação entre as pessoas fica comprometida, já que a maior parte da comunicação está ligada ao mundo virtual, falta o contato físico, a comunicação não verbal que há tão pouco tempo era facilitadora do processo de entendimento como a expressão corporal, tom de voz, gesticulação entre outros se torna pouco usada. Para diminuir as barreiras que surgem na comunicação dentro da organização, o profissional precisa disponibilizar-se a atender e escutar seus funcionários,

21 21 evitando assim que aconteça desentendimento das mensagens no percurso, o bom é manter linha de contato direta do administrador com seus subordinados. 2.5 O PODER DA ARGUMENTAÇÃO COMO FATOR RELEVANTE PARA ALCANÇAR OS OBJETIVOS PROFISSIONAIS. A argumentação é uma habilidade fundamental para o bom desenvolvimento de um profissional na organização onde está diretamente ligada a comunicação, pois para conseguir persuadir conseguindo convencer o outro a fazer ou obter o que quero é preciso ser bom comunicador. Mas para ser um bom argumentador é preciso buscar o máximo de informação relativo ao que quer passar, e o primeiro convencido tem que ser você, se você não acredita no seu serviço como fará o outro acreditar. Gerir pessoas é complexo e exige do profissional uma sensibilidade humana aguçada para harmonizar as relações diminuindo os conflitos a argumentação bem preparada cabe como solução. Para Abreu (2005), saber argumentar é, em primeiro lugar, saber integrar-se ao universo do outro. É também obter aquilo que queremos, mas de modo cooperativo e construtivo, traduzindo nossa verdade dentro da verdade do outro. É Hoje com uma avalanche de informações que surgem em tempo real os novos consumidores não se deixam mais levar facilmente. Logo o profissional precisa usar sua capacidade de argumentação para conseguir convencê-los e persuadi-los e o profissional comunicador aplica bem o seu poder motivando pessoas a agirem de forma mais prática em suas organizações.

22 22 3. METODOLOGIA 3.1 FASE INICIAL A observação ajuda o pesquisador a identificar e a alcançar provas a respeito de objetivos sobre os quais os indivíduos não têm consciência, mas que guiam seu comportamento. A observação é uma técnica de coleta de dados para conseguir informações e utiliza os sentidos na obtenção de determinados aspectos da realidade. Não consiste apenas em ver e ouvir, mas também em examinar fatos ou fenômenos que se desejam estudar. (LAKATOS, 2001, p.190) O tipo de observação a ser praticada é a observação sistemática, que de acordo com Gil (1999, p.111) o pesquisador sabe quais os aspectos da comunidade ou grupo que são significativos para alcançar os objetivos pretendidos. A observação desempenha papel fundamental no processo de coleta de dados, pois faz com que o pesquisador entre em um contato mais direto com a realidade do problema estudado. No período de observação o pesquisador foi observar o uso do marketing pessoal pelos profissionais que atuam na empresas. Levantando dados que justifiquem o uso do mesmo. Lakatos (2001, p.197), é aquela em que o entrevistador segue um roteiro previamente estabelecido; as perguntas feitas ao individuo são prédeterminadas. Após o período de observação, o pesquisador fará uma entrevista padronizada ou Estruturada que para. É um método de coleta de dados que consiste na realização de entrevistas em grupo, conduzidas por um moderador. Tem como objetivo a discussão de um tópico específico. Este método é também chamado de entrevista focalizada em grupo,

23 23 entrevista profunda em grupo, pesquisa diagnóstica e pesquisa da motivação. (MATTAR apud RODRIGUES, 2009, p. 127). A entrevista é uma forma de coleta de dados de relevância para grande parte dos estudos, pois através da realização da mesma, muitos questionamentos relativos ao tema abordado surgem para melhor entendimento do problema a ser analisado. O pesquisador fez entrevistas em dois momentos, no primeiro serão entrevistados os trabalhadores e em outro momento os gestores. Espera-se conseguir alcançar uma resposta para a problemática encontrada no atraves do conflito de informações entre os dois setores FASE INTERMEDIÁRIA A forma de abordagem a ser utilizada nesta fase será a de história oral, que permite reconstituir redes de relação, padrões e socialização das comunidades e dos indivíduos estudados. Para Vergara (2008, p.121), a história oral é uma metodologia de pesquisa que visa ao estudo e ao registro de acontecimentos, histórias de vida, trajetórias de organizações, enfim, de temas históricos contemporâneos que permitam acessar pessoas que ainda estejam vivas. Sua principal técnica de coleta de dados é a entrevista de história oral, que obtém depoimentos dos entrevistados. Segundo Ferreira (apud VERGARA, 2008, p.121), cresceu o interesse da sociedade pelo resgate da memória individual e coletiva. É importante em determinados estudos verificar os fatores históricos que são responsáveis por resquícios trazidos ao comportamento atual. Muitos estudos deixam brechas em seus resultados por não levar em consideração os fatores vivenciados pelos indivíduos e seus antecessores.

24 24 A importância da história oral neste estudo é que no período de observação e entrevista surgem questões sociais que levam o pesquisador a fazer interligações com os seus antecessores. Outra abordagem foi a etnográfica que leva em consideração a inclusão do pesquisador no meio a ser pesquisado vivenciando junto ao grupo as mudanças e seus comportamentos em relação ao tema estudado. Cadevon (apud VERGARA, 2008, p.72), amplia a discussão do método etnográfico ao propor o uso de novos recursos metodológicos e de formas alternativas emprego do método etnográfico na área de administração. (...) entre algumas características do método etnográfico destaca-se a exigência da sensibilidade do pesquisador para atuar no trabalho de campo, para ouvir, observar e para reconhecer os momentos mais adequados para perguntar, dialogar. Além de exigir do pesquisador um esforço grande para diminuir os riscos de omissão ou da revelação de dados distorcidos da realidade por parte do grupo estudado. (VERGARA, 2008, p.74) O contato direto do pesquisador com o pesquisado em seu ambiente de trabalho aumenta as possibilidades de um estudo isento de grandes falhas, pois o estudo é feito e vivenciado na sua fonte. Diminui as chances de falsos depoimentos, pois o pesquisador está incluso no ambiente a ser analisado. 3.3 FASE AVANÇADA Nesta nova fase, a coleta foi do tipo pesquisa-ação, que pode ser definida como Thiollent (apud GIL, 2002), existe a cooperação e participação de todos envolvidos para a resolução do problema de uma forma associada. Segundo Rodrigues (2009), a pesquisa ação é quando concebida e realizada em estreita associação com a resolução de um problema coletivo. Os pesquisadores e participantes representativos da situação ou do problema estão envolvidos de modo cooperativo ou participativo; supõe uma forma da ação planejada, de caráter social, educacional etc.

25 25 Na pesquisa-ação há uma busca por mudanças e compreensões, ou seja, como os pesquisadores e os participantes estão integrados com o mesmo propósito de análise e esclarecimentos de modo cooperativo, logo os resultados são mais confiáveis. No trabalho em estudo, este método fica especificado quando o pesquisador entra em contato direto com os funcionários e juntos buscam as respostas para a manutenção ou o aperfeiçoamento do marketing pessoal. Outra forma de coleta de dados a ser utilizada no estudo e a construção de mapas cognitivos que segundo Cossete e Audet (apud VERGARA, 2008), são aspectos relacionados de um conjunto de representações discursivas elaboradas por um indivíduo, que envolva objeto de relacionadas a argumentos ou dados coletados, que serão inseridos. Para a elaboração destes mapas cognitivos é necessária grande habilidade de interpretação do pesquisador, o mesmo será responsável por ser fiel a fala dos participantes. De acordo com Vergara (2008, p.143) A representação gráfica facilita a visualização dos conceitos identificados, bem como da relação entre eles. Os mapas cognitivos reforçarão e apresentarão as vertentes para a aplicação do estudo e possiveis soluções a serem implatadas. 3.4 TABULAÇÃO A tabulação foi de origem quali-quantitativa visto que a coleta de dados necessitará de uma análise do discurso. Serão levados em consideração os pontos mais significativos das entrevistas e depoimentos colhidos. Os mesmos serão dispostos em tabelas do Word. A construção do mapa cognitivo constará na tabulação para facilitar o entendimento dos resultados obtidos.

26 ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO Com todos os dados colhidos e interpretados o pesquisador fez um relatório conclusivo da sua pesquisa, que constará as respostas conseguidas com o estudo e possíveis caminhos a serem estudados posteriormente.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

ATENDIMENTO A CLIENTES

ATENDIMENTO A CLIENTES Introdução ATENDIMENTO A CLIENTES Nos dias de hoje o mercado é bastante competitivo, e as empresas precisam ser muito criativas para ter a preferência dos clientes. Um dos aspectos mais importantes, principalmente

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL Relatório e Análise 2005 Introdução: ``Para que a Construtora Mello Azevedo atinja seus objetivos é necessário que a equipe tenha uma atitude vencedora, busque sempre resultados

Leia mais

Perfil do Líder no Paraná

Perfil do Líder no Paraná Perfil do Líder no Paraná O importante é não parar nunca de questionar Albert Einstein Em 2006, a Caliper do Brasil, empresa multinacional de consultoria em gestão estratégica de talentos, buscando inovar,

Leia mais

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA Hewerton Luis P. Santiago 1 Matheus Rabelo Costa 2 RESUMO Com o constante avanço tecnológico que vem ocorrendo nessa

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO 1 A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO Porto Alegre RS Abril 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação,

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês seguinte,

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

11. A importância da produtividade e eficiência no Pós-Venda

11. A importância da produtividade e eficiência no Pós-Venda CURSOS FENABRAVE 1. Bem vindo ao setor automotivo 2. Relacionamento Interpessoal e Equipes de Trabalho 3. Qualidade no Atendimento ao cliente no Pós-Venda 4. Qualidade no Atendimento ao cliente em Vendas

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO Fábio William da Silva Granado 1 Marluci Silva Botelho 2 William Rodrigues da Silva 3 Prof Ms. Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

O PAPEL DA LOGÍSTICA NAS ORGANIZAÇÕES: UM ESTUDO DE CASO EM UMA DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS

O PAPEL DA LOGÍSTICA NAS ORGANIZAÇÕES: UM ESTUDO DE CASO EM UMA DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS 190 O PAPEL DA LOGÍSTICA NAS ORGANIZAÇÕES: UM ESTUDO DE CASO EM UMA DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS Douglas Fernandes, Josélia Galiciano Pedro, Daryane dos Santos Coutinho, Diego Trevisan de Vasconcelos, Regiane

Leia mais

2.1 ESTRUTURAÇÃO DA FORÇA DE VENDAS

2.1 ESTRUTURAÇÃO DA FORÇA DE VENDAS 2.1 ESTRUTURAÇÃO DA FORÇA DE VENDAS Para Cobra (1994, p.46) a estruturação da força de vendas divide-se em quatro funções da administração: planejamento, organização, direção e controle. Abaixo segue os

Leia mais

A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF

A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF Danilo Domingos Gonzales Simão 1 Fábio Augusto Martins Pereira 2 Gisele Maciel de Lima 3 Jaqueline de Oliveira Rocha 4

Leia mais

Evento técnico mensal

Evento técnico mensal Evento técnico mensal GERENCIAMENTO DE CARREIRA PARA O SUCESSO DO GESTOR DE PROJETOS Fernanda Schröder Gonçalves Organização Apoio 1 de xx APRESENTAÇÃO Fernanda Schröder Gonçalves Coordenadora do Ibmec

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE Tópicos a serem apresentados: O que é? Para que serve? Objetivos do Curso. Conteúdo Programático. Empresa As Pessoas O Produto O serviço Atendimento Competitividade Tipos de Clientes

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO PLANALTO CENTRAL Aprovadas pela Portaria SESu/MEC Nº. 368/08 (DOU 20/05/2008) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA

Leia mais

Guia CARREIRAS E SALÁRIOS

Guia CARREIRAS E SALÁRIOS Guia CARREIRAS E SALÁRIOS em contabilidade Guia Carreiras e Salários Se você é gestor de alguma empresa contábil, está procurando melhorar sua posição profissional ou é dono de um escritório de contabilidade:

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Leia mais

PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING

PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING 11 PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING W W W. C O M U N I C A C A O E M F O C O. C O M. BR SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... 3 2. CURSOS IN COMPANY 2.1. ORATÓRIA E TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO EM PÚBLICO...

Leia mais

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro.

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. PLANO DE MARKETING Andréa Monticelli Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. 1. CONCEITO Marketing é

Leia mais

1 Introdu ç ão. 1.1. A questão de pesquisa

1 Introdu ç ão. 1.1. A questão de pesquisa 1 Introdu ç ão 1.1. A questão de pesquisa A temática estratégia é muito debatida no meio acadêmico e também possui destacado espaço nas discussões no meio empresarial. Organizações buscam continuamente

Leia mais

PERFIL, NECESSIDADES E ANSEIOS DOS ALUNOS DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO DE MACEIÓ 1

PERFIL, NECESSIDADES E ANSEIOS DOS ALUNOS DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO DE MACEIÓ 1 PERFIL, NECESSIDADES E ANSEIOS DOS ALUNOS DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO DE MACEIÓ 1 Paulo da Cruz Freire dos Santos 2 Muito tem se falado em crise do ensino e das instituições educacionais. Entretanto parece

Leia mais

A Qualidade Fundamental do Vendedor Altamente Eficaz

A Qualidade Fundamental do Vendedor Altamente Eficaz Em abril de 2.000 Jack Welch - o executivo do século foi entrevistado pela Executive Focus International. Essa entrevista foi coberta com exclusividade pela revista brasileira HSM Management, edição de

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

MARKETING PESSOAL: VOCÊ É O PRODUTO

MARKETING PESSOAL: VOCÊ É O PRODUTO MARKETING PESSOAL: VOCÊ É O PRODUTO Elaine Aparecida de Farias 1 Michelle Muniz 2 Patrícia de Oliveira 3 Roselene Dias 4 RESUMO O artigo trata da necessidade de se vender o produto principal: você. Mostra

Leia mais

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS:

PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: PERFIL DO CORRETOR DE IMÓVEIS: O QUE É PRECISO PARA SER UM CORRETOR DE SUCESSO gerenciador e site imobiliário Introdução O perfil do corretor de imóveis de sucesso Aprimorando os pontos fracos Conclusão

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

Liderança com foco em resultados

Liderança com foco em resultados Liderança com foco em resultados Como produzir mais, em menos tempo e com maior qualidade de vida. Introdução O subtítulo deste texto parece mais uma daquelas promessas de milagres. Independentemente de

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG.

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG. Bambuí/MG - 2008 A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG. Ana Cristina Teixeira AMARAL (1); Wemerton Luis EVANGELISTA

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

Mudança de foco Parceria financeira entre o CFO e as unidades de negócio

Mudança de foco Parceria financeira entre o CFO e as unidades de negócio Mudança de foco Parceria financeira entre o CFO e as unidades de negócio Índice Fora da sombra da área administrativa 3 Como atingir o equilíbrio financeiro 4 O Financeiro encontra várias barreiras até

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins

- GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins - GUIA DO EMPRESÁRIO - Lucros Bons e Lucros Ruins Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/5 Lucros Bons e Lucros Ruins Podemos pensar que lucrar é sempre bom,

Leia mais

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS NOS HOTÉIS DE CATEGORIA QUATRO ESTRELAS NA CIDADE DE MANAUS

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS NOS HOTÉIS DE CATEGORIA QUATRO ESTRELAS NA CIDADE DE MANAUS AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS NOS HOTÉIS DE CATEGORIA QUATRO ESTRELAS NA CIDADE DE MANAUS Érica de Souza Rabelo 1 Helen Rita M. Coutinho 2 RESUMO Este artigo científico tem

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 INTRODUÇÃO Desde que foi fundada em 2001, a ética, a transparência nos processos, a honestidade a imparcialidade e o respeito às pessoas são itens adotados pela interação

Leia mais

Motivação de Equipes de Projeto O papel do Gerente de Projetos

Motivação de Equipes de Projeto O papel do Gerente de Projetos Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação em Gestão de Projetos - Turma 150 Agosto/2015 Motivação de Equipes de Projeto O papel do Gerente de Projetos Lucas Rossi Analista de Negócios lucasrossi_@hotmail.com

Leia mais

Coleção ajuda no sucesso profissional

Coleção ajuda no sucesso profissional COLEÇÃO Unic Josafá Vilarouca Renata Tomasetti (11) 5051-6639 josafa@unicbuilding.com.br renata@unicbuilding.com.br Coleção ajuda no sucesso profissional Série lançada pela Publifolha possui 36 títulos,

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA Flávia Regina Graciano; Lucimara Araújo; Priscila Siqueira Campos; Sabrina Eduarda Mendes Magalhães; Tathiane Mendes Barbosa;

Leia mais

Diagnosticando os problemas da sua empresa

Diagnosticando os problemas da sua empresa Diagnosticando os problemas da sua empresa O artigo que você vai começar a ler agora é a continuação da matéria de capa da edição de agosto de 2014 da revista VendaMais. O acesso é restrito a assinantes

Leia mais

http://blog.andersonferro.com.br/como-eu-comecei SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS http://blog.andersonferro.com.br

http://blog.andersonferro.com.br/como-eu-comecei SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS http://blog.andersonferro.com.br /como-eu-comecei SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS Todos os direitos Reservados. Porém este livro pode ser reproduzido, copiado ou transmitida livremente de qualquer forma onde direitos autorais e links se mantenham.

Leia mais

Gestão de Negócios. Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING

Gestão de Negócios. Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING Gestão de Negócios Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING 3.1- CONCEITOS DE MARKETING Para a American Marketing Association: Marketing é uma função organizacional e um Marketing é uma função organizacional

Leia mais

Nós, alunos do 2º A, queremos tratar as pessoas com respeito e amor, estudar com muita dedicação e sempre pensar antes de tomar decisões.

Nós, alunos do 2º A, queremos tratar as pessoas com respeito e amor, estudar com muita dedicação e sempre pensar antes de tomar decisões. Como tratar as pessoas: de uma maneira boa, ajudar todas as pessoas. Como não fazer com os outros: não cuspir, empurrar, chutar, brigar, não xingar, não colocar apelidos, não beliscar, não mentir, não

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

INTRODUÇÃO AO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL

INTRODUÇÃO AO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL INTRODUÇÃO AO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL ZAROS, Raíssa Anselmo. Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais/ACEG E-mail: raissa_zaros@hotmail.com LIMA, Sílvia Aparecida Pereira

Leia mais

Apresentaremos um diagrama de um processo de Vendas Consultivas que quando bem utilizado pode proporcionar :

Apresentaremos um diagrama de um processo de Vendas Consultivas que quando bem utilizado pode proporcionar : Pesquisa do professor Walter Brum Monteiro. Para conhecer nossos clientes e realizar negócios mais consistentes e duradouros, precisamos passar mais tempo interagindo e aproveitar o máximo possível deste

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS POR UM ATACADO DE FERRAGENS LOCALIZADO EM CRICIÚMA-SC

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS POR UM ATACADO DE FERRAGENS LOCALIZADO EM CRICIÚMA-SC UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS COM LINHA ESPECÍFICA EM COMÉRCIO EXTERIOR ANA PAULA FRASSON DALSASSO AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO

Leia mais

Discutir liderança feminina em pleno século

Discutir liderança feminina em pleno século Liderança feminina Discutir liderança feminina em pleno século XXI parece ultrapassado, mas apenas agora as mulheres começam a ser reconhecidas como líderes eficazes. Somente neste século o reconhecimento

Leia mais

PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO

PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO 2014 APRESENTAÇÃO Já faz tempo que as empresas estão trabalhando com o desafio

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

Gestão de Negócios. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Gestão de Negócios. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Gestão de Negócios Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida

Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida Planejamento Estratégico de Comunicação Interna Comunica Pirelli A Pirelli mais perto de você Versão resumida Análise do contexto da organização A Pirelli é a quinta maior empresa do mundo no mercado de

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS 1 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca Orientação ao mercado de trabalho para Jovens 1ª parte APRESENTAÇÃO Muitos dos jovens que estão perto de terminar o segundo grau estão lidando neste momento com duas questões muito importantes: a formação

Leia mais

Perfil de estilos de personalidade

Perfil de estilos de personalidade Relatório confidencial de Maria D. Apresentando Estilos de venda Administrador: Juan P., (Sample) de conclusão do teste: 2014 Versão do teste: Perfil de estilos de personalidade caracterizando estilos

Leia mais

O QUE É EMPREENDEDORISMO? EMPREENDEDORISMO 2º Semestre de 2013. Perfil do empreendedor 23/09/2013

O QUE É EMPREENDEDORISMO? EMPREENDEDORISMO 2º Semestre de 2013. Perfil do empreendedor 23/09/2013 O QUE É EMPREENDEDORISMO? EMPREENDEDORISMO 2º Semestre de 2013 05 12/09/2013 É a área voltada para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas a criação e progressão de um projeto, que

Leia mais

WORLDSKILLS... PROMOVENDO A EXCELÊNCIA ENTRE AS OCUPAÇÕES. v1 2

WORLDSKILLS... PROMOVENDO A EXCELÊNCIA ENTRE AS OCUPAÇÕES. v1 2 WORLDSKILLS... PROMOVENDO A EXCELÊNCIA ENTRE AS OCUPAÇÕES v1 2 3 v2 CONTEÚDO MoVE international 3 Aprendizagem para a Vida 4 5 O Caminho para a identidade profissional 6 7 Líderes na preparação 8 9 Fortalecendo

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Grasiela - Bom à gente pode começar a nossa conversa, você contando para a gente como funciona o sistema de saúde na Inglaterra?

Grasiela - Bom à gente pode começar a nossa conversa, você contando para a gente como funciona o sistema de saúde na Inglaterra? Rádio Web Saúde dos estudantes de Saúde Coletiva da UnB em parceria com Rádio Web Saúde da UFRGS em entrevista com: Sarah Donetto pesquisadora Inglesa falando sobre o NHS - National Health Service, Sistema

Leia mais

LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE RETORNO DAS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE MARKETING PROMOCIONAL UTILIZADAS NO MERCADO IMOBILIÁRIO REGIONAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE RETORNO DAS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE MARKETING PROMOCIONAL UTILIZADAS NO MERCADO IMOBILIÁRIO REGIONAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE RETORNO DAS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE MARKETING PROMOCIONAL UTILIZADAS NO MERCADO IMOBILIÁRIO REGIONAL DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ Alexandra Cardoso da Rosa Bittencourt 1 ; Rogério

Leia mais

UM CAMINHAR DA ADMINISTRAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: LIDERANÇA, MOTIVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES.

UM CAMINHAR DA ADMINISTRAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: LIDERANÇA, MOTIVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES. UM CAMINHAR DA ADMINISTRAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: LIDERANÇA, MOTIVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES. Eder Gomes da Silva 1 Resumo: O presente artigo trazer um estudo teórico buscando adquirir

Leia mais

SUMÁRIO O QUE É COACH? 2

SUMÁRIO O QUE É COACH? 2 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...3 O COACHING...4 ORIGENS...5 DEFINIÇÕES DE COACHING...6 TERMOS ESPECÍFICOS E SUAS DEFINIÇÕES...7 O QUE FAZ UM COACH?...8 NICHOS DE ATUAÇÃO DO COACHING...9 OBJETIVOS DO COACHING...10

Leia mais

Marketing de Relacionamento e Fidelização na Empresa Via Sul Automóveis

Marketing de Relacionamento e Fidelização na Empresa Via Sul Automóveis Marketing de Relacionamento e Fidelização na Empresa Via Sul Automóveis Danielle Cajueiro de Oliveira, Especialista em Comunicação Social pela ESURP, MBA de Gestão de Marketing e Vendas do CEDEPE, prestando

Leia mais

NOVAS HABILIDADES PARA O DEPARTAMENTO DE TI ORIENTADO A SERVIÇOS

NOVAS HABILIDADES PARA O DEPARTAMENTO DE TI ORIENTADO A SERVIÇOS NOVAS HABILIDADES PARA O DEPARTAMENTO DE TI ORIENTADO A SERVIÇOS Ser o líder de TI de uma empresa pode ser uma situação bem parecida com estar em uma plataforma de petróleo em chamas. O departamento de

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Ofereça um atendimento de alto nível e surpreenda

Ofereça um atendimento de alto nível e surpreenda Ofereça um atendimento de alto nível e surpreenda Para profissionais do mercado imobiliário por Índice Introdução... 2 Seja o primeiro a responder... 3 Mantenha seu material em ordem... 4 Tenha o necessário

Leia mais

Jornada de Aprendizagem dos Managers de Vendas de Primeira Linha: Guia para o Desenvolvimento de Resultados Mensuráveis

Jornada de Aprendizagem dos Managers de Vendas de Primeira Linha: Guia para o Desenvolvimento de Resultados Mensuráveis Jornada de Aprendizagem dos Managers de Vendas de Primeira Linha: Guia para o Desenvolvimento de Resultados Mensuráveis Versão do Documento: 1.0 Data de Publicação: 27 de janeiro de 2014 Sumário Introdução...

Leia mais

Índice. Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach

Índice. Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach Índice Porque fazer um curso de Coaching? Metodologia Comprovada. Resultados sem precedentes As maiores razões para escolher um coach Tendências do Mercado de Coaching Oportunidades da Carreira de Coaching

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

ABORDANDO OS PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA TREINAMENTO LABORAL

ABORDANDO OS PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA TREINAMENTO LABORAL ABORDANDO OS PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA TREINAMENTO LABORAL Antonia Maria Gimenes 1, Renato Nogueira Perez Avila 2 Cleiton Riz Aleixo 3, Jakeline da Silva 4 Thayane C. Anjos Afonso 5 RESUMO Este estudo

Leia mais

Modulo 4. Principais instrumentos de coleta de dados. Entrevista Questionário Formulário Observação Triangulação

Modulo 4. Principais instrumentos de coleta de dados. Entrevista Questionário Formulário Observação Triangulação Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração Modulo 4 Principais instrumentos de coleta de dados. Entrevista Questionário Formulário Observação Triangulação UAB - UNEMAT Prof. Dr. Marcos Luís Procópio

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura!

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura! 05 PASSOS PARA SER UM LICITANTE DE SUCESSO Você já pensou em conhecer Licitação de uma forma prática, objetiva, sem complicações? Este e-book é o primeiro, de muitos materiais que o Licitabem produzirá

Leia mais

A Paralisia Decisória.

A Paralisia Decisória. A Paralisia Decisória. Começo este artigo com uma abordagem um pouco irônica, vinda de uma amiga minha, que, inconformada como a humanidade vêm se portando perante a fé em algo superior, soltou a máxima

Leia mais

Roteiro para elaboração de projetos 1

Roteiro para elaboração de projetos 1 1 Roteiro para elaboração de projetos 1 O objetivo aqui é que vocês exercitem a criatividade, a atitude empreendedora, a inteligência emocional (liderar e ser liderado) e a responsabilidade (individual

Leia mais

ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL Camila Cristina S. Honório 1 Maristela Perpétua Ferreira 1 Rosecleia Perpétua Gomes dos Santos 1 RESUMO O presente artigo tem por finalidade mostrar a importância de ser

Leia mais

Teste sua empregabilidade

Teste sua empregabilidade Teste sua empregabilidade 1) Você tem noção absoluta do seu diferencial de competência para facilitar sua contratação por uma empresa? a) Não, definitivamente me vejo como um título de cargo (contador,

Leia mais

A APRENDIZAGEM DE LOGÍSTICA, RH, OSM, ÉTICA: OPINIÃO DE ADMINISTRADORES E GRADUANDOS SOBRE A METODOLOGIA DE ENSINO ¹

A APRENDIZAGEM DE LOGÍSTICA, RH, OSM, ÉTICA: OPINIÃO DE ADMINISTRADORES E GRADUANDOS SOBRE A METODOLOGIA DE ENSINO ¹ A APRENDIZAGEM DE LOGÍSTICA, RH, OSM, ÉTICA: OPINIÃO DE ADMINISTRADORES E GRADUANDOS SOBRE A METODOLOGIA DE ENSINO ¹ DIOSKELLY ABDO² LORHANNY RODRIGUES SANTOS³ LILIANA ARAUJO⁴ MARCO AURÉLIO CAIXETA⁵ PEDRO

Leia mais

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

COMO PROCURAR UM EMPREGO/ESTÁGIO

COMO PROCURAR UM EMPREGO/ESTÁGIO 1 COMO PROCURAR UM EMPREGO/ESTÁGIO 1 INTRODUÇÃO: Empregos sempre existem. Bons empregos são mais raros, portanto mais difíceis de serem encontrados; A primeira coisa a ser feita é encontrar o emprego,

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

A minha missão é potencializar resultados e promover o desenvolvimento humano com a socialização dos saberes

A minha missão é potencializar resultados e promover o desenvolvimento humano com a socialização dos saberes DALMIR SANT'ANNA TREINAMENTOS LTDA AVENIDA NEREU RAMOS, 897 CENTRO 88.380-000 BALNEÁRIO PIÇARRAS SC APRESENTAÇÃO Espero que este material, ao chegar em suas mãos e de sua equipe de trabalho, encontrem

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso?

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? i n o v a ç ã o 8 Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? Carla Conti de Freitas Yara Fonseca de Oliveira e Silva Julia Paranhos Lia Hasenclever Renata

Leia mais